Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 08

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 08"

Transcrição

1 Centro Universitário Fundação Santo André Disciplina Redes de Computadores Módulo V1.0

2 Conteúdo Arquitetura de Gerenciamento Porque Gerenciar a Rede Corporativa? Gerenciamento TCP/IP Componentes MIB - Management Information Base SMI - Structure of Management Information SNMP Simple Network Management Protocol Produtos de Gerenciamento Revisão

3 Arquitetura de Gerenciamento Conceito Gerenciamento é o processo de controlar uma rede de modo a maximizar a sua eficiência e produtividade. O Gerenciamento provê facilidades para controlar, coordenar e monitorar os recursos utilizados durante as comunicações realizadas dentro de um ambiente de rede.

4 Arquitetura de Gerenciamento Componentes gerenciador entidade managing de gerenciamento entity data protocolo de gerenciamento agente data Elemento gerenciado agente data Elemento gerenciado Elementos gerenciados contêm objetos gerenciados cujos dados são reunidos numa MIB (Management Information Base) agente data agente data Elemento gerenciado Elemento gerenciado

5 Arquitetura de Gerenciamento Componentes Estação Gerente Agente Roteador Agente Roteador Agente Rede de Longa Distância Roteador Agente Agente Roteador

6 Porque Gerenciar a Rede Corporativa? Custo do Downtime Industry Financial Financial Media Retail Retail Transport. Application Average Cost per Hour of Downtime Brokerage operations $ 6,500,000 Credit card sales $ 2,600,000 Pay-per per-view $ 150,000 Home shopping (TV) $ 113,000 Catalog sales $ 90,000 Airline reservations $ 89,500 Source: Gartner Group and Contingency Planning Research

7 Porque Gerenciar a Rede Corporativa? Economias Escondidas Assumindo: Média de US $ 78,000 de perda por hora da rede parada Semana de 5 dias com 9 horas cada Disponibilidade de rede igual a 98% do tempo Se a disponibilidade da rede aumentar para 99.5 % Haverá uma economia anual de US $ 2,700,000

8 Gerenciamento TCP/IP Componentes Agente e Gerente Base de Informação (MIB) Protocolo de Comunicação (SNMP) Entidades de Gerenciamento Processo de Aplicação Gerente Processo de Aplicação Gerente MIB Entidade de Gerencia SNMP agente UDP Entidade de Gerencia SNMP gerente UDP MIB Geral IP IP Acesso à Sub-rede Acesso à Sub-rede Rede

9 Gerenciamento TCP/IP Componentes MIB Agente SNMP Aplicações UDP TCP IP Acesso - Rede 1 Host Tecnologia TCP/IP Gerente MIB SNMP UDP IP Acesso Rede 1 Rede 1 Agente SNMP UDP IP Acesso Acesso Rede 1 Rede 2 Roteador MIB Rede 2 Aplicações SNMP TCP UDP IP Acesso Rede 2 Host Função de Agente Mapeamento SNMP Protocolos UDP Proprietários IP Acesso Acesso Rede 1 Rede n Rede n Agente Proxy Tecnologia Proprietária Agente Gerente Proprietária Protocolos Proprietários Acesso Rede n MIB

10 Gerenciamento TCP/IP Componentes Agente Processo residente nos dispositivos a serem gerenciados, tais como em Servidores e estações Switches, roteadores, etc. Impressoras, no-breaks, etc. Envia informações relativas ao dispositivo gerenciado, mediante solicitação Envia ao gerente alarmes (traps) de eventos significativos ocorridos com estes objetos.

11 Gerenciamento TCP/IP Componentes Gerente Processo em execução em uma estação de gerenciamento Requisita informações de gerenciamento aos agentes Recebe alarmes enviados pelo agente Controle dos objetos gerenciados, através de operações enviadas ao agente.

12 Gerenciamento TCP/IP Componentes Protocolo de Comunicação SNMP - Simple Network Management Protocol Comunicação entre: Gerentes Agentes Gerentes Gerentes (SNMPv2, v3) Transporte de operações de gerenciamento

13 Gerenciamento TCP/IP Componentes Base de Informação MIB - Management Information Base Contém uma coleção de variáveis, denominadas objetos, que representam os recursos gerenciados. Tais objetos correspondem a variáveis de dados que podem ser lidas ou atualizadas mediante uma operação de gerenciamento. Existem MIBs padronizadas para diversas tecnologias de rede e protocolos de comunicação.

14 Gerenciamento TCP/IP Componentes Entidades de Gerenciamento Software local responsável por executar as funções de gerenciamento dentro de um sistema Não é padronizado pela arquitetura (depende do equipamento) Tais funções incluem: Coleta, armazenamento, alteração e fornecimento de informações de gerenciamento. Realização de testes e outras operações de gerenciamento

15 Gerenciamento TCP/IP Componentes Processos de Aplicação Conjunto de aplicativos através do qual o administrador da rede interage com os elementos da rede Normalmente associado a uma estação gráfica (Estação de gerenciamento) Exemplos de aplicações: Interface gráfica para visualização da topologia da rede e do estado dos componentes da rede Gerenciamento de VLANs / ELANs Análise e gerenciamento de tráfego Visualização gráfica das interfaces dos equipamentos de rede Aplicativos para alarmes e recuperação de falhas

16 Gerenciamento TCP/IP Componentes Tipos de Agentes SNMP Agente Extensível Arquitetura Modular, permite adaptação para novos elementos gerenciados pelo mesmo agente (ex. novas aplicações em um mesmo servidor) Agente Monolítico Não Extensível, otimizado e específico para um determinado ambiente (ex. Roteador)

17 Gerenciamento TCP/IP Componentes Agente Proxy (Proxy SNMP) Tipos de Agentes SNMP Agente especializado, converte entre arquitetura SNMP e outras arquiteturas Necessário mapeamento caso a caso Exemplos de possibilidades SNMP CMIP SNMP gerenciamento via console serial (RS-232) Gerente SNMPv1 Agente SNMPv2... Gerente SNMP UDP IP... Mapeamento Agente SNMP Protocolos UDP Proprietários IP Agente Proprietário Protocolos Proprietários... Tecnologia TCP/IP Agente Proxy Tecnologia Proprietária

18 Gerenciamento TCP/IP MIB Management Information Base Os recursos a serem gerenciados são representados através de valores de um conjunto de variáveis MIB Dispositivo Gerenciável Legenda: -Objeto da MIB - Conjunto de Recursos Gerenciados Em outras palavras, através do comportamento de um conjunto de variáveis associadas a um dispositivo, pode-se representar o seu comportamento como um todo

19 Gerenciamento TCP/IP MIB Management Information Base Quais seriam os conjuntos de variáveis representativas do comportamento de um: Roteador? Hub / Switch? Servidor? Estação? No-break? Um conjunto de variáveis representando o funcionamento de um dispositivo gerenciado recebe o nome de MIB (Management Information Base) As variáveis de uma MIB SNMP recebem o nome de objetos

20 Gerenciamento TCP/IP MIB Management Information Base Exemplo de MIB: módulo UDP Object ID Nome Tipo Comentários UDPInDatagrams Counter32 número total de datagramas entregues neste nó UDPNoPorts Counter32 número de datagramas com app destino inexistente UDInErrors Counter32 número de datagramas não entregues por outras razões UDPOutDatagrams Counter32 número de datagramas enviados udptable SEQUENCE uma linha para cada porta emn uso por uma aplicação, fornece o número da porta e o endereço IP

21 MIB-II II Gerenciamento TCP/IP MIB Management Information Base Conforme visto anteriormente, um dado recurso deve ser representado da mesma maneira nas MIBs de dispositivos distintos Deve-se padronizar quais objetos cada MIB deve conter MIB-II Define quais objetos são essenciais em um dispositivo TCP/IP Deve ser suportada em todos os dispositivos gerenciáveis via SNMP Contém 10 grupos de objetos, de acordo com a afinidade de suas funções

22 Gerenciamento TCP/IP MIB Management Information Base MIB-II II - Grupos Grupos system interfaces at ip icmp tcp udp egp transmission snmp Tipo de Informação Informações Gerais do Sistema Interfaces de Rede Mapeamento end. IP em end. Físicos Protocolo IP Protocolo ICMP Protocolo TCP Protocolo UDP Protocolo EGP Interfaces com mecanismos de transmissão mais complexos Protocolo SNMP

23 ATIVIDADE Discorra a respeito do conceito de Gerenciamento de Redes de Computadores? 2. Faça um diagrama da arquitetura de gerenciamento e explique a função de seus principais componentes. 3. Porque gerenciar uma Rede Corporativa de Computadores? 4. Discorra a respeito dos componentes da Arquitetura de Gerenciamento TCP/IP. 5. Explique os conceitos de Gerente e de Agente. 6. O que é MIB?

24 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Define a estruturação dos objetos de uma MIB Características dos objetos (ex.: tipos permitidos, estruturas de dados, sintaxe, valores, etc.) Organização dos objetos na MIB, visando sua identificação (estrutura de nomeação) Regras de codificação dos valores dos objetos, para a transmissão entre agente e gerente

25 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Características de Objetos na MIB Tipos de Dados Estrutura de Dados Modo de Acesso Status de Implementação Integer Escalares Read-only Mandatory String Tabelas Read-write Optional Ipaddress Write-only Obsolete Counter Not-accessible Deprecated Timeticks Sequence

26 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Nomeação de Objetos Questão: como nomear cada possível objeto padrão (protocolos, dados, outros..) em cada possível padrão de rede?? Resposta: ISO Object Identifier tree: nomeação hierarquica de todos os objetos cada ramificação tem um nome e um número ISO ISO-ident. Org. US DoD Internet udpindatagrams UDP MIB2 management

27 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Nomeação de Objetos - ISO Object Identifier Tree É definida uma árvore de nomeação global Administrada de forma conjunta pela ISO e ITU-T, que delegam o controle dos identificadores a outras instituições CCITT (ITU-T) [0] ISO [1] União ISO/CCITT [2] Recomendação[0] Operador de Rede [3] Membro [0] Organização Identificada [3] Questões [1] Administração [2] Padronização [1] Autoridade de Registro [2] Exemplo de Identificação de Objeto: Prefixo de qualquer classe de objeto Definido pela ISO: Classe de Objeto [0] Gerenciamento [10165] MIB [0] Name Binding [3] Número da Norma Atributo [1]Notificação [2]

28 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Nomeação de Objetos Objetos são identificados por sua posição nesta árvore de nomeação O identificador único dos objetos é denominado de OID (Object Identifier). Nó internet sob responsabilidade do IAB Nós sob enterprises sob responsabilidades de fabricantes Ex.: OID do nó mib: iso. org. dod. internet. mgmt. mib ou Directory (1) ISO (1) Org (3) DoD (6) Internet (1) Mgmt (2) MIB (1) Experimental (3) Private (4)

29 system (1) interfaces (2) address transl (3) ip (4) icmp (5) tcp (6) Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Nomeação de Objetos Localização da MIB II Fonte: 3Com udp (7) ISO (1) Mgmt (2) MIB (1) Org (3) DoD (6) Internet (1) Experim (3) snmp (11) Directory (1) Private(4) Enterprises (1) transmi (10) Cabletron (59) egp (8) 3Com (43) IBM (1) Chipcom (49)

30 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Nomeação de Objetos Exemplos de Variáveis da MIB II MIB (1) system (1) sysname (5) sysdescr (1) at (3) udp (7) egp (8) snmp (11) transmission (10) interfaces (2) icmp (5) iftable.ifentry.iftype (2.1.3) ip (4) tcp (6) ipforwarding (1) iproutetable (21)

31 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Regras de Codificação dos Objetos da MIB Linguagem formal para a definição dos objetos da MIB Subconjunto da ASN.1 (Abstract Sintax Notation), padronizada pela ISO 8824 e ITU-T X.208 Garante que os objetos são definidos de maneira não-ambígua Codificação BER (Basic Encoding Rules), associado ao ASN.1 e padronizado nas normas ISO 8825 / ITU-T X.209 Conversão ASN.1 Bytes a serem enviados na rede, independente da arquitetura interna

32 Linguagem de Definição de Dados Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Regras de Codificação dos Objetos da MIB Apresenta sintaxe e semântica para definição de dados de gerenciamento de forma não-ambígua Tipos de dados: formato genérico dos dados OBJECT-TYPE tipo de dado, status, semântica do objeto gerenciado MODULE-IDENTITY grupos de objetos relacionados num módulo MIB Tipos de Dados Básicos INTEGER Integer32 Unsigned32 OCTET STRING OBJECT IDENTIFIER IPaddress Counter32 Counter64 Gauge32 Time Ticks Opaque

33 Gerenciamento TCP/IP SMI Structure of Management Information Regras de Codificação dos Objetos da MIB Linguagem de Definição de Dados Descrição de um objeto de uma MIB usando ASN.1 sysdescr OBJECT-TYPE SYNTAX DisplayString (SIZE (0..255)) ACCESS read-only STATUS mandatory DESCRIPTION "A textual description of the entity. It is mandatory that this only contain printable ASCII characters." ::= { iso org dod internet mgmg mib system 1 }

34 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Características Duas formas de transportar informações da MIB: comandos e eventos managing entidade entity gerenciadora pedido resposta agente data managing entidade entity gerenciadora trap msg agente data elemento Managed gerenciado device Modo comando/resposta elemento Managed gerenciado device Modo evento

35 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Características Protocolo do tipo Request-Response, não-orientado à conexão Utilização do UDP Operações atômicas Se o gerente enviar um pedido de leitura dos valores de uma lista de objetos e um dos objetos não puder ser lido, não será devolvido o valor de nenhum dos objetos Gerenciamento Centralizado Define apenas operações entre gerente e agentes Não são definidas primitivas de comunicação entre gerentes

36 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Características Arquitetura TCP/IP Camada de Aplicação TELNET FTP SMTP DNS SNMP Camada de Transporte Transmission Control Protocol User Datagram Protocol Camada Internet ARP ICMP Internet Protocol RARP Camada da Interface de Rede Ethernet Token Ring FDDI

37 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Características Simple Network Management Protocol UDP Porta 161 Mensagens SNMP Messages UDP Porta 162 Alarmes (traps) SNMP Frame Ethernet Pacote IP Datagrama UDP Mensagem SNMP CRC

38 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Características Mecanismo básico: Polling Para obter informações de recursos gerenciados, o gerente deve periodicamente requisitar o valor dos objetos da MIB e, baseado nestes valores, decidir se o dispositivo está operando normalmente Problema!!! Gerente T= 0 min T= 10 min T= 20 min Taxa de Erro? 0% Taxa de Erro? 0% Taxa de Erro? 30% Agente 0% 10% 20% 30%

39 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Operações Tipo de Mensagem GetRequest GetNextRequest GetBulkRequest Função Manager-to-agent: me envie dados (instância,próximo na lista, bloco) InformRequest SetRequest Response Manager-to-Manager: eis o valor da MIB Manager-to-agent: define valor da MIB Agent-to-manager: valor, resposta ao pedido Trap Agent-to-manager: informa gerenciador de evento excepcional

40 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Operações Gerente Agente Gerente Agente GetRequestPDU GetNextRequestPDU GetResponsePDU GetResponsePDU (a) Leitura de Dados Gerente SetRequestPDU Agente Gerente Agente GetResponsePDU TrapPDU (b) Atualização de Dados (c) Notificação

41 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Operações GetRequest PDU Lê os valores das variáveis da lista. Exemplo: GetRequest (ipforwarding; sysname; iproutenexthop iproutedest= ) Get Request ( ; ; = ).

42 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Operações GetResponsePDU Devolve os valores pedidos ou alterados Exemplo: GetResponse (ipforwarding=1; sysname= Zeus ; iproutenexthop= iproutedest= )

43 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Operações GetNextRequest PDU Lê os valores das próximas variáveis da lista. Exemplo: GetNextRequest (ipforwarding; sysname; iproutenexthop iproutedest= ) GetResponse (ipdefaultttl=15; syslocation= 3o. andar ; iproutenexthop= iproutedest= )). Utilização: Percorrer linhas de uma tabela Percorrer uma MIB desconhecida

44 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Operações SetRequest PDU É usada para atualizar variáveis e inserir ou remover a linha de uma tabela (depende da implementação). Exemplo: SetRequest (ipforwarding=2; sysname= Hera ; iproutenexthop= iproutedest= ) SetRequest ( =2; = Hera ; = = ). GetResponse (ipforwarding=2; sysname= Hera ; iproutenexthop= iproutedest= )

45 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Operações Trap PDU - Tipos (generic trap): Indica a ocorrência de um evento significativo junto ao agente coldstart warmstart linkdown linkup authenticationfailure egpneighborloss entterprisespecific Inicialização do agente Reinicialização manual do agente (ex.: comando ou botão de reset) Queda de um enlace Reativação de um enlace Mensagem SNMP com comunidade inválida Perda de comunicação com gateway (EG) vizinho. Ocorrência de algum evento específico descrito no campo Specific Trap.

46 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Formatos das Mensagens Cabeçalho Get/Set Variáveis para Operações Cabeçalho do Trap Informação do Trap

47 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Formatos das Mensagens PDU type request id 0 0 variablebindings (a) GetRequestPDU, GetNextRequestPDU e SetRequestPDU PDU type request id error status error index variable bindings (b) GetResponsePDU PDU type enterpr ise agent addr generic trap specific trap time stamp variablebindings (c) Trap version community SNMP PDU (d) M ensagem SNM P

48 Gerenciamento TCP/IP Protocolo SNMP Formatos das Mensagens Campo version community request id error status error index variablebindings enterprise agent addr generic trap specific trap time-stamp versão do SNMP Descrição inform ação utilizada com o senha p ara autenticar a mensagem SNMP. identificação de pedido. indica o tip o de erro ocorrido no tratatamento do p edido corresp ondente (e.g., 0 - sem erro, 1 - request PDU muito longa... (4) - objeto read-only). inform ação adicional relativa ao erro ocorrido, contendo a indicação da variável da lista q ue causou do erro) lista de variáveis e seus valores. tipo do objeto que origou o trap. endereço IP do objeto que gerou o trap. tipo de trap código que especifica a natureza do trap. tem p o decorrido entre a última reniciação da entidade que emitiu o trap e a generação de trap.

49 Produtos de Gerenciamento Visualização Gráfica em Sistema Gerente

50 Produtos de Gerenciamento Váriavel MIB sendo plotada em Gráfico

51 Produtos de Gerenciamento Indicadores Críticos Disponibilidade A indisponibilidade dos serviços impacta diretamente os negócios da empresa Tempo de Resposta (Desempenho) Um tempo de resposta elevado também pode impactar os negócios da empresa

52 Cliente Produtos de Gerenciamento Desempenho (Tempo de Resposta) Servidor Rede T1 T2 T3 Tempo de Resposta = T1 + T2 + T3 Métodos Intrusivos e não intrusivos Utilização de agentes Estimativa de tempos Amarração da pergunta e resposta de uma transação

53 Produtos de Gerenciamento Exemplo de Relatório

54 Produtos de Gerenciamento Exemplo de Relatório

55 Produtos de Gerenciamento Exemplo de Relatório

56 ATIVIDADE Para que serve a SMI no Gerenciamento TCP/IP? 2. Discorra a respeito da Nomeação de Objetos da MIB. 3. O que é ISO Object Identifier Tree? 4. Discorra a respeito do protocolo SNMP descrevendo os tipos de mensagens existentes. 5. Qual o propósito da Visualização Gráfica no Gerenciamento? 6. Discorra a respeito de dois indicadores críticos no Gerenciamento.

Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 08

Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 08 Centro Universitário Fundação Santo André Disciplina Redes de Computadores Módulo 08 2006 V1.0 Conteúdo Arquitetura de Gerenciamento Porque Gerenciar a Rede Corporativa? Componentes MIB - Management Information

Leia mais

Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia

Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia UNISUL 2013 / 1 Universidade do Sul de Santa Catarina Engenharia Elétrica - Telemática 1 Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia Aula 4 Ferramentas de Gerência de Redes Sistema de Gerência

Leia mais

Redes de computadores e a Internet. Capítulo 9. Gerenciamento de rede 9-3. 2005 by Pearson Education

Redes de computadores e a Internet. Capítulo 9. Gerenciamento de rede 9-3. 2005 by Pearson Education Redes de computadores e a Internet Capítulo 9 Gerenciamento de rede 9-3 Gerenciamento de rede Objetivos do capítulo: Introdução ao gerenciamento de redes Motivação Componentes principais Ambiente de gerenciamento

Leia mais

Gerência de Redes de Computadores - SNMPv1 & SNMPv2c

Gerência de Redes de Computadores - SNMPv1 & SNMPv2c Gerência de Redes de Computadores - SNMPv1 & SNMPv2c Prof.: Helcio Wagner / Iguatemi Eduardo Agosto de 2009. p.1/50 Gerência Internet = Introdução Nos primórdios da Internet, as únicas ferramentas utilizadas

Leia mais

Gerenciamento de Redes - Evolução. Gerenciamento de Rede. Gerenciamento de Rede NOC NOC

Gerenciamento de Redes - Evolução. Gerenciamento de Rede. Gerenciamento de Rede NOC NOC s - Evolução 1970s 1970s 1980s 1980s Dispositivos 1990s 1990s Browser A Web Server Mainframe Estação Gerenciadora Browser C Browser B NOC (Network( Operation Center) Conjunto de atividades para manter

Leia mais

3. O protocolo SNMP 1

3. O protocolo SNMP 1 3. O protocolo SNMP 1 Veicula informações de gerência transporte de valores das MIBs Interações sem conexão Mensagens em UDP/IP portas 161 e 162 pacotes de tamanho variável Mensagens auto-contidas formato

Leia mais

3. O protocolo SNMP. Managed system. Management system. resources. management application. MIB objects. SNMP manager UDP IP. IP link.

3. O protocolo SNMP. Managed system. Management system. resources. management application. MIB objects. SNMP manager UDP IP. IP link. 3. O protocolo SNMP Veicula informações de gerência transporte de valores das MIBs Interações sem conexão Mensagens em UDP/IP portas e 162 pacotes de tamanho variável Mensagens auto-contidas formato Type

Leia mais

Protocolo de Gerenciamento SNMPv1, MIB-2 e RMON

Protocolo de Gerenciamento SNMPv1, MIB-2 e RMON Protocolo de Gerenciamento SNMPv1, MIB-2 e RMON Componentes de Gerenciamento Agente e Gerente Base de Informação (MIB) Internet Protocolo de Comunicação (SNMP) Entidades de Gerenciamento Processo de Aplicação

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores SNMP Simple Network Management Protocol 1 Histórico No final dos anos 70 não haviam protocolos de gerenciamento. A única ferramenta efetivamente usada para gerenciamento foi o Internet

Leia mais

Capítulo 9 Gerenciamento de rede

Capítulo 9 Gerenciamento de rede Capítulo 9 Gerenciamento de rede Nota sobre o uso destes slides ppt: Estamos disponibilizando estes slides gratuitamente a todos (professores, alunos, leitores). Eles estão em formato do PowerPoint para

Leia mais

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Setembro 2006 Arquitecturas de Gestão Arquitectura de Gestão SNMPv1 (Parte II) Sumário???? Módulo II: Arquitecturas de Gestão Conceito de arquitectura de Gestão

Leia mais

MIB (Management Information Base) Objetos Gerenciados Um objeto gerenciado é a visão abstrata.

MIB (Management Information Base) Objetos Gerenciados Um objeto gerenciado é a visão abstrata. MIB (Management Information Base) Objetos Gerenciados Um objeto gerenciado é a visão abstrata. A MIB é o conjunto dos objetos gerenciados. Basicamente são definidos três tipos de MIBs: MIB II, MIB experimental

Leia mais

GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES

GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES AGENDA Conceitos e evolução do gerenciamento de redes Elementos de análise estatística de dados Gerenciamento de redes no ambiente Internet Monitoração de Redes Gerenciamento

Leia mais

Universidade Católica do Salvador CURSO DE BACHARELADO EM INFORMÁTICA

Universidade Católica do Salvador CURSO DE BACHARELADO EM INFORMÁTICA Universidade Católica do Salvador CURSO DE BACHARELADO EM INFORMÁTICA O Protocolo SNMP Por Lécia de Souza Oliveira Índice Página 2... O que é SNMP? Histórico Página 3 e 4... Estrutura Geral do Sistema

Leia mais

INTERCONEXÃO DE REDES DE COMPUTADORES

INTERCONEXÃO DE REDES DE COMPUTADORES 1 Resumo 2 INTERCONEXÃO DE REDES DE COMPUTADORES Parte 7 Introdução à Gerência de Redes Introdução Segurança SNMPv1, SNMPv2 Segurança SNMPv3 Prof. Pedro S. Nicolletti (Peter), 2013 Introdução 3 4 Com o

Leia mais

INTERCONEXÃO DE REDES DE COMPUTADORES

INTERCONEXÃO DE REDES DE COMPUTADORES 1 INTERCONEXÃO DE REDES DE COMPUTADORES Parte 7 Introdução à Gerência de Redes Prof. Pedro S. Nicolletti (Peter), 2013 Resumo 2 Conceitos Básicos de SNMP Introdução Arquitetura MIB Segurança SNMPv1, SNMPv2

Leia mais

Gerência de Redes Padrões de Gerenciamento

Gerência de Redes Padrões de Gerenciamento Gerência de Redes Padrões de Gerenciamento Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Sumário Padronizações Gerência OSI Gerência TCP/IP SNMP MIB-II RMON SNMPv2 11/5/2007 Gerência

Leia mais

Protótipo de Software de Gerência SNMP Para o Ambiente Windows NT

Protótipo de Software de Gerência SNMP Para o Ambiente Windows NT Protótipo de Software de Gerência SNMP Para o Ambiente Windows NT Aluno : André Mafinski Orientador : Prof. Sérgio Stringari ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO - Introdução; - Gerenciamento de Redes; - Considerações;

Leia mais

Gestão de redes e SNMP. Laboratório de Redes 2008/2009

Gestão de redes e SNMP. Laboratório de Redes 2008/2009 Gestão de redes e SNMP Laboratório de Redes 2008/2009 Gestão de redes: Motivação Num mundo perfeito as redes não necessitariam de gestão, simplesmente funcionariam No entanto... O equipamento tende a avariar

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Gerenciamento de Redes Prof. Thiago Dutra Agenda n Introdução n O que Gerenciar? n Definição n Modelo de Gerenciamento n Infraestrutura de Gerenciamento

Leia mais

Cap. 02 Modelo de Informação

Cap. 02 Modelo de Informação Cap. 02 Modelo de Informação 2.1 Padrões de Gerência de Redes 2.2 Arquitetura da Solucão SNMP 2.3 Objetos, Instâncias e MIBs 2.4 MIB-2 2.5 Structure of Management Information (SMI v1) 2.6 SMI V2 Luís F.

Leia mais

Lista 3 Exercícios de Gestão de Redes

Lista 3 Exercícios de Gestão de Redes 1. Quais os fatores que contribuem para o sucesso de uma operação de gerenciamento? O sucesso de uma operação de Gerenciamento depende dos seguintes fatores: O sistema de gerenciamento invocador deve ter

Leia mais

Gerência e Segurança de Redes

Gerência e Segurança de Redes Gerência e Segurança de Redes Modelos filipe.raulino@ifrn.edu.br SNMP e CMIP SNMP x CMIP O ambiente de gerenciamento OSI é composto por gerentes, agentes e objetos gerenciados. Um gerente transmite operações

Leia mais

The Simple Network Management Protocol, version 1

The Simple Network Management Protocol, version 1 SNMPv1 The Simple Network Management Protocol, version 1, 2007 1 O Protocolo A versão original do SNMP derivou do Simple Gateway Monitoring Protocol (SGMP) em 1988 RFC1157, STD0015 A Simple Network Management

Leia mais

Desafios de Gerência e Segurança de Redes

Desafios de Gerência e Segurança de Redes Desafios de Gerência e Segurança de Redes Elias Procópio Duarte Jr. DInfo /UFPR Itaipu - Julho de 2003 E.P. Duarte Jr. - UFPR Roteiro Sistemas Integrados de Gerência de Redes Funcionalidade O Desafio da

Leia mais

Revisão Gerenciar consiste em supervisionar e controlar seu funcionamento para que ele satisfaça aos requisitos tanto dos seus usuários quanto dos

Revisão Gerenciar consiste em supervisionar e controlar seu funcionamento para que ele satisfaça aos requisitos tanto dos seus usuários quanto dos Revisão Gerenciar consiste em supervisionar e controlar seu funcionamento para que ele satisfaça aos requisitos tanto dos seus usuários quanto dos seu proprietários. A sua rede deve está rigorosamente

Leia mais

Integração de Gerências SNMP em. um Ambiente Distribuído

Integração de Gerências SNMP em. um Ambiente Distribuído TET Departamento de Engenharia de Telecomunicações Orientador: Luiz Cláudio Schara Magalhães Integração de Gerências SNMP em um Ambiente Distribuído Autores: Cesar Henrique Pereira Ribeiro Matrícula: 100.41.040-8

Leia mais

Anderson Alves de Albuquerque

Anderson Alves de Albuquerque SNMP (Simple Network Management Protocol) Anderson Alves de Albuquerque 1 Introdução: O que é SNMP (Basicamente): Através de variáveis ou estruturas certos acontecimentos podem ser contabilizados (contados).

Leia mais

Capítulo 9. Gerenciamento de rede

Capítulo 9. Gerenciamento de rede 1 Capítulo 9 Gerenciamento de rede 2 Redes de computadores I Prof.: Leandro Soares de Sousa E-mail: leandro.uff.puro@gmail.com Site: http://www.ic.uff.br/~lsousa Não deixem a matéria acumular!!! Datas

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Gestão de redes. Protocolo SNMP. Maio de 2010 1 Gestão de redes Gestão de redes refere-se neste contexto às actividades relacionadas com a manutenção do bom funcionamento de um conjunto

Leia mais

Arquitectura(s) de gestão IETF

Arquitectura(s) de gestão IETF Arquitectura(s) de gestão IETF As arquitecturas definidas pelo IETF para a gestão de redes assentes no protocolo IP, possuem a seguinte característica geral: simplicidade Motivações para a gestão na Internet

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores

Gerenciamento de Redes de Computadores Conteúdo Protocolo SNMP Por quê gerenciar a re corporativa? Abordagem Implementação Requisitos Produtos Política Pessoas Resumo SNMP Simple Network Management Protocol O SNMP (Protocolo Simples Re) foi

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DE UMA MIB SNMP PARA PABX INTELBRÁS

IMPLEMENTAÇÃO DE UMA MIB SNMP PARA PABX INTELBRÁS INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA IF-SC CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS ELETRÔNICOS IMPLEMENTAÇÃO DE UMA MIB SNMP PARA PABX INTELBRÁS PEDRO PAULO DA SILVA FLORIANÓPOLIS/SC

Leia mais

Rede de Computadores II

Rede de Computadores II Rede de Computadores II Slide 1 SNMPv1 Limitações do SNMPv1 Aspectos que envolvem segurança Ineficiência na recuperação de tabelas Restrito as redes IP Problemas com SMI (Structure Management Information)

Leia mais

Gerenciamento de Equipamentos Usando o Protocolo SNMP

Gerenciamento de Equipamentos Usando o Protocolo SNMP Gerenciamento de Equipamentos Usando o Protocolo SNMP Diego Fraga Contessa, Everton Rafael Polina Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento - CP Eletrônica S.A. Rua da Várzea 379 - CEP 91040-600 - Porto

Leia mais

Gerência de Redes de Computadores e de Telecomunicações

Gerência de Redes de Computadores e de Telecomunicações Gerência de Redes de Computadores e de Telecomunicações Profa. Elizabeth Sueli Specialski, Dra. Elizabeth Sueli Specialski graduou-se em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do

Leia mais

Gerenciamento de Redes e Interconexões

Gerenciamento de Redes e Interconexões Gerenciamento de Redes e Interconexões Prof. Marcos Monteiro, MBA http://www.marcosmonteiro.com.br contato@marcosmonteiro.com.br 1 Porque gerenciar? Controlar a complexidade Dimensao da rede Melhorar a

Leia mais

Registo de resultados 1:

Registo de resultados 1: Licenciaturas em Informática e Gestão de Empresas, Engenharia de Telecomunicações e Informática e Engenharia Informática Redes Digitais III Relatório do 1º Guião Laboratorial para avaliação: Gestão de

Leia mais

O que são DNS, SMTP e SNM

O que são DNS, SMTP e SNM O que são DNS, SMTP e SNM O DNS (Domain Name System) e um esquema de gerenciamento de nomes, hierárquico e distribuído. O DNS define a sintaxe dos nomes usados na Internet, regras para delegação de autoridade

Leia mais

Protocolos de gerência. Gerenciamento TCP/IP SNMP. Informações de gerência. Gerenciamento TCP/IP. Limitações de SNMP

Protocolos de gerência. Gerenciamento TCP/IP SNMP. Informações de gerência. Gerenciamento TCP/IP. Limitações de SNMP Protocolos de gerência SNMP Simple Network Management Protocol Criado pela IETF em 1988 Projetado para monitorar redes simples Dominante em redes TCP/IP CMIP Common Management Information Protocol Proposto

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Motivação Realidade Atual Ampla adoção das diversas tecnologias de redes de computadores Evolução das tecnologias de comunicação Redução dos

Leia mais

RMON Remote Network Monitoring

RMON Remote Network Monitoring RMON Remote Network Monitoring!"#$%&'(() $&*+, -. / /01 / 2 34 São dispositivos usados para estudar o trafego na rede como um todo, Produzem informação de sumário, incluindo estatísticas de erro, estatísticas

Leia mais

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux

Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Eduardo Júnior Administração de redes com GNU/Linux Curso de extensão em Administração de redes com GNU/Linux Eduardo Júnior - ihtraum@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Macêdo Firmino Princípios de Gerência de Redes Macêdo Firmino (IFRN) Redes de Computadores Maio de 2011 1 / 13 Introdução Foi mostrado que uma rede de computadores consiste

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Ferramentas de gestão de rede Adriano Lhamas, Berta Batista, Jorge Pinto Leite Maio de 2007 Ferramentas de gestão de rede Necessidade O Internet Activities Board recomenda que todas as implementações IP

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores

Gerenciamento de Redes de Computadores Gerenciamento de Redes de Computadores José Maurício dos Santos Pinheiro Versão 2.0 Agosto 2002 ÍNDICE Introdução... 4 Capítulo 1 - Gerenciamento em Redes de Computadores... 6 1.0 Gerência de Redes...

Leia mais

Sumário. Gerenciamento de Redes. Conceitos Básicos sobre os Protocolos SNMP e CMIP. Universidade Federal do Rio de Janeiro

Sumário. Gerenciamento de Redes. Conceitos Básicos sobre os Protocolos SNMP e CMIP. Universidade Federal do Rio de Janeiro 1 de 64 18/3/2007 18:23 Universidade Federal do Rio de Janeiro COPPE - Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia Programa de Engenharia Elétrica Gerenciamento de Redes Conceitos Básicos

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

FERRAMENTA PARA GERENCIAMENTO DE FALHAS EM REDE ETHERNET BASEADA EM PROTOCOLO SNMP

FERRAMENTA PARA GERENCIAMENTO DE FALHAS EM REDE ETHERNET BASEADA EM PROTOCOLO SNMP UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES FERRAMENTA PARA GERENCIAMENTO DE FALHAS EM REDE ETHERNET BASEADA EM PROTOCOLO SNMP RODRIGO

Leia mais

Action.NET. SNMP Manager Communication Protocol. Manual de Referência

Action.NET. SNMP Manager Communication Protocol. Manual de Referência SCLN212, Bloco D, Sala 101 Brasília DF CEP: 70.865-540 +55 61 3340-8486 contato@spinengenharia.com.br www.spinegenhria.com.br Action.NET SNMP Manager Communication Protocol Versão1.0.1 Manual de Referência

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR TELEPROCESSAMENTO E REDES PROF: MARCO ANTÔNIO CÂMARA ALUNO: ANDREI GALVÃO DO NASCIMENTO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR TELEPROCESSAMENTO E REDES PROF: MARCO ANTÔNIO CÂMARA ALUNO: ANDREI GALVÃO DO NASCIMENTO UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR TELEPROCESSAMENTO E REDES PROF: MARCO ANTÔNIO CÂMARA ALUNO: ANDREI GALVÃO DO NASCIMENTO Introdução ao SNMP No final dos anos 70 as redes de computadores cresceram de simples

Leia mais

Este tutorial apresenta os conceitos básicos e as características do protocolo SNMP.

Este tutorial apresenta os conceitos básicos e as características do protocolo SNMP. Simple Network Management Protocol (SNMP) Este tutorial apresenta os conceitos básicos e as características do protocolo SNMP. (Versão revista e atualizada do tutorial original publicado em 25/04/2005).

Leia mais

LDAP - Tópicos. O que é um Diretório? Introdução. História do LDAP. O que é o LDAP? 5/22/2009

LDAP - Tópicos. O que é um Diretório? Introdução. História do LDAP. O que é o LDAP? 5/22/2009 LDAP - Tópicos Leoncio Regal Dutra Mestre em Engenharia Elétrica Telecomunicações leoncioregal@gmail.com Introdução Definições Funcionamento Segurança Otimizações do LDAP Exemplos Conclusão 2 Introdução

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II Slide 1 Gerenciamento de Redes Gerenciamento de redes inclui o fornecimento, a integração e a coordenação de hardware, software e elementos humanos para monitorar, testar, configurar,

Leia mais

GERENCIAMENTO DE REDES TCP/IP: MONITORAMENTO DA TAXA DE UTILIZAÇÃO DE ENLACES EM REDES ETHERNET USANDO A FERRAMENTA ZABBIX

GERENCIAMENTO DE REDES TCP/IP: MONITORAMENTO DA TAXA DE UTILIZAÇÃO DE ENLACES EM REDES ETHERNET USANDO A FERRAMENTA ZABBIX UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE COMPUTAÇÃO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO GERENCIAMENTO DE REDES TCP/IP: MONITORAMENTO DA TAXA DE UTILIZAÇÃO DE ENLACES EM REDES ETHERNET USANDO A FERRAMENTA

Leia mais

José Messias Alves da Silva. Construção de Agentes SNMP em Ambientes Linux

José Messias Alves da Silva. Construção de Agentes SNMP em Ambientes Linux José Messias Alves da Silva Construção de Agentes SNMP em Ambientes Linux Monografia de Pós-Graduação Lato Sensu apresentada ao Departamento de Ciência da Computação para obtenção do título de Especialista

Leia mais

Gerenciamento da rede ATM. Prof. José Marcos C. Brito

Gerenciamento da rede ATM. Prof. José Marcos C. Brito Gerenciamento da rede ATM Prof. José Marcos C. Brito 1 Princípios Gerais O SNMP (Simple Network Management Protocol) é o protocolo mais utilizado. Se o dispositivo ATM é gerenciado de uma estação de gerenciamento

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Agenda Motivação Objetivos Histórico Família de protocolos TCP/IP Modelo de Interconexão Arquitetura em camadas Arquitetura TCP/IP Encapsulamento

Leia mais

Protocolos de gerenciamento

Protocolos de gerenciamento Protocolos de gerenciamento Os protocolos de gerenciamento têm a função de garantir a comunicação entre os recursos de redes homogêneas ou não. Com esse requisito satisfeito, operações de gerenciamento

Leia mais

Inteligência em Gestão de Redes e Serviços

Inteligência em Gestão de Redes e Serviços Inteligência em Gestão de Redes e Serviços Gestão de Redes e Serviços Motivação Heterogeneidade e complexidade das redes e serviços Requisitos de diferentes participantes Eixos e pirâmide da gestão Diferentes

Leia mais

PROTÓTIPO DE UM AGENTE SNMP PARA UMA REDE LOCAL UTILIZANDO A PLATAFORMA JDMK

PROTÓTIPO DE UM AGENTE SNMP PARA UMA REDE LOCAL UTILIZANDO A PLATAFORMA JDMK UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado) PROTÓTIPO DE UM AGENTE SNMP PARA UMA REDE LOCAL UTILIZANDO A PLATAFORMA JDMK TRABALHO

Leia mais

Gestão de uma Infra-Estrutura de Rede Wi-Fi com recurso ao SNMP

Gestão de uma Infra-Estrutura de Rede Wi-Fi com recurso ao SNMP Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Gestão de uma Infra-Estrutura de Rede Wi-Fi com recurso ao SNMP Carlos Filipe Almeida Mendonça Versão Provisória Dissertação realizada no âmbito do Mestrado

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO SÃO JOSÉ CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO SÃO JOSÉ CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO SÃO JOSÉ CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PROCESSO DE PLANEJAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE REDE PARA

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

JOSE NETO LUZ CARNEIRO IMPLEMENTAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO DE APOIO À AUDITORIA EM REDES WINDOWS COM USO DE BASES DE DADOS RELACIONAIS.

JOSE NETO LUZ CARNEIRO IMPLEMENTAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO DE APOIO À AUDITORIA EM REDES WINDOWS COM USO DE BASES DE DADOS RELACIONAIS. JOSE NETO LUZ CARNEIRO IMPLEMENTAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO DE APOIO À AUDITORIA EM REDES WINDOWS COM USO DE BASES DE DADOS RELACIONAIS. ESTUDO DE CASO NO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS Palmas 2014 JOSÉ

Leia mais

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback Modelos de Camadas Professor Leonardo Larback Modelo OSI Quando surgiram, as redes de computadores eram, em sua totalidade, proprietárias, isto é, uma determinada tecnologia era suportada apenas por seu

Leia mais

Proposta de Arquitetura de Gerê ncia para a RedUnB usando a Plataforma Tivoli TME 10

Proposta de Arquitetura de Gerê ncia para a RedUnB usando a Plataforma Tivoli TME 10 Universidade de Brasília Faculdade de Tecnologia Departamento de Engenharia Elétrica Estágio Supervisionado 2 Proposta de Arquitetura de Gerê ncia para a RedUnB usando a Plataforma Tivoli TME 10 Autores:

Leia mais

PROTÓTIPO TIPO DE UM SOFTWARE AGENTE SNMP PARA REDE WINDOWS

PROTÓTIPO TIPO DE UM SOFTWARE AGENTE SNMP PARA REDE WINDOWS UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU BACHARELADO EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO PROTÓTIPO TIPO DE UM SOFTWARE AGENTE SNMP PARA REDE WINDOWS Acadêmico: Luciano Waltrick Goeten Orientador: Prof. Sérgio Stringari

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Redes de Computadores. Mário Aquino mario.aquino@bol.com.br Yahoo Groups: prof_marioaquino

Redes de Computadores. Mário Aquino mario.aquino@bol.com.br Yahoo Groups: prof_marioaquino Redes de Computadores Mário mario.aquino@bol.com.br Yahoo Groups: prof_marioaquino Modelo OSI e os dispositivos OSI Dispostivos de redes Aplicação Apresentação Sessão Transporte Gateway Rede Enlace Física

Leia mais

Gerência de Redes. Arquitetura de Gerenciamento. filipe.raulino@ifrn.edu.br

Gerência de Redes. Arquitetura de Gerenciamento. filipe.raulino@ifrn.edu.br Gerência de Redes Arquitetura de Gerenciamento filipe.raulino@ifrn.edu.br Sistema de Gerência Conjunto de ferramentas integradas para o monitoramento e controle. Possui uma interface única e que traz informações

Leia mais

Monitorização da Rede. Simple Network Management Protocol (SNMP).

Monitorização da Rede. Simple Network Management Protocol (SNMP). Capítulo 15 Monitorização da Rede. Simple Network Management Protocol (SNMP). Uma das mais importantes tarefas de um administrador de uma rede informática é monitorizar o tráfego na rede, Detectar perdas

Leia mais

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP Introdução ao TCP/IP 2 Modelo TCP/IP O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD) desenvolveu o modelo de

Leia mais

6.1. TELNET 6.2. FTP 6.3. SNMP 6.4. DSN 6.5. SMTP 6.6. RPC 6.7. NFS

6.1. TELNET 6.2. FTP 6.3. SNMP 6.4. DSN 6.5. SMTP 6.6. RPC 6.7. NFS Arquitetura TCP/IP Por André Luís Santos de Aguiar Visitantes: http://www.siteflow.com/hvb2e/stats.cgi?andrelsatcpip http://www.siteflow.com/hvb2e/stats.cgi?andrelsatcpip Índice 1. HISTÓRICO 2. MODELO

Leia mais

Administração e Gerência de Redes Aula 2 Sistema de Gerência de Redes

Administração e Gerência de Redes Aula 2 Sistema de Gerência de Redes Administração e Gerência de Redes Aula 2 Sistema de Gerência de Redes Professor: Paulo Cesar E-mail: pccbranco@gmail.com Situação Vigente Manter uma rede funcional e operando, implica em lidar com uma

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

Introdução. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de Dados

Introdução. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de Dados Introdução Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de Dados 1 Objetivo Apresentar os conceitos básicos do: Modelo de referência OSI. Modelo de referência TCP/IP.

Leia mais

Arquitetura TCP/IP. Filosofia da Internet

Arquitetura TCP/IP. Filosofia da Internet Arquitetura TCP/IP Filosofia da Internet foi projetada p/: ser aberta o bastante p/ permitir a execução em uma grande variedade de equipamentos de resistir a possíveis danos que prejudicassem seu funcionamento

Leia mais

Nesta sessão introduziremos os conceitos básicos do Cacti, e como fazer para instalá-lo em seu computador.

Nesta sessão introduziremos os conceitos básicos do Cacti, e como fazer para instalá-lo em seu computador. Cacti é uma ferramenta gráfica de gerenciamento de dados de rede que disponibiliza a seus usuários uma interface intuitiva e bem agradável de se usar, sendo acessível a qualquer tipo de usuários. Este

Leia mais

ANEMONA: UMA LINGUAGEM DE CONFIGURAÇÃO PARA APLICAÇÕES DE MONITORAÇÃO DE REDES

ANEMONA: UMA LINGUAGEM DE CONFIGURAÇÃO PARA APLICAÇÕES DE MONITORAÇÃO DE REDES HENRIQUE DENES HILGENBERG FERNANDES ANEMONA: UMA LINGUAGEM DE CONFIGURAÇÃO PARA APLICAÇÕES DE MONITORAÇÃO DE REDES Dissertação apresentada como requisito parcial à obtenção do grau de Mestre, Curso de

Leia mais

PROTÓTIPO DE SOFTWARE DE GERÊNCIA SNMP PARA O AMBIENTE WINDOWS NT

PROTÓTIPO DE SOFTWARE DE GERÊNCIA SNMP PARA O AMBIENTE WINDOWS NT UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado) PROTÓTIPO DE SOFTWARE DE GERÊNCIA SNMP PARA O AMBIENTE WINDOWS NT TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1 Redes de Computadores e Teleinformática Zacariotto 4-1 Agenda da aula Introdução Redes de computadores Redes locais de computadores Redes de alto desempenho Redes públicas de comunicação de dados Computação

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Preparação da Dissertação. Fevereiro de 2008. Relatório Final

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Preparação da Dissertação. Fevereiro de 2008. Relatório Final Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Preparação da Dissertação Fevereiro de 2008 Gestão de uma infra estrutura de rede Wi Fi com recurso ao SNMP Carlos Filipe Almeida Mendonça carlos.mendonca@fe.up.pt

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

1. Introdução à Gerência

1. Introdução à Gerência 1. Introdução à Gerência 1 Gerência de redes: conjunto de ferramentas, procedimentos e políticas usadas para manter o funcionamento, saúdee eficiênciade uma rede, independente de seu tamanho ou finalidade.

Leia mais

1. Introdução à Gerência

1. Introdução à Gerência 1. Introdução à Gerência Gerência de redes: conjunto de ferramentas, procedimentos e políticas usadas para manter o funcionamento, saúdee eficiênciade uma rede, independente de seu tamanho ou finalidade.

Leia mais

Uma Proposta de Solução de Gerenciamento de Contabilização utilizando Nagios e Cacti

Uma Proposta de Solução de Gerenciamento de Contabilização utilizando Nagios e Cacti UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIAS, GERÊNCIA E SEGURANÇA DE REDES DE COMPUTADORES MOISÉS KOCH Uma Proposta de Solução de Gerenciamento

Leia mais

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Redes de Computadores Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Endereços e nomes Quaisquer duas estações

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade III Apresentar as camadas de Transporte (Nível 4) e Rede (Nível 3) do

Leia mais

3. Arquitetura TCP/IP

3. Arquitetura TCP/IP 3. Arquitetura TCP/IP A arquitetura internet foi criada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, com o objetivo de se ter uma rede interligando várias universidades e órgãos do governo de maneira

Leia mais

TCP-IP - Introdução. Aula 02. Professor Sérgio Teixeira E-mail: sergio.professor@multicast.com.br Telefone: (27) 9989-1122

TCP-IP - Introdução. Aula 02. Professor Sérgio Teixeira E-mail: sergio.professor@multicast.com.br Telefone: (27) 9989-1122 TCP-IP - Introdução Aula 02 Professor Sérgio Teixeira E-mail: sergio.professor@multicast.com.br Telefone: (27) 9989-1122 História 1969 - Advanced Research Project Agency (ARPA) financia a pesquisa e o

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. Arquitetura TCP/IP Endereçamento das Redes Classes de redes Principais protocolos

Fundamentos de Redes de Computadores. Arquitetura TCP/IP Endereçamento das Redes Classes de redes Principais protocolos Fundamentos de Redes de Computadores Arquitetura TCP/IP Endereçamento das Redes Classes de redes Principais protocolos Histórico O TCP/IP é um padrão de comunicação entre diferentes computadores e diferentes

Leia mais

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama Interconexão de Redes Parte 2 Prof. Dr. S. Motoyama 1 Software IP nos hosts finais O software IP nos hosts finais consiste principalmente dos seguintes módulos: Camada Aplicação; DNS (Domain name system)

Leia mais

Network Management. Joao.Neves@fe.up.pt. João Neves, 2009

Network Management. Joao.Neves@fe.up.pt. João Neves, 2009 Network Management Joao Neves Digitally signed by Joao Neves DN: cn=joao Neves, o=feup, ou=deec, email=joao.neves@fe. up.pt, c=pt Date: 2009.12.16 00:12:07 Z G tã de Gestão d R Redes d Joao.Neves@fe.up.pt

Leia mais

RMON e RMON2 Remote Network Monitoring

RMON e RMON2 Remote Network Monitoring RMON e RMON2 Remote Network Monitoring Luciano Paschoal Gaspary O protocolo SNMP e a MIB-II ainda são amplamente utilizados para o gerenciamento de equipamentos de rede. Agentes de software presentes nesses

Leia mais

GESTÃO Falhas Contabilidade Configuração Desempenho Segurança. FALHAS Determinar a falha Isolar a falha da rede Reconfigurar a rede Corrigir a falha

GESTÃO Falhas Contabilidade Configuração Desempenho Segurança. FALHAS Determinar a falha Isolar a falha da rede Reconfigurar a rede Corrigir a falha SCENÁRIO Recursos Controlo de custos Protocolos diversos Exigência dos utilizadores Diversidade de aplicações Controlo de acesso a aplicações e bases de dados Aumento qualitativo e quantitativo da area

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM PROTÓTIPO DE MIB-BROWSER EM DELPHI

DESENVOLVIMENTO DE UM PROTÓTIPO DE MIB-BROWSER EM DELPHI UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE INFORMÁTICA (BACHARELADO) DESENVOLVIMENTO DE UM PROTÓTIPO DE MIB-BROWSER EM DELPHI Relatório do Trabalho de

Leia mais