REFERÊNCIA ELOGIOSA. Pelo Chefe da Divisão de Ensino da ACADEMIA MILITAR DAS AGULHAS NEGRAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REFERÊNCIA ELOGIOSA. Pelo Chefe da Divisão de Ensino da ACADEMIA MILITAR DAS AGULHAS NEGRAS"

Transcrição

1 REFERÊNCIA ELOGIOSA Pelo Chefe da Divisão de Ensino da ACADEMIA MILITAR DAS AGULHAS NEGRAS No momento de sua transferência para a Reserva Remunerada, após mais de vinte e seis anos de efetivo serviço, é por dever de justiça que formulo a presente referência elogiosa ao Ten Cel José Aristóteles Carneiro Oliveira. Sua longa e valorosa carreira iniciou-se em 23 de fevereiro de 1987, quando, procedente do Colégio Militar de Fortaleza, foi matriculado no 1º ano do Curso Básico desta Academia, recebendo o Nr 661. Em 24 de novembro de 1990, foi declarado aspirante-a-oficial do Serviço de Intendência, da Turma Cidade de Resende, obtendo nota final 8,505, menção MB e se classificando em 11º/34, e indo servir no 24º BC (São Luís-MA). Nesta Academia, foi elogiado por sua dedicação aos estudos, por seu senso de responsabilidade no auxílio às tarefas administrativas da Cia Int e da Sociedade Acadêmica Militar SAM, sacrificando horas de lazer e estudo em proveito dos companheiros. Em sua primeira organização militar do corpo de tropa, ocupou todos os cargos atribuídos a um iniciante oficial de intendência, quais sejam: aprovisionador, almoxarife, tesoureiro, gestor de Hotel de Trânsito, adjunto e presidente de Comissão de Licitações e Contratos, além de outras atribuições administrativas. Assim foi reconhecido por seu primeiro Comandantede como um eficiente colaborador, prestativo, educado, interessado, trabalhador e amigo. No 24º BC foi promovido ao posto de 2º Ten, em 31 de agosto de 1990, e ao posto de 1º Ten, em 25 de dezembro de Em 07 de janeiro de 1994, foi transferido para o 8º D Sup (Belém-PA). Nesta Organização Militar exerceu as funções de Adjunto da Seção de Material de Intendência do Centro de Operações de Suprimento COS, Comandante da Comapnhia de Comando e Serviços (Transporte Fluvial), Comandante da 2ª Companhia de Suprimento (antigo 8ª Pel Rem/8ª RM) e Chefe da Seção de Operações (S/3) entre outras. Neste ano, por ocasião das eleições, deslocou-se para a Cidade de Cametá-PA, a fim

2 de cumprir missão de Segurança das Eleições, e após seu regresso, foi elogiado pelo Comandante do 2 Batalhão de Infantaria de Selva, ressaltando ser possuidor de elevado espírito de corpo em que emprestou valiosa e inestimável colaboração ao comando do 2ºBISL, através das seguintes qualidades: dedicação, capacidade de trabalho, espírito de disciplina e entusiamo que se tornaram evidentes pelo trato com a população humilde do interior do Estado paraense. Também, por seu Comandante de OM, teve as seguintes referências pelas funções que exerceu, tanto operacionais como administrativas: no comando de subunidade conduziuse com energia e justiça contribuindo para a boa imagem da OM e do Exército por seu bom relacionamento com órgãos governamentais e com a comunidade, através da realização de ACISO. Já na Chefia do Setor Financeiro seguiu com fidelidade as orientações, o que contribuiu para o bom andamento das atividades administrativas. Em 16 de outubro de 1996, foi transferido para o 1º D Sup (Rio de Janeiro-RJ) e em 25 de dezembro de 1996, foi promovido ao posto de Capitão. No 1º D Sup exerceu as funções de Chefe do Setor Financeiro e Chefe da Seção de Pessoal (S/1). Sua passagem ali foi rápida, pois em 20 de novembro de 1997, foi designado para matrícula no Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais CAO Intendência, da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais EsAO, ano Durante o ano de 1998, cursou a EsAO, que ao final revelou estar em muito boas condições para as funções de comandante, chefe ou diretor e membro de Estado-Maior de seu Serviço. Como exigência curricular apresentou o seguinte trabalho monográfico de Mestrado: O Sistema Financeiro e Administrativo do Exército Brasileiro Prestação de Contas Mensal das UG. Dessa forma, o Capitão Aristóteles foi classificado no 5º B Log (Curitiba-PR). No 5º B Log, durante os anos de 1999 e 2000, exerceu as funções de Chefe da Seção de Pessoal (S/1), Chefe da Seção de Operações (S/3), Presidente da Comissão de Seleção da 5ªRM-5ªDE, Comandante de Subunidade entre outras. Em 10 de novembro de 2000, foi designado para realizar o Curso de Comunicação Social, no Centro de Estudos de Pessoal CEP (Rio de Janeiro-RJ) a realizar-se no ano de Ao deixar essa OM, registrou-se o cumprimento com correção as múltiplas tarefas que lhe foram confiadas

3 devido sua acentuada proficiência e dinamismo e pela implementação de novos conceitos logísticos aprendidos nos bancos escolares da EsAO. Em 2001, concluiu o Curso de Comunicação Social realizado no CEP, e foi classificado no Comando da 1ª Divisão de Exército (Divisão Mascarenhas de Moraes), no Rio de Janeiro-RJ. Na Divisão Mascarenhas de Moraes permaneceu por dois anos (2002 e 2003), onde foi agraciado com as medalhas: da Vitória, Sangue dos Heróis, ambas da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil, e Avante Bombeiro do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro. Em 21 de novembro de 2003, foi transferido para o Comando da 5ª Região Militar 5ª Divisão de Exército (Curitiba-PR). Sua passagem pela 1ª DE foi assim registrado por seu comandante, o General Laranjeira: o Cap Aristóteles, aqui serviu como auxiliar da 5ª Seção e Presidente da Comissão Permanente de Licitação, sempre demonstrando conhecimentos técnicos, dedicação e vontade de acertar. No desempenho de todas as atividades inerentes as suas funções, destacou-se pela objetividade, dedicação e na busca de soluções para os problemas apresentados. Teve especial participação na reestruturação e organização do transporte escolar para o Colégio Militar do Rio de Janeiro à Família Militar da Guarnição. Foi, também, o principal responsável pela oficialização e homologação, junto à 1ª Região Militar de, aproximadamente, 80 (oitenta) contratos com permissionários, além de no ano de 2003, ter conduzido mais de 60 (sessenta) processos licitatórios, com destaque para seu conhecimento profissional e dedicação. Em 31 de janeiro de 2004, apresentou-se no Comando da 5ª Divisão de Exército 5ª Região Militar (Região Heróis da Lapa) e em 30 de abril de 2005, foi promovido ao posto de Major. Em 15 de abril de 2007, foi condecorado com a Medalha e Passador de Prata por ter completado o segundo decênio como reconhecimento aos bons serviços militares prestados durante mais de vinte anos. Em 2009, lhe foi conferido o título de Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Também, neste ano, obteve aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil e em 25 de dezembro de 2010, foi promovido ao posto de Tenente-

4 Coronel. Neste novo rumo e nos anos posteriores especializou-se em Direito Processual Civil Contemporâneo na Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR (2011) e em Direito Militar na Universidade Sul de Santa Catarina UNISUL (2012). No corrente ano está cursando as seguintes especializações Direito Constitucional e Formação de Professores no Ensino Superior Jurídico, ambas, na Rede Luis Flávio Gomes LFG. Na 5ª Região Militar 5ª Divisão de Exército exerceu as funções de Chefe da 5ª Seção, Chefe da Seção de Transporte Logístico de Superfície e Suprimento Classe I e II, Oficial de Transporte na Desmobilização do 13º Contigente da MINUSTAH (Haiti), Chefe da Seção de Assistência Social e Assessor do Sistema de Excelência Gerencial do Exército Brasileiro entre outras. Já há 9 (nove) anos naquela Guarnição, após consulta pela Diretoria de Controle de Efetivos e Movimentação DCEM, voluntariou-se para servir na Academia Militar das Agulhas Negras AMAN, pois confessou ser um grande propósito em sua vida militar. Em suas palavras de despedida daquele Grande Comando Operacional, Administrativo e Logístico assim se referiu: aceitei esse novo desafio: servir na Academia Militar das Agulhas Negras. Queria ter voltado quando a terminei em 1990 e em 2010, como professor permanente mediante concurso. São as graças do Senhor que nos conduzem aos nossos propósitos, pois não podemos controlar os resultados, mas podemos controlar nossa atitude mediante a competição e ao desafio de nossa vida. Assim, vemos que o Tenente-Coronel Aristóteles agiu com atitude para chegar aonde chegou, e alcançou seu propósito final em sua carreira militar: voltar para a AMAN de onde saiu. Dessa forma, em 9 de dezembro foi transferido para esta Academia, berço da formação dos oficiais do Exército Brasileiro. Retratando sua passagem pela Região Heróis da Lapa seu comandante, o General Soares, destacou sua sinceridade de propósitos, correção de atitudes e senso de cooperação que fizeram com que recebesse a amizade e a consideração de seus camaradas e, que, contribuiu para a harmonia nos ambientes de trabalho por onde passou. Por fim, reafirmou o reconhecimento pela substancial contribuição dada aquele Grande Comando Administrativo,

5 Operacional e Logístico, enfatizando que sua missão foi muito bem cumprida. Aqui, apresentou-se em 21 de janeiro de Em sua rápida passagem nesta Academia, em especial, pela Cadeira de Direito, percebemos sua alegria, sua fé, seus propósitos, sua camaradagem, sua disposição em ajudar e tantas outras qualidades dignas de um Oficial que sempre se pautou pelo compromisso de cumprir os deveres de oficial do Exército Brasileiro e dedicar-se inteiramente ao serviço da Pátria. Tenente-Coronel Aristóteles, receba neste momento, ainda que simbolicamente, o abraço e o carinho do Exército Brasileiro e de todos aqueles que tiveram o privilégio de cumprir missões ao seu lado, aprendendo a respeitá-lo e admirá-lo. Esses amigos, companheiros, camaradas estarão, a partir de agora, torcendo e orando para que seus novos desafios sejam ainda mais plenos de sucessos extensivos à sua digníssima Família. Finalizamos, dedicando-lhe o cumprimento mais significativo para o verdadeiro soldado, aquele que preenche a alma e alimenta o espírito: MISSÃO CUMPRIDA! (INDIVIDUAL)

CincoPontoCinco. PMMG já tem novo Comandante-Geral. Jornal Eletrônico

CincoPontoCinco. PMMG já tem novo Comandante-Geral. Jornal Eletrônico Jornal Eletrônico CincoPontoCinco CincoPontoCinco Diretoria de Comunicação Organizacional - Edição Especial - 09 de janeiro de 2015 PMMG já tem novo Comandante-Geral Tomaram posse em solenidade na manhã

Leia mais

PROJETO DE LEI. c) Quadro de Oficial Auxiliar Bombeiro Militar (QOABM): - 44 (quarenta e quatro) Capitães.

PROJETO DE LEI. c) Quadro de Oficial Auxiliar Bombeiro Militar (QOABM): - 44 (quarenta e quatro) Capitães. PROJETO DE LEI Fixa o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul. Art. 1º O efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul é fixado em 6.925 (seis mil novecentos

Leia mais

CASTRO, ISMAELINO DE *militar; rev. 1930; junta gov. PA 1930; rev. 1932.

CASTRO, ISMAELINO DE *militar; rev. 1930; junta gov. PA 1930; rev. 1932. CASTRO, ISMAELINO DE *militar; rev. 1930; junta gov. PA 1930; rev. 1932. Otávio Ismaelino Sarmento de Castro nasceu no Pará no dia 21 de maio de 1905, filho de Manuel Ismael de Castro e de Otávia Sarmento

Leia mais

Boletim do Exército Nº 28/2006. Brasília - DF, 14 de julho de 2006. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO

Boletim do Exército Nº 28/2006. Brasília - DF, 14 de julho de 2006. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO Boletim do Exército MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO Nº 28/2006 Brasília - DF, 14 de julho de 2006. BOLETIM DO EXÉRCITO N º 28/2006 Brasília - DF, 14 de julho de 2006.

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR 54 1999 de 13/12/1999

LEI COMPLEMENTAR 54 1999 de 13/12/1999 LEI COMPLEMENTAR 54 1999 de 13/12/1999 Dispõe sobre a organização básica do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais - CBMMG - e dá outras providências. O Povo do Estado de Minas Gerais, por seus representantes,

Leia mais

Companhia de Engenharia de Força de Paz - HAITI

Companhia de Engenharia de Força de Paz - HAITI Porto Príncipe, 17 de dezembro de 2010 EDITORIAL Caros companheiros, Restabelecemos novamente o contato com cada um de vocês através deste espaço, com o pensamento positivo que a missão se conclua da maneira

Leia mais

Em Pauta. Rio de Janeiro, RJ - Informativo online - nº 63 / janeiro e fevereiro de 2013. 244º Aniversário de criação do HCE

Em Pauta. Rio de Janeiro, RJ - Informativo online - nº 63 / janeiro e fevereiro de 2013. 244º Aniversário de criação do HCE Em Pauta / 1769 Rio de Janeiro, RJ - Informativo online - nº 63 / janeiro e fevereiro de 2013 244º Aniversário de criação do HCE O Hospital Central do Exército comemorou o seu 244º aniversário no dia 22

Leia mais

No dia 3 de janeiro de 2014, foi. realizada a formatura de despedida de

No dia 3 de janeiro de 2014, foi. realizada a formatura de despedida de INFORMATIVO Nº 1-1º TRIMESTRE DE 2014 - LORENA - SP No dia 7 de janeiro de 2014, foi realizada a formatura de despedida de militares da Unidade. Na ocasião deixaram o convívio do Regimento Itororó o 1º

Leia mais

O PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DE NÍVEL MÉDIO DA BRIGADA MILITAR: a estagnação dos Oficiais Tenentes, um caso pendente de solução.

O PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DE NÍVEL MÉDIO DA BRIGADA MILITAR: a estagnação dos Oficiais Tenentes, um caso pendente de solução. O PLANO DE CARREIRA DOS SERVIDORES DE NÍVEL MÉDIO DA BRIGADA MILITAR: a estagnação dos Oficiais Tenentes, um caso pendente de solução. I - DESENVOLVIMENTO As polícias militares brasileiras foram instituídas

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa , Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa Porto Príncipe-Haiti, 28 de maio de 2008 Meu caro amigo, presidente René Préval, presidente da República do

Leia mais

CURSOS PARA OFICIAIS CURSO DE PSICOPEDAGOGIA ESCOLAR (CPE)

CURSOS PARA OFICIAIS CURSO DE PSICOPEDAGOGIA ESCOLAR (CPE) CURSOS PARA OFICIAIS CURSO DE PSICOPEDAGOGIA ESCOLAR (CPE) O Curso de Psicopedagogia Escolar (CPE) tem por finalidade habilitar oficiais aperfeiçoados para ocupar cargos e desempenhar funções de Chefe

Leia mais

2015 HPM COMEMORA 102 ANOS

2015 HPM COMEMORA 102 ANOS HPM Informa Seção de Comunicação Organizacional 1ª edição Agosto/Setembro de 2015 HPM COMEMORA 102 ANOS págs. 4 e5 Seminário de Saúde Mental Prevenção ao Suicídio págs. 3 Dia dos Pais Passagem de Comando

Leia mais

Boletim do Exército Nº 23/2014. Brasília, DF, 6 de junho de 2014. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO

Boletim do Exército Nº 23/2014. Brasília, DF, 6 de junho de 2014. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO Boletim do Exército MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO Nº 23/2014 Brasília, DF, 6 de junho de 2014. BOLETIM DO EXÉRCITO Nº 23/2014 Brasília, DF, 6 de junho de 2014.

Leia mais

PROC. Nº 6203/07 PLL Nº 183/07 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

PROC. Nº 6203/07 PLL Nº 183/07 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Irani Flôres de Siqueira nasceu em Montenegro/RS, em 11 de fevereiro de 1936, filho de Mozart Noronha de Siqueira e de Cassilda Flôres de Siqueira. É casado com Lourdes Beatriz Pereira

Leia mais

FAB tem novas UTI aéreas na Amazônia

FAB tem novas UTI aéreas na Amazônia FAB tem novas UTI aéreas na Amazônia A Força Aérea Brasileira aumentou no início de 2015 a sua capacidade de realizar missões humanitárias na região Amazônica. O Primeiro e o Sétimo Esquadrões de Transporte

Leia mais

1.2 Duração e Períodos de Realização

1.2 Duração e Períodos de Realização SECRETARIA DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL COMANDO GERAL DA POLÍCIA MILITAR CENTRO DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 0001/2013-CEPM O DIRETOR DO CENTRO DE EDUCAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR, no uso de suas atribuições, conferidas

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA 3ª REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR 1 BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR. ROTEIRO DA FORMATURA DO CFSd 2011/ 2012-4

POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA 3ª REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR 1 BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR. ROTEIRO DA FORMATURA DO CFSd 2011/ 2012-4 POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA 3ª REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR 1 BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR ROTEIRO DA FORMATURA DO CFSd 2011/ 2012-4 Data: 14AGOSTO12 terça-feira Hora: 1600h Local: 1 BPM 1600h RECEPÇÃO

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRETOS, ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N.º 3629, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2003. (Com alterações impostas pelas leis n. os 3.636, de 17 de dezembro de 2003; 3.727, de 27 de janeiro de 2005; 3.816, de 27 de dezembro de 2005; 4.048, de 07 de março

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE TRABALHO, ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO EMENDA ADITIVA PROJETO DE LEI N.º 2.648, DE 2015

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE TRABALHO, ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO EMENDA ADITIVA PROJETO DE LEI N.º 2.648, DE 2015 COMISSÃO DE TRABALHO, ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO EMENDA ADITIVA ao PROJETO DE LEI N.º 2.648, DE 2015 Altera dispositivos da Lei n.º 11.416, de 15 de dezembro de 2006, Plano das Carreiras dos Servidores

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO EM PORTUGAL PARA O ENSINO SUPERIOR DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA CAPÍTULO I

REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO EM PORTUGAL PARA O ENSINO SUPERIOR DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA CAPÍTULO I REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDO EM PORTUGAL PARA O ENSINO SUPERIOR DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artº. 1º. 1. A Fundação Calouste Gulbenkian, através

Leia mais

VASQUES, Bernardo * militar; min. STM 1893-1902; min. Guerra. 1894-1896.

VASQUES, Bernardo * militar; min. STM 1893-1902; min. Guerra. 1894-1896. VASQUES, Bernardo * militar; min. STM 1893-1902; min. Guerra. 1894-1896. Bernardo Vasques nasceu em Magé, na antiga província do Rio de Janeiro, no dia 9 de agosto de 1837, filho de Bernardo José Vasques.

Leia mais

OS DESAFIOS DA GESTÃO DE PESSOAS NO SETOR PÚBLICO(*)

OS DESAFIOS DA GESTÃO DE PESSOAS NO SETOR PÚBLICO(*) OS DESAFIOS DA GESTÃO DE PESSOAS NO SETOR PÚBLICO(*) Joilson Oliveira Malta Administrador público e Assistente técnico da Diretoria Legislativa da Câmara Municipal de Salvador Mat.2031 Este artigo tem

Leia mais

DADOS PESSOAIS. Endereço: Município: Bairro: CEP: Complemento:

DADOS PESSOAIS. Endereço: Município: Bairro: CEP: Complemento: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL DADOS PESSOAIS Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino Data de Nascimento: / / Naturalidade:

Leia mais

Boletim do Exército Nº 41/2011. Brasília, DF, 14 de outubro de 2011. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO

Boletim do Exército Nº 41/2011. Brasília, DF, 14 de outubro de 2011. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO Boletim do Exército MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO Nº 41/2011 Brasília, DF, 14 de outubro de 2011. BOLETIM DO EXÉRCITO Nº 41/2011 Brasília, DF, 14 de outubro de

Leia mais

O CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA UFBA; DA CRÍTICA A FORMAÇÃO À FORMAÇÃO CRÍTICA

O CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA UFBA; DA CRÍTICA A FORMAÇÃO À FORMAÇÃO CRÍTICA O CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA UFBA; DA CRÍTICA A FORMAÇÃO À FORMAÇÃO CRÍTICA Fernando Reis do E. Santo A Faculdade de Educação da UFBA tem se destacado, ao longo da sua história, por iniciativas académicas

Leia mais

IMPLANTANDO O ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS NA REDE ESTADUAL DE ENSINO

IMPLANTANDO O ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS NA REDE ESTADUAL DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA A GARANTIA DO PERCURSO ESCOLAR DO ALUNO NA CONVIVÊNCIA DOS DOIS REGIMES DE ENSINO: ENSINO FUNDAMENTAL COM DURAÇÃO DE OITO ANOS E ENSINO FUNDAMENTAL COM DURAÇÃO DE NOVE ANOS. IMPLANTANDO

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 919, DE 16 DE JULHO DE 2009

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 919, DE 16 DE JULHO DE 2009 ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 919, DE 16 DE JULHO DE 2009 Regula os afastamentos temporários na PMPR O Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado

Leia mais

Projeto - Novo Plano de Carreira

Projeto - Novo Plano de Carreira ANTEPROJETO APRESENTADO PELO CMT GERAL BM Projeto - Novo Plano de Carreira Novo Plano de Carreira Proposto Pelo Sr. Cmt-Geral * Criação do Quadro Auxiliar de Oficiais de Policia Militar, a ser preenchido

Leia mais

Art. 1º - Os Quadros de Organização da Brigada Militar e a carreira dos Militares Estaduais passam a observar os preceitos estatuídos na presente Lei.

Art. 1º - Os Quadros de Organização da Brigada Militar e a carreira dos Militares Estaduais passam a observar os preceitos estatuídos na presente Lei. ANTEPROJETO DE LEI Nº xx DE 2013. Dispõe sobre a carreira dos Militares do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências. Art. 1º - Os Quadros de Organização da Brigada Militar e a carreira dos

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI COMPLEMENTAR Nº 272, DE 11 DE JUNHO DE 2007 - D.O. 12.06.07. Autor: Poder Executivo * Fixa o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso, e dá outras providências. (*Revogada pela

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE O PAGAMENTO DE BOLSAS 2015 PROINFO INTEGRADO UNDIME/SC

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE O PAGAMENTO DE BOLSAS 2015 PROINFO INTEGRADO UNDIME/SC ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE O PAGAMENTO DE BOLSAS 2015 PROINFO INTEGRADO UNDIME/SC Assunto: Bolsas FNDE Cursos ProInfo Integrado - 2015 Senhores Bolsistas dos Cursos do Proinfo Integrado, Este documento organiza

Leia mais

RESGATANDO VIDAS. Companhia de Engenharia de Força de Paz - Haiti. Nesta Edição. A Engenharia da Paz. Página 2. Página 3. Página 4. Página 5.

RESGATANDO VIDAS. Companhia de Engenharia de Força de Paz - Haiti. Nesta Edição. A Engenharia da Paz. Página 2. Página 3. Página 4. Página 5. Companhia de Engenharia de Força de Paz - Haiti A Engenharia da Paz RESGATANDO VIDAS Informativo quinzenal da Cia E F Paz - 9º Contingente Porto Príncipe - Haiti, 31 Jan 10 - Ano V - Nr 62 A Companhia

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 14 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 5.292, DE 8 DE JUNHO DE 1967. Regulamento Dispõe sôbre a prestação do Serviço Militar pelos estudantes de Medicina,

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Belo Horizonte 01/2013 Página 1 de 13 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO Ementa Atividades supervisionadas na área de atuação

Leia mais

PORTARIA Nº 554, DE 20 DE JUNHO DE 2013

PORTARIA Nº 554, DE 20 DE JUNHO DE 2013 PORTARIA Nº 554, DE 20 DE JUNHO DE 2013 Estabelece as diretrizes gerais para o processo de avaliação de desempenho para fins de progressão e de promoção dos servidores pertencentes ao Plano de Carreiras

Leia mais

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA ORLANDO VENÂNCIO DOS SANTOS DO MUNICÍPIO DE CUITÉ-PB

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA ORLANDO VENÂNCIO DOS SANTOS DO MUNICÍPIO DE CUITÉ-PB PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA ORLANDO VENÂNCIO DOS SANTOS DO MUNICÍPIO DE CUITÉ-PB Nelson Leal dos Santos Júnior 1 Universidade Federal de Campina Grande

Leia mais

O Governador do Estado do Tocantins Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O Governador do Estado do Tocantins Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 2.822, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2013. Publicada no Diário Oficial nº 4.037 Dispõe sobre a Carreira e o Subsídio dos Bombeiros Militares do Estado do Tocantins, e adota outras providências. O Governador

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N. 290, DE 28 DE JULHO DE 2014 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

LEI COMPLEMENTAR N. 290, DE 28 DE JULHO DE 2014 O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI COMPLEMENTAR N. 290, DE 28 DE JULHO DE 2014 Altera a Lei Complementar n. 164, de 3 de julho de 2006, que Dispõe sobre o Estatuto dos Militares do Estado do Acre e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

Entrevista com o Chefe do DECEx

Entrevista com o Chefe do DECEx Entrevista com o Chefe do DECEx OGeneral-de-Exército Rui Monarca da Silveira é natural do Rio de Janeiro, onde nasceu no dia 14 de novembro de 1947, tendo sido declarado aspirante-a-oficial da arma de

Leia mais

Dispõe sobre: Altera disposições do Estatuto do Magistério Municipal e adota outras providências.

Dispõe sobre: Altera disposições do Estatuto do Magistério Municipal e adota outras providências. LEI COMPLEMENTAR Nº 06, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010. Dispõe sobre: Altera disposições do Estatuto do Magistério Municipal e adota outras providências. O PREFEITO CONSTITUCIONAL DO MUNICIPIO DE PICUÍ, Estado

Leia mais

CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO CURRICULAR TURMA ESPECIAL DE DIREITO CARREIRAS MILITARES Edital de seleção

CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO CURRICULAR TURMA ESPECIAL DE DIREITO CARREIRAS MILITARES Edital de seleção CURSO DE COMPLEMENTAÇÃO CURRICULAR TURMA ESPECIAL DE DIREITO CARREIRAS MILITARES Edital de seleção Nome: Curso de Complementação Curricular TURMA ESPECIAL DE DIREITO CARREIRAS MILITARES Coordenador Geral:

Leia mais

ASPIRANTE FRANCISCO MEGA O PATRONO DA TURMA DA AMAN DE 15 FEVEREIRO DE 1955

ASPIRANTE FRANCISCO MEGA O PATRONO DA TURMA DA AMAN DE 15 FEVEREIRO DE 1955 1 ASPIRANTE FRANCISCO MEGA O PATRONO DA TURMA DA AMAN DE 15 FEVEREIRO DE 1955 Cel CLÁUDIO MOREIRA BENTO Historiador Militra e Jornalista.Presidente e Fundador da Federação de Academias de História Militar

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DF LEI Nº 12.086, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2009.

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DF LEI Nº 12.086, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2009. CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DF LEI Nº 12.086, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2009. Dispõe sobre os militares da Polícia Militar do Distrito Federal e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. Professor:

Leia mais

Ministério da Defesa Nacional Marinha. Escola Naval REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DOS DISCENTES DOS CICLOS DE ESTUDOS DA ESCOLA NAVAL

Ministério da Defesa Nacional Marinha. Escola Naval REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DOS DISCENTES DOS CICLOS DE ESTUDOS DA ESCOLA NAVAL Ministério da Defesa Nacional Marinha Escola Naval REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DOS DISCENTES DOS CICLOS DE ESTUDOS DA ESCOLA NAVAL Dezembro 2015 Índice por artigos CAP I Princípios gerais 1 Corpo discente

Leia mais

EDITAL Nº 173/2014 CAMPUS BAMBUÍ

EDITAL Nº 173/2014 CAMPUS BAMBUÍ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS GABINETE DO REITOR Avenida Professor Mário Werneck, nº 2590.

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA Curitiba, 13 de março de 2015. Orientação referente aos Programas de Ampliação

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031 COORDENADOR PEDAGÓGICO E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Polyana Marques Lima Rodrigues 1 poly90lima@hotmail.com Willams dos Santos Rodrigues Lima 2 willams.rodrigues@hotmail.com RESUMO

Leia mais

REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA

REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica REGULAMENTO DA 2ª FENACEB FEIRA NACIONAL DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA I - CONCEITO, DENOMINAÇÃO, REALIZAÇÃO Art. 1º A 2ª Feira Nacional de Ciências

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NOTA EXPLICATIVA ENEM 2013 POR ESCOLA 1 - RESULTADOS DO ENEM 2013

Leia mais

HUMANAS. Página na web: www.fea.ufjf.br CIÊNCIAS ECONÔMICAS. Apresentação:

HUMANAS. Página na web: www.fea.ufjf.br CIÊNCIAS ECONÔMICAS. Apresentação: HUMANAS ADMINISTRAÇÃO Os alunos de Administração da UFJF graduam-se na modalidade Bacharelado e podem escolher entre as opções de especialização: Administração de Empresas e Administração Pública. O curso

Leia mais

LEI Nº 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964

LEI Nº 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964 LEI Nº 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964 Lei do Serviço Militar. TÍTULO III DO RECRUTAMENTO PARA O SERVIÇO MILITAR CAPÍTULO III DA CONVOCAÇÃO Art. 17. A classe convocada será constituída dos brasileiros que

Leia mais

BOLSAS DO INSTITUTO IBERDROLA BRASIL. Convocatória para Estudos de Pós-Graduação em Energia e Meio Ambiente na Espanha

BOLSAS DO INSTITUTO IBERDROLA BRASIL. Convocatória para Estudos de Pós-Graduação em Energia e Meio Ambiente na Espanha BOLSAS DO INSTITUTO IBERDROLA BRASIL Convocatória para Estudos de Pós-Graduação em Energia e Meio Ambiente na Espanha Fevereiro de 2016 1 1. Apresentação O Grupo IBERDROLA quer reforçar a sua contribuição

Leia mais

COMANDO OPERACIONAL DE BOMBEIROS DIVISÃO OPERACIONAL. ORDEM DE SERVIÇO NR 3026/2012 Div. Op.

COMANDO OPERACIONAL DE BOMBEIROS DIVISÃO OPERACIONAL. ORDEM DE SERVIÇO NR 3026/2012 Div. Op. COMANDO OPERACIONAL DE BOMBEIROS DIVISÃO OPERACIONAL ORDEM DE SERVIÇO NR 3026/2012 Div. Op. REGULA O TREINAMENTO BÁSICO DE COMBATE A INCÊNDIO FLORESTAL E SISTEMA DE COMANDO DE OPERAÇÕES (SCO) DO 1º AO

Leia mais

Proposta da Administração LIGHT S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DE 27/11/2013

Proposta da Administração LIGHT S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DE 27/11/2013 Proposta da Administração LIGHT S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DE 27/11/2013 Prezados Senhores, A Administração da Light S.A. ( Companhia ) vem submeter a seguinte proposta

Leia mais

EDITAL 006/2013 DG/CEPR

EDITAL 006/2013 DG/CEPR EDITAL 006/2013 DG/CEPR CONCESSÃO DE VAGAS GRATUITAS POR PROCESSO SELETIVO ELETRÔNICO (VIA INTERNET) PARA A 1ª SÉRIE (ANO) DO CURSO BÁSICO DO CENTRO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS (CELEM) PARA O ANO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 41 DE 06 DE NOVEMBRO DE 2009

RESOLUÇÃO Nº 41 DE 06 DE NOVEMBRO DE 2009 1 RESOLUÇÃO Nº 41 DE 06 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Regimento Interno da Escola da Magistratura Regional Federal da Segunda Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA SEGUNDA REGIÃO, no

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas EDITAL Nº 424/15 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas EDITAL Nº 424/15 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 424/15 -PROGEPE CONCURSO PÚBLICO Por delegação de competência do Magnífico Reitor da Universidade Federal do Paraná, conforme Portaria n.º 2.590 de 26/09/97, e considerando o disposto no Decreto

Leia mais

INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE DE

INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE DE INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE DE 2015 5º BIL na operação anhanguera-2015 2 EDITORIAL Nesta edição do nosso Informativo O Itororó apresentaremos as principais atividades realizadas pelo 5º Batalhão de Infantaria

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ENTRÂNCIA ESPECIAL DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARÁ

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ENTRÂNCIA ESPECIAL DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARÁ MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ENTRÂNCIA ESPECIAL DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARÁ SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO, 3 2 FUNCIONALIDADE ADMINISTRATIVA, 3 2 S ORGANIZACIONAIS DO CENTRO DE ESTUDOS, 3 3 PROCEDIMENTO

Leia mais

Consulado-Geral do Brasil no Porto EDITAL

Consulado-Geral do Brasil no Porto EDITAL Consulado-Geral do Brasil no Porto EDITAL A Comissão de Seleção, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Ordem de Serviço de 27 de setembro de 2013, do Senhor Cônsul-Geral do Brasil no Porto,

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 841, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010.

ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 841, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. ESTADO DO PARANÁ POLÍCIA MILITAR ESTADO-MAIOR 1ª SEÇÃO PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 841, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. Estabelece as normas para avaliação do exercício operacional do Curso de Formação de

Leia mais

Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS. Mantida. IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde

Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS. Mantida. IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde Mantenedora AESGO ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS Mantida IESRIVER Instituto de Ensino Superior de Rio Verde MANUAL DE NORMAS E DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR EM ADMINISTRAÇÃO Rio Verde - GO

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012 Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal de Santa

Leia mais

QUADRO DE CARREIRA DOCENTE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR FACULDADE TRES DE MAIO SETREM

QUADRO DE CARREIRA DOCENTE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR FACULDADE TRES DE MAIO SETREM QUADRO DE CARREIRA DOCENTE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR FACULDADE TRES DE MAIO SETREM O presente documento apresenta o Quadro de Carreira Docente (QCD) da Educação Superior da Sociedade Educacional Três de Maio

Leia mais

EMENDA Nº - CCJ (ao Projeto de Resolução nº 96, de 2009)

EMENDA Nº - CCJ (ao Projeto de Resolução nº 96, de 2009) EMENDA Nº - CCJ (ao Projeto de Resolução nº 96, de 2009) Dê-se nova redação ao art. 604 do PRS 96/2009; e ao Item 2 do Anexo I (Quadro de Pessoal do Senado Federal), que passam a vigorar com a seguinte

Leia mais

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Dispõe sobre o ensino na Aeronáutica; e revoga o Decreto-Lei no 8.437, de 24 de dezembro de 1945, e as Leis nos 1.601, de 12 de maio de 1952, e 7.549, de 11 de dezembro de 1986. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA

Leia mais

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

PROJETO DE LEI. O CONGRESSO NACIONAL decreta: PROJETO DE LEI Cria, em caráter temporário, as funções de confiança denominadas Funções Comissionadas de Grandes Eventos - FCGE e extingue Funções Comissionadas Técnicas - FCT. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Leia mais

UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE AS DIFICULDADES DOS ALUNOS DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO MÉDIO ENVOLVENDO FRAÇÕES

UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE AS DIFICULDADES DOS ALUNOS DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO MÉDIO ENVOLVENDO FRAÇÕES UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE AS DIFICULDADES DOS ALUNOS DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO MÉDIO ENVOLVENDO FRAÇÕES Taciany da Silva Pereira¹, Nora Olinda Cabrera Zúñiga² ¹Universidade Federal de Minas Gerais / Departamento

Leia mais

Boletim do Exército N 18/2006. Brasília - DF, 5 de maio de 2006. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO

Boletim do Exército N 18/2006. Brasília - DF, 5 de maio de 2006. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO Boletim do Exército MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA-GERAL DO EXÉRCITO N 18/2006 Brasília - DF, 5 de maio de 2006. BOLETIM DO EXÉRCITO N 18/2006 Brasília - DF, 5 de maio de 2006. ÍNDICE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE DIREITO EDITAL Nº 004/SELEÇÃO/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE DIREITO EDITAL Nº 004/SELEÇÃO/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE DIREITO EDITAL Nº 004/SELEÇÃO/2015 A Coordenação do Curso de Especialização em Direito Civil Contemporâneo, da Faculdade

Leia mais

BOLSAS DO INSTITUTO IBERDROLA BRASIL. Convocatória para Estudos de Pós-Graduação em Energia e Meio Ambiente no Reino Unido

BOLSAS DO INSTITUTO IBERDROLA BRASIL. Convocatória para Estudos de Pós-Graduação em Energia e Meio Ambiente no Reino Unido BOLSAS DO INSTITUTO IBERDROLA BRASIL Convocatória para Estudos de Pós-Graduação em Energia e Meio Ambiente no Reino Unido Fevereiro de 2016 1 1. Apresentação O Grupo IBERDROLA quer reforçar a sua contribuição

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Juruena

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Juruena EDITAL Nº 001/14/SME - Juruena/MT Dispõe sobre o processo de atribuição de classes e/ou aulas do Professor contratado temporário ao quadro das Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino para o ano

Leia mais

SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS

SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS PORTARIA Nº 017-SEF, DE 25 DE OUTUBRO DE 2006. Aprova as Normas para a Administração das Receitas Geradas pelas Unidades Gestoras. O SECRETÁRIO DE ECONOMIA E FINANÇAS,

Leia mais

EDITAL Nº 016/2016 MATRÍCULA EM DISCIPLINAS COMPLEMENTARES DE LICENCIATURA EM PSICOLOGIA PARA O 1º SEMESTRE DE 2016

EDITAL Nº 016/2016 MATRÍCULA EM DISCIPLINAS COMPLEMENTARES DE LICENCIATURA EM PSICOLOGIA PARA O 1º SEMESTRE DE 2016 EDITAL Nº 016/2016 MATRÍCULA EM DISCIPLINAS COMPLEMENTARES DE LICENCIATURA EM PSICOLOGIA PARA O 1º SEMESTRE DE 2016 Mônica Gomes Abel, Secretária Geral do Centro Universitário São Camilo, no uso de suas

Leia mais

RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS REFERENTES AO CONCURSO PÚBLICO/ EDUCAÇÃO ESPECIAL EDITAL 036/04.

RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS REFERENTES AO CONCURSO PÚBLICO/ EDUCAÇÃO ESPECIAL EDITAL 036/04. RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS REFERENTES AO CONCURSO PÚBLICO/ EDUCAÇÃO ESPECIAL EDITAL 036/04. 1- A prova de títulos vai acontecer antes? Só pode fazer a prova teórica quem for classificado, ou todos irão

Leia mais

INFORMATIVO GARANÇA JUIZ DE FORA - ABRIL-MAIO-JUNHO DE 2014 Nº 02 EDITORIAL

INFORMATIVO GARANÇA JUIZ DE FORA - ABRIL-MAIO-JUNHO DE 2014 Nº 02 EDITORIAL JUIZ DE FORA - ABRIL-MAIO-JUNHO DE 2014 Nº 02 h t t p : / / w w w. c m j f. e n s i n o. e b. b r Colégio Militar de Juiz de Fora ouvidoria@cmjf.ensino.eb.br EDITORIAL Após um semestre de intensas atividades,

Leia mais

Que Deus continue a guardar e fortalecer Vossa caminhada de sucesso e conquistas! Ten Cel Enicodemos Lopes do Nascimento

Que Deus continue a guardar e fortalecer Vossa caminhada de sucesso e conquistas! Ten Cel Enicodemos Lopes do Nascimento O Ten Cel PM Enicodemos Lopes do Nascimento ingressou na Academia de Polícia Militar de Minas Gerais em fevereiro de 1988. Já serviu no 3º BPM de Diamantina, foi Chefe da Seção de Apoio Logístico do Centro

Leia mais

1ª Reunião de Comando da 1ª Região Militar no Centro de Recuperação de Itatiaia

1ª Reunião de Comando da 1ª Região Militar no Centro de Recuperação de Itatiaia 1ª Reunião de Comando da 1ª Região Militar no Centro de Recuperação de Itatiaia Colaboração: Fotografia 3º SGT Chibae (1ª RM) Nos dias 06 e 07 de julho aconteceu a primeira Reunião de Comando da 1ª Região

Leia mais

Tributo aos Combatentes Africanos

Tributo aos Combatentes Africanos Tributo aos Combatentes Africanos Foto Google Zona Leste Sector L 3 ( a zona a sul do Rio Corubal foi abandonada em 6 de Fevereiro de 1969, durante a Operação Mabecos Bravios) Após terminado o 2º ciclo

Leia mais

Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10)

Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA - GERAL DO EXÉRCITO COMISSÃO DE CERIMONIAL MILITAR DO EXÉRCITO Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército Valores, Deveres e Ética Militares (VM 10)

Leia mais

Manual do Estágio Supervisionado. Sistemas de Informação / 4º. ano Estágio Supervisionado. Profa. Eunice G. de Siqueira Sumário

Manual do Estágio Supervisionado. Sistemas de Informação / 4º. ano Estágio Supervisionado. Profa. Eunice G. de Siqueira Sumário Manual do Sistemas de Informação / 4º. ano Profa. Eunice G. de Siqueira Sumário SUMÁRIO 1. Introdução 3 2. O que é o 3 2.1 Fundamentação legal do 4 2.2 Áreas de atuação 4 3. A sistemática da disciplina

Leia mais

DO REGULAMENTO DO QUADRO DE CARREIRA DOCENTE

DO REGULAMENTO DO QUADRO DE CARREIRA DOCENTE DO REGULAMENTO DO QUADRO DE CARREIRA DOCENTE FUNDAÇÃO CULTURAL XINGU FACULDADE DOM BOSCO DE GOIOERÊ REGULAMENTO DO QUADRO DE CARREIRA DOCENTE CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º O presente Regulamento do

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA GABINETE DO MINISTRO

MINISTÉRIO DA DEFESA GABINETE DO MINISTRO MINISTÉRIO DA DEFESA GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA N o 916/MD, DE 13 DE JUNHO DE 2008. Aprova a Diretriz para a Difusão e Implementação do Direito Internacional dos Conflitos Armados (DICA) nas

Leia mais

CURRÍCULO JOSÉ MANUEL GALVÃO TELES exerce advocacia desde 1961. Actualmente é fundador e senior partner da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados Sociedade de Advogados. Simultaneamente

Leia mais

informativogdfaz Teresina sedia 49ªGDFAZ

informativogdfaz Teresina sedia 49ªGDFAZ informativogdfaz Teresina sedia 49ªGDFAZ A 49ª Reunião do Grupo de Desenvolvimento do Servidor Fazendário (GDFAZ) aglomerou em Teresina representantes das Secretarias de Fazendas dos Estados brasileiros

Leia mais

Art. 6º A inscrição deverá ser realizada de acordo com a ficha constante no anexo I, desta Lei.

Art. 6º A inscrição deverá ser realizada de acordo com a ficha constante no anexo I, desta Lei. LEI Nº 1.947, DE 13 DE OUTUBRO DE 2015. Autoriza o Poder Executivo a premiar os Profissionais da Educação Básica, na categoria de Gestor e Professor, da Rede Municipal de Ensino, que obtiverem experiências

Leia mais

PORTARIA UNIDA Nº. 18/2015, de 26 Outubro de 2015.

PORTARIA UNIDA Nº. 18/2015, de 26 Outubro de 2015. PORTARIA UNIDA Nº. 18/2015, de 26 Outubro de 2015. O Diretor Geral da Faculdade Unida de Vitória, no uso das atribuições conferidas pelo Regimento Interno resolve regulamentar os procedimentos gerais para

Leia mais

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás LEI Nº 2.560, DE 23 DE OUTUBRO DE 2009. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / Autoriza o Poder Executivo Municipal a celebrar Termo de Mútua Cooperação

Leia mais

PADRÕES DE QUALIDADE OUTUBRO 2000

PADRÕES DE QUALIDADE OUTUBRO 2000 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICA DO ENSINO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE FARMÁCIA PADRÕES

Leia mais

PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL IFRS - CÂMPUS FELIZ

PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL IFRS - CÂMPUS FELIZ EDITAL Nº 16/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO- ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL IFRS - CÂMPUS FELIZ O DIRETOR-GERAL PRO TEMPORE DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

Entrevista com o Chefe do DECEx

Entrevista com o Chefe do DECEx Entrevista com o Chefe do DECEx OGeneral de Exército Ueliton José Montezano Vaz é natural da Cidade do Rio de Janeiro. Foi declarado aspirante a oficial da Arma de Comunicações em 15 de dezembro de 1973

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO N 0 53, DE 30 DE ABRIL DE 2014 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Oficio nº0202/2014/fisc/cra-df Ao Senhor CF (IM) Bruno Abreu Cardozo Adjunto do Superintendente administração Pregoeiro da Marinha do Brasil Brasília/DF, 23 de outubro de 2014. Assunto: Consulta ao CRA-DF

Leia mais

Associação Recifense de Educação e Cultura. Faculdade de Ciências Humanas ESUDA. Centro de Treinamento Especializado - CETE

Associação Recifense de Educação e Cultura. Faculdade de Ciências Humanas ESUDA. Centro de Treinamento Especializado - CETE Associação Recifense de Educação e Cultura Faculdade de Ciências Humanas ESUDA Centro de Treinamento Especializado - CETE I N F O R M A T I V O ARQUITETURA E URBANISMO 2015.2 Prezado(a) aluno(a), Bem-vindo

Leia mais

REGULAMENTO PARA A GESTÃO DE CARREIRAS DO PESSOAL NÃO DOCENTE CONTRATADO NO ÂMBITO DO CÓDIGO DO TRABALHO DA UNIVERSIDADE DO. Capítulo I.

REGULAMENTO PARA A GESTÃO DE CARREIRAS DO PESSOAL NÃO DOCENTE CONTRATADO NO ÂMBITO DO CÓDIGO DO TRABALHO DA UNIVERSIDADE DO. Capítulo I. Regulamentos REGULAMENTO PARA A GESTÃO DE CARREIRAS DO PESSOAL NÃO DOCENTE CONTRATADO NO ÂMBITO DO CÓDIGO DO TRABALHO DA UNIVERSIDADE DO PORTO Aprovado pelo Conselho de Gestão na sua reunião de 2011.01.20

Leia mais

NORMA SOBRE OS REGIMES DE TRABALHO DO DOCENTE DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO UEMA

NORMA SOBRE OS REGIMES DE TRABALHO DO DOCENTE DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO UEMA NORMA SOBRE OS REGIMES DE TRABALHO DO DOCENTE DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO UEMA Aprovada pela Resolução n /20XX CONSUN/UEMA, de XX de xxxx de 20XX CAPÍTULO I DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Art. 1 São consideradas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Nº 14/2014 A Agência de Desenvolvimento e Inovação Inova Sorocaba, Organização Social, sediada na Av. Itavuvu, 11.777 Parque Tecnológico, CEP 18.078-005, Sorocaba SP, torna público

Leia mais

COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho

COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho Dois assuntos atualmente recebem muita atenção dos educadores e gestores em Educação: o acompanhamento da evolução do Índice de Desenvolvimento

Leia mais

A HOTELARIA NA CIDADE DE PONTA GROSSA PR: UMA ANÁLISE DO PERFIL DO HÓSPEDE E DA OCUPAÇÃO HOTELEIRA ATRAVÉS DE PROJETO DE EXTENSÃO

A HOTELARIA NA CIDADE DE PONTA GROSSA PR: UMA ANÁLISE DO PERFIL DO HÓSPEDE E DA OCUPAÇÃO HOTELEIRA ATRAVÉS DE PROJETO DE EXTENSÃO 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar:

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei complementar: ( ) LEI COMPLEMENTAR Nº 836, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1997 Institui Plano de Carreira, Vencimentos e Salários para os integrantes do Quadro do Magistério da Secretaria da Educação e dá outras providências

Leia mais