REGULAMENTAÇÃO DE PREÇOS E CRITÉRIOS DE MEDIÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTAÇÃO DE PREÇOS E CRITÉRIOS DE MEDIÇÃO"

Transcrição

1 DE PREÇOS E SUBGRUPO: SERVIÇOS PRELIMINARES Andaimes tubulares m 3 x mes Fornecimento, montagem e desmontagem de andaime tubular de base quadrada, como também a plataforma de serviços de madeira. O preço remunera também o transporte para entrega e retirada do equipamento. A medição será feita pelo produto da altura total dos andaimes pela área da base e multiplicado pelo tempo em mês (m 3 x mês).

2 DE PREÇOS E SUBGRUPO: SERVIÇOS PRELIMINARES Proteção com tela de náilon m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra para a instalação da tela de náilon conforme Especificação Técnica de Serviço de Recuperação em Estruturas de Concreto. A medição será feita pela área real da fachada, medida no local, em metro quadrado.

3 DE PREÇOS E SUBGRUPO: SERVIÇOS PRELIMINARES Cimbramento de madeira m 3 Montagem, manutenção, posterior desmontagem e remoção do cimbramento e ainda eventuais perdas de materiais e toda a mão de obra necessária para a completa execução dos serviços, conforme Especificação Técnica. A medição será feita pelo volume, medido pela área de projeção da estrutura cimbrada multiplicada pela altura do cimbramento, em metro cúbico.

4 DE PREÇOS E SUBGRUPO: SERVIÇOS PRELIMINARES Cimbramento tubular m 3 x mês Montagem, manutenção, posterior desmontagem e remoção de cimbramento composto de tubos de ferro galvanizado ou de torres de módulos encaixáveis, equipadas com braçadeiras,acoplamentos, placas, forcados, etc. ou ainda de estruturas de madeira, inclusive vigas superiores de apoio das formas. Compreende, ainda, eventuais perdas de materiais e toda mão de obra necessária para execução dos serviços, conforme Especificação Técnica. Pelo volume medido através da área de projeção da estrutura cimbrada, multiplicada pela altura do cimbramento e pelo tempo de utilização (m³ x mês). NOTA: Este serviço somente deverá ser medido a partir do momento em que a estrutura de cimbramento estiver apta a receber o peso próprio da estrutura cimbrada até a data da liberação para sua retirada.

5 DE PREÇOS E SUBGRUPO: SERVIÇOS PRELIMINARES Plataforma com lança articulada h = 25,00 m mês Fornecimento e operação de plataforma com lança articulada, inclusive operador e combustível. O preço remunera também o transporte para entrega e retirada do equipamento. Por mês efetivo de utilização do equipamento.

6 DE PREÇOS E SUBGRUPO: SERVIÇOS PRELIMINARES Plataforma com lança articulada h = 40,00 m mês Fornecimento e operação de plataforma com lança articulada, inclusive operador e combustível. O preço remunera também o transporte para entrega e retirada do equipamento. Por mês efetivo de utilização do equipamento.

7 DE PREÇOS E SUBGRUPO: SERVIÇOS PRELIMINARES Recuperação em estruturas verticais com utilização de cadeira suspensa com catacra mês Fornecimento, montagem e desmontagem de equipamento completo de balancim individual tipo cadeirinha, inclusive fixação do equipamento através de ganchos e suportes. O preço remunera também o transporte para entrega e retirada do equipamento. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto. Por mês efetivo de utilização do equipamento.

8 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Definição e demarcação da área de reparo com disco de corte m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para demarcar a área a ser reparada. NOTA Os cortes devem ser executados após a remoção do concreto deteriorado e servem de base para uma nova reavaliação da área a ser reparada, e com o devido cuidado para não atingir a armadura. A profundidade mínima de corte é de 5 mm para peças estruturais e 10 mm para pisos. A medição será feita pelo perímetro da figura utilizada na definição da área e será medido em metro (m) de corte efetivamente executado sobre o concreto são.

9 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Hidrojateamento de alta pressão com água quente ou fria e solução limpadora (até 17 mpa) m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais, e equipamentos para limpeza completa da superfície de concreto através de hidrojateamento. A medição será feita pela área efetivamente limpa, medida no local em metro quarado.

10 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Hidrojateamento de altíssima pressão com água quente ou fria, para remoção de conreto (acima de 17 mpa) m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais, e equipamentos para limpeza completa da superfície de concreto através de hidrojateamento. A medição será feita pela área efetivamente limpa, medida no local em metro quadrado.

11 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Umedecimento do Substrato m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais, e equipamentos para a completa saturação da superfície de concreto por um tempo mínimo de 2 ( duas) horas antes da aplicação da argamassa ou concreto de reparo. Instantes antes da aplicação dos produtos deve-se retirar, com estopa limpa, o excesso de água da superfície tornando-a úmida ou saturada, porém seca. A medição será feita pela área efetivamente saturada, medida no local em metro quadrado.

12 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Lixamento do Substrato m 2 Fornecimento de mão de obra especializada e equipamentos para remoção de impurezas, uniformização da superfície por lixamento grosso ou fino com lixadeira elétrica, para posterior tratamento. A medição será pela área de superfície efetivamente lixada expressa em metro quadrado.

13 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Escovamento manual m 2 Fornecimento de mão de obra para remoção de partículas, impurezas superficiais ou material indesejável por escovamento manual. A medição será feita pela área efetivamente escovada expressa em metro quadrado.

14 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Apicoamento manual da superfície m 2 Fornecimento de mão de obra especializada e equipamentos para preparação do substrato por apicoamento manual, para conferir a aderência do concreto antigo e o concreto ou argamassa de reparo. A medição será feita pela área apicoada e será medida em metro quadrado.

15 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Eescarificação mecânica até a profundidade de 4,0 cm. m 2 Fornecimento de mão de obra especializada e equipamentos para preparação do substrato por escarificação mecânica até uma profundidade de 4,00 cm, para conferir rugosidade ao concreto, incluindo a remoção de nata superficial, retirada de material solto, mal adensado e segregado. A medição será feita pela área da poligonal circunscrita à superfície a ser tratada e será medida em metro quadrado.

16 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Demolição de concreto até a profundidade de 5,0cm m 2 Fornecimento de mão de obra especializada e equipamentos para preparação do substrato por demolição do concreto mal compactado ou segregado até atingir o concreto são a uma profundidade de até 5,00cm, utilizando martelete pneumático, incluindo a retirada de material solto. NOTA: A utilização deste procedimento é recomendada para volumes grandes e no caso de estruturas não muito delgadas, não sendo recomendado para elementos estruturais esbeltos como pilares e vigas de dimensões transversais inferiores a 30 cm. A medição será feita pela área da poligonal circunscrita à superfície a ser demolida e será medida em metro quadrado.

17 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Demolição de concreto até a profundidade de 10 cm. m 2 Fornecimento de mão de obra especializada e equipamentos para preparação do substrato por demolição do concreto mal compactado ou segregado até atingir o concreto são a uma profundidade de até 10,00 cm, utilizando martelete pneumático, incluindo a retirada de material solto. NOTA A utilização deste procedimento é recomendada para volumes grandes e no caso de estruturas não muito delgadas, não sendo recomendado para elementos estruturais esbeltos como pilares e vigas de dimensões transversais inferiores a 30 cm. A medição será feita pela área da poligonal circunscrita à superfície a ser tratada e será medida em metro quadrado.

18 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Jateamento com ar comprimido m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais, e equipamentos para limpeza completa do substrato com a utilização de jato de ar comprimido. A medição será feita pela área efetivamente limpa, medida no local em metro quadrado.

19 DE PREÇOS E SUBGRUPO: PREPARO E LIMPEZA DO SUBSTRATO Escarificação com disco de desbaste até profundidade de 0,50 cm m 2 Fornecimento de mão de obra especializada e equipamentos para preparação do substrato por escarificação com disco de desbaste em camadas ou passadas cruzadas a 90, até uma profundidade de 0,50 cm. A medição será feita pela área da poligonal circunscrita à superfície a ser tratada e será medida em metro quadrado.

20 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Lixamento das armaduras m Fornecimento de mão de obra especializada e equipamentos para remoção de material causado pela corrosão do substrato sobre a superfície da barra da armadura por lixamento com lixadeira elétrica e escova circular com cerdas de aço. A medição será executada pelo comprimento de armadura efetivamente lixado expresso em metro.

21 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Emendas por transpasse Kg Fornecimento de mão de obra especializada e materiais para a colocação da armadura de transpasse incluindo os estribos e obedecendo as especificações de projeto. NOTA Os serviços para a execução dos furos no concreto, chumbamento dos estribos e ancoragem das barras de espera devem ser remunerados separadamente. A medição será executada pelo peso total de aço utilizado conforme especificado em projeto expresso em quilo.

22 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Aplicação de tinta de alto teor de zinco. m Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para a aplicação de uma demão de primer a base de zinco em armaduras e insertos metálicos. O serviço deve ser executado sobre a armadura previamente livre de ferrugem e outras incrustações. A medição será feita pelo comprimento real das barras de aço efetivamente protegido medido no local, em metro.

23 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Aplicação de revestimento de resina acrílica e cimento, com alta alcalinidade e aditivo inibidor de corrosão m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para a preparação e aplicação da argamassa de reparo sobre o substrato. O inibidor de corrosão deve ser adicionado à água de amassamento na proporção recomendada pelo fabricante. O serviço deve ser executado, incluindo a cura da argamassa, conforme Especificações Técnicas. A medição será feita pela área efetivamente reparada medida no local, em metro quadrado.

24 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Substituição de barras de aço Kg Fornecimento de mão de obra especializada e materiais para a substituição, quando necessária, das barras de aço para o reposicionamento da armadura visando a recomposição da armação original de projeto. NOTA Os serviços para a execução dos furos no concreto, chumbamento dos estribos e ancoragem das barras de espera devem ser remunerados separadamente. A medição será executada pelo peso total de aço substituído conforme especificado em projeto expresso em quilo.

25 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Complementação de barras de aço Kg Fornecimento de mão de obra especializada e materiais para a complementação, quando necessária, das barras de aço para o reposicionamento da armadura visando a recomposição da armação original de projeto. NOTA Os serviços para a execução dos furos no concreto, chumbamento dos estribos e ancoragem das barras de espera devem ser remunerados separadamente. A medição será executada pelo peso total de aço complementado conforme especificado em projeto expresso em quilo.

26 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Jateamento com minério tipo esférico, granulometria 12/20, alfa alumina 80% m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais, e equipamentos para a remoção de crostas de corrosão e limpeza completa da armadura por jateamento com minério tipo esférico de granulometria 12/20, alfa alumina 80%. A medição será feita pela área da ferragem efetivamente limpa, medida no local em metro quadrado.

27 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Jateamento com escória de cobre m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais, e equipamentos para a remoção de crostas de corrosão e limpeza completa da armadura por jateamento com escória de cobre. A medição será feita pela área da ferragem efetivamente limpa, medida no local em metro quadrado.

28 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Limpeza de superfície com granalha de aço m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais, e equipamentos para limpeza completa da superfície de concreto ou aço através de jato de granalha de aço. Estão inclusos no preço a limpeza do local de trabalho e a remoção de todos resíduos de devido a reflexão do material projetado. NOTA Os serviços devem ser executados conforme Legislação vigente para tais atividades. A medição será feita pela área efetivamente jateada, medida no local em metro quadrado.

29 DE PREÇOS E SUBGRUPO: TRATAMENTO DAS ARMADURAS Tratamento de concreto com armaduras oxidadas e recomposição com argamassa polimérica m² Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para execução dos serviços em áreas demarcadas com disco de corte, escarificadas até 4 cm de profundidade, lixamento das barras oxidadas, limpeza com ar comprimido e proteção com tinta rica em zinco, e recomposição da superfície de concreto com aplicação de argamassa à base de cimento modificada com polímeros sobre ponte de aderência de base acrílica. Antes da aplicação da argamassa polimérica o substrato deve estar limpo e saturado superfície seca. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto. A medição será feita efetivamente pela área escarificada e tratada, expressa em metro quadrado.

30 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Argamassa a base de cimento modificada com polímeros, espessura até 3cm m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para preparar e aplicar a argamassa de reparo sobre a superfície de concreto previamente limpa, inclusive seu acabamento final. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto utilizado no preparo da argamassa. A medição será feita pela área efetivamente tratada, expressa em metro quadrado.

31 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Argamassa a base de cimento modificada com polímeros, espessura até 5 cm m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para preparar e aplicar a argamassa de reparo sobre a superfície de concreto previamente limpa, inclusive seu acabamento final. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto utilizado no preparo da argamassa. A medição será feita pela área efetivamente reparada, expressa em metro quadrado.

32 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Argamassa a base de cimento modificada com polímeros m 3 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para preparar e aplicar a argamassa de reparo sobre a superfície de concreto previamente limpa, inclusive seu acabamento final. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto utilizado no preparo da argamassa. A medição será feita pelo volume efetivamente aplicado, expresso em metro cúbico.

33 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Argamassa base epóxi, espessura até 3 cm m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para preparar e aplicar a argamassa de reparo sobre a superfície de concreto previamente limpa, inclusive seu acabamento final. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto utilizado no preparo da argamassa. A medição será feita pela área efetivamente tratada, expressa em metro quadrado.

34 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Estancamento de infiltração com cimento de pega ultra rápida m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para aplicar o cimento de pega ultra rápida sobre a superfície de concreto. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto. A medição será feita pela área efetivamente tratada, expressa em metro quadrado.

35 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Aplicação de argamassa tipo dry-pack para reparos m 3 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para o preparo e aplicação da argamassa de reparo. A aplicação deve ser executada conforme as Especificações Técnicas da Sabesp, e a argamassa de reparo preparada conforme recomendações de uso do fabricante do produto. A medição será feita pelo volume de argamassa efetivamente aplicado, expresso em metro cúbico.

36 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Aplicação de argamassa tipo dry-pack para tirantes un Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para o preparo e aplicação da argamassa de reparo. A aplicação deve ser executada conforme as Especificações Técnicas da Sabesp, e a argamassa de reparo preparada conforme recomendações de uso do fabricante do produto. A medição será feita pela unidade de tirante executado, expresso em unidade.

37 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Graute mineral m 3 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para o preparo e aplicação do graute de reparo. A aplicação deve ser executada conforme as Especificações Técnicas da Sabesp, e o graute de reparo preparado conforme recomendações de uso do fabricante. A medição será feita pelo volume de graute efetivamente aplicado, expresso em metro cúbico.

38 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Graute mineral e pedrisco m 3 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para o preparo e aplicação do graute de reparo. A aplicação deve ser executada conforme as Especificações Técnicas da Sabesp, e o graute de reparo preparado conforme recomendações de uso do fabricante. A medição será feita pelo volume de graute com o pedrisco efetivamente aplicado, no local expresso em metro cúbico.

39 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Forma para reparos profundos m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para a execução das formas utilizadas para reparos com graute ou microconcreto, incluindo o cachimbo, reforço, travamento e a estanqueidade. A medição será feita pela área real de forma construída, expressa em metro quadrado.

40 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Microconcreto modificado com polímeros m 3 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para o preparo e aplicação do microconcreto. A aplicação, incluindo a sua cura, deve ser executada conforme as Especificações Técnicas da Sabesp, e o microconcreto preparado conforme recomendações de uso do fabricante. A medição será feita pelo volume de microconcreto efetivamente aplicado, no local expresso em metro cúbico.

41 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Aplicação de membrana de cura química m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para o preparo e aplicação da membrana de cura química. A aplicação deve ser executada conforme as Especificações Técnicas da Sabesp, podendo ser executada por um nebulizador, rolo ou trincha dependendo do tipo de material utilizado no reparo. A medição será feita pela área correspondente de reparo efetivamente aplicada com a membrana de cura química, expressa em metro quadrado.

42 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Concreto projetado em paredes m 3 Mobilização e desmobilização dos equipamentos; preparo e limpeza de superfície; instalação e retirada de andaimes; preparo, aplicação, cura e controle tecnológico do concreto, incluindo reparos e correções de defeitos; limpeza final da área de trabalho. Pelo volume útil efetivamente executado, em metro cúbico. NOTA: Os preços incluem quaisquer perdas, inclusive por reflexão.

43 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Concreto projetado em tetos m 3 Mobilização e desmobilização dos equipamentos; preparo e limpeza de superfície; instalação e retirada de andaimes; preparo, aplicação, cura e controle tecnológico do concreto, incluindo reparos e correções de defeitos; limpeza final da área de trabalho. Pelo volume útil efetivamente executado, em metro cúbico. NOTA: Os preços incluem quaisquer perdas, inclusive por reflexão.

44 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Argamassa projetada em paredes m 3 Mobilização e desmobilização dos equipamentos; preparo e limpeza de superfície; Instalação e retirada de andaimes; preparo, aplicação, cura e controle tecnológico da argamassa, incluindo reparos e correções de defeitos; limpeza final da área de trabalho. Pelo volume útil efetivamente executado, em metro cúbico. NOTA: Os preços incluem quaisquer perdas, inclusive por reflexão.

45 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Argamassa projetada em tetos m 3 Mobilização e desmobilização dos equipamentos; preparo e limpeza de superfície; Instalação e retirada de andaimes; preparo, aplicação, cura e controle tecnológico da argamassa, incluindo reparos e correções de defeitos; limpeza final da área de trabalho. Pelo volume útil efetivamente executado, em metro cúbico. NOTA: Os preços incluem quaisquer perdas, inclusive por reflexão.

46 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Argamassa à base de cimento modificada com polímeros, espessura até 2 cm m 2 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para preparar e aplicar a argamassa de reparo sobre a superfície de concreto previamente limpa, inclusive seu acabamento final. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto utilizado no preparo da argamassa. A medição será feita pela área efetivamente tratada, expressa em metro quadrado.

47 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS LOCALIZADOS Microconcreto modificado com polímeros, com traço, realizado in loco. m 3 Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para o preparo e aplicação do microconcreto, sendo o traço estudado, realizado e aprovado in loco. A aplicação, incluindo a sua cura, deve ser executada conforme as Especificações Técnicas da Sabesp, e o microconcreto preparado conforme recomendações de uso do fabricante. A medição será feita pelo volume de microconcreto efetivamente aplicado, no local expresso em metro cúbico.

48 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Retirada de perfil vulcanizado m Fornecimento de mão de obra, ferramentas e equipamentos para a retirada do perfil vulcanizado da junta. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

49 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Desobstrução da junta m Fornecimento de mão de obra, ferramentas e equipamentos para a retirada de detritos de argamassa, concreto, pedaços de madeira, e outros materiais remanescentes ou depositados no interior da junta. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

50 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Reparo em juntas com perfil pré-moldado de neoprene, L = 10 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

51 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Reparo em juntas com perfil pré-moldado de neoprene, L = 20 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

52 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Reparo em juntas com perfil pré-moldado de neoprene, L = 25 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

53 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Reparo em juntas com perfil pré-moldado de neoprene, L = 30 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

54 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Reparo em juntas com perfil pré-moldado de neoprene, L = 35 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

55 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Reparo em juntas com perfil pré-moldado de neoprene, L = 40 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

56 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Reparo em juntas com perfil pré-moldado de neoprene, L = 50 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

57 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Recomposição de borda de concreto com argamassa epoxídica m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a recomposição das bordas das juntas com argamassa epoxídica. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

58 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Recomposição de borda de concreto com argamassa polimérica m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a recomposição das bordas das juntas com argamassa polimérica. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

59 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Vedação de juntas com mastique elástico de poliuretano m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a aplicação do material selante, base borracha de poliuretano, sobre a junta previamente preparada, e posterior acabamento. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

60 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Vedação de juntas com mastique elástico base silicone m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a aplicação do material selante, base borracha de silicone, sobre a junta previamente preparada, e posterior acabamento. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

61 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS EM JUNTAS Vedação de juntas com selante elástico tixotrópico base de polissulfeto orgânico m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a aplicação do material selante, base de polissulfeto orgânico, sobre a junta previamente preparada, e posterior acabamento. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de junta tratada, expresso em metro.

62 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com mastique elástico base poliuretano m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a abertura da canaleta, limpeza com ar comprimido, colocação da fita crepe, aplicação do primer, se necessário, e aplicação do mastique base poliuretano conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

63 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com mastique elástico base silicone m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a abertura da canaleta, limpeza com ar comprimido, colocação da fita crepe, aplicação do primer, se necessário, e aplicação do mastique base silicone conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro

64 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com selante elástico tixotrópico à base polissulfeto orgânico m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a aplicação do selante elástico tixotrópico a base de polissulfeto orgânico, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

65 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com injeção de selante à base de poliuretano hidroativado e gel m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação dos bicos de injeção no concreto espaçados ao longo da trinca e a injeção do produto, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

66 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com perfil pré-moldado de neoprene, largura de 50,0 mm m Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para a execução de canaleta no concreto, recomposição da mesma com argamassa tipo graute deixando uma seção preenchida com placa de isopor, remoção da placa e limpeza da sede, aplicação de adesivo epóxi, instalação e pressurização do perfil de neoprene, limpeza do local da obra com remoção de entulho, carga, transporte e acomodação em bota-fora. O serviço deve ser executado conforme Especificações Técnicas da SABESP. A medição será feita pelo comprimento de fissura ou trinca efetivamente tratada, medida no local, em metro.

67 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com perfil pré-moldado de neoprene, largura de 25,0 mm m Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para a execução de canaleta no concreto, recomposição da mesma com argamassa tipo graute deixando uma seção preenchida com placa de isopor, remoção da placa e limpeza da sede, aplicação de adesivo epóxi, instalação e pressurização do perfil de neoprene, limpeza do local da obra com remoção de entulho, carga, transporte e acomodação em bota-fora. O serviço deve ser executado conforme Especificações Técnicas da SABESP. A medição será feita pelo comprimento de fissura ou trinca efetivamente tratada, medida no local, em metro.

68 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com perfil pré-moldado de neoprene, largura de 10,0 mm m Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para a execução de canaleta no concreto, recomposição da mesma com argamassa tipo graute deixando uma seção preenchida com placa de isopor, remoção da placa e limpeza da sede, aplicação de adesivo epóxi, instalação e pressurização do perfil de neoprene, limpeza do local da obra com remoção de entulho, carga, transporte e acomodação em bota-fora. O serviço deve ser executado conforme Especificações Técnicas da SABESP. A medição será feita pelo comprimento de fissura ou trinca efetivamente tratada, medida no local, em metro.

69 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com injeção de espuma à base de poliuretano hidroativado m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação dos bicos de injeção no concreto espaçados ao longo da trinca e a injeção do produto, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

70 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento flexível com injeção de gel à base de poliuretano m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação dos bicos de injeção no concreto espaçados ao longo da trinca e a injeção do produto, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

71 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento rígido por tamponamento com injeção de resina epóxi m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a abertura da canaleta, execução dos orifícios e fixação dos tubos de injeção, limpeza com ar comprimido, colmatação da canaleta e injeção com resina epoxídica. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

72 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento rígido por tamponamento com injeção de resina epóxi (em peso) Kg Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a abertura da canaleta, execução dos orifícios e fixação dos tubos de injeção, limpeza com ar comprimido, colmatação da canaleta e injeção com resina epoxídica. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo peso de resina utilizada, expresso em quilo.

73 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Reparo estrutural de vigas, lajes e pilares com aplicação de graute, vãos de 35 a 70 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo e aplicação da argamassa de graute, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

74 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de micro fissuras por silicatação ou fluorsilicatação m 2 Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo e aplicação da solução em 3 demãos durante 3 dias consecutivos aguardando a cura entre cada demão, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pela área da superfície tratada, expressa em metro quadrado.

75 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de juntas de dilatação com injeção de gel acrílico L Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação dos bicos de injeção no concreto espaçados ao longo da junta de dilatação e a injeção do gel acrílico, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo volume de gel acrílico injetado, expresso em litro.

76 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de fissuras com injeção de gel acrílico m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação dos bicos de injeção no concreto espaçados ao longo da fissura e a injeção do produto, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo comprimento total de fissura ou trinca tratada, expresso em metro.

77 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de junta de concretagem e fissuras passivas por cristalização osmótica profunda, com percolação de água pelo método de dry-pack (canaleta de 3,00x 4,00 cm) m Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para execução das canaletas (escarificadas) de 3 cm de largura e 4 cm de profundidade e serviço de aplicação do produto impermeabilizante por cristalização osmótica profunda do concreto, COM percolação de água. A primeira camada entre 1 a 2 cm deverá ser preenchida com argamassa pega rápida para estancar a percolação, posteriormente a outra metade restante preencher com argamassa aditivada com catalisador cristalino, pelo método de dry-pack. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp einstruções de uso e aplicação do fabricante do produto. Por juntas ou fissuras devidamente tratada, expressa em metros.

78 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de junta de concretagem e fissuras passivas por cristalização osmótica profunda, sem percolação de água pelo método de dry-pack (canaleta de 3,00x 3,00 cm) m Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para execução das canaletas (escarificadas) de 3 cm de largura e 3 cm de profundidade e serviço de aplicação do produto impermeabilizante por cristalização osmótica profunda do concreto, SEM percolação de água. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto. Por juntas ou fissuras devidamente tratada, expressa em metro.

79 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de concreto segregado por cristalização osmótica profunda, sem percolação de água pelo método de dry-pack com espessura de 3 cm m² Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para execução dos serviços em áreas (m2) escarificadas de 3 cm de profundidade e serviço de aplicação do produto impermeabilizante por cristalização osmótica profunda do concreto, SEM percolação de água. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto. A medição será feita efetivamente pela área escarificada e tratada, expressa em metro quadrado.

80 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Impermeabilização e proteção química por tratamento de cristalização osmótica profunda m² Fornecimento de todos os materiais, equipamentos e mão de obra especializada para aplicação do produto impermeabilizante sobre a superfície de concreto. O serviço deve ser executado conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e Instruções de uso do fabricante do produto. A medição será feita pela área efetivamente impermeabilizada, expressa em metro quadrado.

81 DE PREÇOS E GRUPO: RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTOS DE TRINCAS E FISSURAS Serviços de perfuração e instalação de bicos de perfuração e injeção de (113 x 15) mm ao longo de fissura e/ou trinca em estruturas de concreto simples e/ou armado un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação dos bicos de injeção no concreto espaçados ao longo da junta de dilatação. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. Estão incluídos no preço todos os custos diretos e indiretos, bem como os Encargos Sociais e BDI. A medição será feita por unidade de bico instalado.

82 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de junta de dilatação com injeção de gel de poliuretano L Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a injeção do gel de poliuretano, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo volume de gel injetado, expresso em litro.

83 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Tratamento de junta de dilatação com injeção de espuma à base de poliuretano hidroativado L Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a injeção de espuma a base de poliuretano hidroativado, conforme as especificações do fabricante. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita pelo volume de espuma injetado, expresso em litro.

84 DE PREÇOS E SUBGRUPO: REPAROS E TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS Reparo em junta de dilatação com perfil flexível pré-moldado de EPDM L=40 mm m Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a instalação do perfil na junta, incluindo a aplicação do adesivo epoxídico na sede da junta e no perfil, a introdução do perfil, a pressurização até a retirada da válvula após a cura do adesivo. A medição será feita pela extensão de reparo, expresso em metro.

85 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 6,3 mm com resina de poliéster un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de poliéster conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

86 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 10,0 mm com resina de poliéster un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de poliéster conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

87 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 12,5 mm com resina de poliéster un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de poliéster conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

88 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 16,0 mm com resina de poliéster un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de poliéster conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

89 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 20,0 mm com resina de poliéster un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de poliéster conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

90 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 6,3 mm com resina epoxídica un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de epóxi conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

91 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 10,0 mm com resina epoxídica un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de epóxi conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

92 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 12,5 mm com resina epoxídica un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de epóxi conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

93 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 16,0 mm com resina epoxídica un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de epóxi conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

94 DE PREÇOS E SUBGRUPO: ANCORAGEM DE BARRAS DE AÇO Ancoragem de barras de aço, diâmetro 20,0 mm com resina epoxídica un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para o preparo da resina para ancoragem formulada a base de epóxi conforme as especificações do fabricante, preencher os furos previamente executados com a resina e em seguida a ancoragem das barras. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp e conforme definido em projeto. A medição será feita por unidade de barra ancorada, expressa em unidade.

95 DE PREÇOS E SUBGRUPO: CHUMBADORES Fornecimento e colocação de chumbadores químicos e parafuso prisioneiro, diâmetro 3/4 un Fornecimento de mão de obra especializada, materiais e equipamentos para a injeção da ampola de vidro dentro da perfuração previamente executada e limpa, em seguida introduzir o parafuso prisioneiro no interior da ampola e aguardar a cura. Os serviços devem ser executados conforme as Especificações Técnicas da Sabesp. A medição será feita por unidade de chumbador instalado, expressa em unidade.

Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de Engenharia para Objeto: RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO ETA RJCS MATV PAREDES EXTERNAS DOS DECANTADORES 3 E 5 GALERIA SOB O CANAL DE ÁGUA DECANTADA

Leia mais

Manual do impermeabilizador

Manual do impermeabilizador 1 Manual do impermeabilizador Preparação e aplicação em superfícies cimenticia Índice INTRODUÇÃO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO ESTATÍSTICAS NORMAS TÉCNICAS ELABORAÇÃO DO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO NBR

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.1.1 - LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO Os níveis marcados na Planta de Implantação deverão ser rigorosamente obedecidos.

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.1.1 - LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO Os níveis marcados na Planta de Implantação deverão ser rigorosamente obedecidos. MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO : Prefeitura Municipal de Irai OBRA : Construção de ponte em concreto armado de 4,50m de largura x 25,00m de vão total e 5,33m de altura total. LOCAL : Linha Corticeira

Leia mais

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO

APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO Sistema da Qualidade Páginas: 1 de 11 APLICAÇÃO POLIKOTE 100 REVESTIMENTO EM SUBSTRATO DE CONCRETO Sistema da Qualidade Páginas: 2 de 11 SUMÁRIO Página 1. OBJETIVO... 03 2. PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES...

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE EXECUÇÃO: 1. Condições para o início dos serviços A alvenaria deve estar concluída e verificada. As superfícies

Leia mais

EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO ARGAMASSA DE FACHADA DE P R O M O Ç Ã O

EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO ARGAMASSA DE FACHADA DE P R O M O Ç Ã O EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO DE FACHADA DE ARGAMASSA P R O M O Ç Ã O Início dos Serviços Alvenarias concluídas há 30 dias e fixadas internamente há 15 dias Estrutura concluída há 120 dias Contra marcos chumbados

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

IMPERMEABILIZAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II IMPERMEABILIZAÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO Conjunto de produtos e serviços destinados a conferir

Leia mais

Produtos Devcon. Guia do Usuário. Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo

Produtos Devcon. Guia do Usuário. Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo 1 Produtos Devcon Guia do Usuário Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo 2 Guia do Usuário Kit Devcon para reparo de vazamentos em transformadores a óieo Prefácio 3 Preparação da

Leia mais

AVISO DE PREÇOS UNITÁRIOS REGISTRADOS

AVISO DE PREÇOS UNITÁRIOS REGISTRADOS AVISO DE PREÇOS UNITÁRIOS REGISTRADOS Divulgamos os preços registrados pelo Banco do Brasil, em conformidade com o art. 15 da Lei nº 8.666/93 CONCORRÊNCIA n.º 2014/15658 (7421); Registro de Preços visando

Leia mais

Revestimento de fachadas: aspectos executivos

Revestimento de fachadas: aspectos executivos UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Setembro, 2009 Revestimento de fachadas: aspectos executivos Eng.º Antônio Freitas da Silva Filho Engenheiro Civil pela UFBA Julho de 1982; Engenheiro da Concreta Tecnologia

Leia mais

INDICE 1. CAPA 1. CAPA 2. PRODUTO 3. ARMAZENAMENTO 4. ASSENTAMENTO 5. REJUNTAMENTO 6. LIMPEZA

INDICE 1. CAPA 1. CAPA 2. PRODUTO 3. ARMAZENAMENTO 4. ASSENTAMENTO 5. REJUNTAMENTO 6. LIMPEZA INDICE 1. CAPA 2. PRODUTO 3. ARMAZENAMENTO 4. ASSENTAMENTO 5. REJUNTAMENTO 6. LIMPEZA 7. PROTEÇÃO 8. DECK 9. COTTO 10. EKKO 11. REVESTIMENTOS 12. ENTREGA E SAC 1. CAPA PARABÉNS! Você adquiriu um produto

Leia mais

Limpeza das Superfícies do Concreto e Armaduras

Limpeza das Superfícies do Concreto e Armaduras TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL Profa. Eliana Barreto Monteiro Limpeza das Superfícies do Concreto e Armaduras Limpeza das Armaduras O produto de corrosão deve ser removido totalmente, garantindo bom funcionamento

Leia mais

ANEXO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 032/09

ANEXO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 032/09 ANEXO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 032/09 PROCESSO DE COMPRA Nº 107/09 São José dos Campos SGVO Eng, Constr. e Empreend. Imob. Ltda CÓDIGO DESCRIÇÃO UNIDADE QUANT. PREÇO(R$) PREÇO TOTAL (R$) 1 Requisitos

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa;

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa; VIAPLUS 7000-FIBRAS 1. Descrição Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA Orçamento Sintético LOTE 01 M/MÊS 600,00 R$ 20,2245 R$ 9.707,78

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA Orçamento Sintético LOTE 01 M/MÊS 600,00 R$ 20,2245 R$ 9.707,78 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA Orçamento Sintético OBRA : PINTURA GERAL NO COMPLEXO DA PGR DATA: 6/09/ LOTE 0 ITEM DESCRIÇÃO UND. QUANT. TAXAS: LS= 24,33% BASE DE PREÇOS: SINAPI

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade PES - Procedimento de Execução de Serviço

Sistema de Gestão da Qualidade PES - Procedimento de Execução de Serviço Revisão: 02 Folha: 1 de 5 1. EQUIPAMENTOS Esquadro metálico; Martelo e serrote; Serra de bancada com proteção para disco; Corda; Chave de dobra; Policorte; Tesoura manual; Jerica e carrinho de mão; Desempenadeira

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PONTE MISTA DE 18,00M DE COMPRIMENTO E 4,20M DE LARGURA

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PONTE MISTA DE 18,00M DE COMPRIMENTO E 4,20M DE LARGURA MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: PONTE MISTA DE 18,00M DE COMPRIMENTO E 4,20M DE LARGURA LOCAL: PONTE DOS CÓRREGOS. OBJETIVO: O Objetivo principal deste Memorial é demonstrar e descrever todas e quaisquer informações

Leia mais

ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA

ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA ANEXO I IMPLANTAÇÃO DA ERM MACAÉ - RJ CADERNO DE ENCARGOS INFRA-ESTRUTURA 1 1. Introdução O presente caderno de encargos tem como objetivo orientar e subsidiar a contratação de empresa para a execução

Leia mais

TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL

TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL Profa. Eliana Barreto Monteiro Você sabia? Que na maioria das vezes a aplicação da argamassa de reparo deve ser manual? A diferença entre reparo superficial e profundo? Procedimentos

Leia mais

PES - Procedimento de Execução de Serviço

PES - Procedimento de Execução de Serviço Revisão: 00 Folha: 1 de 6 1. EQUIPAMENTOS Esquadro metálico; Martelo e serrote; Serra de bancada com proteção para disco; Corda; Chave de dobra; Policorte; Tesoura manual; Gerica e carrinho de mão; Desempenadeira

Leia mais

Manual de Colagem Silicone Glazing

Manual de Colagem Silicone Glazing Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Tipos de Selante Estrutural... 3 2.1. Selante estrutural monocomponente... 3 2.2. Selante estrutural bi componente... 3 3. Antes de Começar a Colar... 4 4. Procedimento

Leia mais

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO

COMPRASNET - O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Página 1 de 8 PODER LEGISLATIVO Senado Federal Termo de Homologação do Pregão Eletrônico Nº 00086/2014 (SRP) Às 20:06 horas do dia 14 de outubro de 2014, após constatada

Leia mais

LIMPEZA DE SUBSTRATO COM APLICAÇÃO DE JATO DE ÁGUA FRIA OU QUENTE

LIMPEZA DE SUBSTRATO COM APLICAÇÃO DE JATO DE ÁGUA FRIA OU QUENTE TÍTULO ESPECIFICÇÃO TÉCNIC maio/2006 1 de 5 LIMPEZ DE SUBSTRTO COM PLICÇÃO DE JTO DE ÁGU FRI OU QUENTE ÓRGÃO DIRETORI DE ENGENHRI PLVRS-CHVE Limpeza. Substrato. Jato de Água. PROVÇÃO PROCESSO PR 010972/DE/18/2006

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PARA RECUPERAÇÃO E REFORÇO DO RESERVATÓRIO SUPERIOR DO SETOR B

MEMORIAL DESCRITIVO PARA RECUPERAÇÃO E REFORÇO DO RESERVATÓRIO SUPERIOR DO SETOR B MEMORIAL DESCRITIVO PARA RECUPERAÇÃO E REFORÇO DO RESERVATÓRIO SUPERIOR DO SETOR B CLIENTE: CORREIOS SANTA CATARINA PROJETISTA: PETRUS CONSULTORIA & ASSESSORIA LTDA São José, JULHO DE 2015. MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO ME 33

MÉTODO EXECUTIVO ME 33 Objetivo: FOLHA 1 de 8 O objetivo do MÉTODO EXECUTIVO ME 33 é detalhar o Processo Membrana Acrílica Estruturada Impermeável (MAI), de modo a propiciar o treinamento da mão de obra e por conseqüência garantir

Leia mais

Soluções Recomendadas

Soluções Recomendadas Cement Wood Board Soluções Recomendadas Fachadas Fichas de Aplicação Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Madeira ou metal Fixação: s de cabeça externa Espessura:

Leia mais

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 06. LAJE

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 06. LAJE DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 06. LAJE Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré CEP 05347-902 - São Paulo / SP LAJE As lajes são estruturas destinadas a servirem de cobertura, forro ou piso para uma edificação.

Leia mais

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika

Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica (CET) da Sika Ficha do Produto Edição 02/08/2011 Nº de identificação: 02 09 02 20 900 0 000004 Membrana liquida impermeabilizante, econômica e ecologicamente amigável para coberturas baseada na Tecnologia Co-Elástica

Leia mais

CAIS NOVA ERA PROJETO ESTRUTURAL - AMPLIAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO

CAIS NOVA ERA PROJETO ESTRUTURAL - AMPLIAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO CAIS NOVA ERA PROJETO ESTRUTURAL - AMPLIAÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO FUNDAÇÕES E ESTRUTURAS DE CONCRETO A) FUNDAÇÕES 1.0 ESTACA BROCA Executada por perfuração com trado e posterior concretagem, sobre as estacas

Leia mais

OBRA: REFORMA E RECUPERAÇÃO DE PISCINA ENTERRADA - IEG

OBRA: REFORMA E RECUPERAÇÃO DE PISCINA ENTERRADA - IEG OBRA: REFORMA E RECUPERAÇÃO DE PISCINA ENTERRADA - IEG DATA: Abril/2011. LOCALIZAÇÃO : Av. Anhanguera Goiânia/GO. ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA: Impercia Atacadista LTDA. EXECUÇÃO: - ALDEIA ENGENHARIA LTDA. Situação:

Leia mais

VEDBEM PRESSÃO é uma argamassa polimérica acrílica de alta performance, totalmente flexível, resistente à trincas, movimentações e grandes pressões.

VEDBEM PRESSÃO é uma argamassa polimérica acrílica de alta performance, totalmente flexível, resistente à trincas, movimentações e grandes pressões. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO VEDBEM PRESSÃO é uma argamassa polimérica acrílica de alta performance, totalmente flexível, resistente à trincas, movimentações e grandes pressões. VEDBEM PRESSÃO

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Aplicação Campos de Aplicação - Impermeabilização de:. lajes de cobertura;. terraços;. calhas de concreto;.

Leia mais

CASOS PRÁTICOS DE ADEQUAÇÕES ESTRUTURAIS E FUNCIONAIS DE OAE s. Eng. Júlio Timerman

CASOS PRÁTICOS DE ADEQUAÇÕES ESTRUTURAIS E FUNCIONAIS DE OAE s. Eng. Júlio Timerman CASOS PRÁTICOS DE ADEQUAÇÕES ESTRUTURAIS E FUNCIONAIS DE OAE s Eng. Júlio Timerman Estrutura da apresentação Introdução Panorama de Concessões Rodoviárias no Estado de São Paulo Patologias Típicas em OAEs

Leia mais

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética REVESTIMENTO DE FACHADA Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética Documentos de referência para a execução do serviço: Projeto arquitetônico Projeto de esquadrias NR 18 20

Leia mais

PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR OBRA...CONTRATAÇÃO DE EMPRESA HABILITADA PARA EXECUÇÃO DE REFORMAS NO PAVILHÃO 01

PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR OBRA...CONTRATAÇÃO DE EMPRESA HABILITADA PARA EXECUÇÃO DE REFORMAS NO PAVILHÃO 01 MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR OBRA...CONTRATAÇÃO DE EMPRESA HABILITADA PARA EXECUÇÃO DE REFORMAS NO PAVILHÃO 01 LOCALIZAÇÃO CENTRO DE EXPOSIÇÕES E CONGRESSOS

Leia mais

AMPLIAÇÃO ESCOLA DO JARDIM YPE

AMPLIAÇÃO ESCOLA DO JARDIM YPE AMPLIAÇÃO ESCOLA DO JARDIM YPE LUIZA DE LIMA TEIXEIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA SP. PROJETO ESTRUTURAL 1 I - MEMORIAL DESCRITIVO DE CIVIL ESTRUTURAL 1 - Serviços Iniciais: ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos Instruções de Instalação Pisos Vinílicos LinhadePisosLaminadosemPVC 2,3mmeClick Recomendações e Responsabilidades Os serviços de colocação devem ser repassados a profissionais instaladores de pisos com

Leia mais

Anexo I. Caderno de Especificações Técnicas. Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador

Anexo I. Caderno de Especificações Técnicas. Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador Anexo I Caderno de Especificações Técnicas Execução de Adaptações, Obras Civis e Instalações para Implantação de Grupo Motor Gerador Porto Alegre/RS 1. Considerações Gerais Antes do início de quaisquer

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO & ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS E DE MEDIÇÃO PONTE SANTA EMÍLIA

MEMORIAL DESCRITIVO & ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS E DE MEDIÇÃO PONTE SANTA EMÍLIA MEMORIAL DESCRITIVO & ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS E DE MEDIÇÃO PONTE SANTA EMÍLIA PROPRIETÁRIO : Prefeitura Municipal de Venâncio Aires OBRA : Ponte em Concreto Armado - seção 11,60mx12,20mx4,60m LOCAL : Estrada

Leia mais

REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO)

REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO) 1 / 6 REMENDO SUPERFICIAL (RECOMPOSIÇÃO LOCALIZADA DE REVESTIMENTO BETUMINOSO) 1. DEFINIÇÃO O Remendo Superficial é um serviço que se destina a restaurar a camada de revestimento asfáltico, em pontos isolados

Leia mais

Interface com Outros Subsistemas Dicas e recomendações

Interface com Outros Subsistemas Dicas e recomendações Seminário: Interface com Outros Subsistemas Dicas e recomendações Carlos Chaves LOG Gestão de Obras O Sistema Paredes de concreto moldadas no local Um sistema racionalizado. Racionalização: Simplificação

Leia mais

Prefeitura da Estância Balneária de Praia Grande Estado de São Paulo

Prefeitura da Estância Balneária de Praia Grande Estado de São Paulo ANEXO B - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE OBRAS PROCESSO ADMINISTRATIVO nº 18.478/11 INTRODUÇÃO O presente documento especifica os padrões técnicos mínimos, a serem obrigatoriamente respeitados durante a REGISTRO

Leia mais

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade.

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. Data da última revisão: 03/2011 DEFINIÇÃO MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. MANTA POLIMÉRICA é fácil

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

Universidade Católica de Petrópolis. Materiais de Construção 2011 Prof. Robson Luiz Gaiofatto, D.Sc.

Universidade Católica de Petrópolis. Materiais de Construção 2011 Prof. Robson Luiz Gaiofatto, D.Sc. Universidade Católica de Petrópolis Engenharia Civil Parte X Materiais de Construção 2011 Prof. Robson Luiz Gaiofatto, D.Sc. UCP Mateco - Civil Programa: 1. Aglomerantes; Asfaltos, cal, gesso e cimentos;

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9ª REGIÃO PARANÁ Secretaria de Engenharia e Arquitetura RELATÓRIO DE MEDIÇÃO PO 57/2014 INTERVENÇÃO NO FÓRUM TRABALHISTA DE GUARAPUAVA

Leia mais

VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável

VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável Juliano Moresco Silva Especialista em Tecnologia do Concreto juliano.silva@azulconcretos.com.br

Leia mais

bloco de vidro ficha técnica do produto

bloco de vidro ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para assentamento e rejuntamento de s. 02 Classificação técnica: ANTES 205 Bloco votomassa

Leia mais

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Impermeabilização. Prof. André L.

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Impermeabilização. Prof. André L. Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Construção Civil II Impermeabilização Prof. André L. Gamino Normalização ABNT: Termos Gerais NBR 9575 (2010): Impermeabilização

Leia mais

IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO

IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO Especificação Destinada Construção do Núcleo de Empresas Junior INTRODUÇÃO A execução dos serviços referente Construção do Núcleo de Empresas Junior, obedecerá

Leia mais

MANUAL TÉCNICO PREALL

MANUAL TÉCNICO PREALL MANUAL TÉCNICO PREALL ÍNDICE 1. PRODUTO 2. RECEBIMENTO 3. ARMAZENAMENTO 4. PREPARAÇAO DO LOCAL DE APLICAÇÃO 5.1 DEFINIÇÃO DE JUNTA 5.2 ASSENTAMENTO 6. LIMPEZA 7. PROTEÇÃO 8. GARANTIA 9. PISO ELEVADO 10.

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

ET ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ET ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA RECOMPOSIÇÃO E TRATAMENTO DA FACHADA DE CONCRETO APARENTE RESUMO 1. Objetivo 1.1- Definições complementares 2. Histórico das condições das áreas a serem tratadas 3. Requisitos

Leia mais

ANEXO VII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS

ANEXO VII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS 1 ANEXO VII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS À Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP PREGÃO Eletrônico nº. 22/2012 Processo nº. 12/272-M ITEM ÚNICO Contratação de empresa especializada

Leia mais

Fachadas Fichas de Aplicação

Fachadas Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação Ventiladas - Sistema de s Ventiladas - Viroclin Ventiladas - Virocnail Ventiladas - Sistema Misto Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads.

Leia mais

PINACOTECA Ruben Berta RECUPERAÇÃO ESTRUTURAL PROJETO ESTRUTURAL MEMORIAL DESCRITIVO VOLUME I PARECER TÉCNICO JANEIRO.2005

PINACOTECA Ruben Berta RECUPERAÇÃO ESTRUTURAL PROJETO ESTRUTURAL MEMORIAL DESCRITIVO VOLUME I PARECER TÉCNICO JANEIRO.2005 PINACOTECA Ruben Berta RECUPERAÇÃO ESTRUTURAL PROJETO ESTRUTURAL MEMORIAL DESCRITIVO VOLUME I PARECER TÉCNICO JANEIRO.2005 VOLUME I S U M Á R I O 1. INTRODUÇÃO 2. AVALIAÇÃO DA EDIFICAÇÃO 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO OBRA: C.E.P. EM ARTES BASILEU FRANÇA E ESCOLA DE ARTES VEIGA VALLE LOCAL: GOIÂNIA - GO ASSUNTO: REFORMA NA COBERTURA, FORRO, ESQUADRIAS, INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, PINTURA E PISO. DATA: 15/04/2005. MEMORIAL

Leia mais

ALVENARIA EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

ALVENARIA EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA CONDIÇÕES DE INÍCIO Vigas baldrames impermeabilizadas e niveladas,

Leia mais

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER 1. INTRODUÇÃO Este Manual de Aplicação do GS-Super demonstra passo a passo o procedimento correto para aplicação do material bem como os cuidados necessários

Leia mais

Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS

Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS + + desempenho por m² AMP ARGAMASSA MODIFICADA COM POLÍMERO ( + ) MEMBRANA POLIMÉRICA O BAUCRYL ECOVEDA é um polímero

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO ARMADURA PARA CONCRETO PROTENDIDO Grupo de Serviço OBRAS D ARTE ESPECIAIS Código DERBA-ES-OAE-18/01 1. OBJETIVO Esta especificação de serviço define os critérios que orientam a

Leia mais

Manual Técnico de Coberturas Metálicas

Manual Técnico de Coberturas Metálicas Manual Técnico de Coberturas Metálicas Coberturas Metálicas Nas últimas décadas, as telhas produzidas a partir de bobinas de aço zincado, revolucionaram de maneira fundamental, a construção civil no Brasil,

Leia mais

VEDAPREN. Densidade: 1,02 g/cm³ Aparência: Preto(a) Composição básica: Emulsão asfáltica modificada com elastômeros. Validade: 24 meses

VEDAPREN. Densidade: 1,02 g/cm³ Aparência: Preto(a) Composição básica: Emulsão asfáltica modificada com elastômeros. Validade: 24 meses Produto VEDAPREN é uma manta líquida, de base asfalto e aplicação a frio, pronta para uso e moldada no local. Cobre a estrutura com uma proteção impermeável. Apresenta ótimas características de elasticidade

Leia mais

PMSP SMSP CALÇADAS DA AVENIDA PAULISTA 1 / 7 ESPECIFICAÇÃO E PROCEDIMENTOS REV. 0 JUL. 08

PMSP SMSP CALÇADAS DA AVENIDA PAULISTA 1 / 7 ESPECIFICAÇÃO E PROCEDIMENTOS REV. 0 JUL. 08 PMSP SMSP CALÇADAS DA AVENIDA PAULISTA 1 / 7 1. OBJETIVO: O objetivo deste documento é definir técnicas e procedimentos para intervenções e reparos sobre pisos de concreto moldado in loco, em conformidade

Leia mais

Construção de Edícula

Construção de Edícula Guia para Construção de Edícula Guia do montador Mais resistência e conforto para sua vida. As paredes com Placas Cimentícias Impermeabilizadas e Perfis Estruturais de Aço Galvanizado para steel framing

Leia mais

PROCEDIMENTO DE APLICAÇÃO MANUAL

PROCEDIMENTO DE APLICAÇÃO MANUAL Sistema da Qualidade Páginas: 1 de 6 PROCEDIMENTO DE APLICAÇÃO MANUAL Sistema da Qualidade Páginas: 2 de 6 SUMÁRIO Página 1. OBJETIVO... 03 2. PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES... 03 3. APLICAÇÃO DO REVEST. POLIKOTE-100...

Leia mais

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm 01 DESCRIÇÃO: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade, ideal para assentamento de revestimentos cerâmicos, porcelanatos, pedras rústicas em áreas internas e externas em pisos e paredes; Aplicação

Leia mais

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE AUGUSTO CORRÊA C.N.P.J. 04.873.600/0001-15 PRAÇA SÃO MIGUEL Nº 60 CEP: 68610-000. Assunto:

ESTADO DO PARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE AUGUSTO CORRÊA C.N.P.J. 04.873.600/0001-15 PRAÇA SÃO MIGUEL Nº 60 CEP: 68610-000. Assunto: Assunto: MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA EXECUÇÃO DE PONTE EM CONCRETO ARMADO DE ACESSO A VILA DE PERIMIRIM EM AUGUSTO CORRÊA/PA. 1 MEMORIAL DESCRITIVO OBSERVAÇÕES GERAIS / LOCALIZAÇÃO

Leia mais

Manual do Impermabilizador

Manual do Impermabilizador Rev.05 Manual do Impermabilizador Esta especificação técnica tem por objetivo fornecer subsídios na metodologia adequada de impermeabilização com mantas asfálticas. Em cada caso, deverão ser analisadas

Leia mais

MANUAL TÉCNICO BETUMAT I M P E R M E A B I L I Z A N T E S

MANUAL TÉCNICO BETUMAT I M P E R M E A B I L I Z A N T E S MANUAL TÉCNICO BETUMAT Perfil Nossa empresa foi fundada em 1963 como distribuidora de betumes e, em 1968, expandimos nossas atividades e iniciamos a produção de impermeabilizantes. Atuamos na área da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1 OBJETO 1.1 CONVITE para execução da recuperação na cobertura do Edifício situado na Rua João Negrão, 1285 bairro Rebouças na cidade de Curitiba-PR, objetivando a eliminação

Leia mais

Construções Rurais. Prof. João Marcelo

Construções Rurais. Prof. João Marcelo Construções Rurais Prof. João Marcelo Concreto misturado à mão O concreto armado ou estrutural Trabalhos preliminares São os trabalhos iniciais : elaboração do programa, escolha

Leia mais

REGIONAL DO IBRACON GOIÂNIA CONCRETO PROJETADO

REGIONAL DO IBRACON GOIÂNIA CONCRETO PROJETADO REGIONAL DO IBRACON GOIÂNIA CONCRETO PROJETADO Geol. Carlos de Oliveira Campos Desde o início do século se usa no mundo o concreto projetado e no Brasil desde a década de 60. Vem da língua inglesa a expressão

Leia mais

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL Indice ALVENARIA ESTRUTURAL MANUAL DE EXECUÇÃO E TREINAMENTO...1 O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL?...1 Seu trabalho fica mais fácil...1 CUIDADOS QUE

Leia mais

AVISO DE PREÇOS UNITÁRIOS REGISTRADOS

AVISO DE PREÇOS UNITÁRIOS REGISTRADOS AVISO DE PREÇOS UNITÁRIOS REGISTRADOS Divulgamos os preços registrados pelo Banco do Brasil, em conformidade com o art. 15 da Lei nº 8.666/93 CONCORRÊNCIA n.º 2013/07343 (7421); OBJETO: Registro de Preços

Leia mais

LINHA P600 Manual de Orientação para Manutenção Preventiva e Corretiva

LINHA P600 Manual de Orientação para Manutenção Preventiva e Corretiva LINHA P600 Manual de Orientação para Manutenção Preventiva e Corretiva Prefácio O sistema de revestimento argamassado cimentício de alta resistência, da LINHA P600, foi desenvolvido com a mais alta tecnologia,

Leia mais

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para PREPARO

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO

MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO MEMORIAL TÉCNICO REFORMA e AMPLIAÇÃO O presente Memorial Técnico de Reforma e Ampliação tem por finalidade descrever os materiais, procedimentos/métodos a serem empregados nas retiradas e na reforma, indicar

Leia mais

Propriedades do concreto JAQUELINE PÉRTILE

Propriedades do concreto JAQUELINE PÉRTILE Propriedades do concreto JAQUELINE PÉRTILE Concreto O preparo do concreto é uma série de operações executadas de modo a obter, á partir de um determinado número de componentes previamente conhecidos, um

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL CAMPUS CAMPO MOURÃO ENGENHARIA CIVIL ALLAN CARLOS DAMASCENO MARCHINI RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO Relatório de

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR ANTES DA INSTALAÇÃO: Para podermos ter uma excelente apresentação da instalação não dependemos

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO URBANO

TRANSPORTE COLETIVO URBANO TRANSPORTE COLETIVO URBANO ABRIGOS PARA PONTOS DE PARADA PROJETO ARQUITETÔNICO Julho 2007 PARADAS DE ÔNIBUS Memorial Justificativo A proposta é a construção de mobiliário urbano para abrigo da população

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAM ENTO DE ENGENHARIA E INFRAESTRUTURA BR 406 - Km 73 n 3500 Perímetro Rural do Município de João Câmara / RN, CEP: 59550-000

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DO ESTACIONAMENTO CÂMPUS RESTINGA

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DO ESTACIONAMENTO CÂMPUS RESTINGA MEC/SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E DE PLANEJAMENTO DPO - REITORIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DO ESTACIONAMENTO

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS . PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas 10/11/2009 Carlos Chaves LOG Gestão de Obras Subsistemas Deus está nos detalhes Mies van der Rohe (1886-1969) Pavilhão alemão na Feira Mundial de Barcelona

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA

MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ARQUITETÔNICO - REFORMA Projeto:... REFORMA POSTO DE SAÚDE Proprietário:... PREFEITURA MUNICIPAL DE IRAÍ Endereço:... RUA TORRES GONÇALVES, N 537 Área a Reformar:... 257,84

Leia mais

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO PADRÃO PARA QUADRA POLIESPORTIVA COBERTA COM

Leia mais

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA

MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA MUNÍCIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE - MG SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E MEIO AMBIENTE Administração 2.013/2.016 TERMO DE REFERENCIA REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL PEDRO REZENDE DOS SANTOS 1 - OBJETO:

Leia mais

Passo a passo: Impermeabilização em drywall

Passo a passo: Impermeabilização em drywall Passo a passo: Impermeabilização em drywall Banheiros de casa em steel frame são fechados com chapas de gesso específicas para esse fim. Veja como impermeabilizar corretamente esses ambientes Casas em

Leia mais

Tuper LAJES MISTAS NERVURADAS Mais velocidade e economia em sua obra.

Tuper LAJES MISTAS NERVURADAS Mais velocidade e economia em sua obra. Tuper LAJES MISTAS NERVURADAS Mais velocidade e economia em sua obra. O sistema industrializado de Lajes Mistas Nervuradas da Tuper é composto por vigotas metálicas fabricadas com aço estrutural galvanizado

Leia mais

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro;

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro; VIAPLUS BRANCO 1. Descrição Revestimento impermeabilizante, semiflexível, bicomponente (A+B), à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes.

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÃO SOLUÇÕES PARA VEDAÇÃO DE INFILTRAÇÕES USANDO OS SISTEMAS DE INJEÇÃO SIKA EM ESTRUTURAS DE CONCRETO, ALVENARIA E PEDRA NATURAL

IMPERMEABILIZAÇÃO SOLUÇÕES PARA VEDAÇÃO DE INFILTRAÇÕES USANDO OS SISTEMAS DE INJEÇÃO SIKA EM ESTRUTURAS DE CONCRETO, ALVENARIA E PEDRA NATURAL SOLUÇÕES PARA VEDAÇÃO DE INFILTRAÇÕES USANDO OS SISTEMAS DE INJEÇÃO SIKA EM ESTRUTURAS DE CONCRETO, ALVENARIA E PEDRA NATURAL SOLUÇÕES PARA VEDAÇÃO DE INFILTRAÇÕES Em estruturas de concreto, alvenaria

Leia mais

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens Ficha do Produto Edição 18/5/2010 Sika 1 Construção Sika 1 Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado Descrição do Produto Usos Características/ Vantagens Dados do Produto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE MEMORIAL DESCRITIVO PARA EXECUÇÃO DA REFORMA DO CENTRO DE VIVÊNCIA DA ARIE LAERTH PAIVA GAMA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE MEMORIAL DESCRITIVO PARA EXECUÇÃO DA REFORMA DO CENTRO DE VIVÊNCIA DA ARIE LAERTH PAIVA GAMA MEMORIAL DESCRITIVO PARA EXECUÇÃO DA REFORMA DO CENTRO DE VIVÊNCIA DA ARIE LAERTH PAIVA GAMA O presente memorial visa descrever os materiais, especificações técnicas e os serviços arquitetônicos a serem

Leia mais

SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA DE LAVAGEM DE FILTROS E LODO DE ETA DO MUNICÍPIO DE ITAPIRA-SP PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

SISTEMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA DE LAVAGEM DE FILTROS E LODO DE ETA DO MUNICÍPIO DE ITAPIRA-SP PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ITEM INSTITUIÇÃO VALOR VALOR UN. VALOR DESCRIÇÃO UNID QUANT CÓDIGO (UNITÁRIO) BDI 25% TOTAL Sistema de Recuperação de Águas de Lavagem dos Filtros e Sedimentabilidade dos Sólidos - ALVENARIA 1 SERVIÇOS

Leia mais

Adesivo elástico, para pisos de madeira, isento de solvente. Para a Colagem completa da superfície de: Para o Sistema Sika AcouBond :

Adesivo elástico, para pisos de madeira, isento de solvente. Para a Colagem completa da superfície de: Para o Sistema Sika AcouBond : Ficha Técnica Edição 1, 2005. Versão no. 01 Fevereiro/2006 SikaBond T52 FC Adesivo elástico, para pisos de madeira, isento de solvente. Descrição Usos SikaBond T52 FC é um adesivo elástico, mono componente,

Leia mais