Rua anita Garibaldi Nº694 B:Jardim PrimaveraCep: Tel: (15) Recicla Porto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rua anita Garibaldi Nº694 B:Jardim PrimaveraCep:18540.000 Tel: (15) 3262-1284. Recicla Porto"

Transcrição

1 Recicla Porto 1

2 . Projeto a ser apresentado à Lanxess referente ao Ciclo Verde Porto Feliz- SP

3 AGRADECIMENTOS Agradecemos primeiramente a Deus que nos deu força e oportunidade de participar deste projeto para alcançar nosso objetivo. E a empresa lanxess que vem lutando por um mundo melhor e sustentável. 3

4 SUMÁRIO Capitulo 1 Enunciado do projeto...5 Local da Instalação...5 Capitulo 2 Introdução...6 Capitulo 3 Objetivo...7 Capitulo 4 Jutificativa...8 Metodologia...8 Capitulo 5 Metas...9 Capitulo 6 Custo do Projeto...10 Capitulo 7 Fases do Projeto

5 Enunciado do Projeto: Este projeto trata-se da criação de um planejamento estratégico para o desenvolvimento da Cooperativa Monções, que se destina a geração de renda e preservação do meio ambiente. A principal atividade da cooperativa é a venda de matérias recicláveis como papel, plástico, sucata, óleo de cozinha e outros. Apesar de a cooperativa trabalhar com diversos matérias já citado no parágrafo anterior, nesse projeto estará focando a coleta de um único material. Local da instalação: Nome: Cooperativa de coleta Seletiva Monções de Porto Feliz Ramo de atividade: Comercio de sucatas e matérias recicláveis CNPJ: / IE: É constituída pelos seguintes cooperados: Ana Cristina de Moraes Ana Paula Paes de Toledo Rosana Aparecida de Oliveira Deachi Ronder dos Santos Florenzano Franca da silva Faria Ariane da Conceição Américo Luiz Januário de Oliveira 5

6 Remam Danilo de Camargo Santos Aparecido Salcedo Jucélia Alves Souza de Jesus Antônio thushyukiy Yamamoto Cristiano Mendes de Oliveira Responsável Pelo Projeto Sergio Murilo Lopes: Cel. (15) Tel. (15) Ronder dos Santos Florenzano: Cel.(15) Tel.(15) Introdução A Cooperativa Monções surgiu devido à necessidade de implantar a coleta seletiva no município, e dar oportunidade para população de baixa renda que não tinham acesso ao mercado de trabalho para gerar renda de forma sustentável e assim estarem resgatando os seus sonhos. Iniciou-se em 2004 através de um plano de governo do município, onde mulheres em vulnerabilidade social se reuniam no Cras (Centro de Referência da Assistência Social), para discutir as habilidades de cada sujeito. No ano de 2010, mais precisamente no mês de março, essas mulheres começaram a cadastrar as residências e fazer a coleta porta a porta. Atualmente o projeto está com 13 cooperados, mas já passaram 72 pessoas, onde a cooperativa serviu de ponte para reinserção dos mesmos no mercado de trabalho formal. Hoje vem inserindo Moradores de Rua, e assim gerando a ressocialização desses indivíduos. Durante todo esse período já foram reciclados ,11kg de material e para 2012 estamos projetando coletar 195,518,17 kg. 6

7 Gráfico de Projeção Objetivo Gerar renda para famílias carentes e moradores de rua dando oportunidade para se tornarem empreendedores e atores de suas vidas para um mundo mais sustentável. 7

8 Justificativa Hoje Porto Feliz é um município com uma estimativa de mais de 50 mil habitantes e está em pleno desenvolvimento econômica, devido esse fator é necessário um olhar minucioso nas questões ambientais e sociais, onde um dos recursos naturais que já está em escassez é água. A falta de conscientização da maioria da população e de politicas públicas com relação às questões ambientais, faz com que os resíduos sólidos que deveriam ser separados, serem descartados na natureza provocando a contaminação do solo e da água. Um dos grandes violões é óleo de cozinha que depois de utilizado é jogado na rede de esgoto provocando danos imensos na natureza. Este mesmo resíduo pode virar matéria prima na produção de biodiesel, combustível esse que o país vem investindo. Para se ter uma ideia do impacto ambiental causado pelo óleo de fritura, cada litro tem o potencial para poluir até 1 milhão de litros de água, o equivalente ao consumo de um ser humano por quatorze anos. O Brasil consome anualmente aproximadamente 3 bilhões de litros de óleo de cozinha e na cidade de Porto Feliz a Cooperativa de Coleta Seletiva Monções já coletou entre 2011 a 2012 proximamente LTs de óleo de cozinha. Metodologia: A missão do projeto é trabalhar na educação ambiental com toda população e assim aumentar a coleta seletiva de óleo vegetal. Também estar fazendo a conscientização de mais de alunos das redes públicas e privadas do município, demonstrando o quanto é importante reciclar o óleo de cozinha e os impactos que ele causa na natureza e na sociedade, com base nos 3 Rs- Reduzir, Reutilizar e Reciclar. 8

9 Serão realizadas palestras, atividades lúdicas e recreativas nas escolas, Centros de Referências da Assistência Social e Associações de Amigos de Bairros. Para fazer a coleta do óleo serão criados 9 pontos de coletas incluindo Postos de Saúde e os Cras, divididos em toda cidade. A divulgação será feita através de recursos visuais, redes sociais e outras mídias como: cartazes, faixas, rádio e caminhão de som, através de parcerias. Metas: Coletar 12 mil litros de óleo de cozinha entre os meses de fevereiro de 2013 a dezembro Para alcançar esse resultado o projeto será dividido por cronograma conforme a tabela abaixo: Será desenvolvida em cinco fases: Região Jardim Vante Dezembro Fevereiro Vila Progresso Março Maio Bambu Junho Agosto Nova Bandeirante Setembro Novembro Vila América Dezembro Fevereiro Obs. A cada ciclo de implantação terá uma avaliação usando o analise swolt para aperfeiçoamento do projeto. 9

10 Custo do Projeto. Produto Unidade Preço unitário Total Retro Projetor 1 R$ 1,800,00 R$ 1,800,00 Computador 1 R$ 1.000,00 R$ 1.000,00 Palestrantes 2 R$ 775,00 R$ 1550,00 Pen Drive 4GB 1 R$ 16,00 R$ 16,00 Folder 2000 R$ 0,31 R$ 620,00 Camiseta de Mobilização Garrafas Plásticas de 1 LT 10 R$ 20,0 R$ 200, R$ 0,52 R$ 4814,00 Total R$ ,00 O projeto visa sustentabilidade, diminuir o impacto ambiental e a conscientização da população garantindo um futuro melhor para os filhos e netos das gerações futuras. 10

11 Fases do Projeto. Fase 1 Estruturação do Projeto 2 Reuniões com as Secretarias de Educação e Desenvolvimento 3 Divulgação do Projeto nas regiões 4 Implantação 5 Acompanhamento e Avaliação 6 Prestação de Contas 11

LOGOMARCA. Endereço, telefones, email, CNPJ. IGREJA BATISTA NACIONAL ESPERANÇA VERDE

LOGOMARCA. Endereço, telefones, email, CNPJ. IGREJA BATISTA NACIONAL ESPERANÇA VERDE LOGOMARCA Endereço, telefones, email, CNPJ. IGREJA BATISTA NACIONAL ESPERANÇA VERDE BRASÍLIA 2013 Logomarca Assinaturas: Presidente (da igreja) Secretário (da igreja) Superintendente (do projeto) Coordenador

Leia mais

COOPERATIVA MONÇÕES DE COLETA SELETIVA DE PORTO FELIZ Rua: Anita Garibaldi, nº694- Jd. Primavera- Tel: PROJETO RECICLANDO COM CIDADANIA

COOPERATIVA MONÇÕES DE COLETA SELETIVA DE PORTO FELIZ Rua: Anita Garibaldi, nº694- Jd. Primavera- Tel: PROJETO RECICLANDO COM CIDADANIA PROJETO RECICLANDO COM CIDADANIA LOCAL DA INSTALAÇÃO: Razão Social: Cooperativa de Reciclagem Monções Nome Fantasia: Cooperativa Monções CNPJ: 12.522.788/0001-85 Endereço: R: Anita Garibaldi, nº694- Jd.

Leia mais

Biblioteca Digital Comunitária

Biblioteca Digital Comunitária Biblioteca Digital Comunitária Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Sicoob Norte do Paraná Cidade: Londrina

Leia mais

Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015.

Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015. Of. nº 21 /2015. Guaporé, 25 de junho de 2015. Senhor Presidente, Encaminho nesta Casa Legislativa, para apreciação e votação dos nobres Edis, o projeto de lei legislativa nº 009/2015, que INSTITUI O PROGRAMA

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE Emmanuelle Monike Silva Feitosa 1 Celme Torres Ferreira da Costa 2 Niraldo Muniz

Leia mais

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE. DE OLHO NO ÓLEO (Resíduos líquidos) Dulce Florinda de Souza Lins.

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE. DE OLHO NO ÓLEO (Resíduos líquidos) Dulce Florinda de Souza Lins. SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE. DE OLHO NO ÓLEO (Resíduos líquidos) Dulce Florinda de Souza Lins. RIO VERDE GO 2010 Identificação: EMEF José do Prado Guimarães. Série:

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO DAS FACULDADES MAGSUL e FIP/MAGSUL Ação Social/2014

PROJETO DE EXTENSÃO DAS FACULDADES MAGSUL e FIP/MAGSUL Ação Social/2014 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/1986 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 286 de 21/12/2012 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/2000 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

Projeto Sabão Mirim. Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial)

Projeto Sabão Mirim. Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial) Projeto Sabão Mirim Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial) Nome da Instituição/Empresa: Guarda Mirim de Londrina Cidade: Londrina

Leia mais

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Introdução O objetivo desse trabalho é ajudar as Escolas e demais instituições na implantação do programa da coleta seletiva do lixo e do lixo eletrônico.

Leia mais

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo Amanda Aroucha de Carvalho Reduzindo o seu resíduo 1 Índice 1. Apresentação 2. Você sabe o que é Educação Ambiental? 3. Problemas Ambientais 4. Para onde vai o seu resíduo? 5. Soluções para diminuir a

Leia mais

Governança Solidária Local. Secretaria Municipal de Coordenação Política e Governança Local

Governança Solidária Local. Secretaria Municipal de Coordenação Política e Governança Local Governança Solidária Local Secretaria Municipal de Coordenação Política e Governança Local Fundamentos da Governança Solidária Local Induzir o Desenvolvimento Local Poder Público Criação de ambiente favorável

Leia mais

Assistência Social. Casa dos Irmãos Samaritanos

Assistência Social. Casa dos Irmãos Samaritanos Assistência Social Casa dos Irmãos Samaritanos Justificativa Carência de oferta de atividades recreativas e culturais na localidade. Pela análise da ficha social, bem como pelas visitas domiciliares, verificamos:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Projeto Acondicionamento Correto de Resíduos Sólidos SUMARIO Introdução...04 Justificativa...05 Objetivos...06 Metodologia...07 Cronograma Físico...08 Parcerias...09 Anexos...10 I) IDENTIFICAÇÃO Secretaria

Leia mais

COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO E INTEGRAÇÃO CAMPUS EMPRESA IF-SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS MURIAÉ

COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO E INTEGRAÇÃO CAMPUS EMPRESA IF-SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS MURIAÉ Em Busca dos 3Rs (REDUZIR, REUTILIZAR E RECICLAR) 1. EQUIPE Coordenadora: Andrea Procópio Lourenço Técnica em Assuntos Educacionais Mariana Silva de Paiva Engenheira Agrônoma Professora Ana Tereza César

Leia mais

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS

Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS 198 Eixo Temático ET-03-004 - Gestão de Resíduos Sólidos VANTAGENS DA LOGÍSTICA REVERSA NOS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS Isailma da Silva Araújo; Luanna Nari Freitas de Lima; Juliana Ribeiro dos Reis; Robson

Leia mais

Município de Capanema - PR

Município de Capanema - PR LEI Nº. 1.557, DE 20 DE MAIO DE 2015. Dispõe sobre a política municipal de resíduos sólidos do Município de Capanema e dá outras providências. A Câmara Municipal de Capanema, Estado do Paraná, aprovou

Leia mais

Projeto D'VOLTA. Categoria do projeto: Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente)

Projeto D'VOLTA. Categoria do projeto: Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Projeto D'VOLTA Mostra Local de: Ortigueira Categoria do projeto: Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Colégio SESI de Telêmaco Borba Cidade: Telêmaco Borba

Leia mais

Análise de Projeto Técnico Social APT MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DAS MISSÕES

Análise de Projeto Técnico Social APT MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DAS MISSÕES TE-SER Social Consultoria e Assessoria de Projetos Ltda. Rua Upamaroti, 1129/121 Bairro Cristal Porto Alegre/RS CEP: 90.820-140 CNPJ: 08.798.484/0001-78 Inscrição Municipal: 510.834.26 Análise de Projeto

Leia mais

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Oficina Educação para Sustentabilidade Auditório da Secretaria de Educação e Cultura Cabedelo, Paraíba (PB) Educador Ambiental: William Monteiro Rocha Cidade: Cabedelo (Paraíba)

Leia mais

www.dceigt.webnode.com.br dceiguatu@hotmail.com PROJETO: CINE CLUBE

www.dceigt.webnode.com.br dceiguatu@hotmail.com PROJETO: CINE CLUBE Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Iguatu Diretório Central dos Estudantes Unidade Representativa de Iguatu Cooperativa Escola do Alunos do IF Campus Iguatu www.dceigt.webnode.com.br

Leia mais

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para a seleção de projetos que contribuam para o

Leia mais

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade ESCOLA MUNICIPAL COSTA E SILVA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade Cursistas: Giana K. Mass, Irdes P. Kuhn, Rosane

Leia mais

PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA

PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA 2012 PRÊMIO DE INOVAÇÃO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA BRAGA CASE: Programa de Educação para a Sustentabilidade SulAmérica CATEGORIA: Comunicação FUNCIONÁRIO: Adriana Boscov Sumário INTRODUÇÃO... 3 ORIGEM DO

Leia mais

A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL

A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL DANTAS¹, Danilo Lima ; SILVA¹,Aline Priscila de França,SANTOS², José Carlos Oliveira; ARAÚJO 3, Danielly Santos

Leia mais

MEU NEGÓCIO É RECICLAR A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE ALAGOINHAS - BAHIA NO APOIO AO MOVIMENTO DE CATADORES DE RUA

MEU NEGÓCIO É RECICLAR A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE ALAGOINHAS - BAHIA NO APOIO AO MOVIMENTO DE CATADORES DE RUA MEU NEGÓCIO É RECICLAR A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE ALAGOINHAS - BAHIA NO APOIO AO MOVIMENTO DE CATADORES DE RUA Patrícia Cristina de Lima Moreira (1) Assistente Social (UNIT), Assistente Social do Serviço

Leia mais

8 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

8 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 85 8 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA PÚBLICA E RESÍDUOS ESPECIAIS. Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil. São Paulo: ABRELPE, 2009. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS

Leia mais

VALECONSULT EMPRESARIAL LTDA PROPOSTA COLETA E DISPOSIÇÃO ÓLEO COMESTÍVEL USADO

VALECONSULT EMPRESARIAL LTDA PROPOSTA COLETA E DISPOSIÇÃO ÓLEO COMESTÍVEL USADO PROPOSTA COLETA E DISPOSIÇÃO DO ÓLEO COMESTÍVEL USADO 1 REALIZAÇÃO CLÍNICA DE ENGENHARIA E PARCERIAS 2 OBJETIVOS 01.0-PORQUE COLETAR O ÓLEO DE COZINHA USADO: Batata frita, coxinha, pastel. São muitas as

Leia mais

METODOLOGIA PARA CARACTERIZAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ESCOLAS E CONDOMÍNIO; UMA CONTRIBUIÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE COLETA SELETIVA

METODOLOGIA PARA CARACTERIZAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ESCOLAS E CONDOMÍNIO; UMA CONTRIBUIÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE COLETA SELETIVA METODOLOGIA PARA CARACTERIZAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ESCOLAS E CONDOMÍNIO; UMA CONTRIBUIÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE COLETA SELETIVA Monica Maria Pereira da Silva (1) Bióloga pela Universidade Estadual da

Leia mais

Metodologias de elaboração e apresentação de projetos

Metodologias de elaboração e apresentação de projetos Metodologias de elaboração e apresentação de projetos Oficina 3º Seminário de Proteção Escolar Secretaria de Estado da Educação Serra Negra - Agosto de 2014 Maria Helena Berlinck Martins Lola CEPRESP /

Leia mais

Futuro Profissional um incentivo à inserção de jovens no mercado de trabalho

Futuro Profissional um incentivo à inserção de jovens no mercado de trabalho Futuro Profissional um incentivo à inserção de jovens no mercado de trabalho SOUSA, Pedro H. 1 Palavras-chave: Mercado de Trabalho, Formação Acadêmica, Empreendedorismo. Introdução: O mercado de trabalho

Leia mais

TG Triturador de Garrafas Pet. José Ricardo Lyra Palmeiro Evandro Luiz dos Santos Lopes. Átila Henrique Ferreira Jones Vasconcelos Freitas da Silva

TG Triturador de Garrafas Pet. José Ricardo Lyra Palmeiro Evandro Luiz dos Santos Lopes. Átila Henrique Ferreira Jones Vasconcelos Freitas da Silva Instituição Escola Técnica Sandra Silva Direção Sandra Silva Título do Trabalho TG Triturador de Garrafas Pet Áreas Meio Ambiente Coordenador Geral Carlos Augusto Gomes Neves Professores Orientadores José

Leia mais

Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA

Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA 1 Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA Diretor Acadêmico: Edison de Mello Gestor do Projeto: Prof. Marco Antonio da Costa 2 1. APRESENTAÇÃO Prepare seus alunos para explorarem o desconhecido, para

Leia mais

Meio Ambiente discute soluções para lixo

Meio Ambiente discute soluções para lixo NIQUELÂNDIA Meio Ambiente discute soluções para lixo Euclides Oliveira A correta deposição do lixo produzido diariamente pelos moradores de Niquelândia, a operação adequada do aterro sanitário que dará

Leia mais

DESAFIOS E OPORTUNIDADES DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE COOPERATIVAS POPULARES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ (INTECOOP/UNIFEI)

DESAFIOS E OPORTUNIDADES DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE COOPERATIVAS POPULARES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ (INTECOOP/UNIFEI) DESAFIOS E OPORTUNIDADES DA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE COOPERATIVAS POPULARES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ (INTECOOP/UNIFEI) Área Temática: Trabalho Responsável pelo trabalho: H. H. COUTINHO Instituição:

Leia mais

APOIO AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DE CATADORES/AS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA

APOIO AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DE CATADORES/AS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA APOIO AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DE CATADORES/AS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA Autora: Ana Paula S. dos Santos 1, co-autora: Mary Help Ibiapina Alves 2, co-autora: Karliane Sousa Coelho

Leia mais

Municípios participantes

Municípios participantes Municípios participantes Alvorada do Sul Arapongas Bela Vista do Paraíso Cafeara Cambé Centenário do Sul Florestópolis Guaraci Ibiporã Jaguapitã Londrina Lupionópolis Miraselva Pitangueiras Porecatu Prado

Leia mais

22o. Prêmio Expressão de Ecologia

22o. Prêmio Expressão de Ecologia 22o. Prêmio Expressão de Ecologia 2014-2015 Página da Prefeitura Lançando o Selo Verde Apresentação para Empreendedore e Interessados do Selo Verde Página da Prefeitura Lançando o Selo Verde Selo Verde

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE DIVULGAÇÃO DO PORTAL COMUNITÁRIO

A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE DIVULGAÇÃO DO PORTAL COMUNITÁRIO 8 CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: COMUNICAÇÃO A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE DIVULGAÇÃO DO PORTAL COMUNITÁRIO MATSUKI, Edgard 1 BECKER, Maria Lúcia 2 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

A 8 100% 6 30% 30%. O 30%. A

A 8 100% 6 30% 30%. O 30%. A O marketing que leva ao endividamento Atraídos pela facilidade do dinheiro rápido, goianienses se afogam em dívidas. Ministério Público do Estado prepara projeto educativo para ser distribuído nas escolas

Leia mais

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL Kelly Cristina Costa de Lima, UEPA Aline Marques Sousa, UEPA Cassia Regina Rosa

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA

ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA 1 ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA PROJETO TODOS PELO PLANETA Preservação do Meio Ambiente e do Espaço Escolar BATAYPORÃ MS 2015 2 ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA PROJETO TODOS PELO PLANETA Preservação

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Recicle Art

Mostra de Projetos 2011. Recicle Art Mostra de Projetos 2011 Recicle Art Mostra Local de: Ivaiporã. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Sesi Apucarana. Cidade: Apucarana. Contato:

Leia mais

Núcleo Regional de Piên

Núcleo Regional de Piên Núcleo Regional de Piên Municípios participantes Lapa Mandirituba Quitandinha Tijucas do Sul Agudos do Sul Campo do Tenente Piên Rio Negro Ações prioritárias para a região Objetivo 1: Erradicar a extrema

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO DAS FACULDADES MAGSUL e FIP/MAGSUL Ação Social/2015

PROJETO DE EXTENSÃO DAS FACULDADES MAGSUL e FIP/MAGSUL Ação Social/2015 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/1986 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 286 de 21/12/2012 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/2000 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

Planejamento estratégico 2016-2019

Planejamento estratégico 2016-2019 Planejamento estratégico 2016-2019 Fortalecer as instituições e a qualidade dos serviços públicos para fortalecer a democracia e a competitividade. www.agendapublica.org.br 2 GOVERNANÇA PARA UM FUTURO

Leia mais

CAPA FACULDADE DE TEOLOGIA INTEGRADA NOME DO ALUNO (OU EQUIPE) Título do Projeto

CAPA FACULDADE DE TEOLOGIA INTEGRADA NOME DO ALUNO (OU EQUIPE) Título do Projeto CAPA FACULDADE DE TEOLOGIA INTEGRADA NOME DO ALUNO (OU EQUIPE) Título do Projeto IGARASSU 2012 (Folha de rosto - modelo) 2 cm. NOME DO ALUNO Nome do(s) aluno(s) - centralizado e em letras maiúsculas Título

Leia mais

O marco mundial da nova ordem ambiental é minimizar o lixo. Desde 1992, os 170 países presentes na conferência da ONU sobre Meio Ambiente e

O marco mundial da nova ordem ambiental é minimizar o lixo. Desde 1992, os 170 países presentes na conferência da ONU sobre Meio Ambiente e Parceria: O marco mundial da nova ordem ambiental é minimizar o lixo. Desde 1992, os 170 países presentes na conferência da ONU sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a RIO/92, assinaram a Agenda 21, que

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. PAE -Programa de Auto-Emprego.

Mostra de Projetos 2011. PAE -Programa de Auto-Emprego. Mostra de Projetos 2011 PAE -Programa de Auto-Emprego. Mostra Local de: Curitiba. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Prefeitura Municipal

Leia mais

PROPOSTA DE INVESTIMENTO SOCIAL. Lei Federal de Incentivo ao Esporte FUNDAÇÃO GOL DE LETRA INSTITUTO EQUIPAV

PROPOSTA DE INVESTIMENTO SOCIAL. Lei Federal de Incentivo ao Esporte FUNDAÇÃO GOL DE LETRA INSTITUTO EQUIPAV 1 PROPOSTA DE INVESTIMENTO SOCIAL Lei Federal de Incentivo ao Esporte FUNDAÇÃO GOL DE LETRA & INSTITUTO EQUIPAV e 1 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL A Fundação Gol de Letra é uma organização sem fins lucrativos,

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013

FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013 FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013 DISCIPLINA - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL Integrantes: Adriano de Oliveira RA: 14759 Karina

Leia mais

VI SEMANA DA ADMINISTRAÇÃO

VI SEMANA DA ADMINISTRAÇÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO NORTE GOIANO FACULDADE DO NORTE GOIANO (FNG) COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO VI SEMANA DA ADMINISTRAÇÃO Porangatu - GO 2014/2 VI SEMANA DA ADMINISTRAÇÃO Projeto da

Leia mais

Relatório. Palestra com Embaixador Clodoaldo Hugueney

Relatório. Palestra com Embaixador Clodoaldo Hugueney Relatório Palestra com Embaixador Clodoaldo Hugueney São Paulo, 22 de março de 2013 Agradecemos a BRF pelo apoio na organização deste evento. Embaixador Clodoaldo Hugueney 2 Embaixador Sergio Amaral e

Leia mais

ASTRAMA ASSOCIAÇÃO DE TRABALHOS MANUIAS SÃO JOSÉ: ARTES EM MADEIRA E TECIDO

ASTRAMA ASSOCIAÇÃO DE TRABALHOS MANUIAS SÃO JOSÉ: ARTES EM MADEIRA E TECIDO 9. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( x ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ASTRAMA ASSOCIAÇÃO

Leia mais

PAPEL DO GOVERNO E DAS ASSOCIAÇÕES DE ROTULAGEM AMBIENTAL. OFICINA REGIONAL DE ROTULAGEM AMBIENTAL Rio de Janeiro RJ 19/08/2010 e 20/08/2010

PAPEL DO GOVERNO E DAS ASSOCIAÇÕES DE ROTULAGEM AMBIENTAL. OFICINA REGIONAL DE ROTULAGEM AMBIENTAL Rio de Janeiro RJ 19/08/2010 e 20/08/2010 PAPEL DO GOVERNO E DAS ASSOCIAÇÕES DE CONSUMIDORES NA PROMOÇÃO DA ROTULAGEM AMBIENTAL OFICINA REGIONAL DE ROTULAGEM AMBIENTAL Rio de Janeiro RJ 19/08/2010 e 20/08/2010 Introdução A humanidade experimenta

Leia mais

LETÍCIA GUERRA E MICAEL MONTEMEZZO PROJETO DE PESQUISA O USO DAS SACOLAS PLÁSTICAS

LETÍCIA GUERRA E MICAEL MONTEMEZZO PROJETO DE PESQUISA O USO DAS SACOLAS PLÁSTICAS 0 UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL CENTRO DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL LETÍCIA GUERRA E MICAEL MONTEMEZZO PROJETO

Leia mais

9. Instituições envolvidas no Projeto: SEJUL - Secretaria Municipal de Saúde - Faculdades Magsul e FIP Magsul

9. Instituições envolvidas no Projeto: SEJUL - Secretaria Municipal de Saúde - Faculdades Magsul e FIP Magsul Administração: Aut. Port. nº 1080 de 02/10/1997/ Rec. Port. nº 1169 de 17/04/2002 / Renovação Rec. Port. nº 1661 de 13/05/2005 Direito: Aut. Port. nº 161 de 05/02/1999 / Rec. Port. nº 2342 de 11/08/2004

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14

PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14 PLANO DE NEGÓCIO EMPRESA (inserir logo) SET/14 Índice 1 INTRODUÇÃO-Sumário Executivo 04 1.1 Identificação da Empresa 04 1.1.1 Histórico da empresa 04 1.1.2 Definição do modelo de negócio 05 1.1.3 Constituição

Leia mais

ELETIVA - CRIE RECRIANDO

ELETIVA - CRIE RECRIANDO ELETIVA - CRIE RECRIANDO Sala 15 Temas Diversificados EM Integral E.E. MINISTRO COSTA MANSO Professores Apresentadores: Zuleica Maria da Silva Ana Lídia de Oliveira Santos Carlos Olavo Realização: Justificativa

Leia mais

Mostra de Projetos 2011

Mostra de Projetos 2011 Mostra de Projetos 2011 Instalação de Estações de Tratamento de Esgotos por Zona de Raízes em Estabelecimentos Agrícolas Familiares na Bacia Hidrográfica Rio Mourão Mostra Local de: Campo Mourão Categoria

Leia mais

Plano Nacional de Resíduos Sólidos Logística Reversa de Embalagens

Plano Nacional de Resíduos Sólidos Logística Reversa de Embalagens Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Plano Nacional de Resíduos Sólidos Logística Reversa de Embalagens Bernardo Pires Coordenador de Sustentabilidade São Paulo - SP 10 de novembro de

Leia mais

Alternativa berço a berço

Alternativa berço a berço Alternativa berço a berço Nível de Ensino/Faixa Etária: Ensino Fundamental Final Áreas Conexas: Ciências, Língua Portuguesa Consultor: Robson Castro RESUMO Sobre o que trata a série? O documentário traz

Leia mais

Inclusão Social pelo Projeto de Educação: Saneamento Básico

Inclusão Social pelo Projeto de Educação: Saneamento Básico PREMIO NACIONAL DE QUALIDADE EM SANEAMENTO PNQS 2011 INOVAÇÃO DA GESTÃO EM SANEAMENTO - IGS Inclusão Social pelo Projeto de Educação: Saneamento Básico SETEMBRO/2011 A. OPORTUNIDADE A.1 Qual foi a oportunidade

Leia mais

Realizado de 25 a 31 de julho de 2010. Porto Alegre - RS, 2010. ISBN 978-85-99907-02-3

Realizado de 25 a 31 de julho de 2010. Porto Alegre - RS, 2010. ISBN 978-85-99907-02-3 DIMENSÕES DE SUSTENTABILIDADE NOS PROGRAMAS DE COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Márcio José Celeri Doutorando em Geografia da UNESP/Rio Claro marcioceleri@yahoo.com.br Ana Tereza Cáceres Cortez Docente

Leia mais

XIX Exposição de Experiências Municipais em Saneamento De 24 a 29 de maio de 2015 Poços de Caldas - MG PROJETO ÁGUA LIMPA

XIX Exposição de Experiências Municipais em Saneamento De 24 a 29 de maio de 2015 Poços de Caldas - MG PROJETO ÁGUA LIMPA PROJETO ÁGUA LIMPA Celia Regina Franco Passarini (1) brasileira, casada, funcionária pública, ouvidora, participante do Grupo Gestor do Voluntariado, Rua D. Libânia, 1941, apto 162, Vila Itapura Campinas

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

semana nacional do trânsito educando nossos condutores e pedestres, visto que o trânsito da cidade é precário.

semana nacional do trânsito educando nossos condutores e pedestres, visto que o trânsito da cidade é precário. SEJA VOCÊ A MUDANÇA NO TRÂNSITO PROJETO: Leticia Garroni Felix Martins Justificativa: O projeto está na sua 3 edição e foi criado para apoiar a semana nacional do trânsito educando nossos condutores e

Leia mais

5.17 - Programa de Gestão Fundiária e Patrimonial... 1/13. 5.17.1 - Objetivos... 1/13. 5.17.2 - Justificativa... 2/13. 5.17.3 - Metas...

5.17 - Programa de Gestão Fundiária e Patrimonial... 1/13. 5.17.1 - Objetivos... 1/13. 5.17.2 - Justificativa... 2/13. 5.17.3 - Metas... 2818-00-EIA-RL-0001-00 LT 500 KV ESTREITO FERNÃO DIAS ÍNDICE 5.17 - Programa de Gestão Fundiária e Patrimonial... 1/13 5.17.1 - Objetivos... 1/13 5.17.2 - Justificativa... 2/13 5.17.3 - Metas... 4/13 5.17.4

Leia mais

ASCAMPA ASSOCIAÇÃO DE CATADORES E CATADORAS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS DA REGIÃO NORTE DE PALMAS TO

ASCAMPA ASSOCIAÇÃO DE CATADORES E CATADORAS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS DA REGIÃO NORTE DE PALMAS TO PLANO DE TRABALHO Reciclando Atitudes: Reciclagem e Beneficiamento de Resíduos Sólidos Rumo à Coleta Seletiva Solidaria em Palmas-to Palmas Tocantins 15 de novembro de 2011 Resumo 2.1. Introdução 03 2.2.

Leia mais

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Curso Gestão Administrativa e Captação de Recursos Módulo III - Junho - 2013

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Curso Gestão Administrativa e Captação de Recursos Módulo III - Junho - 2013 P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Curso Gestão Administrativa e Captação de Recursos Módulo III - Junho - 2013 Planejamento Estratégico Municipal Atividade prática Pensar em problemas e soluções.

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EMPRESA

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EMPRESA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA EMPRESA 1 MÁRIO GOMES FILHO Graduação: Engenharia Civil - 1983 Pós : Educação Ambiental 1999 Pós : Gestão Ambiental 2002 2 A empresa Sabesp - Companhia de Saneamento Básico do Estado

Leia mais

O USO DA INFORMÁTICA EDUCATIVA NA CIDADE DE CRUZ ALTA

O USO DA INFORMÁTICA EDUCATIVA NA CIDADE DE CRUZ ALTA Título: O USO DA INFORMÁTICA EDUCATIVA NA CIDADE DE CRUZ ALTA Área Temática: Educação e Comunicação - Tec. Educacionais Autores: LILIANA MARIA PASSERINO (1) e CÉLIA MARIZE BUNDCHËN (2) Programa: Universidade

Leia mais

MUDANÇAS SOCIOESPACIAIS NA PERSPECTIVA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA DO GRUPO ARREP DO BAIRRO SANTA LUIZA-PONTA GROSSA-PR

MUDANÇAS SOCIOESPACIAIS NA PERSPECTIVA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA DO GRUPO ARREP DO BAIRRO SANTA LUIZA-PONTA GROSSA-PR MUDANÇAS SOCIOESPACIAIS NA PERSPECTIVA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA DO GRUPO ARREP DO BAIRRO SANTA LUIZA-PONTA GROSSA-PR Anna Paula Lombardi - ap.lombardi@hotmail.com Pablo Fernando Silva Fabelis Manfrom Pretto

Leia mais

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental.

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 2. Caracterização da situação anterior: O município de Glória de Dourados possui 9.927 habitantes (IBGE-2011),

Leia mais

FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO

FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO Protocolo 052/2010 FORMULÁRIO PARA CADASTRO DE PROJETO DE PESQUISA E ETENSÃO 1. Instruções 1 Deverão ser entregues 2 (duas) cópias impressas e 1 (uma) cópia via e-mail (na extensão.doc), encaminhados para

Leia mais

EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE

EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE EDITAL DO 1º CONCURSO DE IDEIAS E PROJETOS ECONOMIA VERDE Sumário: 1. Apresentação 2. Finalidade do Prêmio 3. A quem se destina 4. Requisitos de elegibilidade para inscrição 5. Critérios de Avaliação 6.

Leia mais

PARTE 1 Identificação da Experiência

PARTE 1 Identificação da Experiência PARTE 1 Identificação da Experiência NOME DA INSTITUIÇÃO/ESCOLA/REDE: Escola Municipal Professora Maria Irene Vicentini Theodoro Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos. ENDEREÇO:

Leia mais

Ficha de Inscrição do 17º Prêmio Expressão de Ecologia

Ficha de Inscrição do 17º Prêmio Expressão de Ecologia Ficha de Inscrição do 17º Prêmio Expressão de Ecologia OBS: Apresentação obrigatória na primeira página do case Informações cadastrais a) Identificação: FUJIRO b) Nome: FUJIRO ECOTÊXTIL c) Setor/Atividades:

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Reciclar

Mostra de Projetos 2011. Reciclar Mostra de Projetos 2011 Reciclar Mostra Local de: Araucária. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

Leia mais

é o processo biológico de decomposição e de reciclagem da matéria orgânica contida em

é o processo biológico de decomposição e de reciclagem da matéria orgânica contida em Módulo: Responsabilidade Socioambiental Educador: Flavio Furtado. O que é compostagem? é o processo biológico de decomposição e de reciclagem da matéria orgânica contida em restos de origem animal ou vegetal

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO Ações de Inclusão Social e de Combate à Pobreza Modelo Próprio de Desenvolvimento Infra-estrutura para o Desenvolvimento Descentralizado Transparência na Gestão

Leia mais

ANEXO - Roteiro para elaboração dos projetos

ANEXO - Roteiro para elaboração dos projetos ANEXO - Roteiro para elaboração dos projetos Os projetos a serem apresentados deverão obedecer ao roteiro proposto. Deverão ser executados no prazo máximo de 12 (doze) meses, contados a partir da data

Leia mais

PROJETO ESCOLA SEGURA É A GENTE QUE FAZ PROESEG

PROJETO ESCOLA SEGURA É A GENTE QUE FAZ PROESEG PROJETO ESCOLA SEGURA É A GENTE QUE FAZ PROESEG Campo Grande MS 2011 01- JUSTIFICATIVA A Prefeitura Municipal de Campo Grande com sua Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais e a Guarda

Leia mais

Plano de Comunicação: Projeto Tecnologias Sociais Para Empreendimentos Solidários da UNISINOS 1

Plano de Comunicação: Projeto Tecnologias Sociais Para Empreendimentos Solidários da UNISINOS 1 Plano de Comunicação: Projeto Tecnologias Sociais Para Empreendimentos Solidários da UNISINOS 1 Cassandra BRUNETTO 2 Deisi BUENO 3 Marina MARTINS 4 Tatiane FLORES 5 Vera Regina SCHMITZ 6 Universidade do

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Música e Tecnologia Um Elo de Solidariedade Ano II

Mostra de Projetos 2011. Música e Tecnologia Um Elo de Solidariedade Ano II Mostra de Projetos 2011 Música e Tecnologia Um Elo de Solidariedade Ano II Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

A PER VITA faz sua parte, crê no desenvolvimento e no sucesso, a partir da Capacitação para Vida, antes de qualquer investimento.

A PER VITA faz sua parte, crê no desenvolvimento e no sucesso, a partir da Capacitação para Vida, antes de qualquer investimento. Página1 ASSOCIAÇÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PER VITA Relatório circunstanciado dos serviços prestados à coletividade nos últimos 15 anos Obs. Aguardando, em última instância, o Título de Oscip. A Per Vita

Leia mais

Saneamento Básico Municipal

Saneamento Básico Municipal Saneamento Básico Municipal Apresentação COMISSÃO INTERNA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Componentes da Comissão Instituídos pela Portaria N 019/2015 e 031/2015. Carina Aparecida

Leia mais

Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental - PCSEA

Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental - PCSEA Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental - PCSEA LICENÇA AMBIENTAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO LAI E LAO 71.80.00 - Recuperação de Áreas Degradadas Empreendimento: Rua Bertolina May Kechelle, s/n

Leia mais

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES.

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. 1 NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. FREITAS, Samylla Tassia Ferreira de¹; SILVA, Thariny Alves²; SOUSA, Leticia Ferreira de³; OLIVEIRA, Sandra

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Ecocidadãos

Mostra de Projetos 2011. Ecocidadãos Mostra de Projetos 2011 Ecocidadãos Mostra Local de: Campo Mourão Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Cidade: Campo Mourão Contato: jaumnogarolli@hotmail.com Autor (es):

Leia mais

Rede de Soluções Criativas(Exitosas?) em Gestão Pública das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES)

Rede de Soluções Criativas(Exitosas?) em Gestão Pública das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUB-SECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Rede de Soluções Criativas(Exitosas?) em Gestão Pública das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES)

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - SEMDES CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS JARDIM ITAPEMIRIM TEL: (28) 3155-5329

SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - SEMDES CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS JARDIM ITAPEMIRIM TEL: (28) 3155-5329 SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - SEMDES CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS JARDIM ITAPEMIRIM TEL: (28) 3155-5329 Cachoeiro de Itapemirim-ES, 23 de Outubro de 2015. Relatório

Leia mais

PROJETO AMIGOS DO PLANETA. Autor. Rose Mariah de Souza Ferreira. Gestora Ambiental

PROJETO AMIGOS DO PLANETA. Autor. Rose Mariah de Souza Ferreira. Gestora Ambiental PROJETO AMIGOS DO PLANETA Autor Rose Mariah de Souza Ferreira Gestora Ambiental Gravataí, março de 2011. Introdução Pensar em tornar o ambiente em que se vive sustentável, é direcionar ações capazes de

Leia mais

cartilha de reaplicação da tecnologia social

cartilha de reaplicação da tecnologia social cartilha de reaplicação da tecnologia social índice o que é a Tecnologia Social Hb?... pág 02 por que combater a anemia?... pág 04 questões chave para a implementação... pág 05 recursos necessários...

Leia mais

OFICINAS DE CIDADANIA PARTICIPATIVA

OFICINAS DE CIDADANIA PARTICIPATIVA OFICINAS DE CIDADANIA PARTICIPATIVA Daniella de Souza Masson¹; Joelson Gonçalves Pereira² UFGD/FCBA Caixa Postal 533, 79.804-970 Dourados MS, E-mail: daniellasouzamasson@hotmail.com. ¹Acadêmica do 7 semestre

Leia mais

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social. Discutindo as diferenças entre Atendimento e Acompanhamento

Plano Integrado de Capacitação de Recursos Humanos para a Área da Assistência Social. Discutindo as diferenças entre Atendimento e Acompanhamento Discutindo as diferenças entre Atendimento e Acompanhamento Defina: O que é Acompanhamento e Atendimento no âmbito do PAIF? O desenvolvimento do trabalho social com famílias do PAIF pode ocorrer por meio

Leia mais

Palavras-chave: lixo - sensibilização - reciclagem

Palavras-chave: lixo - sensibilização - reciclagem RECICLAGEM: UMA ALTERNATIVA DE SENSIBILIZAÇÃO PARA COM O LIXO PRODUZIDO NA COMUNIDADE SÃO MATEUS, CUIABÁ MT SANTOS, AGDA LEMES DOS UNIC GOMES, ANINÊS ASSUNÇÃO UNIC Devido à evolução e o desenvolvimento

Leia mais

Análise de desempenho de jogos educativos na campanha de combate ao mosquito Aedes Aegipty

Análise de desempenho de jogos educativos na campanha de combate ao mosquito Aedes Aegipty Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Graduação em Ciência da Computação Análise de desempenho de jogos educativos na campanha de combate ao mosquito Aedes Aegipty Pedro Henrique Torres

Leia mais

CONCEITOS DOS FUNCIONÁRIOS DA UNIOESTE (REITORIA) SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS NO DESENVOLVIMENTO DE UM TRABALHO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

CONCEITOS DOS FUNCIONÁRIOS DA UNIOESTE (REITORIA) SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS NO DESENVOLVIMENTO DE UM TRABALHO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL CONCEITOS DOS FUNCIONÁRIOS DA UNIOESTE (REITORIA) SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS NO DESENVOLVIMENTO DE UM TRABALHO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL 1 SILVA, Fabíola Barbosa B; 1 CARNIATTO, Irene; 1 PILOTTO, Anyele Liann;

Leia mais