Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt"

Transcrição

1 Desktop Virtual Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática Tendo em conta que a Virtualização será um dos principais alvos de investimento para o ano 2009 (dados publicados pela Gartner), torna se pertinente revelar que este facto está associado aos seguintes factores: A subutilização do hardware o aumento das capacidades computacionais e de integração, trouxe a possibilidade de tirar um melhor partido dos recursos computacionais disponíveis; Espaço do centro de dados o crescente volume de dados e servidores das actuais organizações provocam a necessidade imediata de optimizar a infra estrutura de TI; Custos energéticos o aumento da infra estrutura de TI origina um consequente aumento dos custos energéticos, inerentes à utilização contínua. Administração de sistemas necessidade de soluções de administração e monitorização, que permitam a gestão eficaz de infra estruturas organizacionais complexas. Embora as organizações tenham efectuado investimentos ingentes em sistemas de segurança, no sentido de proteger os seus dados, nomeadamente em sistemas de autenticação, autorização e encriptação de dados, estes investimentos permitiram somente fortalecer a segurança do próprio centro de dados, descurando outra área importante, que se mantém vulnerável nas organizações: O ambiente de trabalho dos utilizadores, mais conhecido como o Desktop. É necessário ter em conta, a existência de informação nos computadores pessoais dos próprios colaboradores pois, esta informação é na sua grande maioria vital e confidencial para as organizações. A fuga ou a perda de informação poderá colocar em causa a continuidade do negócio da organização. O objectivo deste artigo é definir o conceito de Desktop virtual, ou seja, dar a conhecer quais as suas vantagens para a organização, exemplificando algumas abordagens na temática. Antes de mais, há que definir claramente o que é o Desktop: O Desktop não é um dispositivo, mas sim, um meio tecnológico para o utilizador executar as suas tarefas e actividades diárias, inerentes à sua organização! Pág 1

2 O Desktop virtual é um ambiente de trabalho, que em tudo se assemelha aos ambientes de trabalho tradicionais (PC s ou Portáteis com sistemas operativos instalados localmente). O processamento é realizado num servidor central, ou num agrupamento de servidores centrais, que permite aumentar a durabilidade de utilização dos Computadores Pessoais. Do ponto de vista do utilizador, aparenta ser um Computador Pessoal (PC) com um ambiente gráfico moderno, que disponibiliza as mesmas funcionalidades de um posto de trabalho tradicional. Assim sendo, o facto do processamento ocorrer num servidor central apresenta algumas vantagens imediatas, tais como: O ambiente de trabalho está disponível em qualquer dos sistemas, sendo possível a mobilidade dos utilizadores entre sistemas. Melhoria instantânea na flexibilidade e acesso à informação para uma força de trabalho cada vez mais móvel e disseminada; É possível conjugar essa mobilidade com a personalização do ambiente para cada utilizador, permitindo lhe uma maior afinidade com o sistema, e uma continuidade de trabalho entre sessões; O ambiente de trabalho (sistema operativo mais aplicações) apenas necessita ser alterado no servidor e não, em cada posto de trabalho, permitindo uma gestão de mudança muito mais eficiente; Aprovisionamento rápido e eficaz de Desktop s para os utilizadores; Redução de custos de TI na administração e manutenção de Computadores Pessoais; Cópias de segurança centralizadas, com base no servidor, para evitar perda ou corrupção de dados. Este tipo de soluções permitem potenciar a segurança organizacional efectiva, eliminando a necessidade contínua de armazenar dados em Computadores Pessoais, armazenando os assim no centro de dados, onde há maior segurança, menor probabilidade de perda de informação, mecanismos redundantes, sistemas de recuperação e acima de tudo, são geridos por profissionais de elevada competência de TI. Pág 2

3 É dado ênfase a três abordagens para soluções de Desktop virtual, no entanto, estas são apenas algumas das soluções possíveis na área. Cada uma possui características e funcionalidades ligeiramente diferentes, que devem ser analisadas no momento em que as organizações decidem implementar uma solução de Desktop virtual. No que respeita à centralização da informação o objectivo é comum, diferindo apenas na forma como são realizados os acessos e as personalizações dos sistemas centrais. Múltiplos Utilizadores por servidor Um sistema operativo é utilizado para disponibilizar serviço de Desktop a um número finito de utilizadores. Partilha dos recursos computacionais; A ligação estabelecida pelo utilizador ao servidor é em modo concorrencial, pois partilha o sistema operativo com mais utilizadores; Um único sistema operativo pode servir mais do que um utilizador; Todos os utilizadores têm obrigatoriamente que utilizar o mesmo sistema operativo; As aplicações têm de ser concebidas para permitir a execução partilhada por múltiplos utilizadores; Solução de baixo custo, se integrado com sistemas Open. Pág 3

4 Implicações: Algumas organizações possuem aplicações desenvolvidas internamente, que criam obstáculos na integração final. Estas aplicações podem na sua maioria não permitir a utilização do presente cenário, baseado em múltiplos utilizadores por servidor, a sua suportabilidade no sistema poderá acarretar custos elevados. Cada utilizador com uma blade dedicada Neste tipo de abordagem o Desktop é instalado em cada uma das blades, e a sua forma de utilização é Blade per user. Esta solução pode incluir atributos especiais ao nível do servidor blade e dispositivo cliente, tais como PC over IP, e também potenciar o uso de software gráfico complexo. Não existe partilha de recursos computacionais; Ligação dedicada entre um dispositivo cliente e um servidor blade; Óptimo para ambientes que exijam a utilização de software gráfico; Facilidade de gestão dos sistemas blade; Máquina virtual dedicada por utilizador Uma das abordagens mais solicitadas por parte das organizações no presente momento. Esta abordagem exige um sistema Hypervisor, que permite a criação de máquinas virtuais através da emulação do hardware. Permite de forma eficiente aos administradores de TI utilizar ferramentas e capacidades de administração de Desktop existentes, facilitando a rápida migração de um ambiente de desktop tradicional (PC s) para um ambiente Desktop virtual. Partilha dos recursos computacionais; Ambientes de trabalho distintos no mesmo servidor; Gestão integrada dos vários ambientes de trabalho; Aprovisionamento rápido e eficaz; Flexibilidade extrema de ambientes de trabalho a disponibilizar aos utilizadores; Integração directa com terminais finos; Implicações : Necessidade de elevada capacidade de memória da infra estrutura TI. As soluções de Desktop virtual apresentam se cada vez mais apelativas às organizações, evidenciando benefícios concretos nomeadamente, centralização da informação e dados, administração de sistemas, eficiência energética, custo total de propriedade, segurança, mobilidade, disponibilidade de serviço, acesso a aplicações heterogéneas, etc. Os investimentos realizados em I&D são elevados, pois cada vez mais se verifica o surgimento de novas soluções e empresas fornecedoras de soluções na área de Desktop Virtual. Pág 4

5 Importante: A implementação de uma solução de Desktop Virtual exige grandes desafios organizacionais, sendo o maior, a resistência à mudança por parte dos colaboradores. Daí a necessidade de identificar, definir e criar planos com o objectivo de intervir eficazmente perante potenciais resistências organizacionais. A ATM informática, empresa líder na integração de sistemas em alguns sectores de mercado nacionais, possui hoje um conjunto de referências, competências e serviços no sentido de assegurar o sucesso de projectos inovadores na temática de Desktop virtual. Pág 5

Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt

Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt Agenda A UTAD Virtualização Uma definição Introdução e abrangência

Leia mais

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo 1. Resumo Executivo As empresas de todas as dimensões estão cada vez mais dependentes dos seus sistemas de TI para fazerem o seu trabalho. Consequentemente, são também mais sensíveis às vulnerabilidades

Leia mais

Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados

Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados Case Study da Cisco TI Como a Cisco TI virtualizou os Servidores de Aplicações dos Centros de Dados A implementação de servidores virtualizados proporciona economias significativas de custos, diminui a

Leia mais

Projecto de Reengenharia dos Postos de Trabalho BANIF e BCA

Projecto de Reengenharia dos Postos de Trabalho BANIF e BCA Projecto de Reengenharia dos Postos de Trabalho BANIF e BCA 19 November 2007 Objectivos para o BANIF Standardização dos postos de trabalho Focar a equipa de IT em tarefas pro-activas de gestão, minimizando

Leia mais

Manual. Honeypots e honeynets

Manual. Honeypots e honeynets Manual Honeypots e honeynets Honeypots No fundo um honeypot é uma ferramenta de estudos de segurança, onde sua função principal é colher informações do atacante. Consiste num elemento atraente para o invasor,

Leia mais

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço Escola Naval Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço Segurança da informação nas organizações Supervisão das Politicas de Segurança Computação em nuvem Fernando Correia Capitão-de-fragata

Leia mais

Dynamic Data Center. A infra-estrutura de suporte às SOA. Francisco Miller Guerra Senior Product Manager Fujitsu Siemens Computers

Dynamic Data Center. A infra-estrutura de suporte às SOA. Francisco Miller Guerra Senior Product Manager Fujitsu Siemens Computers Dynamic Data Center A infra-estrutura de suporte às SOA Francisco Miller Guerra Senior Product Manager Fujitsu Siemens Computers As necessidades do negócio pressionam continuamente as infra-estruturas

Leia mais

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G Escola Superior de Gestão de Santarém Pedido de Registo do CET Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos Peça Instrutória G Conteúdo programático sumário de cada unidade de formação TÉCNICAS

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1

1 Descrição sumária. Varajão, Santana, Cunha e Castro, Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011 1 Adopção de sistemas CRM nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, Daniela Santana 2, Manuela Cunha 3, Sandra Castro 4 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Departamento de Engenharias, Universidade

Leia mais

o futuro hoje the future today Virtualização: O futuro do desktop corporativo FERNANDO BARBOSA IDC 01-07 07-2008

o futuro hoje the future today Virtualização: O futuro do desktop corporativo FERNANDO BARBOSA IDC 01-07 07-2008 o futuro hoje the future today Virtualização: O futuro do desktop corporativo FERNANDO BARBOSA IDC 01-07 07-2008 1 Porque estão aqui? Porque é importante o futuro do desktop corporativo? 2 O desktop corporativo

Leia mais

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Cloud Computing é a denominação adotada para a mais recente arquitetura de sistemas informáticos. Cada vez mais empresas

Leia mais

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com VIRTUALIZAÇÃO Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com Virtualização o que é? É uma forma de esconder as características físicas de uma plataforma computacional dos usuários, emulando

Leia mais

Política de Segurança da Informação

Política de Segurança da Informação ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 3 2. AUDIÊNCIA 3 3. VALOR DA INFORMAÇÃO 4 4. IMPORTÂNCIA DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 5 5. MODELO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 6 6. RESPONSABILIDADES NA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 7 7. MANUTENÇÃO

Leia mais

melhor e mais inovador

melhor e mais inovador Conheça o melhor e mais inovador de Portugal. Prime TI s Mais de 2000 m2 850 Bastidores 4 Salas de alojamento 2 Salas networking Salas de staging Salas UPS Sala de clientes Sala bandoteca Serviços de storage,

Leia mais

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA DE INFRAESTRUTURA www.alidata.pt geral@alidata.pt +351 244 850 030 A Alidata conta com uma equipa experiente e especializada nas mais diversas áreas, desde a configuração de um simples terminal de trabalho

Leia mais

PT PRIME - APRESENTAÇÃO

PT PRIME - APRESENTAÇÃO PT PRIME - APRESENTAÇÃO A PT Prime Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, é uma empresa do Grupo PT que presta serviços e soluções de comunicação e informação para o mercado empresarial.

Leia mais

ganham espaço virtualizados Desktops virtualizados, ou seja, 100% dos existentes no espaço. PÁG. 12

ganham espaço virtualizados Desktops virtualizados, ou seja, 100% dos existentes no espaço. PÁG. 12 Desktops virtualizados ganham espaço Apesar de não ser ainda prática comum, são já várias as empresas que começam a optar por trabalhar co-n desktops v\rtua\\zaàos. A escolha parte essencialmente de sectores

Leia mais

Licenciamento de estações de trabalho Windows para Ambientes VDI

Licenciamento de estações de trabalho Windows para Ambientes VDI Microsoft VDI e Windows VDA Perguntas Frequentes Licenciamento de estações de trabalho Windows para Ambientes VDI Como a Microsoft licencia o Windows das estações de trabalho em ambientes virtuais? A Microsoft

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

SMARTCALL. Apresentação

SMARTCALL. Apresentação SOBRE A SMARTCALL SMARTCALL Apresentação A SmartCall desenvolve serviços inovadores direccionados para a dinamização do relacionamento das empresas com os seus clientes e a criação de novas oportunidades

Leia mais

A consolidação de servidores traz uma séria de vantagens, como por exemplo:

A consolidação de servidores traz uma séria de vantagens, como por exemplo: INFRAESTRUTURA Para que as empresas alcancem os seus objetivos de negócio, torna-se cada vez mais preponderante o papel da área de tecnologia da informação (TI). Desempenho e disponibilidade são importantes

Leia mais

Optimização. em Tecnologias de Informação

Optimização. em Tecnologias de Informação Optimização do Investimento em Paulo Brandão (ATM) paulo.brandao@atm-sgps.pt Optimização de investimentos em TI Consultoria, Integração, Projecto e Manutenção de Soluções de Tecnologias de Informação e

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE NUMERAÇÃO GEOGRÁFICA EM REDES PRIVATIVAS MULTI-SITE I ENQUADRAMENTO O ICP-ANACOM ao acompanhar a evolução tecnológica e tendo sido confrontado com um pedido

Leia mais

Workshop de Virtualização de Desktops. Braga, 12 de Junho de 2013

Workshop de Virtualização de Desktops. Braga, 12 de Junho de 2013 Workshop de Virtualização de Desktops Braga, 12 de Junho de 2013 AGENDA AGENDA 09h30 Welcome Coffee Sala contígua ao Auditório do ILCH-UMinho, no piso 0 09h50 Boas Vindas Luís Costa, Senior Account Manager,

Leia mais

Visão do Sistema Operacional

Visão do Sistema Operacional Visão do Sistema Operacional programadores e analistas usuários programas, sistemas e aplicativos Usuários Sistema Operacional memória discos Hardware UCP fitas impressoras monitores O que é um Sistema

Leia mais

Guia de Renovação do Software Assurance

Guia de Renovação do Software Assurance Guia de Renovação do Software Microsoft Software para Licenciamento em Volume é mais do que uma oferta de manutenção tradicional. O Software é uma solução completa que disponibiliza software e serviços

Leia mais

Apresentação da empresa

Apresentação da empresa Apresentação da empresa A SOFTIMPULSE é uma nova empresa de tecnologias de informática criada para dar resposta ao desenvolvimento da sua empresa. A SOFTIMPULSE integra soluções revolucionárias e tecnologicamente

Leia mais

Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br. Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado

Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br. Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado de TI. Apresentar alguns conceitos e técnicas sobre a tecnologia

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL CAPACITAÇÃO PARA AVALIAÇÕES

Leia mais

Sumário da Estratégia de Racionalização dos centros de dados e computação em nuvem na Administração Pública

Sumário da Estratégia de Racionalização dos centros de dados e computação em nuvem na Administração Pública Sumário da Estratégia de Racionalização dos centros de dados e computação em nuvem na Administração Pública Horizonte 202-206 Grupo de Projeto para as Tecnologias de Informação e Comunicação Título: computação

Leia mais

Introdução. 1.1. Âmbito do Documento

Introdução. 1.1. Âmbito do Documento Introdução Embora o conceito de virtualização, não seja um conceito novo, o uso desta tecnologia vem crescendo exponencialmente nas infra-estruturas de TI. Este crescimento deve-se sobretudo aos benefícios

Leia mais

Organização. Trabalho realizado por: André Palma nº 31093. Daniel Jesus nº 28571. Fábio Bota nº 25874. Stephane Fernandes nº 28591

Organização. Trabalho realizado por: André Palma nº 31093. Daniel Jesus nº 28571. Fábio Bota nº 25874. Stephane Fernandes nº 28591 Organização Trabalho realizado por: André Palma nº 31093 Daniel Jesus nº 28571 Fábio Bota nº 25874 Stephane Fernandes nº 28591 Índice Introdução...3 Conceitos.6 Princípios de uma organização. 7 Posição

Leia mais

TRABALHO #1 Sistemas de Informação Distribuídos: Reflexão sobre a segurança

TRABALHO #1 Sistemas de Informação Distribuídos: Reflexão sobre a segurança DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Negócio Electrónico, 2006/2007 TRABALHO #1 Sistemas de Informação Distribuídos: Reflexão sobre a segurança

Leia mais

36 razões para adoptar a virtualização do armazenamento DataCore

36 razões para adoptar a virtualização do armazenamento DataCore 36 razões para adoptar a virtualização do armazenamento DataCore Conheça as razões pelas quais 10.000 clientes escolheram a DataCore Software Sobre o Autor George Teixeira é presidente e CEO da DataCore

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno PHC dteamcontrol Interno A gestão remota de projectos em aberto A solução via Internet que permite acompanhar os projectos em aberto em que o utilizador se encontra envolvido, gerir eficazmente o seu tempo

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional. Tecnologia. Tecnologia. Tecnologia 29/07/2009

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional. Tecnologia. Tecnologia. Tecnologia 29/07/2009 Núcleo de Pós Graduação Pitágoras A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional MBA Gestão em TI Disciplina: Administração de Suporte e Automação Professor: Fernando Zaidan Agosto - 2009 Tecnologia

Leia mais

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Prof. Victor Halla Conteúdo Arquitetura de Processadores: Modo Operacional; Velocidade; Cache; Barramento; Etc. Virtualização: Maquinas virtuais; Gerenciamento

Leia mais

Caracterização de Sistemas Distribuídos

Caracterização de Sistemas Distribuídos Aula 1 Caracterização de Sistemas Distribuídos Prof. Dr. João Bosco M. Sobral mail: bosco@inf.ufsc.br - página: http://www.inf.ufsc.br/~bosco Rodrigo Campiolo mail: rcampiol@inf.ufsc.br - página: http://ww.inf.ufsc.br/~rcampiol

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA 2015

DOSSIER DE IMPRENSA 2015 DOSSIER DE IMPRENSA 2015 A Empresa A Empresa A 2VG é uma empresa tecnológica portuguesa criada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

I. INTRODUÇÃO. SEINON Sistema Energético INtegral ONline. A melhor energia é a que não se consome

I. INTRODUÇÃO. SEINON Sistema Energético INtegral ONline. A melhor energia é a que não se consome I. INTRODUÇÃO SEINON Sistema Energético INtegral ONline A melhor energia é a que não se consome O sistema SEINON é uma ferramenta de gestão de consumo de energia que permite de forma simples e automática

Leia mais

Política de Segurança da Informação

Política de Segurança da Informação ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 AUDIÊNCIA 3 IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO E DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 3 POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 5 RESPONSABILIDADES NA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO 6 MANUTENÇÃO E COMUNICAÇÃO DAS

Leia mais

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL 21º Congresso Quantificar o Futuro Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL Programa Data Hora Actividade 23/Nov. 11:30 Inauguração Oficial Innovation Lounge Visita efectuada ao Venture Lounge por Sua

Leia mais

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft A solução MB DOX oferece uma vantagem competitiva às empresas, com a redução do custo de operação, e dá um impulso à factura

Leia mais

Implementação de Soluções de VDI assentes em Plataforma de virtualização Open Source

Implementação de Soluções de VDI assentes em Plataforma de virtualização Open Source Implementação de Soluções de VDI assentes em Plataforma de virtualização Open Source Sumário VDI: Porquê? VDI: Como? Porque já não consigo viver sem VDI? Conclusões VDI: Porquê? Redução dos custos de manutenção/administração

Leia mais

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos PHC TeamControl CS A gestão de equipas e de departamentos A solução que permite concretizar projectos no tempo previsto e nos valores orçamentados contemplando: planeamento; gestão; coordenação; colaboração

Leia mais

GREEN IT VIRTUALIZING IT. Cenários de Consolidação que promovem a Redução de Custos e a Sustentabilidade UM PANORAMA 1

GREEN IT VIRTUALIZING IT. Cenários de Consolidação que promovem a Redução de Custos e a Sustentabilidade UM PANORAMA 1 GREEN IT VIRTUALIZING IT Cenários de Consolidação que promovem a Redução de Custos e a Sustentabilidade UM PANORAMA 1 Linking the Future Agenda Desafios das Organizações Virtualizing IT Cenário 1: Caracterização

Leia mais

Prof. Victor Halla. Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS

Prof. Victor Halla. Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS Prof. Victor Halla Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Conteúdo Estudo de Casos; Linux e Windows; Características; VMware e Xen; Características; Ferramentas; Custo total de posse TCO = Total

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Capítulo 1 Introdução Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 NOTA PRÉVIA A apresentação utiliza algumas das figuras do livro

Leia mais

Colaboração Mobilidade

Colaboração Mobilidade Colaboração Mobilidade César Quintas 16 Maio 2009 Colaboração o que se pretende Criar um ambiente que favoreça a colaboração e a produtividade aos colaboradores. Colaboração o quê Acção resultante da interacção

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica

Sistema de Informação Geográfica Sistema de Informação Geográfica Conteúdo Apresentação da Empresa Implementação do SIG na Prestiteca, porquê? SIG na Prestiteca Constituição do SIG Vantagens na implementação do SIG Principais dificuldades

Leia mais

PHC dteamcontrol Interno

PHC dteamcontrol Interno O módulo PHC dteamcontrol Interno permite acompanhar a gestão de todos os projectos abertos em que um utilizador se encontra envolvido. PHC dteamcontrol Interno A solução via Internet que permite acompanhar

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Quividi. sistema de medição de audiências

Quividi. sistema de medição de audiências Quividi sistema de medição de audiências By In One O que é? A solução da Quividi representa uma das mais promissoras inovações no mercado da publicidade. Trata-se de um software que mede o perfil e comportamento

Leia mais

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard 3 3INSTALAÇÃO DE UM SERVIDOR 2008 Feita a apresentação das funcionalidades do Windows Server 2008, eis que chega a hora mais desejada: a da implementação do nosso servidor. No entanto não é de todo recomendável

Leia mais

SOLUÇÕES DATA CENTER GROUP

SOLUÇÕES DATA CENTER GROUP SOLUÇÕES DATA CENTER SOLUÇÕES EFICIENTES - PROJECTOS COMPETITIVOS Na SENSYS todos os esforços estão concentrados num elevado grau de qualidade e especialização. Aliada a vários parceiros tecnológicos,

Leia mais

Relatório de Progresso

Relatório de Progresso Luís Filipe Félix Martins Relatório de Progresso Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Preparação para a Dissertação Índice Introdução... 2 Motivação... 2 Cloud Computing (Computação

Leia mais

A SALA DE AULA é meu paraíso. Nela me realizo, nela exercito minha cidadania e nela me sinto útil.

A SALA DE AULA é meu paraíso. Nela me realizo, nela exercito minha cidadania e nela me sinto útil. Virtualização Meu nome: Nome de guerra: Meu e-mail: Marcos Vinicios Bueno Marques Professor Cidão marcos@cidao.com.br Quem sou? Professor e coordenador de cursos de TI do Senac Informática em Porto Alegre,

Leia mais

Instrumentos de alinhamento do negócio

Instrumentos de alinhamento do negócio Virtualização e Consolidação: Instrumentos de alinhamento do negócio com as TIC José Casinha (Oni Communications) jose.casinha@oni.pt i Alinhamento das TI com o negócio Pessoas Skills Conhecimento Produtividade

Leia mais

Software Open Source como alternativa sustentável

Software Open Source como alternativa sustentável Software Open Source como alternativa sustentável Evolução dos mercados e conjuntura actual. Aplicação de software livre em ferramentas colaborativas e gestão de empresas Evento Competitividade para todos

Leia mais

Consultoria em TI End.: Telefones:

Consultoria em TI End.: Telefones: Consultoria em TI Apresentação Consultoria em TI Atualmente, o setor de TI tem ganhado cada vez mais importância dentro de uma organização, devido representatividade dos recursos de TI na realização das

Leia mais

NUVEM NO DNA COM A. pág. 8 NASCIDO PARA NUVEM. FUTURO Sistema operacional vai além da virtualização convencional dos recursos dos servidores

NUVEM NO DNA COM A. pág. 8 NASCIDO PARA NUVEM. FUTURO Sistema operacional vai além da virtualização convencional dos recursos dos servidores NASCIDO PARA NUVEM. INFORME PUBLICITÁRIO Windows Server 2012 março de 2013 COM A NUVEM NO DNA WINDOWS SERVER 2012 É A RESPOSTA DA MICROSOFT PARA O NOVO CENÁRIO DOS DATACENTERS pág. 4 FUTURO Sistema operacional

Leia mais

SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança. SQS Software Quality Systems

SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança. SQS Software Quality Systems SQS Portugal Portfólio de Serviços de Segurança SQS Software Quality Systems SQS Portugal Apresentação A SQS Portugal - Software Quality Systems, é uma empresa especializada em ajudar os seus clientes

Leia mais

1 Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial Os Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial da SAP incluem:

1 Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial Os Serviços de Planeamento e Transformação Empresarial da SAP incluem: Descrição de Serviços Serviços de Planeamento e Empresarial Os Serviços de Planeamento e Empresarial fornecem serviços de consultoria e prototipagem para facilitar a agenda do Licenciado relativa à inovação

Leia mais

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS)

Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Soluções corporativas personalizadas com o Microsoft Exchange 2010 e o Cisco Unified Computing System (UCS) Hoje é fundamental para as empresas poder contar com recursos de comunicação, mobilidade, flexibilidade

Leia mais

Case study. II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA

Case study. II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA Case study 2009 II Encontro de Parceiros Sociais Microsoft CAMINHOS PARA A SUSTENTABILIDADE EMPRESA Microsoft Corporation fundada em 1975, líder mundial em software, serviços e soluções, que apoiam as

Leia mais

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Virtualização Microsoft: Data Center a Estação de Trabalho Estudo de Caso de Solução para Cliente Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Visão

Leia mais

Segurança Digital e Privacidade no sector bancário Desafios tecnológicos

Segurança Digital e Privacidade no sector bancário Desafios tecnológicos Segurança Digital e Privacidade no sector bancário Desafios tecnológicos Segurança Digital e Privacidade As organizações começam a apresentar uma crescente preocupação com a temática da segurança devido:

Leia mais

PROJECTO CRIAR EMPRESA

PROJECTO CRIAR EMPRESA PROJECTO CRIAR EMPRESA Análise SWOT Pedro Vaz Paulo 1. PROJECTO CRIAR EMPRESA 1. Projecto Definição 1. Âmbito do negócio 2. Inovação 3. Concorrência 4. Análise SWOT 5. ( ) 2. ANÁLISE SWOT Definição A Análise

Leia mais

KASPERSKY SECURITY FOR BUSINESS

KASPERSKY SECURITY FOR BUSINESS KASPERSKY SECURITY FOR BUSINESS Programa de licenças RENOVAÇÕES E ACTUALIZAÇÕES: Guia de migração APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA DE LICENÇAS DO SOFTWARE KASPERSKY SECURITY FOR BUSINESS. O mais recente produto

Leia mais

Executar o SQL Server 2008 num Ambiente Hyper-V

Executar o SQL Server 2008 num Ambiente Hyper-V Executar o SQL Server 2008 num Ambiente Hyper-V Melhores práticas e considerações de desempenho Artigo técnico sobre o SQL Server Autores: Lindsey Allen, Mike Ruthruff, Prem Mehra Revisores técnicos: Cindy

Leia mais

Kaspersky Security for Business

Kaspersky Security for Business Kaspersky Security for Business Programa de licenças Renovações e actualizações: Guia de migração Apresentação do programa de licenças do software Kaspersky Security for Business. O mais recente produto

Leia mais

A Academia Brasileira de Letras diz que este verbete não existe.

A Academia Brasileira de Letras diz que este verbete não existe. Virtualização Virtualização? A Academia Brasileira de Letras diz que este verbete não existe. Virtual: Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa, significa: adj (lat virtuale) 1- Que não existe como realidade,

Leia mais

Máquinas Virtuais E eu com isso???

Máquinas Virtuais E eu com isso??? E eu com isso??? IV Ciclo de Palestras sobre Software Livre Daniel Antonio Fenrnandes Bojczuk Slide 1 de 27 Virtual: Existente apenas em potência ou como faculdade, não como realidade ou com efeito real

Leia mais

Optimização da infra-estrutura de servidores

Optimização da infra-estrutura de servidores Melhores práticas para reduzir os custos operacionais em TI Resumo Este documento mostra aos decisores técnicos e aos directores responsáveis pelas TI como é que as organizações podem reduzir custos e

Leia mais

ANDRE KUSUMOTO VIRTUALIZAÇÃO

ANDRE KUSUMOTO VIRTUALIZAÇÃO ANDRE KUSUMOTO VIRTUALIZAÇÃO OBJETIVO Objetivo do deste trabalho é o autoaprendizado e a disseminação do conhecimento empregado no conceito de virtualização. Assim como a demostração de seu uso em conjunto

Leia mais

Estudo do Caso PT-SI: Dois passos em frente nos ambientes colaborativos. Carlos Pinhão Lisboa, 2 de Abril 2008

Estudo do Caso PT-SI: Dois passos em frente nos ambientes colaborativos. Carlos Pinhão Lisboa, 2 de Abril 2008 Estudo do Caso PT-SI: Dois passos em frente nos ambientes colaborativos Carlos Pinhão Lisboa, 2 de Abril 2008 Agenda O porquê da mudança Comunicações Conclusões 2 O porquê da mudança PT-SI conta com mais

Leia mais

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer lugar e independente da plataforma, bastando para isso

Leia mais

Mobile Business. Your sales on the move.

Mobile Business. Your sales on the move. Pág/02 O PRIMAVERA é um produto destinado a empresas que utilizem processos de auto-venda e/ou pré-venda com Equipas de Vendas que necessitem de um conjunto de informação e funcionalidades avançadas, disponíveis

Leia mais

Virtualização. O conceito de VIRTUALIZAÇÃO

Virtualização. O conceito de VIRTUALIZAÇÃO Virtualização A virtualização está presente tanto no desktop de um entusiasta pelo assunto quanto no ambiente de TI de uma infinidade de empresas das mais variadas áreas. Não se trata de "moda" ou mero

Leia mais

virtualização de computadores para a realização de trabalhos laboratoriais de redes de

virtualização de computadores para a realização de trabalhos laboratoriais de redes de Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Utilização de técnicas de virtualização de computadores para a realização de trabalhos laboratoriais de redes de comunicações Nuno Filipe Fernandes Dantas

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Computação Aula 01-02: Introdução 2o. Semestre / 2014 Prof. Jesus Agenda da Apresentação Definição e surgimento de Sistemas Distribuídos Principais aspectos de Sistemas Distribuídos

Leia mais

José Saldanha Matos. Instituto Superior Técnico

José Saldanha Matos. Instituto Superior Técnico José Saldanha Matos Instituto Superior Técnico Água, saneamento e higiene para todos Água para a energia, energia para a água Água e alimento para pôr fim à pobreza Os múltiplos usos e funções dos serviços

Leia mais

Soluções em Mobilidade

Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Desafios das empresas no que se refere a mobilidade em TI Acesso aos dados e recursos de TI da empresa estando fora do escritório, em qualquer lugar conectado

Leia mais

Do território digital à governação de pessoas e do conhecimento: uma perspectiva baseada na discussão do Negócio Electrónico

Do território digital à governação de pessoas e do conhecimento: uma perspectiva baseada na discussão do Negócio Electrónico Do território digital à governação de pessoas e do conhecimento: uma perspectiva baseada na discussão do Negócio Electrónico Luis Borges Gouveia lmbg@ufp.pt Professor Associado Universidade Fernando Pessoa

Leia mais

Tipos de Computadores

Tipos de Computadores Tipos de Computadores A potência de um computador pessoal é medida Pelo tipo de processador (Pentium IV, Celeron, etc.) Pela dimensão da memória RAM Pela capacidade do disco fixo Pela placa gráfica Pela

Leia mais

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto

MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS. Especificação do Projecto MERC 2010/11 RCM/TRC/SIRS Especificação do Projecto Grupo nº: 9 Turno (e campus): Taguspark Nome Número Luís Silva 68672 Ivo Marcelino 70684 José Lucas 70685 Nome do Projecto Enterprise Digital Content

Leia mais

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las agility made possible sumário resumo executivo 3 efetivo do servidor: 3 difícil e piorando

Leia mais

Aviso de confidencialidade

Aviso de confidencialidade Aviso de confidencialidade A informação que consta desta apresentação é confidencial. Qualquer forma de divulgação, reprodução, cópia ou distribuição total ou parcial da mesma é proibida, não podendo ser

Leia mais

Motivos para você ter um servidor

Motivos para você ter um servidor Motivos para você ter um servidor Com a centralização de dados em um servidor, você poderá gerenciar melhor informações comerciais críticas. Você pode proteger seus dados tornando o backup mais fácil.

Leia mais

Oprojecto SCS Sistemas de Continuidade de

Oprojecto SCS Sistemas de Continuidade de Interface Administração Pública 39 Iniciativas de Disaster Recovery e Business Continuity na AP Portuguesa O projecto SCS Sistema de Continuidade de Serviços Por António João P. Pina* Oprojecto SCS Sistemas

Leia mais

Características Básicas de Sistemas Distribuídos

Características Básicas de Sistemas Distribuídos Motivação Crescente dependência dos usuários aos sistemas: necessidade de partilhar dados e recursos entre utilizadores; porque os recursos estão naturalmente em máquinas diferentes. Demanda computacional

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2015 Quem é a 2VG? A Empresa A 2VG Soluções Informáticas SA., é uma empresa tecnológica portuguesa, fundada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado

Leia mais

SPMS Mail, File Server e Domain Controllers

SPMS Mail, File Server e Domain Controllers SPMS Mail, File Server e Domain Controllers Motivação Redução de Licenciamento. Dar cumprimento a nova legislação que dá prioridade à adocão de software de código aberto. Acumular conhecimento para replicar

Leia mais

Senado Federal Questões 2012

Senado Federal Questões 2012 Senado Federal Questões 2012 Sistemas Operacionais Prova de Analista de Sistemas Prof. Gustavo Van Erven Senado Federal Questões 2012 Rede Social ITnerante http://www.itnerante.com.br/ Vídeo Aulas http://www.provasdeti.com.br/

Leia mais

Xen Cloud Platform Xen descomplicado

Xen Cloud Platform Xen descomplicado Xen Cloud Platform Xen descomplicado CAPA A Xen Cloud Platform facilita muito a criação e o gerenciamento de máquinas virtuais sobre o hypervisor Xen. por Boris Quiroz e Stephen Spector A revolução da

Leia mais

Encontro de Utilizadores Esri 2013. Smart Cloud PT

Encontro de Utilizadores Esri 2013. Smart Cloud PT Encontro de Utilizadores Esri 2013 Smart Cloud PT Enabler de Orador: Inovação Hugo Rodrigues e Eficácia PT Enabler de Inovação e Eficácia EUE 2013 Telecomunicações TI/SI Soluções Internacionais Soluções

Leia mais

Virtualização: VMWare e Xen

Virtualização: VMWare e Xen Virtualização: VMWare e Xen Diogo Menezes Ferrazani Mattos Professor: Otto Carlos Disciplina: Redes I Universidade Federal do Rio de Janeiro POLI/COPPE 1 Introdução Virtualização Divisão da máquina física

Leia mais

A economia em nuvem da AWS em comparação com o da infraestrutura de TI proprietária

A economia em nuvem da AWS em comparação com o da infraestrutura de TI proprietária A economia em nuvem da AWS em comparação com o da infraestrutura de TI proprietária Publicação: 7 de dezembro de 2009 A Amazon Web Services (AWS) oferece a empresas de todos os tamanhos serviços de rede

Leia mais

Linha Única de Atendimento. ORADOR José Carlos Serafino

Linha Única de Atendimento. ORADOR José Carlos Serafino Linha Única de Atendimento ORADOR José Carlos Serafino José Carlos Serafino Ministério dos Negócios Estrangeiros Direção de Serviços de Cifra e Informática AGENDA ORADOR Caso de Sucesso Desafio inicial

Leia mais