BUITEMS Quality & Excellence in Education

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BUITEMS Quality & Excellence in Education"

Transcrição

1 Sheet Admit Term: 1313 (Fall 2013) BS Electrical Engineering (BSELE) Current Term: 1413 (Fall 2014) Electrical Network Analysis(ELE- 201L) Credit Hours [1] by Mohammad Mehdi Electrical Network Analysis(ELE- 201) Credit Hours [3] by Mohammad Mehdi Functional English(HUM- 163) Credit Hours [3] by Hameeda Aslam Discrete Mathematics(MATHA- 233) Credit Hours [3] by Atiya Shoaib Engg Economics & Management(MGMT- 210) Credit Hours [3] by Dr. Faizullah Khan Digital Logic Design(EE- 110L) Credit Hours [1] by Malghalara Kakar Digital Logic Design(EE- 110) Credit Hours [3] by Chairperson Computer Eng Differential Equations(MATHA- 214) Credit Hours [3] by Hasrat Hussain Shah Linear Circuit Analysis(EE- 112) Credit Hours [3] by Aisha Baloch Applied Physics(PHY- 205L) Credit Hours [1] by Mohammad Umar Siddiqui Introduction to Computing(CS- 105) Credit Hours [2] by Kalsoom Baloch Applied Physics(PHY- 205) Credit Hours [3] by Mohammad Umar Siddiqui Workshop Practice(ELE- 102L) Credit Hours [1] by Kalsoom Baloch Linear Circuit Analysis(EE- 112L) Credit Hours [1] by Aisha Baloch Calculus & Analytical Geometry(MATHP- 118) Credit Hours [3] by Hasrat Hussain Shah Sr. No CMS ID Remarks GPA CGPA Subject Catalog # Marks (Grade) 90(A) 80(A-) 92(A) 85(A) 92(A) 91.5(A) 94(A) 85(A) 86(A) 85(A) 80(A-) 80(A-) 80(A-) 92(A) Page 1 of 5

2 (A-) 91(A) 89(A) 80(A-) 80(A-) 85(A) 90(A) 86(A) 81(A-) 85(A) 86(A) 90(A) 66.3(B-) 94(A) 79(B+) 85(A) 81(A-) 76(B+) 86(A) 85(A) 90(A) 75(B+) 91(A) 85(A) 81(A-) 84(A-) 76.9(B+) 90(A) 81(A-) 85(A) 76(B+) 83(A-) 84(A-) 75.5(B+) 88(A) 85(A) 77(B+) 78(B+) 77(B+) 82(A-) 93.5(A) 82(A-) 89(A) 77(B+) 80(A-) 80(A-) 86(A) 70.5(B) 80(A-) 83(A-) 77(B+) 70(B) 85(A) 90(A) 75(B+) 81(A-) 82(A-) 80(A-) 70(B) 80(A-) 82(A-) 70.4(B) 86(A) 85(A) 80(A-) 61(C+) 85(A) 92(A) 65.3(B-) 81(A-) 80(A-) 76(B+) 65(B-) 80(A-) 66(B-) 76.1(B+) 78(B+) 78(B+) 82(A-) 67(B-) 75(B+) 82(A-) 70(B) 89(A) 73(B) 77(B+) 70(B) 75(B+) 82(A-) 71(B) 80(A-) 81(A-) 70(B) 65(B-) 80(A-) 90(A) 55.6(C-) 86(A) 75(B+) 75(B+) 72(B) 68(B-) 66(B-) 70(B) 82(A-) Page 2 of 5

3 (A) 85(A) 65(B-) 77(B+) 50(D) 56.5(C-) 86(A) 75(B+) 80(A-) 60(C) 65(B-) 84(A-) 65(B-) 82(A-) 74(B) 85(A) 55(C-) 71(B) 72(B) 72(B) 75(B+) 75(B+) 85(A) 56(C-) 70(B) 64(C+) 65.4(B-) 80(A-) 78(B+) 80(A-) 60(C) 70(B) 76(B+) 61(C+) 82(A-) 85(A) 85(A) 50(D) 70(B) 60(C) 61(C+) 77(B+) HUM (C+) 66(B-) 72(B) 54(D) 70(B) 86(A) 80(A-) 80(A-) 69(B-) 54(D) 65(B-) 75(B+) 80(A-) 70.1(B) 75(B+) 76(B+) 72(B) 60(C) 61(C+) 66(B-) 55.3(C-) 86(A) 75(B+) 72(B) 50(D) 70(B) 66(B-) 55(C-) 80(A-) 75(B+) 75(B+) 50(D) 66(B-) 60(C) 50(D) 73(B) EE (B) 71(B) 51(D) 57(C-) 64(C+) 60(C) 61(C+) 58(C) 50(D) 68(B-) 76(B+) 51.3(D) 72(B) HUM (D) 69(B-) 67(B-) 52(D) 56(C-) 76(B+) 55.3(C-) 76(B+) Page 3 of 5

4 PRO PRO PRO PRO PROL PRO PRO PRO DISM DISM DISM MATHA- 233 MATHA- 214 MGMT- 210 CS- 105 EE- 110 EE- 110L ELE- 201 ELE- 201L ELE- 102L 66(B-) 58(C) 50(D) 65(B-) 50(D) 66(B-) 50(D) 68(B-) 70(B) EE- 112 Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter MATHA- 233 MGMT- 210 PHY- 205 CS- 105 EE (C-) 50(D) 0(F) 61(C+) 60(C) 80(A-) 54(D) 50(D) 14(F) 50(D) 29.3(F) 66(B-) HUM (D) 58(C) 42(F) 39(F) 50(D) 76(B+) 55(C-) 80(A-) MATHA- 233 MATHA- 214 MGMT- 210 CS- 105 EE- 110 EE- 110L 62(C+) 50(D) 40(F) 65(B-) 45(F) 50(D) 55(C-) 52(D) 51(D) 27(F) 50(D) 57(C-) 62(C+) 11(F) 19(F) 0(F) MATHA- 233 MGMT- 210 MATHP- 118 EE- 110 EE- 110L EE- 112 EE- 112L 48(F) 51(D) 39(F) 43(F) 60(C) 33(F) 70(B) HUM (F) 60(C) 40(F) 35(F) 45(F) 56(C-) 31.9(F) 80(A-) MATHA- 233 MATHA- 214 MGMT- 210 CS- 105 EE- 110 EE- 110L Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter HUM- 163 MATHA- 233 MATHA- 214 MGMT- 210 PHY- 205L EE- 110 EE- 110L ELE- 201 ELE- 201L Fee Defaulter Fee Defaulter HUM- 163 MATHA- 233 MATHA- 214 MGMT- 210 CS- 105 EE- 110 EE- 110L 24(F) 28(F) 50(D) 29(F) 50(D) 21(F) 0(F) HUM- 163 MATHA- 233 MATHA- 214 MGMT- 210 PHY- 205L CS- 105 EE- 110 EE- 110L Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter PRO1 Page 4 of 5

5 DISM MATHA- 233 MGMT- 210 EE- 110 EE- 110L Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter DISM MATHA- 233 MGMT- 210 EE- 110 EE- 110L Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter Fee Defaulter DISM Additional Controller Examinations Controller of Examinations Page 5 of 5

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DEMONSTRATIVO DE CREDITOS ADICIONAIS Z33NDKYP 04/03/2015 PAG. 1 03 44612 19/02/2014 135400 00059 0,00 5622.167,24 13540 20601016620910000 449000 013 0,00 44612 19/02/2014

Leia mais

Instituto de Estudos Superiores da Amazônia IESAM Curso de Engenharia de Computação Turmas: X1MA e X1MB PROVA DE 2ª CHAMADA 1º BIMESTRE

Instituto de Estudos Superiores da Amazônia IESAM Curso de Engenharia de Computação Turmas: X1MA e X1MB PROVA DE 2ª CHAMADA 1º BIMESTRE Curso de Engenharia de Computação Turmas: X1MA e X1MB PROVA DE 2ª CHAMADA 1º BIMESTRE 8:00 às 11:40h Álgebra Linear Introdução a Eng. de Computação Cálculo 1 Probabilidade e Estatística Física 1 Algoritmo

Leia mais

1º PERÍODO. 07/03 2h/a Comunicação e Expressão 7h às 8h40m Geometria A. Vetores 8h40min às 10h40m. Lógica para Computação 8h40min às 10h40m

1º PERÍODO. 07/03 2h/a Comunicação e Expressão 7h às 8h40m Geometria A. Vetores 8h40min às 10h40m. Lógica para Computação 8h40min às 10h40m 1º PERÍODO semana a de carga horária Lógica para Computação Comunicação e Expressão Geometria A. Vetores in Cálculo Dif. e Integral I Física Experimental I - A Física Experimental I - B 28/03 2h/a Cálculo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO (147G) - Equivalências entre disciplinas Observações: A tabela a seguir contém disciplinas que são consideradas equivalentes (na coluna à direita) às disciplinas do currículo

Leia mais

ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO 2009 1 Resumo do Curso Disciplinas N. de Créditos Carga horária Disciplinas Obrigatórias Disciplinas do CB/CTC 74 1.200 Obrigatórias da Engenharia 35 765 Obrigatórias do Curso

Leia mais

Instituto de Estudos Superiores da Amazônia IESAM Curso de Bacharelado em Engenharia de Computação Turma: X1MA PROVA DE 2ª CHAMADA 1º BIMESTRE

Instituto de Estudos Superiores da Amazônia IESAM Curso de Bacharelado em Engenharia de Computação Turma: X1MA PROVA DE 2ª CHAMADA 1º BIMESTRE Curso de Bacharelado em Engenharia de Computação Turma: X1MA PROVA DE 2ª CHAMADA 1º BIMESTRE 8h às 11h40min Álgebra Linear Introdução a Eng. de Computação Cálculo 1 Probabilidade e Estatística Física 1

Leia mais

ACEF/1314/18282 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1314/18282 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/18282 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/18282 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

COERÊNCIA DO CURRÍCULO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO EM FACE DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS

COERÊNCIA DO CURRÍCULO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO EM FACE DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS COERÊNCIA DO CURRÍCULO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO EM FACE DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS O documento que serviu de base para a análise a seguir é o denominado "Diretrizes Curriculares

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. FÍSICA APLICADA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011 Horas

Leia mais

HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA

HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA 1º A 2016 Noturno Central 1S/2016 Introdução à Engenharia de Controle à Automação Lógica e Matemática Discreta Física Geral Física Geral Fundamentos de Cálculo Lógica e Matemática Discreta Algoritmos e

Leia mais

NOVO GUIA DA UFRJ PARA TRADUÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE HISTÓRICO PARA CANDIDATURA AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

NOVO GUIA DA UFRJ PARA TRADUÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE HISTÓRICO PARA CANDIDATURA AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NOVO GUIA DA UFRJ PARA TRADUÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE HISTÓRICO PARA CANDIDATURA AO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS Última alteração: 22/11/2012 Prezado candidato, prezada candidata, Para que possamos prestar-lhe

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. CRÉDITOS Obrigatórios: 172 Optativos: 8.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. CRÉDITOS Obrigatórios: 172 Optativos: 8. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:38:00 Curso : CIÊNCIA DA

Leia mais

Índice. Modelos e Procedimentos

Índice. Modelos e Procedimentos Sumário Introdução ao projecto de lógica sequencial. Índice Modelos e Procedimentos Abstracção de elementos com estado Formas de lógica sequencial Representação de Máquinas de Estados Finitas Parte da

Leia mais

Id: 1974825 Data Publicação: 15 11 2012 Fonte: Revista Edição: 446

Id: 1974825 Data Publicação: 15 11 2012 Fonte: Revista Edição: 446 Id: 1974825 Página: 1 AlturaxLargura: 25,48cmx18,94cm Id: 1974830 Página: 35 AlturaxLargura: 25,45cmx18,44cm Id: 1974831 Página: 36 AlturaxLargura: 25,45cmx18,44cm Id: 1974832 Página: 37 AlturaxLargura:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CAMPUS DE SOBRAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CAMPUS DE SOBRAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CAMPUS DE SOBRAL INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR (Currículo 2006.2) Agosto de 2010 Hodiernamente não mais se concebe que a formação do futuro profissional

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA "PIO DÉCIMO" S/C LTDA FACULDADE PIO DÉCIMO. Relatório Horário Disciplina por Curso

ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA PIO DÉCIMO S/C LTDA FACULDADE PIO DÉCIMO. Relatório Horário Disciplina por Curso ELÉTRICA Currículo: 20101 Período: 2 18:00-18:45 EE112070 - LINGUAGEM E TÉCNICAS PROGRAMAÇ AO - 18:45-19:35 EE112070 - LINGUAGEM E TÉCNICAS PROGRAMAÇ AO - 19:35-20:25 EE112070 - LINGUAGEM E TÉCNICAS PROGRAMAÇ

Leia mais

Aplicativo para ITIL - Conectando os processos ITIL com o CMDB. Guilherme Azevedo EMC Ionix. Copyright 2009 EMC Corporation. All rights reserved.

Aplicativo para ITIL - Conectando os processos ITIL com o CMDB. Guilherme Azevedo EMC Ionix. Copyright 2009 EMC Corporation. All rights reserved. Aplicativo para ITIL - Conectando os processos ITIL com o CMDB Guilherme Azevedo EMC Ionix 1 ITIL V3 - Abordagem do ciclo de vida do serviço Estratégia do Serviço Gerenciamento de Serviços como uma ferramenta

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Carlos Magno Fernandes cmagno@ufv.

Currículos dos Cursos do CCE UFV ENGENHARIA ELÉTRICA. COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Carlos Magno Fernandes cmagno@ufv. 132 ENGENHARIA ELÉTRICA COORDENADOR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Carlos Magno Fernandes cmagno@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 133 ATUAÇÃO O curso de Elétrica da UFV propõe oferecer a seus estudantes

Leia mais

ESCOLA DE ENGENHARIA

ESCOLA DE ENGENHARIA COMPONENTES NA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL DEPENDÊNCIA ON LINE Critérios: 1. A alunos a partir da 2ª etapa; 2. Até 2 Componentes por semestre; 3. tenham tido, no Componente, frequência mínima de 75%; 4.

Leia mais

Departamento de Informática..:Engenharia Informática:. revisão para adequação ao processo de Bolonha

Departamento de Informática..:Engenharia Informática:. revisão para adequação ao processo de Bolonha Departamento de Informática.:Engenharia Informática:. revisão para adequação ao processo de Bolonha 1 Cursos 1 ciclo em Engenharia Informática 2 perfis 2 ciclo em Engenharia Informática 1 perfil 1 ciclo

Leia mais

HORÁRIO DE PROVAS 2º semestre 2013

HORÁRIO DE PROVAS 2º semestre 2013 1º PERÍODO 1ª Bimestrais 11/09 Cálculo Diferencial e Integral I 27/09 Física Experimental I 30/09 Física Geral I 2ª Bimestrais 23/10 Cálculo Diferencial e Integral I 25/10 Física Experimental I 31/10 Física

Leia mais

Tópicos Especiais em Redes de Telecomunicações

Tópicos Especiais em Redes de Telecomunicações Tópicos Especiais em Redes de Telecomunicações Redes definidas por software e Computação em Nuvem Prof. Rodrigo de Souza Couto PARTE 1 REDES DEFINIDAS POR SOFTWARE (SDN) 2 Bibliografia Esta aula é baseada

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL - UERGS RESOLUÇÃO CONEPE nº 007/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL - UERGS RESOLUÇÃO CONEPE nº 007/2013 RESOLUÇÃO CONEPE nº 007/2013 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia de Computação e dá outras providências. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual do Rio Grande

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Habilitação: Bacharel em Sistemas de Informação Cálculo I - 90 6 Lógica - Programação I - 90 6 1º. Fundamentos de Sistemas de Informação - Metodologia da Pesquisa - 30 2 Comunicação Empresarial - 30 2

Leia mais

Apresentação MATLAB Simulink & Toolboxes

Apresentação MATLAB Simulink & Toolboxes Apresentação MATLAB Simulink & Toolboxes Tel: (011)816-3144 / Fax:(011)816-7864 Email: info.vendas@opencadd.com.br 24.08.1999. Programa da Apresentação MATLAB 5.3: conceitos Toolboxes Symbolic Math Toolbox;

Leia mais

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO (NOTURNO)

GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO (NOTURNO) 1 O. PERÍODO GRADE HORÁRIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO (NOTURNO) 1o SEMESTRE DE 2015/Noturno 19:00 19:50 ENG076 Introdução à Engenharia de Controle e Automação ** 19:50

Leia mais

Matemática básica para o curso de Automação Industrial: um estudo de caso da Faculdade de Tecnologia de Catanduva

Matemática básica para o curso de Automação Industrial: um estudo de caso da Faculdade de Tecnologia de Catanduva Matemática básica para o curso de Automação Industrial: um estudo de caso da Faculdade de Tecnologia de Catanduva Rosemeire Bressan Resumo A Matemática considerada base do curso de Automação Industrial

Leia mais

I Workshop Inovações Recentes em Sistemas de Energia Elétrica

I Workshop Inovações Recentes em Sistemas de Energia Elétrica I Workshop Inovações Recentes em Sistemas de Energia Elétrica 2 de agosto de 2010 Departamento de Engenharia Elétrica Setor de Tecnologia Universidade Federal do Paraná Dep. Engenharia Elétrica 47 Professores

Leia mais

Instituto de Matemática Departamento de Matemática Pura e Aplicada

Instituto de Matemática Departamento de Matemática Pura e Aplicada Instituto de Matemática Departamento de Matemática Pura e Aplicada Dados de identificação Disciplina: MATEMÁTICA APLICADA II Período Letivo: 2015/1 Período de Início de Validade : 2015/1 Professor Responsável

Leia mais

Automação. Industrial. Prof. Alexandre Landim

Automação. Industrial. Prof. Alexandre Landim Automação Industrial Prof. Alexandre Landim Automação Industrial Controladores Lógicos Programáveis Parte 1 1. Introdução O Controlador Lógico Programável, ou simplesmente CLP, tem revolucionado os comandos

Leia mais

RECEPTOR SERIAL COM DECODIFICADOR 128 BITS PARA ACIONAMENTO/DESACIONAMENTO REMOTO DE CONSUMIDORES

RECEPTOR SERIAL COM DECODIFICADOR 128 BITS PARA ACIONAMENTO/DESACIONAMENTO REMOTO DE CONSUMIDORES RECEPTOR SERIAL COM DECODIFICADOR 128 BITS PARA ACIONAMENTO/DESACIONAMENTO REMOTO DE CONSUMIDORES Cristiane G. Langner (1,2), Juliano João Bazzo (1,3), Ivan J. Chueiri (1,2) (1)LACTEC Instituto de Tecnologia

Leia mais

Instrumentação Medição de Nível de Água com Sensor Piezoresistivo Amplificado

Instrumentação Medição de Nível de Água com Sensor Piezoresistivo Amplificado Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Engenharia Eletrônica Laboratório de Controle e Automação I Instrumentação Medição de Nível de Água com Sensor Piezoresistivo Amplificado Prof. José

Leia mais

3ª ETAPA - TURMAS Y DIAS 24/09/12 25/09/12 26/09/12 27/09/12 28/09/12 01/10/12 02/10/12 03/10/12 04/10/12 05/10/12

3ª ETAPA - TURMAS Y DIAS 24/09/12 25/09/12 26/09/12 27/09/12 28/09/12 01/10/12 02/10/12 03/10/12 04/10/12 05/10/12 1ª ETAPA - TURMA E CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PAIE 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PAIE 3 ÉTICA E CIDADANIA I PAIE 3 FÍSICA GERAL I PAIE 3 GEOMETR ANALITICA E VETORES PAIE 3 COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

Leia mais

DEVRY BRASIL - STUDY ABROAD PROGRAMS

DEVRY BRASIL - STUDY ABROAD PROGRAMS DEVRY BRASIL - STUDY ABROAD PROGRAMS O que é O programa Study Abroad da DeVry Brasil é direcionado aos alunos que desejam estudar na DeVry, por meio dos nossos programas de intercâmbio. Atualmente, são

Leia mais

Introdução à Engenharia Elétrica Planejamento da Operação e Controle de Sistemas de Energia

Introdução à Engenharia Elétrica Planejamento da Operação e Controle de Sistemas de Energia Introdução à Engenharia Elétrica Planejamento da Operação e Controle de Sistemas de Energia Prof. Marcelo A. Tomim marcelo.tomim@ufjf.edu.br Sistemas Elétricos de Energia Conjunto de equipamentos que transformam

Leia mais

PROCEDIMENTO FOLHA 1/6 ASSUNTO: ABERTURA E PREPARAÇÃO DE FACILIDADES PARA INSTALAÇÃO EM CABO TELEFÔNICO EXISTENTE ÍNDICE

PROCEDIMENTO FOLHA 1/6 ASSUNTO: ABERTURA E PREPARAÇÃO DE FACILIDADES PARA INSTALAÇÃO EM CABO TELEFÔNICO EXISTENTE ÍNDICE CÓDIGO PRO-20.336 FOLHA 1/6 ÍNDICE ITEM TÓPICO FOLHA I OBJETIVO 2 II ABRANGÊNCIA 2 III RESPONSÁVEIS 2 IV DOCUMENTOS RELACIONADOS 2 V CONCEITO 3 VI NORMAS GERAIS 4 VII S 4 Revisão Data Natureza da Revisão

Leia mais

22 de Julho de 2015 Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso ANO X N 2.273

22 de Julho de 2015 Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso ANO X N 2.273 Procurador Geral RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL E RELATÓRIO RESUMIDO DE EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA diariomunicipal.org/mt/amm www.amm.org.br 312 Assinado Digitalmente diariomunicipal.org/mt/amm www.amm.org.br 313

Leia mais

CONTROLE DE SISTEMAS LINEARES SUJEITOS A SALTOS MARKOVIANOS APLICADO EM VEÍCULOS AUTÔNOMOS

CONTROLE DE SISTEMAS LINEARES SUJEITOS A SALTOS MARKOVIANOS APLICADO EM VEÍCULOS AUTÔNOMOS CONTROLE DE SISTEMAS LINEARES SUJEITOS A SALTOS MARKOVIANOS APLICADO EM VEÍCULOS AUTÔNOMOS Uma abordagem prática Apresentação preliminar Universidade de São Paulo USP Escola de Engenharia de São Carlos

Leia mais

SQL Server Data Quality Services. Diogo Rodrigues Cabral (drc2)

SQL Server Data Quality Services. Diogo Rodrigues Cabral (drc2) SQL Server Data Quality Services Diogo Rodrigues Cabral (drc2) Roteiro O Conceito Data Quality Server Formas de Entrada de Dados Base de Conhecimento Domínio Concluindo a Base de Conhecimento com Domínios

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DO TURNO NOTURNO PARA TURMAS A PARTIR DE JULHO DE 2013

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DO TURNO NOTURNO PARA TURMAS A PARTIR DE JULHO DE 2013 ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DO TURNO NOTURNO PARA TURMAS A PARTIR DE JULHO DE 2013 Curso de Bacharelado em Engenharia Elétrica Vagas no Vestibular: 40 (quarenta) regime semestral

Leia mais

Redes de Computadores UNIDADE 2:Conhecendo os equipamentos, dispositivos e serviços de TI.

Redes de Computadores UNIDADE 2:Conhecendo os equipamentos, dispositivos e serviços de TI. UNIDADE 2:Conhecendo os equipamentos, dispositivos e serviços de TI. *Definição *Contexto Atual *Meios de Transmissão *Equipamentos de Comunicação *Arquiteturas de Redes *Tecnologias de LAN s *Protocolos

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 101/2015

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 101/2015 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 101/2015 Dispõe sobre o Programa de Mestrado em Engenharia Mecânica. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº SPG- EM-168/2004, e nos termos da Resolução nº

Leia mais

Física Geral - Laboratório (2014/1) Aula 8: Propagação de erros e medida de resistores em série e em paralelo

Física Geral - Laboratório (2014/1) Aula 8: Propagação de erros e medida de resistores em série e em paralelo Física Geral - Laboratório (2014/1) ula 8: Propagação de erros e medida de resistores em série e em paralelo 1 Medidas indiretas - Propagação de erros Propagação de erros u = f (x, y) Estimativa da grandeza

Leia mais

SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 2016.2 ANEXO I DISCIPLINA/PERFIL DO CANDIDATO/NÚMERO DE VAGAS/ CR VAGA= Vaga imediata CR = Cadastro de Reserva

SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 2016.2 ANEXO I DISCIPLINA/PERFIL DO CANDIDATO/NÚMERO DE VAGAS/ CR VAGA= Vaga imediata CR = Cadastro de Reserva SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 26.2 ANEXO I Grupo : Geometria e Números Complexos Construções Geométricas Geometria Plana Geometria Espacial Números Complexos Grupo 2: Matemática Financeira Matemática

Leia mais

Transdução de Grandezas Biomédicas

Transdução de Grandezas Biomédicas Transdução de Grandezas Biomédicas Aula 05 Mestrado em Eng. Biomédica Docente: > Marcelino M. de Andrade A Aula! Condicionadores de Sinais A grande variedade de sensores necessária para transformar um

Leia mais

Módulo 1 BLOCO CÓDIGO DISCIPLINA CREDITOS PRÉ-REQUISITOS RECOMENDADOS. (30hs) 4 (60hs) 4 (60hs) (45hs) (30hs) (45hs) 4 (60hs)

Módulo 1 BLOCO CÓDIGO DISCIPLINA CREDITOS PRÉ-REQUISITOS RECOMENDADOS. (30hs) 4 (60hs) 4 (60hs) (45hs) (30hs) (45hs) 4 (60hs) GRADE CURRICULAR Módulo 1 BLOCO CÓDIGO DISCIPLINA CREDIOS PRÉ-REQUISIOS 1 2 3 SIHC-1-1 Introdução à EaD SICC-1-3 SI-1- SI-1-5 SIMM-1-6 SICC-1-7 SICC-1-8 SIC-1-9 Orientação Profissional Construção de Algoritmos

Leia mais

http://127.0.0.1:8080/cgi-bin/wxis.exe?isisscript=phl82/033.xis&campo=titulo&opc=i...

http://127.0.0.1:8080/cgi-bin/wxis.exe?isisscript=phl82/033.xis&campo=titulo&opc=i... Página 1 de 114 Instituto Federal de São Paulo - Campus São Carlos Inventário do acervo Relatório emitido em: 17-01-2013 Nota: Clicando sobre o nome de cada coluna é possível alterar a ordem de seus elementos.

Leia mais

Automação Industrial Parte 2

Automação Industrial Parte 2 Automação Industrial Parte 2 Prof. Ms. Getúlio Teruo Tateoki http://www.getulio.eng.br/meusalunos/autind.html Perspectiva Histórica Os primeiros sistemas de controle foram desenvolvidos durante a Revolução

Leia mais

ESCOLA DE ENGENHARIA

ESCOLA DE ENGENHARIA COMPONENTES NA MODALIDADE SEMIPRESENCIAL DEPENDÊNCIA ON LINE Critérios: 1. A alunos a partir da 2ª etapa; 2. Até 2 Componentes por semestre; 3. tenham tido, no Componente, frequência mínima de 75%; 4.

Leia mais

Id: 1760894 Data Publicação: 01 12 2011 Fonte: Revista Edição: 19

Id: 1760894 Data Publicação: 01 12 2011 Fonte: Revista Edição: 19 Id: 1760894 Página: 18 AlturaxLargura: 25,9cmx19,5cm Id: 1760896 Página: 19 AlturaxLargura: 25,51cmx19,61cm Id: 1760898 Página: 20 AlturaxLargura: 25,61cmx19,55cm Id: 1760899 Página: 21 AlturaxLargura:

Leia mais

FUNÇÕES ANALÍTICAS E TÓPICOS CORRELATOS EM UM CURSO DE ENGENHARIA: UM ASSUNTO ESQUECIDO

FUNÇÕES ANALÍTICAS E TÓPICOS CORRELATOS EM UM CURSO DE ENGENHARIA: UM ASSUNTO ESQUECIDO FUNÇÕES ANALÍTICAS E TÓPICOS CORRELATOS EM UM CURSO DE ENGENHARIA: UM ASSUNTO ESQUECIDO Alexandre Kawano alexandre.kawano@poli.usp.br Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, PMR Av. Prof. Mello

Leia mais

Grade Curricular - Engenharia de Computação

Grade Curricular - Engenharia de Computação Grade Curricular - Engenharia de Computação SEMESTRE 1 - Obrigatórias FCM0101 Física I 6 0 6 FFI0180 Laboratório de Física Geral I 2 0 2 SAP0678 Desenho 2 0 2 SAP0679 Humanidades e Ciências Sociais 2 0

Leia mais

Proposta de Adequação de LESI- Ramo de Sistemas em Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica e Telecomunicações. Versão 6.0

Proposta de Adequação de LESI- Ramo de Sistemas em Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica e Telecomunicações. Versão 6.0 Proposta de Adequação de LESI- Ramo de Sistemas em Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica e Telecomunicações Versão 6.0 Preâmbulo LESI (Ramo de Informática) LI LEI (3 anos) MEI (2 anos) LESI (Ramo

Leia mais

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO SOBRE O CURSO Com a revolução tecnológica, não é só o mundo que muda, mas a área de tecnologia também. O Engenheiro de Computação é um profissional fundamental para que essa evolução

Leia mais

RESOLVE: Art. 1 o Aprovar o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, modalidade Bacharelado, do Centro de Tecnologia, no Campus I.

RESOLVE: Art. 1 o Aprovar o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, modalidade Bacharelado, do Centro de Tecnologia, no Campus I. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 23/2008 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, do Centro

Leia mais

Co-simulação gráfica. André Pereira Gerente de Marketing Técnico. ni.com

Co-simulação gráfica. André Pereira Gerente de Marketing Técnico. ni.com Co-simulação gráfica André Pereira Gerente de Marketing Técnico A revolução da energia digital Meça(Entenda o problema) Adquira Analise Apresente Implemente Prototipe Melhore(Crie soluções) Projete 2 NI

Leia mais

UFBA - Universidade Federal da Bahia - Sistema Acadêmico R00041 - Grade Curricular (Curso) 03/04/2009 17:31

UFBA - Universidade Federal da Bahia - Sistema Acadêmico R00041 - Grade Curricular (Curso) 03/04/2009 17:31 Curso: 185140 Currículo: 2009-1 Engenharia de Produção Área: Matemática, Ciências Físicas e Tecnologia Habilitação: Base Legal: PARECER DA CEG 640/08 DE 16/08/2008. Turno: Noturno Duração em anos: Mínima

Leia mais

Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1

Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1 Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1 Laboratório Digital Marlim Pereira Menezes Profa. Dra. Liria M. Sato Prof. Dr. Edson Midorikawa Departamento de Engenharia

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO. COORDENADORA Iris Fabiana de Barcelos Tronto irisbarcelos@ufv.br

SISTEMA DE INFORMAÇÃO. COORDENADORA Iris Fabiana de Barcelos Tronto irisbarcelos@ufv.br SISTEMA DE INFORMAÇÃO COORDENADORA Iris Fabiana de Barcelos Tronto irisbarcelos@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2010 89 Bacharelado ATUAÇÃO Sistemas de Informação é um curso da área de Informática voltado

Leia mais

Descrição Banco Conta Bancária TRANS. DE COTA FINAN. RECEBIDA DE OUTRA ENTIDADE-RECURSO LIVRE-CAMARA MUNICIPAL- 42.043,16

Descrição Banco Conta Bancária TRANS. DE COTA FINAN. RECEBIDA DE OUTRA ENTIDADE-RECURSO LIVRE-CAMARA MUNICIPAL- 42.043,16 RELAÇÃO DA RECEITA EXTRA-ORCAMENTÁRIA NO PERÍODO DE 01/01/2014 A 31/01/2014 018.188-9 20/01/2014 RELAÇÃO DA RECEITA EXTRA-ORCAMENTÁRIA NO PERÍODO DE 01/02/2014 A 28/02/2014 018.188-9 18/02/2014 RELAÇÃO

Leia mais

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Transportes CU Name Código UC 706 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5; TP - 22,5

Leia mais

ÍNDICE. Manual Reservas EasyJet - May 2013 1

ÍNDICE. Manual Reservas EasyJet - May 2013 1 Manual de Reservas ÍNDICE Reservar a partir de uma disponibilidade........ Campos obrigatórios........ 4 Campos opcionais............. 4 Fare Quote........ 5 Additional Services.......... 6 Sports Equipment........

Leia mais

Prof. Dr. Reinaldo Gonçalves Nogueira Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação Diretor

Prof. Dr. Reinaldo Gonçalves Nogueira Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação Diretor À PROGRAD: Prof.ª Sandramara Matias Chaves Goiânia, 22 de Novembro de 2013 Em reunião no dia 22 de Novembro de 2013, o Conselho Diretor da EMC, aprovou a alteração do Anexo 1 da Resolução CEPEC 765/2005,

Leia mais

Interface de Acesso a Circuitos Ethernet, Fast Ethernet, Gigabit Ethernet e 10Gigabit Ethernet

Interface de Acesso a Circuitos Ethernet, Fast Ethernet, Gigabit Ethernet e 10Gigabit Ethernet Interface de Acesso a Circuitos Ethernet, Fast Ethernet, Gigabit Ethernet e 10Gigabit Ethernet Especificação do interface Cliente -Rede MEO Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A. 26 de agosto de 2015

Leia mais

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Apresentação da Disciplina Edmar José do Nascimento (Análise de Sinais e Sistemas) http://www.univasf.edu.br/ edmar.nascimento Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Engenharia Elétrica

Leia mais

Lógica Combinacional ATIVIDADES PRÁTICAS INTEGRADAS (API)

Lógica Combinacional ATIVIDADES PRÁTICAS INTEGRADAS (API) Lógica Combinacional ATIVIDADES PRÁTICAS INTEGRADAS (API) PIRASSUNUNGA 2015 FUNDAMENTAÇÃO PEDAGÓGICA As Atividades Práticas Integradas constituem um mecanismo que procura fomentar e agregar conhecimento

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 0 Etec PAULINO BOTELHO Código: 09 Município:São Carlos EE: Eixo Tecnológico:Controle e Processos Industriais Habilitação

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SERVIDOR NEWS INN2. (C) 2004 - João Eriberto Mota Filho

INSTALAÇÃO DO SERVIDOR NEWS INN2. (C) 2004 - João Eriberto Mota Filho INSTALAÇÃO DO SERVIDOR NEWS INN2 (C) 2004 - João Eriberto Mota Filho 1. INTRODUÇÃO O INternet News versão 2 é um servidor NNTP 1. Com ele, é possível disponibilizar o serviço de Newsgroup em uma rede.

Leia mais

Numa economia moderna onde a redução de custos e otimização de processos é uma preocupação constante, o controlo de assiduidade adquire um papel

Numa economia moderna onde a redução de custos e otimização de processos é uma preocupação constante, o controlo de assiduidade adquire um papel Numa economia moderna onde a redução de custos e otimização de processos é uma preocupação constante, o controlo de assiduidade adquire um papel fundamental para assegurar um aproveitamento mais eficaz

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Apresentação da Disciplina Edmar José do Nascimento (Análise de Sinais e Sistemas - Semestre 2012.1) http://www.univasf.edu.br/ edmar.nascimento Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado

Leia mais

MODELO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO DE EQUAÇÕES DIFERENCIAIS E CIRCUITOS ELÉTRICOS

MODELO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO DE EQUAÇÕES DIFERENCIAIS E CIRCUITOS ELÉTRICOS MODELO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO DE EQUAÇÕES DIFERENCIAIS E CIRCUITOS ELÉTRICOS Eduardo D. do Nascimento - eduardod_nascimento@hotmail.com Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Universidade Regional

Leia mais

Horário Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira Sábado VESPERTINO NOTURNO

Horário Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Quinta-Feira Sexta-Feira Sábado VESPERTINO NOTURNO Série: 1ª Período: 1º Turno: Noturno Turma: 01 14h:55~15h10 Intervalo Intervalo Intervalo Intervalo Intervalo 06859-INSERÇÃO DO ALUNO NA VIDA UNIVERSITÁRIA 06859-INSERÇÃO DO ALUNO NA VIDA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E. J o s é P i o T a m a s s i a S a n t o s, P e r i t o J u d i c i a l, B r a s i l e i r o, C a s a d o, R G.

C U R R I C U L U M V I T A E. J o s é P i o T a m a s s i a S a n t o s, P e r i t o J u d i c i a l, B r a s i l e i r o, C a s a d o, R G. C U R R I C U L U M V I T A E J o s é P i o T a m a s s i a S a n t o s, P e r i t o J u d i c i a l, B r a s i l e i r o, C a s a d o, R G. 6 4 2 4 5 3 6-6 S S P / S P, C P F 6 4 8 2 1 4 2 0 8-7 2, E

Leia mais

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia Informática Matemática Produção de Textos 2º Bimestre Cálculo I Física I Inglês Metodologia Científica 3º

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL PERFIL 3001 - Válido para os alunos ingressos a partir de 2002.1 Disciplinas Obrigatórias Ciclo Geral Prát IF668 Introdução à Computação 1 2 2 45 MA530 Cálculo para Computação 5 0 5 75 MA531 Álgebra Vetorial

Leia mais

Modelagem Matemática e Interdisciplinaridade como Estratégia de Aprendizado Significativo: Solução de um Circuito em série RLC.

Modelagem Matemática e Interdisciplinaridade como Estratégia de Aprendizado Significativo: Solução de um Circuito em série RLC. [~][/~][~][/~][~] [/~][~] [/~] Modelagem Matemática e Interdisciplinaridade como Estratégia de Aprendizado Significativo: Solução de um Circuito em série RLC. Ramos, G. B. G.; Gonzaga, B.R. Coordenadoria

Leia mais

Aula #16. Controladores Lógicos Programáveis CLP s. Juazeiro Abr 19,2010. Prof. José Américo Moura Eng. Elétrica

Aula #16. Controladores Lógicos Programáveis CLP s. Juazeiro Abr 19,2010. Prof. José Américo Moura Eng. Elétrica Aula #16 Controladores Lógicos Programáveis CLP s Juazeiro Abr 19,2010 Prof. José Américo Moura Eng. Elétrica 1 Nível 1I PLCs : Endereçamento de I/O Entender a organização da memória ajuda no entendimento

Leia mais

1.2. Ramo de especialização: Automação Industrial Créditos (ECTS)

1.2. Ramo de especialização: Automação Industrial Créditos (ECTS) 1. Áreas científicas e créditos para a obtenção do grau: 1.1. Ramo de especialização: Eletrónica e Instrumentação Área Científica Sigla (ECTS) Obrigatórios Optativos (1) Matemática Mat 36 0 Física Fis

Leia mais

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia 40 Informática 40 Matemática 80 Produção de Textos 40 2º Bimestre Cálculo I 80 Física I 80 Inglês 20 Metodologia

Leia mais

COMPORTAMENTO DO ESCALONAMENTO DE REDES INFRAESTRUTURADA ATRAVÉS DE MÉTODOS COMPUTACIONAIS

COMPORTAMENTO DO ESCALONAMENTO DE REDES INFRAESTRUTURADA ATRAVÉS DE MÉTODOS COMPUTACIONAIS COMPORTAMENTO DO ESCALONAMENTO DE REDES INFRAESTRUTURADA ATRAVÉS DE MÉTODOS COMPUTACIONAIS Ligia Rodrigues Prete 1, Ailton Akira Shinoda 2 1 Faculdade de Tecnologia de Jales, Centro Paula Souza, Jales,

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS FUNDAMENTOS DE Visão geral sobre o Active Directory Um diretório é uma estrutura hierárquica que armazena informações sobre objetos na rede. Um serviço de diretório,

Leia mais

PROCEDIMENTOS E GRADE CURRICULAR MESTRADO PROFISSIONAL

PROCEDIMENTOS E GRADE CURRICULAR MESTRADO PROFISSIONAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA INDUSTRIAL Rua Professor Aristides Novis, nº 02 Federação EP/UFBA

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Cod.Disc Requisito Administração 252 2 Matemática Financeira 3114 Matemática 3531

Cod.Disc Requisito Administração 252 2 Matemática Financeira 3114 Matemática 3531 Curso Grade Periodo Disciplina Cod.Disc Disciplina Requisito Cod.Disc Requisito Administração 22 2 Matemática Financeira 11 Matemática 1 22 Total Contabilidade Gerencial 111 Contabilidade Geral 09 Administração

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 235, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: Engenharia Electrotécnica Ano Lectivo 2002/2003 Disciplina: Teoria do Sinal Ano Curricular 2 U.C. 3 Área Científica: Telecomunicações e Processamento de Sinal Regime: Anual Docentes: Luís Filipe

Leia mais

Curso CINEMA, VÍDEO E FOTOGRAFIA

Curso CINEMA, VÍDEO E FOTOGRAFIA AUMONT, Jacques; ABREU, Estela dos Santos (Tradução de); SANTORO, Cláudio Cesar (Tradução de). A imagem=l'image. 13.ed.. Campinas: Papirus, 2008. 317p. : il. 701 A942i KRAJEWSKI, Lee J.; RITZMAN, Larry

Leia mais

Pesquisa Operacional na Tomada de Decisões. Conteúdos do Capítulo. Programação Linear. Lindo. s.t. Resolvendo Programação Linear Em um Microcomputador

Pesquisa Operacional na Tomada de Decisões. Conteúdos do Capítulo. Programação Linear. Lindo. s.t. Resolvendo Programação Linear Em um Microcomputador ª Edição Pesquisa Operacional na Tomada de Decisões Resolvendo Programação Linear Em um Microcomputador Gerson Lachtermacher,00 Programação Linear Software Versão Windows e comandos Formulação do problema

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSUN nº 023/2013

RESOLUÇÃO CONSUN nº 023/2013 RESOLUÇÃO CONSUN nº 023/2013 Aprova a reestruturação curricular do Curso de Engenharia de Sistemas Digitais, incluindo a alteração da sua nomenclatura para Engenharia de Computação. O CONSELHO SUPERIOR

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS GRADUADOS EM ENGENHARIA NA ECONOMIA - UMA COMPROVAÇÃO EMPÍRICA NA POLÔNIA

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS GRADUADOS EM ENGENHARIA NA ECONOMIA - UMA COMPROVAÇÃO EMPÍRICA NA POLÔNIA TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS GRADUADOS EM ENGENHARIA NA ECONOMIA - UMA COMPROVAÇÃO EMPÍRICA NA POLÔNIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: CIÊNCIAS ECONÔMICAS INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS ENG JR ELETRON 2005 29 O gráfico mostrado na figura acima ilustra o diagrama do Lugar das Raízes de um sistema de 3ª ordem, com três pólos, nenhum zero finito e com realimentação de saída. Com base nas

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. COMPUTAÇÃO MÓVEL E UBÍQUA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010

Leia mais

Sistemas de Computação. Dentro da Unidade do Sistema

Sistemas de Computação. Dentro da Unidade do Sistema Sistemas de Computação Dentro da Unidade do Sistema Conexão de rede subwoofer impressora microfone Unidade de disco flexível Monitor de vídeo Unidade de DVD modem Alto-falante Unidade de sistema ou gabinete

Leia mais

Entre os elementos desejados no perfil dos egressos podem ser citados:

Entre os elementos desejados no perfil dos egressos podem ser citados: COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Apesar do foco do curso de Engenharia de Computação da UCDB está na área de software, o profissional formado pelo curso de Engenharia da Computação deve adquirir as seguintes

Leia mais