Preto-Velho, Caboclo, Orixás, Exus e Pomba-Giras

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preto-Velho, Caboclo, Orixás, Exus e Pomba-Giras"

Transcrição

1 Preto-Velho, Caboclo, Orixás, Exus e Pomba-Giras Preto-velho é o espírito de um escravo de origem africana, que procura repartir com as pessoas encarnadas na Terra a sua sabedoria, a sua experiência de vida. São espíritos de pessoas que sofreram muito quando viveram na Terra, sob o jugo da escravidão, mas que acumularam muito conhecimento e que nas sessões de Umbanda procuram utilizar este conhecimento para ajudar as pessoas e deste modo desenvolver a virtude da caridade. Pintura de Debret retratando os castigos corporais sofridos pelos escravos no Brasil Assim como os caboclos e as demais entidades ou espíritos da Umbanda, os pretos-velhos não são necessariamente ex-escravos, mas são espíritos que se identificam com eles. Caboclo, dentro da Umbanda, corresponde a um espírito desencarnado de um índio, que se manifesta através de uma pessoa capaz de senti-lo, o chamado médium. Tal espírito responde às perguntas dos frequentadores das sessões de Umbanda, procurando passar-lhes sua sabedoria e coragem, na intenção de ajudar-lhes a superar seus problemas. Índio kuikuro Os caboclos da Umbanda são espíritos de muitas virtudes espirituais, tais como a determinação, a lealdade e a honestidade, mas que necessitam desenvolver a caridade e o amor ao próximo. Daí a sua participação nas sessões de Umbanda, onde procuram auxiliar as pessoas em dificuldades e desse modo evoluir espiritualmente.

2 Índio pataxó Os caboclos da Umbanda não são necessariamente espíritos de índios. Podem ser espíritos de outras origens, mas que apresentam semelhanças de caráter com os indígenas. Orixá é uma força da natureza. Existem diversos tipos de orixá, cada um relacionado a um elemento da natureza. Existe um orixá para as águas doces, um para as águas salgadas, um para a caça, um para as ervas medicinais etc. Estas forças foram percebidas pelos povos africanos, os quais transmitiram este conhecimento para os povos americanos, quando da vinda dos escravos africanos para a América, entre os séculos XVI e XIX. Escravos africanos no Brasil Os africanos desenvolveram ritos específicos para a invocação e o culto de cada orixá, baseados em danças, músicas, vestimentas, saudações, comidas e bebidas. Acreditavam eles que o culto dos orixás lhes renderia boa sorte. Culto ao orixá Oxum, que rege as águas doces

3 Os umbandistas adotaram o culto africano dos orixás. Nas reuniões regulares dos umbandistas, as chamadas sessões, o culto dos orixás é uma prática habitual Na Umbanda, exu é um espírito alegre, brincalhão e muito esperto. Conhece as artimanhas da vida, porém necessita se desenvolver no aspecto moral, razão pela qual se incorpora nos médiuns das sessões de Umbanda e procura auxiliar as pessoas que o procuram. Deste modo, desenvolve a virtude da caridade e da ajuda ao próximo. Estatueta de exu Existem vários tipos de exu. Muitas vezes, é representado sob a forma do diabo cristão ou a de um típico malandro. Estatueta de malandro representando exu Pomba-Gira (nome vulgar/vide mais detalhes em Exu) é um espírito feminino com muita sabedoria prática da vida e que se incorpora em médiuns durante as sessões de Umbanda para aconselhar e ajudar as pessoas a resolver os seus problemas do dia a dia. Desta forma, o espírito está desenvolvendo a sua compaixão e a sua solidariedade, vencendo seu próprio egoísmo e evoluindo espiritualmente.

4 Desenho alemão de 1887 retratando uma cigana A pombagira, assim como as demais entidades (espíritos) da Umbanda, pode pedir que o consulente faça uma oferenda de flores ou alimentos ou que tome um determinado tipo de banho, sempre visando a ajudar na resolução dos problemas pessoais do consulente. A Umbanda sempre esteve vinculada às camadas mais pobres da sociedade brasileira. Por tal motivo, sempre foi discriminada como uma manifestação cultural marginal, fora da lei, combatida pela religião oficial do país, o Catolicismo. O que não impedia que as pessoas de nível social mais alto procurassem seus terreiros nos instantes de maior desespero e necessidade. Velho marinheiro, de Bertha Worms. Espíritos de figuras típicas da cultura brasileira, como marinheiros e boiadeiros, também costumam incorporar em médiuns durante as sessões de Umbanda.[1] O tabaco é muito usado na Umbanda como um agente purificador. Os exus e caboclos costumam usar charutos, enquanto que os pretos-velhos costumam usar cachimbos

5 MACUMBA Muitos falam... O macumbeiro!mas poucos sabem o significado de macumba ou macumbeiros,todos pensam que macumba é despacho ou entregas, e macumbeiros são os médiuns que trabalham em terreiros de umbanda ou candomblé ou quimbanda. Macumba é uma espécie de árvore africana da qual é retirada a madeira para produção de instrumentos musicais. Se olhar no dicionário é um artigo, instrumento musical de percussão espécie de reco- reco de origem africana que da um som de rapa. E o macumbeiro é o tocador desse instrumento. No popular macumba é designar genericamente os cultos afros brasileiros por causa da religião, trazido pelos escravos a umbanda e o candomblé.

CONTEÚDOS. Candomblé Umbanda Xamanismo

CONTEÚDOS. Candomblé Umbanda Xamanismo CONTEÚDOS Candomblé Umbanda Xamanismo HABILIDADES Conhecer as religiões afrodescendentes e anímicas PAUTA DO DIA Acolhida Problematização Entrevista Exibição do Vídeo Leitura de Imagem Aprofundando o tema-

Leia mais

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE. Desenvolvimento mediúnico maio/2014 7ªaula

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE. Desenvolvimento mediúnico maio/2014 7ªaula NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE Desenvolvimento mediúnico maio/2014 7ªaula VENDAS ATÉ DIA 14/05/2014 Doutrina dos Sete Reinos Sagrados A doutrina dos sete reinos, seguida pelo Núcleo Mata Verde,

Leia mais

Curso de Umbanda OS CABOCLOS

Curso de Umbanda OS CABOCLOS Curso de Umbanda OS CABOCLOS São os nossos amados Caboclos os legítimos representantes da Umbanda, eles se dividem em diversas tribos, de diversos lugares formando aldeias, eles vem de todos os lugares

Leia mais

DEUSES, RITUAIS E OFERENDAS - estudo léxico-semântico do vocabulário umbandístico - Alexandre Melo 1

DEUSES, RITUAIS E OFERENDAS - estudo léxico-semântico do vocabulário umbandístico - Alexandre Melo 1 DEUSES, RITUAIS E OFERENDAS - estudo léxico-semântico do vocabulário umbandístico - Alexandre Melo 1 RESUMO: Neste artigo apresentamos um estudo léxico-semântico dos termos da Umbanda. Pretendemos, a partir

Leia mais

Entidade polivalente, pois se assemelha muito ao campo material, o que lhes dá facilidade em compreender as necessidades terrenas.

Entidade polivalente, pois se assemelha muito ao campo material, o que lhes dá facilidade em compreender as necessidades terrenas. Entidade polivalente, pois se assemelha muito ao campo material, o que lhes dá facilidade em compreender as necessidades terrenas. Mensageiros da alegria e esperança. Transformam qualquer situação em festas.

Leia mais

Estudo Continuado Título: Parte 1- Mediunidade e Reforma Íntima. Parte 2 Diferenças entre Candonblé, Umbanda e Kardecismo.

Estudo Continuado Título: Parte 1- Mediunidade e Reforma Íntima. Parte 2 Diferenças entre Candonblé, Umbanda e Kardecismo. Associação Afro-Cultural Pai João de Angola. Estudo Continuado Título: Parte 1- Mediunidade e Reforma Íntima. Parte 2 Diferenças entre Candonblé, Umbanda e Kardecismo. Pelo tempo que praticamos nossa mediunidade,

Leia mais

Guias da Umbanda. Os Guias Espirituais

Guias da Umbanda. Os Guias Espirituais Os Guias Espirituais Guias da Umbanda Os Guias Espirituais na Umbanda são seres de luz dispostos a nos guiar durante uma ou mais encarnações, no sentido de nos orientar, intuir, auxiliar e proteger, sempre

Leia mais

ANO 1, REVISTA Nº 9, NOVEMBRO/2015 EDITORIAL

ANO 1, REVISTA Nº 9, NOVEMBRO/2015 EDITORIAL ANO 1, REVISTA Nº 9, NOVEMBRO/2015 EDITORIAL Nosso convidado deste mês é exímio conhecedor da Umbanda no Brasil e aceitou debater questões polêmicas que envolvem as relações entre ela e a doutrina espírita,

Leia mais

UMBANDA: PRÁTICA CULTURAL E RELIGIOSA AFRO-BRASILEIRA, UM PATRIMÔNIO PERMANENTE NAS RELAÇÕES HUMANAS UBERLANDENSES.

UMBANDA: PRÁTICA CULTURAL E RELIGIOSA AFRO-BRASILEIRA, UM PATRIMÔNIO PERMANENTE NAS RELAÇÕES HUMANAS UBERLANDENSES. 1 UMBANDA: PRÁTICA CULTURAL E RELIGIOSA AFRO-BRASILEIRA, UM PATRIMÔNIO PERMANENTE NAS RELAÇÕES HUMANAS UBERLANDENSES. Gláucia Domingues Silvério 1 Amanda Lourenço Silva 2 Universidade Federal de Uberlândia

Leia mais

GIRA DE ESCRAVOS NA UMBANDA DE SALVADOR- BA

GIRA DE ESCRAVOS NA UMBANDA DE SALVADOR- BA GIRA DE ESCRAVOS NA UMBANDA DE SALVADOR- BA Mackely Ribeiro Borges mackely@ig.com.br Universidade Federal da Bahia Resumo A umbanda é uma religião brasileira formada no Rio de Janeiro nas primeiras décadas

Leia mais

Índice. 3. Referências Bibliográficas...6

Índice. 3. Referências Bibliográficas...6 1 Índice Aula VI: Legiões Espirituais, Incorporação e Psicografia... 3 1.2. Legiões Espirituais... 3 1.3. Mediunidade da Incorporação e Psicografia... 4 1.4. Desenvolvimento Mediúnico na Prática Aula VI...

Leia mais

AS ENTIDADES BRASILEIRAS DA UMBANDA E AS FACES INCONFESSAS DO BRASIL

AS ENTIDADES BRASILEIRAS DA UMBANDA E AS FACES INCONFESSAS DO BRASIL AS ENTIDADES BRASILEIRAS DA UMBANDA E AS FACES INCONFESSAS DO BRASIL Sulivan Charles Barros 1 Introdução Quem já teve a oportunidade de assistir a uma gira de um terreiro umbandista pode perceber, no ritual

Leia mais

Fraternidade Tabajara- Questionário para Médiuns da Palestra QUESTIONÁRIO

Fraternidade Tabajara- Questionário para Médiuns da Palestra QUESTIONÁRIO Fraternidade Tabajara- Questionário para Médiuns da Palestra QUESTIONÁRIO 1 - Qual o formato do Templo Tabajara? O que o Moxuara tem em relação a este formato? E qual o hino que fala a este respeito? R:

Leia mais

MALANDROS. Escrito por Administrator Qui, 27 de Janeiro de 2011 08:19 -

MALANDROS. Escrito por Administrator Qui, 27 de Janeiro de 2011 08:19 - Os malandros têm como principal característica de identificação, a malandragem, o amor pela noite, pela música, pelo jogo, pela boemia e uma atração pelas mulheres(principalmente pelas prostitutas, mulheres

Leia mais

TENDA DE UMBANDA CABOCLO UBIRAJARA E VOVÓ TEREZA REGIMENTO INTERNO SUZANO 2016

TENDA DE UMBANDA CABOCLO UBIRAJARA E VOVÓ TEREZA REGIMENTO INTERNO SUZANO 2016 1 TENDA DE UMBANDA CABOCLO UBIRAJARA E VOVÓ TEREZA REGIMENTO INTERNO SUZANO 2016 2 Tenda de Umbanda Caboclo Ubirajara e Vovó Tereza Rua Antônio Rachid, 364 Jardim Carlos Cooper Suzano SP. Fundada em 02

Leia mais

Curso de Umbanda AS CRIANÇAS

Curso de Umbanda AS CRIANÇAS Curso de Umbanda AS CRIANÇAS São a alegria que contagia a Umbanda. Descem nos terreiros simbolizando a pureza, a inocência e a singeleza. Seus trabalhos se resumem em brincadeiras e divertimentos. Podemos

Leia mais

OUTRAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS

OUTRAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS OUTRAS RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS TORÉ O Toré é uma dança que inclui também práticas religiosas secretas, às quais só os índios têm acesso. O objetivo ritual do toré é a comunicação com os encantos ou

Leia mais

SINCRETISMO RELIGIOSO, NATAL FESTEJA IEMANJÁ 1

SINCRETISMO RELIGIOSO, NATAL FESTEJA IEMANJÁ 1 SINCRETISMO RELIGIOSO, NATAL FESTEJA IEMANJÁ 1 Antônio da Silva PINTO Netto 2 Joabson Bruno de Araújo COSTA 3 Giovana Alves ARQUELINO 4 Sebastião Faustino PEREIRA Filho 5 Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Curso de Umbanda OS EXUS

Curso de Umbanda OS EXUS Curso de Umbanda OS EXUS Exus são espíritos que já encarnaram na terra. Na sua maioria, tiveram vida difícil como mulheres da vida; boêmios; dançarinas de cabaré, etc. Estes espíritos optaram por prosseguir

Leia mais

RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS LEI 10.639/03

RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS LEI 10.639/03 RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS LEI 10.639/03 Os principais dois grandes grupos que definem as Religiões Afro-brasileiras são o Candomblé e a Umbanda. No entanto esses dois grandes grupos abrigam religiosidades

Leia mais

COMIDA E RELIGIOSIDADE: DOS CULTOS AFRO-BRASILEIROS PARA A HISTÓRIA DA ALIMENTAÇÃO BRASILEIRA.

COMIDA E RELIGIOSIDADE: DOS CULTOS AFRO-BRASILEIROS PARA A HISTÓRIA DA ALIMENTAÇÃO BRASILEIRA. COMIDA E RELIGIOSIDADE: DOS CULTOS AFRO-BRASILEIROS PARA A HISTÓRIA DA ALIMENTAÇÃO BRASILEIRA. Pedro Henrique Mendes Ribeiro Departamento de História UFRN Resumo: O trabalho trata de uma análise dos elementos

Leia mais

A UMBANDA E OS MARGINALIZADOS: NA TRILHA DAS REINVENÇÕES

A UMBANDA E OS MARGINALIZADOS: NA TRILHA DAS REINVENÇÕES A UMBANDA E OS MARGINALIZADOS: NA TRILHA DAS REINVENÇÕES Adilson Meneses da Paz 1 O presente texto propõe-se a refletir 1 sobre a Umbanda como um espaço religioso que assegura tipos sociais marginalizados

Leia mais

10a edição CAMPINAS SP 2013

10a edição CAMPINAS SP 2013 10 a edição CAMPINAS SP 2013 SUMÁRIO Apresentação... IX PRIMEIRA UNIDADE CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES 1. Mediunidade e doutrina espírita...3 2. Importância do método e do estudo prévio...9 3. Reuniões doutrinárias

Leia mais

Ogum Guerreiro no canto da Guerreira Clara Nunes. 1

Ogum Guerreiro no canto da Guerreira Clara Nunes. 1 Ogum Guerreiro no canto da Guerreira Clara Nunes. 1 Como quem por talento, para cantar às heranças africanas a cultura brasileira, Clara Nunes (1942-1983), fez do seu canto louvação e saudação aos Orixás

Leia mais

PLANTAS DO AXÉ: SUA FUNDAMENTAÇÃO RELIGIOSA NOS TERREIROS DE UMBANDA DA CIDADE DE POÇÕES BAHIA

PLANTAS DO AXÉ: SUA FUNDAMENTAÇÃO RELIGIOSA NOS TERREIROS DE UMBANDA DA CIDADE DE POÇÕES BAHIA PLANTAS DO AXÉ: SUA FUNDAMENTAÇÃO RELIGIOSA NOS TERREIROS DE UMBANDA DA CIDADE DE POÇÕES BAHIA Celio Silva Meira (Aluno do Mestrado em Ciências Ambientais da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/

Leia mais

Doutoranda em Sociologia pela Universidade de São Paulo. E-mail:celiarribas@yahoo.com.br

Doutoranda em Sociologia pela Universidade de São Paulo. E-mail:celiarribas@yahoo.com.br PRANDI, REGINALDO. OS MORTOS E OS VIVOS: UMA INTRODUÇÃO AO ESPIRITISMO. SÃO PAULO: TRÊS ESTRELAS, 2012, 116 P. Célia da Graça Arribas 1 Quando Reginaldo Prandi, um dos principais estudiosos das religiões

Leia mais

SEMINÁRIO Tema: Apresentador: Recursos Integrantes: ORIGEM: SINCRETISMO:

SEMINÁRIO Tema: Apresentador: Recursos Integrantes: ORIGEM: SINCRETISMO: SEMINÁRIO Tema: Religiosidade com base na cultura africana/umbanda Apresentador: Luis Fernando Veríssimo Recursos: Apostila, cartazes, data show. Integrantes: Ana Flávia Kaminski da Silva, Ana Maria Lemos

Leia mais

Candomblé e Umbanda As Diferenças

Candomblé e Umbanda As Diferenças ~ 1 ~ Candomblé e Umbanda As Diferenças Paulo Sett ~ 2 ~ 2013 de Paulo Sett Título Original em Português: Candomblé e Umbanda As Diferenças Capa e Miolo: Diana Reis Revisão: Paulo Sett Impressão: PerSe

Leia mais

Estrela Guia de Aruanda

Estrela Guia de Aruanda AÇÃO CRISTÃ VOVÔ ELVÍRIO EDIÇÃO ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO Julho 2015 Volume 4, N o 7 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Umbanda Estrela Guia de Aruanda Viver para aprender, aprender para viver Conteúdo Em julho tem

Leia mais

Boletim Didáctico e Informativo II Volume Propriedade e distribuição Tupomi

Boletim Didáctico e Informativo II Volume Propriedade e distribuição Tupomi Boletim Didáctico e Informativo II Volume Propriedade e distribuição Tupomi Templo de Umbanda Pai Oxalá e Mamãe Iansã ESPERANÇA Todos os anos, por esta altura, começamos a fazer um balanço do ano que finda,

Leia mais

Sociedade Espiritualista Mata Virgem. Curso de Umbanda

Sociedade Espiritualista Mata Virgem. Curso de Umbanda Sociedade Espiritualista Mata Virgem Curso de Umbanda CLASSIFICAÇÃO DOS EXUS CLASSIFICAÇÃO MORAL (BEM OU MAL): EXÚ PAGÃO OU EXÚ BATIZADO? Alguns espíritos, que usam indevidamente o nome de Exu, procuram

Leia mais

O nosso jeito de falar, de gesticular, de cultuar e rezar, de ser e de viver, é profundamente marcado pela presença dos africanos no Brasil.

O nosso jeito de falar, de gesticular, de cultuar e rezar, de ser e de viver, é profundamente marcado pela presença dos africanos no Brasil. ATIVIDADE 01 MANIFESTAÇÕES DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA O nosso jeito de falar, de gesticular, de cultuar e rezar, de ser e de viver, é profundamente marcado pela presença dos africanos no Brasil. Com eles

Leia mais

A água poderá concentrar uma vibração positiva ou negativa, dependendo do seu emprego.

A água poderá concentrar uma vibração positiva ou negativa, dependendo do seu emprego. Sua utilidade é variada. Serve para os banhos de amacis, para cozinhar, para lavar as guias, para descarregar os maus fluídos, para o batismo. Dependendo de sua procedência (mares, rios, chuvas e poços),

Leia mais

Núcleo de Estudos Espirituais Mata Verde Templo de Umbanda Maitía Azurza Gonçalves e Luiz Eduardo Gonçalves 2013

Núcleo de Estudos Espirituais Mata Verde Templo de Umbanda Maitía Azurza Gonçalves e Luiz Eduardo Gonçalves 2013 Núcleo de Estudos Espirituais Mata Verde Templo de Umbanda Maitía Azurza Gonçalves e Luiz Eduardo Gonçalves 2013 O termo cambono ou cambone tem origem angolana, Kambono e significa: - São as pessoas que

Leia mais

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE. Desenvolvimento mediúnico maio/2014 6ªaula

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE. Desenvolvimento mediúnico maio/2014 6ªaula NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE Desenvolvimento mediúnico maio/2014 6ªaula VENDAS ATÉ DIA 14/05/2014 Doutrina dos Sete Reinos Sagrados A doutrina dos sete reinos é seguida pelo Núcleo Mata Verde

Leia mais

Sociedade Espiritualista Mata Virgem

Sociedade Espiritualista Mata Virgem Sociedade Espiritualista Mata Virgem Curso de Umbanda Caros Irmãos este é um trabalho ainda em adamento, onde nosso irmão João Luiz da comunidade Umbanda por Amor disponibiliza para todos e eu tento aqui

Leia mais

DIFERENÇA ENTRE MÉDIUNS ESPÍRITAS E DE UMBANDA

DIFERENÇA ENTRE MÉDIUNS ESPÍRITAS E DE UMBANDA DIFERENÇA ENTRE MÉDIUNS ESPÍRITAS E DE UMBANDA 132 DIFERENÇA ENTRE MÉDIUNS ESPÍRITAS E DE UMBANDA NÃO HÁ SEPARATIVIDADE Evidentemente, sabeis que não há separatividade nem competição entre os espíritos

Leia mais

1. TÍTULO DO PROJETO Comunidade negra no Brasil Religiões afro-brasileiras.

1. TÍTULO DO PROJETO Comunidade negra no Brasil Religiões afro-brasileiras. 1. TÍTULO DO PROJETO Comunidade negra no Brasil Religiões afro-brasileiras. 2. SÉRIE/CICLO II Ciclo 4ª série 3. AUTORA Tamy Mara Berardi. Curso: Pedagogia 6º período noturno. E-mail: tamyberardi@bol.com.br

Leia mais

Magia, Filosofia do Fogo e Doutrina Ritualística. da Escola do Grande Oriente Místico

Magia, Filosofia do Fogo e Doutrina Ritualística. da Escola do Grande Oriente Místico 1 Magia, Filosofia do Fogo e Doutrina Ritualística da Escola do Grande Oriente Místico 2 Índice DISSECANDO A UMBANDA 13 UMBANDA 14 VERSÃO DA ANUNCIAÇÃO 15 Versão da mescla 18 Versão Mística 19 TERREIRO

Leia mais

Sociedade Espiritualista Mata Virgem. Curso de Umbanda O QUE É A UMBANDA

Sociedade Espiritualista Mata Virgem. Curso de Umbanda O QUE É A UMBANDA Vejamos o que nos diz o Aurélio: Sociedade Espiritualista Mata Virgem Curso de Umbanda O QUE É A UMBANDA Verbete: umbanda [Do quimb. umbanda, 'magia'.] S. m. 1. Bras. Forma cultual originada da assimilação

Leia mais

Observação e experiência de aprendizagem musical com os ogãs de um centro umbandista de Campinas-SP

Observação e experiência de aprendizagem musical com os ogãs de um centro umbandista de Campinas-SP Observação e experiência de aprendizagem musical com os ogãs de um centro umbandista de Campinas-SP Nathan Tejada de Podestá 1 RESUMO: Este artigo consiste em um relato crítico, sob a luz de Ortiz (1999),

Leia mais

A composição cênica a partir de elementos do ritual da umbanda

A composição cênica a partir de elementos do ritual da umbanda UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS O DONO DO CORPO A composição cênica a partir de elementos do ritual da umbanda Dezembro 2011 1 VINICIUS BOLIVAR DO NASCIMENTO O DONO DO CORPO

Leia mais

RELIGIÕES DA HUMANIDADE

RELIGIÕES DA HUMANIDADE RELIGIÕES DA HUMANIDADE Não se sabe com exatidão quando o pensamento religioso surgiu na espécie humana. Funerais em que os mortos eram sepultados com flores ou amuletos são indícios claros de manifestações

Leia mais

EBA-IBCU Out/Nov 2012. Wagner Fonseca João Mengaldo

EBA-IBCU Out/Nov 2012. Wagner Fonseca João Mengaldo EBA-IBCU Out/Nov 2012 Wagner Fonseca João Mengaldo ESPIRITISMO Em uma década, católicos perdem mais espaço para os evangélicos Entre 2000 e 2010, fatia de católicos cai 12% no total da população brasileira;

Leia mais

Os africanos contribuíram para a cultura brasileira em uma

Os africanos contribuíram para a cultura brasileira em uma Cultura Negra Cultura Negra Os africanos contribuíram para a cultura brasileira em uma enormidade de aspectos: dança, música, religião, culinária e idioma. Essa influência se faz notar em grande parte

Leia mais

UMBANDA PARA CRIANÇAS

UMBANDA PARA CRIANÇAS UMBANDA PARA CRIANÇAS Ney Brasil Hoffmann UMBANDA PARA CRIANÇAS As dúvidas de Beatriz Curitiba, 15 de junho de 2008. Dedico esta obra à minha filha, Beatriz de Oliveira Hoffmann, pois em suas dúvidas

Leia mais

LIBERDADE RELIGIOSA NOS CULTOS AFRO-BRASILEIROS: UM ESTUDO NA CIDADE DE MANAUS AMAZONAS.

LIBERDADE RELIGIOSA NOS CULTOS AFRO-BRASILEIROS: UM ESTUDO NA CIDADE DE MANAUS AMAZONAS. LIBERDADE RELIGIOSA NOS CULTOS AFRO-BRASILEIROS: UM ESTUDO NA CIDADE DE MANAUS AMAZONAS. Gláucio da Gama Fernandes Arlete Oliveira Conceição Anchieta da Silva FOPAAM Fórum Permanente de Afrodescendentes

Leia mais

Perfil dos terreiros

Perfil dos terreiros O perfil dos terreiros de joão pessoa Ivana Silva Bastos Universidade Federal da Paraíba Graduanda em Ciências Sociais ivanna_bastos@yahoo.com.br Religiões Afro-brasileiras e Kardecismo O universo religioso

Leia mais

Cambono: agente de mediação na cura mediúnica em João Pessoa/PB

Cambono: agente de mediação na cura mediúnica em João Pessoa/PB Cambono: agente de mediação na cura mediúnica em João Pessoa/PB Resultado de uma observação participante realizada no período de setembro de 2012 a fevereiro de 2013, em centro de umbanda na cidade de

Leia mais

ANEXO VII BINGO DAS VITURDES. Dinâmica para reflexão. OBJETIVO: Com amor todos ganham...

ANEXO VII BINGO DAS VITURDES. Dinâmica para reflexão. OBJETIVO: Com amor todos ganham... ANEXO VII BINGO DAS VITURDES Dinâmica para reflexão. OBJETIVO: Com amor todos ganham... Caro instrutor esta atividade proporcionará aos evangelizadores refletirem sobre as virtudes que todos, mas especialmente

Leia mais

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ. F159u

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ. F159u CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ F159u Falasco, Alexandre Cesar Umbanda de barracão / Alexandre Cesar Falasco ; coordenação Diamantino Fernandes Trindade.

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Reuniões Mediúnicas. Palestrante: Carlos Feitosa. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Reuniões Mediúnicas. Palestrante: Carlos Feitosa. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Reuniões Mediúnicas Palestrante: Carlos Feitosa Rio de Janeiro 04/10/2002 Organizadores da Palestra: Moderador: "_Alves_"

Leia mais

OS LIMITES ESPIRITUAIS

OS LIMITES ESPIRITUAIS EGRÉGORA OS LIMITES ESPIRITUAIS É um campo de força criado no Plano Espiritual a partir da energia emitida por um grupo de pessoas através dos seus padrões mentais e emocionais. É gerado pelo somatório

Leia mais

CUIDAR DA NATUREZA RESPEITANDO OS ORIXÁS E ENTIDADES

CUIDAR DA NATUREZA RESPEITANDO OS ORIXÁS E ENTIDADES Ambiente em Ação CUIDAR DA NATUREZA RESPEITANDO OS ORIXÁS E ENTIDADES Orientações para práticas culturais/religiosas em unidades de conservação e áreas naturais protegidas por lei. Bem vindo(a)! componente

Leia mais

PROGRAMA BÁSICO DE DOUTRINA UMBANDISTA

PROGRAMA BÁSICO DE DOUTRINA UMBANDISTA PROGRAMA BÁSICO DE DOUTRINA UMBANDISTA (PBDU)SESSÃO DE ESTUDO Nº 07 Setembro - 1990 Novembro - 2000 Outubro 2006 Março 2007 Agosto - 2008 3.)- INTERPRETANDO OS GUIAS ESPIRITUAIS TRABALHADORES DA UMBANDA.

Leia mais

ENTREVISTA. Tonny Robert. Professor universitário e Presidente da ARCAS Associação Ramatís Caridade Amor Sabedoria tonnyr@uol.com.

ENTREVISTA. Tonny Robert. Professor universitário e Presidente da ARCAS Associação Ramatís Caridade Amor Sabedoria tonnyr@uol.com. ANO 1, REVISTA Nº 10, DEZEMBRO/2015 EDITORIAL Nosso convidado deste mês é Presidente de um Centro Espírita bastante eclético e proativo na divulgação do Espiritismo e assistência social. Enfrentou questões

Leia mais

CURSO DE TEOLOGIA DA UMBANDA

CURSO DE TEOLOGIA DA UMBANDA CURSO DE TEOLOGIA DA UMBANDA Início: 03.09.2016 Tutor: Márcio Kain Sacerdote de Umbanda Duração: 12 meses Aulas: semanais, através de vídeo, com apoio de apostila (download), fórum, suporte de Whatsapp

Leia mais

André de Oliveira Pinheiro. Revista Espiritual de Umbanda: Mito Fundador, Tradição e Tensões no Campo Umbandista

André de Oliveira Pinheiro. Revista Espiritual de Umbanda: Mito Fundador, Tradição e Tensões no Campo Umbandista André de Oliveira Pinheiro Revista Espiritual de Umbanda: Mito Fundador, Tradição e Tensões no Campo Umbandista Florianópolis 2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (UFSC) CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS

Leia mais

ESPIRITISMO E UMBANDA

ESPIRITISMO E UMBANDA ESPIRITISMO E UMBANDA 1 O Espiritismo e a Umbanda são doutrinas espiritualistas, como também o judaísmo, o catolicismo, o protestantismo, a teosofia, o rosa-cruz, o esoterismo, etc., o que não impede de

Leia mais

UMBANDA: da repressão à busca pela aceitação

UMBANDA: da repressão à busca pela aceitação ALINE DA SILVA PRESOTO UMBANDA: da repressão à busca pela aceitação CELACC/ECA USP 2014 1 ALINE DA SILVA PRESOTO UMBANDA: da repressão à busca pela aceitação Trabalho de conclusão de curso apresentado

Leia mais

UMBANDA E TERRITÓRIO: a religião e suas territorialidades no Plano Piloto

UMBANDA E TERRITÓRIO: a religião e suas territorialidades no Plano Piloto UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA ANA PAULA GOMES CARNEIRO UMBANDA E TERRITÓRIO: a religião e suas territorialidades no Plano Piloto BRASÍLIA - DF 2012 2

Leia mais

Curso de Umbanda OS MENTORES DE CURA

Curso de Umbanda OS MENTORES DE CURA Curso de Umbanda OS MENTORES DE CURA QUEM SÃO Os mentores de cura trabalham em diversas religiões, inclusive na Umbanda. São muito discretos em sua forma de se apresentar e trabalhar, e estas formas mudam

Leia mais

Grupo de estudos Tenda de Umbanda Unidos em Oxalá

Grupo de estudos Tenda de Umbanda Unidos em Oxalá NAÇÕES DO CANDOMBLE Umbanda é uma religião formada dentro da cultura religiosa brasileira que sincretiza vários elementos, inclusive de outras religiões como o catolicismo, o espiritismo e as religiões

Leia mais

DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho

DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho 1 DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho 2 3 A consciência e Deus A consciência é o fio invisível de contato com Deus e analisa cada um dos nossos pensamentos, sentimentos e ações, aprovando-os ou

Leia mais

XV ENCONTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DO NORTE E NORDESTE E PRÉ-ALAS BRASIL De 04 a 07 de setembro de 2012 UFPI Teresina / PI

XV ENCONTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DO NORTE E NORDESTE E PRÉ-ALAS BRASIL De 04 a 07 de setembro de 2012 UFPI Teresina / PI XV ENCONTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DO NORTE E NORDESTE E PRÉ-ALAS BRASIL De 04 a 07 de setembro de 2012 UFPI Teresina / PI Grupo de Trabalho: Ciências Sociais & Cinema: entre narrativas, políticas e poéticas

Leia mais

Pró-Reitoria de Graduação (PRG) Unidade de Apoio Didático Educacional (UADE) Coordenação de Planejamento Educacional (CPE)

Pró-Reitoria de Graduação (PRG) Unidade de Apoio Didático Educacional (UADE) Coordenação de Planejamento Educacional (CPE) 1 Pró-Reitoria de Graduação (PRG) Unidade de Apoio Didático Educacional (UADE) Coordenação de Planejamento Educacional (CPE) Disciplina de Antropologia da Religião A UMBANDA NA REGIÃO INTEGRADA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

A CROMOTERAPIA NA UMBANDA

A CROMOTERAPIA NA UMBANDA A CROMOTERAPIA NA UMBANDA I. INTRODUÇÃO A utilização da cor em qualquer religião, ou melhor, em qualquer processo mágico remonta aos tempos mais antigos. A luz é uma vibração energética, da mesma forma

Leia mais

Uma corrente é uma cadeia de

Uma corrente é uma cadeia de DIVERSAS CORRENTES Uma corrente é uma cadeia de elos unidos e destes depende sua capacidade de resistência à ruptura e a confiança em sua finalidade. Quando falamos corrente mediúnica designamos a que

Leia mais

A Filosofia A origem da Filosofia 1

A Filosofia A origem da Filosofia 1 A Filosofia A origem da Filosofia 1 A PALAVRA FILOSOFIA A palavra filosofia é grega. É composta por duas outras: philo e sophia. Philo deriva-se de philia, que significa amizade, amor fraterno, respeito

Leia mais

A mina maranhense, seu desenvolvimento e suas relações com outras tradições afro-brasileiras 1. Mundicarmo Ferretti Universidade Estadual do Maranhão

A mina maranhense, seu desenvolvimento e suas relações com outras tradições afro-brasileiras 1. Mundicarmo Ferretti Universidade Estadual do Maranhão A mina maranhense, seu desenvolvimento e suas relações com outras tradições afro-brasileiras 1 Mundicarmo Ferretti Universidade Estadual do Maranhão Introdução: a religião afro-brasileira no Maranhão O

Leia mais

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO Vimos na videoaula anterior que nas diversas

Leia mais

JUCA. Jornal de Umbanda Carismática. www.umbandacarismatica.org.br

JUCA. Jornal de Umbanda Carismática. www.umbandacarismatica.org.br JUCA www.umbandacarismatica.org.br DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Ano VlI - Nº 78 Fevereiro/2013 Jornal de Umbanda Carismática 2 - Fevereiro/2013 JUCA Jornal de Umbanda Carismática www. umbandacarismatica.org.br

Leia mais

Pequeno Histórico sobre o uso dos Banhos

Pequeno Histórico sobre o uso dos Banhos Em qualquer época, nos Centros e Terreiros de Umbanda, os banhos tem sido de grande importância na fase de iniciação espiritual; por isso, torna-se necessário o conhecimento do uso das ervas, raízes, cascas,

Leia mais

Palestra: Cambono CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA CABOCLA JUREMA ARIANA VARELA & RICARDO BERTONI MARÇO DE 2014

Palestra: Cambono CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA CABOCLA JUREMA ARIANA VARELA & RICARDO BERTONI MARÇO DE 2014 Palestra: Cambono CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA CABOCLA JUREMA ARIANA VARELA & RICARDO BERTONI MARÇO DE 2014 Origem e definição A palavra Cambono é originada do termo Kamdondo, Kambono, Kambundu e nada mais

Leia mais

REFERÊNCIAS SÓCIO- CULTURAIS DO INSTITUTO GINGAS DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA

REFERÊNCIAS SÓCIO- CULTURAIS DO INSTITUTO GINGAS DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA REFERÊNCIAS SÓCIO- CULTURAIS DO INSTITUTO GINGAS DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA Nos caminhos percorridos pelo Instituto Gingas de Cultura afro-brasileira há que se destacar quais são as referências sócio-culturais

Leia mais

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO PROVA PARA INSTRUTOR DE CAPOEIRA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS.

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE CEDRO PROVA PARA INSTRUTOR DE CAPOEIRA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. PROVA PARA INSTRUTOR DE CAPOEIRA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 01- Os escravos utilizavam dos ritmos e dos movimentos de suas danças africanas, adaptando a um tipo de luta. Como forma de resistência e de

Leia mais

Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde: história e desafios

Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde: história e desafios Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde: história e desafios José Marmo da Silva Ogan, dentista e Coordenador da RENAFRO/Rede Nacional de Religiões Afro- Brasileiras e Saúde Rede Nacional de

Leia mais

ARTE E CULTURA AFRO-BRASILEIRA

ARTE E CULTURA AFRO-BRASILEIRA ARTE E CULTURA AFRO-BRASILEIRA Cultura afro-brasileira é o resultado do desenvolvimento da cultura africana no Brasil, incluindo as influências recebidas das culturas portuguesa e indígena que se manifestam

Leia mais

A TERAPIA E A CURA NA UMBANDA (RESULTADOS PARCIAIS)

A TERAPIA E A CURA NA UMBANDA (RESULTADOS PARCIAIS) A TERAPIA E A CURA NA UMBANDA (RESULTADOS PARCIAIS) FIORI, T.A; ALVES, A.L.P.P. RESUMO O presente trabalho pretende traçar as características do que consideramos doença e seu processo de cura através de

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Mediunidade (Consciência, Desenvolvimento e Educação) Palestrante: Vania de Sá Earp Rio de Janeiro 16/06/2000 Organizadores da palestra:

Leia mais

Dicionário Umbandista

Dicionário Umbandista Dicionário Umbandista ABRIR A GIRA: abertura dos trabalhos nos terreiros. ADJÁ: Sineta ritual, de alumínio ou cobre, constituído de uma, duas, três ou mais campânulas. ALDEIA: morada dos Caboclos na Aruanda.

Leia mais

ENTIDADES: QUEM SÃO? O QUE FAZEM? E COMO FAZEM?

ENTIDADES: QUEM SÃO? O QUE FAZEM? E COMO FAZEM? Bem vindos! ENTIDADES: QUEM SÃO? O QUE FAZEM? E COMO FAZEM? Meire Russi HIERARQUIA 1/4 HIERARQUIA Espírito supremo Orixás Jesus, Zambi, Tupã, etc Iemanjá, Oxossi, Xango, Iansã, etc Entidades Caboclo, Preto

Leia mais

11-05-2014 Mediunidade de Saúde ou da Harmonia.

11-05-2014 Mediunidade de Saúde ou da Harmonia. 11-05-2014 Mediunidade de Saúde ou da Harmonia. Pedro (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Resumo: Trata-se de uma contextualização sobre os médiuns curadores.

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina ANO I EDIÇÃO DE AGOSTO DE 2014 Nº 01 EDITORIAL Mudança. Uma palavra que poucas pessoas gostam de ouvir e muito menos de realizar. Por que nós

Leia mais

www.virtualbooks.com.br

www.virtualbooks.com.br 1 www.virtualbooks.com.br Edição especial para distribuição gratuita pela Internet através da Virtualbooks. Copyright 2003 CENTRO ESPÍRITA FÉ E CARIDADE Direitos Autorais Reservados 2 UMBANDA É uma religião,

Leia mais

Os sete principais chacras do corpo.

Os sete principais chacras do corpo. CEIF - Centro Espiritualista Irmãos de Fé Desenvolvimento de médiuns em Umbanda 30ª PALESTRA CHACRAS (OU CHAKRAS) Os sete principais chacras do corpo. Chacras são, segundo a filosofia ioga, canais dentro

Leia mais

Adilson Marques UMBANDA: Manifestação Cultural Pós-Moderna

Adilson Marques UMBANDA: Manifestação Cultural Pós-Moderna Adilson Marques UMBANDA: Manifestação Cultural Pós-Moderna São Carlos - SP 2008 Copyright 2008 Adilson Marques Direitos reservados desta edição: BN Editora Ltda. Proibida a reprodução total ou parcial

Leia mais

UM OLHAR SOBRE A DIVERSIDADE DA RELIGIOSIDADE DE MATRIZ AFRICANA NO BRASIL

UM OLHAR SOBRE A DIVERSIDADE DA RELIGIOSIDADE DE MATRIZ AFRICANA NO BRASIL UM OLHAR SOBRE A DIVERSIDADE DA RELIGIOSIDADE DE MATRIZ AFRICANA NO BRASIL Resumo: Resultado de Investigação Finalizada Grupo de Trabalho 21 Sociologia na Religião Jaqueline Vilas Boas Talga Universidade

Leia mais

Casas de artigos religiosos e a constituição de espaços sincréticos no centro da cidade de São Luis do Maranhão. Thiago Lima dos Santos

Casas de artigos religiosos e a constituição de espaços sincréticos no centro da cidade de São Luis do Maranhão. Thiago Lima dos Santos Casas de artigos religiosos e a constituição de espaços sincréticos no centro da cidade de São Luis do Maranhão. Thiago Lima dos Santos. UFMA, Graduando em História. thiagolima.santos@yahoo.com.br GP Religiões

Leia mais

SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva

SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva 1 SÃO JOÃO/CAÔ: FESTA RELIGIOSA DOS XUKURU DO ORORUBÁ (PESQUEIRA-PE) Edson Silva Mulheres, crianças, jovens e homens xukurus, muitas pessoas curiosas se concentram por volta da três horas da tarde do dia

Leia mais

Atividades realizadas pelo NEABI em 2015

Atividades realizadas pelo NEABI em 2015 Atividades realizadas pelo NEABI em 2015 O NEABI Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas realizou diversas atividades durante o ano de 2015, com o propósito de levar mais conhecimentos para a comunidade

Leia mais

http://livroespirita.4shared.com

http://livroespirita.4shared.com http://livroespirita.4shared.com http://livroespirita.4shared.com Yamunisiddha Arhapiagha Mestre-Raiz da Escola de Síntese OBRA MEDIÚNICA ILUSTRADA CONTENDO MAPAS, TABELAS E ILUSTRAÇÕES Edição Revista

Leia mais

Curso de Umbanda OS MARINHEIROS

Curso de Umbanda OS MARINHEIROS Curso de Umbanda OS MARINHEIROS Aos poucos eles desembarcam de seus navios da calunga e chegam em Terra. Com suas gargalhadas, abraços e apertos de mão. São os marujos que vêm chegando para trabalhar nas

Leia mais

ANEXO 14 Ata n 112 de 22 de Setembro de 1959 (Actas da Comissão de Censura. SNI- DGE. Livro 10: ANTT) Parte 1 de 2

ANEXO 14 Ata n 112 de 22 de Setembro de 1959 (Actas da Comissão de Censura. SNI- DGE. Livro 10: ANTT) Parte 1 de 2 ANEXO 14 Ata n 112 de 22 de Setembro de 1959 (Actas da Comissão de Censura. SNI- Parte 1 de 2 31 ANEXO 14 Ata n 112 de 22 de Setembro de 1959 (Actas da Comissão de Censura. SNI- Parte 2 de 2 32 ANEXO 15

Leia mais

Candomblé: Fé e Cultura 1. Priscilla LIRA 2 Bira NUNES 3 Tenaflae LORDÊLO 4 Faculdade do Vale do Ipojuca, Caruaru, PE

Candomblé: Fé e Cultura 1. Priscilla LIRA 2 Bira NUNES 3 Tenaflae LORDÊLO 4 Faculdade do Vale do Ipojuca, Caruaru, PE Candomblé: Fé e Cultura 1 Priscilla LIRA 2 Bira NUNES 3 Tenaflae LORDÊLO 4 Faculdade do Vale do Ipojuca, Caruaru, PE RESUMO O presente trabalho apresenta, por meio de um ensaio fotográfico, a cultura do

Leia mais

MOTIVAÇÕES DA MIGRAÇÃO DE OUTRAS RELIGIÕES PARA O CANDOMBLÉ: UM ESTUDO EM VITÓRIA DA CONQUISTA, BAHIA.

MOTIVAÇÕES DA MIGRAÇÃO DE OUTRAS RELIGIÕES PARA O CANDOMBLÉ: UM ESTUDO EM VITÓRIA DA CONQUISTA, BAHIA. MOTIVAÇÕES DA MIGRAÇÃO DE OUTRAS RELIGIÕES PARA O CANDOMBLÉ: UM ESTUDO EM VITÓRIA DA CONQUISTA, BAHIA. Daniel Marinho Drummond Faculdade Juvêncio Terra (orientador) dmd1234@gmail.com Geralda Alves Faria

Leia mais

Ogãs Mão de Couro e Ogãs Tambozeiros: duas categorias importantes na compreensão da dinâmica das tradições umbandistas no Brasil

Ogãs Mão de Couro e Ogãs Tambozeiros: duas categorias importantes na compreensão da dinâmica das tradições umbandistas no Brasil Ogãs Mão de Couro e Ogãs Tambozeiros: duas categorias importantes na compreensão da dinâmica das tradições umbandistas no Brasil Resumo Avance de investigación en curso GT 21- Sociología de la religión

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR AELA

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR AELA PSÍCÓGRAFA A Paz! Estou aqui presente para ajudar em teu trabalho! Minha irmã, estou sempre presente, mas nem sempre me é possível fazer comunicação contigo, pois existem outros irmãos que estão contigo

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos desta unidade: Ao final desta

Leia mais

Breves considerações sobre os caminhos da umbanda

Breves considerações sobre os caminhos da umbanda Breves considerações sobre os caminhos da umbanda Bruno Rodrigues Pimentel Graduando em História - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, bruno_lpn@hotmail.com Fillipe dos Santos Portugal Graduando

Leia mais