Módulo 13 - Brasil. Prof. Alan Carlos Ghedini

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Módulo 13 - Brasil. Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com"

Transcrição

1 Módulo 13 - Brasil Prof. Alan Carlos Ghedini

2 Marechal Castello Branco ( ) Chegou a presidência via eleição INDIRETA No seu governo foram criados 4 atos institucionais (A.I s) Pela Constituição promulgada em 1967, o presidente seria eleito por um COLÉGIO ELEITORAL

3

4 Ato Institucional nº 1(09/04/1964) Estabeleceu eleições indiretas para a presidência; Permitia a decretação de estado de sítio; Suspendia por 6 meses as garantias constitucionais de vitaliecidade e estabilidade; Suspendia direitos políticos por 10 anos Cassação de mandatos

5 Atos Institucional 3 e 4 Ratificava medidas do AI-1; Extinguiu partidos políticos Surgem a ARENA e o MDB Previa a decretação de recesso no Poder Legislativo Eleições indiretas para governador e vicegovernador; Nomeação de prefeitos das capitais pelos governadores; Nº 2 Nº 3

6 Ato Institucional nº 4 (07/12/1966) Neste ato, foi convocado o Congresso Nacional, em caráter extraordinário, para promulgar um novo projeto de Constituição. O projeto veio da PRESIDÊNCIA!

7 Política Econômica PAEG Programa de Ação Econômica do Governo Combate à inflação Restrição de Crédito Arrocho salarial Facilitação para a entrada de Capital externo BNH Banco Nacional da Habitação

8 Política Social e Trabalhista É criado o IBRA (Instituto Brasileiro de Reforma Agrária) Surge o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)

9 General Costa e Silva ( ) Criou os ministérios dos Transportes, Comunicações e Interior; Seu governo se inicia, com a decretação do AI-5, a mais dura fase de repressão;

10 Ato Institucional nº 5 (13/12/1968) Fechamento do Congresso Nacional Cassação de mandatos Proibição de manifestações políticas públicas Recrudescimento da censura Liberdade vigiada

11 Governo Médici ( ) Momento de forte crescimento econômico Milagre econômico Atrelado ao capital externo Crescimento bastante artificial Vitórias esportivas do Brasil Copa do Mundo de milhões em ação, pra frente Brasil... É o Brasil do Ame-o, ou deixe-o.

12 A luta armada da Esquerda Inspirados em Che Aliança Libertadora Nacional Carlos Marighela Responsável pelo seqüestro do embaixador americano Charles Elbrick Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8) Vanguarda Armada Revolucionária (VAR-Palmares) Carlos Lamarca

13 Ernesto Geisel Representou uma vitória do grupo Sorbone Derrota da linha dura da ditadura Iniciou o processo de reabertura política no Brasil LENTA, GRADUAL E SEGURA

14 A economia com Geisel Com o ministro Henrique Simonsen II Plano Nacional de Desenvolvimento (II PND) Cooperação Nuclear Brasil-Alemanha Assinatura de acordos para exploração de petróleo entre a Petrobrás e estrangeiras Tratado de amizade Brasil-Paraguai Acordo para construção de Itaipu Política de arrocho salarial, endividamento externo.

15 Abertura sim, pero no mucho 1974 Ocorrem eleições parlamentares com vitória do MDB no Senado A reação da ditadura não tarda Lei Falcão (Armando Falcão) Horário político apenas com foto, número e currículo do candidato O suicídio improvável Vladimir Herzog, jornalista, é assassinado no II Exército de SP.

16 O Pacote de Abril e a Abertura Pacote de Abril de 1977 Surge o senador biônico Mandato presidencial de 5 anos Geisel revoga o AI-5

17 João Batista Figueiredo Continua a abertura política de Geisel Lei da Anistia (ampla, geral e irrestrita) Lei da Elegibilidade Fim do bipartidarismo Surgem PMDB, PDS (vindo da ARENA), PT, PTB e PDT Em novembro de 1982, a oposição bate o PDS em todo o país.

18 Economia e Tensão Social Cria o III PND, o qual se revela um sonoro fracasso O Brasil tem de recorrer ao FMI Introdução de uma política econômica recessiva Efeitos diretos: - Greves no ABC - CUT - CGT

19 Diretas Já! Campanha nacional por eleições diretas a presidência Dezenas de políticos, líderes sindicais e artistas participam A chamada Emenda Dante de Oliveira que previa as Diretas, é rejeitada na câmara pelo PDS de José Sarney

PERÍODO MILITAR (1964/1985) PROF. SORMANY ALVES

PERÍODO MILITAR (1964/1985) PROF. SORMANY ALVES PERÍODO MILITAR (1964/1985) PROF. SORMANY ALVES INTRODUÇÃO Período governado por GENERAIS do exército brasileiro. Adoção do modelo desenvolvimento dependente, principalmente dos EUA, que subordinava a

Leia mais

MÓDULO 19- O BRASIL DA DITADURA MILITAR( 1964-1985)

MÓDULO 19- O BRASIL DA DITADURA MILITAR( 1964-1985) OS PRESIDENTES MILITARES: MÉDICI GEISEL COSTA E SILVA FIGUEIREDO CASTELLO BRANCO 1 - O governo CASTELLO BRANCO (Sorbonne 1964 1967): PAEG (Plano de Ação Econômica do Governo): Fim da Estabilidade no emprego.

Leia mais

Capítulo. A ditadura militar no Brasil

Capítulo. A ditadura militar no Brasil Capítulo A ditadura militar no Brasil ARQUIVO/O GLOBO 1 Do golpe militar ao AI-5 O golpe militar de 1964 João Goulart é derrubado pelos militares, em 31 de março de 1964, por meio de um golpe, apoiado

Leia mais

Resistência à Ditadura Militar. Política, Cultura e Movimentos Sociais

Resistência à Ditadura Militar. Política, Cultura e Movimentos Sociais Resistência à Ditadura Militar Política, Cultura e Movimentos Sociais Visão Panorâmica Introdução à ditadura Antecedentes do Golpe A Ditadura A Resistência A Reabertura Duração: 1964 à 1985 Introdução

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) DITADURA MILITAR (1964-1979)

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) DITADURA MILITAR (1964-1979) Divisões entre os militares: SORBONNE: oriundos da ESG (Escola Superior de Guerra, intelectuais, veteranos da 2ª Guerra, próximos da UDN, alinhados com os EUA, anticomunistas, executivo forte e soluções

Leia mais

3ª série História do Brasil Ditadura Militar - 1964/1985 Terceira fase (1974/85) Cap. 22.4, 23.1. Roberson de Oliveira

3ª série História do Brasil Ditadura Militar - 1964/1985 Terceira fase (1974/85) Cap. 22.4, 23.1. Roberson de Oliveira 3ª série História do Brasil Ditadura Militar - 1964/1985 Terceira fase (1974/85) Cap. 22.4, 23.1 Ditadura Militar 3ª fase (1974/1985) Abertura política e crise econômica Governo Geisel março-1974/março-1979

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) 1 - Antecedentes: Esgotamento do populismo: manifestações de massa, greves, agravamento de tensões sociais. Temor dos EUA com a possibilidade de novas revoluções cubanas na América Latina. Apoio de setores

Leia mais

DITADURA CIVIL MILITAR

DITADURA CIVIL MILITAR DITADURA CIVIL MILITAR Argentina + ou 25.000 mortos Chile + ou 4.000 mortos Brasil + ou 500 mortos ARGENTINA Parte forte do Vice Reino do Prata vitoriosa da Guerra do Paraguai Sociedade rural que aos poucos

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.2 Conteúdo: Brasil na Era Militar

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.2 Conteúdo: Brasil na Era Militar 11.2 Conteúdo: Brasil na Era Militar Habilidades: Compreender os principais acontecimentos no Brasil durante o regime civil-militar Regime Civil-Militar no Brasil Período: 1964 a 1985. Governos Militares

Leia mais

Cap. 26 Do golpe Militar ao governo Costa e Silva Período de 1964 a 1969.

Cap. 26 Do golpe Militar ao governo Costa e Silva Período de 1964 a 1969. Resumos de aula de História do Brasil Prof. Webster Pinheiro Assunto: Ditadura Militar (1964-85) / Capítulos 26, 27 e 28 do livro didático / 2º Ano Ensino Médio Cap. 26 Do golpe Militar ao governo Costa

Leia mais

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes.

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes. Ditadura: É uma forma de governo em que o governante (presidente, rei, primeiro ministro) exerce seu poder sem respeitar a democracia, ou seja, governa de acordo com suas vontades ou com as do grupo político

Leia mais

Exercícios de Ditadura Militar: Geisel e Figueiredo

Exercícios de Ditadura Militar: Geisel e Figueiredo Exercícios de Ditadura Militar: Geisel e Figueiredo Material de apoio do Extensivo 1. Sobre o fim do período militar no Brasil (1964-1985), pode-se afirmar que ocorreu de forma: a) Conflituosa, resultando

Leia mais

Nesta aula trataremos do período contemporâneo da república brasileira: dos governos militares, iniciado em 1964 aos dias atuais.

Nesta aula trataremos do período contemporâneo da república brasileira: dos governos militares, iniciado em 1964 aos dias atuais. Aula 24 Da República Militar à Nova República. Nesta aula trataremos do período contemporâneo da república brasileira: dos governos militares, iniciado em 1964 aos dias atuais. A República Militar (1964/1985).

Leia mais

O regime militar brasileiro

O regime militar brasileiro O regime militar brasileiro 1964-1985 Governo militar: período controverso Há críticas negativas e positivas ao Regime Militar brasileiro: Fala-se em ordem, disciplina, crescimento; Também comenta-se sobre

Leia mais

DITADURA MILITAR (1964-85): o autoritarismo e a repressão

DITADURA MILITAR (1964-85): o autoritarismo e a repressão DITADURA MILITAR (1964-85): o autoritarismo e a repressão A Ditadura Militar foi um período de caráter autoritário e nacionalista que durou quase vinte e um anos: do golpe militar em abril de 1964, que

Leia mais

50 ANOS DO GOLPE MILITAR

50 ANOS DO GOLPE MILITAR 50 ANOS DO GOLPE MILITAR (1964-1985) Prof. Dr. Rogério de Souza CAUSAS Guerra Fria Contexto Internacional: Construção do Muro de Berlim (1961) Cuba torna-se Socialista (1961) Crise dos Mísseis (1962) CAUSAS

Leia mais

Aula 14 Regime Militar Prof. Dawison Sampaio

Aula 14 Regime Militar Prof. Dawison Sampaio Aula 14 Regime Militar 1 Contexto do Regime Militar Contexto interno: Colapso do Populismo (polêmica das Ref. de Base) Contexto externo: Guerra Fria e os interesses dos EUA (risco de cubanização do Brasil

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) DITADURA MILITAR (1964 1985)

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) DITADURA MILITAR (1964 1985) 1 - Antecedentes: Esgotamento do populismo: manifestações de massa, greves, agravamento de tensões sociais. Temor dos EUA com a possibilidade de novas revoluções cubanas na América Latina. Apoio de setores

Leia mais

3ª série História do Brasil Ditadura Militar (1964/1985) Primeira fase (1964/1969) Cap. 22.1. Roberson de Oliveira

3ª série História do Brasil Ditadura Militar (1964/1985) Primeira fase (1964/1969) Cap. 22.1. Roberson de Oliveira 3ª série História do Brasil Ditadura Militar (1964/1985) Primeira fase (1964/1969) Cap. 22.1 Ditadura Militar 1ª fase (1964 / 1969) 2ª fase (1969 / 1974) Perseguições, reformas políticas e estabilização

Leia mais

Brasil: os anos mais repressivos do

Brasil: os anos mais repressivos do Brasil: os anos mais repressivos do regime militar Ago/69: Costa e Silva adoece e é afastado. Vice Pedro Aleixo é impedido de assumir. Ago-out/1969 Junta militar assume o poder e escolhe novo presidente.

Leia mais

40 anos do golpe de 1964

40 anos do golpe de 1964 40 anos do golpe de 1964 Tortura, prisões, assassinatos e desaparecimentos de opositores, proibição de partidos, intervenção em sindicatos, censura à imprensa e crescimento económico acelerado: tudo isso

Leia mais

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA Ditadura Militar Eventos Fundamentais: Goulart propõe as reformas de base Eleitoral Educacional Bancária / Tributária Agrária Marcha da TFP Tradição Família e Propriedade

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA PERÍODO MILITAR - 1964 A 1985

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA PERÍODO MILITAR - 1964 A 1985 EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA PERÍODO MILITAR - 1964 A 1985 01 - Considerando-se os fatores que contribuíram para a longevidade do regime militar no Brasil, é CORRETO afirmar que foi de grande relevância

Leia mais

AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já)

AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já) CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA AULA 22.1 Conteúdos: Governo Geisel e a economia Governo Geisel e a política Governo João Figueiredo: anistia e novos partidos (diretas já) 2

Leia mais

DITADURA MILITAR (1964 1985) Anos de Chumbo Ditadura Militar 1964-1985

DITADURA MILITAR (1964 1985) Anos de Chumbo Ditadura Militar 1964-1985 Anos de Chumbo Ditadura Militar 1964-1985 1 - Antecedentes: Esgotamento do populismo: manifestações de massa, greves, agravamento de tensões sociais. Temor dos EUA com a possibilidade de novas revoluções

Leia mais

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985?

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? A - Através de eleições democráticas que levaram ao

Leia mais

Ditadura Militar histórico

Ditadura Militar histórico Ditadura Militar histórico Ditadura Militar o Golpe No Brasil do início da década de 1960, a radicalização da luta política de classes e o avanço das demandas sociais por reformas de base fizeram com que

Leia mais

O governo ERNESTO GEISEL (1974 1979)

O governo ERNESTO GEISEL (1974 1979) O governo ERNESTO GEISEL (1974 1979) Depois dogovernomédici, o regime militar mais uma vez se mobilizou em torno da escolha de seu próximo presidente. O período era bastante delicado, pois o eufórico milagre

Leia mais

IBASE. OPINIÃO Dulce Pandolfi * preparado para votar 74 DEMOCRACIA VIVA Nº 32

IBASE. OPINIÃO Dulce Pandolfi * preparado para votar 74 DEMOCRACIA VIVA Nº 32 IBASE OPINIÃO Dulce Pandolfi * preparado para votar 74 DEMOCRACIA VIVA Nº 32 Idas e vindas da cidadania política no Brasil republicano Ao longo da sua história, o Brasil conviveu com diversos arranjos

Leia mais

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com República Militar (1964-1985) O golpe militar (31/03/1964): Combater a corrupção e a subversão (comunismo).

Leia mais

Histórico das constituições: direito de sufrágio

Histórico das constituições: direito de sufrágio 89 Histórico das constituições: direito de sufrágio André de Oliveira da Cruz Waldemar de Moura Bueno Neto José Carlos Galvão Goulart de Oliveira Graduandos pela Faculdade de Educação, Administração e

Leia mais

Regime Militar II e o Brasil Atual. História C Aula 14 Prof º Thiago

Regime Militar II e o Brasil Atual. História C Aula 14 Prof º Thiago Regime Militar II e o Brasil Atual História C Aula 14 Prof º Thiago Governo Médici 1969-1974 Criação do INCRA Programa de Integração Nacional PIN Grandes Rodovias (Cuiabá-Santarem e Transamazonica) Ampliação

Leia mais

Partidos Políticos do Brasil

Partidos Políticos do Brasil Partidos Políticos do Brasil Fonte: http://www.suapesquisa.com/partidos/ INTRODUÇÃO 04.06.2012 Atualmente, a legislação eleitoral brasileira e a Constituição, promulgada em 1988, permitem a existência

Leia mais

Alunos: Alyne Bezerra, Bruna Moraes, Natasha Layla,Raquel Silveira e Rhage Yuri

Alunos: Alyne Bezerra, Bruna Moraes, Natasha Layla,Raquel Silveira e Rhage Yuri Faculdade Estácio Ceut Coordenação do Curso Bacharel em Direito Disciplina: História do Direito Alunos: Alyne Bezerra, Bruna Moraes, Natasha Layla,Raquel Silveira e Rhage Yuri Turma: 1º B 3º Avaliação

Leia mais

Revisão IV Brasil República

Revisão IV Brasil República Revisão IV Brasil República Prof. Fernando I- Era Vargas 1930-45; República Nova 1930-64 II- República Populista 1946-64 Democratização. Nacionalismo ou Liberalismo? II- República Populista 1946-64 1º

Leia mais

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO *

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO * PARECER DO RELATOR (Sr. Rodrigo Maia) * RELATÓRIO * Em síntese, as propostas constitucionais ora em análise têm por escopo alterar o sistema político-eleitoral em vigor, de modo a ajustar o sistema eleitoral

Leia mais

Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo de São Paulo. mauxixo.piragino@uol.com.br

Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo de São Paulo. mauxixo.piragino@uol.com.br Democracia Participativa e Direta: conselhos temáticos e territoriais (Conselhos Participativos nas Subprefeituras); Iniciativa Popular, Plebiscitos e Referendo" Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo

Leia mais

49 e 50. Populismo Conceito teórico e o governo Dutra. Aulas. Exercícios de Sala HISTÓRIA 1

49 e 50. Populismo Conceito teórico e o governo Dutra. Aulas. Exercícios de Sala HISTÓRIA 1 HISTÓRIA 1 Aulas 49 e 50 Populismo Conceito teórico e o governo Dutra Nestas aulas, o fundamental é compreender o momento histórico vivido pelo Brasil, pela América Latina e pelo mundo, imediatamente após

Leia mais

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO REFORMA POLÍTICA NAS DISCUSSÕES EM CURSO NO CONGRESSO NACIONAL MÁRCIO NUNO RABAT Consultor Legislativo da Área XIX Ciência Política, Sociologia Política,

Leia mais

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar 1 A Era Vargas (1930-1945) Assumiu após a vitória sobre as oligarquias em 1930. 2ª Guerra Mundial: Início dúbio com posterior alinhamento aos

Leia mais

Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã

Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã BRASIL: ELEIÇÕES DE 1945 Com a deposição de Vargas foram marcadas eleições para

Leia mais

A América Latina na Guerra Fria A ditadura militar no Brasil

A América Latina na Guerra Fria A ditadura militar no Brasil ID/ES Tão perto e ainda tão distante A 90 milhas de Key West. Visite Cuba. Cartão postal de 1941, incentivando o turismo em Cuba. 1 Desde a Revolução de 1959, Cuba sofre sanções econômicas dos Estados

Leia mais

Profª: Sabrine Viviane Welzel

Profª: Sabrine Viviane Welzel História 9 ano Ditadura Militar 1 Leia com a tençao, o depoimento do general bandeira a respeito da participaçao dos militares na politica brasileira: no movimento de 1964, a ideologia politica foi puramente

Leia mais

Aparticipação do movimento sindical brasileiro no processo de transição

Aparticipação do movimento sindical brasileiro no processo de transição Transição política e reconstrução sindical no Brasil Adhemar Lopes de Almeida * Aparticipação do movimento sindical brasileiro no processo de transição política e reorganização sindical pode ser divida

Leia mais

ATIVIDADES ON LINE 9º ANO DITADURA MILITAR

ATIVIDADES ON LINE 9º ANO DITADURA MILITAR ATIVIDADES ON LINE 9º ANO DITADURA MILITAR 1-"O movimento de 31 de março de 1964 tinha sido lançado aparentemente para livrar o país da corrupção e do comunismo e para restaurar a democracia, mas o novo

Leia mais

Apostilado de sociologia: Temas para debates e estudos

Apostilado de sociologia: Temas para debates e estudos Ditadura Militar no Brasil Apostilado de sociologia: Temas para debates e estudos 3º bimestre Prof º Jesus Podemos definir a Ditadura Militar como sendo o período da política brasileira em que os militares

Leia mais

TOTALITARISMO AUTORITARISMO

TOTALITARISMO AUTORITARISMO TOTALITARISMO & AUTORITARISMO Totalitarismo Tipo de Estado difundido na Europa entre as duas grandes guerras mundiais, que exerce um enorme controle sobre todas as atividades sociais, econômicas, políticas,

Leia mais

HISTÓRIA DO BRASIL PROF. LUCIANO DE PAULA

HISTÓRIA DO BRASIL PROF. LUCIANO DE PAULA HISTÓRIA DO BRASIL PROF. LUCIANO DE PAULA A REPÚBLICA VELHA O período que vai de 1889 a 1930 é conhecido como a República Velha. Este período da História do Brasil é marcado pelo domínio político das elites

Leia mais

PARTIDOS POLÍTICOS NO BRASIL (Módulo 19)

PARTIDOS POLÍTICOS NO BRASIL (Módulo 19) COLÉGIO O BOM PASTOR SOCIOLOGIA- 2º ANO PROF. RAFAEL CARLOS PARTIDOS POLÍTICOS NO BRASIL (Módulo 19) Atualmente, a legislação eleitoral brasileira e a Constituição, promulgada em 1988, permitem a existência

Leia mais

VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS NO PERÍODO DA DITADURA NO BRASIL: E A COMISSÃO DA VERDADE

VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS NO PERÍODO DA DITADURA NO BRASIL: E A COMISSÃO DA VERDADE VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS NO PERÍODO DA DITADURA NO BRASIL: E A COMISSÃO DA VERDADE Roberto de Paula Alvarenga RANGEL 1 Claudio José Palma SANCHEZ 2 RESUMO: O presente trabalho busca abordar um breve

Leia mais

O Regime de Exceção 1964/67 e o AI-5

O Regime de Exceção 1964/67 e o AI-5 O Regime de Exceção 1964/67 e o AI-5 O REGIME DE EXCEÇÃO (64/67) E A GÊNESE DO AI-5 O GOVERNO CASTELO BRANCO, O REGIME DE EXCEÇÃO (64/67) E A GÊNESE DO AI-5 Reiteradamente caracterizado como "legalista"

Leia mais

RESUMÃO DE ATOS INSTITUCIONAIS

RESUMÃO DE ATOS INSTITUCIONAIS RESUMÃO DE ATOS INSTITUCIONAIS Prof. Gênesis Os Atos Institucionais eram leis criadas pelo presidente da república sem consultar o Congresso Nacional. Estes Atos foram responsáveis pelo endurecimento do

Leia mais

Introdução. O processo constituinte no Brasil (1985 1988)

Introdução. O processo constituinte no Brasil (1985 1988) PARTICIPAÇÃO POLÍTICA NO PROCESSO CONSTITUINTE: MEMÓRIAS DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS NAS MENSAGENS DA BASE DE DADOS SAIC (1986 1987) RENATA PEIXINHO DIAS VELLOZO * Junho/2015 Introdução Este artigo tem

Leia mais

QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO)

QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO) QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO) NOME...Constituição dos Estados Unidos do Brasil DATA...10 de Novembro de 1937 ORIGEM...Outorgada DURAÇÃO...9 anos PREÂMBULO O Presidente da República

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E MUDANÇAS NO BRASIL: 1889-1985 - Da Proclamação à Nova República Margarete Lopes Iung

DESENVOLVIMENTO E MUDANÇAS NO BRASIL: 1889-1985 - Da Proclamação à Nova República Margarete Lopes Iung 1 DESENVOLVIMENTO E MUDANÇAS NO BRASIL: 1889-1985 - Da Proclamação à Nova República Margarete Lopes Iung RESUMO Com a realização do presente trabalho pretendeu-se desenvolver um estudo acerca do desenvolvimento

Leia mais

Idade recomendada: 16 anos - retirada de ingressos: uma hora antes de cada sessão - Sala Lima Barreto - entrada franca

Idade recomendada: 16 anos - retirada de ingressos: uma hora antes de cada sessão - Sala Lima Barreto - entrada franca Os anos de chumbo pelos olhos do documentário de 2 a 7/12 apoio: Fundação Padre Anchieta Centro Paulista de Rádio e TV Educativas - Centro de Documentação, TV Câmara, Cinemateca Brasileira e Tatu Filmes

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PESQUISA CIENTÍFICA VALÉRIA DA COSTA LIMA BILLAFAN

CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PESQUISA CIENTÍFICA VALÉRIA DA COSTA LIMA BILLAFAN CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PESQUISA CIENTÍFICA VALÉRIA DA COSTA LIMA BILLAFAN BRASÍLIA 2008 PESQUISA CIENTÍFICA Trabalho apresentado

Leia mais

02 out - POLÍTICA: Dilma anuncia redução de oito ministérios, com salários menores e corte de cargos Sex, 02 de Outubro de 2015 13:43

02 out - POLÍTICA: Dilma anuncia redução de oito ministérios, com salários menores e corte de cargos Sex, 02 de Outubro de 2015 13:43 A nova configuração ministerial, finalizada ontem (1 ) com a ajuda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, inclui a extinção e fusão de pastas e a realocação de titulares dos ministérios. Brasília

Leia mais

A Comissão de Alto Nível. História da Emenda Constitucional Nº 1, de 1969

A Comissão de Alto Nível. História da Emenda Constitucional Nº 1, de 1969 A Comissão de Alto Nível História da Emenda Constitucional Nº 1, de 1969 por Caetano Ernesto Pereira de Araújo e Eliane Cruxên Barros de Almeida Maciel INTRODUÇÃO "Está para se escrever a história da reforma

Leia mais

Nilson Araújo de Souza. A longa agonia da dependência

Nilson Araújo de Souza. A longa agonia da dependência Nilson Araújo de Souza A longa agonia da dependência Economia brasileira contemporânea (JK-FH) 2 a edição revista e ampliada A EDITORA ALFA-OMEG A São Paulo 2005 Tábua geral da matéria Sobre o Autor Dedicatória

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

O POVO VAI ÀS RUAS: O MOVIMENTO DIRETAS JÁ EM CAMPO GRANDE MS (1984)

O POVO VAI ÀS RUAS: O MOVIMENTO DIRETAS JÁ EM CAMPO GRANDE MS (1984) HISTÓRIA CULTURAL: ESCRITAS, CIRCULAÇÃO, LEITURAS E RECEPÇÕES Universidade de São Paulo USP São Paulo SP 10 e 14 de Novembro de 2014 O POVO VAI ÀS RUAS: O MOVIMENTO DIRETAS JÁ EM CAMPO GRANDE MS (1984)

Leia mais

Arquivo Público do Estado de São Paulo

Arquivo Público do Estado de São Paulo Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina: O(s) Uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula Ditadura Militar e Anistia (1964 a 1985). Anos de Chumbo no Brasil. Ieda Maria Galvão dos Santos 2º

Leia mais

Resumo de Notícias. Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadoras de Mesas Telefônicas no Estado do Espírito Santo

Resumo de Notícias. Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadoras de Mesas Telefônicas no Estado do Espírito Santo Portal da CUT 21/01/2015 Papel da CUT e dos movimentos é combater retrocesso Para presidente da Central, apostar na derrubada da economia para conter inflação coloca em risco o emprego e as conquistas

Leia mais

A ANISTIA NO BRASIL. Preliminarmente, falou-se na extradição dos mesmos, surgindo, de logo, o impedimento ante a proibição constitucional.

A ANISTIA NO BRASIL. Preliminarmente, falou-se na extradição dos mesmos, surgindo, de logo, o impedimento ante a proibição constitucional. A ANISTIA NO BRASIL Amadeu de Almeida Weinmann SUMÁRIO: 1 Conceituação e Finalidades da Anistia; 2 Anistia, Indulto, Graça, Comutação e Perdão; 3 A Anistia é Tanto Irrevogável Quanto Irrecusável; 4 História

Leia mais

Mezarobba, Glenda. Afinal, o que é uma comissão da verdade? In: Revista Direitos Humanos, n.5, abril 2010.

Mezarobba, Glenda. Afinal, o que é uma comissão da verdade? In: Revista Direitos Humanos, n.5, abril 2010. LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE A DITADURA MILITAR PROF. Ricardo Colturato Festi Disciplina: Sociologia Colégio Técnico de Limeira (COTIL) Lista de Exercícios sobre a Ditadura Militar Brasileira 1. (Fgv 2012)

Leia mais

DISCURSO POLÍTICO E IDEOLOGIA NO PROJETO DO BRASIL POTÊNCIA (1974 1979)

DISCURSO POLÍTICO E IDEOLOGIA NO PROJETO DO BRASIL POTÊNCIA (1974 1979) DISCURSO POLÍTICO E IDEOLOGIA NO PROJETO DO BRASIL POTÊNCIA (1974 1979) GERSON CONSTANCIA DUARTE 1 CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA - UVV gersoncduarte@hotmail.com 1. INTRODUÇÃO O governo do presidente

Leia mais

Conflitos e lutas entre classes sociais no Governo Sarney

Conflitos e lutas entre classes sociais no Governo Sarney Anais do IV Simpósio Lutas Sociais na América Latina ISSN: 2177-9503 Imperialismo, nacionalismo e militarismo no Século XXI 14 a 17 de setembro de 2010, Londrina, UEL GT 2. Estado, ideologias e meios de

Leia mais

Riscos e oportunidades. Agosto 2009

Riscos e oportunidades. Agosto 2009 Riscos e oportunidades Agosto 2009 3 Retorno dos trabalhos no Congresso e no Judiciário (fim do recesso). 10º Congresso Nacional da CUT (de 3 e 7 de agosto, em São Paulo). Reunião do Ministério da Saúde

Leia mais

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Aline Bruno Soares Rio de Janeiro, julho de 2010. Desde seu início, o ano de 2010 tem se mostrado marcante em relação

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador ANTONIO ANASTASIA

PARECER Nº, DE 2015. RELATOR: Senador ANTONIO ANASTASIA PARECER Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 237, de 2013, que define crime conexo, para fins do disposto no art. 1º, 1º, da Lei nº 6.683,

Leia mais

Período Populista (1945/64)

Período Populista (1945/64) Período Populista (1945/64) INTRODUÇÃO Período de Democracia, sem censura e eleições direta (o( o povo vota) para presidente. O mundo encontrava-se no Período de Guerra Fria : Capitalistas (EUA) X Socialistas

Leia mais

Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 378 Distrito Federal

Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 378 Distrito Federal Excelentíssimo Senhor Ministro Edson Fachin, DD. Ministro do Supremo Tribunal Federal Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 378 Distrito Federal UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES, associação

Leia mais

Compromisso com um plano de governo

Compromisso com um plano de governo Anexo 2 Compromisso com um plano de governo A partir de uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo, a capital paulista aprovou, em fevereiro de 2008, a Emenda nº 30 à Lei Orgânica do Município de São Paulo

Leia mais

Os ativistas do Espaço de Unidade de Ação e de diversas entidades sindicais, populares, estudantis, coletivos e partidos políticos reunidos no

Os ativistas do Espaço de Unidade de Ação e de diversas entidades sindicais, populares, estudantis, coletivos e partidos políticos reunidos no Os ativistas do Espaço de Unidade de Ação e de diversas entidades sindicais, populares, estudantis, coletivos e partidos políticos reunidos no Encontro Nacional dos Lutadores e Lutadoras em São Paulo no

Leia mais

A História do Voto no Brasil: O profissional de Marketing Político nos Bastidores do Processo Eleitoral 1

A História do Voto no Brasil: O profissional de Marketing Político nos Bastidores do Processo Eleitoral 1 A História do Voto no Brasil: O profissional de Marketing Político nos Bastidores do Processo Eleitoral 1 Roberto Gondo Macedo 2 Carlos Manhanelli 3 Universidade Metodista de São Paulo UMESP Resumo O objetivo

Leia mais

Conheça a trajetória da primeira mulher presidente do Brasil

Conheça a trajetória da primeira mulher presidente do Brasil Conheça a trajetória da primeira mulher presidente do Brasil Dilma Rousseff nasceu em Belo Horizonte em 1947. Presidência é seu primeiro cargo eletivo. Marília Juste Do G1, em São Paulo Dilma Rousseff

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Hist. Brasil Regime Militar

Exercícios de Aprofundamento Hist. Brasil Regime Militar 1. (Unicamp 2015) O historiador Daniel Aarão Reis tem defendido que o regime instaurado em 1964 não seja conhecido apenas como ditadura militar, mas como ditadura civil-militar, pois contou com a participação

Leia mais

PO 813734A AVALIAÇÃO DA PRESIDENTE DILMA PO 813734B INTENÇÃO DE VOTO PRESIDENTE PO 813734C 50 ANOS DA DITADURA MILITAR Nº CIDADE:

PO 813734A AVALIAÇÃO DA PRESIDENTE DILMA PO 813734B INTENÇÃO DE VOTO PRESIDENTE PO 813734C 50 ANOS DA DITADURA MILITAR Nº CIDADE: PO 813734A AVALIAÇÃO DA PRESIDENTE DILMA PO 813734B INTENÇÃO DE VOTO PRESIDENTE PO 813734C 50 ANOS DA DITADURA MILITAR Nº CPD: Nº CIDADE: CHECAGEM: 1 CHECADO 2 SEM TELEFONE 3 TELEFONE ERRADO 4 NÃO ENCONTRADO

Leia mais

1978-1981: ameaças e bombas contra a imprensa que disse não

1978-1981: ameaças e bombas contra a imprensa que disse não Câmara Municipal de São Paulo - 22/04/2012 1978-1981: ameaças e bombas contra a imprensa que disse não Audiência conjunta Comissão da Verdade Municipal Vladimir Herzog / Comissão da Verdade do Sindicato

Leia mais

Acredito no planejamento estratégico que aprendi com o professor. Amílcar de Oliveira Lima, da equipe do Ministro Delfim Neto, ainda no Rio de

Acredito no planejamento estratégico que aprendi com o professor. Amílcar de Oliveira Lima, da equipe do Ministro Delfim Neto, ainda no Rio de Prezadas senhoras e prezados senhores, Acredito no planejamento estratégico que aprendi com o professor Amílcar de Oliveira Lima, da equipe do Ministro Delfim Neto, ainda no Rio de Janeiro, na década de

Leia mais

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL 1) INTRODUÇÃO SUGESTÕES Ao longo dos seus vinte e oito anos e com a experiência de centenas de administrações que

Leia mais

Exercícios de Ditadura Militar: do golpe a Castelo Branco

Exercícios de Ditadura Militar: do golpe a Castelo Branco Exercícios de Ditadura Militar: do golpe a Castelo Branco Material de apoio do Extensivo 1. Com a renúncia de Jânio Quadros, setores militares resolveram impedir a posse do Vice- Presidente João Goulart.

Leia mais

PROGRAMA DE JAIR PEDRO AO GOVERNO DO ESTADO.

PROGRAMA DE JAIR PEDRO AO GOVERNO DO ESTADO. 1 PROGRAMA DE JAIR PEDRO AO GOVERNO DO ESTADO. Propostas para construir um Pernambuco para os trabalhadores Introdução As eleições, com financiamento de empresas, tornam-se um jogo de cartas marcadas,

Leia mais

UMA HISTÓRIA POLÍTICA DA TRANSIÇÃO BRASILEIRA: DA DITADURA MILITAR À DEMOCRACIA 1

UMA HISTÓRIA POLÍTICA DA TRANSIÇÃO BRASILEIRA: DA DITADURA MILITAR À DEMOCRACIA 1 REVISTA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA Nº 25: 83-106 NOV. 2005 UMA HISTÓRIA POLÍTICA DA TRANSIÇÃO BRASILEIRA: DA DITADURA MILITAR À DEMOCRACIA 1 Adriano Nervo Codato RESUMO O artigo trata da história política

Leia mais

A ditadura de 1964 Breve contribuição à sua história constitucional

A ditadura de 1964 Breve contribuição à sua história constitucional A ditadura de 1964 Breve contribuição à sua história constitucional Sérgio Sérvulo da Cunha Expulsando o presidente João Goulart de Brasília, o revanchismo militar 1 que se opusera à sua posse, e, posteriormente,

Leia mais

Ditadura Militar no Brasil

Ditadura Militar no Brasil Ditadura Militar no Brasil 1964-1985 Podemos definir a Ditadura Militar como sendo o período da política brasileira em que os militares governaram o Brasil. Esta época vai de 1964 a 1985. Caracterizou-se

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500

Leia mais

RESOLUÇÕES DO 2º CONGRESSO NACIONAL DA CUT 31 de julho e 1, 2 e 3 de agosto de 1986 Ginásio do Maracanãzinho - Rio de Janeiro - RJ

RESOLUÇÕES DO 2º CONGRESSO NACIONAL DA CUT 31 de julho e 1, 2 e 3 de agosto de 1986 Ginásio do Maracanãzinho - Rio de Janeiro - RJ RESOLUÇÕES DO 2º CONGRESSO NACIONAL DA CUT 31 de julho e 1, 2 e 3 de agosto de 1986 Ginásio do Maracanãzinho - Rio de Janeiro - RJ CONJUNTURA POLÍTICA E ECONÔMICA DO PAÍS 1- Manifesto do 2º Congresso da

Leia mais

INICIATIVA POPULAR. 1 Benevides, Maria Vitoria de Mesquita A Cidadania Ativa Referendo, Plebiscito e Iniciativa Poipular,

INICIATIVA POPULAR. 1 Benevides, Maria Vitoria de Mesquita A Cidadania Ativa Referendo, Plebiscito e Iniciativa Poipular, INICIATIVA POPULAR Iniciativa popular designa, em termos genéricos, diferente maneiras de participação popular no exercício dos poderes legislativo e executivo incluindo o plebiscito, referendo, conselhos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 18. ENTREVISTAS FORTALEZA, CE, 30

Leia mais

História Fascículo 01 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli

História Fascículo 01 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli História Fascículo 01 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli Índice História do Brasil Eleições e voto no Brasil Império e República...1 Exercícios...2 Gabarito...4 História do Brasil

Leia mais

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964):

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): 1. - PRINCIPAIS PARTIDOS: PSD (Partido Social Democrático): Principal partido. Criado por Getúlio Vargas. Base rural. Industriais, banqueiros e latifundiários

Leia mais

RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS

RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS RELATÓRIO DA PLENÁRIA NACIONAL DA FENASPS Data: domingo, 12 de junho de 2016 Local: sala 11 do Hotel Nacional, em Brasília Pauta: 1. Informes Nacionais PL 4250/2015, PL 4252/2015 e PLP 257/2016, Reforma

Leia mais

A transição do regime militar para a democracia: o Partido Comunista do Brasil (PC do B) entre enlaces e jogos da política

A transição do regime militar para a democracia: o Partido Comunista do Brasil (PC do B) entre enlaces e jogos da política A transição do regime militar para a democracia: o Partido Comunista do Brasil (PC do B) entre enlaces e jogos da política Andréa Cristiana Santos 1 A transição democrática no país se fez em um processo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO O ENSINO DE FILOSOFIA NO II GRAU: DO SEU AFASTAMENTO AO MOVIMENTO PELA REINTRODUÇÃO

Leia mais

presidente Brasil Por Nízea Coelho

presidente Brasil Por Nízea Coelho a PRIMEIRA presidente do Brasil Por Nízea Coelho 1 Lula é um fenômeno no mundo Historiador, mestre e futuro doutor. Este é Leandro Pereira Gonçalves, professor de História do Centro de Ensino Superior

Leia mais

RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15

RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15 RESOLUÇÃO POLITICA CEN 17-09-15 Reunida em São Paulo no dia 17 de setembro de 2015, a Comissão Executiva Nacional analisou a conjuntura recente do País e aprovou a seguinte resolução política: A oposição

Leia mais