Empreendedorismo. Curso de Formação Pós-Graduada. para a criação de empresas de sucesso. 3 ª Edição ( 51 Horas)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Empreendedorismo. Curso de Formação Pós-Graduada. para a criação de empresas de sucesso. 3 ª Edição ( 51 Horas)"

Transcrição

1 Curso de Formação Pós-Graduada factor-chave para a criação de empresas de sucesso Empreendedorismo Organização Apoios 3 ª Edição ( 51 Horas) 2 out > 26 nov > 2014 Sede da Ordem dos Farmacêuticos SEG. e QUA. das 19h00 às 22h00

2 1 Sinopse do Curso: À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos desafios à sua capacidade de assegurar um crescimento sustentável e garantir o bem-estar da população. Como tal, perante o actual cenário de crise económica, de crescimento do desemprego, das dificuldades de construir uma carreira para toda a vida, apostar no nosso potencial empreendedor e inovador pode ser a única saída para vencer e ultrapassar todos os obstáculos e desafios que nos colocam. Neste contexto, a presente acção de formação destina se a todos aqueles que pretendam iniciar ou aprofundar os seus conhecimentos em empreendedorismo e a aprender a identificar oportunidades de negócio, a criar um novo negócio ou mesmo, ampliar um negócio já existente Com este curso, o FORMANDO aprenderá: Como delimitar uma ideia de negócio; Os principais desafios de iniciar um negócio; As etapas de criação de um negócio; Os conhecimentos financeiros fundamentais para o empreendedor; Como desenvolver um Business Plan; Como criar uma marca de sucesso. Pretende-se: Estimular as competências empreendedoras dos participantes, potenciando a criação do seu próprio negócio; Identificar os elementos chave de um Plano de Negócios; Dominar instrumentos e técnicas que permitam estruturar e elaborar um Plano de Negócios de sucesso; Reconhecer o processo empreendedor em todas as suas fases e as etapas necessárias à criação e desenvolvimento de uma iniciativa empresarial; Proporcionar um conjunto de ferramentas de avaliação do potencial do projecto. No final, o formando identifica-se com os empreendedores, de acordo com as seguintes características: Têm iniciativa, autonomia, autoconfiança, optimismo e necessidade de realização; Trabalham sozinhos, têm perseverança e tenacidade; O fracasso é considerado um resultado como outro qualquer. O empreendedor aprende com resultados negativos, com os próprios erros; Têm grande energia. São trabalhadores incansáveis, capazes de se dedicar intensamente ao trabalho e sabem concentrar os seus esforços para alcançar resultados; Sabem fixar metas e alcançá-las. Lutam contra padrões impostos. Diferenciam-se. Têm capacidade de ocupar um espaço não ocupado por outros mercados, descobrir nichos; Têm forte intuição. Têm sempre alto comprometimento e crêem no que fazem; Criam situações para obter feedback sobre o seu comportamento e sabem utilizar tais informações para o seu aprimoramento; Sabem buscar, utilizar e controlar recursos; São sonhadores realistas. Embora racionais, usam também a parte direita do cérebro; São líderes, criam um sistema próprio com os seus empregados; São orientados para resultados, para o futuro, para o longo prazo; Mantêm um alto nível de consciência do ambiente em que vivem usando-o para detectar oportunidades de negócios; Têm alta tolerância à ambiguidade e à incerteza e são hábeis em definir a partir do indefinido; Criam um método próprio de aprendizagem; Traduzem os seus pensamentos em acções; Tecem relações (contactos, amizades) moderadas, mas utilizadas intensamente como suporte para alcançar seus objectivos.

3 5 Programa: [A] INTRODUÇÃO AO EMPREENDEDORISMO: VENÇA A CRISE, CRIANDO O SEU PRÓPRIO NEGÓCIO O Empreendedor: Capacidades e Características; Autodiagnóstico: capacidade de Empreendedorismo; O Empreendedor vs o Gestor; Os diferentes tipos de Empreendedor; Os mitos sobre o Empreendedorismo; Os 10 mandamentos do Empreendedor de Sucesso; Da ideia ao negócio: o Processo Empreendedor. [B] Da ideia ao negócio: O PLANO DE NEGÓCIO (BUSINESS PLAN) [C] GUIA PARA A ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO Sumário executivo; Descrição da empresa e Planeamento Estratégico do Negócio: Visão, Missão e Valores da Empresa; Análise do Ambiente Interno (forças e fraquezas); Análise do Ambiente Externo (oportunidades e ameaças); Análise da Situação Actual (Matriz Swot); Formulação de Metas e Objectivos; Formulação de Estratégia. Produtos e Serviços; Análise de Mercado; Plano de Marketing e Vendas; Plano Económico-Financeiro: A alavancagem financeira e as alternativas de financiamento do projecto; Programas de apoio à criação de empresas (Start-up); Entidades de apoio ao empreendedorismo. Plano de Negócio em Acção Plano de Negócio: Do s and Don ts *Oradores convidados Programas de Apoio ao Microcrédito e Financiamento de Novos Projectos Dr. Bernardo Lima (Montepio Geral) Business Angels Marco Fernandes (Presidente da Direcção da DNA Cascais) [D] CONSTITUIÇÃO LEGAL DA EMPRESA Autodiagnóstico: Está preparado para criar a sua empresa? As formalidades processuais para a constituição de uma empresa; Obrigações fiscais e contribuições. Da ideia à criação de valor; O Business Model Canvas: Estrutura e Componentes; Modelo de Negócio em Acção; Do Modelo de Negócio ao Plano de Negócio. *Oradores convidados Processo de Constituição de Empresas para NERDS Lisete Santos (Loja da Empresa AMA) * a confirmar

4 WORKSHOP I: EMPREENDEDORISMO E ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO em projectos farmacêuticos PROGRAMA: [A] Ser Empreendedor está no nosso ADN? Leonor Gomes (Fundadora da Easy Bus) [B] As Farmácias entre a Tradição e a Modernidade Marco Mesquita (Diretor SOS Medical) [C] A Farmácia sob o signo das 14 competências-chave Marco Mesquita (Diretor SOS Medical) 1. Conhecimento Especializado; 2. Actualização e Aperfeiçoamento; 3. Análise de Informação e Resolução de Problemas; 4. Comunicação; 5. Relacionamento Interpessoal; 6. Espírito de Equipa; 7. Orientação para o Utente; 8. Orientação para a Qualidade; 9. Cumprimento de Regras e Deontologia; 10. Orientação para o Negócio; 11. Liderança; 12. Planeamento e Organização; 13. Aconselhamento e Desenvolvimento; 14. Avaliação e Controlo. WORKSHOP II: COMUNICAÇÃO E MARKETING EM PROJECTOS FARMACÊUTICOS PROGRAMA: [A] A comunicação em Farmácia: Miguel Santos Silva (Partner Pharmaplanet) Características e particularidades da comunicação em saúde; A Comunicação com o consumidor final e parceiros de negócio; A comunicação no ponto de venda. [B] Conceitos básicos de Marketing em Farmácia Miguel Santos Silva (Partner Pharmaplanet) Casos de Sucesso: Farmácia Nova - Dra. Edite Balau (Directora Técnica) Novos serviços em Farmácia * Farmavenixx João Gonzalez Costa (Director) - Distribuição por Grosso de Medicamentos * a confirmar

5 6 Metodologia de Formação: As acções de formação a ministrar serão desenvolvidas por formadores especializados, envolvendo equipas que aliam competências técnicas às pedagógicas, formando um modelo de formação teórico/prática com reconhecida qualidade. A nossa proposta metodológica será eminentemente activa e participativa, de forma a garantir não só uma aprendizagem concreta e eficaz mas também favorecer a preparação para a actividade diária profissional dos indivíduos sujeitos à formação. Tendo por objectivo dotar os participantes de um conjunto de métodos e técnicas, as acções irão assentar sobretudo no treino dos participantes para a obtenção de mudanças comportamentais individuais e visíveis, através do recurso a textos de apoio, visionamento de filmes, autodiagnósticos e outros métodos pedagógicos activos nomeadamente, jogos pedagógicos, análise de case-studies, trabalhos individuais e de grupo. 7 CALENDÁRIO DO CURSO OUTUBRO 2, 6, 8, 13, 15, 20, 22, 27, 29 novembro 3, 5, 10, 12, 17, 19 Workshops Obrigatórios novembro 24 e 26 Defesa dos Trabalhos Finais 8 9 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO A avaliação final do curso terá como base: [A] 10% na assiduidade (sob o total de horas do curso que inclui os workshops). [B] 90% no trabalho final de curso (Business Plan), que será apresentado a um júri de especialistas na temática, convidados pela direção da SRL. VALORES DE INSCRIÇÃO Farmacêutico Farmacêutico - Pronto Pagamento (desconto de 10%) Farmacêutico desempregado (desconto de 15%) - 331,5 Estudante (desconto de 30%) i Informações e Inscrições: Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos ou

Empreendedorismo. Curso de Formação Pós-Graduada. para a criação de empresas de sucesso. 2 ª Edição ( 51 Horas)

Empreendedorismo. Curso de Formação Pós-Graduada. para a criação de empresas de sucesso. 2 ª Edição ( 51 Horas) Curso de Formação Pós-Graduada factor-chave para a criação de empresas de sucesso Empreendedorismo 2 ª Edição ( 51 Horas) 10 out > 28 nov > 2013 Sede da Ordem dos Farmacêuticos TER. e QUI. das 19h30 às

Leia mais

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a)

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Empreendedorismo Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Conteúdo 1. Objetivos do Encontro... 3 2. Introdução... 3 3. A formação do empreendedor... 3 4. Empreendedorismo nato ou desenvolvido?... 4 4.1 Características

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de

Leia mais

1º Ciclo de Workshops em Empreendedorismo - 2013

1º Ciclo de Workshops em Empreendedorismo - 2013 1º CICLO DE WORKSHOPS EM Abril e Maio de 2013 EMPREENDEDORISMO AS PEQUENAS IDEIAS GERAM GRANDES NEGÓCIOS! Co-financiamento: APRESENTAÇÃO O Município de Penacova, através do Gabinete de Desenvolvimento

Leia mais

planodenegocioapostilaempreendedorismo_exerc.doc Empreendedorismo EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS

planodenegocioapostilaempreendedorismo_exerc.doc Empreendedorismo EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) Qual o conceito de empreendedor?...empreendedor é um indivíduo que imagina, desenvolve e realiza visões. Ele está sempre buscando novas idéias e criando

Leia mais

MARKETING e MARKETING ONLINE. MARKETING e MARKETING ONLINE

MARKETING e MARKETING ONLINE. MARKETING e MARKETING ONLINE MARKETING e MARKETING ONLINE Introdução ao Marketing fundamentos e conceitos OBJECTIVO: Conhecer as principais metodologias e conceitos de Marketing a ter em conta no desenvolvimento comercial e estratégico

Leia mais

O PROCESSO MENTAL POR TRÁS DE UM BUSINESS PLAN

O PROCESSO MENTAL POR TRÁS DE UM BUSINESS PLAN O PROCESSO MENTAL POR TRÁS DE UM BUSINESS PLAN A Concepção de um Negócio O MODELO MENTAL Percepção de oportunidade de negócio e visão preliminar de como será o negócio A IDEIA E O CONCEITO ORIGINAL Qual

Leia mais

Gesventure traz a Portugal Business Angel Europeu do Ano 10º Encontro Gesventure em Cascais, dia 28 de Outubro

Gesventure traz a Portugal Business Angel Europeu do Ano 10º Encontro Gesventure em Cascais, dia 28 de Outubro COMUNICADO DE IMPRENSA 16/10/08 Gesventure traz a Portugal Business Angel Europeu do Ano 10º Encontro Gesventure em Cascais, dia 28 de Outubro A Gesventure está a preparar o X Encontro Gesventure, evento

Leia mais

E S C O L A S U P E R I O R A G R Á R I A

E S C O L A S U P E R I O R A G R Á R I A Licenciatura em Engenharia Agro-pecuária Ref.ª : 1531001 Ano lectivo: 2010-11 DESCRITOR DA UNIDADE CURRICULAR GESTÃO EMPRESARIAL E EMPREENDEDORISMO ENTERPRISE MANAGEMENT AND ENTREPRENEURSHIP 1. Unidade

Leia mais

Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website.

Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website. marketing e comunicação SITE E IMAGEM INSTITUCIONAL Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website. Entender o enquadramento

Leia mais

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2014 Refª: 148 Janela 1750 Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

MISSÃO VISÃO VALORES OS NOSSOS

MISSÃO VISÃO VALORES OS NOSSOS VISÃO MISSÃO Criar Recursos Humanos de Excelência e alta qualidade que tenham a capacidade de inovação, competitividade e criação de riqueza, num ambiente exigente ao nível nacional e internacional. Contribuir

Leia mais

PERFIL DO JOVEM EMPREENDEDOR

PERFIL DO JOVEM EMPREENDEDOR DESCRIÇÃO DOS MÓDULOS E UNIDADES DE PERFIL DO JOVEM EMPREENDEDOR UNIDADES FUNDAMENTAIS QEQ NÍVEL QNQ parceiros HORAS DE PONTOS ECVET UNIDADES GENÉRICAS NÍVEL QEQ QNQ HORAS DE APRENDIZAG EM PONTOS ECVET

Leia mais

ExpressARTE. Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais. Guia do Formador drmadorr1manda. Aprender a Relação Humana

ExpressARTE. Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais. Guia do Formador drmadorr1manda. Aprender a Relação Humana ExpressARTE Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais Guia do Formador drmadorr1manda Aprender a Relação Humana Autor: Micaela Ramos Título: Aprender a Relação Humana Coordenação da Mala Formativa:

Leia mais

Isabel Beja. Gestão Estratégica

Isabel Beja. Gestão Estratégica Isabel Beja Gestão Estratégica Financiamento: Entidade Coordenadora Local Entidade Promotora Objectivos Objectivo Geral A importância de uma correta definição de missão, visão e dos valores da instituição;

Leia mais

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio João Pequito Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio Qualquer instituição tem hoje

Leia mais

MOÇAMBIQUE PLANO DE FORMAÇÃO 2016. O seu parceiro em formação certificada

MOÇAMBIQUE PLANO DE FORMAÇÃO 2016. O seu parceiro em formação certificada MOÇAMBIQUE PLANO DE FORMAÇÃO 201 O seu parceiro em formação certificada ESTRATÉGIA E COMPETITIVIDADE EC 001 Estratégia empresarial e planeamento estratégico FEV - SET 20-23 EC 002 Factores chaves para

Leia mais

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda Pós-Graduações A formação ao longo da vida é hoje uma necessidade indiscutível que constitui uma oportunidade a não perder por parte da instituição. A aposta nas pós-graduações deve ser incrementada, e

Leia mais

Curso Aplicação das OHSAS 18001 ao sector da Construção Civil

Curso Aplicação das OHSAS 18001 ao sector da Construção Civil Curso Aplicação das OHSAS 18001 ao sector da Construção Civil Referencial do Curso Objectivos Objectivos Gerais Dar a conhecer os requisitos das OHSAS 18001:2007. Abordar as particularidades de aplicação

Leia mais

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE EMPREENDEDORISMO Empreendedorismo A Administração da revolução O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial foi

Leia mais

MAPA DO EMPREENDEDOR. Demonstração de Interesse. Reunião de Sensibilização. Consulta Individual. Balanço de competências

MAPA DO EMPREENDEDOR. Demonstração de Interesse. Reunião de Sensibilização. Consulta Individual. Balanço de competências MAPA DO EMPREENDEDOR Campanha de Sensibilização -Rádio (spots e programas informativos) -Parceria de Desenvolvimento - RAL ( Câmaras Municipais, Juntas de freguesia, ONGs, etc) - Rede Trás-os-Montes digital

Leia mais

2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR

2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR 2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR Lisboa 2010 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. NATUREZA E JUSTIFICAÇÃO DO CURSO 3. COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS

Leia mais

BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA

BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA ANTECEDENTES Enquadramento A promoção de um Curso de Empreendedorismo de Base Tecnológica com o envolvimento de todas

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO EMPREENDEDORISMO

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO EMPREENDEDORISMO DOCENTES: Prof. Doutor Gualter Couto Mestre Carlos Faias PROGRAMA - 2007/2008 OBJECTIVOS: Esta cadeira introduz os alunos aos princípios básicos do empreendedorismo e da criação e desenvolvimento de um

Leia mais

Grupos por Área de Conhecimento. CIÊNCIAS POLÍTICAS e RELAÇÕES INTERNACIONAIS. Dezembro de 2004

Grupos por Área de Conhecimento. CIÊNCIAS POLÍTICAS e RELAÇÕES INTERNACIONAIS. Dezembro de 2004 Implementação do Processo de Bolonha a nível nacional Grupos por Área de Conhecimento CIÊNCIAS POLÍTICAS e RELAÇÕES INTERNACIONAIS Coordenador: Prof. Doutor Carlos Motta Dezembro de 2004 1/32 CIÊNCIAS

Leia mais

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA

INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA INOVAÇÃO PORTUGAL PROPOSTA DE PROGRAMA FACTORES CRÍTICOS DE SUCESSO DE UMA POLÍTICA DE INTENSIFICAÇÃO DO PROCESSO DE INOVAÇÃO EMPRESARIAL EM PORTUGAL E POTENCIAÇÃO DOS SEUS RESULTADOS 0. EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

Leia mais

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente.

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente 1 a 3 MARÇO 2016 CCL - Centro de Congressos de Lisboa Guimrães, 5 Novembro 2015 Fundação AIP A Fundação AIP é hoje o maior centro de negócios

Leia mais

Fundamentos para um. bem sucedido

Fundamentos para um. bem sucedido Fundamentos para um processo empreendedor bem sucedido Rui Ferreira, AUDAX/ISCTE Instituto Politécnico de Coimbra Oficina-E 11/11/09 A mais pequena gota, a mais pequena iniciativa, pode criar um impacto

Leia mais

Programa Avançado 2010 LISBOA Inicio a 26 Março 2010 PORTO Inicio a 26 Março 2010 LEIRIA Inicio a 26 Março 2010 A formação em Gestão de Projectos tem vindo a assumir uma importância cada vez maior em todo

Leia mais

_APRESENTAÇÃO. Elevus People & Business Results

_APRESENTAÇÃO. Elevus People & Business Results _APRESENTAÇÃO Elevus People & Business Results _A Elevus apresenta-se ao mercado numa lógica de Outsourcing na área da consultoria de Recursos Humanos, apresentando soluções profissionais adequadas aos

Leia mais

CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto

CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto INTRODUÇÃO A necessidade sentida por um cada vez maior número de técnicos de diversas áreas disciplinares nas vertentes

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 1 PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 2 1. Introdução O processo de adaptação e ajustamento ao PNFT entra em 2012 na sua fase terminal

Leia mais

Workshop sobre Empreendedorismo

Workshop sobre Empreendedorismo Workshop sobre Empreendedorismo Vasco Pinto 11 e 12/ Dez/ 2012 O que é o Empreendedorismo? O que é ser Empreendedor? Principais Características de um Empreendedor Diferenças entre Empreendedor e Empresário

Leia mais

FORMAÇÃO TRANSCREATIVA COMPETÊNCIAS PARA AS INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS

FORMAÇÃO TRANSCREATIVA COMPETÊNCIAS PARA AS INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS FORMAÇÃO TRANSCREATIVA COMPETÊNCIAS PARA AS INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS POLO CRIATIVO SETEMBRO 2014 Região Centro de Portugal ENQUADRAMENTO Esta formação destina-se a capacitar jovens para a atuação

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL PEDAGÓGICA DE FORMADORES (Parceria Secção Regional de Lisboa da OF CaF-Formação)

FORMAÇÃO INICIAL PEDAGÓGICA DE FORMADORES (Parceria Secção Regional de Lisboa da OF CaF-Formação) FORMAÇÃO INICIAL PEDAGÓGICA DE FORMADORES (Parceria Secção Regional de Lisboa da OF CaF-Formação) OBJECTIVOS: PRETENDE-SE COM ESTA FORMAÇÃO QUE O PARTICIPANTE ADQUIRA COMPETÊNCIAS DE FORMA A: - Facilitar,

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 432 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

Educação Financeira em Angola, um projecto do Banco Nacional de Angola. WORKSHOP SOBRE INCLUSÃO E FORMAÇÃO FINANCEIRA Lisboa, 11 de Julho de 2013

Educação Financeira em Angola, um projecto do Banco Nacional de Angola. WORKSHOP SOBRE INCLUSÃO E FORMAÇÃO FINANCEIRA Lisboa, 11 de Julho de 2013 001 WORKSHOP SOBRE INCLUSÃO E FORMAÇÃO FINANCEIRA Lisboa, 11 de Julho de 2013 002 ÍNDICE 1. Programa de Educação Financeira Objectivos Metas 2. Estratégias de actuação 3. Resultados obtidos 4. Perspectivas

Leia mais

POLÍTICAS DE GOVERNAÇÃO E LIDERANÇA DAS ESCOLAS

POLÍTICAS DE GOVERNAÇÃO E LIDERANÇA DAS ESCOLAS POLÍTICAS DE GOVERNAÇÃO E LIDERANÇA DAS ESCOLAS Natércio Afonso Universidade de Lisboa Instituto de Educação Porto, Universidade Católica Janeiro de 2014 Sumário 1. Gestão Escolar 2. Conceitos centrais

Leia mais

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Tem entre 30 e 45 anos? A sua experiência profissional é superior a 5 anos? Encontra-se numa situação de desemprego há pelo menos 6 meses? Está

Leia mais

Together We Create Value

Together We Create Value Together We Create Value APRESENTAÇÃO DA MUNDISERVIÇOS LISBOA 2015 A história da MundiServiços carateriza-se por um percurso de inovação e de investimento na excelência dos seus serviços, assim como por

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

Ciclo de Workshops JEEFEUC Empreendedorismo e Novas Oportunidades

Ciclo de Workshops JEEFEUC Empreendedorismo e Novas Oportunidades Ciclo de Workshops JEEFEUC Empreendedorismo e Novas Oportunidades Apresentação: Com vista a aproximar os estudantes do mercado de trabalho, dar a conhecer o mundo de oportunidades que os rodeia e dinamizar

Leia mais

Optimus/NOVA Entrepreneurship Academy

Optimus/NOVA Entrepreneurship Academy Subscribe Share Past Issues Translate Gabinete de Empreendedorismo da NOVA 5ª Edição Optimus/NOVA Entrepreneurship Academy Ser um empreendedor é executar os seus sonhos, mesmo que haja obstáculos e riscos,

Leia mais

Curso de e-learning Outubro de 2014

Curso de e-learning Outubro de 2014 Associação Portuguesa dos Técnicos de Natação Complexo de Piscinas Municipais de Rio Maior Estradas das Marinhas 2040 Rio Maior Curso de e-learning Outubro de 2014 Conservação, qualidade da água e contributos

Leia mais

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT

INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO, DR.BERNARDO TRINDADE, NA SESSÃO DE ABERTURA DO XXXIII CONGRESSO DA APAVT TURISMO: TENDÊNCIAS E SOLUÇÕES Exmos. Senhores Conferencistas, Antes de

Leia mais

organizações que prestam serviços na economia social entidades que adquirem serviços de criação de valor social

organizações que prestam serviços na economia social entidades que adquirem serviços de criação de valor social IDEIAS COM VALOR O Desafio A redução do financiamento disponível para as áreas sociais da economia cria novas exigências: Às organizações que prestam serviços na economia social pede-se maior capacidade

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe 2º Ciclo do Ensino Secundário Geral Ensino Técnico-Profissional FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de

Leia mais

Escola Profissional do Sindicato do Escritório e Comércio da Região Autónoma dos Açores. Projeto Educativo. Educar para a Cidadania

Escola Profissional do Sindicato do Escritório e Comércio da Região Autónoma dos Açores. Projeto Educativo. Educar para a Cidadania Escola Profissional do Sindicato do Escritório e Comércio da Região Autónoma dos Açores Projeto Educativo Educar para a Cidadania Preâmbulo O Projeto Educativo é o documento que consagra a orientação educativa

Leia mais

Formas de criar uma empresa

Formas de criar uma empresa Formas de criar uma empresa A ideia Franchising Spin off Aquisição de empresas 1 A IDEIA Observação atenta das mudanças e das novas necessidades na economia e na sociedade É importante clarificar e desenvolver

Leia mais

Ficha de Caracterização de Entidade/Projecto Emprega o Futuro

Ficha de Caracterização de Entidade/Projecto Emprega o Futuro Ficha de Caracterização de Entidade/Projecto Emprega o Futuro 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto(s) Emprega o Futuro Programa Escolhas 4ª Geração Promotor(es): ISU - Instituto de Solidariedade

Leia mais

PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. Plano da sessão

PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. Plano da sessão plano estratégico del desenvolvimento económico local PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL ECONÓMICO LOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA Equipa técnica: Assessor: João Pedro Guimarães Colaboradores:

Leia mais

TRANSFORMA A TUA IDEIA NUM SUCESSO EMPRESARIAL 4 OUTUBRO A 29 DE NOVEMBRO. www.ulisboa.pt

TRANSFORMA A TUA IDEIA NUM SUCESSO EMPRESARIAL 4 OUTUBRO A 29 DE NOVEMBRO. www.ulisboa.pt TRANSFORMA A TUA IDEIA NUM SUCESSO EMPRESARIAL 4 OUTUBRO A 29 DE NOVEMBRO www.ulisboa.pt Para todos os que querem descobrir como transformar uma ideia na área da saúde e bem-estar numa empresa real e precisam

Leia mais

EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. José Matias Alves

EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO. José Matias Alves Seminário NORTE 2015 O Desenvolvimento Regional no Novo Horizonte Europeu: O caso do Norte de Portugal 25.Maio.2005 EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO José Matias Alves Norte Continente População 25-64 com 12º ano 22

Leia mais

III Montra de Oportunidades de Lamego: exemplo de cooperação e empreendedorismo!

III Montra de Oportunidades de Lamego: exemplo de cooperação e empreendedorismo! III Montra de Oportunidades de Lamego: exemplo de cooperação e empreendedorismo! Boletim Informativo n.º 31 abril 2012 SUMÁRIO III MONTRA DE OPORTUNIDADES pág.: 1 LIFE 2.0- CONCURSO pág.: 2 EDUCAÇÃO&EMPREENDEDORISMO

Leia mais

CICLO CERTIFICADO ACTIVISION CIEO Coaching Indivíduos, Equipas & Organizações

CICLO CERTIFICADO ACTIVISION CIEO Coaching Indivíduos, Equipas & Organizações CICLO CERTIFICADO ACTIVISION CIEO Coaching Indivíduos, Equipas & Organizações In partnership: 1 OBJECTIVOS PEDAGÓGICOS! Adquirir as 11 competências do coach de acordo com o referencial da ICF! Beneficiar

Leia mais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais SGDP sistema de gestão do desempenho e potencial :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais ÍNDICE Competências Inovação e Criatividade

Leia mais

Resumo de: THE FOUR STEPS TO THE EPIPHANY de Steve Blank de Diogo Miguel Jesus, Engenharia Informática, Instituto Superior Técnico, Lisboa, 2011

Resumo de: THE FOUR STEPS TO THE EPIPHANY de Steve Blank de Diogo Miguel Jesus, Engenharia Informática, Instituto Superior Técnico, Lisboa, 2011 Resumo de: THE FOUR STEPS TO THE EPIPHANY de Steve Blank de Diogo Miguel Jesus, Engenharia Informática, Instituto Superior Técnico, Lisboa, 2011 INTRODUÇÃO Ouvir os potenciais futuros clientes, ir ao terreno

Leia mais

JOGO ONLINE DE GESTÃO PARA ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO

JOGO ONLINE DE GESTÃO PARA ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO JOGO ONLINE DE GESTÃO PARA ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO Junior Business Challenge by IPAM O IPAM The Marketing School é uma Instituição de Ensino Superior, especializada e líder, na formação de profissionais

Leia mais

Curso Temático Intensivo 1 - Gestão da qualidade nos sistemas de formação profissional e de desenvolvimento de competências

Curso Temático Intensivo 1 - Gestão da qualidade nos sistemas de formação profissional e de desenvolvimento de competências Curso Temático Intensivo 1 - Gestão da qualidade nos sistemas de formação profissional e de desenvolvimento de competências O programa do curso sobre a qualidade no desenvolvimento de competências irá

Leia mais

A empresa, o empresário rio e o empreendedor no contexto do moderno direito empresarial MARIA BERNADETE MIRANDA

A empresa, o empresário rio e o empreendedor no contexto do moderno direito empresarial MARIA BERNADETE MIRANDA A empresa, o empresário rio e o empreendedor no contexto do moderno direito empresarial MARIA BERNADETE MIRANDA Direito Empresarial Direito Empresarial é um ramo do direito privado, que regula a atividade

Leia mais

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís O PROFISSIONAL-PESQUISADOR. O PERFIL ATUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO LUÍS Mônica Cairrão Rodrigues* ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís acredita que o diferencial na postura do

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa Serviços de Acção Social Gabinete de Aconselhamento ao Aluno

ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa Serviços de Acção Social Gabinete de Aconselhamento ao Aluno ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa Serviços de Acção Social Gabinete de Aconselhamento ao Aluno NORMAS GERAIS DE FUNCIONAMENTO 1. INTRODUÇÃO O Gabinete de Apoio ao Aluno, foi criado em Julho de 2007

Leia mais

Abordagens comuns do empreendedorismo:

Abordagens comuns do empreendedorismo: Abordagens comuns do empreendedorismo: principalmente do ponto de vista económico, administrativo, organizacional, sociológico, observando as partes da realidade, em detrimento do ponto de vista psicológico,

Leia mais

A PMConsultores, é uma trusted advisor, empenhada em ser um agente de valor acrescentado e elemento diferenciador para a competitividade das PMEs.

A PMConsultores, é uma trusted advisor, empenhada em ser um agente de valor acrescentado e elemento diferenciador para a competitividade das PMEs. Parcerias com valor A PMConsultores, é uma trusted advisor, empenhada em ser um agente de valor acrescentado e elemento diferenciador para a competitividade das PMEs. A nossa equipa de consultores é especialista,

Leia mais

Marketing Pessoal. aumentem de valor.

Marketing Pessoal. aumentem de valor. P U B L I C A Ç Ã O N º 3 2 3 D E Z E M B R O 2 0 0 9 Marketing Pessoal PONTOS DE INTERESSE: Conceito Na Prática Definir Objectivos Marca Pessoal Marketing Pessoal pode ser definido como o processo de

Leia mais

Soluções de Financiamento FINICIA

Soluções de Financiamento FINICIA Projetos, Financiamento e Empreendedorismo Soluções de Financiamento FINICIA Cascais, 28 de Outubro de 2011 andre.marco@iapmei.pt Direcção de Participadas e Instrumentos Financeiros no IAPMEI. Soluções

Leia mais

Caro(a)s voluntário(a)s. é

Caro(a)s voluntário(a)s. é Os Caro(a)s voluntário(a)s. é com satisfação que apresentamos cinco na temática do empreendedorismo que vocês poderão implementar junto aos alunos das escolas parceiras: Introdução ao Mundo dos Negócios,

Leia mais

Sumário Executivo. NOTA: este texto não foi redigido ao abrigo no novo acordo ortográfico. organização nãogovernamental

Sumário Executivo. NOTA: este texto não foi redigido ao abrigo no novo acordo ortográfico. organização nãogovernamental SUMÁRIO EXECUTIVO Optimização das políticas públicas de apoio ao empreendedorismo e inclusão social: estudando o acesso dos microempreendedores às medidas de promoção do auto-emprego 2 Sumário Executivo

Leia mais

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS NOTA INFORMATIVA A. Plano Nacional de Formação de Quadros, Instrumento de Execução da Estratégia Nacional de Formação de Quadros 1. Por Despacho de 16 de Novembro

Leia mais

Alimentamos Resultados

Alimentamos Resultados Alimentamos Resultados www..pt Somos uma equipa que defende que cada empresa é única, tem as suas características e necessidades e por isso cada projeto é elaborado especificamente para cada cliente. Feed

Leia mais

(formação + emprego) = oportunidade

(formação + emprego) = oportunidade (formação + emprego) = oportunidade Crescendo juntos Crescer Fazendo Gerando oportunidades aos nossos jovens A União Meridianos, constitui-se como uma organização especializada na intervenção com jovens

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 120 HORAS S. JORGE

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 120 HORAS S. JORGE EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 120 HORAS S. JORGE MÓDULOS HORAS FORMADOR 1 A EMPRESA 12 FILIPE RAMOS 2 12 MÁRIO FERREIRA A ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 3 OPORTUNIDADE DO 12 MÁRIO FERREIRA NEGÓCIO/DESENVOLVIEMNTO

Leia mais

A evolução da liderança

A evolução da liderança A evolução da liderança De Chefe a Líder Ao longo da história identificamos diferentes tipos de chefes ou líderes. De autoritários, paternalistas, manipuladores, servidores... a verdadeiros líderes. A

Leia mais

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Outubro de 2010 Agenda EM DESTAQUE Aderir à REDE! NOTÍCIAS/ EVENTOS Índice Nota Editorial Eventos/Notícias Na Primeira Pessoa Instituição do Mês Protocolos

Leia mais

Evento. Como preparar o futuro financeiro dos. portugueses. Dossier de Imprensa

Evento. Como preparar o futuro financeiro dos. portugueses. Dossier de Imprensa Evento Como preparar o futuro financeiro dos portugueses Dossier de Imprensa 1 Índice Como preparar o futuro financeiro dos portugueses. 3 Data, local e área do evento 3 Confirmação de presença 3 Programa

Leia mais

Property & Construction Property & Construction. Estudos de Remuneração 2012

Property & Construction Property & Construction. Estudos de Remuneração 2012 Property & Construction Property & Construction Estudos de Remuneração 2012 3 Michael Page Page Estudos de Remuneração 2012 - Property & Construction 4 Apresentamos-lhe os Estudos de Remuneração 2012,

Leia mais

INDÚSTRIA NACIONAL MOTOR DA MUDANÇA

INDÚSTRIA NACIONAL MOTOR DA MUDANÇA INDÚSTRIA NACIONAL MOTOR DA MUDANÇA no World Trade Center Viana 10 13 DEZEMBRO 2015 10 A 13 DEZEMBRO WORLD TRADE CENTER 10 A 13 DEZEMBRO WORLD TRADE CENTER DE VIANA A grande Exposição Nacional dedicada

Leia mais

Apresentação de 4 anos de actividade. DNA Cascais. Apoiamos Empreendedores

Apresentação de 4 anos de actividade. DNA Cascais. Apoiamos Empreendedores Apresentação de 4 anos de actividade DNA Cascais Apoiamos Empreendedores 7 de Fevereiro 27 de Outubro de 2011 de 2010 ECOSSISTEMA EMPREENDEDOR COMO INDUTOR DO TALENTO E DA SUSTENTABILIDADE ECONÓMICA E

Leia mais

Náutica Press.com, 07-10-2009. Hypercluster da Economia Do Mar Abre oportunidade ao sector empresarial 2009/10/06

Náutica Press.com, 07-10-2009. Hypercluster da Economia Do Mar Abre oportunidade ao sector empresarial 2009/10/06 Náutica Press.com, 07-10-2009 Hypercluster da Economia Do Mar Abre oportunidade ao sector empresarial 2009/10/06 - As oportunidades proporcionadas pelo desenvolvimento do Hypercluster da Economia do Mar,

Leia mais

digital account & project management curso intensivo

digital account & project management curso intensivo digital account & project management curso intensivo Porto digital account & project management Este programa foi concebido por profissionais na área de Marketing Digital & Project Managers, que atuam

Leia mais

Crescimento Económico: diversificar o modelo de financiamento das PME A atual oferta de financiamento

Crescimento Económico: diversificar o modelo de financiamento das PME A atual oferta de financiamento Crescimento Económico: diversificar o modelo de financiamento das PME A atual oferta de financiamento Eduardo Stock da Cunha CEO Novo Banco Novembro de 2014 Novembro 2014 Depois de um período de contração,

Leia mais

RELATÓRIO TRIANUAL 2010-2012

RELATÓRIO TRIANUAL 2010-2012 RELATÓRIO TRIANUAL 2010-2012 A A3S tem dado particular atenção à avaliação tanto ao nível operacional como estratégico, como componente fundamental da gestão e do tempo de trabalho colectivo e voluntário.

Leia mais

2009 BIAC Business Roundtable. Responding to the global economic crisis OECD s role in promoting open markets and job creation. 21 de Maio de 2009

2009 BIAC Business Roundtable. Responding to the global economic crisis OECD s role in promoting open markets and job creation. 21 de Maio de 2009 2009 BIAC Business Roundtable Responding to the global economic crisis OECD s role in promoting open markets and job creation 21 de Maio de 2009 Intervenção do Ministro de Estado e das Finanças Fernando

Leia mais

Programa de Unidades Curriculares Opcionais

Programa de Unidades Curriculares Opcionais Programa de Unidades Curriculares Opcionais Para assegurar que todos os alunos tenham acesso a UC que permitam perfazer as exigências em créditos (ECTS) de UC Opcionais dos respectivos Planos de Estudo,

Leia mais

Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK)

Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK) UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK) Maputo, Julho de 2015 UDM 1

Leia mais

A ADEQUAÇÃO DO ENSINO ACADÉMICO ÀS NECESSIDADES DAS EMPRESAS: O CASO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL EM FINANÇAS NO ISCA-UA

A ADEQUAÇÃO DO ENSINO ACADÉMICO ÀS NECESSIDADES DAS EMPRESAS: O CASO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL EM FINANÇAS NO ISCA-UA A ADEQUAÇÃO DO ENSINO ACADÉMICO ÀS NECESSIDADES DAS EMPRESAS: O CASO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL EM FINANÇAS NO ISCA-UA Amândio Antunes Fernando Costa Joaquim Neiva Santos Apresentação 2 1. Introdução 2.

Leia mais

8274 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 282 6 de Dezembro de 2003

8274 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 282 6 de Dezembro de 2003 8274 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIEB N. o 282 6 de Dezembro de 2003 Portaria n. o 13/2003 de 6 de Dezembro Considerando que o DecretoLei n. o 205/96, de 25 de Outubro, vem alterar a disciplina jurídica da

Leia mais

ANEXO 1 PROJETO BÁSICO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL E ORGANIZACIONAL DE ENTIDADES CIVIS DE DEFESA DO CONSUMIDOR

ANEXO 1 PROJETO BÁSICO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL E ORGANIZACIONAL DE ENTIDADES CIVIS DE DEFESA DO CONSUMIDOR ANEXO 1 PROJETO BÁSICO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL E ORGANIZACIONAL DE ENTIDADES CIVIS DE DEFESA DO CONSUMIDOR I - OBJETIVO GERAL Realização de Módulos do programa de capacitação

Leia mais

Programa de Empreendedorismo Tecnológico

Programa de Empreendedorismo Tecnológico PROGRAMA EIBTnet O QUE É? Programa de Empreendedorismo Tecnológico de apoio ao desenvolvimento, implementação, criação e consolidação de novas empresas inovadoras e de base tecnológica. 1 OBJECTIVOS Facilitar

Leia mais

Relatora: Cláudia Garcia (Nuclisol Jean Piaget)

Relatora: Cláudia Garcia (Nuclisol Jean Piaget) Mesa 3: Empreendedorismo Social Relatora: Cláudia Garcia (Nuclisol Jean Piaget) Surge Parceiros Projecto Espiral 3 meses duração 3 anos; Ana Paula Silva CESIS Financiado pela Segurança Social através dos

Leia mais

ESCOLA DE PAIS.nee. Programa Escola de Pais.nee Formadora: Celmira Macedo

ESCOLA DE PAIS.nee. Programa Escola de Pais.nee Formadora: Celmira Macedo 1 PROGRAMA DA ESCOLA DE PAIS I. Introdução A escola de pais apresenta-se com um espaço de formação para famílias (preferencialmente famílias de crianças com necessidades especiais), estando igualmente

Leia mais

Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos.

Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos. Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos. 9.1 Explicações iniciais A avaliação é algo que faz parte de nossas vidas, mesmo antes de nascermos, se não

Leia mais

Gabinete de Apoio à Família

Gabinete de Apoio à Família Gabinete de Apoio à Família 1- Enquadramento do Projecto A freguesia de São Julião do Tojal, no concelho de Loures, é caracterizada por uma complexidade de problemas inerentes ao funcionamento da família.

Leia mais

Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana

Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana Cascais Desenvolve Alcabideche e São Domingos de Rana Comissão Social de Freguesia de São Domingos de Rana Março 2015 (FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP) DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA

Leia mais

Ciclo de Seminários de Especialização. Avaliação do risco no projecto

Ciclo de Seminários de Especialização. Avaliação do risco no projecto Ciclo de Seminários de Especialização Avaliação do risco no projecto Enquadramento O Ciclo de Seminários de especialização Avaliação do risco no projecto resulta de uma parceria entre a H.MENEZES Risk

Leia mais

Apresentação do Manual de Gestão de IDI

Apresentação do Manual de Gestão de IDI Seminário Final do Projeto IDI&DNP Coimbra 31 de março Miguel Carnide - SPI Conteúdos. 1. O CONCEITO DE IDI (INVESTIGAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO) 2. OVERVIEW DO MANUAL 3. A NORMA NP 4457:2007 4. A

Leia mais

Status quo e processos estratégicos da FP em Moçambique Angola-Luanda Março 2012

Status quo e processos estratégicos da FP em Moçambique Angola-Luanda Março 2012 Status quo e processos estratégicos da FP em Moçambique Angola-Luanda Março 2012 02.04.2012 Seite 1 Estrutura de Apresentação 1. Enquadramento e Desafios 2. Reforma da Educação Profissional 3. Programa

Leia mais

CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios -

CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios - CURSOS DE FORMAÇÃO - Eficiência Energética em Edifícios - No âmbito do desenvolvimento do seu centro de formação a Self Energy Innovation propõe-se executar em parceria com a Agência Municipal de Energia

Leia mais

inovar Ajudamos http://www.adi.pt

inovar Ajudamos http://www.adi.pt Ajudamos a inovar http://www.adi.pt Promover a inovação e o desenvolvimento tecnológico facilitando o aprofundamento das relações entre o mundo da investigação e o tecido empresarial português A Agência

Leia mais