SEMINÁRIO RETENÇÕES DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES. Leiautes. Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e Luis Antônio dos Santos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SEMINÁRIO RETENÇÕES DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES. Leiautes. Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e Luis Antônio dos Santos"

Transcrição

1 esocial SEMINÁRIO RETENÇÕES DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES Leiautes Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e Luis Antônio dos Santos Marcio Nolasco Promoção: Conselho Técnico de Assuntos Tributários, Legais e Financeiros CONTEC Executivo técnico de Negócios da Sênior Sistemas

2 Solução Arquitetura - Funcionamento Folha de pagamento Segurança e Medicina Motor Valor Mensageria esocial

3 Solução Arquitetura - Funcionamento 6. Registro do recibo 1. Registro da admissão Folha de pagamento 2. Gera XML 5. Retorna recibo do XML enviado 3. Transmite XML certificado 4. Recebe e processa XML Mensageria esocial Segurança e Medicina Motor As retificações seguem o mesmo fluxo.

4 Solução Arquitetura Origem ERP Repositório fiscal Rep. Fiscal Folha de pagamento Segurança e Medicina Motor 80% das informações tem origem na Folha Mensageria esocial

5 Projeto esocial Passo a Passo Qualificação Cadastral Saneamento das informações Revisão de processos Soluções complementares Parametrização sistema Revisão infraestrutura Instalar a Mensageria Integração com ERP Certificação Digital Carga Inicial Periódicos e Não Periódicos

6 Leiautes esocial

7 Leiautes Carga inicial Arquivos Iniciais S Cadastramento do Empregador e seus dados. Arquivos de Tabelas: S Rubricas S Lotação/ Departamentos S Cargos S Funções S Horários e Turnos de Trabalho S Estabelecimentos e Obras S Processos Administrativos/Judiciais S Operadores Portuários (OGMO) Arquivos de Trabalhadores: S Trabalhadores com vínculo S Trabalhadores sem vínculo

8 Leiautes Carga inicial S-1000 Carga Inicial do Empregador - Cadastro: CNPJ/CPF, classificação tributária, natureza jurídica, CNAE preponderante, RAT, FAP, processos. - Dados Isenção: Certificado de isenção, órgão emissor, nº, data emissão e vencimento, protocolo renovação, data Diário Oficial e página DOU. - Indicativo de Isenção multa: acordo internacional. - Contato; - SoftwareHouses: sistemas que geraram o esocial. S-1010 Tabela Rubricas: código e descrição, data validade, Relacionar Natureza rubrica esocial, Tipo: provento, desconto, informativa, - Incidência: INSS, IRRF, FGTS, Contribuição Sindical. - Repercute em: DSR, Férias, 13º salário e rescisão. - Fator: % horas extras, adicionais. - Processo: INSS (patronal/segurados), IRRF, FGTS, contribuição sindical.

9 Leiautes Carga inicial - Tabelas S-1020 Tabela Lotação: local estabelecimento/tomador. Posto de Trabalho. FPAS, código terceiros. Empreitada parcial e subempreitada, CNPJ/CPF proprietário, CNO da obra. - Endereço da obra ou do CNPJ tomador. S-1030 Cargos: datas de validade, código, nome. S-1040 Funções(opcional): datas validade código e nome. S-1050 Horários/Turnos de trabalho: - código do horário contratual e datas de validade - hora entrada e saída - duração jornada em minutos - tipo jornada: normal, 12x36, 24x72, revezam, outros. - descrição se tipo jornada = outros (100 caracteres) - tipo intervalo: sem intervalo, interv.hor.fixo ou hor.variável - hora início e término do intervalo. - variações horário: minutos possíveis entrada/saída

10 Leiautes Carga inicial - Tabelas S-1060 Estabelecimentos: CNPJ, FPAS e código Terceiros e RAT/FAP quando diferenciados da empresa. Obra: CNAE preponderante e alíquota RAT. S-1070 Processos: administrativo ou judicial, número, datas validade. Decisão: definitiva, liminar, contestação; Data decisão, depósito judicial, município e Vara, Autoria: própria ou de outra entidade. S-2100 Cadastramento Inicial com Vínculo - Enviado no início da implantação do esocial para cada trabalhador existente com as informações cadastrais e contratuais atualizadas. - Somente ativos. Importante: revisar categoria esocial do trabalhador

11 Leiautes Carga inicial - Tabelas 101 Empregado - Geral 102 Empregado - Trabalhador Rural por Pequeno Prazo da Lei / Empregado - Aprendiz 104 Empregado - Doméstico 105 Empregado - Contrato a termo firmado nos termos da Lei 9601/ Empregado - Contrato por prazo determinado nos termos da Lei 6019/ Trabalhador não vinculado ao RGPS com direito ao FGTS 201 Trabalhador Avulso - Portuário 202 Trabalhador Avulso - Não Portuário (Informação do Sindicato) 203 Trabalhador Avulso - Não Portuário (Informação do Contratante) 301 Servidor Público - Titular de Cargo Efetivo 302 Servidor Público - Ocupante de Cargo exclusivo em comissão 303 Servidor Público - Exercente de Mandato Eletivo 304 Servidor Público - Agente Público 305 Servidor Público vinculado a RPPS indicado para conselho ou órgão representativo, na condição de representante do governo, órgão ou entidade de administração pública. 401 Dirigente Sindical - Em relação à Remuneração Recebida no Sindicato. 701 Contrib. Individual - Autônomo contratado por Empresas em geral 702 Contrib. Individual - Autônomo contratado por Contribuinte Individual, por pessoa física em geral, ou por missão diplomática e repartição consular de carreira estrangeiras 703 Contrib. Individual - Autônomo contratado por Entidade Beneficente de Assistência Social isenta da cota patronal 704 Excluído. 711 Contrib. Individual - Transportador autônomo contratado por Empresas em geral 712 Contrib. Individual - Transportador autônomo contratado por Contribuinte Individual, por pessoa física em geral, ou por missão diplomática e repartição consular carreira estrangeiras 713 Contrib. Individual - Transportador autônomo contratado por Entidade Beneficente de Assistência Social isenta da cota patronal 721 Contrib. Individual - Diretor não empregado com FGTS 722 Contrib. Individual - Diretor não empregado sem FGTS 731 Contrib. Individual - Cooperado que presta serviços a empresa por intermédio de cooperativa de trabalho 732 Contrib. Individual - Cooperado que presta serviços a Entidade Beneficente de Assistência Social isenta da cota patronal ou para pessoa física 733 Contrib. Individual - Cooperado eleito para direção da Cooperativa 734 Contrib. Individual - Transportador Cooperado que presta serviços a empresa por intermédio de cooperativa de trabalho 735 Contrib. Individual - Transportador Cooperado que presta serviços a Entidade Beneficente de Assistência Social isenta da cota patronal ou para pessoa 736 Contribuinte Individual - Transportador Cooperado eleito para direção da Cooperativa. 741 Contrib. Individual - Cooperado filiado a cooperativa de produção. 751 Contrib. Individual - Micro Empreendedor Individual, quando contratado por PJ 901 Estagiário 999 Não Aplica

12 esocial - Empregados S-2100 Carga Inicial dos Vínculos - Dados pessoais: CPF, NIS, Nome, Sexo, Raça/Cor, estado civil (1 Solteiro, 2 Casado, 3 Separado,4 Divorciado, 5 Viúvo, 6 - União Estável), grau de instrução. - Nascto: data, município, país, país da Nacionalidade. Nome da Mãe e do Pai. - Doctos: CTPS, RIC, RG, RNE, Órgão de classe, CNH. - Endereço: no Brasil e exterior, tipo de logradouro. - Estrangeiro data chegada, data naturalização; - é casado ou tem filhos com brasileiro? - Deficiência. - Dependentes SF e IR: Nome, data nascimento, CPF, parentesco. - Contato.

13 esocial - Empregados S-2100 Carga Inicial dos Vínculos Vínculo: matrícula e data admissão (na empresa). - Tipo de admissão:. Admissão;. Transferência para empresa do grupo econômico; (preencher registro específico);. Sucessão, incorporação, cisão ou fusão (preencher registro específico); - Indicativo de Admissão:. Normal;. Decorrente de Ação Fiscal. Decorrente de Ação Trabalhista. Primeiro emprego.

14 esocial - Empregados S-2100 Carga Inicial dos Vínculos Contrato de Trabalho: - Tipo de Regime (CLT, RJU, RJP). - Regime Previdenciário (RGPS, RPPS, RPPE). - Categoria do trabalhador esocial tabela 1. - Cargo, Função (opcional), CBO. - Remuneração: Salário fixo e descrição do variável. - Duração contrato: determinado/indeterminado, data de término. (controle envio do período experiência) - Local de Trabalho: CNPJ, lotação, complemento. - Horário Contratual - quantidade de horas semana, dia da semana e código horário. - Se filiado, informar CNPJ sindicato - Alvará judicial: nº processo menor 16 não aprendiz. - FGTS: optante e data opção. - ASO: data, nome do médico e CRM. Fone contato. Sucessão de Vínculo Trabalhista/Transfência Empresa: - CNPJ empregador anterior - matrícula anterior - data início do vínculo - Observação

15 esocial Carga Inicial Trabalhadores S-2600 Trabalhador sem Vínculo de emprego - Informações cadastrais dos trabalhadores que não possuem vínculo empregatício: Dirigentes sindicais (informado pelo sindicato) Estagiários Diretores não empregados / pro laboristas Cooperados Servidores públicos nomeados para Conselho Trabalhadores avulsos. - Autônomos não são gerados para o RET

16 esocial Trabalhador Sem Vínculo S-2600 Carga Inicial Trabalhador Sem Vínculo - Informações pessoais: idênticas ao Empregado. - Avulso: Data início OGMO ou sindicato, Categoria. - Diretor não-empregado: categoria esocial, data início, cargo, função, CBO, salário fixo, descrição salário variável, optante FGTS e data. - Estagiários: Se obrigatório ou não. Data prevista de término. Valor da bolsa ou sem bolsa - Nível: fundamental,médio, form. profissional, superior CNPJ/Nome/Endereço da Instituição de ensino Número apólice seguro; área de atuação estágio CNPJ/Nome/Endereço do agente integração CPF/Nome do supervisor do estágio na empresa.

17 Leiautes dos Não periódicos S-2200 Admissão de Trabalhador Transmitir em período anterior ao início da atividade do Trabalhador. S-2220 Alteração de Dados Cadastrais do Trabalhador Alterações de documentação pessoal, endereço, escolaridade, estado civil, filiação, contato. Com a data da alteração cadastral. S-2240 Alteração de Contrato de Trabalho Alterações contrato de trabalho: remuneração, duração do contrato, local, cargo/função, jornada de trabalho, atividades desempenhadas. S-2260 CAT- Comunicação de Acidente de Trabalho Comunicar acidente de trabalho, com ou sem afastamento. S-2280 ASO - Atestado de Saúde Ocupacional Detalhar as informações do ASO emitido no mês: Data, resultado ASO, CRM, fone, nome do médico. Resultado da monitorização biológica de trabalhador exposto a substâncias químicas. Exames relacionados

18 Leiautes dos Não periódicos S-2320 Afastamento Temporário - Início Comunicar afastamento temporário e prorrogações. Somente dia integral. Informações: Código do afastamento, início, término. Atestado médico: CRM/CRO e nome. CID não obrigatório, exceto no acidente trabalho. S-2325 Alteração de Motivo de Afastamento Comunicar alteração motivo afastamento temporário. S-2330 Retorno de Afastamento Temporário Informar retorno de afastamento temporário do trabalhador. S-2340 Estabilidade - Início Indica a entrada do trabalhador na condição de estável. S-2345 Estabilidade Término Indica a saída do trabalhador na condição de estável.

19 Leiautes dos Não periódicos S-2360 Condição Diferenciada de Trabalho Início Condições de trabalho em operações insalubres e/ou perigosas. Fatores de Riscos. EPI e seus Requisitos. Será útil ao PPP. Obrigatoriedade de informar riscos ergonômicos e mecânicos S-2365 Condição Diferenciada de Trabalho Término Término de trabalho insalubre e/ou perigoso.

20 Leiautes dos Não periódicos S-2360 Condição Diferenciada: pode ter mais de uma Insalubridade 02 - Periculosidade 03 - Fator de Risco 04 - Membro do SESMT 05 - Designado da CIPA 06 - Trabalhador treinado para utilização de material de primeiros socorros 07 - Autorizado a trabalhar em instalações elétricas 08 - Autorizado a operar e intervir em máquinas 09 - Responsável Técnico pela Segurança em Espaço Confinado

21 Leiautes dos Não periódicos S-2400 Aviso Prévio Comunicar aviso prévio pelo empregador/empregado. Exceto quando indenizado pela empresa. S-2405 Cancelamento de Aviso Prévio S-2600 Trabalhador sem Vínculo de emprego - Início Cadastro relativo aos trabalhadores que não possuem vínculo empregatício com a empresa: trabalhadores avulsos, dirigentes sindicais, estagiários, diretores não empregados, cooperados, etc.. S-2620 Trabalhador sem Vínculo de emprego - Alteração Contratual Atualizar as informações contratuais destes trabalhadores. S-2680 Trabalhador sem Vínculo de emprego - Desligamento Informar o encerramento do contrato destes trabalhadores. S-2800 Desligamento Informar causa e verbas rescisórias. Deve ser o último relativo a um determinado "Vínculo Trabalhista". S-2820 Reintegração por Determinação Judicial A partir do envio fica restabelecido o vínculo de trabalho. S Exclusão de Eventos Utilizado para cancelar um evento enviado indevidamente.

22 esocial - Folha S-1100 Abertura Folha Mensal (por empresa) S-1200 Remuneração do Trabalhador (individual) S-1300 Pagamentos Regime Caixa (individual) S-1310 Serviços Tomados (Cessão de MO) (por empresa) S-1320 Serviços Prestados (Cessão de MO) (por empresa) S-1330 Serviços Tomados de Cooperativas de Trabalho (por empresa) S-1340 Serviços Prestados pela Cooperativas de Trabalho (por empresa) S-1350 Aquisição de Produção (Rural) S-1360 Comercialização da Produção (Rural) S-1370 Recursos Recebidos ou Repassados para Clube de Futebol Profissional S-1380 Receitas TI, TIC, call center exportadores S-1390 Receita Atividade Concomitante - Simples. S-1399 Fechamento da Folha S-1800 Eventos desportivos arrecadação clube futebol.

23 esocial - Folha Arquivos da Folha mensal Folha mensal agrupará todas as folhas do mês, exceto a do 13º salário que é informada em separado. S Abertura da Folha mensal=1 por empresa. S Remuneração enviada rubrica a rubrica da ficha financeira = 1 xml por CPF! S Remuneração mensal Múltiplos Vínculos: Valor, CNPJ outra empresa Autônomos: CPF, PIS, Nome, data nascimento, CBO Tomador Avulsos portuários ou não portuários: CNPJ, FPAS e Código Outras Entidades do Sindicato. Exposição a Agente nocivo e aposentadoria especial. Desligado: Nº recibo envio XML desligamento.

24 esocial - Folha S-1300 Pagamentos Diversos - Substituição DIRF Pagamentos a beneficiários no Brasil e Exterior Pagamentos a beneficiários (PF e PJ) Rendimentos tributáveis Rendimentos isentos RRA (Rendimento recebido acumuladamente) Planos de saúde (dependentes e titulares) PIS/COFINS/CSLL não entram.

25 esocial - Folha S-1310 Pagto Serviços tomados Ret.11% 1 arquivo por empresa com quebra por estabelecimento - CNPJ do prestador - Nº e série da NF e Data emissão - Valor bruto da NF - Valor serviços - Valor aposentadoria especial (25,20,15 anos) - Tipos de serviços - tabela 6 esocial - Base de cálculo da retenção de 11% INSS - Valor retenção 11% - Valor não retido (se tiver Processo) - Se Obra: CNO, tipo e retenção subempreitada, proprietário do CNO.

26 esocial - Folha S-1320 Serviços prestados (com retenção INSS) 1 arquivo por empresa com quebra por estabelecimento - CNPJ do Contratante - Nº e série da NF e Data emissão - Valor bruto da NF - Valor serviços - Valor aposentadoria especial (25,20,15 anos) - Valor deduções base retenção INSS (aliment/vtr) - Tipos de serviços - Tabela 6 esocial - Base de cálculo da retenção de 11% INSS - Valor retenção 11% - Valor não retido (se tiver processo) - Se Obra: CNO, tipo e retenção subempreitada, proprietário do CNO.

27 esocial - Folha S-1330 Serviços tomados de Cooperativas 1 arquivo por empresa com quebra por estabelecimento - CNPJ da Cooperativa - Nº e série da NF e Data emissão - Valor bruto da NF - Valor materiais e equipamentos contratados - Valor serviços - Valor aposentadoria especial (25,20,15 anos) - Valor deduções base retenção INSS (aliment/ VTR) - Valor base de INSS sobre cooperativa - Valor serviços concomitantes - Simples - Se Obra: CNO e proprietário do CNO.

28 esocial - Folha S-1340 Serviços prestados por Cooperativas 1 arquivo por empresa com quebra por estabelecimento - CNPJ do tomador da Cooperativa - Nº e série da NF e Data emissão - Valor bruto da NF - Valor materiais e equipamentos contratados - Valor serviços - Valor aposentadoria especial (25,20,15 anos) - Valor deduções base retenção INSS (aliment/vtr) - Valor base de INSS sobre cooperativa - Valor serviços concomitantes - Simples - Se Obra: CNO e proprietário do CNO.

29 esocial - Folha S-1350 Aquisição de Produção Rural Um arquivo por empresa com quebra por estabelecimento adquirente. - Indicativo do tipo de aquisição - CPF produtor rural - Valor bruto da aquisição - Valor contribuição ao INSS retida do produtor - Valor RAT retido - Valor SENAR retido - Dados da NF não obrigatório se PF. - Processo judicial se houver.

30 esocial - Folha S-1360 Comercialização da Produção Um arquivo por empresa com quebra por estabelecimento. - Indicativo tipo de comercialização - Valor total da comercialização - Se houve adquirente PAA: indicar CNPJ e valor comercializado. - Processo judicial se houver. - Obs.: O produtor rural PF indicará o CNPJ do comprador ou o CPF do intermediário PF.

31 esocial - Folha S-1370 Repasse para Clube de Futebol Um arquivo por empresa com quebra por estabelecimento. - CNPJ da Associação Desportiva - Tipo de repasse - Data repasse - Valor do repasse ou do patrocínio - O clube de futebol também informará os recebimentos destes recursos.

32 esocial - Folha S-1380 Informações Desoneração Empresa de TI, TIC e Call Center de que trata a Lei /2008: - % de redução a ser aplicado na alíquota de 20% INSS patronal, e nos valores para Outras Entidades e Fundos (benefícios da Lei /08), apurado na forma prevista no art. 1º do Decreto 6.945/ % de redução da contribuição patronal aplicável às empresas enquadradas nos artigos 7º a 9º da Lei /2011.

33 esocial - Folha S-1390 Receita de Atividades Concomitantes Se refere às empresas optantes pelo Simples que também tem atividades do Anexo IV e dos demais anexos. Informar a receita total da empresa e a receita de serviços Anexo IV.

34 esocial - Folha S Eventos Periódicos Fechamento - Possui informações de remunerações na folha de pagamento? - Possui informações de pagamentos diversos? - Contratou serviços sujeitos à retenção de INSS? - Prestou serviços sujeitos à retenção de INSS? - Contratou serviços de Cooperativa de Trabalho? - O declarante é cooperativa de trabalho e prestou serviços? - Possui informações sobre a aquisição de produto rural? - Possui informações de comercialização de produção? - Possui informações sobre repasses efetuados ou recebidos, relativo à associação desportiva de futebol profissional? - Possui informações de desoneração de folha de pagamentos? - Possui informações de receita em atividades concomitantes?

35 esocial Folha - recolhimentos Eventos Iniciais Sistema Interno Validação de Estrutura Schema XML Eventos Trabalhistas Sistema Interno WS RET CPF/NIS Folha de Cadastro/Tabelas Do Empregador GRF FGTS Pagamento WS Eventos Mensais - Folha Sistema Interno Arquivo Original WS WS WS ReceitanetBx Aplicativo Web Ou Código Acesso Browser Autenticador DCTF e DARF

36 esocial DCTF Web

37 Obrigado!

38

39 SEMINÁRIO RETENÇÕES DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES Todo dia será dia Palestrantes: de esocial Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e Luis Antônio dos Santos Promoção: Conselho Técnico de Assuntos Tributários, Legais e Financeiros CONTEC

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 O que é esocial? É o projeto de escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias

Leia mais

07/06/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias

07/06/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... 1 Antes da EFD Social Falta de padronização na folha de pagamento Multiplicidade de obrigações acessórias Redundância no envio dos dados índice

Leia mais

SPED Folha de Pagamento

SPED Folha de Pagamento SPED Folha de Pagamento Ricardo Nogueira www.ocftreinamento.com.br Cenário atual Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem, em muitos casos, as mesmas informações...

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014 esocial - FECON 19/02/2014 Contextualização - Objetivo do Projeto OBJETIVOS - O que é o esocial Conceitos básicos - Qualificação cadastral - Povoamento da base - Eventos Não periódicos - Eventos periódicos

Leia mais

TAX. esocial 2014. PAINEL FIEAM, CIEAM e CAMARA- NIPO BRASILEIRA. Abril de 2014 Tax

TAX. esocial 2014. PAINEL FIEAM, CIEAM e CAMARA- NIPO BRASILEIRA. Abril de 2014 Tax TAX esocial 2014 PAINEL FIEAM, CIEAM e CAMARA- NIPO BRASILEIRA Abril de 2014 Tax kpmg 1 Histórico T-Rex e Harpia A partir de 2006 a Receita Federal do Brasil colocou em operação um equipamento capaz de

Leia mais

esocial Riscos e Principais Desafios da Implantação Anelore B Tolardo

esocial Riscos e Principais Desafios da Implantação Anelore B Tolardo esocial Riscos e Principais Desafios da Implantação Anelore B Tolardo O que é o esocial Nova forma de enviar as informações dos trabalhadores para o governo. SPED Sistema Público de Escrituração Digital

Leia mais

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Dra. Valéria de Souza Telles esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Manual de Orientação do e - Social Versão 1.0 (Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5/13 DOU de 18/07/2013) Manual de Orientação do

Leia mais

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo CONSTRUÇÃO CONJUNTA Receita Federal do Brasil; Caixa; Instituto Nacional do Seguro Social INSS; Ministério da Previdência Social MPS;

Leia mais

Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e. Luis Antônio dos Santos

Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e. Luis Antônio dos Santos esocial SEMINÁRIO Uma realidade RETENÇÕES a ser DE enfrentada IMPOSTOS pelos E CONTRIBUIÇÕES profissionais de RH, Contabilidade e de Gestão Administrativa Palestrantes: André Bocchi da Silva Reginaldo

Leia mais

FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013

FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013 FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013 OBRIGATORIEDADE A empresa é obrigada a elaborar mensalmente a folha de pagamento da remuneração paga devida ou creditada a todos os segurados

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL Le f is c L e g i s l a c a o F i s c a l CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEPMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE

Leia mais

esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes Cátia Maria Soares Medeiros 19/05/2015 Vitória - ES

esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes Cátia Maria Soares Medeiros 19/05/2015 Vitória - ES esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes Cátia Maria Soares Medeiros 19/05/2015 Vitória - ES Regulamentação O que existia: Ato Declaratório SUFIS 05/2013 de 17 de julho de

Leia mais

e-social expert PDF Trial Outubro 2013 Apoio O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade da Lefisc.

e-social expert PDF Trial Outubro 2013 Apoio O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade da Lefisc. Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

esocial Uma nova forma de registro dos eventos trabalhistas

esocial Uma nova forma de registro dos eventos trabalhistas esocial Uma nova forma de registro dos eventos trabalhistas José Maia Ministério do Trabalho e Previdência Social Eduardo Tanaka Receita Federal Apresentação: - Visão geral do projeto - Aspectos conceituais

Leia mais

Desvendando o esocial

Desvendando o esocial 2011 Março de 2012 Outubro de 2012 1º semestre de 2013 Julho/2013 Primeiros layouts (não oficiais) Estudo dos layouts Primeira proposta de solução Segunda proposta de solução Indefinições do Governo Não

Leia mais

# CAMPO MOTIVO REFERÊNCIA LEGAL Cadastro da empresa (Tabela S-1000) Número de inscrição do contribuinte, CNPJ ou CPF # Campo Motivo

# CAMPO MOTIVO REFERÊNCIA LEGAL Cadastro da empresa (Tabela S-1000) Número de inscrição do contribuinte, CNPJ ou CPF # Campo Motivo ANEXO I 49 # CAMPO MOTIVO REFERÊNCIA LEGAL Cadastro da empresa (Tabela S-1000) Número de inscrição do contribuinte, CNPJ ou CPF # Campo Motivo 19-25 Informações de identificação do empregador (5) A partir

Leia mais

Andrezza Célia Moreira

Andrezza Célia Moreira Andrezza Célia Moreira Contadora e Perita Sócia da JANIR MOREIRA & CONTADORES ASSOCIADOS Conselheira do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais CRC-MG O esocial é um projeto do governo federal

Leia mais

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer????

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer???? Fevereiro de 2014 O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda E agora, o que tenho que fazer???? O QUE É AFINAL? Componente do SPED (Sistema Público de

Leia mais

Impactos do esocial. Projeto multidisciplinar. Impactos. Substituição da GFIP e MANAD (RAIS, CAGED e DIRF prevista para 2015)

Impactos do esocial. Projeto multidisciplinar. Impactos. Substituição da GFIP e MANAD (RAIS, CAGED e DIRF prevista para 2015) Impactos do esocial Impactos Substituição da GFIP e MANAD (RAIS, CAGED e DIRF prevista para 2015) Disponibilização da DCTF Web PER/DCOMP como meio para compensações após a extinção da GFIP Projeto multidisciplinar

Leia mais

Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5, de 17 de Julho de 2013, DOU de 18.07.2013, que aprova e divulga o leiaute do Sistema de

Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5, de 17 de Julho de 2013, DOU de 18.07.2013, que aprova e divulga o leiaute do Sistema de Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5, de 17 de Julho de 2013, DOU de 18.07.2013, que aprova e divulga o leiaute do Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas

Leia mais

Nesta versão, foram disponibilizadas as alterações cadastrais relacionadas ao esocial.

Nesta versão, foram disponibilizadas as alterações cadastrais relacionadas ao esocial. LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

esocial Como iniciar a implantação Parceria Fenabrave-SC Anelore B Tolardo

esocial Como iniciar a implantação Parceria Fenabrave-SC Anelore B Tolardo esocial Como iniciar a implantação Parceria Fenabrave-SC Anelore B Tolardo O que é o esocial Nova forma de enviar as informações dos trabalhadores para o governo. SPED Sistema Público de Escrituração Digital

Leia mais

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 Nas questões de 01 a 10, marque a alternativa correta: 01) I. Os beneficiários da previdência social subdividem se em dependentes e segurados. Já os segurados, podem ser obrigatórios

Leia mais

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 26/2015 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial SINDUSCON/RJ 07 de Agosto de 2014 Por Adilson Bastos

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial SINDUSCON/RJ 07 de Agosto de 2014 Por Adilson Bastos esocial SINDUSCON/RJ 07 de Agosto de 2014 Por Adilson Bastos Eventos Tabelas: Informações que se repetem ou são utilizados em vários eventos. S-1010 Tabela de Rubricas S-1020 Tabela de Lotações/Departamentos

Leia mais

Anexo II - Regras de Validação - Manual de Orientação do esocial Versão 2.0. Regras de Validação

Anexo II - Regras de Validação - Manual de Orientação do esocial Versão 2.0. Regras de Validação Nome da Regra REGRA_ADESAO_ANTECIPADA REGRA_ADMISSAO_ANTERIOR_INICIO_ESOCIAL REGRA_ADMISSAO_POSTERIOR_INICIO_ATIVIDADES REGRA_ADMISSAO_POSTERIOR_INICIO_ESOCIAL REGRA_ADMISSAO_RETIFICA_DT_ADM Regras de

Leia mais

Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos. WORKSHOP esocial. www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 14/02/2014

Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos. WORKSHOP esocial. www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 14/02/2014 Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos WORKSHOP esocial www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 14/02/2014 E agora, José?? Carlos Drummond de Andrade Solução? Problema? Afinal é bom para

Leia mais

esocial SUBSÍDIOS PARA O MÓDULO DESTINADO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Documento para Consulta Pública

esocial SUBSÍDIOS PARA O MÓDULO DESTINADO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Documento para Consulta Pública esocial SUBSÍDIOS PARA O MÓDULO DESTINADO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Documento para Consulta Pública Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República Ministério do Trabalho e Emprego

Leia mais

Café da Manhã ANEFAC Os desafios da folha de pagamento eletrônica esocial Palestra + Discussão = Informação

Café da Manhã ANEFAC Os desafios da folha de pagamento eletrônica esocial Palestra + Discussão = Informação Café da Manhã ANEFAC Os desafios da folha de pagamento eletrônica esocial Palestra + Discussão = Informação Agenda Simpósio Serão 3 palestras seguidas, de 15 minutos cada, os temas e tópicos serão os seguintes:

Leia mais

CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial

CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração das Obrigações Fiscais, Previdênciárias e Trabalhistas

esocial Sistema de Escrituração das Obrigações Fiscais, Previdênciárias e Trabalhistas esocial Sistema de Escrituração das Obrigações Fiscais, Previdênciárias e Trabalhistas O que é o esocial? O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (esocial)

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. AMCHAM-RJ, 24/02/2014

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. AMCHAM-RJ, 24/02/2014 AMCHAM-RJ, 24/02/2014 Cenário atual Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... Termo de Rescisão Seguro Desemprego Evento Trabalhista

Leia mais

1) O que é o esocial?

1) O que é o esocial? 1) O que é o esocial? O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (esocial) é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador

Leia mais

e-social - VERSÃO 2.1

e-social - VERSÃO 2.1 Recursos Humanos OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Março de 2016 - Brasília Realização Workshop OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Apresentação Com

Leia mais

II Seminário esocial Uma nova era nas relações entre empregadores, empregados e governo

II Seminário esocial Uma nova era nas relações entre empregadores, empregados e governo II Seminário esocial Uma nova era nas relações entre empregadores, empregados e governo Câmara Americana de Comércio São Paulo / SP 02/10/2015 Paulo Roberto Magarotto Auditor-Fiscal da Receita Federal

Leia mais

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa?

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? SISTEMA HUMANUS DE GESTÃO DE RH O QUE É O ESOCIAL? O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ABEMI Associação Brasileira de Engenharia Industrial São Paulo, 03/12/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ABEMI Associação Brasileira de Engenharia Industrial São Paulo, 03/12/2013 ABEMI Associação Brasileira de Engenharia Industrial São Paulo, 03/12/2013 Jeziel Tadeu Fior Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil O que é o esocial? Sistema de Escrituração Digital das Obrigações

Leia mais

Conferência esocial. Brasilia, abril de 2014

Conferência esocial. Brasilia, abril de 2014 Conferência esocial Brasilia, abril de 2014 O que é o esocial? Quem participa do esocial? O esocial é composto por consórcio do qual fazem parte: O Ministério do Trabalho e Emprego MTE O Ministério da

Leia mais

esocial EFD FOLHA DE PAGAMENTO

esocial EFD FOLHA DE PAGAMENTO Le f is c L e g i s l a c a o F i s c a l CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE

Leia mais

O correto preenchimento de todos os campos deste formulário é de crucial importância para nossa empresa.

O correto preenchimento de todos os campos deste formulário é de crucial importância para nossa empresa. FORMULÁRIO DE CADASTRO DE TRABALHADOR PARA O e - Social Nº de Controle Prezado Colaborador; O correto preenchimento de todos os campos deste formulário é de crucial importância para nossa empresa. Deste

Leia mais

SAÚDE E SEGURANÇA E O e-social UMA VISÃO GERAL

SAÚDE E SEGURANÇA E O e-social UMA VISÃO GERAL SAÚDE E SEGURANÇA E O e-social UMA VISÃO GERAL Jose Luiz P. de Barros Gerente de Segurança do Trabalho GST Diretoria de Qualidade de Vida DQV Membro Titula da CTPP Membro Titula da CT-SST Membro Titula

Leia mais

Planejamento, suporte e transparência para garantir seus objetivos!

Planejamento, suporte e transparência para garantir seus objetivos! Planejamento, suporte e transparência para garantir seus objetivos! CAMPINAS Centro Empresarial Conceição Rua Conceição, 233 Centro 23º andar conj.2303 CEP 13010-916 Tel: 19 3231 0399 SÃO PAULO Edifício

Leia mais

São Paulo, 14/11/2014 Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

São Paulo, 14/11/2014 Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil São Paulo, 14/11/2014 Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Cenário atual Termo de Rescisão Empresa Único Cana l Ambiente Nacional Direitos Gar antidos Proces sos Simplificados Informações

Leia mais

E-SOCIAL - TÉCNICO. (Módulo Específico Depto. Pessoal) Andres Jimenez Julho/2014

E-SOCIAL - TÉCNICO. (Módulo Específico Depto. Pessoal) Andres Jimenez Julho/2014 E-SOCIAL - TÉCNICO (Módulo Específico Depto. Pessoal) Andres Jimenez Julho/2014 CLASSIFICAÇÃO DOS EVENTOS Os eventos que compõem esocial devem ser transmitidos através de

Leia mais

Desvendando o esocial

Desvendando o esocial Desvendando o esocial O que é o esocial? O esocial é um dos componentes do SPED e visa formalizar digitalmente as informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a todos os empregados e empregadores,

Leia mais

03/05/2015. Entendendo o esocial

03/05/2015. Entendendo o esocial Entendendo o esocial 1 O que é o esocial O esocialé o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade

Leia mais

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED. MTE, CAIXA, RFB, Previdência, outros

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED. MTE, CAIXA, RFB, Previdência, outros O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED Transmissão única Informações de folha de pagamento e de outras obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias pelo empregador em relação aos seus

Leia mais

Não muda legislação, muda procedimentos.

Não muda legislação, muda procedimentos. Versão 1.1 esocial Não muda legislação, muda procedimentos. esocial = Transparência Fiscal Circular n. 642, de 06/01/2014 Aprova e divulga o leiaute do Sistema de Escrituração Fiscal Digital das obrigações

Leia mais

e-social Alexandre Corrêa

e-social Alexandre Corrêa e-social Alexandre Corrêa e-social O e-social consiste na escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais. Permitirá uma fiscalização muito mais eficaz,

Leia mais

Informar os seguintes códigos, de acordo com a categoria de trabalhador:

Informar os seguintes códigos, de acordo com a categoria de trabalhador: 4.3 - CATEGORIA Informar os seguintes códigos, de acordo com a categoria de trabalhador: Cód. 01 Empregado; 02 Trabalhador avulso; Categoria 03 Trabalhador não vinculado ao RGPS, mas com direito ao FGTS;

Leia mais

esocial Aplicação e impactos das novas exigências legais

esocial Aplicação e impactos das novas exigências legais esocial Aplicação e impactos das novas exigências legais esocial Dante Barini Filho email:dante.alliance@alterdata.com.br Montando o quebra cabeça do esocial Corre, corre... Detecção e comunicação do erro

Leia mais

Integração dos sistemas informatizados das empresas com o ambiente nacional do

Integração dos sistemas informatizados das empresas com o ambiente nacional do Índice 1.Introdução...2 1.1.eSocial...2 2.Parametrizações no Cadastro da Empresa...3 3.Parâmetros do Cadastro de Eventos...7 4.Parâmetros no Cadastro de Funcionários...9 4.1.IOB Diagnóstico esocial...9

Leia mais

Decreto nº 6.022-22/01/07. Objetivo: Institui o Sistema Público de Escrituração Digital - S P E D

Decreto nº 6.022-22/01/07. Objetivo: Institui o Sistema Público de Escrituração Digital - S P E D 1 Facilitador: JOSÉ AUGUSTO PICÃO Contador e Administrador de Empresas, com ênfase em Administração Tributária; Pós-Graduado em Contabilidade, Auditoria e Legislação Tributária Fundace - USP; Especialista

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas SPED DECRETO 6.022/07 O QUE É? Art. 2º O esocial é o instrumento de unificação da prestação das informações

Leia mais

Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos. WORKSHOP esocial. www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 09/10/2013

Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos. WORKSHOP esocial. www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 09/10/2013 Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos WORKSHOP esocial www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 09/10/2013 Sejam bem vindos, clientes e amigos Equipe da Soft Trade responsável pelo workshop

Leia mais

esocial Conheça as Regras e Prepare-se para a Nova Forma de Cumprimento de suas Obrigações

esocial Conheça as Regras e Prepare-se para a Nova Forma de Cumprimento de suas Obrigações esocial Conheça as Regras e Prepare-se para a Nova Forma de Cumprimento de suas Obrigações 1 - Introdução O Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5/2013, aprova e divulga o leiaute do Sistema de Escrituração

Leia mais

11/10/2012. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias

11/10/2012. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... 1 Antes da EFD Social Falta de padronização na folha de pagamento Multiplicidade de obrigações acessórias Redundância no envio dos dados índice

Leia mais

VISÃO GERAL DO E-SOCIAL

VISÃO GERAL DO E-SOCIAL VISÃO GERAL DO E-SOCIAL 1 VISÃO GERAL DO E-SOCIAL SUMÁRIO 1.0 Introdução......03 2.0 Considerações Iniciais......03 2.1 Objeto do esocial......03 2.2 Conceito do esocial......03 2.3 Objetivos do projeto......03

Leia mais

E S P E CIAL I S TA E M AU DITO RIA E CONTROLADORIA. W W W. Z E NAI DECARVALHO.COM.BR

E S P E CIAL I S TA E M AU DITO RIA E CONTROLADORIA. W W W. Z E NAI DECARVALHO.COM.BR 1 I NSTRUTO RA: Z E NAI DE CARVALHO CONTADORA E ADMINISTRADORA, E S P E CIAL I S TA E M AU DITO RIA E CONTROLADORIA. W W W. Z E NAI DECARVALHO.COM.BR Administradora e Contadora Zenaide Carvalho Pós-graduada

Leia mais

Manual esocial PRINCIPAIS DÚVIDAS ESCLARECIDAS DE FORMA SIMPLES. 1ª edição

Manual esocial PRINCIPAIS DÚVIDAS ESCLARECIDAS DE FORMA SIMPLES. 1ª edição 1 Manual esocial PRINCIPAIS DÚVIDAS ESCLARECIDAS DE FORMA SIMPLES 1ª edição 2 Sumário APRESENTAÇÃO... 5 HISTÓRICO... 6 SOBRE O ESOCIAL... 7 O QUE FAZER PARA SE PREPARAR PARA ESOCIAL?... 8 O QUE A CONTMATIC

Leia mais

Breve contextualização

Breve contextualização Breve contextualização O esocial é o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade padronizar

Leia mais

Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho;

Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho; Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho; 1. O que é o esocial? Um Sistema de Escrituração Fiscal Digital das obrigações

Leia mais

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED

O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED O que é o esocial? esocial subprojeto do SPED Transmissão única Informações de folha de pagamento e de outras obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias pelo empregador em relação aos seus

Leia mais

esocial Obrigatoriedade: janeiro de 2015.

esocial Obrigatoriedade: janeiro de 2015. 1 esocial O esocial é uma ação conjunta da Caixa Econômica Federal, do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do Ministério da Previdência (MPS), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e da Secretaria

Leia mais

Projeto esocial Aspectos Legais

Projeto esocial Aspectos Legais Projeto esocial Aspectos Legais ÍNDICE O que é o esocial Cenários e Leiaute Cronograma do Governo Fiscalização e Penalidades ÍNDICE O que é o esocial? O esocial é um projeto do Governo Federal, com implantação

Leia mais

esocial e PUC Programa de Unificação do Crédito e PUC

esocial e PUC Programa de Unificação do Crédito e PUC esocial e PUC Programa de Unificação do Crédito VI Fórum Interestadual de Regularidade 9 de outubro de 2014 Frederico Faber Coordenador de Cobrança Cenário Atual Os empregadores são obrigados a preencher

Leia mais

Planejamento, suporte e transparência para garantir seus objetivos!

Planejamento, suporte e transparência para garantir seus objetivos! Planejamento, suporte e transparência para garantir seus objetivos! CAMPINAS Centro Empresarial Conceição Rua Conceição, 233 Centro 23º andar conj.2303 CEP 13010 916 Tel: 19 3231 0399 SÃO PAULO Edifício

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. Conferência esocial

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. Conferência esocial Conferência esocial O esocial é composto por consórcio do qual fazem parte: O Ministério do Trabalho e Emprego MTE O Ministério da Previdência Social MPS O Instituto Nacional do Seguro Social - INSS A

Leia mais

Finalidade. Entes envolvidos. Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas

Finalidade. Entes envolvidos. Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas ariane@ensicon.com.br Finalidade A Escrituração Fiscal Digital Social tem por finalidade: a) Prestar informações

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Sistema Público de Escrituração Digital SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPED NF-e NFS-e ECD Contábil F-cont EFD - Folha EFD ICMS CT-e e-lalur EFD PIS/Cofins Contribuições Contribuinte RFB SEFAZ Leiaute Banco de Dados Procuração Eletrônica

Leia mais

esocial 2.0 Uma nova realidade nos processos de RH

esocial 2.0 Uma nova realidade nos processos de RH esocial 2.0 Uma nova realidade nos processos de RH 1. Visão geral do esocial - Status 2. Mudanças da versão 1.0 para a versão 2.0; 3. Cadastros a. Módulo Consulta Qualificação Cadastral b. Qualificação

Leia mais

Potenciais riscos do esocial Como previnir? 2015 Grant Thornton International Ltd. All rights reserved.

Potenciais riscos do esocial Como previnir? 2015 Grant Thornton International Ltd. All rights reserved. Potenciais riscos do esocial Como previnir? Agenda 1 2 Contexto Introdutório Definição, Objetivos, Operacionalização, Comprovante/recibo de entrega; Sequência lógica de transmissão; Recolhimento de encargos

Leia mais

04/02/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias

04/02/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... 1 Antes da EFD Social Falta de padronização na folha de pagamento Multiplicidade de obrigações acessórias Redundância no envio dos dados índice

Leia mais

esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes

esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes Cátia Maria Soares Medeiros Palestras ministradas em 08, 11, e 15/06/2015 Colatina, Linhares e Cachoeiro de Itapemirim - ES FOCO DESTE

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013 CISPED, 21/11/2013 Aspectos Técnicos Utilização do CPF como chave do trabalhador associado ao PIS/NIT; Validação na base do CNIS CPF/PIS/Data de nascimento; Cadastramento inicial apenas dos vínculos ativos;

Leia mais

Decreto 6.022 de 22/01/2007 Procedimentos para Janeiro de 2014

Decreto 6.022 de 22/01/2007 Procedimentos para Janeiro de 2014 Decreto 6.022 de 22/01/2007 Procedimentos para Janeiro de 2014 ...Art. 2º O Sped (Sistema Público de Escrituração Digital) é instrumento que unifica as atividades de recepção, validação, armazenamento

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. FIESP, 23/10/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. FIESP, 23/10/2013 FIESP, 23/10/2013 O que é o esocial? Cenário atual Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... Termo de Rescisão Seguro Desemprego Consequências

Leia mais

O QUE VAI ACONTECER NO RH

O QUE VAI ACONTECER NO RH A Prodama, empresa de soluções de gestão corporativa e serviços de TI com sedes no Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Goiás, possui 28 anos de expertise em tecnologia empresarial, com prof issionais capacitados

Leia mais

esocial Folha e Previdência Dia 10 - das 13h30 às 17h30 Folha de Pagamento e Previdência (parte 1)

esocial Folha e Previdência Dia 10 - das 13h30 às 17h30 Folha de Pagamento e Previdência (parte 1) esocial Folha e Previdência Dia 10 - das 13h30 às 17h30 Folha de Pagamento e Previdência (parte 1) Dia 11 - das 9h às 12h Folha de Pagamento e Previdência (parte 2) A Unipública Conceituada Escola de Gestão

Leia mais

Andrezza Célia Moreira

Andrezza Célia Moreira Andrezza Célia Moreira Contadora e Perita Sócia da JANIR MOREIRA & CONTADORES ASSOCIADOS Conselheira do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais CRC-MG O esocial é um projeto do governo federal

Leia mais

Boletim Técnico esocial

Boletim Técnico esocial esocial Datasul (Originação de Grãos) Produto : Data da criação País(es) : Brasil Datasul 11.5.10 GGP Vendas, Compras e Armazenagem de Grãos Projeto : DAGR001/IRM2093 : 10/03/2014 Data da revisão : 14/03/14

Leia mais

e-social - (ex-efd Social)

e-social - (ex-efd Social) Relações do Trabalho, Folha de Pagamento e Obrigações á partir de JANEIRO-2014! O QUE VAI MUDAR? NOVO MODELO OPERACIONAL? POR ONDE COMEÇAR? E - SOCIAL e-social - (ex-efd Social) Projeto e-social Com a

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Versão 1.0. Brasília, 27.12.2013

Perguntas e Respostas do esocial Versão 1.0. Brasília, 27.12.2013 Perguntas e Respostas do esocial Versão 1.0 Brasília, 27.12.2013 I. esocial 1) O que é o esocial? O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (esocial) é um

Leia mais

Retenção de Impostos e Contribuições

Retenção de Impostos e Contribuições Retenção de Impostos e Contribuições COMO A FONTE PAGADORA DEVE DESCONTAR: IR PIS/PASEP COFINS CSLL ISS INSS Resumo do conteúdo: IR Fonte Assalariados / Pro Labore IR Fonte Terceiros e Não Assalariados

Leia mais

Linha do Tempo até esocial

Linha do Tempo até esocial Linha do Tempo até esocial 2005 Nfe 2006 Sped Fiscal 2007 Sped Contábil 2011 Desoneração da Folha de Pagamento 2013 esocial Sped Folha INVESTIMENTO DA RFB T REX Fabricado pela IBM e montado nos Estados

Leia mais

Boletim Técnico. Com esse manual, nossos usuários estarão aptos a configurar dados que contemplam o esocial, são eles:

Boletim Técnico. Com esse manual, nossos usuários estarão aptos a configurar dados que contemplam o esocial, são eles: esocial Produto : RM TOTVS Folha de Pagamento 11.52, 11.53, 11.82, 11.83 Processo : esocial Subprocesso : N/A Data da publicação : 26/11/13 Revisão 3: 13/12/2013 Desde a 1ª versão do leiaute do esocial

Leia mais

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 34/2013 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007

SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007 e Social e-social E-Social SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007 Art. 2º - O SPED é instrumento que unifica as atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de livros e documentos

Leia mais

esocial Informações e Orientações Atualizadas

esocial Informações e Orientações Atualizadas esocial Informações e Orientações Atualizadas Conceito e Objetivos do esocial O esocial é uma ação conjunta destes órgãos e entidades do governo federal: Caixa Econômica Federal Instituto Nacional do Seguro

Leia mais

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba SPED Sistema Público de Escrituração Digital esocial NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba 7 de outubro de 2014 O SPED Sistema Público de

Leia mais

Manual de Procedimentos Sistemas Integrados Wsolução Módulo WFolha Geração do Arquivo da RAIS/2012

Manual de Procedimentos Sistemas Integrados Wsolução Módulo WFolha Geração do Arquivo da RAIS/2012 Indice Introdução...2 Conferindo os cadastros...2 Parâmetros Empresa...2 Cadastro de eventos...3 Centros de Custo (Obras)...3 Sindicatos...3 Funcionários...5 Gerando o arquivo para Rais...5 Outras informações

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010 1 CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010 Dia 06-10-2010 (Quarta-feira): SALÁRIOS Todos os empregadores, assim definidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Fato

Leia mais

CONFERÊNCIA esocial. São Paulo 03/03/2015. Paulo Roberto Magarotto Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

CONFERÊNCIA esocial. São Paulo 03/03/2015. Paulo Roberto Magarotto Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil CONFERÊNCIA esocial São Paulo 03/03/2015 Paulo Roberto Magarotto Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil e-social Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas.

Leia mais

Características do Sistema

Características do Sistema SISTEMA FOLHA DE PAGAMENTO ADVANCED Características do Sistema Sistema multiusuário pleno. Sistema multiempresa sem limitações. Recursos e facilidades operacionais com eficiência, segurança e exatidão.

Leia mais

RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS

RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS RESUMO ALÍQUOTAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS - DAS EMPRESAS EM GERAL, sobre: Folha de Pagamento (EMP./AVULSOS) 20% Remunerações pagas aos CI 20% Terceiros (EMP./AVULSOS) 5,8% RAT (EMP./AVULSOS) 1% (leve) 2%

Leia mais

Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas. Renata Santana Santos renata@ensicon.com.

Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas. Renata Santana Santos renata@ensicon.com. Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas renata@ensicon.com.br O que é o e-social? AD EXECUTIVO SUFIS Nº 05, DE 17/07/2013 O que é o e-social? O que

Leia mais

Boletim Técnico. Nota: O produto já contempla as últimas alterações de layout propostas pelo Governo que ainda não foram publicadas oficialmente.

Boletim Técnico. Nota: O produto já contempla as últimas alterações de layout propostas pelo Governo que ainda não foram publicadas oficialmente. Atendimento ao esocial (Fase 1) Produto : HCM 2.10 Folha de Pagamento (MFP) Chamado : D1180HCM12 1364 Data da criação : 07/10/2013 Data da revisão : 04/12/13 Ver Procedimento para País : Brasil Bancos

Leia mais

EFD-Social. Rio de Janeiro, 23 de Janeiro de 2013

EFD-Social. Rio de Janeiro, 23 de Janeiro de 2013 EFD-Social Arquitetura Rio de Janeiro, 23 de Janeiro de 2013 Simplificação das Obrigações Tributárias Prestação de Serviço ao Contribuinte-Cidadão x Modelo Tributário Complexo Pacto Federativo Combate

Leia mais

RSN Administrar FGTS/RJ

RSN Administrar FGTS/RJ RSN Administrar FGTS/RJ Índice Legislação Vigente Evolução Procedimental Percentuais Guias em utilização recolhimento regular SEFIP 8.4 - Importação de Folha e Entrada de dados SEFIP 8.4 - Dados do Movimento

Leia mais

esocial Sua Empresa Está Preparada? Sincotecpel- 08/04/2015

esocial Sua Empresa Está Preparada? Sincotecpel- 08/04/2015 esocial Sua Empresa Está Preparada? Sincotecpel- 08/04/2015 Apresentação: César Thompsen Contador, Empresário Contábil, Diretor de Comunicação e Mídia do SINCOTECPEL, Orientador de Cursos de Educação Profissional

Leia mais