Proj/Ativ Gr./Lab/Serv.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Proj/Ativ Gr./Lab/Serv."

Transcrição

1 NUCLEBRA'S/ Proj/Ativ Gr./Lab/Serv. TITULO VTV/IUE ANÁLISE VE GRUPO PE ÁGUA NOTA TÉCNICA N* GPV/APE 001/75 " f/l PESAVA JOAT* to/oz/75 PESQUISA E PESEW0Í.I/IMEVT0 VA ÁGUA PESAVA PRECAUÇÕES PARA ESTCCAGEM, MAVUSEI0 E AMOSTRAGEM PE XGUA PESAPA NOTAS CORRELATAS LISTA Dt DISTRIBUIÇÃO OBJETIVO _,, _ Ap4e4enlaçao <fa«moda^cfade^ ae conservação da água ÁAoíop^camen-te en/i-tquec-ída c ai p/tecauçõe* devem A ei tomadaò a JÁm de. ie. eu-iía* a «oca ca, no de.con.nzi de d^.uca4aó opc^iaçõci, na* quaii it utiliza a água pe.ia.da. RESUMO E CONCLUSÕES Relato da t&cnica utilizada na coniiivação da paduõzi de anâl-iie. iòotôplca de água pv.ia.da e na tomada e ma.nu.ie.-lo de. amoitiai, pztoi ptiincipaii laboia tõiioi que fiatam do aiiunto no mundo, Como concluião, teaatta a ne.ce.aida.de. de. um Ia bon.atõkã.0 eipec-cat-tzado em analibt ii0tópica de. água pe.ia.da e de peaoal técnico de.vidane.ntt tie.ina.do na. manipulação deite, pnoduto, a im dz ie. obte.fi K&iulta do acurado. ÍNDICE J.O - IWTR00UÇX CONSERVAÇÃO VOS PAPR0ES PE ANÍLISE MANUSEIO E AMOSTRAGEM PE ÁGUA PESAVA TÉCNICA WA T0MAPA PE AMOSTRAS SEGURANÇA MATERIAL VE LAB0RATÜR1O C0NCLUS0ES Nf COPIAS 2 5 AUTOR (E*) VISTO PATA VI*TO ATA N0ÍA SCACIOTA AZUAGA

2 PRCCAOÇgfS PARA tstocagem, MANUSEIO E AMOSTRAGEM VE ÁGUA VESAVA INTZÔVUÇAO A utilização da água petada não io na tecnologia nu.cle.aa. como também na ptiquiia cientifica. potl ii iõ juitiftica a importância. da adoção de. um método de. tiabalho que. atenda a manipulação dtae. delica do pioduto. No que diz leipeito a anãliie quantitativa, ha ainda outio pkoblema a coniideiai: a maioiia doi métodoi analzticoi Ke.que.1 a ex-t tência de padtõe.i> de água peòada, de conczntkação con&tante. 0 objetivo dtite txabalho t apie&entaft. aò modalidade* de conieivação da água ii utopicamente enriquecida z ai pflzcauçõzi que devem ieh tomadat a im de ie evitai a tnoca ii, o tópica, no dec.okn.ei de dive.i&ai opeiaçõeò nai quaii ie utiliza a água peiada. 01 detalhei aqui apieientadoi ioiam extiazdoi de aitigoi e Ae latõiioi pubticadoi pok atguni laboiatóruoi que ie ocupam do aiiunto, no mundo, bem como de cbieivaçõei pzaoaii leiultantei do tiabalho em um taboiatõiio de anãliie de P» CONSERVAÇÃO VOS PAVRÜES VE A água ptiada de. alto teoi apn.eie.nta leação de tkoca iiotõpica muito lápida, entie hidiogenio e de.ute.iio, quando em contato com Z ümidai ou expoita a aaiti úmidoi. A {im de i&x a4ie.gun.ado um líiultado analítico ac.un.ado, piecauçõzi eipeciaii dtvem iei tomadai. Qjuando a água peiada de alto teoi deve iei ei to cada pon algum tempo, pan.ticulaime.nte. no caio de padiôei de anãliie, é indiipemãvil a obzdi.enc.ia a ceitai noimai de izguiança. Noi laboiatõiioi de Chalk Rive.1, Canadá, OA padiôei de água peiada ião guaidadoi em lecipientti de aço inoxidável, iob uma cobeituka de gái Hz e ai amoitiai ião Ketiiadai atiavzi de um dia^iagma dz boiiacha poi meio de ieiinga hipodíimica.

3 ?aia am laboiatôiio que execu-tct um glande nãmeio de. ana.li.iii> de água peiada, OÒ lecipientei paia. eitocagem doi padiõa piimãiioi devem contai libiai de água peiada. Oi ncipienta de.ve.rn ai pie.touiiza.dot> a 5 Ib poi polegada, qua.dia.da. com gãi hélio paia piivinii a entiada de. ai úmido e facilitai a letiiada da amoitia. O Wilio e também ligeiiamznte maio iolúvet em água moina do que &iia, nduzín_ do aiiim a chance de ^oimacão de. bolhat, de gâò nai ctlulaò de ab&oição do iníiclveimelho, quando a amotiia é aquecida ã tempeiatuia do eòpectio&otõmetio [cetca de 33 C). No Aecipiente. a água peiada entia em contato com aço inoxidií vil, tolda de aço inoxidável, iolda de. piata e com uma pequena âiza do dia^iagma de neopie.no. O tubo de òalda dobiado o^eiece uma baiie.ila a qualquei tiaço de H.O que queiia entiai atiavei do dia^iagma, box iiiia ata que é* o longo peicui-io de Oi padiõei paia a ^aixa de. concentiaccei inteimediãiiai e bai ião mantidoi em gaila&aò de polie.ti.leno. Ha, contudo, &oitt& &vi dência-i de que a água ptiada de alto teoi aimaze.na.da em taii gaiia^ai poi pzizodoi iupeiioiei a 2 ou 3 & emanai ioiia diluição iiotopica.?a diõti de alto teoi não devem, poitanto, &íi mantidoi em gaiia aò de polie.ti.lzno. Recipiente^ de quaitzo ião ideaii e dei de. que oi meimoi iejam pitviamente piepaiadoi paia água peiada de. alto teon, não cauiaião di lulcão iiotõpica meimo em amoiti&i ba&tante. ptqutnai de. água peiada. pula. Recipientei de vídio comum podem iei utilizado* dtide. que. tinham iido adequadamente piepaiadoi pana Itce.be.1 a água peiada. Na &ele.ção de um tie.ci.pie.nte. dive-ie, ten. cuidado com qualquei maiilial que ptkmita a tioca en-fcfce hidiogênio e dzutzlio, qualquei qut &e.ja a {olma do hidiogcnio: adi olvido ou quimicamente combinado. Ve.ve ai dada iipecial atenção ã lavagem e ã acagim doi Kiciplinttt, de conaivação pata. que. ela não òe tomem uma fronte, de dilui-' ção iiotõpica. dai amoitiai. Oi Ktti.pie.ntei de. vidio devem ÍIK lavada com míituia iul^o ciômica aquecida x una tempe.kat.uka. de o C. Em aquida oi ÍIOACOA devem ÍZK lav ado Í váiiai vezii com água da tokneji- Ka, depoii com água de.iti.tada. Oi Kzcipient&i limpoi de.ve.rn òtk acada m íituia a 1SO-200 V C

4 f contka indicado quz numa neima tituia it uiem de. uma io vez oi ^laicoi dcitinadoi ao tiabalho com agua concerttiada em dzu.te.iio e o& ixaicoi paia água noimal ou lige.inatne.ntz conczntiada. Nat pa.1e.de0 de um lecipientz de. vidxo, pok mail que. tenha bido izeado, exiite iempiz uma camada de. água adi olvida, cuja quantidade dependi da tempeiatuia, da umidade, iztativa do ai, dai cakacteiziticai da iupei^zcie i da campoiição quzmica do viduo. Logo que. ie de* lama a água no ne.cipic.nte., tem uga*. uma tio ca ii o tópica ent-te a* mo~ tzculai da água e o titxato pne.tkiitt.ntz na òupei&zcie. do vidao. 0 teok em diutexio da áaua intioduzida vai ioiktn. modi^icaçõei tanto maio t d quanto ma-to A. a dibe.ne.nca de conce.ntia.cao e.ntnz ai motêculat, que. e.ntiam em contato e quanto maii u agita*, a am o it fia. Não deve ÍZ\ negligenciada ntm mcímo a lotação entie. a iupe.n.^zcie. de contato e. o volume, da am oi, tia; o cieicimento dei ia itlação faavotltce a tio ca.?oi iao, paia evbtan. a diluicõti iiotópicai, deve.tt.ao itk utilizada ÍIOÍ_ coi cuja iupeiitcie. intzina tenha iido pitviamznte pie.paia.da, iito é, umedzcida com água de concentiação apiopiiada S. água que ieia conie.1- yjadr. nena i-tatcoi. No que ie xeitie a lelação da iupeiizcie de contato com o volume, dtveião iei utilizadoi fitiaicoi da {oima maii iimplei poüzvzl, e de tamanho quz coiieiponda a quantidade, da amoòtia intioduzida. Toda vez quz iz tiabaíha com ãgua zna.iquzc.ida, z impieicindzvel evitai o contato piolongado da mesma com o ai atmoihzfiico, dado o peiigo dt tioca iiotõpica com o vapoi de ãgua nzlz zxiitzntz. No txabalho com ãgua ptiada de conczntiaçõei iupeiioizi a 901 V^Q, í. indiipzniãvel quz a mudança dz íiaicoi ie zietue no intzitiok de caixai dz luvai chtiai de ai izco ou got inzktz, e com a maxima biz vidadz. Ai tabelai 2.1 e. 2.2 iluifiam com dadoi numzlicoi o eleito dz diluição da um-edade do ai iobii a ãgua ptiada (1) kmoitha de 1 latamente da amoitia contxolz a pziquiiok TianiteAincÁA. poi Vianivaiamento na ialta dz captia izea 99,t4t Tiani^ziênda. poi tianivaiamento izguída pok 10 min de. agitação 99,no Tiamitienda poi tkanivaiamento upztcda dez veze* 99,915 Amoitia a peiquiiai Viítiznça moltp 99,#33 99,735 99,7 U Tabtla 2,1 lieáte da umidade, do ax èobai a o,on -0,010-0,124

5 Tfumi^eitniia da amoit/ia. dt água. Anwitia.de. contiote Amoitna. a paquaaai mot i V Pi$eA.ença Itn único tianivaiame.nto 99, U 99, Í4 0,00 Tnaniva&amcnto lepctido dez vezu 99,Í3 99,ÍI 0,02 Tabela 2.2 Tiani^eiência dai amoitiai numa ca.pe.ta. ieca UMUSEÍO E AMOSTRAGEM PE XGUA PESAPA A água pciada, deve òe.h manipulada de tal maneiia que. o conta to com gaiti ou tupíl^zciti con.tamina.dat, com umidade, òija minimizado. Ai Qcn.Kc.^a.0 de, amoitia não de.ve.rn ie.fi Ae.ixa.dai dtitampadai a não kik o tempo ne.ce.aan.io paxá a, KítÁ.nada da amoitia, t conveniente equipai ai gawa&ai com xolhai dt bofikacha e. títi\ak ai amoitual pok meio de i hipodk~imicai. Aó itkinaai, agulhai, gaita ai dt amoitia, lolhai dai gaita-', etc, devem ie.1 i&cadai a 120 C poi um mznimo de uma hcia e guai dadai em de.ne.ca.doti. Retiiadai Kepetidai de. amoitia de uma aa/dia^a de vem iei ízitai atiavei de nolhai de boniacha com agulhai hipodeimicai. Amoitiai podem ÓCI guaidadai em ie.ká.nç,a.i dei de que. ai agulhai iejam mantídai e o conjunto Cevado pana um deaecadok. Vuiante o uio em KeatoK a água peiada toina-ie cie&centemente. icdioativa.. Eita atividade, embola pnincípalmente devida a etementoi de meia vida relativamente culta, apke.ie.nta piobltmai de íxpoiição ã Kadiaçao dukante a. amoitiagem e a analiie., 0 contato com ti taco ei de amoitia ou com volume* de água peiada deve sen iea.liza.do no mznimo inevitável de tempo c na máxima dlitãncia piãtlca. A contaminação com tiitium t um pioblema ca.oru.co potiqut tia não decitice com a puii^icacao noimal da água peiada e continua a aumentai com o uio da água no ie.aton. O tiitium pode iei introduzido no colpo atn.avéi do* pulmõei, da boca ou da pele. A letixada dt amoifiai e o manuieio da água peiada exigem como piecaução mznima ventilação adequada e o UÒO dt luva* de boilacha. Se não it diipõt dt uma. boa ca peta deve A ei uiada uma mãicaia dt OA. puio, Vtvt *tx notado qut A boi - 5 -

6 racha ou o plaitico ião ãi vezci permeãveii e devem ier trocados fre- qüentemente..- ãgua pesada derramada deve ser imediatamente. recolhi da paia evitai os da no A da radiação e recuperação da água pesada. Uma $ina 'jc.lzcu.ta de água pesada evapora rapidamente dando afligem a uma alta concentração de tritium na orma de vapor. Cuidado especial deve ier tomado na instalação de dia^ragmai dl borracha para a KttiKada da amoita.a, tanto noi lecipienteb de padião como nat eitaçõei de amoit"agem, de tal maneira a não compiimin. a bokkaaha mai& do que o neceaãn.io paka obteh. um facho a. ptiova de jci ga. Se a boiiacha e iupei comprimida, a penetiação da agulha na letinada da amo&taa touna-ie difícil, ãi vezpi quaie A Kttiiada da amot>t>ia atiavti da pe>t&wiação original, com ligeina pataão 'do dedo no lado de ^oia da agulha, te.duzin.ã a poòiibili^ dade de um ta&go poòteiiok na boniacha. Tanto a itkinga como a agulha devem &ei ieguiadai com a mão quando da amoitiagem paia evitak que ai duas it òtpakem acidentalmente. A pat-te ex.ten.na do dia&kagma deve &en. iecada pana evitak a contaminação da agulha e a diluição iiotopica da amo it fia. Muito i bufiacoi no dia^fiagma aumentam a ãiea da iuptfifizcie e pfioduzem iii&unaò que tão ditlceii de iecak. t, então, indiópemãvel mudak oi dia^fiagmai antzi que um vazamento K&al o coin a. Se água pei&da de concenviaçõei di e.fie.nte& &ão adicionadas a um meimo tambok, provavelmente haverá formação de camadai. Tambofiei iuipeitoi devem iefi miitufiadoi cuidadoiamente com um agitado*, mecânico. Amoitrai contaminadas podem levak a Kiiultadoi errõneoi por abiorção eitxanha no comprimento de onda ei colhido, no método de in^ra vtfimelho, ou por alteração no Indict dt Kt^xatão, no método reiratomt tricô. Zolhai de. an. na célula da amoitra do eipectro^oíõmetro de in^ra vermelho devem ier evitadai cuidadoiamente. Ai amoitrai devem também ier examinadai visualmente para contaminantti tais como óleo ou solventes. Uma condutividade de menos de um centésimo de micromho e dese jável para trabalho is o tópico.

7 4.0 - TtCNICA MA TOMAPA VI AMOSTRAS A tomada de amo&tiai no iiitema de. modzkadon. de Ktatonei e~ exe cubada de duai mawe-t.fl.aa: - utilizando uma bomba de tomada de. amoitka - in&eiindo uma ieiinga hipodtn.rn.ica. Luei Lok num ponto de. tomada de. amoitka. tnai. A* duaò tecnicai utilizam a mttma citação de tomada de. amo& Seguiança. Em vi>itude da água pe.i6.da podtx ÒZI tiütin.a.mtnte a mode.fi.adamznte. ativa, e. dada a poaibilida.de. da pn.zi.enca. de altai concen-t-taçõei de. tiitiwn, ce^-faó ptiecauçõe.& de. éaúde. devem itx ob&e.\vada&. t indi&pemável o UÒO de. mâicaiaa de a.1 e Zuva& dt boh.ia.cha, quando da tomada de. amoitiai. Re&pingo& de. água pi&ada. devem ien. coletado* com pe.daç.o& de. algodão e. titocadoi em gavtaja4 ^cchaiai. Um elemento da equipe, de opekação do itatok dtve. eitan. pktunte. duiante. a tomada da amoitha, paia abxik e e.chai ai vâlvulai Üattiial de. lahokatõ>iio?ana a tomada da amoòtka c paka itijiti-la na célula &ão u&adai ie.a.ingai LuiK-Lok de. 2, 5, 10 i Io ml, pkovida.it COM agulhai calibie. 20. Ai izxing&i e agulhai dew em iti enxaguadai em acttona e. iecadai em e.itu&a a 120 C apõi o mo. Uma. eitu&a comum de labonatóiio, mantida a 120 C e uiada na. iecagem dai òe^^nga* e agulhai. Um incubado*, deve ien. inado pana mantel ai células do eipectiolottwitko a 3O 0 C*_O,2 C CONCI.USÜtS Vo expoito neaalta. a ntctaídadz de etudadoi eipecíalt, no ma nuieio de água petada. (, pomanto, imp*eicíndzvejl que um lc.boiaton.io dt análiai dt ã. ua ptiada xe.ita.inja tua atividade a tiit objetivo uni co, a iim de tvit&k qualquex poaibilida.de de eontaminação.

8 O penoal técnico deve 4e* t\e.ína.do a utitizan. AtmpKe todai ai pizcauçõe.i citada*, poii a diluição ibotopica não iendo vi&zvct po_ de Zivai o pzòioal a de.apizza.fi ctitoi cuidado*. finalmente, deve lei Ktisaltado que. o ÍUCÍÓÓO da anâtiòt íiotõpica da água peáada. de.pe.nde muito da cuidado/t na. amaòtiagem bem c mo na coitietvação e utilização adequada doi padiõeò.

9 REFERÊNCIAS J - CHIFU, A.M. "Manipulação da À*gua Ftsada e ai Can.acte*ZitjLca4 dai Anãtlòzi de Veu-Ltiio, Qn.iai.ttal Rume.no, Studu i fiz., Bucatieiti, J2» 3» 57S 2 - AUSTEN, P.C. "Tíie lòotaplc Anaty&ii o& Hzavy ijlatzn. by Spictiophotomitiy" AECL - Chalk R-ive.fi - Canadá. 3 - HANSON, R.I. "T h e NRU R e a c t o* )" 1(71-259, AECI-U LARSON, E.A.G. "A Ge.ntn.at Ve&ciiption o5 the NRX Reactoi" CR10-104S, AECL-I VVNE, V.3. "Contiot Analyiii in the Heavy Vatei and Helium Sijitzmi o& the NRU Rcactoti", NRU Sup G-l and G-3, Cl VAGAVARIKAR, V.K. "Ncte.4 on the Chemical ContKol Vnoce.duie.1 iok the WRX

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO

GLOSSÁRIO PREV PEPSICO GLOSSÁRIO PREV PEPSICO A T A A ABRAPP Aã Aã I Aí I R ANAPAR A A M A A A Lí Aá S C é ç í ê çõ 13ª í ã. Açã B E F Pê P. Cí ê, ã ê. V Cê Aã P ( á). N í, - I R P Fí (IRPF), S R F, à í á, ( 11.053 2004), çã.

Leia mais

METODO PARA A DETERMINACAO DE ÓXIDOS DE NITROGENIO EM CHAMINE

METODO PARA A DETERMINACAO DE ÓXIDOS DE NITROGENIO EM CHAMINE ENERGÉTICA IND.E COM. LTDA. Rua Gravataí, 99 Rocha CEP 0975-030 Rio de Janeiro RJ CNPJ 9.341.583/0001-04 IE 8.846.190 Fone: (0xx1) 501-1998; Fax: (0xx1) 41-1354 www.energetica.ind.br METODO PARA A DETERMINACAO

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. ph (Solução 0,2%) Aproximadamente 2,00. Ponto de Ebulição 110ºC Densidade 1,150 ( 20ºC ) Completamente solúvel em água.

RELATÓRIO TÉCNICO. ph (Solução 0,2%) Aproximadamente 2,00. Ponto de Ebulição 110ºC Densidade 1,150 ( 20ºC ) Completamente solúvel em água. RELATÓRIO TÉCNICO I - DADOS GERAIS: Nome do Produto: ÁCIDO MURIÁTICO Composição: Água e Ácido Clorídrico Estado Físico: Líquido Cuidados para conservação: Conservar o produto na embalagem original. Proteger

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Aditivo Solvente Código do produto: SO-228 Página 1 de 5

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Aditivo Solvente Código do produto: SO-228 Página 1 de 5 Código do produto: SO-228 Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código do produto: Aplicação: Fornecedor: SO-228 Telefone de emergência: (19) 3864-6000 Utilizado diluído

Leia mais

Medley Forró 2. œ œ # œ œ œ œ #.

Medley Forró 2. œ œ # œ œ œ œ #. Roteiro e adapta: Edu Morelenbaum e Rold Valle Ú 106 sa Branca 4 2 Luiz Gonzaga # # 6 # # # # # 12 # # # # # # 18 # # # # # 24 0 Quan-do_o - # iei # # de São Jo - ão - - - a # ter - ra_ar - D # Eu per-gun

Leia mais

'!"( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, ".6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # )

'!( )*+%, ( -. ) #) 01)0) 2! ' 3.!1(,,, .6 )) -2 7! 6))  ) 6 #$ ))! 6) 8 9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) !" #$%&& #% 1 !"# $%& '!"( )*+%, ( -. ) #) /)01 01)0) 2! ' 3.!1(,,, " 44425"2.6 )) -2 7! 6)) " ) 6 #$ ))!" 6) 4442$ ))2 8 "9 :# $ ( -;!: (2. ) # ) 44425"2 ))!)) 2() )! ()?"?@! A ))B " > - > )A! 2CDE)

Leia mais

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças

HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS HIPEX SECANT Abrilhantador Secante para Louças 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Nome Comercial: Empresa: Abrilhantador

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. Característico, irritante ph ( Puro ) 0,45 0,65 Densidade 0,980 1,040 ( 25ºC )

RELATÓRIO TÉCNICO. Característico, irritante ph ( Puro ) 0,45 0,65 Densidade 0,980 1,040 ( 25ºC ) Elaboração: 03/12 Revisão: 0-03/12 RELATÓRIO TÉCNICO I - DADOS GERAIS: Nome do Produto: LIMPA BAÚ Sinônimo: Detergente Ácido Composição: Linear Alquil Benzeno Sulfonado, Ácido Clorídrico, Ácido Cítrico,

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO. Código: FISPQ - 206 BORRACHA DE SILICONE Pág: 1 / 8

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO. Código: FISPQ - 206 BORRACHA DE SILICONE Pág: 1 / 8 Código: FISPQ - 206 BORRACHA DE SILICONE Pág: 1 / 8 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto (nome comercial): Borracha de Silicone c/ Catalisador Código interno de identificação do produto:

Leia mais

FICHA DE TRABALHO LABORATORIAL DO ALUNO - EXPERIÊNCIA A: NANOMATERIAIS NATURAIS

FICHA DE TRABALHO LABORATORIAL DO ALUNO - EXPERIÊNCIA A: NANOMATERIAIS NATURAIS FICHA DE TRABALHO LABORATORIAL DO ALUNO - EXPERIÊNCIA A: NANOMATERIAIS NATURAIS Nome do aluno: Data:.. OBJECTIVO: - Conhecer a existência de nanomateriais naturais - Interacção da luz com os colóides -

Leia mais

FISPQ. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 NOME DO PRODUTO: Solução Titulante

FISPQ. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 NOME DO PRODUTO: Solução Titulante NOME DO PRODUTO: Solução Titulante 1/12 FISPQ NRº. 28 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome Comercial do Produto: Solução Titulante Nome Químico: Solução Ácida a 0,1 N Nome da Empresa: Hidroazul

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 Folha: 1 / 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Principais usos recomendados: Master de acelerador de vulcanização de borracha MBTS-80. Acelerador de vulcanização;

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO NAFTALINA

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO NAFTALINA 1 de 5 I. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E DO PRODUTO BÚFALO INDÚSTRIA E COM. DE PROD. QUÍMICOS LTDA. Av. Hélio Ossamu Daikuara, Nº 3071 Vista Alegre Embu das Artes - SP Homepage: www.produtosbufalo.com.br E-mail:

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Zinco

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Zinco 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Nome comercial: Cloreto de Zinco Código interno de identificação do produto: A023 Nome da Empresa: Endereço: Estrada Municipal Engenheiro Abílio Gondin Pereira, 72

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

Manual de segurança no laboratório

Manual de segurança no laboratório 1 - Para iniciar os trabalhos! Deves ler atentamente as instruções das actividades experimentais antes de as relizares. Sempre que tiveres dúvidas sobre as actividades experimentais deves consultar o teu

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE OS INGREDIENTES

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE OS INGREDIENTES Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Limpa Vidros Nome da Empresa: Guimarães Produtos Químicos e de Limpeza Ltda Contato da Empresa: Fone: (48) 3623-1175 e-mail: guimaraespl@terra.com.br

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA E APARELHAGEM UTILIZADA EM LABORATÓRIO

NORMAS DE SEGURANÇA E APARELHAGEM UTILIZADA EM LABORATÓRIO NORMAS DE SEGURANÇA E APARELHAGEM UTILIZADA EM LABORATÓRIO Objetivo: Explicação das normas básicas de segurança no laboratório. Aula teórica com retroprojetor, transparências e demonstração de algumas

Leia mais

PROGENSA PCA3 Urine Specimen Transport Kit

PROGENSA PCA3 Urine Specimen Transport Kit PROGENSA PCA3 Urine Specimen Transport Kit Instruções para o médico Para uso em diagnóstico in vitro. Exclusivamente para exportação dos EUA. Instruções 1. Pode ser útil pedir ao paciente que beba uma

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico AQUAPLAST. Aquaplast. Aquaplast. Não disponível. Basile Química Ind. e Com. Ltda.

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico AQUAPLAST. Aquaplast. Aquaplast. Não disponível. Basile Química Ind. e Com. Ltda. Folha: 1 / 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Aquaplast. Aquaplast. Principais usos recomendados: Utilizado principalmente como plastificante e lubrificante antiestatico.

Leia mais

Dynatig 350 HF. Ignitor de alta frequência CÓDIGO : 0704123 MANUAL DO USUÁRIO / LISTA DE PARTES E PEÇAS

Dynatig 350 HF. Ignitor de alta frequência CÓDIGO : 0704123 MANUAL DO USUÁRIO / LISTA DE PARTES E PEÇAS Dynatig 350 HF CÓDIGO : 0704123 Ignitor de alta frequência MANUAL DO USUÁRIO / LISTA DE PARTES E PEÇAS 2 Dynatig 350 HF Página em branco Dynatig 350 HF Ignitor de alta frequência para tocha TIG MANUAL

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) NIFLEX 100 UHS

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) NIFLEX 100 UHS NIFLEX 100 UHS 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto: NIFLEX 100 UHS Identificação da Empresa: Nippon Chemical Ind. e Com. de San. e Det. Prof. Ltda Rua Platina, nº 259 Recreio

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico DPG. DPG (Difenilguanidina) Acelerador DPG. Principal uso como acelerador de vulcanização.

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico DPG. DPG (Difenilguanidina) Acelerador DPG. Principal uso como acelerador de vulcanização. Folha: 1 / 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Principais usos recomendados: (Difenilguanidina) Acelerador Principal uso como acelerador de vulcanização. Cas number:

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade: NBR ISO 9001 Ficha de Segurança de Produto: LAB TIN 3104

Sistema de Gestão da Qualidade: NBR ISO 9001 Ficha de Segurança de Produto: LAB TIN 3104 Código: FSP-261 Revisão: 1 Página: 1/5 1 Informação do produto e da empresa Nome do produto: LAB TIN 3104 Nome da empresa: Lab Analítica e Ambiental Ltda. Endereço: Rodovia Geraldo Scavone, 2300 Condomínio

Leia mais

abertas para assegurar completa irrigação dos olhos, poucos segundos após a exposição é essencial para atingir máxima eficiência.

abertas para assegurar completa irrigação dos olhos, poucos segundos após a exposição é essencial para atingir máxima eficiência. FISPQ- AMACIANTE MAIS Autorização ANVISA 3.03.374-7 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Amaciante Mais Tradicional Marca: Mais Código Interno do Produto: 06.01 Técnico Químico Responsável:

Leia mais

MF-613.R-3 - MÉTODO DE DETERMINAÇÃO DE METAIS EM PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO NO AR POR ESPECTROMETRIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA COM CHAMA.

MF-613.R-3 - MÉTODO DE DETERMINAÇÃO DE METAIS EM PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO NO AR POR ESPECTROMETRIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA COM CHAMA. MF-613.R-3 - MÉTODO DE DETERMINAÇÃO DE METAIS EM PARTÍCULAS EM SUSPENSÃO NO AR POR ESPECTROMETRIA DE ABSORÇÃO ATÔMICA COM CHAMA. Notas: Aprovado pela Deliberação CECA nº 3.967, de 16 de janeiro de 2001

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 NOME DO PRODUTO: SOLUÇÃO 2 - ORTOTOLIDINA

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 NOME DO PRODUTO: SOLUÇÃO 2 - ORTOTOLIDINA NOME DO PRODUTO: SOLUÇÃO 2 - ORTOTOLIDINA DATA DA ÚLTIMA REVISÃO: 09/08/2013 1/7 FISPQ NRº. 022 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA. - Nome do Produto: Ortotolidina - Solução - Nome Comercial: Solução

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PRODUTO QUÍMICO Nome do Produto: Nome da Empresa: SEÇÃO I Identificação do Produto Químico e da Empresa CITIMANTA CITIMAT MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA. RUA COMENDADOR SOUZA 72/82 AGUA BRANCA SÃO PAULO SP CEP: 05037-090

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

Ainda há Tempo, Volta

Ainda há Tempo, Volta Ainda há empo, Volta Letra e Música: Diogo Marques oprano ontralto Intro Envolvente (q = 60) enor aixo Piano Ó Œ. R.. F m7 2 A b 2 E b.. 2 Ó Œ É 2 Ó Œ F m7 2.. 2 2 A b 2 2 Ainda há empo, Volta Estrofe

Leia mais

ESTUDO DA CINÉTICA DE HIDRÓLISE ÁCIDA DO COMPOSTO Trans-[(Co(en) 2 Cl 2 )Cl]

ESTUDO DA CINÉTICA DE HIDRÓLISE ÁCIDA DO COMPOSTO Trans-[(Co(en) 2 Cl 2 )Cl] TRABALHO 3 ESTUDO DA CINÉTICA DE HIDRÓLISE ÁCIDA DO COMPOSTO Trans-[(Co(en) 2 Cl 2 )Cl] 1. OBJECTIVO Estudo da cinética da reacção de hidrólise ácida do composto Trans-[Co(en) 2 Cl 2 ]Cl. Determinação

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DESINFETANTE NÁUTICO MALTEX

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DESINFETANTE NÁUTICO MALTEX 1.IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DO DISTRIBUIDOR Nome do produto: desinfetante náutico maltex. Aplicação: para um ambiente livre de germes e bactérias, utilize o desinfetante maltex na limpeza de louças sanitárias,

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPEZA PESADA 01/05 1. DENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:. Aplicação: Limpa e desengordura superfícies laváveis, como fogões, coifas, azulejos, pisos, e similares. Diluição até 1:20 Telefone de emergência:

Leia mais

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CLORETO DE ZINCO

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico CLORETO DE ZINCO Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Nome da Empresa/fornecedor: Endereço: Resimapi Produtos Químicos Ltda Av. Osaka, 800 Arujá São Paulo Telefone da Empresa: (xx11)

Leia mais

Paraformaldeido Página 1 de 5 FISPQ nº: 002.067 Ultima Revisão: 07/07/2005

Paraformaldeido Página 1 de 5 FISPQ nº: 002.067 Ultima Revisão: 07/07/2005 Paraformaldeido Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto : Paraformaldeido Código do produto : 002.067 Empresa Corpo de Bombeiros : 193 Polícia Militar : 190 : Metalloys &

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos VEDAPREN FAST - TERRACOTA

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos VEDAPREN FAST - TERRACOTA 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Códigos internos de identificação do produto: 111690, 111691, 121714 e 111689 Nome da empresa: Otto Baumgart Ind. e Com. S/A Endereço: Rua Coronel

Leia mais

PERMANGANATO DE POTÁSSIO

PERMANGANATO DE POTÁSSIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Permanganato de Potássio Nome da empresa: Quimidrol Comércio Indústria Importação Ltda. Endereço: Rua Dona Francisca, 6505 Distrito Industrial

Leia mais

Acido Crômico Anidro FISPQ nº: 0007 Ultima Revisão: 08/11/2014

Acido Crômico Anidro FISPQ nº: 0007 Ultima Revisão: 08/11/2014 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto : Código do produto : 0007 Empresa : Jenifer Martins de Souza (MV Química / Lubrificantes Brasil) Rua José Carlos, 44 Jandira - SP Cep: 06608-330

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ. Produto: SERICRYL SUPER MACIO Código do produto: SM Data: 20/1/2011 Página: 1 de 5

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS - FISPQ. Produto: SERICRYL SUPER MACIO Código do produto: SM Data: 20/1/2011 Página: 1 de 5 Data: 20/1/2011 Página: 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto - Código interno: SERICRYL SUPER MACIO SM Código das Cores: 001, 002, 003, 010, 014, 015, 016, 017, 020, 025, 030,

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009 Nome do Produto: CYDEX Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: CYDEX Nome da empresa: FARMABASE SAÚDE ANIMAL LTDA. Av. Emílio Marconato, 1000 Galpão A3 Chácara Primavera.

Leia mais

O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO PELOS ALUNOS E TÉCNICOS DA FACULDADE NOVAFAPI

O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO PELOS ALUNOS E TÉCNICOS DA FACULDADE NOVAFAPI O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO PELOS ALUNOS E TÉCNICOS DA FACULDADE NOVAFAPI Francisca Miriane de Araújo- NOVAFAPI Lorena Bezerra Barros- NOVAFAPI Marcela de Lacerda Valença- NOVAFAPI Márcio Edivandro

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA HIPOCLORITO DE SÓDIO (SOLUÇÃO A 10-15%)

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA HIPOCLORITO DE SÓDIO (SOLUÇÃO A 10-15%) Versão: 1 Pág: 1/5 NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA DE ACORDO Dr. Ivo Fernandes Gerente da Qualidade 01/11/2010 APROVADO POR Dr. Renato de Lacerda Diretor Técnico 01/11/2010 Descrição Nome do Documento: HIPOCLORITO

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos Página 1de5 1.Identificação do Produto e da Empresa Nome comercial : ISOL TERM Identificação da Empresa : Faber Tecnologia Indústria e Comércio Ltda Rua Hudson 351 Distrito Industrial Bairro Jardim Canadá

Leia mais

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos Página: 01/05 01 Identificação do produto e da Empresa Natureza Química : Limpador de Uso Geral Autorização de Funcionamento / MS : nº 3.02.599-9 Registro no Ministério da Saúde : 3.2599.0103.001-4 Aceita

Leia mais

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) LIMPA VIDROS MARANSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA:

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) LIMPA VIDROS MARANSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1 Nome Comercial: Limpa Vidros Maranso 1.2 Código de Venda: 016 1.3 Nome do Fabricante: QOB MATERIAIS DOMISSANEANTES LTDA EPP Rua Ministro Joaquim Antunes, S/N

Leia mais

Produto: PREVENT N.º do FISPQ: CC 04 Data/Atualizada em: 30/01/08

Produto: PREVENT N.º do FISPQ: CC 04 Data/Atualizada em: 30/01/08 1. Identificação do produto e da empresa. PREVENT CROPCHEM LTDA. Av. Cristóvão Colombo, 2.834 Conj. 804 Porto Alegre, RS, CEP 90 560-002 Telefone de Emergência: (51) 3342-1300 2.Composição e Informações

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica NORMAS GERAIS PARA USO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CÂMPUS GOVERNADOR

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 FONGRABAC THPS Página 1

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 FONGRABAC THPS Página 1 FONGRABAC THPS Página 1 1. Identificação do produto e da empresa Nome comercial: FONGRABAC THPS Código Interno de Produto : 000000104437 Identificação da sociedade/empresa CLARIANT S/A Av.d.Nacoes Unidas,

Leia mais

Nome da substância ou mistura: Extrato Seco de Castanha da Índia Versão: 1

Nome da substância ou mistura: Extrato Seco de Castanha da Índia Versão: 1 08/07/205. Identificação 86 de 6 Nome da substância ou mistura (nome comercial): Extrato Seco de Castanha da Índia Principais usos recomendados para a substância ou mistura: Antivaricoso Código interno

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Nome do Produto: Reticulina Código: EP-12-20021 RETICULINA Seção 1: Identificação do Produto e da Empresa Erviegas Ltda R. Lacedemônia, 268 - São Paulo

Leia mais

DUTOS E CHAMINÉS DE FONTES ESTACIONÁRIAS DETERMINAÇÃO DE DIÓXIDO DE ENXOFRE. Método de ensaio

DUTOS E CHAMINÉS DE FONTES ESTACIONÁRIAS DETERMINAÇÃO DE DIÓXIDO DE ENXOFRE. Método de ensaio CETESB DUTOS E CHAMINÉS DE FONTES ESTACIONÁRIAS DETERMINAÇÃO DE DIÓXIDO DE ENXOFRE Método de ensaio L9.226 MAR/92 SUMÁRIO Pág. 1 Objetivo...1 2 Documentos complementares...1 3 Aparelhagem...1 4 Execução

Leia mais

2- Composição e informações Sobre Ingredientes:

2- Composição e informações Sobre Ingredientes: 1- Identificação do Produto e da Empresa: Nome do produto: Adesivo ADS 5. Empresa: Rua Sílvio Neves Martins 112 80B Vera Cruz Contagem MG. CEP 322260-680 Telefone: 0XX31 3363 1343 2- Composição e informações

Leia mais

Circular. Técnica TRATAMENTO DE MOURÕES PELO MÉTODO DE SUBSTITUIÇÃO DE SEIVA. Introdução. O Método. ²Graduando do curso de Agronomia do UNIARAXÁ.

Circular. Técnica TRATAMENTO DE MOURÕES PELO MÉTODO DE SUBSTITUIÇÃO DE SEIVA. Introdução. O Método. ²Graduando do curso de Agronomia do UNIARAXÁ. Circular 14 Técnica Araxá, MG Maio, 2015 Autores Paulo R.F. de Fravet 1 Amarildo J. C. Filho. 2 Carlos G. Borges 2 Guilherme Nogueira 2 Mara C. A. Pinto² Paulo de T.V.M. Brando 2 Rafael R. Guimarães 2

Leia mais

GESSO FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

GESSO FISPQ FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Gesso 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome da empresa: Quimidrol Comércio Indústria Importação Ltda. Endereço: Rua Dona Francisca, 6505 Distrito Industrial Joinville SC Telefone:

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança para Produto Químico (FISPQ) BORRACHA NATURAL SVR 3L Página 1 de 5

Ficha de Informação de Segurança para Produto Químico (FISPQ) BORRACHA NATURAL SVR 3L Página 1 de 5 Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Borracha Natural SVR 3L Empresa: Kalium Chemical Com. Import. E Export. Ltda Matriz: Av. das Nações Unidas, 10.989 Conj. 141-14º andar Parte

Leia mais

MANUFATURA PRODUTOS KING

MANUFATURA PRODUTOS KING PÁGINA 1 de 11 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TÍTULO ÓLEO DE PEROBA. Nº FISPQ 200001 1 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E DO PRODUTO Nome do produto: ÓLEO DE PEROBA. Nome da empresa: LTDA.

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico RESINA UNILENE. Resina Unilene. Basile Química Ind. e Com. Ltda.

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico RESINA UNILENE. Resina Unilene. Basile Química Ind. e Com. Ltda. Folha: 1 / 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Resina Unilene Resina Unilene A-80, Resina Unilene A-90, Resina unilene A-100, Resina Unilene AC-100, Resina Unilene

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos 01 Identificação do produto e da Empresa Nome do Produto:DETERGENTE NEUTRO Natureza Química:Detergente Lava Louça Autorização de Funcionamento / MSNº: 3.04500.8 GEVISA SDNº:99.007.04 Embalagens:Embalagens

Leia mais

Nome da substância ou mistura: Pata de Vaca Pó Versão: 1

Nome da substância ou mistura: Pata de Vaca Pó Versão: 1 06/05/205. Identificação de 5 Nome da substância ou mistura (nome comercial): Pata de Vaca Pó Principais usos recomendados para a substância ou mistura: Diurético e hipoglicemiante Código interno de identificação

Leia mais

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A Nome do Produto: VERCLEAN 900 FISQP N.º: 02 Página: 1/7 Última Revisão: 08/04/13 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: DETERGENTE VERCLEAN 900 Código Interno de Identificação: 101 Nome

Leia mais

4. Preparação de soluções diluídas de ácidos e bases fortes

4. Preparação de soluções diluídas de ácidos e bases fortes 21 4. Preparação de soluções diluídas de ácidos e bases fortes 1 Objetivos O propósito deste experimento é o da preparação de uma solução aquosa diluída de um ácido forte, pelo método da diluição de soluções

Leia mais

HIPEX FRIGOLAT 200 Detergente Alcalino Desincrustante

HIPEX FRIGOLAT 200 Detergente Alcalino Desincrustante Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS HIPEX FRIGOLAT 200 Detergente Alcalino Desincrustante 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Detergente Alcalino Desincrustante

Leia mais

DECAP AP Desincrustante Ácido

DECAP AP Desincrustante Ácido Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS DECAP AP Desincrustante Ácido 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Nome Comercial: Empresa: Desincrustante Ácido DECAP

Leia mais

Ingredientes ativos N CAS Faixa de concentração (%) Ácido Sulfônico (LAS) ND 4. 0 6. 0 Aditivos Neutralizantes 1310-73-2 8. 0 9. 8

Ingredientes ativos N CAS Faixa de concentração (%) Ácido Sulfônico (LAS) ND 4. 0 6. 0 Aditivos Neutralizantes 1310-73-2 8. 0 9. 8 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Aplicação: Produto de uso preparada para limpeza de toda parte externa do veículo. Pode ser usadas para limpeza de pisos, calçadas e fachadas.

Leia mais

4027 Síntese de 11-cloroundec-1-eno a partir de 10-undecen-1-ol

4027 Síntese de 11-cloroundec-1-eno a partir de 10-undecen-1-ol 4027 Síntese de 11-cloroundec-1-eno a partir de 10-undecen-1-ol OH SOCl 2 Cl + HCl + SO 2 C 11 H 22 O C 11 H 21 Cl (170.3) (119.0) (188.7) (36.5) (64.1) Classificação Tipos de reações e classes das substâncias

Leia mais

MÉTODO DE ANÁLISE. Emissão inicial: 23.04.2007 Última revisão: 25.07.2012

MÉTODO DE ANÁLISE. Emissão inicial: 23.04.2007 Última revisão: 25.07.2012 Pág.: 1/5 1.0. OBJETIVO Determinar o teor Zinco em Óxido de Zinco, Pó de Zinco, ligas metálicas de Zinco e resíduos de Zinco. 2.0. ABRANGÊNCIA Laboratório de Controle de Qualidade. 3.0 DEFINIÇÕES Não se

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ. Nome do produto: Botatop HD 150 FISPQ nº: 721 Data da última revisão: 02/04/2007

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ. Nome do produto: Botatop HD 150 FISPQ nº: 721 Data da última revisão: 02/04/2007 Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Botatop HD 150 - Código interno do produto: 721 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Av.

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP.

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP. Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Nome da Empresa: CICATRILEX PRATA Ceva Saúde Animal Ltda. Rua Manoel Joaquim Filho, 303, CEP. 13148-115 Paulínia / SP. Nome do Fabricante:

Leia mais

Entupimento em Bicos Queimadores O produto SAFE 405 mantém os bicos queimadores sempre limpos, evitando entupimentos indesejados.

Entupimento em Bicos Queimadores O produto SAFE 405 mantém os bicos queimadores sempre limpos, evitando entupimentos indesejados. JohnsonDiversey SAFE 405 Aditivo para óleos combustíveis. Anti-corrosivo Evita o processo corrosivo em tanques de armazenagem de óleo tipo BPF. Com a melhora da queima do combustível, reduz a quantidade

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011 FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A MAIO 2011 APSA Nº21 11º Ano de Escolaridade 1- Classifique, justificando, as soluções aquosas dos sais que se seguem como ácidas, básicas ou neutras. a) CaCO 3 b)

Leia mais

FICHA TÉCNICA UNIFIX USO GERAL COM FUNGICIDA

FICHA TÉCNICA UNIFIX USO GERAL COM FUNGICIDA F.I.S.P.Q. N 02 - Página 1/9 FICHA TÉCNICA UNIFIX USO GERAL COM FUNGICIDA DESCRIÇÃO DO PRODUTO Vedante de silicone mono -componente, de cura acética, alta velocidade de cura, módulo baixo, alto desempenho

Leia mais

Comércio de Produtos Químicos

Comércio de Produtos Químicos Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos FISPQ 1.) Identificação do Produto Nome do Produto: Pombo Código do Produto: Pr 295307 2.) Composição e Informação sobre os Ingredientes Substância:

Leia mais

Final 5 de Maio de 2007

Final 5 de Maio de 2007 Final 5 de Maio de 2007 Prova Prática Nome:.... Escola:....... Departamento de Química A cafeína é um composto químico de fórmula C 8 H 10 N 4 O 2 classificado como alcalóide e designado quimicamente como

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 1040

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 1040 FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 1040 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Óleo Petroquil 1040 Nome da empresa: Inoquímica Indústria e Comércio

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) ENGINE

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) ENGINE ENGINE 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto: ENGINE Identificação da Empresa: Nippon Chemical Ind. e Com. de San. e Det. Prof. Ltda Rua Platina, nº 259 Recreio Campestre Jóia

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: CORANTE CARAMELO CER Página: (1 of 8) ATENçÃO: Leia atentamente esta Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ) antes

Leia mais

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico GOLPANOL ALS 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico GOLPANOL ALS 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Página 1 de 7 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome da Empresa/Fornecedor Resimapi Produtos Químicos Ltda Nome do Produto: Golpanol Endereço: Av. Osaka, 800 Arujá São Paulo Telefone da Empresa:

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) LAT 54

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) LAT 54 LAT 54 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto: LAT 54 - DETERGENTE SEMIPASTOSO ESPUMANTE Identificação da Empresa: Química Foz do Iguaçu Ind. e Com. de Prod. Químicos Ltda.

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DETERGENTE NEUTRO MALTEX

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) DETERGENTE NEUTRO MALTEX Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) 01/06 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto:. Aplicação: Utilizado para limpeza manual de louças e remoção de resíduos de

Leia mais

Produtos químicos PERIGOSOS

Produtos químicos PERIGOSOS Produtos químicos PERIGOSOS Como podemos identificar os produtos químicos perigosos? Os produtos químicos estão presentes em todo o lado, quer em nossas casas, quer nos locais de trabalho. Mesmo em nossas

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI MASTER HARD SS Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere, 198

Leia mais

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos;

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos; :: Sabão Líquido :: Para fazer 30 litros Ingredientes: 1,5 litros de azeite (morno) ½ quilo de soda cáustica 1,5 litros de álcool líquido 1 litro de água (1ª etapa) 27 litros de água (2ª etapa) 2 colheres

Leia mais

DESINFETANTE HIPEZA Desinfetante de Uso Geral

DESINFETANTE HIPEZA Desinfetante de Uso Geral Página 1 de 5 FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS DESINFETANTE HIPEZA Desinfetante de Uso Geral 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Nome Comercial: Empresa: Desinfetante

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 600

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 600 FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Óleo Petroquil 600 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Óleo Petroquil 600 Nome da empresa: Inoquímica Indústria e Comércio

Leia mais

Catálogo 2015. Português. Ideias límpidas. Equipamento para carroçaria

Catálogo 2015. Português. Ideias límpidas. Equipamento para carroçaria Catálogo 2015 Ideias límpidas Equipamento para carroçaria Português 4500 mq Estabelecimento IDEIAS LÍMPIDAS DESDE 1979 A Rosauto é uma empresa consolidada, leader na Europa na produção de recipientes de

Leia mais

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE

REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE REGULAMENTO DOS LABORATÓRIOS ESPECIALIZADOS DA ÁREA DE SAÚDE I. Objetivos do Regulamento dos Laboratórios Especializados da Área de Saúde 1. Fornecer um guia geral e regras básicas consideradas mínimas

Leia mais

DATAPREV Divisão de Gestão Operacional e Controle - D1GC Serviço Técnico a Softwares de Produção STSP

DATAPREV Divisão de Gestão Operacional e Controle - D1GC Serviço Técnico a Softwares de Produção STSP GIS Gertran Integration Suite Guia de T ransferência de Arquivos Entidade x DATAPREV Versão 1.0 HTTPS G I S G ui a de T ra n sf er ên ci a d e Ar qu i vo s 1/ 8 ÍNDICE ANALÍT ICO 1. INTRODU ÇÃO......4

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA SOBRE PRODUTO QUÍMICO. Preparado: Este produto é uma composição de cargas minerais.

FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA SOBRE PRODUTO QUÍMICO. Preparado: Este produto é uma composição de cargas minerais. FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA SOBRE PRODUTO QUÍMICO UT-X FE POWDER CÓDIGO FISPQ-1616 REVISÃO 0 EMISSÃO 14/08/2012 APROVAÇÃO 14/08/2012 Page 1 of 5 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Leia mais

Nome da substância ou mistura: Levedo de Cerveja Versão: 1

Nome da substância ou mistura: Levedo de Cerveja Versão: 1 3/08/205. Identificação de 5 Nome da substância ou mistura (nome comercial): Levedo de Cerveja Principais usos recomendados para a substância ou mistura: Siplemento nutricional de fibras e grãos Código

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO (FISPQ) NOME DO PRODUTO: BIOFLOC A 5030

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO (FISPQ) NOME DO PRODUTO: BIOFLOC A 5030 NOME DO PRODUTO: BIOFLOC A 5030 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: BIOFLOC A 5030 Escritório: Nome da empresa: Biofloc Comercio e Representação de Produtos Químicos. Endereço: Av.

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ Data da emissão: 01.03.2005 Edição substituta de 01.02.2002 1. Identificação do produto e da empresa Identificação da substância/preparação

Leia mais

TELEFONE PARA EMERGÊNCIAS: 0800-7077022 (SUATRANS)

TELEFONE PARA EMERGÊNCIAS: 0800-7077022 (SUATRANS) 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Código do Produto: 3076 Data da FISPQ: 01/11/2005 Comercializado por: BRENNTAG QUÍMICA BRASIL LTDA Guarulhos - SP Rua Hum, 1.333 Bonsucesso Guarulhos CEP

Leia mais

COMO CUIDAR DE GATOS E CÃES RECÉM-NASCIDOS ASSOCIAÇÃO QUATRO PATINHAS

COMO CUIDAR DE GATOS E CÃES RECÉM-NASCIDOS ASSOCIAÇÃO QUATRO PATINHAS COMO CUIDAR DE GATOS E CÃES RECÉM-NASCIDOS ASSOCIAÇÃO QUATRO PATINHAS COMO CUIDAR DE GATOS E CÃES RECÉM-NASCIDOS SOBRE OS FILHOTES RECÉM-NASCIDOS Gatinhos e cãozinhos filhotes nascem ainda mais dependentes

Leia mais

CÓDIGO FISPQ-0580 REVISÃO 0 EMISSÃO 20/09/2002 APROVAÇÃO 20/09/2002 Pagina 1 de 5

CÓDIGO FISPQ-0580 REVISÃO 0 EMISSÃO 20/09/2002 APROVAÇÃO 20/09/2002 Pagina 1 de 5 CÓDIGO FISPQ-0580 REVISÃO 0 EMISSÃO 20/09/2002 APROVAÇÃO 20/09/2002 Pagina 1 de 5 FISPQ - FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA SOBRE PRODUTO QUÍMICO 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Aplicação:

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH)

Ficha de Dados de Segurança Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) Conforme o Regulamento (CE) Nº 1907/2006 (REACH) 1.- Identificação da substância ou do preparado e da sociedade ou empresa Identificação da substância ou do preparado Identificação da sociedade ou empresa:

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão (POP) Centro Endoscópico: Assistencial Título. Limpeza, Desinfecção, Transporte e Armazenamento do Broncoscópio

Procedimento Operacional Padrão (POP) Centro Endoscópico: Assistencial Título. Limpeza, Desinfecção, Transporte e Armazenamento do Broncoscópio Procedimento Operacional Padrão (POP) POP NEPEN/DE/HU Centro Endoscópico: Assistencial Título Limpeza, Desinfecção, Transporte e Armazenamento do Broncoscópio Versão: 01 Próxima revisão: 2016 Elaborado

Leia mais