Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 Page 1 of 6 Clique aqui para visualizar em seu aparelho celular ou como uma página da internet. Rating preliminar braa+ atribuído às debêntures senior secured de R$ 700 milhões da Santo Antônio Energia Resumo A geradora brasileira de energia elétrica Santo Antônio Energia S.A. espera emitir um montante de R$ 700 milhões de debêntures senior secured. Os recursos captados com essa emissão serão usados para financiar custos associados à construção do projeto. Atribuímos o rating preliminar braa+ a esta proposta de emissão de R$ 700 milhões de debêntures senior secured em duas séries com vencimento final em 2022 e A forte estrutura contratual do projeto, incluindo os acordos de fornecimento de energia de longo prazo com as empresas distribuidoras e os riscos de construção e hidrológicos limitados, oferece o suporte de crédito essencial para o rating e para a perspectiva estável. Ações de Rating SÃO PAULO (Standard & Poor s), 12 de março de 2014 A Standard & Poor s Ratings Services atribuiu hoje o rating preliminar braa+ à terceira emissão de debêntures senior secured no valor de R$ 700 milhões a ser emitida em duas séries, com vencimentos finais em 2022 e 2024, pela Santo Antônio Energia S.A. ( SAE ou projeto ). A perspectiva é estável. As debêntures serão simples e não conversíveis em ações, da espécie quirografária com garantia adicional real e fidejussória, para distribuição pública. Para ambas as séries, o pagamento dos juros será feito semestralmente e a amortização anual será customizada. Os recursos desta emissão serão utilizados para financiar os custos associados à construção do projeto. O rating final depende de recebermos toda a documentação final referente à transação e da nossa revisão satisfatória desse material. Consequentemente, o rating preliminar não deverá ser interpretado como uma evidência do rating final. Se não recebermos a documentação final dentro de um período de tempo razoável, ou se esta diferir dos materiais que já havíamos revisado, reservamo-nos o direito de retirar ou mudar o rating. Fundamentos A SAE obteve um contrato de concessão de 35 anos em 2007 para a construção e operação de uma usina hidrelétrica de fio d água de megawatts (MW) com 50 unidades geradoras e produção de energia assegurada média de MW. O projeto vendeu aproximadamente MW de sua energia assegurada no leilão A-5 da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL em 2008 para 37 distribuidoras, com um contrato de fornecimento de 30 anos, contato a partir do início das operações comerciais a um preço médio de cerca de R$ 109,2 MWh, com base de referência atualizada de dezembro de 2013 e nos Contratos de Comercialização de Energia Elétrica no Ambiente Regulado (CCEARs) assinados em julho de 2008, a serem ajustados anualmente no mês de agosto pela variação do IPCA - Índice de Preços ao Consumidor Amplo. Além da venda de energia mediante os CCEARs, a SAE venderá a diferença entre a energia assegurada e o mercado regulado aos participantes livres do mercado mediante Contratos de Compra e Venda de Energia (CCVEs) ou venda de energia não regulada. A empresa já tem 665 MW comercializados por meio de CCVEs de longo prazo com vencimento em 2027, com condições muito similares às do CCEARs, mas foram assinados a preços mais altos, de R$ 182,3 por MWh (ajustados anualmente pela inflação IPCA com base de referência atualizada em dezembro de 2013). O rating preliminar braa+ atribuído às debêntures senior secured reflete os seguintes pontos fortes: A transação não será exposta ao risco de mercado, visto que se beneficia de contratos de longo prazo a preços fixos (a serem ajustados anualmente pela variação do IPCA) para o fornecimento de energia, eliminando exposição ao volume de vendas e aos preços de energia;

2 Page 2 of 6 O risco hidrológico é parcialmente mitigado pela existência de um Mecanismo de Realocação de Energia (MRE). Com base nesse mecanismo, se o potencial de energia produzida por uma geradora de energia for abaixo de sua energia assegurada designada, o MRE aloca a energia de uma outra geradora que está produzindo energia acima de seus níveis de geração de energia assegurada, cumprindo dessa forma sua obrigação de entrega, e fazendo a liquidação financeira por um preço baixo e fixo, equivalente somente aos custos operacionais e de manutenção; O projeto operará com tecnologia provada. Alstom, Voith e Andritz Hydro têm usado esses tipos de turbinas no mundo, com uma disponibilidade média em seus projetos hidrelétricos superior a 95%. Além disso, a diversificação dos fornecedores de equipamentos evita o risco de indisponibilidade oriundo de qualquer defeito em série futuro ou questões de manutenção/reposição de peças surgidas após o término do período de garantia das turbinas; Com base na informação fornecida pela empresa de Engenharia Independente (Concremat), o grau total de avanço da construção é alto e a etapa da obra mais complexa já foi satisfatoriamente concluída. Atualmente, 20 das 50 turbinas já estão operando e despachando energia ao sistema; Tem uma cauda (tail) de concessão significativa, visto que as debêntures vencerão em 2022 e 2024 e o contrato de concessão terminará em 2043; e Apresenta métricas de crédito adequadas mediante o nosso caso-base, conforme evidenciado pelo Índice de Cobertura do Serviço da Dívida (ICSD) mínimo de 1,28x e médio de 1,42x, alinhados à categoria de rating. Os pontos fortes acima mencionados são parcialmente contrabalançados pelos seguintes pontos fracos: Proteções estruturais relativamente fracas, em comparação a outras estruturas analisadas pela S&P globalmente, conforme evidenciado por uma conta-reserva do serviço da dívida de três meses para o financiamento do BNDES e no caso da nova debênture equivalente ao próximo pagamento de juros e principal (seis meses de juros e doze meses de principal), conta-reserva de Operação & Manutenção (O&M) de três meses e um teste de restrição de distribuição de dividendos acima do mínimo legal frágil, de 1,20x apenas retrospectivo ao resultado dos últimos 12 meses; O início da operação comercial das 30 turbinas remanescentes está sujeito à aprovação da ANEEL. Embora todas as autorizações de construção já tenham sido fornecidas, a autoridade regulatória terá de prover permissões antes do início de cada turbina adicional, incluindo licença ambiental de operação para as 6 turbinas adicionais referentes à expansão da usina aprovada pela Aneel em 2013; e Risco de construção que, apesar de limitado, ainda permanece até o final de Vemos a adequação de recursos hídricos como um elemento-chave desta análise de crédito. Acreditamos que o MRE é um fator de crédito positivo para todas as geradoras brasileiras de energia elétrica, dado que ele mitiga parcialmente o risco hidrológico. Para cada usina hidrelétrica é designado um certo nível de energia assegurada para sua concessão, o qual é basicamente um nível fixo de geração de energia assegurada para o período da concessão, com base na capacidade instalada de geração de energia da planta e nas características do rio e reservatórios, nos níveis hidrológicos e pluviométricos históricos, na capacidade do sistema de transmissão e em uma alta probabilidade de que o racionamento de energia não afetará o sistema. Se a produção de uma geradora for abaixo de sua energia assegurada designada, o MRE permite que ela compre energia indiretamente de uma outra geradora que está produzindo energia acima de seus níveis de geração de energia assegurada em troca de um preço fixo e baixo, equivalente somente aos custos operacionais e de manutenção. Dessa forma, o MRE visa realocar a produção de energia das geradoras que estão tendo uma produção acima da energia assegurada delas para geradoras que têm produção abaixo da energia assegurada. Acreditamos que a SAE beneficia-se desse mecanismo que reduz significativamente o risco hidrológico quando comparado a outros projetos hidrelétricos que avaliamos globalmente. No entanto, é válido mencionar que se o sistema todo produzir abaixo do nível de energia assegurada nacional, como é o caso em um período de seca ou condições climáticas severas, então acreditamos que o projeto estará exposto aos preços do mercado spot e isso poderá afetar o desempenho financeiro da empresa. A construção da usina hidrelétrica começou em meados de 2008 e está previsto finalizar até o final de A SAE assinou um único contrato de EPC (Engineering, Procurement and Construction) turnkey a preço fixo e com data certa, ajustado pelo índice de inflação IGP-M, com um consórcio de construtoras composto pela Construtora Norberto Odebrecht S.A. (BBB-/Positiva/-- e braaa/estável/bra-1) e Construtora Andrade Gutierrez S.A. (não avaliada) que são as responsáveis pela construção civil; pela Alstom Brasil Energia e Transporte Ltda., Andritz Hydro Brasil Ltda. e Voith Hydro Ltda. (empresas não avaliadas) as quais fornecem as geradoras e as turbinas; pela Bardella S.A. Indústrias Mecânicas que fornece os serviços e os equipamentos hidromecânicos; e pela Siemens Ltda. e Alstom Grid Energia Ltda. (ambas não avaliadas) responsáveis por todas as obras relacionadas às linhas de transmissão, as quais já estão em operação. Com base na avaliação da empresa de Engenharia Independente, Concremat, o grau total de avanço da base agregada, em janeiro de 2014, era de 85%. Concluímos que o perfil de crédito individual (stand-alone credit profile ou SACP) da SAE durante a fase de construção está também alinhado à categoria de rating proposta. Isso reflete a natureza relativamente simples das obras de construção remanescentes nesse estágio da construção pelo fato de a

3 Page 3 of 6 maioria das obras pesadas de engenharia já ter sido desempenhada; pelo uso de tecnologia provada, uma vez que as turbinas fornecidas têm sido utilizadas em outros projetos no mundo e contam com um bom histórico de níveis de disponibilidade; e pela avançada tecnologia da construção, a qual está bem ajustada à capacidade do experiente consórcio construtor. Além disso, apresentam uma gestão de projeto satisfatória e possibilidade de transferência de risco (substituição) efetiva. Há também recursos (funding) comprometidos na estrutura de capital, os quais, em nossa visão, devem ser suficientes para cobrir os custos remanescentes de construção e assegurar que o projeto esteja pronto para a operação comercial total, mediante um cenário de estresse incluindo elevação de custos e a falha e subsequente substituição tempestiva do consórcio construtor do projeto. Até o momento, o progresso da construção está sendo realizado de acordo com o cronograma e orçamento. Portanto, antecipamos que a conclusão da construção será concluída no prazo e dentro do orçamento. A SAE espera emitir duas novas séries de debêntures no mercado local com um montante agregado de R$ 700 milhões com vencimento final em 2022 e As debêntures senior secured financiarão juntamente com os empréstimos já concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES (BBB/Negativa/-- em moeda estrangeira, A-/Negativa/-- em moeda local e braaa/estável/-- na Escala Nacional Brasil), com o Fundo Constitucional do Norte, com as 1ª e 2ª emissões de debêntures e com as contribuições de capital já realizadas, os recursos para a construção do projeto de energia. Os empréstimos existentes e as novas debêntures serão pari passu e compartilharão o mesmo pacote de garantias reais e fidejussórias. A partir da informação analisada, os aspectos legais parecem clássicos para esse tipo de financiamento. Entre os aspectos apresentados estão: uma cauda de concessão de 19 anos (a concessão expira em 2043, enquanto o vencimento final das debêntures é em 2024), as cláusulas contratuais restritivas (covenants) mantém um índice de capitalização mínimo de 20%, dívida adicional limitada, contas-reserva e teste de restrição de dividendos retrospectivo (embora os dividendos mínimos obrigatórios de acordo com a Lei das Sociedades por Ações do Brasil sejam permitidos em todas as épocas). De acordo com o nosso cenário-base, o qual inclui a conclusão pontual e dentro do orçamento das turbinas remanescentes, o projeto atingirá um ICSD mínimo e médio de 1,28x e 1,42x, respectivamente. As disposições aplicáveis aos contratos do BNDES, aprovadas pela Resolução nº 665 de 10 de dezembro de 1987, inclui uma cláusula de aceleração cruzada que confere ao banco a possibilidade de declarar o vencimento antecipado de um acordo de financiamento, caso haja um default de qualquer obrigação perante o BNDES por parte das subsidiárias da empresa controladora pertencente ao grupo econômico. Na nossa opinião, avaliamos que no caso da SAE não há nenhum acionista controlador com base na definição estabelecida no contrato do BNDES, e que nenhum investidor detém uma participação majoritária. Os acionistas designados acionistas controladores mediante o acordo pertinente incluindo a Odebrecht Energia do Brasil S.A., Caixa Fundo de Investimento em Participações Amazônia Energia e Andrade Gutierrez Participações S.A. (braa/estável/--) não controlam a maioria de 60% do Conselho de Administração necessária para se tomar decisões fundamentais. Dessa forma, acreditamos que nenhum dos acionistas tem direitos que assegurem a eles, em uma base permanente, uma maioria de votos nas resoluções das Assembleias Gerais, nem poder para eleger uma maioria da administração da empresa. Portanto, acreditamos que o risco de qualquer um dos acionistas ser considerado um Grupo Econômico relevante, para fins da cláusula de default cruzado do BNDES para essa transação, é mitigado. Liquidez As proteções de liquidez do projeto incluem uma conta-reserva de O&M de três meses, conta-reserva de financiamento do BNDES de três meses e no caso da nova debênture equivalente ao próximo pagamento de juros e principal (seis meses de juros e doze meses de principal) que será financiada com os recursos das debêntures e mantida durante a vida das debêntures. Pagamentos restritos de dividendos acima do mínimo legal serão permitidos após um teste de distribuição retrospectivo de 12 meses, com um ICSD mínimo de 1,20x entre outras cláusulas, como ausência de evento de defaults, contas-reserva totalmente preenchidas, etc. Consideramos o teste de distribuição de dividendos, e as contas-reserva de serviço da dívida e de O&M como adequados para o rating proposto e comparáveis com os de outros pares avaliados na mesma categoria. Perspectiva A perspectiva estável reflete nossa visão de que a forte fundamentação contratual do projeto que garante fluxos de caixa estáveis de longo prazo com contrapartes de qualidade de crédito, riscos limitados de construção e hidrológicos que resultam, de acordo com o nosso cenário-base, em um ICSD médio de 1,42x e mínimo de 1,28x até o término das debêntures. Poderemos rebaixar o rating das debêntures se a construção se atrasar e, dessa forma, a geração de fluxo de caixa do projeto for negativamente afetada, ou se o desempenho da usina hidrelétrica se enfraquecer principalmente em função

4 Page 4 of 6 dos níveis de eficiência mais baixos, com os resultantes ICSDs médio e mínimo declinando para cerca de 1,30x e 1,20x, respectivamente, em relação ao nosso caso-base esperado. Por outro lado, poderíamos considerar uma elevação do rating das debêntures se o projeto apresentar de maneira consistente um ICSD mínimo da dívida de 1,40x e médio de 1,50x, e além disso, melhorar as condições de proteções estruturais, incluindo maior cobertura das contas-reserva do serviço da dívida e de O&M. CRITÉRIOS E ARTIGOS RELACIONADOS Metodologia de Project Finance - fase de construção, 15 de novembro de Metodologia e Premissas da Estrutura de Risco de Contraparte, 25 de junho de Guarantee Criteria--Structured Finance, 7 de maio de Metodologia de Avaliação de Contrapartes de Construção e Operações em Project Finance, 20 de dezembro de Resumo de Critérios Atualizados de Rating de Dívida de Financiamento de Projetos, 18 de setembro de Criteria For Special-Purpose Entities In Project Finance Transactions, 20 de novembro de Santo Antônio Energia S.A. LISTA DE RATINGS Novo Rating de Emissão Preliminar Debêntures senior secured no valor de até R$ 700 milhões a ser emitidas em duas séries com vencimentos finais em 2022 e Rating preliminar braa+ Informações regulatórias adicionais: Outros serviços fornecidos ao emissor Não há outros serviços prestados a este emissor, clique aqui para mais informações. Atributos e limitações do rating de crédito A Standard & Poor s Ratings Services utiliza informações em suas análises de crédito provenientes de fontes consideradas confiáveis, incluindo aquelas fornecidas pelo emissor. A Standard & Poor s Ratings Services não realiza auditorias ou quaisquer processos de due diligence ou de verificação independente da informação recebida do emissor ou de terceiros em conexão com seus processos de rating de crédito ou de monitoramento dos ratings atribuídos. A Standard & Poor s Ratings Services não verifica a completude e a precisão das informações que recebe. A informação que nos é fornecida pode, de fato, conter imprecisões ou omissões que possam ser relevantes para a análise de crédito de rating. Em conexão com a análise deste (s) rating (s) de crédito, a Standard & Poor s Ratings Services acredita que há informação suficiente e de qualidade satisfatória de maneira a permitir-lhe ter uma opinião de rating de crédito. A atribuição de um rating de crédito para um emissor ou emissão pela Standard & Poor s Ratings Services não deve ser vista como uma garantia da precisão, completude ou tempestividade da (i) informação na qual a Standard & Poor s se baseou em conexão com o rating de crédito ou (ii) dos resultados que possam ser obtidos por meio da utilização do rating de crédito ou de informações relacionadas. Fontes de informação Para atribuição e monitoramento de seus ratings a Standard & Poor s utiliza, de acordo com o tipo de emissor/emissão, informações recebidas dos emissores e/ou de seus agentes e conselheiros, inclusive, balanços financeiros auditados do Ano Fiscal, informações financeiras trimestrais, informações corporativas, prospectos e outros materiais oferecidos, informações históricas e projetadas recebidas durante as reuniões com a administração dos emissores, bem como os relatórios de análises dos aspectos econômico-financeiros (MD&A) e similares da entidade avaliada e/ou de sua matriz. Além disso, utilizamos informações de domínio público, incluindo informações publicadas pelos reguladores de valores mobiliários, do setor bancário, de seguros e ou outros reguladores, bolsas de valores, e outras fontes públicas, bem como

5 Page 5 of 6 de serviços de informações de mercado nacionais e internacionais. Aviso de ratings ao emissor O aviso da Standard & Poor s para os emissores em relação ao rating atribuído é abordado na política Aviso de Pré- Publicação aos Emissores. Frequência de revisão de atribuição de ratings O monitoramento da Standard & Poor s de seus ratings de crédito é abordado em: Descrição Geral do Processo de Ratings de Crédito (seção de Revisão de Ratings de Crédito) articletype=pdf&assetid= Política de Monitoramento articletype=pdf&assetid= Conflitos de interesse potenciais da S&P Ratings Services A Standard & Poor s Brasil publica a lista de conflitos de interesse reais ou potenciais em Conflitos de Interesse Instrução Nº 521/2012, Artigo 16 XII seção em Faixa limite de 5% A S&P Brasil publica em seu Formulário de Referência apresentado em o nome das entidades responsáveis por mais de 5% de suas receitas anuais. Contatos Analíticos: Analista principal: Candela Macchi, 54 (11) ; Contato analítico adicional: Julyana Yokota, 55 (11) ; Líder do comitê de rating: Pablo Lutereau, 54 (11) ; Contato de Mídia: Marcos Viesi, São Paulo, 55 (11) , A Standard & Poor's, parte da The McGraw-Hill Companies (NYSE:MHP), é líder mundial na provisão de pesquisa independente de risco de crédito e benchmarks. Publicamos mais de um milhão de ratings de crédito de dívidas emitidas por governos soberanos, municípios, entidades do setor corporativo e financeiro. Com mais de analistas de crédito em 23 países, e mais de 150 anos de experiência na avaliação do risco de crédito, oferecemos uma combinação única de cobertura global e conhecimento local. Nossas pesquisas e opiniões sobre o risco de crédito relativo fornecem aos participantes do mercado informações e benchmarks independentes que apoiam o crescimento transparente dos mercados de dívida, em todo o mundo. Atualize suas informações: Caso queira atualizar suas informações de contato (telefone, , empresa, etc.) ou modificar o setor de seu interesse, clique aqui. Assuntos Regulatórios e Disclaimers Termos de Uso Aviso de Privacidade e Cookies Copyright 2014 pela Standard & Poor's Financial Services LLC. Todos os direitos reservados. Nenhum conteúdo (incluindo-se ratings, análises e dados relacionados a crédito, avaliações, modelos, software ou outra aplicativo ou resultado deste derivado) ou qualquer parte aqui indicada (Conteúdo) pode ser modificado, revertido, reproduzido ou distribuído de nenhuma forma por nenhum meio, ou armazenado em um banco de dados ou sistema de recuperação sem a prévia autorização por escrito da Standard & Poor s

6 Page 6 of 6 Financial Services LLC ou suas afiliadas (coletivamente aqui denominadas S&P). O Conteúdo não deverá ser utilizado para nenhum propósito ilegal ou não autorizado. A S&P e todos os seus provedores terceiros, bem como seus diretores, officers, acionistas, funcionários ou agentes (coletivamente aqui denominados as Partes da S&P) não garantem a exatidão, integridade, tempestividade ou disponibilidade do Conteúdo. As Partes da S&P não são responsáveis por erros ou omissões (por negligência ou qualquer outra causa), independentemente de sua causa, dos resultados obtidos a partir do uso do Conteúdo ou da segurança ou manutenção de qualquer dado incluído pelo usuário. O Conteúdo é fornecido em base tal qual apresentado. AS PARTES DA S&P RENUNCIAM TODAS E QUAISQUER GARANTIAS EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUINDO, MAS NÃO LIMITANDO, QUAISQUER GARANTIAS DE COMERCIALIZAÇÃO OU ADEQUAÇÃO PARA UM PROPÓSITO OU USO ESPECÍFICO, LIVRE DE DEFEITOS, ERROS OU DEFEITOS DE SOFTWARE, QUE O FUNCIONAMENTO DO CONTEÚDO SERÁ ININTERRUPTO OU QUE O CONTEÚDO VAI OPERAR COM QUALQUER CONFIGURAÇÃO DE SOFTWARE OU HADWARE. Em nenhuma circunstância, devem as Partes da S&P ser responsáveis por qualquer parte derivada de danos, custos, despesas, honorários legais ou perdas diretos, indiretos, incidentais, exemplares, compensatórios, punitivos, especiais ou consequenciais (incluindo, sem limitação, receitas perdidas ou lucros perdidos e custos de oportunidade ou perdas provocados por negligência) com relação a qualquer uso do Conteúdo mesmo se alertados sobre a possibilidade desses danos. As análises creditícias e relacionadas e outras, incluindo ratings, e as declarações no Conteúdo que são declarações de opinião na data em que foram expressas e não declarações de fato. As opiniões, análises e decisões de reconhecimento de rating da S&P (descritas abaixo) não são recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou para tomar qualquer decisão de investimento e não abordam a adequação de nenhum valor mobiliário. A S&P não assume nenhuma obrigação de atualizar o Conteúdo após a publicação em qualquer forma ou formato. Não se deve depender do Conteúdo e este não é um substituto da capacidade, julgamento e experiência do usuário, de sua administração, funcionários, assessores e/ou clientes para se tomar decisões de investimento ou de outros negócios. A S&P não atua como agente fiduciário nem como assessora de investimento exceto quando está registrada como tal. Embora a S&P obtenha informações de fontes que considera confiáveis, ela não conduz nenhuma auditoria nem realiza avaliações de due diligence ou de verificação independente de qualquer informação recebe. À medida que as autoridades regulatórias permitam a uma agência de rating reconhecer em uma jurisdição um rating emitido em outra jurisdição para determinados fins regulatórios, a S&P reserva-se ao direito de atribuir, retirar ou suspender esse reconhecimento a qualquer momento e a seu total critério. As Partes da S&P não assumem nenhuma obrigação proveniente da atribuição, retirada ou suspensão de um reconhecimento, bem como de qualquer responsabilidade por quaisquer danos que se aleguem como derivados em relação a eles. A S&P mantém algumas atividades de suas unidades de negócios separadas entre si a fim de preservar a independência e objetividade de suas respectivas atividades. Portanto, algumas unidades de negócios da S&P podem ter informações que não estão disponíveis a outras de suas unidades de negócios. A S&P tem estabelecido políticas e procedimentos para manter a confidencialidade de determinadas informações não-públicas recebidas juntamente com cada um dos processos analíticos. A S&P pode receber honorários por seus serviços de ratings e por determinadas análises, normalmente de emissores ou subscritores de títulos ou de devedores. A S&P reserva-se o direito de divulgar suas opiniões e análises. As análises e ratings públicos da S&P estão disponíveis em seus Websites: / / / (gratuitos), (por assinatura) e pode distribuí-los por outros meios, incluindo via as próprias publicações da S&P ou por redistribuidores externos. Informações adicionais sobre nossos honorários pelos serviços de rating estão disponíveis em STANDARD & POOR S, S&P, GLOBAL CREDIT PORTAL e RATINGSDIRECT são marcas registradas da Standard & Poor s Financial Services LLC. Para administrar suas preferências de recebimento de s, clique aqui. Caso você não queira mais receber os s promocionais da Standard & Poor's Rating Services, por favor clique aqui. Standard & Poor s Rating Services, Avenida Brigadeiro Faria Lima, 201, 18º andar, São Paulo, SP, Brasil.

Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da Vale S.A. com vencimento em 2020 e 2022

Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da Vale S.A. com vencimento em 2020 e 2022 Data de Publicação: 5 de agosto de 2015 Comunicado à Imprensa Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da com vencimento em 2020 e 2022 Analista principal: Diego Ocampo,

Leia mais

Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-'

Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-' Data de Publicação: 14 de abril de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-' Analista principal:

Leia mais

Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master

Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master Data de Publicação: 16 de junho de 2014 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master Analista principal: Hebbertt Soares, São Paulo, 55

Leia mais

Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável

Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável Data de Publicação: 28 de fevereiro de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável Analistas: Marcus Fernandes, São

Leia mais

Analista principal: Alejandro Gomez Abente, São Paulo, 55 (11) 3039-9741, alejandro.gomez.abente@standardandpoors.com

Analista principal: Alejandro Gomez Abente, São Paulo, 55 (11) 3039-9741, alejandro.gomez.abente@standardandpoors.com Data de Publicação: 14 de novembro de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings da Cemig elevados para 'BB+' na escala global e para 'braa+' na Escala Nacional Brasil por perfil de risco de negócios mais forte;

Leia mais

http://now.eloqua.com/es.asp?s=302554905&e=147927&elq=22e9447437f84493819...

http://now.eloqua.com/es.asp?s=302554905&e=147927&elq=22e9447437f84493819... Página 1 de 5 Clique aqui para visualizar em seu aparelho celular ou como uma página da internet. Standard & Poor's atribui o rating preliminar 'braa (sf)' à emissão de CRIs lastreados por créditos do

Leia mais

Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium

Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium Data de Publicação: 30 de outubro de 2013 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium Analista principal: Gustavo Belger,

Leia mais

Ratings da Austral Seguradora S.A. e Austral Resseguradora S.A. elevados de 'bra+' para 'braa-'

Ratings da Austral Seguradora S.A. e Austral Resseguradora S.A. elevados de 'bra+' para 'braa-' Data de Publicação: 24 de janeiro de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings da Austral Seguradora S.A. e Austral Resseguradora S.A. elevados de 'bra+' para 'braa-' Analista principal: Amalia Bulacios, Buenos

Leia mais

Ratings 'braaa' da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. reafirmados refletindo sua forte performance financeira e operacional; Perspectiva estável

Ratings 'braaa' da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. reafirmados refletindo sua forte performance financeira e operacional; Perspectiva estável Data de Publicação: 3 de julho de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings 'braaa' da Elektro Eletricidade e Serviços S.A. reafirmados refletindo sua forte performance financeira e operacional; Perspectiva estável

Leia mais

BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII

BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII Data de Publicação: 24 de abril de 2014 Relatório de Monitoramento BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII Perfil Originador dos direitos creditórios: Banco BMG S.A.

Leia mais

Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A.

Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A. Data de Publicação: 23 de janeiro de 2013 Comunicado à Imprensa Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A. Analistas: Marcus Fernandes, São Paulo (55) 11-3039-9734, marcus_fernandes@standardandpoors.com;

Leia mais

Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Data de Publicação: 18 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Perfil Originador dos direitos creditórios: Banco Daycoval S.A. Direitos

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Data de Publicação: 29 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Perfil Ativos subjacentes: financiamentos de veículos novos ou usados

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Data de Publicação: 13 de janeiro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Perfil FIDC: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial

Leia mais

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Data de Publicação: 23 de janeiro de 2013 Relatório de Monitoramento Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Perfil Originadora dos direitos creditórios: Cobra Tecnologia S.A.

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 18 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Perfil Originadores dos direitos creditórios: diversas pequenas e médias empresas

Leia mais

Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa)

Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa) Data de Publicação: 25 de novembro de 2013 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa) Analista principal:

Leia mais

Ratings 'BBB-' e 'braaa' da Localiza Rent a Car S.A. reafirmados por fortes métricas de crédito; Perspectiva estável

Ratings 'BBB-' e 'braaa' da Localiza Rent a Car S.A. reafirmados por fortes métricas de crédito; Perspectiva estável Data de Publicação: 10 de maio de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings 'BBB-' e 'braaa' da Localiza Rent a Car S.A. reafirmados por fortes métricas de crédito; Perspectiva estável Analista principal: Marcus

Leia mais

Contato analítico adicional: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039?7782, marcelo.schwarz@standardandpoors.com

Contato analítico adicional: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039?7782, marcelo.schwarz@standardandpoors.com Data de Publicação: 26 de junho de 2014 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's reafirma ratings 'BB+' na escala global e 'braa' na Escala Nacional Brasil atribuídos à Ampla Energia e Serviços; Rating

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento em Direitos Creditórios XP Sabemi Consignados

Leia mais

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Data de Publicação: 23 de fevereiro de 2010 Comunicado à Imprensa Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Ratings em Fevereiro de 2010 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium Data de Publicação: 4 de agosto de 2015 Comunicado à Imprensa S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

Leia mais

Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Data de Publicação: 28 de fevereiro de 2014 Relatório de Monitoramento Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Perfil Direitos creditórios: recebíveis comerciais performados,

Leia mais

Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável

Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável Data de Publicação: 2 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável Analista principal: Marcus Fernandes, São Paulo, 55

Leia mais

Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias

Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias Data de Publicação: 21 de agosto de 2012 Comunicado à Imprensa Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias

Leia mais

Ratings 'BB' na escala global e 'braa-' na Escala Nacional Brasil da Diagnósticos da América S.A. reafirmados; perspectiva se mantém estável

Ratings 'BB' na escala global e 'braa-' na Escala Nacional Brasil da Diagnósticos da América S.A. reafirmados; perspectiva se mantém estável Data de Publicação: 22 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'BB' na escala global e 'braa-' na Escala Nacional Brasil da Diagnósticos da América S.A. reafirmados; perspectiva se mantém estável

Leia mais

Analista principal: Suzane Iamamoto, São Paulo (55) 11 3039-9728, suzane.iamamoto@standardandpoors.com

Analista principal: Suzane Iamamoto, São Paulo (55) 11 3039-9728, suzane.iamamoto@standardandpoors.com Data de Publicação: 23 de maio de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. elevados para 'braa' na Escala Nacional Brasil com base no novo critério

Leia mais

Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723, henrique.sznirer@standardandpoors.com

Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723, henrique.sznirer@standardandpoors.com Data de Publicação: 11 de fevereiro de 2015 Comunicado à Imprensa S&P coloca em CreditWatch Negativo o rating 'braa (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados

Leia mais

S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium Data de Publicação: 1º de junho de 2015 Comunicado à Imprensa S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

Leia mais

Ratings 'braa-' da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. reafirmados; perspectiva negativa

Ratings 'braa-' da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. reafirmados; perspectiva negativa Data de Publicação: 17 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'braa-' da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. reafirmados; perspectiva negativa Analista principal: Gabriela

Leia mais

MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. COMUNICADO AO MERCADO. Standard & Poor s REAFIRMA RATING 'braa-' EM ESCALA NACIONAL DA COMPANHIA.

MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. COMUNICADO AO MERCADO. Standard & Poor s REAFIRMA RATING 'braa-' EM ESCALA NACIONAL DA COMPANHIA. MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.343.492/0001-20 NIRE 31.300.023.907 Companhia Aberta COMUNICADO AO MERCADO Standard & Poor s REAFIRMA RATING 'braa-' EM ESCALA NACIONAL DA COMPANHIA. Belo

Leia mais

Rating do Banco Intermedium S.A. elevado de 'brbb+' para 'brbbb-'; perspectiva é estável

Rating do Banco Intermedium S.A. elevado de 'brbb+' para 'brbbb-'; perspectiva é estável Data de Publicação: 10 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Rating do Banco Intermedium S.A. elevado de 'brbb+' para 'brbbb-'; perspectiva é estável Analista principal: Edgard Dias, São Paulo, 55 (11)

Leia mais

Ratings 'BB+' na escala global e 'braa' do BDMG reafirmados; perspectiva permanece negativa

Ratings 'BB+' na escala global e 'braa' do BDMG reafirmados; perspectiva permanece negativa Data de Publicação: 21 de outubro de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'BB+' na escala global e 'braa' do BDMG reafirmados; perspectiva permanece negativa Analista principal: Guilherme Machado, São Paulo,

Leia mais

Ratings 'BB/B' em escala global e 'braa-/bra-1' na Escala Nacional Brasil do Banco do Estado do Pará reafirmados; perspectiva continua negativa

Ratings 'BB/B' em escala global e 'braa-/bra-1' na Escala Nacional Brasil do Banco do Estado do Pará reafirmados; perspectiva continua negativa Data de Publicação: 23 de setembro de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'BB/B' em escala global e 'braa-/bra-1' na Escala Nacional Brasil do Banco do Estado do Pará reafirmados; perspectiva continua negativa

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Data de Publicação: 7 de outubro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Perfil Ativos subjacentes: Financiamentos de veículos novos ou usados

Leia mais

Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados "sob observação por alteração de critério" (UCO)

Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados sob observação por alteração de critério (UCO) Data de Publicação: 3 de novembro de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados "sob observação por alteração de critério" (UCO) Analistas principais:

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa Data

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP Data de Publicação: 3 de fevereiro de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP Ratings em Fevereiro de 2012 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado Data de Publicação: 23 de fevereiro de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado Ratings em Fevereiro de 2012 Instrumento Rating Atual Rating

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Bicbanco Crédito Corporativo II Data de Publicação:

Leia mais

Diversas ações de rating realizadas em 39 FIDCs, CRIs e CRAs

Diversas ações de rating realizadas em 39 FIDCs, CRIs e CRAs Data de Publicação: 15 de setembro de Comunicado à Imprensa Diversas ações de rating realizadas em 39 FIDCs, e Analistas principais: Hebbertt Soares, São Paulo, 55 (11) 3039-9742, hebbertt.soares@standardandpoors.com;

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Brazilian Securities Companhia de Securitização 321ª e 322ª Séries da 1ª Emissão de Certificados

Leia mais

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Data de Publicação: 26 de abril de 2011 Relatório de Rating Preliminar Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Este relatório de rating preliminar baseia-se em informações obtidas

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Empírica Goal One Data de Publicação: 06 de outubro

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Indústria Exodus III - BRZ Data de Publicação: 2

Leia mais

Riscos cambiais de entidades corporativas latino-americanas

Riscos cambiais de entidades corporativas latino-americanas Data de Publicação: 30 de setembro de 2015 Relatório Riscos cambiais de entidades corporativas latino-americanas Analista principal: Diego Ocampo, São Paulo, 55 (11) 3039-9769, diego.ocampo@standardandpoors.com

Leia mais

249ª Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) da Companhia Brasileira de Securitização - CIBRASEC

249ª Série da 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) da Companhia Brasileira de Securitização - CIBRASEC 27 DE ABRIL DE 2015 Regra 17g-7 da SEC A Regra 17g-7 da Securities And Exchange Commission (SEC) exige que uma Organização Nacionalmente Reconhecida de Ratings Estatísticos (NRSRO, na sigla em inglês)

Leia mais

Perguntas mais frequentes: Atualização da Visão da Standard & Poor's sobre o Rating de Crédito Soberano do Brasil e sua Perspectiva

Perguntas mais frequentes: Atualização da Visão da Standard & Poor's sobre o Rating de Crédito Soberano do Brasil e sua Perspectiva Data de Publicação: 14 de novembro de 2013 Perguntas Mais Frequentes Perguntas mais frequentes: Atualização da Visão da Standard & Poor's sobre o Rating de Crédito Soberano do Brasil e sua Perspectiva

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Data de Publicação: 2 de outubro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Perfil FIDC: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 18 de agosto de 2015

Leia mais

Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros

Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros Data de Publicação: 14 de outubro de 2015 Relatório Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros Analista principal: Guilherme Machado, São Paulo, 55 (11) 3039-9754,

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Angá Sabemi Consignados III Data de Publicação: 11

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 15 de agosto de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Perfil Originadores dos direitos creditórios: diversas pequenas e médias empresas

Leia mais

Perspectiva dos ratings de 30 entidades brasileiras corporativas e de infraestrutura alterada para negativa após ação similar no rating soberano

Perspectiva dos ratings de 30 entidades brasileiras corporativas e de infraestrutura alterada para negativa após ação similar no rating soberano Data de Publicação: 28 de julho de 2015 Comunicado à Imprensa Perspectiva dos ratings de 30 entidades brasileiras corporativas e de infraestrutura alterada para negativa após ação similar no rating soberano

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Indústria Exodus III - BRZ Data de Publicação: 22

Leia mais

Fitch Rebaixa Ratings da Light e de Suas Subsidiárias Para A+(bra) ; Perspectiva Estável

Fitch Rebaixa Ratings da Light e de Suas Subsidiárias Para A+(bra) ; Perspectiva Estável Fitch Rebaixa Ratings da Light e de Suas Subsidiárias Para A+(bra) ; Perspectiva Estável Fitch Ratings Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 2014: A Fitch Ratings rebaixou, hoje, o Rating Nacional de Longo

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Sul Invest Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial Data de Publicação: 21 de

Leia mais

Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star

Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star Data de Publicação: 5 de maio de 2015 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723,

Leia mais

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Data de Publicação: 14 de outubro de 2009 Relatório de Monitoramento Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Ratings em Outubro de 2009 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Sul Invest Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial Data de Publicação: 4 de

Leia mais

Distribuidoras de eletricidade enfrentam a recessão como principal risco de crédito, após fim da estiagem

Distribuidoras de eletricidade enfrentam a recessão como principal risco de crédito, após fim da estiagem Data de Publicação: 28 de março de 2016 Relatório Distribuidoras de eletricidade enfrentam a recessão como principal risco de crédito, após fim da estiagem Contatos analíticos: Marcelo Schwarz, CFA, São

Leia mais

Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável

Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável Fitch Ratings - Rio de Janeiro, xx de outubro de 2015: A Fitch Ratings publicou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo A-(bra) (A menos(bra))

Leia mais

Painel Simultâneo 5 GESTÃO INTEGRADA DO PASSIVO E DO ATIVO FOCADA EM RISCOS

Painel Simultâneo 5 GESTÃO INTEGRADA DO PASSIVO E DO ATIVO FOCADA EM RISCOS Painel Simultâneo 5 GESTÃO INTEGRADA DO PASSIVO E DO ATIVO FOCADA EM RISCOS Edgard Dias Latin America Financial Institutions Ratings Julyana Yokota Latin America Infrastucture Ratings 08 de Outubro de

Leia mais

Como os altos riscos operacionais impactam FIDCs, CRIs e CRAs

Como os altos riscos operacionais impactam FIDCs, CRIs e CRAs Data de Publicação: 12 de agosto de 2015 Relatório Como os altos riscos operacionais impactam FIDCs, CRIs e CRAs Contato principal: Leandro Albuquerque, São Paulo, 55 (11) 3039-9729, leandro.albuquerque@standardandpoors.com

Leia mais

Transferência da UHE Estreito para a Tractebel Energia

Transferência da UHE Estreito para a Tractebel Energia Transferência da UHE Estreito para a Tractebel Energia Conference Call 221 de dezembro de 2009 Aviso importante Este material pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados

Leia mais

Setor de infraestrutura brasileiro: O desafio é como atrair o investimento privado

Setor de infraestrutura brasileiro: O desafio é como atrair o investimento privado Data de Publicação: 18 de junho de 2015 Relatório Setor de infraestrutura brasileiro: O desafio é como atrair o investimento privado Contatos analíticos: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039 9782,

Leia mais

10% R$ 900. bra+ (sf) Preliminar* 6% R$ 40

10% R$ 900. bra+ (sf) Preliminar* 6% R$ 40 Data de Publicação: 24 de outubro de 2013 Relatório de Rating Preliminar Driver Brasil Two Banco Volkswagen Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Financiamento de Veículos Cotas Seniores e Cotas

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura Data de Publicação: 18 de dezembro de 2013 Relatório de Rating Preliminar Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura Ratings em Dezembro de 2013 Instrumento 1ª

Leia mais

Contato analítico adicional: Luciano Gremone, Buenos Aires, 54 (11) 4891-2143, luciano.gremone@standardandpoors.com

Contato analítico adicional: Luciano Gremone, Buenos Aires, 54 (11) 4891-2143, luciano.gremone@standardandpoors.com Data de Publicação: 10 de setembro de 2015 Comunicado à Imprensa Diversas ações de rating realizadas em 60 entidades brasileiras dos setores corporativo e de infraestrutura após rebaixamento no rating

Leia mais

Recuperação de Créditos para Credores e a Lei de Falências Brasileira

Recuperação de Créditos para Credores e a Lei de Falências Brasileira Data de Publicação: 27 de outubro de 2014 Relatório Recuperação de Créditos para Credores e a Lei de Falências Brasileira Analista principal: Julyana Yokota, São Paulo, 55 (11) 3039-9731, julyana.yokota@standardandpoors.com

Leia mais

Desequilíbrio entre oferta e demanda é o principal desafio para empresas de metais e mineração da América Latina

Desequilíbrio entre oferta e demanda é o principal desafio para empresas de metais e mineração da América Latina Data de Publicação: 14 de outubro de 2015 Relatório Desequilíbrio entre oferta e demanda é o principal desafio para empresas de metais e mineração da América Latina Analista principal: Flávia Bedran, São

Leia mais

Participação da Cemig no Projeto Usina Hidrelétrica de Santo Antônio Localizada no Rio Madeira Estado de Rondônia

Participação da Cemig no Projeto Usina Hidrelétrica de Santo Antônio Localizada no Rio Madeira Estado de Rondônia Participação da Cemig no Projeto Usina Hidrelétrica de Santo Antônio Localizada no Rio Madeira Estado de Rondônia Leilão ANEEL 005/2007, realizado em 10 de Dezembro de 2007 Comunicamos que realizaremos

Leia mais

Natura ofusca Avon no competitivo mercado brasileiro de venda direta de cosméticos

Natura ofusca Avon no competitivo mercado brasileiro de venda direta de cosméticos Data de Publicação: 20 de abril de 2015 Relatório Natura ofusca Avon no competitivo mercado brasileiro de venda direta de cosméticos Analistas Principais: Luísa Vilhena, São Paulo, 55 (11) 3039-9727, luisa.vilhena@standardandpoors.com;

Leia mais

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A.

Comunicado à Imprensa. S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Comunicado à Imprensa S&P reafirma ratings da Tele Norte Leste Participações S.A. Analistas: Ana Claudia Nunes, São Paulo (55) 11-5501-8956; Reginaldo Takara, São Paulo (55) 11-5501- 8932; Milena Zaniboni,

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES E PROCEDIMENTOS INTERNOS SR RATING

MANUAL DE CONTROLES E PROCEDIMENTOS INTERNOS SR RATING MANUAL DE CONTROLES E PROCEDIMENTOS INTERNOS SR RATING OUTUBRO DE 2014 MANUAL DE CONTROLES E PROCEDIMENTOS INTERNOS SR RATING A atenção com os controles e procedimentos internos na atividade de classificação

Leia mais

SUSE LINUX Enterprise Server (SLES) 10 Contrato de Licença de Software da Novell

SUSE LINUX Enterprise Server (SLES) 10 Contrato de Licença de Software da Novell SUSE LINUX Enterprise Server (SLES) 10 Contrato de Licença de Software da Novell LEIA ESTE CONTRATO COM ATENÇÃO. AO INSTALAR OU DE QUALQUER OUTRA FORMA UTILIZAR O SOFTWARE (INCLUINDO SEUS COMPONENTES),

Leia mais

Global Infrastructure & Project Finance

Global Infrastructure & Project Finance Relatório de Pré-Distribuição Energia / Brasil Ratings Novas Emissões BRL211.500.000 3ª Emissão de Debêntures AA+(bra) Perspectiva Estável Pesquisa Relacionada Completion Risk in Project Finance (16 de

Leia mais

P R I M E I R O R E L A T Ó R I O

P R I M E I R O R E L A T Ó R I O C P F L G E R A Ç Ã O D E E N E R G I A S. A. CNPJ/MF nº. 03.953.509/0001-47 NIRE. 353.001.861-33 P R I M E I R O R E L A T Ó R I O DO A G E N T E F I D U C I Á R I O D O S D E B E N T U R I S T A S DA

Leia mais

Demonstrações financeiras intermediárias em 30 de setembro de 2013

Demonstrações financeiras intermediárias em 30 de setembro de 2013 KPDS 72541 em 30 de setembro de 2013 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras intermediárias 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de resultados 6 Demonstrações

Leia mais

As empresas financeiras latino-americanas serão afetas pela desaceleração econômica?

As empresas financeiras latino-americanas serão afetas pela desaceleração econômica? Data de Publicação: 31 de agosto de 2015 Relatório As empresas financeiras latino-americanas serão afetas pela desaceleração econômica? Analista principal: Barbara Carreon, Cidade do México, 52 (55) 5081-4483,

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

Fitch Afirma Ratings do Banco Fator e da Fator Seguradora; Perspectiva Revisada Para Negativa

Fitch Afirma Ratings do Banco Fator e da Fator Seguradora; Perspectiva Revisada Para Negativa Fitch Afirma Ratings do Banco e da Seguradora; Perspectiva Revisada Para Negativa Fitch Ratings - São Paulo/Rio de Janeiro, 16 de outubro de 2014: A Fitch Ratings afirmou, hoje, os Ratings Nacionais do

Leia mais

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014 Rio de Janeiro, 15 de maio de 2014. LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014 Desempenho Operacional O total de venda, líquida da compra de energia, no primeiro trimestre de 2014 foi equivalente a 1.264,1

Leia mais

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2013

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2013 Rio de Janeiro, 10 de maio de 2013. LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2013 Desempenho Operacional LIGHT ENERGIA (GWh) 1T13 1T12 % Venda no Ambiente de Contratação Regulada 263,7 1.052,0-74,9% Venda no

Leia mais

Parque Eólico Assuruá VII. Relatório dos Auditores Independentes. Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2014

Parque Eólico Assuruá VII. Relatório dos Auditores Independentes. Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2014 Parque Eólico Assuruá VII Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2014 Parque Eólico Assuruá VII Demonstrações contábeis Referentes aos exercícios findos em 31

Leia mais

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstração do resultado Exercício/período findo em 31 de dezembro Receita líquida (Nota 14) 13.913 Custo

Leia mais

Rating Action: Moody's atribui rating Aa3.br para R$ 750 milhões em debêntures seniores não conversíveis sem garantia da EDB; perspectiva negativa

Rating Action: Moody's atribui rating Aa3.br para R$ 750 milhões em debêntures seniores não conversíveis sem garantia da EDB; perspectiva negativa Rating Action: Moody's atribui rating Aa3.br para R$ 750 milhões em debêntures seniores não conversíveis sem garantia da EDB; perspectiva negativa Global Credit Research - 31 Jul 2015 Sao Paulo, July 31,

Leia mais

Eólica Faísa V Geração e Comercialização de Energia Elétrica S.A.

Eólica Faísa V Geração e Comercialização de Energia Elétrica S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2012 2011 Passivo e patrimônio líquido 2012 2011 (Não auditado) (Não auditado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 4) 415 7 Fornecedores

Leia mais

fls.45 REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. DE 23.7.12 FAIRNESS OPINION

fls.45 REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. DE 23.7.12 FAIRNESS OPINION fls.45 FAIRNESS OPINION Em 13 de julho de 2012 e 11 de julho de 2012, os bancos Goldman Sachs do Brasil Banco Múltiplo S.A. ("Goldman Sachs") e J. P. Morgan Securities LLC ("J. P. Morgan"), respectivamente,

Leia mais

Relatório da Administração Dommo 2014

Relatório da Administração Dommo 2014 Relatório da Administração Dommo 2014 A Administração da Dommo Empreendimentos Imobiliários S.A. apresenta o Relatório da Administração e as correspondentes Demonstrações Financeiras referentes aos exercícios

Leia mais

Demonstrações Financeiras Enel Green Power Damascena Eólica S.A.

Demonstrações Financeiras Enel Green Power Damascena Eólica S.A. Demonstrações Financeiras Enel Green Power Damascena Eólica S.A. 31 de dezembro de 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações financeiras 31 de dezembro

Leia mais

O Apoio do BNDES ao Setor de Energias Renováveis. 05 de maio

O Apoio do BNDES ao Setor de Energias Renováveis. 05 de maio O Apoio do BNDES ao Setor de Energias Renováveis 05 de maio Agenda: A Área de Infraestrutura do BNDES Modalidades de Financiamento Linhas de financiamento a Projetos de Energia Elétrica Apoio ao setor

Leia mais

Demonstrações Financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012

Demonstrações Financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012 KPDS 77802 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de resultados 6 Demonstrações de resultados abrangentes 7 Demonstrações

Leia mais

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações

Leia mais

Global Credit Research - 30 Oct 2015

Global Credit Research - 30 Oct 2015 Rating Action: Moody's atribui ratings Baa3/Aa1.br para emissão de R$ 450 milhões em debêntures não conversíveis sem garantia da AES Tietê; perspectiva negativa Global Credit Research - 30 Oct 2015 New

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT DTVM LTDA. ( Administrador ), comunica o início da distribuição

Leia mais

3 CONTRATOS A TERMO E CONTRATOS DE OPÇÃO

3 CONTRATOS A TERMO E CONTRATOS DE OPÇÃO CONTRATOS A TERMO E CONTRATOS DE OPÇÃO 3 CONTRATOS A TERMO E CONTRATOS DE OPÇÃO Este capítulo discute a importância dos contratos de energia como mecanismos que asseguram a estabilidade do fluxo de caixa

Leia mais

Modelo de Negócio para um Novo Programa Nuclear. Otavio Mielnik. INAC International Nuclear Atlantic Conference

Modelo de Negócio para um Novo Programa Nuclear. Otavio Mielnik. INAC International Nuclear Atlantic Conference Modelo de Negócio para um Novo Programa Nuclear Otavio Mielnik Coordenador de Projetos São Paulo - 7 outubro 2015 INAC International Nuclear Atlantic Conference SUMÁRIO Modelos de Negócio em Programas

Leia mais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Nós, Hilti (Brasil) Comercial Ltda. (coletivamente, referido como Hilti, "nós", "nosso" ou "a gente") nessa Política

Leia mais