HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 33 A FORMAÇÃO DAS SOCIEDADES ORIENTAIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 33 A FORMAÇÃO DAS SOCIEDADES ORIENTAIS"

Transcrição

1 HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 33 A FORMAÇÃO DAS SOCIEDADES ORIENTAIS

2

3

4

5

6

7

8 Fixação F 1) Leia os itens abaixo, que contém possíveis condições para o surgimento do Estado nas 2 sociedades da Antigui-dade. I) Gradativa diferenciação da sociedade em classes sociais, impulsionada por uma divisão social do trabalho mais intensa, capaz de produzir excedentes de alimentos. II) Passagem da economia comunal para uma economia escravista, estimulada por guerras entre povos vizinhos, propiciando aumento da produção de excedentes e de trocas, com uma divisão do trabalho entre agricultura, pecuária e artesanato. III) Constituição da propriedade da terra e do regime de servidão coletiva nas sociedades orientais para que as grandes construções públicas fossem realizadas sob orientação dos grupos dirigentes. Quais dentre eles apresentam efetivas condições para tal surgimento? a) Apenas I d) Apenas II e III b) Apenas I e II e) I, II e III c) Apenas I e III a b p

9 Fixação 2) (UNESP) O palácio real constitui naturalmente, na vida da cidade mesopotâmica, um mundo à parte. Todo um grupo social o habita e dele depende, ligado ao soberano por laços que não são somente os de parente a chefe de família, ou de servidor a senhor. (...) Este grupo social é numeroso, de composição muito variada, abrangendo trabalhadores de todas as profissões, domésticos, escribas, artesãos, homens de negócios, agricultores, pastores, guardiões dos armazéns etc., colocados sob a direção de um intendente. É que a existência de um domínio real, dotado de bens múltiplos e dispersos, faz do palácio uma espécie de vasta empresa econômica, cujos benefícios contribuem para fundamentar solidamente a força material do soberano. (Aymard/Auboyer, O Oriente e a Grécia - As civilizações imperiais.) a) Como se organizava a vida social e política na Mesopotâmia? b) Um dos grandes legados da Mesopotâmia foi a criação do Código de Hamurabi. Quais os principais aspectos desse Código?

10 ixação F ) Os hebreus constituíram-se, inicialmente em um pe-queno grupo de pastores nômades, 4 rganizados em clãs, chefiados por um patriarca. Conduzidos por Abraão, dei-xaram a cidade a e Ur, na Mesopotâmia, e se fixaram na Palestina ( Canaã, a Terra Prometida), por volta de t 000 a.c. Todavia, entre os povos da Antiguidade Oriental, os hebreus foram um dos que mais b nfluenciaram a cultura da civilização ocidental, uma vez que o cristianismo é considerado uma t ontinuação das tradições religiosas hebraicas. c Sobre esse povo, assinale a alternativa INCORRETA. t ) As guerras geraram a unidade política dos hebreus. Esta unidade se firmou primeiro em d orno de juízes e, depois, em volta dos reis. m ) A religião foi uma das bases da cultura hebraica e sua principal característica sempre foi a e rença em vários deuses, entre os quais o principal era Jeová que, segundo a tradição, morava d o monte Sinai junto a outros deuses e semideuses. ) Durante o domínio romano na Palestina, o naciona-lismo dos hebreus foi sufocado pelos imeradores romanos e o auge da repressão aconteceu com a destruição do templo de Jerusalém, uando os hebreus, então, dispersaram-se por várias regiões do mundo. Esse epi-sódio ficou onhecido como Diáspora. ) A Palestina era uma pequena faixa de terra que se estendia pelo vale do rio Jordão. Limitavae ao norte com a Fenícia, ao sul, com as terras de Judá, a leste, com o deserto da Arábia e, oeste, com o mar Mediterrâneo. ) Os hebreus eram um povo de origem semita, assim como os árabes.

11 Fixação 4) Entre as principais características da Civilização Hebraica, merecem destaque especial: a) A religião politeísta em que as figuras mitológicas de Abraão, Isaac e Jacó formavam uma tríade divina. b) A criação de uma federação de cidades autônomas e independentes (cidades-estado) controladas por uma elite mercantil. c) A criação de um alfabeto (aramaico) que seria incorporado e aperfeiçoado pelos egípcios, tornando-se conhecido como escrita hieroglífica. d) As práticas religiosas caracterizadas pela crença na existência de um único Deus (monoteísmo) e no messianismo, pois acreditavam na vinda de um messias libertador do povo hebreu. e) As inovações tecnológicas desenvolvidas na agricultura, possibilitando grande crescimento da produtividade agrícola na região palestina.

12 Fixação 5) (UEG) Artigo 200: Se um homem arrancou um dente de um outro homem livre igual a ele, arrancarão o seu dente. Artigo 201: Se ele arrancou o dente de um homem vulgar pagará um terço de uma mina de prata. Artigo 202: Se um homem agrediu a face de um outro homem que lhe é superior, será golpeado ses-senta vezes diante da Assembleia com um chicote de couro de boi. (Código de Hamurabi. In: VICENTINO; DORIGO. História para o Ensino Médio. São Paulo: Scipione, p. 47.) Estes artigos pertencem ao célebre Código de Hamu-rabi, primeiro registro escrito de leis de que se tem notícia. Com base na leitura dos exemplos apresentados, conclui-se que: a) a pena pelo delito cometido pode variar de acordo com a posição social da vítima e do agressor. b) para a Legislação de Hamurabi, a Lei de Talião era absoluta, sempre olho por olho, dente por dente. c) Hamurabi conseguiu unificar a Babilônia a partir da implantação de um só código de leis para todo o território. d) os antigos babilônios consideravam que agredir a face de um homem era mais grave do que arrancar seu dente.

13 Proposto 1) Os sumérios foram os primeiros habitantes da Mesopotâmia. Eles se autodenominavam as cabeças negras e a região na qual habitavam denominavam de terra de Sumer. Sobre este povo, assinale o correto. a) Eram nômades, voltados para a guerra e a conquista de novos territórios. Ao contrário de outros povos, repudiavam o comércio, não possuíam uma cultura definida ou uma religião organizada, com um panteão e seu ritos. b) Oriundos de diversos grupos étnicos, vindos do deserto da Síria, começaram a penetrar aos poucos nos territórios da região mesopotâmica em busca de terras agricultáveis. Eram conhecidos pela sua habilidade no comércio. c) Eram sedentários. Agricultores, realizaram obras de irrigação e canalização dos rios. Construíram as primeiras cidades fortificadas que funcionaram como cidades- -Estado. Utilizavam técnicas de metalurgia e a escrita. d) Eram, sobretudo, comerciantes e artesãos, sem ne-nhuma aquisição cultural significativa. Fundaram um império unitário com um regime político único. Descendentes dos semitas, foram os primeiros a buscar uma religião monoteísta.

14 Proposto 2) A escravidão humana, surgida na Antiguidade e ca-racterizada pela sujeição do homem pelo homem, foi retomada no Mundo Moderno, com aspectos econômicos e sociais semelhantes. Explicite duas semelhanças de ordem socioeconô-mica entre a escravidão antiga e a moderna.

15 Proposto 3) (UFG) Leia o fragmento a seguir. Tinha o desejo de saber por que o Nilo começa a encher no solstício de Verão. De acordo com a primeira explicação, são os ventos estivais que, desviando com seu sopro as águas do Nilo, impede-as de ir para o mar, ocasionando a cheia. A segunda versão é ainda mais absurda, embora encerre qualquer coisa de maravilhoso. Dizem que o oceano envolve toda a terra, e que o Nilo está sujeito a inundações porque vem do oceano. A terceira explicação é mais falsa. Com efeito, pretender que o Nilo provém de fontes de neve equivale a não dizer nada. Como poderia ser formado por fontes de neve se vem de um clima muito quente para um país igualmente tórrido? (HERÓDOTO. História. Rio de Janeiro: Jackson Inc., p [Adaptado].) No fragmento apresentado, escrito por volta de 440 a.c., Heródoto expõe diferentes visões para explicar os motivos das cheias do rio Nilo, no Egito. A forma de exposição de Heródoto expressa uma característica da pólis grega, associada: a) ao apego a modelos explicativos baseados no empirismo. b) à crença na interferência de elementos míticos sobre os eventos naturais. c) à especulação filosófica como forma de transformar a realidade. d) à relativização da verdade como meio para alcançar o conhecimento. e) ao exercício do diálogo constituído por distintas opi-niões sobre os acontecimentos.

16 Proposto 4) (UNESP) Na Mesopotâmia, todos os bens produzidos pelos próprios palácios e templos não eram suficientes para seu sustento. Assim, outros rendimentos eram buscados na exploração da população das aldeias e das cidades. As formas de exploração eram principalmente duas: os impostos e os trabalhos forçados. (Marcelo Rede. A Mesopotâmia, 2002.) Entre os trabalhos forçados a que o texto se refere, podemos mencionar a: a) internação de doentes e loucos em áreas rurais, onde deviam cuidar das plantações de algodão, cevada e sésamo. b) utilização de prisioneiros de guerra como artesãos ou pastores de grandes rebanhos de gado bovino e caprino. c) escravidão definitiva dos filhos mais velhos das famí-lias de camponeses, o que caracterizava o sistema eco-nômico mesopotâmico como escravista. d) servidão por dívidas, que provocava a submissão total, pelo resto da vida, dos devedores aos credores. e) obrigação de prestar serviços, devida por toda a população livre, nas obras realizadas pelo rei, como templos ou muralhas.

17 Proposto 5) (UFRGS) Na África, durante a Antiguidade, entre a.c. e 332 a.c, desenvolveu-se o primeiro Império unificado historicamente conhecido, cuja longevidade e continuidade ainda despertam a atenção de arqueólogos e historiadores. Esse Império: a) legou à humanidade códigos e compilações de leis. b) desenvolveu a escrita alfabética, dominada por amplos setores da sociedade. c) retinha parcela insignificante do excedente econômico disponível. d) sustentou a crença de que o caráter divino dos reis se transmitia exclusivamente pela via paterna. e) dependia das cheias do rio Nilo para a prática da agricultura.

Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA

Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Série: 1ª Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

ANTIGUIDADE ORIENTAL LISTA DE EXERCÍCIOS

ANTIGUIDADE ORIENTAL LISTA DE EXERCÍCIOS 1. (Ueg 2012) Artigo 200: Se um homem arrancou um dente de um outro homem livre igual a ele, arrancarão o seu dente. Artigo 201: Se ele arrancou o dente de um homem vulgar pagará um terço de uma mina de

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - História - 2º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 6º Ano - História - 2º Bimestre Capítulo 5 1) O que se entende por Crescente Fértil? E quais regiões correspondiam? 2) Qual a importância dos rios para a história da humanidade? 3) Leia as afirmações abaixo: I Civilização é o estágio

Leia mais

História Prof. Iair Grinschpun - iair@pop.com.br

História Prof. Iair Grinschpun - iair@pop.com.br ANTIGÜIDADE ORIENTAL 1 - O CRESCENTE FÉRTIL: Berço das primeiras civilizações; Atual Iraque até Egito; Grandes rios; Terras férteis. 2 EGITO E MESOPOTÂMIA: Impérios TEOCRÁTICOS de REGADIO; - Líder = Deus

Leia mais

NOME: N CAD. DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA 1 ANO EM TURMA 212 PROFª MARIA FERNANDA 1º BIMESTRE

NOME: N CAD. DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA 1 ANO EM TURMA 212 PROFª MARIA FERNANDA 1º BIMESTRE 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2016 91 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO DATA: / / NOTA: NOME: N CAD. DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA 1 ANO EM TURMA 212 PROFª MARIA FERNANDA

Leia mais

1 - O CRESCENTE FÉRTIL:

1 - O CRESCENTE FÉRTIL: 1 - O CRESCENTE FÉRTIL: Berço das primeiras civilizações; Atual Iraque até Egito; Grandes rios; Terras férteis. 2 EGITO E MESOPOTÂMIA: Impérios TEOCRÁTICOS de REGADIO; - Líder = Deus ou representante dele;

Leia mais

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações MESOPOTÂMIA FENÍCIA ISRAEL EGITO ORIENTE MÉDIO PÉRSIA ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE ORIENTAL Mesopotâmia - Iraque Egito Hebreus Israel Fenícios Líbano Pérsia

Leia mais

Pérsia, fenícia e palestina

Pérsia, fenícia e palestina Pérsia, fenícia e palestina Região desértica Atuais estados de Israel e Palestina Vários povos (semitas) estabelecidos no curso do Rio Jordão Palestina Hebreus (Palestina) Um dos povos semitas (cananeus,

Leia mais

ANTIGUIDADE ORIENTAL MÓDULO 01 PG 657 OLI

ANTIGUIDADE ORIENTAL MÓDULO 01 PG 657 OLI ANTIGUIDADE ORIENTAL MÓDULO 01 PG 657 OLI LOCALIZAÇÃO NORDESTE DA ÁFRICA RIO NILO HERÓDOTO O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO EVOLUÇÃO POLÍTICA FASES ANTIGO IMPÉRIO MÉDIO IMPÉRIO NOVO IMPÉRIO PERÍODO

Leia mais

Outra grande civilização da Antiguidade oriental, em que o Estado possui grande poder e controle sobre tudo foi a Mesopotâmia.

Outra grande civilização da Antiguidade oriental, em que o Estado possui grande poder e controle sobre tudo foi a Mesopotâmia. Mesopotâmia Antiga Outra grande civilização da Antiguidade oriental, em que o Estado possui grande poder e controle sobre tudo foi a Mesopotâmia. Diferente do Egito, a Mesopotâmia nunca se preocupou com

Leia mais

CIVILIZAÇÕES MESOPOTÂMICAS

CIVILIZAÇÕES MESOPOTÂMICAS 25 MESOPOTÂMIA: REGIÃO ENTRE DOIS RIOS (GREGO) 1. Sumérios e Acádios (antes de 2000 a. C) - Cidades Estados - Religião politeísta cada cidade possuía um Deus principal - A terra era dos deuses - Trabalhavam

Leia mais

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental Aulas 6 e 7 A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) III- I- Local: Economia: região da agricultura, Palestina pastoreio ( Canaã (rio ou Jordão) terra prometida ). e comércio Atualmente:

Leia mais

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano A Bíblia, na parte denominada Antigo Testamento (Torá), é o principal documento da história dos hebreus. Foi escrita ao longo

Leia mais

O povo da Bíblia HEBREUS

O povo da Bíblia HEBREUS O povo da Bíblia HEBREUS A FORMAÇÃO HEBRAICA Os hebreus eram pastores nômades que se organizavam em tribos lideradas por chefes de família denominado patriarca. Principais patriarcas: Abraão, Jacó e Isaac.

Leia mais

OS HEBREUS: Atual ISRAEL ou PALESTINA; Agricultores e pastores (Rio Jordão); Principal fonte de estudo: Bíblia (Antigo Testamento); Patriarcas:

OS HEBREUS: Atual ISRAEL ou PALESTINA; Agricultores e pastores (Rio Jordão); Principal fonte de estudo: Bíblia (Antigo Testamento); Patriarcas: OS HEBREUS: Atual ISRAEL ou PALESTINA; Agricultores e pastores (Rio Jordão); Principal fonte de estudo: Bíblia (Antigo Testamento); Patriarcas: Abraão condução dos hebreus para Canaã (Monoteísmo Iavé);

Leia mais

NOME DO ALUNO: Nº: DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º TURMA: PROFESSORA: LUISA DATA: / / 2013 NOTA: ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE

NOME DO ALUNO: Nº: DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º TURMA: PROFESSORA: LUISA DATA: / / 2013 NOTA: ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE NOME DO ALUNO: Nº: DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º TURMA: PROFESSORA: LUISA DATA: / / 2013 NOTA: ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE Querido(a) aluno(a), Estas atividades são para auxiliar e organizar o seu estudo.

Leia mais

HISTÓRIA GERAL 2010. esquema básico das aulas. orientação e organização: renato santos

HISTÓRIA GERAL 2010. esquema básico das aulas. orientação e organização: renato santos HISTÓRIA GERAL 2010 esquema básico das aulas orientação e organização: renato santos Evolução Humana Primatas pongidaes: grandes macacos atuais australopithecus hominídeos erectus homo neanderthal sapiens

Leia mais

Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG

Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José de Montes Claros - MG MESOPOTÂMIA As primeiras cidades se formaram justamente na região onde a agricultura começou a se desenvolver: no Oriente

Leia mais

COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO. Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção.

COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO. Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção. COLÉGIO O BOM PASTOR PROF. RAFAEL CARLOS SOCIOLOGIA 3º ANO Material Complementar Módulos 01 a 05: Os modos de produção. Modos de Produção O modo de produção é a maneira pela qual a sociedade produz seus

Leia mais

Capítulo 5 O Egito Antigo. Prof.ª Marilia C. Camillo Coltri 6.º ano História Colégio Ser! Sorocaba

Capítulo 5 O Egito Antigo. Prof.ª Marilia C. Camillo Coltri 6.º ano História Colégio Ser! Sorocaba Capítulo 5 O Egito Antigo Prof.ª Marilia C. Camillo Coltri 6.º ano História Colégio Ser! Sorocaba Egito atual O Egito Antigo 5.000 a.c. O Rio Nilo atraiu populações às suas margens em busca de água, vegetação

Leia mais

A Antiguidade Oriental Hebreus

A Antiguidade Oriental Hebreus A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) Mar Mediterrâneo Delta do Nilo Egito NASA Photo EBibleTeacher.com Península nsula do Sinai Mt. Sinai Mar Vermelho Canaã Tradicional Rota do Êxodo

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: ( x ) Fundamental ( ) Médio SÉRIE: _5ª_ TURMA: TURNO: DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSOR(A): Equipe de História Roteiro e Lista de recuperação

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: A América antes de Colombo As primeiras civilizações da Mesoamérica Aula 2: Os Maias Os Astecas Os Incas FORTALECENDO SABERES

Conteúdo: Aula 1: A América antes de Colombo As primeiras civilizações da Mesoamérica Aula 2: Os Maias Os Astecas Os Incas FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA INTERATIVA I Conteúdo: Aula 1: A América antes de Colombo As primeiras civilizações da Mesoamérica Aula 2: Os Maias Os Astecas Os Incas CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO

Leia mais

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente.

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL HISTÓRIA 5ª SÉRIE O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. Existem muitas fontes

Leia mais

História. Bussunda. Prof. Bussunda

História. Bussunda. Prof. Bussunda Prof. Australopithecus Homo Habilis Homo Erectus Homo Neanderthalensis Homo Sapiens Primeiro hominídeo Confecção de ferramentas Domínio Do fogo linguagem cultura Paleolítico Sem agricultura Nomadismo

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Ano: 1º Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 CURSINHO PRÓ-ENEM 2015 E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 Origens A história grega pode ser dividida em quatro grandes períodos: Homérico (séculos XII a VIII a.c.), Arcaico (séculos

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 6 o ano Unidade 3

Sugestões de avaliação. História 6 o ano Unidade 3 Sugestões de avaliação História 6 o ano Unidade 3 5 Nome: Data: Unidade 3 1. Complete as sentenças a seguir. a) O termo Mesopotâmia, em grego, significa. b) O território mesopotâmico estava situado entre

Leia mais

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império;

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; ROMA Roma Antiga O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; Sua queda, em 476, marca o início da Idade Média. O mito

Leia mais

OBRIGAÇÃO DE SOLVÊNCIA, EMPRÉSTIMOS.

OBRIGAÇÃO DE SOLVÊNCIA, EMPRÉSTIMOS. OBRIGAÇÃO DE SOLVÊNCIA, EMPRÉSTIMOS. Luiz Paulo OLIVEIRA SPINOLA BARBOSA 1 RESUMO: Este presente artigo pretende discorrer de forma breve sobre o direito das obrigações, obrigação de dar coisa certa, na

Leia mais

1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou

1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou 1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou dano de várias relíquias, obras e sítios arqueológicos

Leia mais

Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano didático pedagógico. A História como Ciência.

Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano didático pedagógico. A História como Ciência. Unidade I Grandes civilizações antigas. Aula 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano didático pedagógico. A História como Ciência. Habilidade: Aula de introdução e análise dos principais temas científicos

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 6 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. Observe a imagem. SHUTTERSTOCK Margem do rio Nilo no Egito Nas civilizações da Antiguidade, a presença dos rios é importante

Leia mais

Fichamento Ciências Humanas

Fichamento Ciências Humanas Fichamento Ciências Humanas Ensino Médio - 1 0 Ano (2º Bimestre P1) Data de Entrega: 22/05/2015 Disciplina: História Professor: Juliano Questão 01 - (UNESP SP) MAPA ECONÔMICO DO BRASIL DO SÉCULO XVIII.

Leia mais

HISTÓRIA. Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses da Coluna B, de cima para baixo.

HISTÓRIA. Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses da Coluna B, de cima para baixo. HISTÓRIA 37 Associe as civilizações da Antigüidade Oriental, listadas na Coluna A, às características políticas que as identificam, indicadas na Coluna B. 1 2 3 4 COLUNA A Mesopotâmica Fenícia Egípcia

Leia mais

COLÉGIO SANTO ANDRÉ. EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE. PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO

COLÉGIO SANTO ANDRÉ. EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE. PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO COLÉGIO SANTO ANDRÉ EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 6º Ano - 1º TRIMESTRE PROFª Ms ROSANE T. PETRORÓSSI DE FIGUEIREDO REFLITA A PARTIR DE ESTUDOS EM SALA DE AULA E TAREFAS DIRIGIDAS E RESPONDA ÀS SEGUINTES QUESTÕES

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA História 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II MÓDULO DE RECUPERAÇÃO ALUNO(A) Nº TURMA TURNO Manhã 1º SEMESTRE DATA / / 1) A função da História é investigar os fatos ocorridos, levando em consideração

Leia mais

Roma. Profª. Maria Auxiliadora

Roma. Profª. Maria Auxiliadora Roma Profª. Maria Auxiliadora Economia: Agricultura e Pastoreiro Organização Política: MONARQUIA 753 a.c. 509 a.c. Rex = Rei (chefe supremo, sacerdote e juiz) Conselho de Anciãos = Senado (legislativo)

Leia mais

A formação da Europa medieval

A formação da Europa medieval A formação da Europa medieval Causas da crise do Império Romano: Crises e retomadas dos séculos III e IV; Anarquia militar; As complexas relações com os germânicos; Guerra civil (generais sem consenso);

Leia mais

Existem duas teorias sobre a origem da cidade de Roma: Origem histórica Origem mitológica

Existem duas teorias sobre a origem da cidade de Roma: Origem histórica Origem mitológica Roma 1. Localização Roma se localiza na Península Itálica, na qual o rio Tibre é o seu segundo rio mais largo e atravessa toda a cidade de Roma indo desaguar no mar Tirreno. 2. Origem de Roma Existem duas

Leia mais

Dez Mandamentos. Índice. Moisés com as Tábuas da Lei, por Rembrandt

Dez Mandamentos. Índice. Moisés com as Tábuas da Lei, por Rembrandt Dez Mandamentos Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. (Redirecionado de Os dez mandamentos) Ir para: navegação, pesquisa Nota: Para outros significados, veja Dez Mandamentos (desambiguação). Moisés

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Barros Antônio Guimarães Dutra Série: 3ª.

Aluno(a): Nº. Professor: Barros Antônio Guimarães Dutra Série: 3ª. Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Barros Antônio Guimarães Dutra Série: 3ª. Disciplina: História (p2,1ª,chamada, 1º. Bimestre) Data da prova: 05/04/2014 01.(FAAP)

Leia mais

MESOPOTÂMIA. TERRA ENTRE RIOS Prof. Ive

MESOPOTÂMIA. TERRA ENTRE RIOS Prof. Ive MESOPOTÂMIA TERRA ENTRE RIOS Prof. Ive ASPECTOS FÍSICOS Os dois rios mais importantes são o Tigre e o Eufrates. Localiza-se, predominantemente, no Crescente Fértil, onde hoje está o Iraque. Possui precárias

Leia mais

A crítica à razão especulativa

A crítica à razão especulativa O PENSAMENTO DE MARX A crítica à razão especulativa Crítica a todas as formas de idealismo Filósofo, economista, homem de ação, foi o criador do socialismo científico e o inspirador da ideologia comunista,

Leia mais

Você acredita que a opinião de Heródoto é acertada, em relação ao Rio Nilo? Explique. R.:

Você acredita que a opinião de Heródoto é acertada, em relação ao Rio Nilo? Explique. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Os fundamentos

Leia mais

CARDOSO, Ciro Flamarion S. Sociedades do antigo Oriente Próximo. São Paulo: Ática, 1986. p. 56.

CARDOSO, Ciro Flamarion S. Sociedades do antigo Oriente Próximo. São Paulo: Ática, 1986. p. 56. Disciplina: HISTÓRIA Nome: Nº: Ensino Fundamental 2 Prova: P - TARDE Código da Prova: 1206205770 Data: / /2012 Ano: 6º Bimestre: 2º NOTA: Algumas dicas para fazer uma boa prova: 1 - Leia a prova na íntegra

Leia mais

ALTA IDADE MÉDIA 1. FORMAÇÃO DOS REINOS CRISTÃOS-BÁRBAROS

ALTA IDADE MÉDIA 1. FORMAÇÃO DOS REINOS CRISTÃOS-BÁRBAROS ALTA IDADE MÉDIA É costume dividir o período medieval em duas grandes fases: a Alta Idade Média, que se estende do século V ao século XI e a Baixa Idade Média, do século XII ao século XV. A primeira fase

Leia mais

Conteúdo: Navegadores e comerciantes Sociedade e costumes APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES

Conteúdo: Navegadores e comerciantes Sociedade e costumes APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES A Conteúdo: Navegadores e comerciantes Sociedade e costumes A Habilidades: Compreender a organização política e administrativa da sociedade fenícia Identificar alguns elementos próprios da cultura fenícia

Leia mais

ASSEMBLÉIA DE DEUS MADUREIRA

ASSEMBLÉIA DE DEUS MADUREIRA ASSEMBLÉIA DE DEUS MADUREIRA GEOGRAFIA Aula 1 Pr. Erivelton Rodrigues Nunes Através da Geografia Bíblica... Podemos localizar os relatos no espaço e no tempo Compreender as regiões nas quais ocorreram

Leia mais

CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA. A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios.

CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA. A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios. CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios. INTRODUÇÃO É uma faixa de terra cortada por dois grandes rios: o Tigre e o Eufrates; Fica situada entre a Europa, a

Leia mais

Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus

Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus Catequese sobre José O pai adoptivo de Jesus S. José modelo e protector de todos os pais materialdecatequese.webnode.pt 1 A terra de José (Mapa) O seu país era a Palestina e a aldeia onde morava chamava-se

Leia mais

Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito *

Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito * Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito * 1. (Fatec) "A cidade-estado era um objeto mais digno de devoção do que os deuses do Olimpo, feitos à imagem de bárbaros humanos. A personalidade humana,

Leia mais

A Palestina também foi ocupada por outros povos na Antiguidade, contudo, os hebreus foram predominantes.

A Palestina também foi ocupada por outros povos na Antiguidade, contudo, os hebreus foram predominantes. Os Hebreus Embora não tenham sido tão poderosos quanto os egípcios e as civilizações mesopotâmicas, os hebreus também foram importantes para a Antiguidade Oriental, com significativas realizações. A história

Leia mais

Antiguidade Oriental. Prof. Helder Carneiro

Antiguidade Oriental. Prof. Helder Carneiro Antiguidade Oriental Prof. Helder Carneiro Impérios Teocráticos de Regadio Desenvolveram-se próximos de grandes rios; Teocracia = Governo de Deus; Obras Hidráulicas; Modo de Produção Asiático: O Estado

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 LISTA DE EXERCÍCIOS 01 01 - (Unicamp 2014) Desde o período neolítico, os povos de distintas partes do mundo desenvolveram sistemas agrários próprios aproveitando as condições naturais de seus habitats

Leia mais

GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO

GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO A CIVILIZAÇÃO GREGA Localização: Península Balcânica Condições geográficas: relevo acidentado, montanhoso e solo pouco fértil, isolava os vários grupos humanos

Leia mais

História Geral. 3ª Edição - 2007

História Geral. 3ª Edição - 2007 História Geral 3ª Edição - 2007 Os Hebreus Localizado a leste da Mesopotâmia, constituía de um vasto planalto desértico rodeado de montanhas, entre a Mesopotâmia e a Índia. O Império Persa constituiu um

Leia mais

Na Mesopotâmia: nossas raízes

Na Mesopotâmia: nossas raízes A U A UL LA Na Mesopotâmia: nossas raízes Você já leu algum horóscopo, desses que são publicados em jornais e revistas? Esse costume de consultar os astros é muito antigo e surgiu na Mesopotâmia - a chamada

Leia mais

CIVILIZAÇÃO ROMANA. Prof. Alexandre Cardoso

CIVILIZAÇÃO ROMANA. Prof. Alexandre Cardoso CIVILIZAÇÃO ROMANA Prof. Alexandre Cardoso Roma A aldeia que virou Império Geografia e Povoamento A civilização romana se localizou na parte continental pela península Itálica e na parte insular pelas

Leia mais

O JUDAÍSMO: BERÇO DA RELIGIÃO OCIDENTAL. Prof Bruno Tamancoldi i

O JUDAÍSMO: BERÇO DA RELIGIÃO OCIDENTAL. Prof Bruno Tamancoldi i O JUDAÍSMO: BERÇO DA RELIGIÃO OCIDENTAL. Prof Bruno Tamancoldi i O judaísmo é uma crença que se apoia em três pilares: na Torá, nas Boas Ações e na Adoração. Por ser uma religião que supervaloriza a moralidade,

Leia mais

ARTE EGÍPCIA. c) ( ) Ao observar uma obra já se define o autor, pois suas características estão expressas na obra.

ARTE EGÍPCIA. c) ( ) Ao observar uma obra já se define o autor, pois suas características estão expressas na obra. ARTE EGÍPCIA Questão 01 A Religião é fator predominante na cultura egípcia, o que é óbvio, reflete imediatamente na produção artística deste povo. Assinale a alternativa que indica uma característica dessa

Leia mais

OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA. Profª Regina Brito Fonseca

OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA. Profª Regina Brito Fonseca OS EUROPEUS CHEGAM À AMÉRICA Profª Regina Brito Fonseca Quando os europeus chegaram ao Continente Americano, no final do século XV, já o encontraram ocupado por vários povos. Alguns deles desenvolveram

Leia mais

MESOPOTÂMIA, FENÍCIA, EGITO, ÍNDIA E CHINA

MESOPOTÂMIA, FENÍCIA, EGITO, ÍNDIA E CHINA MESOPOTÂMIA, FENÍCIA, EGITO, ÍNDIA E CHINA Um oásis em meio ao deserto Local em que teria ocorrido o processo de sedentarização do homem Período neolítico Formação das primeiras cidades Na Idade dos Metais

Leia mais

LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49

LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49 Reinos Vindouros LIÇÃO 3 S DANIEL 2:1-49 II. Daniel Interpreta o Sonho de Nabucodonosor sobre os Reinos Vindouros, 2:1-49 A. O sonho e o decreto de Nabucodonosor, 2:1-16 1. Nabucodonosor pede aos sábios

Leia mais

A CIDADE-ESTADO ESTADO GREGA ORIGEM DAS PÓLIS GREGAS Causas geomorfológicas A Grécia apresenta as seguintes características: - Território muito montanhoso; na Antiguidade, as montanhas estavam cobertas

Leia mais

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria Samaria: Era a Capital do Reino de Israel O Reino do Norte, era formado pelas 10 tribos de Israel, 10 filhos de Jacó. Samaria ficava a 67 KM de Jerusalém,

Leia mais

Capítulo 3 A Mesopotâmia

Capítulo 3 A Mesopotâmia Capítulo 3 A Mesopotâmia Conceitos: sociedade, Estado, trabalho, desigualdade social, urbanização, escravidão, politeísmo e patriarcalismo. Professora: Marcela Guerra Durante o Neolítico: Agricultura e

Leia mais

Situa-se na Península Itálica, próxima ao mar Mediterrâneo, Adriático e Tirreno.

Situa-se na Península Itálica, próxima ao mar Mediterrâneo, Adriático e Tirreno. Situa-se na Península Itálica, próxima ao mar Mediterrâneo, Adriático e Tirreno. Foi fundada no século VIII a.c., com a unificação de aldeias latinas e sabinos. Sua história política é dividida em 3 períodos:

Leia mais

Povos seminômades que migraram das regiões da Europa e Ásia

Povos seminômades que migraram das regiões da Europa e Ásia TEXTO BASE: Roma Antiga Monarquia (753 509 a.c.) A história da Roma antiga divide-se politicamente em três fases: Monarquia, República e Império. Tais fases foram permeadas por constantes processos de

Leia mais

PARNAMIRIM - RN. 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro

PARNAMIRIM - RN. 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro PARNAMIRIM - RN 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro 1. CONTEXTO / INTRODUÇÃO Como vimos anteriormente, a Grécia, nada mais é do que o berço da cultura Ocidental, e como tal, nos deixou como

Leia mais

HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA

HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA Grupo 1 Universo A Pré-História Professor Carlos HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA Para começarmos é importante saber como os historiadores conceituam a Pré-História: A Pré-História é conceituada como o período que

Leia mais

- Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha sobre o Descobrimento do Brasil. - Fotografias da posse do presidente do Brasil

- Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha sobre o Descobrimento do Brasil. - Fotografias da posse do presidente do Brasil MATERIAL DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL 6 ANO 1) Classifique as fontes listadas abaixo em primarias e secundárias: - Vídeo do atentado terrorista ao World Trade Center em 2001 - Trecho da Carta de Pero

Leia mais

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa:

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa: Neoclassicismo Questão 01 De acordo com a tendência neoclássica, uma obra de arte só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos

Leia mais

DAS ARTES. 1º semestre / 2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com

DAS ARTES. 1º semestre / 2012. Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão. masiscao@hotmail.com ESTÉTICA TICA E HISTÓRIA DAS ARTES 1º semestre / 2012 Prof. a M. a Marcela Provinciatto Siscão masiscao@hotmail.com 1 Pré História PRÉ-HIST HISTÓRIA 2 Pré História PALEOLÍTICO (35mil anos atrás) Datam

Leia mais

As Civilizações Antigas do Oriente II

As Civilizações Antigas do Oriente II As Civilizações Antigas do Oriente II PERSAS, HEBREUS E FENÍCIOS Prof. Alan Carlos Ghedini Os Persas ENTRE CIRO, DARIO E XERXES A Origem Persas e Medos, um povo de origem indo-europeia (árias), estabeleceram-se

Leia mais

- Obrigações básicas: pagamento de impostos, serviço militar e produção; Recursos agrícolas distribuídos pelo Estado.

- Obrigações básicas: pagamento de impostos, serviço militar e produção; Recursos agrícolas distribuídos pelo Estado. 1 - O CRESCENTE FÉRTIL: Berço das primeiras civilizações; Atual Iraque até Egito; Grandes rios; Terras férteis. 2 EGITO E MESOPOTÂMIA: Impérios TEOCRÁTICOS de REGADIO; - Líder = Deus ou representante dele;

Leia mais

Povos Pré- Colombianos. ETEC Diadema História 2 ano do Ensino Médio

Povos Pré- Colombianos. ETEC Diadema História 2 ano do Ensino Médio Povos Pré- Colombianos ETEC Diadema História 2 ano do Ensino Médio 1 Quando Colombo chegou à América, em 1492, encontrou o continente habitado há muito tempo por várias civilizações e povos. Os povos pré-colombianos

Leia mais

E Deus viu que tudo era bom

E Deus viu que tudo era bom E Deus viu que tudo era bom Nunca pensei que fosse assim O Livro do Gênesis é o livro mais fascinante da Bíblia e o mais complicado. Foi escrito milhares de anos depois dos fatos que ele narra. Foram vários

Leia mais

Reinos da África Ocidental

Reinos da África Ocidental Reinos da África Ocidental A África é um continente imenso e com muita diversidade. As rotas comerciais adentraram a região oeste em busca de ouro. Com isso, as aldeias que serviam de ponto de intermediação

Leia mais

A CIDADE ROMANA 1 A Cidade na História, de Lewis Munford. A História da Cidade, de Leonardo Benevolo

A CIDADE ROMANA 1 A Cidade na História, de Lewis Munford. A História da Cidade, de Leonardo Benevolo A CIDADE ROMANA 1 A Cidade na História, de Lewis Munford. A História da Cidade, de Leonardo Benevolo As pedras fundamentais da cidade romana eram retiradas principalmente de duas outras culturas, a Etrusca

Leia mais

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA QUESTÃO 01 De uma forma inteiramente inédita, os humanistas, entre os séculos XV e XVI, criaram uma nova forma de entender a realidade. Magia e ciência,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO SERIEDADE NA PALAVRA CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA MÓDULO I 1º SEMESTRE DE 2015 INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO PR. ROGÉRIO DE ANDRADE CHAGAS Introdução ao Novo Testamento. A nossa aula introduzirá a parte histórica

Leia mais

Há Harmonia entre os Evangelhos?

Há Harmonia entre os Evangelhos? Há Harmonia entre os Evangelhos? AULA 4 Mar/Abr/2015 Rodrigo Hernandes e Felipe Coelho 22/3/2015 Algumas Passagens Difíceis dos Evangelhos Definindo Astrologia Uma estrela no céu narra o nascimento de

Leia mais

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA Teerã - capital EGITO FENÍCIOS ISRAEL IRAQUE Mesopotâmia REINO DA PÉRSIA IRÃ A PÉRSIA, ATUAL IRÃ, LOCALIZAVA-SE A LESTE DA MESOPOTÂMIA, Á MARGEM DO CRESCENTE FÉRTIL Reino da Média

Leia mais

Antiguidade Oriental I. História A Prof. Thiago

Antiguidade Oriental I. História A Prof. Thiago Antiguidade Oriental I História A Prof. Thiago Modo de Produção Asiático Sociedades ditas Hidráulicas ou de Regadio; Estado proprietário da terra (posse comunitária); Base social aldeã; Intervenção estatal

Leia mais

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO.

O CÂNON Sagrado compreende 46 Livros no ANTIGO TESTAMENTO e 27 Livros no NOVO TESTAMENTO. Ao contrário do que parece à primeira vista, a Bíblia não é um livro único e independente, mas uma coleção de 73 livros, uma mini biblioteca que destaca o a aliança e plano de salvação de Deus para com

Leia mais

Psicologia das multidões

Psicologia das multidões 1 Psicologia das multidões O estudo da Psicologia das multidões ou das Psicologia das massas foi feito pela primeira vez pelo sociólogo francês Gustave Le Bon em 1886. Os fatores que determinam as opiniões

Leia mais

O CÓDIGO DE MANU. www.mestremidia.gov.br 29/06/2008 O DIREITO NAS SOCIEDADES "PRIMITIVAS" E DA ANTIGUIDADE

O CÓDIGO DE MANU. www.mestremidia.gov.br 29/06/2008 O DIREITO NAS SOCIEDADES PRIMITIVAS E DA ANTIGUIDADE Rosinete Cavalcante da costa Mestre em Direito: Relações Privadas e Constituição Professora da Faculdade Batista de Vitória-ES (Fabavi) Professora da Faculdade Nacional (FINAC) Advogada e Consultora Jurídica

Leia mais

TRANSIÇÃO DA ANTIGUIDADE PARA A IDADE MÉDIA NA EUROPA

TRANSIÇÃO DA ANTIGUIDADE PARA A IDADE MÉDIA NA EUROPA TRANSIÇÃO DA ANTIGUIDADE PARA A IDADE MÉDIA NA EUROPA O processo de transição Fim do Império Romano do Ocidente: diversos fatores; Cultura dos povos bárbaros + cultura dos povos romanos = base para as

Leia mais

HISTÓRIA REVISÃO 1. Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II

HISTÓRIA REVISÃO 1. Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Expansionismo Romano - Etapas 1ª.

Leia mais

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA ESCRAVIDÃO ANTIGA A escravidão é um tipo de relação de trabalho que existia há muito tempo na história da humanidade. Na Antiguidade, o código

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS CIDADES A PARTIR DOS PERÍDOS HISTÓRICOS 1

EVOLUÇÃO DAS CIDADES A PARTIR DOS PERÍDOS HISTÓRICOS 1 EVOLUÇÃO DAS CIDADES A PARTIR DOS PERÍDOS HISTÓRICOS 1 ZANON, Lurdes Maria Moro 2 ; GEREMIA, Arivane 3 ; SANTOS, Leonardo Pinto 4 ; OLIVEIRA, Talitha Tomazetti Ribeiro 5 ; KAUFMANN, Angélica Inês 6 ; FRUET,

Leia mais

Sistema feudal. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 15

Sistema feudal. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 15 Sistema feudal Com o declínio da mão de obra escrava no Império Romano, a consolidação da economia passa a ser feita a partir do estabelecimento de acordos entre ricos e pobres, onde o rico se propõe a

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANARQUISMO E CATOLICISMO SOCIAL

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANARQUISMO E CATOLICISMO SOCIAL HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANARQUISMO E CATOLICISMO SOCIAL Fixação 1) Leia com atenção as proposições abaixo: I) A história de qualquer sociedade até aos nossos dias foi apenas a história da luta

Leia mais

A introdução da moeda nas transações comerciais foi uma inovação que revolucionou as relações econômicas.

A introdução da moeda nas transações comerciais foi uma inovação que revolucionou as relações econômicas. Módulo 14 O Mercado Monetário 14.1. A Moeda A introdução da moeda nas transações comerciais foi uma inovação que revolucionou as relações econômicas. Moeda é um ativo com o qual as pessoas compram e vendem

Leia mais

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da O Pentateuco A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da humanidade, do povo escolhido. As histórias

Leia mais

Observe as imagens, que pertencem ao manuscrito de um cronista inca, "Guaman Poma de Ayala" (1526-1614). (1,5)

Observe as imagens, que pertencem ao manuscrito de um cronista inca, Guaman Poma de Ayala (1526-1614). (1,5) Observe as imagens, que pertencem ao manuscrito de um cronista inca, "Guaman Poma de Ayala" (1526-1614). (1,5) Leia as afirmações seguintes, a respeito dos incas e marque a afirmativa INCORRETA. a) Tinham

Leia mais

A Economia da América Latina

A Economia da América Latina A Economia da América Latina adsense1 Agricultura A agricultura de subsistência era a principal atividade econômica dos povos originais da América Latina, Essa atividade era complementada pela caça, pela

Leia mais

Lista de Exercícios:

Lista de Exercícios: PROFESSOR(A): Ero AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DATA DA REALIZAÇÃO ROTEIRO DA AVALIAÇÃO 2ª ETAPA AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º CONTÉUDOS ABORDADOS Cap. 4: o mundo grego todos os temas Cap

Leia mais