Fundamentos da EtherNet/IP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fundamentos da EtherNet/IP"

Transcrição

1 Fundamentos da EtherNet/IP CO900H

2 Operações de Manufatura Prioridades e Requisitos de Mercado Principais Prioridades para Operações de Manufatura Iniciativas Estratégicas para Atingir os Objetivos do Negócio? Fonte : Manufacturing Performance Management, Aberdeen Group

3 Manufatura e Convergência de TI Gerando Demanda e Oportunidade Convergência Tecnologica Instalações de Redes Cabeadas Convergência de Redes Convergência Organizacional Modelo de Inovação Tecnologica Aumento no Foco no Negócio Agilidade Vantagem Competitiva Convergência Cultural Source: Cisco and Rockwell Automation

4 Arquitetura Integrada Estação de Operação ( OWS ) Estação de Manutenção Relatórios Históricos Análise de Eficiência Auditoria ( MWS ) Ethernet Servidor do Sistema de Aplicação de Processo ( PASS ) Ethernet Escritório Asset Management Fire Wall Ethernet ControlLogix ControlLogix GuardLogix DeviceNet/ControlNet/Ethernet DeviceNet / DeviceNetSafety ControlNet Flex Ex Média Tensão HART CCM Flex I/O H1 HART ControlNet Fibra Foundation Fieldbus

5 Convergência das Redes Industriais Corporate Network Corporate Network Back-Office Mainframes and Servers (ERP, MES,etc.) Human Machine Interface (HMI) Control Network Gateway Supervisory Control Office Applications, Internetworking, Data Servers, Storage Back-Office Mainframes and Servers (ERP, MES, etc.) Human Machine Interface (HMI) Office Applications, Internetworking, Data Servers, Storage Controller Supervisory Control Controller Robotics Motors, Drives Actuators Motors, Drives Actuators Sensors and other Input/Output Devices Robotics Sensors and other Input/Output Devices Traditional 3 Tier Industrial Network Model Converged Ethernet Industrial Network Model EtherNet/IP - Enabling/Driving Convergence of Control and Information

6 Modelo de referência OSI Open System Interconnection Layer Name Layer No. Function Examples Application Layer 7 Network Services to User App CIP Presentation Layer 6 Encryption/Other processing Session Layer 5 Manage Multiple Applications Transport Layer 4 Reliable delivery/error correction TCP - UDP Network Routers Layer 3 Logical addressing - Routers IP Data Link Switches Layer 2 Access Endpoints MAC address MAC Physical (PHY) Cabling Layer 1 Specifies voltage, pin-outs, cable TIA -568-B Modelo da rede TCP/IP

7 Ethernet/IP Rede Aberta Layer No. Layer 7 CIP Sync TM IEEE1588 Layer 6 Layer 5 Layer 4 Layer 3 Layer 2 Network Independent Layer 1

8 Unicast e Broadcast Transação individual: Exemplo Instrução de Message UNICAST Controller Transação de um para todos: Exemplo Who Active do RSLinx BROADCAST Controller

9 Camada de Aplicação Common Industrial Protocol O CIP: É o protocolo utilizado pela DeviceNet, ControlNet e Ethernet Aberta e padronizada Permite roteamento entre redes CIP Permite controle e mensagens em tempo real simultaneamente Testes de conformidade

10 EtherNet/IP Múltiplas aplicações Safety Integração com o IT EtherNet/IP- Sistemas convencionais e de segurança no mesmo fio EtherNet/IP aumenta a capacidade de integração entre a Produção e o Corporativo. Motion-Posicionamento EtherNet/IP Sincronização e posicionamento em conformidade com a norma IEEE 1588 Security EtherNet/IP: aumento da segurança de acesso Uma só rede, múltiplos benefícios

11 EtherNet/IP IP refere-se a Industrial Protocol Padrões IEEE standard Ethernet, Precision Time Protocol (IEEE-1588) IETF - Internet Engineering Task Force, standard Internet Protocol (IP) IEC - International Electrotechnical Commission ODVA - Common Industrial Protocol (CIP) Integração com TI e preparada para o futuro (Sustentabilidade) Tecnologia consolidada - produtos, aplicações e fornecedores Plataforma multidisciplinar para controle e informação ODVA Suportada for fornecedores globais: Cisco Systems, Omron, Schneider Electric Bosch Rexroth AG e Rockwell Automation Aprovada em testes de desempenho e Conformidade

12 Ethernet Industrial EtherNet/IP é a lider global em número de nós vendidos Ethernet TCP/IP Padrão, não modificada Padrão: Tecnologia de ponta Comporta informações comerciais e industriais em uma infraestrutura comum Rede com capacidade para milhares de nós Topologia flexivel e compatível com sua planta Diversos fornecedores Ampla gama de produtos Fonte: IMS Research Rockwell Automation, Bosch Rexroth, Omron e Schneider Electric usam EtherNet/IP como base tecnológica. Varios outros fornecedores também utilizam EtherNet/IP.

13 EtherNet/IP Árvore Estrela Linha tronco/ derivação Características EtherNet/IP: Nós ilimitados 100 Mb Full-Duplex As opções de fibra e de repetidor estão disponíveis para aumentar a distância ou criar uma topologia de anel Distâncias: 100 m para cabo 20 Km para fibra Anel

14 Como funciona o Device Level Ring (DLR)? Cada anel deve ter um supervisor de anel / A função do supervisor de anel é gerenciar o tráfego e guardar informação de diagnóstico. Pode haver vários supervisores de anel, mas somente um pode ser o supervisor ativo. O 1783-ETAP e o 1756-EN2TR tem a capacidade de supervisionar o anel. Supervisor de anel Quando um rompimento de fio acontece, o supervisor de anel redireciona o tráfego para garantir operação contínua da rede. O tempo de recuperação da rede é inferior a 3 ms para uma rede de até 50 nós. O supervisor também sabe a localização exata da interrupção, permitindo a solução rápida do problema. Não há necessidade de configuração adicional nos outros nós.

15 Anel nos 2 níveis: switches e dispositivos (DLR) Disponibilidade de rede e dispositivos Supervisor do Anel Nó 1 Nó 2 Nó 3 Nó 4

16 Switches Gerenciáveis e não Gerenciáveis Layer 2 e Layer 3 Fixed Managed Port Configurations: 4 copper ports, 8 copper ports plus 1 fiber Features: RSLogix 5000 profile, tags & faceplates VLANs, QoS, IGMP, Port mirroring, MAC ID port security & DHCP IP address assignment per port Unmanaged Port Configurations: 4, 5, 7, & 8 port versions Fiber & Copper options Features: No configuration required Stratix 8000 Modular Managed Port Configurations: 6 to 26 ports 6 & 10 ports base units 8 port copper & fiber expansion options Features: Cisco Technology: IOS, CLI, CNA Automation Smartports RSLogix 5000 profile, tags & faceplates VLANs, QoS, SNMP, IGMP, Port mirroring, MAC ID port security, DHCP IP address assignment per port, & REP (fast ring protocol) CompactFlash - nonvolatile config. storage Stratix 2000 Applications with small, isolated networks Stratix 6000 Monitor and control distributed devices Plant floor and enterprise integration

17 Stratix 5700 Layer 2 3 port configurations across 5 HW platforms offering 20 versions 6 port (5.1 H, 2.95 W, 4.3 D) 6 copper ports 4 copper ports + 2 SFP slots 10 ports (5.1 H, 3.6 W, 4.3 D), (5.1 H, 3.6 W, 5.05 D) 8 copper ports + 2 combo* 20 ports (5.1 H, 5.0 W, 5.05 D) 16 copper + 2 combo* ports + 2 SFP slots SFP slots for multi & single mode fiber New SFPs added to overall portfolio Advanced feature set: Two software packages - lite or full REP, Etherchannel, Flexlink 2 Gig ports IEEE 1588 support Conformal coating Embedded NAT *Combo = copper or SFP

18 Stratix 5700 NAT Overview Network Address Translation Provides 1 to 1 IP address translations Maximum 1 subnet and 127 single translations Translations provided on uplink ports One or both ports for ring support Translation Cable table break is stored as part of switch configuration Send message to Machine 2 PLC at address Send message to Machine 1 PLC at address Improve Now send system message uptime to Machine by adding 1 the PLC REP at address ring, unique to our when solution. broken connection Stratix 8300 REP Line Controller Machine 1 NAT Translation = Machine 2 NAT Translation = Allows duplicate machines to be easily integrated into i ti hit t

19 Portifólio de switch de ponta-a-ponta para arquiteturas de manufatura Construído em estrutura de rede Cisco e melhores práticas Cisco IOS baseado em plataformas e as características consistentes Integração com soluções Cisco e as aplicações de gerenciamento de rede de TI Resiliência e recursos disponíveis REP, links flexíveis, HSRP, Stackwise, ISSU Caractrísticas de segurança da plataforna catalyst Trafêgo de dados da aplicação otimizados: QoS, IGMP, PTP (IEEE1588) Estrutura de rede escalonável integração de video, comunicação, wireless, e suporte para novas aplicações de manufatura.

20 Ferramenta de Configuração Web Smartports Configurações pré-definidas: Otimize o fluxo da porta Maximize a performance A programação certa para o dispositivo certo

21 Ferramentas para Monitorar a rede Utilize os faceplates para monitorar o tráfego e diagnóstico da rede Status em tempo real no RSLogix 5000 Tags pré-configuradas no Logix Cisco Network Assistant (CNA) Solução para os problemas de rede

22 DHCP Por Porta Substituição de dispositivo O dispositivo recebe o mesmo endereço de IP após troca DHCP Server DHCP Server Falha do Drive Troca do Drive Simplifica a manutenção e melhora o OEE

23 Redundância Tira vantagem daethernet/ip em DLR Protocol Suporta tecnologia em anel Trabalha com plataforma de I/O redundante com adaptadores de SIL2 TUV

24 Sincronismo de Tempo (CIP Sync) e Sequencia de Eventos (SOE) Aplicações: Sequencia de Eventos com estampa de tempo com resolução de microsegundos. Usado extensivamente em Energia para detecção de primeira falha. Controller Clocks Synched Database Stratix 8000 Controller Clocks Synched L 6 X E N 2 T R S O E D O U T E N 2 T R S O E L 6X CLX Chassi s #1 G M S CLX Chassis #2 S Event TS done here. Event TS done here. Stratix 8000 S S 1732E- IB16M12SOEDR Armor Block I/O #1 1732E- IB16M12SOEDR Armor Block I/O #2

25 Informação em tempo real Internet Enterprise Network Automation Network HMI Programmable Controllers Cameras Programmable Automation Controllers Secure Remote Access Motion Controllers Ethernet EtherNet/IP Safety Controllers Historian Asset Management Operator Consoles Process Controllers Voice Energy Management Fieldbus Device Network I/O Robots Drives Servo Drives Encoders Safety I/O Light Curtains Drives w/ Safety Instruments Barcode Scanners Valves Discrete Motion Safety Process Power Drives Overloads Starters Smart Motor Controllers

26 Exemplo de Arquitetura CIP Sync TM IEEE1588 Safety I/O Safety Controller CIP Sync TM IEEE1588 Camera Safety I/O Controller HMI I/O VFD I/O Controller Servo Drive Servo Drive

27 Rede Industrial Convergênte Arquitetura de Rede Internet Web Apps DNS FTP Rede Corporativa Nível 4-5 Integração de IT Corporativa Colaboração Wireless Otimização de Aplicação Patch Management Terminal Services Application Mirror AV Server Gbps Link for Failover Detection Firewall (Standby) Cisco ASA 5500 Demilitarized Zone (DMZ) Controle de Acesso Proteção contra Ameaças Firewall (Active) FactoryTalk Application Servers Cisco Catalyst 6500/4500 Cisco Cat StackWise Switch Stack Cisco Catalyst Switch Network Services Rede de Produção Nível 3 Segmentação Redes Multi-Serviço Aplicações e Gerenciamento de Segurança Drive Controller HMI Distributed I/O Cell/Area #1 (Redundant Star Topology) Rockwell Automation Stratix 8000 Layer 2 Access Switch Controller HMI Drive Cell/Area #2 (Ring Topology) HMI Distributed I/O Controller Drive Cell/Area #3 (Bus/Star Topology) Célula de Acesso Nível 0-2 Controle Real-Time Convergência <100ms Tráfego Multicast Simplicidade Integração MFG

28 Segurança de Redes: Fiquem Atentos! Stratix 5900 Conexão Site-to- Site: VPN. Perfil industrial Physical features RJ-45 Gigabit WAN 4 10/100Base-Tx LAN ports Shock /Vibration & Extended Temperature Network features ACL / Firewall DHCP QoS VLAN NAT 30

29 ControlLogix EtherNet/IP Communication Module Selection Chart

30 Projetos Redes Industriais Design Projeto Treinam. Instalação Manut. Localiz. Falhas Validação

31 Exemplo de problemas de instalação

32 Exemplo de problemas de instalação

33 Exemplo de problemas de instalação

34 Exemplo de problemas de instalação

35 Exemplo de problemas de instalação 37 Copyright 2010 Rockwell Automation Inc All rights

36 Exemplo de problemas de instalação 38

37 Perguntas? CO900H

CE02 Mobilidade e Conectividade na indústria, as informações na palma da sua mão

CE02 Mobilidade e Conectividade na indústria, as informações na palma da sua mão CE02 Mobilidade e Conectividade na indústria, as informações na palma da sua mão Jorge Rosa Rev 5058-CO900D Copyright 2013 Rockwell Automation, Inc. All Rights Reserved. 1 2 O início da Jornada 3 E na

Leia mais

T22 Virtualização, Computação em nuvem e Mobilidade. Quais os benefícios destas tecnologias para a Manufatura?

T22 Virtualização, Computação em nuvem e Mobilidade. Quais os benefícios destas tecnologias para a Manufatura? T22 Virtualização, Computação em nuvem e Mobilidade. Quais os benefícios destas tecnologias para a Manufatura? Rev 5058-CO900D 1 E hoje a Internet das coisas 2 Gordon E. Moore Moore's law is the observation

Leia mais

L12 - Fundamentos de EthernetIP e Switches Stratix

L12 - Fundamentos de EthernetIP e Switches Stratix L12 - Fundamentos de EthernetIP e Switches Stratix Alexandre Lobo & Weltron de Oliveira Area Manager A&S - Rockwell Automation Thiago Marques Domain Expert Leader A&S - Intereng 26/05/2015-5058-CO900H

Leia mais

T01 - Connected Enterprise Integrando Controle e Informação

T01 - Connected Enterprise Integrando Controle e Informação T01 - Connected Enterprise Integrando Controle e Informação PUBLIC PUBLIC - 5058-CO900H É um monte de coisas PUBLIC 2 3 The Internet of Things Billions of devices 50 40 50 Billion Smart Objects 30 20 10

Leia mais

REDE INDUSTRIAL ETHERNET/IP. Prof.: Claudio

REDE INDUSTRIAL ETHERNET/IP. Prof.: Claudio REDE INDUSTRIAL ETHERNET/IP Prof.: Claudio 1 Fluxo de Informações Sistemas Corporativos Integração da Cadeia de suplimentos Operações Flexíveis Sistemas de Produção 2 Necessidade da Rede Industrial 3 Pilares

Leia mais

Connected Enterprise Integrando o Corporativo ao chão de fábrica

Connected Enterprise Integrando o Corporativo ao chão de fábrica Connected Enterprise Integrando o Corporativo ao chão de fábrica Jorge Rosa PUBLIC INFORMATION 1 É um monte de coisas 2 The Internet of Things 3 Things Coisas 4 5 Oportunidade IoT INFORMATION TECHNOLOGY

Leia mais

O Modelo OSI Open Systems Interconection Redes Industriais Semestre 02/2015

O Modelo OSI Open Systems Interconection Redes Industriais Semestre 02/2015 O Modelo OSI Open Systems Interconection Redes Industriais Semestre 02/2015 Engenharia de Controle e Automação Introdução Dentro de uma rede, a comunicação entre controladores e estações é possível pela

Leia mais

L13 - Aplicação do NAT (Network Address Translator)

L13 - Aplicação do NAT (Network Address Translator) L13 - Aplicação do NAT (Network Address Translator) PUBLIC Alexandre Lobo & Weltron de Oliveira Area Manager A&S - Rockwell Automation Thiago Marques Domain Expert Leader A&S - Intereng 26/05/2015 PUBLIC

Leia mais

Os três pilares da Empresa Conectada. José Carlos de Aguiar Automação & Software 22/06/2016

Os três pilares da Empresa Conectada. José Carlos de Aguiar Automação & Software 22/06/2016 Os três pilares da Empresa Conectada José Carlos de Aguiar Automação & Software 22/06/2016 Smart Things Mobility Big Data Analytics Cloud Security R&D/Innovation $503B THE CONNECTED ENTERPRISE Workforce

Leia mais

Infraestrutura e segurança de redes Ethernet Industriais garantindo a integridade e segurança dos dados

Infraestrutura e segurança de redes Ethernet Industriais garantindo a integridade e segurança dos dados 1 Infraestrutura e segurança de redes Ethernet Industriais garantindo a integridade e segurança dos dados RSTechEd Leandro Costa Territory Account Manager +55 11 97404-3244 bra-lp@panduit.com Visão Geral

Leia mais

HSE High Speed Ethernet (Novo padrão em backbones de redes de automação fieldbus )

HSE High Speed Ethernet (Novo padrão em backbones de redes de automação fieldbus ) HSE High Speed Ethernet (Novo padrão em backbones de redes de automação fieldbus ) Disciplina: Redes de Alta Velocidade Jean Willian de Moraes 782 Odemil Camargo 971 PAUTA DA APRESENTAÇÃO Evolução dos

Leia mais

L10 - Introdução ao RSLogix Designer

L10 - Introdução ao RSLogix Designer L10 - Introdução ao RSLogix Designer PUBLIC Alexandre Lobo & Weltron de Oliveira Area Manager A&S - Rockwell Automation Thiago Marques Domain Expert Leader A&S - Intereng 26/05/2015 PUBLIC - 5058-CO900H

Leia mais

Rede Industrial e Tecnologias de Controle Redes Industriais Semestre 02/2015

Rede Industrial e Tecnologias de Controle Redes Industriais Semestre 02/2015 Rede Industrial e Tecnologias de Controle Redes Industriais Semestre 02/2015 Engenharia de Controle e Automação Sistema de Controle Baseado e PC versus Controladores Industriais Formas de apresentação:

Leia mais

Arquiteturas de Redes Industriais Redes Industriais Semestre 01/2015

Arquiteturas de Redes Industriais Redes Industriais Semestre 01/2015 9/18/15 Arquiteturas de Redes Industriais Redes Industriais Semestre 01/015 Engenharia de Controle e Automação Introdução A arquitetura dos sistemas de automação vem evoluindo da arquitetura local para

Leia mais

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4

Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch de Acesso Fast Ethernet Modelo de Referência - Cisco SRW224G4 Switch Fast Ethernet com as seguintes configurações mínimas: capacidade de operação em camada 2 do modelo OSI; 24 (vinte e quatro) portas

Leia mais

Solução de Acesso Remoto Seguro Escalável

Solução de Acesso Remoto Seguro Escalável Solução de Acesso Remoto Seguro Escalável PUBLIC PUBLIC - 5058-CO900H PUBLIC 2 Agenda Impacto para o cliente Acesso Remoto Seguro Demonstração Solução escalavél PUBLIC Impacto para o cliente Você provavelmente

Leia mais

Soluções de controle distribuído de motores. Soluções ArmorStart para suas necessidades de aplicação industrial leves e pesadas

Soluções de controle distribuído de motores. Soluções ArmorStart para suas necessidades de aplicação industrial leves e pesadas Soluções de controle distribuído de motores Soluções ArmorStart para suas necessidades de aplicação industrial leves e pesadas VANTAGENS DA: ARQUITETURA ON-MACHINE FABRICANTE DE MÁQUINAS AUMENTE A PRODUTIVIDADE

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso

Características: Switch Industrial Ethernet: Cisco Secure Agent: É isolado de todas as outras redes por um firewall ou por uma lista de acesso O switch Industrial Ethernet Cisco Catalyst 2955 garante a confiabilidade o determinismo e a segurança fundamentais para uma rede de controle de produção. A confiabilidade é obtida evitando que PLCs e

Leia mais

L11 - ICS - Segurança de Sistemas de Controle Industrial

L11 - ICS - Segurança de Sistemas de Controle Industrial L11 - ICS - Segurança de Sistemas de Controle Industrial Alexandre Lobo & Weltron de Oliveira Area Manager A&S - Rockwell Automation Thiago Marques Domain Expert Leader A&S - Intereng 26/05/2015-5058-CO900H

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Administração de Empresas 2º Período Informática Aplicada REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Prof. Sérgio Rodrigues 1 INTRODUÇÃO Introdução Este trabalho tem como objetivos: definir

Leia mais

EtherCAT Protocolo de comunicação industrial baseado em Ethernet. Fernando Cassão Engenheiro de Vendas André Oliveira Engenheiro de Vendas

EtherCAT Protocolo de comunicação industrial baseado em Ethernet. Fernando Cassão Engenheiro de Vendas André Oliveira Engenheiro de Vendas EtherCAT Protocolo de comunicação industrial baseado em Ethernet Fernando Cassão Engenheiro de Vendas André Oliveira Engenheiro de Vendas Agenda Por que protocolos baseados em Ethernet? Visão Geral sobre

Leia mais

L03 - Segurança integrada usando controladores Logix - CompactGuardLogix

L03 - Segurança integrada usando controladores Logix - CompactGuardLogix L03 - Segurança integrada usando controladores Logix - CompactGuardLogix Dangelo Ávila Gerente de Produto Email: dmavila@ra.rockwell.com Cel: (021) 98207-5700 PUBLIC PUBLIC - 5058-CO900H Copyright 2011

Leia mais

Projeto hierárquico de uma rede. Projeto Lógico da Rede. Projeto de Redes de Computadores. Projeto de Redes de Computadores

Projeto hierárquico de uma rede. Projeto Lógico da Rede. Projeto de Redes de Computadores. Projeto de Redes de Computadores Projeto Lógico da Rede Projeto da Topologia da Rede Uma topologia é um mapa de uma rede que indica: segmentos de rede (redes de camada 2) pontos de interconexão comunidades de usuários Queremos projetar

Leia mais

Projeto Lógico da Rede

Projeto Lógico da Rede Projeto Lógico da Rede Projeto da Topologia da Rede Uma topologia é um mapa de uma rede que indica: segmentos de rede (redes de camada 2) pontos de interconexão comunidades de usuários Queremos projetar

Leia mais

PROFINET. O padrão em Ethernet Industrial para Automação

PROFINET. O padrão em Ethernet Industrial para Automação PROFINET O padrão em Ethernet Industrial para Automação O que é PROFINET? É um padrão aberto baseado no Industrial Ethernet É desenvolvimento da PROFIBUS & PROFINET International (PI) Utiliza padrões TCP/IP

Leia mais

Tipos de Redes. Redes de Dados. Comunicação em Rede Local. Redes Alargadas. Dois tipos fundamentais de redes

Tipos de Redes. Redes de Dados. Comunicação em Rede Local. Redes Alargadas. Dois tipos fundamentais de redes Tipos de Redes Redes de Sistemas Informáticos I, 2005-2006 Dois tipos fundamentais de redes LAN = Local Area Network Interliga um conjunto de computadores locais, próximos Tecnologias mais típicas: Ethernet

Leia mais

2.1 Perímetro com a WAN

2.1 Perímetro com a WAN ANEXO I. Projeto Básico 1 ESCOPO O escopo desse projeto é implementar soluções de switch core, switch de borda, sistema de controle de acesso à rede, access points, sistemas de gerenciamento wireless,

Leia mais

Introdução ao Protocolo TCP/IP. Prof. Gil Pinheiro UERJ/FEN/DETEL

Introdução ao Protocolo TCP/IP. Prof. Gil Pinheiro UERJ/FEN/DETEL Introdução ao Protocolo TCP/IP Prof. Gil Pinheiro UERJ/FEN/DETEL Introdução ao Protocolo TCP/IP Protocolo Inter Redes Histórico Estrutura do Protocolo TCP/IP Equipamentos de Interconexão Endereçamento

Leia mais

GPON-IN-A-BOX. QREN - I&D em Co-Promoção. Co-financiado por:

GPON-IN-A-BOX. QREN - I&D em Co-Promoção. Co-financiado por: Co-financiado por: Co-financiado por: PT Inovação/DSR3 GPON Solutions - Central Office OLT8CH / OLT360 3 Agenda FTTx Topology OLT7-8CH Equipment OLT360 Equipment SW Features & HW Resources RF Overlay in

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Teoria e Prática Douglas Rocha Mendes Novatec Sumário Agradecimentos...15 Sobre o autor...15 Prefácio...16 Capítulo 1 Introdução às Redes de Computadores...17 1.1 Introdução... 17

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Comunicação Industrial: Algumas características importantes em Switches Industriais.

Comunicação Industrial: Algumas características importantes em Switches Industriais. Comunicação Industrial: Algumas características importantes em Switches Industriais. O uso de switches ethernet é cada vez maior em redes industriais, não resta dúvida, e essa utilização não é de agora.

Leia mais

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento Romeu Reginato Julho de 2007 Rede. Estrutura de comunicação digital que permite a troca de informações entre diferentes componentes/equipamentos

Leia mais

Modelos de Redes em Camadas

Modelos de Redes em Camadas Modelos de Redes em Camadas Prof. Gil Pinheiro 1 1. Arquitetura de Sistemas de Automação Sistemas Centralizados Sistemas Distribuídos Sistemas Baseados em Redes Arquitetura Cliente-Servidor 2 Sistemas

Leia mais

Introdução à Computação: Sistemas de Computação

Introdução à Computação: Sistemas de Computação Introdução à Computação: Sistemas de Computação Beatriz F. M. Souza (bfmartins@inf.ufes.br) http://inf.ufes.br/~bfmartins/ Computer Science Department Federal University of Espírito Santo (Ufes), Vitória,

Leia mais

Sistemas Informáticos Cisco Certified Networking Academy (v5.0)

Sistemas Informáticos Cisco Certified Networking Academy (v5.0) Sistemas Informáticos Cisco Certified Networking Academy (v5.0) Enquadramento Geral Objetivos do Percurso Dotar os formandos de conhecimentos iniciais de Routing e Switching Preparar para os exames de

Leia mais

Tecnologia de chave embutida EtherNet/IP Topologias de anel linear e de nível de equipamento Códigos de catálogo 1756-EN2TR, 1756-EN3TR, 1783-ETAP,

Tecnologia de chave embutida EtherNet/IP Topologias de anel linear e de nível de equipamento Códigos de catálogo 1756-EN2TR, 1756-EN3TR, 1783-ETAP, Tecnologia de chave embutida EtherNet/IP Topologias de anel linear e de nível de equipamento Códigos de catálogo 1756-EN2TR, 1756-EN3TR, 1783-ETAP, 1783-ETAP1F, 1783-ETAP2F, 1734-AENTR, 1738-AENTR, 1732E

Leia mais

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Tecnologia Revisão 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Comunicação de Dados As redes de computadores surgiram com a necessidade de trocar informações, onde é possível ter acesso

Leia mais

Tipos de Redes. Dois tipos fundamentais de redes

Tipos de Redes. Dois tipos fundamentais de redes Redes de Tipos de Redes Dois tipos fundamentais de redes LAN = Local Area Network Interliga um conjunto de computadores locais, próximos Tecnologias mais típicas: Ethernet / FastEthernet / GigabitEthernet

Leia mais

Novidades em Wireless Eduardo Lima

Novidades em Wireless Eduardo Lima Novidades em Wireless Eduardo Lima Regional Manager - Brazil elima@prosoft-technology.com Quais as novidades em Wireless? 802.11abgn Fast Industrial Hotspot Radiating Cable Wireless System Industrial Cellular

Leia mais

Protocolos Industriais DeviceNet Redes Industriais Semestre 01/2015

Protocolos Industriais DeviceNet Redes Industriais Semestre 01/2015 Protocolos Industriais DeviceNet Redes Industriais Semestre 01/2015 Engenharia de Controle e Automação Introdução DeviceNet é um protocolo de comunicação aberto utilizado em automação industrial para troca

Leia mais

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1 Redes de Computadores e Teleinformática Zacariotto 4-1 Agenda da aula Introdução Redes de computadores Redes locais de computadores Redes de alto desempenho Redes públicas de comunicação de dados Computação

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES MEMÓRIAS DE AULA AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO, HISTÓRIA, EQUIPAMENTOS E TIPOS DE REDES Prof. José Wagner Bungart CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Definição de Redes de Computadores e Conceitos

Leia mais

Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede

Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede Janeiro de 2014 Preparado por: Zeus Kerravala Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede por Zeus Kerravala Janeiro

Leia mais

Windows 2000 Server. Overview

Windows 2000 Server. Overview Windows 2000 Server Overview Windows 2000 Server Family Built on NT Technology! Windows 2000 Server " Servidor de Negócios Básico " Até 2 processadores simétricos " Workgroup e implementação departamental!

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica Disciplina: Redes industriais Prof. Luiz Affonso Guedes

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica Disciplina: Redes industriais Prof. Luiz Affonso Guedes Universidade Federal do Rio Grande do Norte Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica Disciplina: Redes industriais Prof. Luiz Affonso Guedes Ethernet Industrial Danielle Simone da Silva José Alberto

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

Cisco ASA Firewall Guia Prático

Cisco ASA Firewall Guia Prático Cisco ASA Firewall Guia Prático 2014 v1.0 Renato Pesca 1 Sumário 2 Topologia... 3 3 Preparação do Appliance... 3 3.1 Configurações de Rede... 7 3.2 Configurações de Rotas... 8 3.3 Root Básico... 9 3.4

Leia mais

Grid e Gerenciamento Multi-Grid

Grid e Gerenciamento Multi-Grid Principais Benefícios Alta disponibilidade, Escalabilidade Massiva Infoblox Oferece serviços de rede sempre ligados através de uma arquitetura escalável, redundante, confiável e tolerante a falhas Garante

Leia mais

Gerenciamento de configuração: White Paper de práticas recomendadas

Gerenciamento de configuração: White Paper de práticas recomendadas Gerenciamento de configuração: White Paper de práticas recomendadas Índice Introdução Fluxo de processo de alto nível para gerenciamento de configuração Criar padrões Controle e gerenciamento de versão

Leia mais

Sumário 1 Introdução... 19 2 O Modelo OSI... 33

Sumário 1 Introdução... 19 2 O Modelo OSI... 33 Sumário 1 Introdução... 19 1.1 Um Resumo da História da Cisco Systems... 19 1.2 Sobre a Certificação Cisco Certified Network Associate CCNA Routing and Switching (R&S)... 20 1.2.1 Por que Tornar-se um

Leia mais

Infra-Estrutura de Redes

Infra-Estrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul Infra-Estrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Ementa 1 Apresentação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PROFIBUS www.profibus.org.br

ASSOCIAÇÃO PROFIBUS www.profibus.org.br Fundamentos e tecnologia do protocolo PROFIBUS Infra-estrutura de comunicação em Indústrias WORKSTATIONS Workstations Rede Industrial Fieldbus Ethernet Ethernet corporativa Rede corporativa LAN LAN Linking

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes

Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.3 Visão Geral de Protocolos de Redes 2 Bibliografia

Leia mais

Fundamentos de Rede. Aula 01 - Introdução e Redes

Fundamentos de Rede. Aula 01 - Introdução e Redes Fundamentos de Rede Aula 01 - Introdução e Redes Contextualização Séculos XVIII e XIX - Revolução Industrial máquinas mecânicas, taylorismo, fábricas hierarquia, centralização da decisão, mainframes Séculos

Leia mais

Visão geral dos switches Cisco Small Business

Visão geral dos switches Cisco Small Business Visão geral dos switches Cisco Small Business Switches Cisco para pequenas empresas Os switches Cisco para pequenas empresas oferecem o projeto, os recursos e as capacidades necessários para ajudar a aumentar

Leia mais

Totally Integrated Automation (TIA) Portal Siemens AG 2015. All Rights Reserved. siemens.com/tia-portal

Totally Integrated Automation (TIA) Portal Siemens AG 2015. All Rights Reserved. siemens.com/tia-portal 20 Maio 2015 Totally Integrated Automation (TIA) Portal siemens.com/tia-portal Indústria - Tendências Tendências Comunicação de campo baseada em Ethernet Funcionalidades IT Aumento de capacidade e flexibilidade

Leia mais

Controle e Automação

Controle e Automação Controle e Automação Sistemas Supervisórios rios e Comunicação OPC Prof. Carlos Conceitos Iniciais Informação Dado Modelos de Redução de Dados Sistemas Supervisórios rios Sistemas SCADA Supervisão e Controle,

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Daniel Romio, CISSP. Check Point Virtual Gateway Edition. Channel Manager - Brasil

Daniel Romio, CISSP. Check Point Virtual Gateway Edition. Channel Manager - Brasil Check Point Virtual Gateway Edition Daniel Romio, CISSP Channel Manager - Brasil Agenda 1 Desafios dos clientes 2 Visão Geral da Solução 3 Casos de Uso 4 Pacotes e preços 5 Sumário 2 Tendências de Mercado

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O Mobile Voice System ( MVS) foi projetado para unificar os recursos do telefone fixo aos smartphones e às redes

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

PlantStruxure. Sistema de Automação de Processos. Tadeu Oliveira Di Fiori Consultor Técnico em Soluções de Automação

PlantStruxure. Sistema de Automação de Processos. Tadeu Oliveira Di Fiori Consultor Técnico em Soluções de Automação PlantStruxure Sistema de Automação de Processos Tadeu Oliveira Di Fiori Consultor Técnico em Soluções de Automação Andre Luiz de Moraes Consultor de negócios filial RJ Marcas da Schneider Electric Tour

Leia mais

1 Gerenciamento de Ativos

1 Gerenciamento de Ativos 1 Gerenciamento de Ativos 1 - OBJETIVO Esse documento tem por objetivo a especificação do sistema de gerência de ativos para um sistema de automação. 2 - CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS Esse documento foi baseado

Leia mais

Como utilizar a Função de Alta Disponibilidade (High Availability - HA).

Como utilizar a Função de Alta Disponibilidade (High Availability - HA). Como utilizar a Função de Alta Disponibilidade (High Availability - HA). Alta Disponibilidade (HA) é a função que garante a continuidade de negócios da sua empresa. A equipe de TI pode usar o HA como uma

Leia mais

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO

SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO FACSENAC SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO Projeto Lógico de Rede Versão: 1.2 Data: 25/11/2011 Identificador do documento: Documento de Visão V. 1.7 Histórico de revisões Versão Data Autor Descrição 1.0 10/10/2011

Leia mais

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10 Treinamentos pfsense Página 1 de 10 Definições, Acrônimos e Abreviações Abreviação / Sigla WAN LAN UTM pfsense BGP Descrição Wide Area Network - Rede de longa distância (interface de rede para links de

Leia mais

sustentável Atualização tecnológica 18 e 19 de maio de 2011 São Paulo SP Contamos com a sua presença! Caro cliente

sustentável Atualização tecnológica 18 e 19 de maio de 2011 São Paulo SP Contamos com a sua presença! Caro cliente Atualização tecnológica sustentável Caro cliente É sempre possível melhorar o desempenho de pessoas e equipamentos, bem como desenvolver uma solução sob medida para cada desafio industrial. Tudo isso com

Leia mais

» Conveniência fixo-móvel

» Conveniência fixo-móvel 26 de Fevereiro 2008 Centro Cultural de Belém Lisboa Luis Esteves Martins Siemens Enterprise Communications Portugal» Conveniência fixo-móvel Page 1 Copyright Siemens Enterprise Communications 2007. All

Leia mais

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT. Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT. Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT 15.565 Integração de Sistemas de Informação: Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais 15.578 Sistemas de Informação Global:

Leia mais

Visão geral da tecnologia Cisco Unified Access: Acesso convergente

Visão geral da tecnologia Cisco Unified Access: Acesso convergente White Paper Visão geral da tecnologia Cisco Unified Access: Acesso convergente Introdução Hoje, menos de um por cento de tudo no mundo físico está conectado em rede. Em um futuro próximo o crescimento

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 03/2009 (PERGUNTAS) AQUISIÇÃO DE SWITCH DE DISTRIBUIÇÃO DE 192 PORTAS

((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 03/2009 (PERGUNTAS) AQUISIÇÃO DE SWITCH DE DISTRIBUIÇÃO DE 192 PORTAS ((TITULO))ATA DA CONSULTA PÚBLICA N.º 03/2009 (PERGUNTAS) AQUISIÇÃO DE SWITCH DE DISTRIBUIÇÃO DE 192 PORTAS ((TEXTO)) Aos 15 (quinze) dias do mês de junho de dois mil e nove, às 14:00 hs, na sede da Empresa

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação

PROAPPS Security Data Sheet Professional Appliance / Apresentação O ProApps Security O ProApps Security é um componente da suíte de Professional Appliance focada na segurança de sua empresa ou rede. A solução pode atuar como gateway e como solução IDS/IPS no ambiente.

Leia mais

Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo

Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo Conectando-se à Internet com Segurança Soluções mais simples. Sistemas de Segurança de Perímetro Zona Desmilitarizada (DMZ) Roteador de

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

Troubleshooting e Configuração Inicial do Wireless Services Module (WiSM)

Troubleshooting e Configuração Inicial do Wireless Services Module (WiSM) Troubleshooting e Configuração Inicial do Wireless Services Module (WiSM) Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Informações de Apoio Configuração da Comunicação

Leia mais

SMV. Sistema de Monitoramento de Variáveis

SMV. Sistema de Monitoramento de Variáveis SMV Sistema de Monitoramento de Variáveis BASE Automação Agosto / 2010 SMV Objetivo: Ser uma solução que permita o monitoramento, análise e o controle de diversas variáveis e grandezas que estão direta

Leia mais

Projeto de Redes Top-Down

Projeto de Redes Top-Down Projeto de Redes Top-Down Referência: Slides extraídos (material de apoio) do livro Top-Down Network Design (2nd Edition), Priscilla Oppenheimer, Cisco Press, 2010. http://www.topdownbook.com/ Alterações

Leia mais

ESTRUTURA E ASPECTOS. 3S Networks. Tecnologia alinhada ao seu negócio

ESTRUTURA E ASPECTOS. 3S Networks. Tecnologia alinhada ao seu negócio ESTRUTURA E ASPECTOS 3S Networks. Tecnologia alinhada ao seu negócio A 3S Networks surgiu com a proposta de oferecer as mais avançadas soluções tecnológicas a empresas dos setores privado e público, atuamos

Leia mais

Há dez anos trazendo as melhores soluções em tecnologia para sua empresa. 2014 v.1

Há dez anos trazendo as melhores soluções em tecnologia para sua empresa. 2014 v.1 Há dez anos trazendo as melhores soluções em tecnologia para sua empresa. 2014 v.1 Produtos DrayTek 2014 v.1 Broadband Router Antenas Access Point Wireless USB Adapter ADSL 2/2+ Router Multi WAN Security

Leia mais

HMI Caracteristicas e extensões utilizando FT View ME v6.1 e PanelView Plus 6

HMI Caracteristicas e extensões utilizando FT View ME v6.1 e PanelView Plus 6 HMI Caracteristicas e extensões utilizando FT View ME v6.1 e PanelView Plus 6 Dangelo Ávila Gerente de Produto Email: dmavila@ra.rockwell.com Cel: (021) 98207-5700 PUBLIC PUBLIC - 5058-CO900H Agenda 1.

Leia mais

Fundada em 2010 a partir de uma fusão entre duas

Fundada em 2010 a partir de uma fusão entre duas Confiabilidade, Segurança e Agilidade Desde 1994. LINHA DE PRODUTOS SMC EDGE-CORE Fundada em 2010 a partir de uma fusão entre duas grandes marcas, a SMC Edge-Core atende tanto ao mercado SOHO (Small Office

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06 Prof. Fábio Diniz Na aula anterior ERP Enterprise Resource Planning Objetivos e Benefícios ERP Histórico e Integração dos Sistemas

Leia mais

Como escolher Switch Hirschmann Escolhendo o melhor switch para sua aplicação

Como escolher Switch Hirschmann Escolhendo o melhor switch para sua aplicação Como escolher Switch Hirschmann Escolhendo o melhor switch para sua aplicação Agenda 1 - Razões para utilizar Hirschmann 2 Conceitos básicos de rede 3 - Diferenças entre Hub, Switch, roteador 4 - Caracterísitcas

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots. 1.2. - Controle

SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots. 1.2. - Controle SWITCH CORE 1.1. - Chassi/Slots 1.1.1. Deve possuir no mínimo 06 slots para inserção de módulos de I/O, ou seja, 06 além dos slots para supervisoras; 1.1.2. Deve vir acompanhado de kit de suporte específico

Leia mais

GRUPO DISICPLINAR - Informática

GRUPO DISICPLINAR - Informática Curso: Tecnológico de Informática ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 1ª UNIDADE DE ENSINO-APRENDIZAGEM: Fundamentos de Transmissão CARGA HORÁRIA: 10 UNIDADES LECTIVAS 1º PERÍODO Noções Básicas de Transmissão

Leia mais

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1

LAN Design. LAN Switching and Wireless Capítulo 1. Version 4.0. 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 LAN Design LAN Switching and Wireless Capítulo 1 Version 4.0 2006 Cisco Systems, Inc. All rights reserved. Cisco Public 1 Objetivos do Módulo Compreender os benefícios e do uso de uma organização hierárquica

Leia mais

Batalha, 2015.05.20. Participação na

Batalha, 2015.05.20. Participação na Batalha, 2015.05.20 Participação na Weidmüller - Quem Somos? A nossa Empresa Os nossos Mercados e Soluções Os nossos Produtos Weidmüller em números Crescemos de forma contínua e sustentável Somos um Parceiro

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Data Center & Virtualization

Data Center & Virtualization Data Center & Virtualization Nexus 1000, 2000, 3000, 5000, 6000, 7000 MDS SAN Switches Virtual Services, ACE, ASA e WAAS Bruno Espadinha Systems Engineer DCV, Servers & Solutions bruno.espadinha@cisco.com

Leia mais

GTER 25. Experiências e Tendências de Interoperabilidade em WiMAX. Rubens Kühl Jr. rubens.kuhl@neovia.com.br, rubensk@gmail.com

GTER 25. Experiências e Tendências de Interoperabilidade em WiMAX. Rubens Kühl Jr. rubens.kuhl@neovia.com.br, rubensk@gmail.com GTER 25 Experiências e Tendências de Interoperabilidade em WiMAX Rubens Kühl Jr. rubens.kuhl@neovia.com.br, rubensk@gmail.com Pioneira na tecnologia WiMAX, tecnologia estado da arte para transmissão de

Leia mais

Solução Integrada para Automação em Usinas de Açúcar e Álcool. Usina Alto Alegre Unidade Santo Inácio/PR

Solução Integrada para Automação em Usinas de Açúcar e Álcool. Usina Alto Alegre Unidade Santo Inácio/PR Solução Integrada para Automação em Usinas de Açúcar e Álcool Usina Alto Alegre Unidade Santo Inácio/PR Grupo Lincoln Junqueira Grupo Alto Alegre Unidade Central Presidente Prudente/SP Unidade Floresta

Leia mais

1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4

1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4 Índice de figuras XVII Índice de tabelas XXII Agradecimentos XXIII Nota prévia XXIV 1- Introdução 1 1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4 2 -

Leia mais