UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA O USO DA INTRANET COMO FERRAMENTA PARA CRESCIMENTO PROFISSIONAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES Por: Fernanda da Silva Nascimento Orientador Prof. Fernando Alves Rio de Janeiro 2012

2 2 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA O USO DA INTRANET COMO FERRAMENTA PARA CRESCIMENTO PROFISSIONAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES Apresentação de monografia à AVM Faculdade Integrada como requisito parcial para obtenção do grau de especialista em Comunicação Empresarial Por: Fernanda Nascimento

3 3 AGRADECIMENTOS... Á Deus, supremo criador, por me conceder força e sabedoria; aos meus pais, a base de tudo que sou, sem os quais, jamais chegaria aqui; minha irmã, pelos incentivos e apoio; a Guilherme Rohr, que tantas vezes me ouviu e ajudou; aos companheiros de turma, que juntos dividiram conhecimentos; aos amigos e parentes; e ao Bradesco.

4 4 DEDICATÓRIA...dedico este trabalho àquele que me deu condições de conclui-lo; àquele que me deu o necessário para desenvolver as técnicas e conhecimentos. Àquele a quem se destinam meus talentos, o meu criador: Deus. Dedico também aos meus pais, pois sempre incentivaram minha trajetória e apoiaram minha busca. A eles, o fruto do encorajamento e do investimento de uma vida inteira. A eles a singela retribuição por todo o incentivo, mesmo à continuar.

5 5 RESUMO Intranets e portais corporativos são elementos estratégicos para o mundo dos negócios, na atualidade. Investir na ferramenta intranet é investir na qualificação do principal bem dentro de uma organização: o humano. Investir na intranet é utilizá-la ferramenta poderosa que é no desenvolvimento pessoal e profissional, e que, além disso, oferece redução de custos à organização. Empresas que têm utilizado a intranet têm colhido frutos na manutenção da competitividade, na ampliação do nível técnico e operacional de seus colaboradores, no aumento da motivação entre eles. O case Bradesco, apresentado neste trabalho, exemplifica o sucesso de uma organização que incentiva o uso da plataforma digital para oferta de cursos de capacitação e treinamentos diversos. No espaço que a empresa chama de treinet, os profissionais têm a liberdade de escolher entre as mais de 200 opções de capacitação ofertadas para o crescimento individual e, consequentemente, coletivo. Uma empresa que pensa no conhecimento como o instrumento capaz de mover as manivelas de seu negócio, o que inclui até mesmo seus clientes, no caso do portal da empresa, que oferece cursos variados aos usuários. Uma empresa que entende a importância e o potencial da ferramenta intranet para manter-se viva no mercado. O que ela é, de fato.

6 6 METODOLOGIA Este trabalho foi desenvolvido com base em pesquisas e análise de conteúdo, visando a justificar a ideia central, com o intuito de convencer os leitores dos benefícios que a ferramenta intranet pode trazer às organizações. O estudo do caso Bradesco permitiu uma análise de grande público, haja vista que se trata de uma das maiores Organizações do ramo no país. Os autores utilizados discursam sobre a comunicação, a ferramenta internet e a intranet.

7 7 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 8 CAPÍTULO I - A Intranet Ferramenta de Comunicação 10 CAPÍTULO II - A Intranet Ferramenta para o desenvolvimento profissional 17 II.I Informação Segmentada 20 II.II Cursos de Capacitação Específica 22 II.III Suprimento de Demandas Organizacionais 26 II.IV Custo-Benefício de investimentos em treinamento e desenvolvimento 28 CAPÍTULO III Caso de Sucesso: Bradesco S/A 30 CONCLUSÃO 35 ANEXOS 37 BIBLIOGRAFIA 46 ÍNDICE 47

8 8 INTRODUÇÃO A comunicação interna é um dos pilares da comunicação corporativa. Ela visa a sua integração com a rede de relacionamentos e com a imagem das Instituições e/ou Organizações. Mas, diferentemente da comunicação corporativa, tem um público mais segmentado: seu foco está nos clientes internos. Com o advento da internet, feito não tão antigo e ainda não todo desvendado, a comunicação interna passou a compor uma estrutura de comunicação nunca dantes vista, embora ainda sem que se pudesse delinear muito desejada nas organizações que prezam pelo sucesso em todos os níveis de trabalho. É como afirma Waldyr Gutierrez: a internet, pelos seus predicados, parece ter surgido justamente com o intuito de aproximação com os públicos em geral (FORTES, p. 248). Desta forma, ambos a Comunicação Interna e a Internet quando utilizados em conjunto podem proporcionar bons resultados. Essa é a ideia da Intranet: comunicação via internet feita apenas para e entre o público interno das empresas. Porém, mais do que informar, a plataforma interna de comunicação, pode, também, formar. Quando utilizada como instrumento fornecedor de conteúdo e conhecimento técnico específico, ela pode se transformar em poderosa ferramenta para o desenvolvimento profissional de colaboradores e prestadores de serviço. Este trabalho de conclusão de curso tem por objetivo elucidar os benefícios de utilizar a intranet como ferramenta para o desenvolvimento profissional de colaboradores dentro das organizações, além de apresentá-la como ferramenta para oferecer cursos de capacitação. Por meio de um caso de sucesso o do Banco Bradesco S/A - mostrar benefícios, comparando

9 9 gastos e investimentos, com vistas à propagar sua utilização pelas Organizações.

10 10 CAPÍTULO I A INTRANET FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO Esta é a era do conhecimento. Diferentemente de épocas passadas, esta é a era em que a riqueza está no saber. Os revolucionários da Antiguidade preconizavam a reforma agrária e a partilha de terras. Os da era industrial visavam a propriedade dos meios de produção. Hoje, é sobre o conhecimento que repousam a riqueza das nações e a força das empresas. (1995 apud ANTUNES, 2000, p.25) É a era na qual, além de necessário, é muito fácil obter informações e, por assim dizer, desenvolver conceitos sobre quaisquer temas e assuntos. A era da disseminação de dados e de opiniões que transforma leigos em aptos para, pelo menos, comentar sobre o que desejarem de forma prática, tornando qualquer indivíduo que possa acessar uma fonte de conhecimento, seja ela qual for parte de um universo, para muitos antes inatingível. (...) qualquer informação só tem sentido quando integrada a algum contexto. A informação por si só se constitui em um dado incompleto, é o indivíduo que lhe atribui sentido a partir de suas experiências passadas e interesse futuro. (1997) (...) o conhecimento é a base fundamental e o aprendizado interativo é a melhor forma para indivíduos, empresas, regiões e países estarem aptos a enfrentar as mudanças em curso, intensificarem a geração de inovações e se capacitarem para uma inserção mais positiva nesta fase. (1999, p. 11) Assim, apregoa-se que a única forma de evitar tornarse um perdedor - seja como nação, empresa ou indivíduo - é ser o mais inserido, articulado e

11 11 competitivo possível no cenário global. Dessa perspectiva, a globalização é apresentada como um mito, um fenômeno irreversível sobre o qual não se pode intervir ou exercer influência. (1999, p.123) O tempo em que se busca muita informação é também, e impreterivelmente, o tempo no qual produzir informação é uma tarefa incessante. Por isso, a cada momento, surgem novos meios, novas plataformas, novas maneiras, novos métodos de produzir aquilo que vá de encontro às mais variadas necessidades da humanidade ávida pelo saber. E sempre muito rápido. Tudo se modifica muito rápido. A criação de uma cultura voltada ao aprendizado não é nada fácil, uma vez que mexe com conceitos e valores, tanto da organização quanto dos indivíduos que dela fazem parte. Portanto, isto requer novos tipos de investimentos, novos sistemas de trabalho e uma visão diferenciada sobre os colaboradores e os clientes (HUSEMAN e GOODMAN apud WENTLING et al., 2000). Rápidas foram também, as mudanças geradas quando, não há muito tempo, surgiu a tão esperada internet. O novo cenário da vida humana, cujo potencial, hoje, é imensurável. Mesmo naqueles primeiros momentos era possível identificar que grande parte da vida humana inclusive suas paixões e decepções já podia ser vivida em um novo cenário. (...) Lia-se online. Escrevia-se online. Informava-se online. Recebia-se informação online. Ensinava-se online. Aprendia-se online. Visitavam-se museus online. Amizades eram travadas e mantidas online. Amava-se online. Odiava-se online. Discutia-se online. Brigava-se online. Era-se solidário online. Tudo que podia ser feito online era feito online. E mesmo naquela época, embora menos do que hoje, isso já não era pouco. Havia sido criada uma nova plataforma de vida. (...) Uma consequência (...) diz respeito às mudanças que a experiência com a internet introduziu nas nossas formas de pensar: o fato de nos ser possível ter acesso a todos os tipos de informação,

12 12 interagir com todos os tipos de pessoas de praticamente todas as partes do mundo ou explorar aquilo que é diferente produziu o novo tipo de pensamento ágil, integrado e relativizado, que é característico dos dias de hoje. A agilidade resultou da conjugação de pelo menos dois fatores. O primeiro é a pressa gerada pela constatação de que sempre há muito para conhecer em muito pouco tempo (pois mesmo uma vida já é pouco tempo quando tudo pode ser conhecido). Já o segundo é a própria experiência com os recursos tornados disponíveis pelas novas tecnologias : a exemplo do contato com a lógica do hipertexto ou os clicks do mouse, que levam de um site para outro, de uma informação para outra, de um contexto cultural para outro. (...) Aqueles que criaram a internet sempre tiveram como objetivo a integração do conhecimento. Pode-se dizer que eles foram bem sucedidos e que o contato com o conhecimento integrado está sendo transferido para o raciocínio de amplos setores da população de um mundo cada vez mais integrado pelo processo de globalização. (2006, p. 29, 30 e 31) Como observou o professor do Instituto de Ciências Matemáticas de São Carlos/Usp, Onofre Trindade Jr., em seu artigo Intranets na USP: avaliação da tecnologia e recomendações, publicado no site da Instituição, a cronologia da internet foi basicamente assim: 1962: primeiras ideias para interligação de redes com propósitos militares; 1970: surge a Arpanet, interligando quatro universidades americanas e algumas instituições militares; 1972: primeira demonstração pública da rede; 1978: tem início a Usenet, baseada no programa Unix uucp; 1982: surge a CSnet, interligando os departamentos de computação das universidades americanas(pela

13 13 primeira vez é utilizado o termo Internet com o significado de interligação de redes de computadores); Anos 80: surge uma variedade de redes, tais como Decnet, Bitnet, Janet, etc. No final dos anos 80, surge a NSFnet, uma rede abrangendo toda a comunidade acadêmica dos EUA; 1989: iniciam-se as ideias da WWW nos laboratórios da CERN, Suíça; Início dos anos 90: a adoção do conjunto padrão de protocolos TCP/IP possibilitou que as diversas redes fossem interligadas, dando origem à Internet como conhecemos hoje; 1993: é lançada a primeira versão do Browser Mosaic; 1995: a rede foi aberta para a utilização comercial. (2011. p. 2) Em momentos iniciais ou anteriores, entretanto, a essência da internet se resumia na transmissão da informação através da ferramenta principal denominada computador. Hoje, esse poder, aliado ao surgimento das redes de comunicação, modificou sua forma de existir. (...) até alguns anos atrás, era muito difícil prever as conseqüências explosivas resultantes da combinação dos dois elementos tecnológicos básicos utilizados para isso: computadores e redes de comunicação. Isoladamente, o primeiro permite o tratamento da informação de forma cada vez mais rápida.(...) As redes de comunicação permitem a transmissão de informações na forma eletrônica com velocidade e confiabilidade nunca antes imaginadas. (2011. p. 1) Através da Internet, surgiram as chamadas intranets como forma de otimizar seu funcionamento no âmbito das organizações. De acordo com Srikantalaiah e Koenig (2000, p. 26), com a intranet, muitas empresas

14 14 dispõem de um ambiente web organizacional. Oliveira e Rodrigues Filho apresentam os benefícios da intranet: (...) possibilita aperfeiçoar processos, agregar valor aos produtos e serviços e alcançar outros benefícios em termos de redução de erros, segurança e precisão. (2002). O senso comum acredita que intranet é a utilização da tecnologia internet dentro das organizações. O que de fato é verdade. Porém, com outros tantos ganhos pela forma de comunicação empresarial. Dentre as vantagens mais observadas em instituições e/ou organizações, estão: a padronização da informação, o acesso, a interação, além, é claro, do baixo custo. Eis algumas das vantagens apontadas por Albertin: A fácil publicação de informação; baixo custo; facilidade de uso; baixa manutenção; escalabilidade (definição de níveis e restrições de acesso); e a fácil distribuição de software (downloads). (2000) A padronização proporcionada pela tecnologia permite que colaboradores tenham acesso a dados internos e externos, e faz com que interajam entre si, ou mesmo entre as variadas camadas hierárquicas. E é a mesma tecnologia a responsável por dar a todos a disponibilidade para acesso (que pode ser feito até mesmo em ambientes não corporativos) e para obtenção de documentos e/ou aplicativos, não comprometendo a segurança das organizações. Pois, há estudos que comprovam o alto grau de sigilo que a internet possibilita a quem a utiliza com precauções. Para completar o cenário da importância da Intranet, ao analisar o mercado atual, é óbvio perceber que existe forte competição entre as organizações. E um dos indicadores de produtividade, que resulta em destaque, dentro das empresas é a qualidade das informações que circulam

15 15 ou são produzidas internamente. Mais do que nunca, a comunicação é, hoje, a alma do negócio, como bem diz o dito popular. Esta coincidência aponta, de um lado, para uma grande oportunidade: a de se criar círculos virtuosos de geração de conhecimentos. Estes ocorrem no momento em que as empresas cientes da necessidade de se reinventarem, de desenvolverem suas competências, de testarem diferentes ideias, de aprenderem com o ambiente e de estarem sempre buscando grandes desafios, adotam estilos, estruturas e processos gerenciais que desencadeiam processos semelhantes no nível individual.(p.2) Pesquisas desenvolvidas nos Estados Unidos da América, em 1998, apontaram para uma tendência do uso das intranets também para obtenção de manuais de procedimento, acesso a produtos e dados de marketing; informações de funcionários; ofertas internas de emprego; revisão e aprovação de documentos; além do acesso a ferramentas como agenda, calendários e cronogramas. Essa mudança cultural nasce de uma nova estratégia de aprendizado baseada nas competências essenciais da organização, que leva em consideração o know-how da organização e as necessidades do cliente (NURMI apud WENTLING et al., 2000). Todas essas utilidades colocam a intranet em lugar de destaque na comunicação corporativa. Sobretudo pelos impactos que ela apresenta à informação empresarial, como bem elencam Nádia Santos Hommerding e Waldomiro Vergueiro: 1. interesse, conhecimento e domínio de tecnologia da informação; 2. maior exposição e participação do profissional da informação nas políticas internas da organização; 3. iniciativa na busca de soluções para problemas que já existem ou que possam surgir; 4. atuação como elemento de marketing das Intranets, divulgando, informando e treinando os usuários;

16 16 5. abandono do papel de guardião da informação para tornar-se um aliado na construção de informação inteligente e competitiva para estabelecer parcerias com os tomadores de decisão. (p. 7) Os indivíduos já atentam para a necessidade de estarem inseridos dessa realidade, que não afeta apenas o âmbito profissional, mas também o pessoal, particular. Adquirindo novos conhecimentos, os trabalhadores tornamse profissionais mais competentes e indivíduos melhores. Os trabalhadores, por sua vez, vêm aumentando, de forma considerável, seus patamares de educação e aspirações, ao mesmo tempo que o trabalho passa a ter um papel central em suas vidas. De fato, verifica-se que os "indivíduos organizacionais", de forma crescente, se realizam sendo criativos e aprendendo constantemente. (p.2)

17 17 CAPÍTULO II A INTRANET FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL Organizações e Instituições que, atualmente, se preocupam e investem em intranet, além de pensando na importância deste feito ao desenvolvimento de seu pessoal, estão, obviamente, atendendo a mais uma exigência do mercado de trabalho. Como afirma Ricardo Saldanha na terceira edição do livro que reúne as empresas que mais se destacam no quesito intranet, Prêmio Intranet Portal 2010, as intranets são plataformas digitais essenciais para qualquer organização que queira se manter competitiva no século XXI. Nádia Santos Hommerding e Waldomiro Vergueiro dizem sobre a criação de uma intranet em empresas: Organizações constroem uma Intranet porque ela é uma ferramenta ágil e competitiva, poderosa o suficiente para economizar tempo, diminuir as desvantagens da distância e alavancar um de seu maiores patrimônios de capital, ou seja, os funcionários com seus conhecimentos das operações e produtos da empresa. (...) uma Intranet permite que os usuários acessem facilmente a informação, e, além disso, processos como atualização da informação se fazem de maneira mais simples e quase instantâneos. (p.1) Pensar em atender ao mercado significa ter, entre outras qualificações como bom produto, bom preço, praça e propaganda (como bem categorizam os 4p s do Marketing identificados por Philip Kotler), uma equipe preparada para idealizar, desenvolver, produzir, oferecer, reestruturar todo o trabalho a que se destina a empresa. Pensar em atender ao mercado significa primordialmente entender que os recursos humanos são o bem mais

18 18 importante de uma organização e que esta depende do desenvolvimento destes para que sua evolução e progresso aconteçam. (...) há necessidade de mudança muito grande nas políticas e nas práticas de desenvolvimento das pessoas para que a empresa possa permanecer competitiva e assegurar a sua sobrevivência numa era em que o conhecimento humano é o maior fator competitivo de uma organização. (1995, p. 54) É evidente que estamos vivendo em um ambiente cada vez mais turbulento, onde vantagens competitivas precisam ser, permanentemente, reinventadas e onde setores de baixa intensidade em tecnologia e conhecimento perdem, inexoravelmente, participação econômica. Neste contexto, o desafio de produzir mais e melhor vai sendo suplantado pelo desafio, permanente, de criar novos produtos, serviços, processos e sistemas gerenciais. Por sua vez, a velocidade das transformações e a complexidade crescente dos desafios não permitem mais concentrar estes esforços em alguns poucos indivíduos ou áreas das organizações.(p.2) As intranets atentam para essa realidade do mercado. Com suas plataformas dinâmicas aliadas a uma boa gestão, servem de trampolim para o surgimento e/ou crescimento de ótimos profissionais. Uma empresa que tenha essa percepção, utiliza a ferramenta a seu favor, também, ao proporcionar segmentação para esse dito desenvolvimento. Ou seja, portais corporativos possuem a facilidade de direcionar o conhecimento a ser adquirido para os fins a que se destinam as empresas que os coordenam. Uma governança estruturada é fundamental para a evolução de intranets e portais. Por trás de políticas e planos sofisticados, existe algo básico: liderança e trabalho em equipe. Em uma governança de intranet ou portal corporativo, também é assim: áreas-chave definem regras, diretrizes e métricas em consenso. Planejam juntas, avaliam juntas, trabalham juntas.(2008)

19 19 Isso gera resultados positivos para ambos: empregado e empregador. Veja os exemplos a seguir: Setores de processamento de dados ou tecnologia: as intranets são ferramentas poderosas que atuam na gestão, tomada de decisão ou detecção de problemas. Na Biblioteca Central da UnB (CBE), os usuários internos usam a intranet para as informações necessárias à sua vida profissional (Serra, M.) e para acesso a sistemas de informação destinados a automatizar e agilizar processos. Quando clientes internos ficam informados do que acontece na organização e percebem que as ferramentas disponibilizadas tornam o seu trabalho mais eficiente, o grau de satisfação dos servidores e colaboradores reflete na qualidade do serviço prestado ao cliente final. (http://www.ebah.com.br) Universidades e Instituições de Pesquisa: intranets têm ensinado as pessoas a fazerem melhor usa da tecnologia internet e gerado resultados relacionados à área. Muito pode ser feito nesta área cobrindo todos os níveis de ensino, inclusive com a disponibilização de alguns produtos para a comunidade não acadêmica. Utilizar Intranets departamentais para dar suporte às atividades didáticas mais corriqueiras representa o primeiro passo dessa utilização. Pode-se disponibilizar na rede notas de aula, listas de exercícios, avaliações, etc. (...) dispõe-se de um mecanismo de comunicação que pode tornar o ensino a distância uma realidade. Na verdade, o mecanismo é tão poderoso que pode tornar obsoleto o modelo de universidade que temos hoje. Intranets também podem ser eficientemente utilizadas para a uniformização e melhoria na qualidade do ensino(...) fóruns para discussão eletrônica podem ser estabelecidos para discussão, revisão e uniformização do conteúdo das disciplinas dos cursos

20 20 (...) materiais didáticos podem ser produzidos e todos os envolvidos podem contribuir de forma contínua com atualizações e melhorias.(2011, p. 5) II.I Informação Segmentada No âmbito dos portais corporativos, o quesito informação segmentada talvez seja o mais utilizado, inclusive pelo poder que tem. Utilizar a informação a seu favor, faz da empresa uma fonte de conhecimento para ela própria, através de seus colaboradores. É a forma mais eficiente de disseminar dados ou comunicados a todo o corpo funcional, sem que haja ruídos ou interrupções. Além de promover compreensão, por ter de possuir (obrigatoriamente) uma linguagem capaz de atingir a todos os níveis hierárquicos, ainda que separadamente. (...) a intranet funciona mais ou menos como um desses mega portais só que com conteúdo corporativo. Numa empresa existem departamentos e, nas rotinas desses departamentos, existem documentos, circulares, formulários e lógico, milhares de s notificando um e outro sobre uma mudança aqui, uma novidade ali e etc. A ideia da intranet é justamente centralizar os procedimentos, circulares, notícias, formulários e informações comuns para os funcionários em um só local. (http://www.oficinadanet.com.br) Por meio da intranet se fala com o funcionário, para o funcionário e através dele. Também se ouve o que ele tem a dizer, pois o feedback é preciso. Ou seja, é através dos portais corporativos que se torna mais viável a comunicação com o público interno. Se os temas forem técnicos, é a ele que se direcionam. Se forem artigos importantes, motivacionais, de incentivo à estrutura profissional ou de equipe, é ao cliente interno que se destinam. Se

21 21 forem comunicados oficiais, corriqueiros ou extraoficiais, é também o mesmo público que deve recebê-los. (...) o funcionário passa a ter um canal onde pode obter informações gerais sobre praticamente tudo o que precisa. Por exemplo: Na área de Recursos Humanos (...) estão todas as informações sobre o plano oferecido, quanto a mais o funcionário paga para adicionar um dependente ou para mudar a categoria de enfermaria para apartamento, link para o site do convênio e lógico, um formulário online para elogio e as tradicionais reclamações onde o conteúdo cai direto no mailbox do responsável por este benefício da empresa. (...) quanto tempo o funcionário economiza? ele deixou de ligar para o RH, descobrir quem cuida de plano de saúde e ainda pôde fazer sua reclamação (ou elogio) por (http://www.oficinadanet.com.br). Simplificadamente, os propósitos dessa rede interna são três: contribuir para as estratégias da empresa, oferecer serviços úteis aos empregados e servir como uma ferramenta de motivação aos colaboradores. Tanto a empresa como os funcionários têm expectativas quanto à intranet, e isso deve ser pesquisado e colocado no plano de comunicação. Quais são os objetivos da empresa a curto e a longo prazo? Como a comunicação disso pode ser feita? Quais ferramentas a intranet pode oferecer para auxiliar o funcionário? Quais serviços o empregado gostaria de encontrar ali? Como pode ser planejado um espaço para destacar projetos e funcionários bem sucedidos? Como podem ser repercutidas notícias sobre a empresa? Além de planejamento, para ser estratégica, a comunicação interna precisará de um gestor que esteja ciente dos objetivos da empresa, das expectativas dos colaboradores e que gerencie o portal interno de maneira a contribuir positivamente para tal.(2009) Pelo mesmo motivo, é possível identificar o acesso ou não às publicações por meio das facilidades que a tecnologia internet proporciona. É possível saber a quantos está atingindo a comunicação, e quiçá que resultados isso trará a curto, médio ou longo prazo. Seja através do compartilhamento de

22 22 links, do estímulo ao acesso, ou do próprio burburinho que venha a se formar. Uma Intranet pode construir uma nova cultura dentro de sua corporação. Esta nova cultura é fundamentada na troca de informações e colaboração. Intranets facilitam o fluxo rápido de informações dentro da organização sem boatos ou mal entendidos. Os departamentos que antes raramente interagiam estão agora colaborando em grandes projetos. Uma organização que enfoca seu conhecimento corporativo em uma direção positiva é uma organização destinada ao sucesso.(2011) II.II Cursos de Capacitação Específica Grande oportunidade aprimorada pela intranet é a oferta de cursos de capacitação específica. Com esta ferramenta, uma empresa pode ganhar, além de tempo e dinheiro, produtividade. Com a plataforma de cursos de capacitação, habilidades podem ser melhor trabalhadas e perfis profissionais atingidos de acordo com o que se deseja na gestão. (...) ela oferece a vantagem de poder ser utilizada para a capacitação e aprendizagem constante em diversas áreas, como, por exemplo, na orientação de novos colaboradores, nas informações sobre novos produtos e serviços, na promoção de conhecimento, de competências e de habilidades dos colaboradores. Além, de estar disponível online, onde e quando for necessária, no formato mais apropriado, tendo a sua disposição diversos recursos para auxiliar no aprendizado (1996) O departamento de recursos humanos de uma organização tem delineadas as habilidades necessárias para o desenvolvimento de todas as suas atividades por meio dos chamados organograma (que descreve as funções e hierarquias existentes na organização) e fluxograma(que descreve

23 23 as atividades desempenhadas em cada função). É por isso que empresas com foco no crescimento, constantemente oferecem cursos aos funcionários e, assim, se esforçam a fim de tornar novos conhecimentos apropriáveis e estimular a interação entre os diferentes agentes econômicos e sociais, pois já entenderam que só através dessa difusão ocorrerá a geração de inovações. (LASTRES, H., ALBAGLI, S. 1999). A forma digital, acelera os processos de aprendizagem, tornando-os mais práticos e não menos eficientes. Isso tem se constituído como novo olhar das empresas para o conhecimento. Trata-se de um novo foco no quesito treinamento, como afirma Tatiana Gedhine ao citar MEISTER (1999). Ela diz que são as constantes mudanças no ambiente as responsáveis pelo surgimento de novas demandas aos trabalhadores. Segundo o autor, é isso que tem feito as organizações perceberem a importância de mudar o foco dos treinamentos, passando a abranger o desenvolvimento da capacidade de aprendizado da empresa como um todo e fazendo surgir um novo sistema de desenvolvimento de pessoas, pautado pela gestão por competências, conforme exemplifica o quadro a seguir:

24 24 (...) as constantes transformações no ambiente estão gerando novas demandas para os colaboradores, exigindo que esses dominem papéis e qualificações totalmente novos onde o se tornar apto, destro, capaz, para determinada tarefa/atividade já não é o bastante. Isto está fazendo com que as organizações percebam a necessidade de mudar o foco dos treinamentos atuais, onde o objetivo é desenvolver qualificações isoladas, para um treinamento que objetive a criação de uma cultura de aprendizagem contínua, onde os colaboradores aprendem uns com os outros e compartilham inovações e melhores práticas com o objetivo de solucionar problemas empresariais reais (2004, p. 19) Além de cursos destinados a vagas ou perfis já delineados, há ainda a oportunidade de oferecer através da intranet, cursos que capacitem os colaboradores para serem parte efetiva do produto que a empresa comercializa, cursos que lhes permitam aprofundar o conhecimento sobre as variadas atividades realizadas na e pela organização. De acordo com Welle- Stran e Thune (2003), os aprendizados nas organizações têm como objetivo servir às metas e às necessidades corporativas, e de um modo geral, aumentar a produtividade, o lucro, a eficiência. Dessa forma, evitam-se surpresas negativas no atendimento telefônico, por exemplo. Além de proporcionar, é claro, um maior entrosamento entre as partes envolvidas no serviço. Cursos, além de fazerem crescer o conhecimento de colaboradores, fazem crescer também seus currículos. Assim, caso exista ou venha a surgir uma vaga para ascensão, a base já está amparada para uma possível candidatura. (...) desenvolver as competências essenciais, empresariais e humanas, para aumentar a competitividade. (...) a competência implica em ter conhecimento (compreensão de conceitos e técnicas), habilidades (aptidão e capacidade de realizar) e atitude (postura, modo de agir), que levam ao resultado no negócio. Porém (...), é necessário ter conhecimento das competências essenciais da empresa, ou seja, o

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO COMO AS MUDANÇAS NAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO IMPACTANDO A ÁREA DE RECURSOS HUMANOS Paola Moreno Giglioti Administração

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

Sociedade e Tecnologia

Sociedade e Tecnologia Unidade de Aprendizagem 15 Empresas em Rede Ao final desta aula você será capaz de inovações influenciam na competitividade das organizações, assim como compreender o papel da Inteligência Competitiva

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Sistemas de Produtividade

Sistemas de Produtividade Sistemas de Produtividade Os Sistemas de Produtividade que apresentaremos em seguida são soluções completas e podem funcionar interligadas ou não no. Elas recebem dados dos aplicativos de produtividade,

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

REFLEXÃO. (Warren Bennis)

REFLEXÃO. (Warren Bennis) RÉSUMÉ Consultora nas áreas de Desenvolvimento Organizacional e Gestão de Pessoas; Docente de Pós- Graduação; Coaching Experiência de mais de 31 anos na iniciativa privada e pública; Doutorado em Administração;

Leia mais

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino Escolher o Sponte Educacional é escolher inteligente Sistema web para gerenciamento de instituições

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva 1 Resposta do Exercício 1 Uma organização usa algumas ações para fazer frente às forças competitivas existentes no mercado, empregando

Leia mais

Expectativas e desafios do jovem no mercado de trabalho:

Expectativas e desafios do jovem no mercado de trabalho: ASSUNTO em pauta Expectativas e desafios do jovem no mercado de trabalho: comunicação entre jovem e empresa Velychko 30 REVISTA DA ESPM maio/junho de 2011 O jovem quer seu espaço no mercado de trabalho.

Leia mais

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Questões sobre o tópico Desenvolvimento e treinamento de pessoal: levantamento de necessidades, programação, execução e avaliação. Olá Pessoal, hoje veremos outro

Leia mais

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO As Empresas e os Sistemas Problemas locais - impacto no sistema total. Empresas como subsistemas de um sistema maior. Uma empresa excede a soma de

Leia mais

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS Conectt i3 Portais Corporativos Há cinco anos, as empresas vêm apostando em Intranet. Hoje estão na terceira geração, a mais interativa de todas. Souvenir Zalla Revista

Leia mais

Redes sociais no Terceiro Setor

Redes sociais no Terceiro Setor Redes sociais no Terceiro Setor Prof. Reginaldo Braga Lucas 2º semestre de 2010 Constituição de redes organizacionais Transformações organizacionais Desenvolvimento das organizações articuladas em redes

Leia mais

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 1 SYMANTEC UNIVERSITY PARA PARCEIROS... 1 TREINAMENTO... 2 SERVIÇO DE INFORMAÇÕES... 4 COLABORAÇÃO... 5 Informações

Leia mais

A EVOLUÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE TI PARA ATENDER AS NECESSIDADES EMPRESARIAIS

A EVOLUÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE TI PARA ATENDER AS NECESSIDADES EMPRESARIAIS INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO Gestão e Tecnologia da Informação IFTI1402 T25 A EVOLUÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE TI PARA ATENDER AS NECESSIDADES EMPRESARIAIS Marcelo Eustáquio dos Santos

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 1 OBJETIVOS 1. O que os administradores precisam saber sobre organizações para montar e usar sistemas de informação com sucesso? 2. Que

Leia mais

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL 2013 1. IDENTIFICAÇÃO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL ESTADUAL DE GOIÁS GEFE/GO 2. APRESENTAÇÃO O curso a distância de Disseminadores de Educação Fiscal constitui

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1 LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 Visão Brasil As cinco principais tendências em atração de talentos que você precisa saber 2013 LinkedIn Corporation. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente.

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa Brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas:

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas: 4 Pesquisa de campo Neste capitulo será apresentado o resultado dos questionários da pesquisa de campo que serviu para o estudo de caso. A coleta de dados será dividida em: Núcleo administrativo Núcleo

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N Dan Vesset Vice-presidente de Programa, Business Analytics P r át i cas recomendadas para uma estr a t ég i a d e B u s i n e s s I n teligence e An a l yt i c s

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Miriam Regina Xavier de Barros, PMP mxbarros@uol.com.br Agenda Bibliografia e Avaliação 1. Visão Geral sobre o PMI e o PMBOK 2. Introdução

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

AGENDA. Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing. 02 de Julho. Hotel Intercontinental São Paulo/SP 5ª EDIÇÃO.

AGENDA. Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing. 02 de Julho. Hotel Intercontinental São Paulo/SP 5ª EDIÇÃO. AGENDA Interação entre comunicação interna corporativa e endomarketing 5ª EDIÇÃO D 02 de Julho? Hotel Intercontinental São Paulo/SP Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Bronze Apoio Realização:

Leia mais

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS Nadia Al-Bdywoui (nadia_alb@hotmail.com) Cássia Ribeiro Sola (cassiaribs@yahoo.com.br) Resumo: Com a constante

Leia mais

Aula 09 - Remuneração por competências: uma alavanca para o capital intelectual

Aula 09 - Remuneração por competências: uma alavanca para o capital intelectual Aula 09 - Remuneração por competências: uma alavanca para o capital intelectual Objetivos da aula: Estudar a remuneração por habilidades; Sistematizar habilidades e contrato de desenvolvimento contínuo.

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 05 ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 26 à 30 1 AULA 05 DESAFIOS GERENCIAIS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo

5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo 5 Conclusões 5.1. Síntese do estudo Este estudo teve como objetivo contribuir para a compreensão do uso das mídias sociais, como principal ferramenta de marketing da Casar é Fácil, desde o momento da sua

Leia mais

Gestão do Conteúdo. 1. Introdução

Gestão do Conteúdo. 1. Introdução Gestão do Conteúdo 1. Introdução Ser capaz de fornecer informações a qualquer momento, lugar ou através de qualquer método e ser capaz de fazê-lo de uma forma econômica e rápida está se tornando uma exigência

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Este assunto normalmente é tratado quando se aborda a coleta de dados no ciclo de Inteligência. No entanto, o fenômeno das redes sociais, atualmente, cresceu

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT CIÊNCIAS CONTÁBEIS e ADMINISTRAÇÃO Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT maio/2014 APRESENTAÇÃO Em um ambiente onde a mudança é a única certeza e o número de informações geradas é desmedido,

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL Introdução: O marketing verde já não é tendência. Ele se tornou uma realidade e as empresas o enxergam como uma oportunidade para atrair

Leia mais

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE 2 NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE Quando uma empresa vai pra internet e investe em marketing digital, essas são as 3 coisas que precisam ser feitas: 1- GERAR LEADS 2- TRANSFORMAR LEADS EM CLIENTES

Leia mais

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 141 A LOGÍSTICA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Douglas Fernandes 1, Josélia Galiciano Pedro 1 Docente do Curso Superior

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

SCRUM. Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM. Conhecimento em Tecnologia da Informação

SCRUM. Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação SCRUM Desafios e benefícios trazidos pela implementação do método ágil SCRUM 2011 Bridge Consulting Apresentação Há muitos anos, empresas e equipes de desenvolvimento

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS Cesar Aparecido Silva 1 Patrícia Santos Fonseca 1 Samira Gama Silva 2 RESUMO O presente artigo trata da importância do capital

Leia mais

A importância da Educação para competitividade da Indústria

A importância da Educação para competitividade da Indústria A importância da Educação para competitividade da Indústria Educação para o trabalho não tem sido tradicionalmente colocado na pauta da sociedade brasileira, mas hoje é essencial; Ênfase no Direito à Educação

Leia mais

O que é ser um RH estratégico

O que é ser um RH estratégico O que é ser um RH estratégico O RH é estratégico quando percebido como essencial nas decisões estratégicas para a empresa. Enquanto a área de tecnologia das empresas concentra seus investimentos em sistemas

Leia mais

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO DESIGN CRIAÇÃO AGÊNCIA USABILIDA ARKETING INTERNET SEO DIGIT CRIATIVIDADE DESDE 1999 NO MERCADO, A M2BRNET É UMA AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM SOLUÇÕES PERSONALIZADAS. SI ARQ Desde 1999

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação - Centro de Ciências Agrárias Departamento de Computação Os sistemas de informação empresariais na sua carreira Introdução à Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação COM06850-2015-II Prof.

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET CONCEITOS, OBJETIVOS, BENEFÍCIOS E TENDÊNCIAS Renato Schumacher

Leia mais

Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015

Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015 Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015 As 15 Melhores Práticas em Gestão de Pessoas no Pará VIII Edição 1 Pesquisa Prazer em Trabalhar Ano VI Parceria Gestor Consultoria e Caderno Negócios Diário do Pará A

Leia mais

Documento de Visão. O sistema atual se baseia no método padrão de ensino, onde a presença física dos alunos é essencial para um bom aprendizado.

Documento de Visão. O sistema atual se baseia no método padrão de ensino, onde a presença física dos alunos é essencial para um bom aprendizado. UFF Universidade Federal Fluminense Instituto de Computação Engenharia de Software II Professora: Bianca Zadrozny 1º Trabalho Prático: Documento de Visão Alunos: Diego Soares, Felipe Maia e Leandro Feijó.

Leia mais

Sistemas de Informações

Sistemas de Informações Tópicos da aula GESTÃO DA INFORMAÇÃO GESTÃO DO CONHECIMENTO CAPITAL INTELECTUAL TOMADA DE DECISÃO ENGENHARIA DA INFORMAÇÃO Sistemas de Informações Ondas de transformação da humanidade Revolução Agrícola

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES t COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES Joaquim Domingos Maciel Faculdade Sumaré joaquim.mackim@gmail.com RESUMO: Este artigo pretende alertar estudantes e profissionais para a compreensão

Leia mais

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercício 1: Leia o texto abaixo e identifique o seguinte: 2 frases com ações estratégicas (dê o nome de cada ação) 2 frases com características

Leia mais

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los.

Então resolvi listar e explicar os 10 principais erros mais comuns em projetos de CRM e como podemos evita-los. Ao longo de vários anos de trabalho com CRM e após a execução de dezenas de projetos, penso que conheci diversos tipos de empresas, culturas e apesar da grande maioria dos projetos darem certo, também

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec

Capital Intelectual. O Grande Desafio das Organizações. José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago. Novatec Capital Intelectual O Grande Desafio das Organizações José Renato Sátiro Santiago Jr. José Renato Sátiro Santiago Novatec 1 Tudo começa com o conhecimento A gestão do conhecimento é um assunto multidisciplinar

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET Autores: OROMAR CÓRDOVA GILBERTO ALVES LOBATO COPEL Companhia Paranaense

Leia mais