Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt"

Transcrição

1 Desktop Virtual Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática Tendo em conta que a Virtualização será um dos principais alvos de investimento para o ano 2009 (dados publicados pela Gartner), torna se pertinente revelar que este facto está associado aos seguintes factores: A subutilização do hardware o aumento das capacidades computacionais e de integração, trouxe a possibilidade de tirar um melhor partido dos recursos computacionais disponíveis; Espaço do centro de dados o crescente volume de dados e servidores das actuais organizações provocam a necessidade imediata de optimizar a infra estrutura de TI; Custos energéticos o aumento da infra estrutura de TI origina um consequente aumento dos custos energéticos, inerentes à utilização contínua. Administração de sistemas necessidade de soluções de administração e monitorização, que permitam a gestão eficaz de infra estruturas organizacionais complexas. Embora as organizações tenham efectuado investimentos ingentes em sistemas de segurança, no sentido de proteger os seus dados, nomeadamente em sistemas de autenticação, autorização e encriptação de dados, estes investimentos permitiram somente fortalecer a segurança do próprio centro de dados, descurando outra área importante, que se mantém vulnerável nas organizações: O ambiente de trabalho dos utilizadores, mais conhecido como o Desktop. É necessário ter em conta, a existência de informação nos computadores pessoais dos próprios colaboradores pois, esta informação é na sua grande maioria vital e confidencial para as organizações. A fuga ou a perda de informação poderá colocar em causa a continuidade do negócio da organização. O objectivo deste artigo é definir o conceito de Desktop virtual, ou seja, dar a conhecer quais as suas vantagens para a organização, exemplificando algumas abordagens na temática. Antes de mais, há que definir claramente o que é o Desktop: O Desktop não é um dispositivo, mas sim, um meio tecnológico para o utilizador executar as suas tarefas e actividades diárias, inerentes à sua organização! Pág 1

2 O Desktop virtual é um ambiente de trabalho, que em tudo se assemelha aos ambientes de trabalho tradicionais (PC s ou Portáteis com sistemas operativos instalados localmente). O processamento é realizado num servidor central, ou num agrupamento de servidores centrais, que permite aumentar a durabilidade de utilização dos Computadores Pessoais. Do ponto de vista do utilizador, aparenta ser um Computador Pessoal (PC) com um ambiente gráfico moderno, que disponibiliza as mesmas funcionalidades de um posto de trabalho tradicional. Assim sendo, o facto do processamento ocorrer num servidor central apresenta algumas vantagens imediatas, tais como: O ambiente de trabalho está disponível em qualquer dos sistemas, sendo possível a mobilidade dos utilizadores entre sistemas. Melhoria instantânea na flexibilidade e acesso à informação para uma força de trabalho cada vez mais móvel e disseminada; É possível conjugar essa mobilidade com a personalização do ambiente para cada utilizador, permitindo lhe uma maior afinidade com o sistema, e uma continuidade de trabalho entre sessões; O ambiente de trabalho (sistema operativo mais aplicações) apenas necessita ser alterado no servidor e não, em cada posto de trabalho, permitindo uma gestão de mudança muito mais eficiente; Aprovisionamento rápido e eficaz de Desktop s para os utilizadores; Redução de custos de TI na administração e manutenção de Computadores Pessoais; Cópias de segurança centralizadas, com base no servidor, para evitar perda ou corrupção de dados. Este tipo de soluções permitem potenciar a segurança organizacional efectiva, eliminando a necessidade contínua de armazenar dados em Computadores Pessoais, armazenando os assim no centro de dados, onde há maior segurança, menor probabilidade de perda de informação, mecanismos redundantes, sistemas de recuperação e acima de tudo, são geridos por profissionais de elevada competência de TI. Pág 2

3 É dado ênfase a três abordagens para soluções de Desktop virtual, no entanto, estas são apenas algumas das soluções possíveis na área. Cada uma possui características e funcionalidades ligeiramente diferentes, que devem ser analisadas no momento em que as organizações decidem implementar uma solução de Desktop virtual. No que respeita à centralização da informação o objectivo é comum, diferindo apenas na forma como são realizados os acessos e as personalizações dos sistemas centrais. Múltiplos Utilizadores por servidor Um sistema operativo é utilizado para disponibilizar serviço de Desktop a um número finito de utilizadores. Partilha dos recursos computacionais; A ligação estabelecida pelo utilizador ao servidor é em modo concorrencial, pois partilha o sistema operativo com mais utilizadores; Um único sistema operativo pode servir mais do que um utilizador; Todos os utilizadores têm obrigatoriamente que utilizar o mesmo sistema operativo; As aplicações têm de ser concebidas para permitir a execução partilhada por múltiplos utilizadores; Solução de baixo custo, se integrado com sistemas Open. Pág 3

4 Implicações: Algumas organizações possuem aplicações desenvolvidas internamente, que criam obstáculos na integração final. Estas aplicações podem na sua maioria não permitir a utilização do presente cenário, baseado em múltiplos utilizadores por servidor, a sua suportabilidade no sistema poderá acarretar custos elevados. Cada utilizador com uma blade dedicada Neste tipo de abordagem o Desktop é instalado em cada uma das blades, e a sua forma de utilização é Blade per user. Esta solução pode incluir atributos especiais ao nível do servidor blade e dispositivo cliente, tais como PC over IP, e também potenciar o uso de software gráfico complexo. Não existe partilha de recursos computacionais; Ligação dedicada entre um dispositivo cliente e um servidor blade; Óptimo para ambientes que exijam a utilização de software gráfico; Facilidade de gestão dos sistemas blade; Máquina virtual dedicada por utilizador Uma das abordagens mais solicitadas por parte das organizações no presente momento. Esta abordagem exige um sistema Hypervisor, que permite a criação de máquinas virtuais através da emulação do hardware. Permite de forma eficiente aos administradores de TI utilizar ferramentas e capacidades de administração de Desktop existentes, facilitando a rápida migração de um ambiente de desktop tradicional (PC s) para um ambiente Desktop virtual. Partilha dos recursos computacionais; Ambientes de trabalho distintos no mesmo servidor; Gestão integrada dos vários ambientes de trabalho; Aprovisionamento rápido e eficaz; Flexibilidade extrema de ambientes de trabalho a disponibilizar aos utilizadores; Integração directa com terminais finos; Implicações : Necessidade de elevada capacidade de memória da infra estrutura TI. As soluções de Desktop virtual apresentam se cada vez mais apelativas às organizações, evidenciando benefícios concretos nomeadamente, centralização da informação e dados, administração de sistemas, eficiência energética, custo total de propriedade, segurança, mobilidade, disponibilidade de serviço, acesso a aplicações heterogéneas, etc. Os investimentos realizados em I&D são elevados, pois cada vez mais se verifica o surgimento de novas soluções e empresas fornecedoras de soluções na área de Desktop Virtual. Pág 4

5 Importante: A implementação de uma solução de Desktop Virtual exige grandes desafios organizacionais, sendo o maior, a resistência à mudança por parte dos colaboradores. Daí a necessidade de identificar, definir e criar planos com o objectivo de intervir eficazmente perante potenciais resistências organizacionais. A ATM informática, empresa líder na integração de sistemas em alguns sectores de mercado nacionais, possui hoje um conjunto de referências, competências e serviços no sentido de assegurar o sucesso de projectos inovadores na temática de Desktop virtual. Pág 5

Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt

Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt Agenda A UTAD Virtualização Uma definição Introdução e abrangência

Leia mais

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Cloud Computing é a denominação adotada para a mais recente arquitetura de sistemas informáticos. Cada vez mais empresas

Leia mais

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção.

Servidores Virtuais. Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. es Virtuais Um servidor à medida da sua empresa, sem investimento nem custos de manutenção. O que são os es Virtuais? Virtual é um produto destinado a empresas que necessitam de um servidor dedicado ligado

Leia mais

Gestão dos Níveis de Serviço

Gestão dos Níveis de Serviço A Gestão dos Níveis de Serviço (SLM) Os sistemas e tecnologias de informação e comunicação têm nas empresas um papel cada vez mais importante evoluindo, hoje em dia, para níveis mais elevados de funcionamento

Leia mais

Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados

Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados Case Study da Cisco TI Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados A implementação de servidores virtualizados proporciona economias significativas de custos, diminui a

Leia mais

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo 1. Resumo Executivo As empresas de todas as dimensões estão cada vez mais dependentes dos seus sistemas de TI para fazerem o seu trabalho. Consequentemente, são também mais sensíveis às vulnerabilidades

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno PHC dteamcontrol Interno A gestão remota de projectos em aberto A solução via Internet que permite acompanhar os projectos em aberto em que o utilizador se encontra envolvido, gerir eficazmente o seu tempo

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno O módulo PHC dteamcontrol Interno permite acompanhar a gestão de todos os projectos abertos em que um utilizador se encontra envolvido. PHC dteamcontrol Interno A solução via Internet que permite acompanhar

Leia mais

Apresentação de Solução

Apresentação de Solução Apresentação de Solução Solução: Gestão de Altas Hospitalares Unidade de negócio da C3im: a) Consultoria e desenvolvimento de de Projectos b) Unidade de Desenvolvimento Área da Saúde Rua dos Arneiros,

Leia mais

A consolidação de servidores traz uma séria de vantagens, como por exemplo:

A consolidação de servidores traz uma séria de vantagens, como por exemplo: INFRAESTRUTURA Para que as empresas alcancem os seus objetivos de negócio, torna-se cada vez mais preponderante o papel da área de tecnologia da informação (TI). Desempenho e disponibilidade são importantes

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

Mobile Business. Your sales on the move.

Mobile Business. Your sales on the move. Pág/02 O PRIMAVERA é um produto destinado a empresas que utilizem processos de auto-venda e/ou pré-venda com Equipas de Vendas que necessitem de um conjunto de informação e funcionalidades avançadas, disponíveis

Leia mais

Software Registado e Certificado pela AT GESTÃO DE LAVANDARIAS. mercado exigente! Certificado. Retail Solutions

Software Registado e Certificado pela AT GESTÃO DE LAVANDARIAS. mercado exigente! Certificado. Retail Solutions Certificado Eficiência Eficiência para para vencer... vencer... Num Num mercado mercado exigente! exigente! Software Registado e Certificado pela AT LAVA i Índice Introdução Apresentação da Empresa Pág.

Leia mais

Política de Segurança da Informação

Política de Segurança da Informação ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 3 2. AUDIÊNCIA 3 3. VALOR DA INFORMAÇÃO 4 4. IMPORTÂNCIA DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 5 5. MODELO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 6 6. RESPONSABILIDADES NA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 7 7. MANUTENÇÃO

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE NUMERAÇÃO GEOGRÁFICA EM REDES PRIVATIVAS MULTI-SITE I ENQUADRAMENTO O ICP-ANACOM ao acompanhar a evolução tecnológica e tendo sido confrontado com um pedido

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1 Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, Daniela Santana 2, Manuela Cunha 3, Sandra Castro 4 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Departamento de Engenharias, Universidade

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática

Tópicos Especiais em Informática Tópicos Especiais em Informática BackUp Prof. Ms.-Eng. Igor Sousa Faculdade Lourenço Filho 29 de setembro de 2014 igorvolt@gmail.com (FLF) Tópicos Especiais em Informática 29 de setembro de 2014 1 / 19

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na atividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 2. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc.

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 2. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. MODELAGEM DE DADOS PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS Aula 2 Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord 1 Objetivos: Revisão sobre Banco de Dados e SGBDs Aprender as principais

Leia mais

Laboratório de Redes. Professora Marcela Santos marcela@edu.estacio.br

Laboratório de Redes. Professora Marcela Santos marcela@edu.estacio.br Laboratório de Redes Professora Marcela Santos marcela@edu.estacio.br Active Directory (AD) Samba Máquina virtual Criação de uma máquina virtual Instalação do Windows Server O Active Directory (AD) é um

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno PHC dteamcontrol Interno A gestão remota de projetos em aberto A solução via Internet que permite acompanhar os projetos em aberto em que o utilizador se encontra envolvido, gerir eficazmente o seu tempo

Leia mais

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000 ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário Gestão da Qualidade 2005 1 As Normas da família ISO 9000 ISO 9000 descreve os fundamentos de sistemas de gestão da qualidade e especifica

Leia mais

PHC Serviços CS. A gestão de processos de prestação de serviços

PHC Serviços CS. A gestão de processos de prestação de serviços PHC Serviços CS A gestão de processos de prestação de serviços A solução que permite controlar diferentes áreas de uma empresa: reclamações e respectivo tratamento; controlo de processos e respectivos

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na actividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

Controles gerais iguais aos de pacotes de softwares: Instalação, Configuração, Manutenção, Utilitários.

Controles gerais iguais aos de pacotes de softwares: Instalação, Configuração, Manutenção, Utilitários. $XWDUTXLD(GXFDFLRQDOGR9DOHGR6mR)UDQFLVFR± $(96) )DFXOGDGHGH&LrQFLDV6RFLDLVH$SOLFDGDVGH3HWUROLQD± )$&$3( &XUVRGH&LrQFLDVGD&RPSXWDomR $8',725,$'$7(&12/2*,$'$,1)250$d 2 &RQWUROHVVREUHEDQFRGHGDGRVH PLFURFRPSXWDGRUHV

Leia mais

Política de Segurança da Informação

Política de Segurança da Informação ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 AUDIÊNCIA 3 IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO E DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 3 POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 5 RESPONSABILIDADES NA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 6 MANUTENÇÃO E COMUNICAÇÃO DAS

Leia mais

A solução ç ideal para p o aumento da eficiência administrativa da área de formação.

A solução ç ideal para p o aumento da eficiência administrativa da área de formação. Descritivo completo PHC dformação A solução ç ideal para p o aumento da eficiência administrativa da área de formação. Benefícios Comunicação dinâmica e directa com os formandos; Redução de tarefas administrativas

Leia mais

PONTNews Solução Comercial de e-marketing

PONTNews Solução Comercial de e-marketing PONTNews Solução Comercial de e-marketing Dossier de Produto DP010.03 02/01/2009 A Pontual A Pontual é uma empresa de capitais 100% nacionais, cuja principal actividade é implementação de Sistemas de Informação

Leia mais

FACILIDADES DE COLABORAÇÃO

FACILIDADES DE COLABORAÇÃO MICROSOFT OFFICE 365 FACILIDADES DE COLABORAÇÃO Março 2012 A CLOUD365 estabeleceu acordos estratégicos com os principais fornecedores de TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), entre os quais destacamos

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. SISTEMAS DE GESTÃO DE BASE DE DADOS Microsoft Access TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. SISTEMAS DE GESTÃO DE BASE DE DADOS Microsoft Access TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Microsoft Access TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CONCEITOS BÁSICOS 1 Necessidade das base de dados Permite guardar dados dos mais variados tipos; Permite

Leia mais

O aumento da qualidade e eficiência das vendas

O aumento da qualidade e eficiência das vendas PHC dfront O aumento da qualidade e eficiência das vendas A solução Business-to-Business que permite a introdução das encomendas directamente no próprio sistema, bem como a consulta, pelo cliente, de toda

Leia mais

Relatório de Progresso

Relatório de Progresso Luís Filipe Félix Martins Relatório de Progresso Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Preparação para a Dissertação Índice Introdução... 2 Motivação... 2 Cloud Computing (Computação

Leia mais

o futuro hoje the future today Virtualização: O futuro do desktop corporativo FERNANDO BARBOSA IDC 01-07 07-2008

o futuro hoje the future today Virtualização: O futuro do desktop corporativo FERNANDO BARBOSA IDC 01-07 07-2008 o futuro hoje the future today Virtualização: O futuro do desktop corporativo FERNANDO BARBOSA IDC 01-07 07-2008 1 Porque estão aqui? Porque é importante o futuro do desktop corporativo? 2 O desktop corporativo

Leia mais

Motivos para você ter um servidor

Motivos para você ter um servidor Motivos para você ter um servidor Com a centralização de dados em um servidor, você poderá gerenciar melhor informações comerciais críticas. Você pode proteger seus dados tornando o backup mais fácil.

Leia mais

Apresentação da Solução. Divisão Área Saúde. Solução: Gestão de Camas

Apresentação da Solução. Divisão Área Saúde. Solução: Gestão de Camas Apresentação da Solução Solução: Gestão de Camas Unidade de negócio da C3im: a) Consultoria e desenvolvimento de de Projectos b) Unidade de Desenvolvimento Área da Saúde Rua dos Arneiros, 82-A, 1500-060

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

PHC Consolidação CS. A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas

PHC Consolidação CS. A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas Descritivo PHC Consolidação CS PHC PHC Consolidação CS A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas A consolidação contabilística no que respeita à integração de contas e respectivos

Leia mais

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA DE INFRAESTRUTURA www.alidata.pt geral@alidata.pt +351 244 850 030 A Alidata conta com uma equipa experiente e especializada nas mais diversas áreas, desde a configuração de um simples terminal de trabalho

Leia mais

AR TELECOM CLOUD SERVICES

AR TELECOM CLOUD SERVICES AR TELECOM SERVICES NACIONAL E ESCALA GLOBAL Ar Telecom - Acessos e Redes de Telecomunicações, S.A. Doca de Alcântara, Edifício Diogo Cão 1350-352 Lisboa Tel: 800 300 400 corporatebusiness@artelecom.pt

Leia mais

GUIA DELL PARA A MOBILIDADE

GUIA DELL PARA A MOBILIDADE GUIA DELL PARA A MOBILIDADE COMO OS COMPUTADORES PORTÁTEIS DEVERIAM SER Quer um computador portátil sem compromissos. Quer reduzir o tempo de interrupção com sistemas que resistem até às mais duras condições

Leia mais

FERRAMENTAS E SOLUÇÕES DE APOIO À GESTÃO E MANUTENÇÃO DE ATIVOS

FERRAMENTAS E SOLUÇÕES DE APOIO À GESTÃO E MANUTENÇÃO DE ATIVOS FERRAMENTAS E SOLUÇÕES DE APOIO À GESTÃO E MANUTENÇÃO DE ATIVOS Ivo BRAGA 1 RESUMO Os Serviços de manutenção exigem cada vez mais um elevado nível de complexidade. Mesmo a nível local onde o grau de especialização

Leia mais

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 05 ASSUNTO DO MATERIAL DIDÁTICO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 26 à 30 1 AULA 05 DESAFIOS GERENCIAIS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

SMARTCALL. Apresentação

SMARTCALL. Apresentação SOBRE A SMARTCALL SMARTCALL Apresentação A SmartCall desenvolve serviços inovadores direccionados para a dinamização do relacionamento das empresas com os seus clientes e a criação de novas oportunidades

Leia mais

Projecto de Reengenharia dos Postos de Trabalho BANIF e BCA

Projecto de Reengenharia dos Postos de Trabalho BANIF e BCA Projecto de Reengenharia dos Postos de Trabalho BANIF e BCA 19 November 2007 Objectivos para o BANIF Standardização dos postos de trabalho Focar a equipa de IT em tarefas pro-activas de gestão, minimizando

Leia mais

EAGLE TECNOLOGIA E DESIGN CRIAÇÃO DE SERVIDOR CLONE APCEF/RS

EAGLE TECNOLOGIA E DESIGN CRIAÇÃO DE SERVIDOR CLONE APCEF/RS EAGLE TECNOLOGIA E DESIGN CRIAÇÃO DE SERVIDOR CLONE APCEF/RS Relatório Nº 03/2013 Porto Alegre, 22 de Agosto de 2013. ANÁLISE DE SOLUÇÕES: # RAID 1: O que é: RAID-1 é o nível de RAID que implementa o espelhamento

Leia mais

ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos

ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos ARQUIVO DIGITAL e Gestão de Documentos TECNOLOGIA INOVAÇÃO SOFTWARE SERVIÇOS A MISTER DOC foi constituída com o objectivo de se tornar uma referência no mercado de fornecimento de soluções de gestão de

Leia mais

Modelo Cascata ou Clássico

Modelo Cascata ou Clássico Modelo Cascata ou Clássico INTRODUÇÃO O modelo clássico ou cascata, que também é conhecido por abordagem top-down, foi proposto por Royce em 1970. Até meados da década de 1980 foi o único modelo com aceitação

Leia mais

Governança Corporativa. A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial.

Governança Corporativa. A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial. Governança Corporativa A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial. A virtualização dos negócios tem impactado diretamente a condição de fazer negócio, conferindo

Leia mais

Programa de Universidades

Programa de Universidades University Program International Univer- sities Certified Universities Programa de Universidades 2013 Infosistema. All rights reserved. www.iflowbpm.com O que é o iflow BPM? Tabela de Conteudos O que é

Leia mais

Gestão da Informação

Gestão da Informação Gestão da Informação Aplicações de suporte à Gestão da Informação na empresa Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.pt Aveiro, Fevereiro de 2001 Sistemas de informação para empresas Manutenção e exploração de sistemas

Leia mais

Senado Federal Questões 2012

Senado Federal Questões 2012 Senado Federal Questões 2012 Sistemas Operacionais Prova de Analista de Sistemas Prof. Gustavo Van Erven Senado Federal Questões 2012 Rede Social ITnerante http://www.itnerante.com.br/ Vídeo Aulas http://www.provasdeti.com.br/

Leia mais

UPS. Unidades de Alimentação Ininterrupta

UPS. Unidades de Alimentação Ininterrupta UPS Uma UPS é um dispositivo que, quando em funcionamento correcto, ajuda a garantir que a alimentação dos equipamentos que estão a ela ligados, não sejam perturbados, fornecendo energia, através de uma

Leia mais

Case study. II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA

Case study. II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA Case study 2009 II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA Microsoft Corporation fundada em 1975, líder mundial em software, serviços e soluções, que apoiam as

Leia mais

Enunciados dos Trabalhos de Laboratório. Instituto Superior Técnico - 2005/2006. 1 Introdução. 2 Configuração de Redes

Enunciados dos Trabalhos de Laboratório. Instituto Superior Técnico - 2005/2006. 1 Introdução. 2 Configuração de Redes Enunciados dos Trabalhos de Laboratório Instituto Superior Técnico - 2005/2006 1 Introdução A empresa XPTO vende serviços de telecomunicações. O seu portfólio de serviço inclui: acesso à Internet; serviço

Leia mais

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço. Segurança da informação nas organizações Gestão de Configuração

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço. Segurança da informação nas organizações Gestão de Configuração Escola Naval Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço Segurança da informação nas organizações Gestão de Configuração Fernando Correia Capitão-de-fragata EN-AEL 14 de Dezembro de 2013

Leia mais

Segurança em Sistemas Informáticos

Segurança em Sistemas Informáticos Segurança em Sistemas Informáticos Politicas de Segurança Quando é que se torna necessário uma política de segurança? Quando existe um Bem Num espaço partilhado Uma politica de segurança procura garantir

Leia mais

Parceiro Oficial de Soluções Zabbix no Brasil

Parceiro Oficial de Soluções Zabbix no Brasil Apresentação A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se ao desenvolvimento e criação de

Leia mais

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Preliminar de Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha

Leia mais

CLOUD. tendências CLOUD. entendendo e contratando assertivamente. Agosto/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 02

CLOUD. tendências CLOUD. entendendo e contratando assertivamente. Agosto/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 02 tendências CLOUD EDIÇÃO 02 Agosto/2012 CLOUD O conceito de nuvem é nebuloso Como uma organização pode contratar assertivamente Serviços em Cloud? Quais são os principais riscos de um contrato de Cloud

Leia mais

PHC Consolidação CS. A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas

PHC Consolidação CS. A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas Descritivo PHC Consolidação CS PHC PHC Consolidação CS A execução da consolidação contabilística de grupos de empresas A consolidação contabilística no que respeita à integração de contas e respetivos

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA GESTÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA GESTÃO 07-05-2013 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA GESTÃO Aula I Docente: Eng. Hercílio Duarte 07-05-2013 2 Objectivo Sistemas Modelos Dados Vs. Informação Introdução aos sistemas de Informação 07-05-2013 3 Introdução

Leia mais

Segurança em Sistemas Informáticos

Segurança em Sistemas Informáticos Segurança em Sistemas Informáticos Politicas de Segurança Quando é que se torna necessário uma política de segurança? Quando existe um Bem Num espaço partilhado Uma politica de segurança procura garantir

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP SENDYS - Copyright 2007 SENDYS é uma marca proprietária da Readsystem, Lda. 2 Universo

Leia mais

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno*

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno* Website disponível em: http://formar.tecminho.uminho.pt/moodle/course/view.php?id=69 Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt Palavra-chave: *aluno* Associação Universidade Empresa para o Desenvolvimento Web

Leia mais

Como elaborar um Plano de Negócios de Sucesso

Como elaborar um Plano de Negócios de Sucesso Como elaborar um Plano de Negócios de Sucesso Pedro João 28 de Abril 2011 Fundação António Cupertino de Miranda Introdução ao Plano de Negócios Modelo de Negócio Análise Financeira Estrutura do Plano de

Leia mais

CONTRATOS ITBASE. Ver. 2.0 2010-2011. Documento de suporte comercial

CONTRATOS ITBASE. Ver. 2.0 2010-2011. Documento de suporte comercial Documento de suporte comercial Ver. 2.0 CONTRATOS ITBASE 2010-2011 A presente tabela de preços anula todas as tabelas anteriores, entra em vigor a 1 de Outubro de 2010 até substituição por outra. Esta

Leia mais

Quividi. sistema de medição de audiências

Quividi. sistema de medição de audiências Quividi sistema de medição de audiências By In One O que é? A solução da Quividi representa uma das mais promissoras inovações no mercado da publicidade. Trata-se de um software que mede o perfil e comportamento

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Benefícios Aumento de produtividade; Sincronização directa e sem problemas; Muito fácil de utilizar.

Benefícios Aumento de produtividade; Sincronização directa e sem problemas; Muito fácil de utilizar. Pocket Encomendas Descritivo completo A solução ideal para os vendedores que precisam de enviar as encomendas por telefone. Evita perdas de tempo e erros, com o PDA acede à informação dos clientes, introduz

Leia mais

Para detalhes e funcionalidades, veja o Manual para o Administrador

Para detalhes e funcionalidades, veja o Manual para o Administrador O que é Gemelo Backup Online EMPRESA? É uma solução de administração e backup desenhada para Empresas que desejam controlar e proteger suas informações de forma simples, segura e confiável. É definido

Leia mais

Aviso de confidencialidade

Aviso de confidencialidade Aviso de confidencialidade A informação que consta desta apresentação é confidencial. Qualquer forma de divulgação, reprodução, cópia ou distribuição total ou parcial da mesma é proibida, não podendo ser

Leia mais

Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010

Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010 Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010 A Manutenção do Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA consiste numa infra-estrutura de disponibilidade

Leia mais

CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE

CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE CENTRAL DE SERVIÇOS APOIADA EM SOFTWARE LIVRE Juliano Flores Prof. Wagner Walter Lehmann Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de Tecnologia da Informação (GTI0034) Prática do Módulo

Leia mais

Referenciais da Qualidade

Referenciais da Qualidade 2008 Universidade da Madeira Grupo de Trabalho nº 4 Controlo da Qualidade Referenciais da Qualidade Raquel Sousa Vânia Joaquim Daniel Teixeira António Pedro Nunes 1 Índice 2 Introdução... 3 3 Referenciais

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL CAPACITAÇÃO PARA AVALIAÇÕES

Leia mais

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com VIRTUALIZAÇÃO Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com Virtualização o que é? É uma forma de esconder as características físicas de uma plataforma computacional dos usuários, emulando

Leia mais

1 http://www.google.com

1 http://www.google.com 1 Introdução A computação em grade se caracteriza pelo uso de recursos computacionais distribuídos em várias redes. Os diversos nós contribuem com capacidade de processamento, armazenamento de dados ou

Leia mais

SPLA Services Provider Licence Agreement

SPLA Services Provider Licence Agreement ACPCis é orevendedor Nacional de Contratos Microsoft SPLA SPLA Services Provider Licence Agreement A CPCis uma vez mais como parceira da Microsoft é a empresa Revendedora Nacional de Contratos Microsoft

Leia mais

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 Biblioteca Virtual BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 A. Introdução A Biblioteca Virtual da Universidade do Porto (BVUP) continuará no ano de 2007 com a sua missão

Leia mais

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital WHITEPAPER Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital Câmera IP ou câmera analógica? Se você está em dúvida sobre a aquisição de uma solução analógica

Leia mais

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet O B J E CT I V O Estabelecer critérios para acesso à Internet utilizando recursos do Projecto Portal do Governo de Angola. Orientar os Utilizadores sobre as competências, o uso e responsabilidades associadas

Leia mais

Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal

Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal Soluções de Gestão de Clientes e Impressão Universal Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações

Leia mais

PROMOTORES: PARCEIROS/CONSULTORES: FUNCIONAMENTO RESUMO

PROMOTORES: PARCEIROS/CONSULTORES: FUNCIONAMENTO RESUMO CVGARANTE SOCIEDADE DE GARANTIA MÚTUA PROMOTORES: PARCEIROS/CONSULTORES: FUNCIONAMENTO RESUMO 14 de Outubro de 2010 O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às empresas,

Leia mais

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel.

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. Projecto A Oficina+ ANECRA é uma iniciativa criada em 1996, no âmbito da Padronização de Oficinas ANECRA. Este projecto visa reconhecer a qualidade

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2015 Quem é a 2VG? A Empresa A 2VG Soluções Informáticas SA., é uma empresa tecnológica portuguesa, fundada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado

Leia mais

MONITORAMENTO DO AMBIENTE TECNOLÓGICO FoccoMONITOR

MONITORAMENTO DO AMBIENTE TECNOLÓGICO FoccoMONITOR MONITORAMENTO DO AMBIENTE TECNOLÓGICO FoccoMONITOR Fevereiro/2012 Índice APRESENTAÇÃO... 3 O QUE É ESSE SERVIÇO?... 3 POR QUE MONITORAR?... 3 QUAL A ABRANGÊNCIA?... 4 MÉTRICAS... 4 PERÍODO DO MONITORAMENTO...

Leia mais

A falha em alguns destes pontos pode resultar num excessivo e desnecessário investimento/despesa

A falha em alguns destes pontos pode resultar num excessivo e desnecessário investimento/despesa Nuno Melo e Castro Segurança Infra-estruturas Hardware e software Políticas de autenticação Protecção dos dados Algoritmos de cifra Sistemas de detecção e prevenção de intrusões Medidas de segurança Devem

Leia mais

Consultoria em TI End.: Telefones:

Consultoria em TI End.: Telefones: Consultoria em TI Apresentação Consultoria em TI Atualmente, o setor de TI tem ganhado cada vez mais importância dentro de uma organização, devido representatividade dos recursos de TI na realização das

Leia mais

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer lugar e independente da plataforma, bastando para isso

Leia mais

Programa de Monitorização da Lagoa de Óbidos e do Emissário Submarino da Foz do Arelho

Programa de Monitorização da Lagoa de Óbidos e do Emissário Submarino da Foz do Arelho Programa de Monitorização da Lagoa de Óbidos e do Emissário Submarino da Foz do Arelho Sistema de Informação Geográfica (SIG) para a Lagoa de Óbidos e Emissário Submarino da Foz do Arelho INDÍCE 1. SISTEMA

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Políticas de Segurança Tópicos 1. Necessidade de uma Política de Segurança de Informação; 2. Definição de uma Política de

Leia mais

Ricardo Scheurer Sonda Supermercado

Ricardo Scheurer Sonda Supermercado Tema: Apresentador: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Ricardo Scheurer Sonda Supermercado Objetivo desta palestra será resolver as seguintes questões: Porque fazer um PDTI? Quais os benefícios

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES

CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI ANALISTA DE GESTÃO RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES CELG DISTRIBUIÇÃO S.A EDITAL N. 1/2014 CONCURSO PÚBLICO ANALISTA DE GESTÃO ANALISTA DE SISTEMA ÊNFASE GOVERNANÇA DE TI RESPOSTAS ESPERADAS PRELIMINARES O Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás

Leia mais

Introdução a Computação nas Nuvens

Introdução a Computação nas Nuvens Introdução a Computação nas Nuvens Professor: Rômulo César Dias de Andrade. E-mail: romulocesar@faculdadeguararapes.edu.br romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br PROFESSOR... Mini CV: NOME: RÔMULO

Leia mais

Procedimento de Gestão PG 02 Controlo de Documentos e Registos

Procedimento de Gestão PG 02 Controlo de Documentos e Registos Índice 1.0. Objectivo. 2 2.0. Campo de aplicação 2 3.0. Referências e definições....... 2 4.0. Responsabilidades... 3 5.0. Procedimento... 3 5.1. Generalidades 3 5.2. Controlo de documentos... 4 5.3. Procedimentos

Leia mais

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta Em início de nova fase, alarga a oferta Com o objectivo de ajudar as empresas a controlar e reduzir custos relacionados com transacções de bens e serviços, o adicionou à sua oferta um conjunto de aplicações

Leia mais

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula XI - 15/09/2011

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula XI - 15/09/2011 Disciplina: Administração de Departamento de TI Professor: Aldo Rocha Aula XI - 15/09/2011 4 Gerenciamento de Liberação 4.1 Motivadores; 4.2 Relacionamentos Chave; 4.3 Objetivos; 4.4 Conceitos; 4.5 Processo;

Leia mais

Linha Única de Atendimento. ORADOR José Carlos Serafino

Linha Única de Atendimento. ORADOR José Carlos Serafino Linha Única de Atendimento ORADOR José Carlos Serafino José Carlos Serafino Ministério dos Negócios Estrangeiros Direção de Serviços de Cifra e Informática AGENDA ORADOR Caso de Sucesso Desafio inicial

Leia mais