ATA DA 270ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA (CCT) REFERÊNCIA: 16/04/2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATA DA 270ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA (CCT) REFERÊNCIA: 16/04/2013"

Transcrição

1 ATA DA 270ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA (CCT) REFERÊNCIA: 16/04/ PARTICIPANTES Nome / Empresa Nome / Empresa Alberto Ribeiro Pereira/SABUGI Leandro E. Koyanagi/CROSSRACER Anderson Humberto da Silva/TITANLOG Leandro Lourenço/DIADEXPRESS Andrea Menezes/QATAR Leonardo Pereira Teixeira/SYSBRAC Andreia Gregorio/TAM CARGO Luis A. Orfei Abe/RECEITA FEDERAL Antonio Carlos Louzano/J.MORAES Luis A. Kretzmann/LUFTHANSA Argos Bosse/SINGAPORE CARGO Marcelo Otávio/TAP Carlos A. Simão/CROSSRACER Marcos A.A. Farneze/SINDASP Carlos Magno R. Leite/ GRU Airport Marcos Zamai/NUNO FERREIRA Carlos Sousa/TRAFTI Marcos Vinicius/BRASILIENSE Charles Silva/ SCHENKER Marcus Santarem/GRU Airport Cintia R. Macedo/NIKKEY Maurício R. Felgueiras/GRU Airport Cirineu Takenaka/SANKYU Patrícia S.S. Andrioli/SINDASP Cristiano Borges Santos/GRU Airport Paulo Andrade Sousa/AIR CANADA Cleonice Araujo/KUEHNE Paulo Sergio Caruzzo/BRASILIENSE Daniel E.V de Carvalho/IBAMA Paulo Solarenco/UNITED Daniela Peroni Borges/EMBRAER Reijany Castro/ GRU Airport Doris Sampaio/DSAIR Ricardo Haidar Carneiro/GRU Airport Douglas Liguori/TRISTAR Ricardo Lima/GMB Eduardo Calderelli / GRU Airport Robson S. Saulos/TRANSJORI Élida Bernardo/J.MORAES Rodrigo A.B Azevedo/SCHENKER Emerson Santos/PANALPINA Rodrigo Sergio Cassola/IBAMA Felipe dos Santos/IBAMA Rosana Helena Luzzi/SYSBRAC Fernando Amaral/SWISS Rosana Mastelaro/SINDUSFARMA Fernando Moreno Fernandez/FEDEX Sara Cristina/CLEMEX Gilmara B.Bressan/GENERAL MOTORS Sergio Mora/GRU Airport Guilherme Ebbercke/EMIRATES/KOREAN Sirley Harumi Shibasaki/ANVISA Hamilton S. Misini/AGILITY Tatiane Ramos Lopes Garcia/ GRU Airport Ilto Turquetti/TANGARA Valter Stephano Moreira/CTA CARGO Joel Santos Nascimento/ GRU Airport Vilmar Niesbach/VISCONDE Jorge Paulo/UNITED Vanderlei José dos Santos/ GRU Airport José Caruzzo/ESTRADA Wagner Borelli/AMERICAN AIRLINES José Iramar Barbosa/TAP José Nilton da Silva/ GRU Airport José Romão/NUNO FERREIRA José Tadeu/KUEHNE Josué Ricardo da Silva/HAIDAR Kleber Joli/SUZAN

2 2 ASSUNTOS TRATADOS Movimentação de Cargas em Mar./2013: O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) comentou os dados relativos à movimentação de carga verificada em Março/2013 no TECA-GRU e comparou a performance com o mesmo período do ano anterior (jan. a mar./2012): o Importação ton. crescimento de 7,24 %; o Exportação ton. queda de 20,82%; o Courier (imp. + exp.) 504 ton. queda de 2,44%; o Carga Nacional ton. queda de 4,20%; o Movimentação Total ton. queda de 6,49%. Projeto Revitalização das Áreas do TECA: Transelevador: O Sr. Maurício (GRU Airport) comentou sobre o andamento das ações para melhoria na performance do Transelevador, referente à rejeições no portal de entrada, foi detectado que haviam situações onde uma mesma carga poderia ser rejeitada até 8 vezes, visto que esse portal apontava somente 01 (um) motivo de rejeição por vez, fazendo com que essa mesma carga tivesse que ser reprocessada e retornada a esteira, várias vezes. Em virtude disto, foi instalado display que passou a apresentar todos os motivos da rejeição de uma única vez, gerando grande redução desse retrabalho que representavam, até então, cerca de 30% das cargas movimentadas na esteira de entrada, passando a gerar, portanto, maior agilidade no armazenamento, a meta é reduzir para 5% de rejeições. Além disso, destacou que foram promovidas mudanças nos 04 pontos de entrega de cargas da liberação, que reduziu o intervalo de tempo para disponibilização da carga na entrega, diminuindo de 2h30m, para 32 minutos, em média, permitindo, a partir daí, poder garantir prazos de atendimento e com isso, pensar em trabalhar com programação de entrega. Elevadores: O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou que foi concluída em a substituição dos itens das cabines, portas do pavimento térreo, juntamente com seus acessórios (motor do operador, carretilhas, etc.). Porém, devido a defeito detectado no acabamento das portas de cabine dos elevadores 01 e 02, ocasionados na instalação, será executada sua substituição no decorrer das próximas semanas e também, iniciará a substituição dos reles e quadros de comando, previsão de conclusão final de maio/2013. Câmaras Frigoríficas: Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou que em foi iniciada Obra de Revitalização das 16 (dezesseis) Câmaras Frigorificadas do TECA Importação, com previsão de ocorrer em 02 (duas) fases, sendo 45 dias na 1ª fase e igual período na 2ª fase de conclusão dos trabalhos. Esta obra prevê, dentre outras: remoção e substituição do piso existente, instalação de moldura para proteção das portas, instalação de muretas de proteção (interna), substituição das borrachas de vedação, etc. Destacou que essa obra tem certa complexidade, pois haverá necessidade de desativar determinadas câmaras para execução da obra, em alguns momentos, o que implicará na redução temporária da atual capacidade instalada. Portanto, pediu compreensão de todos, bem como, para que avaliem a possibilidade de reprogramarem seus respectivos embarques durante esse período da obra. Ampliação das Áreas de Armazenagem Obras de Verticalização: O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou que foi iniciada em a instalação de novas estruturas porta paletes que ampliarão a capacidade de armazenamento. Iniciou pelo TECA Exportação e envolveu a instalação de estruturas padrão verde (estrado 1,2m x 1,0m) e já foi concluída, agregando cerca de 500 posições de carga. No caso do TECA Importação envolverá a 2

3 instalação de estrutura padrão cantilever, destinada a armazenagem de cargas fora de padrão, carga) devendo agregar, em torno de mais 600 posições. Considerando essas verticalizações, estarão sendo agregadas mais de posições no TECA-GRU. Revisão Procedimento Reposição de Gelo Seco: Sr. Carlos Magno (GRU Airport) comentou que as Coordenações de Armazenagem e Atendimento ao Cliente estão tratando da revisão dos procedimentos para Reposição de Gelo Seco, essa demanda é solicitada à Equipe da CAC pelo Representante Legal do Importador. Destacou que nesse processo o Cliente, quando contrata o transporte da carga, tem ciência da necessidade da reposição e de sua periodicidade, enfatizou que, excetuando a 1ª Reposição de Gelo, todas as demais deverão obrigatoriamente, ser solicitada na CAC com 24 horas de antecedência, de segunda à sexta-feira, cabendo a essa equipe realizar os procedimentos, incluindo a comunicação ao Setor de Armazenagem sobre a programação da reposição em questão. Essa rotina será implantada a partir do próximo mês. Operação do TECA Importação: O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) reforçou que, apesar do fluxo da carga ter restabelecido, que o TECA-Importação continuará adotando o procedimento de abrir a partir das 06h da manhã nos dias úteis, bem como, entregará cargas, já desembaraçadas no Canal Verde, aos sábados, das 08h às 17h, durante o mês de abril, conforme entendimento fechado junto a Receita Federal. Informou, ainda, que o Procedimento Entrega Programada de Cargas, devido aos resultados positivos alcançados, continua à disposição dos interessados, atualmente em torno de 20 Importadores já estão utilizando essa facilidade, mais especificamente empresas do segmento farmacêutico, perecível e automotivo. 3 NOVOS TEMAS Inspeção de Cargas no TECA Restrito (DG) Tema sugerido pelo SINDASP: Solicita à VIGIAGRO estabelecer agendamento ou disponibilize 01 (um) Fiscal diariamente, para inspeções de cargas no TECA Restrito (DG). Tal solicitação se deve ao fato dos despachantes precisarem retornar diversas vezes ao referido local, devido o Fiscal não ter tempo hábil em atendê-lo, no horário agendado. Além disso, propõe que em relação à área vegetal, tenha no máximo 06 processos/dia, devido a demora na autorização para troca de estrados, pois o Despachante dá entrada no dia e a carga somente é disponibilizado no dia seguinte, após às 16horas. O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou que devido à ausência do Chefe da VIGIAGRO, Sr. Marcelo, a solicitação foi registrada e será apresentada para discussão na próxima reunião. Aviso de Carga para Reetiquetagem Tema sugerido pela PANALPINA: Alega que os Agentes não estão sendo informados pela Área de Recebimento da GRU quando a carga precisa ser reetiquetada, anteriormente, essa informação era repassada a todos Agentes, porém, hoje não. Devido à falta dessa informação as cargas acabam sendo objeto de DSIC (Documento Subsidiário de Identificação da Carga). O Sr. José Nilton (GRU Airport) esclareceu que essa situação foi verificada quando da troca do sistema da INFRAERO para a GRU Airport, o que acabou gerando certo impacto nesse procedimento, porém, esse problema já foi resolvido pela área de TI, portanto, tal comunicação voltou a ocorrer. Possivelmente a situação verificada tenha sido pontual, de qualquer maneira, avaliará e promoverá ajustes no processo, caso necessário. 3

4 Copa das Confederações: O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou que de 15 a 30/junho/2013 haverá a Copa das Confederações. Devido à preocupação com possível movimentação de cargas que possa haver neste aeroporto atrelada a esse evento, em foi realizado Workshop envolvendo Receita Federal, ANVISA, VIGIAGRO, Polícia Federal, GRU Airport e a Podium Global Sports Logistics PODIUM, Operador Logístico contratado pela FIFA para cuidar da logística envolvendo as cargas consignadas a Copa das Confederações e Copa do Mundo. Informou que naquela reunião foi apresentado, entre outros, o Sr. Augusto, Representante da Superintendência da Receita Federal da 8ª Região, responsável pela RF aos Grandes Eventos, o qual motivou a realização desse workshop. Destacou que a PODIUM será responsável pela logística e desembaraço das cargas da FIFA e também HBS (TV da FIFA), Match Hospitality, Match Ticketing e MRL. O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou, ainda, que a Concessionária, apesar de ter ciência que São Paulo não será Cidade Sede, está preocupada em prover o devido atendimento à essas cargas, portanto, solicitou à todos os presentes que a GRU Airport seja informada, previamente, quanto ao volume de carga previsto, de forma a adotar as ações cabíveis para que o processo transcorra de forma rápida e segura. Enfatizou que toda Cadeia Logística que atua no TECA-GRU deve trabalhar nesse sentido, principalmente pelo fato de se tratar de evento de repercussão mundial. Portanto, reforçou que qualquer informação ou expetativa de movimentação, informem à CAC (Central de Atendimento ao Cliente). A Sra. Sirley (ANVISA) informou que a ANVISA também publicou uma legislação específica (RDC) para esse tema, onde destaca que o Órgão Regulador deve ser informado com antecedência de 30 dias das cargas que estarão chegando, destacando que até o momento não recebeu qualquer informação nesse sentido, seja da PODIUM ou consignado à FIFA. O Sr. Wagner (JURCAIB) comentou que até o momento, por parte das empresas aéreas, ainda não teve qualquer informação quanto a expectativa de movimentação de cargas atrelada a esse evento, de qualquer maneira, a Entidade se coloca à disposição em participar nesse sentido. O Sr. Maurício (GRU Airport) informou que foi expedido material divulgado internacionalmente, por parte do Comitê Organizador da Copa das Confederações e Copa do Mundo, orientando todos envolvidos as características das operações e exigências legais no Brasil, para que o processo aduaneiro ocorra sem maiores transtornos, inclusive referente às restrições à entrada de alimentos, esse material pode ser obtido no site do COL/FIFA. O Sr. José Nilton (GRU Airport) manifestou sua preocupação quanto a possíveis cargas que venham a passar pelo aeroporto, porém, na modalidade trânsito, portanto, entende que também tem que se pensar em procedimentos nesse sentido. O Sr. Hidenari (Receita Federal) esclareceu que, de acordo com informações da PODIUM, não haverá operações de trânsito, portanto, os casos que ocorrerem, deverão ser nacionalizados no aeroporto. Apresentação do IBAMA: O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou que mais um Órgão Interveniente passará a atuar no aeroporto apresentando os Srs. Daniel e Rodrigo do IBAMA. O Sr. Rodrigo (IBAMA) informou a todos da proposta de trabalho do IBAMA e que estão dando sequência a um projeto iniciado em Viracopos, em fase piloto, e o propósito neste momento é mapear os processos e estabelecer uma base do IBAMA no Aeroporto de Guarulhos, a expectativa é de que até o 2º semestre/2013 tenham concluído essa implantação. A Sra. Sirley (ANVISA) informou que o Aeroporto de Viracopos forneceu à ANVISA leitoras de Código de Barras e Impressoras, o que acabou promovendo maior agilidade no Protocolo e com isso, maior agilidade no atendimento. Nesse sentido, mesma solicitação foi apresentada à Concessionária, entretanto, ainda aguardam um posicionamento da GRU, entende que também promoverá maior agilidade no atendimento prestado pela ANVISA no TECA. O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) informou que estará agendando visita ao local para avaliar tal demanda. 4

5 O Sr. Carlos Magno (GRU Airport) perguntou à Comunidade como avaliam a repercussão das ações que a GRU Airport vem adotando para melhoria dos processos no TECA. O Sr. Marcos (SINDASP) manifestou que as ações adotadas pela GRU Airport têm surtido efeito bastante positivo à operação e permitiram restabelecer o devido fluxo da carga. PRÓXIMA REUNIÃO DA CCT: 14/05/2013, ÀS 09 HORAS. 5

ATA DA 277ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA (CCT) REFERÊNCIA: 12/11/2013

ATA DA 277ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA (CCT) REFERÊNCIA: 12/11/2013 ATA DA 277ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA (CCT) REFERÊNCIA: 12/11/2013 1 PARTICIPANTES Conforme relação disponível na Central de Atendimento ao Cliente CAC. 2 ASSUNTOS TRATADOS

Leia mais

Os representantes da GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto, comunicaram aos presentes sobre as datas de implantação de sistemas:

Os representantes da GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto, comunicaram aos presentes sobre as datas de implantação de sistemas: Reunião da CCT Aeroporto de Guarulhos 08/09/2015 A 297ª edição da Comissão de Coordenação do Terminal de Cargas (CCT) do Aeroporto de Guarulhos aconteceu no dia 08/09 e teve a participação do SINDASP,

Leia mais

REUNIÃO CCT N.º 273 16.07.2013

REUNIÃO CCT N.º 273 16.07.2013 REUNIÃO CCT N.º 273 16.07.2013 Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU TECA-24h (GRU

Leia mais

REUNIÃO CCT N.º 274 13.08.2013

REUNIÃO CCT N.º 274 13.08.2013 REUNIÃO CCT N.º 274 13.08.2013 Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Demandas Edifício

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Comitê de Carga de Viracopos CCV AGOSTO 2015. AEROPORTOS BRASIL VIRACOPOS S/A Início: 15h00m ELABORADA POR: Adam Cunha Término: 17h30m

ATA DE REUNIÃO. Comitê de Carga de Viracopos CCV AGOSTO 2015. AEROPORTOS BRASIL VIRACOPOS S/A Início: 15h00m ELABORADA POR: Adam Cunha Término: 17h30m ATA DE REUNIÃO Data: 31/08/15 Páginas: 01/02 Comitê de Carga de Viracopos CCV AGOSTO 2015 AEROPORTOS BRASIL VIRACOPOS S/A Início: 15h00m ELABORADA POR: Adam Cunha Término: 17h30m Reuniram-se às 15h do

Leia mais

cargo Transporte de cargas no GRU Airport tem desempenho acima do mercado nacional

cargo Transporte de cargas no GRU Airport tem desempenho acima do mercado nacional NEWSLETTER cargo 07 2015 Transporte de cargas no GRU Airport tem desempenho acima do mercado nacional PALAVRA DO DIRETOR LIDERANÇA NO MARKET SHARE RANKING DE EFICIÊNCIA LOGÍSTICA Na próxima edição, a sua

Leia mais

COMPLEXO TECA. GRU Airport investe para se tornar o maior terminal de cargas do país

COMPLEXO TECA. GRU Airport investe para se tornar o maior terminal de cargas do país NEWSLETTER cargo 01 2013 GRU Cargo News é o novo canal de comunicação do Terminal de Cargas do GRU Airport Aeroporto Internacional de São Paulo. O informativo busca apresentar aos clientes as principais

Leia mais

CIRCULAR O36/2014 Paranaguá, 18 de julho de 2014. Assunto: ATA DA 74ª REUNIÃO DO FÓRUM DE INTERVENIENTES

CIRCULAR O36/2014 Paranaguá, 18 de julho de 2014. Assunto: ATA DA 74ª REUNIÃO DO FÓRUM DE INTERVENIENTES Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Paraná Av. Arthur de Abreu, 29 5º. andar salas 1, 2 e 3 Ed. Palácio do Café Fone:(41) 3422.8000 Paranaguá - PR E-mail: sindop@sindop.org.br - www.sindop.org.br

Leia mais

Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos Gerência de Logística de Carga Carlos MAGNO IV ENCONTRO BIENAL DE LOGÍSTICA MACKENZIE Nov.

Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos Gerência de Logística de Carga Carlos MAGNO IV ENCONTRO BIENAL DE LOGÍSTICA MACKENZIE Nov. Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos Gerência de Logística de Carga Carlos MAGNO IV ENCONTRO BIENAL DE LOGÍSTICA MACKENZIE Nov./2010 A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária INFRAERO,

Leia mais

grucargonews@gru.com.br

grucargonews@gru.com.br NEWSLETTER cargo 03 2014 Em 2013, o setor de importação do GRU Airport movimentou 141 mil toneladas, registrando um aumento de 8% em relação ao ano anterior. Saiba mais nesta edição. CRESCIMENTO DA IMPORTAÇÃO

Leia mais

Audiência Pública CREA/SP - 21/06/2011. InfraestruturaAeroportuária em SÃO PAULO para a COPA 2014

Audiência Pública CREA/SP - 21/06/2011. InfraestruturaAeroportuária em SÃO PAULO para a COPA 2014 INFRAERO Audiência Pública CREA/SP - 21/06/2011 InfraestruturaAeroportuária em SÃO PAULO para a COPA 2014 Arq. Jonas Lopes Superintendente de Estudos e Projetos de Engenharia jonas_lopes@infraero.gov.br

Leia mais

Ata da reunião do Grupo de Trabalho 1- Cargas Câmara Setorial de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegado.

Ata da reunião do Grupo de Trabalho 1- Cargas Câmara Setorial de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegado. Ata da reunião do Grupo de Trabalho 1- Cargas Câmara Setorial de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegado. Data: 26 de abril de 2007 das 09:30hs às 17:00hs Local: Sede ABIMED Av. Irai, 79

Leia mais

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011 COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011 AEROPORTOS DA COPA 13 Aeroportos 31 Intervenções R$ 5,79 bilhões Manaus TPS Fortaleza TPS São Gonçalo do Amarante Pista Recife Torre Cuiabá TPS Brasília TPS

Leia mais

Despachante Aduaneiro - Seu parceiro nas atividades de Comércio Exterior.

Despachante Aduaneiro - Seu parceiro nas atividades de Comércio Exterior. SINDICATO DOS DESPACHANTES ADUANEIROS DE SÃO PAULO Despachante Aduaneiro - Seu parceiro nas atividades de Comércio Exterior. SINDICATO DOS DESPACHANTES ADUANEIROS DE SÃO PAULO MISSÃO EMPRESARIAL DO PORTO

Leia mais

NEW WORLD. Comercio Exterior e Logística Ltda.

NEW WORLD. Comercio Exterior e Logística Ltda. NEW WORLD Comercio Exterior e Logística Ltda. New World Logística A New World Logística é uma empresa especializada em Comércio Exterior e logística Internacional. New World Logística Fundada em 2004,

Leia mais

ATA DA 240ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA AÉREA E DO CONSELHO DE USUÁRIOS

ATA DA 240ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA AÉREA E DO CONSELHO DE USUÁRIOS ATA DA 240ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO TERMINAL DE CARGA AÉREA E DO CONSELHO DE USUÁRIOS 1 ABERTURA Às nove horas e vinte minutos do dia 06 de julho de 2010, no auditório da Central de Atendimento

Leia mais

Infraero Logística: Facilidades pela infraestrutura aeroportuária. Gerência de Logística de Cargas - RFLC

Infraero Logística: Facilidades pela infraestrutura aeroportuária. Gerência de Logística de Cargas - RFLC Infraero Logística: Facilidades pela infraestrutura aeroportuária novembro de 2010 67 Aeroportos 80 Unidades de Apoio à Navegação Aérea 34 Terminais de Logística de Carga Aprox. 29.300 empregados (org

Leia mais

DRY PORT SÃO PAULO S.A. Bonded Warehouse and Logistics Solutions INSTITUCIONAL

DRY PORT SÃO PAULO S.A. Bonded Warehouse and Logistics Solutions INSTITUCIONAL Dry Port São Paulo Porto Seco e Soluções Logísticas Dados da empresa: Fundado em: 1971 e 1991 alfandegado; Funcionários: 140. Estrutura: 40.000 m2 de alfândega e 200.000m2 pátio automotivo. Clientes Ativos:

Leia mais

DESPACHOS ADUANEIROS. Suprindo a necessidade cada vez mais exigente e dinâmica do Comercio Exterior.

DESPACHOS ADUANEIROS. Suprindo a necessidade cada vez mais exigente e dinâmica do Comercio Exterior. DESPACHOS ADUANEIROS Suprindo a necessidade cada vez mais exigente e dinâmica do Comercio Exterior. EMPRESA Nosso objetivo é personalizar o atendimento para cada empresa, dando-as exclusividade com células

Leia mais

Perguntas Frequentes sobre liberação de processos ANVISA Pessoa Física

Perguntas Frequentes sobre liberação de processos ANVISA Pessoa Física Perguntas Frequentes sobre liberação de processos ANVISA Pessoa Física Prezado cliente, Este material foi criado com o objetivo de esclarecer todas as dúvidas que podem surgir a respeito da inspeção de

Leia mais

Sumário PARTE 1: Programa Brasileiro de OEA PARTE 2: Fase 2 OEA Conformidade Benefícios Critérios Projeto Piloto Próximos Passos

Sumário PARTE 1: Programa Brasileiro de OEA PARTE 2: Fase 2 OEA Conformidade Benefícios Critérios Projeto Piloto Próximos Passos Sumário PARTE 1: Programa Brasileiro de OEA PARTE 2: Fase 2 OEA Conformidade Benefícios Critérios Projeto Piloto Próximos Passos Vídeo Institucional do Programa OEA Modelo do Programa Brasileiro de OEA

Leia mais

Ata da Reunião da Câmara Setorial de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados da Anvisa

Ata da Reunião da Câmara Setorial de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados da Anvisa Ata da Reunião da Câmara Setorial de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados da Anvisa Em reunião realizada aos 12 dias do mês de julho de 2011, no Hotel Mercure Lider, estiveram presentes

Leia mais

EDIÇÃO Nº 11 / NOVEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 12 / DEZEMBRO DE 2012

EDIÇÃO Nº 11 / NOVEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 12 / DEZEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 11 / NOVEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 12 / DEZEMBRO DE 2012 ARVORE DE NATAL NA LAGOA 19ª EDIÇÃO DA ÁRVORE DE NATAL DA BRADESCO SEGUROS A 19ª Edição da Árvore é um projeto de alta performance em todas

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO N 017/13 24ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR

RELATÓRIO EXECUTIVO N 017/13 24ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR RELATÓRIO EXECUTIVO N 017/13 24ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR Data: 12/11/2013 Horário: 10h Presentes: Dr. Ciro Ricardo (Diretor Geral HUGO), Dr. Nasser Tannus (Diretor Técnico HUGO),

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL 13ª REUNIÃO DA COMISSÃO NACIONAL DE AUTORIDADES AEROPORTUÁRIAS (CONAERO) 2014

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL 13ª REUNIÃO DA COMISSÃO NACIONAL DE AUTORIDADES AEROPORTUÁRIAS (CONAERO) 2014 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL 13ª REUNIÃO DA COMISSÃO NACIONAL DE AUTORIDADES AEROPORTUÁRIAS (CONAERO) 2014 Local: Secretaria de Aviação Civil (Setor Comercial Sul, Quadra 09, Lote

Leia mais

ABSA em poucas palavras. Projeto Corredor Logístico GRU-VCP. Iniciativas de Eficiência no Sistema Aeroportuário

ABSA em poucas palavras. Projeto Corredor Logístico GRU-VCP. Iniciativas de Eficiência no Sistema Aeroportuário Benefícios do Projeto Corredor Logístico / Aeroportos Complementares COMUS 29 Junho 2010 Agenda ABSA em poucas palavras Projeto Corredor Logístico GRU-VCP Iniciativas de Eficiência no Sistema Aeroportuário

Leia mais

A Implantação do Operador Econômico Autorizado no Brasil: Papel dos Anuentes

A Implantação do Operador Econômico Autorizado no Brasil: Papel dos Anuentes CÂMARA DE COMÉRCIO EXTERIOR Secretaria-Executiva A Implantação do Operador Econômico Autorizado no Brasil: Papel dos Anuentes 25 de setembro de 2009 Instituto Aliança Procomex - SP LYTHA SPÍNDOLA Secretária-Executiva

Leia mais

EDIÇÃO Nº 11 / NOVEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 12 / DEZEMBRO DE 2012

EDIÇÃO Nº 11 / NOVEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 12 / DEZEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 11 / NOVEMBRO DE 2012 EDIÇÃO Nº 12 / DEZEMBRO DE 2012 Treinamento sobre cargas perigosas Rio Lopes promoveu treinamento da Suatrans e Reunião Geral no dia 13 de Setembro de 2014 A RIO LOPES promoveu

Leia mais

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012

Passos na Importação Roteiro Básico. Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 Roteiro Básico Eduardo Leoni Machado Fevereiro/2012 1º Passo Efetuar contatos com fornecedor (exportador). 2º Passo Formalizar as negociações com fornecedor (exportador). 3º Passo Negociar a condição de

Leia mais

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS Página 1 de 5 Acesso de Veículos ao Pátio de Manobras Permissão de entrada e saída de veículos ao pátio de manobras para fins de entrega ou retirada de carga. Cobrança única por caminhão por acesso. Alteração

Leia mais

Administra 67 Aeroportos

Administra 67 Aeroportos Institucional A Infraero Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - INFRAERO 37 anos de tradição e credibilidade no mercado Sediada em Brasília, Capital Federal, e presente em todos os Estados

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO. 1.1. Objetivo Geral

1. APRESENTAÇÃO. 1.1. Objetivo Geral PRÁTICA 1) TÍTULO FEEDBACK DE INTERAÇÕES CLIENTES E GESTORES REDES SOCIAIS 2) DESCRIÇÃO DA PRÁTICA - limite de 8 (oito) páginas: 1. APRESENTAÇÃO O Serviço de Monitoramento em Redes Sociais da Infraero,

Leia mais

ANEXO I FORMULÁRIO DE ANÁLISE PARA PROPOSIÇÃO DE ATO NORMATIVO

ANEXO I FORMULÁRIO DE ANÁLISE PARA PROPOSIÇÃO DE ATO NORMATIVO ANEXO I FORMULÁRIO DE ANÁLISE PARA PROPOSIÇÃO DE ATO NORMATIVO Processo nº: 00058.024009/2014-54 Unidade Responsável GCON/SRE (Sigla): Assunto do normativo: Regulamentar a aferição dos Indicadores de Qualidade

Leia mais

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS

DETALHAMENTO PARA APLICAÇÃO DOS SERVIÇOS ELENCADOS NA NOVA TABELA DE PREÇOS ESPECÍFICOS DE VIRACOPOS Página 1 de 6 Acesso de Veículos ao Pátio de Manobras Permissão de entrada e saída de veículos ao pátio de manobras (área restrita) para fins de descarregamento ou carregamento de cargas. Cobrança por

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 VI Seminário ALACPA de Pavimentos Aeroportuários e IV FAA Workshop Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 28 Outubro 2009 Arq. Jonas M. Lopes INFRAERO Aeroportos - Copa do Mundo 2014 Belo Horizonte

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA CNPJ nº 01.082.331/0001-80

INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA CNPJ nº 01.082.331/0001-80 INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA CNPJ nº 01.082.331/0001-80 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 03 DE SETEMBRO DE 2013 DATA, HORÁRIO e LOCAL: 03 de setembro de 2013,

Leia mais

Conjuntura Dezembro. Boletim de

Conjuntura Dezembro. Boletim de Dezembro de 2014 PIB de serviços avança em 2014, mas crise industrial derruba taxa de crescimento econômico Mais um ano de crescimento fraco O crescimento do PIB brasileiro nos primeiros nove meses do

Leia mais

Despachante Aduaneiro - Seu parceiro nas atividades de Comércio Exterior.

Despachante Aduaneiro - Seu parceiro nas atividades de Comércio Exterior. SINDICATO DOS DESPACHANTES ADUANEIROS DE SÃO PAULO Despachante Aduaneiro - Seu parceiro nas atividades de Comércio Exterior. FEDERAÇÃO NACIONAL DOS DESPACHANTES ADUANEIROS O Perfil profissional do Despachante

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA

AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO UMA NOVA OPÇÃO LOGÍSTICA Conferência Internacional sobre Capital Privado em Aeroportos FIESP / CIESP 23/Abril/2009 A Costa da Sol Operadora Aeroportuária S.A. é uma

Leia mais

Operador Econômico Autorizado - OEA

Operador Econômico Autorizado - OEA Operador Econômico Autorizado - OEA 26.08.15 Operador Econômico Autorizado - OEA Agenda 00:00 Quem Somos O que é OEA? Benefícios Fases de Implementação Requisitos Projeto Piloto - Fase 1 01:30 Fase 2 OEA

Leia mais

Logística de Carga - GIG

Logística de Carga - GIG Logística de Carga - GIG BREVE HISTÓRICO INFRAERO - Competência CAPÍTULO II Art. 4º- A INFRAERO tem por finalidade implantar, administrar, operar e explorar industrial e comercialmente a infra-estrutura

Leia mais

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RESULTADOS PESQUISA COM COMITÊS Definição e significado do PGQP para os comitês: Definições voltadas para ao Programa Significado do PGQP Qualificação das organizações

Leia mais

GRU AIRPORT CARGO PRONTO PARA RECEBER SUA CARGA. Apresentação: MARIA FAN Gerente Comercial de Cargas MAR 2015

GRU AIRPORT CARGO PRONTO PARA RECEBER SUA CARGA. Apresentação: MARIA FAN Gerente Comercial de Cargas MAR 2015 GRU AIRPORT CARGO PRONTO PARA RECEBER SUA CARGA Apresentação: MARIA FAN Gerente Comercial de Cargas MAR 2015 CONCESSÃO DO AEROPORTO DE GUARULHOS CONTRATO DE 20 ANOS, ASSINADO EM JUL 2012 2 NOVO TERMINAL

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO. Assunto Ação Responsável Prazo

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO. Assunto Ação Responsável Prazo MISSÃO: Implementar um novo modelo de gestão do Estado de Mato Grosso, comprometido com a inclusão social, o desenvolvimento econômico sustentável e a superação das desigualdades sociais e regionais. GOVERNO

Leia mais

1 Campanhas da Confederação

1 Campanhas da Confederação 1 Campanhas da Confederação 1.1 - Divulgação: Divulgar, através dos canais disponíveis na Central, as apresentações e arquivos das peças das campanhas sistêmicas; Prestar orientação às cooperativas, motivando

Leia mais

Sala de Conferências do STJ 13 de dezembro de 2011

Sala de Conferências do STJ 13 de dezembro de 2011 Sala de Conferências do STJ 13 de dezembro de 2011 Participantes: Órgãos Cenin Câmara dos Deputados CGU Controladoria Geral da União MP Ministério do Planejamento SF - Senado Federal PGR - Procuradoria

Leia mais

Importação Passo a Passo

Importação Passo a Passo 1º Passo Defina o que quer importar Importação Passo a Passo O mercado internacional, principalmente a China, apresenta uma ampla oportunidade de produtos para se importar. Antes de iniciar sua operação

Leia mais

RESOLUÇÃO 287 DE 29 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO 287 DE 29 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO 287 DE 29 DE JULHO DE 2008 Regulamenta o procedimento de coleta e armazenamento de impressão digital nos processos de habilitação, mudança ou adição de categoria e renovação da Carteira Nacional

Leia mais

5 Levantamento e Análise dos Fluxos Logísticos de Processos de Importação Desembaraçados no Rio de Janeiro.

5 Levantamento e Análise dos Fluxos Logísticos de Processos de Importação Desembaraçados no Rio de Janeiro. 52 5 Levantamento e Análise dos Fluxos Logísticos de Processos de Importação Desembaraçados no Rio de Janeiro. Este Capítulo abordará a análise dos dados efetuados em 150 processos aduaneiros de importação

Leia mais

MIRANTE. Pesquisa de Satisfação 2009. O que pensam os participantes

MIRANTE. Pesquisa de Satisfação 2009. O que pensam os participantes MIRANTE e d i ç ã o e s p e c i a l f e v e r e i r o d e 2 0 1 0 Pesquisa de Satisfação 2009 O que pensam os participantes A importância de ouvir o que você pensa Nenhum produto ou serviço faz sentido

Leia mais

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER

PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTO DE TRANSPORTE DE CONTÊINER PLANILHA REFERENCIAL DE CUSTOS PARA O TRANSPORTE DE CONTÊINER julho-11 Percurso de ida e volta Contêiner até 25 t Contêiner acima de 25 t até 30

Leia mais

Formação de Analista em Comércio Exterior

Formação de Analista em Comércio Exterior Formação de Analista em Comércio Exterior com Pós Graduação Objetivo: Habilitar os participantes para exercer a profissão de Analista de Comércio Exterior e trabalhar com a análise das operações, planejamento,

Leia mais

Reunião Pública APIMEC-SP NOVEMBRO DE 2011

Reunião Pública APIMEC-SP NOVEMBRO DE 2011 Reunião Pública APIMEC-SP NOVEMBRO DE 2011 Maringá Armazéns Gerais Ltda. e Maringá Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo Ltda. Porto Seco Maringá -67.000 m² de área total -7.000 m² de armazéns -760m³

Leia mais

Com característica de transporte de cargas com grandes volumes e conseqüente redução de custos, o transporte marítimo na matriz de transporte

Com característica de transporte de cargas com grandes volumes e conseqüente redução de custos, o transporte marítimo na matriz de transporte 61 6 Conclusão Neste capítulo apresentaremos algumas conclusões sobre o conteúdo deste trabalho, tais conclusões servirão para avaliar a atual situação logística do comércio exterior brasileiro através

Leia mais

ATA DE CONSULTA PÚBLICA

ATA DE CONSULTA PÚBLICA ATA DE CONSULTA PÚBLICA Contratação de serviços em TI - Tecnologia da Informação, correspondendo a aproximadamente 5.183 homens-horas de desenvolvimento e manutenção de sistema desenvolvido em linguagem

Leia mais

2 º REUNIÃO DO COMITE AGENDA POLITICA

2 º REUNIÃO DO COMITE AGENDA POLITICA 2 º REUNIÃO DO COMITE AGENDA POLITICA PRESENTES: Vide Lista de Presença Anexa. Aos dezenove dias do mês de julho de 2010, as 15h00min, na Sede da ABAD, localizada na Avenida Nove de Julho, n. 3147-8º andar

Leia mais

XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2010 22 a 26 de novembro. São Paulo - SP - Brasil TORPEDO FÁCIL

XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2010 22 a 26 de novembro. São Paulo - SP - Brasil TORPEDO FÁCIL XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2010 22 a 26 de novembro São Paulo - SP - Brasil TORPEDO FÁCIL Ricardo Martins Marques Sandra Regina Carbone Valéria Cristiano AES Eletropaulo

Leia mais

PARECER Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER

PARECER Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER PARECER Referênci a: Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Órgão recorrido: Recorrent e: 1269.000181/201-1 Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação Não se aplica Pareceres Interesse

Leia mais

TRANSPORTES EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2013 EDIÇÃO Nº 11 / Nº NOVEMBRO 12

TRANSPORTES EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2013 EDIÇÃO Nº 11 / Nº NOVEMBRO 12 EDIÇÃO RIO EDIÇÃO Nº 11 / Nº NOVEMBRO 12 LOPES / DEZEMBRO 2012 DE 2012 TRANSPORTES EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2013 Mudanças do Porto Seco de São Cristóvão (EADI-DAP) Aeroporto do Galeão é arrematado RIO LOPES

Leia mais

Porto e Aeroporto Rio de Janeiro SIGMA BETA GAMMA ALPHA ZETA

Porto e Aeroporto Rio de Janeiro SIGMA BETA GAMMA ALPHA ZETA 5 Projeto 3 O Capítulo 5 segue a mesma lógica apresentada nos Capítulos 3 e 4. Este quinto Capítulo apresenta o terceiro Projeto a ser analisado nesta dissertação. Assim como no Projeto 2, o Projeto 3

Leia mais

O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA

O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA PRÁTICA 1) TÍTULO O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA 2) DESCRIÇÃO DA PRÁTICA - limite de 8 (oito) páginas: A Ouvidoria da Caixa, responsável pelo atendimento, registro,

Leia mais

Vantagens da consolidação de embarque nos processos de importação de cargas fracionadas.

Vantagens da consolidação de embarque nos processos de importação de cargas fracionadas. Logística para aprender Vantagens da consolidação de embarque nos processos de importação de cargas fracionadas. Divulgação Maria Gabriela Frata Rodrigues Liboni Analista de Importação. Especialista em

Leia mais

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200 MANUAL DE CANDIDATURA da Abril de 2012 Versão 2.0 A Federação Brasileira de Bancos FEBRABAN vem, neste Manual de Candidatura, divulgar as regras e informações necessárias para a realização dos exames pertinentes

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA GERAL - SG SECRETARIA DE PRODUTOS DE DEFESA - SEPROD COMISSÃO MISTA DA INDÚSTRIA DE DEFESA - CMID ATA DE REUNIÃO

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA GERAL - SG SECRETARIA DE PRODUTOS DE DEFESA - SEPROD COMISSÃO MISTA DA INDÚSTRIA DE DEFESA - CMID ATA DE REUNIÃO MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA GERAL - SG SECRETARIA DE PRODUTOS DE DEFESA - SEPROD COMISSÃO MISTA DA INDÚSTRIA DE DEFESA - CMID ATA DE REUNIÃO Sessão: 09/2014 Local: Ministério da Defesa, sala 808 Data:

Leia mais

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA ASIBAMA-DF IBAMA-SEDE 08/04/2015

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA ASIBAMA-DF IBAMA-SEDE 08/04/2015 ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA ASIBAMA-DF IBAMA-SEDE 08/04/2015 A Assembleia Geral Extraordinária da ASIBAMA-DF foi iniciada às 09h40min, do dia oito de abril de dois mil e quinze, no Auditório

Leia mais

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Gerência de Planos Diretores - Sede Abril/2010 Documento de Planejamento Plano Diretor Aeroportuário rio Objetivo Definição Objetivos

Leia mais

INVEPAR INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES EM INFRAESTRUTURA S.A. FIESP - Painel sobre Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias 07/05/2013

INVEPAR INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES EM INFRAESTRUTURA S.A. FIESP - Painel sobre Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias 07/05/2013 FIESP - Painel sobre Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias 07/05/2013 A concessão de aeroportos tem um papel crucial na elevação de qualidade e eficiência operacional... Perspectiva Cenário

Leia mais

Importação de Produtos para Saúde

Importação de Produtos para Saúde Importação de Produtos para Saúde Gerência de Inspeção de Produtos e Autorização de Empresas em Portos, Aeroportos Fronteiras e Recintos Alfandegados GIPAF Mônica Cristina A. F. Duarte Organograma - ANVISA

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Coordenadoria do Campus de Ribeirão Preto Seção Técnica de Informática. Política de Informática CCRP

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Coordenadoria do Campus de Ribeirão Preto Seção Técnica de Informática. Política de Informática CCRP Política de Informática CCRP Índice 1. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 2. ESPECIFICAÇÃO E AQUISIÇÃO DE NOVOS EQUIPAMENTOS... 2 3. INSTALAÇÃO DE SOFTWARES... 2 4. DESENVOLVIMENTO, MANUTENÇÃO E BACKUP DE SISTEMAS

Leia mais

Sumário. (11) 3177-7700 www.systax.com.br

Sumário. (11) 3177-7700 www.systax.com.br Sumário Introdução... 3 Amostra... 4 Tamanho do cadastro de materiais... 5 NCM utilizadas... 6 Dúvidas quanto à classificação fiscal... 7 Como as empresas resolvem as dúvidas com os códigos de NCM... 8

Leia mais

SEÇÃO VII PRODUTOS VEGETAIS, SEUS SUBPRODUTOS E RESÍDUOS DE VALOR ECONÔMICO, PADRONIZADOS PELO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

SEÇÃO VII PRODUTOS VEGETAIS, SEUS SUBPRODUTOS E RESÍDUOS DE VALOR ECONÔMICO, PADRONIZADOS PELO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEÇÃO VII PRODUTOS VEGETAIS, SEUS SUBPRODUTOS E RESÍDUOS DE VALOR ECONÔMICO, PADRONIZADOS PELO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS Os produtos vegetais, seus subprodutos

Leia mais

Plano de Ação Anatel Vivo TV Versão Pública. São Paulo/SP, Novembro/2012

Plano de Ação Anatel Vivo TV Versão Pública. São Paulo/SP, Novembro/2012 Plano de Ação Anatel Vivo TV Versão Pública São Paulo/SP, Novembro/2012 2 Índice 01 Introdução 02 Ofensores TV 03 Plano de Ação -Curto Prazo 04 Considerações Finais 3 01 Introdução Telefônica Vivo 90 milhões

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

INFRAESTRUTURA E INSTALAÇÕES

INFRAESTRUTURA E INSTALAÇÕES Relatório DSIC Set-2014 INFRAESTRUTURA E INSTALAÇÕES Ação: Grupo gerador NTI Manutenção Status: Gerador com problemas no motor de partida Dificuldades: Contrato de manutenção preventiva Ações para resolver:

Leia mais

PREÇOS X CUSTOS CUSTO PREÇO. t C TEMPO. Globalização => vantagem para compradores => quedas nos preços (também provocadas pela ampliação do comércio)

PREÇOS X CUSTOS CUSTO PREÇO. t C TEMPO. Globalização => vantagem para compradores => quedas nos preços (também provocadas pela ampliação do comércio) $ PREÇOS X CUSTOS Globalização => vantagem para compradores => quedas nos preços (também provocadas pela ampliação do comércio) CUSTO PREÇO Sobrevivência das empresas depende de redução de custos t C TEMPO

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO

AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO Brasília, 19 de maio de 2010 1 3 SEGURANÇA OPERACIONAL SAFETY Continua sendo a prioridade na aviação comercial Brasil 0.00 0.00 Hull losses

Leia mais

MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014. Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO

MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014. Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014 Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO ORGANIZAÇÃO DO SETOR CONAERO Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias -Decisões

Leia mais

OBJETIVO DEFINIÇÕES. Para os efeitos deste Manual, define-se como: I MAPA: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;

OBJETIVO DEFINIÇÕES. Para os efeitos deste Manual, define-se como: I MAPA: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; OBJETIVO O sistema SIGVIG instituído pelo MAPA destina-se a atender a necessidade de gerenciamento e controle do recebimento, envio e fiscalização das mercadorias importadas e exportadas através dos portos,

Leia mais

COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO CNPJ/MF nº 47.508.411/0001-56

COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO CNPJ/MF nº 47.508.411/0001-56 COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO CNPJ/MF nº 47.508.411/0001-56 ATA DE REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, REALIZADA EM 28 DE FEVEREIRO 2003 Aos vinte e oito dias do mês de fevereiro

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO - RDC Nº 1, DE 22 JANEIRO DE 2008 Dispõe sobre a Vigilância Sanitária na

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO - RDC Nº 1, DE 22 JANEIRO DE 2008 Dispõe sobre a Vigilância Sanitária na AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO - RDC Nº 1, DE 22 JANEIRO DE 2008 Dispõe sobre a Vigilância Sanitária na Importação e Exportação de material de qualquer natureza,

Leia mais

AEROPORTO DE VITÓRIA Terminal de Logística de Carga. Março de 2012

AEROPORTO DE VITÓRIA Terminal de Logística de Carga. Março de 2012 AEROPORTO DE VITÓRIA Terminal de Logística de Carga Março de 2012 AEROPORTO DE VITÓRIA Eurico de Aguiar Salles TERMINAL DE CARGA Dados Gerais PISTA: 05/23 TERMINAL DE CARGAS Asfalto - 1.750 m x 45 m

Leia mais

De 16/03 a 24/04 Mais de 50 reuniões Mais de 100 horas de diálogo Duas viagens à Macapá Leitura de 22 relatórios Acompanhamento de processos,

De 16/03 a 24/04 Mais de 50 reuniões Mais de 100 horas de diálogo Duas viagens à Macapá Leitura de 22 relatórios Acompanhamento de processos, EDUARDO MARGARIT De 16/03 a 24/04 Mais de 50 reuniões Mais de 100 horas de diálogo Duas viagens à Macapá Leitura de 22 relatórios Acompanhamento de processos, licitações e obras Mais de 800 alunos Mais

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

Implantação de serviço de ônibus executivo metropolitano pela EMTU/SP na Copa do Mundo FIFA 2014.

Implantação de serviço de ônibus executivo metropolitano pela EMTU/SP na Copa do Mundo FIFA 2014. Implantação de serviço de ônibus executivo metropolitano pela EMTU/SP na Copa do Mundo FIFA 2014. Sérgio Ricardo Fortes EMTU/SP Rua Joaquim Casemiro, 290, Bairro Planalto São Bernardo do Campo - SP Fone:

Leia mais

Registro e Acompanhamento de Chamados

Registro e Acompanhamento de Chamados Registro e Acompanhamento de Chamados Contatos da Central de Serviços de TI do TJPE Por telefone: (81) 2123-9500 Pela intranet: no link Central de Serviços de TI Web (www.tjpe.jus.br/intranet) APRESENTAÇÃO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR GUSTAVO BONATO FRUET PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA. Assunto: pauta de reivindicações específicas dos Educadores de 2013.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR GUSTAVO BONATO FRUET PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA. Assunto: pauta de reivindicações específicas dos Educadores de 2013. EXCELENTÍSSIMO SENHOR GUSTAVO BONATO FRUET PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA. Assunto: pauta de reivindicações específicas dos Educadores de 2013. O SISMUC - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de

Leia mais

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011 CodeP0 AEROPORTOS COPA 2014 Atualizado em 27/09/2011 0 CodeP1 ÍNDICE 2 GUARULHOS 4 Construção do TPS 3 (1ª Fase) Desapropriação, Ampliação e Revitalização do Sistema de Pista e Pátio Ampliação e Revitalização

Leia mais

11º Seminário de Tecnologia de Sistemas Prediais. 20 de maio

11º Seminário de Tecnologia de Sistemas Prediais. 20 de maio 11º Seminário de Tecnologia de Sistemas Prediais 20 de maio 1 Agenda O Grupo AES no Brasil Organograma As associações participantes e evolução no relacionamento Fluxo Ligação Nova Demanda por projetos

Leia mais

Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem

Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem 1) COMO FUNCIONA? O PROBLEMA OU SITUAÇÃO ANTERIOR Anteriormente, todos os resíduos recicláveis ou não (com exceção do papelão), ou seja, papel, plásticos, vidros,

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União DESPACHO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União DESPACHO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União DESPACHO Referência: Processo n. 99901.000350/2013-11 Assunto: Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação

Leia mais

ATA DA 32ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DA GERÊNCIA-EXECUTIVA DO INSS EM RIBEIRÃO PRETO.

ATA DA 32ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DA GERÊNCIA-EXECUTIVA DO INSS EM RIBEIRÃO PRETO. INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ATA DA 32ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DA GERÊNCIA-EXECUTIVA DO INSS EM RIBEIRÃO PRETO. Data : 06.06.2014 Horário: 09h Local : Auditório GEX

Leia mais

COMUNICADO II PANAM JR 2015

COMUNICADO II PANAM JR 2015 COMUNICADO II PANAM JR 2015 A CBBd, divulga informações sobre o XXIV Campeonato PANAM JR: 1 Informações Gerais: Período de realização: 02 a 09 de agosto de 2015: 02 a 04 de agosto: Competição por Equipes.

Leia mais

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Code-P0 3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Brasília, Maio de 2012 Code-P1 Conteúdo do documento Visão geral das ações Visão por tema 1 Code-P2 Ciclos dos preparativos do

Leia mais

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro.

Quem Somos. A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Quem Somos A FAST BRAZIL é uma empresa 100% brasileira, especializada em agenciamento de cargas e despacho aduaneiro. Contamos com profissionais altamente qualificados no comércio internacional e uma rede

Leia mais

Aplicação Cliente. Consumo Indevido do Ambiente de Autorização

Aplicação Cliente. Consumo Indevido do Ambiente de Autorização Projeto Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Aplicação Cliente Consumo Indevido do Ambiente de Autorização Março 2014 Pág. 1 / 9 Prazos de entrada em vigência das orientações e possíveis ações restritivas:

Leia mais

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008 MINAS GERAIS 12/04/2008 Diário do Judiciário Chefe de Gabinete: Dalmar Morais Duarte 11/04/2008 PRESIDÊNCIA Portaria 2.176/2008 Institucionaliza o Programa Conhecendo o Judiciário do Tribunal de Justiça.

Leia mais

Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015

Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015 Tabela de Preços Armazenagem e Serviços Acessórios Versão 19.1 - Válida a partir de 01/05/2015 ARMAZENAGEM 1 - Armazenagem de Importação - Contêiner e Carga Solta Do Valor CIF 1º período de 7 dias ou fração

Leia mais

Objetivo...2 Requisitos mínimos do sistema...2 Acesso ao sistema...2

Objetivo...2 Requisitos mínimos do sistema...2 Acesso ao sistema...2 Índice Objetivo...2 Requisitos mínimos do sistema...2 Acesso ao sistema...2 Cadastro da Nota Fiscal...3 Grupo Booking...3 Grupo Cliente...5 Grupo Documentos...6 Grupo Contêiner...8 Anexo I... 10 Objetivo

Leia mais

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp Página 1 de 7 Instrução Normativa SRF nº 102, de 20 de dezembro de 1994 DOU de 22/12/1994 Disciplina os procedimentos de controle aduaneiro de carga aérea procedente do exterior e de carga em trânsito

Leia mais