PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA NERVOSO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA NERVOSO"

Transcrição

1 PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA NERVOSO UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA FITOTERAPIA Prof.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO

2 SISTEMA NERVOSO: ANSIOLÍTICOS ANTIDEPRESSIVOS ESTIMULANTES ADAPTÓGENOS

3 MARACUJÁ Passiflora incarnata Passiflora incarnata Passiflora alata Parte utilizada: folhas Princípio ativo: alcalóides indólicos, flavonóides, glicosídeos. Histórico/Curiosidades: originário da América tropical. Ação: sedativo, tranquilizante, antiespasmódico e diurético. Aplicação/uso: ansiedade e perturbações nervosas, insônia. Posologia: Infusão: 3g (1 colher de sopa) para 150 ml de água, 3 a 4 x ao dia. Tintura 0,5 a 2 ml 3x ao dia. Contra-indicação: Pessoas com hipotensão. Gestantes (atividade uterina) e lactantes. Efeitos Colaterais: depressão do SNC. Em altas doses: diminuição dos reflexos, cefaléia, taquicardia. Interações: álcool, anti-histamínicos, morfina. Bloqueio parcial do efeito das anfetaminas, medicamentos sedativos e depressores do SNC.

4 VALERIANA Nome científico: Valeriana officinalis Fitogeografia: Europa e Ásia Parte usada: rizomas e raízes Constituintes químicos: óleos voláteis, valepotriatos, alcalóides, flavonóides, ácidos fenólicos. Aplicação/uso: Testes comportamentais com gatos, aos quais se deu 10 mg de valepotriatos por quilo através de um tubo estomacal, mostraram um efeito calmante manifestado por uma diminuição dos comportamentos inquietos, medrosos e agressivos.

5 Posologia: Kamm e Kohl (1984 apud Schulz, 2002) estudaram os efeitos da valeriana em pacientes com distúrbios do sono em hospitais geriátricos. O estudo envolveu 150 pacientes tratados por 30 dias e 80 pacientes tratados por 14 dias, usando duas escalas padrão de medição do observador e um sistema de pontuação para avaliar dificuldades de conseguir dormir e permanecer dormindo. Os resultados após o tratamento de 14 dias mostraram melhoras estatisticamente significativas no humor, distúrbios comportamentais e dificuldades em conseguir dormir e permanecer dormindo. Para distúrbios do sono: 400 a 900 mg de extrato, ½ a 1 hora antes de deitar. Chá (decocção): 2 a 3 g da erva seca, 3 a 4 vezes ao dia. Tintura: 3 a 5 ml (1/2 a 1 colher de chá), 3 a 4 vezes ao dia

6 Efeitos colaterais: em caso de superdosagem Cefaléia, alterações cardíacas, excitabilidade, insônia, náuseas, reações de hipersensibilidade. Contra-Indicações: pacientes com história de alergia à planta. Gestantes, lactantes e cças menores de 12 anos os efeitos não são conhecidos. Devido ao risco de hepatotoxicidade, evitar o uso da erva por pacientes com comprometimento hepático. Interações: álcool, depressores do SNC: efeitos aditivos potenciais Dissulfiram: reação ao dissulfiram caso o produto contenha álcool.

7 MELISSA Melissa officinalis Parte utilizada: folhas Princípio ativo: óleos essenciais, flavonóides, derivados terpênicos Histórico/Curiosidades: nativa da Europa e Ásia. Ação: sedativa, carminativa e antiespasmódica Aplicação/uso: Insônia nervosa e alterações gastrintestinais funcionais. A combinação da valeriana com a melissa foi documentada em um estudo com pacientes com transtornos psicofísicos (ansiedade, nervosismo, transtornos do sono,...) Documentou-se eficácia da ordem de 62,74%. Posologia: Infusão: 2 a 4g (1-2 colh. sobremesa) em 150mL (xíc chá). Extrato seco 1,5g/dia Contra-indicação: Gestantes e lactantes. Portadores de hipotireoidismo. Efeitos Colaterais: não relatados na literatura pesquisada. Interações: medicamentos sedativos e depressores do SNC.

8 HIPERICO Hiperico perforatum L. Parte utilizada: folhas e flores Princípio ativo: hipericina (0,04 a 0,1%), hiperforina, flavonóides (hiperosídeo) Histórico/Curiosidades: conhecida na Europa como planta mágica, com a finalidade de espantar maus espíritos. Ação: calmante, antidepressivo; antiinflamatório, cicatrizante. Aplicação/Uso: depressão leve e moderada, insônia, nervosismo. O Jornal Britânico de Medicina (1996) publicou uma metanálise de 23 ensaios clínicos nos quais participaram 1757 pacientes ambulatoriais que apresentavam distúrbios depressivos.

9 Aplicação/uso: O tamanho da amostra variou de 30 a 162 pacientes, e a duração do tratamento foi de 4 a 12 semanas. Dos 23 ensaios clínicos, 15 foram controlados com placebo, enquanto 8 compararam o hipérico com outras substâncias (amitriptilina, bromazepam, desipramina, diazepam, imipramina e maprotilina). Foi constatado ser o hipérico mais efetivo do que o placebo e tão efetivo quanto os agentes antidepressivos convencionais. A incidência de efeitos colaterais foi maior em pacientes aos quais foram administrados antidepressivos convencionais (52,8%) em comparação com o hipérico (19,8%).

10 Posologia: mg/dia de extrato seco. Infusão:15 g/litro, tomar 2 a 3 xícaras /dia. Efeitos colaterais: (raramente pode ocorrer) agitação, constipação, desconforto GI, distúrbio do sono, ressecamento da boca, tontura, hipersensibilidade alérgica. Contra-Indicação: gestante, lactantes e crianças menores de 12 anos. Pacientes com história de hipersensibilidade. Interações: Interage com paroxetina: intoxicação de sedativo-hipnótico. Utilizar com cautela concomitante com agentes serotoninérgicos, ATCO, digoxin, warfarina, entre outros. Não associar com drogas retrovirais.

11 FAFIA Pfaffia paniculata K. Parte utilizada: raiz Princípio ativo: saponinas, sais minerais, ácido pfáfico Histórico/Curiosidades: é conhecido como paratudo pelos nativos dos estados de SP, PR. Conhecida como Ginseng brasileiro pela similaridade morfológica da raiz. Ação: imunoestimulante, tônico, cicatrizante e regenerador celular e adaptógeno. Aplicação/uso: auxiliar no tratamento de irregularidades circulatórias e estresse. Posologia: 5-10g/dia Cuidados: doses acima de 10g podem resultar em nervosismo, hipertensão e erupções cutâneas. Por falta de estudos conclusivos não administrar para gestantes, lactantes e crianças menores de 12 anos.

12 GUARANÁ Paullinia cupana H.B.K. Parte utilizada: semente Princípio ativo: metilxantinas, Alcalóides (Cafeína 2,5-5%) Ação: estimulante, energético, afrodisíaco Aplicação/uso: astenia e psicoestimulante. Os efeitos do guaraná são atribuídos ao seu elevado teor de cafeína. As ações farmacológicas da cafeína incluem: estimulantes do SNC; diurese; estimulação cardíaca; vasodilatação coronariana e periférica; estimulação da musculatura esquelética e aumento da secreção de ácido gástrico.

13 Pela presença de taninos, tem ação na secreção intestinal, normalizando-a, atribuindo atividades antidiarréicas e adstringente. Na totalidade de suas propriedades torna-se um tônico eficaz do organismo. Posologia: Infusão: 1 colher de chá do pó em 1 xícara de água fervente. Tome 1 xícara 2 x ao dia. Cápsula: As doses únicas contêm 200 a 800mg de guaraná. A ingestão diária não deve ultrapassar a 3 g. Fazer intervalos terapêuticos de 2 semanas a cada mês. Contra-Indicação: Gestantes, lactantes, cças menores de 12 anos Pacientes com Úlcera péptica, hipertensão, arritmias, doença CV, cefaléia crônica, em uso de teofilina, gastrite, hipertireoidismo e síndrome do colon irritável.

14 Efeitos Colaterais: Consumo normal: insônia e diurese. Consumo excessivo: agitação, ansiedade, cefaléia, taquicardia, tremores, vômitos, irritabilidade, extra-sístole ventricular, Irritação gástrica, hipertensão. A cafeína pode causar úlcera péptica em pacientes susceptíveis. Estados de abstinência (depois de um consumo diário regular): Ansiedade, cefaléia, irritabilidade. Interações: Cimetidina, dissulfiram, anticoncepcional oral: podem aumentar os níveis séricos de cafeína ou prolongar meia-vida. Ferro: pode ocorrer diminuição de sua absorção se ingerido 60 minutos após uma refeição. Lítio: a cafeína pode inibir a depuração do lítio. Tabagismo: aumento da eliminação de cafeína e xantinas. Teofilina: pode causar efeitos aditivos sobre o SNC e CV.

15 Pontos Interessantes: o guaraná é incluido nos produtos considerados geralmente reconhecidos como seguros pelo FDA, para uso como aditivo alimentar. Histórico/Curiosidades: utilizado pelos índios maués como revitalizante durante guerras e competições REFERÊNCIAS: ALONSO, Jorge. Fitomedicina: curso para profissionais da área da saúde. São Paulo: Pharmabooks p BRASIL. Resolução n.º 10 de 9 de março de Dispõe sobre a notificação de drogas vegetais junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e dá outras providências. ANVISA. Disponível em: Acesso em 16 de março de FETROW, Charles W.; AVILA, Juan R. Manual de Medicina Alternativa: para o profissional. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000, p JUNIOR, Antonio A. S. Essêntia Herba: plantas bioativas. Florianópolis: EPAGRI, 2006, 633 p., v. 2. LORENZI, H.; MATOS, F. J. A. Plantas Medicinais no Brasil: nativas e exóticas cultivadas. São Paulo: Instituto Plantarum, 2002, p.142. SCHULZ, V. et. al. Fitoterapia racional: um guia de fitoterapia para as ciências da sáude. 4º ed. SP: Manole TESKE, M., TRENTINI, A. M. M. Compêndio de fitoterapia. 2ª ed. Curitiba : Herbarium, p

UTILIZAÇÃO DE FITOTERÁPICOS NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE: UM ESTUDO DE CASO

UTILIZAÇÃO DE FITOTERÁPICOS NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE: UM ESTUDO DE CASO UTILIZAÇÃO DE FITOTERÁPICOS NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE: UM ESTUDO DE CASO Autor: JOSE TEOFILO VIEIRA DA SILVA Orientador: Karla Deisy Morais Borges Coautor(es): Francisca Eritânia Passos Rangel, Maria

Leia mais

Composição Cada comprimido de 25 mg contém 25 mg de cinarizina. Excipientes: amido, lactose, óleo vegetal hidrogenado, povidona, sacarose e talco.

Composição Cada comprimido de 25 mg contém 25 mg de cinarizina. Excipientes: amido, lactose, óleo vegetal hidrogenado, povidona, sacarose e talco. 112360002 Stugeron cinarizina comprimidos Forma farmacêutica e apresentações Comprimidos de 25 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 75 mg em embalagem com 30 comprimidos. USO ADULTO Composição

Leia mais

ALCALÓIDES PÚRICOS. São princípios ativos derivados da Purina. Purina = substância fundamental das bases púricas ( adenina, guanina)

ALCALÓIDES PÚRICOS. São princípios ativos derivados da Purina. Purina = substância fundamental das bases púricas ( adenina, guanina) ALCALÓIDES PÚRICOS São princípios ativos derivados da Purina Purina = substância fundamental das bases púricas ( adenina, guanina) ALCALÓIDE PÚRICOS Substâncias originadas de bases púricas (adenina e guanina)

Leia mais

GUARANÁ. NOME BOTÂNICO: Paullinia cupana HBK. FAMÍLIA: Sapindaceae. SINONÍMIA: guaraná-cipó, guaranaina, guaraná-uva, uaraná, uraná (1).

GUARANÁ. NOME BOTÂNICO: Paullinia cupana HBK. FAMÍLIA: Sapindaceae. SINONÍMIA: guaraná-cipó, guaranaina, guaraná-uva, uaraná, uraná (1). GUARANÁ NOME BOTÂNICO: Paullinia cupana HBK FAMÍLIA: Sapindaceae SINONÍMIA: guaraná-cipó, guaranaina, guaraná-uva, uaraná, uraná (1). HISTÓRICO: O nome foi dado pelos índios à semente da árvore Paullinia

Leia mais

bromazepam Germed Farmacêutica LTDA solução oral 2,5 mg/ml

bromazepam Germed Farmacêutica LTDA solução oral 2,5 mg/ml bromazepam Germed Farmacêutica LTDA solução oral 2,5 mg/ml I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome genérico: bromazepam bromazepam Medicamento genérico, Lei nº 9.787 de 1999 APRESENTAÇÕES: O bromazepam solução

Leia mais

KAVA KAVA HERBARIUM. Kava kava Herbarium é indicado para o tratamento da ansiedade, agitação e insônia.

KAVA KAVA HERBARIUM. Kava kava Herbarium é indicado para o tratamento da ansiedade, agitação e insônia. BULA PARA O PACIENTE KAVA KAVA HERBARIUM Piper methysticum, Piperaceae. PARTE UTILIZADA Rizoma. NOMENCLATURA POPULAR Kava kava. APRESENTAÇÕES Cápsulas gelatinosas duras Extrato seco do rizoma de Piper

Leia mais

DONAREN RETARD. cloridrato de trazodona APSEN. APRESENTAÇÕES Comprimido de liberação prolongada de 150 mg em caixas com 10 e 20 comprimidos

DONAREN RETARD. cloridrato de trazodona APSEN. APRESENTAÇÕES Comprimido de liberação prolongada de 150 mg em caixas com 10 e 20 comprimidos DONAREN RETARD cloridrato de trazodona APSEN FORMA FARMACÊUTICA Comprimidos de liberação prolongada APRESENTAÇÕES Comprimido de liberação prolongada de 150 mg em caixas com 10 e 20 comprimidos USO ORAL

Leia mais

DONAREN. cloridrato de trazodona APSEN

DONAREN. cloridrato de trazodona APSEN DONAREN cloridrato de trazodona APSEN FORMA FARMACÊUTICA Comprimidos revestidos. APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 50 mg. Caixas com 20 e 60 comprimidos. Comprimidos revestidos de 100 mg. Caixa com

Leia mais

BULA PACIENTE AMINOLEX HALEX ISTAR

BULA PACIENTE AMINOLEX HALEX ISTAR BULA PACIENTE AMINOLEX HALEX ISTAR SOLUÇÃO INJETÁVEL 24 mg/ml Aminolex IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Aminolex FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES Solução injetável 24mg/ml. Ampola de vidro de 10 ml Solução

Leia mais

AULA 23 Drogas: produtos alucinógenos ou substância tóxicas que leva a dependência; Drogas psicoativas: entra na corrente sanguínea e atinge o SNC; Ação depressiva: diminui a atividade das células nervosas.

Leia mais

NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE.

NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE. Aurorix moclobemida Roche Antidepressivo IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome do produto: Aurorix Nome genérico: moclobemida Forma(s) farmacêutica(s), via(s) de administração e apresentação(ões) Comprimidos

Leia mais

cinarizina NOVA QUÍMICA FARMACÊUTICA LTDA. comprimido 25 mg e 75 mg

cinarizina NOVA QUÍMICA FARMACÊUTICA LTDA. comprimido 25 mg e 75 mg cinarizina NOVA QUÍMICA FARMACÊUTICA LTDA. comprimido 25 mg e 75 mg cinarizina Medicamento Genérico, Lei n 9.787, de 1999 I - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome genérico: cinarizina APRESENTAÇÕES cinarizina

Leia mais

LIMBITROL Cápsula Gelatinosa Dura AMITRIPTILINA - 12,5 MG CLORDIAZEPÓXIDO - 5,0 MG

LIMBITROL Cápsula Gelatinosa Dura AMITRIPTILINA - 12,5 MG CLORDIAZEPÓXIDO - 5,0 MG LIMBITROL Cápsula Gelatinosa Dura AMITRIPTILINA - 12,5 MG CLORDIAZEPÓXIDO - 5,0 MG Limbitrol clordiazepóxido + cloridrato de amitriptilina APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura de 5 mg de clordiazepóxido

Leia mais

Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos revestidos - Embalagem com 15 comprimidos.

Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos revestidos - Embalagem com 15 comprimidos. Dolamin Flex clonixinato de lisina cloridrato de ciclobenzaprina Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos revestidos - Embalagem com 15 comprimidos. USO ADULTO VIA ORAL Composição Cada comprimido

Leia mais

PFAFFIA PANICULATA K.: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O ENSINO DE FITOTERAPIA NA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM 1

PFAFFIA PANICULATA K.: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O ENSINO DE FITOTERAPIA NA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM 1 PFAFFIA PANICULATA K.: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O ENSINO DE FITOTERAPIA NA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM 1 Ana Gabriela Cavalcanti Carneiro Monteiro 2 Cidia Tomazelli 3 Keity Sauana Tibes 4 Maristela Bosco

Leia mais

MALEATO DE DEXCLORFENIRAMINA. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Solução 0,4mg/mL

MALEATO DE DEXCLORFENIRAMINA. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Solução 0,4mg/mL MALEATO DE DEXCLORFENIRAMINA Geolab Indústria Farmacêutica S/A Solução 0,4mg/mL MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Leia mais

Tolrest. Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos revestidos 25 mg e 75 mg

Tolrest. Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos revestidos 25 mg e 75 mg Tolrest Biosintética Farmacêutica Ltda. Comprimidos revestidos 25 mg e 75 mg MODELO DE BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: TOLREST cloridrato

Leia mais

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell Novartis Biociências S.A. 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell nicotina APRESENTAÇÕES Embalagens com 7 adesivos transdérmicos de nicotina (7mg, 14mg ou 21mg) USO TÓPICO - USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA

Leia mais

MIOSAN. cloridrato de ciclobenzaprina USO ADULTO

MIOSAN. cloridrato de ciclobenzaprina USO ADULTO 1 MODELO DE BULA MIOSAN cloridrato de ciclobenzaprina FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Comprimidos Revestidos: Caixas com 10 e 30 comprimidos revestidos de 5 mg. Caixas com 10 e 30 comprimidos revestidos

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA - UNICAMP

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA - UNICAMP Prezado aluno, Estes exercícios fazem parte de uma compilação de vários testes e provas que foram utilizadas no passado e formam uma base sólida para estudo. Tente resolvê-los sozinho, ao invés de simplesmente

Leia mais

dicloridrato de cetirizina Solução oral 1mg/mL

dicloridrato de cetirizina Solução oral 1mg/mL dicloridrato de cetirizina Solução oral 1mg/mL MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES AO PACIENTE dicloridrato de cetirizina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÃO Solução oral 1mg/mL Embalagem

Leia mais

Compaz. diazepam. Comprimidos 5 mg e 10 mg. Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE

Compaz. diazepam. Comprimidos 5 mg e 10 mg. Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Compaz diazepam Comprimidos 5 mg e 10 mg Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE 1 IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Compaz diazepam Ansiolítico e Miorrelaxante APRESENTAÇÕES Comprimidos

Leia mais

Yerba mate extrato EXTRATO DE MATE PADRONIZADO CAFEÍNA POLIFENÓIS TEOBROMINA

Yerba mate extrato EXTRATO DE MATE PADRONIZADO CAFEÍNA POLIFENÓIS TEOBROMINA Yerba mate extrato EXTRATO DE MATE PADRONIZADO CAFEÍNA POLIFENÓIS TEOBROMINA Ilex paraguariensis extract Coadjuvante tratamento obesidade, redução colesterol, antioxidante, estimulante Se tratando de fitoterápico:

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS

BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS BRISTOL-MYERS SQUIBB BUSPAR cloridrato de buspirona Uso oral APRESENTAÇÃO BUSPAR 5 mg é apresentado em cartuchos com 2 blisters

Leia mais

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL COMPOSIÇÃO: - EBASTEL INFORMAÇÕES AO PACIENTE: - EBASTEL. Ebastel. ebastina. Oral.

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL COMPOSIÇÃO: - EBASTEL INFORMAÇÕES AO PACIENTE: - EBASTEL. Ebastel. ebastina. Oral. Ebastel ebastina Oral Xarope USO PEDIÁTRICO (ACIMA DE 2 ANOS) Comprimido USO PEDIÁTRICO (ACIMA DE 12 ANOS) E ADULTO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL Comprimidos revestidos contendo 10 mg

Leia mais

DIGESPRID (bromoprida)

DIGESPRID (bromoprida) DIGESPRID (bromoprida) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Cápsula 10mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: DIGESPRID bromoprida APRESENTAÇÃO: Embalagem contendo 20 cápsulas. VIA DE ADMINISTRAÇÃO:

Leia mais

bromoprida EMS S/A Cápsula dura 10 mg

bromoprida EMS S/A Cápsula dura 10 mg bromoprida EMS S/A Cápsula dura 10 mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO bromoprida "Medicamento Genérico, Lei nº. 9.787, de 1999". APRESENTAÇÃO Cápsula dura de 10mg. * ** USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO

Leia mais

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Comprimido FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: Embalagens com 20 e 30 comprimidos contendo

Leia mais

Niquitin. GlaxoSmithKline. Adesivos Transdérmicos. Nicotina 7, 14 e 21 mg

Niquitin. GlaxoSmithKline. Adesivos Transdérmicos. Nicotina 7, 14 e 21 mg Niquitin GlaxoSmithKline Adesivos Transdérmicos Nicotina 7, 14 e 21 mg NiQuitin nicotina APRESENTAÇÕES Embalagens com 7 adesivos transdérmicos transparente de nicotina (7mg, 14mg ou 21mg) USO TÓPICO -

Leia mais

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Alessandro Alves O amor não é aquilo que te deixa feliz, calmo e tranquilo. O nome disso é Rivotril. Frase atribuída a James Brown Benzodiazepínicos Estão entre

Leia mais

Tamaril Senna alexandrina Mill + ASSOCIAÇÃO Sistema Digestivo

Tamaril Senna alexandrina Mill + ASSOCIAÇÃO Sistema Digestivo Tamaril Senna alexandrina Mill + ASSOCIAÇÃO Sistema Digestivo EDICAMENTO FITOTERÁPICO Nomenclatura botânica: Senna alexandrina Mill, Cassia fistula L., Tamarindus indica L., Coriandrum sativum L. e Periandra

Leia mais

Suplementos de A a Z

Suplementos de A a Z Suplementos de A a Z Hoje existe uma enorme lista de suplementos nas lojas. Mas para que servem? Descubra o que a tecnologia alimentícia pode fazer por você. Otimizar os resultados dos treinos, aumentar

Leia mais

Prof. Dr. Leandro Machado Rocha Laboratório de Tecnologia de Produtos Naturais Faculdade de Farmácia UFF

Prof. Dr. Leandro Machado Rocha Laboratório de Tecnologia de Produtos Naturais Faculdade de Farmácia UFF Prof. Dr. Leandro Machado Rocha Laboratório de Tecnologia de Produtos Naturais Faculdade de Farmácia UFF R. Mário Viana 523 Santa Rosa - Niterói - R.J. E-mail: lean@vm.uff.br BIOMAS DO BRASIL Biomas são

Leia mais

Estudo Dirigido Princípios Ativos e Interações Medicamentosas

Estudo Dirigido Princípios Ativos e Interações Medicamentosas Estudo Dirigido Princípios Ativos e Interações Medicamentosas 1) Relacione os grupos de princípios ativos com as características correspondentes: Princípios ativos: Características: (1) Alcalóides pirrolizidinicos

Leia mais

PEDIALYTE 45 Zinco cloreto de sódio gliconato de zinco glicose monoidratada citrato de sódio diidratado citrato de potássio monoidratado

PEDIALYTE 45 Zinco cloreto de sódio gliconato de zinco glicose monoidratada citrato de sódio diidratado citrato de potássio monoidratado MODELO DE BULA PARA O PACIENTE I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO PEDIALYTE 45 Zinco cloreto de sódio gliconato de zinco glicose monoidratada citrato de sódio diidratado citrato de potássio monoidratado APRESENTAÇÃO

Leia mais

Actifedrin. cloridrato de triprolidina cloridrato de pseudoefedrina

Actifedrin. cloridrato de triprolidina cloridrato de pseudoefedrina Actifedrin cloridrato de triprolidina cloridrato de pseudoefedrina Formas farmacêuticas e apresentações Xarope embalagem contendo 100 ml Comprimidos embalagem contendo 20 comprimidos USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

lorazepam 2 mg EMS S/A comprimido

lorazepam 2 mg EMS S/A comprimido lorazepam EMS S/A comprimido 2 mg I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO lorazepam "Medicamento Genérico, Lei nº. 9.787, de 1999". APRESENTAÇÕES: Lorazepam 2 mg em embalagens contendo 20, 30, e 500 (EMB HOSP)

Leia mais

POLARADEX maleato de dexclorfeniramina. Natulab Laboratório SA. Líquido de 2mg/5mL

POLARADEX maleato de dexclorfeniramina. Natulab Laboratório SA. Líquido de 2mg/5mL POLARADEX maleato de dexclorfeniramina Natulab Laboratório SA. Líquido de 2mg/5mL I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: POLARADEX maleato de dexclorfeniramina. APRESENTAÇÃO POLARADEX Líquido de 2mg/5mL Frasco

Leia mais

Rohypnol (flunitrazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 1 mg

Rohypnol (flunitrazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 1 mg Rohypnol (flunitrazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 1 mg Rohypnol flunitrazepam Roche Agente indutor do sono APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 1 mg em caixa

Leia mais

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas A ansiedade é uma vivência normal que todos os seres humanos experimentam com freqüência. Estado afetivo caracterizado por uma

Leia mais

MODELO DE BULA DO PROFISSIONAL DE SAÚDE

MODELO DE BULA DO PROFISSIONAL DE SAÚDE MODELO DE BULA DO PROFISSIONAL DE SAÚDE I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Vibral dropropizina APRESENTAÇÕES Xarope Adulto (3 mg/ml): frasco de 120 ml e 1 copo-medida. Xarope Pediátrico (1,5 mg/ml): frasco

Leia mais

FENERGAN EXPECTORANTE

FENERGAN EXPECTORANTE Esta bula sofreu aumento de tamanho para adequação a legislação vigente da ANVISA. Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. FENERGAN EXPECTORANTE

Leia mais

mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999

mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES mirtazapina 30 mg. Embalagem contendo 7, 14 ou 28 comprimidos revestidos. mirtazapina 45 mg. Embalagem contendo

Leia mais

Dependência Química. Informação é grande aliada dos amigos e familiares.

Dependência Química. Informação é grande aliada dos amigos e familiares. Dependência Química Informação é grande aliada dos amigos e familiares. O QUE É DROGA-DEPENDÊNCIA? Droga-dependência é um transtorno psiquiátrico que se caracteriza pelo uso impulsivo e descontrolado de

Leia mais

POLARAMINE EXPECTORANTE maleato de dexclorfeniramina + sulfato de pseudoefedrina+ guaifenesina

POLARAMINE EXPECTORANTE maleato de dexclorfeniramina + sulfato de pseudoefedrina+ guaifenesina POLARAMINE EXPECTORANTE maleato de dexclorfeniramina + sulfato de pseudoefedrina+ guaifenesina FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES POLARAMINE Expectorante é indicado para uso oral. POLARAMINE Expectorante

Leia mais

PROPAN cloridrato de buclizina + ASSOCIAÇÃO

PROPAN cloridrato de buclizina + ASSOCIAÇÃO PROPAN cloridrato de buclizina + ASSOCIAÇÃO Comprimidos Revestidos Suspensão Oral Bula Profissional da Saúde Propan UCI-FARMA Conforme RDC 47-09 Página 1 PROPAN cloridrato de buclizina + ASSOCIAÇÃO FORMAS

Leia mais

HYTÓS PLUS (cloridrato de clobutinol + succinato de doxilamina)

HYTÓS PLUS (cloridrato de clobutinol + succinato de doxilamina) HYTÓS PLUS (cloridrato de clobutinol + succinato de doxilamina) União Química Farmacêutica Nacional S.A Solução Oral 48 mg/ml + 9 mg/ml HYTÓS PLUS cloridrato de clobutinol + succinato de doxilamina Solução

Leia mais

ALCYTAM citalopram Comprimidos

ALCYTAM citalopram Comprimidos ALCYTAM citalopram Comprimidos I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: ALCYTAM Nome genérico: citalopram Forma farmacêutica e apresentações: ALCYTAM: embalagem contendo 14 ou 28 comprimidos. USO ADULTO Composição:

Leia mais

SERONIP cloridrato de sertralina

SERONIP cloridrato de sertralina SERONIP cloridrato de sertralina FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO SERONIP 50 mg comprimidos revestidos - cartucho contendo 28 comprimidos revestidos. USO ADULTO E PEDIÁTRICO * (crianças acima de 6 anos

Leia mais

Considerações relativas às questões envolvendo TOXICOLOGIA e FARMACOGNOSIA da prova de Perito-PCDF-tipo 6

Considerações relativas às questões envolvendo TOXICOLOGIA e FARMACOGNOSIA da prova de Perito-PCDF-tipo 6 Considerações relativas às questões envolvendo TOXICOLOGIA e FARMACOGNOSIA da prova de Perito-PCDF-tipo 6 Prof. Alessandro Observações: Considerando que a farmacocinética avalia o trânsito do fármaco no

Leia mais

Nome do medicamento: FORTEVIT Forma farmacêutica: Solução Oral Concentração: 3,00 mg/ml ferro quelato + 0,05 mg/ml cloridrato de piridoxina + 0,80

Nome do medicamento: FORTEVIT Forma farmacêutica: Solução Oral Concentração: 3,00 mg/ml ferro quelato + 0,05 mg/ml cloridrato de piridoxina + 0,80 Nome do medicamento: FORTEVIT Forma farmacêutica: Solução Oral Concentração: 3,00 mg/ml ferro quelato + 0,05 mg/ml cloridrato de piridoxina + 0,80 mg/ml nicotinamida FORTEVIT ferro quelato cloridrato de

Leia mais

NEOTOSS (dropropizina) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Xarope 1,5mg/mL e 3mg/mL

NEOTOSS (dropropizina) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Xarope 1,5mg/mL e 3mg/mL NEOTOSS (dropropizina) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Xarope 1,5mg/mL e 3mg/mL I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: NEOTOSS (dropropizina) USO PEDIÁTRICO ACIMA DE 2 ANOS Xarope 1,5mg/mL:

Leia mais

PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA CIRCULATÓRIO

PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA CIRCULATÓRIO UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA FITOTERAPIA Prof.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA CIRCULATÓRIO ALECRIM Nome científico: Rosmarinus officinalis

Leia mais

BENALET. cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio. Benalet em embalagens múltiplas contendo 25 envelopes com 4 pastilhas cada.

BENALET. cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio. Benalet em embalagens múltiplas contendo 25 envelopes com 4 pastilhas cada. BENALET cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Benalet Nome genérico: cloridrato de difenidramina, cloreto de amônio, citrato de sódio.

Leia mais

BAMBAIR* cloridrato de bambuterol. BAMBAIR Solução oral 1 mg/ml Frasco contendo 60 ml ou 120 ml + seringa dosadora.

BAMBAIR* cloridrato de bambuterol. BAMBAIR Solução oral 1 mg/ml Frasco contendo 60 ml ou 120 ml + seringa dosadora. Dizeres de Bula BAMBAIR* cloridrato de bambuterol FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES BAMBAIR Solução oral 1 mg/ml Frasco contendo 60 ml ou 120 ml + seringa dosadora. USO ADULTO E PEDIÁTRICO (crianças

Leia mais

Lorazepam. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 1 mg. 2 mg

Lorazepam. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 1 mg. 2 mg Lorazepam Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 1 mg 2 mg lorazepam Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Comprimidos de 1 mg ou 2 mg: embalagens com 20 comprimidos. USO ORAL

Leia mais

cloxazolam Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. Comprimidos 1 mg 2 mg

cloxazolam Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. Comprimidos 1 mg 2 mg cloxazolam Sandoz do Brasil Ind. Farm. Ltda. Comprimidos 1 mg 2 mg I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO cloxazolam Medicamento genérico, Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÕES cloxazolam comprimidos 1 mg. Embalagem

Leia mais

RETEMIC. cloridrato de oxibutinina

RETEMIC. cloridrato de oxibutinina 1 Modelo de Bula RETEMIC cloridrato de oxibutinina FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: Comprimidos de 5 mg - Caixas contendo 30 e 60 comprimidos. Xarope 1 mg/ml - Frascos contendo 120 ml. COMPOSIÇÃO:

Leia mais

ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA

ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA Embalagem contendo 60 cápsulas de ALENIA (fumarato de formoterol/budesonida) 6/100 mcg

Leia mais

Drenol hidroclorotiazida. Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Cada comprimido de Drenol contém 50 mg de hidroclorotiazida.

Drenol hidroclorotiazida. Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Cada comprimido de Drenol contém 50 mg de hidroclorotiazida. Drenol hidroclorotiazida PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Drenol Nome genérico: hidroclorotiazida Forma farmacêutica e apresentações: Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. USO ADULTO

Leia mais

Modelo de Texto de Bula ao Paciente

Modelo de Texto de Bula ao Paciente Modelo de Texto de Bula ao Paciente VENVANSE * dimesilato de lisdexanfetamina *marca depositada APRESENTAÇÃO VENVANSE cápsulas 30 mg, 50 mg e 70 mg: frascos com 28 cápsulas. USO ORAL USO PEDIÁTRICO DE

Leia mais

MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA S.A. GOTAS

MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA S.A. GOTAS VOMISTOP cloridrato de metoclopramida MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA S.A. GOTAS 4 mg/ml VOMISTOP cloridrato de metoclopramida gotas I- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome Genérico: cloridrato de metoclopramida

Leia mais

Buscopan. butilbrometo de escopolamina. Cada drágea contém 10 mg de butilbrometo de escopolamina, correspondentes a 6,89 mg de escopolamina.

Buscopan. butilbrometo de escopolamina. Cada drágea contém 10 mg de butilbrometo de escopolamina, correspondentes a 6,89 mg de escopolamina. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Buscopan butilbrometo de escopolamina Abcd FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Drágea: embalagem 20 drágeas. Solução oral (gotas): frasco com 20 ml. USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

Nome do medicamento: OSTEOPREVIX D Forma farmacêutica: Comprimido revestido Concentração: cálcio 500 mg/com rev + colecalciferol 200 UI/com rev.

Nome do medicamento: OSTEOPREVIX D Forma farmacêutica: Comprimido revestido Concentração: cálcio 500 mg/com rev + colecalciferol 200 UI/com rev. Nome do medicamento: OSTEOPREVIX D Forma farmacêutica: Comprimido revestido Concentração: cálcio 500 mg/com rev + colecalciferol 200 UI/com rev. OSTEOPREVIX D carbonato de cálcio colecalciferol APRESENTAÇÕES

Leia mais

Magnésia Bisurada carbonato de magnésio carbonato básico de bismuto carbonato de cálcio bicarbonato de sódio

Magnésia Bisurada carbonato de magnésio carbonato básico de bismuto carbonato de cálcio bicarbonato de sódio Magnésia Bisurada carbonato de magnésio carbonato básico de bismuto carbonato de cálcio bicarbonato de sódio IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Magnésia Bisurada Nome genérico: carbonato de magnésio,

Leia mais

DROGAS DE ABUSO. Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC

DROGAS DE ABUSO. Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC DROGAS DE ABUSO Carlos Eduardo Biólogo Neuropsicólogo Mestre-Farmacologia UFC DROGAS DE ABUSO Substância Psicoativa qualquer substância química que, quando ingerida, modifica uma ou várias funções do SNC,

Leia mais

EXPECTAMIN. (maleato de dexclorfeniramina + sulfato de pseudoefedrina + guaifenesina) LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA.

EXPECTAMIN. (maleato de dexclorfeniramina + sulfato de pseudoefedrina + guaifenesina) LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. EXPECTAMIN (maleato de dexclorfeniramina + sulfato de pseudoefedrina + guaifenesina) LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA Solução Oral 0,4 mg/ ml + 4 mg/ml + 20 mg/ml I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Leia mais

Tenag. Vitex agnus-castus

Tenag. Vitex agnus-castus Tenag Vitex agnus-castus MEDICAMENTO FITOTERÁPICO Nome científico: Vitex agnus-castus Família: Verbenaceae Parte da planta utilizada: fruto Nomenclatura popular: Chaste tree APRESENTAÇÃO Comprimidos revestidos

Leia mais

COMPOSIÇÃO: COMPRIMIDOS 200 mg 400 mg Carbamazepina DCB 0187.01-1... 200 mg... 400 mg Excipiente q.s.p... 1 comp... 1 comp.

COMPOSIÇÃO: COMPRIMIDOS 200 mg 400 mg Carbamazepina DCB 0187.01-1... 200 mg... 400 mg Excipiente q.s.p... 1 comp... 1 comp. Tegretard Carbamazepina Comprimidos de 200 mg e 400 mg FORMA FARMACÊUTICA E DE APRESENTAÇÃO: Comprimidos: 200 mg e 400 mg Embalagem com 2 e 20 blisteres com 10 comprimidos COMPOSIÇÃO: COMPRIMIDOS 200 mg

Leia mais

Orientação sobre a Notificação Simplificada de Produto Tradicional Fitoterápico (PTF)

Orientação sobre a Notificação Simplificada de Produto Tradicional Fitoterápico (PTF) Orientação sobre a Notificação Simplificada de Produto Tradicional Fitoterápico (PTF) A COFID informa que o sistema de notificação simplificada foi atualizado para permitir a notificação de Produtos Tradicionais

Leia mais

diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg

diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg diclofenaco sódico Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Embalagens contendo 10 cápsulas. USO ORAL - USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada cápsula contém:

Leia mais

DIGESAN Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda. Cápsulas 10mg

DIGESAN Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda. Cápsulas 10mg DIGESAN Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda. Cápsulas 10mg Esta bula sofreu aumento de tamanho para adequação a legislação vigente da ANVISA. Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura

Leia mais

ANÁLISE DO USO RACIONAL DE HYPERICUM PERFORATUM A PARTIR DO PERFIL DAS PRESCRIÇÕES AVIADAS EM FARMÁCIAS DE ANÁPOLIS - GO

ANÁLISE DO USO RACIONAL DE HYPERICUM PERFORATUM A PARTIR DO PERFIL DAS PRESCRIÇÕES AVIADAS EM FARMÁCIAS DE ANÁPOLIS - GO Revista Eletrônica de Farmácia Vol 3 (2), 4252, 2006 ISSN 18080804 ANÁLISE DO USO RACIONAL DE HYPERICUM PERFORATUM A PARTIR DO PERFIL DAS PRESCRIÇÕES AVIADAS EM FARMÁCIAS DE ANÁPOLIS GO Analisys of the

Leia mais

Informação de Segurança para os Profissionais de Saúde

Informação de Segurança para os Profissionais de Saúde Agomelatina Informação de Segurança para os Profissionais de Saúde Monitorização da função hepática 03 Valdoxan está indicado para o tratamento de episódios de depressão major em adultos. Para assegurar

Leia mais

1. PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO? Este medicamento é um coadjuvante destinado ao tratamento do alcoolismo crônico.

1. PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO? Este medicamento é um coadjuvante destinado ao tratamento do alcoolismo crônico. Esta bula sofreu aumento de tamanho para adequação a legislação vigente da ANVISA. Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. ANTIETANOL dissulfiram

Leia mais

Sedalgina. Drágea 30mg+300mg+30mg

Sedalgina. Drágea 30mg+300mg+30mg Sedalgina Drágea 30mg+300mg+30mg MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES AO PACIENTE Sedalgina mucato de isometepteno dipirona cafeína APRESENTAÇÕES Drágea 30mg+300mg+30mg Embalagens contendo 20, 30, 60, e 200

Leia mais

cloridrato de betaxolol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Solução Oftálmica Estéril Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda.

cloridrato de betaxolol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Solução Oftálmica Estéril Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. cloridrato de betaxolol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Solução Oftálmica Estéril Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE 1 IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO cloridrato

Leia mais

Drogas de abuso. Maxwell Santana

Drogas de abuso. Maxwell Santana Drogas de abuso Maxwell Santana Drogas de abuso Qualquer substância ou preparação, com pouco uso médico usada primariamente pelos seus efeitos gratificantes! Englobam substância psicoativas e psicotrópicas!

Leia mais

FARMACOGNOSIA. Matéria-Prima Vegetal 2011.1

FARMACOGNOSIA. Matéria-Prima Vegetal 2011.1 FARMACOGNOSIA Matéria-Prima Vegetal 2011.1 O que é farmacognosia? A palavra Farmacognosia vem de dois vocábulos gregos e quer dizer Pharmakon droga e fármaco gnosis conhecimento. Farmacognosia é uma ciência

Leia mais

USO DO MIDAZOLAM ORAL PARA SEDAÇÃO EM IMPLANTODONTIA

USO DO MIDAZOLAM ORAL PARA SEDAÇÃO EM IMPLANTODONTIA USO DO MIDAZOLAM ORAL PARA SEDAÇÃO EM IMPLANTODONTIA Sedação Consciente Em Odontologia, é crescente o número de profissionais que utilizam métodos farmacológicos de sedação consciente, com a intenção de

Leia mais

Vertix. Aché Laboratórios Farmacêuticos Comprimidos revestidos 10 mg

Vertix. Aché Laboratórios Farmacêuticos Comprimidos revestidos 10 mg Vertix Aché Laboratórios Farmacêuticos Comprimidos revestidos 10 mg BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Vertix dicloridrato de flunarizina APRESENTAÇÃO

Leia mais

EXCEDRIN paracetamol + cafeína

EXCEDRIN paracetamol + cafeína EXCEDRIN paracetamol + cafeína - Embalagens com 1 ou 5 blísteres com 4 comprimidos revestidos. - Embalagens com 2 blísteres com 10 comprimidos revestidos. - Displays contendo 50 blísteres com 2 ou 4 comprimidos

Leia mais

bromazepam Comprimido 3mg e 6mg

bromazepam Comprimido 3mg e 6mg bromazepam Comprimido 3mg e 6mg MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES AO PACIENTE bromazepam Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÕES Comprimido 3mg Embalagens contendo 20, 30 e 100 comprimidos.

Leia mais

PHENIBUT. Reduz os níveis de estresse e ansiedade

PHENIBUT. Reduz os níveis de estresse e ansiedade Informações Técnicas PHENIBUT Reduz os níveis de estresse e ansiedade DENOMINAÇÃO QUÍMICA: 4-amino-3-phenylbutanic acid hydrochloride CAS NUMBER: 1078-21-3 SINÔNIMOS: Fenibut, Phenybut, PhGABA, Acide 4-Amino-3-

Leia mais

NOTÍCIAS DO CFF Plenário do CFF aprova prescrição farmacêutica Data: 30/08/2013 De acordo com o texto da proposta, o farmacêutico poderá realizar a prescrição de medicamentos e produtos com finalidade

Leia mais

DONAREN. cloridrato de trazodona

DONAREN. cloridrato de trazodona DONAREN cloridrato de trazodona APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 50 mg. Caixas com 5, 20 e 60 comprimidos. Comprimidos revestidos de 100 mg. Caixa com 30 comprimidos. USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO

Leia mais

Forma farmacêutica e apresentação Xarope Embalagem contendo 100 ml com copo medida graduado.

Forma farmacêutica e apresentação Xarope Embalagem contendo 100 ml com copo medida graduado. Ultrafer ferro polimaltosado Forma farmacêutica e apresentação Xarope Embalagem contendo 100 ml com copo medida graduado. USO ADULTO E PEDIÁTRICO VIA ORAL Composição Cada ml de xarope contém: ferro polimaltosado...

Leia mais

Vazy Cloridrato de sibutramina monoidratado

Vazy Cloridrato de sibutramina monoidratado Vazy Cloridrato de sibutramina monoidratado EMS Sigma Pharma Ltda cápsula 10mg e 15mg 1 Vazy cloridrato de sibutramina monoidratado IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Vazy (Cloridrato de sibutramina monoidratado)

Leia mais

ANESTESIA NO PACIENTE SOB EFEITO DE DROGAS SINTÉTICAS. ECSTASY

ANESTESIA NO PACIENTE SOB EFEITO DE DROGAS SINTÉTICAS. ECSTASY ANESTESIA NO PACIENTE SOB EFEITO DE DROGAS SINTÉTICAS. ECSTASY Oscar César Pires 29/04/12 14h:40-15h:00 Diretor Departamento Científico SBA / Responsável pelo CET do HMSJC SP Doutor em Anestesiologia/

Leia mais

bromazepam Merck S/A Comprimidos 3 mg & 6 mg

bromazepam Merck S/A Comprimidos 3 mg & 6 mg bromazepam Merck S/A Comprimidos 3 mg & 6 mg bromazepam medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. Ansiolítico APRESENTAÇÕES Comprimidos de 3 mg em caixa com 20 comprimidos. Comprimidos de 6 mg em caixa

Leia mais

IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg

IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg Esta bula sofreu aumento no tamanho para adequação a legislação vigente da ANVISA. Esta bula é continuamente

Leia mais

Sifrol dicloridrato de pramipexol

Sifrol dicloridrato de pramipexol Sifrol dicloridrato de pramipexol Forma farmacêutica e apresentações Comprimidos de 0,125 mg e 1,5 mg: embalagens com 30 e 60 comprimidos. Comprimidos de 0,25 mg e 1,0 mg: embalagens com 30, 60 e 100 comprimidos.

Leia mais

1-Estimulantes psicomotores. 1.3-metilxantinas: cafeína, teobrobina, teofilina

1-Estimulantes psicomotores. 1.3-metilxantinas: cafeína, teobrobina, teofilina 1-Estimulantes psicomotores 1.3-metilxantinas: cafeína, teobrobina, teofilina metilxantinas Café x cafeína Cafeína - Cafeína não deve ser confundida com o café - Cafeína é uma das centenas de sustâncias

Leia mais

Abcd BEROTEC. Boehringer Ingelheim. 5mg/mL

Abcd BEROTEC. Boehringer Ingelheim. 5mg/mL Abcd BEROTEC Boehringer Ingelheim Solução 5mg/mL Berotec bromidrato de fenoterol APRESENTAÇÃO Solução (gotas) de 5 mg/ml: frasco com 20 ml. USO ORAL OU INALATÓRIO USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR DORMIDINA 25 mg, Pó Efervescente Succinato de Doxilamina APROVADO EM Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento

Leia mais

Comprimidos Cada comprimido amarelo contém: 400 mg de paracetamol e 20 mg de fenilefrina base (adicionada na forma de cloridrato).

Comprimidos Cada comprimido amarelo contém: 400 mg de paracetamol e 20 mg de fenilefrina base (adicionada na forma de cloridrato). paracetamol - cloridrato de fenilefrina - maleato de carbinoxamina COMBATE OS SINTOMAS DA GRIPE Dores em Geral Febre Congestão Nasal Coriza APRESENTAÇÕES NALDECON NOITE é apresentado na forma farmacêutica

Leia mais

sulfato de terbutalina

sulfato de terbutalina sulfato de terbutalina União Química Farmacêutica Nacional S.A. Solução injetável 0,5 mg/ml sulfato de terbutalina Medicamento genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Solução injetável IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO

Leia mais