Francal marcas representam Birigüi no evento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Francal 2005 34 marcas representam Birigüi no evento"

Transcrição

1 16 IMPRESSO FRANCAL Birigüi aumenta participação na feira com 34 marcas Informativo do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigüi Ano III Nº 25 Junho/Julho Francal marcas representam Birigüi no evento A Capital Brasileira do Calçado Infantil aumenta a sua participação na Francal Feira Internacional de Calçados, Acessórios de Moda, Máquinas e Componentes e participa do evento com 34 marcas. O Pólo Calçadista de Birigüi mostra em 20 estandes individuais e dois coletivos a coleção Primavera/Verão de suas empresas. Os empresários birigüienses estão otimistas e bem preparados para a feira, que reúne os principais fabricantes de calçados do país. Página 16 Vitrine da Incubadora de Birigüi, que este ano participa da feira com cinco empresas O Pólo Calçadista de Birigüi aumenta a sua participação na Francal Feira Internacional de Calçados, Acessórios de Moda, Máquinas e Componentes e participa do evento com 34 marcas. A 37ª edição da feira acontece de 19 a 22 de julho no Pavilhão de Exposições do Anhembi em São Paulo e reúne as principais fabricantes de calçados dos mais importantes pólos do país. Birigüi participa da feira com 20 estandes individuais onde estarão expondo as empresas Anita Calçados; Be-a-kid, Danzer e Tatipé; Bical; Brink; Finobel; Flib; Hobby Calçados; Kidy; Kiuty e Passo de Anjo; Klasipé; Klin; Mário Prata; Mirra Calçados; Mizuminho; Ortopasso; Pampili; Pé com Pé; Pitchos; Sonho de Criança; e Tiptoe. Os produtos de Birigüi serão expostos em outros dois estandes coletivos. No estande da Brazon (Associação dos Exportadores de Birigüi) as empresas Baby Passo; Biri; Bolsart; Cond Duck Meias; Finobel; Mizuminho e Sameka mostram seus produtos; e no estande da Prefeitura Municipal as empresas Ariadne Teixeira; Clic Calçados; Kepy; Tronquinho de Gente; e Unic, do Núcleo de Desenvolvimento Empresarial de Birigüi Incubadora de Empresas, participam da feira. O presidente do Sinbi, Samir Nakad acredita que a Francal será um sucesso apesar das grandes dificuldades que o setor enfrenta atualmente, como a falta de inverno, a grande concorrência no mercado interno e o momento político. Apesar do momento delicado vamos para a feira com otimismo. A Francal é uma feira de lançamento e estaremos junto com as melhores empresas do país. Isso cria uma motivação para novas compras, afirma. O gerente de exportações da Brazon, Roberto Geremias, confirma o otimismo para a feira e diz que os empresários que vão expor no estande da associação estão animados. Nós temos grandes expectativas e esperamos que elas se concretizem, afirma. Em 2004, Birigüi também teve uma participação expressiva na Francal, com 31 empresas, e divulgou a campanha publicitária Birigüi Capital Brasileira do Calçado Infantil, que divulga o Pólo como sinônimo de calçado infantil no país e no mundo. O governador do Estado, Geraldo Alckmin, visitou o estande da prefeitura de Birigüi durante a feira e ressaltou a importância da participação de Birigüi no evento. Importadores conhecem fábricas de Birigüi Os importadores Andrew Willitts e Claudia Heymann, da África do sul; Vivian Laube; o comprador Andrew Kirby, da Inglaterra; Samir Nakad; e os importadores Omar Nayef e Ivan Ivanov, respectivamente do Kuwait e da Bulgária Importadores que participaram do 3º Projeto Comprador do Setor Calçadista de Birigüi visitaram as empresas do Pólo para conhecer os processos e a fabricação dos calçados e ver de perto a segurança do trabalho das empresas. A edição do evento, que aconteceu de 21 a 24 de junho na sede do Sinbi, trouxe para Birigüi importadores da África do Sul, Bulgária, Inglaterra e Kuwait. Página 8 Leilão de Excedentes oferta artigos de 12 empresas O 1º Leilão de Máquinas, Equipamentos e Excedentes Industriais do Pólo de Birigüi realizado pela Internet será encerrado em 2 de agosto. Artigos como tecidos, couro, produtos químicos e equipamentos serão ofertados por 12 empresas. Página 9 Sinbi apresenta ao BID proposta de investimento no APL Página 3 Secretaria incrementa indústria de Birigüi Página 6

2 2 Editorial E x p e d i e n t e Pró-Criança Ligados no 220 Estamos acostumados, pelo menos aqui em nossa região, a ouvir quando alguém esta eletrizado, ou melhor, com muita energia, que esse alguém está ligado no 220, isso é, plugado, como se fosse um aparelho, ligado a uma corrente elétrica de 220 volts. Normalmente, para sabermos a voltagem da corrente elétrica de uma tomada de energia, usamos um acessório do tipo chave de fenda com uma lâmpada interna (no cabo). Quando colocamos a ponta dessa chave no orifício da tomada e seguramos a outra ponta (do cabo) para fazer terra a lâmpada interna se acende se houver corrente. Você que esta lendo esse texto deve estar, no mínimo, achando risível uma conversa dessa impressa na segunda página de um veículo que se diz informativo da categoria calçadista de Birigüi e ainda escrito pelo presidente do sindicato, não é? Mas vou explicar: Birigui é uma cidade que é construída por habitantes que aqui vivem e trabalham. Esses habitantes se utilizam de suas mãos para juntos fazerem acender a lâmpada da sua imaginação e com isso não permitir que a corrente que se forma sobre a sua terra se rompa, pois a ferramenta básica para a produção de sua energia está calcada nos relacionamentos que se estabelecem com os parceiros que estão descritos em cada uma das próximas páginas desse informativo. Aproveite, leia e se ligue também, afinal o choque dessa corrente só faz bem! Samir Nakad é presidente do Sinbi (Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigüi) Escreva para o Sinbinforma Este espaço é para que você possa expressar suas idéias. Envie texto aos cuidados de Daniela ou Érica para a sede do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigüi (rua Roberto Clarck, Centro Cep Birigüi-SP), com nome, RG, endereço e telefone. Se preferir, pode mandar para o fax (18) ou para o Diretoria 2003/2007 Samir Nakad Presidente José Roberto Colli 1º Vice-presidente Carlos Alberto Mestriner 2º Vice- presidente Jacir Inácio Migliorini 1º Secretário José Luis Fernandes 2º Secretário Antônio Liranço 1º Tesoureiro Luiz Antônio Michilin 2º Tesoureiro Antônio Ramos de Assumpção Diretor de Patrimônio Ubiraci Chaves de Oliveira Diretor Social Sérgio Gracia Diretor Social Wagner Aécio Polli Diretor-Administrativo Membros do Conselho Fiscal: Wilson José da Silva Antônio Carlos Candelária Denílson Eckstein Membros Suplentes do Conselho Fiscal: Valdir Lino Pulzato Anésio Sorato Sérgio Chagas Delegados na Federação : 1- Carlos Alberto Mestriner 2- Samir Nakad Suplente Delegado na Federação: José Luis Fernandes Rua Roberto Clark, 460 Centro Birigüi SP Fone: (18) Fax: (18) Projeto gráfico Pontual Propaganda Fone: (18) Reportagens: Karen Silva Jornalista responsável Paulo Mantello MTb Impressão e fotolitos Efral Editora Folha da Região Fone: (18) Obras no novo prédio conservam modelo original Conservar as características originais da construção e ampliar as instalações do prédio é a missão da equipe que trabalha na restauração do imóvel que abrigará a futura sede do Instituto Pró- Criança de Birigüi. O prédio, construído em 1927, foi sede da primeira companhia telefônica de Birigüi, trazida para a cidade por João Gualberto Cernack. O engenheiro responsável pela restauração, Kleber Bertaglia, disse que o objetivo é fazer com que o resultado fique o mais parecido possível com o modelo inicial. Procuramos lembrar ao máximo as características originais do imóvel, afirma. A fase de cobertura da obra já foi concluída e o trabalho se concentra agora no reboco, parte elétrica, hidráulica, de tubulação, esgoto e água de chuva. O andamento, segundo o engenheiro, está dentro do cronograma esperado e a previsão é que a obra seja entregue até o final do ano, porém a data ainda não foi definida. O projeto prevê salas para secretaria, diretoria e reuniões; dois sanitários com adaptação para portadores de necessidades especiais; varanda, refeitório e cozinha; biblioteca; museu, sala de treinamentos para 40 pessoas e sala de informática; jardim com área verde e horta. A restauração acontece graças a uma parceria entre o Sinbi, a Rede Mutidrogas e dois laboratórios. O repasse de verbas é feito pelos laboratórios de acordo com o volume de medicamentos comprados para as quatro farmácias da rede em Birigüi. A parceria, que completou um ano Fachada do prédio da primeira companhia telefônica de Birigüi em maio de 2005, tem trazido satisfação aos participantes. Para o sócio da Rede Multidrogas, Cláudio Bansi, é um orgulho participar do projeto porque vai beneficiar muitas crianças. O superintendente do Pró-Criança, O Instituto Pró Criança de Birigüi é o braço social do Sinbi e vem ajudando a transformar a história de vida de crianças e adolescentes a partir de ações voluntárias. A entidade existe na cidade desde dezembro de 1999 e tem como meta erradicar o trabalho infantil, inserir socialmente crianças e adolescentes e prestar atendimentos nas áreas de saúde e educação. 15 Nalberto de Milton Vedovotto, acredita que com restauração do prédio a qualidade do atendimento vai melhorar muito. Vamos aumentar em 30% o número de atendimentos e melhorar a qualidade também, disse. Trabalhando pela dignidade Crianças de 0 a 18 anos recebem atendimentos médicos em diversas áreas, além de exames laboratoriais e assistência psicológica. Também são realizadas aulas de línguas, informática e esportes. Em cinco anos de trabalho, o instituto atendeu mais de crianças num total superior a atendimentos. No mês de junho o Pró-Criança realizou 153 atendimentos.

3 14 O Telecentro de Informações e Negócios do Pólo Calçadista de Birigüi treina neste mês de julho 340 pessoas e espera trabalhar com mais de 1700 em seu primeiro ano de funcionamento. Colaboradores da indústria calçadista, profissionais autônomos, bombeiros, policiais militares, desempregados e estudantes já passaram pelo programa de inclusão digital desenvolvido no Telecentro. Por dia 60 pessoas passam pelo centro, que conta com o apoio de entidades como Sinbi, o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Insol (Instituto Noroeste de Software Livre), Prefeitura Municipal de Birigüi e faculdades de tecnologia da região. Fundado em março de 2005, o Telecentro de Birigüi trabalha com Inclusão Digital Telecentro de Informações e Negócios acelera o trabalho em Birigüi Telecentro recebe 60 pessoas por dia. responsabilidade social através da inclusão digital treinando alunos para utilizarem programas de edição de textos e planilhas de cálculos para que estejam aptos a desenvolverem atividades que necessitem do conhecimento do computador. O nosso objetivo é incluir essas pessoas digitalmente, afirma o gestor do Telecentro, Maurício Longhini. As empresas de Birigüi também utilizam o Telecentro para capacitar seus colaboradores. Cada uma das indústrias do Pólo pode treinar no centro turmas de até 10 funcionários, que não tiveram um contato prévio com o computador, para fazerem o curso de iniciação à informática, além de desenvolverem treinamentos com os funcionários para usarem novos programas a serem instalados nas empresas. Os treinamentos têm duração de um mês e são aplicados por alunos do Centro Universitário Toledo, Faculdades Católicas Salesianas e Faculdade de Tecnologia de Birigüi (Fateb). O Insol também atua como parceiro do Telecentro desenvolvendo softwares livres que são testados no centro antes de serem instalados nas empresas. O Telecentro serve de apoio para adaptar os softwares criados pelos alunos do Insol, afimou Maurício. O Telecentro de Informações e Negócios de Birigüi funciona no prédio da Fateb em Birigüi e é equipado com 10 computadores, doados pelo Instituto Telefônica, ligados em rede e conectados à Internet. O centro funciona das 8h às 22h. Sinbi apresenta propostas para investimentos do BID no APL de Birigüi O Sinbi apresentou ao secretário executivo de Desenvolvimento Econômico da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Luigi Giavina-Bianchi, uma proposta para investimentos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) no APL (Arranjo Produtivo Local) de Birigüi. O presidente do Sinbi, Samir Nakad, apresentou os projetos em reunião realizada em 28 de junho na sede do Sindicato com empresários e representantes de entidades parceiras do setor. Luigi Giavina disse que o encontro faz parte de um levantamento das necessidades dos APLs do Estado para elaborar um projeto para investimentos do BID nos arranjos locais. A iniciativa de elaborar o projeto é do Governo do Estado, Ciesp, Fiesp, Sebrae Nacional e Sebrae-SP. A idéia é dar suporte intensivo a alguns arranjos do Estado durante 30 meses para que eles alcancem maior autonomia dentro e fora do país. Através do relacionamento com o Estado as empresas podem ser mais agressivas tanto no mercado interno quanto externo, afirmou Giavina. O trabalho será desenvolvido através de investimentos junto aos sindicatos e instituições de pesquisa; e de treinamentos das empresas por parte do Sebrae. A proposta apresentada pelo presidente do Sinbi tem como objetivo o desenvolvimento das áreas de: assessoria empresarial, através de cursos à distância e suporte para o incremento da campanha Birigüi Capital Brasileira do Calçado Infantil ; tecnologia APL O presidente do Sinbi, Samir Nakad, apresentou ao secretário executivo da Secretaria de Ciência e Tecnologia, Luigi Giavina, as propostas para investimentos do BID durante a reunião. industrial, com a criação de um centro de desenvolvimento de produtos para confecção rápida de protótipos para atender compradores internacionais; desenvolvimento sustentável, com programas de gestão ambiental; e infra-estrutura e logística, que permita a criação de uma central de distribuição de produtos, uma estação aduaneira e de uma central de resíduos em Birigüi. O valor total estimado da proposta feita pelo Sinbi é de R$ 22 milhões e o projeto será analisado pelo banco. Segundo o secretário os recursos do BID serão enviados no início de Atividades serão retomadas As atividades de implantação do APL de Birigüi estão sendo retomadas pelo Sebrae e pelo Sinbi. No início do mês de junho, representantes do Sinbi, empresários locais e entidades parceiras do APL se reuniram com a analista do Sebrae-SP, Luciane Dipp, para discutir a retomada das atividades e conhecer uma nova ferramenta desenvolvida pelo Sebrae para prestação de contas da aplicação dos recursos destinados à implantação do Arranjo. O projeto do APL caminha para ser concluído e até o início de agosto os empresários poderão validá-lo.

4 4 O Conselho Consultivo do Sesi / Senai Regional Araçatuba realizou sua segunda reunião de trabalho dia 15 de junho na sede do Senai em Araçatuba e anunciou a criação de grupos temáticos que vão discutir e apresentar ao DEPAR Departamento de Ação Regional da Fiesp as necessidades específicas da região em áreas como comércio exterior e meio ambiente. Segundo o vice-presidente do Conselho, Antonio Cesar Salibe, o trabalho dos grupos e do conselho é estreitar o relacionamento entre a sede da Fiesp e as bases industriais no interior. A proposta da Fiesp é se aproximar do interior do Estado e esses grupos temáticos serão um canal aberto entre as empresas e a Federação, declarou. No encontro os membros do Conselho conheceram o trabalho realizado pelo Senai de Araçatuba, sua proposta pedagógica e conheceram as instalações da escola. A reunião contou com a presença do gerente do DEPAR, Fausto Longo, que apresentou os departamentos da Fiesp e suas funções, e do diretor regional do Senai, Mário Eugênio. O diretor ressaltou que o interior paulista é responsável pelo desenvolvimento do Estado, através da criação Conselho Consultivo Sesi / Senai Órgão anuncia criação de grupos de trabalho O gerente do DEPAR, Fausto Longo, durante reunião do Conselho Consultivo O diretor do Senai Araçatuba, Aparecido Dias de Souza de novas empresas e postos de trabalho, e principalmente, devido ao grande suprimento de tecnologia. As empresas do interior de São Paulo hoje não têm só capital intenso de mão-de- obra, mas tem capital intenso de tecnologia, afirmou Mário Eugênio. Para o Senai de Birigüi, Eugênio destacou que a entidade tem grandes expectativas e disse que o projeto que determina os novos cursos e atividades que serão desenvolvidos nas novas instalações da escola, no prédio da escola estadual Vicente Felício, está em fase de finalização. Estamos terminando os estudos para dimensionar qual será a nova oferta para o mercado em Birigüi para não haver saturação. Estamos fazendo isso porque o Senai não forma para o desemprego, mas na quantidade e na qualidade que o mercado precisa, afirmou. Participaram da reunião o diretor da Escola Senai de Araçatuba, Aparecido Dias de Souza; os vice-presidentes do Conselho Consultivo do Sesi/ Senai, o diretor executivo da UDOP (Usinas e Destilarias do Oeste Paulista), Antonio Cesar Salibe, e o presidente do Sinbi, Samir Nakad; e empresários da região membros do Conselho Consultivo. O Conselho Consultivo do Sesi/Senai foi criado em abril de 2005 pelo DEPAR para ligar a Fiesp e as indústrias do interior paulista, visando a atender suas necessidades especificas e estreitar o seu relacionamento. Birigüi serve de exemplo para APLs no estado A experiência de Birigüi com a Rede de Colaboração, Conhecimento e Negócios implantada no APL, com apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado, foi apresentada na sede da Fiesp em 14 de junho. A reunião foi realizada com representantes dos pólos industrias de Franca, Jaú, Jundiaí, Marília, Santa Gertrudes, São José dos Campos e Votuporanga/Mirassol; e cerca de 200 empresários fornecedores de serviços nas áreas de finanças, seguros, telecomunicações e design, que têm interesse em desenvolver negócios com os pólos através de redes como a de Birigüi. O trabalho é desenvolvido através de um portal na Internet que reúne e compartilha informações comuns entre as empresas, universidades e instituições ligadas ao Pólo aumentando a competitividade da cadeia produtiva e buscando soluções que beneficiem o setor. O projeto foi desenvolvido pela empresa RadiumSystems.com e implantado no pólo em abril de Birigüi é pioneira no desenvolvimento do projeto, que tem apresentado resultados palpáveis através da identificação de necessidades específicas do setor. Através da comunicação e troca de experiências, empresários calçadistas e entidades apoiadoras do projeto têm encontrado recursos em tecnologia, desenvolvimento de produtos, unido esforços para diminuição de custos e desenvolvido cursos de qualificação profissional. O sócio da RadiumSystems, Oswaldo Gouvêa, explica que Birigüi foi usada Birigüi na Fiesp Representantes da RadiumSystems.com apresentaram a experiência de Birigüi na Fiesp para cerca de 200 empresários como exemplo por ser o primeiro caso de implantação do projeto e pelos resultados que tem demonstrado. Para Oswaldo a oportunidade de apresentar a experiência de Birigüi na reunião é fruto do trabalho conjunto entre o pólo e a RadiumSystems. Sem a confiança de Birigüi nós não teríamos realizado o projeto. Agora que já trabalhamos em Birigüi poderemos desenvolver a idéia em outros pólos. Só temos a agradecer, declarou. Participaram da reunião o presidente do Ciesp, Cláudio Vaz; o diretor do Istituto Europeo di Design de São Paulo, Mauro Mantica; o presidente do Sinbi, Samir Nakad; e os representantes da RadiumSystems.com, Oswaldo Gouvêa e Rodrigo Mesquita. 13 PORTAL No portal o usuário tem acesso a informações e projetos específicos nas comunidades de Comércio Exterior, Controladoria, Desenvolvimento, Marketing e Vendas, Produto, Recursos Humanos, Sindicato, Suprimentos e Tecnologia de Informação. Cada comunidade tem um mediador que atualiza informações e dá andamento aos projetos e contatos. O trabalho de alimentação do sistema com conhecimento e soluções para as empresas é feito pelas instituições de ensino e organizado pela RadiumSystems.com. As empresas do Pólo podem se cadastrar através do próprio portal (www.sindicato.org.br) para ter acesso às comunidades.

5 12 A unidade do Teatro do Sesi de Birigüi desenvolve um novo projeto: o Cinema Paulista 2005, que apresenta produções brasileiras realizadas por cineastas paulistas, com o objetivo de popularizar o acesso a produções cinematográficas nacionais. O Cinema Paulista teve início em 12 de junho e segue suas atividades até o mês de setembro apresentando 17 produções em 11 cidades do estado. As sessões acontecem aos domingos, às 16h e às 20h, e às segundas-feiras, às 15h e às 20h. O diretor do teatro, Paulo Cardoso, comenta que o público que tem assistido aos filmes está experimentando uma mudança de Teatro do Sesi Cinema Paulista é atração em Birigüi Espetáculo Cidade dos Sonhos apresentado na IV Mostra de Teatro Infantil mentalidade. É uma questão cultural optar por filmes nacionais e o público brasileiro está mudando, afirmou. Além do Cinema Paulista, acontece no Teatro do Sesi em Birigüi a IV Mostra de Teatro Infantil 2005, apresentando 11 espetáculos infantis de diversas companhias do Brasil. Paulo Cardoso conta que a mostra está um sucesso e que a procura pelos espetáculos vem superando as expectativas. Esperávamos um público de 260 crianças por sessão, mas estamos recebendo uma média de 310 por espetáculo, afirma. Ele também destaca que as famílias têm comparecido ao teatro. Aos sábados as famílias estão lotando a sala do teatro. Os carros chegam lotados de pais, mães e filhos que vem assistir às peças, disse. As sessões da mostra acontecem às sextas-feiras, destinadas a escolas de Birigüi e região, e aos sábados, abertas à população. Inovações nos cursos atendem mercado externo Representantes do Senai de Birigüi participaram do 3º Projeto Comprador do Setor Calçadista para conversar com os importadores e identificar as principais necessidades do mercado externo com a finalidade de desenvolver melhorias nos cursos, treinamentos e serviços prestados pela escola para as empresas e para a comunidade. O diretor local do Senai Birigüi, Hélio Uchiyama, disse que no encontro, os importadores destacaram a qualidade e as cores dos produtos de Birigüi e elogiaram a estrutura das fábricas, mas disseram sobre a necessidade de agilidade na produção de protótipos de produtos para envio de amostras. Eles destacaram que enquanto os chineses em 24 horas têm a foto, em uma semana o protótipo e em um mês entregam os produtos, os brasileiros demoram 30 dias para entregar o protótipo e 90 dias Senai Representantes do Sinbi se reúnem com importadores para discutir necessidades da indústria para entregar o produto, disse. Os importadores também sugeriram a compra de maquinário italiano usado, realização de pesquisas sobre a cultura de outros países para influenciar na confecção dos modelos e inovações nos solados dos calçados brasileiros. 5 A partir das informações o Senai vai concentrar as ações de melhoria no setor de desenvolvimento de produto. Vimos que precisamos melhorar o desenvolvimento tanto na criatividade como nos processos de confecção de protótipos, afirmou. Programação julho Durante o mês de julho o Sesi de Birigüi realiza atividades para movimentar a criançada. O projeto Férias no Sesi oferece a crianças e adolescentes, de até 15 anos, atividades esportivas e recreativas e contato com a natureza. Até o dia 31 de julho as crianças poderão participar de oficinas, brincadeiras exposições, artes e espaços lúdicos no Sesi. Sesi Birigüi atende população O Sesi em Birigüi desenvolve inúmeras atividades em benefício da população. O Centro de Atividades foi inaugurado em julho de 1992 e desenvolve projetos como o Alimente-se Bem com R$ 1,00, programa educativo que incentiva a mudança de hábitos alimentares e ensina a preparar pratos saudáveis a partir do aproveitamento de alimentos. Em Birigüi mais de pessoas já passaram pelo curso. Os JOIS (Jogos Industriários do Sesi) também movimentam a unidade de Birigüi. Este ano 93 empresas do Pólo participam disputando modalidades como futebol de salão e mini campo, truco, biribol, queima, entre outros. A unidade também oferece centro educacional; centro de lazer e esportes; atividades artísticas e esportivas para a melhor idade; e sala de exposições que recebe mostras de artes plásticas de diversos artistas brasileiros. O Centro de Treinamento do Senai Avak Bedouian em Birigüi atende o setor calçadista da cidade desde 1985 desenvolvendo cursos e treinando a mão-de-obra das fábricas. A filosofia de trabalho do Senai, fundamentada em oferecer soluções à indústria através da educação profissional e assistência técnica e tecnológica, tem sido muito bem aplicada e desenvolvida no Pólo Senai Birigüi apóia a indústria há 20 anos Calçadista de Birigüi. A unidade oferece curso técnico em gestão de processos industriais; cursos de aprendizagem industrial, como o de técnico de usinagem em máquinas convencionais e confeccionador de calçados; além da formação continuada em modelagem de calçados e CAD-CAM, corte, pesponto, montagem, manutenção de máquinas, custos industriais, cronometragem e cronoanálise. O Senai Birigüi também presta assessoria às empresas em áreas como desenvolvimento de produtos, racionalização da produção, custos industriais e planejamento e controle da produção. Em 2004, a unidade prestou horas de assessoria às empresas de Birigüi. A escola já formou mais de alunos, sendo só no ano passado.

6 6 A Secretaria de Indústria, Comércio e Agronegócios de Birigüi está trabalhando para incrementar ainda mais o setor industrial da cidade. O Pólo, que já é conhecido no país como a Capital Brasileira do Calçado Infantil, também receberá grandes investimentos no setor moveleiro. O trabalho vem sendo realizado pela secretaria junto ao Governo do Estado e ao Ciesp para implantar em Birigüi um APL de móveis. No último dia 28 de junho o secretário de Indústria, Comércio e Agronegócios de Birigüi, Antônio Liranço que também é o primeiro tesoureiro do Sinbi e o assessor executivo da secretaria, Ernani Ney da Silva, se reuniram com o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, Luigi Giavina-Bianchi, a assistente da presidência da Abimovel (Associação Brasileira de Móveis), Crélia Passeto, e 21 empresários do setor de móveis da região de Birigüi para discutir sobre a implantação do APL moveleiro. O secretário Giavina-Bianchi explicou aos empresários sobre o funcionamento de um APL e disse que o Governo do Estado vai dar suporte ao desenvolvimento do projeto. O grupo também se reuniu em 5 de julho para tratar sobre a realização Indústria e Comércio Secretaria investe em novos setores da indústria de Birigüi O secretário de Indústria, Comércio e Agronegócios de Birigüi, Antônio Liranço de um workshop que vai definir os objetivos do grupo e dividir os empresários em equipes de trabalho que serão responsáveis por cada área de atuação do projeto. Antônio Liranço afirma que o trabalho em prol da indústria de Birigüi está no começo e que as atividades estão mais focadas nos outros setores porque o Sinbi tem trabalhado muito em prol da indústria calçadista. Nós estamos trabalhando em prol de outros setores porque estamos mais tranqüilos com a indústria calçadista porque o Sinbi tem cuidado muito bem dela, afirmou. Exportações Além da implantação do APL do setor moveleiro, a secretaria trabalha em prol de uma frente de exportação para os produtos de Birigüi. O assessor executivo, Ernani Ney, participou de uma reunião durante o mês de junho para tratar sobre a participação de Birigüi na Miami Free Zone, feira de móveis realizada em Miami em outubro, através do Ciesp. O Ciesp contratou uma empresa de trading para fazer contatos com grandes cadeias de lojas americanas e realizar a logística para a participação das empresas em uma rodada de negócios com os produtos de Birigüi, explicou. Catálogos de oito indústrias foram encaminhados pela empresa de trading para que os compradores americanos escolham as fábricas que atenderão na rodada. O Governo do Estado também convidou algumas empresas de móveis de Birigüi para visitarem a High Point, feira de móveis realizada na Carolina do Norte, e conhecerem os móveis fabricados na região, que tem um grande contingente de latinos. Cuidando do patrimônio maior: a marca A Beerre Marcas e Patentes atua em Birigüi há 20 anos e presta assistência na área de propriedade intelectual com registro de marcas, patentes e desenhos industriais; e proteção de direitos autorais. A empresa atende indústrias calçadistas nos pólos de Birigüi, Franca e Jaú. A empresa começou através da união do sócio-proprietário, Antônio Bento de Souza, com alguns amigos e desenvolve suas atividades em Americana, Birigüi, Franca, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São Paulo, além de Campinas onde se localiza a sua matriz. Antônio Bento ressalta a importância do registro das marcas e patentes. Ele afirma que a marca de uma empresa é o Para atrair novos investimentos na área industrial o governo colocou para os empresários uma prática denominada de drawback. Consiste esse instituto, resumidamente, que os tributos que incidem na importação de matéria-prima, que uma vez transformada em produto que se destina à exportação, possam ser ressarcidos ou revertidos posteriormente. Cabe sobrelevar que existem dois tipos de drawback, quais sejam: a suspensão, que está vinculada ao compromisso de futura exportação do produto e a isenção, trata-se essa seu maior patrimônio, chegando muitas vezes a valer muito mais do que toda a sua estrutura física. O registro de uma marca traz segurança jurídica para o seu proprietário. Ela garante que o empresário pode se defender contra terceiros que tentam copiá-la, destaca. Com mais de 60 colaboradores, a Beerre investe em seus funcionários, realizando constantes trabalhos de reciclagens e adquirindo equipamentos de informática e softwares de controle e comunicação. Bento acredita que a aproximação entre empresas fornecedoras de bens e serviços e as indústrias calçadistas fa- COLUNA O drawback nas relações comerciais atuais da reposição de estoques de insumos utilizados na manufatura de produtos já exportados. O benefício do sistema fornecido pelo drawback incluem-se os seguintes produtos: ICMS, Imposto de Importação, IPI, Adicional de Frete para a Marinha Mercante (AFRMM). Salienta-se também, que há o drawback que é praticado fora das relações internacionais. O chamado drawback interno. O drawback interno é concedido em um regime especial de suspensão do IPI na compra de insumos no mercado brasileiro e visando a industrialização de Fachada da Beerre na cidade de Campinas JURÍDICA 11 cilita a logística. Ele acredita que este movimento em Birigüi é resultado de um bom trabalho desenvolvido pelo Sinbi durante a gestão atual. Este movimento em Birigüi é recente e se deve ao bom trabalho desenvolvido pelo atual presidente do Sinbi, Samir Nakad, destacou. produtos destinados à exportação. Objetivando o dito de que pais deve exportar mercadorias e não tributos, conclui-se que a prática do drawback é de essencial importância para quem tem como meta a criação de novos postos de trabalho, alavancar a capacitação tecnológica, importando-se assim insumos e matérias-primas e exportando-se o produto final com tecnologia de última geração. Dra. Cláudia E. Fraga Ferreira presta assessoria jurídica na área administrativa aos associados do Sinbi

7 10 Birigüi na WSA Diretores da Couromoda visitaram Birigüi para convidar os empresários do Pólo a participarem da WSA The Shoe Show, feira americana que acontece em Las Vegas-EUA, de 4 a 7 de agosto. A Couromoda é a representante da WSA no Brasil e tem a meta de aumentar a participação de empresas brasileiras na feira tanto para visitar o evento, quanto para expor seus produtos. A reunião aconteceu na sede do Sinbi e reuniu cerca de 20 empresários de Birigüi. O presidente da Couromoda, Francisco Santos convida os empresários de Birigüi a participarem da WSA Seminário O Sinbi promoveu dia 25 de junho o seminário Comportamento do Consumidor no Setor Calçadista no Teatro do Sesi. O assunto foi abordado pelo professor do Centro Universitário Feevale de Novo Hamburgo, Álvaro Flores, que tratou de temas como as características do consumidor, fatores que motivam as compras e as tendências de consumo. O evento foi direcionado a empresários do setor e alunos do MBA em Gestão Calçadista e do Curso de Capacitação Gerencial. Palestra O Sinbi realizou palestra para seus associados sobre o tema Aviso Prévio. O advogado Lázaro Fagundes, que presta assessoria jurídica trabalhista aos associados do Sinbi, falou aos empresários na sede do Sindicato. Visita O Sinbi enviou a Novo Hamburgo-RS uma equipe para conhecer o trabalho realizado em importantes instituições calçadistas situadas na chamada Capital Nacional do Calçado e trazer informações que possam beneficiar o desempenho do setor em Birigüi. O gerente do Sinbi, Paulo César de Moura Chinellato, e a relações públicas, Regiane Almeida, representaram o Sindicato. A equipe visitou entidades como a ACINH Associação Comercial e Industrial de Novo Hamburgo, o CTCCA Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins, Abicalçados Associação Brasileira das Indústrias de Calçado, o Senai e o Centro Universitário Feevale. Além da entidades, Paulo e Regiane passaram pela cidade de Parobé-RS para conhecer detalhes do trabalho desenvolvido pelo Centro de Saúde e Segurança do Trabalhador nas Indústrias Calçadistas do Município de Parobé. O projeto é realizado através de uma parceria tripartite, entre a Delegacia Regional do Trabalho, Sindicato das Indústrias e o Sindicato dos Trabalhadores, para incentivar a segurança no trabalho para pequenas empresas. O objetivo da viagem foi colher informações que sirvam para melhorar os serviços prestados aos associados ao Sinbi e fortalecer o setor calçadista em Birigüi. (Da esq. para a dir.) Regiane Almeida, Paulo Chinellato e a coordenadora de desenvolvimento empresarial da Feevale, Cláudia Lunkes Schimitt. O Sinbi tem parceria com o Centro Universitário Toledo, uma das maiores instituições de ensino da região de Birigüi, para beneficiar o pólo calçadista suprindo necessidades específicas dos empresários nas áreas de gestão de negócios. A criação do MBA em Gestão de Negócios no Setor Calçadista e do Curso de Capacitação Gerencial do Setor movimentam cerca de 70 empresários e funcionários das indústrias de Birigüi que buscam atualizar seus conhecimentos para enfrentar o mercado. O MBA teve início em setembro de 2004 com enfoque na prática de negócios no setor e foi formulado a partir das necessidades específicas do pólo de Birigüi. As aulas são realizadas no prédio do Sesi e é o primeiro curso de pós-graduação da Unitoledo realizado fora de Araçatuba. Para o diretor-administrativo do Centro Universitário, Bruno Toledo, a parceria com o Sinbi é fruto da preocupação da instituição com os aspectos econômicos e sociais da região e do carinho pela cidade. Nosso intuito foi devolver à cidade o que tem feito por nós, já que temos um grande contingente de alunos birigüienses, e estarmos próximos do Pólo de Birigüi para suprir suas demandas, afirma. A meta do MBA é difundir as tecnologias de gestão mais usadas na MBA e Capacitação Gerencial Sinbi e Unitoledo investem nos empresários de Birigüi O diretor-administrativo da Unitoledo, Bruno Toledo atualidade e fazer com que os alunos possam agregar valor aos negócios das empresas em que trabalham. A estratégia de ensino é voltada para a troca de experiências e questões do dia-a-dia das empresas. O coordenador do curso é o professor Márcio Sanches, doutor em administração pela FGV, e a direção local é feita pelo 7 professor Ataliba Mendonça Júnior. Segundo o coordenador, os professores do MBA além de serem mestres e doutores, têm vivencia empresarial. O Curso de capacitação Gerencial foi desenvolvido para atender empresários do pólo que não puderam fazer o MBA. Bruno Toledo explica que como muitos deles adquiriram o conhecimento empresarial de forma empírica, não poderiam fazer o MBA. Muitos deles se tornaram os grandes empresários que são por serem autodidatas e para não privá-los de fazer o curso decidimos oferecer a capacitação gerencial, que tem a mesma qualidade do MBA, declara. Os professores do Curso de Capacitação Gerencial são os mesmos do MBA e as aulas acontecem no mesmo horário, aos sábados pela manhã a cada quinze dias. A grade é dividida em dois módulos presenciais e os alunos têm acesso a conteúdos como marketing, finanças, operações e estratégias que possibilitem o aperfeiçoamento de suas habilidades e competências. Bruno Toledo afirma que é uma satisfação contribuir para o desenvolvimento do Pólo de Birigüi e ser parceiro do Sinbi. Nós acreditamos na demanda do setor e para a Unitoledo é um grande orgulho ter o Sinbi como parceiro, disse.

8 8 Pela primeira vez os importadores participantes do Projeto Comprador do Setor Calçadista de Birigüi puderam visitar as empresas do Pólo para conhecer a fabricação dos calçados e ver de perto os processos e a segurança do nas indústrias. A 3ª edição do evento, que aconteceu de 21 a 24 de junho na sede do Sinbi e gerou expectativas de negócios de mais de U$ 700 mil. Os importadores Andrew Kirby, da Inglaterra; Andrew Willitts, da África do Sul; Claudia Heymann, da África do Sul; Ivan Ivanov, da Bulgária; e Omar Nayef, do Kuwait. Os compradores realizaram vistas técnicas em empresas escolhidas por eles durante as rodadas de negócios e conheceram a linha de produção das indústias acompanhados pelos responsáveis pelos departamentos de exportação das empresas. Eles elogiaram a qualidade dos produtos e a estrutura das fábricas. Os calçados são de muito boa qualidade e nós podemos fazer muitos bons negócios com as empresas de Birigüi, afirmou Ivan Ivanov. Para Omar Nayef alguns produtos do Pólo significam diversificação e lucros. Este calçado traz benefícios para mim porque quase não temos artigos como estes sendo vendidos no Kuwait, disse. Para as empresas, a visitas dos im- 3º Projeto Comprador Edição do evento possibilita visita dos importadores às fábricas Os importadores conheceram os produtos de Birigüi durante show room Importadores atenderam 40 empresas durante o evento portadores facilita a percepção do valor agregado dos calçados produzidos em Birigüi e aumenta a credibilidade dos produtos. Segundo o responsável pelo departamento de exportações da Kidy Birigüi, Alex Sandro R. Barbara, o fato dos importadores conhecerem as fábricas faz com que eles vejam que a qualidade na produção agrega valor nos produtos. Acho muito importante que os importadores conheçam as fábricas porque assim eles podem ver a qualidade que agrega valor no nosso produto, além de ver que aqui em Birigüi não temos crianças trabalhando nas fábricas, afirmou. O 3º Projeto Comprador do Setor Calçadista em Birigüi foi realizado pelo Sinbi e pela Abicalçados, através do programa Brazilian Footwear; com apoio da APEX, banco Nossa Caixa, Erge Comissária de Importadores visitam fábricas e elogiam qualidade dos produtos de Birigüi. Despachos e Sedex Mundi dos Correios. As empresas participantes apresentaram seus produtos aos importadores em um show room, realizado no Sinbi no primeiro dia do evento e os compradores atenderam nos dias 22 e 23 as empresas que escolheram no show room. A assessora de marketing do programa Brazilian Footwear, Vivian Laube, elogiou a organização do 3º Projeto Comprador e disse que Birigüi é considerada pela entidade como exemplo de pólo e exemplo de organização de projetos compradores. O Sinbi tem se superado a cada evento com base na sua própria experiência. Isso qualifica o projeto, ressaltou. Preparação Os preparativos para a realização do evento começaram com a prospecção dos importadores que se encaixassem no perfil determinado pelos empresários de Birigüi. Para encontrar os compradores o Sinbi contratou a empresa de trading, Traderplus International Trade, que identificou nos mercados indicados os possíveis participantes. O Sinbi também realizou uma série de palestras sobre exportação, proferidas por importantes entidades do setor como a Abicalçados e o Sebrae, para preparar os empresários para o evento. Leilão de Excedentes Evento oferta excedentes de 12 empresas Dia 2 de agosto acontece o encerramento presencial do 1º Leilão de Máquinas, Equipamentos e Excedentes Industriais (matérias-primas, componentes, etc.) do Noroeste Paulista, na sede do Sinbi. O leilão que acontece pela Internet oferta materiais como laminados sintéticos, tecidos, couro, produtos químicos, compostos (injeção), metais, aviamentos, recicláveis, máquinas e equipamentos de 12 empresas de Birigüi. O pregão teve inicio oficial em 8 de julho na Internet e o encerramento será feito com a presença de um leiloeiro oficial que vai acompanhar os lances e fazer o fechamento dos lotes. Segundo o responsável pela comunidade suprimentos do portal do Sinbi, Nilton Almeida, o leiloeiro que participará do evento é de uma das mais tradicionais famílias no ramo dos leilões. Ele faz parte da equipe do Superbid e é integrante da família Santoro, uma das mais tradicionais em leilões, destaca. Durante o evento no Sindicato os compradores poderão fazer lances presenciais e on-line. O diretor do Superbid, site especializado em leilões on-line e responsável pelo leilão de excedentes de Birigüi, Pedro Barros Barreto, se reuniu no final do mês de junho com empresários do Pólo para apresentar o trabalho do Superbid e explicar o funcionamento e as vantagens do leilão pela Internet. A utilização da ferramenta Internet traz para o leilão maior abrangência e transparência para os processos, afirmou. O diretor do Superbid, Pedro Barreto, em reunião com empresários no Sinbi Pedro também visitou empresas de Birigüi para tratar sobre os preços dos materiais disponibilizados e tirar as dúvidas dos empresários. Eles se mostraram interessados na participação no leilão e estão otimistas como a oportunidade de recuperar o capital investido em materiais não utilizados, diminuir o estoque de excedentes e adquirir outros materiais através do capital levantado no leilão. A realização do 1º Leilão de Máquinas, Equipamentos e Excedentes Industriais do Noroeste Paulista é do Sinbi e do Superbid com apoio do 9 Ciesp. Somente empresas associadas ao Sindicato e ao Centro das Indústrias puderam se inscrever e ofertar excedentes no leilão. Os materiais disponibilizados pelas empresas podem ser visitados nos almoxarifados das fábricas. Os interessados em adquirir os excedentes de produção ofertados pelas empresas de Birigüi podem fazer seus lances através do site do Superbid (www. superbid.net). Para participar como comprador dos materiais é necessário fazer um cadastro no site e aguardar liberação.

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Santa Maria, 15 de Outubro de 2012 Pauta: 1) Contexto da Economia Criativa no Brasil de acordo com o Plano da Secretaria da Economia Criativa

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

Planilha de Objetivos e Ações Viabilizadoras GT de Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia A Santa Maria que Queremos

Planilha de Objetivos e Ações Viabilizadoras GT de Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia A Santa Maria que Queremos Disseminar a cultura empreendedora e inovadora em Santa Maria Ações de disseminação da Cultura Empreendedora Ações de trabalho conjunto entre Universidades e Comunidade Divulgação do trabalho pelo CEI

Leia mais

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO

RÁDIO E TV TÉCNICO EM ATUAÇÃO NO MERCADO O CEET - Centro Estadual de Educação Técnica Vasco Coutinho é uma Instituição de Ensino criada e mantida pelo Governo do Estado do Espírito Santo e transferido através da lei n 9.971/12, para Secretaria

Leia mais

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE CULTURA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS"

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE CULTURA - A SANTA MARIA QUE QUEREMOS Elaborar o projeto do Plano Municipal de Projeto do Plano Projeto realizado Cultura com ampla participação dos setores da sociedade Conferência Municipal de Cultura Conferência realizada PLANILHA DE OBJETIVOS

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

1 Disseminar a cultura de empreender e inovar, fortalecendo as ações do Comitê de Empreendedorismo e Inovação (CEI)

1 Disseminar a cultura de empreender e inovar, fortalecendo as ações do Comitê de Empreendedorismo e Inovação (CEI) Planilha de Objetivos e Ações Viabilizadoras GT de Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia A Santa Maria que Queremos Visão: "Que em 2020 Santa Maria e região sejam referência pela capacidade de empreender,

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Proposta de Parceria BRASÍLIA, JUNHO DE 2011. Nome do Projeto Segurança e Manutenção

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

EDITAL SENAI SESI DE INOVAÇÃO. Caráter inovador projeto cujo escopo ainda não possui. Complexidade das tecnologias critério de avaliação que

EDITAL SENAI SESI DE INOVAÇÃO. Caráter inovador projeto cujo escopo ainda não possui. Complexidade das tecnologias critério de avaliação que ANEXO II Caráter inovador projeto cujo escopo ainda não possui registro em base de patentes brasileira. Também serão considerados caráter inovador para este Edital os registros de patente de domínio público

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

Planilha de Objetivos e Ações Viabilizadoras GT de Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia A Santa Maria que Queremos

Planilha de Objetivos e Ações Viabilizadoras GT de Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia A Santa Maria que Queremos Planilha de Objetivos e Ações Viabilizadoras GT de Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia A Santa Maria que Queremos Visão: "Que em 2020 Santa Maria e região sejam referência pela capacidade de empreender,

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins

Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins O CTCCA - Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, localizada na cidade de Novo Hamburgo/RS, que

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Pavilhão Amarelo São Paulo BEM VINDO A FRUIT & LOG 2009! ABRINDO

Leia mais

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas.

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas. TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTRATÉGIA PARA O CONHECIMENTO E A INCLUSÃO SOCIAL AUTORES: Chateaubriand, A. D.; Andrade, E. B. de; Mello, P. P. de; Roque, W. V.; Costa, R. C. da; Guimarães, E. L. e-mail:

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO OBJETIVO Incrementar a economia digital do Estado de Alagoas e seus benefícios para a economia local, através de ações para qualificação, aumento de competitividade e integração das empresas e organizações

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES Ser Júnior é ser gigante pela própria natureza. Brasil Júnior Mensagem do presidente Capacitar membros, promover o Movimento Empresa Júnior e causar impacto da sociedade,

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

MARKETING DE RELACIONAMENTO

MARKETING DE RELACIONAMENTO MARKETING DE RELACIONAMENTO 1 O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Administração Comércio Exterior Contábeis Economia Secretariado

Administração Comércio Exterior Contábeis Economia Secretariado Administração Comércio Exterior Contábeis Economia Secretariado LABORATÓRIO-EMPRESA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS O Conselho de Administração Coordenadores: Dr. Abdalla Added: Administração;

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA Flash Lan House: FOCO NO ALINHAMENTO ENTRE CAPITAL HUMANO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Ata de Reunião. Data da Reunião: 02/07/2013 Horário: 10h00min às 18h00min Local: Apex Brasil.

Ata de Reunião. Data da Reunião: 02/07/2013 Horário: 10h00min às 18h00min Local: Apex Brasil. Ata de Reunião 1. IDENTIFICAÇÃO DA REUNIÃO Data da Reunião: 02/07/2013 Horário: 10h00min às 18h00min Local: Apex Brasil. Líder da Reunião: Regina Silvério Telefones: (61) 3426-0785 Ordem do dia: Reunião

Leia mais

Fundação SEADE. www.seade.gov.br

Fundação SEADE. www.seade.gov.br Outubro de 0 N o Monitoramento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ODMs Consulte A Fundação Seade disponibilizará, anualmente, as séries históricas do conjunto de indicadores dos ODMs

Leia mais

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira.

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 1 PROJETO SETORIAL INTEGRADO BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 2 Introdução O Ministério da Cultura, sugeriu a Fundação

Leia mais

Reajuste salarial é fixado em 8%

Reajuste salarial é fixado em 8% 12 Convenção Coletiva IMPRESSO Reajuste salarial é fixado em 8% Após diversas reuniões na sede do Sinbi e na Subdelegacia do Trabalho a Convenção Coletiva de Trabalho do Pólo Calçadista de Birigüi foi

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos...

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos... Dicas para se inscrever no Prêmio Vivaleitura e outros projetos... 2011 Vaga Lume R. Aspicuelta, 678 Vila Madalena São Paulo SP 05433-011 (11) 3032-6032 www.vagalume.org.br falecom@vagalume.org.br 1) Apresentação

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Estratégias de EAD na Vale

Estratégias de EAD na Vale Estratégias de EAD na Vale Mineradora pioneira que trabalha com paixão, transformando recursos minerais em ingredientes essenciais o dia-a-dia das pessoas. É a segunda maior mineradora diversificada do

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial FOCOS DE ATUAÇÃO Tema 8. Expansão da base industrial Para crescer, a indústria capixaba tem um foco de atuação que pode lhe garantir um futuro promissor: fortalecer as micro, pequenas e médias indústrias,

Leia mais

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO

NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Maio 2005 NOVA ATITUDE SOCIAL PARA A SUSTENTAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO Uma empresa cidadã tem direitos e deveres, assim como qualquer indivíduo. Trata-se de uma consciência crítica que nasce a partir do respeito

Leia mais

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro.

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro. Página 1 de 9 2. Análise de Mercado 2.1 Estudo dos Clientes O que é e como fazer? Esta é uma das etapas mais importantes da elaboração do seu plano. Afinal, sem clientes não há negócios. Os clientes não

Leia mais

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER ASSISTENTE DE DEPARTAMENTO PESSOAL Salário a combinar São Bernardo do Campo/SP Atribuições: Atendimento aos clientes, organização

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

A l e x a n d r a P a u l o

A l e x a n d r a P a u l o A l e x a n d r a P a u l o ESCOLA SECUNDÁRIA SERAFIM LEITE TRABALHO FINAL TÉCNICAS DE VENDA Alexandra Paulo 11ºI Nº 21160 Disciplina: Comercializar e vender Prof: João Mesquita 20-12-2012 2012-2013 1

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019 Agosto-2014 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

Manual do Voluntário. O Projeto Correspondentes

Manual do Voluntário. O Projeto Correspondentes Manual do Voluntário O Projeto Correspondentes A ação proposta pelo projeto Correspondentes é a troca regular de correspondências entre voluntários e crianças ou adolescentes que residem em abrigos ou

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

Rede CIN CIN MS. Centro Internacional de Negócios FIEMS

Rede CIN CIN MS. Centro Internacional de Negócios FIEMS Rede CIN CIN MS Centro Internacional de Negócios FIEMS O que é a REDE CIN? Coordenada pela Confederação Nacional da Indústria - CNI, e criada com o apoio da Agência Nacional de Promoção de Exportações

Leia mais

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA.

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. 1 MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. Profa. Arlete Embacher MiniWeb Educação S/C Ltda webmaster@miniweb.com.br Resumo Este relato descreve como surgiu

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

II. Atividades de Extensão

II. Atividades de Extensão REGULAMENTO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO I. Objetivos A extensão tem por objetivo geral tornar acessível, à sociedade, o conhecimento de domínio da Faculdade Gama e Souza, seja por sua própria produção, seja

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Incubadora

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Incubadora Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Incubadora 7. INCUBADORA 7.1 INCUBEM: desenvolvendo empresas de sucesso A Incubadora de Empresas do Sudoeste Baiano INCUBEM é uma instituição que tem por

Leia mais

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br 03 a 05 Agosto 2015 São Paulo Brasil connectedsmartcities.com.br Por que Connected Smart Cities? As grandes e modernas cidades são, talvez, as mais importantes realizações do homem, por serem responsáveis,

Leia mais

Juntos nos multiplicamos.

Juntos nos multiplicamos. Juntos nos multiplicamos. 1 + 1 = 11 Juntos nos multiplicamos. Quem somos Estamos aqui para transformar organizações em empresas de sucesso. Convergir conhecimento, visão sistêmica e resultado, buscando

Leia mais

Convênio FIESP/SEBRAE. APL de Jóias de São José do Rio Preto

Convênio FIESP/SEBRAE. APL de Jóias de São José do Rio Preto Convênio FIESP/SEBRAE APL de Jóias de São José do Rio Preto Rio de Janeiro - Outubro, 2004 1 Metodologia FIESP 2 Objetivos: Micros e Pequenas Empresas Aumentar a Competitividade Criar Processos de Auto-Sustentação

Leia mais

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda.

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda. Campus Cabo Frio Trabalho de Microeconomia Prof.: Marco Antônio T 316 / ADM Grupo: Luiz Carlos Mattos de Azevedo - 032270070 Arildo Júnior - 032270186 Angélica Maurício - 032270410 Elias Sawan - 032270194

Leia mais

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas Ano I Número 6 setembro 2014 3 Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias página 4 6 Encontro Prêmio São Paulo

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html Novos Cursos O SENAI criou 40 novos cursos a distância, sendo 10 cursos

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

2009, um ano de grandes realizações e conquistas

2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009 foi um ano de grandes realizações e conquistas para o Serviço Social da Indústria (SESI), entidade que integra o Sistema Federação das Indústrias no

Leia mais

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA ASSUNTOS TRATADOS Cartilha sobre produtos e serviços bancários para Micro e Pequenos Empresários Apresentação dos cases de sucesso e fracasso no setor da Construção Civil Notícias sobre o Fórum Permanente

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar

Ana possui uma promissora. Ambiente virtual para inovar Ambiente virtual para inovar Secti lança Portal Paraense de Inovação para conectar atores estratégicos e aumentar investimento em inovação no Pará Por Igor de Souza Ana possui uma promissora empresa de

Leia mais

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 O IDIS Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social é uma organização da sociedade civil de interesse público, que tem como

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 Analista da Divisão de Contratos da PRODESP Diretor de Esporte do Prodesp

Leia mais

Programa Municipal de Ciência, Tecnologia & Inovação CURSO

Programa Municipal de Ciência, Tecnologia & Inovação CURSO CURSO Capacitação Empresarial em Gestão da Inovação, Inteligência de Negócios, Propriedade Intelectual e Internacionalização de Empresas Datas e Locais: 16 e 17 de abril: das 8:30 às 17:15 Endereço: Av.

Leia mais

AGENDA. Impacto na Região Linhas Estratégicas

AGENDA. Impacto na Região Linhas Estratégicas AGENDA Como Surgiu Situação Atual Variáveis Importantes Governança Conquistas Impacto na Região Linhas Estratégicas Rodrigo Fernandes Coordenador Executivo da COMTEC Como Surgiu A T.I. surgiu para prover

Leia mais

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios...

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... Abra e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... anos Chegou a hora de crescer! Conte com a Todescredi e faça bons negócios. Há 5 anos, iniciavam as operações daquela que se tornou a única financeira

Leia mais

PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO

PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO PROTEÇÃO ITAÚ MICROCRÉDITO Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga Inovação em seguros edição 2012 CONTEÚDO 1 Introdução... 2 2 Objetivo... 3 3 Desenvolvimento do trabalho... 4 Parceria entre as duas áreas

Leia mais

Projeto de Apoio a Inserção Internacional de. São João Batista (SC) DEZEMBRO - 2009

Projeto de Apoio a Inserção Internacional de. São João Batista (SC) DEZEMBRO - 2009 Projeto de Apoio a Inserção Internacional de MPE s Brasileiras Calçadistas do APL de São João Batista (SC) DEZEMBRO - 2009 Identificar OBJETIVOS DA AÇÃO e solucionar gargalos na gestão das empresas, principalmente

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL ESPECIALIZADO

TERMOS DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL ESPECIALIZADO TERMOS DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL ESPECIALIZADO 1. IDENTIFICAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA 1.1 UGP Nº 002/ 2012. 2. IDENTIFICAÇÃO DO CONTRATANTE 2.1 Contratante A Secretaria de Desenvolvimento

Leia mais

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 Modelo 2: resumo expandido de relato de experiência Resumo expandido O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São

Leia mais

Programas de Aulas de Língua Inglesa para Adolescentes de Baixa Renda e a Possível Influência na Qualidade de Vida

Programas de Aulas de Língua Inglesa para Adolescentes de Baixa Renda e a Possível Influência na Qualidade de Vida 3 Programas de Aulas de Língua Inglesa para Adolescentes de Baixa Renda e a Possível Influência na Qualidade de Vida Ana Paula Cavallaro Pedagoga Especialista em Gestão da Qualidade de Vida - UNICAMP INTRODUÇÃO

Leia mais

O Polo de Informática de Ilhéus e a atuação da Associação das Indústrias de Eletroeletrônicos, Telecomunicações e Informática do Polo de Ilhéus

O Polo de Informática de Ilhéus e a atuação da Associação das Indústrias de Eletroeletrônicos, Telecomunicações e Informática do Polo de Ilhéus O Polo de Informática de Ilhéus e a atuação da Associação das Indústrias de Eletroeletrônicos, Telecomunicações e Informática do Polo de Ilhéus Christian Villela Dunce Presidente da Assipi Salvador, 23

Leia mais

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM)

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) A extensão é o processo educativo, cultural e científico que articula, amplia, desenvolve e reforça o ensino e a pesquisa,

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais