SELEÇÃO DA TURMA 9 /2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SELEÇÃO DA TURMA 9 /2013"

Transcrição

1 MPGE Mestrad Prfissinal em Gestã Empresarial CPPA Centr de Pesquisa e Pós Graduaçã em Administraçã FBV Faculdade de Ba Viagem / Devry Brasil /2013 Situaçã na CAPES/MEC - RECOMENDADO/RECONHECIDO Crdenadra Prfa. Lúcia Maria Barbsa de Oliveira, Ph.D. Área de Cncentraçã Organizações e Relações Internacinais Linhas de Pesquisa Gestã Humana, Tecnlógica e Scial das Organizações Negócis Internacinais 1

2 LINHA DE PESQUISA: GESTÃO HUMANA, TECNOLÓGICA E SOCIAL DAS ORGANIZAÇÕES - CORPO DOCENTE PERMANENTE E NÚCLEOS DE PESQUISA Prfessr James Anthny Falk, Ph.D., em Public Administratin pela University f Gergia EUA; Mestre em Saúde Pública pela USP, cncentraçãem Administraçã Hspitalar; Graduad em Filsfia pela Our Lady f the Snws Schlasticate, Pass Christian, Mississippi, USA, recnhecid pela UFPE; (1967);Pós-graduaçã na Medical Cllege f Virginia, Department f Health Administratin da Virginia Cmmnwealth University, USA; Fi prfessr da Graduaçã e d Mestrad em Administraçã PROPAD/UFPE; Atualmente é Prfessr Titular da FBV; Tem experiência na área de Administraçã, cm ênfase em Administraçã Hspitalar, atuand principalmente ns seguintes temas: custs hspitalares, avaliaçã de qualidade, desempenh hspitalar. (Autr ds livrs: a) Tecnlgia da Infrmaçã para gestã de custs e resultad n hspital: cnsiderações e dicas práticas para implantaçã de um mdel brasileir (Editra Atlas, 2008) e b)gestã de custs para hspitais: Cnceits, metdlgias e aplicações (Editra Atlas, 2001). James Falk TIDO Núcle de Pesquisa em Tecnlgia, Invaçã e Desempenh nas Organizações Invaçã Tecnlógica e de Prcesss Organizacinais; Gestã de Prcesss; Tecnlgia da Infrmaçã; Avaliaçã de Impact; Gestã de Custs e Resultads nas Organizações. 2

3 Prfessra Elizabeth Regina Tschá, Dutra em Administraçã pela Universidade Federal de Pernambuc- UFPE, cm área de cncentraçã em Organizações e Sciedade - Gestã d Cnheciment. Mestra em Administraçã e Desenvlviment Rural pela Universidade Federal Rural de Pernambuc - UFRPE, área de cncentraçã Gestã, Mercads e Agrnegóci Estratégia. Graduaçã em Administraçã pela Universidade Católica de Pernambuc - UNICAP. Atualmente é prfessra e pesquisadra da Faculdade Ba Viagem e da Universidade Católica de Pernambuc. Tem experiência na área de Administraçã, e atua nas seguintes áreas: ensin, empreendedrism, gestã d cnheciment (criaçã, cmpartilhament e utilizaçã d cnheciment), invaçã, tecnlgia e respnsabilidade scial. Elizabeth Regina Tschá GECET Núcle de Pesquisa em Gestã d Cnheciment, Empreendedrism e Tecnlgia Ensin (Presencial e EAD); Negócis Invadres; Empreendedrism e Intraempreendedrism; Gestã d Cnheciment (criaçã, cmpartilhament e utilizaçã d cnheciment); Tecnlgia e Respnsabilidade Scial. 3

4 Prfessra Lúcia Maria Barbsa de Oliveira, Ph.D., Lndn Schl f Ecnmics Inglaterra; Mestra em Administraçã, UFMG; Graduada em Administraçã, UFPE; Fi Prfessra da graduaçã e d Mestrad em Administraçã d PROPAD/UFPE e Crdenadra Geral d Prgrama MBA- Executiv d DCA-UFPE; Atualmente é Prfessra Titular da FBV; Crdenadra Geral de Pós-Graduaçã da FBV e Crdenadra d MPGE. Crdenadra juntamente cm Prf. Marcel Milan Falcã Vieira, Ph.D. d livr Administraçã Cntemprânea Perspectivas Estratégicas, editra Atlas; Cnsultra na área de Gestã de Pessas, especialmente n camp de remuneraçã. Tem interesse em estuds de práticas, plíticas e mdels de Gestã de pessas utilizads em empresas nacinais e multinacinais. Lúcia Barbsa NGP Núcle de Gestã de Pessas e Desempenh Empresarial Prcesss de GP tradicinais e práticas recentes; Remuneraçã e Carreira; Treinament e Desenvlviment; Educaçã Crprativa; Cnfiguraçã ds Mdels de Gestã de Pessas n Brasil; Gestã da Diversidade; Gestã pr Cmpetências; Gestã d Cnheciment; Ensin à Distância EAD; Respnsabilidade Scial; Espiritualidade nas Organizações. 4

5 Prfessra Maria Auxiliadra Diniz de Sá, Dutra, Université de Ruen, França; Mestra em Organizações e Recurss Humans, UFPB; Graduada em Administraçã, UFPB, Fi Prfessra da Graduaçã e d Mestrad em Administraçã da UFPB e Crdenadra d Mestrad em Administraçã da UFPB; Atualmente é prfessra titular da Faculdade Ba Viagem,; Tem experiência na área de Administraçã, cm ênfase em Relações de Trabalh, Gestã de Pessas e Cmprtament Organizacinal, atuand principalmente ns seguintes temas: valrizaçã humana, cmprmetiment e cultura rganizacinal, cultura d indivídu e QVT. Maria Auxiliadra Diniz de Sá COR Núcle de Cultura Organizacinal e Relaçã de Trabalh Cmprmetiment, satisfaçã, mtivaçã e qualidade de vida n trabalh. Relacinament interpessal. Cultura, clima e mudança rganizacinal. Liderança. Cidadania rganizacinal. Gestã de pessas da rganizaçã e relações de trabalh. 5

6 Prfessra Sônia Maria Rdrigues Calad Dias, Ph.D., Gergia State University EUA; Mestra em Administraçã pela, COPPEAD /UFRJ ; Graduada em Administraçã de Empresas, UFPE; Fi prfessra da Graduaçã e d Mestrad d PROPAD/UFPE; cupu diverss cargs, desde Crdenadra da Graduaçã em Administraçã, Crdenadra da Pós- Graduaçã Lat Sensu em Administraçã, Crdenadra d Mestrad em Administraçã, Chefe d Departament em Ciências Administrativas, Diretra de Pesquisa e Pró-Reitra de Gestã de Pessas e Qualidade de Vida. Fi também Vice e Representante/Crdenadra da área de Administraçã, Cntabilidade e Turism da CAPES e diversas vezes membr d Cmitê de Avaliaçã; Atualmente é Prfessra Titular da Faculdade Ba Viagem, nde crdenu MPGE - Mestrad Prfissinal em Gestã Empresarial d seu iníci, em fevereir de 2005 até març de Exerce, hje na FBV, carg de Crdenadra de Pesquisa e de Blsistas de Iniciaçã Científica. Sônia Calad Dias LML Labratóri de Mentria e Liderança Mentria; Liderança; Valres e Atitudes n Trabalh; Mtivaçã; Flw; Qualidade de Vida n Trabalh; Dignidade Organizacinal; Psiclgia Psitiva; Autestima; Investigaçã Apreciativa; Ensin Presencial e à Distância. 6

7 Prfessra Hajnalka Halasz Gati, Dutra em Educaçã, UFPE; Mestre em Educaçã, UFPE; Graduaçã em Pedaggia, UFRJ; Atualmente é prfessra da Faculdade Ba Viagem. Tem experiência na área de Educaçã, cm ênfase em Didática e Prática Pedagógica, atuand principalmente ns níveis de graduaçã e pós-graduaçã. Hajnalka Halász Gati DOA Didática e Orientaçã Acadêmica Frmaçã Dcente; Indissciabilidade entre teria e prática; desenvlviment de saberes e cmpetências. Relevância pedagógica da mediaçã para encaminhament de uma pesquisa n cntext acadêmic; papel d prfessr n prcess de resluçã de prblemas; prduçã de cnheciment científic; ética 7

8 LINHA DE PESQUISA: NEGÓCIOS INTERNACIONAIS - CORPO DOCENTE PERMANENTE E NÚCLEOS DE PESQUISA Prfessr August César Sants de Oliveira, Ph.D., Vanderbilt University EUA; Mestre em Ecnmia - Vanderbilt University ;Graduad em Agrnmia, UFPE; Fi prfessr da Graduaçã, d Mestrad e Dutrad d PIMES/UFPE; Atualmente é prfessr titular da FBV; Tem experiência na área de Ecnmia, cm ênfase em Ecnmia Agrária e ds Recurss Naturais, atuand principalmente ns seguintes temas: mdernizaçã agrícla, glbalizaçã, agrnegócis, exprtações e agricultura irrigada. DOCENTE August Oliveira NÚCLEO DE PESQUISA AGRO Núcle de Estuds em Agrnegócis ÁREAS DE INVESTIGAÇÃO Cadeias d Agrnegóci Brasileir (álcl-açúcar, vitivinicultura, carcinicultura); Organizaçã ds Sistemas Agralimentares; Agrnegóci e Ecnmia brasileira (inflaçã, mei ambiente, cmpetitividade e exprtações) 8

9 Prfessr Jsé Raimund Oliveira Verglin, Ph.D. em Ecnmia pela, University f Illinis EUA; Mestre em Ecnmia pela Universidade Federal de Pernambuc ; Mestre em Ecnmia pela University f Illinis; Graduad em Ecnmia - UFPA; Cnsultr d IPEA; BNB; IICA; Wrld Bank; SUDENE; Gvern d Estad de Pernambuc. Sóci Plen d Institut Archelógic, Históric e Gegráfic Pernambucan (IAHGP). Recebeu prêmis acadêmics d BNB, BNDES, Cnselh Reginal de Ecnmia/Pernambuc. Atualmente é Prfessr Titular da Faculdade Ba Viagem. Tem experiência na área de Ecnmia, cm ênfase em Ecnmia Reginal e Urbana. Jsé Verglin NGT Núcle de Gestã Territrial A Macrecnmia Territrial: Glbalizaçã, Espaç e desenvlviment reginal; estuds cmparativs de desenvlviment reginal n mund e n Brasil; Arranjs Prdutivs Lcais (APLs): a experiência internacinal e brasileira; Desigualdades reginais e s nvs territóris ecnômics: a metamrfse das periferias num mund glbalizad; Nrdeste que está dand cert; Turism. 9

10 Prfessr Olímpi Jsé de Arrxelas Galvã, Ph.D. em Ecnmia pel University Cllege da Universidade de Lndres, Inglaterra; Mestre em Ecnmia, pela Universidade de Yale, Cnn. Estads Unids; Especialista em Prgramaçã Ecnômica pela CEPAL/ONU e Bacharel em Direit pela UFPE. Fi prfessr d Deptº de Ecnmia e d Prgrama de Pós-Graduaçã (Mestrad e Dutrad) d PIMES/UFPE. Atualmente é Prfessr Titular da Faculdade Ba Viagem, cnsultr Ad Hc d CNPq e da CAPES e é pesquisadr d CNPq. Tem experiência na área de Ecnmia, cm ênfase em Ecnmia Internacinal, Glbalizaçã e macr-cenáris internacinais, Cmérci Exterir e Integraçã Ecnômica, Ecnmia Reginal Cmparada (especialmente cm base na experiência da Uniã Eurpéia) Desenvlviment Ecnômic e avaliaçã de plíticas públicas relacinadas a cmérci exterir. Olímpi Galvã MINT Núcle de Estuds em Mercads e Relações Internacinais Glbalizaçã, macr-cenáris mundiais e cmérci exterir; a nva Glbalizaçã, crises financeiras recentes e a busca pr um nv equilíbri mundial; Brasil e a Sciedade d Cnheciment; a Uniã Eurpeia, s Estads Unids, s BRICs e G-20 : as nvas relações de pder n Sec. XXI; Plíticas Reginais na Uniã Eurpeia e cmparações cm Brasil; a inserçã d Nrdeste n cntext internacinal; nv cicl de desenvlviment da Regiã Nrdeste na entrada d nv milêni. 10

11 Algumas utras características d curs Objetivs Afirmar a prática prfissinal cm apiada em cnheciments científics, em permanente prcess de cnstruçã; Garantir acess à multiplicidade de cnstruções teóricas, de frma a assegurar visã abrangente das práticas prfissinais; e Cnstruir uma identidade prfissinal ancrada n princípi d aprimrament cntínu, em que a pós-graduaçã é uma etapa imprtante, mas nã final, d prcess de frmaçã. Regime Semestral, cm sistema de crédits (um crédit equivale a 15 hras/aula). Requisits para Obtençã d Títul de Mestre Integralizaçã mínima de 360 hras-aula (24 crédits) em 6 (seis) disciplinas e Aprvaçã da dissertaçã, em exame públic. Estrutura Primeir semestre: crédits (2 disciplinas) + preparaçã d prjet de dissertaçã Segund semestre: crédits (2 disciplinas) + preparaçã d prjet de dissertaçã Terceir semestre: crédits (2 disciplinas) + defesa d prjet de dissertaçã + cleta + análise ds dads Quart semestre: limite para fechament da dissertaçã, após qual crrerá jubilament d(a) alun(a) fechament e defesa da dissertaçã 11

12 Observaçã: O curs é desenhad para ser cncluíd regularmente em aprximadamente 22 meses, send 24 meses (4 semestres) limite abslut de duraçã d curs. O pagament fi distribuíd em 30 prestações cm bjetiv de reduzir a parcela mensal, viabilizand curs para um mair númer de candidats. Duraçã Mínima: 12 (dze) meses Máxima: 24 (vinte e quatr) meses Creditaçã (aprveitament de crédits btids fra d CPPA/FBV) A critéri d Clegiad, pderã ser aceits crédits já btids, u previamente autrizads a serem btids, de utrs Prgramas de Pós- Graduaçã Strict Sensu, na mesma área u em área cnexa, recmendads pela CAPES, após análise de equivalência de cnteúd prgramátic e de carga hrária, desde que nã excedam máxim de 4 (quatr) crédits (1 disciplina). Os crédits a serem btids, durante Curs, em utrs Prgramas de Pós-Graduaçã Strict Sensu, também nã pdem exceder máxim de 4 (quatr) crédits (1 disciplina). Os crédits btids em utrs Prgramas de Pós-Graduaçã Strict Sensu terã validade de 5 (cinc) ans para aprveitament. Hrári de Aulas Semanalmente, às sextas-feiras, das 14 às 18 hras, e as sábads, das 08 às 12 hras; De acrd cm as necessidades d Curs, as aulas pderã ser ministradas de frma cncentrada, em utrs dias e hráris da semana. Ist crrerá apenas em caráter extrardinári e sempre cm cmunicaçã prévia. 12

13 Cust Taxa de inscriçã de R$ 50,00 (cinquenta reais) MENSALIDADES DE R$ 1.166,00 (hum mil e cent e sessenta e seis reais) Observaçã: Cnfrme ressaltad anterirmente, curs é desenhad para ser cncluíd regularmente em aprximadamente 24 meses (4 semestres) e pagament só fi distribuíd em 30 prestações cm bjetiv de reduzir a parcela mensal, viabilizand curs para um mair númer de candidats. Prcess de Seleçã da TURMA 9 (mais detalhes n crngrama abaix) PRIMEIRA ETAPA (ELIMINATÓRIA) Teste ANPAD Md de Inscriçã Internet: Observações: Quem já tiver realizad este exame, há mens de 2 ans, pde apresentar, n at da inscriçã, respectiv dcument cmprbatóri d resultad, ficand assim dispensad da realizaçã d mesm. Quem nã huver realizad teste ANPAD pde ainda participar d prcess, cm priridade menr, desde que realize MTELP na ABA. O resultad d MTELP deve ser entregue n at da inscriçã, cm s demais dcuments (em substituiçã a resultad d teste ANPAD). Candidats nesta situaçã só serã cnsiderads n cas de sbrarem vagas, depis de avaliads aqueles que tiverem apresentad resultad d teste ANPAD. 13

14 O MTELP - Michigan Test f English Language Prficiency - é um exame em nível avançad de prficiência na língua inglesa e é cmpst de 100 questões de múltipla esclha, incluind gramática, vcabulári (sinônims u preenchiment de lacunas) e cmpreensã de texts. Para realizar MTELP, na ABA, prcurar Martha, Marcela u Danyelle, através ds telefnes , u , das 08:30h às 19:00h, de segunda a sexta-feira. Para marcar a realizaçã d teste, bastam 24 hras de antecedência e cust é de R$ 60,00 (sessenta reais). Teste de Cnheciment Específic Lcal d Teste Sede da FBV: Av. Jean Émile Favre, 422 Imbiribeira Data d Teste Sábad 02/02/2013, das 9h. às 11h Aspects Gerais A prva cnsistirá de questões relativas a tema esclhid pel(a) candidat(a) dentre s cnstantes de lista ferecida pel CPPA/FBV e cm base n material dispnibilizad cm bibligrafia para referid tema Cada prfessr(a) permanente d CPPA definirá um tema, alinhad cm as áreas centrais de pesquisa d Núcle que crdena e definirá uma bibligrafia básica para a Prva (ver QUADRO-RESUMO a fim deste dcument) Os temas específics e as respectivas bibligrafias estã dispníveis, na secretaria d curs. Apesar de a bibligrafia indicada ser a base para elabraçã das prvas, acnselhams pesquisa mais ampla sbre tema esclhid. 14

15 É bjetiv desta prva avaliar s(as) candidats(as) em terms de: (1) nível de cnheciment específic e teóric sbre tema esclhid, (2) nível de infrmaçã geral sbre a respectiva área d cnheciment e (3) capacidade de racicíni e de expressã, cm lógica e crreçã, na língua prtuguesa. Esses sã requisits fundamentais, tant para adequad acmpanhament d curs cm para a elabraçã de uma dissertaçã de elevada qualidade. Análise de Currícul Este deve impress a partir da Platafrma Lattes Cadastre-se em Análise de Carta de Intenções em relaçã a Curs (ver mdel a fim deste dcument) SEGUNDA ETAPA Entrevista individual cm grup de prfessres, na Sede da FBV, para s aprvads na primeira etapa, Dias 05 e 06/02/2013 Crngrama TURMA 9 INSCRIÇÕES Praz: 31/01/2013 Dcumentaçã a ser entregue na Sede da FBV 1. Ficha de Inscriçã, anexa, devidamente preenchida, cm Ftgrafia 3 x 4 recente; 2. Resultad d Teste ANPAD u MTELP (cm priridade menr) u ANPEC u GMAT; 3. Certificad de Cnclusã (Diplma u Certidã) d curs de graduaçã u declaraçã cmprbatória de ser cncluinte d mesm; 15

16 4. Históric Esclar d curs de graduaçã; 5. Históric Esclar de curss de pós-graduaçã (Lat u Strict Sensu) realizads; 6. Currícul Lattes impress [Cadastre-se em ] 7. Carta de Intenções em relaçã a Curs (ver mdel a fim deste dcument) 8. Declaraçã de veracidade das infrmações frnecidas (ver mdel a fim deste dcument) 9. Cópia da Carteira de Identidade; 10. Cópia d CPF; 11. Cópia de Cmprvante de Residência; 12. Pagament da taxa de R$ 50,00 (cinquenta reais), em espécie; PROVAS Teste MTELP (cm priridade menr) Teste de Cnheciment Específic... 02/02/2013 DIVULGAÇÃO DO RESULTADO... 04/02/2013 Secretária Rsana Reis Fne/Fax: (81) Hrári de funcinament da Secretaria de 14h 20h Endereçs Av. Jean Émile Favre, 422 Imbiribeira Recife Site: 16

17 MPGE/CPPA/FBV- Devry Brasil Mestrad Prfissinal em Gestã Empresarial -MPGE Centr de Pesquisa e Pós-Graduaçã em Administraçã - CPPA Faculdade Ba Viagem/Devry Brasil 1. Qual seu Nme Cmplet? CARTA DE INTENÇÕES Rteir 2. O que (a) levu a decidir realizar um mestrad, pós-graduaçã Strict Sensu, neste mment da sua vida prfissinal? 3. Prque vcê ptu pel MPGE/FBV? 4. Que características pessais vcê acredita que (a) ajudarã a ser bem sucedid(a) n MPGE/FBV? 5. Em qual subárea / assunt / tema pretende desenvlver a pesquisa de sua dissertaçã? 6. Até que pnt vcê tem clareza sbre a prpsta de trabalh a ser desenvlvid cm pesquisa de dissertaçã? Se já tem alguma ideia, descreva sucintamente a sua prpsta; [Obs.: esta é uma declaraçã de intençã, pis tema da dissertaçã só será esclhid em mment prtun, levand em cnta s interesses d(a) Alun(a) e d(a) Orientadr(a)] 7. Cm, especificamente, vcê acha que virá a utilizar s cnheciments adquirids n MPGE/FBV? 8. Cm vcê pde demnstrar cndiçã de se manter durante curs e de hnrar s cmprmisss financeirs a ele inerentes? 9. Cm vcê pde demnstrar cmprmetiment para cm curs e dispsiçã de se dedicar intensamente a mesm? Pr gentileza, date e assine a sua carta e entregue-a, juntamente cm restante da dcumentaçã, n at da inscriçã. 17

18 Mdel da Declaraçã de Veracidade Dcumental (Preencher em letra de frma) DECLARAÇÃO DE VERACIDADE DOCUMENTAL Eu,, Prtadr(a) da Carteira de Identidade n, expedida pela, e CPF n, candidat(a) à TURMA 9 - d MPGE -Mestrad Prfissinal em Gestã Empresarial- CPPA Centr de Pesquisa e Pós- Graduaçã em Administraçã - FBV -Faculdade Ba Viagem, declar que tds s dcuments pr mim apresentads para este fim sã autêntics e assum a respnsabilidade pr tdas as infrmações prestadas., de de Assinatura d(a) Candidat(a) 18

19 CALENDÁRIO DE AULAS REGULARES EM 2013 D A T A S ENCONTROS PRIMEIRO SEMESTRE SEGUNDO SEMESTRE SEXTA-FEIRA SÁBADO SEXTA-FEIRA SÁBADO 01 01/03 02/03 02/08 03/ /03 09/03 09/08 10/ /03 16/03 16/08 17/ /03 23/03 23/08 24/ /04 06/04 30/08 31/ /04 13/04 13/09 14/ /04 20/04 20/09 21/ /04 27/04 27/09 28/ /05 04/05 04/10 05/ /05 11/05 18/10 19/ /05 18/05 25/10 26/ /05 25/05 08/11 09/ /06 08/06 22/11 23/ /06 15/06 29/11 30/ /06 29/06 06/12 07/12 FEVEREIRO - CARNAVAL Paixã de Crist Tiradentes Dia d Trabalh Crpus Christi Sã Jã Independência d Brasil N. Sra. de Aparecida Finads Prclamaçã da República N.Sra.da Cnceiçã Natal 19

20 F I C H A D E I N S C R I Ç Ã O FACULDADE BOA VIAGEM MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO EMPRESARIAL CADASTRO DOS ALUNOS MATRÍCULA Nº NOME COMPLETO: Sex ( ) Data de nasciment: Estad Civil: Naturalidade UF: Identidade Nº Data da Emissã: / / Órgã Emissr / UF: CPF Nº Títul de Eleitr Nº Zna: Seçã: Dc. Militar Nº Órgã Militar Tip Dc. Militar Nme d Pai: Nme da Mãe: Endereç Residencial: Edif. Bairr: Cidade: CEP: Estad:(UF) Fnes: (Resid.) (Celular): (1) (2) 1) Curs de Graduaçã: Instituiçã d Curs An da Frmatura: 2) Curs de Graduaçã: Instituiçã d Curs An da Frmatura: 1) Curs de Pós-Graduaçã: Instituiçã d Curs Cncluíd em: 2) Curs de Pós-Graduaçã: Instituiçã d Curs Cncluíd em: Empresa nde Trabalha: Endereç Cmercial: Bairr: Telefne: CEP: Cidade: Estad: (UF) Nme d Cônjuge: 20

SELEÇÃO DA TURMA 11 /2015

SELEÇÃO DA TURMA 11 /2015 MPGE Mestrado Profissional em Gestão Empresarial CPPA Centro de Pesquisa e Pós Graduação em Administração FBV Faculdade de Boa Viagem / DeVry Brasil SELEÇÃO DA TURMA 11 /2015 Situação na CAPES/MEC - RECOMENDADO/RECONHECIDO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

MPGE Mestrado Profissional em Gestão Empresarial FBV Faculdade de Boa Viagem / DeVry Brasil

MPGE Mestrado Profissional em Gestão Empresarial FBV Faculdade de Boa Viagem / DeVry Brasil MPGE Mestrado Profissional em Gestão Empresarial FBV Faculdade de Boa Viagem / DeVry Brasil PROCESSO SELETIVO DA TURMA 12 /2016 Situação na CAPES/MEC: RECOMENDADO/RECONHECIDO Área de Concentração: o Organizações,

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

MPGE Mestrado Profissional em Gestão Empresarial FBV Faculdade de Boa Viagem / DeVry Brasil

MPGE Mestrado Profissional em Gestão Empresarial FBV Faculdade de Boa Viagem / DeVry Brasil MPGE Mestrado Profissional em Gestão Empresarial FBV Faculdade de Boa Viagem / DeVry Brasil 3º PROCESSO SELETIVO - TURMA 12 /2016 Situação na CAPES/MEC: RECOMENDADO/RECONHECIDO Área de Concentração: o

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

O projeto Key for Schools PORTUGAL

O projeto Key for Schools PORTUGAL O prjet Key fr Schls PORTUGAL O teste Key fr Schls O teste Key fr Schls é cncebid para aplicaçã em cntext esclar e está de acrd cm Quadr Eurpeu Cmum de Referência para as Línguas O teste Key fr Schls permite

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

Curso de Extensão: Finanças Corporativas

Curso de Extensão: Finanças Corporativas 1. Apresentaçã Curs de Extensã: Finanças Crprativas Uma crpraçã é, genericamente, caracterizada pela tmada de duas decisões fundamentais, a de financiament e a de investiment. O prcess de seleçã, análise

Leia mais

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi O país d futur parece estar chegand para muits brasileirs que investiram em qualidade e prdutividade prfissinal, empresarial e pessal ns últims ans. O gigante adrmecid parece estar despertand. Dads d Centr

Leia mais

MODALIDADE DE FORMAÇÃO

MODALIDADE DE FORMAÇÃO CURSO 7855 PLANO DE NEGÓCIO - CRIAÇÃO DE PEQUENOS E MÉDIOS NEGÓCIOS Iníci ------ Duraçã 50h Hrári(s) ------ OBJECTIVOS GERAIS - Identificar s principais métds e técnicas de gestã d temp e d trabalh. -

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Intrduçã A Faculdade Santa Marcelina é recnhecida nacinalmente pel seu pineirism pr lançar a primeira graduaçã de mda

Leia mais

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS

DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS DIRETORIA DE UNIDADE COORDENAÇÃO DE CURSOS PROJETO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (X) PROJETO DE PESQUISA PROJETO DE EXTENSÃO Acadêmic ; Scial PROJETO DE INTERDISCIPLINARIDADE

Leia mais

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N 01/2007 De 8 de nvembr de 2007 Reedita as Nrmas para Recnheciment de Títuls de Pós-Graduaçã, revgand a Resluçã Cmplementar n 02/93, de 25 de junh de 1993. O CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Prt. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada n DOU em 12/09/2014) EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO O Diretr Geral da Faculdade de Educaçã em Ciências da Saúde (FECS),

Leia mais

Seminário de Acompanhamento SNPG. Área 21. APCNs. André F Rodacki Marcia Soares Keske Rinaldo R J Guirro

Seminário de Acompanhamento SNPG. Área 21. APCNs. André F Rodacki Marcia Soares Keske Rinaldo R J Guirro Seminári de Acmpanhament SNPG Área 21 APCNs André F Rdacki Marcia Sares Keske Rinald R J Guirr Áreas de Avaliaçã - CAPES Clégi de Humanidades Ciências Humanas Ciências Sciais Aplicadas Linguística, Letras

Leia mais

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida O que é invaçã? Para a atividade humana: é a intrduçã de alg nv, que atua cm um vetr para desenvlviment human e melhria da qualidade de vida Para as empresas: invar significa intrduzir alg nv u mdificar

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30)

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30) UNIP Brasília - Crdenaçã CG/CW/GR/AD Senhres Aluns, Seguem infrmações imprtantes sbre PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Prjet Integrad Multidisciplinar) sã prjets brigatóris realizads els aluns ds curss de graduaçã

Leia mais

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017

Florianópolis, 25 de janeiro de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 Flrianóplis, 25 de janeir de 2016 EDITAL PARA CANDIDATURA À SEDE DO 6º ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA CIVIL 2017 1) Cnsiderações Gerais: A Federaçã Nacinal ds Estudantes de Engenharia Civil

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem.

Os valores solicitados para transporte e seguro saúde deverão ser comprovados por um orçamento integral fornecido por uma agência de viagem. Aluns de Pós-Graduaçã de Instituições Estrangeiras Visa apiar visitas de n máxim 30 dias, de dutrands de instituições estrangeiras, qualificads, e prcedentes de Centrs de Excelência para estudarem, pesquisarem

Leia mais

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 Este frmulári deve ser preenchid pr tds s aluns matriculads n Mestrad em Atençã à Saúde n an de 2013. Os dads servirã para atualizar, n Cleta Capes, as atividades

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

Projetos, Programas e Portfólios

Projetos, Programas e Portfólios Prjets, Prgramas e Prtfólis pr Juliana Klb em julianaklb.cm Prjet Segund PMBOK (2008): um prjet é um esfrç temprári empreendid para criar um nv prdut, serviç u resultad exclusiv. Esta definiçã, apesar

Leia mais

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas

10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensão Universitária e Políticas Públicas SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO 10ª JORNADA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Extensã Universitária e Plíticas Públicas Períd 05 a 07 de dezembr de 2007 A 10ª Jrnada

Leia mais

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO E IEES I EDUCAÇÃO DE SAÚDE INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES Excelência na Frmaçã através da Experiência e Aplicaçã MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO 1.CARGA HORÁRIA 32 Hras 2.DATA E LOCAL

Leia mais

Antropologia do Consumo no Marketing

Antropologia do Consumo no Marketing Antrplgia d Cnsum n Marketing Objetivs Demnstrar cm as influências culturais estã relacinadas cm s hábits de cnsum, a relaçã cm as Marcas e cmprtament de cmpra, evidenciand assim, prcess fundamental para

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA www.mastercmp.net 1 www.mastercmp.net www.mastercmp.net INFORMAÇO ES ADICIONAIS DO CURSO DE PROMODEL E MS PROJECT Prgramaçã: Carga hrária: 32 Hras Lcal: Sã Sebastiã d Paraís MG Prgramas usads n curs: MS

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO. (Credenciada pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial)

SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO. (Credenciada pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial) SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO (Credenciada pela Assciaçã Brasileira de Otrrinlaringlgia e Cirurgia Cérvic-Facial) MANUAL DO CANDIDATO 2013 2 SOS OTORRINO Crdenadr da Residencia

Leia mais

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO 1. PREÂMBULO... 1 2. NATUREZA E OBJECTIVOS... 1 3. MODO DE FUNCIONAMENTO... 2 3.1 REGIME DE ECLUSIVIDADE... 2 3.2 OCORRÊNCIAS... 2 3.3

Leia mais

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta www.masterhuse.cm.br Prpsta Cm Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Apresentaçã Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Cpyright 2011-2012

Leia mais

1ª EDIÇÃO. Regulamento

1ª EDIÇÃO. Regulamento 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a

Leia mais

Academia FI Finanças

Academia FI Finanças Academia FI Finanças A Academia é melhr caminh para especializaçã dentr de um tema n ERP da SAP. Para quem busca uma frmaçã cm certificaçã em finanças, mais indicad é participar da próxima Academia de

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2014

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL PARA O SEGUNDO PERÍODO LETIVO DE 2014. 1. PREÂMBULO 1.1. O Crdenadr d Prgrama de

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de Faculdade de Ciências Sciais Aplicadas de Bel Hriznte Institut Superir de Educaçã Curs de Pedaggia ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA O ENCONTROCAS é um event semestral

Leia mais

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A UERGS E O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS O Prgrama Ciência sem Frnteiras, lançad n dia 26 de julh de 2011, é um prgrama d Gvern Federal que busca prmver a cnslidaçã, a expansã e a internacinalizaçã

Leia mais

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º).

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º). VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteraçã n crngrama (Art. 6º e Art. 12º). APRESENTAÇÃO Idealizad e instituíd pela Assciaçã Nacinal de Entidades Prmtras de Empreendiments Invadres (Anprtec), em parceria

Leia mais

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos

Plano de curso Planejamento e Controle da Manutenção de Máquinas e Equipamentos PLANO DE CURSO MSOBRPCMME PAG1 Plan de curs Planejament e Cntrle da Manutençã de Máquinas e Equipaments Justificativa d curs Nã é fácil encntrar uma definiçã cmpleta para Gestã da manutençã de máquinas

Leia mais

CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL

CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO CURSO COMPLETO SOBRE O NOVO SISTEMA TESOURO GERENCIAL Carga Hrária: 16 hras/atividade Hrári: 8h30 às 18h (cm interval para almç) Brasília, 26 e 27 de nvembr de 2015

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL Objetivs: Gestã Empresarial Desenvlver cmpetências para atuar n gerenciament de prjets, prestand cnsultria

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA 1. Intrduçã e Objetivs a) O Cncurs de Ideias OESTECIM a minha empresa pretende ptenciar apareciment de prjets invadres na regiã d Oeste sempre numa perspetiva de desenvlviment ecnómic e scial. b) O Cncurs

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

GESTÃO DE LABORATÓRIOS

GESTÃO DE LABORATÓRIOS Seminári Luanda, 26,27,28,29 e 30 de Mai de 2014 - Htel **** Guia Prática GESTÃO DE LABORATÓRIOS Finanças Assegure uma gestã eficaz de tdas as áreas 40 hras de Frmaçã Especializada Cnceits ecnómic-financeirs

Leia mais

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos Estági II Semestral 6 Invaçã e Desenvlviment de Prduts Turístics Desenvlviment e Operacinalizaçã de Prjects Turístics Inglês Técnic IV Legislaçã e Ética d Turism Opçã Semestral 4 6/6 Sistemas de Infrmaçã

Leia mais

REGULAMENTO 2015 BOLSA DE ESTUDO PARA COREIA DO SUL DENTRO DO MARCO DE COOPERAÇÃO ENTRE AS CIDADES DE SÃO PAULO E SEUL

REGULAMENTO 2015 BOLSA DE ESTUDO PARA COREIA DO SUL DENTRO DO MARCO DE COOPERAÇÃO ENTRE AS CIDADES DE SÃO PAULO E SEUL REGULAMENTO 2015 BOLSA DE ESTUDO PARA COREIA DO SUL DENTRO DO MARCO DE COOPERAÇÃO ENTRE AS CIDADES DE SÃO PAULO E SEUL SECRETARIA MUNICIPAL DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS E FEDERATIVAS DA PREFEITURA DE SÃO

Leia mais

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional. Integralização Curricular

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional. Integralização Curricular ANO ANO Missã d Curs É missã d Curs de Arquitetura e Urbanism da UFC frmar prfissinais capacitads a pesquisar, cnceber e cnstruir, cm visã crítica da realidade sci-ecnômica e cnheciment aprfundad d cntext

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região Ministéri da Justiça Departament da Plícia Federal Academia Nacinal de Plícia Secretaria Nacinal de Segurança Pública Departament de Pesquisa, Análise da Infrmaçã e Desenvlviment Humanan Orientações para

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso At endi m ent acl i ent e Apr es ent aç ãdc ur s Apresentaçã d Curs O curs Atendiment a Cliente fi elabrad cm bjetiv de criar cndições para que vcê desenvlva cmpetências para: Identificar s aspects que

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR 1. Históric da Jrnada AGIR Ns ambientes crprativs atuais, a adçã de um mdel de gestã integrada é uma decisã estratégica n api às tmadas

Leia mais

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL ÍNDICE I. Apresentaçã e bjectivs d wrkshp II. III. Resultads ds inquérits Ambiente cmpetitiv Negóci Suprte Prcesss

Leia mais

INSTITUTO PROFESSOR KALAZANS

INSTITUTO PROFESSOR KALAZANS INSTITUTO PROFESSOR KALAZANS CURSO DE PERITO JUDICIAL AERONÁUTICO - EMENTA EDITORA BIANCH COORDENADOR MENTOR PROFESSOR PROFESSOR KALAZANS 1 1 Bacharel em Direit; Pós-graduad em nível de Especializaçã em

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( )

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médi PLANO DE ENSINO 2009 Médi Prfissinalizante ( ) Prfissinalizante ( ) Graduaçã ( x ) Pós-graduaçã ( ) I. Dads Identificadres Curs Superir de Tecnlgia em Gestã Ambiental

Leia mais

Regulamento da Feira de Ciência

Regulamento da Feira de Ciência Regulament da Feira de Ciência A Feira A Feira de Ciência é um é um prject rganizad pel Núcle de Física d Institut Superir Técnic (NFIST). Esta actividade cnsiste em desenvlver um prject científic pr um

Leia mais

REGULAMENTO 1- OBJETIVO

REGULAMENTO 1- OBJETIVO REGULAMENTO 1- OBJETIVO O Prgrama Nv Temp é um iniciativa da Cargill Agricla SA, que visa ferecer as seus funcináris e das empresas patrcinadras ds plans de previdência sb a gestã da CargillPrev Sciedade

Leia mais

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016 Sua hra chegu. Faça a sua jgada. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 Salvadr, nvembr de 2015. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 é uma cmpetiçã interna da Laureate

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensin Técnic Códig: 0262 ETEC ANHANGUERA Municípi: Santana de Parnaíba Cmpnente Curricular: Cntabilidade Cmercial Eix Tecnlógic: Gestã e Negócis Módul: II C.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

EDITAL Nº 025 / 2015 SELEÇÃO DE SUPERVISOR DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID

EDITAL Nº 025 / 2015 SELEÇÃO DE SUPERVISOR DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Pró-Reitria de Graduaçã Rua Gabriel Mnteir da Silva, 700 - Alfenas/MG - CEP 37130-000 Fne: (35) 3299-1329 Fax: (35) 3299-1078 grad@unifal-mg.edu.br

Leia mais

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP

REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP REGRAS PARA USO DE RECURSOS PROAP/CAP I - AJUDA DE CUSTO A ALUNOS DE DOUTORADO DA CAP, PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS FORA DO PAÍS Eligibilidade Aluns de dutrad da CAP que preencham,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINOVAFAPI EDITAL Nº 005/2014 DE 07 DE ABRIL DE 2014 PROCESSO SELETIVO O Centr Universitári UNINOVAFAPI, situad à rua Vitrin Orthiges Fernandes, nº 6123, Bairr d Uruguai, CEP.: 64.073-505,

Leia mais

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l Fund de Desenvlviment das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i R e g i n a l p a r a B r a s i l e C n e S u l Fnd de Desarrll de las Nacines Unidas para la Mujer O f i c i n a R e g i n a l p

Leia mais

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização CIRCULAR Data: 2007/10/10 Númer d Prcess: DSDC/DEPEB/2007 Assunt: GESTÃO DO CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007 Para: Inspecçã-Geral de Educaçã Direcções Reginais de Educaçã

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Avis Públic Nº 08/Unesc/2012 O Magnífic Reitr da Universidade d Oeste de Santa Catarina - Unesc, pessa jurídica de direit privad, mantida

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Missã d Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. Dads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE TURISMO CORAÇÃO EUCARÍSTICO

SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE TURISMO CORAÇÃO EUCARÍSTICO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE TURISMO CORAÇÃO EUCARÍSTICO 1. Perfil d Curs O Curs de Turism da Pntifícia Universidade Católica de Minas Gerais apresentu um nv Prjet Pedagógic cnsiderand cenári

Leia mais

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março)

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) REFERENCIAL DE FORMAÇÃO Curss Prfissinais de Nível Secundári (Decret-Lei n.º 74/2004, de 26 de Març) Família Prfissinal: 07 - Infrmática 1. QUALIFICAÇÕES / SAÍDAS PROFISSIONAIS As qualificações de nível

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2013

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA EDITAL Nº 01/2013 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL PARA O SEGUNDO PERÍODO LETIVO DE 2013. 1. PREÂMBULO 1.1. O Crdenadr d Prgrama de

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

Resultado do Inquérito On-line aos Participantes dos Workshops Realizados pela Direção-Geral das Artes. Avaliação da Utilidade dos Workshops

Resultado do Inquérito On-line aos Participantes dos Workshops Realizados pela Direção-Geral das Artes. Avaliação da Utilidade dos Workshops Resultad d Inquérit On-line as Participantes ds Wrkshps Realizads pela Direçã-Geral das Artes Avaliaçã da Utilidade ds Wrkshps Títul: Resultad d Inquérit On-line as Participantes ds Wrkshps realizads pela

Leia mais

PORTARIA Nº 025-R, DE 14 DE MARÇO DE 2013.

PORTARIA Nº 025-R, DE 14 DE MARÇO DE 2013. PORTARIA Nº 025-R, DE 14 DE MARÇO DE 2013. ATUALIZA DIRETRIZES PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO ALFABETIZAÇÃO PARA ESTUDANTES DAS TURMAS DO 2º, 3º e 4º ANOS E 4ª SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL, COM DOIS ANOS

Leia mais

PÓS-DOUTORADO EM PSICOLOGIA

PÓS-DOUTORADO EM PSICOLOGIA PÓS-DOUTORADO EM PSICOLOGIA INSCRIÇÕES: 2015 UNIVERSIDADE COMPROMETIDA COM A QUALIDADE: UK - Universidad Argentina Jhn F. Kennedy Prestígi, Experiência e Alt Nível Acadêmic. Validade Nacinal Autrizada

Leia mais

RELATÓRIO DESCRITIVO: HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL: A CAMINHO DE UM HOSPITAL SUSTENTÁVEL...

RELATÓRIO DESCRITIVO: HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL: A CAMINHO DE UM HOSPITAL SUSTENTÁVEL... RELATÓRIO DESCRITIVO: HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL: A CAMINHO DE UM HOSPITAL SUSTENTÁVEL... Respnsável pela elabraçã d trabalh: Fernanda Juli Barbsa Camps

Leia mais

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA

MANUAL dos LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA MANUAL ds LABORATÓRIOS De INFORMÁTICA Objetiv 1. Oferecer as aluns a infra-estrutura e suprte necessári à execuçã de tarefas práticas, slicitadas pels prfessres, bservand s prazs estabelecids. 2. Oferecer

Leia mais

Objetivos. A quem se destina. Programa. Comportamento de Compra do Shopper. Natureza da compra. Lógica de escolha. Compras planejadas e não planejadas

Objetivos. A quem se destina. Programa. Comportamento de Compra do Shopper. Natureza da compra. Lógica de escolha. Compras planejadas e não planejadas Sluções in Stre Objetivs Evidenciar s pilares fundamentais para desenvlviment de um trabalh cm categrias e marcas n Pnt de Venda, munind s participantes de infrmações que permitam cnhecer shpper e sua

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 1º semestre / 2015 O FGV Law Prgram da Escla

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO Processo Seletivo Vestibular 2009 Agosto

MANUAL DO CANDIDATO Processo Seletivo Vestibular 2009 Agosto Manual d Candidat Prcess Seletiv 2009 Agst MANUAL DO CANDIDATO Prcess Seletiv Vestibular 2009 Agst Manual d Candidat Prcess Seletiv 2009 Agst ENTIDADE MANTENEDORA ASBEC Jsé Eugêni Barret da Silva Viviane

Leia mais

Desenho centrado em utilização

Desenho centrado em utilização Desenh centrad em utilizaçã Engenharia de Usabilidade Prf.: Clarind Isaías Pereira da Silva e Pádua Departament de Ciência da Cmputaçã - UFMG Desenh centrad em utilizaçã Referências Cnstantine, L.L., &

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA Nme: Nº 8ºAn Data: / / 2015 Prfessres: Fabiana, Mayra e Olga. Nta: (valr: 2.0) A - Intrduçã Neste an, sua nta fi inferir a 60 pnts e vcê nã assimilu s cnteúds

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designaçã d Curs... 2 Duraçã Ttal d Curs de Frmaçã... 2 Destinatáris... 2 Objetiv Geral... 2 Objetivs Específics... 2 Estrutura mdular e respectiva carga hrária...

Leia mais

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis.

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis. 1 Transfrmand Snhs em Metas Objetiv: Desenvlver as cndições ideais para a ba frmulaçã de bjetivs, transfrmand-s em metas realizáveis. Públic-Alv: Pessas interessadas em atingir sucess prfissinal e realizaçã

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTROLADORIA PLANO DE CURSO

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTROLADORIA PLANO DE CURSO Faculdade Independente d Nrdeste Credenciada pela Prtaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada n D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autrizad pela Prtaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

Leia mais