Programa Municipal de Sustentabilidade e Ação Social Implantação da A3P Agenda Ambiental na Administração Pública José Bonifácio SP, p. : II.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa Municipal de Sustentabilidade e Ação Social Implantação da A3P Agenda Ambiental na Administração Pública José Bonifácio SP, 2009. 28 p. : II."

Transcrição

1

2

3 Sumário Apresentação Implementação da A3P Conheça a A3P O que é A3P? Objetivos da A3P Participantes...06 Impactos e Desperdícios...07 Prioridades...08 Planos de Ação...09 Atividades Gestão Ambiental dos Resíduos Política dos 3 Rs Coleta Seletiva Reciclando Minimização dos Desperdícios...17 Água...17 Energia...19 Papel...20 Plástico Rotulagem Ambiental Programas de Educação Ambiental Ética dos Funcionários Informativos...026

4 Prefeitura Municipal de José Bonifácio - Gestão Prefeito: Dr. Pedro José Brandão dos Reis Vice-Prefeito: Valdecir Urbano da Silva Câmara Municipal de José Bonifácio Presidente: Prof. José Antônio Maldonado Programa Municipal de Sustentabilidade e Ação Social - Municipio Verde Interlocutor Rubens Cerozi Júnior Colaboração: Gestora Ambiental Thaynara Mileni Henrique Organização Não Governamental Biodiversitê Programa Municipal de Sustentabilidade e Ação Social Implantação da A3P Agenda Ambiental na Administração Pública José Bonifácio SP, p. : II.

5 Apresentação A Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) é um projeto prioritário da Administração e possui papel estratégico na revisão dos padrões de produção e consumo, com a adoção de novos referenciais em busca de qualidade e sustentabilidade sócio-ambiental na Administração Pública. A A3P tem por objetivo estimular os agentes, funcionários e gestores públicos a incorporarem princípios e critérios em suas atividades rotineiras, levando à economia por meio da redução de gastos de forma racional dos bens públicos. É uma iniciativa de caráter individual e coletivo que parte do comprometimento pessoal para a mudança de comportamentos e hábitos. Nesse sentido, convidamos você para participar deste nosso programa de defesa do meio ambiente visando à construção de uma nova cultura. CONTAMOS COM VOCÊ! Vista Panorâmica da Cidade de José Bonifácio. Dr. Pedro José Brandão dos Reis Prefeito Municipal de José Bonifácio Administração

6 Implementação da A3P A Administração Pública possui a responsabilidade de ser exemplo na adoção de práticas sustentáveis sócio-ambientais, cabendo a seus funcionários, servidores e gestores uma maior preocupação com a gestão de materiais, redução de gastos e mudança de hábitos em geral diante de aspectos ambientais, sociais e econômicos. de a d ie c o s a m u e Somos objetos d mem o h o e d n o, O M de CONSU o ã iç is u q a a n e d ida baseia sua felic is. ia r e t a m s n e b e d

7 Conheça a A3P O que é a A3P É um programa de Agenda Ambiental na Administração Pública a partir de um Modelo de Desenvolvimento Sustentável, contendo planos de ação que buscam incentivar, por meio de programas e campanhas, a mudança de hábitos e a conscientização das pessoas sobre sua responsabilidade para com o meio ambiente. Objetivos da A3P Promover uma abordagem reflexiva na Administração Pública capaz de sensibilizar servidores, funcionários e gestores dos problemas ambientais decorrentes de maus hábitos no uso de materiais e recursos sócio-ambientais. BEM-ESTAR, SAÚDE E QUALIDADE AMBIENTAL 5

8 Participantes da A3P Todos os setores da Administração Pública devem fazer parte desse Processo de Conscientização da Responsabilidade para com o Meio Ambiente. BUSCA DO BEM COMUM Seja também um funcionário ético e responsável com tudo que está ao seu redor, afinal, todos os materiais que utilizamos são produzidos a partir de recursos naturais e na falta desses, os seres vivos terão grande dificuldade para sobreviver. 6

9 Impactos e Desperdícios Impactos Ambientais e Desperdícios que são gerados na Administração Pública. Materiais Infláveis Lixo Consumo de Energia Poluição do Ar Consumo de Água Resíduos Tóxicos Ruídos e Sons Poluição Visual 7

10 Prioridades Prioridades para a obtenção de melhor desempenho ambiental e qualidade de vida dos servidores e administradores públicos. Gestão ambiental dos resíduos gerados: - Utilização dos 3Rs (Reduzir, Reutilizar e Reciclar); - Coleta Seletiva do Lixo. Minimização dos desperdícios: - Água; - Energia; - Materiais de expediente (copo descartável, papel, lápis, caneta, borracha, cartucho de impressora, pastas de papelão, etc.). Rotulagem ambiental: - Selo Ambiental. Educação ambiental: - Palestras, reuniões, exposições, ecologia humana, etc; - Mudanças de hábitos e sistemas de valores. Ética dos funcionários e servidores: - Responsabilidade no trabalho e consciência ambiental. Informativos sobre temas ambientais: - Cartazes, outdoors, murais, etc. 8

11 Plano de Ação SÉCULO XXI PRODUÇÃO + LIMPA, ECOEFICIÊNCIA, SUSTENTABILIDADE E CONSUMO RESPONSÁVEL. Produção + Limpa: economia dos recursos naturais e geração de menos resíduos. Sustentabilidade: é um conjunto de iniciativas e práticas educacionais de que resulta a capacidade de se utilizar os recursos naturais e devolvê-los ao Meio Ambiente sem maiores impactos de degradação. Está relacionado ao meio social, econômico e ambiental. Ambicionamos muito, gastamos mais, CONSUMIMOS EM DEMASIA, entretanto, temos cada vez menos tudo aquilo que mais precisamos que é a PAZ. Os carros, as casas, são cada vez mais possantes, mas, entretanto seus ocupantes se rarefazem por causa da individualização invés da SOLIDARIEDADE. Cada vez temos mais conhecimentos externos e menos sabedoria interna. Maurício da Silva 9

12 Atividades Gestão Ambiental dos Resíduos Sólidos Um modelo de gerenciamento com o objetivo de sensibilizar as atuais e futuras gerações sobre os resíduos que são gerados, promovendo a sua coleta, a limpeza urbana, o tratamento e a disposição final do lixo, contribuindo com a melhora da qualidade de vida de cada cidadão. AMBIENTE SAUDÁVEL E EQUILIBRADO 10 Não basta apenas cada cidadão separar seu lixo. É preciso CONSUMIR de forma correta, com responsabilidade, utilizando produtos que podem ser reutilizados, que possuem uma disposição adequada ou um menor prazo de vida útil nos aterros. Todas as matérias-primas provêm de Recursos Naturais, portanto o uso exagerado, sem consciência poderá ocasionar problemas ambientais irreversíveis. CONSUMA DE FORMA CONSCIENTE E FAÇA ALGO PELA SUSTENTABILIDADE DO PLANETA.

13 Política dos 3 Rs Reduzir, Reutilizar, Reciclar Reduzir: cada um precisa saber reduzir a quantidade dos resíduos que gera. Uma das formas de se reduzir é combatendo o desperdício de produtos como materiais de escritório e alimentos que consumimos no dia-a-dia, além de fazer a correta manutenção de equipamentos. Tudo isso resulta na diminuição dos custos e na preservação dos recursos naturais. Reutilizar: significa o reaproveitamento de todos os materiais em bom estado na Administração Pública. É o uso racional dos bens de consumo para evitar o desperdício. Reciclar: é o processo de separação, recuperação e transformação dos materiais, evitando que mais matérias-primas sejam retiradas da natureza. São exemplos de materiais recicláveis: vidros, alumínio, aço, plásticos e papéis. A destinação inadequada dos resíduos pode colocar em risco a saúde humana e provocar a degradação ambiental, especialmente do solo e da água. 11

14 Reduzir e reutilizar faz parte de um processo de educação ambiental cujo principal objetivo é a mudança de postura das pessoas, que devem repensar e reduzir o consumo exagerado e o desperdício gerado. Resíduos que mais são gerados na Administração Pública - carcaças de computadores e acessórios; - lâmpadas fluorescentes; - carcaças de condicionador de ar; - peças mecânicas; - produtos químicos; - móveis; - pilhas; - baterias de celular; - resíduos hospitalares; - restos de alimentos; - entulhos de construção; - outros Fonte: Ministério do Meio Ambiente

15 Coleta Seletiva A questão da coleta seletiva não pode ser vista como uma mudança comportamental sobre a disposição adequada do lixo, mas, sim abordada uma reflexão de valores culturais que sustentam o consumismo e a produção de uma sociedade moderna. A prática educativa voltada à separação do lixo, sem consciência do CONSUMO, torna a reciclagem uma atividade sem fim. Philippe Pomier Layrargues A produção acelerada implica no esgotamento dos recursos naturais. Quanto mais se explora pensando no valor econômico, mais os recursos vão se tornando limitados. A Administração Pública precisa contribuir para que esses RECURSOS não faltem no dia de amanhã. Pense Consciente e Vamos Alcançar Uma Sociedade Sustentável! 13

16 Reciclando Cada COR de uma lixeira representa o tipo de material que é para ser colocado, para facilitar a sua coleta e possibilitar a sua reutilização ou reciclagem. O que é reciclável e o que não é reciclável. Recicláveis: garrafas, copos, cacos, etc. Não Recicláveis: espelhos, vidros planos, lâmpadas, tubos de TV, cerâmica, porcelana, etc. Recicláveis: latas de alumínio e aço, panelas, fios, arames, chapas metálicas, pregos, canos, etc. Não Recicláveis: clips, grampos, esponjas de aços, etc. 14 Recicláveis: copos descartáveis de água e café, embalagens de água e refrigerante (PET), frascos de shampoo e detergentes, brinquedos, tubos de cano PVC. Não Recicláveis: cabos de panela, tomadas, embalagens de biscoitos, balas e doces, e isopor.

17 Recicláveis: papel sulfite, envelopes, jornais, revistas, embalagens, papelão, etc. Não Recicláveis: papel carbono, papel de fax, papel higiênico, etiquetas adesivas, fitas, etc. Os resíduos orgânicos como restos de alimentos, frutas, papel higiênico, galhos secos, plantas, etc., podem ser separados e encaminhados para um processo chamado de Compostagem (processo que transforma esse resíduo em adubo orgânico). Na maioria das cidades esse lixo é levado para um lixão ou aterro sanitário. É preciso repensar os hábitos de CONSUMO e DESPERDÍCIO. É importante CONSUMIR produtos mais duráveis e apenas o necessário, sem exagero. Tempo de decomposição dos materiais Papel/Papelão: 3 a 6 meses Alumínio: 200 a 500 anos Plástico: mais de 100 anos Lata de alumínio: 80 a 100 anos Vidro: indeterminado Borracha: indeterminado Metal: mais de 100 anos Aço: mais de 100 anos Embalagens PET: mais de 100 anos Isopor: indeterminado Filtro de cigarro: 5 anos Chiclete: 5 anos Sacos e sacolas plásticas: mais de 100 anos Fonte: Ambiente Brasil 15

18 PENSE UM POUCO... Em média são gerados 0,75 kg de lixo por dia, por pessoa. Se em uma cidade como José Bonifácio há aproximadamente habitantes, temos uma média de kg ou cerca de 26 toneladas de lixo por dia. Além de ajudar na preservação do Meio Ambiente, a RECICLAGEM contribui para o aumento da renda de muitas famílias e do próprio Município. 16 VOCÊ SABIA? No Brasil, são desperdiçados a cada ano 4,6 bilhões porque não se recicla tudo o que se poderia. Se o país reciclasse todas as latas de aço que consome, seria possível evitar a extração de 900 mil toneladas de minério de ferro por ano e economizaria energia no equivalente ao consumo de 4 bilhões de lâmpadas de 60 watts. O Brasil é considerado um grande reciclador de alumínio, mas ainda reaproveita pouco os vidros, o plástico, as latas de ferro e os pneus que consome. Fonte: Ambiente Brasil

19 Minimização dos desperdídios ÁGUA Disponibilidade no PLANETA TERRA 2% Geleiras e Icebergs. 1% Rios, Lagos e Águas Subterrâneas. Ao abrir uma torneira para lavar o rosto e as mãos deixe-a fechada e logo que for enxaguar abra. A permanência de 1 minuto com a torneira aberta gasta cerca de 16 litros de água; Cada descarga de 6 segundos gasta 14 litros de água. Quando está com defeito gasta até 30 litros de água; Não jogue papel higiênico, absorventes e lixos em vasos sanitários, pois isso aumenta a quantidade de água necessária para a descarga; Verifique se não há vazamentos em torneiras e encanamentos; Procure usar torneiras com temporizador; Reutilize a água na limpeza de calçadas, garagens e irrigação; Implante um sistema de aproveitamento da água da chuva. 17

20 A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão, é plenamente responsável aos olhos de todos. Declaração Universal dos Direitos da Água A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. Declaração dos direitos da água 18 Não conseguimos viver sem água. Precisamos dela em todas as coisas, mesmo no ambiente de trabalho, seja para beber, para preparar a alimentação, fazer a higiene, produzir matérias-primas, enfim, tudo depende da água. Faça parte dessa campanha de racionamento da água e observe o que pode ser feito para evitar que ela falte no dia de amanhã. Conheça a Lei Federal n , de 08 de janeiro de 1997, que institui a Política Nacional de Recursos Hídricos.

21 ENERGIA Cerca de 95% da energia elétrica brasileira provém dos rios e é também conhecida como energia hídrica. Essa energia é hoje a segunda maior fonte de eletricidade do mundo. Leia o Decreto n , de 6 de janeiro de 2000, do Presidente da República, sobre o racionamento do consumo de energia na Administração Pública direta e indireta. DICAS Evite acender as luzes durante o dia. Abra janelas e persianas; Apague as lâmpadas quando sair dos cômodos; Use lâmpadas adequadas a cada tipo de ambiente, de preferência lâmpadas fluorescentes, pois além de consumir menos energia, duram até 10 vezes mais; Utilize aparelhos condicionadores de ar de acordo com o tamanho do ambiente; Limpe os filtros do aparelho de ar condicionado periodicamente, pois a sujeira impede a passagem do ar e força o seu funcionamento, necessitando de mais energia; Não deixe equipamentos ligados como computador, impressora, scanner, ar condicionado e outros; Evite fios de extensão; USE ENERGIA COM RESPONSABILIDADE 19

22 PAPEL O crescente uso do papel e os desperdícios que são gerados têm aumentado a degradação ambiental como o corte de árvores, uso de água e energia nos processos de produção. Uma tonelada de papel requer o corte de 40 árvores. 20 VOCÊ SABIA? Para se produzir 1 tonelada de papel tradicional são necessários até litros de água. A reciclagem de 1 tonelada de papel economiza 2,5 barris de petróleo, 98 mil litros de água e 2500 kw/h de energia. Cada brasileiro gasta, em média, 2 árvores por ano com o papel que utiliza. Se cada um reciclasse o papel que usa, salvaria uma árvore e meia por ano. Somente 37 % do papel de escritório é reciclado, o resto é queimado. Fonte: Ambiente Brasil

23 Utilize a frente e verso das folhas de papéis; Use as folhas de papéis que seriam jogadas fora para bloco de anotações; Utilize o como principal forma de comunicaçãos; Preste atenção nas configurações para não imprimir em excesso; Formate os textos e evite o excesso de impressão de vias desnecessárias; Substitua fax por ; Sempre que possível, utilize papel reciclado. Vantagens da minimização dos desperdícios e reciclagem: Reduz o corte das árvores; Reduz o uso de água e energia; Reduz o uso de produtos químicos na sua utilização, o que gera impactos ao meio ambiente; Possibilita a geração de renda às famílias e ao Munícipio. 21

24 PLÁSTICOS COPOS DESCARTÁVEIS Você já parou pra pensar quantos copos descartáveis você utiliza por dia? Sabe-se que o plástico demora 100 anos para degradar. VOCÊ SABIA? Cada pessoa consome no mínimo 4 copos descartáveis por dia, durante o seu horário de trabalho. Isso corresponde a aproximadamente 80 copos descartáveis por mês, por pessoa. Além do custo em uma empresa, gera um volume elevado de lixo plástico diário. 22 Use copos de vidro ou canecas no seu trabalho; Se for utilizar copo descartável, use o mesmo no decorrer de todo o dia. Identifique com seu nome cada caneca ou copo.

25 Rotulagem Ambiental É a garantia de um produto ou serviço, que em forma de símbolo, grafismo ou declaração (colocados nos produtos, embalagens, propagandas, etc.), promove o uso de produtos que têm impacto ambiental reduzido durante o seu ciclo de vida. Com base em informações sobre os aspectos ambientais de produtos e serviços promove-se o desenvolvimento sustentável. Seus objetivos são: Incentivar a produção e o consumo de produtos que causam menos degradação ambiental; Introduzir tecnologias inovadoras na questão ambiental; Exigir no mercado produtos ecologicamente corretos. Procure por produtos e serviços que possuam o selo verde. 23

26 Programas de Educação Ambiental Processo de transformação cultural e social que visa à superação das injustiças ambientais, desigualdade social, apropriação capitalista e funcionalista da natureza e da própria humanidade. A educação e a cidadania são caminhos para se estabelecer diretrizes e estratégias de sustentabilidade nas sociedades. Conhecimento Valores Participação Política 24 Promover palestras, reuniões e encontros de educação ambiental para conscientizar as pessoas sobre a questão ambiental; Entender a influência do homem no meio ambiente; Orientar funcionários, servidores e gestores dos procedimentos corretos e suas funções no ambiente de trabalho, em sua casa e com sua família.

27 Ética dos Funcionários e Servidores O QUE É SER UMA PESSOA ÉTICA? A palavra ética tem o seguinte significado: Uma ciência da conduta humana perante o ser e seus semelhantes. (Sá, 2001) Segundo os estudiosos; Cuida das formas ideais da ação humana e busca a essência do ser, procurando conexões entre o material e espiritual. Uma pessoa tem ética quando desempenha com respeito, responsabilidade e qualidade o seu trabalho, de acordo com a conveniência e buscando o pleno êxito diante de diversas situações ou ambientes que se encontre. Qual a vantagem de ter uma empresa com pessoas éticas e responsáveis? O comportamento ético das pessoas traz muitos benefícios econômicos e estratégicos para as empresas e para a própria Administração Pública. Dentre eles, a melhoria da imagem institucional, a melhoria das relações com demais órgãos governamentais, a economia de custos decorrentes da redução de desperdícios, melhoria no equilíbrio ambiental, etc. 25

28 O desenvolvimento de pessoas numa empresa representa uma das melhores vias de mudança social. Informativos É muito importante que sejam desenvolvidos cartazes, outdoors e murais divulgando temas ambientais para motivar funcionários, servidores e gestores públicos com o intuito de melhorar a conscientização de todos para a necessidade da mudança de hábitos e de sua responsabilidade para com o meio ambiente. 26 Alguns assuntos a serem abordados Gestão de Resíduos Desenvolvimento Sustentável Coleta Seletiva Educação Ambiental Comportamentos e Atitudes Metas Alcançar o número máximo de funcionários, servidores e gestores da Administração Pública para a promoção, conscientização e sensibilização na questão ambiental junto a medidas que envolvam a redução do consumo de água e energia e redução na produção de resíduos, contribuindo com a qualidade ambiental, social e econômica.

29 Anotações: 27

30 28 Anotações:

31

32

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás PRATIQUE COLETA SELETIVA Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) tem a missão de defender a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses

Leia mais

Reciclar, são ações que. Reduzir É o inicio da conservação do meio. Reutilizar Significa reutilizar um produto de

Reciclar, são ações que. Reduzir É o inicio da conservação do meio. Reutilizar Significa reutilizar um produto de Especialistas em meio ambiente alertam para a necessidade da utilização racional dos recursos naturais. Reduzir, Reutilizar e Reciclar, são ações que contribuem para o consumo responsável reduzindo o impacto

Leia mais

Sustentabilidade Bartholomeu Consultoria de Imóveis

Sustentabilidade Bartholomeu Consultoria de Imóveis Sustentabilidade Bartholomeu Consultoria de Imóveis Com o intuito de melhorarmos a qualidade do ambiente de trabalho em 2015, a Bartholomeu Consultoria de Imóveis irá desenvolver ações de sustentabilidade

Leia mais

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Introdução O objetivo desse trabalho é ajudar as Escolas e demais instituições na implantação do programa da coleta seletiva do lixo e do lixo eletrônico.

Leia mais

PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva. Redação Inara Vieira. MINISTRO DA CULTURA Juca Ferreira. Revisão Graça Mendes

PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva. Redação Inara Vieira. MINISTRO DA CULTURA Juca Ferreira. Revisão Graça Mendes PRESIDENTE DA REPÚBLICA Luiz Inácio Lula da Silva MINISTRO DA CULTURA Juca Ferreira PRESIDENTE DO IPHAN Luiz Fernando de Almeida CHEFE DE GABINETE Fernanda Pereira PROCURADORA-CHEFE FEDERAL Lúcia Sampaio

Leia mais

Meio ambiente: a conscientização começa pela educação. Implementação. Coleta Seletiva Solidária

Meio ambiente: a conscientização começa pela educação. Implementação. Coleta Seletiva Solidária Meio ambiente: a conscientização começa pela educação Implementação da Coleta Seletiva Solidária A guardiã da natureza Judith Cortesão "... Quem conhece ama, quem ama protege. Uma das descobertas mais

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIDADE ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA GERÊNCIA DE APOIO ADMINISTRATIVO S E F A Z SECRETARIA DA FAZENDA

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIDADE ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA GERÊNCIA DE APOIO ADMINISTRATIVO S E F A Z SECRETARIA DA FAZENDA S E F A Z SECRETARIA DA FAZENDA GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA UNIDADE ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA GERÊNCIA DE APOIO ADMINISTRATIVO Apresentação Este manual pretende dar dicas simples aos

Leia mais

Sustentabilidade do planeta. Este assunto diz respeito a todos nós!

Sustentabilidade do planeta. Este assunto diz respeito a todos nós! Sustentabilidade do planeta Este assunto diz respeito a todos nós! Situação no mundo atual O Planeta pede socorro!!! A atividade humana tem impactado negativamente o meio ambiente Os padrões de consumo

Leia mais

COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA

COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA O QUE É? Coleta seletiva é o processo de separação dos materiais recicláveis do restante dos resíduos sólidos. Como definição de resíduos sólidos, pelo Wikipédia, entende-se

Leia mais

Localização Estoques Hídricos

Localização Estoques Hídricos ÁGUA USO RACIONAL FUNDAÇÃO RELICTOS Ciclo da Água Estado Físico da Água. Localização Estoques Hídricos Água no Mundo Água no Nosso Corpo 74% do nosso corpo também é constituído de água. Assim como a água

Leia mais

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo Amanda Aroucha de Carvalho Reduzindo o seu resíduo 1 Índice 1. Apresentação 2. Você sabe o que é Educação Ambiental? 3. Problemas Ambientais 4. Para onde vai o seu resíduo? 5. Soluções para diminuir a

Leia mais

Os TRÊS Rs ADMINISTRADOR E GEÓGRAFO SEBASTIÃO CELSO FERREIRA DA SILVA

Os TRÊS Rs ADMINISTRADOR E GEÓGRAFO SEBASTIÃO CELSO FERREIRA DA SILVA Os TRÊS Rs ADMINISTRADOR E GEÓGRAFO SEBASTIÃO CELSO FERREIRA DA SILVA Há pouco mais de 100 anos, éramos 1,6 bilhões e em 2020, seremos 8 bilhões. Onde iremos viver? Com quem (animais)? Quais habitats serão

Leia mais

Reciclagem de Materiais COLETA SELETIVA

Reciclagem de Materiais COLETA SELETIVA Reciclagem de Materiais COLETA SELETIVA COLETA SELETIVA Conheça algumas medidas importantes para não poluir o meio ambiente na hora de jogar fora o seu lixo Já é inquestionável hoje a importância da reciclagem

Leia mais

RESPEITO E CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

RESPEITO E CONSCIÊNCIA AMBIENTAL RESPEITO E CONSCIÊNCIA AMBIENTAL A Comissão Ministerial de Gestão Ambiental foi criada através da Portaria POR-PGJ n 204/08, com o fim de estudar, sugerir e acompanhar a implementação de medidas administrativas

Leia mais

BR 448 RODOVIA DO PARQUE GESTÃO E SUPERVISÃO AMBIENTAL MÓDULO II EDUCADORES

BR 448 RODOVIA DO PARQUE GESTÃO E SUPERVISÃO AMBIENTAL MÓDULO II EDUCADORES BR 448 RODOVIA DO PARQUE GESTÃO E SUPERVISÃO AMBIENTAL MÓDULO II EDUCADORES 3 Definições de lixo: No dicionário: sujeira, imundice, coisa(s) inúteis, velhas, sem valor. Na linguagem técnica: sinônimo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO PARA IMPLEMENTAÇÃO DA A3P. Cidade UF CEP DDD/Telefone

PLANO DE TRABALHO PARA IMPLEMENTAÇÃO DA A3P. Cidade UF CEP DDD/Telefone PLANO DE TRABALHO PARA IMPLEMENTAÇÃO DA A3P 1. DADOS CADASTRAIS Órgão CNPJ/MF Endereço Cidade UF CEP DDD/Telefone Nome do Responsável CPF CI/Órgão Exp. Endereço CEP 2. DESCRIÇÃO DO PROJETO Título do Projeto

Leia mais

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto.

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. REDUZIR REUTILIZAR RECUPERAR RECICLAR A redução deve ser adaptada por

Leia mais

PROGRAMA DE COLETA SELETIVA

PROGRAMA DE COLETA SELETIVA PROGRAMA DE COLETA SELETIVA PROGRAMA DE COLETA SELETIVA Usando Bem Ninguém Fica Sem. PROGRAMA DE COLETA SELETIVA 1. O QUE É COLETA SELETIVA 2. DESTINO FINAL DO LIXO DE SÃO PAULO 3. COMPOSIÇÃO DO LIXO SELETIVO

Leia mais

Programa de Gestão. Ambiental. Cartilha. Ambiental

Programa de Gestão. Ambiental. Cartilha. Ambiental Programa de Gestão Ambiental Cartilha Ambiental Índice Responsabilidade Ambiental 1. Responsabilidade Ambiental 2. Organograma 4. Política Ambiental 6. Coleta Seletiva Interna 12. Dicas Importantes A preocupação

Leia mais

Programação para Internet 2

Programação para Internet 2 Programação para Internet 2 Exercícios Unidade 01 - HTML Professor: Edwar Saliba Júnior Para resolver os exercícios a seguir, utilize apenas HTML. 1) Utilizando HTML e sua imaginação, crie um site bem

Leia mais

PALESTRA: CIDADANIA E CONSCIÊNCIA AMBIENTAL. Palestrante: Gisela Verri de Santana E-mail: givsantana@gmail.com.br

PALESTRA: CIDADANIA E CONSCIÊNCIA AMBIENTAL. Palestrante: Gisela Verri de Santana E-mail: givsantana@gmail.com.br PALESTRA: CIDADANIA E CONSCIÊNCIA AMBIENTAL Palestrante: Gisela Verri de Santana E-mail: givsantana@gmail.com.br Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2007 ROTEIRO DA PALESTRA Apresentação pessoal Visualização

Leia mais

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar!

Sustentabilidade do Planeta. Todo mundo deve colaborar! Sustentabilidade do Planeta Todo mundo deve colaborar! Situação no mundo atual O Planeta pede socorro!!!! A atividade humana tem impactado negativamente o meio ambiente. Os padrões atuais de consumo exploram

Leia mais

A Importância da reciclagem

A Importância da reciclagem Texto 1 A Importância da reciclagem Vanessa Minuzzi Bidinoto Reciclar é economizar energia, poupar recursos naturais e trazer de volta ao ciclo produtivo o que jogamos fora. Para compreendermos a reciclagem

Leia mais

CENÁRIO BRASILEIRO. Latas de alumínio e plásticos vão para a indústria de reciclagem.

CENÁRIO BRASILEIRO. Latas de alumínio e plásticos vão para a indústria de reciclagem. CENÁRIO BRASILEIRO O Brasil gera aproximadamente 250 mil toneladas de lixo por dia. Assim, imagine duas filas de caminhões de 5 toneladas de capacidade, ocupando uma distância equivalente a 10 pontes Rio-Niterói.

Leia mais

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu?

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Puxa, o lixo é mesmo um problema muito sério. Vocês sabiam que muitos animais silvestres estão morrendo porque confundem lixo com comida? Sério?

Leia mais

REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR. O caminho para um futuro melhor.

REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR. O caminho para um futuro melhor. R R R REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR O caminho para um futuro melhor. A FGR se preocupa com o planeta. v Reduza o quanto puder; Reutilize tudo que puder; Recicle o máximo que puder. 2 A qualidade de vida

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Comitê Interministerial de Inclusão Social dos Catadores de Materiais Recicláveis Secretaria Executiva

FICHA TÉCNICA. Comitê Interministerial de Inclusão Social dos Catadores de Materiais Recicláveis Secretaria Executiva cartilha_coleta_19-5-2008.indd 1 12/11/2008 11:12:26 FICHA TÉCNICA Comitê Interministerial de Inclusão Social dos Catadores de Materiais Recicláveis Secretaria Executiva Coordenação: Ministério do Desenvolvimento

Leia mais

REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS

REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS CONSUMO CONSCIENTE REDUÇÃO DE DESPERDÍCIO DE RECURSOS NATURAIS ÁGUA ENERGIA INSUMOS Desenvolvimento Sustentável A ÁGUA NOSSO BEM MAIS PRECIOSO Distribuição de toda água doce 1,8 % 0,96 % 0,02 % 0,001 %

Leia mais

Vamos Cuidar do. nosso Planeta! Elaboração: Núcleo de Responsabilidade Social

Vamos Cuidar do. nosso Planeta! Elaboração: Núcleo de Responsabilidade Social Vamos Cuidar do Elaboração: Núcleo de Responsabilidade Social Unimed Londrina Rua Senador Souza Naves, 1333 Fone 43 3375-6161 - Fax 43 3375-6100 Cep 86010-160 - Londrina - PR nosso Planeta! responsabilidadesocial@unimedlondrina.com.br

Leia mais

Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE

Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE Preservação e Conservação A preservação é o esforço para proteger um ecossistema e evitar que ele seja modificado. Depende também da presença e ação do homem sobre

Leia mais

é lei Agora Política Nacional de Resíduos Sólidos poder público, empresas, catadores e população Novos desafios para

é lei Agora Política Nacional de Resíduos Sólidos poder público, empresas, catadores e população Novos desafios para Política Nacional de Resíduos Sólidos Agora é lei Novos desafios para poder público, empresas, catadores e população Marco histórico da gestão ambiental no Brasil, a lei que estabelece a Política Nacional

Leia mais

TG Triturador de Garrafas Pet. José Ricardo Lyra Palmeiro Evandro Luiz dos Santos Lopes. Átila Henrique Ferreira Jones Vasconcelos Freitas da Silva

TG Triturador de Garrafas Pet. José Ricardo Lyra Palmeiro Evandro Luiz dos Santos Lopes. Átila Henrique Ferreira Jones Vasconcelos Freitas da Silva Instituição Escola Técnica Sandra Silva Direção Sandra Silva Título do Trabalho TG Triturador de Garrafas Pet Áreas Meio Ambiente Coordenador Geral Carlos Augusto Gomes Neves Professores Orientadores José

Leia mais

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Consumo Consciente Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Uma mudança do bem Para nós da Rossi, o consumo consciente é algo vital para a sustentabilidade da sociedade e para o futuro do nosso

Leia mais

PROJETO PARA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DE RESÍDUOS SÓLIDOS

PROJETO PARA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DE RESÍDUOS SÓLIDOS PROJETO PARA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DE RESÍDUOS SÓLIDOS JUSTIFICATIVA: A ONU Organização das Nações Unidas promoveu no ano 2000 a Cúpula do Milênio, durante a qual 191 países aprovaram

Leia mais

1 Nº 1 - Fevereiro de 2011

1 Nº 1 - Fevereiro de 2011 O Senhor Buriti, guardião do PLANETA para proteger a cidade fez cinco anéis mágicos a partir do arco íris com os poderes do vento, água, terra, fogo e amor. A união dos cinco poderes fazem surgir o capitão

Leia mais

C a m p a n h a I n s t I t u C I o n a l

C a m p a n h a I n s t I t u C I o n a l Viva Melhor! Campanha Institucional CAMPANHA VIVA MELHOR! Camisetas garrafa squeeze saco lixo para carro FOLHETO PROMOCIONAL CAMPANHA Viva Melhor! JUNTOS, PODEMOS CONSTRUIR UM CAMINHO MAIS SOLIDÁRIO E

Leia mais

Seu comportamento faz a diferença! Dia Mundial da Água 22 de março

Seu comportamento faz a diferença! Dia Mundial da Água 22 de março Seu comportamento faz a diferença! Dia Mundial da Água 22 de março Como economizar água? 1. Fique somente o tempo necessário no banho. Enquanto usa shampoo no cabelo, desligue o chuveiro. Além da água,

Leia mais

Coleta seletiva de lixo e Reciclagem

Coleta seletiva de lixo e Reciclagem Etec. Prof. Mário Antônio Verza Coleta seletiva de lixo e Reciclagem Realização: CIPA Responsável CIPA: Micaiser Faria Silva (2015/2016) A reciclagem é o processo de reaproveitamento do lixo descartado,

Leia mais

EDUCAÇÃO NO USO DE ENERGIA

EDUCAÇÃO NO USO DE ENERGIA 2016 EDUCAÇÃO APRESENTAÇÃO Tornou-se essencial a conquista da qualidade de vida sem o comprometimento da integridade do planeta, e uso racional de recursos que consiste em uma série de ações e medidas

Leia mais

Atividades: Aprendendo a reutilizar o lixo

Atividades: Aprendendo a reutilizar o lixo : Aprendendo a reutilizar o lixo Introdução A quantidade de lixo produzido no mundo é enorme. Para você ter uma idéia dessa quantidade, basta saber que cada brasileiro gera entre 500 gramas a 2 quilos

Leia mais

NÚCLEO DE GESTÃO AMBIENTAL NGA IFC - CÂMPUS VIDEIRA USO RACIONAL DE RECURSOS NATURAIS E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

NÚCLEO DE GESTÃO AMBIENTAL NGA IFC - CÂMPUS VIDEIRA USO RACIONAL DE RECURSOS NATURAIS E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL NÚCLEO DE GESTÃO AMBIENTAL NGA IFC - CÂMPUS VIDEIRA USO RACIONAL DE RECURSOS NATURAIS E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL USO CONSCIENTE DO APARELHO DE AR CONDICIONADO COM OBJETIVO DE ECONOMIZAR ENERGIA ELÉTRICA Desligá-lo

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Práticas de sustentabilidade Ações que tenham como objetivo a construção de um novo modelo de cultura institucional visando a inserção de critérios de sustentabilidade

Leia mais

Práticas Verdes Para Condomínios

Práticas Verdes Para Condomínios Guia de Práticas Verdes Para Condomínios A economia que faz bem para o seu bolso e para o meio ambiente Com o objetivo de incentivar e disseminar práticas sustentáveis em condomínios, o Secovi Rio criou

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

Guia Prático de Eficiência Energética Para um Futuro Sustentável

Guia Prático de Eficiência Energética Para um Futuro Sustentável Guia Prático de Eficiência Energética Para um Futuro Sustentável Capacitação 2013 Orientador: Alexandre de Mello Delpupo. A energia elétrica e os combustíveis estão presentes hoje em todos os momentos

Leia mais

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente.

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente. Implementar ações voltadas ao uso racional de recursos sustentabilidade naturais para promover a ambiental e socioeconômica na Administração Pública Federal. A Esplanada terá metas de racionalização do

Leia mais

Ambiental. Cartilha. Aquecimento Global. Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2. Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos?

Ambiental. Cartilha. Aquecimento Global. Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2. Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos? Cartilha Ambiental Vamos deixar um futuro melhor para nossos filhos? Saiba como reduzir ou até neutralizar suas emissões de Co2 Com atitudes simples você pode contribuir para diminuir sua emissão de CO2,

Leia mais

Como implantar e manter a coleta seletiva na sua escola. Coleta Seletiva

Como implantar e manter a coleta seletiva na sua escola. Coleta Seletiva Como implantar e manter a coleta seletiva na sua escola Coleta Seletiva Apresentaçao ~ Índice Esta cartilha foi elaborada pela Prefeitura de São Bernardo do Campo, em parceria com a SBC Valorização de

Leia mais

UNISAL ARTIGO PARA MOSTRA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AMERICANA 2011

UNISAL ARTIGO PARA MOSTRA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AMERICANA 2011 UNISAL ARTIGO PARA MOSTRA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AMERICANA 2011 Autora: Profa. Dra. Melissa Furlan Cursos: Direito e Engenharia Ambiental Área de Pesquisa: Meio Ambiente Título do artigo: O destino

Leia mais

Preservação do meio ambiente

Preservação do meio ambiente Preservação do meio ambiente Introdução: Este texto, visando a preservação do ambiente em que vivemos, traz atitudes fáceis e práticas que você mesmo pode tomar para tornar o mundo um lugar mais agradável

Leia mais

Apresenta: PAPEL METAL LIXO ORGÂNICO VIDRO PLÁSTICO. no luga

Apresenta: PAPEL METAL LIXO ORGÂNICO VIDRO PLÁSTICO. no luga Apresenta: Coloqu e o lixo no luga r, na hor a e no d certo. ia ORGÂNICO CAPItao VAREJO em: coleta seletiva Enquanto isso, na sala secreta de reuniões... Olá, Capitão Varejo! Grande Gênio, bom dia! Espero

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE 12:43 Page 1 INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE Jardins é Page 2 LIXO UM PROBLEMA DE TODOS Reduzir a quantidade de lixo é um compromisso de todos. Uma pessoa é capaz

Leia mais

ATIVIDADE COMEMORATIVA DA SEMANA NACIONAL DE CIDADANIA E SOLIDARIEDADE

ATIVIDADE COMEMORATIVA DA SEMANA NACIONAL DE CIDADANIA E SOLIDARIEDADE ATIVIDADE COMEMORATIVA DA SEMANA NACIONAL DE CIDADANIA E SOLIDARIEDADE Mudando o Planeta CONTEÚDO Cidadania Consciência Ambiental Ação Política Meio Ambiente COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Competência: Ampliar

Leia mais

SUSTENTABILIDADE NO SÉCULO XXI

SUSTENTABILIDADE NO SÉCULO XXI SUSTENTABILIDADE NO SÉCULO XXI CAOE O CAOE oferece Orientação Educacional, Atendimento Clínico e também novos projetos: Interidades e Universo das Artes INSTITUTO REINVENTAR Missão Sensibilizar indivíduos

Leia mais

DICAS PARA UM MUNDO MELHOR

DICAS PARA UM MUNDO MELHOR DICAS PARA UM MUNDO MELHOR Cartilha do Meio Ambiente Mobilização Energia Transporte Água CUIDANDO DO FUTURO Desenvolvimento sustentável define-se como aquele que atende às necessidades do presente sem

Leia mais

Dicas de Economia e Sustentabilidade

Dicas de Economia e Sustentabilidade Dicas de Economia e Sustentabilidade A ameaça da falta de recursos naturais provocada pelo impacto das ações do Homem no ambiente nos obriga a repensar a maneira como nos relacionamos com o meio em que

Leia mais

Projeto SeparAção INTRODUÇÃO OBJETIVO GERAL Objetivos específicos

Projeto SeparAção INTRODUÇÃO OBJETIVO GERAL Objetivos específicos Projeto SeparAção INTRODUÇÃO Há muito tempo o homem vem utilizando os recursos naturais que ele encontra em seu habitat e a cada ano que passa, novas formas de uso são descobertas. O maior problema dessa

Leia mais

Uso racional de Água, Papel e Copo na Administração Pública

Uso racional de Água, Papel e Copo na Administração Pública Uso racional de Água, Papel e Copo na Administração Pública Ministério do Meio Ambiente Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental SAIC Departamento de Cidadania e Responsabilidade Ambiental

Leia mais

Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR)

Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Tipo do produto: Plano de aula 1 IDENTIFICAÇÃO NOME DO SUBPROJETO: POPULARIZANDO

Leia mais

. CAPACITAÇÃO. COMISSÕES SETORIAIS

. CAPACITAÇÃO. COMISSÕES SETORIAIS . CAPACITAÇÃO. COMISSÕES SETORIAIS O QUE É O AMBIENTAÇÃO? É o programa de comunicação e educação socioambiental que pretende promover a sensibilização para a mudança de comportamento e a internalização

Leia mais

A Fundação Procon-SP preparou este material com dicas e orientações para ajudar você a construir esse novo conceito de consumo.

A Fundação Procon-SP preparou este material com dicas e orientações para ajudar você a construir esse novo conceito de consumo. 2012 consumo consciente i Especialistas em meio ambiente alertam para a necessidade da utilização racional dos recursos naturais. Repensar, Reduzir, Reutilizar e Reciclar, são ações que contribuem para

Leia mais

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM

13-09-2010 MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM MATERIAIS RECICLÁVEIS, PROCESSO DE RECICLAGEM 1 2 Introdução História da limpeza; Educação Ambiental; Campanhas de Sensibilização, Publicidade; Reciclagem antigamente; Materiais reutilizáveis; Processos

Leia mais

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA NO SEU DIA A DIA

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA NO SEU DIA A DIA ÁGUA Economizar água é uma necessidade urgente em todo o mundo. Se não houver mudanças de hábitos no curto prazo, em poucos anos, teremos grandes problemas de abastecimento, sem contar com os 768 milhões

Leia mais

Dicas de Ecoeficiência. santander.com.br/sustentabilidade

Dicas de Ecoeficiência. santander.com.br/sustentabilidade Dicas de Ecoeficiência santander.com.br/sustentabilidade água Torneira aberta Cada minuto utilizado para escovar os dentes com a torneira aberta, é gasto de 12 a 20 litros de água. Por isso, recomenda-se

Leia mais

MUDANÇAS CLIMÁTICAS e o PAPEL DA ESCOLA. Prof.ª Ms. LUCIANE CORTIANO LIOTTI

MUDANÇAS CLIMÁTICAS e o PAPEL DA ESCOLA. Prof.ª Ms. LUCIANE CORTIANO LIOTTI MUDANÇAS CLIMÁTICAS e o PAPEL DA ESCOLA Prof.ª Ms. LUCIANE CORTIANO LIOTTI MUDANÇAS CLIMÁTICAS O QUE É? FONTE: GALLEGO, J. L.,2008 O PLANETA TERRA A Terra é um Planeta muito especial! Sua atmosfera funciona

Leia mais

Missão. Quem somos: Promover o conceito de Gerenciamento Integrado do Resíduo Sólido Municipal; Promover a reciclagem pós-consumo;

Missão. Quem somos: Promover o conceito de Gerenciamento Integrado do Resíduo Sólido Municipal; Promover a reciclagem pós-consumo; Quem somos: Associação sem fins lucrativos, fundado em 1992, o CEMPRE se dedica à promoção da reciclagem dentro do conceito de gerenciamento integrado do lixo. Missão Promover o conceito de Gerenciamento

Leia mais

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS 198 Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS Isailma da Silva Araújo; Luanna Nari Freitas de Lima; Juliana Ribeiro dos Reis; Robson

Leia mais

Ana Loureiro Diretora de Comunicação, Imagem e Documentação

Ana Loureiro Diretora de Comunicação, Imagem e Documentação Ana Loureiro Diretora de Comunicação, Imagem e Documentação MISSÃO Implementar e gerir um sistema integrado, tecnicamente avançado, ambientalmente correto e economicamente sustentável, para tratamento

Leia mais

Saneamento no Distrito Federal

Saneamento no Distrito Federal Saneamento no Distrito Federal assunto Eng. Stefan Mühlhofer Mestre em Planejamento e Gestão Ambiental Superintendente de Projetos Distribuição da Água no Planeta 2,10% 97% 0,90% 0,87% 0,03% Água

Leia mais

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental.

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 2. Caracterização da situação anterior: O município de Glória de Dourados possui 9.927 habitantes (IBGE-2011),

Leia mais

TECENDO CONHECIMENTO. Rumo ao Desenvolvimento Humano Sustentável

TECENDO CONHECIMENTO. Rumo ao Desenvolvimento Humano Sustentável TECENDO CONHECIMENTO Rumo ao Desenvolvimento Humano Sustentável Elaboração: Caroline Benvenuti Análise Pedagógica: Fernanda Benvenuti TECENDO CONHECIMENTO: Rumo ao Desenvolvimento Humano Sustentável. Organizador:

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE LIXO O CASO DE IJUÍ/RS 1

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE LIXO O CASO DE IJUÍ/RS 1 GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS - A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE LIXO O CASO DE IJUÍ/RS 1 Juliana Carla Persich 2, Sérgio Luís Allebrandt 3. 1 Estudo

Leia mais

Realização Patrocínio

Realização Patrocínio Realização Patrocínio Lixo, o que fazer? Niterói 2008 Texto: Declev Reynier Dib-Ferreira http://diariodoprofessor.com Designer Gráfico: Diego Andrade diego4design@hotmail.com Contato do Projeto catacaorio@baiadeguanabara.org.br

Leia mais

PLANO DE GESTÃO DE LOGÍSTICA SUSTENTÁVEL

PLANO DE GESTÃO DE LOGÍSTICA SUSTENTÁVEL PLANO DE GESTÃO DE LOGÍSTICA SUSTENTÁVEL Comissão Gestora do Plano de Gestão de Logística Sustentável Rodovia CE 292, KM 15, Gisélia Pinheiro - CEP 63.115-500 - Crato - Ceará Fone (88) 3586 8100 1. Introdução

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PALAS ATHENA CENTRO DE ESTUDOS FILOSÓFICOS. Sustentabilidade e Consumo Uma equação responsável

ASSOCIAÇÃO PALAS ATHENA CENTRO DE ESTUDOS FILOSÓFICOS. Sustentabilidade e Consumo Uma equação responsável ASSOCIAÇÃO PALAS ATHENA CENTRO DE ESTUDOS FILOSÓFICOS Programa Valores da Convivência na Vida Pública e Privada 2011 Sustentabilidade e Consumo Uma equação responsável Relações homem versus natureza Um

Leia mais

Cooperativa de Ensino A Colmeia. Projeto Curricular de Escola

Cooperativa de Ensino A Colmeia. Projeto Curricular de Escola Cooperativa de Ensino A Colmeia Projeto Curricular de Escola TRIÉNIO 2010-2013 É preciso que toda a sociedade se consciencialize que ambiente é o conjunto de tudo o que envolve o Homem, incluindo o próprio

Leia mais

Em prédios Públicos. MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA ECONOMIA DE ÁGUA Guia voltado para síndicos e administradores públicos

Em prédios Públicos. MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA ECONOMIA DE ÁGUA Guia voltado para síndicos e administradores públicos MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA ECONOMIA DE ÁGUA Guia voltado para síndicos e administradores públicos A Copasa desenvolve em todo o estado de Minas Gerais uma série de ações para prover água de qualidade

Leia mais

BASES ECOLÓGICAS PARA A COLETA SELETIVA. Comparativo Metrópoles Brasileiras X Primeiro Mundo. Jonathan Cawettiere Eng. Ambiental 16/11/2009

BASES ECOLÓGICAS PARA A COLETA SELETIVA. Comparativo Metrópoles Brasileiras X Primeiro Mundo. Jonathan Cawettiere Eng. Ambiental 16/11/2009 BASES ECOLÓGICAS PARA A COLETA SELETIVA Comparativo Metrópoles Brasileiras X Primeiro Mundo Jonathan Cawettiere Eng. Ambiental 16/11/2009 CONCEITOS Coleta seletiva É um sistema de recolhimento de materiais

Leia mais

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59 PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 4 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 LIXO NO LIXO Dá para

Leia mais

Fique de bem. com a natureza!! Turma do Lixildo em:

Fique de bem. com a natureza!! Turma do Lixildo em: Fundado em agosto de 2003, o Instituto Kautsky é uma Associação sem fins lucrativos que tem como missão estabelecer a harmonia do homem com o meio ambiente pesquisando, promovendo e disseminando conhecimentos

Leia mais

Dicas da Eletrobras Procel para economizar energia elétrica em residências e condomínios

Dicas da Eletrobras Procel para economizar energia elétrica em residências e condomínios Dicas da Eletrobras Procel para economizar energia elétrica em residências e condomínios Utilizar a energia elétrica com eficiência significa combater desperdícios, e todos nós devemos participar ativamente

Leia mais

RECICLAGEM DE MATERIAL ALTERNATIVO 1. Beatriz Bastos Mora². Estèfanie Mattos Ciciliotti 2. Rayssa De Almeida 2. Thayna Silveira Alpohim 2

RECICLAGEM DE MATERIAL ALTERNATIVO 1. Beatriz Bastos Mora². Estèfanie Mattos Ciciliotti 2. Rayssa De Almeida 2. Thayna Silveira Alpohim 2 RECICLAGEM DE MATERIAL ALTERNATIVO 1 Beatriz Bastos Mora² Estèfanie Mattos Ciciliotti 2 Rayssa De Almeida 2 Thayna Silveira Alpohim 2 Lucas Antonio Xavier 3 RESUMO O trabalho que os alunos irão realizar

Leia mais

Lâmpadas. Ar Condicionado. Como racionalizar energia eléctrica

Lâmpadas. Ar Condicionado. Como racionalizar energia eléctrica Como racionalizar energia eléctrica Combater o desperdício de energia eléctrica não significa abrir mão do conforto. Pode-se aproveitar todos os benefícios que a energia oferece na medida certa, sem desperdiçar.

Leia mais

DEFESA E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

DEFESA E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO PARQUE DE MATERIAL DE ELETRÔNICA DA AERONÁUTICA DO RIO DE JANEIRO DEFESA E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE PLS PLANO DE

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: RECICLANDO Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos iniciais Ano/Semestre de estudo Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: 4º ano Ciências

Leia mais

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário Economia de água Economizar água não é mais só um hábito saudável. Atualmente, é uma grande responsabilidade com o futuro. Se não mudarmos nossos hábitos, a escassez de água para o consumo vai nos afetar

Leia mais

PENSE NO MEIO AMBIENTE SIRTEC TEMA: CONSUMO CONSCIENTE DE ENERGIA DISPOSIÇÃO ADEQUADA DE RESÍDUOS

PENSE NO MEIO AMBIENTE SIRTEC TEMA: CONSUMO CONSCIENTE DE ENERGIA DISPOSIÇÃO ADEQUADA DE RESÍDUOS PENSE NO MEIO AMBIENTE SIRTEC TEMA: CONSUMO CONSCIENTE DE ENERGIA DISPOSIÇÃO ADEQUADA DE RESÍDUOS Abril/2015 Fazer obras e serviços para transmissão, distribuição e uso de energia. Contribuir para o bem

Leia mais

Ideal Qualificação Profissional. Projeto Cultive esta ideia

Ideal Qualificação Profissional. Projeto Cultive esta ideia Ideal Qualificação Profissional Projeto Cultive esta ideia Objetivo A produção e a difusão de conhecimentos são pilares básicos da escola, é por meio da educação que se formam cidadãos conscientes de seu

Leia mais

Guia Ambiental de Materiais de Mídia. Reciclando objetos, renovando conceitos.

Guia Ambiental de Materiais de Mídia. Reciclando objetos, renovando conceitos. Guia Ambiental de Materiais de Mídia. Reciclando objetos, renovando conceitos. Conscientização A questão do lixo é de vital importância para a sobrevivência do planeta e da qualidade de vida da população.

Leia mais

Profa. Ana Luiza Veltri

Profa. Ana Luiza Veltri Profa. Ana Luiza Veltri EJA Educação de Jovens e Adultos Água de beber Como está distribuída a água no mundo? A Terra, assim como o corpo humano, é constituída por dois terços de água; Apenas 1% da quantidade

Leia mais

Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015.

Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015. Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015. Senhor Presidente, Encaminho nesta Casa Legislativa, para apreciação e votação dos nobres Edis, o projeto de lei legislativa nº 009/2015, que INSTITUI O PROGRAMA

Leia mais

São Bernardo do Campo

São Bernardo do Campo São Bernardo do Campo Primavera de 2009 IMPRESSO EM PAPEL RECICLADO. DISTRIBUIÇÃO INTERNA. POR FAVOR, NÃO JOGUE NA VIA PÚBLICA. O MEIO AMBIENTE ONDE VIVEMOS C A R T I L H A D E Educação Ambiental na Prática

Leia mais

Aprenda como reduzir custos de seu posto implementando ações sustentáveis

Aprenda como reduzir custos de seu posto implementando ações sustentáveis Aprenda como reduzir custos de seu posto implementando ações sustentáveis Sustentabilidade Equilíbrio Satisfação das necessidades da sociedade Garantia da sobrevivência humana No uso dos Recursos Naturais

Leia mais

Reciclagem Incentive seu filho a separar o lixo. Ser Sustentável. Por um mundo melhor Como os pais podem ensinar os filhos a cuidar do planeta.

Reciclagem Incentive seu filho a separar o lixo. Ser Sustentável. Por um mundo melhor Como os pais podem ensinar os filhos a cuidar do planeta. Aproveite! Matricule seu filho no Kumon e ganhe 100% de desconto na matrícula Reciclagem Incentive seu filho a separar o lixo Sustentabilidade Ajude o planeta e ensine seu filho a ter práticas saudáveis

Leia mais

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar Gizelma de A. Simões Rodrigues SBS Hospital Sírio Libanês Instituição Filantrópica de saúde, ensino e pesquisa. Hospital de alta complexidade Matriz 172.000 m² 5.900

Leia mais

PLANO DE GESTÃO DE LOGÍSTICA SUSTENTÁVEL

PLANO DE GESTÃO DE LOGÍSTICA SUSTENTÁVEL Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Guarapuava PLANO DE GESTÃO DE LOGÍSTICA SUSTENTÁVEL Comissão Gestora do Plano de Gestão de Logística Sustentável UTFPR - Câmpus

Leia mais

o ojet Pr a Consciênci 1 Resíduos

o ojet Pr a Consciênci 1 Resíduos Projeto Consciência Resíduos 1 Qual é a diferença entre resíduo e lixo? 2 Qual é a diferença entre resíduo e lixo? Resíduo pode ser considerado qualquer material que sobra após uma ação ou processo produtivo.

Leia mais

A energia é um bem escasso e o seu consumo excessivo constitui um desperdício que o Mundo já não consegue tolerar muito mais tempo

A energia é um bem escasso e o seu consumo excessivo constitui um desperdício que o Mundo já não consegue tolerar muito mais tempo A energia é um bem escasso e o seu consumo excessivo constitui um desperdício que o Mundo já não consegue tolerar muito mais tempo O sucesso na melhoria das condições ambientais é da responsabilidade de

Leia mais

AGENDA AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GUIA DE PRÁTICAS A3P RECIFE 2012

AGENDA AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GUIA DE PRÁTICAS A3P RECIFE 2012 AGENDA AMBIENTAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GUIA DE PRÁTICAS A3P RECIFE 2012 Prefeitura do Recife Secretaria de Meio Ambiente Diretoria de Políticas Ambientais Comissão Multissetorial A3P-SEMAM Rua Fernando

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL WRITER

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL WRITER WRITER 1 Título: Imagem, Consumo e Degradação do Meio Ambiente 2 Autor: Evanete Batista 3 Aplicativo utilizado: Brooffice Writer 4 Disciplina: Geografia 5 Objetivos / Expectativas de aprendizagem: Compreender

Leia mais