Radio-shuttle. Armazenamento compacto semiautomático e automático

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Radio-shuttle. Armazenamento compacto semiautomático e automático"

Transcrição

1 Radio-shuttle Armazenamento compacto semiautomático e automático

2 Armazenamento compacto semiautomático e automático Os processos relacionados com o armazenamento tornaramse um elemento estratégico dentro da gestão da cadeia de fornecimento e, portanto, de criação de valor na atividade empresarial. De igual modo, a introdução de sistemas automáticos nos processos de manutenção tem um efeito directo na produtividade das organizações, graças à diminuição de custos e ao aumento das prestações da cadeia logística. Este aumento da produtividade ainda é mais notório quando se instala um sistema Radio-shuttle num armazém por compactação. Com isso reduz-se significativamente o tempo de carga e descarga, ao mesmo tempo que se consegue um aumento considerável da capacidade de armazenamento. O Grupo Mecalux tem mais de 50 anos de experiência na instalação de sistemas e equipamentos de armazenamento para todos os sectores de actividade, com base no uso das tecnologias mais avançadas da indústria.

3 Índice Sistemas Radio-shuttle Características gerais... 4 Aplicações... 5 Comparação de sistemas de compactação... 6 Vantagens... 8 Armazenamento com Radio-shuttle semiautomático Critérios para a escolha de uma óptima distribuição com RSM Funcionamento Operações Sistema de construção e componentes básicos Armazenamento com Radio-shuttle automático Critérios para a escolha de RSA com transelevador ou lançadeira Sistema de construção e componentes básicos RSA com transelevador Funcionamento Elementos básicos de um armazém RSA com transelevador LGV, a alternativa aos transelevadores RSA com lançadeira Funcionamento Elementos básicos de um armazém RSA com lançadeira Montagem por fases Soluções com sistemas Radio-shuttle Combinação com sistemas tradicionais Combinação com sistemas automáticos Aplicação em câmaras frigoríficas Software de gestão de armazéns... 44

4 Características gerais Características gerais dos sistemas Radio-shuttle Sistemas de armazenamento de paletes por compactação que podem ser semiautomáticos (Radio-shuttle RSM) ou totalmente automáticos (Radioshuttle RSA). Utilizam carros motorizados para efectuarem, de forma autónoma, os movimentos no interior dos níveis das estantes, sem necessidade de os empilhadores entrarem nas ruas de armazenamento. O carro motorizado, denominado Radio-shuttle, introduz-se no nível em que se vai armazenar a mercadoria e move as paletes desde a posição de entrada até à posição livre mais profunda ou, inversamente, apanha a primeira palete que encontra no nível e desloca-a até à posição de saída. Este tipo de sistemas de armazenamento por compactação com Radio-shuttle é apropriado para o armazenamento de referências paletizadas de alta densidade e produtos de armazenamento maciço. Com a utilização do Radioshuttle consegue-se reduzir consideravelmente o tempo de manobra de cada operação, optimizando a capacidade de armazenamento que os sistemas de compactação oferecem. 4 Sistema compacto Radio-shuttle

5 Aplicações Os sistemas Radio-shuttle são ideais para serem utilizados em: - armazéns por compactação de produtos de alta densidade; - câmaras frigoríficas; - buffers de armazenamento temporário ou pedidos preparados. É ideal para ser implementado em câmaras frigoríficas, dado que se obtém um aproveitamento máximo do volume da câmara e uma diminuição significativa do tempo de manobra. A aplicação é ainda mais eficiente quando se instalam sistemas automáticos com transelevadores ou lançadeiras. 5

6 Características gerais Comparação dos sistemas de compactação Os produtos que são armazenados em sistemas de compactação com Radio-shuttle são os mesmos que em instalações compactas ou Push-back tradicionais Compacta tradicional O empilhador entra nas ruas de armazenamento, dedicando muito tempo a cada operação, de forma que quanto mais profunda for a rua, mais tempo se utiliza. Neste caso, todas as paletes que se encontram nos níveis de uma mesma rua devem ter a mesma referência. Push-back tradicional O empilhador não entra na rua, dado que a palete é armazenada sobre um carro livre e é empurrada quando a palete seguinte é depositada. Embora cada canal de uma mesma rua possa conter uma referência diferente, o número de paletes em profundidade é limitado (máximo 4 ou 6, conforme modelo). Radio-shuttle semiautomático Este sistema tem aplicações idênticas às do Push-back, mas com a grande vantagem de se conseguir uma maior profundidade de armazenamento, podendo-se ultrapassar os 40 m. Além disso, em cada canal de uma mesma rua armazena-se uma referência diferente. O empilhador efectua os movimentos da mercadoria desde, ou até à primeira posição, enquanto o Radio-shuttle executa os movimentos internos de forma autónoma. 6 Sistema compacto Radio-shuttle

7 4 Radio-shuttle automático Os equipamentos de manutenção automáticos, transelevadores ou lançadeiras substituem os empilhadores e os operadores que os manuseiam. Com isso, conseguese uma redução considerável dos tempos utilizados em cada operação. O uso de um ou de outro está relacionado com o número de movimentos a efetuar. Radio-shuttle RSA com transelevador Um transelevador encarrega-se de executar os movimentos no corredor estreito, desde as posições de entrada e saída do armazém até um canal de armazenamento de qualquer nível. Radio-shuttle RSA com lançadeira Em vez de um transelevador que atenda a todos os canais de armazenamento de todos os níveis, monta-se uma estrutura que permita o movimento de uma lançadeira que se ocupe de todos os canais desse nível. Desta forma, se a instalação em altura tiver cinco níveis, instalarse-ão cinco lançadeiras. Um ou dois elevadores efectuarão, pela sua parte, os movimentos em altura, estabelecendo a comunicação entre os diferentes níveis. De igual modo, cada lançadeira serve geralmente um só Radio-shuttle e encarregase de efectuar os movimentos, desde os elevadores até às ruas de armazenamento. O número de movimentos obtidos relativamente ao uso de transelevadores multiplicase pelo número de níveis de que o armazém dispõe. Nas páginas seguintes veremos as características de cada sistema Radio-shuttle. 7

8 Características gerais Vantagens dos sistemas de armazenamento compacto com Radio-shuttle As vantagens destes sistemas, comparados com sistemas compactos tradicionais, são as seguintes: Com Radio-shuttle semiautomático - Redução do tempo de carga e descarga das paletes. O Radio-shuttle aproxima a palete até à entrada, de forma que o empilhador não entra na rua de armazenamento. - Maior número de referências armazenadas. Permite o armazenamento de diferentes referências por cada módulo (cada nível, uma referência). - Maior número de paletes em profundidade. Os canais de armazenamento podem ultrapassar os 40 m. - Maior capacidade de armazenamento. Só é necessária uma rua de manobra, independentemente da profundidade dos canais. - Aumento da produção. Apenas com a adição de mais carros aumenta-se o fluxo de entradas e saídas. - Maior capacidade efectiva. A possibilidade de se ter uma mesma referência em vários canais diferentes aumenta a capacidade efectiva. - Diminuição dos danos na estante. Dado que o empilhador não entra na estante, evitam-se batimentos, fricções e eventuais incidentes que poderiam deteriorar a estrutura metálica. - Menor risco de acidentes. Pelo facto de os empilhadores não entrarem na rua e graças ao sistema de construção da estrutura, o risco de acidentes é praticamente inexistente. - Maior rendimento dos operadores. Dado que se elimina a maioria dos percursos dos empilhadores, o operador pode efetuar mais movimentos em menos tempo. 8 Sistema compacto Radio-shuttle

9 Com Radio-shuttle automático e transelevador Às vantagens indicadas no sistema RSM adicionam-se: - Totalmente automático. Suprimem-se os empilhadores e o pessoal que os manuseia. - Maior número de ciclos/ hora. Aumento considerável da produtividade. - Controlo perfeito do stock. O sistema de gestão Easy WMS controla automaticamente todos os movimentos efectuados no armazém. - Maior capacidade. O corredor de trabalho é mais estreito, pelo que se aproveita melhor o espaço disponível e também se alcança uma maior altura. Com Radio-shuttle automático e lançadeira Além de todos os anteriores, o RSA com lançadeira possibilita um aumento significativo dos ciclos/ hora;instala-se em cada nível uma lançadeira que trabalha de forma autónoma, multiplicando o número de operações de entradas e saídas de paletes. 9

10 Radio-shuttle semiautomático (RSM) Armazenamento com Radio-shuttle semiautomático Sistema de armazenamento semiautomático por compactação, que utiliza carros para efectuar, de forma autónoma, os movimentos no interior das estantes, sem que seja necessário que os empilhadores entrem nas ruas de armazenamento. Os empilhadores deixam a carga sobre os carris na entrada do nível e o Radio-shuttle recolhe-a, se ao longo dos mesmos até a deslocandodepositar na sua localização. Diferentes sensores controlam com grande precisão o movimento do Radio-shuttle. O operador do empilhador ordena todos os movimentos de armazenamento e extracção de forma simples, graças a um comando à distância. 10 Sistema compacto Radio-shuttle

11 Na imagem acima, o operador do empilhador deixa o carro Radio-shuttle sobre a estante. Na imagem da esquerda, o operador leva a mercadoria e coloca-a em cima do carro, que se mantém a aguardar na rua. 11

12 Radio-shuttle semiautomático (RSM) Critérios para a escolha de uma distribuição óptima com Radio-shuttle semiautomático Com os carros RSM os canais de armazenamento podem chegar a ter uma profundidade superior aos 40 m, o que implica um aproveitamento máximo do espaço. A distribuição de qualquer armazém é determinada pelas suas dimensões, pelo número de referências, pela forma de operação e pelos fluxos da mercadoria. Tal como acontece com os restantes sistemas por compactação, é importante que haja vários canais para uma mesma referência. Desta forma, obtém-se uma maior capacidade efectiva pelo facto de haver mais canais totalmente cheios. As três soluções que se apresentam em seguida foram aplicadas tomando como base um mesmo armazém. Estas distribuições são um guia para o desenvolvimento da solução mais apropriada para cada necessidade. 1 Solução com um só corredor frontal - É a opção com que se consegue uma maior capacidade de armazenamento, isto é, um maior número de localizações. - A capacidade efectiva será alta sempre que se disponha de vários canais destinados a uma mesma referência. - Aconselhável quando o número de referências for reduzido e existirem muitas paletes por referência. - É óptima para o acesso directo a todos os canais e quando se procura optimizar o percurso dos empilhadores. Solução 1. Armazém com sistema RSM formado por uma única estrutura de estantes com um só acesso. - Dispõe de um único corredor frontal que separa as estantes das zonas de recepção e/ou expedição. - O sistema de funcionamento é LIFO, dado que as paletes entram e saem pelo mesmo lado. 12 Sistema compacto Radio-shuttle

13 2 Solução com um corredor de trabalho e estantes nos dois lados - Quando se instalam estantes nos dois lados de um corredor de trabalho, consegue-se um maior número de canais de armazenamento. - Os canais são menos profundos, o que permite um maior número de canais por referência, ao mesmo tempo que se aumenta a capacidade efectiva. - A distribuição aplicada permite que as entradas sejam efectuadas por um lado do armazém e as saídas pelo lado contrário. Solução 2. Armazém com sistema RSM formado por um corredor de trabalho colocado entre dois blocos de estantes. - O sistema de funcionamento também é LIFO. 3 Solução com dois corredores de acesso, uma entrada e uma saída - Esta solução é muito semelhante à primeira, mas neste caso o armazém funciona como um FIFO: as paletes entram por um lado e saem pelo lado contrário. - Pelo facto de dispor de dois corredores, não se verificam interferências entre os empilhadores que introduzem as paletes e os que as extraem. - Nesta distribuição é necessário carregar as ruas e descarregálas totalmente para se minimizar a relocalização das paletes dentro do canal. Este sistema não substitui uma estante dinâmica de paletes. - Sistema ideal quando o armazém funciona como buffer (armazém temporário de estadia curta e cargas completas). Solução 3. Armazém com sistema RSM formado por dois corredores de acesso. 13

14 Radio-shuttle semiautomático (RSM) Funcionamento PASSO 1 Com o empilhador, introduz-se o Radio-shuttle no nível onde se vai armazenar. PASSO 2 Recorrendo ao empilhador, colocam-se as paletes uma a uma na entrada do nível, apoiando-as nos perfis de carga. PASSO 3 O Radio-shuttle eleva ligeiramente a palete sobre si mesma, para depois se deslocar horizontalmente até chegar à primeira localização livre, onde a depositará. PASSO 4 O Radio-shuttle volta ao início da rua para repetir o movimento com a palete seguinte, e assim sucessivamente, até encher a rua. Antes de se ocupar a última localização, retira-se o Radio-shuttle, pronto para trabalhar noutro nível. Para retirar paletes, o funcionamento é o mesmo, mas em ordem inversa. Comando de radiocontrolo O funcionamento deste sistema compacto semiautomático é controlado através de um comando de radiocontrolo. O operador selecciona o modo de funcionamento do Radio-shuttle apenas com a pressão de um código numérico. Funções básicas 1: Depósito simples: entrada de uma palete 2: Extracção simples: saída de uma palete 3: Depósito contínuo 4: Extracção contínua 10: Arranque ou iniciação 11: Extracção do RSM 12: Reset avaria 13: Cancelamento 14: Paragem do carro 20: Passar ao modo manual 99: Concluir o modo manual 14 Sistema compacto Radio-shuttle

15 Operações permitidas pelo sistema Radio-shuttle Pode-se operar da forma seguinte: Com o sistema LIFO É o sistema de armazenamento mais habitual: a entrada e a saída são efectuadas pelo mesmo lado. Não se devem mover as paletes caso se deseje voltar a encher o nível. Com o sistema FIFO A mercadoria é introduzida por um lado e extraída pela extremidade contrária. É o sistema ideal para funcionar como buffer entre duas zonas ou quando se quer manter uma rotação correcta. Quando não se esvazia a rua na sua totalidade, o mesmo Radio-shuttle relocaliza as paletes aproximando-as das posições de saída, permitindo assim que se voltem a introduzir mercadorias. Controlo Numa mesma instalação podem operar vários carros RSM e cada um deles obedece às ordens que lhe são dadas pelo seu próprio comando. O número de carros pode ser aumentado à medida que as necessidades do armazém vão crescendo. ))))) ))))) ))))) 15

16 Radio-shuttle semiautomático (RSM) 6 Detalhe do sistema de construção. 3 5 Sistema de construção do RSM 2 1 É composto por dois elementos básicos: a estrutura das estantes e o carro motorizado. 4 Componentes da estrutura 1. Pilar 2. Viga 3. Carril 4. Suporte carril exterior 5. Suporte carril interior 6. Batente carril Vista traseira do RSM Vista lateral do RSM 12 Vista frontal do RSM Carro RSM Componentes do carro 7. Rodas 8. Plataforma de elevação 9. Batente 10. LED's de modo de funcionamento 11. Pára-choques de segurança antiagarramento e anti-esmagamento 12. Selector ON/OFF 13. Indicador de estado das baterias 14. Leitor de fim de rua 15. Acesso a baterias 16. Bateria de carga rápida 17. Indicadores de sentido de movimento e avarias 18. Botão de emergência 19. Antena RF 20. Sensores de posição 16 Sistema compacto Radio-shuttle

17 Segurança e controlo O carro Radio-shuttle dispõe de sistemas de segurança avançados de acordo com as regulamentações em vigor. Internamente, tem componentes electrónicos incorporados (PLC, baterias, antena, etc.) que permitem que ele se mova de forma autónoma É o comando à distância que transmite as ordens por radiofrequência ao autómato de controlo de cada carro Radioshuttle. Além dos sistemas básicos de segurança, o Radio-shuttle executa outras tarefas: - Reserva de nível mínimo de bateria. Depois de efectuar um ciclo completo de funcionamento, coloca-se na extremidade do canal para avisar que a bateria está no seu nível mínimo. Entretanto, não atenderá nenhuma nova ordem de movimento. - Localização de espera e recolocação da palete. - Função Home. A plataforma de elevação desce e o carro transfere-se automaticamente para o terminal. Os LED s luminosos avisam sobre o estado das baterias (13) e eventuais avarias, assim como sobre o modo de funcionamento automático em espera ou execução da ordem de trabalho. O botão de emergência (18) pára o carro face a qualquer incidente. 19 Os sensores de posição (20) detectam a posição da palete embarcada e depositada. A antena (19) permite a comunicação por radiofrequência com o comando à distância. Na parte inferior do carro, duas guias garantem o movimento do RSM sobre os garfos do empilhador, evitando qualquer eventual queda Os dispositivos de segurança e batentes evitam eventuais incidentes provocados por uso incorrecto. Os batentes carril (6) impedem a queda do carro do canal enquanto o pára-choques de segurança (11) evita eventuais agarramentos ou esmagamentos. 17

18 Radio-shuttle semiautomático (RSM) Detalhe frontal do carro sobre os carris. Características técnicas Carros Radio-shuttle Modelo Profundidade palete Largura palete Peso máx. RSM RSM / RSM /1.000/ Dimensões em mm e peso em kg. Qualquer um destes modelos pode ser adaptado para temperatura ambiente entre 5 e 45 C, ou então para temperatura a frio entre -30 e 45 C. Dimensões das paletes mm 800 / / mm 950 mm 213 mm Largura entre as vias. Altura do carril. 18 Sistema compacto Radio-shuttle

19 19

20 Radio-shuttle automático (RSA) Armazenamento com Radio-shuttle automático RSA Trata-se de um sistema de armazenamento automático de paletização por compactação, que utiliza um Radio-shuttle (RSA) para efectuar, de forma autónoma, os movimentos no interior das estantes, sem necessidade de os empilhadores entrarem nas ruas de armazenamento. O carro fica integrado no armazém mediante um sistema automático com transelevadores ou lançadeiras de acordo com as necessidades. Secção de um armazém com Radio-shuttle automático servido por um transelevador. 20 Sistema compacto Radio-shuttle

21 Transelevador 1 Sistema Radio-shuttle com transelevador Neste caso é um transelevador que está encarregado de efectuar os movimentos automáticos nos corredores e levar a mercadoria desde as posições de entrada ou saída do armazém até às diferentes ruas. Radio-shuttle Detalhe do berço do transelevador com o Radio-shuttle automático. 2 Sistema Radio-shuttle com lançadeira Existe uma lançadeira por cada nível de armazenamento, que atende todas as ruas desse nível. Neste caso, é a própria lançadeira que se encarrega de efectuar os movimentos automáticos no corredor. Lançadeira com o Radio-shuttle automático. Detalhe do Radio-shuttle sobre a lançadeira. Lançadeira Radio-shuttle 21

22 Radio-shuttle automático (RSA) Critérios para a escolha de RSA com transelevador ou lançadeira Quando se utiliza um sistema Radioshuttle com máquinas automáticas, conseguem-se todas as vantagens da automatização total de um armazém. Tal como já referido, as máquinas mais habituais são os transelevadores ou as lançadeira. A escolha do ideal depende do seguinte: - número de referências, - quantidade de paletes por referência ou lote, - movimentos de entrada, - movimentos de saída. Caso se comparem estas duas imagens onde foram aplicadas as duas soluções, observa-se que a capacidade obtida, quanto ao número de localizações, é praticamente a mesma nas duas instalações. 1 Imagem do armazém com RSA formado por cinco níveis de carga e servido por um transelevador. A diferença fundamental radica no potencial de paletes que uma solução com lançadeiras é capaz de movimentar, face a outra com transelevadores. No caso do armazém apresentado nestas ilustrações, o potencial multiplica-se por cinco. Uma solução intermédia entre as duas mencionadas consistiria em instalar um armazém servido por dois ou três transelevadores. Neste caso, obter-se-iam ruas menos profundas, mas duplicar-se-ia ou triplicar-se-ia o potencial dos movimentos. 2 Imagem do armazém com RSA formado por cinco níveis de carga e uma lançadeira por nível. 22 Sistema compacto Radio-shuttle

23 23

24 Radio-shuttle automático (RSA) 3 Sistema de construção do RSA O Radio-shuttle automático é instalado dentro de uma estrutura de compactação específica. Componentes da estrutura 1. Pilar 2. Viga 3. Carril 4. Suporte carril exterior 5. Embocadura O carro O RSA tem uma electrónica a bordo que permite a execução de operações avançadas de carga e descarga mediante um sistema de controlo Vista frontal Vista traseira Componentes do carro 7. Rodas 8. Plataforma de elevação 9. Selector ON/OFF 10. LED s de modo de funcionamento, bateria e avarias 11. Pára-choques de segurança anti-agarramento e antiesmagamento 12. Antena de comunicação 13. Sensores de fim de curso 14. Conector de libertação Carga do carro A carga das baterias é efectuada automaticamente quando o carro Radio-shuttle está a bordo do transelevador ou lançadeira. 24 Sistema compacto Radio-shuttle

25 25

26 Radio-shuttle automático (RSA) com transelevador Radio-shuttle RSA com transelevador Geralmente instalam-se dois blocos de estantes de armazenamento por compactação, um em cada lado do corredor de trabalho, que costumam ter uma largura inferior a mm. O transelevador automático circula pelo corredor, transportando as paletes entre os pontos de entrada e saída do armazém e a entrada de cada canal de armazenamento. O Radio-shuttle encarrega-se de mover as paletes desde o berço do transelevador até à sua localização no canal de armazenamento. Os pontos de entrada e saída do armazém situam-se em lugares estratégicos para se optimizarem os movimentos, de forma que estejam o mais perto possível das zonas de trabalho (recepção, produção, expedição, etc.). Costumam ser transportadores de rolos e correias com os elementos de controlo e gabarito necessários. Detalhe do posto de gabarito e inspecção. Detalhe de um berço com carro. 26 Sistema compacto Radio-shuttle

27 Funcionamento PASSO 1 O Radio-shuttle assenta sobre o berço do transelevador em repouso, a aguardar a chegada de uma palete proveniente do controlo de gabarito. PASSO 2 Quando o transportador de entradas dá o sinal de presença de uma palete, o transelevador apanha-a mediante as correias instaladas no berço e desloca-se até ao canal atribuído. PASSO 3 O Radio-shuttle levanta ligeiramente a palete e introduz-se no canal de armazenamento. Em seguida, desloca-se juntamente com a palete pelo carril até chegar à localização livre mais profunda. Faz descer a palete e apoia-a na parte superior do mesmo carril. PASSO 4 Se não houver mais paletes para entrar ou a seguinte se destinar a um canal diferente, o transelevador aguarda que o Radio-shuttle termine a ordem e suba automaticamente no seu berço. Os dois elementos aguardam nessa posição até receberem a ordem seguinte. É no momento em que o transelevador está em movimento que as baterias do Radio-shuttle automático se carregam. As operações de saídas são as mesmas, mas em ordem inversa. 27

28 Radio-shuttle automático (RSA) com transelevador Elementos básicos de um armazém RSA com transelevador Na imagem desta página notam-se os elementos mais habituais que integram um armazém RSA com transelevador. Observam-se dois blocos de estantes de armazenamento por compactação, servidos por um transelevador e um sistema de transportadores de entrada e saída de mercadorias. Antes de entrarem no armazém, as paletes passam por um posto de inspecção automático que controla as suas dimensões totais com carga mediante um gabarito e, simultaneamente, verifica o estado dos tacos e patins da própria palete. Com isto conseguem-se eliminar eventuais incidentes nos movimentos no interior do armazém e rupturas das paletes Componentes básicos 1. Estantes com canais de armazenamento 2. Transelevador 3. Radio-shuttle RSA 4. Transportador de entrada com controlo de gabarito 5. Transportador de saída 6. Guia inferior para o transelevador 7. Guia superior para o transelevador 8. Cerca de segurança 9. Armários e equipamentos de controlo e potência 28 Sistema compacto Radio-shuttle

29 29

30 Radio-shuttle automático (RSA) com transelevador Os transelevadores Qualquer transelevador da gama monocoluna (MT) ou bicoluna (MTB) pode ter um berço específico para Radio-shuttle. Este berço incorpora correias que facilitam a entrada e saída do Radio-shuttle. A altura de armazenamento pode ultrapassar os 40 m em função das possibilidades de construção e do número de ciclos necessários. O Easy WMS, o software de gestão de armazéns da Mecalux, governa todo o funcionamento automático e a gestão das paletes de qualquer tipo de transelevador. De igual modo, encarrega-se da operação completa do armazém pelo facto de estar integrado nos sistemas informáticos do cliente. Transelevador monocoluna MT com berço para RSA. Detalhe do berço de um transelevador monocoluna para RSA. Detalhe do berço de um transelevador bicoluna para RSA. Transelevador bicoluma (MTB) com berço para RSA. 30 Sistema compacto Radio-shuttle

31 LGV, a alternativa aos transelevadores Outra solução alternativa aos transelevadores é a utilização de empilhadores automáticos LGV. Estes efectuam os movimentos desde os diferentes pontos de produção ou cais até aos canais de armazenamento, onde depositam as paletes sobre o RSA. É um sistema óptimo quando há poucos movimentos, alturas inferiores a 8 m e diferentes estações de carga e descarga de paletes. 31

32 Radio-shuttle automático (RSA) com lançadeira Radio-shuttle RSA com lançadeira É o sistema de armazenamento por compactação mais eficiente quando se requer a combinação de uma alta capacidade com um elevado número de movimentos. Costumam-se instalar dois blocos de estantes de armazenamento por compactação em cada corredor de trabalho, um de cada lado, tal como no caso dos transelevadores. Em cada nível desse corredor e, coincidindo com a altura dos níveis de armazenamento, coloca-se uma estrutura em forma de passagem com carris-guia sobre os quais se deslocam as lançadeiras. As lançadeiras são carros que dispõem de um berço específico para Radio-shuttle com correias de arrasto para paletes. Estas efectuam movimentos na horizontal desde os transportadores de entrada ou saída, situados nesse nível, até à entrada dos canais de armazenamento. Em pontos estratégicos podemse instalar elevadores de paletes que estabeleçam a comunicação dos diferentes pisos com o nível de entradas e saídas no/do armazém. Estes elevadores encarregam-se de fazer subir ou descer as paletes e, quando é necessário, os Radioshuttles. Complementam-se com dois transportadores de acumulação por piso. Nos transportadores principais de entrada colocam-se controlos de gabarito e patins de paletes para se minimizarem os incidentes. Os transportadores de saída conduzem as paletes para a zona de expedições ou zona de pré-cargas, onde se mantêm a aguardar até que o respectivo camião seja carregado. Pormenor de uma lançadeira à espera da chegada da palete. 32 Sistema compacto Radio-shuttle

33 Funcionamento PASSO 1 A palete entra no armazém, passando primeiramente pelo controlo de gabarito e patins. PASSO 2 Um elevador faz subir a palete até ao nível onde o canal atribuído se encontra e transfere-a para um transportador de acumulação. A análise das necessidades determina o número de elementos de que cada instalação necessita e a distribuição dos mesmos. Entre outros factores, tem-se em conta o número de referências, a quantidade de paletes e os movimentos que o sistema requer. De igual modo, toda a gestão e o controlo automático, com os critérios de funcionamento, localização, atribuição, preparação, etc., são efectuados mediante o software de gestão de armazéns Easy WMS. PASSO 3 A lançadeira com o Radioshuttle apanha a palete e desliza até à entrada do canal de armazenamento. PASSO 4 O Radio-shuttle eleva ligeiramente a palete e introduz-se no canal onde se desloca através dos carris até à posição livre mais profunda. Em seguida, deposita a palete, pousando-a sobre os mesmos carris. PASSO 5 Depois da última operação efectuada num mesmo canal de armazenamento, o Radio-shuttle introduz-se no berço da lançadeira a aguardar a recepção de uma nova ordem. É no momento em que a lançadeira está em movimento que as baterias do Radio-shuttle automático se carregam. As operações de saída são semelhantes, mas em ordem inversa. 33

34 Radio-shuttle automático (RSA) com lançadeira 2 Elementos básicos de um armazém RSA com lançadeira A imagem apresenta os elementos mais comuns de um armazém RSA com lançadeira. Entre eles distinguem-se dois blocos de estantes de sete níveis de armazenamento com um só corredor. Em cada nível localiza-se uma única lançadeira encarregue de movimentar as paletes. Além disso, expõe-se um sistema de transportadores que permite a entrada e a saída de mercadorias do armazém. 1. Estantes com canais de armazenamento 2. Elevador 3. Lançadeira 4. Estrutura e carris 5. Piso de manutenção 6. Plataforma de comunicação 7. Transportador de entrada 8. Transportador de saída 9. Controlo de gabarito 10. Equipamentos de controlo, potência e gestão 11. Gradeamento de segurança 12. Escada de manutenção Detalhe do piso de manutenção. A lançadeira move-se em linha recta ao longo do piso de manutenção para aceder aos diversos canais de um mesmo nível Sistema compacto Radio-shuttle

35 6 Lançadeira (3) É um transportador de paletes não contínuo, que circula sobre carris em linha recta, transportando a mercadoria de um ponto do armazém para o outro. Por sua vez, incorpora outro elemento de transporte a bordo onde se localiza o carro Radio-shuttle Elevador (2) Trata-se de um sistema de transporte que se encarrega de deslocar a carga a diferentes níveis de altura, possibilitando a circulação vertical. 35

Radio-shuttle. Armazenagem compacta semiautomática e automática

Radio-shuttle. Armazenagem compacta semiautomática e automática Radio-shuttle Armazenagem compacta semiautomática e automática Armazenagem compacta semiautomática e automática Os processos relacionados com a armazenagem tornaramse um elemento estratégico dentro da

Leia mais

Pallet Shuttle. Armazenamento compacto semiautomático e automático

Pallet Shuttle. Armazenamento compacto semiautomático e automático Pallet Shuttle Armazenamento compacto semiautomático e automático Armazenamento compacto semiautomático e automático Os processos relacionados com o armazenamento tornaram- -se um elemento estratégico

Leia mais

Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada nível

Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada nível Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada nível Características gerais do sistema Push-back Sistema de armazenagem

Leia mais

RADIO-SHUTTLE Armazenamento compacto semi-automático

RADIO-SHUTTLE Armazenamento compacto semi-automático RADIO-SHUTTLE Armazenamento compacto semi-automático Sistema de armazenamento semi-automático de paletização compacta que utiliza carros para realizar os movimentos internos dentro das estantes de forma

Leia mais

Estantes para paletização dinâmica por força da gravidade

Estantes para paletização dinâmica por força da gravidade Estantes para paletização dinâmica por força da gravidade Ótima rotação dos produtos graças à movimentação da carga Características do sistema de paletização dinâmica As estantes dinâmicas para a armazenagem

Leia mais

Soluções de armazenagem

Soluções de armazenagem Soluções de armazenagem Seja qual for o seu produto, temos a solução ideal para o armazenar 50 anos a oferecer soluções de armazenagem 3 Presença em mais de 70 países 3 11 centros de produção 3 4 centros

Leia mais

Radio-Shuttle. Armazenamento compacto semi-automático.

Radio-Shuttle. Armazenamento compacto semi-automático. Radio-Shuttle Armazenamento compacto semi-automático. Características gerais É um sistema de armazenagem semi-automático de paletização compacta que utiliza carros elétricos para fazer os movimentos internos

Leia mais

Estantes sobre bases móveis Movirack Armazenamento de alta densidade em estantes móveis

Estantes sobre bases móveis Movirack Armazenamento de alta densidade em estantes móveis Estantes sobre bases móveis Movirack Armazenamento de alta densidade em estantes móveis Características gerais do sistema Movirack Com o Movirack é possível compactar as estantes e aumentar consideravelmente

Leia mais

Push-back é um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível.

Push-back é um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível. Push-back Push-back é um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível. Características gerais do sistema Push-back As estantes Push-back

Leia mais

Soluções de armazenagem

Soluções de armazenagem Soluções de armazenagem Seja qual for seu produto, conhecemos a melhor solução para armazená-lo A Mecalux oferece soluções de armazenagem Experiência de mais de 50 anos Presença em mais de 70 países 11

Leia mais

RADIO-SHUTTLE Armazenagem compacta semi-automática

RADIO-SHUTTLE Armazenagem compacta semi-automática RADIO-SHUTTLE Armazenagem compacta semi-automática É um sistema de armazenagem semi-automático de paletização compacta que utiliza carrinhos para fazer os movimentos internos dentro das estantes de forma

Leia mais

Estantes para Push-back. Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada canal

Estantes para Push-back. Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada canal Estantes para Push-back Sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidades por cada canal Características gerais do sistema Push-back As estantes Push-back

Leia mais

Estantes paletização dinâmica. Ótima rotação dos produtos graças à movimentação da carga

Estantes paletização dinâmica. Ótima rotação dos produtos graças à movimentação da carga Estantes paletização dinâmica Ótima rotação dos produtos graças à movimentação da carga Características do sistema de paletização dinâmica As estantes dinâmicas para a armazenagem de produtos em paletes

Leia mais

Soluções de armazenagem. Seja qual for o seu produto, temos a solução ideal para o armazenar

Soluções de armazenagem. Seja qual for o seu produto, temos a solução ideal para o armazenar Soluções de armazenagem Seja qual for o seu produto, temos a solução ideal para o armazenar Software gestão armazéns Durante mais de 50 anos o Grupo Mecalux tem vindo a oferecer ao mercado soluções de

Leia mais

Estantes para paletização Push-back

Estantes para paletização Push-back Estantes para paletização Push-back PALETIZAÇÃO PUSH-BACK As estantes Push-back são um sistema de armazenagem por acumulação que permite armazenar até quatro paletes em profundidade, por cada nível. Todas

Leia mais

Estantes para paletização compacta Armazenagem por acumulação: grande aproveitamento do espaço disponível

Estantes para paletização compacta Armazenagem por acumulação: grande aproveitamento do espaço disponível Estantes para paletização compacta Armazenagem por acumulação: grande aproveitamento do espaço disponível Características gerais do sistema compacto O sistema de paletização compacta foi desenhado para

Leia mais

Estantes para picking dinâmico

Estantes para picking dinâmico Estantes para picking dinâmico PICKING DINÂMICO As estantes de picking dinâmico são formadas por plataformas ligeiramente inclinadas de roletes e rolos, nas quais se deposita a mercadoria num extremo.

Leia mais

COMO CONSEGUIR QUE O SEU ARMAZÉM RENTÁVEL SEJA. Warehouse Management System Software

COMO CONSEGUIR QUE O SEU ARMAZÉM RENTÁVEL SEJA. Warehouse Management System Software COMO CONSEGUIR QUE O SEU ARMAZÉM RENTÁVEL SEJA Warehouse Management System Software O seu armazém deve ser: produtivo, com movimentos eficazes, com o stock otimizado, com o espaço aproveitado, sem erros,

Leia mais

Armazéns automáticos para caixas

Armazéns automáticos para caixas Armazéns automáticos para caixas ARMAZÉNS AUTOMÁTICOS PARA CAIXAS É o sistema óptimo de manipulação de caixas para picking, seguindo o conceito de produto ao Homem. O armazém automático para caixas Miniload

Leia mais

COMO CONSEGUIR QUE O SEU ARMAZÉM RENTÁVEL SEJA. Warehouse Management System. Software Solutions

COMO CONSEGUIR QUE O SEU ARMAZÉM RENTÁVEL SEJA. Warehouse Management System. Software Solutions COMO CONSEGUIR QUE O SEU ARMAZÉM RENTÁVEL SEJA Warehouse Management System Software Solutions Porque é que um SGA pode tornar o seu armazém seja rentável? Com a instalação de um Software de Gestão de Armazéns

Leia mais

Armazém rotativo horizontal

Armazém rotativo horizontal Armazém rotativo horizontal O armazém rotativo horizontal Mecalux Spinblock é um sistema de armazenamento automatizado, baseado na interacção humana segundo o princípio denominado produto a homem. É indicado

Leia mais

Miniload. Armazéns automáticos para caixas

Miniload. Armazéns automáticos para caixas Miniload Armazéns automáticos para caixas Armazéns automáticos para caixas Os processos relacionados à armazenagem tornaram-se um elemento estratégico na gestão da cadeia de fornecimento e, por tanto,

Leia mais

Estantes sobre bases móveis Movirack. Armazenagem de alta densidade sobre estantes móveis

Estantes sobre bases móveis Movirack. Armazenagem de alta densidade sobre estantes móveis Estantes sobre bases móveis Movirack Armazenagem de alta densidade sobre estantes móveis Características gerais do sistema Movirack Com o Movirack é possível compactar as estantes e aumentar consideravelmente

Leia mais

750,48. Shop 870,08 1.407,62 704,67 763,00. www.mecalux.com.br/shop

750,48. Shop 870,08 1.407,62 704,67 763,00. www.mecalux.com.br/shop Shop REF.: MC-219 750,48 REF.: MPP-15346 870,08 REF.: Nmc-1169 1.407,62 REF.: RGA-7700B 704,67 REF.: RGA-9078P 763,00 0800 770 6870 www.mecalux.com.br/shop Ligue agora e dentro de 12 dias úteis seu pedido

Leia mais

Estantes para paletização

Estantes para paletização Estantes para paletização Soluções de armazenagem Estantes para paletização Máxima segurança Todos os produtos estão calculados de acordo com a norma europeia FEM e a americana RMI e adaptados às normas

Leia mais

Como gerir um armazém e ganhar eficácia

Como gerir um armazém e ganhar eficácia wm Warehouse Management System Software recepção armazenagem inventário expedição Como gerir um armazém e ganhar eficácia Como administrar um armazém com wm wm Recepções Processos para a entrada de mercadorias

Leia mais

Soluções de armazenagem

Soluções de armazenagem Soluções de armazenagem Uma solução para cada necessidade de armazenagem Cargas paletizadas Estantes para paletização convencional 3 Solução adequada para armazéns com mercadoria paletizada e grande variedade

Leia mais

Estantes para paletização compacta. Armazenagem por acumulação: grande aproveitamento do espaço disponível

Estantes para paletização compacta. Armazenagem por acumulação: grande aproveitamento do espaço disponível Estantes para paletização compacta Armazenagem por acumulação: grande aproveitamento do espaço disponível Características gerais do sistema compacto O sistema de paletização compacta foi desenhado para

Leia mais

Estantes para Picking com passarelas

Estantes para Picking com passarelas Estantes para Picking com passarelas PICKING COM PASSARELAS A importância que tem o máximo aproveitamento do espaço dos armazéns requer soluções que permitam aceder aos níveis mais altos. Uma destas soluções

Leia mais

Estantes para paletização compacta

Estantes para paletização compacta Estantes para paletização compacta 2 PALETIZAÇÃO COMPACTA O sistema de paletização compacta foi desenhado para a armazenagem de produtos homogéneos, com uma grande quantidade de paletes por referência.

Leia mais

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s Mezaninos Os mezaninos permitem aproveitar ao máximo a altura útil de um local, duplicando ou triplicando sua superfície e acondicionando-a como área de armazenagem, vestuário, escritórios, etc. A instalação

Leia mais

Simplos. Estantes para cargas ligeiras

Simplos. Estantes para cargas ligeiras Simplos Estantes para cargas ligeiras Estantes Simplos Estantes Simplos O sistema de armazenagem Simplos proporciona a melhor solução às mais diversas necessidades de armazenagem de cargas médias e ligeiras,

Leia mais

Block Plus sistema convencional

Block Plus sistema convencional SOLUÇÕES DE ARMAZENAGEM Block Plus sistema convencional Block Plus sistema convencional estantes convencionais Trata-se do sistema de armazenagem mais comum e generalizado, adequado para armazenagem dedicada

Leia mais

Empilhador de armazenagem tridireccional ETX 513/515. Capacidade de carga de 1250/1500 kg.

Empilhador de armazenagem tridireccional ETX 513/515. Capacidade de carga de 1250/1500 kg. Empilhador de armazenagem tridireccional ETX 513/515. Capacidade de carga de 1250/1500 kg. ETX 513 com garfos telescópicos (opcional) Capacidade de carga 1250 kg Elevação máxima 10 000 mm ETX 515 com garfos

Leia mais

Este sistema de transporte procura a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manuseamento das

Este sistema de transporte procura a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manuseamento das Este sistema de transporte procura a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manuseamento das unidades de carga. Trata-se de um conjunto de elementos

Leia mais

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos de pisos, sistemas construtivos, etc. - M o n t a g e m r á p i d a, s i m p l e s Mezaninos Os mezaninos permitem aproveitar ao máximo a altura útil de um local, duplicando ou triplicando sua superfície e acondicionando-a como área de armazenagem, vestuário, escritórios, etc. A instalação

Leia mais

Armazém vertical automático. Clasimat

Armazém vertical automático. Clasimat Armazém vertical automático Clasimat Sistema de armazenagem vertical Clasimat Clasimat é um novo sistema automático de armazenagem vertical, constituído por uma estrutura portante na qual a entrada e a

Leia mais

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos. - Montagem rápida, fácil. construção, etc. permite

Vantagens. - A grande variedade de medidas, tipos. - Montagem rápida, fácil. construção, etc. permite Plataformas Estas plataformas aproveitam ao máximo a altura útil de um local, duplicando ou triplicando a sua superfície e acondicionando-a como zona de armazenagem, vestiários, escritórios, etc. A instalação

Leia mais

Como administrar um armazém ganhando eficácia

Como administrar um armazém ganhando eficácia wm Warehouse Management System Software Como administrar um armazém ganhando eficácia Como administrar um armazém com wm wm Recebimentos Processos para a entrada de mercadorias e produtos no armazém. Armazenagem

Leia mais

Este sistema de transporte busca a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manipulação das

Este sistema de transporte busca a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manipulação das Este sistema de transporte busca a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manipulação das unidades de carga. Trata-se de um conjunto de elementos

Leia mais

SOLUÇÕES DE ARMAZENAGEM

SOLUÇÕES DE ARMAZENAGEM SOLUÇÕES DE ARMAZENAGEM O GRUPO MECALUX O GRUPO MECALUX A segunda maior empresa do setor a nível mundial. Faturamento EUR 531,1 milhões em 2006. Vendas em mais de 70 países de todo o mundo. Posição dominante

Leia mais

Elevador para Cabinas Elevador para Cabinas / Montacarga Elevador para Paletes Elevador Contínuo / Elevador para Pequenos Volumes

Elevador para Cabinas Elevador para Cabinas / Montacarga Elevador para Paletes Elevador Contínuo / Elevador para Pequenos Volumes Forma Construtiva dos Transelevadores Modo de Funcionamento dos Transelevadores Sistemas de Transferência Transelevadores para Armazém Autoportante Transelevadores para Armazém Autoportante Climatizado

Leia mais

Como automatizar o seu armazém de forma rápida e econômica

Como automatizar o seu armazém de forma rápida e econômica Como automatizar o seu armazém de forma rápida e econômica Transelevador trilateral automático >> >> >> Solução ideal para automatizar estantes convencionais até 15 m de altura. Sem modificar a estrutura

Leia mais

DESIGN INTELIGENTE PARA ARMAZENAGEM

DESIGN INTELIGENTE PARA ARMAZENAGEM DESIGN INTELIGENTE PARA ARMAZENAGEM A EMPRESA NOSSAS SOLUÇÕES PARA ARMAZENAGEM 25 DE AGOSTO DE 1969 Dar continuidade ao legado do pai, exímio ferreiro e artesão. Esse foi o sonho que impulsionou os irmãos

Leia mais

SPOT BATTERY EXCHANGER

SPOT BATTERY EXCHANGER SPOT BATTERY ECHANGER SBE RACK V0.3 Manual de Instruções SPOT JET Serviços de Manutenção Industrial, Sociedade Unipessoal, Lda. Rua D. Luís de Noronha 22, 4 Dto. 1050-072 Lisboa Portugal Tel / Fax. (+351)

Leia mais

Soluções de software para os processos de intralogística

Soluções de software para os processos de intralogística Software Solution Soluções de software para os processos de intralogística Desde soluções simples e flexíveis até à complexa gestão de stocks: JMIF, Kardex Drive, Power Pick Global Software Solution Warehouse

Leia mais

Plataformas Elevador de Escada V64 Escadas a direito V65 Escadas com curva(s)

Plataformas Elevador de Escada V64 Escadas a direito V65 Escadas com curva(s) A c e s s i b i l i d a d e U m a s o l u ç ã o p a r a t o d a s a s b a r r e i r a s Plataformas Elevador de Escada V64 Escadas a direito V65 Escadas com curva(s) V64 Acessibilidade em espaços públicos

Leia mais

Armazém vertical automático

Armazém vertical automático Armazém vertical automático Sistema de armazenagem vertical Clasimat é um novo sistema automático de armazenagem vertical, constituído por uma estrutura portante na qual a entrada e a saída das mercadorias

Leia mais

Reboques para comboios logísticos. Soluções completas para utilização no interior e no exterior.

Reboques para comboios logísticos. Soluções completas para utilização no interior e no exterior. Reboques para comboios logísticos Soluções completas para utilização no interior e no exterior. Soluções de transporte desde a recepção dos produtos até à área de distribuição/produção. Com capacidades

Leia mais

SPOT BATTERY EXCHANGER

SPOT BATTERY EXCHANGER SPOT BATTERY ECHANGER SBE RACK V2.0 V2.0 MANUAL DE INSTRUÇÕES A DOERS é propriedade da: SPOT JET Serviços de Manutenção Industrial, Sociedade Unipessoal, Lda. Rua D. Luís de Noronha 22, 4º Dto. 1050-072

Leia mais

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos

Gestão do armazém: organização do espaço, artigos, documentos 1 1 2 A gestão do armazém está directamente relacionada com o processo de transferência de produtos para os clientes finais, e têm em conta aspectos como a mão-de-obra, o espaço, as condições do armazém

Leia mais

M3 Estantes para picking

M3 Estantes para picking M3 Estantes para picking PICKING M3 PARA CARGA MÉDIA E LIGEIRA Sistema básico de armazenagem manual e arquivo destinado à carga média e ligeira. Graças à combinação dos diferentes componentes, pode oferecer

Leia mais

Estantes para picking

Estantes para picking M7 Estantes para picking Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar produtos de carga média e grande.

Leia mais

www.endal.pt SISTEMAS GLOBAIS DE ARMAZENAGEM Sistemas Globais de Armazenagem Paletização Convencional

www.endal.pt SISTEMAS GLOBAIS DE ARMAZENAGEM Sistemas Globais de Armazenagem Paletização Convencional SISTEMAS GLOBAIS DE ARMAZENAGEM Sistemas Globais de Armazenagem Paletização Convencional Armazenagem Compacta Drive-ln Drive-Through Dinâmica por Gravidade Armazenagem Climatizada Picking Estantes Deslizantes

Leia mais

Capítulo 11. Apresentação de simuladores visuais e interactivos desenvolvidos com o Microsoft Visual C++

Capítulo 11. Apresentação de simuladores visuais e interactivos desenvolvidos com o Microsoft Visual C++ Capítulo 11 Alguns simuladores orientados a objectos Apresentação de simuladores visuais e interactivos desenvolvidos com o Microsoft Visual C++ 11. Alguns simuladores orientados a objectos Apesar de existir

Leia mais

Sistema de Gestão de Armazéns por Rádio Frequência

Sistema de Gestão de Armazéns por Rádio Frequência Sistema de Gestão de Armazéns por Rádio Frequência problema Má organização do espaço físico Mercadoria estagnada Tempos de resposta longos Expedições incorrectas Ausência de rastreabilidade Informação

Leia mais

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém

PHC Logística CS. A gestão total da logística de armazém PHC Logística CS A gestão total da logística de armazém A solução para diminuir os custos de armazém, melhorar o aprovisionamento, racionalizar o espaço físico e automatizar o processo de expedição. BUSINESS

Leia mais

SPOT BATTERY EXCHANGER

SPOT BATTERY EXCHANGER SPOT BATTERY ECHANGER SBE PICKER V1.0 V1.0 Manual de Instruções SPOT JET Serviços de Manutenção Industrial, Sociedade Unipessoal, Lda. Rua D. Luís de Noronha 22, 4 Dto. 1050-072 Lisboa Portugal Tel / Fax.

Leia mais

Rev.1 18.01.2013. Racks Paletização KD

Rev.1 18.01.2013. Racks Paletização KD 18.01.2013 Racks Paletização KD O sistema de armazenagem KD de cargas médias e pesadas representa a melhor solução para armazéns em que é necessária uma correta armazenagem para produtos paletizados com

Leia mais

3. PLANEAMENTO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1)

3. PLANEAMENTO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1) 3. PLANEAMENTO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1) Neste ponto, são abordados os módulos de planeamento da produção do software BaaN. Este software dispõe dos seguintes três módulos complementares de planeamento: MPS

Leia mais

M7 Estantes para picking

M7 Estantes para picking M7 Estantes para picking 2 PICKING M7 PARA CARGA MÉDIA E GRANDE Sistema de armazenagem de produtos para picking manual que segue o princípio homem a produto. Principais vantagens: - Possibilidade de armazenar

Leia mais

SPOT BATTERY EXCHANGER

SPOT BATTERY EXCHANGER SPOT BATTERY ECHANGER SBE FOOT V1.0 MANUAL DE INSTRUÇÕES SPOT JET Serviços de Manutenção Industrial, Sociedade Unipessoal, Lda. Rua D. Luís de Noronha 22, 4 Dto. 1050-072 Lisboa Portugal Tel / Fax. (+351)

Leia mais

Soluções logísticas avançadas para câmaras frigoríficas

Soluções logísticas avançadas para câmaras frigoríficas Soluções logísticas avançadas para câmaras frigoríficas No setor logístico do frio, as soluções avançadas ou automáticas de armazenamento e manipulação de mercadoria ganham cada vez mais força, já que

Leia mais

O sistema de pesagem dinâmica homologado

O sistema de pesagem dinâmica homologado Pesagem Dinâmica O sistema de pesagem dinâmica homologado O mais potente e completo sistema de pesagem dinâmico do mercado. Legalmente homologado para venda. Instrumentação de bordo helper21 Atenção aos

Leia mais

06 EasyWMS, sistema informático de gestão 08 paletização convencional 10 paletização compacta (Drive-in) 12 paletização dinâmica por gravidade

06 EasyWMS, sistema informático de gestão 08 paletização convencional 10 paletização compacta (Drive-in) 12 paletização dinâmica por gravidade Sumário 06 EasyWMS, sistema informático de gestão órgão integrador dos sistemas de armazenamento e distribuição. 08 paletização convencional o sistema mais universal para o acesso directo e unitário a

Leia mais

PORTA-PALETES PARA APLICAÇÕES ESPECÍFICAS

PORTA-PALETES PARA APLICAÇÕES ESPECÍFICAS Porta-Paletes Manuais Porta-Paletes Elétricos Porta-Paletes de Tesoura Porta-Paletes em Inox Porta-Paletes com Balança Porta-Paletes TODO-O-TERRENO Porta-Paletes Aplicações Específicas Compre Produtos

Leia mais

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns WMS Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Informática Aplicada a Logística Profº Breno Amorimsexta-feira, 11 de setembro de 2009 Agenda

Leia mais

Armazém Planear a construção

Armazém Planear a construção Planear a construção Surgem muitas vezes problemas associados às infra-estruturas dos armazéns, como por exemplo, a falta de espaço para as existências, para a movimentação nos corredores e áreas externas,

Leia mais

Velis, Estilo e design italiano

Velis, Estilo e design italiano VELIS MAIO 2015 1 Velis, Estilo e design italiano Um novo conceito de termoacumulador num perfeito estilo italiano. Super Fino A Ariston encontrou o equilíbrio perfeito entre dimensões compactas, eficiência

Leia mais

Estantes para paletização convencional. O sistema mais universal para o acesso direto e unitário a cada palete

Estantes para paletização convencional. O sistema mais universal para o acesso direto e unitário a cada palete Estantes para paletização convencional O sistema mais universal para o acesso direto e unitário a cada palete Características gerais do sistema convencional O sistema convencional de estantes para paletização

Leia mais

LOGÍSTICA EMPRESARIAL

LOGÍSTICA EMPRESARIAL LOGÍSTICA EMPRESARIAL FORNECEDORES Erros de compras são dispendiosos Canais de distribuição * Compra direta - Vendedores em tempo integral - Representantes dos fabricantes Compras em distribuidores Localização

Leia mais

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Tópicos Abordados: 1. Porta Paletes Seletivo (convencional): 2. Drive-in / Drive-thru Objetivo: Esta apostila tem como principal objetivo ampliar o conhecimento

Leia mais

Alsipercha Sistema antiquedas

Alsipercha Sistema antiquedas Alsipercha Sistema antiquedas ALSINA Missão do Grupo Alsina "Oferecer soluções para estruturas de betão que ajudem os nossos clientes a melhorar a eficácia e a segurança nos seus projetos, através de um

Leia mais

Software de Gestão Central GEONAUT

Software de Gestão Central GEONAUT Software de Gestão Central GEONAUT Acesso em tempo real na Web A autentificação do utilizador (user e password) conduz a uma interface personalizada, onde a disposição das funcionalidades e informação,

Leia mais

COMPACTO E ELEGANTE. Topo decorativo ETAP

COMPACTO E ELEGANTE. Topo decorativo ETAP K1 COMPACTO E ELEGANTE 2 K1 ETAP O design elegante e compacto da K1 pode ser aplicado nos mais variados tipos de interiores. Inclui uma série abrangente de luminárias com diversas fontes de iluminação

Leia mais

ESQUENTADORES SENSOR GREEN

ESQUENTADORES SENSOR GREEN ESQUENTADORES SENSOR GREEN SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice A eficiência na produção de água quente em grandes quantidades 03 Aplicações e Utilizações 05 Benefícios para o Instalador 06 Líder em Tecnologia

Leia mais

4. CONTROLO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1)

4. CONTROLO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1) 4. CONTROLO DA PRODUÇÃO (NÍVEL 1) No módulo SFC - Shop Floor Control é controlada a execução das ordens de fabrico. Através das sessões deste módulo, o responsável pelo fabrico pode introduzir novas ordens

Leia mais

Como posso gerir todas as funções do software de automação num único ambiente de engenharia?

Como posso gerir todas as funções do software de automação num único ambiente de engenharia? Como posso gerir todas as funções do software de automação num único ambiente de engenharia? Para obter mais informações, consulte-nos: www.siemens.com/tia-portal Catálogo online: www.siemens.com/industrymall/pt

Leia mais

A Mecalux oferece um sistema de transporte contínuo escalável de acordo com as necessidades de crescimento previstas pelos seus utilizadores.

A Mecalux oferece um sistema de transporte contínuo escalável de acordo com as necessidades de crescimento previstas pelos seus utilizadores. O transporte de cargas ligeiras combina-se habitualmente com exigências elevadas de funcionalidade e frequência que apenas se podem alcançar com uma perfeita integração de todos e cada um dos componentes

Leia mais

Contextualização 01/03/2013. Movimentação de Materiais. Movimentação de Materiais. Movimentação de Materiais. Movimentação de Materiais

Contextualização 01/03/2013. Movimentação de Materiais. Movimentação de Materiais. Movimentação de Materiais. Movimentação de Materiais Contextualização A transformação da matéria-prima em produto acabado requer que pelo menos um dos três elementos básicos de produção (trabalhador, máquina e material) seja movimentado. Para a maioria dos

Leia mais

Layouts Balanceamento de Linhas. Maria Antónia Carravilla

Layouts Balanceamento de Linhas. Maria Antónia Carravilla Layouts Balanceamento de Linhas Maria Antónia Carravilla Abril 1998 1. Layouts... 1 1.1 Definição, tipos de layouts... 1 1.1.1 Definição... 1 1.1.2 Factores determinantes para a construção de um layout...

Leia mais

Índice. 1 Sistema DaisaTest. 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest. 3. Elementos de um Sistema DaisaTest

Índice. 1 Sistema DaisaTest. 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest. 3. Elementos de um Sistema DaisaTest 1 Sistema DaisaTest Índice 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest 3. Elementos de um Sistema DaisaTest 3.1 Instalação e guia para a cablagem 3.2 Luminárias de emergência

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO APOIO À DISTRIBUIÇÃO URBANA. José Lourenço

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO APOIO À DISTRIBUIÇÃO URBANA. José Lourenço SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NO APOIO À DISTRIBUIÇÃO URBANA José Lourenço Apresentação TEIA Angola TEIA - Tecnologias de Informação de Angola, Lda (Desde 2008) Implementação e manutenção de soluções próprias

Leia mais

CDP. Desumidificação de ar para piscinas

CDP. Desumidificação de ar para piscinas CDP Desumidificação de ar para piscinas Desumidificação eficiente para ambientes agressivos Em piscinas, spas, zonas de chuveiros a ginásios onde a humidade relativa é elevada e as condensações podem reduzir

Leia mais

Estantes para paletização convencional

Estantes para paletização convencional Estantes para paletização convencional PALETIZAÇÃO CONVENCIONAL O sistema convencional de estantes para paletização da Mecalux representa a melhor resposta para os armazéns em que é necessário armazenar

Leia mais

MODELO 827 CARACTERÍSTICAS. Controlador Trunking

MODELO 827 CARACTERÍSTICAS. Controlador Trunking MODELO 827 Controlador Trunking CARACTERÍSTICAS Obedece completamente ao Standard MPT1327/1343 e é compatível com os radiotelefones MPT1352/1327. Tem estrutura modular e o seu sistema de controlo com informação

Leia mais

PHC Logística BENEFÍCIOS. _Redução de custos operacionais. _Inventariação mais correcta

PHC Logística BENEFÍCIOS. _Redução de custos operacionais. _Inventariação mais correcta PHCLogística DESCRITIVO O módulo PHC Logística permite fazer o tracking total de uma mercadoria: desde a sua recepção, passando pelo seu armazenamento, até à expedição. PHC Logística A solução para diminuir

Leia mais

Este sistema de transporte busca a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manipulação das

Este sistema de transporte busca a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manipulação das Este sistema de transporte busca a combinação ideal entre a eficiência dos transelevadores e os processos de entrada, expedição e manipulação das unidades de carga. Trata-se de um conjunto de elementos

Leia mais

Sistemas de Armazenagem de Materiais

Sistemas de Armazenagem de Materiais Sistemas de Armazenagem de Materiais Características e conceitos para utilização de Sistemas de armazenagem de materiais Objetivos Destacar a importância dos equipamentos de armazenagem de materiais na

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL - 2014

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL - 2014 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL - 2014 Apresentação da Spot Jet A empresa A Spot Jet é fabricante de máquinas industriais, especialistas em manutenção e integradores de sistemas em automação industrial e robótica.

Leia mais

Armazenagem. Por que armazenar?

Armazenagem. Por que armazenar? Armazenagem Introdução Funções da armazenagem Atividades na armazenagem Objetivos do planejamento de operações de armazenagem Políticas da armazenagem Pilares da atividade de armazenamento Armazenagem

Leia mais

Os produtos da Royal 4 têm como base as ferramentas PROGRESS, banco de dados e linguagens de quarta geração (4GL), bastante atuais e abertas.

Os produtos da Royal 4 têm como base as ferramentas PROGRESS, banco de dados e linguagens de quarta geração (4GL), bastante atuais e abertas. Nos mais de 16 anos passados desde sua fundação, Royal 4 tem disponibilizado soluções de software empresariais para companhias de médio e grande porte dos segmentos de manufatura, varejo, atacado e distribuição.

Leia mais

Portable Hard Drive USB 2.0 Manual do Utilizador

Portable Hard Drive USB 2.0 Manual do Utilizador Portable Hard Drive USB 2.0 Manual do Utilizador Português Unidade de Disco Rígido USB 2.0 Portátil Manual do Utilizador Português Índice Introdução 3 Ligar a Unidade de Disco 3 Activar a Unidade de Disco

Leia mais

A C E S S I B I L I D A D E S O L U Ç Õ E S D E D O M U S L I F T O Domuslift é o elevador ideal para moradias (novas ou existentes) proporcionando estilo e comodidade de vida, podendo também ser utilizado

Leia mais

Porta-paletes com balança

Porta-paletes com balança Tradição e inovação 69 anos de Independente e gerida pelo proprietário, já contamos com a 6.ª geração da a disponibilizar Printed in Germany z-cb-pt-nn-2030 s A Z Página VHB... VHE -N...0 VFS...2 VHS...3...4

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume IX Movimentação Mecânica de Cargas. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume IX Movimentação Mecânica de Cargas. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume IX Movimentação Mecânica de Cargas um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído

Leia mais

CS-PLC1 Exercícios do Curso OMRON

CS-PLC1 Exercícios do Curso OMRON CS-PLC1 Exercícios do Curso OMRON Versão 2004 1.0 Índice Índice 2 Exercícios 3 1. Exercício Iniciação à Programação de Autómatos - Linguagem de Contactos 3 2. Exercício Introdução ao Cx-Programmer 4 3.

Leia mais

RollerForks. A nova revolução da logística: Movimentação sem paletes!

RollerForks. A nova revolução da logística: Movimentação sem paletes! RollerForks A nova revolução da logística: Movimentação sem paletes! RollerForks Os paletes revolucionaram a logística, ao unitizar as cargas e reduzir custos drasticamente. Agora, uma nova revolução tem

Leia mais

T09. R o by. Trepador Móvel de Escada

T09. R o by. Trepador Móvel de Escada T09 R o by Trepador Móvel de Escada T09 Roby T09 Roby, o Trepador Móvel de Escada para o seu máximo conforto e segurança. O Roby permite às pessoas em cadeira de rodas ultrapassar as barreiras arquitetónicas,

Leia mais