Manual de Operação RB 201-B. Revisado em Agosto/2005. Página 1 de 13

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Operação RB 201-B. Revisado em Agosto/2005. Página 1 de 13"

Transcrição

1 Manual de Operação RB 201-B Revisado em Agosto/2005 Página 1 de 13

2 Índice 1 Apresentação Instalação Condições ambientais Fornecimento de energia elétrica Ligando o equipamento Conhecendo o teclado de programação Configurando Troca da fita...11 Página 2 de 13

3 1 Apresentação O RB-201 é um relógio para marcação de ponto, microcontrolado e equipado com uma impressora matricial de agulhas, proporcionando uma performance muito superior aos equipamentos eletromecânicos. Seu visor de cristal líquido, de 2 linhas por 20 caracteres, apresenta data, hora e posição de impressão constantemente, mensagens ao usuário final quando necessário. Os dígitos, para a apresentação do horário, possuem formato exclusivo e projetado para uma perfeita visualização. O relógio RB-201 possui internamente bateria de Litio que proporciona a manutenção atualizada da data e hora, além de contar com uma bateria selada chumbo/ ácida, recarregável, pela qual o equipamento é mantido em pleno funcionamento, na falta de energia elétrica local, por no mínimo 2 horas, inclusive executando as marcações de ponto. Possui ainda, como parte integrante do seu complexo eletrônico, uma memória EEPROM para a conservação de todos os dados de sua configuração, inclusive em casos de perda total da alimentação elétrica. Possibilita a utilização de senha para acesso de configuração / programação. Permite ao usuário direcionar a impressão para um dos 6 campos existentes no cartão de ponto com a finalidade de identificar a jornada de trabalho. 2 Instalação O relógio RB-201 pode ser instalado em mesa ou prateleira, onde o mesmo ficará apoiado por pés de borracha existentes na sua base inferior. No caso de sua instalação ser em parede, o mesmo deverá ser preso através de parafusos com buchas tipo S8 nos orifícios de fixação. O parafuso superior de fixação principal deverá ficar a 1,25 m do piso acabado. 3 Condições ambientais Não utilize o seu relógio de ponto em qualquer um dos locais abaixo apontados : Lugares sujeitos a alto nível de poeira ou umidade; Lugares com exposição a fortes e continuas vibrações; Lugares com exposição direta da luz solar; O limite de temperatura na qual todas as funções do relógio de ponto operarão corretamente é de 0 C a + 70 C. Portanto, assegure-se para instalar o seu relógio de ponto somente em locais nos quais esses níveis de temperatura não sejam excedidos. Tenha cautela para não sujeitar o seu relógio de ponto a qualquer tipo de imprevisto, como variações agudas de temperatura. 4 Fornecimento de energia elétrica É indispensável que o relógio de ponto funcione com a voltagem e frequência correta; É obrigatória a conexão do fio terra a uma tomada de três pinos, sendo o pino redondo a conexão do fio terra. Não utilize o relógio de ponto em locais sujeitos a grandes variações da energia elétrica. O relógio de ponto possui duas baterias para que as funções de horário, data, programações e impressão possam ser preservadas e mantidas em caso de falta de energia elétrica. O consumo máximo do seu relógio de ponto é de 10 Watts. 5 Ligando o equipamento Identifique na parte de traz do seu relógio de ponto a chave seletora de tensão de alimentação (110 ou 220 volts), ainda com o relógio desligado da tomada e, seguindo as indicações de tensão, programe-o para a mesma tensão da energia elétrica local. Ligue na tomada própria o seu relógio de ponto, lembre-se, o plug do cabo de alimentação é composto por 3 pinos, o terceiro pino deve obrigatoriamente ser ligado ao terra confiável. Ao ligar, o visor do relógio apresentará a hora, data e campo de impressão, conforme figura abaixo, por exemplo (relógio de ponto sem a tampa): Página 3 de 13

4 Após ligar o seu relógio pela primeira vez, você deve programá-lo. 5.1 Conhecendo o teclado de programação O relógio de ponto pode ser totalmente configurado através de um pequeno conjunto de 4 teclas existente na placa eletrônica do relógio, do lado direito e abaixo do visor, conforme figura abaixo: A tecla denominada de E, localizada a esquerda, na parte superior, tem a finalidade de Entrar no modo de configuração, caminhar nos vários menus de programação do relógio e caminhar dentro de um menu de programação; A tecla denominada de A, localizada a esquerda, na parte inferior, tem a finalidade de confirmar a entrada em um dos vários menus de programação e quando dentro de um deles, serve para Anular um ou mais avanços executados pela tecla E ; As teclas Incrementa e Decrementa, localizadas a direita do pequeno teclado, tem a finalidade de programar ou alterar as informações contidas em cada menu. Obs. A tecla de maior dimensão existente a direita do teclado, tem a finalidade, mesmo com o relógio fechado por sua tampa, de executar a mudança do campo onde será impressa a informação horária no cartão de ponto. 6 Configurando Acione por uma vez a tecla E. No visor do relógio irá aparecer o texto conforme figura abaixo: Página 4 de 13

5 Todo o símbolo [A] após um texto significa que deverá ser acionada a tecla A para que seja executada a ação descrita, se a intenção não for de entrar no modo de configuração, então acione uma vez a tecla E e o visor retornará a tela inicial. Estando o visor apresentando a tela acima, acione a tecla A. Imediatamente a mensagem será trocada pela apresentada na figura abaixo: Se a intenção for de acertar a data do relógio, então a confirme acionando a tecla A se for para seguir para o próximo menu então acione mais uma vez a tecla E. Acionando-se a tecla A irá ser apresentada a seguinte tela no visor: Página 5 de 13

6 Esta tela permite que sejam programados a data no relógio e o dia a ser impresso na impressão no cartão de ponto, o cursor do visor estará inicialmente posicionado no campo DIA, acerte-o acionando as teclas Incrementa e Decrementa ; acionando mais uma vez a tecla E, o cursor irá se posicionar no campo MÊS, acerte-o da mesma forma que foi acertado o DIA e repita as mesmas operações para executar o acerto do ANO. Se, por ventura, após o cursor ter sido deslocado para um ou mais campos seguintes, dentro do mesmo menu, houver a necessidade de alterar algum valor programado, aperte a tecla A tantas vezes quanto forem necessárias para que o cursor retroceda ao campo que necessita ser modificado. Se a tecla E for acionada após o cursor estar posicionado no último campo do menu apresentado pelo visor, então a programação irá passar para o menu seguinte. Obs. Toda a vez que se entrar no menu de acerto da DATA, automaticamente o relógio irá pedir para ser executado o acerto da hora após ser apertada a tecla E, indicando o final da programação da DATA. Aperte a tecla E após concluir o acerto da DATA. O visor do relógio irá apresentar a mensagem contida na figura abaixo: Executando a mesma sistemática descrita para o acerto da DATA, acerte o horário do relógio através da tecla E, passe para o menu seguinte, neste menu é possível ser programado o horário de início e fim do horário de verão. Nesse período, inclusive nas datas programadas, o relógio automaticamente irá adiantar em uma hora o horário de impressão e o apresentado pelo visor. Veja a seguir as telas de programação de início e fim de horário de verão: Página 6 de 13

7 Atenção: Desde que não se tenha conhecimento das datas de início e fim do horário de verão, ou ainda quando não se quiser que o relógio cumpra essa função, o campo do DIA nas telas de programação de início e fim do horário de verão deve ser mantido com o valor 00. Saindo da programação do horário de verão, isto é, acionando-se a tecla E após o cursor já estar na última posição (ANO) da programação do fim do horário de verão, o gerenciador dos menus de programação irá passar para o próximo menu, conforme figura abaixo: Se desejar colocar uma senha para que somente pessoas que a conheçam possam entrar e modificar as programações executadas, confirme sua intenção de entrar nesse menu acionando uma vez a tecla A, se não for seu desejo programar uma senha, então acione uma vez a tecla E e, automaticamente, o gerenciador irá passar para o próximo menu. Tendo acionado a tecla A, o visor irá apresentar a tela a seguir: Página 7 de 13

8 A senha de acesso é composta por quatro dígitos que podem variar, conforme programado pelas teclas Incrementa e Decrementa, de 0 a 9. Programe a posição milhar da senha e acione a tecla E para passar para a posição dezena, programe-a, e da mesma forma, programe a centena e a unidade da sua senha, acione mais uma vez a tecla E e, automaticamente, a tela do próximo menu será apresentada. Obs. O recurso de senha permanecerá inativo se a senha for mantida ou alterada para Depois de concluída a alteração da senha, o próximo menu, conforme figura apresentada abaixo, permite que se façam pequenas alterações da impressão do registro do ponto em relação à área existente no cartão de ponto. Esse ajuste torna-se necessário porque não existe uma homogeneidade nas medidas e posições das janelas de impressão dos vários modelos de cartão de ponto existentes no mercado. A RODBEL - MADIS fornece, através de seu departamento de vendas, cartões de ponto dentro dos padrões de medidas para esse tipo de produto, portanto, sempre se utilize os acessórios fornecidos pela própria RODBEL - MADIS. Acione uma vez a tecla E, o relógio passará para a próxima tela do visor conforme figura abaixo: Nesta tela é possível determinar o deslocamento da impressão no sentido horizontal. O valor numérico deste campo pode ser alterado do valor 0 até 255, através das teclas Incrementa e Decrementa, sendo que, quanto maior o valor programado, a impressão acontecerá mais a esquerda do cartão. Para se fazer correções no sentido vertical, acione uma vez a tecla E e passe para a tela seguinte, conforme apresentada abaixo: Página 8 de 13

9 Utilizando-se os mesmos critérios de acerto adotados para o parâmetro anterior, é possível posicionar a impressão mais acima ou mais abaixo no cartão de ponto. Para o valor 0, a impressão acontecerá na sua posição máxima superior, consequentemente o valor 255 representa a posição máxima inferior. Obs. O relógio de ponto RB-201 sai de fabrica com essa programação feita para os cartões de ponto RODBEL - MADIS. A próxima etapa da programação permitirá que sejam programados os horários que sinalizarão início e término de jornadas de trabalho através do buzzer existente na parte traseira do relógio de ponto, para tanto, acione uma vez a tecla E e será apresentada, pelo visor, a seguinte tela: Acione uma vez a tecla A para confirmar sua intenção de entrar na tela de programação, após essa ação, irá aparecer no visor a tela apresentada abaixo: Página 9 de 13

10 Para facilitar essa programação, vamos antecipadamente descrever a finalidade dos campos que são apresentados pelo visor, NPR Numero da Programação valor numérico iniciado automaticamente pelo relógio em 001 e tem a finalidade de, após serem incluídas todas as programações de acionamento do buzzer de sinalização permitir ao o supervisor, a qualquer momento, consulta-las e/ou altera-las. 100 é o número máximo de programações possíveis; DSTQQSS Domingo, Segunda Sábado nestes campos são programados em quais dias da semana o buzzer será ativado; HH:MM Hora e Minuto nesse campo são programadas a hora e minutos em que deve acontecer o acionamento do "buzzer". A hora deverá se programada na forma de 24 horas; SS segundos de acionamento nesse campo é programado a duração do toque do buzzer, o valor expresso corresponde ao número de segundos de acionamento do dispositivo. Os valores possíveis de serem programados estão compreendidos em uma faixa que vai de 00 a 59, sendo que o valor 00 representa o não acionamento do toque do buzzer e, consequentemente, o cancelamento desse programa. Para iniciar a programação, acione uma vez a tecla E deslocando o cursor para baixo da letra D, acione uma vez a tecla Incrementa se desejar que o buzzer seja acionado neste dia da semana, a confirmação dessa programação é representada pelo símbolo # que irá aparecer abaixo da letra D. Se quiser cancelar a programação efetuada acione a tecla Decrementa. Observe a figura abaixo onde é apresentada uma programação de Segunda a Sexta. Acione mais uma vez a tecla E, o cursor irá se posicionar abaixo da indicação HH. Através das teclas Incrementa e Decrementa, coloque um valor numérico que representará a hora que se deseja que o buzzer seja acionado, repita a operação para a indicação MM que representa a programação do minuto em complementação a hora programada. Veja figura na pagina seguinte: Página 10 de 13

11 Acione mais uma vez a tecla E, o cursor irá se posicionar abaixo da indicação SS, programe através dos mesmos recursos descritos anteriormente o numero de segundos que se deseja para o toque do buzzer, conforme figura ilustrativa apresentada abaixo: Para configurar o próximo programa de toque do buzzer, acione uma vez a tecla E e, automaticamente, o visor irá apresentar o NPR número 002 e o seu menu de programação. Após concluídas todas as programações desejadas, passe para a próxima através da tecla E, e estando o cursor na posição NPR, observe que por meio das teclas Incrementa e Decrementa poderão ser visualizadas todas as programações de toque do buzzer efetuadas. Usando os recursos das 4 teclas disponíveis, altere, se necessário, as parametrizações efetuadas. Para sair desse item de programação e, consequentemente, do módulo de programação, acione uma vez a tecla A quando o cursor estiver na posição NPR de uma das programações. 7 Troca da fita O cartucho da fita para impressão do relógio de ponto RB-201 deve ser trocado quando for notada que a impressão do cartão está ficando fraca, a duração dessa fita está condicionada ao numero de vezes que é usada bem como ao tempo que está instalada no relógio. O cartucho de fita poderá ser comprado no departamento de vendas da RODBEL - MADIS e, se for necessário, também poderá ser comprada no mercado terceirizado sob o código ERC-03. Para a troca da fita inicialmente abra o relógio e retire, temporariamente, a peça de aço inox denominada protetor do funil, veja figura abaixo: Página 11 de 13

12 Depois de retirado o protetor do funil, retire o cartucho de fita usado tomando o cuidado de acionar, no sentido de destravamento, a trava que retém a fita na posição de repouso; também tenha cuidado para soltar a fita do conjunto posicionador colocado a frente da cabeça impressora. Veja a sequência de figuras a seguir: Página 12 de 13

13 Ao colocar o novo cartucho de fita, observe o seu perfeito encaixe, tomando atenção para que a trava da fita esteja atuando perfeitamente sobre a lateral do cartucho, que o pino tracionador da fita esteja perfeitamente encaixado no cartucho da fita, se não estiver, gire no sentido horário o botão recartilhado existente na parte superior da fita até o perfeito encaixe desta. Finalmente, observe se a fita ficou perfeitamente posicionada entre a parte plástica preta e o quadro metálico existente na frente da cabeça impressora. Como orientação, veja as figuras na pagina seguinte: Página 13 de 13

Manual do usuário. Modulare +/Conecta + Placa DECT

Manual do usuário. Modulare +/Conecta + Placa DECT Manual do usuário Modulare +/Conecta + Placa DECT Micro PABX Modulare +/Conecta + Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O Micro PABX Modulare +/Conecta +, é

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Modelos TS 40 ID, TS 40 C e TS 40 SE

MANUAL DO USUÁRIO. Modelos TS 40 ID, TS 40 C e TS 40 SE MANUAL DO USUÁRIO Modelos TS 40 ID, TS 40 C e TS 40 SE Atenção Para utilizar o serviço de identificação de chamadas neste aparelho, é preciso solicitá-lo à sua companhia telefônica. Este aparelho identifica

Leia mais

Bem-vindo a bordo de seu veículo

Bem-vindo a bordo de seu veículo Bem-vindo a bordo de seu veículo Este manual de usuário e manutenção coloca à sua disposição as informações que permitem: conhecer bem seu veículo para melhor uso e obter o pleno benefício, e nas melhores

Leia mais

Krautkramer MIC 10. GE Tecnologias de Inspeção. Manual de Operação 084-028-547. . GEInspectionTechnologies.com

Krautkramer MIC 10. GE Tecnologias de Inspeção. Manual de Operação 084-028-547. . GEInspectionTechnologies.com GE Tecnologias de Inspeção Ultra som Krautkramer MIC 10 Manual de Operação 084-028-547. GEInspectionTechnologies.com 2005 General Electric Empresa. Todos os direitos reservados. Nós nos reservamos o direito

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISBEX 1. INTRODUÇÃO. 1. Introdução 1.1. Apresentação do Sistema

MANUAL DO USUÁRIO SISBEX 1. INTRODUÇÃO. 1. Introdução 1.1. Apresentação do Sistema MANUAL DO USUÁRIO SISBEX 1. Introdução 1.1. Apresentação do Sistema 1. INTRODUÇÃO O sistema eletrônico Sisbex é um conjunto de aplicativos que permite a negociação e o registro de operações realizadas

Leia mais

Manual do Usuário Nokia 201

Manual do Usuário Nokia 201 Manual do Usuário Nokia 201 Edição 1.0 2 Conteúdo Conteúdo Segurança 4 Início 5 Teclas e componentes 5 Inserir um cartão SIM e a bateria 6 Carregar a bateria 7 Ligar ou desligar o telefone 8 Inserir um

Leia mais

ATENÇÃO! LEIA TODAS AS INSTRUÇÕES DO MANUAL ANTES DE INSTALAR E OPERAR ESTE EQUIPAMENTO

ATENÇÃO! LEIA TODAS AS INSTRUÇÕES DO MANUAL ANTES DE INSTALAR E OPERAR ESTE EQUIPAMENTO MANUAL DO USUÁRIO ATENÇÃO! LEIA TODAS AS INSTRUÇÕES DO MANUAL ANTES DE INSTALAR E OPERAR ESTE EQUIPAMENTO Parabéns, você adquiriu um produto com o selo Qualidade Máxima em Centrais de Alarme. Fabricado

Leia mais

Brasil 0800-702-4200 Argentina 0800-555-11-15 Uruguai 0800-1115 Paraguai 0010 (a cobrar) 0054-11-478-81-115

Brasil 0800-702-4200 Argentina 0800-555-11-15 Uruguai 0800-1115 Paraguai 0010 (a cobrar) 0054-11-478-81-115 As informações e descrições dos equipamentos, contidas neste Manual, tomaram como base um veículo totalmente equipado com os opcionais e acessórios disponíveis na data da publicação indicada na lombada.

Leia mais

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO

LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO CENTRAL DE ALARME 8 SETORES MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO LEIA TODO O CONTEÚDO DESTE MANUAL ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO INTRODUÇÃO A FLEX-870 é uma central de alarme de 8 setores ( mistos e com fio).

Leia mais

Características do painel de alarme Monitus 10

Características do painel de alarme Monitus 10 P26894 - Rev. 11 Índice Características do painel de alarme Monitus 10...3 Instalação do painel de alarme Monitus 10...10 Ajuste da bateria...16 Reset...17 Acessórios Monitus 10...18 Módulo PGM (Pulso

Leia mais

CÂMERA DIGITAL. Manual do usuário

CÂMERA DIGITAL. Manual do usuário CÂMERA DIGITAL Manual do usuário Pb Documentação do produto Obrigado por adquirir uma câmera digital Nikon reflex de lente única (SLR). A documentação para este produto consiste de um Manual do usuário

Leia mais

MÁQUINA DE COSTURA ELETRÔNICA PROGRAMÁVEL COM PADRÕES DE PONTO E DIRECT DRIVE

MÁQUINA DE COSTURA ELETRÔNICA PROGRAMÁVEL COM PADRÕES DE PONTO E DIRECT DRIVE BAS-342G PS Manual de Operações Básicas MÁQUINA DE COSTURA ELETRÔNICA PROGRAMÁVEL COM PADRÕES DE PONTO E DIRECT DRIVE Leia este manual antes de usar a máquina. Mantenha este manual em

Leia mais

Manual do Usuário No-break Selection Série Premium

Manual do Usuário No-break Selection Série Premium Manual do Usuário No-break Selection Série Premium Versão 2 - Rev 3 3,0 a 30,0 kva CM COMANDOS LINEARES - 1/39 - Índice Regulamentos de Segurança 3 Normas Regulamentares e Estatutárias 4 Recebimento 5

Leia mais

MICROSERRILHA DOBRA Manual GVT TV PTV2210 O r ENT 31232111 - C A ONT /13 - C IL br A VTTV ONNET - AL CLIENTE G 752 - MANU 9008

MICROSERRILHA DOBRA Manual GVT TV PTV2210 O r ENT 31232111 - C A ONT /13 - C IL br A VTTV ONNET - AL CLIENTE G 752 - MANU 9008 Manual GVT TV Bem-vindo a GVT TV Ficamos felizes por ter escolhido a TV por assinatura da GVT para fazer parte do seu dia a dia e para levar mais diversão para a sua casa. Com a GVT TV você tem o melhor

Leia mais

Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800

Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800 Manual do usuário Vídeo Porteiro Sem Fio VPV-800 Atenção: Antes de operar o equipamento, leia o manual do usuário, qualquer dano causado decorrente de utilização errônea do mesmo implicará na perda imediata

Leia mais

ÍNDICE TABELA DE ACOMPANHAMENTO DE PARÂMETROS - TRANSMISSOR SÉRIE 800... 18

ÍNDICE TABELA DE ACOMPANHAMENTO DE PARÂMETROS - TRANSMISSOR SÉRIE 800... 18 SÉRIE 800 MANUAL DE INSTRUÇÕES Instalação, Operação, Manutenção e Garantia TRANSMISSOR DE NÍVEL - TIPO CAPACITIVO LEIA ESTE MANUAL ANTES DE INSTALAR, OPERAR OU EFETUAR MANUTENÇÕES NO EQUIPAMENTO ÍNDICE

Leia mais

MANUAL BÁSICO DO USUÁRIO

MANUAL BÁSICO DO USUÁRIO MANUAL BÁSICO DO USUÁRIO DCP-7055 DCP-7060D DCP-7065DN HL-2280DW Nem todos os modelos estão disponíveis em todos os países. Versão A BRA-POR Se precisar entrar em contato com o Atendimento ao Cliente Complete

Leia mais

(PORTUGUESE) Propriedade intelectual e aviso de direitos autorais. Introdução. Antes de começar

(PORTUGUESE) Propriedade intelectual e aviso de direitos autorais. Introdução. Antes de começar Propriedade intelectual e aviso de direitos autorais 2007 pela ABB Inc., Totalflow Products ( Proprietário ), Bartlesville, Oklahoma 74006, EUA. Todos os direitos reservados. Todos os itens relacionados,

Leia mais

FICAI ON-LINE Manual do Usuário

FICAI ON-LINE Manual do Usuário FICAI ON-LINE Manual do usuário Versão 1.3 1 de 73 Conteúdo Introdução... 5 i. A FICAI... 5 ii. A FICAI ON-LINE... 5 iii. Importância da FICAI ON-LINE... 6 1 Requisitos para uso do Sistema... 7 2 Como

Leia mais

Manual do Utilizador. Aquarius 3D Map. Versão 9/2012

Manual do Utilizador. Aquarius 3D Map. Versão 9/2012 Manual do Utilizador Aquarius 3D Map Versão 9/2012 Obrigado por escolher o Discovery Channel como seu navegador. Comece a usar o Discovery Channel agora mesmo. Esse documento se refere à descrição detalhada

Leia mais

Conteúdo Bem-vindo Informações de segurança Visão geral Uso da bateria Utilização do telefone Uso da memória do telefone

Conteúdo Bem-vindo Informações de segurança Visão geral Uso da bateria Utilização do telefone Uso da memória do telefone Bem-vindo Obrigado por escolher o telefone Motorola digital TDMA de um líder global em tecnologia de comunicações. Todos os telefones celulares digitais da Motorola são projetados e fabricados para atender

Leia mais

Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP. Informações úteis para o Empregador. Versão 1.2

Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP. Informações úteis para o Empregador. Versão 1.2 Sistema de Registro Eletrônico de Ponto - SREP Portaria MTE 1.510/2009 Informações úteis para o Empregador Versão 1.2 1 Sumário 1 PONTOS IMPORTANTES DA PORTARIA 1.510/2009... 3 1.1 Definições... 4 1.2

Leia mais

LOGAN MANUAL DE PROPRIETÁRIO

LOGAN MANUAL DE PROPRIETÁRIO LOGAN MANUAL DE PROPRIETÁRIO Bem-vindo a bordo do seu veículo Este manual do usuário e manutenção fornece as informações que lhe permitirão: conhecer bem o seu veículo para melhor utilizá-lo e obter os

Leia mais

Ocupação Científica de Jovens nas Férias 2003. 8 a 12 de Setembro 2003 Instituto Superior Técnico Instituto de Sistemas e Robótica

Ocupação Científica de Jovens nas Férias 2003. 8 a 12 de Setembro 2003 Instituto Superior Técnico Instituto de Sistemas e Robótica 8 a 12 de Setembro 2003 Instituto Superior Técnico Instituto de Sistemas e Robótica Manual de construção de um Robot Futebolista e Interface Gráfica Índice 1 Introdução...3 1.1 Estrutura Funcional de um

Leia mais

O Carburador. O que é um carburador?

O Carburador. O que é um carburador? O Carburador O que é um carburador? É um aparelho ou dispositivo, que a partir de um combustível líquido e do ar da atmosfera, prepara e fornece para todos os regimes de trabalho do motor, uma mistura

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática NOÇÕES DE INFORMÁTICA SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS EM SUAS VERSÕES SETE E OITO WINDOWS 7 O Windows 7 é um sistema operacional produzidos pela Microsoft para uso em computadores. O

Leia mais

Zimbra Suíte de Colaboração Guia Avançado do Usuário Cliente Web

Zimbra Suíte de Colaboração Guia Avançado do Usuário Cliente Web Zimbra Suíte de Colaboração Guia Avançado do Usuário Cliente Web Copyright 2005-2007 Zimbra, Inc. "Zimbra" e os logos Zimbra são marcas comerciais da Zimbra, Inc. Todos os direitos reservados. Zimbra,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO DO SISTEMA i-broker Import

MANUAL DE OPERAÇÃO DO SISTEMA i-broker Import MANUAL DE OPERAÇÃO DO SISTEMA i-broker Import Atualizado em: Mês/ano Atualizado por: Nome do Colaborador Versão: 3.0 Manual do Sistema i-broker Import v.3 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 INTRODUÇÃO... 4 REQUISITOS

Leia mais

Manual do usuário VD 5004 VD 5008 VD 5016

Manual do usuário VD 5004 VD 5008 VD 5016 Manual do usuário VD 5004 VD 5008 VD 5016 Gravador de vídeo digital (DVR) VD 5004, VD 5008 e VD 5016 Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a qualidade e segurança Intelbras. Este

Leia mais

Telefone IP 7911G da Cisco para Cisco CallManager 4.1(3)

Telefone IP 7911G da Cisco para Cisco CallManager 4.1(3) Manual do telefone Telefone IP 7911G da Cisco para Cisco CallManager 4.1(3) Sede social Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 EUA http://www.cisco.com Tel: +1 408 526-4000 +1

Leia mais