QUESTIONÁRIO 46

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "04 04 04 04 04 08 09 44 44 45 45 12.0 - QUESTIONÁRIO 46"

Transcrição

1 P10

2

3 QUESTIONÁRIO

4 Fornecer instruções gerais sobre a instalação, operação e manutenção do equipamento, como também nas atividades que influenciam o bom desempenho e qualidade. Pontes rolantes de pequeno porte; Talhas e monovias; Ferramentas elétricas linhas de montagem; Transportadores; Transelevadores. Barramento Elétrico Blindado P10... P 10 C - 3F +T Pólo terra Quantidade de pólos fase Material do condutor Largura do módulo Tipo do barramento P P10C P10AI P10AC P10AG 24mm² Cobre Aço Inox Aço Cobreado Aço Galvanizado

5

6 Necessidade mínima de espaço para aplicação; Sistema multipolar, sem limites de pólos; Versatilidade excepcional; Montagem simples por se tratar de um sistema de componentes aplicáveis conforme as necessidades na obra; Manutenção simples. Invólucro Condutor Pantógrafos Escovas Perfil termoplástico Perfil de cobre, perfil de aço inox, perfil de aço cobreado e perfil de aço galvanizado Aço carbono, aço inox e policarbonato Metal grafite Reta: Máx. 1000mm Curva: 500mm 500mm 200m/min - velocidades maiores sob consulta Standard Standard RAL 5007 RAL ºC + 55ºC -10ºC + 65ºC RAL ºC + 100ºC Resistência do invólucro de plástico Standard para ambientes entre 10 C a +65 C e para ambientes entre 10 C a +100 C. Para aplicações especiais contatar Stemmann. Invólucro Perfil termoplástico

7 Nº pólos Multipolar, sem limites de pólos rente 10A a 100A Voltagem de Operação Admissível 1000V voltagens maiores com isoladores adicionais Frequência 60Hz Classe de Proteção IP 23 contra contatos diretos, conforme EN 60529, DIN parte1, VDE 0470 parte 1 Pantógrafos Capacidades de rentes 20A e 40A duplos de 40A e 80A Com guia de 20A e 40A duplos de 40A e 80A Resistência Dielétrica DIN Standard: kv/mm : kv/mm Obs: com fatores de serviços menores que 100% ED, as capacidades de corrente aumentam. Máxima rente A a 35ºC P10C P10AI P10AC P10AG ,600 27,914 4,210 4,210 0,610 27,914 4,540 4,540 Fatores de reção Standard Standard / ,94 0,94 0,97 0,89 0,89 0,94 0,83 0,83 0,92 0,78 0,78 0,88-0,72 0,83-0,67 0, , , , , , , ,45 = x x x = x x ohms por 1000 ohms por 1000 Se a queda de voltagem for grande demais, ou aumenta-se o número de pontos de alimentação de energia instalando um transformador ou aumenta-se a secção dos condutores.

8 6.1 Embalagem / Retirada do Equipamento da Embalagem / Armazenamento Os barramentos elétricos blindados da Stemmann são fornecidos em embalagens adequadas ao tipo de transporte especificado e preparados para ser permitido um fácil manuseio; com a devida proteção aos componentes do equipamento. Em geral quando temos definido o transporte rodoviário, o conjunto e seus acessórios são embalados em paletes, caixas ou engradados de madeira. Antes do início da instalação e montagem, os equipamentos devem ser inspecionados visualmente para verificar se houveram danos durante o transporte e quais são as condições do equipamento recebido. Qualquer ocorrência, contatar a Stemmann. Caso os equipamentos não sejam instalados após a entrega e necessitem ser armazenados para uma instalação futura, os mesmos devem ser acondicionados em local adequado, de forma a garantir a integridade do equipamento. 6.2 Requisitos da Fixação do Barramento Antes do início da montagem do barramento a travessa ou base onde este será instalado deve ser inspecionada, conforme segue: a) Verificar a dimensão da travessa de sustentação com respectivo posicionamento e diâmetro dos furos para a montagem dos parafusos da suspensão deslizante; b) Verificar a planicidade e o alinhamento da travessa onde será instalado o barramento; c) A travessa deve ser projetada de forma que possa suportar e absorver o peso próprio do barramento, assim como das forças provocadas pelo efeito de ventos e choques de acordo com o local e a máquina móvel onde será instalada. d) Oscilações no barramento causados por uma travessa de sustentação insuficiente não são permitidas e podem comprometer o desempenho do equipamento. O barramento não deve sofrer torções nem ficar instável, de forma a provocar tensões nos módulos do barramento. 6.3 Travessa de Sustentação Utilizada para fixar o barramento. Atentar para o dimensional, informar dimensional conforme necessidade de aplicação. -: conforme tabela, vide Componentes item 7.3.

9 7.0 COMPONENTES 7.1 Módulo Os módulos são compostos do condutor com o invólucro isolante. Condutores: Perfil de cobre, perfil de aço inox, perfil de aço cobreado e perfil de aço galvanizado. do invólucro: na cor azul ou argila na cor verde com tarja amarela ou argila com tarja amarela Tipo Secção do Condutor mm² Temperatura Módulo da Isolação Comprimento L mm Módulo da Isolação Peso (kg/m) P10C P10AI P10AC P10AG 24 Standard 55ºC Verde ,270 0,220 0,220 0,220 P10C P10AI P10AC P10AG 24 Standard 65ºC ,270 P10C P10AI P10AC P10AG 24 Alta Temperatura 100ºC Verde Verde ,250 P10C ,270

10 7.2 Curvas Podem ser confeccionadas na horizontal ou na vertical podendo ser interna ou externa. As curvas são confeccionadas e ajustadas em campo de acordo com o raio de curvatura da montagem, utiliza-se 2 tipos de tiras e uma calandra manual ou motorizada para a confecção e ajustes. Deve se respeitar o raio mínimo de curvatura, evitando a deformação do módulo do barramento. Raio Mínimo de Curvatura: Curva Vertical: Standard: 500mm / : 1000mm Curva Horizontal: Standard: 500mm / : 1000mm Curva Vertical Interna e Externa Legenda R = Raio da curva α = Ângulo da curva L = Distância entre centros do barramento e monovia Para confecção da curva vertical interna e externa, utiliza-se uma tira retangular 7,5 x 3,2 de polímero na parte interna do condutor, que permanece no módulo do barramento após o processo. Curva Interna Curva Externa Curva Horizontal Para confecção da curva horizontal, utiliza-se além da tira retangular 7,5 x 3,2 de polímero na parte interna do condutor, que permanece no módulo do barramento após o processo, uma tira T 9,1 x 7,3 de polímero que deve ser retirada após o processo de calandragem Tira Retangular 7,5 x 3,2 Aplicada para fabricação de todos os modelos de curvas. Tira fornecida em rolos. Peso (kg/m) Preto 0, Tira T 9,1 x 7,3 Aplicada para fabricação de curva horizontal. Tira fornecida em barras. Peso (kg/m) Preto 0,

11 7.2.5 Calandra para Confecção de Curvas Calandra manual para confecção de curvas na vertical e horizontal. 7.3 Travessa de Sustentação Utilizada para fixar o barramento, verificar o modelo e o dimensional adequado para a aplicação. Na montagem atentar para a planicidade e o alinhamento da travessa. Modelos: Soldável; Fixação por parafusos; Fixação na viga por garras Travessa de Sustentação Soldável 4 4 0,354 0,417 0,479 0,603 0,354 0,417 0,479 0, Travessa de Sustentação Fixação por Parafusos 4 4 0,580 0,640 0,700 0,830 0,580 0,640 0,700 0,

12 7.3.3 Travessa de Sustentação Fixação por Garras 24,5 mm Zincado Pintura Zincado Pintura 0,610 0,672 0,734 0,858 0,610 0,672 0,734 0,858 0,620 0,682 0,744 0,868 0,620 0,682 0,744 0, Suspensão Deslizante Unifilar A suspensão deslizante é utilizada para fixar os módulos na travessa de sustentação, fixa 1 módulo por suspensão. Distância entre pólos: Montagem: 15mm Distância das Suspensões deslizantes: Devem ser alinhadas e colocadas com as seguintes distâncias nos módulos: Inicio: primeira suspensão a 250mm da extremidade do módulo; Entre suspensões Trechos retos: 800mm Máximo 1000mm Trechos curvos: 500mm As suspensões podem ser encaixadas paralelamente sem limites de pólos, desde que entre dois parafusos de fixação não tenha mais do que dois pólos sem fixação. A montagem com o módulo é simples, pressionar o módulo do barramento contra a suspensão até o seu encaixe. O código da suspensão é para uma peça, a quantidade total a ser utilizada é a multiplicação do número de pólos pela quantidade de pontos de fixação. O parafuso de fixação é fornecido separadamente. Suspensão montada com 1 pólo Suspensão montada com 3 pólos Suspensão montada com 4 pólos Peso (kg/m) 0,

13 7.4.1 Parafuso de Fixação Suspensão Deslizante Unifilar Utilizado para fixação da suspensão deslizante unifilar. Material Aço Carbono Aço Inox 304 Utilização Ramo Têxtil Ramo Mecânico Ramo Mecânico 0,009 0, Suspensão Deslizante 8 Pólos A40 RB5 Com Presilha A suspensão deslizante A40 RB5 é utilizada para fixar os módulos, pode fixar até 8 pólos com fixação através de presilhas. Para aplicação em perfis com espessura da alma de 5mm. Na montagem deve ser executado a furação da alma do perfil, furar Ø14mm 2 vezes com distância entre centros dos furos de 80mm, para fixação da suspensão, utilizar as duas presilhas. A montagem com o módulo é simples, pressionar o módulo do barramento contra a suspensão até o seu encaixe. Material Fixação Aço Carbono 0, Suspensão Deslizante 8 Pólos RB5, RB6 e RB7 Com Presilha A suspensão deslizante RB é utilizada para fixar os módulos, pode fixar até 8 pólos com fixação através de presilhas. Para aplicação em perfis com espessura da alma de 5, 6 e 7mm. Na montagem deve ser executado o processo de furação da alma do perfil, furar Ø14mm 2 vezes com distância entre centros dos furos de 80mm, para fixação da suspensão, utilizar as duas presilhas. A montagem com o módulo é simples, pressionar o módulo do barramento contra a suspensão até o seu encaixe. Tipo RB5 RB6 RB7 H1 4,5 5,5 6,5 0,

14 7.7 Suspensão Deslizante 10 Pólos RB7 e RB9 A suspensão deslizante para 10 pólos com fixação através de presilhas. Para aplicação em perfis com espessura da alma de 7mm. Na montagem deve ser executado o processo de furação da alma do perfil, furarø14mm 2 vezes com distância entre centros dos furos de 80mm. Para fixação da suspenção, utilizar as duas presilhas. Tipo RB7 RB9 H1 6,5 8,5 0, Suspensão 4 Pólos A32 Suspensão deslizante para 4 pólos com fixação através de parafusos. Na montagem deve ser executado a furação para fixação, furar Ø7mm 2 vezes com distâncias entre centros dos furos de 45mm. Para fixação da suspensão, utilizar dois parafusos, arruelas e porcas M , Suspensão 6 Pólos A32 Suspensão deslizante para 6 pólos com fixação através de parafusos. Na montagem deve ser executado a furação para fixação, furar Ø7mm 2 vezes com distâncias entre centros dos furos de 75mm. Para fixação da suspensão utilizar os dois parafusos, arruelas e porcas M , Suspensão 8 Pólos A32 Suspensão deslizante para 8 pólos com fixação através de parafusos. Na montagem deve ser executado a furação para fixação, furar Ø7mm 2 vezes com distâncias entre centros dos furos de 75mm. Para fixação da suspensão utilizar os dois parafusos, arruelas e porcas M ,

15 7.11 Suspensão 10 Pólos A32 Suspensão deslizante para 10 pólos com fixação através de parafusos. Na montagem deve ser executado a furação para fixação, furar Ø7mm 4 vezes com distâncias entre centros dos furos de 45mm. Para fixação da suspensão utilizar os quatro parafusos, arruelas e porcas M , Suspensão 6 Pólos Com Suporte Suspensão deslizante para 6 pólos com suporte e parafusos para fixação. Na montagem deve ser executado a furação da alma do perfil, furar Ø7mm 4 vezes com distâncias entre centros dos furos: no comprimento de 45mm e na largura de 52mm. Para fixação da suspensão utilizar os quatro parafusos, arruelas e porcas M , Suspensão 8 Pólos Com Suporte Suspensão deslizante para 8 pólos com suporte e parafusos para fixação. Na montagem deve ser executado a furação da alma do perfil, furar Ø7mm 4 vezes com distâncias entre centros dos furos: no comprimento de 90mm e na largura de 52mm. Para fixação da suspensão utilizar os quatro parafusos, arruelas e porcas M , Suspensão 10 Pólos Com Suporte Suspensão deslizante para 10 pólos com suporte e parafusos para fixação. Na montagem deve ser executado a furação da alma do perfil, furar Ø7mm 4 vezes com distâncias entre centros dos furos: no comprimento de 90mm e na largura de 52mm. Para fixação da suspensão utilizar os quatro parafusos, arruelas e porcas M ,

16 7.15 Suspensão 6 Pólos Eisenmann 180 Suspensão deslizante para 6 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Eisenmann 180, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0, Suspensão 8 Pólos Eisenmann 180 Suspensão deslizante para 8 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Eisenmann 180, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0, Suspensão 10 Pólos Eisenmann 180 Suspensão deslizante para 10 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Eisenmann 240, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0, Suspensão 8 Pólos Haden 180 Suspensão deslizante para 8 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Haden 180, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0,

17 7.19 Suspensão 10 Pólos Haden 240 Suspensão deslizante para 10 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Haden 240, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0, Suspensão 8 Pólos Lauft 180 Suspensão deslizante para 8 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Lauft 180, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0, Suspensão 8 Pólos Traco Insa 180 Suspensão deslizante para 8 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Traco Insa 180, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0, Suspensão 8 Pólos Ausi 180 Suspensão deslizante para 8 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfil Ausi 180, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil. 0,

18 7.23 Suspensão 4 Pólos LR90 Suspensão deslizante para 4 pólos com fita adesiva e encaixe por pressão. Para aplicação em perfi LR90, montagem simples, fixação através da fita adesiva e do encaixe por pressão no perfil , Suspensão 4 Pólos I 3 Suspensão deslizante para 4 pólos com fita adesiva. Para aplicação em Viga I mínimo 3, montagem simples, fixação através da fita adesiva na viga , Distanciador Triplo Para manter o distanciamento e alinhamento dos barramentos, dando maior estabilidade no sistema, deve ser colocada entre as suspensões deslizantes. A montagem é simples, pressionar o módulo do barramento contra o distanciador até o seu encaixe, posicionar no centro entre as suspensões, furar Ø2.5mm no módulo para fixação do pino trava, utilizado para impedir o seu deslocamento , Emenda Fixa Traseira A emenda do condutor é composta por uma peça externa com 1 furo e outra interna com 1 rosca onde serão fixadas nas extremidades dos condutores por parafuso M6 para apertar as duas partes do módulo para garantir a condução elétrica e estabilidade mecânica do conjunto. A cabeça do parafuso provoca o afastamento de 10 milímetros entre os módulos A proteção da emenda é feita através de uma capa encaixada no módulo. Ao efetuar a emenda é importante verificar o alinhamento entre os condutores e certificar que não existam eventuais desencontros entre eles, garantindo a passagem livre das escovas dos pantógrafos. Caso necessário deve-se ajustar, lixando os desencontros. O posicionamento de uma emenda deve estar no máximo a 300mm de uma suspensão para não comprometer o bom alinhamento do módulo nesse ponto. Fixação Aço Inox ,019 Aço Inox

19 7.27 Emenda Fixa A emenda do condutor é composta por uma peça externa com 1 furo e outra interna com 1 rosca onde serão fixadas nas extremidades dos condutores por parafuso M6 para apertar as duas partes do módulo para garantir a condução elétrica e estabilidade mecânica do conjunto. A cabeça do parafuso provoca o afastamento de 10 milímetros entre os módulos. A proteção da emenda é feita através de uma capa encaixada no módulo. Ao efetuar a emenda é importante verificar o alinhamento entre os condutores e certificar que não existam eventuais desencontros entre eles, garantindo a passagem livre das escovas dos pantógrafos. Caso necessário deve-se ajustar, lixando os desencontros. O posicionamento de uma emenda deve estar no máximo a 300 mm de uma suspensão para não comprometer o bom alinhamento do módulo nesse ponto , Emenda de Encaixe A emenda de encaixe é apresentada num conceito de montagem prática e rápida. Composta por uma garra de pressão fixada numa peça que possui a função dupla de estabilizar a emenda e também para condução elétrica. Nesse tipo de emenda, na montagem, não resulta de afastamento entre os condutores do modulo, deve-se encaixar o grampo contra a superfície do condutor, primeiro lado a ser encaixado e posteriormente o outro, sem necessidade de desparafusá-la de sua base. A proteção da emenda é feita através de uma capa encaixada no módulo. Ao efetuar a emenda é importante verificar o alinhamento entre os condutores e certificar que não existam eventuais desencontros entre eles, garantindo a passagem livre das escovas dos pantógrafos. Caso necessário deve-se ajustar, lixando os desencontros. O posicionamento de uma emenda deve estar no máximo a 300 mm de uma suspensão para não comprometer o bom alinhamento do módulo nesse ponto , Emenda de Encaixe Para Curvas A emenda de encaixe para curvas é apresentada num conceito de montagem prática e rápida. Composta por uma garra de pressão fixada numa peça que possui a função dupla de estabilizar a emenda e também para condução elétrica, a peça interna e a capa de proteção tem os comprimentos menores para facilitar a montagem da emenda na curva. Nesse tipo de emenda, na montagem, não resulta de afastamento entre os condutores do modulo, deve-se encaixar o grampo contra a superfície do condutor, primeiro lado a ser encaixado e posteriormente o outro, sem necessidade de desparafusá-la de sua base. A proteção da emenda é feita através de uma capa encaixada no módulo. Ao efetuar a emenda é importante verificar o alinhamento entre os condutores e certificar que não existam eventuais desencontros entre eles, garantindo a passagem livre das escovas dos pantógrafos. Caso necessário deve-se ajustar, lixando os desencontros. O posicionamento de uma emenda deve estar no máximo a 300 mm de uma suspensão para não comprometer o bom alinhamento do módulo nesse ponto ,

20 7.30 Grampo Fixador Parafusado O grampo fixador é necessário para fixar o sistema de módulos de barramento contra deslizamentos, mantendo a posição de instalação. Este modelo é bipartido e fixado através de parafusos. São necessários dois conjuntos para cada ponto de fixação, um conjunto para cada lado da suspensão. Deve ser utilizado nas seguintes situações: No centro do trecho, independentemente do comprimento do mesmo; Entre as juntas de dilatação e cada uma das extremidades. Fixação Aço 1020 Inox 304 0, Grampo Fixador Com Pino de Fixação O grampo fixador é necessário para fixar o sistema de módulos de barramento contra deslizamentos, mantendo a posição de instalação. Este modelo é montado sob uma suspensão e fixado através de pino. São necessários dois conjuntos para cada ponto de fixação, um conjunto para cada lado da suspensão. A montagem é simples, após a montagem na suspensão, furar Ø3mm no módulo para fixação do pino trava. Deve ser utilizado nas seguintes situações: No centro do trecho, independentemente do comprimento do mesmo; Entre as juntas de dilatação e cada uma das extremidades. 0, Alimentação 20A Com capacidade de 20 amperes, pode ser montada em qualquer ponto do barramento, exceto nas emendas. Composta de uma peça com rosca M4 posicionada na parte interna do condutor e outra peça na parte externa, onde o terminal e as peças são fixados por 1 parafuso cabeça cilíndrica com fenda M4. A proteção da alimentação é feita através de uma capa encaixada no módulo. Utilizar cabo flexível com bitola máxima de 2,5mm². Os cabos elétricos não são fornecidos, caso necessário solicitar no orçamento. 0, Alimentação 20A Capa Bipartida Com capacidade de 20 amperes, pode ser montada em qualquer ponto do barramento, exceto nas emendas. Composta de uma peça com rosca M4 posicionada na parte interna do condutor e outra peça na parte externa, onde o terminal e as peças são fixados por 1 parafuso cabeça cilíndrica com fenda M4. A proteção da alimentação é feita através de capas bipartidas encaixadas no módulo. Utilizar cabo flexível com bitola máxima de 2,5mm². Os cabos elétricos não são fornecidos, caso necessário solicitar no orçamento ,

21 7.34 Alimentação 50A Com capacidade de 50 amperes, pode ser montada em qualquer ponto do barramento, exceto nas emendas. Composta de uma peça com rosca M5 posicionada na parte interna do condutor e outra peça na parte externa, onde o terminal e as peças são fixados por 1 parafuso cabeça cilíndrica com fenda M5. A proteção da alimentação é feita através de uma capa encaixada no módulo. Utilizar cabo flexível com bitola máxima de 10mm². Os cabos elétricos não são fornecidos, caso necessário solicitar no orçamento. 0, Alimentação 100A Com capacidade de 100 amperes, pode ser montada em qualquer ponto do barramento, inclusive nas emendas. Composta de uma peça posicionada na parte interna do condutor, uma peça na parte externa e outra peça trava com rosca M6, onde o terminal e as peças são fixados por 1 parafuso cabeça cilíndrica com sextavado interno M6. A proteção da alimentação é feita através de uma capa encaixada no módulo. Por ter uma altura do conjunto maior que o das suspensões, isto é não estar no mesmo alinhamento, com isso impossibilita a utilização da alimentação em aplicações com perfis EOM e aplicações onde necessite o mesmo alinhamento. Utilizar cabo flexível com bitola máxima de 10mm². Os cabos elétricos não são fornecidos, caso necessário solicitar no orçamento. Fixação Aço 1020 Inox 304 0, Junta de Dilatação Utilizada para dilatação do barramento em trechos retos de grandes comprimentos, podendo ser montada na emenda e não utilizar em curvas. É encaixado no módulo do barramento sob pressão, devendo ser ajustada para dilatação de 30mm, sendo 15mm para cada lado do trecho. A junta de dilatação secciona o barramento, providenciar interligação elétrica, se não houver alimentação nos dois trechos ,

22 7.37 Suporte para Tampas Funis sem Alimentação Para fixação e alinhamento das tampas funis. Utilizado para entrada e saída dos pantógrafos em caso de desvios ou na entrada e saída de trechos não eletrificados e quando o trecho fica interrompido. Recomendamos a distância de 2mm de folga entre as tampas funis, esse conjunto precisa ser montado bem alinhado e seguro através de grampos fixadores para evitar movimentos. Encaixado no módulo do barramento e pelas tampas funis e fixado pela peça fixador através da rosca M5. Módulo sem Alimentação. Jogo Completo, com base, fixadores, e tampas funis. Número de Pólos ,105 0,086 0,067 0,048 0,105 0,086 0,067 0,048 0,105 0,086 0,067 0, Suporte para Tampas Funis com Alimentação Para fixação e alinhamento das tampas funis. Utilizado para entrada e saída dos pantógrafos em caso de desvios ou na entrada e saída de trechos não eletrificados e quando o trecho fica interrompido. Recomendamos a distância de 2mm de folga entre as tampas funis, esse conjunto precisa ser montado bem alinhado e seguro através de grampos fixadores para evitar movimentos. Encaixado no módulo do barramento e pelas tampas funis e fixado pela peça fixador através da rosca M5. Modelo com Alimentação de 30A e 50A. Utilizar cabo flexível com bitola máxima de 2,5mm² para 30A e cabo flexível com bitola máxima de 4,00mm² para 50A. Os cabos elétricos não são fornecidos, caso necessário solicitar no orçamento. Jogo Completo, com base, fixadores, e tampas funis. Número de Pólos rente (A) 30A 50A 0,315 0,265 0,215 0,138 0,315 0,265 0,215 0,138 0,315 0,265 0,215 0,138 0,315 0,265 0,215 0,138 0,315 0,265 0,215 0,138 0,315 0,265 0,215 0,

23 7.39 Tampa Funil Sem Alimentação Utiliza-se a tampa final para proteção das extremidades dos módulos contra contatos acidentais. Aplica-se também como funil de entrada e saída do barramento em desvios, usando-se duas por secção. A distância máxima entre as tampas funis é de 5mm, o desencontro vertical e horizontal é no máximo 2mm. É encaixado no módulo do barramento sob pressão, podendo também ser utilizado juntamente com a peça suporte para 4 / 6 / 8 / 10 tampas funis , Tampa Funil Com Alimentação 30A e 50A Utiliza-se a tampa final com alimentação de 30A e 50A para alimentação lateral, montada nas extremidades do barramento. É encaixado no módulo do barramento pelas peças internas e fixado por parafuso cabeça escareada com fenda cruz M5, podendo também ser utilizado juntamente com a peça suporte para 4 / 6 / 8 / 10 tampas funis. Utilizar cabo flexível com bitola máxima de 2,5mm² para 30A e cabo flexível com bitola máxima de 4,00mm² para 50A. Os cabos elétricos não são fornecidos, caso necessário solicitar no orçamento. rente 30A 50A 0, Compensador Afunilado de Entrada e Saída Aplicado para transição do sistema de barramento, quando o pantógrafo deixa o módulo e por uma certa distância tem o seu movimento aéreo. O compensador afunilado através dos guias direciona os pantógrafos para entrada e saída nos módulos. São encaixados nas extremidades dos módulos e fixadores através de parafusos. Número de Pólos ,242 0,295 0,342 0,392 0,438 0,485 0,537 0,600 0,242 0,295 0,342 0,392 0,438 0,485 0,537 0,

24 7.42 Seccionador Elétrico Com Guia Utilizado para interrupção de energia entre os módulos. É encaixado no módulo do barramento sob pressão, ficando um afastamento de 15mm entre os módulos. Com o seccionamento do barramento, providenciar interligação elétrica, se não houver alimentação nos dois trechos , Seccionador Elétrico Com Alimentação de 30A e 50A Utilizado para interrupção de energia entre os módulos. Utiliza-se esta peça como seccionador, podendo fazer a alimentação de 30A e 50A dos dois trechos e com capacidade de dilatação de 2 a 12mm. Pode ser montada em qualquer ponto do barramento. É encaixado no módulo do barramento pelas peças internas e fixado por parafuso cabeça escareada com fenda cruz M5. Utilizar cabo flexível com bitola máxima de 2,5mm² para 30A e cabo flexível com bitola máxima de 4,00mm² para 50A. Os cabos elétricos não são fornecidos, caso necessário solicitar no orçamento. rente 30A 50A 0, Pantógrafo 20A O pantógrafo de 20A é fornecido montado com escova de contato. Na montagem é importante observar a distância entre o suporte de fixação do pantógrafo (linha de centro da base do pantógrafo) e o ponto de contato da escova com a pista de contato do condutor do barramento. A fixação dos pantógrafos deve ser alinhada com os centros dos pólos do módulo do barramento. O cabo de ligação não é fornecido, caso necessário solicitar no orçamento. Capacidade rente Nominal: 20A Cabo de ligação: 1 cabo de 2,5mm² fornecimento e comprimento conforme código ou sob consulta. Articulação Vertical: +- 15mm Articulação Horizontal: +- 20mm Pressão de Trabalho: 6,4N / Pólo / Verde 0,

INDICE CONTROLE DE REVISÃO

INDICE CONTROLE DE REVISÃO INDICE 1.0 FINALIDADE PG 03 2.0 APLICAÇÃO PG 03 3.0 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PG 03 4.0 TERMINOLOGIA PG 03 5.0 CARACTERÍSTICAS GERAIS PG 03 6.0 INSTALAÇÃO PG 06 7.0 COMPONENTES PG 07 8.0 OPERAÇÃO PG 22

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Barramento Elétrico Blindado KSL70 STEMMANN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Avenida Stemmann N 204 Bairro Tanque Porto Feliz SP Brasil 18540-000 Fone 55 15 3261-9190 Fax 55 15 3261-9191

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES BARRAMENTO ELÉTRICO ABERTO F INDICE

MANUAL DE INSTRUÇÕES BARRAMENTO ELÉTRICO ABERTO F INDICE 100% nacional PG: 2 / 25 INDICE 1.0 FINALIDADE PG 03 2.0 APLICAÇÃO PG 03 3.0 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PG 04 4.0 TERMINOLOGIA PG 04 5.0 CARACTERÍSTICAS GERAIS PG 04 6.0 INSTALAÇÃO PG 06 7.0 COMPONENTES

Leia mais

Barramento Elétrico Blindado KSL70

Barramento Elétrico Blindado KSL70 Barramento Elétrico Blindado KSL70 PG: 2 / 19 ÍNDICE PÁG. 1.0 DADOS TÉCNICOS 03 2.0 - MÓDULO 04 3.0 SUSPENSÃO DESLIZANTE 05 4.0 TRAVESSA DE SUSTENTAÇÃO 06 5.0 EMENDA DOS CONDUTORES E DOS MÓDULOS 07 6.0

Leia mais

1.0 DESCRIÇÃO 2.0 DADOS MECÂNICOS

1.0 DESCRIÇÃO 2.0 DADOS MECÂNICOS Página 2 de 1.0 DESCRIÇÃO O barramento elétrico blindado KSL70 é um sistema de alimentação elétrica para equipamentos móveis com pólos múltiplos, podendo ser montado até 7 pólos. O sistema pode ser aplicado

Leia mais

Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB

Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB Manual de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos em Telhados - PHB Índice Capítulo Título Página 1 Informações Gerais 3 2 Segurança 4 3 Especificações Técnicas 5 4 Ferramentas, Instrumentos e Materiais 6

Leia mais

As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras

As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras APRESENTAÇÃO As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras em unidades móveis de máquinas e equipamentos. Protegem cabos e mangueiras contra abrasão,

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: AIRES, LUMIAR FÊNIX, FÊNIX CONTR PETIT Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o

Leia mais

Bastidores para fibra óptica

Bastidores para fibra óptica Apresentação A gama de armários para fibra óptica Olirack foi concebida para a instalação, protecção e isolamento de terminadores e repartidores ópticos. A fibra óptica é um filamento feito de vidro ou

Leia mais

Manual de Instruções e Termo de Garantia

Manual de Instruções e Termo de Garantia Manual de Instruções e Termo de Garantia 1.Identificação dos itens. 2.Marque na porta a altura do centro da maçaneta (sugestão: 1,10m em relação ao piso). 4.Com auxílio de ferramentas (formão, furadeira,

Leia mais

1/6 1 2 "SUPORTE RETRÁTIL PARA INSTALAÇÃO DE TELA FACHADEIRA". Apresentação Refere-se a presente invenção ao campo técnico de suportes para telas fachadeiras de edifícios em construção ou em reformas,

Leia mais

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO O estabilizador portátil de câmera Tedi Cam é um equipamento de avançada tecnologia utilizado para filmagens de cenas onde há a necessidade de se obter imagens perfeitas em situações de movimento

Leia mais

Sistema de Esteira Porta Cabos igus Guia de Instalação

Sistema de Esteira Porta Cabos igus Guia de Instalação Sistema de Esteira Porta Cabos igus Guia de Instalação Cursos Longos (Deslizantes) Horizontais Atenção: Não seguir as instruções instalação pode resultar em falha séria Antes de iniciar o processo de instalação,

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: WIND MDF/PLAST. WIND LIGHT MDF/PLAST. COMERCIAL Obrigado por adquirir o VENTISOL. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.04.03 REDE MULTIPLEXADA BT - CONSTRUÇÃO

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.04.03 REDE MULTIPLEXADA BT - CONSTRUÇÃO Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Condições Gerais 5. Requisitos Ambientais 6. Lançamento de Condutores 7. Fixação Definitiva do Condutor 8. Identificação de Fases

Leia mais

Barramentos Blindados em Geral

Barramentos Blindados em Geral Barramentos Blindados em Geral Os Barramentos Blindados da Wampfler, são sistemas seguros para a eletrificação de consumidores móveis, utilizados mundialmente em instalações de transporte, máquinas e equipamentos

Leia mais

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO Pág.:1 MÁQUINA: MODELO: NÚMERO DE SÉRIE: ANO DE FABRICAÇÃO: O presente manual contém instruções para instalação e operação. Todas as instruções nele contidas devem ser rigorosamente seguidas do que dependem

Leia mais

Manual do Usuário. Antena Painel Outdoor 65-806 a 960MHz - 17 dbi Downtilt Ajustável ANT040009

Manual do Usuário. Antena Painel Outdoor 65-806 a 960MHz - 17 dbi Downtilt Ajustável ANT040009 Manual do Usuário Antena Painel Outdoor 65-806 a 960MHz - 17 i Downtilt Ajustável ANT040009 Este Manual Aplica- se Somente ao Produto que o Acompanha Índice Pag. 1 - Informações Gerais...2 1.1 - Apresentação...2

Leia mais

Wampfler - Tecnologia mundial

Wampfler - Tecnologia mundial Wampfler - Tecnologia mundial http://www.wampfler.com Qualidade, tecnologia e assistência técnica A Wampfler coloca à disposição de seus clientes, profissionais especializados e inúmeras representações

Leia mais

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis.

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis. 1. Normas de segurança: Aviso! Quando utilizar ferramentas leia atentamente as instruções de segurança. 2. Instruções de segurança: 2.1. Aterramento: Aviso! Verifique se a tomada de força à ser utilizada

Leia mais

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS VENTILADORES AXIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA DE VENTILADORES AXIAL Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: EAFN 500 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação G = Gabinete

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE MONTAGEM (17958) AEROFÓLIO VW MAN TGX

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE MONTAGEM (17958) AEROFÓLIO VW MAN TGX FOTO DO PRODUTO FOTO DO PRODUTO INSTALADO Importante: Apresentamos neste manual os passos que devem ser seguidos para a correta instalação de nosso produto. Antes de começar a instalação, confira se os

Leia mais

CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A INSTRUÇÕES PARA ABERTURA DO CABO EN320

CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A INSTRUÇÕES PARA ABERTURA DO CABO EN320 a EMISSÃO INICIAL FTY MM LYT 18/12/14 REV. ALTERAÇÕES EXEC. VISTO APROV. DATA EXEC. VISTO APROV. FTY MM LYT DATA: CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A LD 1 ALMENARA - JEQUITINHONHA, 138kV (Op. 69 kv) 18/12/14 INSTRUÇÕES

Leia mais

C-EC/U. Porta Comercial de Encosto em caixilho "U

C-EC/U. Porta Comercial de Encosto em caixilho U C-EC/U Porta Comercial de Encosto em caixilho "U A Dânica Doors recomenda que as instruções de montagem contidas neste manual sejam seguidas rigorosamente para que as portas atendam em sua plena funcionalidade.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA

MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA MEMORIAL DESCRITIVO, ORÇAMENTO E PROJETO DO ACESSO PRINCIPAL E IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE FRONTEIRA Orçamento Unidade Básica de Saúde - Fronteira Estrutura para o acesso e identificação do

Leia mais

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin Dutos de Piso... 27 Modelos... 27 Caixas de passagem... 31 Caixas de tomada... 35 Derivações... 39 Tomadas de piso - Latão/Cromado/Nylon... 42 Espelho para pisos... 43 Caixa de alumínio... 44 Distribuição

Leia mais

Instruções de auxilio à montagem da roda motorizada. Montagem da roda motorizada na suspensão ou forqueta

Instruções de auxilio à montagem da roda motorizada. Montagem da roda motorizada na suspensão ou forqueta Instruções de auxilio à montagem da roda motorizada Estas instruções servem apenas como orientação da montagem do motor na sua forqueta ou suspensão. A Sanelkit não se responsabiliza por nenhum dano ou

Leia mais

Guia de montagem. Prolongamento de antena até 450 C. para VEGAPULS 62 e 68. Document ID: 38316

Guia de montagem. Prolongamento de antena até 450 C. para VEGAPULS 62 e 68. Document ID: 38316 Guia de montagem Prolongamento de antena até 450 C para VEGAPULS 62 e 68 Document ID: 38316 Índice Índice 1 Para sua segurança 1.1 Pessoal autorizado... 3 1.2 Utilização conforme a finalidade... 3 1.3

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.02.04 REDE CONVENCIONAL TRANSFORMADORES

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.02.04 REDE CONVENCIONAL TRANSFORMADORES Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Estruturas Trifásicas com Transformadores 6.1. Estrutura M1 com Transformador 6.2.

Leia mais

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo Balanceadora Manual de Instruções São Paulo 2013 ÍNDICE Ao Proprietário... 3 Ao Operador... 3 Trabalho com Segurança... 4 Cuidados Especiais... 4 Especificações Técnicas... 6 Dados Técnicos... 6 Dimensões

Leia mais

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de fácil montagem,

Leia mais

Montagem de cabo coaxial digital

Montagem de cabo coaxial digital Montagem de cabo coaxial digital No Módulo 2 de nosso curso discutimos as vantagens e desvantagens de técnicas de montagem utilizando solda ou processo de crimpagem. Na ocasião, todos os presentes puderam

Leia mais

Corte e dobra. Nesta aula, você vai ter uma visão geral. Nossa aula. Princípios do corte e da dobra

Corte e dobra. Nesta aula, você vai ter uma visão geral. Nossa aula. Princípios do corte e da dobra A U A UL LA Corte e dobra Introdução Nesta aula, você vai ter uma visão geral de como são os processos de fabricação por conformação, por meio de estampos de corte e dobra. Inicialmente, veremos os princípios

Leia mais

MANUAL TÉCNICO JIRAU PASSANTE ELÉTRICO

MANUAL TÉCNICO JIRAU PASSANTE ELÉTRICO MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO Introdução 03 Descrição da plataforma 04 Instruções de montagem 08 Informações de segurança 12 INTRODUÇÃO O ANDAIME SUSPENSO ELÉTRICO JIRAU é recomendado para trabalhos em altura

Leia mais

érea a A h Lin Linha Aérea

érea a A h Lin Linha Aérea Linha érea Linha érea Linha érea Eletrocalha aramada... 61 Eletrocalhas... 74 Perfilados... 80 Leito para cabos... 85 Eletrocalha ramada Eletrocalha ramada Valemam, também conhecida como leito sanitário,

Leia mais

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES Pregão 003/2006 Alteração ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES ITEM O1 Sistema de arquivamento composto de módulos de arquivos deslizantes, com acionamento

Leia mais

A tampa de proteção KS-100 é um ítem opcional altamente recomendável. 3-32 Vcc ou 90-280 Vca (especificar)

A tampa de proteção KS-100 é um ítem opcional altamente recomendável. 3-32 Vcc ou 90-280 Vca (especificar) MANUAL DE INSTRUÇÕES CONSIDERAÇÕES PARA INSTALAÇÃO Atenção: Material não passível de garantia. Evite utilizá-lo sem dissipador. Sempre utilizar pasta térmica entre o relé e o dissipador, ou placa de montagem;

Leia mais

Shaping a lighter future. Manual de Montagem e Instalação

Shaping a lighter future. Manual de Montagem e Instalação Shaping a lighter future Manual de Montagem e Instalação Índice Geral Características Componentes Montagem 4 7 10 Características Perfis extrudados de alumínio Parafusos, porcas, arruelas e rebites Comprimento

Leia mais

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE UNP-130408 1 de 6 INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS A vida útil das correntes transportadoras e elevadoras está diretamente ligada aos cuidados com a instalação, lubrificação

Leia mais

ROTEIRO 20 PÊNDULO SIMPLES E PÊNDULO FÍSICO

ROTEIRO 20 PÊNDULO SIMPLES E PÊNDULO FÍSICO ROTEIRO 20 PÊNDULO SIMPLES E PÊNDULO FÍSICO INTRODUÇÃO Estamos cercados de oscilações, movimentos que se repetem. Neste roteiro vamos abordar oscilações mecânicas para uma classe de osciladores harmônicos

Leia mais

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL:

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL: 1.0 - OBJETIVO: Estabelecer procedimentos seguros para montagem, desmontagem e utilização de andaimes, em serviços de manutenção nas áreas da fábrica. 2.0 - APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica à montagem,

Leia mais

Ferramentas isoladas Vde. Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.

Ferramentas isoladas Vde. Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com. Ferramentas isoladas Vde Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Dupla camada de isolação nas ferramentas VDE A dupla camada de proteção plástica das ferramentas VDE oferece mais segurança ao usuário

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO 2 IMPORTANTE BMP-PROAR e seus Distribuidores Autorizados advertem que a seleção imprópria, falha ou uso incorreto dos produtos descritos neste manual, podem causar acidentes,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Corte Circular de Tecido 950C

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Corte Circular de Tecido 950C Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Corte Circular de Tecido 950C 104A 104B Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas. 2009 Copyright The Singer Company

Leia mais

Manual de instruções. TruTool N 700 (1A1) português

Manual de instruções. TruTool N 700 (1A1) português Manual de instruções TruTool N 700 (1A1) português Índice 1 Segurança 3 1.1 Instruções de segurança gerais 3 1.2 Instruções de segurança específicas 4 2 Descrição 5 2.1 Utilização adequada 5 2.2 Dados

Leia mais

FINALIDADE DESTA ESPECIFICAÇÃO

FINALIDADE DESTA ESPECIFICAÇÃO SESC PANTANAL HOTEL SESC PORTO CERCADO POSTO DE PROTEÇÃO AMBIENTAL SÃO LUIZ BARÃO DE MELGAÇO/MT ESTRUTURAS METÁLICAS PARA COBERTURA DE BARRACÃO DEPÓSITO MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO VI 1. FINALIDADE DESTA

Leia mais

e do operador na instalação e na manutenção. Nesse tipo de montagem, o cabo de alimentação não sofre torções nem é tracionado.

e do operador na instalação e na manutenção. Nesse tipo de montagem, o cabo de alimentação não sofre torções nem é tracionado. O Giroposte tem por objetivo ser um modelo de poste de giro articulável. Indicado para uso em áreas que necessitam de um sistema seguro para instalação de iluminação, câmeras de segurança, sensores e outros

Leia mais

RACK AUDIENCE TO GO K 3255 RACK AUDIENCE TO GO KR 3255

RACK AUDIENCE TO GO K 3255 RACK AUDIENCE TO GO KR 3255 RACK AUDIENCE TO GO K 3255 RACK AUDIENCE TO GO KR 3255 INSTRUÇÕES DE MONTAGEM Imagens Ilustrativas AUDIENCE TO GO KR 3255 AUDIENCE TO GO K 3255 50 Kg Carga Máxima www.aironflex.com INSTRUÇÕES DE MONTAGEM

Leia mais

BT 0001 BOLETIM TÉCNICO - WEDGE-BOLT

BT 0001 BOLETIM TÉCNICO - WEDGE-BOLT BT 0001 BOLETIM TÉCNICO - WEDGE-BOLT Elaborador: Verificadores: Aprovador: DIEGO RAFAEL CAMERA DANILO P. P. DE ALMEIDA DIEGO RAFAEL CAMERA WEDGE-BOLT Chumbador mecânico, tipo parafuso. Descrição Wedge-Bolt

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM DA FECHADURA SYNTER EXECUÇÃO DO ALOJAMENTO DA FECHADURA:

MANUAL DE MONTAGEM DA FECHADURA SYNTER EXECUÇÃO DO ALOJAMENTO DA FECHADURA: MANUAL DE MONTAGEM DA FECHADURA SYNTER EXECUÇÃO DO ALOJAMENTO DA FECHADURA: Para fazer o alojamento da Máquina da Fechadura em uma porta, é necessário deixar 1,10m do centro do furo quadrado da maçaneta

Leia mais

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Corrediça Oculta TN Slowmotion Corrediça Telescópica TN H45 Corrediça Telescópica TN H45 Slowmotion Corrediça Telescópica TN MINI H35 Capa TN Corrediça

Leia mais

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR www.rehau.com.br Construção Automotiva Indústria DESIGN PARA MÓVEIS DA REHAU: SOLUÇÕES INOVADORAS DE SISTEMAS NO MESMO LOCAL A REHAU se estabeleceu como a principal

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA MANUAL DE MONTAGEM Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA Parabéns por adquirir um dos mais tecnológicos meios de aquecimento de água existentes no mercado. O Disco Solar é por sua

Leia mais

Manual de instruções. Botões de comando Série 44

Manual de instruções. Botões de comando Série 44 Manual de instruções Botões de comando Série 44 1- Introdução A série 44 caracteriza-se pelo seu sistema modular de pelo seu sistema modular de elementos de contatos e, pela numerosa possibilidade de configuração

Leia mais

APRESENTAÇÃO RELAÇÃO DE COMPONENTES

APRESENTAÇÃO RELAÇÃO DE COMPONENTES Manual de Instalação Linha Máximo Fotos ilustrativas. Ventiladores de Teto Nesta marca você pode confiar APRESENTAÇÃO Os ventiladores de teto da LINHA MÁXIMO são desenvolvidos para oferecer ao usuário

Leia mais

O kit da discadora MED CALL contém: 1 discadora 1 controle remoto 1 adaptador bivolt 1 antena 1 cabo para linha telefônica 1 chave de fenda

O kit da discadora MED CALL contém: 1 discadora 1 controle remoto 1 adaptador bivolt 1 antena 1 cabo para linha telefônica 1 chave de fenda Introdução A discadora MED CALL tem diversas aplicações, como emergências médicas, coação em caso de assalto, crianças sozinhas em casa, ou qualquer outra aplicação que necessite de uma discagem automática

Leia mais

SISTEMA LISROLL. www.lismarca.pt CATÁLOGO TÉCNICO

SISTEMA LISROLL. www.lismarca.pt CATÁLOGO TÉCNICO SISTEMA LISROLL www.lismarca.pt CATÁLOGO TÉCNICO 2 MAIS DO QUE UM ESTORE AJUSTÁVEL, UMA PERSIANA AJUSTÁVEL... Índice Características Especificações técnicas Ficha técnica Motores Certificados pág. 4 pág.

Leia mais

Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890

Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890 Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890 Figura 1: VISTA DA TUPIAS (IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA) Advertência: Não execute nenhuma operação com o equipamento antes de ler atentamente este manual. Este

Leia mais

Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste

Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste Os discos de corte e desbaste são produzidos e controlados com rigor, sendo submetidos a testes internos que objetivam a reprodução da qualidade lote

Leia mais

As peças a serem usinadas podem ter as

As peças a serem usinadas podem ter as A U A UL LA Fresagem As peças a serem usinadas podem ter as mais variadas formas. Este poderia ser um fator de complicação do processo de usinagem. Porém, graças à máquina fresadora e às suas ferramentas

Leia mais

Simples, resistente e fácil de montar.

Simples, resistente e fácil de montar. Simples, resistente e fácil de montar. Economia e resistência são as principais qualidades da telha Vogatex. Possui peso reduzido e simplicidade estrutural, exigindo o mínimo de mão-de-obra e madeiramento

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA MONTAGEM DA ESTRUTURA DE FIXAÇÃO PARA SISTEMAS FOTOVOLTAICOS

MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA MONTAGEM DA ESTRUTURA DE FIXAÇÃO PARA SISTEMAS FOTOVOLTAICOS MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA MONTAGEM DA ESTRUTURA DE FIXAÇÃO PARA SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Silver 00TO WWW.SOLARFIX.COM.BR Silver 00TO MATERIAL INCLUSO Cód Peças de alumínio Comprimento Quantidade Pilar BR0

Leia mais

Acessórios Desconectáveis 200A

Acessórios Desconectáveis 200A 200A APLICAÇÃO Os Acessórios da Prysmian possuem uma concepção de projeto baseada no sistema plugue - tomada, porém para tensões, permitindo fácil conexão e desconexão de um cabo de potência, de um equipamento,

Leia mais

Crescendo com Você. Montagem de Sistemas

Crescendo com Você. Montagem de Sistemas Crescendo com Você Montagem de Sistemas Estocagem Armazene as chapas em local seco e abrigado. Transporte as chapas de duas em duas. Transporte as chapas na posição vertical. Os calços devem ter 5 cm de

Leia mais

Dispositivos de Montagem

Dispositivos de Montagem Dispositivos de Montagem Bigfer + Hettich A Hettich é uma empresa alemã, líder mundial em ferragens e acessórios para móveis. No Brasil seus produtos são distribuídos pelo Grupo Bigfer, o maior fabricante

Leia mais

AV. Herminio Gimenez RC - RUC: 80061756-8 COR: CIUDAD DEL ESTE-PY TEL: +595 983 613802 contato@options-sa.net - www.options-sa.net

AV. Herminio Gimenez RC - RUC: 80061756-8 COR: CIUDAD DEL ESTE-PY TEL: +595 983 613802 contato@options-sa.net - www.options-sa.net COR: -Instalação rápida e fácil, fixação com resina, ondulação de 2 a 4 mm para passagem dos cabos de energia. - Pode ser instalada em piscinas ou hidromassagens onde não tenha sido previsto sistema de

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse torno só dá furo! Na aula sobre furação, você aprendeu que os materiais são furados com o uso de furadeiras e brocas. Isso é produtivo e se aplica a peças planas. Quando é preciso furar peças cilíndricas,

Leia mais

REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.00. Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea PREÇO (R$) UNITÁRIO TOTAL

REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.00. Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea PREÇO (R$) UNITÁRIO TOTAL Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea ITEM DESCRIÇÃO QUANT. 1.00 REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.1 Cabo de alumínio com alma de aço (CAA), seção 4/0, diâmetro externo

Leia mais

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Manual PORTA PLACAS Rev 00-12/07/2012 pág - 2 de 21 Índice CERTIFICADO ISO 9001:2008 DESENHO DE OPERAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO DESENHO DE CONJUNTO TABELAS DIMENSIONAIS Histórico

Leia mais

V. 1.1 Pearson Sistemas Brasil

V. 1.1 Pearson Sistemas Brasil / 2 Projeto Instalação Lousa DIGI I - Touch V.. Pearson Sistemas Brasil Pearson, Centro de Serviços Compartilhados - Avenida Presidente Kennedy, 2295 Lagoinha. Ribeirão Preto SP Brasil Pag./2 Departamento

Leia mais

Catálogo Técnico P25. stemmann.com.br VERSÃO 2011

Catálogo Técnico P25. stemmann.com.br VERSÃO 2011 Catálogo Técnico P25 VERSÃO 2011 ÍNDICE 1.0 FINALIDADE 2.0 APLICAÇÃO 3.0 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 4.0 TERMINOLOGIA 5.0 CARACTERÍSTICAS GERAIS 6.0 INSTALAÇÃO 7.0 COMPONENTES 8.0 OPERAÇÃO 9.0 COMISSIONAMENTO

Leia mais

F I B R A S Ó P T I C A S E A C E S S Ó R I O S. Catálogo de Produtos. Linha Metalúrgica

F I B R A S Ó P T I C A S E A C E S S Ó R I O S. Catálogo de Produtos. Linha Metalúrgica F I B R A S Ó P T I C A S E A C E S S Ó R I O S Catálogo de Produtos Linha Metalúrgica RACK PISO 19 Os Racks de piso são ideais para utilização em qualquer ambiente, para guardar equipamentos e acessórios

Leia mais

USO, MANUTENÇÃO E REGULAGEM DE CASSETES PARA ÁREA DE TREFILAÇÃO

USO, MANUTENÇÃO E REGULAGEM DE CASSETES PARA ÁREA DE TREFILAÇÃO USO, MANUTENÇÃO E REGULAGEM DE CASSETES PARA ÁREA DE TREFILAÇÃO Cassetes Os cassetes laminadores são micro cadeiras de laminação, que substituem as fieiras nas máquinas de trefilação. Seu surgimento no

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título ESTRUTURAS PARA MONTAGEM DE REDES AÉREAS DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SECUNDÁRIA COM CABOS MULTIPLEXADOS APRESENTAÇÃO

PADRONIZAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título ESTRUTURAS PARA MONTAGEM DE REDES AÉREAS DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SECUNDÁRIA COM CABOS MULTIPLEXADOS APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO 1-1 SUMÁRIO SEÇÃO 1 Apresentação SEÇÃO 2 Engastamento de postes SEÇÃO 3 Afastamentos mínimos SEÇÃO 4 Instalações básicas SEÇÃO 5 Cruzamentos SEÇÃO 6 Rabichos SEÇÃO 7 Aterramento 1 OBJETIVO

Leia mais

Olhal soldável VLBS Elevação e amarração de cargas Cumpre as diretrizes de maquinaria 2006/42/EG C F T D E T I Articulação 180 G B A H Descrição Carga de trab. (t) Dimensões (mm) Solda Peso O VLBS forjado

Leia mais

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos.

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos. A Empresa A Duplikar é representante autorizado da marca Engecass, queremos apresentar uma solução caso tenha necessidades de aumentar suas vagas de garagem. A Engecass é uma indústria Brasileira, fabricante

Leia mais

SISTEMA MONOCARRIL PONTES ROLANTES PADRÃO MONOVIGA E PARALELAS. Pinças, diferenciais, guinchos

SISTEMA MONOCARRIL PONTES ROLANTES PADRÃO MONOVIGA E PARALELAS. Pinças, diferenciais, guinchos SISTEMA MONOCARRIL Optar pelo sistema de ponte rolante com perfis ligeiros da REMA, uma maneira puramente técnica para melhorar a produtividade! Carril do diferencial Sistema monocarril O sistema monocarril

Leia mais

CONECTORES PARA CABOS FLEXÍVEIS RAMAIS DE LIGAÇÃO E MEDIDORES

CONECTORES PARA CABOS FLEXÍVEIS RAMAIS DE LIGAÇÃO E MEDIDORES TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DA DISTRIBUIÇÃO CONECTORES PARA CABOS FLEXÍVEIS RAMAIS DE LIGAÇÃO E MEDIDORES CÓDIGO ESP-I-GPC-01/13 VERSÃO Nº APROVAÇÃO DATA DATA DA VIGÊNCIA R0 20/05/2013 CONTROLE DE REVISÃO

Leia mais

Manual Unboxing CNC Brasil Standard

Manual Unboxing CNC Brasil Standard Manual Unboxing CNC Brasil Standard Versão 1.0 Índice 1 Introdução... 3 2 Removendo da Embalagem... 3 3 Componentes... 5 4 Porta Traseira e Eletronica... 6 5 Seletor de Voltagem e fusível... 8 6 Placa

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Dome fixo AXIS T90C10 IR-LED. Dome fixo AXIS T90C20 IR-LED PORTUGUÊS

GUIA DO USUÁRIO. Dome fixo AXIS T90C10 IR-LED. Dome fixo AXIS T90C20 IR-LED PORTUGUÊS GUIA DO USUÁRIO Dome fixo AXIS T90C10 IR-LED Dome fixo AXIS T90C20 IR-LED PORTUGUÊS Medidas de segurança Leia com atenção este guia de instalação até o final antes de instalar o produto. Guarde o guia

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo.

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Prof. Milton Fatec Itaquera Prof. Miguel Reale / 2014 Introdução Torneamento Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Tornos Tornos são máquinas-ferramenta que permitem

Leia mais

MOD. 225-10.000-03/2009 - Gráfica Garilli - Agência PUC Propaganda

MOD. 225-10.000-03/2009 - Gráfica Garilli - Agência PUC Propaganda MOD. 225 -.000-03/2009 - Gráfica Garilli - Agência PUC Propaganda Rua Xavier de Toledo, 640 Vila Paulicéia São Bernardo do Campo, SP CEP: 09692-030 Geral: Tel.: (11) 4176-7877 Fax: (11) 4176-7879 E-Mail:

Leia mais

Instruções de Instalação em Rack

Instruções de Instalação em Rack Instruções de Instalação em Rack Releia a documentação fornecida com seu gabinete de rack, para obter informações sobre cabeamento e segurança. Ao instalar seu servidor em um gabinete de rack, considere

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM E MED TECNOLOGIA MÉDICA PAINEL VERTICAL

MANUAL DE MONTAGEM E MED TECNOLOGIA MÉDICA PAINEL VERTICAL MANUAL DE MONTAGEM E MANUTENÇÃO PAINEL VERTICAL ÍNDICE INTRODUÇÃO...01 APRESENTAÇÃO... 01 COMPONENTES... 02 INSTALAÇÃO... 03 POSICIONAMENTO... 04 FIXAÇÃO SUPORTE DAS BARRAS... 05 FIXAÇÃO DO PAINEL... 06

Leia mais

Introdução. elementos de apoio

Introdução. elementos de apoio Introdução aos elementos de apoio A UU L AL A Esta aula - Introdução aos elementos de apoio - inicia a segunda parte deste primeiro livro que compõe o módulo Elementos de máquinas. De modo geral, os elementos

Leia mais

Manual de Montagem e Operação Pórtico Manual Serie FX

Manual de Montagem e Operação Pórtico Manual Serie FX 1 Manual de Montagem e Operação Pórtico Manual Serie FX Manual No. 103-0001 R EV. 8/07 ISO 9001 REGISTERED CONTEUDO 2 Advertencias... 3 Recebimento... 5 Ajustes...6 Kit de Transporte...8 Instalação dos

Leia mais

Medidor de Resistência de Isolamento Analógico Modelo ITMG 800. Manual do Usuário

Medidor de Resistência de Isolamento Analógico Modelo ITMG 800. Manual do Usuário Medidor de Resistência de Isolamento Analógico Modelo ITMG 800 Manual do Usuário 1. Sumário O novo estilo de Verificador de Resistência de Isolamento Analógico é IT801A. Seu design é moderno e conta com

Leia mais

ZJ20U93 Montagem e Operacional

ZJ20U93 Montagem e Operacional www.zoje.com.br ZJ20U93 Montagem e Operacional ÍNDICE 1. Aplicação...2 2. Operação segura...2 3. Cuidados antes da operação...2 4. Lubrificação...2 5. Seleção da agulha e do fio...3 6. A Inserção da agulha...3

Leia mais

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva:

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva: Manutenção Preventiva e Corretiva de Rosqueadeiras Manual de Manutenção: Preventivo / Corretivo Preventivo: Toda máquina exige cuidados e manutenção preventiva. Sugerimos aos nossos clientes que treinem

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM E MANUTENÇÃO DO AEROHOMOGENEIZADOR SPIRALAIR

MANUAL DE MONTAGEM E MANUTENÇÃO DO AEROHOMOGENEIZADOR SPIRALAIR MANUAL DE MONTAGEM E MANUTENÇÃO DO AEROHOMOGENEIZADOR SPIRALAIR ATENÇÃO: ANTES DE INICIAR A MONTAGEM LEIA ATENTAMENTE O CONTEÚDO DESTE MANUAL. A PRESSA PODE LEVAR A DANOS IRREPARÁVEIS NO EQUIPAMENTO. 1.

Leia mais

Manual de Instalação de Portas Rollup Tipo Deslizante

Manual de Instalação de Portas Rollup Tipo Deslizante Página 1 de 14 Objetivo: O objetivo dessa instrução é definir e orientar a instalação das esperas necessárias para a montagem de uma porta rollup tipo deslizante, além de detalhar o processo de montagem

Leia mais

Acoplamento. Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, Conceito. Classificação

Acoplamento. Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, Conceito. Classificação A U A UL LA Acoplamento Introdução Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, percebeu um estranho ruído na roda. Preocupada, procurou um mecânico. Ao analisar o problema, o mecânico concluiu que

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO PREFÁCIO O motor elétrico! WEG INDUSTRIAS S.A. - MÁQUINAS ---- IMPORTANTE ---- LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

Leia mais

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P

EXAUSTOR MUNTERS MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P MANUAL DE INSTALAÇÃO EXAUSTOR MUNTERS REV.00-11/2012-MI0047P 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 IMPORTANTE... 3 SEGURANÇA... 3 CUIDADOS AO RECEBER O EQUIPAMENTO... 4 1) Instalação dos exaustores... 5 2) Instalação

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PAT.

MANUAL DE INSTRUÇÕES PAT. MANUAL DE INSTUÇÕES NP do Brasil Este manual tem por definição, orientá-lo na utilização do perfil ALUAPID para manufatura de letras e formatos na área de comunicação visual. O QUE É ALUAPID? Perfil de

Leia mais

SIMBOX XF. Design Segurança Fácil instalação. Quadros de distribuição de energia. A melhor opção em quadros de distribuição de energia.

SIMBOX XF. Design Segurança Fácil instalação. Quadros de distribuição de energia. A melhor opção em quadros de distribuição de energia. Fabricado no Brasil SIMBOX XF Quadros de distribuição de energia A melhor opção em quadros de distribuição de energia. Design Segurança Fácil instalação www.siemens.com.br/simboxxf SIMBOX XF Por fora muito

Leia mais