EDITAL DE ALIENAÇÃO N 001/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL DE ALIENAÇÃO N 001/2014"

Transcrição

1 EDITAL DE ALIENAÇÃO N 001/2014 Alienação de Participações Societárias do Banco Rural S/A Em Liquidação Extrajudicial, nas Companhias InvestPrev Seguradora S.A., e InvestPrev Seguros e Previdência S.A.

2 ÍNDICE Parte I - Preâmbulo... 5 Parte II Definições... 7 Parte III Do Objeto Objeto do Edital...11 Parte IV - Acesso às Informações sobre as Participações Societárias Aquisição e Consulta ao Edital e Acesso às Informações Pedidos de Esclarecimentos e de demais Informações Impugnações ao Edital Parte V - Regulamento do Certame Condições de Participação Forma de Apresentação da Documentação Garantia da Proposta Representantes dos Proponentes Propostas Econômicas Documentos de Qualificação Comissão de Alienação Recebimento dos Envelopes e demais etapas do Certame Análise dos Documentos de Qualificação Julgamento das Propostas Econômicas Recursos Das obrigações prévias, Liquidação e Transferência das Participações Societárias Fatos Relevantes Arbitragem... 36

3 Parte VI Anexos Anexo 1 Manual de Procedimentos Anexo 2 Modelo de Termo de Confidencialidade Anexo 3 Modelo de Solicitação de Esclarecimentos Anexo 4 Termos e Condições Mínimas do Seguro-Garantia Anexo 5 Modelo de Fiança Bancária Anexo 6 Conteúdo mínimo do contrato de intermediação entre o Proponente e sua respectiva Corretora Credenciada Anexo 7 Formal Compromisso de Pagamento da Remuneração Anexo 8 Modelo de Procuração Anexo 9 Modelo de Procuração (Proponente Estrangeiro) Anexo 10 Modelo de Carta de Credenciamento Anexo 11 Modelo de declaração de elaboração independente de Proposta Econômica Anexo 12 Modelo de Carta de Declaração de Ausência de Impedimento para Participação do Certame Anexo 13 Modelo de Carta de Ratificação da Proposta Econômica Anexo 14 Documentos de Qualificação Anexo 15 Modelo de Carta de Apresentação da Documentação de Caráter Geral Anexo 16 Modelo de Carta de Declaração de Inexistência de Processo Falimentar, Concordata, Recuperação Judicial, Extrajudicial ou Regime de Insolvência Anexo 17 Modelo de Declaração Formal de Expressa Submissão à Legislação Brasileira e de Renúncia de Reclamação por via Diplomática Anexo 18 Minuta do Contrato de Compra e Venda de Ações... 68

4 Parte I - Preâmbulo O Banco Rural, torna pública, por meio do presente Edital de Alienação n 001/2014, as condições da alienação com a finalidade de selecionar a melhor proposta para a celebração de Contrato de Compra e Venda de Ações para a Alienação da totalidade de ações das companhias InvestPrev Seguradora e InvestPrev Seguros e Previdência, todas de propriedade do Banco Rural. A presente Alienação será regida pelas regras previstas neste Edital e nos seus Anexos, tratando-se de um leilão extrajudicial de natureza privada, nos termos da Lei 6.024/74, que rege o presente procedimento de venda de ativos de titularidade do Banco Rural. A Investprev Seguradora é uma sociedade anônima de capital fechado, com sede na Cidade de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul e com filiais ativas nos Estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A companhia, inicialmente sob a denominação social de Rural Seguradora S.A, foi constituída no ano de 1989 e autorizada a operar pela SUSEP em 29 de dezembro de Em 10 de junho de 2011 foi alterada a denominação social para Investprev Seguradora S/A. A sociedade está autorizada pela SUSEP a operar com seguros de pessoas e de danos, em todo o território nacional. A Investprev Seguradora possui hoje uma carteira de segurados com aproximadamente (cento e doze mil) itens segurados. Os principais segmentos de atuação são: seguros patrimoniais, seguro residencial, seguro de responsabilidade civil de ônibus, seguro garantia, seguro fiança locatícia e seguro de vida. Além disto, a Investprev Seguradora, em janeiro de 2011, passou a operar com o Convênio de Operação do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre DPVAT, para as categorias 1, 2, 9 e 10 e categorias 3 e 4, conforme CARTA SUSEP/DIRAT/CGRAT/Nº 574/10, expedida no Processo SUSEP número / Por fim, a Investprev Seguradora é Controladora da sociedade de capitalização Invest Capitalização S/A. A Invest Capitalização S/A, atual denominação social da Rural Capitalização S/A, desde 30 de agosto de 2002 está autorizada pela SUSEP a emitir e comercializar títulos de capitalização em todo o território nacional. A Investprev Seguros e Previdência é uma sociedade anônima de capital fechado, com sede na Cidade de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul e com filiais ativas nos Estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A companhia, inicialmente sob a denominação social de Minasprevi Companhia Nacional de Previdência Privada, foi constituída no ano de 1982 e autorizada a operar pela SUSEP através da Carta Patente n.º 095, expedida em 14 de julho de Em 20 de dezembro de 1995 foi alterada a denominação social para Investprev Seguros e Previdência S/A. A sociedade está autorizada pela SUSEP a operar com seguros de pessoas, pecúlio por morte e pensão por prazo certo, e com planos de previdência complementar aberta, por meio do Fundo de Investimento RuralPrev Exclusivo Renda Fixa Crédito Privado, com abrangência em todo o território nacional. A Investprev Seguros e Previdência possui 5

5 hoje uma carteira de segurados e participantes de aproximadamente 20 (vinte mil) pessoas, sendo que grande parte destes segurados/participantes é vinculada a órgãos da administração pública, com as quais a companhia possui convênios e códigos de averbação para comercialização de prêmios de seguro e contribuições de planos de previdência privada. Além disso, a Investprev Seguros e Previdência, em janeiro de 2014, passou a operar com o Convênio de Operação do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre DPVAT, para as categorias 1, 2, 9 e 10 e categorias 3 e 4, conforme Carta n.º 123/2013/SUSEP-SEGER, expedida no Processo SUSEP no / As Participações Societárias serão alienadas pela melhor Proposta Econômica oferecida. O critério de julgamento da melhor proposta será o maior valor ofertado para pagamento à vista na data determinada no Cronograma, tendo como base o Preço Mínimo definido no item 1.3 deste Edital. Os documentos necessários à participação no Certame serão recebidos entre as 9h e 12h do dia 29 de setembro de A Alienação das Participações Societárias se dará por meio de sistema eletrônico da BM&FBOVESPA. A presente Alienação foi autorizada pelo Banco Central do Brasil em 09 de abril de 2014, por meio do Ofício-e 5052/2014 BCB/DELIQ/GTBHO / Pe 63636, e está condicionada ao atendimento das disposições do CNSP e SUSEP conforme disposto na Resolução CNSP 302/13, Resolução CNSP 166/07, Circular SUSEP 260/04 e Resolução CNSP 136/05. 6

6 Parte II Definições Para os fins do presente Edital, e sem prejuízo de outras definições aqui estabelecidas, as seguintes definições, no singular ou no plural, aplicam-se às respectivas expressões: (i) (ii) (iii) (iv) (v) (vi) (vii) (viii) (ix) (x) (xi) (xii) Adquirente: Proponente declarado vencedor do Certame e que cumpra as condições previstas neste Edital. Agente Liquidante: representante do Banco Rural, Osmar Brasil Almeida. Alienação: venda das Participações Societárias. Anexo: cada um dos documentos anexos ao Edital. Banco Rural: Banco Rural S.A. Em liquidação Extrajudicial, sociedade bancária em liquidação, responsável pela presente Alienação, sediado no Município de Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, na Rua Goitacazes, nº 250, Loja, Centro, de sítio eletrônico neste ato representado por seu Agente Liquidante. BM&FBOVESPA: BM&FBOVESPA S.A. - Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros, situada no Município de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua XV de Novembro, nº 275, de sítio eletrônico CADE: Conselho Administrativo de Defesa Econômica. Certame: o conjunto de procedimentos realizados para a Alienação das Participações Societárias. CNSP: Conselho Nacional de Seguros Privados. Comissão de Alienação: comissão instituída pelo Banco Rural que será responsável por examinar e julgar todos os documentos e conduzir os procedimentos relativos à Alienação. Contrato de Compra e Venda de Ações: contrato de compra e venda a ser celebrado entre o Banco Rural e a Adquirente o qual formalizará o objeto desta Alienação, que será regido pelas Leis da República Federativa do Brasil, cuja minuta integra este Edital. Consulta Prévia: Procedimento administrativo processado junto à SUSEP, que antecede a constituição, autorização para funcionamento, transferência de controle societário, reorganização societária e cancelamento de autorização para funcionamento de companhias seguradoras. 7

7 (xiii) (xiv) (xv) (xvi) (xvii) (xviii) (xix) (xx) (xxi) (xxii) Controlada: qualquer pessoa jurídica ou fundo de investimento cujo Controle é exercido por outra pessoa ou fundo de investimento. Controladora: qualquer pessoa jurídica ou fundo de investimento que exerça Controle sobre outra pessoa ou fundo de investimento. Controle: o poder, detido por pessoa ou o grupo de pessoas vinculadas por acordo de voto ou sob controle comum, direta ou indiretamente, isolada ou conjuntamente: (i) exercer, de modo permanente, direitos que lhe assegurem a maioria dos votos nas deliberações sociais e eleger a maioria dos administradores ou gestores de outra pessoa, fundo de investimento ou entidades de previdência complementar, conforme o caso; e/ou (ii) efetivamente dirigir as atividades sociais e orientar o funcionamento de órgãos de outra pessoa, fundo de investimento ou entidade de previdência complementar. Corretoras Credenciadas: sociedades corretoras habilitadas, nos termos da legislação brasileira, e autorizadas a operar na BM&FBOVESPA, contratadas pelos Proponentes, por meio de contrato de intermediação, para representá-los em todos os atos relacionados ao Certame junto à BM&FBOVESPA. Cronograma: é o registro das datas dos principais eventos do processo, conforme descritos no item 12 deste Edital. Data da Liquidação: data da assinatura do Contrato de Compra e Venda de ações, da transferência das Participações Societárias e do pagamento do Preço da Venda ofertado pela Adquirente. Data para Recebimento dos Envelopes: entre as 9h e 12h do dia 29 de setembro de 2014, no qual deverão ser entregues, pelos Proponentes, na BM&FBOVESPA, todos os documentos necessários à sua participação no Certame. Documentos de Qualificação: conjunto de documentos arrolados no Edital, a ser obrigatoriamente apresentado pelos Proponentes, destinado a comprovar sua qualificação jurídica, regularidade fiscal, trabalhista, qualificação econômico-financeira e cumprimento do disposto no Inciso XXXIII, do Art. 7º. Edital: o presente Edital de Alienação n 001/2014 e todos os seus Anexos. Garantia da Proposta: a garantia de cumprimento das condições do Edital e da Proposta Econômica a ser apresentada pelos Proponentes, nos termos deste Edital. 8

8 (xxiii) InvestPrev Seguradora: sociedade seguradora, de CNPJ / , situada no Município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, na Avenida Carlos Gomes, 222, Conjunto 1.001, Auxiliadora, cuja participação detida pelo Banco Rural é objeto deste Edital. (xxiv) InvestPrev Seguros e Previdência: sociedade seguradora, de CNPJ / , situada no Município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Avenida Carlos Gomes, nº 222, Conjunto 1.001, Bairro Auxiliadora, cuja participação detida pelo Banco Rural é objeto deste Edital. (xxv) (xxvi) (xxvii) (xxviii) (xxix) (xxx) (xxxi) (xxxii) Liquidação Financeira: denominação do procedimento que irá operacionalizar a transferência do Preço da Venda para o Banco Rural. Manual de Procedimentos: documento divulgado pela BM&FBOVESPA no seu sítio eletrônico, contendo orientações para os procedimentos do Certame, disponível como Anexo 1. Operador da Corretora Credenciada ou Operador: representante da Corretora Credenciada com poderes para atuar neste processo, especialmente com relação à Sessão da Alienação, e credenciados conforme procedimento descrito no item 8.2 do Edital, em especial nos atos que envolvam o contato com a BM&FBOVESPA. Participações Societárias: bloco único e indivisível de ações da companhia InvestPrev Seguradora e bloco único e indivisível de ações da companhia InvestPrev Seguros e Previdência, de propriedade do Banco Rural. Preço Mínimo: é o preço mínimo pelo qual as Participações Societárias serão ofertadas, referem-se a um bloco único e indivisível de ações da InvestPrev Seguradora e um bloco único e indivisível de ações da InvestPrev Seguros e Previdência. Preço de Venda: é o valor ofertado pelo(s) Proponente(s) vencedor(es), o qual deverá ser liquidado na forma e prazo determinado neste Edital. Proposta Econômica: o valor ofertado no sistema eletrônico pelo Operador representante do Proponente na Sessão da Alienação para aquisição das Participações Societárias, que não pode ser inferior ao Preço Mínimo. Proponente: qualquer pessoa física, pessoa jurídica ou entidade de previdência complementar participante do Certame. (xxxiii) Representantes Credenciados: pessoas autorizadas a representar os Proponentes em todos os documentos relacionados ao Certame, exceto nos 9

9 atos praticados junto à BM&FBOVESPA e nos atos praticados para efetivação da Proposta Econômica no sistema eletrônico. (xxxiv) (xxxv) Sessão da Alienação: sessão a iniciar-se em data e horário estabelecidos no Edital, sujeito às regras de prorrogação, no sistema eletrônico da BM&FBOVESPA para colocação de Propostas Econômicas para a InvestPrev Seguradora e para a InvestPrev Seguros e Previdência. SUSEP: Superintendência de Seguros Privados. Exceto quando o contexto não permitir tal interpretação, as definições do Edital serão igualmente aplicadas em suas formas singular e plural. 10

10 Parte III Do Objeto 1 Objeto do Edital 1.1 O objeto do Edital é a Alienação das Participações Societárias detidas pelo Banco Rural, nos termos, nos prazos e nas condições estabelecidas neste Edital. 1.2 Para efeitos do processo licitatório, as Participações Societárias em cada uma das companhias serão alienadas de forma individual e indivisível, da seguinte forma: InvestPrev Seguradora: Participação de 99,95% (noventa e nove inteiros e noventa e cinco centésimos por cento) no Capital Social da InvestPrev Seguradora, totalizando (trezentos e vinte e nove milhões, duzentos e nove mil, duzentas e trinta e sete) ações nominativas, detidas pelo Banco Rural InvestPrev Seguros e Previdência: Participação de 99,99% (noventa e nove inteiros e noventa e nove centésimos por cento) no Capital Social da InvestPrev Seguros e Previdência, totalizando (duzentas e trinta e cinco mil, sessenta e oito) ações nominativas, detidas pelo Banco Rural. 1.3 O Preço Mínimo considerado pelo Banco Rural para alienação de cada objeto é de: InvestPrev Seguradora: R$ ,34 (trinta e cinco milhões, setecentos e setenta mil, trezentos e quinze reais e trinta e quatro centavos), resultante da multiplicação da quantidade de ações, (trezentos e vinte e nove milhões, duzentos e nove mil, duzentas e trinta e sete), pelo preço unitário por ação, R$ 0,11 (onze centavos de real), referentes à InvestPrev Seguradora InvestPrev Seguros e Previdência: R$ ,26 (vinte e sete milhões, quatrocentos e trinta e oito mil, oitocentos e nove reais e vinte e seis centavos), resultante da multiplicação da quantidade de ações, (duzentas e trinta e cinco mil, sessenta e oito), pelo preço unitário por ação, R$ 116,73 (cento e dezesseis reais e setenta e três centavos), referentes à InvestPrev Seguros e Previdência. 1.4 Os valores ofertados pelos Proponentes serão sempre irrevogáveis, irretratáveis e de maneira nenhuma poderão estar condicionados a quaisquer fatores diferentes daqueles determinados neste Edital. 11

11 1.5 As Participações Societárias serão alienadas em lotes individuais (InvestPrev Seguradora e InvestPrev Seguros e Previdência), sem prejuízo do Proponente adquirir, caso deseje, os dois lotes. 12

12 Parte IV - Acesso às Informações sobre as Participações Societárias 2 Aquisição e Consulta ao Edital e Acesso às Informações 2.1 O Edital da presente Alienação, seus Anexos, estarão disponíveis ao público nos sítios eletrônicos do Banco Rural e da BM&FBOVESPA. 2.2 As informações e estudos sobre as Participações Societárias e as Companhias, às quais incidirão as regras previstas neste Edital, poderão ser obtidas: no sítio eletrônico do Banco Rural, mediante prévia assinatura e envio, à sede do Banco Rural, de termo de confidencialidade que proteja as informações disponibilizadas, nos termos do item 2.9 e 2.10 do Edital. 2.3 O Banco Rural não se responsabilizará pelo Edital, seus Anexos e demais informações, estudos e projetos obtidos ou conhecidos de forma ou em local diverso do especificado neste Edital. 2.4 A obtenção do Edital não será condição para participação no Certame, sendo imprescindível, para tanto, o conhecimento e aceitação, pelo Proponente, de todos os seus termos e condições. 2.5 Os Proponentes são responsáveis pela análise direta das condições das Participações Societárias e de todos os dados e informações sobre a forma e procedimentos necessários à conclusão do negócio. 2.6 Os interessados são responsáveis pelo exame de todas as instruções, condições, exigências, leis, decretos, normas, especificações e regulamentações aplicáveis ao Certame e à Alienação, bem como pela análise direta das condições das Participações Societárias. 2.7 Os Proponentes arcarão com seus respectivos custos e despesas que incorrerem para a realização de estudos, investigações, levantamentos, projetos e investimentos, relacionados ao Certame. 2.8 A documentação fornecida pelo Banco Rural exclusivamente aos Proponentes não poderá ser reproduzida, divulgada e utilizada, de forma total ou parcial, para quaisquer outros fins que não os expressos no Edital. A obtenção de toda a documentação relacionada aos objetos está sujeita à assinatura de termo de confidencialidade entre o Banco Rural e o Proponente. 2.9 O termo de confidencialidade, nos moldes do Anexo 2, devidamente assinado por representante do Proponente, acompanhado dos instrumentos de 13

13 representação do signatário, deverá ser entregue presencialmente na sede do Banco Rural até data estipulada em Cronograma Recebidas as vias físicas do termo de confidencialidade, verificada a validade do termo de confidencialidade, constatada a inexistência de vícios, no prazo de 02 (dois) dias corridos, contados do recebimento das vias físicas do referido termo, serão enviados para o endereço eletrônico informado no Anexo 2, login e senha para acesso às informações relativas às Participações Societárias e às Companhias. 3 Pedidos de Esclarecimentos e de demais Informações 3.1 Caso qualquer interessado necessite de esclarecimentos complementares, ou requeira demais informações, deverá solicitá-los ao Banco Rural até às 16h do dia 17 de setembro de 2014, da seguinte forma: Por meio eletrônico, no acompanhado do arquivo contendo as questões formuladas, em formato.doc, conforme modelo integrante do Anexo O Banco Rural não responderá questões que tenham sido formuladas em desconformidade com o disposto no item As respostas aos referidos esclarecimentos complementares ou demais informações serão divulgadas para todos os Proponentes nos sítios eletrônicos do Banco Rural e da BM&FBOVESPA, sem identificação da fonte do questionamento. 3.4 Todas as respostas da Comissão de Alienação aos pedidos de esclarecimentos realizados nos termos deste item constarão de ata que será publicada nos sítios eletrônicos do Banco Rural e da BM&FBOVESPA em data disposta em Cronograma e será parte integrante deste Edital. 3.5 Com exceção do disposto no item 3.1 acima, todas as mensagens referentes ao Edital, dirigidas ao endereço eletrônico, serão consideradas recebidas no dia útil imediatamente posterior. 4 Impugnações ao Edital 4.1 Sob pena de decadência do direito, eventuais impugnações do Edital deverão ser protocoladas na sede do Banco Rural até 5 (cinco) dias úteis antes da Data para Recebimento dos Envelopes, até as 17 (dezessete) horas, devendo a Comissão de Alienação julgar e responder à impugnação em até 3 (três) dias úteis. 14

14 4.2 As impugnações ao Edital deverão ser dirigidas ao presidente da Comissão de Alienação e entregues na sede do Banco Rural, no prazo mencionado no item 4 e observadas as condições legais. 4.3 A impugnação feita tempestivamente não impedirá a participação do interessado no Certame até a decisão da Comissão de Alienação. 4.4 Impugnações apresentadas intempestivamente não serão conhecidas. 15

15 Parte V - Regulamento do Certame 5 Condições de Participação 5.1 Poderão participar do Certame, nos termos deste Edital, pessoas físicas ou jurídicas, brasileiras ou estrangeiras, entidades de previdência complementar que atendam aos requisitos exigidos nos termos deste Edital. 5.2 A participação nesta Alienação está condicionada ao atendimento das disposições do CNSP e SUSEP relacionadas à atividade de seguro, tais como, mas sem se limitar, Resolução CNSP 302/13, Resolução CNSP 166/07, Circular SUSEP 260/04 e Resolução CNSP 136/05. Caberá ao Proponente, previamente à participação neste Certame, se certificar que atende a todas as exigências previstas nos normativos anteriormente citados, bem como capital mínimo para operar uma entidade seguradora, qualificação legal para deter o controle acionário de companhia seguradora, requisitos para nomeação em cargo estatuário, dentre outras requisitos, previstos em outros normativos, aqui não listados, que forem exigidos pela autoridade regulamentadora. 5.3 Caberá ao Proponente, após ser declarado vencedor, por sua conta e risco, buscar junto a SUSEP as devidas e necessárias autorizações para adquirir (adjudicar) a(s) Participação(ões) Societária(s) contempladas na proposta vencedora, realizando, nos prazos previstos neste Edital, o procedimento identificado como Consulta Prévia Na eventualidade de ser necessária a submissão da presente operação à aprovação prévia do CADE, nos termos da legislação em vigor, caberá ao Proponente diligenciar junto àquele órgão visando obter as devidas aprovações. 5.4 Nesse sentido, o Banco Rural não se responsabilizará pelos prejuízos suportados pelo Proponente vencedor caso a Alienação seja negada pela CNSP, SUSEP, e/ou CADE, impedindo a transferência definitiva das ações, representadas pelas Participações Societárias. Neste caso, o Proponente não poderá imputar qualquer culpa ao Banco Rural, nem tão pouco recobrar-lhe os eventuais prejuízos arcados, tais como, mas sem se limitar, perda da Garantia da Proposta ofertada neste Certame. 5.5 A eventual perda da Garantia da Proposta buscará compensar o Banco Rural pelos danos decorrentes do insucesso do Certame, ocasionado pelo Proponente vencedor, que deixou de observar e/ou preencher os requisitos exigidos pela CNSP, SUSEP e/ou CADE para executar atividades securitárias, 16

16 presentes nos normativos retro mencionados ou em outros aqui não listados, mas que de alguma forma regulem o objeto do presente Edital. 5.1 Não poderão participar do Certame: Consórcios; Fundos de Investimento; Liquidante do Banco Rural S/A ELE, Banco Mais S/A ELE, Banco Simples S/A ELE, Banco Rural de Investimento S/A ELE e Rural Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S/A ELE e seus parentes colaterais ou consanguíneos até o 4º Grau de parentesco. 5.2 A participação no Certame implicará na integral e incondicional aceitação de todos os termos, disposições e condições do Edital, do Manual de Procedimentos e dos Anexos, bem como das demais normas aplicáveis ao Certame, bem como que o respectivo Proponente tem conhecimento de todo e qualquer documento disponibilizado relacionado no presente Edital. 6 Forma de Apresentação da Documentação 6.1 A Garantia da Proposta e os Documentos de Qualificação deverão ser (i) entregues na Data para Recebimento dos Envelopes, na BM&FBOVESPA, situada na Rua XV de Novembro, nº 275, por representante das Corretoras Credenciadas, munido dos documentos que comprovem seus poderes de representação ou que constem no cadastro da BM&FBOVESPA e (ii) apresentados em 2 (dois) envelopes lacrados por Participação Societária, distintos e identificados em sua capa, da seguinte forma: (i) ENVELOPE 1 GARANTIA DA PROPOSTA EDITAL DE ALIENAÇÃO N 001/ ALIENAÇÃO DE PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS DO BANCO RURAL S/A EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL NAS COMPANHIAS INVESTPREV SEGURADORA S.A. E INVESTPREV SEGUROS E PREVIDÊNCIA S.A. [INFORMAR A PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA] DENOMINAÇÃO SOCIAL DO PROPONENTE DENOMINAÇÃO DA CORRETORA CREDENCIADA, ASSIM COMO O NOME, TELEFONE E ENDEREÇO ELETRÔNICO ( ) DE SEU INTEGRANTE RESPONSÁVEL PELO CERTAME NOME, TELEFONE E ENDEREÇO ELETRÔNICO ( ) DO(S) REPRESENTANTE(S) CREDENCIADO(S) 17

17 (ii) ENVELOPE 1 GARANTIA DA PROPOSTA ENVELOPE 2 - DOCUMENTOS DE QUALIFICAÇÃO EDITAL DE ALIENAÇÃO 001/ ALIENAÇÃO DE PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS DO BANCO RURAL S/A EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL NAS COMPANHIAS INVESTPREV SEGURADORA S.A. E INVESTPREV SEGUROS E PREVIDÊNCIA S.A. [INFORMAR A PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA] DENOMINAÇÃO SOCIAL DO PROPONENTE DENOMINAÇÃO DA CORRETORA CREDENCIADA, ASSIM COMO O NOME, TELEFONE E ENDEREÇO ELETRÔNICO ( ) DE SEU INTEGRANTE RESPONSÁVEL PELO CERTAME NOME, TELEFONE E ENDEREÇO ELETRÔNICO ( ) DO(S) REPRESENTANTE(S) CREDENCIADO(S) ENVELOPE 2 - DOCUMENTOS DE QUALIFICAÇÃO 6.2 Cada um dos envelopes da Garantia da Proposta e dos Documentos de Qualificação deverá ser apresentado em 2 (duas) vias idênticas, encadernadas separadamente, com todas as folhas numeradas sequencialmente, inclusive as folhas de separação, catálogos, desenhos ou similares, se houver, independentemente de ser mais de um caderno, da primeira à última folha, de forma que a numeração da última folha do último caderno reflita a quantidade total de folhas de cada envelope, não sendo permitidas emendas, rasuras, entrelinhas ou ressalvas. 6.3 Cada via conterá uma página com termo de encerramento próprio, que não será numerada. 6.4 Cada um dos envelopes da Garantia da Proposta e dos Documentos de Qualificação deverá ser apresentado também em meio eletrônico, em formato.pdf, arquivado em CD ou Pen Drive, com conteúdo idêntico ao das vias apresentadas em meio físico. 6.5 Caso exista divergência entre as informações apresentados em meio físico e eletrônico, prevalecerão as informações prestadas em meio físico. 18

18 6.5.1 Na hipótese de divergência entre números e sua expressão por extenso, prevalecerá a forma por extenso. 6.6 Para efeito de apresentação: (i) As vias de cada um dos envelopes da Garantia da Proposta e dos Documentos de Qualificação deverão conter, além da identificação citada no item 6.1, os subtítulos 1ª via e 2ª via, respectivamente; 6.7 Todos os documentos deverão ser apresentados em sua forma original ou cópia autenticada, exceto os documentos relativos à Garantia de Proposta, que deverão ser apresentados em suas vias originais na 1ª via. 6.8 Todas as folhas de cada uma das vias da Garantia da Proposta e dos Documentos de Qualificação deverão ser rubricadas por um de seus Representantes Credenciados. 6.9 Um dos Representantes Credenciados deverá rubricar sobre o lacre de cada um dos envelopes contendo cada um dos envelopes indicados no item 6.1, inserindo ao lado da rubrica, de próprio punho, a sua data e hora, que não necessariamente é a data e hora da Data para Recebimento dos Envelopes Exceto quando expressamente autorizado neste Edital, os documentos deverão ser apresentados conforme os modelos constantes do Edital, quando houver Eventuais falhas na entrega ou defeitos formais nos documentos que façam parte da Garantia da Proposta e dos Documentos de Qualificação poderão ser sanados de acordo com os termos do item , em prazo estabelecido pela Comissão de Alienação Os documentos deverão ser apresentados de forma legível, em linguagem clara, sem emendas, rasuras, entrelinhas ou ressalvas, e deverão observar as seguintes regras com relação ao idioma: (i) (ii) Todos os documentos que se relacionam ao Certame deverão ser apresentados em língua portuguesa e toda a documentação será compreendida e interpretada de acordo com o referido idioma; e No caso de documentos em língua estrangeira, somente serão considerados se devidamente traduzidos ao português por tradutor 19

19 público juramentado e com a confirmação de autenticidade emitida pela representação diplomática ou consular do Brasil no país de origem do documento Não será admitida a entrega dos documentos do Certame por via postal ou qualquer outro meio não previsto no item Os Proponentes arcarão com todos os custos relacionados à preparação e à apresentação dos envelopes das Garantias da Proposta e dos Documentos de Qualificação, não sendo o Banco Rural ou a BM&FBOVESPA responsáveis, em qualquer hipótese, por tais custos, quaisquer que sejam os procedimentos seguidos no Certame ou seus resultados A prática de atos pelos Proponentes em cada etapa do Certame está sujeita à preclusão, sendo vedado o exercício de faculdades referentes a etapas já consumadas do Certame, salvo nas hipóteses admitidas no Edital. 7 Garantia da Proposta 7.1 A Garantia da Proposta deverá ser apresentada em dinheiro, títulos da dívida pública federal, seguro-garantia ou fiança bancária no valor correspondente a 1% (um por cento) do Preço Mínimo de aquisição para cada uma das Participações Societárias. 7.2 A Garantia da Proposta deverá ter prazo mínimo de 1 (um) ano a contar da Data para Recebimento dos Envelopes. 7.3 A BM&FBOVESPA analisará a regularidade e efetividade das Garantias da Proposta apresentadas, comunicando à Comissão de Alienação o resultado de tal análise, cabendo à Comissão de Alienação a decisão final sobre a aceitação ou não das Garantias da Proposta apresentadas Os Proponentes declaram ciência da responsabilidade da Comissão de Alienação sobre a decisão final a respeito da aceitação das garantias e, por esse motivo, isentam a BM&FBOVESPA de qualquer responsabilidade por essa decisão, bem como suas consequências sobre o resultado final do Certame. 7.4 Os Proponentes deverão, ainda, observar as seguintes condições quando do oferecimento da Garantia da Proposta: 20

20 7.4.1 As Garantias da Proposta apresentadas nas modalidades segurogarantia e fiança bancária deverão apresentar o conteúdo mínimo ou seguir o modelo constante, respectivamente, dos Anexos 4 e 5, em sua forma original (não serão aceitas cópias de qualquer espécie) e deverão ter seu valor expresso em reais, assinatura dos administradores da sociedade emitente, com comprovação dos respectivos poderes para representação nos termos do Manual de Procedimentos; Na hipótese de a Garantia da Proposta ser prestada em títulos da dívida pública federal, aceitar-se-ão, apenas, Letras do Tesouro Nacional LTN, Letras Financeiras do Tesouro - LFT, Notas do Tesouro Nacional série C NTN-C, Notas do Tesouro Nacional série B principal NTN-B Principal ou Notas do Tesouro Nacional série F NTN-F; A Garantia da Proposta deverá ser apresentada em nome próprio ou razão social do Proponente. 7.5 No envelope I devem ser apresentados os documentos de representação de que trata o item No envelope I também deve ser apresentada declaração de elaboração independente de Proposta Econômica, conforme modelo constante do Anexo 11, devidamente assinada pelo Representante Credenciado, com firma reconhecida. 7.7 No envelope I também deve ser apresentada declaração de inexistência de fato impeditivo para participar no Certame, conforme modelo constante do Anexo 12, devidamente assinada pelo Representante Credenciado, com firma reconhecida. 7.8 No caso de a Garantia da Proposta ser fornecida por meio de títulos da dívida pública federal, será considerado, para fins do cálculo do valor mínimo, nos termos do item 7.1, o valor total dos títulos de acordo com a última cotação publicada no dia útil anterior à data de apresentação da Garantia da Proposta, calculado segundo os critérios e práticas do Ministério da Fazenda. 21

Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015

Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015 Comunicado Cetip n 007/2015 16 de janeiro de 2015 Assunto: Leilão de Alienação de Direitos Sobre Créditos Acumulados de ICMS Módulo de Negociação por Leilão Cetip Net Plataforma Eletrônica. O diretor-presidente

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Comunicado Cetip n 052/2014 19 de maio de 2014

Comunicado Cetip n 052/2014 19 de maio de 2014 Comunicado Cetip n 052/2014 19 de maio de 2014 Assunto: Leilão de Venda de Direitos Sobre Créditos Acumulados de ICMS Módulo de Negociação por Leilão Cetip NET Plataforma Eletrônica. O diretor-presidente

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA

OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DE LEILÃO - CGTEE Nº 002/2014 OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DE LEILÃO CGTEE Nº 002/2014 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG)

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 / Sto. Antônio Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE

Leia mais

MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO

MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO VERSÃO: 31/3/2011 2/12 MANUAL DE NORMAS COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CDURP COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CDURP COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO ANEXO 2 MODELOS DE CARTAS E DECLARAÇÕES Modelo de Pedido de Esclarecimentos Ref.: Concorrência Pública nº [ ]/2011 Pedido de Esclarecimentos, [qualificação], por seu(s) representante(s) legal(is), apresenta

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ ANEXO II MODELO DE CARTAS E DECLARAÇÕES CONSULTA PÚBLICA nº 01 18/11/2013 SUMÁRIO Modelo nº 01 CARTA DE CREDENCIAMENTO... 3 Modelo nº 02 CARTA DE APRESENTAÇÃO DA GARANTIA DE PROPOSTA DA CONCORRENTE SOB

Leia mais

ANEXO 1 MANUAL DE PROCEDIMENTOS EDITAL DE ALIENAÇÃO N 001/2014

ANEXO 1 MANUAL DE PROCEDIMENTOS EDITAL DE ALIENAÇÃO N 001/2014 ANEXO 1 MANUAL DE PROCEDIMENTOS EDITAL DE ALIENAÇÃO N 001/2014 ALIENAÇÃO DE PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS DE FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. EM COMPANHIAS DO COMPLEXO ARACATI SÃO PAULO, 16 DE JULHO DE 2014

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CRI - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

MANUAL DE NORMAS CRI - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS MANUAL DE NORMAS - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS VERSÃO: 01/7/2008 2 / 11 MANUAL DE NORMAS - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS

Leia mais

ANEXO VI MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL

ANEXO VI MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL ANEXO VI MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL ANEXO VI MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS PREVISTOS NO EDITAL p. 1 / 13 ANEXO VI MODELOS DAS DECLARAÇÕES E DOS COMPROMISSOS

Leia mais

Aprovada na Reunião do Conselho de Administração de 10.05.2012. Sumário

Aprovada na Reunião do Conselho de Administração de 10.05.2012. Sumário POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES Aprovada na Reunião do Conselho de Administração de 10.05.2012 Sumário I. Finalidade... 3 II. Abrangência... 3 III. Divulgação de Informação

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES 2 I. Finalidade A presente Política de Divulgação de Informações e de Negociação de Ações tem como finalidade estabelecer as práticas de divulgação

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI

MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI VERSÃO: 20/7/2009 2/8 MANUAL DE NORMAS TERMO DE ÍNDICE DI ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. 1 PROPÓSITO A presente Política de Negociação de Valores Mobiliários tem como propósito estabelecer regras para

Leia mais

CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL N.º [ ]/[ ] EDITAL DE LICITAÇÃO

CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL N.º [ ]/[ ] EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL N.º [ ]/[ ] EDITAL DE LICITAÇÃO PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA, NA MODALIDADE DE CONCESSÃO ADMINISTRATIVA, DESTINADA À CONSTRUÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DO COLÉGIO MILITAR DE MANAUS

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA

MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL DE COMPRA E VENDA A TERMO DE ENERGIA ELÉTRICA VERSÃO: 01/7/2008 2 / 10 MANUAL DE NORMAS CERTIFICADO REPRESENTATIVO DE CONTRATO MERCANTIL

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO 02/2014 LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA

EDITAL DO LEILÃO 02/2014 LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DO LEILÃO 02/2014 LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA O LEILÃO DE COMPRA e os procedimentos a ele relativos serão regidos pelas disposições deste EDITAL e seus Anexos. ÍNDICE Capítulo 1 Informações

Leia mais

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração;

a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; ALTERAÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESÁRIA: *ELEMENTOS DA ALTERAÇÃO CONTRATUAL a) Título (Alteração contratual), recomendando-se indicar o nº de seqüência da alteração; b) Preâmbulo; c) Corpo da alteração: Nova

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA -CAMPINAS- GUARULHOS

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA -CAMPINAS- GUARULHOS LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS GOVERNADOR ANDRÉ FRANCO MONTORO, NA CIDADE DE GUARULHOS/SP, VIRACOPOS, NA CIDADE DE CAMPINAS/SP E PRESIDENTE

Leia mais

ECOM ENERGIA LTDA. LEILÃO CP ECOM nº 04/2015 EDITAL DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA DE CURTO PRAZO NO AMBIENTE DE CONTRATAÇÃO LIVRE - ACL

ECOM ENERGIA LTDA. LEILÃO CP ECOM nº 04/2015 EDITAL DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA DE CURTO PRAZO NO AMBIENTE DE CONTRATAÇÃO LIVRE - ACL ECOM ENERGIA LTDA. LEILÃO CP ECOM nº 04/2015 EDITAL DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA DE CURTO PRAZO NO AMBIENTE DE CONTRATAÇÃO LIVRE - ACL APRESENTAÇÃO e OBJETO 1.1. A ECOM ENERGIA LTDA. ( ECOM ), autorizada

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA CONVENCIONAL 002_2014 COPEN COMPANHIA DE PETRÓLEO E ENERGIA S/A

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA CONVENCIONAL 002_2014 COPEN COMPANHIA DE PETRÓLEO E ENERGIA S/A EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA CONVENCIONAL 002_2014 COPEN COMPANHIA DE PETRÓLEO E ENERGIA S/A A oferta pública ( OFERTA PÚBLICA ou leilão ) e os procedimentos a ela relativos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS CODEMIG CONCURSO Nº 03/2015 - PROCESSO INTERNO Nº 385/15

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS CODEMIG CONCURSO Nº 03/2015 - PROCESSO INTERNO Nº 385/15 COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS CODEMIG CONCURSO Nº 03/2015 - PROCESSO INTERNO Nº 385/15 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE FORTALECIMENTO E FOMENTO DOS FESTIVAIS GASTRONÔMICOS NO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CCI CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO

MANUAL DE NORMAS CCI CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO MANUAL DE NORMAS CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO VERSÃO: 18/04/2011 2 / 13 MANUAL DE NORMAS CÉDULA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 FORNECIMENTO DE LINK DE INTERNET O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 510, DE 22 DE JANEIRO DE 2015.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 510, DE 22 DE JANEIRO DE 2015. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 510, DE 22 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe sobre o registro de corretor de seguros, de capitalização e de previdência, pessoa física e pessoa jurídica,

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado com sede na Rua Sampaio Viana, 44 - Paraíso,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO:

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.001039/2009-04

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO Nº 003/2015

EDITAL DE LEILÃO Nº 003/2015 EDITAL DE LEILÃO Nº 003/2015 LEILÃO PÚBLICO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA BTG PACTUAL COMERCIALIZADORA DE ENERGIA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Avenida Brigadeiro Faria Lima, n.º

Leia mais

GOVERNO FEDERAL SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - SEP/PR AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS - ANTAQ LEILÃO

GOVERNO FEDERAL SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - SEP/PR AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS - ANTAQ LEILÃO GOVERNO FEDERAL SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - SEP/PR AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS - ANTAQ LEILÃO MINUTA DE EDITAL PARA O ARRENDAMENTO DE ÁREA E INFRAESTRUTURA PÚBLICAS

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 2 2. APRESENTAÇÃO... 2 3. ESTRUTURA DO CONTRATO DE SEGURO... 2 4. OBJETIVO DO SEGURO... 3 5. DEFINIÇÕES... 3 6. FORMA DE CONTRATAÇÃO... 4

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PU 81.4 - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA BRC_03-14

EDITAL DE LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA BRC_03-14 EDITAL DE LEILÃO DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA BRC_03-14 A BRASIL COMERCIALIZADORA DE ENERGIAS S/A (COMPRADORA), com sede na Rua Helena, 260, conjunto 72, CEP 04552-050, Bairro Vila Olímpia, Cidade de

Leia mais

ANEXO I MODELO DE CARTAS DE APRESENTAÇÃO DA GARANTIA DE PROPOSTA, DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO E PROPOSTA ECONÔMICA

ANEXO I MODELO DE CARTAS DE APRESENTAÇÃO DA GARANTIA DE PROPOSTA, DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO E PROPOSTA ECONÔMICA ANEXO I MODELO DE CARTAS DE APRESENTAÇÃO DA GARANTIA DE PROPOSTA, DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO E PROPOSTA ECONÔMICA Consulta Pública Concorrência SETOP /2012 Anexo I Modelo de Cartas de Apresentação

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 1 SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ 1. DA CONVOCAÇÃO: CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO

Leia mais

ANEXO II MODELOS DO EDITAL

ANEXO II MODELOS DO EDITAL ANEXO II MODELOS DO EDITAL 1 SUMÁRIO MODELO N.º 1 - CARTA DE CREDENCIAMENTO... 3 MODELO N.º 2 - PROPOSTA COMERCIAL... 4 MODELO N.º 3 - DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO....

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

REGULAMENTO PARA OPERACIONALIZAÇÃO DA OFERTA DE SUBVENÇÃO AO PRÊMIO DO SEGURO RURAL-SPSR N.º 006/04

REGULAMENTO PARA OPERACIONALIZAÇÃO DA OFERTA DE SUBVENÇÃO AO PRÊMIO DO SEGURO RURAL-SPSR N.º 006/04 REGULAMENTO PARA OPERACIONALIZAÇÃO DA OFERTA DE SUBVENÇÃO AO PRÊMIO DO SEGURO RURAL-SPSR N.º 006/04 A Companhia Nacional de Abastecimento Conab, empresa pública federal vinculada ao Ministério da Agricultura,

Leia mais

Leis sobre TV paga - TV por Satélite REGULAMENTO SERVIÇO DE TRANSPORTE DE SINAIS DE TELECOMUNICAÇÕES POR SATÉLITE. Capítulo I DAS GENERALIDADES

Leis sobre TV paga - TV por Satélite REGULAMENTO SERVIÇO DE TRANSPORTE DE SINAIS DE TELECOMUNICAÇÕES POR SATÉLITE. Capítulo I DAS GENERALIDADES Leis sobre TV paga - TV por Satélite REGULAMENTO SERVIÇO DE TRANSPORTE DE SINAIS DE TELECOMUNICAÇÕES POR SATÉLITE Capítulo I DAS GENERALIDADES Art. 1o Este Regulamento dispõe sobre Serviço de Transporte

Leia mais

EDITAL DE ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS LEILÃO PÚBLICO N 01/2013

EDITAL DE ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS LEILÃO PÚBLICO N 01/2013 EDITAL DE ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS LEILÃO PÚBLICO N 01/2013 1. INTRODUÇÃO 1.1 A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SEÇÃO MINAS GERAIS, por seu Presidente, DR. LUÍS CLÁUDIO DA SILVA CHAVES, para conhecimento

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA BRC_02-15

EDITAL DE LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA BRC_02-15 EDITAL DE LEILÃO DE VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA BRC_02-15 A BRASIL COMERCIALIZADORA DE ENERGIAS LTDA (VENDEDORA), com sede na Rua Helena, 260, conjunto 72, CEP 04552-050, Bairro Vila Olímpia, Cidade de São

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 20 DAS SOCIEDADES DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS, CONSTITUIÇÃO E AUTORIZAÇÃO

RESOLUÇÃO Nº 20 DAS SOCIEDADES DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS, CONSTITUIÇÃO E AUTORIZAÇÃO 1 RESOLUÇÃO Nº 20 Documento normativo revogado pela Resolução 2735, de 28/06/2000. O BANCO CENTRAL DA REPÚBLICA DO BRASIL, na forma da deliberação do Conselho Monetário Nacional, em sessão de 28.2.66,

Leia mais

ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES

ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES ANEXO VII MODELOS DE DECLARAÇÕES SUMÁRIO I - MODELO DE SOLICITAÇÃO DE ESCLARECIMENTOS... 3 II - TERMOS E CONDIÇÕES MÍNIMOS DO SEGURO-GARANTIA PARA GARANTIA DE PROPOSTA... 4 III - MODELO DE FIANÇA-BANCÁRIA

Leia mais

ANEXO I MODELO DE CARTAS E DECLARAÇÕES

ANEXO I MODELO DE CARTAS E DECLARAÇÕES ANEXO I MODELO DE CARTAS E DECLARAÇÕES ANEXO I MODELO DE CARTAS E DECLARAÇÕES MODELO 1 CARTA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA ECONÔMICA (ITEM 16.1 DO EDITAL)... 3 MODELO 2 CARTA DE APRESENTAÇÃO DOS DOCUMENTOS

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900001/2014-75 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

EDITAL DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA

EDITAL DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DE COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A, agente gerador de energia elétrica, inscrita no CNPJ/MF sob o n 23.274.194/0001-19, com sede na Rua Real Grandeza 219, Botafogo, Rio

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA CARTA CONVITE N 005/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SANTA CATARINA - SENAR-AR/SC Edital de Convite nº. 005/2015 1 - Preâmbulo 1.1 - O Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARCOPOLO S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARCOPOLO S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARCOPOLO S.A. I - OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Art. 1 o. A presente Política de Negociação tem por objetivo estabelecer as regras e procedimentos

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08 MINUTA 1 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 015/08 Processo nº 41.128/07 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO DE VEÍCULOS TIPO VIATURA (VW GOL 1.6,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM930T4 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL MANUAL DE OFERTA AOS EMPREGADOS

BANCO CENTRAL DO BRASIL MANUAL DE OFERTA AOS EMPREGADOS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DEFINIÇÕES E ABREVIAÇÕES... 3 3. QUEM PODE ADQUIRIR AÇÕES DO BEP?... 4 4. COMO O BEP SERÁ VENDIDO?... 4 5. QUE VANTAGENS OS EMPREGADOS PODEM TER AO ADQUIRIR AÇÕES DA EMPRESA?...

Leia mais

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Jurídica CONTRATO DE ASSINANTE A1

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Jurídica CONTRATO DE ASSINANTE A1 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL que entre si fazem, de um lado, como contratada a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Empresa Pública de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

CAPÍTULO I DEFINIÇÕES. Art. 2º Para os fins desta portaria, considera-se:

CAPÍTULO I DEFINIÇÕES. Art. 2º Para os fins desta portaria, considera-se: Estabelece regras e procedimentos para a transferência de controle societário ou de titularidade e para a alteração do nome empresarial de contrato de concessão de porto organizado ou de arrendamento de

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

ANEXO VIII MODELOS DE DECLARAÇÕES E CARTAS. (Modelos sugeridos)

ANEXO VIII MODELOS DE DECLARAÇÕES E CARTAS. (Modelos sugeridos) ANEXO VIII MODELOS DE DECLARAÇÕES E CARTAS (Modelos sugeridos) Conteúdo dos envelopes: a) ENVELOPE DE CREDENCIAMENTO (i) Documentos do REPRESENTANTE LEGAL; (ii) Documentos da CORRETORA CREDENCIADA; (iii)

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO 001/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS GO.

EDITAL DE LEILÃO 001/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS GO. EDITAL DE LEILÃO 001/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS GO. O MUNICÍPIO DE BOM JESUS, Estado de Goiás, pessoa jurídica de direito público interno, com sede administrativa situada na Praça Sebastião

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08 MINUTA 1 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 019/08 Processo nº 5935/0/ Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO DE TERMINAIS DE AUTO ATENDIMENTO Pelo

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CALMON

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CALMON PROCESSO LICITATÓRIO n.º 0019/2013. MODALIDADE LEILÃO 0001/2013 1. PREÂMBULO 1.1 A, Estado de Santa Catarina, através da Comissão Permanente de Licitações, designada pelo Decreto n.º 013/2013, e de conformidade

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS II - GLOSSÁRIO PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU HARTFORD CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73

Leia mais

TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES

TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES 1 ÍNDICE I. Finalidade... 3 II. Abrangência... 3 III. Definições... 4 IV. Divulgação de

Leia mais

APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA

APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA Apólice: 024612013000107750002827 Processo SUSEP : 15414.004045/2010-49 Endosso: 0000000 Número de Controle Interno: 7202Ě CONDIÇÕES PARTICULARES A Austral Seguradora

Leia mais

ANEXO II MODELOS DA LICITAÇÃO MODELO N.º 3 DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO

ANEXO II MODELOS DA LICITAÇÃO MODELO N.º 3 DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO ANEXO II MODELOS DA LICITAÇÃO MODELO N.º 1 CARTA CREDENCIAMENTO MODELO N.º 2 PROPOSTA COMERCIAL MODELO N.º 3 DECLARAÇÃO DE PLENO ATENDIMENTO AOS REQUISITOS DE HABILITAÇÃO MODELO N.º 4 DECLARAÇÃO DE REGULARIDADE

Leia mais

EDITAL. Pregão Presencial Nº 000002/2014

EDITAL. Pregão Presencial Nº 000002/2014 Pregão Presencial Nº 000002 Data: 11 de março de 2014 ÀS 08:30 Processo Nº: 000002/2014 PREAMBULO A PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DE SÃO FRANCISCO, ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, com sede na Rua Desembargador

Leia mais

E D I T A L Nº 2339/2014

E D I T A L Nº 2339/2014 E D I T A L Nº 2339/2014 MODALIDADE: Concorrência TIPO: Maior oferta ABERTURA: Dia 08 de Outubro de 2014, às 10 horas LOCAL DE ABERTURA: Setor de Licitações, situado na Rua Benjamin Constant, nº 686 2º

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO)

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) ESSOR Seguros S.A CNPJ 14.5 25.684/0001-50 Process o SUSEP Nº 1 54 14.002 72 3/2 01 2-09 O registro deste plano na SUSEP não im plica,

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

VULCABRAS AZALEIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 50.926.955/0001-42 NIRE 35.300.014.910

VULCABRAS AZALEIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 50.926.955/0001-42 NIRE 35.300.014.910 VULCABRAS AZALEIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 50.926.955/0001-42 NIRE 35.300.014.910 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA A ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA VULCABRAS AZALEIA S. A. DE 31 DE JANEIRO DE 2011. O

Leia mais

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL que entre si fazem, de um lado, como contratada a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Empresa Pública de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários

Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Ficha anexa para operação em bolsa e outros mercados regulamentados de valores mobiliários Esta ficha complementa o cadastro do cliente na Credit Suisse (Brasil) S.A. CTVM ( Credit Suisse ) com informações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /08 MINUTA 1 1 TERMO DE CONTRATO Tomada de Preços nº 041/08 Processo nº 31.744/08 Contratante: Prefeitura Municipal de Franca Contratada: Valor: R$ ( ) OBJETO: AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA SISTEMA

Leia mais

MANUAL DE NORMAS DIREITO DE ACESSO

MANUAL DE NORMAS DIREITO DE ACESSO MANUAL DE NORMAS DIREITO DE ACESSO VERSÃO: 13/12/2011 2 / 34 MANUAL DE NORMAS DE DIREITO DE ACESSO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 4 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 4 CAPÍTULO TERCEIRO DOS TIPOS DE

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO DE REPRESENTANTE DE SEGUROS CUMULADO COM CORRESPONDENTE DE MICROSSEGUROS SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL)

CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL) I INFORMAÇÕES INICIAIS II GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL) SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM BÔNUS - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

ANEXO VII - MODELO DE GARANTIA E SEGURO-GARANTIA DE OFERTA. Concorrente R$ XXX / / / /

ANEXO VII - MODELO DE GARANTIA E SEGURO-GARANTIA DE OFERTA. Concorrente R$ XXX / / / / ANEXO VII - MODELO DE GARANTIA E SEGURO-GARANTIA DE OFERTA PARTE 2 - MODELO DE SEGURO-GARANTIA PARA OFERTA APÓLICE N.º A ( nome da seguradora ), através desta apólice de Seguro-Garantia, garante ao SEGURADO

Leia mais

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

ANEXO I MODELOS E DECLARAÇÕES

ANEXO I MODELOS E DECLARAÇÕES CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL N 01/SES/2015 PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA (PPP) NA MODALIDADE DE CONCESSÃO ADMINISTRATIVA PARA MODERNIZAÇÃO, OTIMIZAÇÃO, EXPANSÃO, OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE REMOTO E EM TEMPO

Leia mais

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Chamada Pública 11/2014 Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Acordo CAPES/FA A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com a Coordenação

Leia mais

ANEXO IX MANUAL DE INSTRUÇÕES SOBRE APRESENTAÇÃO DE GARANTIAS DE MANUTENÇÃO DA(S) PROPOSTA(S) DE PREÇO E DE EXECUÇÃO DOS COMPROMISSOS

ANEXO IX MANUAL DE INSTRUÇÕES SOBRE APRESENTAÇÃO DE GARANTIAS DE MANUTENÇÃO DA(S) PROPOSTA(S) DE PREÇO E DE EXECUÇÃO DOS COMPROMISSOS ANEXO IX MANUAL DE INSTRUÇÕES SOBRE APRESENTAÇÃO DE GARANTIAS DE MANUTENÇÃO DA(S) PROPOSTA(S) DE PREÇO E DE EXECUÇÃO DOS COMPROMISSOS 1. INTRODUÇÃO... 2 1.1. Prevalência do Edital... 2 1.2. Principais

Leia mais