União pelo desenvolvimento do Norte de Minas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "União pelo desenvolvimento do Norte de Minas"

Transcrição

1 Revista da Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros Março 2015 Ano VIII Número 30 Montes Claros/MG União pelo desenvolvimento do Norte de Minas Edilson Torquato é reeleito e mostra sintonia na entidade PÁG 06 Mineração de ouro promove Workshop para fornecedores da região PÁG 25 Banco do Nordeste comemora 60 anos da agência Montes Claros PÁG 30 Escola Móvel SESI/SENAI promoveu formatura de 540 alunos em Taiobeiras

2 PALAVRA DO PRESIDENTE Estamos em um momento único da entidade, com seus 65 anos de história, escrita a várias mãos de pessoas engajadas e visionárias. O desenvolvimento industrial e por consequência o crescimento econômico de Montes Claros deve muito a iniciativas da sociedade organizada. Temos a honra de manter esta missão ao levar a ACI para a frente de batalha de lutas diárias de nossa região, como a instalação de multinacionais, recuperação de rodovias, implementação de projetos como o porto seco, revitalização do aeroporto. Além de reivindicar direitos, como investimentos em nossos recursos hídricos. Todos os projetos de grande porte do Norte de Minas, senão a maioria, já passaram pela casa do empresário, nossa ACI. Daí, a dimensão da responsabilidade de presidir esta entidade. Agradeço a todos que nos ajudaram a conduzir a ACI nestes últimos anos do primeiro mandato, parceiros sem os quais não teríamos êxito na nossa empreitada. No primeiro mandato, mantendo os trabalhos rotineiros, procuramos estreitar ainda mais os laços com as demais entidades de classe, o poder público e a sociedade civil organizada, objetivando a participação de todos no planejamento e ações visando o desenvolvimento de Montes Claros e região. E com grande orgulho, conseguimos mobilizar a classe empresarial e lideranças para projetos que antes eram apenas uma realidade distante. Presidir a ACI é um desafio constante, e o próximo passo será a construção de uma nova sede, no Bairro Ibituruna. O meu especial agradecimento aos associados, diretores, parceiros da ACI e à imprensa. Cada um de vocês ajuda a escrever a história de sucesso da Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros. Muito Obrigado! A Revista ACI é uma publicação bimestral da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Montes Claros Rua Carlos Gomes, Centro Fone: (38) Fax: DIRETORIA EXECUTIVA DA ACI 2015/2017 Presidente: Edilson Carlos Torquato Vice-presidente: Newton Carlos Amaral Figueiredo Vice-Presidente para Assuntos Comerciais: Leandro Correia de Oliveira Vice-Presidente para Ass. Industriais: João Paculdino Ferreira Vice-Presidente para Ass. Prest. Serviços: Klenilton Francisco Dias Pires Vice-Presidente para Ass. Micro Peq. Empresa: José Ildeumar Soares Pereira Vice-Presidente para Ass. Econômicos: Aloysio Afonso Rocha Vieira Vice-Presidente para Ass. Contábeis e Jurídicos: Gislayne Lopes Pinheiro Vice-Presidente para Ass. Agronegócios: Ricardo Alencar Dias Vice-Presidente para Ass. Comunitários: Mônika Souto Vice-Presidente para Ass. Gestão Ambiental: Paula de Lima Sousa Alcântara Vice-Presidente para Ass. Administrativos: Renato Antônio Silva Tupinambá Vice-Presidente para Ass. de Infraestrutura: Marcos Fábio Martins de Oliveira Diretor Social: Fernando Ferreira Deusdará 1.º Tesoureiro: Leonardo Lima de Vasconcelos 2.º Tesoureiro: Adauto Marques Batista Secretária Geral: Elen Fraporti Mocellin 2º Secretário: Sérgio Luiz Martins de Quadros DIRETORIA DE FILANTROPIA Núria Machio Souza - Diretora Maurício Sérgio - Diretor Adjunto CONSELHO DIRETOR Abílio Carnielli Filho Agnaldo Leite Antônio Silvério Paculdino Cácio Xavier Pereira Cristóvão dos Santos Rodrigues Dalton Caldeira Rocha Ernandes Ferreira da Silva Esmeraldo Pizarro Felipe Maia Santos Giovani Alcici Pinto José Eustáquio Salvador de Oliveira José Jacinto Costa Henriques Mariela Carneiro Baptista Rosalvo José Caldeira de Barros Ricardo Surerus Pintanguy Sérgio Luiz da Silva Thiago Diniz Tolentino Waldir Senna Batista Wesley Macio Gonçalves Maciel CONSELHO FISCAL Efetivos: Dennison Caldeira Rocha Robson Lopes Garcia Geancarlo Silva Almeida Suplentes: Anderson Torquato de Araújo Antônio Henrique Sapori José Carlos Nogueira Gontijo CONSELHO SUPERIOR Presidente: Jamil Habib Curi Vice-presidente: Geraldo Eustáquio Andrade Drumond Membros: David Willian Crosland Guimarães Alberto Celestino Ferreira Valdir Veloso Figueiredo Jayme Crusoé Loures de Macedo Meira Fernando Ferreira Deusdará Alexandre Pires Ramos Adauto Marques Batista Gerente executivo Kelington Mendes Mota Conselho Editorial Fernando Deusdará, Edilson Torquato, Kelington Mota Revista Bimestral Tiragem: exemplares Redação e edição Nágila Almeida JPMG (38) Fale conosco: Publicidade: ASCOM - Nágila Almeida (38) (38) Fotos Nágila Almeida Vinícius Aguiar Edilson Torquato Presidente da ACI Editoria de Arte Anderson Clayton (38) / Produção Gráfica Dejan Gráfica

3 Í N D I C E 06 Mineração de ouro promove Workshop O propósito é fomentar a economia da região e ampliar as oportunidades e negócios sintonia é a tônica da diretoria empossada na ACI Torquato destaca união das entidades pelo desenvolvimento regional Escola Móvel SESI/ SENAI promoveu formatura de 540 alunos em Taiobeiras Alunos fizeram cursos de qualificação profissional durante 30 dias pede parceria Saúde: mais precisão e nitidez para os exames de imagem Inclusão social no mercado de trabalho Entidades filantrópicas pagam impostos alheias a direito de imunidade tributária 23 ACI promove palestra para estimular atitudes positivas na área de vendas 24 Faculdades Santo Agostinho realizam XII Congresso de Direito em maio 25 Banco do Nordeste comemora 60 anos da agência Montes Claros Missão de vida, crenças e valores Escola Móvel SESI/ SENAI promoveu formatura de 540 alunos em Taiobeiras Campanha de Capitalização Sicoobcap 31 BDMG homenageia ACI como correspondente bancário destaque 4 Março

4 MINERAÇÃO DE OURO PROMOVE WORKSHOP PARA FORNECEDORES DA REGIÃO Realizado, no dia 6 de fevereiro, na sede da ACI, o evento foi conduzido pela área de Suprimentos da Mineração de ouro que explicou sobre os processos de compra da empresa, como cadastro, propostas orçamentárias, prazos e atendimento de demandas. A ACI apoiou a iniciativa certa de que uma mesa de negócios facilitaria as negociações. O evento foi uma excelente oportunidade para indústrias, comércio e prestadores de serviços da cidade fomentarem negócios com a multinacional, destaca Edilson Torquato, presidente da ACI. Ao adquirir produtos de nossa praça, as empresas aqui instaladas podem contribuir para o crescimento do Norte de Minas. O workshop teve expressiva adesão de representantes do segmento do comércio, da indústria e da prestação de serviço. Além da explanação institucional sobre a empresa, os participantes conheceram o fluxograma de compras e tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas e conhecer melhor sobre contratações, principais produtos e serviços demandados pela empresa, documentações necessárias para cadastro na MRDM, normas e requisitos. Com o propósito de fomentar a economia da região e ampliar as oportunidades e negócios com os comerciantes e prestadores de serviços, a Mineração Riacho dos Machados Carpathian Gold promoveu o Workshop para Fornecedores Regionais. De acordo com a área de Suprimentos da MRDM, o Workshop foi muito relevante para aproximar dos fornecedores locais, compartilhando conhecimentos e instruções para o empresariado ampliar a competividade e aproveitar oportunidades. Os participantes Marcos Paulo Dias Gomes Gerente da MRDM Jacyara Ferreira, apresentando o PROE da ACI receberam o incentivo da Mineração para potencializarem o comércio regional, fomentando os negócios. Daniel Martins Ribeiro, da Gráfica Milennium, conta que recebeu o convite da ACI para o workshop e também leu a divulgação nos jornais. Achei a oportunidade boa, decidimos arriscar. O evento estava cheio e não consegui mostrar o portfólio de minha empresa. Então, depois de preencher o cadastro exigido pela Carpathian, enviamos apresentando nossos serviços. Eles deram feedback e estamos em fase de negociação para a impressão de 7 mil cartilhas. O Diretor da Mineração Riacho dos Machados, Vitor Hugo Belo, reforça o interesse da empresa em robustecer o relacionamento com os representantes do segmento comercial e empresarial, fortalecendo cadeias e arranjos produtivos com foco no crescimento sustentável. Acreditar na região, despertar vocações, abrir caminhos e influenciar resultados para o desenvolvimento regional. Esta é a proposta do Workshop realizado com sucesso em Montes Claros, cidade polo do Norte de Minas, finaliza Vitor Hugo, em tom de expectativas positivas. Você pode contribuir, agora, com a aquisição de 10 respiradores para o CTI Neonatal da Santa Casa de Montes Claros através da destinação de 3% do seu imposto de Renda. Fale com o seu contador, doe e salve vidas você também. Quanto tempo você acha que ele consegue ficar sem respirar? facebook/santacasamontesclaros SANTA CASA pratique o bem, doe o seu imposto de renda! Agora está ao seu alcance ajudar as crianças em tratamento na Santa Casa. exercendo seu direito como cidadão, você gera grandes resultados muito positivos Pratique o bem, o resto vem! 06 Março 2015

5 2015 PEDE PARCERIA A parceria pode ser uma estratégia de sobrevivência de vários segmentos de negócios por Rita Bichara* Para iniciar esta reflexão, vejam na nota abaixo, o significado da origem da palavra parceria. Tenho esta preocupação sempre, porque no nosso cotidiano, repetimos palavras que pressupomos ter o significado que o senso comum designou, e assim, frequentemente o significado real se perde. No mundo empresarial, nas últimas décadas, a palavra parceria era título dos principais artigos das revistas de negócio e o conceito da moda. Com o tempo e uso indevido, parceria em vários momentos passou a significar subjugação do mais forte para o mais fraco, da empresa maior para a menor, manda quem pode..., a ponto de as pessoas dizerem situações do tipo: não use parceria ficou desgastado... Porém, a previsão dos cenários econômicos, irá ressuscitar esta palavra em sua verdadeira origem, até como estratégia de sobrevivência de vários segmentos de negócios e/ou empresas. Para se instaurar uma VERDADEIRA parceria devemos estar atentos para: Objetivos comuns: mesmo público alvo, no caso de vendas. Possibilidade de melhorias financeiras ou redução de custos, para ambos os lados, etc... Parceria, «1 reunião de indivíduos para alcançar um objetivo comum; companhia, sociedade; 2 conjunto de dois ou mais compositores populares», na definição do Dicionário Houais, é, segundo a mesma obra, palavra que deriva de «parceiro + -ia, com monotongação do ditongo pretónico -ei- > -e-», e constitui vocábulo que a língua portuguesa conhece, pelo menos, desde Fonte: php?id=14502 Forças próximas / Forças equivalentes: estarem próximos do que podem contribuir com o outro. Não precisa ter o mesmo porte/tamanho, mas, precisam contribuir o mais igualitariamente possível no que se pretende fazer. Cumprir com o combinado: Combinado não é caro, cumpra integralmente, lembre-se de que você instituiu a parceria numa oportunidade, mas, outras virão. Amadureça a ideia: Países do primeiro mundo não lançam projetos bem sucedidos do dia para a noite, por mais que pareçam bons e completos, o tempo e o distanciamento podem mudar as coisas. *Sócia da Mentori Soluções em Gestão, consultoria em planejamento estratégico e marketing, professora de pós-graduação e Consultora IEL/FIEMG. Não há uma só verdade, a relatividade nos negócios é muito maior do que em outras áreas da vida, mas, há valores que são verdadeiras diferenças competitivas no mercado, e a palavra PARCERIA comungada com ÉTICA. Não deixa de ser uma boa receita. LAB. SANTA CLARA 08 Março

6 SAÚDE: MAIS PRECISÃO E NITIDEZ PARA OS EXAMES DE IMAGEM Renata Araújo Região ganha o aparelho Ressonância Magnética 3 Tesla, com maior potência para identificar lesões de menor porte O aparelho de RM 3 tesla está em fase de implantação, com previsão de funcionamento até meados de abril bilidade de tratamentos menos invasivos. O médico relata que por utilizar tempos de varredura mais curtos, a máquina 3T maximiza o conforto do paciente, melhorando ainda mais a qualidade. A Ressonância Magnética 3 Tesla é mais uma opção de excelência em diagnóstico por imagem para Montes Claros, norte de MG e sul da Bahia, assim como o exame PET/CT, muito utilizado para pacientes com câncer, trazido para a cidade em 2014 pelo Grupo Ressonar. Estes novos equipamentos atendem um número muito grande de pacientes dessas regiões. O Grupo Ressonar mais uma vez é pioneiro em trazer tecnologia, reforçando sua posição de líder na realização de exames por imagem, diz Dr. Augusto dos Santos Filho. O aparelho traz grandes avanços para as áreas de Oncologia, Osteomuscular e Neurologia. Também facilita a identificação de várias patologias, como doenças degenerativas, doenças da próstata, aneurisma cerebral, obstruções de artérias, tumores cerebrais e viabiliza estudo das cartilagens. Os exames no novo equipamento começam a partir de abril. Mais informações (38) Aplicações e utilidade Com o avanço tecnológico, as aplicações clínicas são ampliadas. Alguns exames realizados com a tecnologia de 3 Tesla apresentam melhor resolução de imagem, como os de encéfalo, estudos funcionais do cérebro, musculoesquelético, angiorressonância, entre outros. Também pode facilitar a identificação de várias patologias, como doenças degenerativas, doenças da próstata, aneurisma cerebral, obstruções de artérias, tumores cerebrais e viabilizar estudo das cartilagens. Como funciona a ressonância O exame de ressonância magnética é usado para fins de diagnóstico, por meio do qual são captadas imagens em alta resolução de órgãos do corpo humano. Utiliza um alto campo magnético e ondas de radiofrequência para formar as imagens dos órgãos que se deseja analisar. Tesla é a unidade de referência que mede o campo magnético do equipamento. Dessa forma, na ressonância de 3 Tesla, o campo magnético é dobro do existente no de 1,5 Tesla. Isso implica em maior resolução das imagens e mais detalhamento das estruturas anatômicas, favorecendo a identificação do perfil de possíveis lesões. A maior cidade do Norte de Minas é referência em saúde graças ao corpo clínico diversificado e equipamentos de diagnóstico de alta tecnologia. Além da localização estratégica que abrange uma população de 2 milhões de pessoas, no Norte de Minas, Vale do Jequitinhonha, Mucuri e sul da Bahia. O equipamento de Ressonância Magnética de alto campo (3 Tesla) será o único desta região e permite a realização de exames avançados, com grande resolução, menor tempo de execução e maior conforto para o paciente. A Ressonância Magnética 3 Tesla possibilita melhor definição de imagens do corpo humano e auxilia especialistas a detectarem alterações no organismo e doenças difíceis de serem diagnosticadas por outros métodos. Desta forma, apresenta excelente performance e é utilizado pelas mais qualificadas instituições hospitalares do mundo e no Brasil em hospitais, como 10 Março 2015 o Sírio Libanês, Albert Einstein, HCor, entre outros. Poder oferecer no interior do Estado, a mesma qualidade que as grandes capitais disponibilizam é um diferencial do Grupo Ressonar, que é pioneiro e líder em diagnóstico por imagem em Montes Claros, afirma Dr. Augusto dos Santos Filho, especialista em Radiologia. Ele explica que o aparelho 3 Tesla utiliza um alto campo magnético e ondas de radiofrequência para formar as imagens dos órgãos que se deseja analisar, com mais nitidez, precisão e tecnologia. Com campo magnético 2 vezes maior que os aparelhos de 1.5 Tesla padrão do mercado, rende detalhes anatômicos excepcionais. Isso implica em excelente detalhamento das estruturas anatômicas, favorecendo a identificação do perfil de possíveis lesões. Este detalhamento e nitidez aumentam as chances de diagnóstico precoce e consequentemente a possi- Dr. Augusto dos Santos Filho, especialista em Radiologia 11

7 INCLUSÃO SOCIAL NO MERCADO DE TRABALHO por Gislayne Lopes Pinheiro* Empresas que se enquadram na Lei de Quotas sofrem com a falta de mão de obra para cumprir a legislação *Especialista em Direito Processual Civil e do Trabalho pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES. Advogada graduada pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES. Sócia do Escritório de Advocacia Lopes, Aquino & Cambuí Sociedade de Advogados. Professora nas cadeiras de Direito Empresarial e Relações de Trabalho das Faculdades Prisma. Princípio da razoabilidade Com o devido respeito e acatamento ao poder fiscalizador dos órgãos competentes, uma vez constatado que o empregador tem efetivamente envidado esforços no intuito de preencher as vagas destinadas aos reabilitados e portadores de deficiência, como determina o citado art. 93 da Lei 8.213/91, tais como publicações em jornais, solicitações junto aos SINES, ao INSS, entidades assistenciais existentes, implantação ou viabilização de cursos de qualificação de deficientes, dentre outras medidas, deve-se imperar o princípio da razoabilidade e do bom senso, face a manifesta dificuldade de se arregimentar número suficiente de portadores de deficiência para o cumprimento das cotas legais. Ocorre que os auditores do MTE e os Procuradores do Trabalho estão cada vez mais céticos em suas investiduras em face das empresas, insistindo por assinatura dos empresários de Termos de Ajustamento de Conduta, bem como com proposições de Ações Civis Públicas, o que acabam por desrespeitar o próprio princípio da razoabilidade, orientador de todo o sistema jurídico brasileiro. Felizmente, nos últimos tempos, o judiciário brasileiro tem entendido pró-empresariado nos casos em que resta constatado a boa-fé do empregador que se mobilizou efetivamente no sentido de conseguir a mão de obra cotista, porém, não obteve resultado por falta de mão de obra disponível e/ ou qualificada no mercado. Por outro lado, é importante que o empregador tenha em mente que a simples alegação de que não há trabalhadores disponíveis no mercado de trabalho, desprovida de qualquer meio de prova, não se traduz em motivo justo para o não cumprimento do percentual previsto em lei, mas, tão somente em mais uma conduta discriminatória aos olhos da justiça. Para demonstrar boa-fé no não cumprimento das cotas faz-se necessário demonstrar o cumprimento de esforços em habilitar empregados para o cumprimento das tarefas que por estes podem ser desempenhadas. Conclui-se assim que a utilização do princípio da razoabilidade, especialmente por parte dos julgadores, tão profícua para o exercício da jurisdição, é o termômetro que deve orientar tanto o julgador como o aplicador do direito ao caso concreto, a fim de não se cometer injustiças. A Legislação atualmente em vigor no país afeta a contratação de pessoas com vistas à inclusão social. E, em muitos casos, tem se tornado um desafio para o empresariado, já que o cumprimento dos ditames legais nem sempre depende exclusivamente do empregador, como é o caso da Lei 8213/91, também conhecida como lei de quotas, a qual estabelece que todas as empresas privadas com mais de 100 funcionários devem preencher entre 2 e 5% de suas vagas com trabalhadores que tenham algum tipo de deficiência. As empresas que possuem de 100 a 200 funcionários devem reservar, obrigatoriamente, 2% de suas vagas para pessoas com deficiência; entre 201 e 500 funcionários, 3%; entre 501 e 1000 funcionários, 4%; empresas com mais de 1001 funcionários, 5% das suas vagas. O tema tem provocado divergência de entendimentos, tanto no âmbito administrativo quanto no Judiciário, já que o empresariado, mesmo envidando esforços para efetivar as contratações a que está obrigado, nem sempre consegue encontrar mão de obra disponível, tampouco que tenha qualificação para preencher as vagas oferecidas. Descortinou-se assim um cenário em que o Poder Público, de um lado, exige o cumprimento da norma a qualquer custo e, de outro, não efetiva as políticas públicas de inclusão conforme estipulado em lei, em meio a esta situação ficam as empresas, muitas vezes sem alternativas, pois querem cumprir a norma para evitar as autuações, mas não conseguem face à inexistência dessa mão de obra em número suficiente no mercado de trabalho. De acordo com o Decreto 3.298/1999 considera-se deficiência toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humano definição que em tese ampliaria a gama de pessoas aptas a preencher os requisitos elencados na lei de cotas. Porém na prática, a maioria das empresas encontra-se em situação de risco perante o Ministério do Trabalho e Emprego, haja vista que a constatação do não cumprimento das quotas, quando da inspeção pelo referido órgão gera a lavratura de auto de infração, que se comprovada, impõe ao autuado as sansões legais cabíveis. Inquestionável que a norma prevista no art. 93 da Lei 8.213/1991, além da necessária inclusão social, visa ainda concretizar os preceitos constitucionais da dignidade da pessoa humana, do valor social do trabalho e da proibição da discriminação aos portadores de deficiência. Todavia, não se pode perder de vista que diante da impossibilidade de contratação e atendidas às exceções, o empregador não poderá ser punido como se o descumprimento da lei decorresse de uma conduta voluntária e infratora deste. 12 Março

8 blicas, nem como privadas, apesar de angariar recursos de ambos os lados. Afinal, não objetiva o lucro e volta-se à prestação de serviços sociais devidos, em grande parte, pelo Estado. A Constituição prevê a imunidade tributária, conferida às entidades de educação, saúde e assistência social, desde que a Organização cumpra três requisitos do art. 14 do Código Tributário Nacional. São eles: I - não distribuírem qualquer parcela de seu patrimônio ou de suas rendas, a título de lucro ou participação no seu resultado; aplicarem integralmente, no País, os seus recursos na manutenção dos seus objetivos institucionais; manterem escrituração de suas receitas e despesas em livros revestidos de formalidades. Por falta de conhecimento, a maioria paga INSS patronal sobre a folha, ICMS sobre energia elétrica e telefonia, afirma Guilherme Reis. As entidades sem fins lucrativos com atuação em educação e ação social, tem direito a imunidade, sem necessidade de possuir qualquer certificado, municipal, estadual ou federal, salienta. A palestra foi de grande utilidade para Rosângela Amaral, coordenadora do Projeto Apoio a Criança, tem mais de 15 anos de atuação no Grande Vilage do Lago. Não tínhamos noção dessa lei, sempre pagamos impostos, sem conhecimento disso. Esta capacitação veio ajudar demais, vamos pedir ajuda jurídica para, quem sabe, tentar restituir o que já pagamos, principalmente em relação à questão do INSS patronal. Eduardo Borges, da Casa de Apoio Santa Bernadete, disse que sabia superficialmente deste direito, mas nunca havia requerido. Agora iremos buscar esta imunidade e tentar reverter os impostos em nosso favor. Diversas pessoas tiraram dúvidas com a advogada Renata Aparecida, que esclareceu que para requerer a imunidade é preciso apoio jurídico. A equipe da Rede Voluntariado e os advogados Guilherme Reis e Renata Aparecida Núria Souza, presidente da Rede Voluntariado, lembrou que este é o objetivo da Rede Voluntariado, capacitar seus gestores para que cada possa cumprir com sua missão de forma assertiva e benéfica para todos. ENTIDADES FILANTRÓPICAS PAGAM IMPOSTOS ALHEIAS A DIREITO DE IMUNIDADE TRIBUTÁRIA Rede Voluntariado reuniu representantes do terceiro setor para esclarecer sobre o art. 14 do Código Tributário Nacional D e acordo com o Governo Federal e o IBGE (2014), existem 302 mil entidades do terceiro setor, sendo 135 mil só na região sudeste. Desse total, apenas 2% possuem certificado de entidade beneficente, 8% possuem algum título de utilidade pública e cerca de 70% atuam sem direito nenhum. Muitas delas, 90% foram criadas como associações. Esta falta de organização jurídica gera mais custos para quem devia estar recebendo ajuda para cumprir suas atividades. Diante disso, a Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros - ACI -, a partir da Rede Voluntariado, promoveu no dia 05 de março, uma palestra sobre a concessão de incentivos fiscais sob a forma de benefícios e a imunidade tributária para o terceiro setor. Dezenas de representantes compareceram e se mostraram surpresos com o art. 14 do Código Tributário Nacional. Segundo o advogado Guilherme Reis, as entidades do terceiro setor não podem ser caracterizadas nem como pú- 14 Março

9 SINTONIA É A TÔNICA DA DIRETORIA EMPOSSADA NA ACI Torquato destaca união das entidades pelo desenvolvimento regional A gestão de na Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros ACI estará mais uma vez sob o comando de Edilson Torquato. Com poucas mudanças na diretoria executiva, a cerimônia de posse aconteceu no dia 12 de março, sob aplausos de associados, lideranças, representantes de classe e convidados. Torquato destacou a importância desta sintonia para fortalecer a região perante o poder público. O evento foi conduzido pelo presidente do Conselho Superior, também empossado no local, Jamil Curi. Este é um momento ímpar e de grande orgulho para mim, disse. Em janeiro de 1961, ainda recém-formado em Engenharia, fui convidado para atuar na obra do antigo ACIMC Hotel, hoje Monte Rey. Desde então meus laços com a ACI jamais se desfizeram, pelo contrário, em 2004, fui convidado a presidir a entidade e agora o Conselho Superior. Admiro os companheiros que aqui também atuam, deixam seus afazeres e empresas para se dedicarem ao bem comum. Trago o exemplo de David Guimarães, que presidiu o conselho com maestria, e conto com a ajuda de todos para ser útil à entidade. 16 Março

10 Diretoria mantida Geraldo Drumond foi empossado como vice-presidente do Conselho, que é composto pelos ex-presidentes para orientar e ajudar na efetivação do estatuto da entidade. Uma das novidades para o próximo pleito é que não haverá mais reeleição da diretoria executiva. O mandato será de três anos, em vez de dois. Para Edilson Torquato, ser reeleito é a responsabilidade de manter o trabalho que vem desenvolvendo junto a entidades parceiras em grandes projetos, como o CODEMC Conselho de Desenvolvimento da Região Norte de Minas. A ACI sempre esteve presente nas principais realizações de Montes Claros e do Norte de Minas, seja como protagonista, como apoiadora, os temas sempre passam por esta casa. Daí a importância de não só reivindicar ações para a região, mas também de demandar, pontuou. E esses projetos ganham mais força quando são defendidos por todas as entidades, unidas no mesmo foco: o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida. O presidente Torquato lembrou que a ACI nasceu durante um período de crise no Brasil e que são nestes momentos que o empresário deve mostrar seu potencial e transformar a dificuldade em oportunidade. O Brasil cresce com a força do mercado, da indústria e do agronegócio. A sociedade organizada tem de se manter unida para ter voz junto ao poder público e realizar mudanças. A união de lideranças faz parte da história da ACI, que está sendo escrita há 65 anos por homens de valor e de vontade. Com o apoio da Fiemg, a ACI vai realizar, de 10 a 13 de setembro, a 20ª FENICS, com novidades no layout e maior aproveitamento do espaço pelo expositor. O lançamento será no dia 30 de março, no Clube dos Fazendeiros. Temos a certeza de que esta edição será de excelentes negócios para todos os participantes, vamos manter o caráter negocial, com vendas durante a feira, conta Edilson Torquato. Em maio, a ACI realiza a Feira da Casa Própria, em parceria com a Caixa Econômica Federal, prestando um grande serviço à sociedade. Esta entidade estimula negócios, mas, essencialmente, pensa na sustentabilidade. Por isso, avançamos ainda no projeto Rede Voluntariado, com relevantes trabalhos na área social. Em longo prazo, a ACI faz parte da elaboração de um plano de desenvolvimento sustentável para Montes Claros em 2030, através do CODEMC. Acreditamos que ele será o órgão responsável pela interlocução entre a sociedade civil organizada e o poder público, de caráter apolítico e congregando todas as entidades locais, explica. Ao encerrar a solenidade, Edilson Torquato frisou que presidir a ACI é um desafio constante, e o próximo passo será a construção de uma nova sede, no Bairro Ibituruna. Ressaltou ainda o papel da imprensa na credibilidade e realizações da ACI. Tudo o que fazemos é para a sociedade, para que ela tenha conhecimento e nos dê o respaldo, para tanto, contamos com a imprensa, sempre presente e vigilante. Reconheço, mais uma vez, a colaboração de todos os diretores e peço a Deus que nos ilumine neste mandato, concluiu. Na nova composição da diretoria, poucas mudanças, tendo como vice-presidente Newton Carlos Amaral Figueiredo; Vice-Presidente para Assuntos Comerciais, Leandro Correia de Oliveira; Vice-Presidente para Ass. Industriais, João Paculdino Ferreira; Vice-Presidente para Ass. Prest. Serviços, Klenilton Francisco Dias Pires; Vice-Presidente para Ass. Micro Peq. Empresa, José Ildeumar Soares Pereira; Vice-Presidente para Ass. Econômico, Aloysio Afonso Rocha Vieira; Vice- -Presidente para Ass. Contábeis e Jurídicos, Gislayne Lopes Pinheiro; Vice-Presidente para Ass. Agronegócios, Ricardo Alencar Dias; Vice-Presidente para Ass. Comunitários; Mônika Souto, Vice-Presidente para Ass. Gestão Ambiental, Paula de Lima Sousa Alcântara; Vice-Presidente para Ass. Administrativos, Renato Antônio Silva Tupinambá; Vice-Presidente para Ass. de Infraestrutura, Marcos Fábio Martins de Oliveira. Fernando Ferreira Deusdará, como Diretor Social, Leonardo Lima de Vasconcelos, como 1.º Tesoureiro; Adauto Marques Batista, como 2.º Tesoureiro; Elen Fraporti Mocellin, como Secretária Geral e Sérgio Luiz Martins de Quadros, como 2º Secretário. O Conselho Diretor está composto por Abílio Carnielli Filho, Agnaldo Leite, Antônio Silvério Paculdino, Cácio Xavier Pereira, Cristóvão dos Santos Rodrigues, Dalton Caldeira Rocha, Ernandes Ferreira da Silva, Esmeraldo Pizarro, Felipe Maia Santos, Giovani Alcici Pinto, José Eustáquio Salvador de Oliveira, José Jacinto Henriques, Mariela Carneiro Baptista, Rosalvo José Caldeira de Barros, Ricardo Pitanguy, Sérgio Luiz da Silva, Thiago Diniz Tolentino, Waldir Senna Batista e Wesley Macio Gonçalves Maciel. O presidente e vice serão eleitos em data posterior pelos próprios membros. O Conselho Fiscal está composto por Dennison Caldeira Rocha, Robson Lopes Garcia e Geancarlo Silva Almeida. Sendo suplentes, Anderson Torquato de Araújo, Antônio Henrique Sapori e José Carlos Nogueira Gontijo. A diretoria de filantropia será mantida com Núria Machio Font Souza, como presidente e Mauricio Sérgio Sousa e Silva, diretor adjunto. O empresário Jamil Curi assumiu a presidência do Conselho Superior, que é composto por ex-presidentes da ACI, no lugar de David Guimarães. O novo vice-presidente eleito é Geraldo Drumond. Os demais membros são Alberto Celestino Ferreira, Valdir Veloso Figueiredo, Jayme Crusoé Loures de Macedo Meira, Fernando Ferreira Deusdará, Alexandre Pires Ramos e Adauto Marques Batista. Receberam homenagem especial pelos serviços prestados à ACI, os ex-diretores Jairo Ataíde Vieira, Lúcio Marcos Bemquerer, Ruy Lage Neto, Francisco Sérgio Soares Cavalieri, Victor Hugo Marques Pina e João Renato Caldeira. A Companhia de Tecidos Santanense recebeu homenagem pelos 123 anos de trabalho, geração de emprego e estímulo ao desenvolvimento. Jairo Ataíde Victor Hugo Marques Pina Ruy Lage Neto Alexandre Pires, representando Lúcio Bemquerer João Renato Caldeira João Paculdino, Companhia de Tecidos Santanense 18 Março

11 1- Ricardo e Ângela Laugthon, Eduardo Pina, Isabela Pina, Daniela Pina, Florinda, Vitor Hugo Pina, Alexandre Ramos e Guila Ramos 2 - Pedro Ivo, Edilson Torquato, Mônica Torquato, Amanda e Severino Torquato 3 - A família Torquato: Marilene, Auro Henrique, Maria, Edilson, Marisa, Anderson, Pedro Henrique, Mário Sena e Victor Torquato 4 - Ivânia Araújo, Lande Nogueira, Mércia Lucas, Virgínia Maia, Edilson Torquato, Nágila Almeida, Jacyara Ferreira, Jacqueline Reis, Kelington Mota e Cléia Mácia 5 - Giu Martins, Edilson Torquato e os modelos Suelen Amorim e Douglas Muniz Alexandre Ramos, José Ildeumar e Ariovaldo Melo 12 - Da esquerda para a direita: Jacinto Henriques, José Eustáquio, Giovanni Alcici, Ernandes Batata, Esmeraldo Pizarro, Abílio Carnielli, Leonardo Vasconcelos, Renato Tupinambá e Ricardo Alencar 13 - Valdir Veloso, Geraldo Drumond, David Guimarães e Alexandre Ramos 14 - Dr. Newton Figueiredo, Leandro Oliveira, klenilton Pires, José Ildeumar, Aloysio Vieira, Gislayne Lopes, Mônika Souto, Ellen Mocellin, Felipe Maia, Sérgio Luis e Anderson Torquato 6 - Edilson Torquato, Renata e Aloysio Vieira, Jamil Curi, Cláudio Oliveira e Alexandre Ramos 7 - Álvaro Guilherme, Alexandre Viana, Edilson Torquato e Pe. Antônio Alvimar 8 - Dr. Newton e Elizena Figueiredo, Mônica e Edilson Torquato Gutemberg Brilhante, Bia Andrade e Roy Chaves 16 - João Paculdino, Edilson e Mônica Torquato, Gislayne e Bernardo Lopes 17 - Jamil Curi, Edilson Torquato, Adauto Marques e Alexandre Ramos 9 - André Raposo, Ricardo Brandão, Dr. Newton Figueiredo, Sérgio Luis, Edilson Torquato, Gislayne Lopes e Pávilo Miranda 10 - Adauto Marques, Dr. Newton Figueiredo, David Guimarães, Jamil Curi, Valdir Veloso, Ruth Jabbur e Alexandre Ramos 20 Março André Carvalho, Ana Maria Barbosa, Nágila Almeida e Magnus Medeiros 19 - Rosângela Silveira, Dulce Pimenta, Cristina Marques e Elizabeth Curi 20 - Mariah Carvalho, Vanda Gonçalves, Gal Bernardo e Célia Caldeira 21

12 A Mineração Riacho dos Machados Carpathian A Mineração Riacho dos Machados Carpathian Gold brinda com os dirigentes da Associação Gold brinda com os dirigentes da Associação Comercial e Industrial de Montes Claros (ACI) e Comercial e Industrial de Montes Claros (ACI) e externa seus votos de êxito continuado na externa seus votos de êxito continuado na promoção do desenvolvimento produtivo, social e promoção do desenvolvimento produtivo, social e econômico da região. econômico da região. É com forte espírito de participação, de parceria e É com forte espírito de participação, de parceria e de novas alianças que a Mineração parabeniza a de novas alianças que a Mineração parabeniza a diretoria desta entidade ungida para descortinar diretoria desta entidade ungida para descortinar potencialidades regionais, fomentar o potencialidades regionais, fomentar o empreendedorismo e propiciar boas oportunidades empreendedorismo e propiciar boas oportunidades e bons negócios. e bons negócios. Receba o nosso reconhecimento pela seriedade, Receba o nosso reconhecimento pela seriedade, altruísmo e proatividade que têm marcado a altruísmo e proatividade que têm marcado a história de realizações da ACI de Montes Claros. história de realizações da ACI de Montes Claros. 22 Março 2015 ACI PROMOVE PALESTRA PARA ESTIMULAR ATITUDES POSITIVAS NA ÁREA DE VENDAS O comportamento pode influenciar positivamente em um momento de dificuldades A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Montes Claros em parceria com a Pós-gradução das Faculdades Santo Agostinho e o SEBRAE, promoveram a palestra Crescer na crise, uma questão de comportamento! e um workshop sobre Programação Neuro Linguística (PNL). O evento foi no dia 19, e lotou o auditório da ACI. A palestra foi ministrada pelo consultor Marcos Maia, Administrador, especialista em Gestão Estratégica de Pessoas, com mais de palestras ministradas e com 12 anos de experiência em comportamento organizacional. Ele enfatiza que trata deste tema com alegria, motivação e provocação positiva. Crescer enquanto os outros reclamam da crise é um grande diferencial, principalmente quando entendemos que a escassez de oportunidade pode ser apenas uma questão de comportamento e que pode e deve ser modificado para resultados surpreendentes. Entre os temas que foram abordados: Como o comportamento influência positivamente em um momento de dificuldades? ; Como o exemplo age instantaneamente provocando resultados? ; É possível manter o ambiente positivo e a motivação quando se depara com situações ruins? ; Como se preparar para não ser pego de surpresa? ; Qual o papel de um Líder numa crise?, Temos todo tempo do mundo para modificar nosso resultado?. A palestra foi aberta a todos os associados da ACI e seus colaboradores para marcar a abertura dos trabalhos em treinamentos/2015, destinado ao aprimoramento e inserção de novos conhecimentos em busca de resultados sustentáveis através de um fantástico atendimento ao cliente, conta Jacqueline Reis, da ACI. Estamos ofertando aos nossos clientes associados gratuitamente novas dinâmicas de trabalho, capazes de atrair clientes em momentos de recessão e prestar-lhes um fantástico atendimento com o uso da Programação Neuro Linguística (PNL). No evento, além das palestras, foram lançados o MBA em Marketing de Varejo e o MBA em Gestão de Recursos Humanos, com o objetivo de desenvolver a compreensão da área de recursos humanos e seus subsistemas, bem como, incentivar uma renovação que permita facilitar uma análise do processo de mudança e o surgimento de novos modelos organizacionais e gerenciais. O público-alvo é psicólogos, administradores, educadores, assistentes sociais, etc. Mais informações pelo telefone / / Marcos Maia, palestrante Elizabeth, Elen, Jacqueline Reis e Everton Saulo 23

13 24 Março 2015 FACULDADES SANTO AGOSTINHO REALIZAM XII CONGRESSO DE DIREITO EM MAIO Buscando proporcionar aos Acadêmicos uma visão ampliada do conhecimento jurídico e oportunizar o contato com pesquisadores e autores de livros nas áreas estudadas, bem como com renomados profissionais das mais diversas carreiras jurídicas, a Faculdade de Direito (FADI- SA), realiza, anualmente, o XII Congresso Brasileiro de Direito e Teoria do Estado e VIII Seminário Internacional de Direitos Humanos, o mais importante evento do cunho científico desenvolvido na cidade de Montes Claros e Norte de Minas e que também é um dos mais respeitados eventos jurídicos realizados no Brasil sobre Direito e Teoria do Estado. Nesta edição, que será realizada dos dias 12 a 15 de maio, o Congresso promoverá o encontro dos mais proeminentes juristas para fomentar as reflexões em torno do tema Pluralismo e Liberdade: as fronteiras entre a democracia e o terror. Renomados juristas no cenário nacional estarão na cidade para ministrar e debater com acadêmicos e profissionais sobre o tema. A efetivação de mecanismos com o objetivo de garantir e proteger os direitos fundamentais dos seres humanos tem ocupado cada vez mais espaço nas políticas públicas nacionais e internacionais, ressaltando a importância para a observação e o cumprimento das regras de proteção aos direitos fundamentais. É indiscutível, portanto, a posição de destaque que a proteção aos direitos fundamentais passa a ocupar na agenda da sociedade internacional e também no âmbito interno estatal. Dessa forma, é latente a necessidade de uma postura proativa da Academia quanto ao debate envolvendo todas as peculiaridades relativas à proteção universal dos direitos humanos e o multiculturalismo. Neste contexto, a FADISA tem o objetivo de estimular a comunidade acadêmica jurídica da região a aprofundar o conhecimento proporcionando, assim, relevante diálogo sobre o assunto, condizente com um Estado Democrático de Direito e em face de uma sociedade plural e globalizada. O Banco do Nordeste comemorou no dia 28 de janeiro, os 60 anos de inauguração da agência Montes Claros, a maior e primeira unidade do BNB em sua área de atuação em Minas Gerais. Um café da manhã foi realizado na própria agência, na Rua Altino de Freitas, 327, Centro, com a presença de funcionários do Banco e dos programas de microcrédito Crediamigo e Agroamigo, clientes, parceiros institucionais e a imprensa. A agência completou seis décadas em 5 de janeiro. Nesse período, já desembolsou R$ 1,17 bilhão de reais. Atualmente, possui ativo de R$ 570 milhões e 71 mil BANCO DO NORDESTE COMEMORA 60 ANOS DA AGÊNCIA MONTES CLAROS Nesse período, já desembolsou R$ 1,17 bilhão de reais e conta com 71 mil clientes clientes. O superintendente estadual do BNB no Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, Wesley Maciel, avalia que o crescimento recente da região foi apoiado na consolidação da unidade. A data foi lembrada pela longevidade da agência Montes Claros, sua importância para o desenvolvimento local, bem como pelo reconhecimento e decisão do Banco do Nordeste em, desde o seu início, se fazer presente em Montes Claros com uma grande unidade. Naquela época, Montes Claros ainda era menor e o BNB, por meio da agência Montes Claros, ajudou a cidade a se desenvolver, fomentando tanto a área rural como a urbana e potencializando esta importante vocação de polo regional, analisa. Gerente da unidade, Josafá Fernandes declarou que a missão do BNB é permanente. A instalação da primeira Edilson Torquato, José Ildemar, Paulo Santiago, Adauto Marques e Wesley Maciel Josafá Araújo, Sr. Tonim e Wesley Maciel agência do Banco do Nordeste em Minas Gerais, em 1955, marcou um divisor de águas para o desenvolvimento da região do Norte de Minas, o que veio a se refletir também pelos mais de 200 municípios em que o Banco atua no Norte Minas, Vale do Jequitinhonha, Vale do Mucuri e Noroeste do estado. Muito foi feito, mas, muito ainda há que se fazer. Adauto Marques, presidente da regional norte da FIEMG, declarou que como comerciante, seu primeiro empreendimento aconteceu com diversos recursos do BNB. Comecei com uma padaria e me fiz empresário, me fiz homem e me fiz representante classista, lembrou. O BNB tem papel fundamental na história do desenvolvimento econômico do Norte de Minas, que possui duas fases distintas, antes da SUDENE e do BNB e depois. Por isso, continuamos lutando pra a reinstalação da superintendência em Montes Claros, trazendo pra esta região o desenvolvimento com indústria e o agronegócio. Para Edilson Torquato, presidente da ACI, são 60 anos de muito trabalho e dedicação e a população precisa desse apoio, uma oportunidade diferenciada para quem quer se aventurar e empreender na região nordeste, longe dos grandes centros, mas cheia de oportunidades. Segundo dados do banco, cerca de 1 bilhão e 200 milhões de reais de recursos foram injetados somente pela agência em atividades produtivas, agricultura familiar, ao grande empresário, ao empreendedor informal. São 100 pessoas vinculadas à agência, como funcionários e pessoas que contribuíram pra as transformações dessas seis décadas. Os principais empreendimentos têm a marca da SUDENE, do BNB, pontua Maciel. Que continuemos juntos construindo o desenvolvimento a muitas mãos, concluiu. Além de Montes Claros, a unidade atua em Bocaiuva, Botumirim, Capitão Enéas, Claro dos Poções, Coração de Jesus, Cristália, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Francisco Sá, Glaucilândia, Guaraciama, Itacambira, Juramento, Olhos D Água, São João da Lagoa, São João da Ponte, São João do Pacuí e Varzelândia. Ainda em 2015, o Banco do Nordeste inaugurará agência em Bocaiúva, o que dividirá a jurisdição. 25

14

15 MISSÃO DE VIDA, CRENÇAS E VALORES Na maioria das vezes não nos apercebemos disto, mas todos os nossos comportamentos e desempenhos são baseados em nossos princípios de vida, no que acreditamos, em nossas crenças. Tudo o que fazemos ou deixamos de fazer é para respeitar nossos valores, nossos princípios, nossas crenças. por Geraldo Drumond* E existem crenças que nos impulsionam e outras que nos limitam. Então, se queremos obter resultados diferentes do que estamos tendo, se queremos ter uma missão de vida que seja inspiradora e relevante, devemos trabalhar as nossas crenças limitantes. Um exemplo de crença limitante é entender que o universo conspira contra você, o que não é verdade, o universo conspira a seu favor. A sua missão de vida está intimamente ligada à sua identidade, e está fundamentada em suas crenças e valores e justifica o porquê de levantarmos da cama todos os dias. Se vivermos de acordo com nossa missão de vida podemos ter uma vida melhor e mais feliz. Você é o que acredita ser! Daí a grande importância de você se conhecer melhor, saber seus pontos fortes e pontos de melhoria, conhecer as oportunidades e desafios a superar. *Economista, coach, consultor de empresas, ex presidente da ACI, da ADENOR, da Assedi e Diretor Executivo da Drumond Soluções Empresariais Quais são suas principais características ou talentos? O que você faz bem? Pelo que você é elogiado? No que você pode melhorar? O que você costuma ouvir a seu respeito que não gosta? Que oportunidades estão abertas para você? O que o universo está conspirando a seu favor? A Psicologia Positiva nos diz que A Psicologia não é apenas o estudo da fraqueza e do dano, mas também o estudo das forças e da virtude. Tratar não significa apenas consertar o que está com defeito, mas também cultivar o que temos de melhor. E também que a vida tem que ser: SIGNIFICATIVA Tem que ter sentido GRATIFICANTE Tem a ver com engajamento PRAZEROSA Tem a ver com emoções e sentimentos positivos E que emoções e pensamentos positivos são estes? Alegria, gratidão, serenidade, interesse, esperança, confiança, diversão, inspiração, admiração e amor. Relacionamos a seguir algumas sugestões de práticas para avaliar suas emoções e sentimentos: DIÁRIO DE BÊNÇÃOS toda noite escreva três coisas boas que aconteceram durante o dia e porque elas ocorreram; O Sicoob Credinosso foi a primeira Cooperativa de Crédito de Pequenos Empresários e Microempresarios criada em Minas Gerais, por iniciativa da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Montes Claros junto ao Banco Central do Brasil para atender seus associados com creditos e serviços financeiros de qualidade. DIA DAS BOAS AÇÕES Pense em pelo menos cinco gestos de cortesia que você poderia realizar e que não são gestos habituais seus; planeje um dia da semana e realize de 3 a 5 boas ações no mesmo dia; no final do dia, descreva como foi a experiência e como se sentiu; CARTA E VISITA DE GRATIDÃO - Pense em alguém que foi especialmente prestativo e gentil com você no passado e que você nunca agradeceu de maneira adequada; escreva uma carta de agradecimento; visite esta pessoa e entregue a carta em mãos. Qual a importância disto tudo? Se tivermos líderes e colaboradores mais inspirados, mais conhecedores de si mesmos, mais felizes, vivendo de acordo com sua missão de vida, seus valores e crenças, com certeza teremos organizações mais produtivas e com melhores resultados. Invista em você, em sua vocação, em seus talentos, em comportamentos inspiradores, nas ações que você tem que desenvolver hoje para ir em direção aos seus sonhos. Nos 65 anos de fundação da ACI, o Sicoob Credinosso, já no seu 11º ano de funcionamento, seus dirigentes, colaboradores e associados, parabeniza a entidade mãe pelo muito que têm realizado em benefício de Montes Claros e do Norte de Minas. 28 Março

16 ESCOLA MÓVEL SESI/ SENAI PROMOVEU FORMATURA DE 540 ALUNOS EM TAIOBEIRAS A Escola Móvel SESI/SENAI, considerada uma das mais importantes ferramentas de inclusão social de Minas Gerais, esteve em Taiobeiras (Norte de Minas), de 12 de janeiro a 12 de fevereiro oferecendo cursos gratuitos de qualificação profissional em diversas áreas. A presença da Escola Móvel no município foi possível mediante esforços do presidente da Regional Norte, Adauto Marques, que atendeu solicitação da prefeitura de Taiobeiras. Cerca de 540 alunos frequentaram 30 Março 2015 Alunos fizeram cursos de qualificação profissional durante 30 dias os cursos de Costureiro do Vestuário Assistente, Pedreiro de Alvenaria Assistente, Eletricista Predial Assistente, Mecânico de Motos Assistente, Manicure, Atendimento ao Cliente, Educação e Sustentabilidade, Secretariado e Assistente Administrativo. E ainda oficinas de Cartonagem, Traçado de Fita, Path Apliqueé, Pintura de Giz. Durante 30 dias, a tenda da Escola Móvel, uma estrutura completa que abriga salas de aula e oficinas, tudo climatizado, ficou instalada na Avenida Contorno (Praça da Igrejinha), bairro Nossa Senhora de Fátima. O presidente da Fiemg Regional Norte, Adauto Marques Batista, que presidiu a solenidade de formatura em Taiobeiras, ao lado do prefeito do município, Danilo Mendes Rodrigues, explica que a Escola Móvel SESI/SENAI é uma oportunidade para que as pessoas desenvolvam suas habilidades profissionais em locais onde não há cursos de formação de mão de obra ou unidades do Sesi/Senai. A Escola Móvel contribui, com sua presença, para atender às necessidades imediatas e específicas de formação profissional das indústrias mineiras e/ou municípios, destaca Adauto. O prefeito de Taiobeiras, Danilo Mendes Rodrigues, ressaltou que as inúmeras indústrias no município, que tem um polo de lingerie, indústrias de cachaça, cerâmica, produção e torrefação de café, produção de papel higiênico e guardanapos, temperos e condimentos, equipamentos de segurança individual, entre outras, e geram cerca de 581 empregos formais, têm dificuldade em contratar mão de obra qualificada. As irmãs Márcia e Cássia dos Santos Bispo, portadoras de necessidades especiais e que fizeram os cursos de Auxiliar Administrativo e Secretariado, respectivamente, disseram à reportagem que os cursos da Escola Móvel abriram novos caminhos para que pudessem ter um futuro melhor por meio de uma qualificação profissional. No Norte de Minas, a Escola Móvel já atuou, gratuitamente, nos municípios de Janaúba, Porteirinha, Espinosa, Capitão Enéas, Buritizeiro, Patis, Engenheiro Navarro, Pirapora, Januária, Cristália, Botumirim, Grão Mogol, Matias Cardoso e São João da Ponte, onde formou mais de alunos em parceria com as prefeituras e indústrias locais. A Escola O Programa Escola Móvel SESI/SENAI foi criado em 2011 pelo Sistema Fiemg e já capacitou mais de 17 mil profissionais, em 149 cidades do Estado. A proposta é gerar mão de obra qualificada para jovens a partir de 16 anos, sem exigir experiência ou conhecimento prévio dos estudantes, sempre atendendo à demanda da indústria ou do município onde se instala. Com vagas para 40 alunos por curso, divididos em duas turmas de 20 estudantes, o Programa Escola Móvel permanece em atividade por um período de 30 dias em cada cidade. Entre os principais cursos de formação que oferece, destacam-se os de iniciação profissional de costura, pedreiro de alvenaria, bombeiro hidráulico, mecânica de motos, panificação e eletricista predial. O programa também oferece cursos de educação continuada, como meio ambiente e sustentabilidade, atendimento ao cliente, auxiliar administrativo básico, secretariado e outros temas de interesse geral, dentre os quais, as oficinas de artesanato. O que é ser bem-sucedido? Para sua carreira, é fazer o MBA de uma das melhores escolas de negócios do país. Para sua vida, é ter sua própria definição do que é sucesso. Cursos: UNIDADE MONTES CLAROS Gerenciamento de Projetos Gestão Empresarial Gestão Estratégica de Pessoas Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria Logística e Supply Chain Management Direito do Trabalho Pós-Graduação em Administração de Empresas (38) Belo Horizonte - Cidade Jardim Vetor Norte - BH Betim Contagem Montes Claros Governador Valadares Teófilo Otoni 31

17 CAMPANHA DE CAPITALIZAÇÃO SICOOBCAP Em outubro de 2014, o Sicoob Credinosso lançou a Campanha de Capitalização - SICOOB- CAP, com o objetivo de aumentar o capital social da cooperativa. A campanha vai até o dia 31 de dezembro de A cota de R$600,00 foi parcelada em 12 vezes de R$50,00 para os cooperados. O próximo sorteio será realizado no dia 29 de abril, no auditório da ACI, com as seguintes premiações: 1 Moto Honda CG 125Fan, 1 cheque presente no valor R$1.000,00, 05 Tablets e 01 MiniSystem. Confira os ganhadores do sorteio realizado no dia 22 de dezembro de 2014, na Cooperativa Sicoob Credinosso. 1º Sorteio: 1 HOMETEATER BLU-RAY 3D Ganhador: Padaria Sabor Caseiro Ltda. 2º Sorteio: 1 TABLET Ganhador: Luciano Dias Cardoso 3º Sorteio: 1 TABLET Ganhador: Dorismer Aparecido Ferreira dos Santos 4º Sorteio: 1 CHEQUE PRESENTE no valor de R$1.000,00 Ganhador: Bruno Rezende da Silveira 5º Sorteio: 1 TABLET Ganhador: Eurípedes Alves da Cruz 1 TABLET Ganhador: Comercial Martins Kleyzer Ltda. 7º Sorteio: 1 TABLET Ganhador: Sistemig Irrigação Ltda 8º Sorteio: 01 TV LED 32 FULL HD Ganhadora: Stela Marcia Guimaraes Viana Goncalves 32 Março 2015

18 BDMG HOMENAGEIA ACI COMO CORRESPONDENTE BANCÁRIO DESTAQUE Em evento promovido pelo Banco Central, o BDMG também firmou convênio de cooperação técnica com o Sebrae-MG para fortalecer o apoio às micro e pequenas empresas Carlos Fernando Vianna, diretor de Negócios do BDMG; Ivânia Araújo, premiada da ACIMOC; Anderson Cabido, diretor de Operações do Sebrae- MG; Otávio Silva Camargo, diretor de Planejamento e Desenvolvimento do BDMG A Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros foi uma das entidades homenageadas pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), durante a 2ª Semana Nacional de Educação Financeira do Banco Central, no último dia 13 de março, em Belo Horizonte. A entidade foi destaque pelos resultados alcançados até 2014 junto com mais 18 parceiros no Estado. Para Carlos Fernando Vianna, diretor de Negócios do BDMG, a rede de Correspondentes Bancários é de extrema importância para o Banco. A parceria com os Correspondentes Bancários tem sido relevante para facilitar cada vez mais o acesso ao crédito às micro e pequenas empresas espalhadas pelo interior de Minas, explica. Ivânia Mendes Araújo, coordenadora do Setor de Projetos da ACI, explicou que a entidade é Correspondente Bancário BDMG desde A homenagem se refere ao ano de 2014 tendo o escritório enviado 528 propostas nos dois semestres de 2014 e no corrente 34 Março 2015 trimestre desse ano, sendo financiado o montante de R$ ,00. Segundo ela, o número de financiamentos aos empresários pelo BDMG, com apoio da ACI cresceu 300% em 2014 em relaçao ao ano de 2013, o que demonstra a preocupação em ser um agente de desenvolvimento econômico no Norte de Minas Gerais. A parceria com o BDMG permite à Associação Comercial ampliar o seu portfólio de produtos e fidelizar os associados, recuperando as empresas inativas e atraindo novas empresas. Para alcançar os bons resultados, a ACI procura ter uma base de informações atualizada para saber o limite pré-aprovado e oferecer assessoria de crédito adequado ao empresário. A especialidade em consultoria de crédito do Setor de Projetos confere maior agilidade à processo e à organização de documentos a serem enviados ao BDMG, o monitoramento de cada etapa do processo de crédito, identificando possíveis pendências, e o custeio da postagem da documentação. Cooperação técnica Durante o evento, o BDMG firmou um termo de cooperação técnica com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG) para o desenvolvimento de ações voltadas à rede de cooperativas de crédito e às micro e pequenas empresas. Otávio Silva Camargo, diretor de Planejamento e Desenvolvimento do Banco, destaca a importância do termo de cooperação: Esta parceria irá tanto fortalecer institucionalmente a nossa rede de Correspondentes Bancários, como também permitirá que os clientes do Banco tenham acesso ao vasto conhecimento do Sebrae-MG no segmento de micro e pequenas empresas. Além disso, o intercâmbio de experiências entre as equipes das duas instituições vai potencializar esforços pelo desenvolvimento de Minas Gerais, explica. A cooperação técnica entre BDMG e Sebrae-MG irá até 2017.

19

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

UMA PARCERIA DE SUCESSO!

UMA PARCERIA DE SUCESSO! RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Parceria Santa Dorotéia e Junior Achievement de Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO! 1 SUMÁRIO 1. Resultados Conquistados... 3 2. Resultados 2013... 4 3. Resultados Pesquisas...

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

RELATÓRI O AN UAL DE ATI VI DADES 2 0 1 3

RELATÓRI O AN UAL DE ATI VI DADES 2 0 1 3 RELATÓRI O AN UAL DE ATI VI DADES 2 0 1 3 Parceria Inova - BH Odebrecht & Junior Achievem ent de Minas Gerais 1 SUMÁRIO 1. Resultados Conquistados... 3 2. Resultados 2013... 4 3. Resultados Pesquisas...

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA Familiares, amigos, técnicos administrativos, estudantes, professores, grupo gestor da UNEB, autoridades civis, militares, políticas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Thais Peixoto de Medeiros(1); Estephany Calado(2); Gisele Gregório Araújo(2); Márcio André Veras Machado (3); Francisco Roberto Guimarães Júnior(4) Centro

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO VEÍCULO: NATAL NOTÍCIAS DATA: 02.12.15 01 Dez 2015 Presidente Marcelo Queiroz participa da 17ª Convenção do Comércio e Serviços

Leia mais

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios...

Abra. e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... Abra e conheça as oportunidades de fazer bons negócios... anos Chegou a hora de crescer! Conte com a Todescredi e faça bons negócios. Há 5 anos, iniciavam as operações daquela que se tornou a única financeira

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

HAFRA Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica. Apresentação de Serviços Profissionais

HAFRA Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica. Apresentação de Serviços Profissionais HAFRA Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica Apresentação de Serviços Profissionais SOBRE A Hafra Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica tem atuação no mercado empresarial do Rio de Janeiro e

Leia mais

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY Instrumental e modular, o Ferramentas de Gestão é uma oportunidade de aperfeiçoamento para quem busca conteúdo de qualidade ao gerenciar ações sociais de empresas

Leia mais

MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA

MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA INFORMATIVO DEZEMBRO DE 2013 Acesse também: www.mariana.gov.br MARIANA IMPLEMENTA LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA Promover a criação de um ambiente favorável para valorizar a micro e pequena empresa,

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Anais III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva Ações Inclusivas de Sucesso Belo Horizonte 24 a 28 de maio de 2004 Realização: Pró-reitoria de Extensão

Leia mais

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC).

Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). São Paulo, 21 de março de 2013. Discurso do presidente Alexandre Tombini na comemoração dos 30 anos da Associação Brasileira de Bancos Comerciais (ABBC). Senhoras e senhores É com grande satisfação que

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN na solenidade de posse do Conselho Consultivo e do presidente executivo da AEERJ Dia 28 de julho de 2014 Centro de Convenções da Firjan Minhas Senhoras e Meus Senhores, Gostaria

Leia mais

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares 19 a 21 de junho de 2012 Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares Mostra de Oportunidades de Negócios Visite os estandes e conheça a exposição de produtos e serviços

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário Organizando Voluntariado na Escola Aula 1 Ser Voluntário Objetivos 1 Entender o que é ser voluntário. 2 Conhecer os benefícios de ajudar. 3 Perceber as oportunidades proporcionadas pelo voluntariado. 4

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Profa. Lillian Alvares TODO COMPORTAMENTO TEM SUAS RAZÕES. A ÉTICA É SIMPLESMENTE A RAZÃO MAIOR DAVID HUME DEFINIÇÕES

Leia mais

São Paulo, 25 de abril de 2013.

São Paulo, 25 de abril de 2013. São Paulo, 25 de abril de 2013. Discurso do diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania, Luiz Edson Feltrim, na SME Banking Conference 2013 1 Dirijo saudação especial a Sra. Ghada Teima, IFC Manager

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho

Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho Plano de Gestão 2015-2017 Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho Superintendência de Planejamento e Gestão Outubro/2015 Introdução Os recursos oriundos de multas ou indenizações

Leia mais

EVENTOS 2009 ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Ruth Goldberg. 04 de junho de 2009

EVENTOS 2009 ENCONTRO INTERNACIONAL SOBRE SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO. Ruth Goldberg. 04 de junho de 2009 Responsabilidade Social Empresarial em Empresas Construtoras case Even Ruth Goldberg 04 de junho de 2009 Alinhando conceitos: SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL E C O N Ô

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ AREA TEMÁTICA: TRABALHO LAIS SILVA SANTOS 1 CARLOS VINICIUS RODRIGUES 2 MARCELO FARID PEREIRA 3 NEUZA CORTE DE OLIVEIRA

Leia mais

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal Discurso 04/12/2003 Dr. Alfredo Setubal Presidente do Conselho de Administração do IBRI - Instituto Brasileiro de Relações com Investidores Boa Noite! Esta cerimônia de final de ano é a minha última à

Leia mais

03 e 04 de agosto Passo Fundo. O poder da. Liderança. na superação de. resultados

03 e 04 de agosto Passo Fundo. O poder da. Liderança. na superação de. resultados 03 e 04 de agosto Passo Fundo O poder da Liderança na superação de resultados O poder da Liderança na superação de resultados O CONGREGARH Conexão 2016 terá como pauta dois temas fundamentais no ambiente

Leia mais

OBSERVADOR. Social Outubro Rosa e Novembro Azul p.06. Agrícola Reunião com contabilistas na Usina Ipê p.05

OBSERVADOR. Social Outubro Rosa e Novembro Azul p.06. Agrícola Reunião com contabilistas na Usina Ipê p.05 OBSERVADOR ano 45 n 517 nov/dez de 2015 Social Outubro Rosa e Novembro Azul p.06 Treinamento Pedra e Buriti concluem mais duas escolas de formação p.02 Comunicação Jornal Observador: 45 anos de história

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #22 - maio 2015 - assistente social. agora? Sou E Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 O IDIS Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social é uma organização da sociedade civil de interesse público, que tem como

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

O Segredo do Sucesso na Indústria da Construção Civil

O Segredo do Sucesso na Indústria da Construção Civil O Segredo do Sucesso na Indústria da Construção Civil Planejamento estratégico pode ser o grande diferencial para a empresado ramo da construção civil, imobiliário e arquitetura que deseja obter mais sucesso

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras 1. Introdução O Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras foi idealizado pelo Conselho Gestor da Escola,

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS

SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS GERÊNCIA DE PROGRAMAS E PROJETOS - GPP COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO, NORMAS E PROCEDIMENTOS TERMO DE ABERTURA PROJETO: Centro de Treinamento e Capacitação

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO Quem é Marcos Sousa Graduado em Engenharia Eletrônica e MBA em Administração de Marketing

Leia mais

Confiança e Credibilidade. Inteligência Jurídica na Geração de Resultados

Confiança e Credibilidade. Inteligência Jurídica na Geração de Resultados Confiança e Credibilidade Inteligência Jurídica na Geração de Resultados Pedro Aurélio de Mattos Gonçalves Sócio-fundador Advogado com 38 anos de atuação na advocacia Cível, Empresarial e Societária, pós-graduado

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO CASO DE SUCESSO O empresário Marcelo Folha conseguiu tirar o restaurante do vermelho graças ao atendimento que recebeu do Sebrae, por meio do Programa Agentes Locais de Inovação. Inovação é oxigênio para

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

Brasília, 9 de maio de 2013

Brasília, 9 de maio de 2013 Brasília, 9 de maio de 2013 Discurso do Diretor de Regulação do Sistema Financeiro, Luiz Awazu Pereira da Silva, na reunião ordinária do Conselho Consultivo de Crédito da Organização das Cooperativas Brasileiras.

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação?

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? O mercado do trabalho está cada vez mais exigente. Hoje em dia, um certificado de pós-graduação é imprescindível para garantia

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

2012 RELATÓRIO DE ATIVIDADES

2012 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2012 RELATÓRIO DE ATIVIDADES Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, desenvolvimento da comunidade e formação de jovens fazem parte da história do Instituto.

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL: a solidariedade humana para o desenvolvimento local

RESPONSABILIDADE SOCIAL: a solidariedade humana para o desenvolvimento local RESPONSABILIDADE SOCIAL: a solidariedade humana para o desenvolvimento local 1 Por: Evandro Prestes Guerreiro 1 A questão da Responsabilidade Social se tornou o ponto de partida para o estabelecimento

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Prefeitura Municipal de Botucatu

Prefeitura Municipal de Botucatu I- Identificação: Projeto Empresa Solidária II- Apresentação : O Fundo Social de Solidariedade é um organismo da administração municipal, ligado ao gabinete do prefeito, que atua em diversos segmentos

Leia mais

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA.

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. 1 MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. Profa. Arlete Embacher MiniWeb Educação S/C Ltda webmaster@miniweb.com.br Resumo Este relato descreve como surgiu

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais - Ocemg Data de realização do seminário: 17 de

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas?

Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Como as empresas podem minimizar os efeitos da crise e manterem-se competitivas? Professor e consultor Álvaro Camargo explica a importância dos processos de aproveitamento de lições aprendidas nas organizações

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 1 FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO PIO XII CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 O currículo

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais:

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais: PROJETO DA SHELL BRASIL LTDA: INICIATIVA JOVEM Apresentação O IniciativaJovem é um programa de empreendedorismo que oferece suporte e estrutura para que jovens empreendedores de 18 a 30 anos desenvolvam

Leia mais

Histórico. Missão. Visão

Histórico. Missão. Visão Histórico Fundada em 1996 na cidade de Mossoró/RN, a Índice Consultores Associados atua em serviços de consultoria empresarial para os mais diversos segmentos (Comércio, Industria e Serviço) sendo pioneira

Leia mais

Universidade Livre para a Eficiência Humana. Desenvolver e valorizar o ser humano nas empresas e sociedade

Universidade Livre para a Eficiência Humana. Desenvolver e valorizar o ser humano nas empresas e sociedade Universidade Livre para a Eficiência Humana Desenvolver e valorizar o ser humano nas empresas e sociedade MISSÃO Realizar ações inovadoras de inclusão social no mundo do trabalho, por meio do desenvolvimento

Leia mais

A vocação da Pires Terra Pinto é criar parcerias duradouras e sólidas fundadas em um novo conceito de prestação de serviços, com estrutura e equipe

A vocação da Pires Terra Pinto é criar parcerias duradouras e sólidas fundadas em um novo conceito de prestação de serviços, com estrutura e equipe A vocação da Pires Terra Pinto é criar parcerias duradouras e sólidas fundadas em um novo conceito de prestação de serviços, com estrutura e equipe voltadas para ter e exercer esses valores diariamente.

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Información sobre Herramientas Metodológicas de Diagnóstico Participativo

Información sobre Herramientas Metodológicas de Diagnóstico Participativo Datos generales: Información sobre Herramientas Metodológicas de Diagnóstico Participativo 1. Nombre de la herramienta: Conselhos de Desenvolvimento Comunitário (Programa Comunidade Ativa) 2. Organización

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética Comissão de Ética Introdução As ações desenvolvidas pela Comissão de Ética em 2014 foram pautadas nos parâmetros do Questionário de Avaliação da Ética elaborado pela Comissão de Ética Pública (CEP) que

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 97 Discurso no banquete oferece/do

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Atração de Investimentos, Promoção Comercial e Projeção Internacional Eduardo Bernis Secretaria Municipal de Desenvolvimento Belo Horizonte

Leia mais

EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1

EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1 EMPRESA JÚNIOR UMA PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE EMPRESARIAL 1 PACHECO, Jean Alves 2 ; CARDOSO, Fernando Assunção 3 ; YAMANAKA, Lie 4 Palavras-chaves: Empresa Júnior, extensão,

Leia mais

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao.

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao. QUEM É A HUAWEI A Huawei atua no Brasil, desde 1999, através de parcerias estabelecidas com as principais operadoras de telefonia móvel e fixa no país e é líder no mercado de banda larga fixa e móvel.

Leia mais

A estratégia do PGQP frente aos novos desafios. 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna

A estratégia do PGQP frente aos novos desafios. 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna A estratégia do PGQP frente aos novos desafios 40ª Reunião da Qualidade 09-10-2006 Eduardo Guaragna PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MACROFLUXO ENTRADAS PARA O PROCESSO - Análise de cenários e conteúdos

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Incubadora

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Incubadora Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Incubadora 7. INCUBADORA 7.1 INCUBEM: desenvolvendo empresas de sucesso A Incubadora de Empresas do Sudoeste Baiano INCUBEM é uma instituição que tem por

Leia mais

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Seção: Estilo&Gestão RH Pág.: www.catho.com.br Assunto: Entrevista Marly Vidal Marly Macedo ajuda a Sabin a ser uma das melhores empresas para trabalhar Tatiana Aude

Leia mais