RECOMENDAÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 13 DE JULHO DE 2012.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RECOMENDAÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 13 DE JULHO DE 2012."

Transcrição

1 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Osório RECOMENDAÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 13 DE JULHO DE Assunto: Utilização de veículos oficiais O DIRETOR GERAL PRO TEMPORE DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela Portaria nº 59, de 24 de fevereiro de 2010, publicada no DOU de 01/03/2010, recomenda instruções para uso do veículo oficial: Art. 1º Para elaborar esta recomendação utilizou-se como referência: I Instrução Normativa Nº 3, de 15 de maio de 2008 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). II Instrução Normativa Nº 183, de 08 se setembro de 1986 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 2º Os veículos oficiais se destinam ao atendimento das necessidades de serviço e sua utilização deve observar os princípios que regem a Administração Pública Federal. Art. 3º Os veículos de serviços comuns se destinam ao transporte de servidores a serviço e de materiais, bem como à execução de atividades específicas, onde o veículo é um instrumento inerente a realização da atividade. Art. 4 Considera-se pessoas a serviço, além do servidor: I - o colaborador eventual quando no estrito cumprimento de atividade solicitada pela Administração;II o prestador de serviço cujo contrato preveja expressamente o transporte a cargo do órgão ou entidade; e

2 III - aquela acompanhando servidor com finalidade de realização de serviço. 1º É permitido o uso dos veículos de serviços comuns para transporte, inclusive a local de embarque e desembarque, de colaborador eventual, participante de evento ou alunos em comissões e atividades a convite e no interesse da Administração Pública, desde que o colaborador eventual ou aluno não receba indenização de locomoção nos trajetos em que o veículo oficial seja utilizado. Art. 5º É vetado: I o uso de veículos oficiais nos sábados, domingos e feriados, salvo para eventual desempenho de encargos inerentes ao exercício da função pública. II - o uso de veículos oficiais em excursões ou passeios; III - o transporte de familiares do servidor ou de pessoas estranhas ao serviço público; IV - a guarda dos veículos oficiais em garagem residencial, salvo quando houver autorização formal da autoridade máxima do órgão ou entidade. DA SOLICITAÇÃO Art. 6º Os veículos oficiais deverão ser solicitados por meio do preenchimento do Formulário de Requisição (Anexo I, disponível no site do Câmpus), e autorizados pela chefia imediata. Art. 7º Todas as requisições deverão ser feitas com antecedência mínima de 48 horas, salvo casos excepcionais, possibilitando o planejamento da Coordenadoria de Infraestrutura. Art. 8º O procedimento a ser adotado pelo solicitante do veículo será: I Imprimir o formulário; II Preencher todos os dados solicitados no formulário; 1º Deve ser preenchido o motivo da viagem, roteiro e quem será o motorista e quem serão os passageiros. O horário a ser preenchido nesta parte do formulário é o horário previsto de saída e retorno. 2º No caso dos passageiros não serem servidores, mas, estarem enquadrados no Art. 4º deverá ser entregue juntamente com o formulário uma justificativa, feita pelo solicitante, descrevendo a motivação do deslocamento em veículo oficial desta pessoa. Caso possível esta justificativa deve estar documentada, podendo ser anexado cópia do Projeto, Contrato de Prestação de Serviços ou Plano de Trabalho.

3 III Assinar e apresentar à chefia imediata a solicitação para que a mesma possa assinar e carimbar o formulário; IV Entregar o formulário devidamente preenchido e assinado na Coordenadoria de Infraestrutura para o agendamento. Art.9º A Coordenadoria de Infraestrutura irá receber o formulário e providenciar o agendamento. Art.10º O Coordenador de Infraestrutura irá preencher a segunda parte do formulário, colocando o veículo, o número da placa e o nome do motorista, e deverá assinar o formulário. Art. 11º O solicitante, na data do deslocamento, irá retirar na Coordenadoria de Infraestrutura a chave do carro, a documentação e junto será entregue o formulário de controle de veículo. Art. 12º O motorista irá preencher o quadro com as informações referentes à data e horário de saída e retorno e a quilometragem do veículo, tanto da saída quanto a do retorno, preenchendo quantos quilômetros foram percorridos e deverá assinar no local indicado. Neste quadro também deve ser preenchido o nível de combustível do veículo. Art. 13º O motorista, sempre que sair com o veículo oficial deverá levar a Ordem de Serviço para dirigir e ter em mãos o número do SIAPE e a senha para abastecer o veículo. Para fazer a Ordem de Serviço que autoriza o servidor a dirigir, o servidor deverá encaminhar ao Gabinete da Direção uma cópia da carteira de habilitação, o qual deverá ser entregue uma cópia da Ordem de Serviço a Coordenadoria de Infraestrutura. Art. 14º No retorno o solicitante deverá entregar na Coordenadoria de Infraestrutura a chave do veículo, a documentação e o Formulário de Controle de Veículo. O servidor que estiver recebendo diárias e utilizar o veículo oficial na viagem deverá entregar uma cópia do Formulário no Gabinete da Direção para a realização da Prestação de Contas. DAS OBRIGAÇÕES Art. 15º São obrigações dos motoristas: I Preencher corretamente o Formulário; II Dirigir o veículo dentro das normas de trânsito obedecendo à sinalização;

4 III Dirigir somente os veículos permitidos pela categoria de sua carteira nacional de habilitação; IV Não dirigir sob efeito de sedativos, estimulantes ou bebida alcoólica; V Não fumar no interior do veículo; VI Obedecer ao roteiro proposto; VII Não entregar à direção do veículo a outra pessoa sem o conhecimento do responsável pela frota; VIII Antes de sair com o veículo verificar o nível de combustível; IX Vistoriar o veículo antes de sua entrega, para não deixar objetos e documentos em seu interior; X Informar imediatamente a Coordenadoria de Infraestrutura quanto a possíveis sinistros ou defeitos para que este tome as providências cabíveis; Art. 16º São obrigações da Coordenadoria de Infraestrutura: I Agendar a utilização do veículo; II Verificar a disponibilidade dos veículos, no momento do recebimento da requisição e informar, imediatamente, quando não houver carro disponível; III Autorizar a saída do veículo; IV Manter controle diário dos veículos, quanto à quilometragem, prazo de manutenção e gasto de combustível; V Desenvolver um cronograma de manutenção de veículos, bem como providenciar o licenciamento e a inspeção veicular. VI Consultar mensalmente a existência de multas. Art. 17º Quanto ao abastecimento: I O abastecimento dos veículos oficiais é de responsabilidade da Coordenadoria de Infraestrutura; II Em casos de emergência o servidor deverá abastecer o veículo utilizando o cartão de abastecimento e sua senha. A senha do cartão de abastecimento é pessoal e intransferível, não podendo o servidor repassá-la para terceiros. III Todo servidor autorizado a dirigir o veículo oficial tem uma senha para realizar o abastecimento.

5 DAS MULTAS, OCORRÊNCIAS E ACIDENTES DE TRÂNSITO Art. 18º Em caso de acidente, o condutor deverá: I Fazer o Boletim de Ocorrência, mesmo que não haja vítimas; II Comunicar o fato imediatamente à chefia imediata; III Em acidentes com vítima, solicitar o comparecimento de autoridade policial para lavrar o Boletim de Ocorrência, sendo de competência do policial acionar a perícia; IV Solicitar o Boletim de Ocorrência ou comprovante que possibilite a retirada de sua cópia; V Caso o policial declare não ser necessário a presença da perícia, este deverá relatar por escrito, no Boletim de Ocorrência, com a devida justificativa; VI Em caso de fuga do condutor do outro veículo, dirigir-se à Delegacia de Polícia mais próxima e relatar o ocorrido, fornecendo se possível a placa do veículo e nome das testemunhas. Se possível anotar número de documento e endereço das testemunhas do incidente para conclusão do processo. Para ocorrências e acidentes de trânsito, dependendo da gravidade da ocorrência, a autoridade máxima do Câmpus em conjunto com a chefia imediata e a Coordenadoria de Infraestrutura decidirá a abertura ou não de sindicância para apurar os fatos e averiguar as possíveis irregularidades. Art. 19º Em caso de multa de trânsito o motorista deverá: I Registrar a multa recebida no verso do Formulário de Controle de Veículos; II Comunicar o fato a sua chefia imediata assim que regressar ao campus, e entregar para a Coordenadoria de Infraestrutura que tomará as providências cabíveis. O servidor é responsável por reconhecer e pagar as multas que foram lavradas quando o veículo estava sob sua condução. Será arquivada pela Coordenadoria de Infraestrutura cópia de todas as notificações de trânsito recebidas, o condutor será identificado e será realizado o encaminhamento formal da referida notificação ao servidor para que ele de o seu ciente. O mesmo deverá efetuar o pagamento e entregar na Coordenadoria de Infraestrutura a cópia do pagamento da infração que será arquivada junto com o encaminhamento formal e a referida notificação. Roberto Saouaya, Diretor Geral Pró-Tempore Câmpus Osório Portaria 59/2010

6 ANEXO I Formulário de Controle de Veículo SOLICITAÇÃO PARA USO DA VIATURA OFICIAL De: Setor: Nome do Servidor: (Motorista com autorização para dirigir a viatura oficial) Para: Departamento de Infraestrutura - Transportes Finalidade: Data e horário de saída: Data e horário de retorno: Solicitado em: Assinatura da Diretoria (PREENCHIMENTO A CARGO DO SETOR DE TRANSPORTES) O setor de transporte autoriza com guia n xxxx, a saída do veículo Fiesta de placa xxxxxx com responsabilidade do(a) motorista, xxxxxxxxx, para que tenha saída e retorno no(s) dia(s) e horas acima descritos e se desloque no percurso acima indicado. Servidores no veículo: xxxxxxxxxxxxxxxxxx Obs.: Caso for necessário acionar o seguro do veículo o cartão se encontra junto com os documentos. Cartão de combustível junto ao veículo ( ) SIM ( ) NÃO Coord. de Infraestrutura e Transporte Ana Paula S. da Luz Portaria nº 30 /2010 (PREENCHIMENTO A CARGO DO MOTORISTA) SAÍDA CHEGADA Percorridos Assinatura Motorista HORÁRIO KM HORÁRIO KM KM Combustível Reserva ¼ ½ ¾ cheio Combustível Reserva ¼ ½ ¾ cheio

ESCRITÓRIO CENTRAL DO PROGRAMA LBA Departamento de logística NORMATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE E UTILIZAÇÃO DOS VEÍCULOS

ESCRITÓRIO CENTRAL DO PROGRAMA LBA Departamento de logística NORMATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE E UTILIZAÇÃO DOS VEÍCULOS NORMATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE E UTILIZAÇÃO DOS VEÍCULOS I Do Funcionamento Geral do Serviço de Transporte 1. Os veículos do Programa LBA destinam-se ao uso exclusivo de seus pesquisadores, funcionários

Leia mais

A REITORA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições legais, resolve:

A REITORA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições legais, resolve: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul INSTRUÇÃO NORMATIVA N O 009, de

Leia mais

PORTARIA Nº 14 DE 01 DE JUNHO DE 2013.

PORTARIA Nº 14 DE 01 DE JUNHO DE 2013. PORTARIA Nº 14 DE 01 DE JUNHO DE 2013. Instituir o Manual de condução, utilização e conservação de veículos oficiais do IFMG Campus Sabará. A Diretora-Geral Pro Tempore do Campus Sabará do Instituto Federal,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/2014 SGA SISTEMA GERAL DE ADMNISTRAÇÃO

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/2014 SGA SISTEMA GERAL DE ADMNISTRAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/2014 SGA SISTEMA GERAL DE ADMNISTRAÇÃO VERSÃO: 01 DATA DE APROVAÇÃO: 4 de novembro de 2014 ATO DE APROVAÇÃO: Resolução N.º 116, de 5 de novembro de 2014 UNIDADE RESPONSÁVEL:

Leia mais

Versão: 1ª. Palavras-chave: Veículos Oficiais; Transportes; transporte institucional, serviços comuns

Versão: 1ª. Palavras-chave: Veículos Oficiais; Transportes; transporte institucional, serviços comuns 1. OBJETIVO 1. Este Regulamento Interno-RI objetiva definir os procedimentos e responsabilidades a serem observados na utilização de veículos oficiais em serviços de interesse da EPL. 2. APLICAÇÃO 1. Este

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 10, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 10, DE 20 DE OUTUBRO DE 2010 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sessão de 20/10/2010, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 19 do Estatuto, consubstanciado

Leia mais

Coordenadoria da Moralidade Administrativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ

Coordenadoria da Moralidade Administrativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 12/CMA/2008 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DIRETA, FUNDOS E FUNDAÇÕES DO MUNICÍPIO DE ITAJAÍ ASSUNTO: INSTRUMENTO NORMATIVO HISTÓRICO DELIBERAÇÃO VIGÊNCIA PROTOCOLO Nº DESCRIÇÃO Nº DATA A PARTIR

Leia mais

DOS PROCEDIMENTOS QUANTO À OCORRÊNCIA DE SINISTROS COM VEÍCULOS... 7. DO RECEBIMENTO DE BENS DOADOS PELA Receita Federal do Brasil (RFB)...

DOS PROCEDIMENTOS QUANTO À OCORRÊNCIA DE SINISTROS COM VEÍCULOS... 7. DO RECEBIMENTO DE BENS DOADOS PELA Receita Federal do Brasil (RFB)... Manual de Frota 2 SUMÁRIO DO CONTRATO DE MOTORISTAS TERCEIRIZADOS... 3 DAS SOLICITAÇÕES DE VEÍCULOS OFICIAIS... 3 DO ABASTECIMENTO... 4 Do Abastecimento de veículos de outros órgãos... 5 DA MANUTENÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01, de 29 de janeiro de 2015.

RESOLUÇÃO Nº 01, de 29 de janeiro de 2015. RESOLUÇÃO Nº 01, de 29 de janeiro de 2015. Dispõe sobre o uso e condução de veículos oficiais do Instituto de Previdência do Município de Jacareí. A Presidência do Instituto de Previdência do Município

Leia mais

CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e conveniência de consolidar todas as regras relativas aos veículos oficiais; CAPÍTULO I. Das Disposições Gerais

CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e conveniência de consolidar todas as regras relativas aos veículos oficiais; CAPÍTULO I. Das Disposições Gerais Instrução Normativa DPG nº 02 de 23 de outubro de 2014 Dispõe sobre a gestão operacional e patrimonial da frota de veículos oficiais da Defensoria Pública do Estado do Paraná e dá outras providências.

Leia mais

Estado de Alagoas CONSELHO ESTADUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA RESOLUÇÃO N 18/2010

Estado de Alagoas CONSELHO ESTADUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA RESOLUÇÃO N 18/2010 RESOLUÇÃO N 18/2010 Dispõe sobre regulamentação para uso de veículos oficiais de todos os órgãos e corporações vinculadas a Defesa Social. O, com fundamento no disposto no 5º do art. 6º do seu Regimento

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 001, DE 21 DE MARÇO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 001, DE 21 DE MARÇO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 001, DE 21 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre a padronização de atos processuais e a uniformização de procedimentos, visando a otimização e a racionalização da tramitação dos processos

Leia mais

O Reitor da Universidade Federal de São Carlos, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

O Reitor da Universidade Federal de São Carlos, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS Gabinete do Reitor Via Washington Luís, km 235 Caixa Postal 676 13565-905 São Carlos SP - Brasil Fones: (16) 260-8101/260-8102 Fax: (16) 261-4846/261-2081 E-mail: reitoria@ufscar.br

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Diretoria de Planejamento e Administração Departamento de Serviços Gerais CÂMPUS DOIS VIZINHOS

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Diretoria de Planejamento e Administração Departamento de Serviços Gerais CÂMPUS DOIS VIZINHOS UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Diretoria de Planejamento e Administração Departamento de Serviços Gerais CÂMPUS DOIS VIZINHOS Normas de utilização de veículos oficiais Universidade Tecnológica

Leia mais

Art. 2º Para os fins da presente Resolução, adotam-se as seguintes

Art. 2º Para os fins da presente Resolução, adotam-se as seguintes RESOLUÇÃO N o 004, de 16 de março de 2015. Estabelece procedimentos para utilização de veículos oficiais da UFSJ, e dá outras providências. A PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO CEARÁ Autarquia Federal criado pela Lei Nº 5.905/73 Filiado ao Conselho Internacional de Enfermeiros Genebra

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO CEARÁ Autarquia Federal criado pela Lei Nº 5.905/73 Filiado ao Conselho Internacional de Enfermeiros Genebra DECISÃO COREN/CE Nº 02/2011 DETERMINA REGRAS PARA USO DOS VEÍCULOS OFICIAIS, QUE COMPÕEM A FROTA DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO CEARÁ COREN/CE. O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO CEARÁ COREN/CE,

Leia mais

REQUISIÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DO MICRO-ÔNIBUS e VAN

REQUISIÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DO MICRO-ÔNIBUS e VAN ANEXO I REQUISIÇÃO PARA UTILIZAÇÃO DO MICRO-ÔNIBUS e VAN Justificativa para participação do evento: Finalidade da Viagem: (observar art. 2º das Normas prioridades) ( ) Atividades didáticas. ( ) Atividades

Leia mais

Estabelecer os critérios e os procedimentos para a disponibilização de veículos para deslocamento de pessoas e materiais no âmbito do PJAC.

Estabelecer os critérios e os procedimentos para a disponibilização de veículos para deslocamento de pessoas e materiais no âmbito do PJAC. Código: MAP-DILOG-006 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Instalações Aprovado por: Diretoria de Logística 1 OBJETIVO Estabelecer os critérios e os procedimentos para a disponibilização

Leia mais

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DE ÔNIBUS / MICRO ÔNIBUS / VAN Subfrota Câmpus de São José do Rio Preto VIGÊNCIA A PARTIR DE 01.07.2009

NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DE ÔNIBUS / MICRO ÔNIBUS / VAN Subfrota Câmpus de São José do Rio Preto VIGÊNCIA A PARTIR DE 01.07.2009 NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DE ÔNIBUS / MICRO ÔNIBUS / VAN Subfrota Câmpus de São José do Rio Preto VIGÊNCIA A PARTIR DE 01.07.2009 1- PRIORIDADES 1.1. Atividades didáticas; 1.2. Atividades científicas; 1.3.

Leia mais

MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE VIAGENS INSTITUCIONAIS

MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE VIAGENS INSTITUCIONAIS MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE VIAGENS INSTITUCIONAIS ELIANO VIEIRA PESSOA Diretor Geral WILTON BEZERRA DE FRAGA Diretor de Ensino LUIZ HERNESTO ARAÚJO DIAS Diretor de Administração e Planejamento MARCO ANTÔNIO

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 21 - CONSU, DE 05 DE SETEMBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO N.º 21 - CONSU, DE 05 DE SETEMBRO DE 2014. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Conselho Universitário (CONSU) RESOLUÇÃO N.º 21 - CONSU, DE 05 DE SETEMBRO DE 2014. Regulamenta o uso de veículos oficiais

Leia mais

PORTARIA Nº 1871/GR, DE 12 DE AGOSTO DE 2013.

PORTARIA Nº 1871/GR, DE 12 DE AGOSTO DE 2013. O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS, no uso das atribuições que lhe conferem os artigos 11 e 14 da Lei n 11.892, de 29/12/2008, publicada no DOU em 30/12/2008, nomeado pela Portaria n 987, do, de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 039/2015 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

- Responsabilidades do Motorista -

- Responsabilidades do Motorista - NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS OFICIAIS - Responsabilidades do Motorista - 1. Operar conscientemente o veículo, obedecidas as suas características técnicas, e observando rigorosamente

Leia mais

MANUAL PARA SOLICITAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS EM VIAGENS

MANUAL PARA SOLICITAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS EM VIAGENS DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E LOGÍSTICA SEÇÃO DE TRANSPORTES MANUAL PARA SOLICITAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS EM VIAGENS Documento de orientação aos servidores e alunos Agosto de 2012 Equipe de Gestão: Reitor

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS DE PARNAÍBA COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA FINANCEIRA. Manual Setor de Transportes

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS DE PARNAÍBA COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA FINANCEIRA. Manual Setor de Transportes Manual Setor de Transportes 1. OBJETIVO Estabelecer procedimento para utilização dos veículos em viagem visando atendimento das necessidades da comunidade da UFPI - campus de Parnaíba. 2. CAMPO DE APLICAÇÃO

Leia mais

FROTA DE VEÍCULOS DO IFRS CAMPUS PORTO ALEGRE

FROTA DE VEÍCULOS DO IFRS CAMPUS PORTO ALEGRE 11/03/2012 FROTA DE VEÍCULOS DO IFRS CAMPUS PORTO ALEGRE Veículos / Modelo Ano Placas GM MERIVA JOY 2007/2008 IOK2202 NISSAN SENTRA FLEX 2009 IRS4402 GM ZAFIRA ELEGANCE 2010 / 2011 IRS3302 MARCOPOLO Modelo

Leia mais

Ano IV - Número 203 Curitiba, quinta-feira, 27 de setembro de 2012 Página 3

Ano IV - Número 203 Curitiba, quinta-feira, 27 de setembro de 2012 Página 3 Ano IV - Número 203 Curitiba, quinta-feira, 27 de setembro de 2012 Página 3 Editais Instrução Normativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01, de 21 de setembro de 2012. Dispõe sobre a aquisição, locação e uso de

Leia mais

AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA DIRETORIA EXECUTIVA RESOLUÇÃO Nº 4, DE 22 DE JANEIRO DE 2016

AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA DIRETORIA EXECUTIVA RESOLUÇÃO Nº 4, DE 22 DE JANEIRO DE 2016 AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA DIRETORIA EXECUTIVA RESOLUÇÃO Nº 4, DE 22 DE JANEIRO DE 2016 Estabelece critérios e procedimentos para utilização do serviço suplementar de transporte no âmbito da Autoridade

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE USO DE VEÍCULOS OFICIAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE USO DE VEÍCULOS OFICIAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ Universidade Federal do Oeste do Pará Pró-Reitoria de Administração Coordenação de Transportes MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE USO DE VEÍCULOS OFICIAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ SANTARÉM PA 2015

Leia mais

Instruções para solicitação de Diárias e Passagens INTERNACIONAIS 2016

Instruções para solicitação de Diárias e Passagens INTERNACIONAIS 2016 Instruções para solicitação de Diárias e Passagens INTERNACIONAIS 2016 Instrução/formalização do processo de solicitação Abrir processo no SIPAC e encaminhar à Direção do CCS (11.01.37.06). Obs: atentar

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS DECRETO N o 525, DE 11 DE JULHO DE 2013. Regulamenta a utilização de veículos oficiais pela administração direta e indireta do Município de Palmas. O PREFEITO DE PALMAS, no uso de suas atribuições que

Leia mais

*DECRETO Nº 2.101, DE 18 DE AGOSTO DE 2009.

*DECRETO Nº 2.101, DE 18 DE AGOSTO DE 2009. Diário Oficial nº : 25145 Data de publicação: 24/08/2009 Matéria nº : 238068 *DECRETO Nº 2.101, DE 18 DE AGOSTO DE 2009. Dispõe sobre a concessão de diárias a servidores públicos civis ou militares e empregados

Leia mais

ROTINA PARA ELABORAÇÃO DE VIAGEM DE CAMPO CONSIDERAÇÕES INICIAIS

ROTINA PARA ELABORAÇÃO DE VIAGEM DE CAMPO CONSIDERAÇÕES INICIAIS ROTINA PARA ELABORAÇÃO DE VIAGEM DE CAMPO CONSIDERAÇÕES INICIAIS Antes da programação das viagens de campo, caberá ao docente ter conhecimento da Instrução Normativa Nº 04/2011, que estabelece as diretrizes

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO 1 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001 de 29 de Abril de 2011. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO Disciplina no âmbito da UDESC o controle dos serviços de postagem e remessa

Leia mais

FIN. 08 - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS

FIN. 08 - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS 1 de 12 msgq - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS...

Leia mais

Cel. Vicente, 281 Centro Porto Alegre RS www.poa.ifrs.edu.br

Cel. Vicente, 281 Centro Porto Alegre RS www.poa.ifrs.edu.br A presente publicação tem por objetivo divulgar as normas relacionadas à utilização do serviço de veículos fretados (ônibus, micro-ônibus e vans) pelo IFRS Campus Porto Alegre. A padronização das rotinas

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS 2 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 ASSUNTO: CONTROLE DE FROTA 30/07/2014 VERSÃO: 01 PG. Página 1 de 10 O CONTROLADOR GERAL DO MUNICIPIO DE ÁGUA FRIA, no uso de suas atribuições

Leia mais

NORMA PROCEDIMENTAL UTILIZAÇÃO DE AMBULÂNCIA

NORMA PROCEDIMENTAL UTILIZAÇÃO DE AMBULÂNCIA 30.01.008 1/12 1. FINALIDADE Disciplinar os procedimentos para o controle, uso e condução das ambulâncias da UFTM utilizadas pelo HE Hospital Escola. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO Todos os setores do HE, em especial,

Leia mais

O que faz o Departamento Técnico de Medicina e Segurança do Trabalho?

O que faz o Departamento Técnico de Medicina e Segurança do Trabalho? O que faz o Departamento Técnico de Medicina e Segurança do Trabalho? O DTMST é responsável pela realização dos exames médicos admissional, demissional e periódico, emissão dos abonos de atestados médicos

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 006, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010, DO REITOR DA UFTM.

RESOLUÇÃO N. 006, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010, DO REITOR DA UFTM. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UBERABA-MG RESOLUÇÃO N. 006, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010, DO REITOR DA UFTM. Dispõe sobre a solicitação, autorização, concessão e prestação

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2014 - FOZPREV DATA: 5 de junho de 2014 SÚMULA: Regulamenta critérios de participação em eventos externos e procedimentos para a utilização de diárias de viagem e passagens custeadas

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ RESOLUÇÃO Nº 415 (1º DE SETEMBRO DE 2010)

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ RESOLUÇÃO Nº 415 (1º DE SETEMBRO DE 2010) TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ RESOLUÇÃO Nº 415 (1º DE SETEMBRO DE 2010) Dispõe sobre a frota oficial de veículos, em complementação à Resolução n. 83/2009, do Conselho Nacional de Justiça - CNJ.

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 567/GDGSET.GP, DE 15 DE SETEMBRO DE 2009

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 567/GDGSET.GP, DE 15 DE SETEMBRO DE 2009 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 567/GDGSET.GP, DE 15 DE SETEMBRO DE 2009 Estabelece normas para aquisição, locação e uso de veículos no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho e dá outras

Leia mais

O Consórcio Publico Portal do Sertão, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. CONTROLE DE FROTA INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014

O Consórcio Publico Portal do Sertão, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. CONTROLE DE FROTA INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 ANO. 24 ELETRÔNICO - PORTAL DO SERTÃO CONSÓRCIO PUBLICO EDIÇÃO Nº 058 DE AGOSTO DE 24 1 O Consórcio Publico Portal do Sertão, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. CONTROLE DE FROTA INSTRUÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE Bacharelado em Administração Modalidade a Distância I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Bacharelado em Administração Modalidade a Distância é uma

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO

ACIDENTE DE TRABALHO 1 - DEFINIÇÃO 1.1 - Acidente de trabalho Qualquer prejuízo à saúde ou integridade física do trabalhador ocorrida no trabalho ou em decorrência do trabalho. 1.1.1 - Acidente Típico Acidente que ocorre numa

Leia mais

Prefeitura Municipal de Brejetuba

Prefeitura Municipal de Brejetuba INSTRUÇÃO NORMATIVA STR SISTEMA DE TRANSPORTES Nº 001/2015. Versão: 001. Aprovação em: 29/07/2015. Ato de aprovação: Decreto nº 200/2015. DISPÕE SOBRE O GERENCIAMENTO E CONTROLE DO USO DA FROTA E DOS EQUIPAMENTOS,

Leia mais

INSTRUÇÃO nº 01/09 - PREVIMPA

INSTRUÇÃO nº 01/09 - PREVIMPA INSTRUÇÃO nº 01/09 - PREVIMPA Regulamenta, no âmbito do PREVIMPA, o uso de Transporte Administrativo, estabelece competências para o gerenciamento, controle e uso dos veículos automotores, e dá outras

Leia mais

PORTARIA Nº 58, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011

PORTARIA Nº 58, DE 30 DE SETEMBRO DE 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ GABINETE DO DIRETOR-GERAL Fazenda Varginha Rodovia

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Administração é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

Módulo de Transportes

Módulo de Transportes Módulo de Transportes SIPAC SIPAC Módulo de Transportes 1 Sumário PARTE I INSTRUÇÕES GERAIS...3 RECOMENDAÇÕES...3 PERFIS DE ACESSO (GRUPOS DE PAPÉIS)...3 ACESSANDO O MÓDULO TRANSPORTES...3 Acesse o SIPAC...3

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCO SISTEMA CONTÁBIL Nº 004/2014, DE 2 DE MAIO DE 2014 VERSÃO 02 CAPÍTULO I DA FINALIDADE CAPÍTULO II DA ABRANGÊNCIA

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCO SISTEMA CONTÁBIL Nº 004/2014, DE 2 DE MAIO DE 2014 VERSÃO 02 CAPÍTULO I DA FINALIDADE CAPÍTULO II DA ABRANGÊNCIA INSTRUÇÃO NORMATIVA SCO SISTEMA CONTÁBIL Nº 004/2014, DE 2 DE MAIO DE 2014 VERSÃO 02 Versão: 02 Aprovação em: 20 de maio de 2014 Ato de aprovação: Resolução nº 104/2014 Unidade Responsável: Secretaria

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE MAIO DE 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE MAIO DE 2008. 1 de 9 17/8/2008 23:45 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 15 DE MAIO DE 2008. Dispõe sobre a classificação, utilização, especificação, identificação, aquisição e alienação de veículos oficiais e dá outras providências.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL PORTARIA Nº 1.383 DE 23 DE OUTUBRO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL PORTARIA Nº 1.383 DE 23 DE OUTUBRO DE 2012 PORTARIA Nº 1.383 DE 23 DE OUTUBRO DE 2012 O Reitor da Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições vem, nos termos do inciso XI do art. 26 do Regimento Geral da UNIFAL-MG e do

Leia mais

JOÃO MARTINS DIAS Reitor e Presidente do Conselho Superior

JOÃO MARTINS DIAS Reitor e Presidente do Conselho Superior RESOLUÇÃO Nº 09-CONSUP/IFAM, 2 de junho de 2014. Que dispõe sobre as Normas de Utilização de Veículos Oficiais no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas. O Reitor do

Leia mais

ATO DA COMISSÃO DIRETORA Nº 5, DE 2006. A COMISSÃO DIRETORA DO SENADO FEDERAL, no uso de sua competência regimental e regulamentar, RESOLVE:

ATO DA COMISSÃO DIRETORA Nº 5, DE 2006. A COMISSÃO DIRETORA DO SENADO FEDERAL, no uso de sua competência regimental e regulamentar, RESOLVE: ATO DA COMISSÃO DIRETORA Nº 5, DE 2006. Dispõe sobre o fornecimento de passagens e a concessão de diárias de viagem, a serviço, e dá outras providências. A COMISSÃO DIRETORA DO SENADO FEDERAL, no uso de

Leia mais

Secretaria de Gestão de Pessoas

Secretaria de Gestão de Pessoas PORTARIA Nº 125, DE8DEAGOSTODE 2013 Revoga a Instrução Normativa nº 03/2008. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE : Diretor-Geral. Art.1º Fica revogada

Leia mais

Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal

Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal REGULAMENTO INTERNO DE USO DE VEÍCULOS MUNICIPAIS Artigo 1º Objectivo O Regulamento Interno de Uso de Veículos Municipais visa definir o regime de utilização

Leia mais

o Vereador que firma o presente vem pelas prerrogativas garantidas na Lei Orgânica Municipal

o Vereador que firma o presente vem pelas prerrogativas garantidas na Lei Orgânica Municipal .. CÂMARA MUNICIPAL DA SERRA ESTADO DO ESPIRITO SANTO Aos Excelentíssimos Senhores Vereadores da Câmara Municipal de Serra o Vereador que firma o presente vem pelas prerrogativas garantidas na Lei Orgânica

Leia mais

18/09/2013 UNN-OP-P0XX Versão 1.1, 18/09/2013 Página: 1 de 7. Nome: Política de Transportes. Aprovação - CEO. Nome: Depto.: Nome: Raimundo Expedito

18/09/2013 UNN-OP-P0XX Versão 1.1, 18/09/2013 Página: 1 de 7. Nome: Política de Transportes. Aprovação - CEO. Nome: Depto.: Nome: Raimundo Expedito Versão 1.1, 18/09/2013 Página: 1 de 7 Código do Documento CO-P0XX Nome: Política de Transportes Autor Data: (dd/mm/aaaa) Aprovação - COO Data: (dd/mm/aaaa) Nome: Depto.: Cargo: Karen Ribeiro Operações

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 01/06/2006 Emissão inicial 05/06/2007 Primeira Revisão Elaborado: 05/06/2007 Superintendente e ou Gerente da unidade Revisado: 05/06/2007

Leia mais

PORTARIA FAIBI Nº 006/2012 de 07/03/2012

PORTARIA FAIBI Nº 006/2012 de 07/03/2012 PORTARIA FAIBI Nº 006/2012 de 07/03/2012 Estabelece critérios e diretrizes gerais que nortearão a realização de visitas técnicas e atividades externas realizadas pelos discentes e docentes dos Cursos Superiores

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames

Sobre o Cancelamento de Gravames Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/RS Procedimentos para solicitação do desbloqueio de cancelamento de gravame. De acordo com a portaria 246 de 13 de Outubro

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia de Alimentos é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes

Leia mais

PO.00001 01 01/08/2011 EBT-Infra JAO-Dir. 1 - OBJETIVO Descrever as normas e melhores práticas para utilização dos veículos da Place Consultoria.

PO.00001 01 01/08/2011 EBT-Infra JAO-Dir. 1 - OBJETIVO Descrever as normas e melhores práticas para utilização dos veículos da Place Consultoria. Código Revisão Data Emissão Aprovação PO.00001 01 01/08/2011 EBT-Infra JAO-Dir Título: POLÍTICA PARA UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS - PLACE CONSULTORIA 1 - OBJETIVO Descrever as normas e melhores práticas para

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP ATENÇÃO: PARA ENVIO À SEGEP, IMPRIMA APENAS O(S) FORMULÁRIO(S) DO FINAL DO ARQUIVO. RESSARCIMENTO À SAÚDE SUPLEMENTAR 1.O que é? É o auxílio de caráter indenizatório, prestado ao servidor na forma de ressarcimento

Leia mais

PORTARIA Nº 7.465, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2012.

PORTARIA Nº 7.465, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2012. PORTARIA Nº 7.465, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe quanto à integração, desvinculação, desfazimento, classificação, destinação, uso, identificação e controle, relacionados aos veículos oficiais da frota

Leia mais

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES INSTRUÇÃO DE SERVIÇO/DG N 07, DE 26 DE MAIO DE 2009

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES INSTRUÇÃO DE SERVIÇO/DG N 07, DE 26 DE MAIO DE 2009 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES INSTRUÇÃO DE SERVIÇO/DG N 07, DE 26 DE MAIO DE 2009 O DIRETOR-GERAL DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA I - DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA I - DO OBJETO I - DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. Contratação de empresa para a prestação de serviço de fretamento de veículos, caminhões do tipo BAÚ, por horas de utilização, com motoristas e ajudantes, para atender

Leia mais

decorrentes de uma má concessão e prestação de contas de diárias.

decorrentes de uma má concessão e prestação de contas de diárias. GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENADORIA ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA - COAFI DIÁRIAS / SEDUC MANUAL DE ORIENTAÇÃO CONCESSÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE DIÁRIAS As informações

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS

UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS Elaborado por Bruno Ferreira da Cruz Visto: Aprovado por Leandro Eduardo Souza Visto: Alterado por Thiago Neves Visto: CONTROLE DE REVISÃO Revisão Data Item Natureza das alterações 0 28/03/2014 - Emissão

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº. 10.435, de 24 de abril de 2002. AUDITORIA INTERNA

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº. 10.435, de 24 de abril de 2002. AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº. 08/2011 Setor: Transportes (PCU) Período: 17/10/2011 a 04/11/2011 Legislação Aplicada: - Instrução Normativa nº. 03/08 - IN/SEDAP nº. 205/88 ESCOPO DO TRABALHO I Os trabalhos

Leia mais

4. VEICULOS A DISPOSIÇÃO EXCLUSIVOS DAS AREAS (LOGISTICA/PCP/MANUTENÇÃO)

4. VEICULOS A DISPOSIÇÃO EXCLUSIVOS DAS AREAS (LOGISTICA/PCP/MANUTENÇÃO) 1 de 5 1. OBJETIVO Estabelecer a política e procedimento geral a serem seguidos por toda a companhia em relação a veículos pessoais,, carros fornecidos pela companhia e de despesas com quilometragem a

Leia mais

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS

GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS GUIA DE ESTÁGIO CURSOS TÉCNICOS 1 SUMÁRIO 3 INTRODUÇÃO 3 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO 5 RESCISÃO DO CONTRATO DE ESTÁGIO 6 CONCLUSÃO DE CURSO 6 RELATÓRIO TÉCNICO 7 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CUNI Nº 044, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas

Leia mais

CAT COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO

CAT COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO Nome: CAT COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO Data da ocorrência: / / Tipo de CAT: ( ) Inicial ( ) Reabertura ( ) Comunicação de óbito Tipo: ( ) Típico ( ) Doença ( ) Trajeto I - IDENTIFICAÇÃO DO SERVIDOR

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas EDITAL N O 12, DE 23 DE ABRIL DE 2015 O Diretor Geral do Campus Campinas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS GABINETE DO REITOR PRÓ-REITORIA DE INFRAESTRUTURA NÚCLEO DE TRANSPORTE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS GABINETE DO REITOR PRÓ-REITORIA DE INFRAESTRUTURA NÚCLEO DE TRANSPORTE Memorando Circular nº 001/2013 Pelotas, 13 de junho de 2013. Do: Núcleo de Transporte Ao: Gabinete do Reitor, Pró-Reitorias, Unidades Acadêmicas e Administrativas, Órgãos Suplementares Procedimento padrão

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES Pró-Reitoria de Planejamento MANUAL DE PROCEDIMENTOS DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES Aprovado pela Resolução nº 5/009-CAD/UEMA São Luís 009 José Augusto Silva Oliveira Reitor Gustavo Pereira da Costa Vice-Reitor

Leia mais

EDITAL N 22 de 08 de outubro de 2013 PROGRAMA DE BENEFÍCIOS 2013

EDITAL N 22 de 08 de outubro de 2013 PROGRAMA DE BENEFÍCIOS 2013 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Osório EDITAL N 22 de 08 de outubro de 2013 PROGRAMA

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO CURRÍCULO 2 I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Nutrição é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003.

LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003. ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR LEI DELEGADA Nº 15, DE 18 DE MARÇO DE 2003. DISPÕE SOBRE A ESTRUTURA DA CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO CGE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACADÊMICA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACADÊMICA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA ACADÊMICA Aprovado pela Resolução Consuni nº. 15/08, de 21/05/08. CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO E DO FUNCIONAMENTO Art. 1º A Biblioteca Acadêmica, órgão de apoio às atividades do

Leia mais

IN- 13-05 RECURSOS HUMANOS ÍNDICE 09/2011 AUXÍLIO-TRANSPORTE GENERALIDADES 1 1/2 NORMAS GERAIS 2 1/5 BENEFICIÁRIOS 3 1/1 PAGAMENTO 4 1/3

IN- 13-05 RECURSOS HUMANOS ÍNDICE 09/2011 AUXÍLIO-TRANSPORTE GENERALIDADES 1 1/2 NORMAS GERAIS 2 1/5 BENEFICIÁRIOS 3 1/1 PAGAMENTO 4 1/3 0 ÍNDICE 09/0 ASSUNTO GENERALIDADES / NORMAS GERAIS /5 BENEFICIÁRIOS 3 / PAGAMENTO 4 /3 DISPOSIÇÕES FINAIS 5 / ANEXOS 6 /3 GENERALIDADES 09/0 I REFERÊNCIAS 0 Medida Provisória.65-36, de 3 de agosto de

Leia mais

MUNICÍPIO DE GUARANIAÇU Estado do Paraná CNPJ 76.208.818/0001-66

MUNICÍPIO DE GUARANIAÇU Estado do Paraná CNPJ 76.208.818/0001-66 LEI N.º 809/2014 SÚMULA: Disciplina procedimentos de controle da frota e transporte municipal e da outras providências. aprovou, e eu, Prefeito Municipal sanciono a seguinte A Câmara Municipal de Guaraniaçu,,

Leia mais

Realização: Alexandre Araújo Ednéa Pacheco Lima Equipe A/CSGI/CMP Equipe E/DGRH/DPE

Realização: Alexandre Araújo Ednéa Pacheco Lima Equipe A/CSGI/CMP Equipe E/DGRH/DPE COORDENADORIA GERAL DO SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS COORDENADORIA DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Coordenação Geral e Realização: Eliane Bastos Realização: Alexandre Araújo Ednéa Pacheco Lima Equipe

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia Mecânica é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares

Leia mais

NORMA INTERNA STR N.º 08/2007 Versão III atualizada em 09/07/2012 SETORES ENVOLVIDOS:

NORMA INTERNA STR N.º 08/2007 Versão III atualizada em 09/07/2012 SETORES ENVOLVIDOS: PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDONÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE DMINISTRAÇÃO VIGENTE A PARTIR DE: 14/08/2007 NORMA INTERNA STR N.º 08/2007 Versão III atualizada em 09/07/2012 ASSUNTO: UTILIZAÇÃO E CONTROLE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS RESOLUÇÃO Nº 79/2009

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS RESOLUÇÃO Nº 79/2009 RESOLUÇÃO Nº 79/2009 Dispõe sobre a aquisição, locação e uso de veículos oficiais no âmbito da Justiça Militar do Estado de Minas Gerais e dá outras providências. O PLENO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 07 /201 4 DE 14 DE NOVEMBRO DE 201 4

INSTRUÇÃO NORMATIVA 07 /201 4 DE 14 DE NOVEMBRO DE 201 4 INSTRUÇÃO NORMATIVA 07 /201 4 DE 14 DE NOVEMBRO DE 201 4 Dispõe sobre os procedimentos para a Certificação de Conclusão do Ensino Médio e da Declaração Parcial de Proficiência com base nos resultados do

Leia mais

SOLICITAÇÕES DE DIÁRIAS/PASSAGENS - SERVIDORES DA UFPB -

SOLICITAÇÕES DE DIÁRIAS/PASSAGENS - SERVIDORES DA UFPB - Página 1 de 5 SOLICITAÇÕES DE DIÁRIAS/PASSAGENS - SERVIDORES DA UFPB - Atualizado em: 18/05/2015 Abaixo segue o passo a passo (dividido em 3 tópicos) para este tipo de solicitação. A partir da página 03

Leia mais

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região Secretaria-Geral Judiciária

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região Secretaria-Geral Judiciária RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA TRT5 Nº 052, DE 1º DE SETEMBRO DE 2014 Estabelece normas para aquisição, locação e uso de veículos no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região e dá outras providências.

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº 06, de 17.2.09 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO o disposto nos arts.

Leia mais

Proposta de portaria para regulamentar o controle de acesso ao Campus João Pessoa

Proposta de portaria para regulamentar o controle de acesso ao Campus João Pessoa Proposta de portaria para regulamentar o controle de acesso ao Campus João Pessoa Estabelece normas e procedimentos para o controle do acesso de pessoas e de veículos às instalações do IFPB Campus João

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS DE ASSISTÊNCIA 24H DA SOMATTO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS DE ASSISTÊNCIA 24H DA SOMATTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS DE ASSISTÊNCIA 24H DA SOMATTO ÂMBITO TERRITORIAL Os serviços de assistência serão prestados ao associado, em todo Território Brasileiro, conforme limitações estipuladas

Leia mais

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO Campus V Regulamento Interno de Estágio Supervisionado e ou Trabalho Pedagógico Supervisionado FAN-CEUNSP-SALTO -Campus V O presente

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS REGULAMENTO DE USO DOS VEÍCULOS: ONIBUS, VAN E KOMBI DA UFGD PARA VIAGENS CAPÍTULO I DAS SOLICITAÇÕES E RESERVAS Art.1º - Este regulamento tem como objetivo a normatização do uso dos veículos: Ônibus,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA CAMPUS JACOBINA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DA BAHIA CAMPUS JACOBINA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA -BA REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DO SEÇÃO I FINALIDADE Art. 1º. Este documento tem por objetivo regulamentar a forma de

Leia mais

EDITAL PRGDP Nº 29/2014

EDITAL PRGDP Nº 29/2014 EDITAL PRGDP Nº 29/2014 A PRGDP/UFLA, no uso de suas atribuições, e considerando a Lei nº 11.091, de 12/01/2005, Decreto nº 5.707, de 23/02/2006 e a Resolução CUNI nº 56 de 29/10/2013, torna público que

Leia mais