Curso Superior de A G R O N O M I A. Faculdades Integradas ICESP-Promove de Brasília

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso Superior de A G R O N O M I A. Faculdades Integradas ICESP-Promove de Brasília"

Transcrição

1 Curso Superior de A G R O N O M I A Faculdades Integradas ICESP-Promove de Brasília

2 A chegada do Curso de Agronomia na Instituição O Curso de Agronomia das Faculdades PROMOVE de Brasília iniciou suas atividades no primeiro semestre de 2011, quando após um longo processo realizado pelo MEC - Ministério da Educação (que teve a participação de várias Instituições de ensino superior de Brasília) foi considerada apta tecnicamente à receber as Portarias de Autorização e Reconhecimento do Curso de Agronomia da extinta Faculdade da Terra de Brasília - FTB (que havia sofrido uma intervenção pelo próprio MEC em 2010). Assim o Curso de Agronomia chegou a nossa Instituição. Documentações legais do Curso na Instituição Essas Portarias são os documentos mais importantes que um Curso de nível superior pode ter no Brasil, pois são todas expedidas pelo Ministério da Educação e publicadas em Diário Oficial da União (DOU). O Curso de AGRONOMIA das Faculdades Promove de Brasília tem as seguintes Portarias oficiais: Portaria de Autorização: Portaria nº 1049, de 9/05/ 2011, publicada no DOU nº 89, de 11/05/2009. Portaria de Reconhecimento do Curso: Portaria nº 1053 de 9/05/2011, publicada no DOU nº 89, de 11/05/2009.

3 São essas Portarias, que legalizam um Curso de Graduação em nosso País (Essas Portarias estão à disposição do público no site da Instituição, na Coordenação do Curso e podem ser consultadas via internet). No caso do Curso de Agronomia, o Título profissional obtido é o de Engenheiro Agrônomo e o Órgão de Classe que registra esses profissionais é o CREA, Órgão em que o nosso Curso já se encontra cadastrado, com a Matriz Curricular aprovada. Toda a documentação do nosso Curso foi devidamente aprovada pelo CREA. Os nossos professores que são Engenheiros possuem o CREA ativo e o Conselho passou a ser um parceiro do nosso Curso, oferecendo cursos de extensão. Atualmente já temos cerca de 50 Engenheiros Agrônomos formados pela nossa Instituição com Diploma ICESP-Promove. Todos com o CREA em mãos, atuando profissionalmente em diversas áreas da Agronomia.

4 No início, professores de diferentes especialidades foram contratados para suprir a necessidade das disciplinas oferecidas. Ressalta-se que todos os professores contratados foram muito bem avaliados em outras Instituições e possuem CL (Curriculum Lattes) de acordo com os requisitos mínimos exigidos pelos Órgãos competentes (www.cnpq.br). Após o primeiro semestre de atividades, recebemos uma visita de consultores do MEC (Comissão do Ministério da Educação), que avaliou minuciosamente TODO o processo de chegada do Curso e TODA a documentação da Faculdade e dos profissionais envolvidos no Curso (principalmente os professores, coordenação e Direção). Foram avaliados diversos parâmetros, tais como: Qualificação e condição de Corpo docente do Curso. Estrutura da Instituição (salas de aula, biblioteca, laboratórios etc.) Matriz Curricular do Curso (Grade) PPC Projeto Pedagógico de Curso de Agronomia (que foi refeito) Carga-Horária semestral e total de Curso de Agronomia Entrevista com alunos e funcionários da Instituição Outras avaliações técnicas. Ao final da avaliação, conseguimos autorização para abertura de processo seletivo externo (vestibular) para o ingresso de novos alunos no Curso.

5 Evolução do Curso Iniciamos em 1/2011 com apenas 36 alunos (todos vindos da antiga FTB). A cada semestre observamos evoluções no número de matrículas. Em 1/2015 ultrapassamos a marca de 200 alunos matriculados. Uma evolução de mais de 400% em 4 anos de Curso. Esperamos ultrapassar a marca de 300 alunos ao final de Figura 1. Evolução de alunos matriculados no Curso de Agronomia Gradativamente aumentamos nossas disciplinas utilizando nosso corpo docente de acordo com as respectivas linhas de pesquisa e área de atuação de cada professor.

6 Começamos a acompanhar a trajetória de nossos alunos formados (nossos egressos). Até para auxiliá-los no mercado de trabalho, nos Cursos de Pós-Graduação e etc. Agregamos professores de outros cursos da própria Instituição para disciplinas básicas. Tivemos alunos recém-formados aprovados no Curso de Pós- Graduação Stricto-Sensu (Mestrado) da UnB - Universidade de Brasília, que é referência em ensino e pesquisa na Região. Infra-Estrutura do Curso Investimos em Laboratórios e novos livros para nossa Biblioteca. Atualmente contamos com: Laboratório de Ciências Vegetais Laboratório de Informática 1 Laboratório de Informática 2 Laboratório de Topografia Laboratório de Anatomia Animal Laboratório de Desenho Técnico Laboratório de Bioquímica Laboratório de Física Laboratório de Química Laboratório de Microscopia/Microbiologia Estão previstas as construções dos Laboratórios de Solos e Tecnologia de sementes

7 Periodicamente chegam novas remessas de Livros técnicos na nossa Biblioteca. São mais de 70 títulos específicos para o Curso de Agronomia em variadas disciplinas: Anatomia Animal Química Geral Bioquímica Física Química Analítica Biologia Celular Ecologia Ciência dos solos Secagem e Armazenamento de Olericultura Fruticultura Grãos Forragicultura Agronegócios Sociologia Agroecologia Fisiologia Vegetal Microbiologia Matemática Estatística Administração Todos esses livros já estão disponíveis na Biblioteca do Campus de Águas Claras e Guará (Biblioteca central da IES). Os outros títulos que chegarão nos próximos meses contemplarão outras disciplinas do Curso. Estágios, visitas técnicas e atividades práticas No decorrer de 2011, foi formalizada a parceria entre a nossa Instituição e a Fazendinha, que consiste em uma de nossas áreas de campo para a realização de aulas práticas e visitas técnicas. Construímos o viveiro de produção de mudas (que já esta funcionando com projetos de TCC e aulas práticas). Fazemos em média 20 visitas/período em diversas propriedades e Empresas da área agrária do Distrito Federal e entorno.

8 Em 2012 firmamos contrato de parceria com o PETUR Parque Ecopedagógico de Turismo Rural, onde iniciamos a nossa primeira vitrine de Grandes Culturas. A disciplina de Grandes Culturas é ministrada no PETUR. Dessa forma o PETUR tornou-se a segunda área de campo do Curso de Agronomia (localizado em Luziânia/Entorno). Em 2014, iniciamos as tratativas para firmar a nossa terceira parceria para aulas de campo, dessa vez com o Projeto TRILHA AMBIENTAL que conta com ampla área para montagem de experimentos, área de educação ambiental, área de canteiros de produção sustentável e salas de aula (localizada em Taguatinga/DF). Diversos contratos de Estágio/Parceria foram firmados pela nossa Instituição, e atualmente cerca de 40% dos nossos alunos desenvolvem atualmente atividades de estágio nas mais diversas áreas do Curso de Agronomia em Órgãos públicos e privados, tais como: EMBRAPA Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Temos dezenas de alunos estagiando na EMBRAPA. O contrato de Estágio firmado com a EMBRAPA engloba todas as Unidades da EMBRAPA do DF e entorno. Vagas de estágio remunerado estão sendo oferecidas frequentemente para alunos a partir do terceiro semestre.

9 NOVACAP Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasi l Temos alunos estagiando na Novacap e temos vagas para novos estágios. TERRACAP Companhia Imobiliária de Brasília. E outras IES. ANA Agência Nacional de Águas EMATER Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural Fazendinha (OnG: Pró-Vida/DF) Temos alunos estagiando na FAZENDINHA e alunos conduzindo projetos de TCC no novo viveiro de produção de mudas que construímos em 1 de O viveiro foi revitalizado em 1 de 2014 através de projetos de extensão incentivados pela Instituição. SAGRI-DF Secretaria de Agricultura do Distrito Federal. SIGMA Consultoria e Assessoria Empresarial. Temos aluno estagiando no SIGMA na área de projetos Agropecuários MORINAGA Sítio GERANIUM - Agricultura Agoecológica Laboratório de Análises SOLOQUÍMICA

10 Frequentemente realizamos saídas de campo com os alunos do Curso de Agronomia. São visitas técnicas à propriedades rurais e agroindustriais do Distrito Federal e entorno. Algumas disciplinas do Curso têm suas aulas conduzidas diretamente nas áreas de campo sob supervisão dos professores da disciplina.

11 Projetos e bolsas de pesquisa e extensão Conseguimos aprovação de vários projetos de Bolsa de Iniciação Científica e já temos alunos bolsistas do PIBIC-CNPq no Curso sendo orientado por nossos professores, além de outros projetos que foram aprovados junto ao CNPq de forma voluntária. Desde 2012 diversos professores do Curso já orientaram e/ou orientam alunos de iniciação científica. Em 2/2014 tivemos dois novos projetos aprovados com bolsa PIBIC para nossos alunos e professores, um projeto aprovado de forma voluntária (sem bolsa) e conseguimos pela primeira vez a aprovação de um projeto de Grupo de Pesquisa que será registrado como grupo de pesquisa da nossa Instituição junto a CAPES. E assim estamos desenvolvendo o Curso de Agronomia nas Faculdades Integradas ICESP-Promove de Brasília. Em união entre o nosso corpo discente (alunos), corpo docente (professores) e Direção da IES. Nossa expectativa é de fechar turmas nos demais semestres e chegar (em um futuro próximo) em pelo menos 10 turmas de Agronomia (uma em cada semestre), possibilitando assim um melhor planejamento de Curso e divisão de disciplinas.

12 Prêmios e Homenagens Em setembro de 2014 o nosso Curso de Agronomia foi estrelado na avaliação do Guia do Estudante da Editora ABRIL com 3 estrelas, sendo assim considerado como um dos melhores Cursos de Agronomia da nossa Região. Foi a premiação de todos esses anos de trabalho. Na Edição 2015 do Guia do Estudante o nosso Curso esta relacionado como 3 estrelas. Essa premiação foi muito comemorada, pois de tantas Instituições no País que oferece o Curso de Agronomia, poucas conseguem estrelas. Em Outubro de 2014, conseguimos NOTA 4 na avaliação do ENADE (Exame Nacional de Desempenho Acadêmico). Uma excelente nota que aprova o nosso Curso junto ao MEC e nos coloca como um dos melhores cursos do País.

13 CORPO DOCENTE NOTA 4 CURSO DE AGRONOMIA 2015 Língua Portuguesa Metodologia Científica Prof. ESPECIALISTA Alessandro Piantino Titulação: Licenciado em Letras (Faculdade Evangélica de Brasília FE/DF) Especialização: Linguística / Revisão de Texto (Universidade Gama Filho UGF/SP) Química Geral Química Analítica e Experimental Agrotóxicos e Manejo Integrado de Pragas Administração Rural Prof. MESTRE Bernardo Verano Titulação: Químico (Centro Universitário de Brasília UniCEUB/DF) Mestrado: Economia Ambiental (Universidade de São Paulo USP/SP) Planimetria e Georeferenciamento Topografia e Fotogramentria Prof. MESTRE Érick Kill Titulação: Engenheiro Ambiental (Universidade Católica de Brasília UCB/DF) Mestrado: Geociências (Universidade de Brasília UnB/DF)

14 Anatomia Animal Zootecnia II Prof. MESTRE Fernando Mattos Titulação: Médico Veterinário (Universidade Federal de Goiás UFV/GO) Mestrado: Ciência Animal (Universidade de Brasília UnB/DF) Melhoramento de Plantas Genética Prof. DOUTOR Francisco José Rivera Titulação: Biólogo (Universidad Nacional Mayor de San Marcos Perú) Mestrado: Biologia Molecular (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Biologia Molecular (Universidade de Brasília UnB/DF) Química Geral Química Analítica e Experimental Bioquímica Prof. ESPECIALISTA Guilherme Cudo Titulação: Química (Universidade de Brasília UnB/DF) Especialização: Perícia e Gestão Ambiental (Faculdades ICESP/PROMOVE de Brasília/DF)

15 Introdução a Informática Construções Rurais Metodologia Científica Topografia e Fotogrametria Profa. MESTRE Isadora Banducci Titulação: Arquiteta Urbanista (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul UFMS/MS) Mestrado: Arquitetura e Urbanismo (Universidade de Brasília UnB/DF) Topografia & Fotogrametria Construções Rurais Prof. DOUTOR José Rogério Vargens Titulação: Engenheiro Civil (Universidade Federal Da Bahia UFBA/BA) Mestrado: Economia (Universidade Federal da Bahia UFBA/BA) Doutorado: Economia (Universidade de Brasília UnB/DF) Biologia Celular Silvicultura Biologia do Solo Pedologia Fisiologia Vegetal Profa. DOUTORA Juliana Martins Titulação: Engenheira Florestal (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Ciências Florestais (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Ciências Florestais (Universidade de Brasília UnB/DF)

16 Máquinas e Mecanização Agrícola Hidráulica e Hidrometria Prof. MESTRE Leonardo Batista Titulação: Engenheiro Mecânico (Universidade Federal de Uberlândia UFU/-DF) MBA: Liderança e Gestão profissional (Fundação Don Cabral FDC/DF) Mestrado profissionalizante: Terapia (Sociedade Brasileira de Terapia Intensiva SBTI/DF) Profa. DOUTORA Luciana Morais Biologia do Solo Agrotóxicos e Manejo Integrado de Pragas Grandes Culturas Fruticultura Olericultura Manejo e Conservação do solo e Água Fertilidade do Solo Titulação: Engenheira Agrônoma (Universidade Federal do Maranhão UFM/MA) Mestrado: Agronomia (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Agronomia (Universidade de Brasília UnB/DF) Biologia Celular Bioquímica Química Analítica e Experimental Microbiologia Fisiologia Vegetal Profa. MESTRE Luciana Ramalho Titulação: Bióloga (Universidade Católica de Brasília UCB/DF) Mestrado: Biologia Molecular (Universidade de Brasília UnB/DF)

17 Agroclimatologia Manejo e Conservação do Solo e da Água Silvicultura Fitopatologia Geral Entomologia Geral Prof. MESTRE Marcelo Castro Titulação: Engenheiro Florestal (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Fitopatologia (Universidade de Brasília Brasília UnB/DF) Prof. DOUTOR Marcelo da Silva Marinho* Titulação: Engenheiro Agrônomo (Universidade Federal Rural da Amazônia UFRA/PA) Mestrado: Ciências Florestais (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Ecologia (Universidade de Brasília UnB/DF) Pedologia / Ciência do solo Fertilidade do Solo Nutrição Mineral de Plantas Manejo e Conservação do Solo e água Ecologia *Coordenador do Curso Matemática Física Prof. DOUTOR Marcio Castro Titulação: Físico (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Física (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Física (Universidade de Brasília UnB/DF)

18 Anatomia Animal Plantas Forrageiras Zootecnia I Zootecnia II Prof. MESTRE Marcos José Alves Titulação: Zootecnista (Universidade Federal da Paraíba UFPB/PB) Mestrado: Forragens e Pastagens (UNIVERSIDADE Federal de Viçosa UFV-MG) Língua Portuguesa Metodologia Científica Profa. MESTRE Maria das Graças Titulação: Licenciada em Língua Portuguesa (UnB-DF) Mestrado. Educação (Cambridge International University - USA) Anatomia Animal Zootecnia I Zootecnia II Profa. MESTRE Maria Malane Titulação: Zootecnista (Universidade Estadual do Vale do Acaraú UVA/CE) Mestrado. Ciência Animal (Universidade de Brasília UnB/DF)

19 Matemática Estatística Administração Rural Desenho Técnico Prof. ESPECIALISTA Mauricio Marinho Titulação: Administrador e Estatístico (União Pioneira de Integração Social UPIS/DF) Especialização: Administração (Escola de Administração - EAP/DF) MBA: Cálculo e Planejamento (Escola de Administração EAP/DF) Anatomia Animal Zootecnia I Zootecnia II Profa. MESTRE Milena Mendonça Titulação: Médica Veterinária (União Pioneira de Integração Social - UPIS-DF) Mestrado: Ciência Animal (Universidade de Brasília UnB/DF) Física Hidráulica & Hidrometria Introdução a Informática Estatística Experimental Construções Rurais Irrigação & Drenagem Prof. DOUTOR Nilo Serpa Titulação: Arquiteto (Universidade Santa Ursulla USU/RJ) Mestrado: Astronomia (Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ/RJ) Doutorado: Engenharia Ambiental (Universite Libre des Sciences de L Homme de Paris/França)

20 Ecologia Morfologia e Sistemática de Fanerógamas Biologia Celular Profa. DOUTORA Patrícia Gomes Titulação: Bióloga (Universidade Federal de juiz de Fora UFJF/MG) Mestrado: Ecologia (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Ecologia (Universidade de Brasília UnB/DF) Prof. DOUTOR Paulo de Tarso Titulação: Engenheiro Agrônomo (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Fitopatologia (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Fitopatologia (Universidade de São Paulo ESALQ/USP/SP) Fitopatologia Geral Fitopatologia Agrícola Floricultura & Paisagismo Morfologia e Sistemática de Fanerógamas Olericultura Microbiologia Introdução a Agronomia Anatomia Animal Zootecnia 1 Zootecnia 2 Prof. ESPECIALISTA Rafael Bonorino Titulação: Médico Veterinário (Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRS/RS) Especialização: Animais Silvestres (Universidade Castelo Branco UCB/RJ)

21 Microbiologia Propriedade e Composição dos Alimentos Profa. MESTRE Rayane Bálsamo Titulação: Tecnóloga em Alimentos (Universita Degli Studi della Tuscia de Viterbo/Itália) Mestrado: Ciências Agrárias (Universidade de Brasília UnB/DF) Biologia Celular Administração Rural Economia Rural Profa. MESTRE Rosângela Laura Titulação: Bióloga (Universidade Regional Integrada do Alto Uruguay e das Missões URI/RS) Mestrado: Economia Ambiental (Universidade de Brasília UnB/DF) Química Geral Química Analítica e Experimental Bioquímica Profa. DOUTORA Rozeneide Magalhães Titulação: Química (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Patologia Molecular (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Ciências Médicas (Universidade de Brasília UnB/DF)

22 Morfologia & Sistemática de Fanerógamas Ecologia Genética Fisiologia Vegetal Produção e Tecnologia de Sementes Prof. DOUTOR Stefano Aires Titulação: Biólogo (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Botânica (Universidade de Brasília UnB/DF) Doutorado: Ecologia (Universidade de Brasília UnB/DF) Prof. DOUTOR Thiago Leite Introdução a Informática Silvicultura Sociologia & Extensão Rural Agroecologia Legislação Agrária e Ambiental Metodologia Científica Física Titulação: Engenheiro Florestal (Universidade de Brasília UnB/DF) Mestrado: Ciências Florestais (Universidade de Brasília - UnB-DF) Doutorado: Ciências Florestais (Universidade de Brasília UnB/DF) Nosso corpo docente conta com 29 professores, sendo que 12 possuem o grau de Doutor, 13 são Mestres e 4 são Especialistas. Todos com larga experiência e altamente qualificados em suas áreas. 14% Especialistas Titulação do nosso Corpo Docente 45% Mestres 41% Doutores

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO)

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) Ingressantes a partir de 2015 1º SEMESTRE HORAS 2º SEMESTRE HORAS Introdução à Engenharia Agronômica 60 Metodologia Científica 60 Álgebra Linear 60 Desenho

Leia mais

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma:

A Matriz curricular do curso de Engenharia Agronômica das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul fica estabelecida da seguinte forma: 5.2 Objetivo do Curso Capacitar o aluno para que se torne um profissional com habilidades para produzir mais e melhor, com competência para gerenciar e gerar tecnologias que reduzam os impactos negativos

Leia mais

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional Missão do Curso A função primordial do Engenheiro Agrônomo consiste em promover a integração do homem com a terra através da planta e do animal, com empreendimentos de interesse social e humano, no trato

Leia mais

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal)

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Curso: Engenharia Agrícola e Ambiental Matriz Curricular 1 Período IB 157 Introdução à Biologia 4 (2-2) IT 103 Técnicas Computacionais em Engenharia 4 (2-2)

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: 01/01/2006. Natureza - Obrigatoria Prática 34 Teórica 34 1 de 9 Colegiado: Nível:Graduação Início: 19941 Título: Concluinte: Mínimo: 01 - - CCA024 - BIOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA029 - ZOOLOGIA GERAL - Ativa desde: CCA283 - METODOLOGIA DA PESQUISA - Ativa

Leia mais

Coordenação do Curso: Ana Paula Silva Fernando A. Santos

Coordenação do Curso: Ana Paula Silva Fernando A. Santos Coordenação do Curso: Ana Paula Silva Fernando A. Santos Um curso com tradição e com futuro Mais de 700 Engenheiros a trabalhar em todo o país Um curso acreditado pela Ordem dos Engenheiros Uma formação

Leia mais

Elcival José de Souza Machado Diretor do úcleo de Seleção Universidade Estadual de Goiás

Elcival José de Souza Machado Diretor do úcleo de Seleção Universidade Estadual de Goiás Titulação: Docente - Doutor Anápolis, de março de 00. Região: Centro Goiano Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Bioquímica e Tecnologia de Alimentos 8 8,00 Ciências Agrárias - Engenharia

Leia mais

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde Manhã Tarde BLOCO I ANFITEATRO A 78 carteiras c/ PG - EA Manutenção e Lubrificação de Máquinas Agrícolas PG -EA Ensaio de Máquinas Agrícolas Radiação Solar- SALA 2 SALA 3 SALA 4 50 carteiras c/ SALA 7 SALA 8 SALA

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : AGRONOMIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 230 Optativos: 10. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : AGRONOMIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 230 Optativos: 10. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:07:30 Curso : AGRONOMIA

Leia mais

A formação profissional de engenharia UFRA. Prof. Sergio Pinheiro

A formação profissional de engenharia UFRA. Prof. Sergio Pinheiro A formação profissional de engenharia agronômica pela UFRA Prof. Sergio Pinheiro O Curso de Agronomia da UFRA Início: 1951 Escola de Agronomia da Amazônia (EAA) Criado pelo Decreto Lei nº. 8.290, de 05.12.1945.

Leia mais

Considerando a Resolução Nº 39/99, do CONSEPE/UFPB, que sistematiza a elaboração e reformulação dos projetos pedagógicos; e

Considerando a Resolução Nº 39/99, do CONSEPE/UFPB, que sistematiza a elaboração e reformulação dos projetos pedagógicos; e SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 21/2007 Aprova a estrutura curricular do curso de graduação

Leia mais

Tecnologia em Produção de Grãos

Tecnologia em Produção de Grãos Tecnologia em Produção de Grãos Nível/Grau: Superior/Tecnólogo Vagas: 30 Turno: Matutino Duração: 3 anos mais estágio (7 semestres) Perfil do Egresso O profissional estará capacitado para: Produzir grãos

Leia mais

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS 1º PERÍODO Obrigatória ou Carga Horária Anatomia dos Animais Domésticos Obrigatória 60 - Biologia geral animal Obrigatória 60 - Biologia geral vegetal

Leia mais

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA

CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO CAMPUS PETROLINA ZONA RURAL CURSO BACHARELADO EM AGRONOMIA

Leia mais

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br AGRONOMIA COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 65 Engenheiro Agrônomo ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.637, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.637, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.637, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado

Leia mais

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES Campus Graduação na área de Artes Ministrar aulas em disciplinas relacionadas à área de Artes em geral. Desenvolver projetos e atividades extra-curriculares nas Artes

Leia mais

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014 GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(5) Introdução à Engenharia Agronômica 2

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA UFOB ANEXO I QUADRO GERAL DE VAGAS POR CAMPUS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA UFOB ANEXO I QUADRO GERAL DE VAGAS POR CAMPUS UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA UFOB ANEXO I QUADRO GERAL DE VAGAS POR CAMPUS CAMPUS BARRA Área do Conhecimento: Entomologia Agrícola Titulação: Graduação em Agronomia e doutorado em Entomologia

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PERÍODO DISCIPLINAS C.H. 1º Antropologia e Sociologia 60 Língua Portuguesa 60 Matemática Básica 60 Metodologia Científica 60 TGA I 60 2º Ciências da Religião 60 Instituições do Direito Público

Leia mais

Comunicado Edital 07/2013 IPIRANGA DO NORTE

Comunicado Edital 07/2013 IPIRANGA DO NORTE Comunicado Edital 07/2013 A Comissão de Seleção do PRONATEC Campus Sorriso, designada pelas Portarias nº 020/2013, nº 024/2013 e 026/2013 serve-se do presente para publicar o Resultado Preliminar de Análise

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(5) Introdução à Engenharia Agronômica

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS PARA PROFESSOR E FORMAÇÃO NECESSÁRIA

DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS PARA PROFESSOR E FORMAÇÃO NECESSÁRIA 06/ 05/ INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCESSO SELETIVO DO º SEMESTRE 05 ANEXO II EDITAL Nº 8/05 DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS PARA PROFESSOR E FORMAÇÃO NECESSÁRIA Técnico em Redes de Computadores

Leia mais

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP Apresentação ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP A Agronomia está intimamente ligada à produção de alimentos, sejam estes de origem animal ou vegetal. Compete ao Engenheiro Agrônomo produzir, conservar, transformar

Leia mais

Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil

Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil Tabela de Cursos de Mestrado e Doutorado no Brasil Universidade 1 Universidade Federal de UFRR Norte Agronomia http://www.posagro.ufrr.br/ 0 Roraima Desenvolvimento Regional da Amazônia http://www.necar.ufrr.br/index.php?

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA

CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA 1 o Período - GRADE CURRICULAR DO CURSO Citologia 5 Desenho Técnico 3 Física I 4 Matemática I 4 Morfologia Vegetal 5 Química Geral e Analítica 6 27 2 o Período - GRADE CURRICULAR

Leia mais

Engenharia Agrícola. Turno: Diurno Duração: 5 anos (10 semestres) Perfil do Egresso

Engenharia Agrícola. Turno: Diurno Duração: 5 anos (10 semestres) Perfil do Egresso Engenharia Agrícola Nível/Grau: Superior/Bacharelado Vagas: O Curso de Engenharia Agrícola oferece anualmente 50 vagas, somando as duas ofertas (25 vagas via UNIPAMPA e 25 vagas via IF Farroupilha). O

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA FLORESTAL. CRÉDITOS Obrigatórios: 241 Optativos: 12.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA FLORESTAL. CRÉDITOS Obrigatórios: 241 Optativos: 12. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:09:29 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

ANEXO I DAS ÁREAS, DA QUANTIDADE DE VAGAS, DOS PERFIS PARA INVESTIDURA NO CARGO, DO REGIME DE TRABALHO E DAS LOCALIDADES DAS VAGAS

ANEXO I DAS ÁREAS, DA QUANTIDADE DE VAGAS, DOS PERFIS PARA INVESTIDURA NO CARGO, DO REGIME DE TRABALHO E DAS LOCALIDADES DAS VAGAS ANEXO I DAS ÁREAS, DA QUANTIDADE DE VAGAS, DOS PERFIS PARA INVESTIDURA NO CARGO, DO REGIME DE TRABALHO E DAS LOCALIDADES DAS VAGAS CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CRUZEIRO DO SUL CENTRO DE EDUCAÇÃO E LETRAS CEL

Leia mais

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 1. INTRODUÇÃO AGENDA 2. ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS 3. MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

CURSO DE ZOOTECNIA CARACTERIZAÇÃO DOS DOCENTES 1º.

CURSO DE ZOOTECNIA CARACTERIZAÇÃO DOS DOCENTES 1º. 1º. Período Introdução ao Cálculo 60 Luciana Alvarenga Santos Graduação em Engenharia Civil, Mestrado em Estruturas de Concreto. Química Geral 60 Nayara Penoni Graduação em Química e Mestrado em Agroquímica.

Leia mais

CURSO DE AGRONOMIA CONDIÇÕES DE OFERTA DO CURSO 2º SEMESTRE DE 2012

CURSO DE AGRONOMIA CONDIÇÕES DE OFERTA DO CURSO 2º SEMESTRE DE 2012 CURSO DE AGRONOMIA CONDIÇÕES DE OFERTA DO CURSO 2º SE DE 2012 I. ATO AUTORIZATIVO: - Ato de Autorização: Decreto n o. 97893, de 30 de junho de 1989. Publicada no Diário Oficial de 03 de julho de 1989 -

Leia mais

C T A : T A B E L A D E E Q U I V A L Ê N C I A S

C T A : T A B E L A D E E Q U I V A L Ê N C I A S C T A : T A B E L A D E E Q U I V A L Ê N C I A S Ciência e Tecnologia Animal (3 anos) 1º ano/1º semestre Matemática Matemática I ou Matemática I ou Biologia celular Biologia celular ou Biologia I ou Histologia

Leia mais

ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br

ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br 70 Currículos dos Cursos do CCA UFV Engenheiro Agrícola e Ambiental ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrícola e Ambiental

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 13/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 135-Área de

Leia mais

HORÁRIOS EXAMES 2012/1 CURSOS SUPERIORES

HORÁRIOS EXAMES 2012/1 CURSOS SUPERIORES HORÁRIOS EXAMES 2012/1 CURSOS SUPERIORES CST AGRONEGÓCIO TURMA 01 19h 19h50min Fund. produção vegetal Fund. produção animal Informática aplicada Port. instrumental 19h50min 20h40min Fund. produção vegetal

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA MEMBROS DA CÂMARA DE ENSINO DO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS Sérgio Hermínio Brommonschenkel - Presidente Coordenadores de curso Agronomia (AGN) - Eveline Mantovani Alvarenga

Leia mais

POR UMA CIÊNCIA AGRONÔMICA: caminhos para a formação sistêmica nas ciências agrárias

POR UMA CIÊNCIA AGRONÔMICA: caminhos para a formação sistêmica nas ciências agrárias POR UMA CIÊNCIA AGRONÔMICA: caminhos para a formação sistêmica nas ciências agrárias Aquiles Simões Universidade Federal do Pará COMPREENDER UMA REALIDADE AGRÁRIA EM SUA DIVERSIDADE, OS DIFERENTES MODOS

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA 48 CURSO DE AGRONOMIA COORDENADOR DO CURSO DE AGRONOMIA Valterley Soares Rocha vsrocha@ufv.br Catálogo de Graduação 2002 49 ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro-Agrônomo desempenhar as atividades profissionais

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE AGRONOMIA

PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE AGRONOMIA Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE AGRONOMIA COMISSÃO 1 : Prof. Alexandre Américo Almassy Junior Presidente

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO UNIVERSIDADE ESDUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE AGRONOMIA ENSALAMENTO TEMPORÁRIO NO CAMPUS SAN CRUZ 1ª SÉRIE 1º SEMESTRE DE 2011 09h 10min Citologia DEBIO Citologia DEBIO Informática TC DECOMP

Leia mais

NORMAS PARA A SEGUNDA ETAPA DO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA 2º/SEMESTRE/2015 MAIO/2015

NORMAS PARA A SEGUNDA ETAPA DO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA 2º/SEMESTRE/2015 MAIO/2015 Av. Pádua Dias, 11 Caixa Postal 9 CEP: 1318-900 Piracicaba, SP Brasil NORMAS PARA A SEGUNDA ETAPA DO PROCESSO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA 2º/SEMESTRE/2015 I. DISPOSIÇÕES GERAIS MAIO/2015 a) A abertura do

Leia mais

EDITAL Nº 24/2014/SED

EDITAL Nº 24/2014/SED ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO EDITAL Nº 24/2014/SED O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais e considerando o disposto no artigo 3º da Lei nº 456,

Leia mais

E-mail: Currículo lattes:

E-mail: Currículo lattes: CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL Adalberto Wolmer do Nascimento Silva (Especialista) Regime de Trabalho: Tempo Parcial Área de Conhecimento:

Leia mais

Projetos de Extensão. Prof. Msc. Marcílio Meira Informátic ca

Projetos de Extensão. Prof. Msc. Marcílio Meira <marcilio.meira@ifrn.edu.br> Informátic ca Extensão Projetos de Extensão Prof. Msc. Marcílio Meira Informátic ca Objetivos da aula a. Compreender o que é um Projeto de Extensão, e seus objetivos; b Aprender como se

Leia mais

RESUMO DO PROJETO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA - BACHARELADO

RESUMO DO PROJETO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA - BACHARELADO RESUMO DO PROJETO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA - BHARELADO MARILDE QUEIROZ GUEDES Diretora do Departamento MARCOS ANTÔNIO VANDERLEI SILVA Coordenador de Colegiado RITA DE CASSIA NASCIMENTO SILVA Secretária

Leia mais

Cursos 2.232 12,69 189,49. Matrículas 492.880 10,65 147,39. Vagas 244.629 12,88 191,25. Candidatos 696.072 10,83 139,22

Cursos 2.232 12,69 189,49. Matrículas 492.880 10,65 147,39. Vagas 244.629 12,88 191,25. Candidatos 696.072 10,83 139,22 Nº em 2010 Crescimento Período 2001/2010 Médio (%) Total (%) Nº em 2015 Cursos 2.232 12,69 189,49 Matrículas 492.880 10,65 147,39 Vagas 244.629 12,88 191,25 Candidatos 696.072 10,83 139,22 Ingressantes

Leia mais

GERED - ARARANGUÁ DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO PROVA HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA

GERED - ARARANGUÁ DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO PROVA HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO CONTABILIDADE CONTABILIDADE 433 DIREITO DIREITO E LEGISLAÇÃO 453 AGRONEGÓCIO ASSOCIATIVISMO E COOPERATIVISMO SISTEMAS AGROALIMENTARES GESTAO III-

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MIGUEL MOFARREJ

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MIGUEL MOFARREJ CURSO: AGRONOMIA 1ª PROVA 07:20 HORAS 2ª PROVA 09:15 HORAS Classe: 1º TERMO MATUTINO Sala: 2ª C H A M A D A Matemática I Prof. Sidney Ferrari ICA Prof. Julio Guerreiro Comunicação e Expressão Profª. Patrícia

Leia mais

GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA

GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA CONTABILIDADE CONTABILIDADE 433 Habilitado - Diploma e Histórico Escolar de Curso Superior em Ciências Contábeis, Administração,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONCESSÃO BPT 3 REGIÃO NORTE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONCESSÃO BPT 3 REGIÃO NORTE UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONCESSÃO BPT 3 REGIÃO NORTE MESTRADO CLIMA E AMBIENTE (INPA - UEA) 4 4 27 5 0 22 27 100,00% 8 0 8 0,00% 40,91% MEDICINA TROPICAL 3 4 36 17 7 10 34 94,44% 6 3 9 11,76%

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS PERFIL 1 215090 Física para 1 04 220612 Tópicos em Matemática I 04 220663 Introdução a 04 220671 Fundamentos de Química 04 220680

Leia mais

FACULDADES GAMMON - HORÁRIO DE AULA PARA O 1º TERMO 2º SL/2015 CURSO: AGRONOMIA

FACULDADES GAMMON - HORÁRIO DE AULA PARA O 1º TERMO 2º SL/2015 CURSO: AGRONOMIA 2ª 07:50 08:40 3ª 09:00 09:50 4ª 09:50 10:40 5ª 10:50 11:40 Tarde 6ª 13:00 13:50 7ª 13:50 14:40 8ª 15:00 15:50 9ª 15:50 16:40 10ª 16:50 17:40 FACULDADES GAMMON - HORÁRIO DE AULA PARA O 1º TERMO 2º SL/2015

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MANEJO E CONSERVAÇÃO DE ECOSSISTEMAS NATURAIS E AGRÁRIOS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2013/II

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MANEJO E CONSERVAÇÃO DE ECOSSISTEMAS NATURAIS E AGRÁRIOS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2013/II MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS FLORESTAL INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Campus Universitário Florestal, MG - 35690-000 Telefone

Leia mais

EDITAL N. 7/PROPP, DE 14 DE MAIO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR VISITANTE

EDITAL N. 7/PROPP, DE 14 DE MAIO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR VISITANTE EDITAL N. 7/PROPP, DE 4 DE MAIO DE 205. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR VISITANTE O PRÓ-REITOR DE ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA, da Fundação Universidade Federal da Grande

Leia mais

SELEÇÃO DE PROFESSORES

SELEÇÃO DE PROFESSORES SELEÇÃO DE PROFESSORES SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE VAGAS PARA 2013/1 CRONOGRAMA DO SISTEMA CONTINUADO DE AVALIAÇÃO DOCENTE DATA ATIVIDADE 22 de novembro a 7 de dezembro Divulgação/Inscrições

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

Universidade Estadual de Maringá PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS EDITAL N O 001/2011-PRH 2 - DAS ÁREAS DE CONHECIMENTO, N O DE VAGAS, REGIME E LOCAL DE TRABALHO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS (01) Bioquímica Graduação em Química ou

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009 Aprova o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia

Leia mais

O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais

O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais Alexandre Sylvio Vieira da Costa 1 1.Engenheiro Agrônomo. Professor Universidade Vale do Rio Doce/Coordenador Adjunto da Câmara

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Especialização em Gerência e Monitoramento Ambiental

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS RESUMO HISTÓRICO DA UFV

INFORMAÇÕES GERAIS RESUMO HISTÓRICO DA UFV INFORMAÇÕES GERAIS RESUMO HISTÓRICO DA UFV Com o incremento da produção agropecuária em Minas Gerais, o então presidente do Estado, Arthur da Silva Bernardes, tomou a iniciativa de criar uma escola que

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ZOOTECNIA. PRÉ-REQUISITO e/ou CO-REQUISITO (CR)

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ZOOTECNIA. PRÉ-REQUISITO e/ou CO-REQUISITO (CR) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ZOOTECNIA Quadro 1- Matriz curricular do curso de zootecnia DISCIPLINA 1º Período Introdução à Zootecnia Nenhum 24 08 32 NC OB Exercício da Profissão de Zootecnista Nenhum

Leia mais

FINALIDADES E OBJETIVOS DO CURSO

FINALIDADES E OBJETIVOS DO CURSO 1.Identificação e situação legal - Identificação do curso, ato de criação, início do curso e ato de reconhecimento. CURSO: SITUAÇÃO LEGAL: Medicina Veterinária Dados de Criação/Autorização: Documento:

Leia mais

CIRCULAR TÉCNICA N o 99. Abril/1980 O CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL E AS PERSPECTIVAS PROFISSIONAIS *

CIRCULAR TÉCNICA N o 99. Abril/1980 O CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL E AS PERSPECTIVAS PROFISSIONAIS * IPEF: FILOSOFIA DE TRABALHO DE UMA ELITE DE EMPRESAS FLORESTAIS BRASILEIRAS PBP/0 CIRCULAR TÉCNICA N o 99 Abril/1980 ISSN 0100-3453 O CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL E AS PERSPECTIVAS PROFISSIONAIS * 1.

Leia mais

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA Nome IES: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - LICENCIATURA Dados de identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973

RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973 RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973 Discrimina atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia, Arquitetura e Agronomia. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR. Patologia Clínica Veterinária

MATRIZ CURRICULAR. Patologia Clínica Veterinária MATRIZ CURRICULAR No Quadro II está apresentada a estrutura curricular do Curso de Medicina Veterinária da FATENE, distribuída de acordo com os conteúdos essenciais profissionais, definidos pelo Parecer

Leia mais

Linhas de Investigação do PPGAMGP. Mestrado Doutorado Genética Molecular Vegetal Citogenética 2 1 Olericultura 1 - Melhoramento Vegetal

Linhas de Investigação do PPGAMGP. Mestrado Doutorado Genética Molecular Vegetal Citogenética 2 1 Olericultura 1 - Melhoramento Vegetal SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO - UFRPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - MELHORAMENTO GENÉTICO DE PLANTAS NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS 2014/01

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS 2014/01 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS 2014/01 A Direção Geral da Faculdade Católica do Tocantins, no uso de suas atribuições faz saber a todos os alunos interessados

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA

CORPO DOCENTE DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA SECRETARIA EDUCAÇÃO SUPERIOR INSTITUTO FERAL DO ESPÍRITO SANTO CORPO DOCENTE DO CURSO AGRONOMIA DO IFES DOCENTE ADRIANO GOLDNER COSTA ALBERTO CHAMBELA NETO ANANIAS OLIVEIRA LIMA ANTONIO ELIAS SOUZA DA

Leia mais

Bacharelado em Medicina Veterinária

Bacharelado em Medicina Veterinária Bacharelado em Medicina Veterinária INFORMAÇÕES Duração do Curso: 05 anos (10 semestres) Horário: Manhã Número de Vagas: 100 anuais Coordenador: Profº Dr. Carlos Tadeu Bandeira de Lavor O CURSO O Curso

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Lins ENGENHARIA AGRONÔMICA

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Lins ENGENHARIA AGRONÔMICA CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Lins ENGENHARIA AGRONÔMICA - Entrega do manual - Biblioteca - Aula inaugural - Aproveitamento de disciplinas - Fazenda de Ensino, Pesquisa e Extensão -

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Alan Teixeira da Silva (Graduado) Regime de Trabalho: Horista Área de conhecimento: Engenharia Qualificação Profissional: Engenharia de Telecomunicações

Leia mais

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ Código/Área de Estudo. Desenho Técnico, Desenho Assistido por Computador (CAD), Informática 02. Materiais para Construção Mecânica, Corrosão e Tribologia 03. Termodinâmica, Refrigeração, Transferência

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES DOS PPGZ/PDIZ AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO INGRESSO 2015.2 EDITAL EXTRA PRPPG/UFRPE

NORMAS COMPLEMENTARES DOS PPGZ/PDIZ AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO INGRESSO 2015.2 EDITAL EXTRA PRPPG/UFRPE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO - UFRPE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PRPPG COORDENADORIA GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO CPPG PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2

FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2 FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2 1 SEMESTRE DISCIPLINA TEORICA PRÁTICA C/H CR 1. Ecologia e Manejo Ambiental 60-60 04 2. Informática Básica 30-30 02 3. Sociologia Rural

Leia mais

Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de Vagas

Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de Vagas Retificação do Edital nº 063, de 12/04/2016 Anexo I Quadro de d) DOCENTES Inclusão da Jornada UNIDADE: CAMPUS AVANÇADO ARCOS Engenharia Mecânica - Bacharelado em Engenharia Mecânica, com Doutorado em Engenharia

Leia mais

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11

PROCESSO N 337/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 PROTOCOLO N.º 07.595.260-0 PARECER CEE/CEB N.º 1019/11 APROVADO EM 09/11/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: COLÉGIO INSTITUTO CRISTÃO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL MUNICÍPIO: CASTRO ASSUNTO: Pedido

Leia mais

CTeSP em Produção Agropecuária

CTeSP em Produção Agropecuária CTeSP em Produção Agropecuária O Curso de Técnico Superior Profissional em Produção Agropecuária forma profissionais que autonomamente ou integrados em equipa, planeiam, organizam, coordenam e executam

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL ANO - 2014

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL ANO - 2014 CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL ANO - 2014 Adalberto Wolmer do Nascimento Silva (Mestre) Regime de Trabalho: Horista Área de Conhecimento:

Leia mais

Ministério da Educação. Gabinete do Ministro

Ministério da Educação. Gabinete do Ministro Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 556, de 25 de fevereiro de 2005 (DOU nº 39, Seção 1 página 23, de 28/2/2005) O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições e tendo

Leia mais

RESUMO HISTÓRICO DA UFV

RESUMO HISTÓRICO DA UFV INFORMAÇÕES GERAIS RESUMO HISTÓRICO DA UFV Com o incremento da produção agropecuária em Minas Gerais, o então presidente do Estado, Arthur da Silva Bernardes, tomou a iniciativa de criar uma escola que

Leia mais

UMA PROPOSTA PARA CRIAÇÃO DE CURSO SEQUÊNCIAIS DE TOPOGRAFIA NAS ÁREAS DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS NA UFRPE

UMA PROPOSTA PARA CRIAÇÃO DE CURSO SEQUÊNCIAIS DE TOPOGRAFIA NAS ÁREAS DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS NA UFRPE UMA PROPOSTA PARA CRIAÇÃO DE CURSO SEQUÊNCIAIS DE TOPOGRAFIA NAS ÁREAS DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS NA UFRPE Fernando J. L. Botelho - fbotelho@elogica.com.br; UFRPE/UNICAP, DTR, Rua d. Manoel de Medeiros, s/n

Leia mais

LISTA DOS CURSOS DE MESTRADO AVALIADOS PELA CAPES NO PARANÁ Cursos novos que ainda não possuem nota não constam na lista

LISTA DOS CURSOS DE MESTRADO AVALIADOS PELA CAPES NO PARANÁ Cursos novos que ainda não possuem nota não constam na lista LISTA DOS CURSOS DE MESTRADO AVALIADOS PELA CAPES NO PARANÁ Cursos novos que ainda não possuem nota não constam na lista INSTITUIÇÃO CURSO NOTA DA CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE (UNIANDRADE)

Leia mais

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR EDITAL 162/2013 Curso Sem. Disciplina Perfil do Docente Administração 1º Teoria Geral da Administração Administração 1º Empreendedorismo Administração 1º Sociologia das Organizações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL N 08/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO - MACAPÁ, SANTANA E MAZAGÃO ANEXO I - RELAÇÃO DAS VAGAS E REQUISITOS ESPECÍFICOS POR ÁREA DE

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : MEDICINA VETERINÁRIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 249 Optativos: 12.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : MEDICINA VETERINÁRIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 249 Optativos: 12. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:10:25 Curso : MEDICINA

Leia mais

dezembro-2005 janeiro-2005 a Período: Programa de Fomento à Pós-Graduação - PROF Valor (R$ Mil) Valor (R$ Mil) Valor Total (R$ Mil) Bolsistas

dezembro-2005 janeiro-2005 a Período: Programa de Fomento à Pós-Graduação - PROF Valor (R$ Mil) Valor (R$ Mil) Valor Total (R$ Mil) Bolsistas Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Número de Bolsistas e Valores Pagos (Médias), Segundo os Programas de Pós-Grad. Níveis: Mestrado

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA)

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA) PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA) Análise e Processamento de Imagens Antropologia Ciência e Tecnologia dos

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE APOIO A ESTUDANTES DE DOUTORADO DO EXTERIOR (PAEDEX) CONVOCATÓRIA 2012 APRESENTAÇÃO O Programa

Leia mais

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA ALGUNS INDICADORES¹ 2.314 IES 245 públicas (10,6%) e 2.069

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL

PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE BOLSAS PARA ESTUDOS DE DOUTORADO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) DO BRASIL PROGRAMA DE APOIO A ESTUDANTES DE DOUTORADO DO EXTERIOR (PAEDEX) CONVOCATÓRIA 2015 APRESENTAÇÃO O Programa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM Programa de Educação Tutorial PET 2006 MEC/SESu/DEPEM ANEXO I Proposta

Leia mais

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. COORDENADORA Mara Garcia Tavares mtavares@ufv.br

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. COORDENADORA Mara Garcia Tavares mtavares@ufv.br CIÊNCIAS BIOLÓGICAS COORDENADORA Mara Garcia Tavares mtavares@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 117 Bacharelado ATUAÇÃO O Bacharelado em Ciências Biológicas tem como objetivo principal formar e capacitar

Leia mais

Catálogo Telefônico da UFRRJ

Catálogo Telefônico da UFRRJ Catálogo Telefônico da UFRRJ Os ramais (4600 à 4999) precedidos do prefixo (21) 2681 se transforma em telefone convencional. Ex. (21) 2681-4610 você fala com a Reitoria da UFRRJ de qualquer lugar do País.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO (UFRPE) UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST) SEMESTRE LETIVO: 2015.1

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO (UFRPE) UNIDADE ACADÊMICA DE SERRA TALHADA (UAST) SEMESTRE LETIVO: 2015.1 CURSO: ZOOTECNIA 1º PERÍODO TURNO: MANHÃ TURMA: SZ1 SALA 10 BLOCO 02 PERFIL: ZTC-02-1 MORF5005 Anatomia Animal I - Z 45 h Hugo Barbosa do Nascimento hugo_nascimento@ymail.com ECOL5000 Ecologia e Conservação

Leia mais

Curso Técnico em Agroecologia

Curso Técnico em Agroecologia Curso Técnico em Agroecologia Nível/Grau/Forma: Médio/Técnico/Integrado Vagas: 25 Turno: Integral Duração: 3 anos + estágio Perfil do Egresso O Técnico em Agroecologia deverá ser um profissional com formação

Leia mais

CURSO DE ZOOTECNIA - UFRGS Projeto Pedagógico Prof. Harold O. Patino

CURSO DE ZOOTECNIA - UFRGS Projeto Pedagógico Prof. Harold O. Patino V Seminário Nacional de Educação na Zootecnia CFMV Fortaleza, 27 de maio de 2015 CURSO DE ZOOTECNIA - UFRGS Projeto Pedagógico Prof. Harold O. Patino UFRGS Campus do Vale Agronomia Veterinária N. Centro

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA GERAL/FCSES EDITAL Nº009/2010 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 2º SEMESTRE DE 2010 A Secretária Geral da Faculdade

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CORPO DOCENTE DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Alan Teixeira da Silva (Graduado) Regime de Trabalho: Horista Área de conhecimento: Engenharia Qualificação Profissional: Engenharia de Telecomunicações

Leia mais