Rainforest Alliance Certified TM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rainforest Alliance Certified TM"

Transcrição

1 Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box San José Costa Rica Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação Primavera Agronegócios Ltda. Fazendas Primavera e Matilde Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola. Estrada Chico Mendes, 185 Piracicaba SP Brasil CEP Telefone: Produto da propriedade: Café (Coffea arabica L.) Data do resumo público: 02 de junho de 2015 Data de envio do relatório: 26 de maio de 2015 Data do início da auditoria: 27 de abril de 2015 Data de finalização da auditoria: 30 de abril de 2015 Nome dos(as) auditores(as): Eduardo Chagas Matavelli (auditor líder) Christian Bacci Revisor: Lisandro Inakake de Souza SAN-F-1-1S Página 1 de 6

2 Índice 1 Resumo de Auditoria Resumo de Resultados da Propriedade Conclusão da equipe auditora Descrição da Propriedade (Confidencial) Informação Geral, pontos fortes ou modificações desde a auditoria anterior (Confidencial) Produção a ser certificada (Confidencial) Cultivos (Confidencial) Auditoria Documentos normativos utilizados Escopo Equipe auditora Acordo de confidencialidade Resumo público Resumo dos Resultados da Auditoria Descrição de não conformidades (Confidencial) Anexos (Confidencial) Observações (Confidencial) Entrevistas (Confidencial) Entrevistas internas (Confidencial) Entrevistas externas (Confidencial) Monitoramento e Avaliação (Confidencial) Fotografias (Confidencial) Dados cadastrais (Confidencial) Revisão de terceira parte (Confidencial)... 6 SAN-F-1-1S Página 2 de 6

3 1 Resumo de Auditoria 1.1 Resumo de Resultados da Propriedade Nome da Propriedade: Primavera Agronegócios Ltda. Não conformidades Pontuação Resultados Auditoria anterior (se aplicável) Auditoria atual Menor 6 4 Maior 0 0 Total 6 4 Nenhum Nenhum Critérios críticos Os seguintes critérios: Os seguintes critérios: Por princípio < 50% 50% < 50% 50% Geral 96,6% 97,7% Histórico durante o ciclo de certificação (se aplicável) Auditoria de certificação 97,7% Auditoria anual 1 - Auditoria anual Conclusão da equipe auditora A equipe de auditores do Imaflora conclui que a propriedade agrícola Primavera Agronegócios Ltda. cumpre com a versão vigente dos documentos normativos da Rede de Agricultura Sustentável (ver Seção 3). A decisão de certificação é de responsabilidade do Imaflora. 2 Descrição da Propriedade (Confidencial) 2.1 Informação Geral, pontos fortes ou modificações desde a auditoria anterior (Confidencial) 2.2 Produção a ser certificada (Confidencial) Cultivos (Confidencial) 3 Auditoria 3.1 Documentos normativos utilizados Esta auditoria foi desenvolvida com base nos seguintes documentos normativos da Rede de Agricultura Sustentável: Política de Certificação para Propriedades Agropecuárias e Administradores de Grupo, janeiro de Norma para Agricultura Sustentável, julho de 2010 (versão 3). Lista de Agroquímicos Proibidos, novembro de Norma para Sistemas Sustentáveis de Produção Pecuária, julho de SAN-F-1-1S Página 3 de 6

4 3.2 Escopo Esta auditoria inclui a avaliação de desempenho social e ambiental da(s) fazenda(s) com respeito aos critérios aplicáveis dos documentos normativos da Rede de Agricultura Sustentável. As áreas e cultivos incluídos no escopo da certificação são indicados no seguinte quadro: FAZENDAS PRIMAVERA E MATILDE (Área Consolidada) Área (ha) ÁREAS DE CONSERVAÇÃO Conservada Em recuperação* Total Áreas de Preservação Permanente 76,37 0,72 77,09 Áreas de Reserva Legal 381,40-381,40 Outras áreas de conservação 21,83-21,83 Instalações com uso consolidado em APP - - 2,24 Total 479,60 0,72 482,56 ÁREAS DE PRODUÇÃO Café 1.014,71 Café + Mogno consorciado 51,31 Mogno 26,63 Pastagem 16,58 Eucalipto 93,21 Represa 10,86 Outras (cascalheira, carreadores, etc.) 101,83 Total 1.315,13 Sede, terreiro, beneficiamento, galpões, etc. 24,35 ÁREA TOTAL DO EMPREENDIMENTO 1.822,04 * É a área identificada em mapa, demarcada no campo e/ou que tenha iniciado processo de recuperação e que esteja no planejamento ambiental da fazenda. FAZENDA PRIMAVERA Área (ha) ÁREAS DE CONSERVAÇÃO Conservada Em recuperação* Total Áreas de Preservação Permanente 40,05 0,72 40,77 Áreas de Reserva Legal 197,80-197,80 Outras áreas de conservação 21,83-21,83 Total 259,68 0,72 260,40 ÁREAS DE PRODUÇÃO Café 522,86 Mogno 26,23 Pastagem 16,58 Eucalipto 69,07 Represa 4,97 Outras (cascalheira, carreadores, etc.) 59,26 Total 698,97 Sede, terreiro, beneficiamento, galpões, etc. 19,27 ÁREA TOTAL DO EMPREENDIMENTO 978,64 FAZENDA MATILDE Área (ha) ÁREAS DE CONSERVAÇÃO Conservada Em recuperação* Total Áreas de Preservação Permanente 36,32-36,32 Áreas de Reserva Legal 183,60-183,60 SAN-F-1-1S Página 4 de 6

5 Outras áreas de conservação Instalações com uso consolidado em APP - - 2,24 Total 219,92-222,16 ÁREAS DE PRODUÇÃO Café 491,85 Café + Mogno consorciado 51,31 Eucalipto 24,14 Represa 5,89 Outras (cascalheira, carreadores, etc.) 42,56 Total 615,75 Sede, terreiro, beneficiamento, galpões, etc. 5,48 ÁREA TOTAL DO EMPREENDIMENTO 843, Equipe auditora EDUARDO MATAVELLI CHRISTIAN BACCI CHAGAS Auditor líder. Engenheiro Agrônomo. Pós-graduado em Proteção de Plantas. MBA em Gestão Ambiental. Lead Assessor ISO: :2004. Atua no Imaflora desde 2007, sendo auditor de certificação agrícola desde março de Nesta auditoria ficou responsável pelas questões ambientais, manejo da lavoura e sistema de gestão. Auditor de apoio. Engenheiro Agrônomo, MBA em Gestão Ambiental. Auditor de certificação agrícola desde outubro de Responsável nesta auditoria pelos princípios sociais e de gestão da norma RAS. 3.4 Acordo de confidencialidade A equipe auditora do Imaflora assume o compromisso de confidencialidade ante a propriedade agrícola auditada no manejo e uso da informação da propriedade, adquirida durante o transcurso da auditoria. O Imaflora mantém cópias das declarações de confidencialidade assinadas pelos auditores e equipe. 3.5 Resumo público A descrição geral da propriedade, da auditoria (escopo e equipe auditora), assim como as não conformidades identificadas durante a presente auditoria estará disponível ao público no portal eletrônico do Imaflora: 3.6 Resumo dos Resultados da Auditoria Nome da Propriedade: Primavera Agropecuária Ltda. Número de não conformidades Princípio Menor Maior 1. Sistema de Gestão Social e Ambiental Critérios críticos % de cumprimento ,0% 2. Conservação dos Ecossistemas ,8% 3. Proteção da Vida Silvestre ,0% 4. Conservação dos recursos hídricos ,0% SAN-F-1-1S Página 5 de 6

6 Nome da Propriedade: Primavera Agropecuária Ltda. Número de não conformidades Princípio Menor Maior 5. Tratamento justo e boas condições de trabalho Critérios críticos % de cumprimento ,0% 6. Saúde e Segurança Ocupacional ,4% 7. Relações com a comunidade ,0% 8. Manejo integrado do cultivo ,0% 9. Manejo e conservação do solo ,0% 10. Manejo integrado de resíduos ,7% Total Cumprimento geral 97,7% 4 Descrição de não conformidades (Confidencial) 5 Anexos (Confidencial) 5.1 Observações (Confidencial) 5.2 Entrevistas (Confidencial) Entrevistas internas (Confidencial) Entrevistas externas (Confidencial) 5.3 Monitoramento e Avaliação (Confidencial) 5.4 Fotografias (Confidencial) 5.5 Dados cadastrais (Confidencial) 5.6 Revisão de terceira parte (Confidencial) SAN-F-1-1S Página 6 de 6

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação Fazenda São Paulo Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola.

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Capetinga e Sassafrás

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Capetinga e Sassafrás Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Capetinga e Sassafrás Cultivo(s): Café (Coffea arabica L.) Data do Resumo Público: 04 de janeiro de 2012 Data de Entrega do Relatório:

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 1129 1 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Imaflora Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola. Estrada Chico Mendes, 185 Piracicaba SP Brasil CEP 13426-420 Telefone: 55 19 3429 0800 Email:

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 1129 1 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual 1 para

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Fazenda Olhos d Água

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Fazenda Olhos d Água Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Fazenda Olhos d Água Cultivo(s): Café (Coffea arabica L.) Data do Resumo Público: 18 de abril de 2012 Data de Entrega do Relatório:

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Osvaldo Cruz

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Osvaldo Cruz Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Osvaldo Cruz Cultivo(s): Café (Coffea arabica L.) Data do Resumo Público: 18 de abril de 2012 Data de Entrega do Relatório: 16

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Usina São Francisco S.A e Usina Santo Antonio S.A

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Usina São Francisco S.A e Usina Santo Antonio S.A Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Usina São Francisco S.A e Usina Santo Antonio S.A Cultivo(s): Cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.) Data do Resumo Público:

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Re-certificação de Propriedade Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Re-certificação Propriedade A. C Agro Mercantil Ltda Cultivo: café (Coffea

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Resumo Publico de Auditoria Anual 1 Primavera Agronegócios Ltda. Fazendas Primavera e Matilde Imaflora Instituto de Manejo e

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria Anual 1 Sucocítrico

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Verificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

CERTIFICAÇÃO SOCIOAMBIENTAL

CERTIFICAÇÃO SOCIOAMBIENTAL CERTIFICAÇÃO SOCIOAMBIENTAL Alexandre Sakavicius Borges Coordenador de certificação florestal alexandre@imaflora.org São Paulo 18/11/2009 www.imaflora.org MISSÃO O Imaflora incentiva e promove mudanças

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

Por que escolher a Formação de Gestor de Cadeia de Custódia do IMAFLORA? Programa de Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC

Por que escolher a Formação de Gestor de Cadeia de Custódia do IMAFLORA? Programa de Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC Programa de Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC Por que escolher a Formação de Gestor de Cadeia de Custódia do IMAFLORA? A Formação de Gestor de Cadeia de Custódia FSC aborda os principais tópicos

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Certificação e gestão ambiental em empresas agropecuárias. Profa. Dra. Erica Pugliesi - UFSCar

Certificação e gestão ambiental em empresas agropecuárias. Profa. Dra. Erica Pugliesi - UFSCar Certificação e gestão ambiental em empresas agropecuárias Profa. Dra. Erica Pugliesi - UFSCar Questões norteadoras... O que é a Gestão Ambiental Empresarial O que é Certificação Ambiental Por que certificar?

Leia mais

Política de Certificação Para Propriedades Agropecuárias e Administradores de Grupos

Política de Certificação Para Propriedades Agropecuárias e Administradores de Grupos Política de Certificação Para Propriedades Agropecuárias e Administradores de Grupos Janeiro de 2013 Substitui as versões anteriores: Abril de 2009 (Política de Certificação de Propriedades Agrícolas)

Leia mais

IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DA CERTIFICAÇÃO RAINFOREST ALLIANCE EM FAZENDAS PRODUTORAS DE CAFÉ NO TRIÂNGULO MINEIRO

IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DA CERTIFICAÇÃO RAINFOREST ALLIANCE EM FAZENDAS PRODUTORAS DE CAFÉ NO TRIÂNGULO MINEIRO IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DA CERTIFICAÇÃO RAINFOREST ALLIANCE EM FAZENDAS PRODUTORAS DE CAFÉ NO TRIÂNGULO MINEIRO Simone Maria Marçal 1 Adélia Rodrigues Guimarães 2 RESUMO: No cenário agrícola o rompimento

Leia mais

Verificação da Origem Legal

Verificação da Origem Legal SmartWood Headquarters 65 Millet St. Suite 201 Richmond, VT 05477 USA Tel: 802-434-5491 Fax: 802-434-3116 www.smartwood.org Verificação da Origem Legal Avaliação Completa Relatório para: Verificado por:

Leia mais

NORMA DE CADEIA DE CUSTÓDIA

NORMA DE CADEIA DE CUSTÓDIA NORMA DE CADEIA DE CUSTÓDIA Março de 2014 Rede de Agricultura Sustentável e Rainforest Alliance, 2012-2014. www.san.ag Este documento está disponível nos seguintes sites: www.san.ag www.rainforest-alliance.org

Leia mais

Resumo Público de Avaliação de Cadeia de Custódia CERFLOR para: Fibria International Trade GmbH em Lustenau, Áustria

Resumo Público de Avaliação de Cadeia de Custódia CERFLOR para: Fibria International Trade GmbH em Lustenau, Áustria Auditoria Realizada por: IMAFLORA Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola Estrada Chico Mendes, 185. Piracicaba SP Brasil Tel: +55 19 3429-0800 Fax: +55 19 3429-0800 www.imaflora.org Pessoa

Leia mais

Orientadora do Projeto Integrado Profª Alessandra Sutti

Orientadora do Projeto Integrado Profª Alessandra Sutti Orientadora do Projeto Integrado Profª Alessandra Sutti Equipe SOGMA Sócia-Diretora da SOGMA, Fernanda Villas Boas Frediani é Gestora Ambiental, formada pela FMU. Têm em seu currículo especialização na

Leia mais

CERELAB LABORATÓRIOS QUÍMICOS

CERELAB LABORATÓRIOS QUÍMICOS Ministério da Abastecimento Data de atualização: 16.07.2014 Secretaria de Defesa Agropecuária SDA CERELAB LABORATÓRIOS QUÍMICOS Nome Empresarial: CERELAB LABORATÓRIOS QUÍMICOS LTDA CNPJ: 53.687.752/0001-39

Leia mais

Resumo Público de Avaliação de Cadeia de Custódia para: Grafica Packaging International do Brasil Embalagens Ltda em Jundiaí, SP

Resumo Público de Avaliação de Cadeia de Custódia para: Grafica Packaging International do Brasil Embalagens Ltda em Jundiaí, SP Certificação Concedida e Gerenciada por: IMAFLORA Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola Estrada Chico Mendes, 185. Piracicaba SP Brasil Tel: +55 19 3429-0800 Fax: +55 19 3429-0800 www.imaflora.org

Leia mais

CADEIA DE CUSTÓDIA GLOSSÁRIO DE TERMOS E DEFINIÇÕES

CADEIA DE CUSTÓDIA GLOSSÁRIO DE TERMOS E DEFINIÇÕES CADEIA DE CUSTÓDIA GLOSSÁRIO DE TERMOS E DEFINIÇÕES Março de 2014 Rede de Agricultura Sustentável e Rainforest Alliance, 2012-2014. Este documento está disponível nos seguintes sites: www.sanstandards.org

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE CAFÉS SUTENTÁVEIS: PROGRAMAS EM ANDAMENTO NO BRASIL SÉRGIO PARREIRAS PEREIRA

CERTIFICAÇÃO DE CAFÉS SUTENTÁVEIS: PROGRAMAS EM ANDAMENTO NO BRASIL SÉRGIO PARREIRAS PEREIRA CERTIFICAÇÃO DE CAFÉS SUTENTÁVEIS: PROGRAMAS EM ANDAMENTO NO BRASIL SÉRGIO PARREIRAS PEREIRA Imperial Estação Agronômica de Campinas 27/06/1887 Centro de Café Alcides Carvalho INTRODUÇÃO O Agronegócio

Leia mais

POLÍTICA DE CADEIA DE CUSTÓDIA

POLÍTICA DE CADEIA DE CUSTÓDIA POLÍTICA DE CADEIA DE CUSTÓDIA Maio 2012 Rede de Agricultura Sustentável e Rainforest Alliance Rede de Agricultura Sustentável (RAS): Conservación y Desarrollo, Equador Fundación Interamericana de Investigación

Leia mais

FOLDER PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ IRRIGADO. Produção Integrada de Arroz Irrigado

FOLDER PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ IRRIGADO. Produção Integrada de Arroz Irrigado FOLDER PRODUÇÃO INTEGRADA DE ARROZ IRRIGADO Produção Integrada de Arroz Irrigado O que é a Produção Integrada de Arroz Irrigado? A Produção Integrada é definida como um sistema de produção agrícola de

Leia mais

Café Sustentável. Riqueza do Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento CAPA. MA-0005-Cafe_sustentavel_200x200_NOVO.

Café Sustentável. Riqueza do Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento CAPA. MA-0005-Cafe_sustentavel_200x200_NOVO. 12 MA-0005-Cafe_sustentavel_200x200_NOVO.indd 12-1 CAPA 1 30.10.09 16:08:10 Data (M/D/A): 10/30/09 Contato: (61) 3344-8502 Formato (F): 200x200 mm Formato (A): 400x200 mm Data (M/D/A): 10/30/09 Ministério

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Certification Relatório de Auditoria FAZENDA DA ONÇA IBD Certificações Ltda. Brasil Fone: 14 3811 9800 E-mail: ibd@ibd.com.br

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Certificação Propriedade Agrícola Fazenda Igurê

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Certificação Propriedade Agrícola Fazenda Igurê Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Certificação Propriedade Fazenda Igurê Cultivo(s): Café Coffea arabica L. Data do Resumo Público: 11 de junho de 2012. Data de Entrega do

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FLORESTAIS LCF-1581

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FLORESTAIS LCF-1581 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FLORESTAIS LCF-1581 Recursos Florestais em Propriedades Agrícolas Trabalho final: Projeto de adequação

Leia mais

Equidade e FSC. Temas para debate a partir de um estudo de caso no Brasil. Luís Fernando Guedes Pinto - IMAFLORA Constance L.

Equidade e FSC. Temas para debate a partir de um estudo de caso no Brasil. Luís Fernando Guedes Pinto - IMAFLORA Constance L. Equidade e FSC Temas para debate a partir de um estudo de caso no Brasil Luís Fernando Guedes Pinto - IMAFLORA Constance L. McDermott - OCTF Equidade e FSC Temas para debate a partir de um estudo de caso

Leia mais

RAINFOREST ALLIANCE CERTIFIED - MARKETPLACE Orientações para a participação

RAINFOREST ALLIANCE CERTIFIED - MARKETPLACE Orientações para a participação RAINFOREST ALLIANCE CERTIFIED - MARKETPLACE Orientações para a participação Prezado participante do sistema de certificação da Rede de Agricultura Sustentável RAS. Agradecemos seu compromisso com a sustentabilidade

Leia mais

Princípios e Critérios para Biocombustíveis Sustentáveis. Eduardo Trevisan Gonçalves Imaflora

Princípios e Critérios para Biocombustíveis Sustentáveis. Eduardo Trevisan Gonçalves Imaflora Princípios e Critérios para Biocombustíveis Sustentáveis Eduardo Trevisan Gonçalves Imaflora IMAFLORA O IMAFLORA - Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, é uma entidade não governamental,

Leia mais

POP 009: AUDITORIA DE CREDENCIAMENTO E DE EXTENSÃO DE ESCOPO DE LABORATÓRIOS

POP 009: AUDITORIA DE CREDENCIAMENTO E DE EXTENSÃO DE ESCOPO DE LABORATÓRIOS Página 1 de 9 POP 009: AUDITORIA DE CREDENCIAMENTO E DE EXTENSÃO DE ESCOPO DE LABORATÓRIOS ELABORAÇÃO E APROVAÇÃO Nome Data Assinatura 29/01/2014 Revisado por: Fernanda G. Brandão 26/03/2014 28/03/2014

Leia mais

Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café

Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Fiscal Federal Agropecuária

Leia mais

Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café

Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil): Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Coordenador de Produção Integrada da Cadeia Agrícola Secretaria

Leia mais

POP 010: MONITORAMENTO DE LABORATÓRIOS DA REDE NACIONAL DE LABORATÓRIOS AGROPECUÁRIOS

POP 010: MONITORAMENTO DE LABORATÓRIOS DA REDE NACIONAL DE LABORATÓRIOS AGROPECUÁRIOS Página 1 de 9 POP 010: MONITORAMENTO DE LABORATÓRIOS DA REDE NACIONAL DE LABORATÓRIOS AGROPECUÁRIOS ELABORAÇÃO E APROVAÇÃO Nome Data Assinatura 27/01/2014 Revisado por: Rominik M. Fontenele 03/10/2014

Leia mais

Introdução... 3. Boas-Vindas... 3. Rede de Agricultura Sustentável... 4. Produtos de marketing que possuem o Rainforest Alliance Certified...

Introdução... 3. Boas-Vindas... 3. Rede de Agricultura Sustentável... 4. Produtos de marketing que possuem o Rainforest Alliance Certified... Índice Introdução... 3 Boas-Vindas... 3 Rede de Agricultura Sustentável... 4 Produtos de marketing que possuem o Rainforest Alliance Certified... 4 Normas para o uso do selo Rainforest Alliance Certified...

Leia mais

1 INTRODUÇÃO... 2 2 ORNAMENTAÇÃO DO HIPISMO - SALTO, CROSS-COUNTRY E ADESTRAMENTO... 3 3 REQUERIMENTOS DE FLORES... 5

1 INTRODUÇÃO... 2 2 ORNAMENTAÇÃO DO HIPISMO - SALTO, CROSS-COUNTRY E ADESTRAMENTO... 3 3 REQUERIMENTOS DE FLORES... 5 Guia de Sustentabilidade para Ornamentação do Hipismo Versão 1 Data 02/2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 2 2 ORNAMENTAÇÃO DO HIPISMO - SALTO, CROSS-COUNTRY E ADESTRAMENTO... 3 3 REQUERIMENTOS DE FLORES... 5

Leia mais

PORTARIA SDA Nº 13, DE 12 DE MARÇO DE 2015.

PORTARIA SDA Nº 13, DE 12 DE MARÇO DE 2015. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Dat a de atuali zação: 17.03.2015. Secretaria de Defesa Agropecuária SDA GENE GENEALÓGICA CENTRAL DE GENOTIPAGEM DE ANIMAIS LTDA. Nome Empresarial: GENE

Leia mais

Banco do Brasil. Programa ABC

Banco do Brasil. Programa ABC Banco do Brasil Programa ABC Junho de 2015 Plano ABC Conceito Crédito orientado para promover a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) na agricultura, conforme preconizado na Política Nacional

Leia mais

Categoria Resumo Expandido Eixo Temático - (Expansão e Produção Rural X Sustentabilidade)

Categoria Resumo Expandido Eixo Temático - (Expansão e Produção Rural X Sustentabilidade) Categoria Resumo Expandido Eixo Temático - (Expansão e Produção Rural Sustentabilidade) Titulo do Trabalho PRODUÇÃO ORGÂNICA DE CANA-DE-AÇÚCAR, MANEJO E BIODIVERSIDADE Nome do Autor (a) Principal Vagner

Leia mais

Rastreabilidade bovina: do campo ao prato - uma ferramenta a serviço da segurança alimentar Taulni Francisco Santos da Rosa (Chico)

Rastreabilidade bovina: do campo ao prato - uma ferramenta a serviço da segurança alimentar Taulni Francisco Santos da Rosa (Chico) Rastreabilidade bovina: do campo ao prato - uma ferramenta a serviço da segurança alimentar Taulni Francisco Santos da Rosa (Chico) Coordenador Agricultural Services SGS do Brasil Ltda. O que é Rastreabilidade?

Leia mais

DE CARVÃO VEGETAL EM MS. Pedro Mendes Neto Ass. Jurídico Diretoria de Desenvolvimento Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul - IMASUL

DE CARVÃO VEGETAL EM MS. Pedro Mendes Neto Ass. Jurídico Diretoria de Desenvolvimento Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul - IMASUL POLÍTICA E LEGISLAÇÃO DA PRODUÇÃO DE CARVÃO VEGETAL EM MS Pedro Mendes Neto Ass. Jurídico Diretoria de Desenvolvimento Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul - IMASUL Política e Legislação até

Leia mais

25/06/2015 PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Câmpus de Jaboticabal DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO. Sinonímias: Agrotóxicos

25/06/2015 PRODUTOS FITOSSANITÁRIOS. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Câmpus de Jaboticabal DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO. Sinonímias: Agrotóxicos UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Câmpus de Jaboticabal Depto. Fitossanidade Tecnologia de Aplicação Introdução Cultivo de plantas graníferas (culturas anuais) na safra 2014/15: Área de 57,21 milhões de ha

Leia mais

I.L.P.F. - Integração Lavoura, Pecuária & Floresta. André Luiz C. Rocha Engenheiro Florestal:

I.L.P.F. - Integração Lavoura, Pecuária & Floresta. André Luiz C. Rocha Engenheiro Florestal: Tema: I.L.P.F. - Integração Lavoura, Pecuária & Floresta SAF Sistema Agroflorestal PALESTRANTE André Luiz C. Rocha Engenheiro Florestal: Formado pela Universidade Federal de Viçosa no ano de 1985 Especialização

Leia mais

Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil

Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil Seminário Legislação de Agrotóxicos, Receituário Agronomico, Comercialização e Uso - Aspectos Técnicos e Legais Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil Engº Agrº Júlio Sérgio

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2012. Relatório para circulação entre Conselheiros, Associados e Financiadores. Maio de 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2012. Relatório para circulação entre Conselheiros, Associados e Financiadores. Maio de 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2012 Relatório para circulação entre Conselheiros, Associados e Financiadores Maio de 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 ATIVIDADES POR OBJETIVO ESTRATÉGICO... 4 Certificação Socioambiental...

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Sustainable Agriculture Network info@san.ag Rainforest Alliance Certified TM Relatório de Auditoria de Certificação FAZENDA NOSSA SENHORA APARECIDA O'COFFE - ALAÍDE CRISTINA BARBOSA ULSON QUÉRCIA IBD Certificações

Leia mais

1. Porque a RAS e a Rainforest Alliance estão adotando esta nova certificação?

1. Porque a RAS e a Rainforest Alliance estão adotando esta nova certificação? MAIO 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Certificação de Cadeia de Custódia* Empresas alimentícias, varejistas, governos, ONGs e consumidores estão cada vez mais interessados em conhecer as origens dos produtos

Leia mais

PSOAL. Programa SocioAmbiental Abrapa. manual PSOAL - versão 2

PSOAL. Programa SocioAmbiental Abrapa. manual PSOAL - versão 2 PSOAL Programa SocioAmbiental Abrapa O que é Um programa que propõe um conjunto de práticas e ações que podem ser aplicadas, principalmente, pelos produtores de algodão, que desejam melhorar a gestão socioambiental

Leia mais

Políticas Públicas para o Desenvolvimento Agropecuário no Brasil

Políticas Públicas para o Desenvolvimento Agropecuário no Brasil Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo - SDC Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Políticas Públicas para o Desenvolvimento Agropecuário no Brasil Reunião Regional

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 54, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 54, DE 4 DE DEZEMBRO DE 2007 ANEXO I NORMA TÉCNICA PARA A UTILIZAÇÃO DA PERMISSÃO DE TRÂNSITO DE VEGETAIS - PTV CAPÍTULO I DA UTILIZAÇÃO DA PTV Seção I Da Exigência e do Uso da PTV Art. 1 o A Permissão de Trânsito de Vegetais - PTV

Leia mais

CAPÍTULO I Seção I Da Exigência e do Uso da PTV

CAPÍTULO I Seção I Da Exigência e do Uso da PTV INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 37, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2006 (Revogada pela IN 54, de 04/Dez/2007) O MINISTRO DE ESTADO, INTERINO, DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição que lhe confere

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE

SECRETARIA MUNICIPAL DA AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE Página 1 de 6 SECRETARIA MUNICIPAL DA AGRICULTURA, DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE A Secretaria Municipal da Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, através do Departamento de

Leia mais

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE SERVIÇOS DE CONSULTORIA País: Brasil

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE SERVIÇOS DE CONSULTORIA País: Brasil CONVITE À APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE SERVIÇOS DE CONSULTORIA País: Brasil Nome do Processo de Seleção: Consultor Bioma Mata Atlântica da Cooperação Técnica BR-X1028 O Ministério da Agricultura,

Leia mais

O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais

O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais O papel do engenheiro agrônomo no desenvolvimento das plantas medicinais Alexandre Sylvio Vieira da Costa 1 1.Engenheiro Agrônomo. Professor Universidade Vale do Rio Doce/Coordenador Adjunto da Câmara

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Água Limpa I

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Água Limpa I Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual Fazenda Água Limpa I Cultivo(s): Café (Coffea arabica L.) Data do Resumo Público: 11 de janeiro de 2012 Data de Entrega do Relatório:

Leia mais

ENCONTRO E PROSA PARA MELHORIA DE PASTAGENS: SISTEMAS SILVIPASTORIS

ENCONTRO E PROSA PARA MELHORIA DE PASTAGENS: SISTEMAS SILVIPASTORIS ENCONTRO E PROSA PARA MELHORIA DE PASTAGENS: SISTEMAS SILVIPASTORIS 10 DE DEZEMBRO DE 2013 REALIZAÇÃO: CATI SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO E SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DE

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Fazenda São José

Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Fazenda São José Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria de Verificação Fazenda São José Cultivo(s): Café (Coffea arabica L.) Data do Resumo: 12 de março de 2012 Data de Entrega do Relatório: 09 de

Leia mais

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO DE CIDADES E AGRONEGÓCIOS

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO DE CIDADES E AGRONEGÓCIOS Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO DE CIDADES E AGRONEGÓCIOS ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em MBA Executivo em Gestão

Leia mais

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SEMAD ANEXO III DO PARECER ÚNICO AGENDA VERDE

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SEMAD ANEXO III DO PARECER ÚNICO AGENDA VERDE Página: 1 de 5 Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SEMAD SISTEMA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE ANEXO III DO PARECER ÚNICO AGENDA VERDE 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO Tipo de

Leia mais

O BANCO QUE FAZ MAIS PELA AMAZÔNIA

O BANCO QUE FAZ MAIS PELA AMAZÔNIA O BANCO QUE FAZ MAIS PELA AMAZÔNIA CRÉDITO COMO SOLUÇÃO PARA PRODUZIR COM SUSTENTABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL BNDES PRODUSA Objetivos Disseminar o conceito de agronegócio responsável e sustentável, agregando

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira. Campo Grande, 11/04/2013

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira. Campo Grande, 11/04/2013 Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Campo Grande, 11/04/2013 Organizadores Parceiros UFV LINHAS DE AÇÃO I. Qualidade de vida no trabalho II. Melhores práticas de produção

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 13 DE ABRIL DE 2012

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 13 DE ABRIL DE 2012 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 7, DE 13 DE ABRIL DE 2012 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁ- RIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição

Leia mais

Levantamento de Produtividade da Cultura da Soja para a Safra 2011/12 em Mato Grosso do Sul.

Levantamento de Produtividade da Cultura da Soja para a Safra 2011/12 em Mato Grosso do Sul. Levantamento de Produtividade da Cultura da Soja para a Safra 2011/12 em Mato Grosso do Sul. ¹Lucas Galvan ²Leonardo Carlotto Portalete ³Alexandre Rui Neto 1. Introdução 3. Metodologia A APROSOJA em parceria

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Programa Águas de Araucária

Mostra de Projetos 2011. Programa Águas de Araucária Mostra de Projetos 2011 Programa Águas de Araucária Mostra Local de: Araucária. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Secretaria Municipal

Leia mais

IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL EM PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS NO MUNICÍPIO DE ITAPIRANGA

IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL EM PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS NO MUNICÍPIO DE ITAPIRANGA IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL EM PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS NO MUNICÍPIO DE ITAPIRANGA Daniel Schull Brandão 1 ; Fabiana Raquel Muhl 2, Anderson Rhoden 3, Neuri Antonio Feldmann 4 Palavras-Chave:

Leia mais

Produção Integrada Agropecuária PI Brasil Novembro/2011 AGROPECUÁRIA BRASILEIRA (2006) Fonte: Conab/MAPA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA CUSTO DA POSIÇÃO DE DESTAQUE DA AGROPECUÁRIA BRASILEIRA * Pode ter sido

Leia mais

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC 1ª edição 2005 Realização Apoio CRÉDITOS Produção Ethnos estratégias socio ambientais - ethnosconsultoria@uol.com.br

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira SÃO PAULO SP 22 / 05 / 2013 SOJA BRASILEIRA A soja é a principal cultura agrícola do Brasil - 28 milhões de ha (25% da área mundial plantada)

Leia mais

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas IPAAM foi criado no dia 11/03/1996, através do Decreto Estadual Nº 17.033.

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas IPAAM foi criado no dia 11/03/1996, através do Decreto Estadual Nº 17.033. CRIAÇÃO DO IPAAM O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas IPAAM foi criado no dia 11/03/1996, através do Decreto Estadual Nº 17.033. É vinculado diretamente a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA PORTARIA Nº 136, DE 2 DE JUNHO DE 2006.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA PORTARIA Nº 136, DE 2 DE JUNHO DE 2006. Portaria Nº 136, DE 02 DE JUNHO DE 2006 Situação: Vigente Publicado no Diário Oficial da União de 05/06/2006, Seção 1, Página 4 Ementa: Submete à consulta pública, por um prazo de 60 (sessenta) dias, a

Leia mais

Saiba mais sobre o Novo Código Florestal Brasileiro e o CAR COLADO NA CAPA

Saiba mais sobre o Novo Código Florestal Brasileiro e o CAR COLADO NA CAPA Saiba mais sobre o Novo Código Florestal Brasileiro e o CAR COLADO NA CAPA Índice O que o agricultor brasileiro deve saber sobre o Novo Código Florestal?...1 Começando a regularizar o imóvel rural...2

Leia mais

SISTEMA BRASILEIRO DE IDENTIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE ORIGEM

SISTEMA BRASILEIRO DE IDENTIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE ORIGEM SISTEMA BRASILEIRO DE IDENTIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE ORIGEM Luiz Carlos de Oliveira Secretário de Defesa Agropecuária Ministério Da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Instrução normativa n o 21 de

Leia mais

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com. 1 Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.br e baixe todas as cartilhas, ou retire no seu Sindicato Rural. E

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA. Tem como propósito contribuir na melhoria da competitividade e sustentabilidade das organizações.

NOSSA HISTÓRIA. Tem como propósito contribuir na melhoria da competitividade e sustentabilidade das organizações. INSTITUCIONAL NOSSA HISTÓRIA Desde 1988, ano de sua fundação, a Qualtec desenvolve as melhores soluções para seus clientes na implantação, auditoria e treinamentos de sistema de gestão e estratégia corporativa

Leia mais

Tutorial para a utilização do Visualizador de Mapas Matriz Brasil

Tutorial para a utilização do Visualizador de Mapas Matriz Brasil http://brazil.forest-trends.org/ Tutorial para a utilização do Visualizador de Mapas Matriz Brasil Versão 13.01.14 Projeto Matriz de Incentivos aos Serviços Ecossistêmicos Iniciativas Brasileiras que Promovem

Leia mais