Indicadores quantitativos e redação de receitas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Indicadores quantitativos e redação de receitas"

Transcrição

1 Indicadores quantitativos e redação de receitas Profa. Ms. Rosana Benez Martins Freire Objetivos: Conhecer as técnicas para mensuração dos alimentos. Calcular indicadores de previsão de perdas dos alimentos durante pré-preparo e cocção. Identificar métodos para escrever receita culinária.

2 Índice Introdução Mensuração dos alimentos Indicadores de previsão de perdas dos alimentos durante pré-preparo e cocção Fator de correção (FC) ou Indicador de parte comestível (IPC) Índice de cocção (IC) Indicador de reidratação (IR) Redação de receitas Outros conceitos importantes...08

3 Introdução 3 Quando se executa uma receita, é imprescindível que os ingredientes sejam medidos com precisão. (PHILIPPI, 2003) Os valores para pesos e medidas não podem ser elaborados com exatidão matemática; devem-se considerar as diferenças de volume entre vários tipos de utensílios usados como medida, além da maior ou menor acomodação do alimento no recipiente. A fim de minimizar estas variações de medida, desenvolveram-se métodos para a pesagem dos alimentos na elaboração de receitas. (PHILIPPI, 2003) Exatidão: a exatidão é mais difícil de obter, devido à ausência de padronização na confecção de utensílios. Ex.: uma xícara de chá possui vários diâmetros, e, consequentemente, capacidade volumétrica diferenciada, de acordo com o fabricante. É imprescindível obter valores exatos (xícaras padronizadas, balança, proveta, Becker, litros ou recipientes graduados). (PHILIPPI, 2003) Precisão: refere-se à concordância entre determinações repetidas e não é necessariamente acompanhada de exatidão. Ex.: ao se pesar 5 vezes uma xícara de farinha em um mesmo utensílio, haverá medições semelhantes. Ex.: (PHILIPPI, 2003) 1. Mensuração dos alimentos A receita pede uma xícara de farinha de trigo. Ok! Você abre seu armário e se depara com pelo menos 4 tamanhos diferentes. Desde a xícara de cafezinho até a xícara gigante que você comprou porque é fã do seriado FRIENDS. Com o copo é a mesma coisa, afinal qual a diferença do copo americano para o copo de requeijão. E aposto que você já comprou marcas de requeijão diferentes com copos de tamanho diferentes. Estou certo? Sei também que vocês têm tamanhos diferentes de colher de sopa, chá, café isso pra não falar da diferença de sua pitada pra pitada do seu amigo, vizinho Já notaram que receitas de profissionais pedem 300 gramas de farinha invés de 2 xícaras e meia. Com ovos também a indicação é em mililitros. Fazemos isso na cozinha profissional por ser mais fácil, mais preciso, além de que, contamos sempre com uma balança por perto. Existem balanças de valor e qualidade excelentes, pesquise, vale a pena ter uma por perto - principalmente se você gosta de fazer doces e sobremesas - também indico a compra de um jogo de medidas. Essas medidas (encontradas facilmente em casas do ramo) deixam mais precisas os casos de 1 /2, 1 /3 ou 1 /4 da xícara ou da colher. Para trabalhar com alimentos são necessárias balanças de precisão e nesse caso usá-la para pesar todos os ingredientes, evitando-se, assim, alterações decorrentes de possíveis diferenças entre equipamentos. É importante observar a capacidade máxima de pesagem da balança e verificar sua regulagem com frequência.

4 4 Um recipiente medidor deverá ser primeiramente pesado e ter seu peso anotado. Em seguida, o ingrediente deverá ser colocado nesse recipiente e pesado. Para a obtenção do peso da amostra, é necessário subtrair o peso do recipiente e anotar o resultado (que será correspondente apenas ao do alimento). Uma balança digital precisa ser, primeiramente, zerada e nivelada. Após a colocação do recipiente medidor, a balança deve ser tarada (zerada); o alimento pode, então, ser colocado no recipiente, o peso obtido será correspondente somente ao do alimento. (ALTENBURG & DIAS, 2009) Para medir produtos secos (farinha, sal, açúcar ) vale a pena peneirá-los antes, para evitar os grumos (bolas) que se formam por causa da umidade. Esses alimentos não devem ser pressionados para serem medidos. Com auxílio de uma colher eles devem ser cuidadosamente colocados no utensílio medidor, sem comprimir, até que o utensílio esteja cheio. Utilizando uma espátula ou o lado cego de uma faca, a superfície do recipiente deve ser nivelada, retirando-se o excesso. O ingrediente não deve ser retirado da lata ou do pacote com o utensílio de medição. Para medir gorduras (banha, manteiga, margarina ) ou alimentos pastosos, vale a pena deixá-las a temperatura ambiente para que não haja espaços no interior da xícara não preenchidos. (Aqui vale outra dica de tradução um stick de manteiga americano tem 100 gramas, logo não traduza por tablete sendo que o nosso tem de 180 a 200 gramas, ou seja, o dobro do stick.). Deve-se usar uma colher para transferir o alimento para o utensílio medidor e pressioná-lo a fim de acomodá-lo e evitar a formação de bolhas de ar. Quando a medida estiver cheia, a superfície deve ser nivelada com uma espátula ou lado cego da faca. Se a quantidade solicitada for medida em colheres, o alimento poderá ser colocado diretamente, desde que se tomem precauções para evitar formação de bolhas e a adesão do produto na parte externa da colher. Para medir líquidos não há preocupação com compactação natural do alimento, mas as regras básicas de pesagem devem ser observadas. Colocar nos utensílios onde serão pesados e em seguida transferir para medidores de vidro com graduação, ou xícaras de tamanho adequado, para leitura do volume. O recipiente deve ser preenchido aos poucos, com o auxílio de um funil, até atingir a quantidade indicada pela receita. Quando dentro do medidor, os líquidos formam um menisco na superfície livre. A leitura do volume deve ser feita em superfície plana, com os olhos ao nível do menisco e tomada a medida de sua parte inferior. É possível ainda usar xícaras e colheres padronizadas, pois ambas apresentam capacidades conhecidas.

5 5 Você sabia que... Tabela de conversão aproximada. Valores correspondentes a uma xícara: Açúcar g Amido de milho g Arroz g (cru) Pó de chocolate/achocolatado - 90 g Farinha de rosca - 80 g Farinha de Trigo g Tabela de conversão aproximada. Valores correspondentes a uma colher das de sopa rasa: Açúcar - 12 g Farinha de trigo - 10 g Líquidos - 15 ml Manteiga - 20 g Sal - 12 g 2.Indicadores de previsão de perdas dos alimentos durante pré-preparo e cocção 2.1 Fator de correção (FC) ou Indicador de parte comestível (IPC) É um fator que prevê as perdas inevitáveis ocorridas durante a etapa de pré preparo, quando os alimentos são limpos (folhas murchas, queimadas), descascados (cascas e talos), desossados (ossos) ou cortados (aparas). Esse fator é uma constante para um determinado alimento de mesma qualidade e é decorrente da relação entre peso bruto (PB) do alimento, conforme adquirido, e peso líquido (PL) do alimento depois de limpo e preparado para utilizar.(ornelas, 2007) FC= Peso alimento Bruto (PB) Peso do alimento limpo (PL) Interpretação do F.C. F.C. > 1,0 = perda F.C. = 1,0 peso bruto é igual ao peso líquido F.C. < 1,0 = nunca ocorrerá A obtenção desse indicador não se restringe apenas ao cálculo do valor das perdas por retirada de cascas, aparas, sementes, talos e sujidades. O conhecimento da forma de consumo e da parte comestível do alimento permite que a avaliação do valor nutritivo da dieta e/ou cardápio não fique sub ou superestimado.

6 Falhas causadas por estimativas incorretas podem acarretar problemas operacionais, como: aumento nos custos; desperdícios com sobras de alimentos já preparados; aquisição superfaturada (PHILIPPI, 2003) 6 Outros fatores podem influenciar o FC dos alimentos: no pré-preparo: a técnica empregada, o tipo de utensílio ou equipamento e o recurso humano; no preparo e na forma de apresentação: corte de legumes (cubos, julienne, etc...) e formas de consumo (laranja com bagaço, melão boleado...)(philippi, 2003) Considerando-se esses aspectos recomenda-se que cada local tenha definido seus valores para o FC, pois dificilmente os FC obtidos serão iguais, dada a grande variabilidade das condições, para obtenção do alimento na forma desejada. Na impossibilidade de se definir este indicador, podem ser adotados alguns valores padronizados. 2.2 Índice de Cocção (IC) Os alimentos podem sofrer modificações por fatores físicos, químicos e biológicos. A ação externa que os alimentos recebem, na passagem de um estado para outro fazem com que o peso dos alimentos se modifique. Além do tipo de calor que age sobre o alimento, outros fatores interferem no produto final, como: intensidade de calor, tempo de cocção, espécie de utensílio, adequação de equipamentos, qualificação da mão de obra e diferentes preparações para um mesmo alimento (assado, grelhado, gratinado, refogado, desidratado). (PHILIPPI, 2003) O índice de cocção do alimento pode ser medido por meio de uma constante, obtida da relação entre o peso do alimento processado (gramas) e o peso do alimento no estado inicial (gramas). (ORNELAS, 2007) IC = Peso do alimento cozido (P. coz.) Peso líquido do alimento cru (PL) Interpretação do I.C. IC < 1 perda na cocção IC > 1 ganho na cocção

7 2.3 Indicador de reidratação (IR) 7 O indicador de reidratação (IR) é normalmente utilizado para cereais e leguminosas e alimentos deixados de remolho (imersos em água). Quanto maior o tempo de reidratação, menor o tempo de cocção.(philippi, 2003) Quando um alimento fica de remolho, sofre um aumento em seu peso pela hidratação a que foi submetido. Exemplo; para fazer o tabule ou uma massa com trigo para quibe, o trigo deve ficar de remolho, tendo seu volume aumentado cerca de 2 a 3 vezes em relação ao peso seco. Para o cálculo do aumento de volume apresentado pelos cereais, utiliza-se o indicador: (PHILIPPI, 2003) IR = Peso do alimento reidratado (g) Peso do alimento seco (g) 3.Redação de receitas A receita consiste em uma fórmula para obtenção de uma preparação culinária, e deve apresentar ingredientes, quantidades, modo e tempo de preparo, rendimento, valor calórico e custo. (PHILIPPI, 2003) Escrever uma receita culinária exige um método que permita ao leitor compreender e executar a fórmula, assim como a repetição com resultados semelhantes (reprodutibilidade) em todas as vezes que a receita for preparada. (PHILIPPI, 2003) As receitas devem apresentar: Um nome fantasia (Bolo floresta negra, por exemplo); Um nome técnico com a descrição da preparação e identificação dos principais ingredientes (bolo de chocolate com cereja, chantilly e raspas de chocolate); Listagem detalhada dos ingredientes, que permite a separação prévia de todos os alimentos a serem utilizados; Listagem dos ingredientes por ordem de uso, especificando a forma de utilização de cada um; Listagem prévia dos utensílios a serem utilizados, com descrição de capacidade e tamanho; Descrição das quantidades, em medidas caseiras ou padronizadas e em gramas, para facilitar a mensuração dos ingredientes; Descrição detalhada do modo de preparo, a fim e facilitar o entendimento da receita; Tempo de pré preparo e preparo da receita; Temperatura de cozimento e rendimento da receita (em número de porções); Informações sobre custo (total e por porção) e valor nutritivo da preparação;

8 Definição da forma verbal: infinitivo (ralar) ou 3ª pessoa (rale), que permite uma abordagem impessoal ou pessoal ao leitor; tecnicamente, deve-se dar preferência ao modo impessoal, mas para o público leigo a redação na 3ª pessoa é mais recomendada. (PHILIPPI, 2003) Preparação: Salada de Feijão Fradinho Referência: Entrada fria Rendimento: 4 porções Ingredientes Unidade Qtde. Valor Valor real FC Qtde. Bruta de Medida Líquida Unitário (R$) Feijão Fradinho KG 1,00 0,250 0,250 3,93 0,98 Pimentão Vermelho KG 1,57 0,118 0,075 6,35 0,75 Pimentão Verde KG 1,57 0,086 0,055 2,53 0,22 Tomate KG 1,18 0,035 0,030 3,46 0,12 Cebola KG 1,20 0,078 0,065 2,55 0,20 Salsa KG 1,29 0,019 0,015 5,98 0,12 Sal Refinado KG 1,00 0,015 0,015 1,31 0,02 Azeite de Oliva L 1,00 0,015 0,015 6,57 0,10 Ovo KG 1,13 0,147 0,130 2,90 0,43 Azeitona Fatiada KG 1,00 0,050 0,050 20,22 1,01 Limão KG 2,53 0,101 0,040 2,98 0,30 Pimenta do Reino KG 1,00 0,001 0, ,00 0,14 Custo Total: 4,38 Custo Unitário: 4,38 Modo de Preparo: 1. Coloque o feijão fradinho na pressão com água fria quando pegar pressão deixe 1 minuto e desligue; 2. Troque a água, deixe cozinhar normal e reserve; 3. Cozinhe o ovo por 10 minutos, pique e reserve; 4. Pique o pimentão vermelho, o pimentão verde, o tomate, a cebola, a salsinha e as azeitonas; 5. Misture todos os ingredientes exceto os ovos e as azeitonas; 6. Decore por cima com os ovos e a azeitona. 8

9 4. Outros conceitos importantes: 9 Per capita Quantidade de alimento cru, pronto para preparo, destinado a uma porção. Porção Quantidade de alimento / preparação, pronto para consumo, destinado a uma pessoa. Leituras recomendadas ALTENBURG, H.;DIAS,K.A.C. Medidas e porções de alimentos. Campinas: Komedi, ARAUJO W.M.C ET AL.. Alquimia dos Alimentos. Brasília: Senac, CREMA, C.; KOVESI, B.; MARTINOLI, G.; SIFFERT, C. 400 g. Técnicas de Cozinha. São Paulo: Cia. Editora Nacional, IGLÉSIAS, J. C. Sabor & Saber. Os cinco sentidos da alimentação. São Paulo: Singular, 2007 ORNELAS, L.H.. Seleção e preparo dos alimentos. 8 ed. São Paulo: Atheneu, PHILIPPI, S. T. Nutrição e. São Paulo: Manole, com/2007/12/12/ficha-tecnica-datrabalho-mas-ajuda-a-evitar-prejuizos br/ s/24.htm *Alertamos que estes conteúdos são de uso exclusivo da Universidade Anhembi Morumbi, estão protegidos pela Lei de Direito Autoral e não devem ser copiados, divulgados ou utilizados para outros fins que não os pretendidos pelo autor ou por ele expressamente autorizado.

ALIMENTOS EXTENSAMENTE AQUECIDOS

ALIMENTOS EXTENSAMENTE AQUECIDOS ALIMENTOS EXTENSAMENTE AQUECIDOS RECEITAS SALGADAS WAFFLE/PANQUECA SALGADO Ingredientes 1 xícara chá de Farinha de Trigo 1 xícara chá de leite de vaca integral 1 ovo de galinha inteiro 1 colher chá de

Leia mais

LIVRO DE RECEITAS. 3ª Edição

LIVRO DE RECEITAS. 3ª Edição LIVRO DE RECEITAS 3ª Edição Os produtos Purinha vêm mais uma vez presentear você com um novo livro de receitas. Esta é a terceira edição de uma coleção com sabores incríveis conseguidos a partir das combinações

Leia mais

20 Receitas Econômicas e Nutritivas

20 Receitas Econômicas e Nutritivas 20 Receitas Econômicas e Nutritivas 1. ALMEIRÃO COM SOBRAS DE ARROZ 1 maço de almeirão 1 cebola picada 1 dente de alho 2 xícaras (chá) de arroz cozido 1 e 1/2 colher (sopa) de óleo Escolha e lave bem o

Leia mais

É fundamental ler com atenção as embalagens dos produtos que devem ter a informação: NÃO CONTÉM GLÚTEN. Mix de farinha sem glúten

É fundamental ler com atenção as embalagens dos produtos que devem ter a informação: NÃO CONTÉM GLÚTEN. Mix de farinha sem glúten Tema: Glúten O glúten é uma proteína presente em alguns grãos como trigo, cevada e centeio. A intolerância ao glúten de forma permanente é denominada doença celíaca. Nesse caso, o intestino apresenta dificuldade

Leia mais

Pão de banana e laranja

Pão de banana e laranja Pão de banana e laranja 4 colheres de sopa de suco de laranja (natural fica melhor) 200 ml de água 2 bananas pequenas e amassadas (você pode usar banana prata) 3 colheres de sopa de Mel 500 Gr de Farinha

Leia mais

RECEITAS SEM GLÚTEN. Pão de Farinha de Arroz com Araruta (Ciclo 7 Ultra Rápido Cor da Casca: Média ou Escura)

RECEITAS SEM GLÚTEN. Pão de Farinha de Arroz com Araruta (Ciclo 7 Ultra Rápido Cor da Casca: Média ou Escura) RECEITAS SEM GLÚTEN Pão de Farinha de Arroz com Araruta (Ciclo 7 Ultra Rápido Cor da Casca: Média ou Escura) 1 ½ copo de leite ou água com 3 colheres de sopa de leite em pó 3 colheres de sopa de óleo ou

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO NUTRICHEF CSD

EDITAL DO CONCURSO NUTRICHEF CSD EDITAL DO CONCURSO NUTRICHEF CSD 1. DO OBJETO O presente instrumento tem por objetivo selecionar receitas que priorizem a utilização de ingredientes naturais e nutritivos que assegurem pratos saudáveis,

Leia mais

Receita. Fundo (caldo) 2L de água Pedaços de cebola, cenoura, salsão e outros legumes que aprecie. Risoto

Receita. Fundo (caldo) 2L de água Pedaços de cebola, cenoura, salsão e outros legumes que aprecie. Risoto s Feira Fika Risoto de calabresa com limão siciliano Fundo (caldo) 2L de água Pedaços de cebola, cenoura, salsão e outros legumes que aprecie Risoto 4 dentes de alho 1 cálice pequeno de vinho branco Azeite

Leia mais

Já está na mesa o novo cardápio da alimentação escolar.

Já está na mesa o novo cardápio da alimentação escolar. Já está na mesa o novo cardápio da alimentação escolar. Prove as receitas, veja como está gostoso e, o mais importante, nutritivo! A Prefeitura de Ipatinga elaborou para você este livro com receitas que

Leia mais

Entrada SALADA BOLOGNA OVO DE CODORNA PICANTE

Entrada SALADA BOLOGNA OVO DE CODORNA PICANTE Entrada OVO DE CODORNA PICANTE 12 ovos de codorna 1 colher de sopa de azeite de oliva 1 colher de café de vinagre Pimenta calabresa a gosto 1 pitada de sal 1 pitada de orégano 1 colher de chá de salsinha

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE PREPARO DO GLÚTEN - DISCIPLINA DE BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE PREPARO DO GLÚTEN - DISCIPLINA DE BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE PREPARO DO GLÚTEN - DISCIPLINA DE BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS ALUNA MONITORA: HARIET SCHULT PROFESSORA: ELIZONETE PERES DE FARIAS A farinha de trigo é composta por duas

Leia mais

RECEITAS LIGHT. Angélica Nascimento. Como Cozinhar Sem gordura

RECEITAS LIGHT. Angélica Nascimento. Como Cozinhar Sem gordura 1 RECEITAS LIGHT Como Cozinhar Sem gordura Agora você não precisa mais deixar de comer todas as suas refeições prediletas. Este ebook contém receitas muito simples e fáceis que você pode fazer sem utilizar

Leia mais

RECHEIOS E COBERTURAS PARA BOLO NO POTE

RECHEIOS E COBERTURAS PARA BOLO NO POTE [APOSTILA] RECHEIOS E COBERTURAS PARA BOLO NO POTE 32 receitas rápidas e simples de fazer para você começar hoje mesmo! WWW.CLUBEDASDOCEIRAS.COM 1 ÍNDICE Conteúdo Página 1. RECHEIO DE CREME DE COCO 2 2.

Leia mais

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes

Receitas Deliciosas de Aproveitamentos APRESENTAÇÃO EVITANDO O DESPERDÍCIO. Receitas deliciosas com talos, folhas e sementes APRESENTAÇÃO A alimentação e tão necessária ao nosso corpo quanto o ar que precisamos para a nossa sobrevivência, devem ter qualidade para garantir a nossa saúde. Quando falamos em alimentação com qualidade

Leia mais

Não deixe de aproveitar os pratos com a economia do TodoDia!

Não deixe de aproveitar os pratos com a economia do TodoDia! Esta revista foi pensada para deixar você com água na boca do início ao fim. Nela, vou mostrar duas de minhas especialidades na cozinha: receitas de massas e tortas. Nada mais versátil para agradar à família

Leia mais

Cachorro Quente de Forno

Cachorro Quente de Forno Cachorro Quente de Forno 2 xícaras (chá) de farinha de trigo 2 xícaras (chá) de leite 2 ovos 3 colher de sopa de fermentem pó 100 g de queijo parmesão ralado Recheio: 8 salsichas cozidas e picadas 1 cebola

Leia mais

Agroindústria. Processamento artesanal de farinhas e farináceos Fabricação de pão caseiro

Agroindústria. Processamento artesanal de farinhas e farináceos Fabricação de pão caseiro 1 de 5 10/16/aaaa 10:35 Agroindústria Processamento artesanal de farinhas e farináceos Fabricação de pão caseiro Processamento artesanal de farinhas e Nome farináceos : fabricação de pão caseiro Produto

Leia mais

Caldeirada de Peixe. Bolinho de Siri. Ingredientes: Modo de preparo: Ingredientes:

Caldeirada de Peixe. Bolinho de Siri. Ingredientes: Modo de preparo: Ingredientes: Caldeirada de Peixe - 4 cebolas médias -8 dentes de alho - 6 tomates médios - 1/2 pimentão verde - 1/2 pimentão vermelho - 1/2 pimentão amarelo - 3 folhas de louro - salsa - coentro - 1,5kg batata - 2kg

Leia mais

Tortas Salgadas. Bolo de Batata. Ingredientes: - 1 Kg batata cozida. - sal. - pimenta-do-reino. - 2 colheres de sopa de margarina

Tortas Salgadas. Bolo de Batata. Ingredientes: - 1 Kg batata cozida. - sal. - pimenta-do-reino. - 2 colheres de sopa de margarina Tortas Salgadas Bolo de Batata Ingredientes: - 1 Kg batata cozida - sal - pimenta-do-reino - 2 colheres de sopa de margarina - 1 xícara de queijo ralado - 3 colheres de sopa de maisena 1 / 27 - 1 xícara

Leia mais

Receitas. Módulo: Gastronomia Diet e Light Prof. Bianca Araújo

Receitas. Módulo: Gastronomia Diet e Light Prof. Bianca Araújo Receitas Módulo: Gastronomia Diet e Light Prof. Bianca Araújo ROSCA FLOR 1/3 xícara (chá) de leite desnatado morno 1/4 xícara (chá) de STEVITA CULINÁRIA 1 pitada de sal 2 colheres (sopa) de óleo 4 colheres(sopa)

Leia mais

O CHUCHU NA ESCOLA DO SABOR

O CHUCHU NA ESCOLA DO SABOR ESCOLA DO SABOR O CHUCHU NA ESCOLA DO SABOR O alimento é a nossa fonte de energia, a nossa garantia de sobrevivência. Comemos para matar a fome e porque é gostoso. A alimentação é a principal fonte de

Leia mais

Camarões a Monterrey. Foto ilustrativa

Camarões a Monterrey. Foto ilustrativa Receitas Camarões a Monterrey 10 camarões MARIS 10 fatias de bacon 100g de queijo gruyere 2 dentes de alho 4 colheres de sopa de azeite ½ limão Sal e pimenta do reino a gosto 3 tomates grandes maduros

Leia mais

NÚMERO. Alimentação: Sustentável. Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. CHICO SARDELLI DEPUTADO ESTADUAL PV

NÚMERO. Alimentação: Sustentável. Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. CHICO SARDELLI DEPUTADO ESTADUAL PV Alimentação: Sustentável NÚMERO 3 Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. Risoto de casca de Abóbora Cascas de 2kg de abóbora (ralada ) 3 xicaras de arroz cozido 1 cebola grande (picada)

Leia mais

Modo de Preparo. Modo de Preparo RECEITAS FÁCEIS 1 ARROZ SORTIDO

Modo de Preparo. Modo de Preparo RECEITAS FÁCEIS 1 ARROZ SORTIDO RECEITAS FÁCEIS 1 ARROZ SORTIDO 280 gramas de peito de frango,2 dentes de Alho picados,4 xícaras de chá de Arroz,banco cozido,2 Ovos cozidos e picados,1 xícara de chá de Cebolinha picada,sal a gosto,pimenta-do-reino

Leia mais

Tema: Receitas para amenizar os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia

Tema: Receitas para amenizar os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia Tema: Receitas para amenizar os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia Os tratamentos de quimioterapia e radioterapia geralmente causam diversos efeitos colaterais que, apesar de serem temporários,

Leia mais

MELHOR DA COZINHA VEGETARIANA

MELHOR DA COZINHA VEGETARIANA O MELHOR DA COZINHA VEGETARIANA Mahalia Goskowski CHOP SUEY DE LEGUMES - 1/4 de nabo branco comprido; - 4 cenouras; - 1 pimentão vermelho; - 1 pimentão verde; - 1/4 de acelga; - broto de feijão; - brócolis;

Leia mais

Misturar todos os ingredientes. Fazer bolinhas e fritar em óleo quente. Escorrer em papel toalha e servir.

Misturar todos os ingredientes. Fazer bolinhas e fritar em óleo quente. Escorrer em papel toalha e servir. 1 BOLINHO DE JACARÉ I 1 kg. de carne de jacaré moída 100 g. de farinha de milho ou farinha de mandioca flocada 3 ovos inteiros 3 dentes de alho, picadinhos pimenta-do-reino e salsinha e cebolinha bem picadinhas

Leia mais

AGRADECIMENTOS DAS ESCOLAS PADRE ANCHIETA PELO INCENTIVO E COLABORAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DO NOSSO 13º LIVRO DE RECEITAS DA VOVÓ.

AGRADECIMENTOS DAS ESCOLAS PADRE ANCHIETA PELO INCENTIVO E COLABORAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DO NOSSO 13º LIVRO DE RECEITAS DA VOVÓ. AGRADECIMENTOS PRIMEIRAMENTE, QUERO AGRADECER À EQUIPE DIRETIVA DAS ESCOLAS PADRE ANCHIETA PELO INCENTIVO E COLABORAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DO NOSSO 13º LIVRO DE RECEITAS DA VOVÓ. AGRADEÇO TAMBÉM ÀS NOSSAS

Leia mais

Indicadores e/ou Parâmetros de Qualidade do Serviço de Ailmentos

Indicadores e/ou Parâmetros de Qualidade do Serviço de Ailmentos TÉCNICA DIETÉTICA E GASTRONOMIA Indicadores e/ou Parâmetros de Qualidade do Serviço de Ailmentos INDICADORES NO PREPARO DE ALIMENTOS Indicador de Parte Comestível (IPC): Valor > 1,00 IPC: usado para o

Leia mais

Adicione a farinha às colheradas e mexa delicadamente para não empelotar. Por fim, junte o fermento.

Adicione a farinha às colheradas e mexa delicadamente para não empelotar. Por fim, junte o fermento. Bolo de Caneca Capuccino 1 porções Para microondas Ingredientes 1 ovo 3 colher(es) de sopa de óleo 4 colher(es) de sopa de açúcar 4 colher(es) de sopa de leite 1 colher(es) de chá de café solúvel 5 colher(es)

Leia mais

Kartoffelsalat (Salada de batatas)

Kartoffelsalat (Salada de batatas) Kartoffelsalat (Salada de batatas) Rendimento: 4 porções - 1 e 1/2 kg de batata inglesa - 1 cebola roxa - 150g de presunto picado - 3 colheres (sopa) de vinagre de vinho - 2 colheres (sopa) de mostarda

Leia mais

www.500receitasparaemagrecer.com.br

www.500receitasparaemagrecer.com.br Olá, Querido (a) amigo (a), É com imenso prazer que trago para você este guia prático e fácil para ajuda-lo na tarefa árdua que é perder peso e principalmente mantêlo. O que dificulta muitas vezes manter

Leia mais

Ingredientes para a massa 1 xíc farinha de trigo integral 1 xíc farinha de trigo 1 col chá sal 1 col chá fermento 100 ml água

Ingredientes para a massa 1 xíc farinha de trigo integral 1 xíc farinha de trigo 1 col chá sal 1 col chá fermento 100 ml água Pastel de legumes 10 unidades 2 Ingredientes para o recheio 2 col sopa óleo 2 xic couve flor em buque ¼ xi pimentão vermelho em cubinhos 1/3 xíc milho verde ½ cebola 1 col chá curry Sal a gosto Ingredientes

Leia mais

Revista da DORA DORA. Receitas de Pascoa da

Revista da DORA DORA. Receitas de Pascoa da Receitas de Pascoa da, 1 Lombo de Bacalhau com Batatas 1kg de lombo de bacalhau 15 batatas bolinha 6 dentes de alho (com casca mesmo) 2 folhas de louro 12 grãos de pimenta 2 cebolas fatiadas em rodelas

Leia mais

RISOTOS. As melhores receitas

RISOTOS. As melhores receitas RISOTOS As melhores receitas INTRODUÇÃO Sempre tivemos vontade de postar receitas de risoto no nosso blog, já que é um prato muito apreciado pelos nossos clientes e leitores. Como o risoto tem seus segredinhos,

Leia mais

A COUVE CHINESA NA ESCOLA DO SABOR

A COUVE CHINESA NA ESCOLA DO SABOR ESCOLA DO SABOR O alimento é a nossa fonte de energia, a nossa garantia de sobrevivência. Sem uma alimentação adequada a criança não pode se desenvolver ou crescer. A COUVE CHINESA NA ESCOLA DO SABOR Uma

Leia mais

Argolinhas. Capuccino da Vovó

Argolinhas. Capuccino da Vovó Capuccino da Vovó Argolinhas 1 lata de achocolatado pequena 1 lata de leite em pó instantâneo 150g de café em pó solúvel 1 colher de sopa de bicarbonato 1 pacote de chantily em pó canela em pó 6 colheres

Leia mais

Almôndegas de Arroz. Ingredientes. Modo de preparo

Almôndegas de Arroz. Ingredientes. Modo de preparo Almôndegas de Arroz 2 xícaras (chá) de arroz cozido 200g de carne moída 1 dente de alho picado 1 cebola picada 2 colheres (sopa) de farinha de rosca 4 xícaras (chá) de molho de tomate Sal e pimenta a gosto

Leia mais

Tabule Rendimento 4 porções

Tabule Rendimento 4 porções Tabule Rendimento 4 porções - 4 tomates picados - 1 xícara (chá) de trigo para quibe - 1 cebola picada - 1 pepino com casca picado em cubos - 1/2 xícara (chá) de salsinha picada - 1/4 xícara (chá) de cebolinha

Leia mais

www.500receitasparaemagrecer.com.br

www.500receitasparaemagrecer.com.br Olá, Querido (a) amigo (a), É com imenso prazer que trago para você este guia prático e fácil para ajuda-lo na tarefa árdua que é perder peso e principalmente mantêlo. O que dificulta muitas vezes manter

Leia mais

RUA TOMÁS RIBEIRO, 115 1050-228 LISBOA T (+351) 213 199 500 E realpalacio@hoteisreal.com REALHOTELSGROUP.COM

RUA TOMÁS RIBEIRO, 115 1050-228 LISBOA T (+351) 213 199 500 E realpalacio@hoteisreal.com REALHOTELSGROUP.COM RUA TOMÁS RIBEIRO, 115 1050-228 LISBOA T (+351) 213 199 500 E realpalacio@hoteisreal.com REALHOTELSGROUP.COM FOI EM 2008 QUE O HOTEL REAL PALÁCIO CRIOU UM BOMBOM FEITO DE AMOR VERDADEIRO. Sobremesa de

Leia mais

Carreteiro dos Pampas

Carreteiro dos Pampas Carreteiro dos Pampas 500g Arroz Parboilizado Namorado 200g alcatra cortado em cubos 200g sobre-paleta suína cortado em cubos 200g coração de galinha (limpo) 200g calabresa média cortada em meia lua 200g

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

INTRODUÇÃO À DIETÉTICA

INTRODUÇÃO À DIETÉTICA INTRODUÇÃO À DIETÉTICA A Dietética é a disciplina que estuda as operações a que são submetidos os alimentos após a cuidadosa seleção e as modificações que os mesmos sofrem durante os processos culinários.

Leia mais

Mini Livro do Blog Aromas e Sabores

Mini Livro do Blog Aromas e Sabores Mini Livro do Blog Aromas e Sabores 24 Receitas fáceis Andréa Potsch Conteúdo Entradas e acompanhamentos Musse de salaminho Batatas assadas com alecrim e limão Torta de liquidificador integral com pastrami

Leia mais

SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO

SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO 05\13 986-09-05 782481 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO MANUAL DE INSTRUÇÕES INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha de mais um produto de nossa linha. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, ler atentamente

Leia mais

Ovos 3 unidade (Vermelho) Massa fina (pedra) Leite Integral 480 ml Trigo 1 Kg. Sal 25 g Óleo 100 ml. Açúcar cristalizado 50 g Sal 20 g

Ovos 3 unidade (Vermelho) Massa fina (pedra) Leite Integral 480 ml Trigo 1 Kg. Sal 25 g Óleo 100 ml. Açúcar cristalizado 50 g Sal 20 g MASSA RICA (para 5 pizzas de 280 g 35 cm e 2 pizzas de 230 g médio) Trigo (Medalha de ouro) Óleo de milho 1 Kg 50 ml Ovos 3 unidade (Vermelho) Massa fina (pedra) Leite Integral 480 ml Trigo 1 Kg Sal 25

Leia mais

Receitas sem Leite e sem Trigo

Receitas sem Leite e sem Trigo Receitas sem Leite e sem Trigo Panqueca: 1 colh. de sopa cheia de maisena 1 colh. de sopa rasa de fécula de batata 1 colh de sopa rasa de farelo de arroz 1 ovo Sal Água Misture todos os ingredientes secos.

Leia mais

Agroindústria. Menu Introdução Pão integral Pão de mandioca Pão de torresmo com creme de alho Pão de Forma Pãezinhos de Batata. 1.

Agroindústria. Menu Introdução Pão integral Pão de mandioca Pão de torresmo com creme de alho Pão de Forma Pãezinhos de Batata. 1. 1 de 6 10/16/aaaa 10:42 Agroindústria Processamento artesanal de farinhas e farináceos Fabricação de pão caseiro Pão integral, pão de torresmo, pão de forma e pãezinhos de batata Processamento artesanal

Leia mais

www.liquigas.com.br liquigas_receitas_salgadas_v2.indd Página espelhada 1 de 8 Páginas(16, 1)

www.liquigas.com.br liquigas_receitas_salgadas_v2.indd Página espelhada 1 de 8 Páginas(16, 1) www.liquigas.com.br liquigas_receitas_salgadas_v2.indd Página espelhada 1 de 8 Páginas(16, 1) 11/1/2011 13:55:30 liquigas_receitas_salgadas_v2.indd Página espelhada 2 de 8 Páginas(2, 15) 11/1/2011 13:55:32

Leia mais

CURSO DE APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS INPA RECEITAS

CURSO DE APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS INPA RECEITAS CURSO DE APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS INPA RECEITAS Suflê da Casca de Jerimum 2 xícaras de casca de Jerimum; 1 xícara de talo de couve; 2 colheres de sopa de margarina; 2 ovos (claras batidas em

Leia mais

www.philco.com.br Manual de Instruções 01/14 1079-09-05 799996 REV.1 www.philco.com.br/faleconosco.aspx

www.philco.com.br Manual de Instruções 01/14 1079-09-05 799996 REV.1 www.philco.com.br/faleconosco.aspx www.philco.com.br 01/14 1079-09-05 799996 REV.1 Manual de Instruções www.philco.com.br/faleconosco.aspx INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha de um aparelho da linha Philco. Para garantir o melhor desempenho

Leia mais

RECEITAS SEM GLÚTEN ALERGIAS ALIMENTARES RECEITAS

RECEITAS SEM GLÚTEN ALERGIAS ALIMENTARES RECEITAS RECEITAS Souflê de brócolis (4 - Porção(ões) - 120 - Caloria(s)) Ingredientes: 100 g de queijo minas ou tofu 1 xícara de leite ou extrato de soja 2 ovos 1 colher de sopa de amido de milho (maisena) 1 pitada

Leia mais

Receitas colesterol. Pizza marguerita de berinjela - Mariana e Priscila Ingredientes

Receitas colesterol. Pizza marguerita de berinjela - Mariana e Priscila Ingredientes Receitas colesterol Pizza marguerita de berinjela - Mariana e Priscila Ingredientes 2 berinjelas grandes (870g); 6 claras levemente batidas (180g); 2 dentes de alho grandes (15g); 12 colheres (sopa) de

Leia mais

livro de RECEITAS festa do milho

livro de RECEITAS festa do milho livro de RECEITAS festa do milho JACI - SÃO PAULO Índice Pg. 03 Pg. 04 Pg. 05 Pg. 06 Pg. 07 Pg. 08 Pg. 09 Pg. 10 Pg. 11 Pg. 12 Pg. 13 Pg. 14 Pg. 15 Pg. 16 Pg. 17 Pg. 18 Pg. 19 Pg. 20 Pg. 21 Curau Tradicional

Leia mais

Roteiro Aula Prática 03

Roteiro Aula Prática 03 Roteiro Aula Prática 03 FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS Curso de Graduação em Nutrição Disciplina: Técnica Dietética e Gastronomia II Professora Ma.: Catarina Lima Leite 1. OBJETIVOS ROTEIRO AULA PRÁTICA

Leia mais

Caderninho de Receitas

Caderninho de Receitas Caderninho de Receitas Projeto Crescendo Saudável: Educação Alimentar e Nutricional Infantil Curso de Nutrição/UFMS Aluno: Centro de Educação Infantil Íber Gomes de Sá Receita 01: Suco vermelho 10 laranjas

Leia mais

1 lata de abóbora em calda, 2 xícaras de açúcar, 4 ovos, 4 colheres de açúcar, 2 colheres de maisena, 1 litro de leite, 1 copo de leite

1 lata de abóbora em calda, 2 xícaras de açúcar, 4 ovos, 4 colheres de açúcar, 2 colheres de maisena, 1 litro de leite, 1 copo de leite ABÓBORA COM CREME 1 lata de abóbora em calda, 2 xícaras de açúcar, 4 ovos, 4 colheres de açúcar, 2 colheres de maisena, 1 litro de leite, 1 copo de leite 1 Leve as 2 xícaras de açúcar em uma panela ampla

Leia mais

Receitas especiais de Páscoa do Bacalhau da Noruega.

Receitas especiais de Páscoa do Bacalhau da Noruega. Receitas especiais de Páscoa do Bacalhau da Noruega. O Sabor da Noruega Bacalhau (Gadus morhua) O legítimo bacalhau. Características: Pratos sugeridos: Coloração: Cauda: É o legítimo Bacalhau da Noruega,

Leia mais

Receitas para as Festas de Fim de Ano

Receitas para as Festas de Fim de Ano Salada Agridoce 1 molho de alface americano 2 xícaras de chá de repolho roxo cortado bem fino 1 maçã vermelha, picada em quadradinhos pequenos 1 colher de sopa de uvas passas sem sementes 3 talos de aipo

Leia mais

RECEITAS SEM GLÚTEN BOLO DE BANANA CARAMELADA

RECEITAS SEM GLÚTEN BOLO DE BANANA CARAMELADA RECEITAS SEM GLÚTEN BOLO DE BANANA CARAMELADA COBERTURA: 1/ 1/4 de xíc de água 06 bananas-nanicas maduras firmes, cortadas ao meio no sentido do comprimento Margarina para untar a fôrma. MASSA: 4 ovos

Leia mais

Centro de Saúde Escola do Butantã/FMUSP. Saúde da Criança. Receitas para as primeiras papinhas do seu bebê

Centro de Saúde Escola do Butantã/FMUSP. Saúde da Criança. Receitas para as primeiras papinhas do seu bebê Centro de Saúde Escola do Butantã/FMUSP Saúde da Criança Receitas para as primeiras papinhas do seu bebê Receita básica para PAPA SALGADA Não podem faltar estes alimentos no preparo do papa para a criança

Leia mais

LOTES 01- PERECÍVEIS FRIOS

LOTES 01- PERECÍVEIS FRIOS LOTES 0- PERECÍVEIS FRIOS 3 4 5 Lingüiça, do tipo calabresa, resfriada, industrialmente embalada, com SIF, embalagem plástica transparente atóxica não reciclada, contendo informações sobre o fabricante

Leia mais

Sustentável. Alimentação: Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. Dicas orientadas pela nutricionista Miriam Abdel Latif - CRN 3152

Sustentável. Alimentação: Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. Dicas orientadas pela nutricionista Miriam Abdel Latif - CRN 3152 Alimentação: Sustentável Dicas orientadas pela nutricionista Miriam Abdel Latif - CRN 3152 Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. NÚMERO 4 Bolo de Maçã com casca 3 ovos 1 xícara (chá)

Leia mais

A COUVE-FLOR NA ESCOLA DO SABOR

A COUVE-FLOR NA ESCOLA DO SABOR ESCOLA DO SABOR Os alimentos são fonte de energia e garantia de sobrevivência. Sem uma alimentação adequada à criança não pode se desenvolver ou crescer. O bom desenvolvimento corporal e intelectual exige

Leia mais

Bolinho de amor. Com carinho, Equipe do Integral

Bolinho de amor. Com carinho, Equipe do Integral Bolinho de amor 1 pitada de carinho 2 colheres de mel 3 colheres de doçura 4 Colheres de paixão 5 Colheres de amor a gosto 6 Colheres de dedicação Modo de Preparo: Faça a mistura de carinho, mel, doçura.

Leia mais

18 RECEITAS FÁCEIS E SAUDÁVEIS PARA O SEU DIA A DIA. Fabiana Nanô

18 RECEITAS FÁCEIS E SAUDÁVEIS PARA O SEU DIA A DIA. Fabiana Nanô 18 RECEITAS FÁCEIS E SAUDÁVEIS PARA O SEU DIA A DIA Fabiana Nanô O que você encontrará neste ebook? Este ebook contém 18 receitas deliciosas para você fazer no dia a dia. São receitas fáceis de se preparar

Leia mais

Docinho de abacaxi...4 Cheesecake de goiabada...5 Pavê de doce de leite com amendoim...6 Torta de chocolate...7 Bolo de fubá...8 Pão de coco...

Docinho de abacaxi...4 Cheesecake de goiabada...5 Pavê de doce de leite com amendoim...6 Torta de chocolate...7 Bolo de fubá...8 Pão de coco... www.liquigas.com.br Docinho de abacaxi...4 Cheesecake de goiabada...5 Pavê de doce de leite com amendoim...6 Torta de chocolate...7 Bolo de fubá...8 Pão de coco...9 Cocada de forno...10 Petit gateau...11

Leia mais

ÍNDICE 3. INTRODUÇÃO 4. OMELETE DE CLARAS 5. SHAKE DE CHOCOLATE PROTEICO 6. PIZZA LIGHT 7. TAPIOCA COM CLARAS E PEIXE 8. SORVETE PROTEICO DE CHOCOLATE

ÍNDICE 3. INTRODUÇÃO 4. OMELETE DE CLARAS 5. SHAKE DE CHOCOLATE PROTEICO 6. PIZZA LIGHT 7. TAPIOCA COM CLARAS E PEIXE 8. SORVETE PROTEICO DE CHOCOLATE 1 ÍNDICE 3. INTRODUÇÃO 4. OMELETE DE CLARAS 5. SHAKE DE CHOCOLATE PROTEICO 6. PIZZA LIGHT 7. TAPIOCA COM CLARAS E PEIXE 8. SORVETE PROTEICO DE CHOCOLATE 9. TRUFA DE CHOCOLATE 10. CLARAS FOFAS AO CHOCOLATE

Leia mais

Era uma vez... Uma empresa que resolveu se especializar em produtos diet para Food Service. O nome dela? Vitao Food Service.

Era uma vez... Uma empresa que resolveu se especializar em produtos diet para Food Service. O nome dela? Vitao Food Service. Receituário Dias das Crianças Era uma vez... Uma empresa que resolveu se especializar em produtos diet para Food Service. O nome dela? Vitao Food Service. Neste receituário, apresentamos muitas possibilidades

Leia mais

CARDÁPIOS PARA VÉSPERA E ANTEVÉSPERA DA COLONOSCOPIA

CARDÁPIOS PARA VÉSPERA E ANTEVÉSPERA DA COLONOSCOPIA CARDÁPIOS PARA VÉSPERA E ANTEVÉSPERA DA COLONOSCOPIA CAMPO GRANDE MS JULHO DE 2008 Nutricionista Responsável: Dayane Belusso CRN 3 24696/P E-mail belussob@hotmail.com CARDÁPIO DA ANTEVÉSPERA DO EXAME DESJEJUM

Leia mais

INGREDIENTES: 800g de farinha de trigo; 40g de fermento biológico fresco; 15g de sal; 320 ml de água. Peso total da receita: 1.

INGREDIENTES: 800g de farinha de trigo; 40g de fermento biológico fresco; 15g de sal; 320 ml de água. Peso total da receita: 1. RECEITAS BIGOLAR A regra base para cozinhar a massa, é de 1 litro de água para cada 100g de massa. Quando a água atingir o ponto de ebulição, acrescenta-se 10g de sal (1 colher de sopa rasa), para cada

Leia mais

Livro de Receitas. Receitas do. Chef César Santos

Livro de Receitas. Receitas do. Chef César Santos Livro de Receitas Receitas do Chef César Santos Camarão com arroz de coco Ingredientes: 400 g de filé de camarão 10 quiabos médios 50 g de pimentão verde 50 g de pimentão amarelo 50 g de pimentão vermelho

Leia mais

Ceia de Festas Equilíbrio

Ceia de Festas Equilíbrio Ceia de Festas Equilíbrio Entradas Salada Hortênsia Salada de Endivias, Salmão e Queijo Branco Tomate Rechedo com Quinua Acompanhamentos Arroz ao Creme de Ricota Farofa de Sementes Conchiglioni Recheado

Leia mais

SOBRAS REQUINTADAS REAPROVEITE RESTOS ALIMENTARES NA PREPARAÇÃO DE RECEITAS ORIGINAIS E SABOROSAS REDUZA O SEU DESPERD ÍCIO ALIMENTAR

SOBRAS REQUINTADAS REAPROVEITE RESTOS ALIMENTARES NA PREPARAÇÃO DE RECEITAS ORIGINAIS E SABOROSAS REDUZA O SEU DESPERD ÍCIO ALIMENTAR SOBRAS REQUINTADAS REAPROVEITE RESTOS ALIMENTARES NA PREPARAÇÃO DE RECEITAS ORIGINAIS E SABOROSAS REDUZA O SEU DESPERDÍCIO ALIMENTAR Legumes cozidos ( ± 0,5 kg, variados) 250 gr de farinha 2dl de leite

Leia mais

Da Caatinga ao Cerrado SABORES DA AGRICULTURA FAMILIAR Na sua Ceia de Natal. Feliz Natal. 2011 com muita solidariedade! Execução: Parceria: Apoio:

Da Caatinga ao Cerrado SABORES DA AGRICULTURA FAMILIAR Na sua Ceia de Natal. Feliz Natal. 2011 com muita solidariedade! Execução: Parceria: Apoio: Feliz Natal Da Caatinga ao Cerrado SABORES DA AGRICULTURA FAMILIAR Na sua Ceia de Natal e 2011 com muita solidariedade! Baru do Cerrado Umbu da Caatinga Execução: Parceria: Apoio na Oficina: Escola Waldorf

Leia mais

A sopa é um dos alimentos mais reconfortantes de se preparar e tomar, possui muitas variações e é facilmente adaptável. Pode ser quente ou fria,

A sopa é um dos alimentos mais reconfortantes de se preparar e tomar, possui muitas variações e é facilmente adaptável. Pode ser quente ou fria, Introdução Quando escrevi Rose Elliot s Complete Vegetarian Cookbook, em 1985, as culinárias vegetariana e vegan não eram tão populares e não estavam em posição de destaque como atualmente. Hoje em dia,

Leia mais

AS MELHORES RECEITAS para a Bimby

AS MELHORES RECEITAS para a Bimby AS MELHORES RECEITAS para a Bimby Clube Top Chefe edição limitada Bolo de Chocolate com Calda 200 gr de farinha 50 gr chocolate em pó 200 gr de açucar 100 gr de margarina derretida 200 gr leite 3 ovos

Leia mais

Coxinha de liquidificador

Coxinha de liquidificador Coxinha de liquidificador A coxinha é um salgado tipicamente brasileiro. Nasceu em São Paulo e é uma das marcas registradas dos bares, padarias e lanchonetes do país. A receita é feita basicamente de farinha

Leia mais

Dicas de comida prática e deliciosa para desfrutar com amigos e família.

Dicas de comida prática e deliciosa para desfrutar com amigos e família. Dicas de comida prática e deliciosa para desfrutar com amigos e família. Autores: Agus+na Dodino - Juan Donato - Josefina Galain Mª Paz Juambeltz - Natalia Malo Marcia Rossi - Carolina Tasende - Josefina

Leia mais

PROGRAMA DE TREINO DE COMPETÊNCIAS DE GESTÃO DOMÉSTICA ECONOMIA ALIMENTAR

PROGRAMA DE TREINO DE COMPETÊNCIAS DE GESTÃO DOMÉSTICA ECONOMIA ALIMENTAR de formação PROGRAMA DE TREINO DE COMPETÊNCIAS DE GESTÃO DOMÉSTICA ECONOMIA ALIMENTAR 16 HORAS Página 1 de 11 INTRODUÇÃO O Programa de Treino de Competências Básicas de Gestão Doméstica Economia Alimentar

Leia mais

10 dicas para. comer macarrão de maneira saudável. Piccola Italia Bangu Culinária italiana saudável, feita à mão

10 dicas para. comer macarrão de maneira saudável. Piccola Italia Bangu Culinária italiana saudável, feita à mão 10 dicas para comer macarrão de maneira saudável Piccola Italia Bangu Culinária italiana saudável, feita à mão Tradicional prato da culinária brasileira, o macarrão não é geralmente considerado um bom

Leia mais

Be-a-bá da Cozinha Saudável

Be-a-bá da Cozinha Saudável Be-a-bá da Cozinha Saudável ÁGUA AROMÁTICA Rendimento: 1 jarra 2 limões galegos pequenos (siciliano ou tahiti) 4 ramos de alecrim 4 rodelas de gengibre fresco 1L de água mineral Gelo Cortar os limões em

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

Lípidios (g) (g) MODO DE PREPARO. Vitamina C (mg) Açúcar g 7 27,09 6,97 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 R$ 0,01

Lípidios (g) (g) MODO DE PREPARO. Vitamina C (mg) Açúcar g 7 27,09 6,97 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 R$ 0,01 Cardápio nº 2455 - BISCOITO CASEIRO DE NATA E SUCO DE POLPA DE FRUTA os C Ca Mg Fe Zn Custo Açúcar g 8 30,96 7,97 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 R$ 0,01 Açúcar (suco) g 10 38,70 9,96 0,00

Leia mais

Receitas do livro BOLO SALGADO DE FARINHA DE MANDIOCA

Receitas do livro BOLO SALGADO DE FARINHA DE MANDIOCA Receitas do livro BOLO SALGADO DE FARINHA DE MANDIOCA Nome da 4 xícaras de chá de farinha de farinha (500g) 4 ovos 2 Litros de leite morno 1 colher (sopa) de fermento em pó (10g) 2 gemas para pincelar

Leia mais

O Almanaque Gourmet, o HONDASHI e o AJI-NO-MOTO selecionaram nove receitas práticas que vão esquentar de vez o seu cardápio. Confira nossas sugestões!

O Almanaque Gourmet, o HONDASHI e o AJI-NO-MOTO selecionaram nove receitas práticas que vão esquentar de vez o seu cardápio. Confira nossas sugestões! Que tal aproveitar esse inverno e preparar uma deliciosa sopa quentinha? O Almanaque Gourmet, o HONDASHI e o AJI-NO-MOTO selecionaram nove receitas práticas que vão esquentar de vez o seu cardápio. Confira

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções DESL. INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha do Liquidificador Philco. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, ler atentamente as instruções a seguir. Recomenda-se não jogar fora

Leia mais

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821 APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS Para higienização de hortifrutis: - 1 litro de água potável - 1 colher de sopa (10 ml) de água sanitária, sem perfume - Deixar de molho por 15 minutos CALDO NUTRITIVO

Leia mais

NECPAR - Núcleo de Educação Continuada do Paraná Pós-graduação em Nutrição Clínica e Gastronomia Funcional

NECPAR - Núcleo de Educação Continuada do Paraná Pós-graduação em Nutrição Clínica e Gastronomia Funcional PURÊ DE ABÓBORA COM GENGIBRE E CÚRCUMA 1 Kg de abóbora cabochá picada 2 colher (sopa) de manteiga 2 rodelas de gengibre fresco ralado 2 colheres (chá) de raspinhas de limão 1 colher (sopa) cúrcuma 12 medidas

Leia mais

Já tomou seu shake hoje?

Já tomou seu shake hoje? Já tomou seu shake hoje? Se já era bom tomar seu Shake da Herbalife preparado da forma convencional, imagine com estas 29 novas maneiras que trouxemos pra você. Preparamos com muito carinho este e-book,

Leia mais

Características. 19,2 cm. de larg. X 11,5 de comp. X 18 cm. de alt.

Características. 19,2 cm. de larg. X 11,5 de comp. X 18 cm. de alt. MASSA EXPRESS 3 Características O Massa Express é um produto fácil e intuitivo de usar para dar às suas receitas formatos circulares e retangulares de tamanhos diferentes com apenas um toque. É perfeito

Leia mais

RECEITAS DIETÉTICAS PARA O VERÃO

RECEITAS DIETÉTICAS PARA O VERÃO ROLINHOS DE PEIXE COM ESPINAFRES 4 Filetes de peixe sem pele e espinhas com cerca de 100g cada 1 Colher (sopa) de sumo de limão 300g de espinafres congelados 1 Dente de alho 3 Colheres (sopa) de azeite

Leia mais

LIVRETO DE INVERNO RECEITAS PARA AQUECER

LIVRETO DE INVERNO RECEITAS PARA AQUECER LIVRETO DE INVERNO RECEITAS PARA AQUECER INTRODUÇÃO Foi pensando em você que a Dedo de Moça mais uma vez elaborou um livreto. Dessa vez, apresentamos sugestões de receitas que podem nos agradar durante

Leia mais

pates Modo de Fazer: Bata o milho no liquidificador e misture-o aos demais ingredientes, temperando a gosto. Acrescente maionese até obter uma pasta.

pates Modo de Fazer: Bata o milho no liquidificador e misture-o aos demais ingredientes, temperando a gosto. Acrescente maionese até obter uma pasta. PATÊ DE BERINJELA COM QUEIJO Ingredientes: 2 berinjelas picadas, previamente aferventadas 1 cebola picada 3 colheres de sopas de óleo 1 colher de sobremesa de amido de milho 1 xícara de chá de queijo parmesão

Leia mais

Projeto - IDEFAM ( Integração para o Desenvolvimento Familiar)

Projeto - IDEFAM ( Integração para o Desenvolvimento Familiar) LIVRO DE RECEITAS Projeto - IDEFAM ( Integração para o Desenvolvimento Familiar) ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA EDUCANDO PELO ESPORTE INTRODUÇÃO As receitas deste livro foram confeccionadas nas oficinas de culinária

Leia mais

Chalá redonda. Guefilte fish ao molho de tomate Salmão primavera Saladas: Vagem com manga Alface com batata palha Salada de alho poró

Chalá redonda. Guefilte fish ao molho de tomate Salmão primavera Saladas: Vagem com manga Alface com batata palha Salada de alho poró B H RECEITAS Chalá redonda º Guefilte fish ao molho de tomate Salmão primavera Saladas: Vagem com manga Alface com batata palha Salada de alho poró º Caldo de galinha youch com kneidalach º Carne assada

Leia mais

Na primeira coluna da ficha são registrados os produtos que compõem a receita. Na segunda coluna são especificadas as medidas utilizadas para a

Na primeira coluna da ficha são registrados os produtos que compõem a receita. Na segunda coluna são especificadas as medidas utilizadas para a ficha técnica 9 ficha técnica 9 A ficha técnica é uma ferramenta fundamental na profissionalização dos serviços de alimentação de grande ou pequeno porte, importante na tomada de decisões e na orientação

Leia mais

COLÉGIO CASSIANO RICARDO

COLÉGIO CASSIANO RICARDO CURSO DE CULINÁRIA COLÉGIO CASSIANO RICARDO 2º semestre - 2011 Receitas 1 Strogonoff de Carne 2 Risoto de Alho Poró 3 Cheesecake de Amora 4 Filé mignon ao alho do Edu Guedes 5 Lanche natural de metro 6

Leia mais

Arroz e Feijão Maravilha

Arroz e Feijão Maravilha Arroz e Feijão Maravilha 40 g de abóbora picada 40 g de arroz 40 g de carne bovina picadinha 30 g de cenoura picada 40 g de chuchu picado 40 g de couve picada 30 g de feijão 30 g de repolho 10 g de cebola

Leia mais