Funchal. 2 de Fevereiro de 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Funchal. 2 de Fevereiro de 2014"

Transcrição

1 Funchal 2 de Fevereiro de 2014 Ex.mo e Rev.mo Senhor Bispo da Diocese do Funchal D. António José Cavaco Carrilho, Senhores Bispos Eméritos, Ex.mo Senhor Representante da República na Região Autónoma da Madeira Juiz Conselheiro Ireneu Barreto Ex.mo Senhor Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira Dr. Miguel Mendonça Ex.mo Senhor Presidente do Governo Regional da Madeira Dr. Alberto João Jardim E demais autoridades civis e militares aqui presentes Rev.da Superiora Geral das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias Irmã Ilda Tomas, Irmãs Vitorianas e outros membros dos Institutos de Vida Consagrada. Senhores Cónegos, Senhores Padres e Seminaristas Queridos irmãos e irmãs, Sejam estas minhas primeiras palavras portadoras de uma saudação cordial do Santo Padre Francisco a todos os presentes e a quantos nos acompanham através da rádio. Tenho muito gosto em vos felicitar, sinto-me muito honrado e desejo expressar sentimentos de gratidão pelo convite que me foi formulado pelo vosso Pastor para presidir à celebração da Eucaristia de hoje. Celebramos a Festa da Apresentação do Senhor, em que os pais de Jesus vão ao templo apresenta-lo ao Senhor. Na primeira leitura, o profeta 1

2 Malaquias anuncia a chegada do Senhor ao Templo; no Evangelho, São Lucas com a alegria do velho Simeão no Templo ao tomar o Menino Jesus nas suas mãos, reconhece que Ele é o Messias prometido, é o Soberano, a Luz dos povos, e proclama: Agora, Senhor, segundo a vossa palavra, deixareis ir em paz o vosso servo, porque os meus olhos viram a vossa salvação, que puseste ao alcance de todos os povos: luz para se revelar às nações e glória de Israel, vosso povo. A Virgem Maria levou ao colo a Luz verdadeira e comunicou-a ao velho Simeão e à profetiza Ana, e comunica também essa mesma luz a todos e a cada um de nós. Contemplemos, hoje de maneira especial, essa luz na Venerável Irmã Wilson. Convido-vos a me acompanharem numa breve reflexão sobre a Boa Mãe, como era conhecida, que deixa a cada um de nós, lições de grande valor. A sua vida pode dividir-se em quatro períodos fundamentais, muito interessantes para cada um de nós. O primeiro, de , data do nascimento, num fulguroso ambiente anglicano, até ao ingresso oficial na Igreja Católica, com a idade de 33 anos. O segundo, de , marcado por uma adesão entusiasta e apaixonada à Igreja Católica e de uma incessante procura da vontade de Deus a seu respeito. O terceiro, de , compreende trinta anos, e marca já a sua vida nesta bela ilha da Madeira, com expressões de uma caridade teologal, manifestada no seu fervor religioso. É a etapa do grande florescimento das obras de caridade e de apostolado e da Fundação da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias. O quarto momento da vida da Boa Mãe, de , inclui os treze meses de exilio em Londres e cinco anos na Madeira, onde pouco a pouco foi recolhendo as Irmãs dispersas por causa da revolução republicana, procurando consolidar a Congregação. Com a revolução republicana, do dia 5 de outubro de 1910, todos os institutos religiosos foram postos à prova pela legislação anticlerical dos novos governantes. Até que, no dia 08 de Outubro foi publicado um decreto do governo que manda fechar todos os institutos religiosos. 2

3 Neste periodo, a Venerável Mary Wilson animava as irmãs a não desanimarem e a confiarem sempre da Divina Providência, dizendo-lhes que sofrer pelo Senhor é um sinal dos eleitos de que estas provas são sinal que Ele nos quer dar uma recompensa maior. Chegado ao momento de expulsão para a Inglaterra, depois de estar presa alguns dias, obrigaram-na a tirar o hábito, como tinham feito com todas as outras irmãs nas mesmas condições. Ela cheia de coragem respondeu: Já que não me deixam permanecer em Portugal, eu não sou Portuguesa, por isso não tenho a obrigação de observar a lei do dia 8 de outubro e por isso retiro-me com o meu hábito. Recomendou às irmãs para terem sempre muita fé e muito amor a Deus, que nunca se descuidassem dos deveres religiosos, para viverem unidas a Cristo como Ele viveu unido a seu Pai Celestial. Não obstante a sua ausência, a Venerável Mary Wilson continuava intimamente unida às irmãs e seguia a cada uma como se estivesse presente. O seu maior desejo era regressar à Madeira para reunir as irmãs dispersas e dar continuidade à obra que o Senhor lhe tinha inspirado. No dia 21 de abril de 1911, enviou uma carta ao Cônsul inglês no Funchal, solicitando a licença para se estabelecer na Madeira como simples cidadã britânica. No dia 1 de Novembro de 1911, com 71 anos de idade e com dificuldades de saúde, veio sem hábito para poder entrar em Portugal. Aqui viveu com simplicidade e como que no escondimento, os últimos anos da sua vida, dedicando-se à oração, à leitura e a auscultar as irmãs e outras pessoas que se lhe dirigiam frequentemente. A presença materna junto das irmãs, por meio de encontros, visitas, cartas e conselhos, foi decisiva para a consolidação da pequena Congregação que se estava organizando lentamente. Conseguiu reunir todas as irmãs que se tinham mantido fieis e todas juntas renovaram os votos sob a presidência do diretor espiritual, o Cónego Manuel Joaquim Paiva, na Paróquia de São Pedro. A Boa Mãe, Venerável Mary Wilson, acolhia todas as irmãs, a quem tratava como filhas, animava-as, corrigindo e esclarecendo os assuntos conforme as necessidades, manifestando assim uma caridade profundamente cristã e sem limites. 3

4 A Venerável Mary Wilson soube fazer frutificar os notáveis dons naturais recebidos com a ajuda da Graça de Deus. Desde o momento da sua conversão viveu um progressivo e extraordinário caminho de virtudes teologais e morais. Nunca ficava pelas meias medidas. Controlava as suas ações e fazia a sua escolha sempre guiada pela vontade de Deus, que era a luz do seu caminho. O seu exemplo de caridade é sempre atual e necessário para todos nós, tanto ontem como hoje, quando muitas vezes somos postos à prova num mundo secularizado e frio. Na reorganização da Congregação e de outras obras de apostolado, encontrou hostilidades politicas, indecisões de algumas irmãs em permanecerem fiéis, enfermidades de outras, e impossibilidades de agir livremente segundo o verdadeiro carisma. Na sua vida, agora reconhecida nas suas virtudes heroicas, um dos momentos que mais nos ilumina, é aquele que foi cuidar dos doentes com varíola, no Lazareto, cuidando de todos eles, amando-os como uma mãe. Ali entregou a sua vida como Jesus Cristo, sem ter medo de morrer. Uma atitude de caridade excelente pela qual começou a extinguir essa peste aqui na Madeira. Contudo, realizava todas as suas atividades com dificuldade, mas com muita fortaleza, apesar da sua idade avançada, mas também por problemas cardíacos, dores atrozes nos joelhos e paralisia intestinal. Não obstante todas as dificuldades, conseguir preparar e obter a aprovação das Constituições da Congregação, aprovadas pelo Bispo D. António Manuel Pereira Ribeiro. A Venerável Mary Wilson alegrou-se muito com este acontecimento e disse: Agora morro em paz, porque já vi o que desejava!. Esta aprovação aconteceu no dia 8 de Maio de 1916, cinco meses antes da sua passagem à eternidade. No dia 16 e 17 de outubro entrou em estado de coma causado por congestão cerebral. Na manhã do dia 17 recebeu a Unção dos Enfermos e pouco depois da meia-noite, aos 76 anos de idade, deixou este mundo. No dia 19 o Senhor Bispo presidiu ao funeral e o corpo da Venerável Mary Wilson foi sepultado no cemitério de Câmara de Lobos. 4

5 Os conterrâneos recordam a fé que iluminava as suas obras, a esperança confiante no Senhor, o espirito de sacrifício e a dedicação à missão que lhe era confiada. Recordemos sempre as suas palavras que são para nós um desafio: Façamos todo o bem que nos é possível, rezando muito para que Deus seja em tudo glorificado e adorado. E concluo: Fidelidade a Cristo e ao seu Evangelho, para o anunciar com a palavra e com a vida, dando testemunho do amor de Deus através do nosso amor, com a nossa caridade para com todos disse o Santo Padre Francisco. São exemplos e ensinamentos luminosos, que nos oferecem os santos, mas que também nos suscitam perguntas na nossa vida cristã: Como sou fiel a Cristo? Sou capaz de fazer ver a minha fé com respeito, mas também com coragem? (12 de Maio de 2013). Imploremos a mediação da Venerável Mary Wilson, e por intercessão de Nossa Senhora das Vitórias, que o Senhor faça transbordar a nossa vida como júbilo do seu amor. Assim seja! Cardeal Manuel Monteiro de Castro 5

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

QUEM É PIERRE VIGNE? PIERRE VIGNE, MESTRE ESPIRITUAL

QUEM É PIERRE VIGNE? PIERRE VIGNE, MESTRE ESPIRITUAL QUEM É PIERRE VIGNE? Pierre Vigne nasceu em Privas, na França, no dia 20 de agosto de 1670. Com a idade de 11 anos, ele é observado pelo seu pároco que já lhe pode confiar responsabilidades em sua paróquia,

Leia mais

Servidores da Caridade

Servidores da Caridade Homilia da Missa Crismal 2011 Servidores da Caridade António Marto Catedral de Leiria 21 de Abril de 2011 Cantarei eternamente a bondade do Senhor A liturgia da Missa Crismal encerra uma beleza espiritual

Leia mais

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014

SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 SAGRADA FAMÍLIA 28 de dezembro de 2014 Maria e José levaram Jesus a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor Leituras: Genesis 15, 1-6; 21,1-3; Salmo 104 (105), 1b-2, 3.4-5.6.8-9 (R/ 7a.8a); Carta aos

Leia mais

Domingo dentro da Oitava de Natal SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ. Vésperas I

Domingo dentro da Oitava de Natal SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ. Vésperas I Domingo dentro da Oitava de Natal Semana I do Saltério SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ Festa Quando o Natal do Senhor é num Domingo, a festa da Sagrada Família celebra-se no dia 30 de Dezembro e

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MISSA DO DIA DOS PAIS RITOS INICIAIS ANIM.: Celebramos hoje a Eucaristia, ação de graças a Deus, nosso Pai, por todos os pais do colégio.

Leia mais

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B

Solenidade da Assunção de Nª Senhora. Ano B Solenidade da Assunção de Nª Senhora Admonição Inicial Cântico Inicial (Tu és o Sol) Refrão: Tu és o sol de um novo amanhecer! Tu és farol, a vida a renascer Maria! Maria! És poema de amor! És minha Mãe

Leia mais

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo!

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! A vida e o ministério do padre é um serviço. Configurado a Jesus, que

Leia mais

Missa da Vigília NATAL DO SENHOR

Missa da Vigília NATAL DO SENHOR 172 ANO C NATAL DO ENHOR Missa da Vigília rmãos e irmãs em Cristo: O Evangelho da genealogia de Jesus lembrou-nos as gerações que esperaram o alvador. Como elas, também nós oramos a Deus, dizendo (ou:

Leia mais

REQUERIMENTO. Ao Excelentíssimo e Reverendíssimo Senhor Dom OSVINO JOSÉ BOTH Arcebispo Militar do Brasil

REQUERIMENTO. Ao Excelentíssimo e Reverendíssimo Senhor Dom OSVINO JOSÉ BOTH Arcebispo Militar do Brasil REQUERIMENTO Ao Excelentíssimo e Reverendíssimo Senhor Dom OSVINO JOSÉ BOTH Arcebispo Militar do Brasil Documento elaborado de próprio punho. Eu, inscrito no CPF sob o nº e no RG nº aluno da Escola Diaconal

Leia mais

A Bíblia realmente afirma que Jesus

A Bíblia realmente afirma que Jesus 1 de 7 29/06/2015 11:32 esbocandoideias.com A Bíblia realmente afirma que Jesus Cristo é Deus? Presbítero André Sanchez Postado por em: #VocêPergunta Muitas pessoas se confundem a respeito de quem é Jesus

Leia mais

MARIA, ESTRELA E MÃE DA NOVA EVANGELIZAÇÃO

MARIA, ESTRELA E MÃE DA NOVA EVANGELIZAÇÃO MARIA, ESTRELA E MÃE DA NOVA EVANGELIZAÇÃO anuncie a Boa Nova não só com palavras, mas, sobretudo, com uma vida transfigurada pela presença de Deus (EG 259). O tema da nova evangelização aparece com freqüência

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

CATEQUESE Sua Santidade o Papa Bento XVI Praça de São Pedro Vaticano Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012

CATEQUESE Sua Santidade o Papa Bento XVI Praça de São Pedro Vaticano Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012 CATEQUESE Sua Santidade o Papa Bento XVI Praça de São Pedro Vaticano Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012 Queridos irmãos e irmãs, No caminho do Advento a Virgem Maria ocupa um lugar particular como aquela

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão:

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão: SESSÃO 3 'Eis a tua mãe' Ambiente Em uma mesa pequena, coloque uma Bíblia, abriu para a passagem do Evangelho leia nesta sessão. Também coloca na mesa uma pequena estátua ou uma imagem de Maria e uma vela

Leia mais

3. QUEM SUGERIU A FUNDAÇÃO Foi o Sr. Arcebispo D. André e o Sr. Arcebispo D. Zacarias.

3. QUEM SUGERIU A FUNDAÇÃO Foi o Sr. Arcebispo D. André e o Sr. Arcebispo D. Zacarias. SERVOS DO BOM PASTOR Padre Dr. Manuel Sabino -Sacerdote, médico e fundador da Pia União dos Servos do Bom Pastor. -Director do Centro de Saúde da Mitcha no Lubango C. P. 74 Lubango ANGOLA -Os Servos do

Leia mais

Sagrada Família de Jesus, Maria e José Natal

Sagrada Família de Jesus, Maria e José Natal Sagrada Família de Jesus, Maria e José Natal 1ª Leitura Eclo 3,3-7.14-17a (gr.2-6.12-14) Leitura do Livro do Eclesiástico 3,3-7.14-17a (gr.2-6.12-14) 3Deus honra o pai nos filhos e confirma, sobre eles,

Leia mais

Mensagens de Santa Paula Frassinetti (Extraídas do livro: PALAVRA VIDA) Esteja alegre e, quanto possível, contribua também para a alegria dos outros.

Mensagens de Santa Paula Frassinetti (Extraídas do livro: PALAVRA VIDA) Esteja alegre e, quanto possível, contribua também para a alegria dos outros. Mensagens de Santa Paula Frassinetti (Extraídas do livro: PALAVRA VIDA) Abri o coração às maiores esperanças para o futuro. Esteja alegre e, quanto possível, contribua também para a alegria dos outros.

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

Tema ASCENSÃO DO SENHOR

Tema ASCENSÃO DO SENHOR Encontro n. 6 ema ASCENSÃO DO SENHOR I. ACOLHIDA Ambiente: Lenço branco sobre a mesa, como sinal de despeida; uma cadeira vazia ou um banco próximo ao altar. Bíblia sobre o altar, vela acesa, com flores.

Leia mais

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PRIOR VELHO 12-05-2007 Cântico de Entrada: 1. A treze de Maio, na Cova da Iria, apareceu brilhando a Virgem Maria. Ave,

Leia mais

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO PROFISSÃO DE FÉ AMBIENTAÇÃO Irmãos, celebramos hoje o Domingo de Pentecostes, dia por excelência da manifestação do Espírito Santo a toda a Igreja. O Espírito manifesta-se onde quer, como quer e a quem

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Animador(a): Neste ano, em preparação para as comemorações de seu Centenário, a Diocese de Guaxupé iniciou, na quinta-feira

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

3ª Catequese: O SACERDÓCIO APOSTÓLICO

3ª Catequese: O SACERDÓCIO APOSTÓLICO 3ª Catequese: O SACERDÓCIO APOSTÓLICO Introdução Não é possível compreender a Igreja, sem esta forma especial de presença de Cristo nela, querida por Ele próprio, que é o sacerdócio apostólico, hoje presente

Leia mais

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM

TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM Página 1 TOMADA DE POSSE DO NOVO PÁROCO - CELEBRAÇÃO (cf. Cerimonial dos Bispos, nn. 1185-1198) DIOCESE DE CRUZEIRO DO SUL AC/AM 01. Canto de Entrada 02. Saudação inicial do celebrante presidente 03. Leitura

Leia mais

Entre 18 e 20 de fevereiro será celebrado em Sassone (Itália) a XXIV Assembleia Nacional da Federação Italiana de Exercícios Espirituais (FIES).

Entre 18 e 20 de fevereiro será celebrado em Sassone (Itália) a XXIV Assembleia Nacional da Federação Italiana de Exercícios Espirituais (FIES). Entre 18 e 20 de fevereiro será celebrado em Sassone (Itália) a XXIV Assembleia Nacional da Federação Italiana de Exercícios Espirituais (FIES). O objetivo é a relação entre os Exercícios Espirituais e

Leia mais

Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede

Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede 18º DOMINGO DO TEMPO COMUM 02 de agosto de 2015 Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede Leituras: Êxodo 16, 2-4.12-15; Salmo 77 (78), 3.4bc.23-24.25.54; Carta de São Paulo

Leia mais

Compreendendo a Pessoa do! Espírito Santo!

Compreendendo a Pessoa do! Espírito Santo! h"p://www.youtube.com/watch?v=asb6gd- ayz0 Pneuma é a palavra grega para respiração, na Teologia Cristã, Pneumatologia é o estudo do Espírito Santo. No princípio Deus criou o céu e a terra. Era a terra

Leia mais

HINÁRIO. Padrinho Nonato ACONTECEU. Tema 2012: Flora Brasileira Pau-Brasil (Caesalpinia echinata)

HINÁRIO. Padrinho Nonato ACONTECEU. Tema 2012: Flora Brasileira Pau-Brasil (Caesalpinia echinata) HINÁRIO ACONTECEU Tema 2012: Flora Brasileira Pau-Brasil (Caesalpinia echinata) Padrinho Nonato 1 www.hinarios.org 2 Prece Deus glorioso e supremo iluminai a escuridão do meu coração e dai a minha fé correta,

Leia mais

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural).

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural). O Poder das Palavras LEITURA: Marcos 11:12-14 12. E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. 13. Vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e chegando

Leia mais

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus.

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus. Anexo 2 Primeiro momento: contar a vida de Jesus até os 12 anos de idade. Utilizamos os tópicos abaixo. As palavras em negrito, perguntamos se eles sabiam o que significava. Tópicos: 1 - Maria e José moravam

Leia mais

Diocese de Osasco COMISSÃO DIOCESANA DE LITURGIA Subsídio Paralitúgico para o Ano Santo da Misericórdia MMXV MMXVI

Diocese de Osasco COMISSÃO DIOCESANA DE LITURGIA Subsídio Paralitúgico para o Ano Santo da Misericórdia MMXV MMXVI Diocese de Osasco COMISSÃO DIOCESANA DE LITURGIA Subsídio Paralitúgico para o Ano Santo da Misericórdia MMXV MMXVI CELEBRAÇÃO DO SETENÁRIO DAS DORES DE MARIA SANTÍSSIMA Comentário Inicial Irmãos, meditando

Leia mais

O Espírito de Religiosidade

O Espírito de Religiosidade O Espírito de Religiosidade Pr. Alcione Emerich Como vive um Cristão Salvo contaminado ou infectado pelo Espírito de Religiosidade Hoje será um Culto de Libertação, vamos quebrar esta maldição em nossas

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

Pastoral Vocacional/ Serviço de Animação Vocacional

Pastoral Vocacional/ Serviço de Animação Vocacional CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada Pastoral Vocacional (PV) / Serviço de Animação Vocacional (SAV) CMOVC/ SAV (02) Pastoral

Leia mais

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados Janeiro 2016 Chamados a caminhar sempre em direção a Cristo Introdução: Quando apareceu em Fátima, Nossa Senhora pediu aos homens que fizessem uma

Leia mais

S. Luís Maria Grignion de Montfort. Método para rezar com fruto o Santo Rosário, segundo São Luís Maria de Montfort

S. Luís Maria Grignion de Montfort. Método para rezar com fruto o Santo Rosário, segundo São Luís Maria de Montfort S. Luís Maria Grignion de Montfort Método para rezar com fruto o Santo Rosário, segundo São Luís Maria de Montfort "Não é possível expressar quanto a Santíssima irgem estima o Rosário sobre todas as demais

Leia mais

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos.

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos. Músicas para Páscoa AO PARTIRMOS O PÃO E C#m #m B7 E7 A C#M Refr.: Ao partirmos o pão reconhecemos/ Jesus Cristo por nós ressuscitado./ Sua paz B7 E A B7 E recebemos e levamos,/ Ao nosso irmão que está

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

Setembro Mês da Bíblia

Setembro Mês da Bíblia Setembro Mês da Bíblia Discípulos missionários a partir do Evangelho de João Permanecei no Meu amor, para produzir muitos frutos (Cf. Jo 15, 9-16) Retiro Espiritual Arquidiocesano AO Pe. Vânio da Silva.

Leia mais

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

Português. Sagrada Família de Jesus, Maria e José B. Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14)

Português. Sagrada Família de Jesus, Maria e José B. Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14) Português Sagrada Família de Jesus, Maria e José B Deus apareceu na terra e começou a viver no meio de nós. (cf. Bar 3,38) Leitura I Ben-Sirá 3,3-7.14-17a (gr. 2-6.12-14) Deus quis honrar os pais nos filhos

Leia mais

- Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito, - Glória a Trindade Santa, glória ao Deus bendito!

- Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito, - Glória a Trindade Santa, glória ao Deus bendito! Área Juventude e Vocações Subsídio 1 para Encontro de oração em memória de São Luís Gonzaga Patrono da Juventude 1. CHEGADA Canto: Amar a Ti, Senhor, em todas as coisas E todas em Ti, em tudo amar e servir

Leia mais

INSTITUTO SECULAR PEQUENAS APOSTOLAS DA CARIDADE

INSTITUTO SECULAR PEQUENAS APOSTOLAS DA CARIDADE INSTITUTO SECULAR INSTITUTO SECULAR a quem se dirigir para saber mais Responsável geral: Giuseppina Pignatelli Via don Luigi Monza, 1 22037 PONTE LAMBRO (Co) ITALY tel. 031.625264 INSTITUTO SECULAR Os

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ

CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ CELEBRAÇÃO ARCIPRESTAL DA EUCARISTIA EM ANO DA FÉ SEIA 23 DE JUNHO 2013 ENTRADA NÓS SOMOS AS PEDRAS VIVAS DO TEMPLO DO SENHOR, NÓS SOMOS AS PEDRAS VIVAS DO TEMPLO DO SENHOR, POVO SACERDOTAL, IGREJA SANTA

Leia mais

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes 17º DOMINGO DO TEMPO COMUM 26 de julho de 2015 Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes Leituras: Segundo Livro dos Reis 4, 42-44; Salmo 144 (145),

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

VIA HUMANITATIS O CAMINHO VOCACIONAL DA HUMANIDADE

VIA HUMANITATIS O CAMINHO VOCACIONAL DA HUMANIDADE ITINERÁRIO DE ORAÇÃO VOCACIONAL agosto 2013 novembro de 2014 VIA HUMANITATIS O CAMINHO VOCACIONAL DA HUMANIDADE DÉCIMO PRIMEIRO ESQUEMA junho de 2014 CHAMADOS À UNIDADE Guia: Uma das caraterísticas evidentes

Leia mais

(DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina. -Marcadores de várias cores

(DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina. -Marcadores de várias cores (DO LIVRO AS FESTAS DA CATEQUESE PEDROSA FERREIRA) Material a preparar: -Um grande coração de cartolina -Marcadores de várias cores -Folhas cada qual com a sua letra ocantinhodasao.com.pt/public_html Página

Leia mais

A Alegria do Evangelho Lectio Divina

A Alegria do Evangelho Lectio Divina A Alegria do Evangelho Lectio Divina #20 [01 MAI 2014] CONHECER para ter ESPERARANÇA e SER ALEGRE Oração inicial: Invocação do Espírito Santo V. Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis.

Leia mais

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos,

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, PASCOM A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, t e x t o s e i d é i a s p a r a a s matérias! Nossa Senhora da Penha, que sabe o nome de cada

Leia mais

Você quer ser um Discípulo de Jesus?

Você quer ser um Discípulo de Jesus? Você quer ser um Discípulo de Jesus? A História do povo de Israel é a mesma história da humanidade hoje Ezequel 37:1-4 Eu senti a presença poderosa do Senhor, e o seu Espírito me levou e me pôs no meio

Leia mais

LECTIO DIVINA - 07 de dezembro de 2014 II Domingo do Advento

LECTIO DIVINA - 07 de dezembro de 2014 II Domingo do Advento Perguntas para a reflexão pessoal Qual o significado, hoje na minha vida concreta, desta pregação de João Batista? Animo-me a anunciar a Palavra de Deus como ele? Escuto a Palavra de Deus que me chega

Leia mais

Quanto à Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração

Quanto à Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração SANTA MARIA MÃE DE DEUS 01 de janeiro de 2015 Quanto à Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração Leituras: Números 6, 22-27; Salmo 67 (66), 2-3.5-6.8 (R/cf. 2a); Carta de São

Leia mais

O POVO DE DEUS FOLHA SEMANAL DA ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA

O POVO DE DEUS FOLHA SEMANAL DA ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA O POVO DE DEUS FOLHA SEMANAL DA ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA Ano XLIX- Brasília, 23 de fevereiro de 2014 - Nº 15 SÉTIMO DOMINGO DO TEMPO COMUM Cor Litúrgica: Verde INTRODUÇÃO Com.: Irmãos amados, nesta Páscoa

Leia mais

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE Oo Índice Prefácio, por Gabriel Chalita...11 Introdução...19 1 O Verbo divino...27 2 As bodas de Caná...35 3 A samaritana...41 4 Multiplicação dos pães...49 5 A mulher adúltera...55

Leia mais

Pe. Luís Erlin. Imitação de Maria. O segredo de sermos agraciados por Deus EDITORA AVE-MARIA

Pe. Luís Erlin. Imitação de Maria. O segredo de sermos agraciados por Deus EDITORA AVE-MARIA Pe. Luís Erlin Imitação de Maria O segredo de sermos agraciados por Deus EDITORA AVE-MARIA Para meus irmãos e cunhadas: Antonio Carlos e Tereza por imitarem Maria na confiança em Deus; José Roberto e Ione

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

Iva Joana & Magno Énio

Iva Joana & Magno Énio Casamento de: Iva Joana & Magno Énio Igreja do Socorro 22 de Maio de 2010 Entrada do Noivo Hino de Alegria Entrada da Noiva Marcha Nupcial Entrada Dizem que é preciso Dizem que é preciso aprender a viver

Leia mais

Nascimento e infância de Jesus

Nascimento e infância de Jesus FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa I Religião à Luz do Espiritismo Tomo I Cristianismo e Espiritismo Módulo II O Cristianismo Roteiro 1 Nascimento e infância

Leia mais

www.paroquiadecascais.org

www.paroquiadecascais.org Oração dos fiéis I Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar o amor dos nossos irmãos N. e N., confiemo-los ao Senhor, dizendo: 1. Para que os nossos irmãos N.

Leia mais

Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira)

Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira) Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira) Queridos filhos, afastai-vos de todo mal e voltai-vos ao Senhor que vos espera com alegria. Limpai vossos corações

Leia mais

Carta Pastoral 2013-2014

Carta Pastoral 2013-2014 Carta Pastoral 2013-2014 O Sínodo Diocesano. Em Comunhão para a Missão: participar e testemunhar Estamos no momento decisivo do Sínodo da nossa diocese de Viseu. Pela sua importância, para o presente e

Leia mais

CONCURSO PARA LETRA DO HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012

CONCURSO PARA LETRA DO HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012 1 CONCURSO PARA LETRA DO HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012 Prezado(a) compositor(a) letrista, A paz de Cristo! Brasília-DF, 19 de novembro de 2010 ML 0952 Com alegria e expectativa, estamos lançando

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

A MISERICÓRDIA DE DEUS. ANTÍFONA DE ENTRADA cf. Jer 31, 3; 1 Jo 2, 2. Ou Salmo 82 (83), 2

A MISERICÓRDIA DE DEUS. ANTÍFONA DE ENTRADA cf. Jer 31, 3; 1 Jo 2, 2. Ou Salmo 82 (83), 2 ANTÍFONA DE ENTRADA cf. Jer 31, 3; 1 Jo 2, 2 Deus amou-nos com amor eterno: enviou o seu Filho Unigénito como vítima de propiciação pelos nossos pecados e pelos pecados do mundo inteiro. Ou Salmo 82 (83),

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DE BORBA CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA Feliz o homem que ama a Palavra do Senhor e Nela medita dia e noite (Sl 1, 1-2) 4º ANO da CATEQUESE 17 de Janeiro de 09 ENTRADA PROCESSIONAL

Leia mais

Nº 03 - Setembro/2007

Nº 03 - Setembro/2007 Nº 03 - Setembro/2007 Setembro - Mês da Bíblia Deus viu quanto havia feito e era muito bom Gn 1,31. Por que a Igreja coloca o mês de setembro como Mês da Bíblia, se todos os dias do Ano devem ser Bíblicos?

Leia mais

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Como o Pai me enviou, também Eu vos envio (Jo 20,21) Outubro de 2011 / Ano MMXI 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Com grande alegria que terminamos mais um mês

Leia mais

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia CD 02 Bom Jesus da Cana Verde [ai bom Jesus da Cana Verde é nosso pai, é nosso Deus (bis)] ai graças a Deus para sempre que tornamos a voltar ai com o mesmo Pombo Divino da glória celestial ai Meu Divino

Leia mais

CELEBRAÇÃO MARIANA DAS LUZES

CELEBRAÇÃO MARIANA DAS LUZES CELEBRAÇÃO MARIANA DAS LUZES Preparar: 7 velas que deverão estar diante da imagem velas para todos A iluminação da igreja (do local da oração) pode ser diminuída INTRODUÇÃO Dirigente: Em nome do Pai, e

Leia mais

Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Mostra-me o Teu amor, dá-me a Tua salvação.

Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Mostra-me o Teu amor, dá-me a Tua salvação. I Domingo do Advento I Domingo do Advento Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Mostra-me o Teu amor, dá-me a Tua salvação. Podes contar comigo. Estou atento para Te escutar e para que tenhas

Leia mais

Natividade de Nossa Senhora

Natividade de Nossa Senhora Rita de Sá Freire Natividade de Nossa Senhora 8 de setembro Na Igreja católica celebramos numerosas festas de santos. Entretanto, não se celebra a data de nascimento do santo, mas sim a de sua morte, correspondendo

Leia mais

III MODELOS DE ORAÇÃO UNIVERSAL

III MODELOS DE ORAÇÃO UNIVERSAL III MODELOS DE ORAÇÃO UNIVERSAL 229. I Irmãos e irmãs: Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar o amor dos nossos irmãos N. e N., confiemo-los ao Senhor, dizendo

Leia mais

Papa: "Onde nasce Deus, nasce a esperança e floresce a misericórdia" 2015-12-25 Rádio Vaticana

Papa: Onde nasce Deus, nasce a esperança e floresce a misericórdia 2015-12-25 Rádio Vaticana Papa: "Onde nasce Deus, nasce a esperança e floresce a misericórdia" 2015-12-25 Rádio Vaticana Onde nasce Deus, nasce a esperança, nasce a paz e floresce a misericórdia. Na tradicional Mensagem Urbi et

Leia mais

bem Fazer o Paróquia São Judas Tadeu Diocese de Piracicaba - SP sem olhar a quem

bem Fazer o Paróquia São Judas Tadeu Diocese de Piracicaba - SP sem olhar a quem Paróquia São Judas Tadeu Diocese de Piracicaba - SP COMUNICANDO A LUZ DA PALAVRA DE DEUS! JULHO de 2014 bem Fazer o sem olhar a quem Paróquia São Judas celebra Corpus-Christi solidário. Foram mais de 1600

Leia mais

Celebração dos Fiéis Defuntos

Celebração dos Fiéis Defuntos José da Rocha Ramos Celebração dos Fiéis Defuntos (Romagem ao cemitério) 2 1ª Oração (pelos Párocos da comunidade já falecidos) Senhor, nosso Deus, único e bondoso Pastor, escutai benignamente as preces

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

O ANÚNCIO DO EVANGELHO GUIÃO DE LEITURA #3 DO SÍNODO DIOCESANO 2016. Abril a Junho de 2015 - Síntese da reflexão efetuada

O ANÚNCIO DO EVANGELHO GUIÃO DE LEITURA #3 DO SÍNODO DIOCESANO 2016. Abril a Junho de 2015 - Síntese da reflexão efetuada O ANÚNCIO DO EVANGELHO GUIÃO DE LEITURA #3 DO SÍNODO DIOCESANO 2016 Abril a Junho de 2015 - Síntese da reflexão efetuada 1 INTRODUÇÃO Continuando a responder ao convite / desafio efetuado pelo Papa Francisco

Leia mais

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II PARA A XXXI JORNADA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II PARA A XXXI JORNADA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II PARA A XXXI JORNADA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES Aos venerados irmãos no episcopado e a todos os queridos fiéis do mundo inteiro A celebração da Jornada Mundial de Oração

Leia mais

VII DOMINGO DA PÁSCOA - Ano C Ascensão do Senhor

VII DOMINGO DA PÁSCOA - Ano C Ascensão do Senhor VII DOMINGO DA PÁSCOA - Ano C Ascensão do Senhor Enquanto os abençoava, foi elevado ao Céu 8 de Maio de 2016 Admonição Inicial - Cântico Inicial - Eu acredito Nós sabemos porquê, porquê seguir esta estrada

Leia mais

Exame de consciência: O exame de consciência será conduzido pela própria vigília através de 3 pistas de reflexão

Exame de consciência: O exame de consciência será conduzido pela própria vigília através de 3 pistas de reflexão VIGILIA Cristo: Abraço de Misericórdia ACOLHIMENTO AMBIENTE: Igreja à média luz, estando a manjedoura mais iluminada (procurar que seja mesmo uma manjedoura e não uma almofada). TER JUNTO À MANJEDOURA

Leia mais

XIIIº PLANO DIOCESANO DE PASTORAL Diocese de Inhambane 2012 2015 TEMA: JUNTOS CRESCENDO FIRMES NA FÉ

XIIIº PLANO DIOCESANO DE PASTORAL Diocese de Inhambane 2012 2015 TEMA: JUNTOS CRESCENDO FIRMES NA FÉ XIIIº PLANO DIOCESANO DE PASTORAL Diocese de Inhambane 2012 2015 TEMA: JUNTOS CRESCENDO FIRMES NA FÉ INTRODUÇÃO GERAL A Assembleia Diocesana de Pastoral, realizada no Centro do Guiúa de 6 a 8 de Dezembro

Leia mais

AS OBRAS DE MISERICORDIA 1. OBRAS DE MISERICÓRDIA CORPORAIS

AS OBRAS DE MISERICORDIA 1. OBRAS DE MISERICÓRDIA CORPORAIS 1 AS OBRAS DE MISERICORDIA «É meu vivo desejo que o povo cristão reflicta, durante o Jubileu, sobre as obras de misericórdia corporal e espiritual. Será uma maneira de acordar a nossa consciência, muitas

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

Novena de São Domingos Sávio

Novena de São Domingos Sávio Novena de São Domingos Sávio 1o Dia Ó São Domingos Sávio, que tiveste uma fé viva e um amor ardente a Jesus Eucarístico... Alcança-nos, por sua intercessão, a tua mesma fé na presença real de Jesus na

Leia mais

Os combatentes agradecem reconhecidos a presença de V. Exas.

Os combatentes agradecem reconhecidos a presença de V. Exas. DIA DO COMBATENTE NA BATALHA, EM 14 DE ABRIL DE 2007 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES Exmo. senhor Ministro da Defesa Nacional. Digna-se V. Exa. presidir a esta cerimónia evocativa do Dia do Combatente

Leia mais