TUMORES ODONTOGÊNICOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TUMORES ODONTOGÊNICOS"

Transcrição

1 TUMORES ODONTOGÊNICOS Graduação em Odontologia 4 o e 5 o períodos Disciplina: Patologia Oral 14/11/12 Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012

2 TUMORES ODONTOGÊNICOS Grupo complexo de lesões de diversos tipos histopatológicos e comportamentos clínicos Algumas lesões podem exibir comportamento maligno, outras são malformações (hamartomas) INTERAÇÕES INDUTORAS ENTRE EPITÉLIO E ECTOMESÊNQUIMA ODONTOGÊNICO

3 EMBRIOLOGIA DA CABEÇA E DO PESCOÇO

4 EMBRIOLOGIA DA CABEÇA E DO PESCOÇO O QUE É O ECTOMESÊNQUIMA ODONTOGÊNICO? CRISTA NEURAL ECTOMESÊNQUIMA ODONTOGÊNICO representado por células da crista neural que fazem parte do tecido conjuntivo componente do germe dental.

5 RECAPITULANDO... CISTOS E TUMORES ODONTOGÊNICOS O epitélio presente em cada um dos cistos e tumores odontogênicos pode ser derivado de uma das seguintes fontes: FONTES DE EPITÉLIO ODONTOGÊNICO: - Lâmina dentária - Órgão do esmalte - Bainha de Hertwig

6 RECAPITULANDO... CISTOS E TUMORES ODONTOGÊNICOS ORIGENS: Bainha epit. Radicular de Hertwig, origem do Restos de Malassez Epit. Int. orgão do E. Lâmina dentaria Restos de Serres

7 Classificação dos Tumores Odontogênicos I. TUMORES DO EPITÉLIO ODONTOGÊNICO A. Ameloblastoma B. Carcinoma odontogênico de células claras C. Tumor odontogênico adenomatóide (TOA) D. Tumor odontogênico epitelial calcificante (TOEC) E. Tumor odontogênico escamoso II. TUMORES ODONTOGÊNICOS MISTOS A. Fibroma ameloblástico B. Fibro-odontoma ameloblástico C. Fibrossarcoma ameloblástico D. Odonto-ameloblastoma E. Odontoma composto F. Odontoma complexo III. TUMORES DO ECTOMESÊNQUIMA ODONTOGÊNICO A. Fibroma odontogênico B. Tumor odontogênico de células granulares C. Mixoma odontogênico D. Cementoblastoma * Neville, et al. 2009

8 Classificação Biológica dos Tumores Odontogênicos* BENIGNOS - sem potencial de recorrência BENIGNOS - agressivos Tumor odontogênico adenomatóide (TOA) Tumor odontogênico escamoso Cementoblastoma Odontomas Ameloblastoma Cisto Odontogênico Calcificante (TOCC) * Mixoma odontogênico Odonto-ameloblastoma BENIGNOS - potencial de recorrência limitado Ameloblastoma (unicístico) Tumor odontogênico epitelial calcificante (TOEC) Fibroma odontogênico Fibroma e Fibro-odontoma ameloblástico MALIGNOS Ameloblastoma (maligno e carcinoma ameloblástico) Cisto Odontogênico Calcificante (TOCC) * * Regezi, et al Fibrossarcoma ameloblástico

9 TUMORES DO EPITÉLIO ODONTOGÊNICO A. Ameloblastoma B. Carcinoma odontogênico de células claras C. Tumor odontogênico adenomatóide (TOA) D. Tumor odontogênico epitelial calcificante (TOEC) E. Tumor odontogênico escamoso

10 AMELOBLASTOMA Tumor odontogênico de maior relevância clínica Entre os de maior prevalência Pode se desenvolver de: 1- Restos da lâmina dentária 2- Restos do órgão do esmalte em desenvolvimento 3- Epitélio de cistos odontogênicos

11 AMELOBLASTOMA Crescimento lento e persistente Localmente invasivo Usualmente com comportamento benigno

12 AMELOBLASTOMA Ocorrem em 3 diferentes situações clinicorradiográficas, com diferentes considerações terapêuticas e prognósticos: Sólido Convencional ou Multicístico (80-85 % dos casos) Unicístico (10-46 % dos casos) Periférico ou Extra-ósseo (1 % dos casos)

13 AMELOBLASTOMA Idade: frequência igual na 3 a e 7 a décadas de vida > freq. em melanodermas em alguns estudos Assintomático, tumefação e expansão indolores Localização: % em mandíbula; 70 % nas regiões posteriores

14 AMELOBLASTOMA Aparência radiográfica: lesão radiolúcida usualmente bem circunscrita Pode ser: unilocular or multilocular (bolhas de sabão ou favos de mel) Pode haver reabsorção radicular dos dentes adjacentes

15 AMELOBLASTOMA Características Radiográficas AMELOBLASTOMA SÓLIDO OU MULTICÍSTICO Aspecto radiolúcido multilocular Honeycomb appearance

16 AMELOBLASTOMA AMELOBLASTOMA MULTICÍSTICO PADRÃO BOLHAS DE SABÃO

17 Ameloblastoma Unicístico Pacientes mais jovens 50% diagnosticados durante a segunda década 90 % ocorrem na região posterior da mandíbula Aparência Radiográfica: Radiolucência em volta da coroa de um dente não irrompido geralmente um 3 o molar Md.

18 AMELOBLASTOMA UNICÍSTICO

19 AMELOBLASTOMA UNICÍSTICO

20 AMELOBLASTOMA SUBTIPOS HISTOLÓGICOS: 1. Folicular 2. Plexiforme 3. Acantomatoso 4. Células granulares 5. Desmoplásico 6. Células basais

21 AMELOBLASTOMA Subtipo Folicular à esquerda e subtipo de Células Basais no lado direito

22 Mural Intraluminal Luminal Tratamento conservador PADRÕES DE CRESCIMENTO HISTOLÓGICO DO AMELOBLASTOMA

23 TRATAMENTO Variam de uma simples enucleação e curetagem até uma ressecção em bloco Recorências: 50-90% (curetagem) 15% (ressecção em bloco)

24 Ameloblastoma Maligno e Carcinoma Ameloblástico Menos que 1% dos ameloblastomas demonstram comportamento maligno com o desenvolvimento de metástases Ameloblastoma maligno: demonstra características histológicas de um ameloblastoma benigno típico nos tumores 1 ário e 2 ário Carcinoma ameloblástico: demonstra características histológicas de malignidade nos tumores 1 ário e 2 ário (nas recorrências e metástases)

25 Ameloblastoma Maligno e Carcinoma Ameloblástico Metástases ocorrem de 1 até 30 anos após o tratamento inicial Metástases ocorrem mais frequentemente nos pulmões, vértebras e linfonodos cervicais

26

27 TUMORES ODONTOGÊNICOS MISTOS Fibroma ameloblás;co Fibro- odontoma ameloblás;co Fibrossarcoma ameloblás;co Odontoameloblastoma Odontoma composto Odontoma complexo

28 ODONTOMAS TIPO MAIS COMUM DE TUMOR ODONTOGÊNICO Considerados anomalias de desenvolvimento (hamartomas) Consistem principalmente em esmalte e dentina, com quantidades variáveis de polpa e cemento. Subdivididos em: - Odontoma Composto - Múltiplas estruturas pequenas, semelhantes a dentes - Odontoma Complexo - Massa amorfa de esmalte e dentina

29 ODONTOMAS Características Clínicas e Radiográficas Maioria detectada durante as 1 as duas décadas de vida Assintomáticos Mais frequente na maxila Composto = maxila anterior Complexo = região de molares

30 ODONTOMAS Composto Complexo

31 Aspecto macroscópico de um Odontoma Composto

32 ODONTOMA COMPOSTO

33 ODONTOMAS COMPLEXOS

34 Odontoma Complexo em paciente de 8 anos. Aspectos clínicos, macroscópicos, tomografia e aspecto histológico

35 ODONTOMAS Tratamento - Excisão cirúrgica simples

36 TUMORES DO ECTOMESÊNQUIMA ODONTOGÊNICO Fibroma odontogênico Tumor odontogênico de células granulares Mixoma odontogênico Cementoblastoma

37 MIXOMA ODONTOGÊNICO Adultos jovens (25-30 anos) Predomínio em Mandíbula Assintomático (expansão óssea indolor), mas pode ter crescimento rápido Transformação mixóide = representa acúmulo de substância fundamental (glicoproteínas) no interstício

38 MIXOMA ODONTOGÊNICO Caracterís:cas radiográficas Uni ou Multilocular Margens irregulares Pode deslocar ou reabsorver dentes Finas trabéculas ósseas residuais

39 Demonstra finas trabéculas ósseas residuais MIXOMA ODONTOGÊNICO

40 MIXOMA ODONTOGÊNICO No momento da cirurgia, apresenta estrutura gelatinosa e frouxa Estroma abundante, frouxo e mixoide, com poucas fibras colágenas TRATAMENTO = curetagem ou ressecções extensas (não são encapsulados) 25% de recorrências

41 CEMENTOBLASTOMA Cementoma verdadeiro Neoplasia odontogênica de cementoblastos Mais de 75% na mandíbula 90% na região de molares e pré-molares 75% antes dos 30 anos de idade Crescimento lento

42 CEMENTOBLASTOMA Cementoma verdadeiro Fusão do tumor com o dente envolvido Lesão radiopaca fundida a um ou + dentes CIRCUNDADA POR UM FINO HALO RADIOLÚCIDO Pode haver: expansão óssea, erosão cortical, reabsorção e deslocamento dentário

43 Aspectos macroscópicos de uma peça de Cementoblastoma Tratamento Extração dentária juntamente com a lesão ou ressecção da lesão com amputação da raiz + endo Recidiva = 22%

44 FIM

45 FONTES SCULLY et al. Oral medicine and pathology at a glance. 1 a Ed. Wiley- Blackwell: Oxford, NEVILLE et al. Patologia Oral & Maxilofacial. 3 a Ed. Guanabara-Koogan: Rio de Janeiro,

46 BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA 1. NEVILLE, B.W.; DAMN, D.D.; ALLEN, C.M.; BOUQUOT, J.E. Patologia Oral & Maxilofacial. 3 a Ed. Guanabara-Koogan: Rio de Janeiro, REGEZI, J.A; SCIUBBA, J.J. JORDAN R. Patologia Oral: Correlações clínicopatológicas. 5ª. Ed. Elsevier: Rio de Janeiro, MARCUCCI, G. Fundamentos de Odontologia: Estomatologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, SOAMES V. & SOUTHAM J.C. Patologia Oral. 4º Ed. Elsevier Editora: Rio de Janeiro, 2008.

Tumores Odontogênicos

Tumores Odontogênicos Karla Mayra Rezende Marcelo Bönecker Tumores Odontogênicos Introdução Tumores odontogênicos compreendem grupos de neoplasias que tem como origem os tecidos formadores dos dentes. O clinico tem como responsabilidade

Leia mais

Disciplina: Patologia Oral PARTE. Curso: Odontologia 4º e 5º Períodos

Disciplina: Patologia Oral PARTE. Curso: Odontologia 4º e 5º Períodos Graduação em Odontologia Disciplina: Patologia Oral PATOLOGIA ÓSSEA { 4 a PARTE Curso: Odontologia 4º e 5º Períodos h t t p : / / l u c i n e i. w i k i s p a c e s. c o m Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira

Leia mais

Centro Universitário Cesmac CAMILA MARIA BEDER RIBEIRO

Centro Universitário Cesmac CAMILA MARIA BEDER RIBEIRO Centro Universitário Cesmac CAMILA MARIA BEDER RIBEIRO TUMORES ODONTOGÊNICOS Tumores odontogênicos - grupo de doenças heterogêneas que vão desde hamartomas ou proliferação de tecido não neoplásico a neoplasias

Leia mais

Tumores Odontogênicos. Humberto Brito R3 CCP

Tumores Odontogênicos. Humberto Brito R3 CCP Tumores Odontogênicos Humberto Brito R3 CCP Avelar, 2008; Rodrigues, 2010 INTRODUÇÃO Neoplasias que afetam a maxila e a mandíbula A maioria acomete a mandíbula 2/3 (principalmente a região posterior) Grupo

Leia mais

TUMORES ODONTOGÊNICOS

TUMORES ODONTOGÊNICOS 37 TUMORES ODONTOGÊNICOS Classificação: Inúmeras são as classificações propostas para os tumores odontogênicos, mas nenhuma universalmente aceita, principalmente em decorrência das dúvidas ainda existentes

Leia mais

INTRODUÇÃO À DISCIPLINA DE PATOLOGIA ORAL

INTRODUÇÃO À DISCIPLINA DE PATOLOGIA ORAL Disciplina: Patologia Oral INTRODUÇÃO À DISCIPLINA DE PATOLOGIA ORAL Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2º Semestre - 2013 Introdução à Disciplina de Patologia Bucal CONCEITOS Patologia - É o estudo

Leia mais

PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS

PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS DISCIPLINA DE PATOLOGIA ORAL E MAXILOFACIAL Graduação em Odontologia - 5º Período PROCESSOS PROLIFERATIVOS NÃO NEOPLÁSICOS http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 GRANULOMA

Leia mais

TUMORES OSSEOS EM CABEÇA E PESCOÇO

TUMORES OSSEOS EM CABEÇA E PESCOÇO CABEÇA E PECOÇO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ HOSPITAL WALTER CANTÍDIO Residência em Cirurgia de Cabeça e Pescoço TUMORES OSSEOS EM Geamberg Macêdo Agosto - 2006 TUMORES ÓSSEOS BÊNIGNOS OSTEOMA CONDROMAS

Leia mais

ANOMALIAS DO DESENVOLVIMENTO DENTÁRIO

ANOMALIAS DO DESENVOLVIMENTO DENTÁRIO Disciplina: Patologia Oral e Maxilofacial ANOMALIAS DO DESENVOLVIMENTO DENTÁRIO Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 Anomalias do desenvolvimento da boca e Anomalias dentárias ANOMALIAS DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Aula 9: Laudo Radiográfico

Aula 9: Laudo Radiográfico Aula 9: Laudo Radiográfico Autora: Profª. Rosana da Silva Berticelli Edição: Luana Christ e Bruna Reuter Definição: É a interpretação das imagens radiográficas, reconhecendo as estruturas e reparos anatômicos

Leia mais

DISCIPLINA DE PATOLOGIA BUCAL CÓDIGO E NOME DA DISCIPLINA: PTL 7003 - Patologia Bucal

DISCIPLINA DE PATOLOGIA BUCAL CÓDIGO E NOME DA DISCIPLINA: PTL 7003 - Patologia Bucal DISCIPLINA DE PATOLOGIA BUCAL CÓDIGO E NOME DA DISCIPLINA: PTL 7003 - Patologia Bucal DEPARTAMENTO: PTL - Patologia FASE: CARGA HORÁRIA: 4 a. 07hs/aula; total: 126hs/aula semestral PROFESSORES DA DISCIPLINA:

Leia mais

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001.

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001. CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: PATOLOGIA BUCO-DENTAL Código: ODO-017 Pré-requisito: - Período

Leia mais

Alterações da normalidade podem ocorrer nos tecidos orais, sendo necessário

Alterações da normalidade podem ocorrer nos tecidos orais, sendo necessário ARTIGO ORIGINAL Conhecimento e importância atribuída a conteúdos curriculares de Patologia Oral por estudantes de Odontologia e cirurgiões-dentistas Knowledge and importance attached to curricular contents

Leia mais

Aula 11: ALTERAÇÕES DO ORGÃO DENTÁRIO RAIZ

Aula 11: ALTERAÇÕES DO ORGÃO DENTÁRIO RAIZ Aula 11: ALTERAÇÕES DO ORGÃO DENTÁRIO RAIZ Autora: Profª. Rosana da Silva Berticelli Edição: Luana Christ e Bruna Reuter Etiologia CONGÊNITAS GENÉTICA ADQUIRIDAS Congênitas Concrescência Dilaceração radicular

Leia mais

DENTINOGÊNESE BANDA EPITELIAL CAVIDADE BUCAL PRIMITIVA. Morfologia II UNINOVE. Ü 22 o dia: formação da mb bucofaríngea. 2º Mês de V.I.U.

DENTINOGÊNESE BANDA EPITELIAL CAVIDADE BUCAL PRIMITIVA. Morfologia II UNINOVE. Ü 22 o dia: formação da mb bucofaríngea. 2º Mês de V.I.U. ODONTOGÊNESE Morfologia II UNINOVE ODONTOGÊNESE CAVIDADE BUCAL PRIMITIVA - ESTOMODEO GERME DENTÁRIO AMELOGÊNESE DENTINOGÊNESE DESENVOVIMENTO RADICULAR EMBRIOGÊNESE FACIAL RELEMBRANDO... Tecidos Embrionários

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PÓLO UNIVERSITÁRIO DE NOVA FRIBURGO Faculdade de Odontologia FOUFF/NF PLANO DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PÓLO UNIVERSITÁRIO DE NOVA FRIBURGO Faculdade de Odontologia FOUFF/NF PLANO DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PÓLO UNIVERSITÁRIO DE NOVA FRIBURGO Faculdade de Odontologia FOUFF/NF PLANO DE DISCIPLINA 1. Identificação: Departamento: Formação Específica Disciplina: Patologia Oral

Leia mais

TUMORES DOS TECIDOS MOLES: FIBROMATOSE GENGIVAL SOFT TISSUE TUMORS: GINGIVAL FIBROMATOSIS

TUMORES DOS TECIDOS MOLES: FIBROMATOSE GENGIVAL SOFT TISSUE TUMORS: GINGIVAL FIBROMATOSIS TUMORES DOS TECIDOS MOLES: FIBROMATOSE GENGIVAL SOFT TISSUE TUMORS: GINGIVAL FIBROMATOSIS FAÍSCA, T. M. R. T. * ROSA, A. N. ** RACHID, H. *** RESUMO Trata-se de um caso clínico de fibroma gengival de um

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL. radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL. radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL Neste tópico vamos descrever as principais alterações das imagens radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de causas

Leia mais

16/03/12 TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES

16/03/12 TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES TUMORES DE GLÂNDULAS SALIVARES Universidade Federal de Goiás Faculdade de Odontologia Programa de Pós-Graduação Disciplina de Biologia Oral Conhecimento da Anatomia das Glândulas Salivares MESTRANDOS ÉRIKA MARIA CARVALHO BITENCOURT

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA. 1. Identificação: 2. Ementa:

PLANO DE DISCIPLINA. 1. Identificação: 2. Ementa: PLANO DE DISCIPLINA 1. Identificação: Departamento: Formação Específica Disciplina: Estomatologia Cód.: FFE 00041 Período Ministrado / Semestre / Ano : 4ºP/2ºS/2010 Professor Responsável: Prof. Dr. Ademar

Leia mais

ODONTOPEDIATRIA 2003/2004 ANOMALIAS DENTÁRIAS

ODONTOPEDIATRIA 2003/2004 ANOMALIAS DENTÁRIAS ODONTOPEDIATRIA 2003/2004 ANOMALIAS DENTÁRIAS ANOMALIAS DENTÁRIAS ODONTOGÉNESE (6ª Sem. I.U.) LÂMINA DENTÁRIA Invag. Epitelial Ectodérmica GERME DENTÁRIO ORGÃO DE ESMALTE Epitélio interno Ameloblastos

Leia mais

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 PLANO DE CURSO C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: Diagnóstico Oral Código: ODO-020 Pré-requisito:

Leia mais

RLN (regional lymphnode linfonodo regional) 53-74%(tamanho não esta alterado). Pacientes com Mandubulectomia e Maxilectomia o MST é acima de um ano.

RLN (regional lymphnode linfonodo regional) 53-74%(tamanho não esta alterado). Pacientes com Mandubulectomia e Maxilectomia o MST é acima de um ano. Cirur.: Cirugia RLN:Regional Lynphonode/ Limfonodo regional Neoplasias Orais MST: Mean survive time/tempo médio de sobrevivência Leonel Rocha, DVM, MV DentalPet@gmail.com Melanoma maligno É o tumor oral

Leia mais

Especialidades Odontológicas

Especialidades Odontológicas Especialidades Odontológicas Urubatan Medeiros Doutor (USP) - Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária (UERJ/UFRJ) - Consultor do Ministério da Saúde I - Introdução A Odontologia

Leia mais

ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL

ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL Vamos descrever a seguir as principais imagens das alterações da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de causas patológicas. FORMA

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES DATA: 07/10/2013. HORÁRIO: das 09 às 12 horas LEIA AS INSTRUÇÕES E AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA ABRIR O CADERNO DE QUESTÕES

CADERNO DE QUESTÕES DATA: 07/10/2013. HORÁRIO: das 09 às 12 horas LEIA AS INSTRUÇÕES E AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA ABRIR O CADERNO DE QUESTÕES Realização: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CADERNO DE QUESTÕES PROCESSO SELETIVO 2ª ETAPA TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA (TRV) EDITAL 12/2013 CURSO: BACHARELADO EM DONTOLOGIA DATA: 07/10/2013

Leia mais

Imagem da Semana: Radiografia, Tomografia Computadorizada

Imagem da Semana: Radiografia, Tomografia Computadorizada Imagem da Semana: Radiografia, Tomografia Computadorizada Imagem 01. Radiografia em perfil da coluna lombossacral Paciente masculino, 45 anos, apresenta dor lombar há 4 meses e limitação dos movimentos

Leia mais

Hermann Blumenau- Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Patologia Bucal. Prof. Patrícia Cé

Hermann Blumenau- Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Patologia Bucal. Prof. Patrícia Cé Hermann Blumenau- Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Patologia Bucal Prof. Patrícia Cé Conceito Do grego, pathós= sofrimento, doença lógos= estudo É o ramo da ciência que se ocupa das alterações

Leia mais

Remoção de odontoma composto associado a canino impactado: relato de caso

Remoção de odontoma composto associado a canino impactado: relato de caso CIÊNCIA E CULTURA - Revista Científica Multidisciplinar do Centro Universitário da FEB v. 11, nº 1, jan/jun - 2015 - ISSN 1980-0029 Remoção de odontoma composto associado a canino impactado: relato de

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC UERN Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS

Leia mais

ANATOMIA DO PERIODONTO

ANATOMIA DO PERIODONTO INAPÓS - Faculdade de Odontologia e Pós Graduação DISCIPLINA DE PERIODONTIA ANATOMIA DO PERIODONTO Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira http://lucinei.wikispaces.com 2012 PERIODONTO DE SUSTENTAÇÃO Ligamento

Leia mais

UNIC Universidade de Cuiabá NEOPLASIAS CMF IV

UNIC Universidade de Cuiabá NEOPLASIAS CMF IV UNIC Universidade de Cuiabá NEOPLASIAS CMF IV Aspectos Morfológicos das Neoplasias DEFINIÇÕES Neoplasia Tumor Câncer Inflamação/Neoplasia Termo comum a todos tumores malignos. Derivado do grego Karkinos

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS NEOPLASIAS

CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS NEOPLASIAS 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DAS NEOPLASIAS 1) INTRODUÇÃO Neoplasia significa crescimento novo. O termo tumor é usado como sinônimo e foi originalmente usado para os aumentos de volume causados pela inflamação.

Leia mais

I. DOS PRÉ-REQUISITOS.

I. DOS PRÉ-REQUISITOS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA UFSM FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE CAPACITAÇÃO EM CLÍNICA ODONTOLÓGICA INTEGRADA

Leia mais

PRINCIPAIS TUMORES ODONTOGÊNICOS QUE PODEM ACOMETER A CAVIDADE BUCAL DE CRIANÇAS THE MOST RELEVANT ODONTOGENIC TUMORS FOUND IN CHILDREN ORAL CAVITY

PRINCIPAIS TUMORES ODONTOGÊNICOS QUE PODEM ACOMETER A CAVIDADE BUCAL DE CRIANÇAS THE MOST RELEVANT ODONTOGENIC TUMORS FOUND IN CHILDREN ORAL CAVITY Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo 2007 maio-ago; 19(2):181-7 PRINCIPAIS TUMORES ODONTOGÊNICOS QUE PODEM ACOMETER A CAVIDADE BUCAL DE CRIANÇAS THE MOST RELEVANT ODONTOGENIC TUMORS

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA. Augusto Majolo De Gasperi TRATAMENTO DE CISTOS INFLAMATÓRIOS ESTUDO DE CASOS

CURSO DE ODONTOLOGIA. Augusto Majolo De Gasperi TRATAMENTO DE CISTOS INFLAMATÓRIOS ESTUDO DE CASOS CURSO DE ODONTOLOGIA Augusto Majolo De Gasperi TRATAMENTO DE CISTOS INFLAMATÓRIOS ESTUDO DE CASOS Santa Cruz do Sul 2015 Augusto Majolo De Gasperi TRATAMENTO DE CISTOS INFLAMATÓRIOS ESTUDO DE CASOS Trabalho

Leia mais

DISPLASIA CEMENTO-ÓSSEA FLORIDA: RELATO DE UM CASO

DISPLASIA CEMENTO-ÓSSEA FLORIDA: RELATO DE UM CASO DISPLASIA CEMENTO-ÓSSEA FLORIDA: RELATO DE UM CASO FLORID CEMENTO-OSSEOUS DYSPLASIA: A CASE REPORT Maria Rozeli de Souza Quirino Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté RESUMO A displasia

Leia mais

METODOLOGIA DO EXAME CLÍNICO

METODOLOGIA DO EXAME CLÍNICO Disciplina: Estomatologia METODOLOGIA DO EXAME CLÍNICO Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 Levantamentos Epidemiológicos Clássicos Exame Clínico Nível de Doença não detectada Exames Complementares

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2015.2 COMPONENTE CURRICULAR: CLÍNICA CIRÚRGICA - PERÍODO: 8º

CURSO DE MEDICINA - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2015.2 COMPONENTE CURRICULAR: CLÍNICA CIRÚRGICA - PERÍODO: 8º 005.112.008/17.149 C.A.P. CURSO DE MEDICINA - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES 2015.2 COMPONENTE CURRICULAR: CLÍNICA CIRÚRGICA - PERÍODO: 8º DIA ATIVIDADE/AULA PROFESSOR 23/07/2015 início do curso normas de funcionamento

Leia mais

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 P L A N O D E C U R S O

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 P L A N O D E C U R S O FACULDADE INDEPENDENE DO NORDESE CURSO ODONOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: HISOLOGIA BUCO-DENAL Código:ODO

Leia mais

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 6 Dona Margarida. Fundamentação Teórica: Odontologia geriátrica

UNA-SUS Universidade Aberta do SUS SAUDE. da FAMILIA. CASO COMPLEXO 6 Dona Margarida. Fundamentação Teórica: Odontologia geriátrica CASO COMPLEXO 6 Dona Margarida : Maria Angela M. Mimura As alterações e patologias apresentadas no caso de Dona Margarida são diversas e de etiologias diferentes, portanto serão tratadas por itens de modo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ-ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ-CESUPA

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ-ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ-CESUPA ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ-ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ-CESUPA PRO-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO PROGRAMA

Leia mais

3º Imagem da Semana: Ultrassonografia da Tireoide

3º Imagem da Semana: Ultrassonografia da Tireoide 3º Imagem da Semana: Ultrassonografia da Tireoide Paciente 23 anos, sexo feminino, compareceu ao endocrinologista devido a histórico familiar de tireoidite Hashimoto. Ao exame físico, palpou-se um nódulo

Leia mais

Toro palatino e mandibular: revisão de literatura

Toro palatino e mandibular: revisão de literatura Toro palatino e mandibular: revisão de literatura Manoela Domingues Martins Doutora em Patologia Bucal FO-USP; Especialista em Patologia Bucal CRO; Professora de Semiologia do Curso de Odontologia Uninove.

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. A dentina do manto e a dentina circum pulpar constituem a dentina:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. A dentina do manto e a dentina circum pulpar constituem a dentina: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ENDODONTIA 21. A dentina do manto e a dentina circum pulpar constituem a dentina: a) Terciária. b) Secundária. c) Primária. d) Reacional. 22. O revestimento dos túbulos

Leia mais

Imagem da Semana: Radiografia e Ressonância Magnética (RM)

Imagem da Semana: Radiografia e Ressonância Magnética (RM) Imagem da Semana: Radiografia e Ressonância Magnética (RM) Imagem 01. Radiografia anteroposterior do terço proximal da perna esquerda. Imagem 02. Ressonância magnética do mesmo paciente, no plano coronal

Leia mais

Displasia Fibrosa Aspectos Radiográficos e Tomográficos

Displasia Fibrosa Aspectos Radiográficos e Tomográficos Displasia Fibrosa Aspectos Radiográficos e Tomográficos De modo geral a substituição da arquitetura óssea por tecido fibroso caracteriza um grupo de patologias denominadas de lesões fibro ósseas; dentro

Leia mais

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL Curso: Odontologia 4 º e 5 º Períodos Disciplina: Patologia Oral http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 NEOPLASIAS NOMENCLATURA - O critério

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM UEL/CCS CURSO DE ODONTOLOGIA

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM UEL/CCS CURSO DE ODONTOLOGIA 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM UEL/CCS CURSO DE ODONTOLOGIA Docentes:Elisa Emi Tanaka Carloto (Coordenadora) Código: 6MOD064 Fabio Augusto Ito Lauro Toyoshi Mizuno Edna Harue Furukita

Leia mais

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO

Cirurgiã Dentista, Especialista em Radiologia, Especializanda em Ortodontia PLANO DE CURSO C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: RADIOLOGIA Código: ODO-14 Pré-requisito: ANATOMIA

Leia mais

L u iz F elip e N o b re. luizfelipenobresc@gmail.com

L u iz F elip e N o b re. luizfelipenobresc@gmail.com NÓDULO PULMONAR os Dez Mandamentos CNAP / SBPT São Paulo, 2013 L u iz F elip e N o b re luizfelipenobresc@gmail.com NÓDULO PULMONAR Def. Opacidade relativamente esférica com diâmetro

Leia mais

Semestre: 2 Quantidade de Módulos:8 Unidade de Ensino:Núcleo de Saúde

Semestre: 2 Quantidade de Módulos:8 Unidade de Ensino:Núcleo de Saúde 212 Semestre: 2 Módulo: 8º Período e Mês Início do Módulo:216/1 Numero da Página: 1 Impresso em:16/12/215 11:48:45 5697 TÉCNICAS DE PESQUISA EM ODONTOLOGIA II DCOP(N/C)APS 2 1 Estudo dos tipos de trabalhos

Leia mais

Epidemiologia dos cistos e tumores odontogênicos tratados sob anestesia geral, em um hospital filantrópico de. Salvador-Bahia

Epidemiologia dos cistos e tumores odontogênicos tratados sob anestesia geral, em um hospital filantrópico de. Salvador-Bahia Recebido em 09/08/2011 Aprovado em 12/12/2011 V12N1 Salvador-Bahia Epidemiologia dos cistos e tumores odontogênicos tratados sob anestesia geral, em um hospital filantrópico de Epidemiology of odontogenic

Leia mais

Cisto Dentígero Mandibular Tratado com Marsupialização e Enucleação: lato de Dois Casos

Cisto Dentígero Mandibular Tratado com Marsupialização e Enucleação: lato de Dois Casos Re- Cisto Dentígero Mandibular Tratado com Marsupialização e Enucleação: lato de Dois Casos Dentigerous Cyst in Mandible Treated by Marsupialization and Enucleation: Report of Two Cases Diego Segatto Blaya

Leia mais

Benign tumores of the jaws: retrospective analysis of 10 years

Benign tumores of the jaws: retrospective analysis of 10 years Tumores benignos dos maxilares: análise retrospectiva de 10 anos Recebido em 10/02/2009 Aprovado em 11/03/2009 RESUMO Benign tumores of the jaws: retrospective analysis of 10 years Tânia Lemos Coelho Rodrigues

Leia mais

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA Cirurgia Oral A Cirurgia Oral é uma especialidade da Medicina Dentária que inclui o diagnóstico e o tratamento cirúrgico de patologias dos tecidos moles e tecidos duros

Leia mais

Alterações Morfológicas na Cavidade Pulpar que Influenciam no Tratamento Endodôntico

Alterações Morfológicas na Cavidade Pulpar que Influenciam no Tratamento Endodôntico Alterações Morfológicas na Cavidade Pulpar que Influenciam no Tratamento Endodôntico E N D O D O N T I A 1 Lívia Dantas LOPES 1 Pâmela Helena Rodrigues de FREITAS 1 Priscilla Gioia BORGES 1 Raphael Felippe

Leia mais

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS

NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS NEOPLASIAS DE ORIGEM MESENQUIMAL E NOMENCLATURA DAS NEOPLASIAS Curso: Graduação em Odontologia 4 º e 5 º Períodos Disciplina: Patologia Oral http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira

Leia mais

ADENOMA PLEOMÓRFICO: ASPECTOS CLÍNICOS, HISTOLÓGICOS E CIRÚRGICOS RELATO DE CASO. PLEOMORPHIC ADHENOMA: CLINICAL, HISTOLOGICAL AND SURGICAL ASPECTS.

ADENOMA PLEOMÓRFICO: ASPECTOS CLÍNICOS, HISTOLÓGICOS E CIRÚRGICOS RELATO DE CASO. PLEOMORPHIC ADHENOMA: CLINICAL, HISTOLOGICAL AND SURGICAL ASPECTS. ADENOMA PLEOMÓRFICO: ASPECTOS CLÍNICOS, HISTOLÓGICOS E CIRÚRGICOS RELATO DE CASO. PLEOMORPHIC ADHENOMA: CLINICAL, HISTOLOGICAL AND SURGICAL ASPECTS. MARCELLO GAIETA VANNUCCI, Especializando em CTBMF e

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PLANO DE CARREIRA DE MAGISTÉRIO EDITAL

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PLANO DE CARREIRA DE MAGISTÉRIO EDITAL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PLANO DE CARREIRA DE MAGISTÉRIO EDITAL PROCESSO DE SELEÇÃO DE DOCENTES De ordem do Magnífico Reitor, faço saber aos interessados que, nos termos do Título VI, Capítulo I, Art. 56

Leia mais

Câncer de Pele. Faculdade de Medicina UFC. Catharine Louise Melo Araújo

Câncer de Pele. Faculdade de Medicina UFC. Catharine Louise Melo Araújo Câncer de Pele Faculdade de Medicina UFC Catharine Louise Melo Araújo Data: 25/10/2011 Camadas da Pele Câncer de Pele Os carcinomas cutâneos são as neoplasias malignas mais comuns. O principal fator para

Leia mais

P L A N O D E E N S I N O. Eixo Temático Odontologia/Multidisciplinar Local Serviço de Odontologia Hospitalar, HU/UFSC

P L A N O D E E N S I N O. Eixo Temático Odontologia/Multidisciplinar Local Serviço de Odontologia Hospitalar, HU/UFSC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE PATOLOGIA P L A N O D E E N S I N O DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Semestre: 2015/1 Nome da disciplina RMP110027

Leia mais

30/05/2016 DISTORÇÃO ARQUITETURAL DISTORÇÃO ARQUITETURAL. DÚVIDAS DO DIA-A-DIA DISTORÇÃO ARQUITETURAL e ASSIMETRIAS Como vencer este desafio?

30/05/2016 DISTORÇÃO ARQUITETURAL DISTORÇÃO ARQUITETURAL. DÚVIDAS DO DIA-A-DIA DISTORÇÃO ARQUITETURAL e ASSIMETRIAS Como vencer este desafio? finas linhas ou espículas irradiando-se de um ponto DÚVIDAS DO DIA-A-DIA e ASSIMETRIAS Como vencer este desafio? retração focal, distorção ou retificação da porção anterior ou posterior do parênquima BI-RADS

Leia mais

Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL

Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL Aula 4: TÉCNICA RADIOGRÁFICA INTRA-ORAL Técnicas Radiográficas Periapical Exame do dente e osso alveolar que o rodeia; Interproximal Diagnóstico de cáries proximais, excessos marginais de restaurações;

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DO CISTO RADICULAR REVISÃO DA LITERATURA

CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DO CISTO RADICULAR REVISÃO DA LITERATURA Saúde, Vol. 30 (1-2): 90-99, 2004 REVISÃO DE LITERATURA CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DO CISTO RADICULAR REVISÃO DA LITERATURA Contribution to the study of radicular cyst. Literature review Marcos Martins Neto

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ. Wendel Alessandro Ribeiro Silva

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ. Wendel Alessandro Ribeiro Silva UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ Wendel Alessandro Ribeiro Silva CISTO DENTÍGERO-UMA REVISÃO DE LITERATURA CURITIBA 2010 CISTO DENTÍGERO- UMA REVISÃO DE LITERATURA Curitiba 2010 Wendel Alessandro Ribeiro

Leia mais

Neoplasias Renais e das Vias Excretoras. Dr.Daniel Bekhor

Neoplasias Renais e das Vias Excretoras. Dr.Daniel Bekhor Neoplasias Renais e das Vias Excretoras Dr.Daniel Bekhor CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Diagnóstico por imagem Neoplasias benignas Neoplasias malignas Sugestão de algoritmo de exames ANATOMIA Gore RM et al. The

Leia mais

Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública Pós-Graduação em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial Secretaria da Saúde do Estado da Bahia

Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública Pós-Graduação em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial Secretaria da Saúde do Estado da Bahia EDITAL PARA EXAME DE SELEÇÃO DESTINADO A VAGAS REMANESCENTES PARA A ESPECIALIZAÇÃO EM CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCOMAXILOFACIAIS / 2015 A Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, em conformidade com

Leia mais

Pontos para as provas teóricas e práticas (segundo as áreas do Programa)

Pontos para as provas teóricas e práticas (segundo as áreas do Programa) PROGRAMAS DAS ÁREAS E BIBLIOGRAFIAS Pontos para as provas teóricas e práticas (segundo as áreas do Programa) Área de Periodontia - Anatomia do Periodonto - Etiologia e patogênese das doenças periodontais:

Leia mais

01 01 Endodontia Oscar Faciola Pessoa 01 Ortodontia Antonio David Corrêa Normando 02

01 01 Endodontia Oscar Faciola Pessoa 01 Ortodontia Antonio David Corrêa Normando 02 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA EDITAL PPGO- UFPA /23 Seleção ao Curso de Mestrado em Odontologia - 23/25 A

Leia mais

Patologia geral. Neoplasias - quarta. Alunos 4º semestre. Prof. Jane Maria Ulbrich. Prof. Adjunta do Departamento de Patologia Famed/Ufrgs

Patologia geral. Neoplasias - quarta. Alunos 4º semestre. Prof. Jane Maria Ulbrich. Prof. Adjunta do Departamento de Patologia Famed/Ufrgs Patologia geral Neoplasias - quarta Alunos 4º semestre Prof. Jane Maria Ulbrich Prof. Adjunta do Departamento de Patologia Famed/Ufrgs Material utilizado em sala de aula com alunos Neoplasia Neoplasia:

Leia mais

Cisto dentígero em seio maxilar: relato de dois casos

Cisto dentígero em seio maxilar: relato de dois casos Recebido em 19-09-12 aprovado em 29-10-12 V13N1 Cisto dentígero em seio maxilar: relato de dois casos Dentígerous cyst in a maxillary sinus: a report of two cases João Frank Carvalho dantas I Vanessa Siqueira

Leia mais

Cirurgiã-dentista; Mestranda em Odontologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Professora Substituta de Patologia Oral da UFPE 2

Cirurgiã-dentista; Mestranda em Odontologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Professora Substituta de Patologia Oral da UFPE 2 Os tumores odontogênicos compreendem um grupo complexo de lesões com comportamento clínico e tipos histológicos diversos. Alguns desses tumores são neoplasias verdadeiras e raramente apresentam um comportamento

Leia mais

Gráficos: experimento clássico de Gause, 1934 (Princípio de Gause ou princípio da exclusão competitiva).

Gráficos: experimento clássico de Gause, 1934 (Princípio de Gause ou princípio da exclusão competitiva). 1 Gráficos: experimento clássico de Gause, 1934 (Princípio de Gause ou princípio da exclusão competitiva). 2 O câncer surge de uma única célula que sofreu mutação, multiplicou-se por mitoses e suas descendentes

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO RADIOGRÁFICA DAS LESÕES PERIAPICAIS

CLASSIFICAÇÃO RADIOGRÁFICA DAS LESÕES PERIAPICAIS GÉDYDA CRISTINA GONÇALVES DOS SANTOS REZENDE CLASSIFICAÇÃO RADIOGRÁFICA DAS LESÕES PERIAPICAIS Monografia apresentada ao curso de especialização em Imaginologia Dento- Maxilo-Facial das Faculdades Integradas

Leia mais

LESÕES POTENCIALMENTE MALIGNAS: A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL

LESÕES POTENCIALMENTE MALIGNAS: A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL 1182 LESÕES POTENCIALMENTE MALIGNAS: A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL Caroline Ferreira1; Maria Ramos2; 1. Bolsista FAPESB, Graduanda do curso de Odontologia, Universidade

Leia mais

Manual de Patologia Bucal

Manual de Patologia Bucal Manual de Patologia Bucal Fábio Ramôa Pires Teresa Cristina Ribeiro Bartholomeu dos Santos Rio de Janeiro 2013 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Faculdade de Odontologia Disciplina de Patologia

Leia mais

1ª PARTE CONHECIMENTOS GERAIS ODONTOLOGIA

1ª PARTE CONHECIMENTOS GERAIS ODONTOLOGIA 1ª PARTE CONHECIMENTOS GERAIS ODONTOLOGIA Questão nº: 01 Geralmente, em crianças, a displasia fibrosa familiar apresenta a seguinte manifestação oral, segundo McDonald: a) Displasia dentinária b) Hipoplasia

Leia mais

INCISIVOS MAXILARES IMPACTADOS

INCISIVOS MAXILARES IMPACTADOS Miguel da Nóbrega Médico Especialista em Estomatologia DUO Faculdade de Cirurgia Dentária Universidade Toulouse miguel.nobrega@ortofunchal.com INCISIVOS MAXILARES IMPACTADOS ETIOLOGIA Aos anos, na maior

Leia mais

CHUC Clínica Universitária de Radiologia

CHUC Clínica Universitária de Radiologia CHUC Clínica Universitária de Radiologia Director: Prof. Dr. Filipe Caseiro Alves Reunião Bibliográfica 03/06/2013 Mafalda Magalhães Introdução Incidência dos tumores da tiróide aumentou nos últimos anos

Leia mais

Curso de Especialização em Endodontia

Curso de Especialização em Endodontia Curso de Especialização em Endodontia Coordenador: Prof. Nilton Vivacqua EndodontiaAvancada.com OBJETIVOS DO CURSO Este curso tem como objetivos colocar à disposição de clínicos gerais, a oportunidade

Leia mais

Eduardo Silveira Dantas Liga de Cirurgia de Cabeça e Pescoço

Eduardo Silveira Dantas Liga de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Universidade Federal do Ceará Faculdade de Medicina Liga de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Eduardo Silveira Dantas Liga de Cirurgia de Cabeça e Pescoço ASPECTOS GERAIS» São divididos em três tipos principais:

Leia mais

Estudo retrospectivo de tumores odontogênicos em dois centros de estudo no Brasil e três no México

Estudo retrospectivo de tumores odontogênicos em dois centros de estudo no Brasil e três no México UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Odontologia de Bauru Melaine de Almeida Lawall Estudo retrospectivo de tumores odontogênicos em dois centros de estudo no Brasil e três no México Bauru 2009 MELAINE

Leia mais

Dentina Características gerais

Dentina Características gerais Características gerais Tecido dental duro com extensões es citoplasmáticas ticas de células c da polpa. Composiçã ção: Mineral Água Orgânica peso 70% 12% 18% volume 50% 20% 30% Relaçã ção o com outros

Leia mais

TRATAMENTO CIRÚ RGICO DE AMELOBLASTOMA MÚLTICI STICO DE MANDI BÚLA SURGYCAL TREATMENT OF MULTICYSTIC AMELOBLASTOMA OF THE MANDIBLE

TRATAMENTO CIRÚ RGICO DE AMELOBLASTOMA MÚLTICI STICO DE MANDI BÚLA SURGYCAL TREATMENT OF MULTICYSTIC AMELOBLASTOMA OF THE MANDIBLE TRATAMENTO CIRÚ RGICO DE AMELOBLASTOMA MÚLTICI STICO DE MANDI BÚLA SURGYCAL TREATMENT OF MULTICYSTIC AMELOBLASTOMA OF THE MANDIBLE Adriana Brolio Marques REZENDE 1, Pérsio Azenha FABER 2, 3, Danilo Siqueira

Leia mais

PLANO DE ENSINO - 1º/2014

PLANO DE ENSINO - 1º/2014 PLANO DE ENSINO - 1º/2014 1. IDENTIFICAÇÃO: Curso: Odontologia Disciplina: Endodontia Carga Horária: 60h/a Professora: Dra. Patrícia Alvarez Ruiz Spyere do Nascimento E-mail: patriciaruizspyere@hotmail.com

Leia mais

Odontoma composto em região posterior de mandíbula: relato de caso

Odontoma composto em região posterior de mandíbula: relato de caso CASE REPORT Odontoma composto em região posterior de mandíbula: relato de caso MATOS, Anderson; CASTRO, Bruna de; ROCHA, Gislaine Ribeiro de Oliveira Margon da; BUGARIN-JÚNIOR, João Geraldo; CARVALHO-

Leia mais

PATOLOGIA DA MAMA. Ana Cristina Araújo Lemos

PATOLOGIA DA MAMA. Ana Cristina Araújo Lemos PATOLOGIA DA MAMA Ana Cristina Araújo Lemos Freqüência das alterações mamárias em material de biópsia Alteração fibrocística 40% Normal 30% Alterações benignas diversas 13% Câncer 10% Fibroadenoma

Leia mais

CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO

CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO HOFFMANN, Martina L. 1 ; MARTINS, Danieli B. 2 ; FETT, Rochana R. 3 Palavras-chave: Carcinoma. Felino. Quimioterápico. Introdução O tumor

Leia mais

Patologia Buco Dental Prof. Dr. Renato Rossi Jr. www.professorrossi.com

Patologia Buco Dental Prof. Dr. Renato Rossi Jr. www.professorrossi.com TUMORES BENIGNOS PAPILOMA: Papiloma é uma neoplasia benigna de origem epitelial. Clinicamente apresenta-se como lesão exofítica, de superfície irregular ou verrucosa com aspecto de couve-flor, assintomático,

Leia mais

EDITAL PPGO- UFPA 02/2013- Turma 2014

EDITAL PPGO- UFPA 02/2013- Turma 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA EDITAL PPGO- UFPA 02/23- Turma 24 Seleção ao Curso de Mestrado em Odontologia

Leia mais

UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO

UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome da disciplina ODT 7121 - Cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial I Departamento

Leia mais

Citopatologia mamária. Histologia da mama feminina

Citopatologia mamária. Histologia da mama feminina Citopatologia mamária Puberdade: crescimento das mamas em função do desenvolvimento glandular e da deposição aumentada de tecido adiposo. Mulheres durante o ciclo menstrual: aumento do volume mamário em

Leia mais

FARINGE. Rinofaringe. Orofaringe. Hipofaringe. Esôfago. Laringe. Traquéia

FARINGE. Rinofaringe. Orofaringe. Hipofaringe. Esôfago. Laringe. Traquéia OROFARINGE Os tumores de cabeça e de pescoço totalizam 4,5% dos casos de diagnósticos de câncer. Uma importante fração dos tumores malignos da região da cabeça e pescoço se localiza primeiramente na orofaringe.

Leia mais

Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no CEO Cidade Tiradentes - Município de

Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no CEO Cidade Tiradentes - Município de Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no CEO Cidade Tiradentes - Município de São Paulo - na especialidade de Estomatologia. Epidemiologic profile of the patients treated at Stomatology Service

Leia mais

FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR

FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR Título do Projeto:: ABRA A BOCA CONTRA O CÂNCER BUAL. Unidade(s) de aprendizagem ou disciplina de referência: Diagnóstico Bucal ( Unidade

Leia mais

ABSCESSO PERIAPICAL E FÍSTULA INFRA-ORBITÁRIA EM CÃES. Elisângela Barboza da Silva¹, Camila Franco de Carvalho ²

ABSCESSO PERIAPICAL E FÍSTULA INFRA-ORBITÁRIA EM CÃES. Elisângela Barboza da Silva¹, Camila Franco de Carvalho ² ABSCESSO PERIAPICAL E FÍSTULA INFRA-ORBITÁRIA EM CÃES Elisângela Barboza da Silva¹, Camila Franco de Carvalho ² 1 Docente do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Estadual do Centro-Oeste

Leia mais

Exames que geram dúvidas - o que fazer? SELMA DE PACE BAUAB

Exames que geram dúvidas - o que fazer? SELMA DE PACE BAUAB Exames que geram dúvidas - o que fazer? SELMA DE PACE BAUAB Exames que geram dúvidas - o que fazer? Como ter certeza que é BI-RADS 3? Quando não confiar na biópsia percutânea? O que fazer com resultados

Leia mais

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO 1 1. PROPÓSITO Efetuar controle da Guias de Encaminhamentos Odontológicos em conformidade com a Circular 006/2007 da DSM e DGPM-401

Leia mais

Perda da uniformidade nas células e desarranjo estrutural tecidual

Perda da uniformidade nas células e desarranjo estrutural tecidual .Leucoplasia: (grego: leuco = branco - plasis = formação) Transformação metaplásica do epitélio escamoso estratificado não ceratinizado consistindo em aumento das camadas de ceratina. Exemplos: mucosa

Leia mais