Iniciação ao software SIG Open Source WinGRASS Maio 2010 Lisboa Cristina Catita, FCUL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Iniciação ao software SIG Open Source WinGRASS 6.4 7-9 Maio 2010 Lisboa Cristina Catita, FCUL"

Transcrição

1 Iniciação ao software SIG Open Source WinGRASS Maio 2010 Lisboa Cristina Catita, FCUL Objectivos O objectivo deste curso é familiarizar os formandos com a utilização do software Geographic Resources Analysis Support System (GRASS) para a manipulação de informação espacial georeferenciada (vectorial e matricial) de modo a poderem desenvolver e dominar as técnicas e as metodologias de aquisição, representação, gestão e análise deste tipo de informação nas diferentes áreas das geo-ciências. O curso divide-se em três partes principais. Na primeira parte, o formando adquire conheci-mentos básicos de sistemas de informação geográfica e toma conhecimento de algumas das iniciativas actuais de utilização de software livre de código aberto em SIG. Numa segunda parte do curso o formando inicia-se no software GRASS e explorará grande parte das suas funções. Na terceira parte, o formando realizará três exercícios de carácter prático que lhe permitirão consolidar os conhecimentos adquiridos nos módulos anteriores. Programa Parte I - Introdução aos Sistemas de informação Geográfica: Definição e Funcionalidades - Introdução ao Software Aberto SIG (SASIG) Parte II - O projecto GRASS - Arquitectura GRASS - Instalação do GRASS - Criação de um novo projecto em GRASS - Importação e exportação de dados - Georeferenciação - Interfaces do GRASS - GRASS e dados raster - GRASS e dados vectoriais - Conversão de dados em GRASS - Visualização e animação em 3D - Criação de mapas para impressão - Integração do Quantum GIS com o GRASS Parte III - Casos práticos Destinatários Este curso destina-se a formar pessoas que usam informação espacial georeferenciada nas suas diversas actividades ou que prestam serviços na área das geociências, quer no sector público ou privado quer na educação. Sobre a formadora Cristina Catita é docente do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia (DEGGE), da FCUL, onde desde 1994 lecciona a disciplina de Sistemas de Informação Geográfica na licenciatura de Engenharia Geográfica. Actualmente, é responsável pela disciplina de Análise Espacial da Informação Geográfica dos Mestrados em Engenharia Geográfica e Sistemas de Informação Geográfica - Tecnologias e Aplicações da FCUL, mestrado que também coordena.

2 É doutorada em Engenharia Geográfica e Geoinformática, na área de Detecção Remota, pela Universidade de Lisboa, onde desenvolveu estudos sobre interferometria radar aplicada ao estudo da deformação da crosta terrestre. É investigadora do Laboratório Associado Instituto Dom Luiz, no grupo de trabalho Geohazards and Warning Systems. Local e data O curso será realizado nos dias 7 a 9 de Maio, nas instalações da : Rua Joly Braga Santos, Lote L, R/c, Lisboa. Contacto para informações e inscrição: Susana Amaral -

3 Pesquisa Bibliográfica: Técnicas e ferramentas Maio 2010 Lisboa Noémie Wouters Como usar as ferramentas dos motores de busca? Que bases de dados bibliográficas existem? Como usar softwares de gestão de bases de dados? Objectivos Dar a conhecer as várias fontes de informação existentes; Fornecer conhecimentos práticos sobre a procura e obtenção de material bibliográfico, de modo a agilizar o processo de pesquisa; Fornecer conhecimentos sobre os softwares de gestão de bases de dados. Programa e Formato O curso abordará os seguintes tópicos: Obtenção de material de elevada relevância Tipos de dados (dos artigos científicos às patentes industriais); Bases de dados e motores de busca. Ferramentas e software de gestão de bases de dados Software open source e software com licença Metodologias e estratégias de pesquisa Recurso às propriedades do software Casos de estudo com recurso a manipulação de software Componente prática (com utilização de dados do formando) Destinatários Este curso tem como principais destinatários estudantes de diversos graus de ensino e investigadores que pretendam aprofundar o seu conhecimento sobre as ferramentas de pesquisa e gestão de bibliografia. Local e data O curso será realizado nos dias 25 e 26 de Maio, nas instalações da : Rua Joly Braga Santos, Lote L, R/c, Lisboa. Contacto para informações e inscrição: Susana Amaral -

4 Sustainable Organisations and Industrial Ecology: Sustainability in business practice through collaboration 1-2 June 2010 Lisbon Gaetan Dartevelle and Dries Maes - Greenloop This course gives the overall importance of sustainability for business and cooperation between companies as a powerful mean to increase sustainability of businesses. Contents Day 1 : General - Overall trends affecting the business environment; - What is sustainability? What does it mean for businesses? - What is industrial ecology? Inspiration from ecosystems functioning; - Principles and scope of application; - Case studies around the world. Day 2 : Industrial Ecology Methodology - Actors in industrial ecology, forms and functions; - How to set-up efficient synergies? - How to create information? Existing tools; - Case studies: closed-loop modulus and resources sharing; - The Zero Waste model for carbonated by-products; - Environmental assessment of synergies. Attendees CSR managers, auditors, consultants and sustainability practioners. About Greenloop Greenloop is a belgian company, created in 2006, that provides innovative solutions and positive strategies to help companies and governments in their transition towards sustainability. The course will run from 9am to 5pm in Lisbon (Laranjeiras). For futher information, please contact: Susana Amaral -

5 Climate Policy in Organisations: Carbon footprinting tools and management principles 3-4 June 2010 Lisbon Raphael Stevens and Gaetan Dartevelle - Greenloop Designed to respond to the business implications of reducing greenhouse gas emissions and fossil fuel dependency, the training course provides participants with useful tools, methodologies, case studies and exercises to understand, quantify and manage carbon emissions profiles. The general purpose of this course is to understand how climate change and peak oil issues affect companies and learn how to manage appropriate responses to these challenges. Contents - Issues at stake : Climate change and peak oil; - Drivers and challenges; - Carbon management principles; - Greenhouse gas accounting: methodologies and tools; - Risks and opportunities: case studies for industries and services companies; - Setting-up goals, targets and SMART action plans; - Communicating the results internally and externally. Attendees CSR managers, auditors, consultants and sustainability practioners. About Greenloop Greenloop is a belgian company, created in 2006, that provides innovative solutions and positive strategies to help companies and governments in their transition towards sustainability. The course will run from 9am to 5pm in Lisbon (Laranjeiras). For futher information, please contact: Susana Amaral -

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Transportes CU Name Código UC 706 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5; TP - 22,5

Leia mais

Bolsa de Integração na Investigação

Bolsa de Integração na Investigação Bolsa de Integração na Investigação Avaliação da precisão de um Modelo Digital de Terreno de alta resolução obtido por filtragem de dados LiDAR num povoamento de Eucaliptos: Bruno Baeta Magalhães Baptista

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS COORDENADOR ENG.º JOSÉ MIGUEL RODRIGUES GASPAR Índice Designação do Curso... Erro! Marcador não definido. Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída...

Leia mais

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Construção, Território e Ambiente CU Name Código UC 11 Curso LEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 95 ECTS 3.5 Horas de contacto

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

MINI-MBA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS

MINI-MBA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS MINI-MBA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS COORDENADOR ENG.º JOSÉ MIGUEL RODRIGUES GASPAR Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2

Leia mais

PRINCE2 FOUNDATION AND PRACTITIONER INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS WWW.PYLCROW.COM PORTUGAL - BRAZIL - MOZAMBIQUE

PRINCE2 FOUNDATION AND PRACTITIONER INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS WWW.PYLCROW.COM PORTUGAL - BRAZIL - MOZAMBIQUE PYLCROW Portugal LISBOA Email: info.pt@pylcrow.com Telefone: +351 21 247 46 00 http://www.pylcrow.com/portugal WWW.PYLCROW.COM PORTUGAL - BRAZIL - MOZAMBIQUE FOUNDATION AND PRACTITIONER INNOVATIVE LEARNING

Leia mais

Serviço de Qualidade e Certificação

Serviço de Qualidade e Certificação República de Moçambique Ministério das Finanças CEDSIF - Centro de Desenvolvimento de Sistemas de Informação de Finanças UGEA-Unidade Gestora Executora das Aquisições UNIÃO EUROPEIA (FINANCIADO PELA UNIÃO

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO 22000:2005 Lead Auditor Training course ENTIDADES PARCEIRAS SGS PORTUGAL SOCIEDADE GERAL DE SUPERINTENDÊNCIA, S.A. O Grupo SGS Société

Leia mais

Figura 1 Classificação Supervisionada. Fonte: o próprio autor

Figura 1 Classificação Supervisionada. Fonte: o próprio autor ANÁLISE DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JUQUERY ATRÁVES DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO E IMAGENS DE SENSORIAMENTO REMOTO 1. INTRODUÇÃO Ultimamente tem-se visto uma grande

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COORDENAÇÃO Eng.º Nuno Ribeiro da Silva Prof.

Leia mais

Melhorando o ambiente de negócios por meio da transparência no Estado de São Paulo Dentro do MoU (Memorando de Entendimento) que o Governo do Estado tem com o Reino Unido estão sendo promovidos vários

Leia mais

BASES METODOLÓGICAS PARA AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE AGRÍCOLA: UMA PROPOSTA PARA INTEGRAÇÃO DAS FERRAMENTAS DISPONÍVEIS

BASES METODOLÓGICAS PARA AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE AGRÍCOLA: UMA PROPOSTA PARA INTEGRAÇÃO DAS FERRAMENTAS DISPONÍVEIS BASES METODOLÓGICAS PARA AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE AGRÍCOLA: UMA PROPOSTA PARA INTEGRAÇÃO DAS FERRAMENTAS DISPONÍVEIS GUSTAVO J. R. CACIOLI 1 ; KATIA R. E. DE JESUS-HITZSCHKY 2 N o 0902015 Resumo A

Leia mais

Apresentação... 2 Objectivos do curso... 2 Metodologia... 2 Programa... 3 Calendarização... 4 Formadores... 5

Apresentação... 2 Objectivos do curso... 2 Metodologia... 2 Programa... 3 Calendarização... 4 Formadores... 5 ÍNDICE Apresentação... 2 Objectivos do curso... 2 Metodologia... 2 Programa... 3 Calendarização... 4 Formadores... 5 Condições de acesso e inscrições... 6 Preçário... 6 Certificado de presença... 6 Local...

Leia mais

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica Normalização e interoperabilidade da informação geográfica perspetivas para a formação em Engenharia Geográfica João Catalão Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia Faculdade de Ciências

Leia mais

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA

6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 AGENDA 6ª Reunião, ISEP, Porto 27 Novembro 2013 O projeto Building SPP O projeto Building SPP da Unidade de Produção Consumo Sustentável do Laboratório Nacional de Energia e Geologia () tem como objetivo desenvolver

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA E ECO-EFICIÊNCIA

SISTEMAS DE ENERGIA E ECO-EFICIÊNCIA PÓS-GRADUAÇÃO 2011/2012 Organização: IPA Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos Início e Duração do Curso: Março de 2012 a Dezembro de 2012 2 semestres (270 horas 60 ECTS) Horário: Sextas

Leia mais

Serviço de Qualidade e Certificação

Serviço de Qualidade e Certificação REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DAS FINANÇAS CEDSIF - Centro de Desenvolvimento de Sistema de Informação de Finanças (FINANCIADO PELA UNIÃO EUROPEIA) LOTE 1: ITEM 7 Termos de Referência para a componente

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA Índice Duração Total... 3 Destinatários... 3 Perfil de saída... 3 Pré-Requisitos... 3 Objetivo Geral... 3 Objetivos Específicos... 3 Estrutura modular

Leia mais

Serviço de Qualidade e Certificação

Serviço de Qualidade e Certificação República de Moçambique Ministério das Finanças CEDSIF - Centro de Desenvolvimento de Sistemas de Informação de Finanças UGEA-Unidade Gestora Executora das Aquisições UNIÃO EUROPEIA (FINANCIADO PELA UNIÃO

Leia mais

MAPA DE PESSOAL / ANO DE 2012

MAPA DE PESSOAL / ANO DE 2012 MUNICÍPIO DE CARRAZEDA DE ANSIÃES MAPA DE PESSOAL / ANO DE 202 Atribuições / a criar Artigo º do Decreto-lei n.º 93/200, de 20 de Abril Director de Departamento 2 (a) Artigo º do Decreto-lei n.º 93/200,

Leia mais

Lisboa, 18 e 19 de Outubro

Lisboa, 18 e 19 de Outubro Formação Profissional Implementar um programa de Gestão do risco operacional e resiliência de negó ócio Lisboa, 18 e 19 de Outubro Assessoria de Gestão, Lda Gestão do risco operacional e resilência de

Leia mais

Problemas ambientais urbanos

Problemas ambientais urbanos MEC, 4º ano, 2º sem, 2008-09 Desafios Ambientais e de Sustentabilidade em Engenharia Problemas ambientais urbanos 3ª aula Maria do Rosário Partidário CITIES ENVIRONMENT Inputs Outputs Energy Food Water

Leia mais

O Compromisso Crescimento Verde e a Sustentabilidade na Secil

O Compromisso Crescimento Verde e a Sustentabilidade na Secil O Compromisso Crescimento e a Sustentabilidade na Secil GONÇALO SALAZAR LEITE CEO GRACE - Encontro Temático Crescimento 1 Ponto de Partida O cimento é um bem essencial ao conforto, segurança e património

Leia mais

CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS CR3+2015 11.11.15

CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS CR3+2015 11.11.15 Horários 13h30 às 15h30 11.11.15 13h30 às 15h30 SESSÃO 1: APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS Sala 1 Painel Estratégias e Horários Sala 2 - Painel Políticas Públicas e Práticas Sustentáveis P1 Consumo e Produção

Leia mais

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ANALYSIS OF APPLICATION OF PHILOSOPHY IN LEAN CONSTRUCTION COMPANIES

Leia mais

Componente de Formação Técnica. Disciplina de

Componente de Formação Técnica. Disciplina de CURSOS PROFISSIONAIS DE NÍVEL SECUNDÁRIO Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos PROGRAMA Componente de Formação Técnica Disciplina de Sistemas Operativos Escolas Proponentes / Autores

Leia mais

A utilização do MapServer como ferramenta de aprendizagem de WebSIG. Nelson Mileu 1

A utilização do MapServer como ferramenta de aprendizagem de WebSIG. Nelson Mileu 1 A utilização do MapServer como ferramenta de aprendizagem de WebSIG Nelson Mileu 1 Resumo - Este trabalho descreve a utilização do software MapServer na disciplina de WebSIG, ministrada no segundo semestre

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

Planning for and Managing Devices in the Enterprise: Enterprise Management Suite (EMS) & On-Premises Tools (20398)

Planning for and Managing Devices in the Enterprise: Enterprise Management Suite (EMS) & On-Premises Tools (20398) Planning for and Managing Devices in the Enterprise: Enterprise Management Suite (EMS) & On-Premises Tools (20398) Formato do curso: Presencial Localidade: Lisboa Data: 18 Dez. 2017 a 22 Dez. 2017 Preço:

Leia mais

OPERAÇÕES CENTRADAS EM REDE:

OPERAÇÕES CENTRADAS EM REDE: GTE - GUERRA DE INFORMAÇÃO Curso Avançado em OPERAÇÕES CENTRADAS EM REDE: DA SUPERIORIDADE DE INFORMAÇÃO AOS NOVOS MODELOS DE DECISÃO ENQUADRAMENTO Ao longo dos últimos anos, temos assistido ao desenvolvimento

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Sistemas de Informação I

Ficha de Unidade Curricular (FUC) de Sistemas de Informação I INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÂO DE COIMBRA Aprovação do Conselho Pedagógico 5/11/2014 Aprovação do Conselho Técnico-Científico 23/2/2015 Ficha de Unidade

Leia mais

Curso de e-learning Outubro de 2014

Curso de e-learning Outubro de 2014 Associação Portuguesa dos Técnicos de Natação Complexo de Piscinas Municipais de Rio Maior Estradas das Marinhas 2040 Rio Maior Curso de e-learning Outubro de 2014 Conservação, qualidade da água e contributos

Leia mais

1. Apresentação de todos os participantes: docentes e alunos.

1. Apresentação de todos os participantes: docentes e alunos. Unidade Curricular Paisagem, Biodiversidade e Sociedade Área Científica Paisagem, Ambiente e Ordenamento Ano Curricular 1 Horas de Trabalho 156 Horas de Contacto TP-30;TC-15;OT-15 ECTS 6 Observações Obrigatória

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS COORDENADOR ENG.º JOSÉ MIGUEL RODRIGUES GASPAR Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos...

Leia mais

3ª Edição 2010/2011 FEUC. mestrado. em marketing

3ª Edição 2010/2011 FEUC. mestrado. em marketing 3ª Edição 2010/2011 FEUC mestrado em marketing APRESENTAÇÃO Como Coordenadores dos programas de formação para executivos desta Faculdade,, damos-lhe as boas vindas a esta nova edição do programa de Mestrado

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

EStUDo DE remuneração information technology 2013

EStUDo DE remuneração information technology 2013 ESTUDO DE REMUNERAÇÃO information 2013 ÍNDICE Pág. Administrador de Sistemas 4 Técnico de Redes de Comunicações 6 Administrador de Bases de Dados 8 Programador 10 Analista Programador 12 Analista Funcional

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANÁLISE DE SISTEMAS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ANÁLISE DE SISTEMAS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ANÁLISE DE SISTEMAS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Engenharia Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas)

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Professional activities/tasks Design and produce complex ICT systems by integrating

Leia mais

PYLCROW CORPORATE AND TRAINING SERVICES INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS

PYLCROW CORPORATE AND TRAINING SERVICES INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS PYLCROW CORPORATE AND TRAINING SERVICES INNOVATIVE LEARNING SOLUTIONS A PYLCROW é um empresa portuguesa que actua a nível internacional nas áreas de Formação presencial intra e inter empresas, Formação

Leia mais

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com Microsoft Driving Better Business Performance André Amaral aamaral@microsoft.com Business Intelligence Improving business insight A broad category of applications and technologies for gathering, storing,

Leia mais

SERVIÇO DE OPERAÇÕES

SERVIÇO DE OPERAÇÕES República de Moçambique Ministério das Finanças CEDSIF - Centro de Desenvolvimento de Sistemas de Informação de Finanças UGEA-Unidade Gestora Executora das Aquisições UNIÃO EUROPEIA (FINANCIADO PELA UNIÃO

Leia mais

ELEnA European Local ENergy Assistance

ELEnA European Local ENergy Assistance ECO.AP Programa de Eficiência Energética na Administração Pública ELEnA European Local ENergy Assistance Lisboa, 6/03/2015 Desafios 1 Conhecimento: a) Edifícios/equipamentos; b) Capacidade técnica; c)

Leia mais

OPEN DAYS 2008, 6 a 9.Outubro Regions and Cities in a challenging world. Participação das regiões Portuguesas nos Workshops dos Conglomerados

OPEN DAYS 2008, 6 a 9.Outubro Regions and Cities in a challenging world. Participação das regiões Portuguesas nos Workshops dos Conglomerados 1/7 OPEN DAYS 2008, 6 a 9.Outubro Regions and Cities in a challenging world Participação das regiões Portuguesas nos Workshops dos Conglomerados Região/ Dia, hora Código Temática Conglomerado Local Designação

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

Utilizar a Estatística com recurso ao Excel. 3.1.2 Escola(s) a que pertence(m): 3.1.3 Ciclos/Grupos de docência a que pertencem os proponentes:

Utilizar a Estatística com recurso ao Excel. 3.1.2 Escola(s) a que pertence(m): 3.1.3 Ciclos/Grupos de docência a que pertencem os proponentes: CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA b APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ENGENHARIA DE SOFTWARE Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso MESTRADO EM ENSINO DE ARTES VISUAIS NO 3.º CICLO

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR Curso Engenharia Informática Ano letivo 2012/2013 Unidade Curricular Sistemas Domóticos ECTS 4 Regime Opcional Ano 2º/3º Semestre 2º sem Horas de trabalho globais Docente (s) Fernando Melo Rodrigues Total

Leia mais

Plano de Atividades. Ano letivo 2011 / 2012

Plano de Atividades. Ano letivo 2011 / 2012 Plano de Atividades Ano letivo 2011 / 2012 Plano de Atividades de Informática @ 2011-2012 Plano de Atividades Pretende-se com este plano promover o uso efetivo das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO

OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO Modalidade: Oficina de Formação Registo de Acreditação: CCPFC/ACC-79411/14 Duração: 25 horas presenciais + 25 horas não presenciais Destinatários:

Leia mais

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 -

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - Glossário BiSL Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - 1. Glossário de Terminologia Terminologia em Inglês Terminologia em Português BiSL processes Processos de BiSL Business data management

Leia mais

USO DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO PARA O GERENCIAMENTO DAS ATIVIDADES DE TELECOMUNICAÇÕES

USO DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO PARA O GERENCIAMENTO DAS ATIVIDADES DE TELECOMUNICAÇÕES USO DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO PARA O GERENCIAMENTO DAS ATIVIDADES DE TELECOMUNICAÇÕES OLIVEIRA, K. A. S. D. 1 ; LEITE, M. L. DE O. 2 ; MENEZES, A. R. 3 ; MEDEIROS, S. L. 4 RESUMO:

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO FISCALIZAÇÃO DE OBRA FERRAMENTAS E METODOLOGIAS

FICHA TÉCNICA DO CURSO FISCALIZAÇÃO DE OBRA FERRAMENTAS E METODOLOGIAS FICHA TÉCNICA DO CURSO FISCALIZAÇÃO DE OBRA FERRAMENTAS E METODOLOGIAS EDIÇÃO Nº1/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Fiscalização de obra ferramentas e metodologias 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER A construção

Leia mais

GEOEXÉRCITO: SISTEMA TÁCTICO-ESTRATÉGICO PARA O EXÉRCITO PORTUGUÊS

GEOEXÉRCITO: SISTEMA TÁCTICO-ESTRATÉGICO PARA O EXÉRCITO PORTUGUÊS GEOEXÉRCITO: SISTEMA TÁCTICO-ESTRATÉGICO PARA O EXÉRCITO PORTUGUÊS 1. Introdução Luis Nunes 1 ; Alberto Silva 2 1 Instituto Geográfico do Exército 2 Instituto Superior Técnico (lnunes@igeoe.pt ; alberto.silva@acm.org)

Leia mais

Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio

Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio Formação Profissional Controlo Interno e Auditoria Interna Lisboa, 24 e 25 de Maio Assessoria de Gestão, Lda Controlo Interno e Auditoria Interna No actual contexto de crise, em que as organizações estão

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. FÍSICA APLICADA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011 Horas

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EQUIPAS Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EQUIPAS Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EQUIPAS Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Motricidade Humana 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dayves Pereira Fernandes de Souza Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Gestão de Projectos de Software - 1

Gestão de Projectos de Software - 1 Gestão de Projectos de Software Licenciaturas de EI / IG 2012/2013-4º semestre msantos@ispgaya.pt http://paginas.ispgaya.pt/~msantos Gestão de Projectos de Software - 1 Objectivos da Disciplina de Gestão

Leia mais

Francisco César Borges Blois. Estudo do suprimento de válvulas acionadas manualmente para a Petrobras. Dissertação de Mestrado

Francisco César Borges Blois. Estudo do suprimento de válvulas acionadas manualmente para a Petrobras. Dissertação de Mestrado Francisco César Borges Blois Estudo do suprimento de válvulas acionadas manualmente para a Petrobras Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre

Leia mais

CADASTRO DE METADADOS POR SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICO (SGBD) EM SIG PARA UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CADASTRO DE METADADOS POR SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICO (SGBD) EM SIG PARA UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CADASTRO DE METADADOS POR SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICO (SGBD) EM SIG PARA UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Raphael de Oliveira Fernandes Vivian Castilho da Costa

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO II - UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE Projecto: Kit elearning, SAF/ Novabase, S.A. Equipa

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR. Licenciatura em desporto Gestão das Organizações Desportivas

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR. Licenciatura em desporto Gestão das Organizações Desportivas INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR Licenciatura em desporto Gestão das Organizações Desportivas Programa da Unidade Curricular Gestão de Sistemas de Informação I

Leia mais

AVALIAÇÃO E GESTÃO DE IMPACTO SOCIAL

AVALIAÇÃO E GESTÃO DE IMPACTO SOCIAL AVALIAÇÃO E GESTÃO DE IMPACTO SOCIAL SOCIAL IMPACT ASSESSMENT AND MANAGEMENT A formação em AVALIAÇÃO E GESTÃO DE IMPACTO SOCIAL tem como objectivos: Enquadrar o tema no âmbito dos estudos de avaliação

Leia mais

Visual Studio Team System 2008 Test Edition com MSDN Premium. Visual Studio Team System 2008 Architecture Edition com MSDN Premium

Visual Studio Team System 2008 Test Edition com MSDN Premium. Visual Studio Team System 2008 Architecture Edition com MSDN Premium PROFISSIONAIS System subscrição System com System Architecture com System Test com System com Projectos de base de dados com integração sistema de versões de todos os objectos e suporte para representação

Leia mais

Um método para o planejamento operacional da distribuição: aplicação para casos com abastecimento de granéis líquidos

Um método para o planejamento operacional da distribuição: aplicação para casos com abastecimento de granéis líquidos Leonardo Gondinho Botelho Um método para o planejamento operacional da distribuição: aplicação para casos com abastecimento de granéis líquidos Dissertação de Mestrado Departamento de Engenharia Industrial

Leia mais

O digital e as novas formas de, e para, aprender

O digital e as novas formas de, e para, aprender O digital e as novas formas de, e para,... O digital e as novas formas de, e para, aprender Luis Borges Gouveia lmbg@ufp.pt http://www.ufp.pt/~lmbg Universidade Fernando Pessoa Ficará tudo igual com o

Leia mais

Sustainable Energy Technology at Work: Thematic Promotion of Energy Efficiency and Energy Saving Technologies in the Carbon Markets

Sustainable Energy Technology at Work: Thematic Promotion of Energy Efficiency and Energy Saving Technologies in the Carbon Markets Projecto: SETatWork Sustainable Energy Technology at Work: Thematic Promotion of Energy Efficiency and Energy Saving Technologies in the Carbon Markets IDMEC-Porto Porto,, 12 de Novembro 2009 Enquadramento

Leia mais

Banco de Dados Geográficos. Márcio Fernando Machry Rafael Orssatto

Banco de Dados Geográficos. Márcio Fernando Machry Rafael Orssatto Banco de Dados Geográficos Márcio Fernando Machry Rafael Orssatto Sistema de Informação Geográfico (SIG) Um Sistema de Informação Geográfico (SIG ou GIS Geographic Information System) é um sistema de hardware,

Leia mais

MIT Portugal Program Engineering systems in action

MIT Portugal Program Engineering systems in action MIT Portugal Program Engineering systems in action Paulo Ferrão, MPP Director in Portugal Engineering Systems: Achievements and Challenges MIT, June 15-17, 2009 Our knowledge-creation model An Engineering

Leia mais

Reabilitação e Reforço de Estruturas

Reabilitação e Reforço de Estruturas Mestrado em Engenharia Civil 2011 / 2012 Reabilitação e Reforço de Estruturas Aula 01: Introdução. Apresentação do docente. Programa da unidade curricular. Material de apoio. Avaliação. Eduardo S. Júlio

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA NA CONSTRUÇÃO CIVIL: METODOLOGIA PARA ANÁLISE DO DESEMPENHO ORGANIZACIONAL

GESTÃO ESTRATÉGICA NA CONSTRUÇÃO CIVIL: METODOLOGIA PARA ANÁLISE DO DESEMPENHO ORGANIZACIONAL GESTÃO ESTRATÉGICA NA CONSTRUÇÃO CIVIL: METODOLOGIA PARA ANÁLISE DO DESEMPENHO ORGANIZACIONAL Renato Paraquett Fernandes Mestrando do Programa de Pós-Graduação e Engenharia Civil/Produção da Universidade

Leia mais

Diploma Preliminar em Estudos de Gestão

Diploma Preliminar em Estudos de Gestão Diploma Preliminar em Estudos de Gestão Acreditamos que a educação é essencial para o desenvolvimento das nações. Trabalhamos em conjunto com os alunos para contribuir para o desenvolvimento de líderes

Leia mais

Geospatial Information for Integration and Development in Rio de Janeiro. Luiz Roberto Arueira City Information Director Marcus Silva GIS Consultant

Geospatial Information for Integration and Development in Rio de Janeiro. Luiz Roberto Arueira City Information Director Marcus Silva GIS Consultant Geospatial Information for Integration and Development in Rio de Janeiro Luiz Roberto Arueira City Information Director Marcus Silva GIS Consultant Context PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Instituto

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular 2009/2010

Ficha de Unidade Curricular 2009/2010 Ficha de Unidade Curricular 2009/2010 Unidade Curricular Designação Ferramentas Digitais/Gráficas I Área Científica Design Gráfico e Multimédia Ciclo de Estudos Obrigatório Carácter: Obrigatório Semestre

Leia mais

Maria da Conceição Gonçalves Costa

Maria da Conceição Gonçalves Costa Maria da Conceição Gonçalves Costa Identificação pessoal Conceição Costa tem um Master of Arts in Business Communication and Public Relations pela European University (equivalência a grau de mestre pela

Leia mais

PROGRAMA CAIXA CARBONO ZERO

PROGRAMA CAIXA CARBONO ZERO 1 RELATÓRIOS CGD NEUTRALIDADE CARBÓNICA 2010 PROGRAMA CAIXA CARBONO ZERO www.cgd.pt 2 1. A compensação de emissões como COMPROMISSO do Programa Caixa Carbono Zero A compensação de emissões inevitáveis

Leia mais

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment SAFIRA is an IT consulting boutique known for transforming the way organizations do business, or fulfil their missions,

Leia mais

Termos de Referência para a componente de Formação

Termos de Referência para a componente de Formação República de Moçambique Ministério das Finanças CEDSIF - Centro de Desenvolvimento de Sistemas de Informação de Finanças UGEA-Unidade Gestora Executora das Aquisições UNIÃO EUROPEIA (FINANCIADO PELA UNIÃO

Leia mais

EXAME DE ADMISSÃO À CERTIFICAÇÃO CIA

EXAME DE ADMISSÃO À CERTIFICAÇÃO CIA Curso de Preparação para o EXAME DE ADMISSÃO À CERTIFICAÇÃO CIA Certified Internal Auditor pelo IIA Institute of Internal Auditors Pós-Laboral RAZÃO DE SER O IIA conta com 67 000 CIAs Certified Internal

Leia mais

A contribuição do geomarketing para o processo decisório de localização de empresas de varejo: Um estudo de caso em uma empresa de vestuário feminino

A contribuição do geomarketing para o processo decisório de localização de empresas de varejo: Um estudo de caso em uma empresa de vestuário feminino Maurício Sequeira Corujo A contribuição do geomarketing para o processo decisório de localização de empresas de varejo: Um estudo de caso em uma empresa de vestuário feminino Dissertação de Mestrado Dissertação

Leia mais

Utilização do QuantumGIS (QGIS)

Utilização do QuantumGIS (QGIS) Utilização do QuantumGIS (QGIS) Actividade Criação de mapas temáticos a partir de dados estatísticos Descrição do trabalho: Utilização do QGIS para a criação de mapas temáticos a partir de dados estatísticos

Leia mais

Programa Avançado 2010 LISBOA Inicio a 26 Março 2010 PORTO Inicio a 26 Março 2010 LEIRIA Inicio a 26 Março 2010 A formação em Gestão de Projectos tem vindo a assumir uma importância cada vez maior em todo

Leia mais

A Importância da Informática na Contabilidade

A Importância da Informática na Contabilidade A Importância da Informática na Contabilidade Douglas Pedro Simas Herbert Esdras Alves Wesslyne K. Ribeiro Geraldes Cabral Unirondon Centro Universitário Cuiabá MT Brasil douglas_simas@hotmail.com h.cic@hotmail.com

Leia mais

INDICADORES SOCIAIS E ESPACIALIZAÇÃO

INDICADORES SOCIAIS E ESPACIALIZAÇÃO p. 001-008 INDICADORES SOCIAIS E ESPACIALIZAÇÃO NILO CESAR COELHO DA SILVA AILTON JOSÉ LIMA MARTINS FURTADO Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas DPE Coordenação

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Data de nascimento Cartão de cidadão Membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Nacionalidade Naturalidade Contactos Maria

Leia mais

7º Programa-Quadro de I&DT (2007-2013)

7º Programa-Quadro de I&DT (2007-2013) 7º Programa Quadro Tema ENERGIA O 7ºPrograma Quadro e o PPQ Eduardo Maldonado Coordenador dos Pontos de Contacto Nacionais 7º Programa-Quadro de I&DT (2007-2013) Promoção da carreira de investigação e

Leia mais

RESUMO DO EVENTO. IDC Portugal

RESUMO DO EVENTO. IDC Portugal RESUMO DO EVENTO IDC Portugal BIG DATA FORUM Resumo PATROCINADORES PLATINUM GOLD+ GOLD SILVER APOIO PUBLIC RELATIONS PARTNER BIG DATA FORUM Relatório AGENDA 08h30 Recepção aos participantes e welcome-coffee

Leia mais

Christopher Wells Member, GRI Stakeholders Council

Christopher Wells Member, GRI Stakeholders Council Christopher Wells Member, GRI Stakeholders Council Global Reporting Initiative Contabilidade financeira: Generally accepted accounting principles (GAAP) Objetivo do GRI: Generally accepted sustainability

Leia mais

Utilizadores de computadores que necessitem de usar, configurar e otimizar um sistema operativo.

Utilizadores de computadores que necessitem de usar, configurar e otimizar um sistema operativo. Sistemas Operativos (Windows, Linux e Mac OS) Redes e Sistemas - Sistemas Operativos Nível: Iniciado Duração: 28h Sobre o curso Objetivos: Administrar e configurar o Windows e Linux, introdução aos Sistemas

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVO DE SIG OPEN-SOURCE: QUAL É O MAIS POTENTE?

ANÁLISE COMPARATIVO DE SIG OPEN-SOURCE: QUAL É O MAIS POTENTE? ANÁLISE COMPARATIVO DE SIG OPEN-SOURCE: QUAL É O MAIS POTENTE? Neftalí Sillero ALGUNS ANOS ATRÁS... DEPOIS... MAS... COMMERCIAL SOFTWARE SHAREWARE FREEWARE OPEN SOURCE Free/Open Source Software (FOSS)

Leia mais

IT Governance e ISO/IEC 20000. Susana Velez

IT Governance e ISO/IEC 20000. Susana Velez IT Governance e ISO/IEC 20000 Susana Velez Desafios de TI Manter TI disponível Entregar valor aos clientes Gerir os custos de TI Gerir a complexidade Alinhar TI com o negócio Garantir conformidade com

Leia mais

Governancia da Água. Contributo de Portugal e da PPA para o Plano Estratégico de Implementação da Parceria Europeia para a Inovação no Domínio da Água

Governancia da Água. Contributo de Portugal e da PPA para o Plano Estratégico de Implementação da Parceria Europeia para a Inovação no Domínio da Água A Água e o Programa Horizonte 2020 (8ºPQ) Contributo de Portugal e da PPA para o Plano Estratégico de Implementação da Parceria Europeia para a Inovação no Domínio da Água Governancia da Água Francisco

Leia mais

Pedro Ferreira da Silva. Executive Management

Pedro Ferreira da Silva. Executive Management Curriculum vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Pedro Ferreira da Silva Rua Corte Real, 555-3, 4150-23 Porto (Portugal) +351 916 123 994 ferreiradasilva.pedro@gmail.com Sexo Masculino Data de nascimento 9 mar 60 PROFISSÃO

Leia mais