LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES"

Transcrição

1 CARGO: 4504 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO ( PEDREIRO) LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES INSTRUÇÕES: Ao receber este caderno de provas verifique se contém um total de (35) questões assim distribuídas: PORTUGUÊS NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO: questões de números 1 a 15 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: questões de números 16 a 30 CONHECIMENTOS GERAIS E LEGISLAÇÃO MUNICIPAL: questões de números 31 a 35 Caso contrário, reclame ao fiscal da sala e troque por um outro caderno completo. Não serão aceitas reclamações posteriores. Confira se o número do candidato impresso na FOLHA DE RESPOSTAS coincide com seu número de inscrição. Para cada questão existe apenas UMA resposta certa. Essa resposta deve ser inicialmente marcada no caderno de prova que você recebeu. Após certificar-se de que essa resposta é definitiva, faça as marcações na FOLHA DE RESPOSTAS da leitora ótica. ATENÇÃO Marque as respostas com caneta esferográfica azul ou preta com traços escuros conforme o modelo Não serão permitidas rasuras na FOLHA DE RESPOSTA da leitora ótica. Não será permitida qualquer espécie de consulta. Você terá 04 (quatro) horas para responder a todas as questões e fazer as marcações Na FOLHA DE RESPOSTAS da leitora ótica. A correção da prova será efetuada levando-se em conta EXCLUSIVAMENTE o conteúdo da FOLHA DE RESPOSTAS. Ao término da prova, chame o fiscal da sala para devolver todo o material da prova e assinar a lista de presença. Para levar o caderno de questões o candidato deverá permanecer até 30 (trinta) minutos antes do horário estabelecido para o fim da prova. Você só poderá deixar a sala de realização das provas depois de decorridas 01(uma) hora do início das mesmas. Nº de Inscrição: Nome do Candidato:

2 Texto: Minha manhã Álvaro Moreyra Quando acordei hoje, a manhã estava tão linda que tive de lhe falar com alegria, com gratidão, igual a uma criança diante de um brinquedo inesperado: - Minha manhã! Minha manhã! E fechei-a nos meus braços. E quis chamar a gente do mundo inteiro, mesmo a do mundo que fosse noite, para repartir com ela a minha manhã. Para deixar na gente do mundo inteiro a mesma alegria, a mesma gratidão. Para sentir se é verdade que o sol nasce para todos... o sol dos vivos e o sol dos mortos. Ele entra pela casa dos pobres e pela casa dos ricos, mostra que os ricos e os pobres são filhos de Deus, irmãos do vento indo e vindo, irmãos da água passando e lavando as imagens do caminho... PORTUGUÊS NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO 01. Logo, no início do texto, o Autor afirma ter acordado cheio de alegria semelhante a uma criança. Isso nos leva a concluir que: (A) a alegria não existe na idade adulta; (B) a verdadeira alegria é maior, mais pura e mais autêntica na infância; (C) a alegria é algo instantâneo, inesperado; (D) toda alegria é linda, saudável e oportuna; (E) a alegria é uma dádiva dos deuses aos homens. 02. Quando o Autor diz que a manhã estava tão linda que tive de lhe falar..., quer dizer que: (A) a manhã é tão bela quanto uma mulher; (B) a manhã é um ser vivente, palpável, sensível; (C) manhã é um fenômeno da natureza que pode nos encher de beleza e alegria; (D) não houve intercâmbio entre a sua alegria e a sua manhã ; (E) o autor falou com a manhã e ela perfeitamente lhe respondeu. 03. Minha manhã! Minha manhã! E fecheia nos meus braços. E quis chamar a gente do mundo inteiro, mesmo a do mundo onde fosse noite para repartir com ela a minha manhã. Este período confirma a idéia de que: (A) tudo de bom deve ser aproveitado de qualquer maneira; (B) contém uma mensagem de satisfação com tudo que está mundo; (C) as coisas do mundo pertencem a todos indistintamente; (D) as coisas belas da vida são desfrutadas por todos nós viventes; (E) o que é bom para uns é sempre bom para os outros. 04. No início do texto, a palavra gratidão significa: (A) gratificação; (B) prêmio; (C) brinde; (D) pagamento por dívida; (E) retribuição infantil. 05. Na palavra gente usada várias vezes pelo Autor, temos a idéia de: (A) um povo específico; (B) humanidade em geral; (C) pequena quantidade de pessoas; (D) quantidade de pessoas de lugar determinado; (E) população de um país. 06. A expressão imagens usada no final do texto quer dizer: (A) símbolos reais; (B) pequenas estampas; (C) figuras humanas; (D) recordações distantes; (E) reproduções mentais. 07. Quanto à classificação, temos em gente : (A) um substantivo comum; (B) um substantivo próprio; (C) um substantivo biforme; (D) um substantivo sobrecomum; (E) um substantivo epiceno. Concurso da Prefeitura Municipal de Estância EDITAL 001/2007 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO) 2

3 08. As formas verbais acordar e falar, presentes no texto, quando conjugadas no presente do modo subjuntivo e presente do modo indicativo, respectivamente, ficam: (A) acorda falas; (B) acorde fale; (C) acorde falam; (D) acorda fale; (E) acordo fala. 09. Os verbos abaixo estão presentes no texto em estudo, identifique qual deles se trata de verbo irregular: (A) acordar ; (B) falar ; (C) querer ; (D) chamar ; (E) repartir. 10. Na expressão:...a mesma alegria..., temos, do ponto de vista morfológico, respectivamente: (A) um adjetivo, um artigo e um substantivo; (B) um artigo, um pronome relativo, um substantivo; (C) um artigo, um substantivo, um adjetivo; (D) um artigo, um adjetivo, um substantivo; (E) uma conjunção aditiva, um pronome pessoal, um adjetivo. 11. No início do texto, as conjunções Quando e que expressam, respectivamente, as seguintes idéias: (A) modo e conseqüência; (B) tempo e explicação; (C) tempo e causa; (D) tempo e conseqüência; (E) modo e finalidade. 12. Observe o enunciado: E quis chamar a gente do mundo inteiro,... a palavra e expressa a idéia de: (A) continuidade; (B) relação; (C) integração; (D) concessão; (E) adição. 13. A palavra água acha-se acentuada pela mesma razão que se acentuam os seguintes vocábulos: (A) autêntico e lúgubre; (B) árduo e vácuo; (C) até e cipó; (D) pântano e ônus; (E) herói e idéia. 14. Na forma verbal nasce, temos um caso de: (A) hiato; (B) dígrafo; (C) ditongo crescente; (D) ditongo decrescente; (E) tritongo. 15. Em qual dos itens abaixo, temos um palavra polissilábica (de quatro sílabas): (A) criança ; (B) inteiro ; (C) água ; (D) alegria ; (E) imagens. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 16. São fundações diretas ou rasas? (A) Sapatas, tubulões, sapatas associadas, radiers e vigas com profundidade inferior a 2m. (B) Sapatas, blocos, estacas com até 5m, radiers. (C) Sapatas, blocos, tubulões e estacas com até 2m. (D) Sapatas e baldrames de pedra exclusivamente. (E) Sapatas, blocos, sapatas associadas, radiers e vigas. Concurso da Prefeitura Municipal de Estância EDITAL 001/2007 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO) 3

4 17. Escolha das alternativas a que preenche corretamente as lacunas abaixo: Distribuir os blocos da fiada de marcação,, de maneira a e de posicionamento de instalações embutidas. uma linha de náilon na para a parede, para o e o da fiada de marcação. (A) Com argamassa; olhar; ter noções; Contornar; posição colocada; servindo de anteparo; alinhamento; nível (B) Com ou sem argamassa; verificar; notar as falhas futuras; Esticar; posição definida; servindo de referência; acabamento; nível (C) sem argamassa; verificar; corrigir eventuais falhas; Esticar; posição definida; servindo de referência; alinhamento; nível (D) Com argamassa; nivelar; mudar; Esticar; posição que quiser; servindo de proteção; alinhamento; nível (E) Com argamassa; verificar; corrigir eventuais falhas; Esticar; posição definida; servindo de referência; acabamento; nível 18. Na concretagem de uma estrutura deve-se observar: (A) O tempo decorrido entre o início da mistura do concreto e o fim do seu não superior 2½h. (B) O tempo decorrido entre o fim da mistura do concreto e o início do seu não superior 2½h. (C) O tempo decorrido entre o início da mistura do concreto e o fim do seu não superior 1½h. (D) O tempo decorrido entre o início da mistura do concreto e o fim do seu não superior ½h. (E) O tempo decorrido entre o fim da mistura do concreto e o início do seu não superior 2½h nos dias de muito calor, exclusivamente. 19.A dimensão máxima característica da areia para argamassas de revestimentos tem que ser de? (A) 3 mm para chapisco; 1 mm para emboço; 1 mm a 0,075 mm para reboco. (B) 10 mm para chapisco; 5 mm para emboço; 5 mm para reboco. (C) 6 mm para chapisco; 5 mm para emboço; 4 mm para reboco. (D) 5 mm para chapisco; 3 mm para emboço; 1 mm para reboco. (E) Fina para emboço e reboco e média para chapisco. 20.Cada oficial especializado deverá trabalhar com algumas ferramentas de sua propriedade, no caso do pedreiro elas Concurso da Prefeitura Municipal de Estância EDITAL 001/2007 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO) 4 são? (A) Colher de pedreiro de 8, martelo de pedreiro, desempenadeira de madeira, desempenadeira de aço, metro de madeira dobrável, prumo de centro com cordel, esquadro e nível de bolha de madeira com 35 cm. (B) Colher de pedreiro de qualquer tamanho, martelo com cabeça de aço, desempenadeira de aço, trena de aço, prumo de centro com cordel, esquadro de madeira e compasso de madeira, nível de bolha de madeira com 15 cm. (C) Colher de pedreiro de 3, martelo, desempenadeira, trena de aço dobrável, prumo de centro com cordel e nível de bolha de madeira com 25 cm. (D) Colher de pedreiro de 3, martelo, desempenadeira de madeira, desempenadeira de aço, metro de madeira, prumo de centro com cordel, esquadro e nível de bolha de madeira com 15 cm. (E) Colher de pedreiro menor possível, martelo de pedreiro com cabeça de madeira revestida, desempenadeira de madeira, metro de madeira dobrável, prumo de centro com cordel, esquadro e nível de bolha de madeira com 25 cm.

5 21.São ferramentas de medição para o pedreiro? (A) Metro de madeira dobrável; jogo de chaves de fenda; esquadro; nível de bolha; trena de aço; compasso de madeira. (B) Metro de madeira dobrável; esquadro; nível de bolha; trena de aço; alicate; colher de pedreiro. (C) Esquadro; nível de bolha; trena de aço; compasso de madeira; régua flexível 5. (D) Metro de madeira dobrável; esquadro; nível de bolha; trena de aço; compasso de madeira; régua de madeira e arco de serra. (E) Metro de madeira dobrável; esquadro; nível de bolha; trena de aço. 22. Não poderá ser permitido em canteiro de obra: (A) Andar dentro da obra; descer escadas com largura inferior a 80 cm; depositar entulho em depósitos específicos; atirar ferramentas aos companheiros; fazer refeição em locais não apropriados. (B) Correr dentro da obra; subir ou descer escadas saltando degraus; depositar entulho ou material na calçada pública; atirar ferramentas aos companheiros; fazer refeição em locais não apropriados. (C) Pular dentro da obra; subir escadas de madeira; retirar entulho ou material na calçada pública; utilizar ferramentas dos companheiros; fazer refeição em locais não apropriados. (D) Correr dentro da obra; subir e descer escadas; depositar entulho ou material na calçada pública; atirar ferramentas aos companheiros; fazer refeição, tomar banho e trocar de roupas em locais apropriados. (E) Andar dentro da obra; subir ou descer escadas de aço e com degraus de madeira; retirar todo entulho ou material da obra separando-o por tipo de resíduo; utilizar ferramentas dos companheiros. 23.Na ferragem de uma forma a concretar deve-se? (A) Garantir o acesso do equipamento chamado vibrador as regiões das ferragens verificando a posição e a distância entre as barras e o operador. Observar se cobrimento máximo das armaduras está satisfeito em todas as laterais. (B) É indispensável garantir o funcionamento do vibrador na hora da concretagem, não é importante verificar a posição e a distância entre as barras uma vez que obedecem a um projeto. Observar o cobrimento máximo das armaduras faz reduzir o consumo de concreto. (C) Garantir o acesso do concreto a todas as regiões verificando a posição das ferragens verticais, pois as horizontais não saem do lugar nem atrapalham na concretagem. (D) Garantir o uso dos espaçadores para auxiliar na distância entre os estribos principalmente em regiões de congestionamento de ferragens verificando a posição e a distância entre as barras. Observar se o cobrimento máximo das estruturas está no projeto. (E) Garantir o acesso do vibrador em regiões com congestionamento de ferragens verificando a posição e a distância entre as barras. Observar se o cobrimento mínimo das armaduras está satisfeito, principalmente no cruzamento entre pilares e vigas. Concurso da Prefeitura Municipal de Estância EDITAL 001/2007 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO) 5

6 24.Na execução da marcação da alvenaria deve-se observar: (A) A estrutura de concreto com seus defeitos (estufamento, desaprumo, desalinhamento) que devem ser corrigidos antes da fixação da fiada de marcação. (B) As formas da estrutura de concreto se já podem ser retiradas por marteladas fortes e contínuas. (C) A fiada de marcação não é tão importante, pois todos os defeitos que surgirem depois serão retirados por argamassa de enchimento (emboço). (D) Defeitos da estrutura de concreto (estufamento, desaprumo, desalinhamento) que devem ser corrigidos quando da definição do posicionamento da fiada de marcação. (E) Que é um serviço como outro qualquer, indispensável será avaliar se está chovendo muito no dia da execução. 25. Com relação a prática da execução de uma alvenaria qual das alternativas preenche corretamente a afirmação: Procurar o enchimento possível na de. Em se tratando de paredes de, é desejável um enchimento no lado e um, no. (A) Sempre; menor; camada; revestimento; fachada; maior; interno; menor; externo. (B) se der; maior; estrutura; concreto; banheiro; maior; do chuveiro; ajuste de 2,5 cm; restante. (C) eventualmente; maior; camada; contrapiso; varanda; maior; externo; menor; interno. (D) ocasionalmente; maior; camada; revestimento; áreas de serviço; maior; interno; maior; externo. (E) Sempre; maior; camada; revestimento; fachada; menor; interno; maior; externo. 26.É correto afirmar sobre a Argamassa Única (Massa Única) que: (A) Será aplicada em superfície limpa. Sobre a base, aplicar em chapadas com colher até a espessura abaixo das mestras. Após o início da cura (puxamento), sarrafear com régua de madeira. Como acabamento, utilizar desempenadeira de madeira. (B) Será aplicada em superfície firme. Sobre base chapiscada, em porções e com desempenadeira de madeira, até a espessura limite das taliscas. Após o fim da cura (puxamento), sarrafear com régua de alumínio, cobrindo todas as falhas. Como acabamento, utilizar desempenadeira de madeira e/ou esponja densa. (C) Será aplicada em superfície limpa e firme, isenta de materiais estranhos. Sobre base chapiscada, em chapadas com colher ou desempenadeira de madeira, até a espessura limite das mestras. Após o início da cura (puxamento), sarrafear com régua de madeira ou alumínio, cobrindo todas as falhas. Como acabamento, utilizar desempenadeira de madeira e/ou esponja densa. (D) Será aplicada em superfície limpa e firme, isenta de materiais estranhos. Sobre base aprumada, em porções com desempenadeira de madeira, até a espessura limite das taliscas. Após o fim da cura (puxamento), sarrafear com régua de madeira ou alumínio, cobrindo todas as falhas. Como acabamento, utilizar desempenadeira de madeira e/ou esponja densa. (E) Será aplicada em superfície recém lavada. Sobre base chapiscada, em chapadas com colher ou desempenadeira de madeira, até a espessura limite das taliscas. Após o fim da cura (puxamento), sarrafear com régua de madeira ou alumínio, cobrindo todas as falhas. Como acabamento, utilizar desempenadeira de madeira e/ou esponja densa. Concurso da Prefeitura Municipal de Estância EDITAL 001/2007 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO) 6

7 27. Tem sua aplicação feita através de rolo? (A) Argamassa rústica (B) Qualquer argamassa fluída e impermeabilizantes de base acrílica (C) Chapisco Industrializado (D) Não existe esse tipo de material manuseado nos serviços de pedreiro (E) Só tinta é aplicada por rolo e não está entre os serviços de pedreiro 28. É responsabilidade de cada operário no canteiro de obra? (A) Não deixar tábuas com pregos, sempre retirar os pregos para outra utilização; improvisar ferramentas sempre que necessário; trabalhar com atenção; jogar lixo no chão, mas entulhando; ler e refletir sobre informações de prevenção de acidentes expostos em avisos e cartazes no canteiro de obra; evitar conversas e discussões no trabalho para aumentar a produção. (B) Não deixar tábuas com pregos espalhadas pela obra; não improvisar ferramentas; não submeter partes do corpo a possíveis acidentes; trabalhar com atenção; não jogar lixo no chão; ler e refletir sobre informações de prevenção de acidentes expostos em avisos e cartazes no canteiro de obra; evitar conversas e discussões no trabalho. (C) Deixar tábuas com pregos espalhadas pela obra, mas com indicação; não improvisar ferramentas; trabalhar com atenção; jogar lixo no chão; ler e refletir sobre informações de prevenção de acidentes expostos em avisos e cartazes no canteiro de obra; evitar conversas e discussões no trabalho sobre futebol. (D) Não deixar tábuas com pregos espalhadas pela obra; não submeter partes do corpo a possíveis acidentes; trabalhar com atenção; não jogar lixo no chão; pode-se conversar durante o serviço inclusive aumenta a alegria no local de trabalho. (E) Não deixar tábuas com pregos espalhadas pela obra; improvisar ferramentas desde que esteja utilizando os EPI necessários; não submeter partes do corpo a possíveis acidentes; trabalhar bem relaxado; não jogar lixo no chão sem que esteja entulhado; ler e refletir sobre informações de prevenção de acidentes expostos em avisos e cartazes no canteiro de obra; evitar conversas e discussões no trabalho. 29.É correto afirmar que: As pastilhas para aplicação com. Caso apresentem o recoberto por uma camada de pó, esta. (A) sempre devem ser molhadas; argamassa colante; tardoz; deve ser removida com um pano molhado. (B) nunca devem ser molhadas; massa epóxi; tardoz; deve ser removida com um pano molhado. (C) se possível devem ser molhadas; argamassa selante; tardoz; deve ser removida com um pano seco. (D) nunca devem ser molhadas; argamassa colante; tardoz; deve ser removida com um pano seco. (E) Todas as alternativas estão erradas. 30.Sobre a fixação dos revestimentos cerâmicos, pode-se afirmar que existe um tipo de argamassa para cada local de aplicação. É correto afirmar que as argamassas: (A) AC I devem ser aplicadas em ambientes externos. (B) AC III E devem ser aplicadas em ambientes com condições de altas exigências e com tempo em aberto estendido. (C) AC II devem ser aplicadas em ambientes internos. (D) AC III devem ser aplicados em ambientes externos ou internos, demora a endurecer, ou seja, maior tempo em aberto. (E) Todas as alternativas estão corretas. Concurso da Prefeitura Municipal de Estância EDITAL 001/2007 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO) 7

8 CONHECIMENTOS GERAIS E LEGISLAÇÃO MUNICIPAL 31. Dentre os requisitos básicos previstos no Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Estância/SE, para investidura no cargo público estão: nacionalidade brasileira, gozo dos direitos políticos, nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo e idade mínima de: (A) 14 anos. (B) 21 anos. (C) 18 anos. (D) 16 anos. (E) 20 anos. 32. O servidor nomeado para cargo de provimento efetivo deverá tomar posse do cargo e entrar em exercício no prazo respectivamente de: (A) 15 dias e 30 dias. (B) 10 dias e 30 dias. (C) 30 dias e 10 dias. (D) 30 dias e 15 dias. (E) 15 dias e 15 dias. 34.Fulano, servidor público do Município de Estância/SE vai se casar com Beltrana. O Estatuto dos Servidores Públicos de Estância/SE permite ao servidor público ausentar-se, sem qualquer prejuízo, por motivo de casamento, pelo período de: (A) Um dia. (B) Cinco dias. (C) Três dias. (D) Dez dias. (E) Dois dias. 35.O prazo de validade do concurso público da Prefeitura Municipal de Estância/SE, para efeito de nomeação será de: (A) 02 anos, prorrogável, até uma vez, por igual período. (B) 01 ano prorrogável por mais 06 meses. (C) 02 anos sem prorrogação. (D) 01 ano prorrogável, até uma vez, por igual período. (E) 06 meses prorrogável por mais 06 meses. 33. O ato onde o servidor é elevado à classe imediatamente superior àquela a que pertence, na mesma carreira, desde que comprovada, mediante avaliação prévia, sua capacidade para exercício das atribuições da classe correspondente denomina-se: (A) Reversão. (B) Recondução. (C) Reintegração. (D) Readaptação. (E) Promoção Concurso da Prefeitura Municipal de Estância EDITAL 001/2007 ARTÍFICE DE OBRAS E SERVIÇOS PÚBLICOS (PEDREIRO) 8

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado. Este Caderno contém 35 questões de múltipla escolha, dispostas

Leia mais

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL Indice ALVENARIA ESTRUTURAL MANUAL DE EXECUÇÃO E TREINAMENTO...1 O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL?...1 Seu trabalho fica mais fácil...1 CUIDADOS QUE

Leia mais

Cargo: Pedreiro. CONCURSO PÚBLICO 01/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAQUEIRA Instruções BOA SORTE. Pedreiro COMEDE

Cargo: Pedreiro. CONCURSO PÚBLICO 01/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAQUEIRA Instruções BOA SORTE. Pedreiro COMEDE Cargo: Pedreiro CONCURSO PÚBLICO 01/2009 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAQUEIRA Instruções Para fazer a prova você usará este caderno e um cartão-resposta. Verifique, no caderno de provas, se faltam folhas,

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética REVESTIMENTO DE FACHADA Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética Documentos de referência para a execução do serviço: Projeto arquitetônico Projeto de esquadrias NR 18 20

Leia mais

EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO ARGAMASSA DE FACHADA DE P R O M O Ç Ã O

EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO ARGAMASSA DE FACHADA DE P R O M O Ç Ã O EXECUÇÃO DO REVESTIMENTO DE FACHADA DE ARGAMASSA P R O M O Ç Ã O Início dos Serviços Alvenarias concluídas há 30 dias e fixadas internamente há 15 dias Estrutura concluída há 120 dias Contra marcos chumbados

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE EXECUÇÃO: 1. Condições para o início dos serviços A alvenaria deve estar concluída e verificada. As superfícies

Leia mais

Obra: Ampliação Câmara de Vereadores Local : VRS- 801 Almirante Tamandaré do Sul - RS Proprietário: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul

Obra: Ampliação Câmara de Vereadores Local : VRS- 801 Almirante Tamandaré do Sul - RS Proprietário: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Ampliação Câmara de Vereadores Local : VRS- 801 Almirante Tamandaré do Sul - RS Proprietário: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul 1. O presente memorial tem por

Leia mais

PES - Procedimento de Execução de Serviço

PES - Procedimento de Execução de Serviço Revisão: 00 Folha: 1 de 6 1. EQUIPAMENTOS Esquadro metálico; Martelo e serrote; Serra de bancada com proteção para disco; Corda; Chave de dobra; Policorte; Tesoura manual; Gerica e carrinho de mão; Desempenadeira

Leia mais

1. FERRAMENTAS. Elevação e Marcação. Trenas de 5m e 30m. Nível a laser ou Nível alemão. Pág.4 1. Ferramentas

1. FERRAMENTAS. Elevação e Marcação. Trenas de 5m e 30m. Nível a laser ou Nível alemão. Pág.4 1. Ferramentas ÍNDICE: 1. Ferramentas 2. Equipamentos de Proteção Individual - EPI 3. Serviços Preliminares 4. Marcação da Alvenaria 5. Instalação dos Escantilhões 6. Nivelamento das Fiadas 7. Instalação dos gabaritos

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada:

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada: PROJETO Nº 051/2013 Solicitação: Memorial Descritivo Tipo da Obra: Reforma, ampliação e adequação acesso Posto de Saúde Santa Rita Área existente: 146,95 m² Área ampliar: 7,00 m² Área calçadas e passeio:

Leia mais

SOLUÇÕES PRÁTICAS E INOVADORAS PARA A SUA OBRA

SOLUÇÕES PRÁTICAS E INOVADORAS PARA A SUA OBRA Soluções para Construção Fortaleza Março - 2015 SOLUÇÕES PRÁTICAS E INOVADORAS PARA A SUA OBRA Assentar e rejuntar Sobrepor Revestir Renovar QUALIDADE, CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO sempre foram as forças que

Leia mais

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas

Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas Belo Horizonte - MG Interface com Outros Subsistemas 10/11/2009 Carlos Chaves LOG Gestão de Obras Subsistemas Deus está nos detalhes Mies van der Rohe (1886-1969) Pavilhão alemão na Feira Mundial de Barcelona

Leia mais

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO PADRÃO PARA QUADRA POLIESPORTIVA COBERTA COM

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

CLIENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPIRANGA

CLIENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPIRANGA CLIENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPIRANGA OBRA: ESTAÇÃO ELEVATÓRIA PARA ESGOTO - ELEVADO RESPONSÁVEL TÉCNICO: ENG. CIVIL MICHAEL MALLMANN MUNICÍPIO: ITAPIRANGA - SC 1 INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Deve ser

Leia mais

MANUAL DO C L I E N T E

MANUAL DO C L I E N T E MANUAL DO C L I E N T E 1 Recebendo o revestimento na obra 1.1 Comparar a nota fiscal com o pedido SUMÁRIO 2 3 4 5 Manuseio e armazenamento 2.1 2.2 Ter cuidado no manuseio Empilhamento dos revestimentos

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul Secretaria Municipal de Obras Departamento Engenharia

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul Secretaria Municipal de Obras Departamento Engenharia ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ARQUITETURA 1.1 VEDAÇÕES 1.1.1 Alvenaria de Blocos Cerâmicos Tipo: 10x20x20 Aplicação: todas as Paredes internas e externas 1.2 ESQUADRIAS 1.2.1 Porta de madeira Compensada As

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO: CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON OBRA: ENDEREÇO: REFORMA E ADEQUAÇÃO DE SALAS NO PRÉDIO DA UNIDADE DE NEGÓCIOS NORTE UNN, VISANDO A INSTALAÇÃO DO POSTO DE ENSAIO

Leia mais

CONTRAPISO Documentos de referência Condições para o início dos trabalhos Preparo da base Marcação do nível do contrapiso

CONTRAPISO Documentos de referência Condições para o início dos trabalhos Preparo da base Marcação do nível do contrapiso CONTRAPISO 1 camada (s) de argamassa (s) que pode ser aplicada sobre a laje ou lastro de concreto, sobre camada de impermeabilização* ou sobre camada de isolamento térmico/acústico* (* na maioria das vezes

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR ANTES DA INSTALAÇÃO: Para podermos ter uma excelente apresentação da instalação não dependemos

Leia mais

porcelanato interno ficha técnica do produto

porcelanato interno ficha técnica do produto 01 DESCRIÇÃO: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos e s em áreas internas. 02 CLASSIFICAÇÃO TÉCNICA:

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO. Não deixe de preencher as informações a seguir. Nome. Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO. Não deixe de preencher as informações a seguir. Nome. Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição Não deixe de preencher as informações a seguir. PREFEITURA MUNICIPAL DE CUPIRA CONCURSO PÚBLICO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Prédio Sala Nome Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição

Leia mais

Execuções de Obras e Segurança no Trabalho

Execuções de Obras e Segurança no Trabalho Execuções de Obras e Segurança no Trabalho Revestimento cerâmico em Integrantes do Grupo: Domingos M. da S. Vicente Filho RA 086833 Rômulo Braga Salvador RA 089759 Danilo Nunes Cardoso RA 084401 Santos

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

E S T A D O D O M A T O G R O S S O. Prefeitura Municipal de Jaciara

E S T A D O D O M A T O G R O S S O. Prefeitura Municipal de Jaciara MEMORIAL DESCRITIVO REDE CEGONHA - HOSPITAL MUNICIPAL JACIARA/MT O presente memorial descritivo define diretrizes referentes à reforma do espaço destinado a Programa REDE CEGONHA no Hospital Municipal

Leia mais

2. INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS

2. INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Banheiros Públicos Rincão do Segredo Local: Rua Carlos Massman - Rincão do Segredo Alm. Tam. do Sul-RS Proprietário: Município de Almirante Tamandaré do Sul / RS 1. O presente

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA.

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. Dados da Obra: Endereço da obra: Rua Amazonas, nº512, Centro. Parte

Leia mais

TIPO ESP. LOCAL APLIC. 6mm Coberta da Cloaca

TIPO ESP. LOCAL APLIC. 6mm Coberta da Cloaca FABRICANTE Eternit TIPO ESP. LOCAL APLIC. Ondulada 6mm Coberta da Cloaca COR - As telhas serão de fibrocimento 6mm, Eternit ou equivalente técnico de procedência conhecida e idônea, textura homogênea,

Leia mais

cerâmica externa ficha técnica do produto

cerâmica externa ficha técnica do produto 01 Descrição: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos em áreas internas e s. 02 Classificação técnica: ANTES Colante

Leia mais

ALVENARIA EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

ALVENARIA EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA CONDIÇÕES DE INÍCIO Vigas baldrames impermeabilizadas e niveladas,

Leia mais

ASPECTOS SOBRE A PRODUÇÃO DA ALVENARIA

ASPECTOS SOBRE A PRODUÇÃO DA ALVENARIA ASPECTOS SOBRE A PRODUÇÃO DA ALVENARIA A produção da alvenaria está dividida em quatro passos fundamentais, que são: - Planejamento; - Marcação; - Elevação; - Fixação. 3ODQHMDPHQWR 1. Equipamentos Colher

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015

MEMORIAL DESCRITIVO. Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015 MEMORIAL DESCRITIVO Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015 1. DESCRIÇÃO DA OBRA As presentes especificações, bem como

Leia mais

I N S T R U Ç Õ E S Leia ATENTAMENTE as INSTRUÇÕES abaixo, antes de iniciar a PROVA:

I N S T R U Ç Õ E S Leia ATENTAMENTE as INSTRUÇÕES abaixo, antes de iniciar a PROVA: I N S T R U Ç Õ E S Leia ATENTAMENTE as INSTRUÇÕES abaixo, antes de iniciar a PROVA: 1. Você CANDIDATO recebe, juntamente com este Caderno de Provas, o Cartão-Resposta, único e insubstituível. Confira

Leia mais

MUNICÍPIO DE ILHA COMPRIDA

MUNICÍPIO DE ILHA COMPRIDA MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: REFORMA, ADEQUAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA CRECHE CRIANÇA FELIZ LOCAL: BALNEÁRIO ICARAÍ DE IGUAPE 1. Descrição As adequações e ampliações da Creche Criança feliz visam melhorar o atendimento

Leia mais

09/05/2014. Execução de Contrapiso. Daniel Mussato Nº 091175 Erom Vyctor - Nº 091135. Daniel

09/05/2014. Execução de Contrapiso. Daniel Mussato Nº 091175 Erom Vyctor - Nº 091135. Daniel Execução de Contrapiso Daniel Mussato Nº 091175 Erom Vyctor - Nº 091135 Daniel 2 1 Estrutura do Trabalho Dados da obra Definição de Contrapiso /Principal função Principais Materiais e Equipamentos Utilizados

Leia mais

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO TECNOLOGIA DE REVESTIMENTO Componentes do sistema BASE CHAPISCO Base Características importantes: Avidez por água - inicial e continuada Rugosidade EMBOÇO ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE Chapisco Função:

Leia mais

IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO

IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO IFES/CAMPUS DE ALEGRE - ES PROJETO BÁSICO Especificação Destinada Construção do Núcleo de Empresas Junior INTRODUÇÃO A execução dos serviços referente Construção do Núcleo de Empresas Junior, obedecerá

Leia mais

BELA ART PISCINAS 1. A

BELA ART PISCINAS 1. A Manual de construção e instalação de piscina de vinil- BELA ART PISCINAS 1. A escolha do local. O espaço disponível para a sua área de lazer deve incluir a área de churrasqueira, a área de estar social

Leia mais

CAPÍTULO IV ARGAMASSA DE REVESTIMENTO

CAPÍTULO IV ARGAMASSA DE REVESTIMENTO CAPÍTULO IV ARGAMASSA DE REVESTIMENTO I. CONSIDERAÇÕES GERAIS A alta competitividade do panorama econômico atual faz com que as empresas busquem um maior ganho de qualidade com redução de custos. A obtenção

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO, ESPECIFICAÇÕES E NORMAS DE EXECUÇÃO DESCRIÇÃO DA OBRA/SERVIÇO E DISPOSIÇÕES GERAIS

MEMORIAL DESCRITIVO, ESPECIFICAÇÕES E NORMAS DE EXECUÇÃO DESCRIÇÃO DA OBRA/SERVIÇO E DISPOSIÇÕES GERAIS MEMORIAL DESCRITIVO, ESPECIFICAÇÕES E NORMAS DE EXECUÇÃO Obra: ESCOLA DE ENSINO INFANTIL - PROINFÂNCIA Local da obra: Rua 39 Vila Vaz Fontoura Xavier - RS Proprietário: MUNICÍPIO DE FONTOURA XAVIER Responsável

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01 / 2010 CARGO DE: PEDREIRO

CONCURSO PÚBLICO 01 / 2010 CARGO DE: PEDREIRO 1 EMDUR Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural de Toledo CONCURSO PÚBLICO 01 / 2010 05 / SETEMBRO / 2010 CARGO DE: PEDREIRO Nome por extenso: (Use letra de forma) Inscrição nº Assinatura: INSTRUÇÕES

Leia mais

Excelente para o assentamento e rejuntamento simultâneo de pastilhas de porcelana e vidro;

Excelente para o assentamento e rejuntamento simultâneo de pastilhas de porcelana e vidro; 01 Descrição: NOVO PRODUTO votomassa é uma argamassa que proporciona alta aderência e trabalhabilidade no assentamento de de porcelana e vidro 02 Classificação: votomassa combina cimento Portland, agregados

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALÃO SECRETARIA DE 0BRAS 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 DISPOSIÇÕES GERAIS

MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALÃO SECRETARIA DE 0BRAS 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 DISPOSIÇÕES GERAIS MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Nova Instalação da SEMMAC LOCAL: Rua Dr. Lamartine Pinto de Avelar, 2338. Setor Ipanema. Catalão GO TIPO DE SERVIÇO: Reforma e Ampliação. 1.0 INTRODUÇÃO A finalidade do presente

Leia mais

Alvenaria de Blocos de Concreto

Alvenaria de Blocos de Concreto Alvenaria de Blocos de Recomendações Gerais Est. Mun. Eduardo Duarte, 1100 - Esq. RST 287. Santa Maria - RS Fone: (55) 3221 2000 e-mail : prontomix@prontomix.com.br Conceitos Gerais O que é Alvenaria Estrutural?

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Municipio de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Municipio de Venâncio Aires MEMORIAL DESCRITIVO Obra: OBRAS CIVIS, REFORMA E INSTALAÇÕES - PMAT PAVIMENTO TÉRREO E SUPERIOR DA PREFEITURA MUNICIPAL Local: Rua Osvaldo Aranha-nº 634 Venâncio Aires EXECUÇÃO E SERVIÇOS A execução dos

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A

C A D E R N O D E P R O V A C A D E R N O D E P R O V A Município de Bombinhas Concurso Público Edital 002/2015 http://bombinhas.fepese.org.br F07 Pedreiro Instruções Confira o número que você obteve no ato da inscrição com o que

Leia mais

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade.

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. Data da última revisão: 03/2011 DEFINIÇÃO MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. MANTA POLIMÉRICA é fácil

Leia mais

OFÍCIO DE PEDREIRO AUTOR: JOSÉ VIEIRA CABRAL

OFÍCIO DE PEDREIRO AUTOR: JOSÉ VIEIRA CABRAL OFÍCIO DE PEDREIRO AUTOR: JOSÉ VIEIRA CABRAL 3. ASSENTAMENTOS DE BLOCOS COMUNS. 4. COMO CALCULAR VOLUMES DE PEDRA E AREIA EM UM CAMINHÃO. 5. NORMAS REGULAMENTADORAS. 6. VOCABULÁRIO DE CONSTRUÇÃO CIVIL.

Leia mais

PROJETO BÁSICO. Especificação Destinada a Construção de Almoxarifado

PROJETO BÁSICO. Especificação Destinada a Construção de Almoxarifado PROJETO BÁSICO Especificação Destinada a Construção de Almoxarifado INTRODUÇÃO A execução dos serviços referente Construção de Prédio para Almoxarifado, obedecerá as Especificações, e seus Anexos, aos

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 06 - LOCAÇÃO DE OBRAS Introdução: A locação da obra é o processo de transferência da planta baixa do projeto da edificação para o terreno, ou seja, os recuos, os afastamentos, os alicerces, as paredes,

Leia mais

Revestimento de fachadas: aspectos executivos

Revestimento de fachadas: aspectos executivos UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Setembro, 2009 Revestimento de fachadas: aspectos executivos Eng.º Antônio Freitas da Silva Filho Engenheiro Civil pela UFBA Julho de 1982; Engenheiro da Concreta Tecnologia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Reforma muro lateral, calçadas e cercas E. M. E. F. Marcelino José Bento Champagnat GENERALIDADES Execução por empreitada global O presente

Leia mais

PROJETO PARA FECHAMENTO DE QUADRA DE ESPORTES E.E.B MARIA DO ROSÁRIO

PROJETO PARA FECHAMENTO DE QUADRA DE ESPORTES E.E.B MARIA DO ROSÁRIO PROJETO PARA FECHAMENTO DE QUADRA DE ESPORTES E.E.B MARIA DO ROSÁRIO MONTE CARLO SC JULHO DE 2015 Fazem parte deste projeto: - Projeto Arquitetônico e Detalhes. - Memorial Descritivo. - Orçamento, Cronograma.

Leia mais

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 07. PISOS

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 07. PISOS DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 07. PISOS Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré CEP 05347-902 - São Paulo / SP PISOS 1. CONTRAPISO E REGULARIZAÇÃO COM ARGAMASSA No caso de fundação em radier os pisos já contarão

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REFORMA DOS BANHEIROS, COPAS E DEPÓSITOS DE MATERIAL DE LIMPEZA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REFORMA DOS BANHEIROS, COPAS E DEPÓSITOS DE MATERIAL DE LIMPEZA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE REFORMA DOS BANHEIROS, COPAS E DEPÓSITOS DE MATERIAL DE LIMPEZA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO - ES REFORMA DO EDIFÍCIO BRASCAR

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO Ampliação E.M.E.I. Manoel dos Santos Ribeiro Bairro José Alcebíades de Oliveira GENERALIDADES Execução por Empreitada Global O presente memorial

Leia mais

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 14. MUROS

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 14. MUROS DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 14. MUROS Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré CEP 05347-902 - São Paulo / SP MUROS Os muros são construções feitas de alvenaria de blocos de concreto ou tijolos, que tem a

Leia mais

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens.

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens. Ficha do Produto Edição 22/04/2011 Sikacim Impermeabilizante Construção Sikacim Impermeabilizante Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos Características

Leia mais

FICHA DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO - COMPACTAÇÃO DE ATERRO

FICHA DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO - COMPACTAÇÃO DE ATERRO SISTEMA DA QUALIDADE FVS 01 FICHA DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO - COMPACTAÇÃO DE ATERRO = APROVADO = REPARADO / REPROVADO = NÃO APLICÁVEL 01 O local está limpo, sem entulhos, vegetação ou madeira? O material

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL I SERVIÇOS DE ENGENHARIA Constitui objeto do presente memorial descritivo uma edificação para abrigar segura e adequadamente equipamentos de rede estabilizada, Grupo Moto-gerador

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÃO DE VOLUME DE CAIXA D'ÁGUA NA CASA DE PASSAGEM DO MUNICÍPIO DE CAÇADOR

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÃO DE VOLUME DE CAIXA D'ÁGUA NA CASA DE PASSAGEM DO MUNICÍPIO DE CAÇADOR MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÃO DE VOLUME DE CAIXA D'ÁGUA NA CASA DE PASSAGEM DO MUNICÍPIO DE CAÇADOR 1 SUMÁRIO SUMÁRIO 2 MEMORIAL DESCRITIVO 3 I. DADOS FÍSICOS LEGAIS 3 II. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 3 III.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. A CONTRATADA deverá fornecer ART de execução dos serviços e diários de obra.

MEMORIAL DESCRITIVO. A CONTRATADA deverá fornecer ART de execução dos serviços e diários de obra. Página 1 de 10 MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Reforma na Unidade de Polícia Militar de Guarujá do Sul (SC) PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Guarujá do Sul (SC) LOCAL: Rua Presidente Vargas, n 739, Guarujá

Leia mais

Argamassa colante para assentamento de peças cerâmicas em áreas internas. SUPERFÍCIES INDICADAS PARA APLICAÇÃO Áreas internas. Emboço ou contrapiso sarrafeado ou desempenado, com pelo menos 14 dias de

Leia mais

O QUE SIGNIFICA RACIONALIZAR?

O QUE SIGNIFICA RACIONALIZAR? Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 3 ALVENARIAS: EXECUÇÃO, Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil

Leia mais

Projeto Executivo Prancha 01 Inst Plantas de Lay-out das Instalações Elétricas do 1 e 2 pavimentos SERVIÇOS A EXECUTAR:

Projeto Executivo Prancha 01 Inst Plantas de Lay-out das Instalações Elétricas do 1 e 2 pavimentos SERVIÇOS A EXECUTAR: MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE AMPLIAÇÃO DO POSTO DE SAÚDE MUNICIPAL DE ILÓPOLIS / RS OBJETIVO O presente Memorial Descritivo tem por objetivo estabelecer as diretrizes básicas do projeto de arquitetura,

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

&216758d 2&,9,/ 3URID7HUH]D'HQ\VH3GH$UD~MR -DQHLUR

&216758d 2&,9,/ 3URID7HUH]D'HQ\VH3GH$UD~MR -DQHLUR 81,9(56,'$'()('(5$/'&($5È '(3$57$0(17'((1*(1+$5,$(6758785$/( &16758d &,9,/ 17$6'($8/$6 &16758d '((',)Ë&,6, /&$d '$%5$ 3URID7HUH]D'HQ\VH3GH$UD~MR -DQHLUR &RQVWUXomRGH(GLItFLRV, /RFDomRGDEUD -7 /&$d '$%5$,175'8d

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES Prof. Marco Pádua A cobertura é uma fase importante da edificação. Não só a questão estética deve ser considerada, como a escolha dos elementos, a posição

Leia mais

4.2. Instalação de água: Já existe ramal de ligação do concessionário autorizado (CORSAN) até a edificação.

4.2. Instalação de água: Já existe ramal de ligação do concessionário autorizado (CORSAN) até a edificação. MEMORIAL DESCRITIVO Proprietário (a): PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DAS MISSÕES; Obra: Projeto Arquitetônico de Reforma do Centro Administrativo; Cadastro Matrícula: Local: Rua 29 de Abril, nº 165

Leia mais

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4 Gesso Acartonado Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil Construção

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS DE EDIFICAÇÕES

CADERNO DE ENCARGOS DE EDIFICAÇÕES COHAB-MG Versão 01 HISTÓRICO DAS REVISÕES HISTÓRICO DAS REVISÕES VERSÃO DATA DESCRIÇÃO 01 01/06/07 Emissão inicial SUMÁRIO SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 7 1 SERVIÇOS INICIAIS... 12 1.1 Locações... 12 2 FUNDAÇÕES...

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA PROJETO ARQUITETÔNICO MOTO TAXI RODOVIÁRIA

MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA PROJETO ARQUITETÔNICO MOTO TAXI RODOVIÁRIA MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA PROJETO ARQUITETÔNICO MOTO TAXI RODOVIÁRIA 1. OBJETIVO O presente memorial descritivo tem por objetivo estabelecer requisitos técnicos, definir materiais a utilizar e normatizar

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 025/2009

MEMORIAL DESCRITIVO 025/2009 MEMORIAL DESCRITIVO 025/2009 PROPRIETÁRIO: CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON. OBRA: ENDEREÇO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REALIZAR REFORMA E ADEQUAÇÃO NA

Leia mais

bloco de vidro ficha técnica do produto

bloco de vidro ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para assentamento e rejuntamento de s. 02 Classificação técnica: ANTES 205 Bloco votomassa

Leia mais

PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR OBRA...CONTRATAÇÃO DE EMPRESA HABILITADA PARA EXECUÇÃO DE REFORMAS NO PAVILHÃO 01

PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR OBRA...CONTRATAÇÃO DE EMPRESA HABILITADA PARA EXECUÇÃO DE REFORMAS NO PAVILHÃO 01 MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR OBRA...CONTRATAÇÃO DE EMPRESA HABILITADA PARA EXECUÇÃO DE REFORMAS NO PAVILHÃO 01 LOCALIZAÇÃO CENTRO DE EXPOSIÇÕES E CONGRESSOS

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Urbanos e Vigia

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Urbanos e Vigia CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N.º 002/2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE BREVES PROVA OBJETIVA: 15 de janeiro de 2012 NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Urbanos

Leia mais

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis.

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. MACTRASET resiste às pressões

Leia mais

9.7 FORMULÁRIOS DE CONTROLE DE QUALIDADE DA EXECUÇÃO

9.7 FORMULÁRIOS DE CONTROLE DE QUALIDADE DA EXECUÇÃO 9.7 FORMULÁRIOS DE CONTROLE DE QUALIDADE DA EXECUÇÃO Instrução de trabalho de concretagem de peça estrutural Fonte: Modelos elaborados e cedidos pela Construtora Giacomazzi Ltda., de Curitiba-PR. 1. OBJETIVO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 09/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 09/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 09/2014 CARGO E UNIDADES:Assistente Operacional- Manutenção (Caicó) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS 1 Objetivo Utilizar o controle tecnológico como ferramenta imprescindível para execução do revestimento de argamassa e cerâmica em fachadas, aumentando a

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS

MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS COMPOSIÇÃO: Sais inorgânicos e estabilizantes. PROPRIEDADES: Impermeabilizante de concreto e argamassas. MOGIBASE é de fácil aplicação e não altera os

Leia mais

Curso: Gestão de Estruturas Racionalizadas de Concreto

Curso: Gestão de Estruturas Racionalizadas de Concreto COMUNIDADE DA CONSTRUÇÃO - SALVADOR Curso: Gestão de Estruturas Racionalizadas de Concreto Trabalho Final: Marcações e Execuções Racionalizadas em Estruturas de Concreto. COMUNIDADE DA CONSTRUÇÃO - SALVADOR

Leia mais

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm 01 DESCRIÇÃO: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade, ideal para assentamento de revestimentos cerâmicos, porcelanatos, pedras rústicas em áreas internas e externas em pisos e paredes; Aplicação

Leia mais

LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO

LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO A NECESSIDADE DE UM LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO O LP deve ser feito a partir da entrevista com o cliente atendendo as condições solicitadas num programa de necessidades.

Leia mais

200888 Técnicas das Construções I FUNDAÇÕES. Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana pastana@projeta.com.br (14) 3422-4244 AULA 3

200888 Técnicas das Construções I FUNDAÇÕES. Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana pastana@projeta.com.br (14) 3422-4244 AULA 3 200888 Técnicas das Construções I FUNDAÇÕES Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana pastana@projeta.com.br (14) 3422-4244 AULA 3 O que são?: São elementos estruturais cuja função é a transferência de cargas

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S SUBGRUPO: 180100 PAVIMENTAÇÃO DE PASSEIOS FOLHA: SUMÁRIO 1. PASSEIO EM PEDRA PORTUGUESA...1 1.1 OBJETIVO E DEFINIÇÕES...1 1.2 MATERIAIS...1 1.3 EQUIPAMENTOS...1 1.4 EXECUÇÃO...1 1.5 CONTROLE...2 2. PASSEIO

Leia mais

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II

ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II E ESQUADRIAS MÉTODO EXECUTIVO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II MÉTODO EXECUTIVO Cuidados no Recebimento Formas de Instalação

Leia mais

37 3231-4615 www.levemix.com.br GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX. Comodidade, economia e segurança ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES

37 3231-4615 www.levemix.com.br GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX. Comodidade, economia e segurança ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES GUIA PRÁTICO DE APLICAÇÃO CONCRETO LEVEMIX Orientações técnicas para o melhor desempenho de sua concretagem Comodidade, economia e segurança 37 3231-4615 www.levemix.com.br ENTREGAMOS PEQUENAS QUANTIDADES

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: CONSTRUÇÃO DE 22 (VINTE E DUAS) UNIDADES HABITACIONAL DOIS QUARTOS LOCAL: VILA ESPLANADA I GOIATUBA GO. ÁREA ÚTIL: 49,98 m 2

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: CONSTRUÇÃO DE 22 (VINTE E DUAS) UNIDADES HABITACIONAL DOIS QUARTOS LOCAL: VILA ESPLANADA I GOIATUBA GO. ÁREA ÚTIL: 49,98 m 2 MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: CONSTRUÇÃO DE 22 (VINTE E DUAS) UNIDADES HABITACIONAL DOIS QUARTOS LOCAL: VILA ESPLANADA I GOIATUBA GO. ÁREA ÚTIL: 49,98 m 2 Página 1 de 13 1.- INTRODUÇÃO O presente memorial

Leia mais

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas É composta por uma mistura homogênea de cimento Portland, cal hidratada e agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. O produto é oferecido na cor cinza. 3. Indicação: A argamassa

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Carmo de Minas. ENDEREÇO: Rua Luiz Gomes, nº. 150, Bairro: Centro, CEP: 37472-000. CNPJ: 18.188.243/0001-60. ENDEREÇO DA OBRA: Rua Euclides

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Serviços

Leia mais

(NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES

(NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL N o 135/2011 FUNÇÃO: OFICIAL DE MANUTENÇÃO PEDREIRO (NOME COMPLETO EM LETRA DE FORMA) INSTRUÇÕES (N o DE INSCRIÇÃO)

Leia mais

Blumenau, maio de 2010.

Blumenau, maio de 2010. INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE ORÇAMENTOS E CRONOGRAMAS Blumenau, maio de 2010. 1. RESUMO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. INTRODUÇÃO... 3 4. COMPOSIÇÃO DO ORÇAMENTO... 4 4.1. SERVIÇOS PRELIMINARES/TÉCNICOS...

Leia mais

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto 15.01.2012 - TARDE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO FALTA PEDREIRO Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280 Falta pedreiro, estão reclamando os mestres

Leia mais

Edificações - revestimento de paredes

Edificações - revestimento de paredes MT - DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO - IPR DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA Rodovia Presidente Dutra km 163 - Centro Rodoviário, Parada de Lucas

Leia mais