Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária"

Transcrição

1 Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária fevereiro de Considerações Iniciais A Suinocultura é uma das atividades da agropecuária mais difundida e produzida no mundo. O porco, espécie precursora do suíno moderno, foi domesticado provavelmente por povos nômades, que em suas mudanças constantes, entenderam como uma vantagem domesticar tal animal. Os suínos já eram criados há mais de anos antes de nossa era, e ainda hoje constituem um dos ramos de grande importância (VIANNA, pg. 21, 1977). Já na América foi introduzido por Cristóvão Colombo em No Brasil foram trazidos por Martim Afonso de Sousa em 1532, quando fundou São Vicente no litoral paulista. No cenário atual a carne suína no Brasil é produzida com alta tecnologia, manejo e também possui certificação sanitária. A produção, hoje, ocorre em propriedades pequenas, médias e integradas a grandes processadores como as empresas BR Foods, Grupo Marfrig, Cooperativa Copérdia entre outras. A produção integrada compreende o fornecimento por parte da indústria processadora de insumos e tecnologia, bem como métodos e procedimentos de trabalho. O sistema integrado tem o objetivo de produzir de acordo com as normas e fornecer o produto com qualidade e características solicitadas pela indústria, que por sua vez, é responsável por processar e distribuir aos pontos de venda e finalmente promover o produto para o mercado consumidor com ações de marketing. A carne animal é considerada forma básica de alimentação. Neste sentido, estudiosos defendem que consumo de proteína animal pode ter propiciado o desenvolvimento de forma acelerada do cérebro e consequentemente a inteligência do ser humano. Finalmente na carne encontra-se um grande número de nutrientes, bem como uma quantidade significativa de proteína.

2 2 - A Suinocultura no Mundo A carne suína é a fonte de proteína animal mais consumida no mundo, sendo praticamente o dobro da carne bovina. Contudo, no Brasil, a carne bovina é a mais consumida. Segundo o USDA 1 Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (figura 01), no ano de 2012 foram produzidas 104,363 milhões de toneladas de carne suína, sendo aproximadamente 50% deste total produzido na China. O bloco da União Europeia, considerando 27 países, é o segundo maior produtor, tendo uma produção de 22,750 milhões de toneladas. O terceiro maior produtor são os Estados Unidos com 10,575 milhões de toneladas. China e Estados Unidos representam 59,4% da produção mundial de carne suína. Acrescentando o bloco da União Europeia este percentual sobe para aproximadamente 82% da produção mundial total. Já o Brasil representa apenas 3,1% da produção mundial. FIGURA 01 PRODUÇÃO MUNDIAL EM (MIL TON.) DE CARNE SUÍNA 2012 USDA FONTE: USDA 2013, elaborado pelo autor. 1 USDA - United States Department of Agriculture.

3 2.1 - Consumo Per Capita Em relação ao consumo de carne suína, as últimas informações mundiais consolidadas da FAO 2 disponíveis na figura 2 logo abaixo, que são de 2009, demonstram que o maior consumidor per capita é a Áustria com 65,6 kg de carne suína por habitante ano. Em seguida é a Alemanha com 54,6. FIGURA 02 CONSUMO PER CAPITA DE CARNE SUÍNA POR PAÍS - FAO 2009 FONTE: FAO - elaborado pelo autor. 2 Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação.

4 Notadamente a Europa, conforme figura 03, como um todo, é onde o consumo de carne suína per capita é mais elevado, sendo a América do Norte o segundo e Oceania o terceiro com maior índice per capita de consumo de carne suína. FIGURA 03 CONSUMO PER CAPITA DE CARNE SUÍNA POR CONTINENTE - FAO 2009 FONTE: FAO - elaborado pelo autor. O consumo de carne com teor de gordura maior nos países da Europa remonta períodos remotos da história, sendo um aspecto cultural enraizado em várias regiões. Em muitos casos o consumo de carne separava e classificava social e economicamente determinadas sociedades da Europa (NOGUEIRA, 2012). 2.2 Rebanho Mundial Segundo dados do USDA o rebanho mundial de suínos estimado em 2012 foi de 797,6 milhões de cabeças, representando uma redução de 0,4% em relação ao

5 rebanho de As maiores reduções aconteceram na União Europeia, segundo maior rebanho mundial, que teve uma retração de 1,5%. A China apresentou uma queda de 0,8%. Os destaques positivos foram o Brasil, que tem o quarto maior rebanho suíno do mundo, que avançou 4,6% e Estados Unidos com um incremento de 2,2%. 3 - A Suinocultura no Brasil A suinocultura no Brasil atualmente é uma atividade exercida, em sua maioria, de forma integrada à indústria, sendo os produtores independentes a parcela menor representando menos de 25% da produção total. 3.1 Rebanho Brasileiro O rebanho brasileiro de suínos atingiu a marca de 38,9 milhões de cabeças em 2011, sendo o quarto maior player mundial. Na região sul do Brasil a suinocultura é uma das atividades mais importantes, representa quase 50% de toda a produção nacional. Destaques para Minas Gerais e Rio Grande do Sul que tiveram um incremento do rebanho próximo a 30% nos últimos seis anos. FIGURA 04 REBANHO DE SUÍNOS NO BRASIL FONTE: IBGE Pesquisa pecuária municipal, Elaboração SEAB / DERAL.

6 3.2 Abate no Brasil No Brasil são abatidas 34,9 milhões de cabeças anualmente, representando uma taxa de desfrute do rebanho de aproximadamente 90%. Na região sul está concentrado 66% dos abates de suínos, Minas Gerais representa 11,8% e o restante 22,2% nos demais estados brasileiros. 3.3 Produção de Carne Suína no Brasil Nos últimos anos a produção de carne suína no Brasil teve uma expansão significativa. Conforme dados do IBGE, houve um crescimento médio anual em torno de 8%. Este crescimento é apoiado principalmente na melhoria dos sistemas produtivos e tecnologia envolvida na produção, bem como o manejo e a melhoria nos padrões de abate do animal. Por outro lado a principal proteína animal consumida no Brasil, a carne bovina, ficou estagnada, não tendo aumento na sua produção e, consequentemente, o consumo também se manteve estável, enquanto as carnes de frango e suína ganharam mais adeptos. FIGURA 05 - DISTRIBUIÇÃO DA PRODUÇÃO DE CARNE SUÍNA POR ESTADO

7 FONTE: IBGE, elaborado pelo autor. A Produção brasileira de carne suína está próxima a 3,4 milhões de toneladas. No último ano (2011) o crescimento foi de 9,5% comparativamente a 2010, segundo dados IBGE Consumo Per Capita Atualmente no Brasil a carne suína ainda é pouco consumida comparativamente às demais fontes de proteína animal, principalmente a bovina e a de frango que tem um consumo expressivo. Segundo informações do IBGE, MAPA, SECEX 3 em 2010 o consumo per capita de carne suína chegou a 13,36 kg, um aumento expressivo, demonstrando que a expansão da oferta e de sua capilaridade está propiciando um aumento maior que o crescimento da população. FIGURA 06 - CONSUMO DE CARNE SUÍNA PER CAPITA BRASIL IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. MAPA Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil. SECEX Sistema de Comércio Exterior do Ministério de Comércio Exterior.

8 FONTE: IBGE, 2010 censo demográfico, 2007 contagem da população, demais anos estimativas. SECEX e MAPA, elaborado pelo autor. Informações mais recentes demonstram que a expansão do consumo de carne suína está a pleno vapor. Em 2011 chegou a 14,88 kg por pessoa (figura 06) uma evolução de 11,42% em comparação a A média de crescimento de 2006 até 2010 foi em torno de 8% e 2010 para 2011 o incremento no consumo foi bem mais expressivo. Este cenário demonstra que o brasileiro está aceitando mais a carne suína, o que propicia um aumento da produção, bem como expansão da cadeia geral de produtores de suínos. 3.5 Exportações FIGURA 07 EXPORTAÇÃO BRASIL No ano de 2012 o Brasil exportou 576,8 mil toneladas de carne suína o que representou um avanço de 11,8% no volume comparativamente ao total exportado no ano de Mesmo tendo um aumento expressivo nos volumes exportados a receita financeira cresceu FONTE: Agrostat/MAPA, Elaborado pelo autor somente 3,9%. Esta redução na receita FIGURA 08 EXPORTAÇÕES POR PAÍS é em decorrência da queda drástica do preço médio praticado por quilo de carne suína. Em 2011 o preço foi de US$/kg 2,78 enquanto em 2012 foi de US$/kg 2,58, um decréscimo de -7,1%. Contribuíram para o aumento das exportações brasileiras o volume expressivo importado pela Ucrânia que comparativamente a 2012x2011 aumentou em 124,7%, tornando-se o FONTE: Agrostat/MAPA, Elaborado pelo autor

9 maior mercado importador de carne suína do Brasil. Em segundo lugar aparece a Rússia tradicional importador da carne suína brasileira que em 2012 perdeu o posto de maior importador. A Rússia reduziu o volume por alegações de problemas fitossanitários, principalmente a carne suína originária do Estado do Paraná. Destaques negativos foram a queda do volume exportado para Hong kong (- 3,9%) e principalmente Argentina e Venezuela que diminuíram as importações em mais de 44% em 2012 comparado à Os Países Hong Kong, Rússia e Ucrânia representam hoje mais de 67% de todo o volume de carne suína exportado pelo Brasil, ou seja, altamente concentrado e dependente de poucos mercados. Qualquer advento em um destes países pode de imediato reduzir o volume exportado em quase 20%, um volume extremamente significativo. 4 - A Suinocultura no Paraná O Estado do Paraná é o terceiro maior produtor nacional de suínos, tendo 22 frigoríficos inscritos SIF - Serviço de Inspeção Federal. Também possuí 55 frigoríficos inscritos no SIP Serviço de Inspeção Estadual. No Paraná é estimada a existência de aproximadamente propriedades que possuem suínos, contudo destes estima-se que apenas tem produção regular e de caráter comercial. 4.1 Produção e Abate: O Paraná abateu em ,6 milhões de cabeças um incremento de 22,2% em relação a Estima-se um aumento de 12% nos números consolidados de 2012 x A resultante do abate foi a produção de 629,6 mil toneladas de carne segundo informações do IBGE. O peso médio do animal abatido em 2011 foi de 95,20 kg representando uma queda de 3,1% em relação a Para o consolidado de 2012 projeta-se um aumento no peso médio do suíno, podendo chegar a 99 kg por animal.

10 FIGURA 09 PARTICIPAÇÃO ABATE DE SUINOS POR ESTADO FONTE: IBGE Pesquisa Pecuária Municipal, elaborado pelo autor. 4.2 Rebanho Paranaense O rebanho paranaense é composto por 5,45 milhões de cabeças (IBGE, 2011). Este rebanho está distribuído pelo estado, contudo o maior rebanho encontrase na cidade de Toledo que representa 8,4% do rebanho total. Em seguida temos Marechal Cândido Rondon, cidade limítrofe a Toledo, com 6,1% do rebanho estadual. Em números consolidados por núcleos regionais (TABELA POR NÚCLEO.). 4.3 Preços O ano de 2012 foi difícil para a suinocultura no tocante a preços. Nos meses de fevereiro até outubro de 2012 a suinocultura operou no vermelho, ou seja, o preço de custo de produção de referência era superior ao preço médio de venda do quilo de suíno. No último trimestre do ano os preços reagiram chegando em dezembro a R$/kg 3,10, o maior preço médio mensal dos últimos três anos. Este cenário com preços abaixo do preço de custo no ano de 2012 foi influenciado em grande parte por fechamento de mercado internacionais o que

11 ocasionou o aumento da disponibilidade interna de carne e consequentemente acima da demanda existente, logo puxando os preços para baixo. A melhora de preços deu-se pela redução de matrizes, adequação da produção ao novo cenário e principalmente pelo aquecimento da demanda que é natural no final de ano. FIGURA 10 PREÇO MÉDIO PRATICADO AO PRODUTOR FONTE: SEAB / DERAL, elaborado pelo autor. 4.4 Exportação O Paraná é o quarto maior Estado exportador brasileiro com 54,3 mil toneladas representando 9,4% do total exportado de carne suína pelo Brasil. Os três estados da região sul correspondem com 74,9% das exportações de carne suína, sendo Santa Catarina o maior exportador com 35,8% e em seguida com 29,6% Rio Grande do sul e em terceiro o Estado de Goiás que tem 12,4%. Goiás é o Estado destaque na evolução das exportações de carne suína. Em 2009 ocupava o quinto lugar, hoje (2012), ocupa o terceiro lugar. Em 2012 o maior cliente do Paraná foi Hong Kong correspondendo a 46,4% do volume exportado pelo Paraná. A exportação Paranaense esta bastante concentrada, três maiores clientes (figura 11) representam mais de 72% das importações e qualquer problema em um destes acaba afetando o Paraná. Situação

12 esta que aconteceu em 2012, com alegações fitossanitárias a Rússia deixou de importar carne suína do Paraná. Em 2011 a Rússia representou 22% das exportações do Paraná e em 2012 não houve nenhuma exportação, logo isto foi determinante para a queda de -11,7% na quantidade exportada pelo Paraná em 2012 comparativamente a Juntamente ao fato da ausência do mercado russo a Albânia e Azerbaijão que em 2011 representaram 4% das exportações em 2012 foi de apenas 0,4%, queda de mais de 90%. Outros países como Armênia e Congo também reduziram o volume em mais de 80%. FIGURA 11 EXPORTAÇÕES DO PARANÁ POR PAÍS FONTE: Agrostat/MAPA, Elaborado pelo autor Considerando estes fatores as exportações Paranaenses poderiam ter apresentado um resultado ainda pior, contudo a indústria foi ágil e conseguiu destinar os produtos para outros mercados e principalmente começou a fomentar novos mercados. 4.5 VBP A suinocultura é uma das atividades mais importantes da pecuária paranaense chegando a representar 5,3% do Valor Bruto da Produção paranaense, que corresponde a R$ 2,65 bilhões (DERAL, 2012). A produção está concentrada no núcleo regional de Toledo que representa 37,6% do Valor Bruto da Produção. Já o núcleo regional de Cascavel corresponde a 16,2%, enquanto que Ponta Grossa é responsável por 13,3%. Finalmente Francisco Beltrão tem participação de 9,6%. Os demais núcleos, que somam dezenove unidades, têm participação de 23,4% do total.

13 FIGURA 12 VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO POR NÚCLEO REGIONAL FONTE: SEAB / DERAL, elaborado pelo autor. Na figura 12 temos os nove núcleos regionais mais importantes da suinocultura que chegam a representar mais de 90% do valor bruto da produção. A suinocultura é uma atividade que ao longo dos anos vem se firmando como importante atividade no Paraná e a cada ano vem aumentando a sua participação no valor bruto da produção paranaense. 4.6 Custos de Produção No Ano de 2012 a suinocultura apresentou dificuldades em relação aos custos de produção. Os principais insumos para a produção de suínos tiveram um aumento expressivo, chegando na maioria dos meses do ano, a ficar maior que o preço de venda médio pelo produtor. O custo de produção de suíno é basicamente composto pela alimentação, chegando a representar 75%, enquanto os demais valores representam 25%. O produtor viu o preço do milho sair de R$ 20,30 em dez/11 para R$ 26,92 em dez/12 a saca de 60kg, representando um aumento de mais de 32%. Já outro

14 insumo importante para o suinocultor, o farelo de soja, teve um aumento no preço da tonelada de mais de 112%. Diante disso o produtor viu um aumento muito grande nos custos e o preço do suíno na maior parte do ano cair. O Estado do Paraná é hoje o que apresenta o menor custo de produção dentre os maiores produtores de suíno. O custo fica em R$ 2,93 o quilo, este valor é 6,3% inferior ao custo do maior produtor de suínos, o Estado de Santa Catarina. FIGURA 13 VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO POR NÚCLEO REGIONAL FONTE: Embrapa Suínos e Aves, colaboração de MAPA, CONAB, SEAB e outras Secretárias de agricultura do Brasil, elaborado pelo autor. Historicamente o Paraná apresenta na maior parte do tempo os menores custos de produção de suínos, principalmente pela disponibilidade de milho e soja nas regiões produtoras.

15 5 - Perspectivas da Suinocultura Paranaense Atualização em: 25/02/ Cenário Mundial No cenário mundial a tendência para 2013 é manter a produção de carne suína e tendo um pequeno incremento em torno de 0,3% a 1,5%. A previsão para o crescimento da produção Chinesa fica entre 1,1% e 2%, enquanto que EUA a expectativa é de queda na produção entre -0,8% e -1,5%. A Rússia está estimulando sua indústria local visando uma redução das exportações, neste sentido a produção russa poderá ter um crescimento superior a 5%. 5.2 Cenário Brasileiro No Brasil tem-se a expectativa que a produção de carne suína aumente entre 7% e 11%, principalmente pelo avanço da tecnologia nas propriedades e ingresso de novas indústrias no segmento da suinocultura. Os maiores aumentos na produção de suínos virão dos Estados de Minas Gerais que pode chegar a ter produção superior a 20% em 2013, bem como Mato Grosso e Mato Grosso do Sul que estão fazendo grandes investimentos na produção de carne suína Exportações Em 2012 o Brasil exportou 576,8 mil toneladas de carne suína um aumento de 11,8% em relação a Para 2013, no cenário otimista, espera-se um incremento superior a 15%. Destaque para isso é o crescimento de exportações oriundas de Goiás e Minas Gerais que podem ser superior a 30% em Também o Estado de Santa Catarina tende a manter o bom desempenho e apresentar volume de exportação superior a 12% principalmente por ser o único estado do Brasil livre da doença febre aftosa sem vacinação, sendo grande diferencial para o mercado externo.

16 5.3 Cenário Paranaense O Paraná em 2013 poderá apresentar um crescimento da produção, contudo os números estimados ficam entre 10% e 15%, crescimento inferior a 2011 e Isto se deve ao ajuste do sistema produtivo em decorrência da crise enfrentada em Preços Em relação ao preço recebido pelo produtor poderá ser superior a R$ 3,50 o kg de suíno em dez/13. Neste cenário os meses de Mai/13 até ago/13 estima-se um preço próximo a R$ 2,80 kg Exportações As exportações paranaenses em 2012 foram deficitárias, contudo para 2013 a projeção do DERAL/SEAB é de aumento superior a 21% no volume exportado, principalmente para a retomada de mercados que deixaram de comprar em 2012 e explorando o potencial dos mercados atuais.

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

Edmar W. Gervásio Administrador, especialista em Marketing e Agronegócio UFPR Email: edmar.gervasio@seab.pr.gov.br Fone: (41) 3313-4034

Edmar W. Gervásio Administrador, especialista em Marketing e Agronegócio UFPR Email: edmar.gervasio@seab.pr.gov.br Fone: (41) 3313-4034 Edmar W. Gervásio Administrador, especialista em Marketing e Agronegócio UFPR Email: edmar.gervasio@seab.pr.gov.br Fone: (41) 3313-4034 MILHO (Zea mays) Sustento da Vida Maior cultura agrícola do mundo;

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Junho/2012 I - Resultados do mês Em junho de 2012 as exportações

Leia mais

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14 Soja Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro de 2013 MUNDO A economia mundial cada vez mais globalizada tem sido o principal propulsor responsável pelo aumento da produção de soja. Com o aumento do

Leia mais

Conjuntura Macroeconômica e Setorial

Conjuntura Macroeconômica e Setorial Conjuntura Macroeconômica e Setorial O ano de 2012 foi um ano desafiador para a indústria mundial de carnes. Apesar de uma crescente demanda por alimentos impulsionada pela contínua expansão da renda em

Leia mais

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015 JURANDI MACHADO - DIRETOR Cenário Carnes 2014/2015 Oferta e Demanda de Carne Suína CARNE SUÍNA 2014 (a)* no Mundo (Mil toneladas) 2015 (b)* Var % (b/a) PRODUÇÃO 110.606 111.845 1,12 CONSUMO 109.882 111.174

Leia mais

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões.

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões. Crise na Ucrânia: dificuldades e potencialidades para o setor de carne suína e milho em Santa Catarina Glaucia Padrão, Dr.ª Analista de Economia, Epagri/Cepa Reney Dorow, Msc. Analista de Mercado, Epagri/Cepa

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE

BOVINOCULTURA DE CORTE ISS 36-9 BOVINOCULTURA DE CORTE Os preços médios da arroba do boi e da vaca, em Mato Grosso do Sul, no mês de fevereiro, foram de R$8,8 e R$,99, respectivamente. Em relação ao mês anterior, houve um avanço

Leia mais

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil Revista Ovinos, Ano 4, N 12, Porto Alegre, Março de 2008. Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil João Garibaldi Almeida Viana 1 Os ovinos foram uma das primeiras espécies de animais domesticadas

Leia mais

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Outubro de 2012. MUNDO O milho é o cereal mais produzido no mundo. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a produção média do

Leia mais

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Maio de 2015 Benefício do câmbio mais depreciado sobre as exportações de carnes será limitado pela queda da demanda de mercados relevantes Regina Helena Couto Silva Departamento de Pesquisas e Estudos

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL Jonas Irineu dos Santos Filho Pesquisador da Embrapa Suínos e Aves O consumo de proteína animal no mundo

Leia mais

Histórico. Roteiro. Oferta e Demanda. Mercado. Logística. Tendências de Mercado

Histórico. Roteiro. Oferta e Demanda. Mercado. Logística. Tendências de Mercado relatório Expedição Avicultura 2015 ÍNDICE 4 Histórico 7 Roteiro 8 Oferta e Demanda 14 Mercado 22 Logística 24 Tendências de Mercado 2 3 HISTÓRICO Realizada pela primeira vez em 2012, a Expedição Avicultura

Leia mais

O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO

O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO A soja é a commodity mais importante do Brasil, pelo valor da produção obtida de grão, óleo e farelo, significativa parcela na receita cambial, área plantada, consumo de

Leia mais

O Agronegócio Mundial e Brasileiro

O Agronegócio Mundial e Brasileiro O Agronegócio Mundial e Brasileiro Eugênio Stefanelo Segundo Porter, você é competitivo quando tem um desempenho em longo prazo acima da média dos concorrentes. O agronegócio, que engloba as operações

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

Aumento do consumo mundial de alimentos é destaque nas Nações Unidas

Aumento do consumo mundial de alimentos é destaque nas Nações Unidas Edição 04 - Outubro de 2014 Aumento do consumo mundial de alimentos é destaque nas Nações Unidas Mais de 100 milhões de pessoas deixaram de passar fome na última década. É o que revela o relatório O estado

Leia mais

CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA 2009 17/07/2009

CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA 2009 17/07/2009 CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA 2009 17/07/2009 MERCADO INTERNACIONAL O Brasil teve uma performance impressionante na produção de carnes nos últimos anos: tornou-se o maior exportador

Leia mais

fls. 776 Se impresso, para conferncia acesse o site http://esaj.tjsc.jus.br/esaj, informe o processo 0300287-79.2015.8.24.0175 e o cdigo 353F682.

fls. 776 Se impresso, para conferncia acesse o site http://esaj.tjsc.jus.br/esaj, informe o processo 0300287-79.2015.8.24.0175 e o cdigo 353F682. fls. 776 fls. 777 fls. 778 fls. 779 fls. 780 fls. 781 fls. 782 fls. 783 1/107 LAUDODEAVALIAÇÃO ECONÔMICA fls. 784 2/107 Códigodoimóvel NomedoImóvel Endereço Bairro Cidade UF Proprietário Documento RegistrodeImóveis

Leia mais

ROTAS INTERNAS DE PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO: O CASO DA SOJA

ROTAS INTERNAS DE PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO: O CASO DA SOJA 1 Outubro 2009 ROTAS INTERNAS DE PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO: O CASO DA SOJA Fernando Raphael Ferro de Lima * INTRODUÇÃO Este trabalho busca compreender como se modificaram, no período recente, os fluxos internos

Leia mais

Panorama do setor de frango de corte no Brasil e a participação da indústria avícola paranaense.

Panorama do setor de frango de corte no Brasil e a participação da indústria avícola paranaense. Panorama do setor de frango de corte no Brasil e a participação da indústria avícola paranaense. Luciano de Souza Costa (UNIOESTE) lucianosouzacosta@hotmaisl.com Luis Alberto Ferreira Garcia (UNIOESTE)

Leia mais

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil FACT-SHEET Cana-de-Açúcar, Milho e Soja Programa Agricultura e Meio Ambiente WWF - Brasília Março 28 WWF- Secretaria Geral Denise Hamú Superintendência de Conservação de Programas Temáticos Carlos Alberto

Leia mais

O COMPORTAMENTO DA RELAÇÃO DE TROCA NA SUINOCULTURA CATARINENSE NO PERIODO DE 2000 A 2012

O COMPORTAMENTO DA RELAÇÃO DE TROCA NA SUINOCULTURA CATARINENSE NO PERIODO DE 2000 A 2012 O COMPORTAMENTO DA RELAÇÃO DE TROCA NA SUINOCULTURA CATARINENSE NO PERIODO DE 2000 A 2012 RESUMO Angelo Teixeira Rodrigues 1 Francisco Gelinski Neto 2 Luiz Carlos de Carvalho Júnior 3 Este trabalho tem

Leia mais

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 Mercado Internacional Em 2007, a produção anual de milho atingiu quase 720 milhões de tonelada (Tabela 1), quando os Estados Unidos,

Leia mais

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a economia nacional registra um de seus piores momentos

Leia mais

Mercado Mundial de Carne Ovina e Caprina

Mercado Mundial de Carne Ovina e Caprina Mercado Mundial de Carne Ovina e Caprina Brasília, julho de 2007 Matheus A. Zanella 1 Superintendência Técnica da CNA Este artigo apresenta um panorama dos principais indicadores do mercado mundial de

Leia mais

Agronegócio Sul-mato-grossense

Agronegócio Sul-mato-grossense Agronegócio Sul-mato-grossense (cenário atual, perspectivas e desafios) Eduardo Riedel Presidente do Sistema Famasul Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul Sistema Sindical

Leia mais

Caracterização do Mercado Internacional de Carne de Frango Brasil X Estados Unidos

Caracterização do Mercado Internacional de Carne de Frango Brasil X Estados Unidos Caracterização do Mercado Internacional de Carne de Frango Brasil X Estados Unidos Danusa de Paula Sousa Estudante de Graduação Esalq/USP CPF: 936 619 161-49 R. Barão de Piracicamirim, 512. B. Vila Independência

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os Desempenho da Agroindústria em 2004 Em 2004, a agroindústria obteve crescimento de 5,3%, marca mais elevada da série histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003),

Leia mais

Maçã: Balanço mundial (em mil toneladas métricas)

Maçã: Balanço mundial (em mil toneladas métricas) Informativo da Política Agrícola Secretaria de Política Agrícola Secretaria de Política Agrícola Informativo N o 54 Maçã Ano 6 Vol. 54, março de 213 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 Milho: Os preços no mercado brasileiro ficaram estáveis e até mesmo um pouco mais baixos em algumas praças. A incerteza dos produtores quanto à produtividade do milho

Leia mais

Mercado. Cana-de-açúcar: Prospecção para a safra 2013/2014

Mercado. Cana-de-açúcar: Prospecção para a safra 2013/2014 Mercado Cana-de-açúcar: Prospecção para a safra 2013/2014 Por: WELLINGTON SILVA TEIXEIRA As mudanças climáticas provocadas pelo aquecimento global suscitam as discussões em torno da necessidade da adoção

Leia mais

Mercado do Boi Gordo

Mercado do Boi Gordo Mercado do Boi Gordo Perspectivas para os próximos anos SIC Esteio - RS Agosto 2006 Fabiano R. Tito Rosa Scot Consultoria Índice 1. Brasil: país pecuário 2. Comportamento dos preços internos 3. Perspectivas

Leia mais

Perspectivas para as Carnes Bovina, de Frango e Suína 2013-2014

Perspectivas para as Carnes Bovina, de Frango e Suína 2013-2014 Perspectivas para as Carnes Bovina, de Frango e Suína 2013-2014 Brasil PARTICIPAÇÃO NO SUPRIMENTO MUNDIAL DE CARNES 2013 Bovino Frango Suíno Produção 2º 3º 4º Consumo 2º 3º 5º Exportação 2º 1º 4º Fonte:

Leia mais

DERAL - Departamento de Economia Rural. Olericultura - Análise da Conjuntura Agropecuária

DERAL - Departamento de Economia Rural. Olericultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Olericultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Dezembro de 0 INTRODUÇÃO Para Filgueira, Fernando Reis, Olericultura é um termo técnico-científico, muito preciso, utilizado no meio agronômico. Derivado

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NA PRODUÇÃO Produção de carnes NACIONAL - USDA - mil ton DO COMPLEXO CARNES - 2014 Carne Bovina

Leia mais

CONJUNTURA MENSAL JUNHO

CONJUNTURA MENSAL JUNHO SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA MENSAL JUNHO ANO 1 Nº2 O preço mundial da commodity apresenta movimento de alta em nível mundial, impulsionado principalmente pelas condições climáticas adversas nos Estados

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Relatório com as principais notícias divulgadas pela mídia

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL Em 2011: Registrou incremento de 5,2% Em 2011, o setor cresceu 5,2%, movimentou R$ 40 bilhões em insumos e produziu 64,5 milhões de toneladas de ração e 2,35milhões de suplementos

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Rural 05. Habitantes no

Leia mais

Projeto: Boletim de Conjuntura Industrial, Acompanhamento Setorial, Panorama da Indústria e Análise da Política Industrial

Projeto: Boletim de Conjuntura Industrial, Acompanhamento Setorial, Panorama da Indústria e Análise da Política Industrial Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial Universidade Estadual de Campinas Instituto de Economia Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia Projeto: Boletim de Conjuntura Industrial, Acompanhamento

Leia mais

PRODUTO CARNES PERÍODO: 15 a 19/09/2003. Carne bovina

PRODUTO CARNES PERÍODO: 15 a 19/09/2003. Carne bovina PRODUTO CARNES PERÍODO: 15 a 19/09/2003 Carne bovina A estimativa da Conab para a produção brasileira de carne bovina, no ano de 2003, as previsões quanto às importações, exportações e a disponibilidade

Leia mais

Indústria avícola paranaense

Indústria avícola paranaense Indústria avícola paranaense Evoluçã o do consumo de fãrelo de sojã e milho pãrã criãçã o de frãngos no Pãrãnã Ana Luiza Lodi analuiza.lodi@intlfcstone.com Thadeu Silva thadeu.silva@intlfcstone.com Natália

Leia mais

Questão 25. Questão 27. Questão 26. alternativa B. alternativa C

Questão 25. Questão 27. Questão 26. alternativa B. alternativa C Questão 25 No Brasil, no período 1990-91 a 2003-04, a produção de grãos apresentou crescimento de 125%, enquanto a área plantada aumentou apenas 24%, conforme mostra o gráfico. BRASIL _ ÁREA PLANTADA E

Leia mais

Produtividade e Crescimento Algumas Comparações José Garcia Gasques; Eliana T. Bastos; Constanza Valdes; Mirian Bacchi

Produtividade e Crescimento Algumas Comparações José Garcia Gasques; Eliana T. Bastos; Constanza Valdes; Mirian Bacchi Produtividade e Crescimento Algumas Comparações José Garcia Gasques; Eliana T. Bastos; Constanza Valdes; Mirian Bacchi I Introdução Um estudo organizado por técnicos do Departamento de Agricultura dos

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Assessoria de Gestão estratégica Brasília, novembro de 2007

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Assessoria de Gestão estratégica Brasília, novembro de 2007 PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO MUNDO E BRASIL 26/7 a 217/18 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Assessoria de Gestão estratégica Brasília, novembro de 27 1 SISTEMA AGROINDUSTRIAL AMBIENTE INSTITUCIONAL

Leia mais

O melhoramento animal e a qualidade do leite no Brasil

O melhoramento animal e a qualidade do leite no Brasil O melhoramento animal e a qualidade do leite no Brasil Rodrigo Sant Anna Alvim 1 e Marcelo Costa Martins 2 1 Engenheiro Agrônomo, Presidente da Comissão Nacional de Pecuária da CNA 2 Engenheiro Agrônomo,

Leia mais

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009.

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Para os produtores de sorgo o ano de 2008 pode ser considerado como bom. As condições climatológicas foram favoráveis durante todo o ciclo

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI INFORMATIVO MENSAL LAPESUI Maio de 2013 Nº 15 SUINOCULTURA RECUPERA O FÔLEGO EM MAIO As exportações brasileiras estavam caindo desde março, quando ocorreu o embargo do produto nacional pela Ucrânia devido

Leia mais

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens.

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens. 1 de 5 31/5/2011 15:17 Página Rural Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens Ads by Google Leilão Gado Soja Festa Safra Boa tarde!

Leia mais

Análise da Conjuntura Agropecuária

Análise da Conjuntura Agropecuária Análise da Conjuntura Agropecuária Ano 2012/13 PECUÁRIA DE CORTE MUNDO No ano de 2011 o Brasil perdeu a condição de maior exportador mundial de carne bovina para os Estados Unidos. Neste ano, os EUA exportaram

Leia mais

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com. Agronegócio Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.br GRÃOS Produção (milhões de T. USDA - Fevereiro de 2014; Projeções

Leia mais

Para um Mundo mais bem nutrido. Exposibram 2013 Belo Horizonte, Setembro 23 26

Para um Mundo mais bem nutrido. Exposibram 2013 Belo Horizonte, Setembro 23 26 Fertilizantes no Brasil Para um Mundo mais bem nutrido Exposibram 2013 Belo Horizonte, Setembro 23 26 Alimentando os 10Bi O crescimento da população irá aumentar a demanda mundial por alimentos. Até 2050

Leia mais

Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta. Monsanto

Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta. Monsanto Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta Monsanto 11 de junho de 2013 1 Objetivo do trabalho 2 Objetivo do presente trabalho é demonstrar a importância econômica da utilização da tecnologia no aumento

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

INTRODUÇÃO A SOJA CONTÉM

INTRODUÇÃO A SOJA CONTÉM MERCADO FUTURO Soja Diego Marafon Edemir Miotto Júnior Felipe Patel Prof. Dr. Miguel Ângelo Perondi INTRODUÇÃO Na atualidade, a soja apresenta-se como um produto em evidência Grão muito proveitoso, devido

Leia mais

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE

USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 30/novembro/2015 n. 603 USDA REAFIRMA DÉFICIT INTERNACIONAL EM 2015/16 - MERCADO REAGE TIMIDAMENTE Com o título já enfático sobre o futuro dos preços

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUSTOS DO TRANSPORTE DA SOJA NO BRASIL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUSTOS DO TRANSPORTE DA SOJA NO BRASIL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUSTOS DO TRANSPORTE DA SOJA NO BRASIL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE TECNOLOGIA ZONA LESTE AUTOR(ES):

Leia mais

O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina. Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR

O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina. Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR Aspectos abordados Carne no mundo (Visão Geral) Histórico: ambiente institucional e

Leia mais

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores:

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores: SEGURIDADE ALIMENTARIA: apuesta por la agricultura familiar Seminario: Crisis alimentaria y energética: oportunidades y desafios para América Latina e el Caribe O cenário mundial coloca os preços agrícolas

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O mês de março de 2015 foi marcado pelo anúncio dos principais resultados da economia de 2014 e deste início de 2015. Dentre eles destacaramse o PIB, taxa de desemprego nas principais

Leia mais

Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A. Desafio da Industria Brasileira

Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A. Desafio da Industria Brasileira Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A Desafio da Industria Brasileira Carlos Eduardo Rocha Paulista Zootecnista FAZU Msc. Melhoramento Genético UNESP MBA em Marketing FEA USP AUSMEAT Curso de Formação

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Outubro/2015 I Resultados do mês (comparativo Outubro/2015 Outubro/2014)

Leia mais

TECNOLOGIA E PRODUTIVIDADE. Eng. Agr. Irineo da Costa Codrigues Diretor Presidente Cooperativa LAR / COODETEC / COTRIGUAÇU

TECNOLOGIA E PRODUTIVIDADE. Eng. Agr. Irineo da Costa Codrigues Diretor Presidente Cooperativa LAR / COODETEC / COTRIGUAÇU TECNOLOGIA E PRODUTIVIDADE Eng. Agr. Irineo da Costa Codrigues Diretor Presidente Cooperativa LAR / COODETEC / COTRIGUAÇU Área dos principais produtos agrícolas no Mundo (Mi ha) 2010 Cevada 55.1 6% Algodão

Leia mais

Conjuntura e perspectivas. Panorama do mercado de extração de óleos

Conjuntura e perspectivas. Panorama do mercado de extração de óleos Conjuntura e perspectivas Panorama do mercado de extração de óleos I Simpósio Tecnológico PBIO de Extração de Óleos Vegetais Daniel Furlan Amaral Economista Rio de Janeiro - RJ 03 Dezembro 2009 Roteiro

Leia mais

América Latina como Novo Pólo de Produção de Leite

América Latina como Novo Pólo de Produção de Leite Workshop Regional sobre Cooperativismo Lácteo América Latina como Novo Pólo de Produção de Leite Vicente Nogueira Netto Fepale OCB/CBCL Cotrial Curitiba, 08 de julho de 2008 Agenda Mudanças recentes no

Leia mais

110,0 105,0 100,0 95,0 90,0 85,0 80,0

110,0 105,0 100,0 95,0 90,0 85,0 80,0 BOI GORDO O ano de 2013 registrou preços elevados para a arroba do boi gordo, em todas as praças pecuárias acompanhadas pelo Sistema FAEB/SENAR. No acumulado do ano, foram verificadas as seguintes valorizações:

Leia mais

Agropecuária Brasileira: Oportunidades e Desafios

Agropecuária Brasileira: Oportunidades e Desafios Agropecuária Brasileira: Oportunidades e Desafios José Ricardo Severo Superintendência Técnica CNA Março 2010 1 Objetivos: 1. Importância do Agronegócio; 2. Alavanca exportadora como fator de crescimento;

Leia mais

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Produção mundial deve recuar em 2007/08 Segundo o relatório de oferta e demanda divulgado pelo Usda em setembro

Leia mais

Comissão Mista Medida Provisória 647/2014 Audiência Pública

Comissão Mista Medida Provisória 647/2014 Audiência Pública Versão 16 Jul 14 Comissão Mista Medida Provisória 647/2014 Audiência Pública Senado Federal, 16/07/2014 IMPACTOS DO PNPB Aspectos mais relevantes das Externalidades Positivas do PNPB (Programa Nacional

Leia mais

Diversificação, sustentabilidade e. dinheiro no bolso

Diversificação, sustentabilidade e. dinheiro no bolso Leitõezinhos se alimentam na mãe até os 22 dias de idade, quando seguem para engorda Diversificação, sustentabilidade e dinheiro no bolso Cooperativa em São Gabriel do Oeste, MS, tem faturamento quatro

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI INFORMATIVO MENSAL LAPESUI Outubro Nº 20 Mercado em ascensão para o final do ano De janeiro à agosto ste ano, as exportações carne suína tiveram uma queda 6% em relação ao mesmo período do ano passado,

Leia mais

ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS Em geral as estatísticas sobre a economia brasileira nesse início de ano não têm sido animadoras

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA O uso da terra no Brasil Evolução das Áreas de Produção Milhões de hectares 1960 1975 1985 1995 2006 Var.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. Perfil da Produção Bovina no Brasil

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. Perfil da Produção Bovina no Brasil ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES Perfil da Produção Bovina no Brasil BRASIL NO MERCADO MUNDIAL, 2008 % MUNDIAL REBANHO CABEÇAS ABATE ANUAL PRODUÇÃO ANUAL EXPORTAÇÕES CONSUMO

Leia mais

Balança Comercial. Manoela Oliveira E-mail: manoela.teixeira@agricultura.mg.gov.br Tel: (31) 3915-8603 - Belo Horizonte/MG

Balança Comercial. Manoela Oliveira E-mail: manoela.teixeira@agricultura.mg.gov.br Tel: (31) 3915-8603 - Belo Horizonte/MG Edição 01 Janeiro Balança Comercial Manoela Oliveira E-mail: manoela.teixeira@agricultura.mg.gov.br Tel: (31) 3915-8603 - Belo Horizonte/MG 3 Exportações As exportações do agronegócio mineiro totalizaram

Leia mais

PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR. Eng. Agr. Breno Kirchof

PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR. Eng. Agr. Breno Kirchof PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR Eng. Agr. Breno Kirchof SITUAÇÃO MUNDIAL PRODUÇÃO MUNDIAL LEITE VACA - 599,6 bilhões de litros leite/ano CRESCIMENTO PRODUÇÃO - 1% a 2%

Leia mais

Pecuária em um contexto socioeconômico: desafios e oportunidades

Pecuária em um contexto socioeconômico: desafios e oportunidades Pecuária em um contexto socioeconômico: desafios e oportunidades Gabriel Granço www.iconebrasil.org.br Brasília, Julho 2012 Motivação Outlook Brasil Preparar estrategicamente as indústrias de insumos agropecuários

Leia mais

BNDES ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAS 1 - AO1 SUINOCULTURA GERÊNCIA SETORIAL DE AGROINDÚSTRIA

BNDES ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAS 1 - AO1 SUINOCULTURA GERÊNCIA SETORIAL DE AGROINDÚSTRIA ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAS 1 - AO1 GERÊNCIA SETORIAL DE AGROINDÚSTRIA Data: 20/12/95 N o 6 BNDES SUINOCULTURA INTRODUÇÃO Em termos humanos, a carne suína é a mais consumida no mundo. No Brasil, o consumo

Leia mais

InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27

InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27 21 de Dezembro de 2015 InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27 Nesta Edição Destaque Guia para o Exportador é lançado na FIEMG / apoio do Sinduscarne A FORÇA DA INDÚSTRIA

Leia mais

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira Localização da Suinocultura Norte e Nordeste Abates: 2% Exportações: 0% Matrizes

Leia mais

Mercado Halal para Carne de Frango

Mercado Halal para Carne de Frango RICARDO SANTIN Vice Presidente Mercado Halal para Carne de Frango Principais Produtores Mundiais de Carne de Frango (milhões de ton) Brasil continua como terceiro maior produtor mundial de carne de frango.

Leia mais

Sistema Agropecuário de Produção Integrada de Milho

Sistema Agropecuário de Produção Integrada de Milho Sistema Agropecuário de Produção Integrada de Milho José Carlos Cruz 1, Israel Alexandre Pereira Filho 1, João Carlos Garcia 1, Jason de Oliveira Duarte 1, João Herbert Moreira Viana 1, Ivan Cruz 1, Rodrigo

Leia mais

Jornal Brasileiro de Indústrias da Biomassa Biomassa Florestal no Estado de Goiás

Jornal Brasileiro de Indústrias da Biomassa Biomassa Florestal no Estado de Goiás Jornal Brasileiro de Indústrias da Biomassa Biomassa Florestal no Estado de Goiás O Estado de Goiás está situado na Região Centro-Oeste do Brasil e, segundo dados oficiais, ocupa área territorial de 340.111,783

Leia mais

BRF- Brasil Foods Conferência Santander Janeiro 2011

BRF- Brasil Foods Conferência Santander Janeiro 2011 BRF- Brasil Foods Conferência Santander Janeiro 2011 Os resultados do terceiro trimestre de 2010 consolidam as Empresas BRF - Brasil Foods S.A. e Sadia S.A. (subsidiária integral). Os resultados da Sadia

Leia mais

Oportunidades para o Fortalecimento da Indústria Brasileira de Fertilizantes

Oportunidades para o Fortalecimento da Indústria Brasileira de Fertilizantes Oportunidades para o Fortalecimento da Indústria Brasileira de Fertilizantes Marcelo Alves Pereira, Bunge Fertilizantes Novembro - 2009 Estimativas da ONU indicam que a população mundial em 2050 será de

Leia mais

DERAL - Departamento de Economia Rural

DERAL - Departamento de Economia Rural SEAB Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento DERAL - Departamento de Economia Rural ANÁLISE DE CONJUNTURA AGROPECUÁRIA AVICULTURA DE POSTURA 2012/2013 PANORAMA MUNDIAL Segundo a FAO (Anualpec

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com. ORIENTADOR: CRISTIANO MORINI Estágio Supervisionado em ADM-GNI - UNIMEP cmorini@unimep.br

THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com. ORIENTADOR: CRISTIANO MORINI Estágio Supervisionado em ADM-GNI - UNIMEP cmorini@unimep.br Panorama Recente do Comércio Exterior Brasileiro: Um Estudo Comparativo (2003 2006) Entre as Cinco Principais Cidades Exportadoras do Estado de São Paulo. THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com ORIENTADOR:

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI

INFORMATIVO MENSAL LAPESUI INFORMATIVO MENSAL LAPESUI Maio de 2014 Nº 27 EXPORTAÇÕES VOLTAM A ANIMAR SUINOCULTORES Dois anos depois de perdas acumuladas, os suinocultores comemoram o bom preço pago pelo suíno vivo no Brasil. A alta

Leia mais

Curso de Administração

Curso de Administração Curso de Administração Análise de Conjuntura do Setor de Pizzarias Região de Pitangueiras Grupo: Deyvid Luiz de Jesus Felipe César Gonçalves da Costa Maiara Louzada Vanessa Cristina Lopes Wilson Moreira

Leia mais

Edição 40 (Março/2014)

Edição 40 (Março/2014) Edição 40 (Março/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação oficial acelera por alimentos e transportes (Fonte: Terra) O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,73% em março

Leia mais

[Infográfico] As projeções de produção da cana, açúcar e etanol na safra 2023/2024

[Infográfico] As projeções de produção da cana, açúcar e etanol na safra 2023/2024 As projeções de produção de cana, açúcar e etanol para a safra 2023/24 da Fiesp/MB Agro No Brasil, a cana-de-açúcar experimentou um forte ciclo de crescimento da produção na década passada. A aceleração

Leia mais

A contribuição dos Engenheiros para o Moderno Agronegócio Brasileiro

A contribuição dos Engenheiros para o Moderno Agronegócio Brasileiro A contribuição dos Engenheiros para o Moderno Agronegócio Brasileiro Robson Mafioletti Eng. Agr., MSc. Economia Aplicada - Diretor da AEAPR-Curitiba, Conselheiro Titular do CREA/PR Atua na Getec/Ocepar

Leia mais

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA RURAL D E R A L PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS 20/03/06 O levantamento de campo realizado pelo DERAL, no

Leia mais

O que esperar do mercado de leite no Brasil e no mundo

O que esperar do mercado de leite no Brasil e no mundo O que esperar Desenvolver do do mercado de de leite no no e fortalecer Brasil e o e no agronegócio no mundo O que esperar do mercado de leite no Rafael Ribeiro de Lima Filho zootecnista Scot Consultoria

Leia mais

DERAL-Departamento de Economia Rural A CANA-DE-AÇÚCAR E O SETOR SUCROALCOOLEIRO

DERAL-Departamento de Economia Rural A CANA-DE-AÇÚCAR E O SETOR SUCROALCOOLEIRO A CANA-DE-AÇÚCAR E O SETOR SUCROALCOOLEIRO PROGNÓSTICO 2014/15 Maio de 2014 A previsão ao setor sucroalcooleiro no Paraná é de um pequeno crescimento ao longo da safra 2014, confirmando a recuperação ocorrida

Leia mais