governo do estado de são paulo Recepcionista de hotel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "governo do estado de são paulo Recepcionista de hotel"

Transcrição

1 governo do estado de são paulo Recepcionista de hotel 2

2 emprego Turismo e hospitalidade Recepcionista de hotel 2

3

4 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Geraldo Alckmin Governador SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Rodrigo Garcia Secretário Nelson Baeta Neves Filho Secretário-Adjunto Maria Cristina Lopes Victorino Chefe de Gabinete Ernesto Masselani Neto Coordenador de Ensino Técnico, Tecnológico e Profissionalizante

5 Concepção do programa e elaboração de conteúdos Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Coordenação do Projeto Juan Carlos Dans Sanchez Equipe Técnica Cibele Rodrigues Silva, João Mota Jr. e Raphael Lebsa do Prado Fundação do Desenvolvimento Administrativo Fundap Wanderley Messias da Costa Diretor Executivo Márgara Raquel Cunha Diretora de Políticas Sociais Coordenação Executiva do Projeto José Lucas Cordeiro Equipe Técnica Ana Paula Alves de Lavos, Emily Hozokawa Dias e Laís Schalch Textos de Referência Selma Venco, Clélia La Laina, Dilma Fabri Marão Pichoneri e Paula Marcia Ciacco da Silva Dias Gestão do processo de produção editorial Fundação Carlos Alberto Vanzolini Antonio Rafael Namur Muscat Presidente da Diretoria Executiva Alberto Wunderler Ramos Vice-presidente da Diretoria Executiva Gestão de Tecnologias aplicadas à Educação Direção da Área Guilherme Ary Plonski Coordenação Executiva do Projeto Angela Sprenger e Beatriz Scavazza Gestão do Portal Luiz Carlos Gonçalves, Sonia Akimoto e Wilder Rogério de Oliveira Gestão de Comunicação Ane do Valle Gestão Editorial Denise Blanes Equipe de Produção Assessoria pedagógica: Ghisleine Trigo Silveira Editorial: Adriana Ayami Takimoto, Airton Dantas de Araújo, Amanda Bonuccelli Voivodic, Beatriz Chaves, Beatriz Ramos Bevilacqua, Bruno de Pontes Barrio, Camila De Pieri Fernandes, Carolina Pedro Soares, Cláudia Letícia Vendrame Santos, Lívia Andersen França, Lucas Puntel Carrasco, Mainã Greeb Vicente, Patrícia Pinheiro de Sant Ana, Paulo Mendes e Tatiana Pavanelli Valsi Direitos autorais e iconografia: Aparecido Francisco, Beatriz Blay, Fernanda Catalão, Juliana Prado, Olívia Vieira da Silva Villa de Lima, Priscila Garofalo, Rita De Luca e Roberto Polacov Apoio à produção: Luiz Roberto Vital Pinto, Maria Regina Xavier de Brito, Valéria Aranha e Vanessa Leite Rios Diagramação e arte: Jairo Souza Design Gráfico CTP, Impressão e Acabamento Imprensa Oficial do Estado de São Paulo Agradecemos aos seguintes profissionais e instituições que colaboraram na produção deste material: Leticia Coscelli, Melissa Galdino de Souza, Robson Alexandre Divino, Rodrigo Marcos de Castro e Quality Suites Imperial Hall

6 Caro(a) Trabalhador(a) Estamos felizes com a sua participação em um dos nossos cursos do Programa Via Rápida Emprego. Sabemos o quanto é importante a capacitação profissional para quem busca uma oportunidade de trabalho ou pretende abrir o seu próprio negócio. Hoje, a falta de qualificação é uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo desempregado. Até os que estão trabalhando precisam de capacitação para se manter atualizados ou quem sabe exercer novas profissões com salários mais atraentes. Foi pensando em você que o Governo do Estado criou o Via Rápida Emprego. O Programa é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, em parceria com instituições conceituadas na área da educação profissional. Os nossos cursos contam com um material didático especialmente criado para facilitar o aprendizado de maneira rápida e eficiente. Com a ajuda de educadores experientes, pretendemos formar bons profissionais para o mercado de trabalho e excelentes cidadãos para a sociedade. Temos certeza de que iremos lhe proporcionar muito mais que uma formação profissional de qualidade. O curso, sem dúvida, será o seu passaporte para a realização de sonhos ainda maiores. Boa sorte e um ótimo curso! Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia

7 Caro(a) Trabalhador(a) Chegamos a uma nova etapa de seu curso, na qual você aprofundará os conhecimentos sobre a ocupação de recepcionista de hotel. Nós, do Programa Via Rápida Emprego, acreditamos que, para formar um bom profissional, é necessário que ele, além das técnicas relacionadas à ocupação, conheça os avanços ocorridos na área ao longo do tempo, bem como a situação do mercado de trabalho atual, e foi esse o caminho que percorremos no Caderno 1. Agora, neste Caderno, serão abordados temas mais específicos da ocupação. A Unidade 5 vai apresentar a recepção como o local de trabalho do recepcionista de hotel, bem como os procedimentos mais apropriados para a realização da reserva de vagas. A Unidade 6 dará continuidade a esse tema, tratando especificamente das atividades desenvolvidas pelo recepcionista e como deve ser a qualidade do serviço prestado aos hóspedes. Já a Unidade 7 detalhará as rotinas de trabalho, os fluxos operacionais e os principais procedimentos e documentos a serem preenchidos no exercício da ocupação. A seguir, a Unidade 8 vai especificar alguns documentos do ramo hoteleiro, tais como controle de solicitações de hóspede, livro de passagem de turno, controle de reclamações de hóspede, controle de visitantes, controle de encomendas, controle da movimentação do hotel, diário de bordo, Ficha Nacional de Registro de Hóspedes, entre outros. A Unidade 9 abordará um tema muito importante: o ingresso no mercado de trabalho. Por meio de algumas propostas de reflexão e de atividades, os assuntos debatidos vão ajudá-lo a elaborar seu currículo e a se preparar para uma entrevista. Na Unidade 10, você fará um balanço sobre os conhecimentos adquiridos, listando aquilo que considera importante aprofundar no futuro. Também vai refletir sobre o que sabia no início do curso e o que passou a saber, refazendo o quadro preenchido na Unidade 3 do Caderno 1. Boa sorte!

8 Sumário Unidade 5 9 A recepção como local de trabalho Unidade 6 19 O recepcionista de hotel e a qualidade do serviço prestado Unidade 7 33 Rotinas de trabalho Unidade 8 51 Documentação a ser preenchida Unidade 9 61 Ingresso no mercado de trabalho Unidade Revendo seus conhecimentos

9 São Paulo (Estado). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. Via Rápida Emprego: turismo e hospitalidade: recepcionista de hotel, v.2. São Paulo: SDECT, il. - - (Série Arco Ocupacional Turismo e Hospitalidade) ISBN: (Impresso) (Digital) 1. Ensino Profissionalizante 2. Turismo e Hospitalidade Qualificação Técnica 3. Recepcionista de Hotel Mercado de Trabalho I. Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia II. Título III. Série. CDD: FICHA CATALOGRÁFICA Tatiane Silva Massucato Arias - CRB-8/7262

10 U n i da d e 5 A recepção como local de trabalho Reza Estakhrian/Stone+/Getty Images Recepção de hotel. A recepção é o primeiro local que o hóspede visita quando chega ao hotel, então esse espaço precisa ser acolhedor e agradável. É também o lugar com o qual o hóspede mantém contato direto e constante, durante todo o período de sua hospedagem, seja para esclarecimento de dúvidas, seja para atendimentos diversos ou para resolução de problemas. A recepção tem de ser um espaço limpo e organizado, de preferência bem iluminado e com cores claras e suaves. Seu piso deve estar sempre limpo e nunca escorregadio. Costuma ter o tamanho e o número de funcionários definidos R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 9

11 pelo porte do estabelecimento, mas nunca pode deixar de ter uma aparência impecável. Ela possui um balcão que separa a parte social da operacional, quer dizer, no lado externo ficam os hóspedes ou visitantes, e no interno, os funcionários do atendimento. Esse balcão precisa estar sempre limpo e arrumado, para não dar a impressão de desorganização e permitir seu uso pelos hóspedes no preenchimento da ficha de entrada, na entrega de documentos, na conferência de contas etc. Atualmente, a maior parte dos hotéis trabalha com documentos informatizados, o que contribui para que os balcões fiquem mais livres, contendo apenas aparelhos telefônicos, máquinas de calcular e terminais de cartões de crédito e débito. O recepcionista usa o computador para consultar as reservas e a situação do hotel, isto é, a taxa de ocupação, o status dos apartamentos etc. Próximo à recepção, normalmente existe um quadro de avisos no qual são afixadas várias informações, entre elas chegada e saída de voos para capitais importantes, eventos que vão ocorrer na cidade ou no próprio hotel, propostas de passeios turísticos com seus respectivos contatos e sugestões de locais interessantes para visitar. Esse quadro é bastante consultado pelos hóspedes e, por esse motivo, deve estar sempre organizado e com as informações atualizadas. Atividade 1 Analisando algumas situações Em grupo de três ou quatro pessoas, leiam as questões a seguir e discutam cada uma das alternativas antes de escolher a que consideram mais coerente, justificando a opção feita. 1. Uma pessoa fez reserva em um hotel por telefone sem nenhuma indicação. Na recepção, encontrou um grupo de funcionários conversando e rindo alto enquanto folheavam algumas revistas que estavam espalhadas no balcão. Esperou uns bons minutos até que um deles terminasse a conversa para começar seu atendimento. 10 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

12 Como vocês acham que o hóspede se sentiu? ( ) Achou normal e pensou que os funcionários eram alegres e animados. ( ) Teve a impressão de um hotel mal administrado e desorganizado. ( ) Entendeu a situação porque era um dia quente e sem muito movimento. Justificativa: 2. Um grupo chegou ao hotel para se hospedar e as crianças começaram a brincar de pega-pega no salão de entrada. Na opinião de vocês, o que o recepcionista deve fazer? ( ) Ir até as crianças e lhes dar uma bronca. ( ) Pedir ao grupo que cuide melhor de suas crianças. ( ) Pedir a um mensageiro que as convide para brincar no playground enquanto esperam os pais preencherem as fichas. Justificativa: Setor de reserva de vagas UpperCut Images/Latinstock As vagas podem ser reservadas por telefone. R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 11

13 A maior parte dos hotéis, caso não tenha um departamento próprio para a reserva de vagas, possui um funcionário que se encarrega dessa função, mas em alguns estabelecimentos é o próprio recepcionista o responsável pelas reservas, como no caso de pequenos hotéis ou pousadas. Aquele que atende aos pedidos de reserva é o primeiro elo da cadeia de uma excelência em atendimento, e, para isso, sua postura deve ser elegante, até cerimoniosa, dando ao possível hóspede a sensação de ser importante e único. O atendimento, nesse momento, não pode ser banalizado, seja por telefone ou pessoalmente, pois o acolhimento malfeito ou o fornecimento de informações equivocadas ou incompletas tendem a afastar o cliente e, por consequência, outros possíveis hóspedes. Para que a reserva seja feita adequadamente, o funcionário precisará saber da disponibilidade de vagas do hotel. Isso é possível mediante a consulta do mapa de reservas, que tem de ser atualizado constantemente, assim que uma reserva é efetivada. Essa atualização costuma ser feita de maneira automática, no caso dos hotéis que contam com o preenchimento online da Ficha Nacional de Registro de Hóspedes (FNRH). Já os estabelecimentos que não possuem esse recurso devem ter uma rotina de preenchimento constante, a fim de evitar equívocos na hora de aceitar ou rejeitar uma reserva. Se as reservas forem feitas por agências de viagens e o mapa de reservas não puder ser acessado online, os funcionários devem entrar em contato com o hotel para saber sua situação de lotação. Daniel Beneventi MAPA Apto. 101 Apto. 102 Apto. 201 Apto. 202 Apto. 203 Apto. 204 Apto. 205 Apto. 206 Apto. 207 Apto. 301 Apto. 302 Apto. 303 Apto. 304 Apto. 305 Apto. 306 Apto. 307 Apto. 401 Apto. 402 Apto. 403 Apto. 404 Apto. 405 Mapa de reservas (22/05/2013 a 01/07/2013) 22 maio 23 maio 24 maio 25 maio 26 maio 27 maio 28 maio 29 maio 30 maio 31 maio 01 junho 02 junho 03 junho 04 junho 05 junho 06 junho 07 junho 08 junho 09 junho 10 junho 11 junho 12 junho 13 junho 14 junho 15 junho 16 junho 17 junho 18 junho 19 junho 20 junho 21 junho 22 junho 23 junho 24 junho 25 junho 26 junho 27 junho 28 junho 29 junho 30 junho 01 julho Tipo Apartamento Apto Ocupado Bloqueado Reservado Interditado Governança Atualizar Imprimir 12 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

14 Convém salientar que, para que as acomodações possam atender à diversidade da clientela, são necessários conhecimentos específicos tanto em relação às necessidades especiais dos hóspedes como sobre as características das acomodações existentes no hotel que atendam a essas necessidades. Um diálogo inicial é importante e pode versar a respeito, por exemplo, de se a pessoa já conhece o hotel ou foi indicada por alguém, se a acomodação será individual ou com acompanhantes, se haverá crianças, indicando, assim, as alternativas de lazer que poderão ser utilizadas. Só então devem ser apresentadas as opções de preço. Nesse diálogo, deve-se tomar o cuidado de dar tempo para o interlocutor se pronunciar, pois, como visto no Caderno 1, a comunicação e, principalmente, as pausas na fala são importantes. Depois de traçar o perfil do cliente e da vaga pretendida, deve-se realizar o preenchimento da ficha de reserva, que possui os dados principais do futuro hóspede e de seus acompanhantes, caso os tenha. Empresa RESERVAS Particular Agência Desconto %: Daniel Beneventi Sobrenome / Nome: Empresa: End.: Fone: Contato: Cidade: CEP: Estado: Fax: Check-in Check-out N. do Pax Queen Twin Diária Tipo Pagamento Hóspede Empresa Adulto Total Diárias Criança Extras Obs.: Telefone Call Center In House Data: Particular Choice Link Nome: Assinatura do Funcionário Modelo de uma ficha de reserva de vagas em um hotel. É necessário, ainda, esclarecer que a reserva com garantia de datas pressupõe o pagamento de um sinal ou a realização de um pré-pagamento, por meio do fornecimento do número de cartão de crédito do cliente, sua validade e código de segurança, o que servirá como garantia da acomodação no referido período. Alguns hotéis costumam cobrar uma taxa pelo não comparecimento do cliente (no show, ou seja, o hóspede não se apresentou no hotel), que é debitada de seu cartão de crédito. Portanto, é imprescindível que o funcionário esclareça esse ponto no momento da reserva para evitar futuros problemas. R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 13

15 Ao final da reserva, o funcionário passará para o futuro hóspede o código dela ou se comprometerá a enviar um comprovante por . Alguns hotéis disponibilizam uma ficha de reserva de vaga online, quer dizer, a ficha pode ser acessada no site do estabelecimento e preenchida no computador pelo próprio cliente, que depois a enviará por . Quando for esse o caso, o funcionário do setor de reservas, que acompanha diariamente a chegada dessas mensagens, verificará seu teor e responderá a todas elas. A resposta pode ser a confirmação da reserva ou um esclarecimento sobre a impossibilidade de atendimento naquele momento. Muitos hotéis (em geral os de grande porte), em vez de contar com um funcionário especificamente para esse fim, adotam um sistema verificador de vagas. O cliente, ou seu agente de viagens, faz sua reserva online, por meio de um sistema de distribuição global, o global distribution system (GDS), que verifica a disponibilidade e insere ou retira as informações do mapa de reservas ou grid de disponibilidade. O sistema, assim, realiza o gerenciamento, cabendo ao setor de reservas e de recepção apenas o acompanhamento e, se preciso, o contato com o potencial hóspede. Além de fornecer informações e realizar a reserva inicial, o funcionário desse departamento tem, em sua rotina diária, de efetuar o lançamento das reservas no sistema e solicitar o bloqueio dos apartamentos para os períodos solicitados, enviando, a seguir, uma cópia da ficha de reserva ao setor de faturamento. Cabe a ele também acompanhar a confirmação da reserva, ou cancelá-la, se o hóspede não confirmá-la ou desistir dela. Atividade 2 Relembrando os procedimentos de reserva Em dupla, discutam e respondam às seguintes questões: 1. Qual é o objetivo do funcionário da reserva de vagas ao fazer várias perguntas ao cliente? Vocês acham isso válido? Por quê? 14 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

16 2. Quando uma reserva é cancelada, alterada ou confirmada, quais os principais passos a serem seguidos? Justifiquem a resposta para cada uma das situações. 3. Na opinião de vocês, o que o recepcionista deve fazer se a ligação de reserva de vagas for de uma empresa solicitando vários apartamentos? Atividade 3 Clareza na comunicação Leia o texto a seguir, publicado em Causos Hoteleiros, e responda as questões propostas. Em uma pousada aqui de nossa capital, a gerente, que há muito não vinha à recepção, resolveu tirar o intervalo do recepcionista. Eis que chega um hóspede querendo fechar sua conta e emitir Nota Fiscal. Era a sua primeira hospedagem na pousada, que não havia ainda efetuado seu cadastro, e a gerente indagou: R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 15

17 Qual o nome da sua empresa? Bola Bola Laranja, BBL Bureau Brasileiro Ltda. Aí a gerente vira para o hóspede e diz: Poxa, sua empresa trabalha com bolas e com laranjas?! Nada a ver, né? O hóspede então caiu na gargalhada e disse: Não, amiga, o Bola Bola Laranja eu disse para facilitar para você, porque se eu dissesse BBL você poderia entender DBL ou CDL, entendeu? A gerente, toda sem jeito, nem teve como disfarçar, porque estava escrito na Nota Fiscal: BOLA BOLA LARANJA!!! 1. Qual é o nome da empresa do hóspede? NETTO. Causos Hoteleiros, 9 maio Disponível em: <http://netto-causoshoteleiros.blogspot.com.br/2011/05/emuma-pousada-aqui-de-nossa-capital.html> Acesso em: 14 jun Por que a gerente pensou que sua empresa trabalhava com bolas e laranjas? 3. Você já ouviu alguém falar desse modo, substituindo as letras por palavras, como fez o hóspede? Em que situação? Para uma boa comunicação, é importante que ela seja clara, garantindo que ambas as partes entendam a mesma coisa e de maneira correta. O método de soletração, como o hóspede fez no texto que você leu, tem esse objetivo, ou seja, que o ouvinte entenda o B, de Bureau, como B, e não D. 16 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

18 Nesse método, cada pessoa pode usar, para indicar a letra B, o que lhe for mais significativo no momento, como bola, boneca, barco, deixando, às vezes, o interlocutor confuso. A fim de evitar esse método indiscriminado, foi criada uma forma mundial de soletração do alfabeto, usada por quase todos os segmentos de turismo. Assim, a cada letra corresponde uma palavra, escolhida de modo a garantir que não haja outra semelhante a ela, pois isso poderia causar confusão em seu entendimento. A maneira de transmitir uma informação com segurança, principalmente ao telefone, em que o ruído pode atrapalhar a audição correta, é soletrá- -la, só que, em vez de falar o nome da letra, fala-se a palavra correspondente no alfabeto fonético mundial. Alfabeto fonético mundial Letras A Alfa B Beta C Charlie D Delta E Eco F Fox G Golf H Hotel I Índia J Juliete K Kilômetro (kilo) L Lima M Mike N November O Oscar P Papa Q Quebec R Romeo S Sierra T Tango U Uniforme V Victor W Whisky X X-ray Y Yankee Z Zulu Ao usar o alfabeto fonético mundial, deve-se dizer apenas Alfa e não A de Alfa, Quebec e não Q de Quebec, e assim por diante. Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Manual Geral de Aeroportos (MGA). Disponível em: <http://www2.anac.gov.br/imprensa/scd/2011/manual_geral_de_ Aeroportos_(MGA)_descaracterizado.pdf>. Acesso em: 24 jun R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 17

19 Muitas vezes, no uso desse alfabeto pelo turismo, algumas palavras são aportuguesadas, com o objetivo de simplificar alguns dos termos utilizados em língua inglesa. Por isso, no Brasil, usa-se B = Bravo, X = Xadrez, em vez de Beta e X-ray, respectivamente. Atividade 4 Exercitando o alfabeto fonético mundial 1. Escreva a forma como se soletram as palavras a seguir, usando o alfabeto fonético mundial. a) Hotel b) Telefone c) Passeio 2. Você já ouviu alguém soletrar alguma informação utilizando esse alfabeto? Quem e qual era a palavra usada? 3. Volte ao texto da atividade anterior e soletre, por escrito, o nome da empresa do hóspede utilizando o alfabeto fonético. 18 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

20 U n i da d e 6 O recepcionista de hotel e a qualidade do serviço prestado O recepcionista de hotel desempenha diversos papéis. Ele cuida não só da recepção, mas também das pessoas que estão chegando ao hotel ou saindo. Por isso, sua atividade é peculiar. Sua função envolve não só formulários e cadastros, mas depende também do relacionamento com funcionários e hóspedes. Cada pessoa é diferente uma da outra, então a relação entre elas também será única. Com pessoas mais fáceis, as relações costumam ser mais simples; já com pessoas difíceis, o trato exige alguns cuidados. O trabalho do recepcionista é também saber lidar diretamente com isso. E, sempre que possível, com um sorriso no rosto. Além disso, o porte do hotel, como vimos no Caderno 1, demanda mais ou menos atribuições, dependendo da quantidade de funcionários existentes na recepção. Algumas ocupações possuem atividades definidas em listas de procedimentos, o que torna o desenvolvimento do trabalho relativamente mais fácil. Esse, no entanto, não é o caso da ocupação de recepcionista, em que um atendimento descuidado pode levar à perda do cliente, que talvez prefira se hospedar em outro lugar. O recepcionista, em seu dia de trabalho, depara-se com vários casos corriqueiros, que não exigem dele nada mais do que experiência e boa vontade; porém, às vezes, precisa lidar com casos curiosos. O texto a seguir apresenta um deles. R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 19

21 Excêntrica Chegou à recepção, chamou-me para um dos cantos do balcão, baixou a voz e falando em tom confidencial disse-me: Está tudo certo, não? Desculpe, senhora, não compreendi. Ela olhou para o lado, verificando se havia alguém ouvindo a conversa, e prosseguiu: A reserva? Que reserva, senhora? Continuava sem entender. Da rainha. Que rainha? Ah, você não sabe? A rainha da Inglaterra vai ficar aqui, isso é sigilo total. Pensando que ela estava brincando, resolvi alimentar o assunto. Ah! A reserva da rainha? Pois não, está tudo certo. Carlos Soares, técnico em administração de empresas, atua na área de hotelaria há quase duas décadas. Começou na hotelaria como auditor noturno, foi chefe de recepção e gerente de hospedagem. Em seu livro, tenta retratar fatos vividos por ele ao longo desse período, pelo ângulo de quem trabalha nas áreas de turismo, principalmente na recepção de hotéis. Ela balançou a cabeça afirmativamente e saiu. No dia seguinte, voltou novamente, esperou eu terminar o atendimento que fazia e baixando a voz retornou ao assunto: Vim especialmente para trazer o voucher da rainha. Antes que eu tivesse qualquer reação, tirou da bolsa um rótulo de biscoitos Maria, dobrado com bastante habilidade, e passou às minhas mãos. Em seguida, saiu e nunca mais vi essa senhora. SOARES, Carlos. Excêntrica. In: Histórias da hotelaria: as histórias que acontecem nas recepções. São Paulo: Biblioteca 24horas, 2008, p Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

22 Como atender bem Parece estranho falar dessa forma, não é? Afinal, todas as pessoas procuram tratar bem os outros. Mas o que é atender bem? O bom atendimento pressupõe uma série de atitudes a serem observadas pelo profissional que lida com outras pessoas e aperfeiçoadas ao longo de sua carreira. Vamos analisar algumas delas. 1. Pontualidade Chegar sempre no horário preestabelecido. Essa atitude não é apenas uma regra a ser cumprida; ela demonstra respeito ao ambiente de trabalho e é importantíssima para que a rotina funcione de modo organizado e preciso. A pessoa pontual consegue administrar melhor seu tempo, o que garante maior produtividade e eficiência. 2. Respeito Tratar os hóspedes e todas as outras pessoas, sejam elas visitantes ou colegas de trabalho, de maneira profissional, com atenção e interesse. Conversar de forma espontânea, sem expressão de desagrado. Yury Artamonov/123RF Homestudio/123RF R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 21

23 3. Cortesia Ouvir o que o hóspede está dizendo, sorrir espontaneamente, responder com educação, sem alterar o tom da voz, mesmo que considere impróprio o que está sendo tratado no momento. Lidar bem com o público é uma qualidade importantíssima do recepcionista de hotel, e se concentrar no que está acontecendo para saber chegar a uma solução transmite confiança e responsabilidade. 4. Atenção e sensibilidade Ser capaz de entender o que o hóspede está sentindo no momento e atendê-lo da melhor maneira possível, evitando confrontos e buscando soluções. Saber trabalhar sob pressão, com bom humor e paciência, é essencial para chegar a bons resultados. Commercial Eye/Stone/Getty Images Paul Thomas/The Image Bank/Getty Images 22 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

24 5. Autodomínio Ter calma para ouvir as reclamações e não enfrentar o hóspede, mesmo que ele não tenha razão. É importante lembrar que, quando se lida com várias pessoas, nem sempre o contato se dá de maneira harmoniosa. Nessas horas, o melhor a fazer é procurar se manter tranquilo e acatar o que lhe está sendo dito. Quando for o caso, após o momento crítico, fornecer ao hóspede as explicações necessárias. 6. Ética Ser honesto em todas as situações, agir com flexibilidade e tolerância, ser íntegro e seguir padrões de comportamento corretos. A conduta ética deve nortear todas as atitudes de um bom profissional e é essencial na hotelaria. Wavebreak Media Ltd/123RF Alistair Berg/Digital Vision/Getty Images R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 23

25 7. Boas maneiras Agir de acordo com as regras de convivência, respeitando o espaço e a liberdade do outro do melhor modo possível. É importante também evitar atitudes negativas, como mascar chiclete no ambiente de trabalho, fumar durante o expediente, falar ou rir alto na recepção, conversar ao telefone assuntos particulares enquanto o hóspede aguarda atendimento etc. 8. Discrição Tratar os hóspedes com respeito, mas sem intimidade, evitar fazer comentários indevidos na presença deles, procurar não emitir opiniões pessoais em assuntos que não lhe são devidos e nunca dar informações sobre outros hóspedes. Amana images inc. /Alamy /Glow Images Fuse/Getty Images 24 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

26 9. Dicção Falar de maneira objetiva e clara, usando vocabulário formal e correto, sem uso de gírias. Pronunciar bem as palavras e evitar gerundismo e expressões como tá ok, é assim, né etc. Para dar informações adequadas, é necessário conhecer bem o hotel e o que ele oferece aos hóspedes. Paulo Savala Gerundismo: Uso exagerado de verbos no gerúndio, ou seja, com a terminação ndo, que muitos consideram vício de linguagem. Por exemplo: Vou estar checando ou É preciso estar fazendo.... Leia o cordel a seguir, Homenagem à Recepcionista, que mostra a importância do bom atendimento. O cordel é um tipo de poema popular nordestino de herança portuguesa que usa temas do cotidiano, do mundo político e histórico, com a finalidade de divertir, instruir, educar, ensinar e informar. É publicado em papel barato, em forma de folhetim, e em sua capa, além do título e do nome do autor, aparece uma xilogravura, técnica de gravura que utiliza a madeira como matriz, em um processo parecido com um carimbo. É chamado cordel pelo fato de os folhetos serem expostos ao público em cordéis (barbantes, cordões). R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 25

27 Homenagem à Recepcionista Luiz Esperantivo Caro amigo, me escute Mesmo com pouca bagagem Eu descrevo pra vocês Este povo de coragem A recepcionista merece Esta nossa homenagem Para se recepcionar É preciso educação Saber explicar bem Respeitar o cidadão Ter o bom conhecimento Em qualquer ocasião Natural de Orobó, em Pernambuco, Luiz Esperantivo dedica-se ao cordel desde Integrante da União dos Cordelistas de Pernambuco (Unicordel), divulga a cultura popular nordestina e atua em projetos de cordel nas escolas. É de grande importância Esta bela profissão Não existe um local Que não tenha recepção Um cabra sem recepcionista Não progride, meu irmão Pois ela atende bem No escritório ou empresa Consultório ou saúde Ela é mesmo uma beleza Trabalhando com amor Age com muita nobreza 26 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e R e c e p c i o n i s t a de hotel 2

28 Por isto é necessário Estudar por vocação Para atender direito E dar boa formação Tratamento humanitário É importante, amigão Todo mundo recepciona É só prestar atenção Um amigo quando vai Nos fazer visitação Recebemos com carinho Damos o melhor, amigão Às vezes um doente Que chega no hospital Precisa ser informado Se tem leito afinal Se ele for bem informado Apazigua este mal Um bom recepcionista Usa de humanidade Atende com atenção Amor e boa vontade Se destaca no trabalho Em qualquer localidade Devo dizer pra vocês Reveja sua decisão Importante é seguir Estudar com devoção Lembre sempre, meu amigo Em fazer com perfeição Nossa equipe Escreve esta mensagem R e c e p c i o n i s t a de hotel 2 Arco Ocupacional T u r i s m o e Hospita l i d a d e 27

Re c e p ç ã o d e Ho t é i s :

Re c e p ç ã o d e Ho t é i s : Re c e p ç ã o d e Ho t é i s : Operação e Procedimentos RECEPÇÃO A recepção geralmente é localizada no piso térreo do hotel, juntamente com um lobby que ofereça uma atmosfera agradável quanto às dimensões,

Leia mais

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04

Índice. Informações sobre conteúdo do site...04 Índice Informações sobre conteúdo do site...04 Como usar o site...05 Conhecendo o site... 06 Conectando ao site...10 Resumo de suas reservas...11 Iniciando a pesquisa...12 Como fazer reserva de hotel Definindo

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO MÓDULO FRONT OFFICE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO MÓDULO FRONT OFFICE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO MÓDULO FRONT OFFICE FELIPE DENIS M. DE OLIVEIRA Todos os Direitos reservados (e-mail: felipe@novastecnologias.net msn: fdenis_natal@hotmail.com) O Gerhotel é um sistema de gerenciamento

Leia mais

Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012

Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012 Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012 PACOTE ENTRADA SAÍDA DIÁRIAS DEZEMBRO 30/11/2011 QUA 05/12/2011 SEG 5 07/12/2011 QUA 12/12/2011 SEG 5 14/12/2011 QUA 19/12/2011 SEG 5 NATAL 21, 22,

Leia mais

b) Guarda bagagens e objetos de uso pessoal dos hóspedes, em local apropriado; c) Conservação, arrumação e limpeza das instalações e equipamentos.

b) Guarda bagagens e objetos de uso pessoal dos hóspedes, em local apropriado; c) Conservação, arrumação e limpeza das instalações e equipamentos. saída; Meios de Hospedagem Os meios de hospedagem oferecerão ao hóspede, no mínimo: I- Alojamento, para uso temporário do hóspede, em unidades habitacionais(uh) específicas a essa finalidade; II - serviços

Leia mais

Curso Gratuito Operador de Caixa

Curso Gratuito Operador de Caixa Acredite no seu potencial, bons estudos! Curso Gratuito Operador de Caixa Carga horária: 35hs 1 Conteúdo Introdução Conhecendo a empresa, seus produtos, serviços e pagamentos Controle interno e fluxo de

Leia mais

Ref.: COTAÇÃO 22.03.2015 60 PESSOAS

Ref.: COTAÇÃO 22.03.2015 60 PESSOAS À ONDE FAZER EVENTOS Recife, 20 de janeiro de 2015. Orçamento Nº 2015 / 052 Att.: Isabel Ramos Telefone: 27.3349.2948 E-mail: contato@ondefazereventos.com.br Prezado (a) Senhor (a), Ref.: COTAÇÃO 22.03.2015

Leia mais

COSTAS MARIS POUSADA

COSTAS MARIS POUSADA COSTAS MARIS POUSADA Regras para efetivação de Reservas. 1 - Nossas diárias iniciam às 14:00hs e encerram às 12:00hs do dia seguinte com tolerância de 30 minutos após este período, será cobrada mais uma

Leia mais

1.1.2. O Tarifário completo encontra-se, sempre, disponível em nossa Recepção.

1.1.2. O Tarifário completo encontra-se, sempre, disponível em nossa Recepção. Política de Reservas - Hotel Ponta do Morro 1. Do Tarifário 1.1.1. Nossas diárias possuem valores que variam de acordo com a época do ano, tipo de apartamento e quantidade de pessoas hospedadas. Variam

Leia mais

R$ 159,08 R$ 80,12 (4 a 12 anos) Plano Família. R$ 1.545,30 R$ 778,26 Standard Plano Família Com Vista para o Mar

R$ 159,08 R$ 80,12 (4 a 12 anos) Plano Família. R$ 1.545,30 R$ 778,26 Standard Plano Família Com Vista para o Mar Vila Galé Eco Resort do Cabo ENDEREÇO: Avenida Beira Mar, 750 Suape Recife/PE CONTATO: Sra. Debora Nascimento FONE: (0XX81)3527-7000 fax: (0xx81)3527-7050 VALIDADE DAS TARIFAS: 09 DE MARÇO A 20 DE DEZEMBRO

Leia mais

Contamos com a compreensão e a colaboração de todos para manter uma interação marcada pela gentileza e o profissionalismo.

Contamos com a compreensão e a colaboração de todos para manter uma interação marcada pela gentileza e o profissionalismo. 1 Regulamento Interno Este regulamento define regras e procedimentos para o pleno entendimento entre Hóspedes e a Administração do Hotel, lembrando que o bom senso e o respeito mútuo constituem as melhores

Leia mais

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL COMO PARTICIPAR

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL COMO PARTICIPAR COMO PARTICIPAR Um dos aspectos mais importantes da mobilidade internacional é o conhecimento e convivência com outras culturas, sendo uma oportunidade única para sua qualificação através de experiências

Leia mais

Manual Prático do Usuário

Manual Prático do Usuário Página 12 Saiba mais Em quanto tempo seu cliente recebe o produto Como é emitida a Nota fiscal e recolhido os impostos Pergunte ao Suporte Todos os pedidos serão enviados em até 24 horas úteis, após a

Leia mais

CARGOS E PERFIS PROFISSIONAIS DOS FUNCIONÁRIOS DE A&B 1. GERENTE GERAL

CARGOS E PERFIS PROFISSIONAIS DOS FUNCIONÁRIOS DE A&B 1. GERENTE GERAL CARGOS E PERFIS PROFISSIONAIS DOS FUNCIONÁRIOS DE A&B GERENTE GERAL Sexo: Masculino ou Feminino Idade: entre 25 e 40 anos Escolaridade: ensino superior completo (Administração, contabilidade ou hotelaria)

Leia mais

Manual do Usuário do ClaireExpress

Manual do Usuário do ClaireExpress Manual do Usuário do ClaireExpress Tudo o que você precisa saber para realizar uma teleconferência utilizando o ClaireExpress pode ser encontrado neste manual. Caso necessite de assistência adicional de

Leia mais

AUTO ATENDIMENTO MÓDULO HOTEL

AUTO ATENDIMENTO MÓDULO HOTEL AUTO ATENDIMENTO MÓDULO HOTEL Sumário Pág. Apresentação 3 Pagina inicial 4 Altere sua senha 4 Gerencie seus usuários 5 Usuário novo/perfil 6 Resumo do Ambiente 8 Reservas aguardando confirmação 9 Como

Leia mais

Como Fazer o seu Pedido

Como Fazer o seu Pedido 1 Como Fazer o seu Pedido Agora que você já está cadastrado e sabe como acessar o seu escritório virtual, é muito importante que saiba como enviar seus pedidos. No tutorial Como Fazer o seu Cadastro você

Leia mais

Condições Gerais de Hospedagem do Arraial do Conto Hotel e Lazer

Condições Gerais de Hospedagem do Arraial do Conto Hotel e Lazer Condições Gerais de Hospedagem do Arraial do Conto Hotel e Lazer A hospedagem no Arraial do Conto Hotel e Lazer é regida pelas seguintes condições: 1. Preenchimento da Ficha de Identificação: É obrigatório

Leia mais

NOSSO COMPROMISSO. Sendo o cliente um dos nossos bens mais valiosos é sempre um prazer recebê-lo em nosso hotel.

NOSSO COMPROMISSO. Sendo o cliente um dos nossos bens mais valiosos é sempre um prazer recebê-lo em nosso hotel. NOSSO COMPROMISSO Sendo o cliente um dos nossos bens mais valiosos é sempre um prazer recebê-lo em nosso hotel. A equipe do Hotel Pousada Brilho do Sol lhe deseja boas vindas e uma ótima estada. Nosso

Leia mais

BOLETIM 02 INFORMAÇÕES SOBRE HOSPEDAGEM

BOLETIM 02 INFORMAÇÕES SOBRE HOSPEDAGEM XVIII CONGRESSO ESCOTEIRO NACIONAL XIX ASSEMBLÉIA ESCOTEIRA NACIONAL XVII FÓRUM NACIONAL DE JOVENS LÍDERES 27 A 29 DE ABRIL DE 2012 SÃO LUIS MARANHÃO BOLETIM 02 INFORMAÇÕES SOBRE HOSPEDAGEM Sempre com

Leia mais

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL

MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL MINHA HISTÓRIA NO NOVOTEL Lembro-me que haviam me convocado para uma entrevista de trabalho no NOVOTEL. Lembro-me de estar ansioso e ter passado a noite anterior preparando a minha entrevista. Como iria

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE RESERVAS

REGULAMENTO GERAL DE RESERVAS REGULAMENTO GERAL DE RESERVAS A diretoria do Candeias Esporte, Lazer e Recreação usando das atribuições conferidas pelo Estatuto Social, (art. 91 alínea b), institui o presente "Regulamento Geral de Reservas",

Leia mais

PROFISSIONAL DE FARMÁCIA: IMAGEM E CAPACIDADE SÃO ESSENCIAIS

PROFISSIONAL DE FARMÁCIA: IMAGEM E CAPACIDADE SÃO ESSENCIAIS PROFISSIONAL DE FARMÁCIA: IMAGEM E CAPACIDADE SÃO ESSENCIAIS Na área da saúde, algumas habilidades, como o conhecimento técnico e a facilidade de comunicação influem decisivamente na impressão conquistada

Leia mais

JPM VIAGENS E TURISMO LTDA TERMOS E CONDICÕES GERAIS DE USO DO SISTEMA DE RESERVAS ONLINE INFORMAÇÕES INICIAIS:

JPM VIAGENS E TURISMO LTDA TERMOS E CONDICÕES GERAIS DE USO DO SISTEMA DE RESERVAS ONLINE INFORMAÇÕES INICIAIS: INFORMAÇÕES INICIAIS: JPM VIAGENS E TURISMO LTDA TERMOS E CONDICÕES GERAIS DE USO DO SISTEMA DE RESERVAS ONLINE i. A JPM Viagens e Turismo LTDA (JPM) é uma operadora de turismo que fornece, para pessoas

Leia mais

Regulamento BEM VINDOS A POUSADA LA VILLA. Para sua maior tranquilidade e conforto apresentamos o manual do hospede.

Regulamento BEM VINDOS A POUSADA LA VILLA. Para sua maior tranquilidade e conforto apresentamos o manual do hospede. Regulamento BEM VINDOS A POUSADA LA VILLA Para sua maior tranquilidade e conforto apresentamos o manual do hospede. Recepção: HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO da recepção dás 8:00 às 12:00 e 13:00 às 18:00. DO

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA POUSADA BUTTERFLY HOUSE. A hospedagem na POUSADA BUTTERFLY HOUSE é regida pelas condições abaixo descritas:

REGIMENTO INTERNO DA POUSADA BUTTERFLY HOUSE. A hospedagem na POUSADA BUTTERFLY HOUSE é regida pelas condições abaixo descritas: REGIMENTO INTERNO DA POUSADA BUTTERFLY HOUSE A hospedagem na POUSADA BUTTERFLY HOUSE é regida pelas condições abaixo descritas: 1. É obrigatório o preenchimento da ficha de identificação, atendendo normas

Leia mais

Manual de utilização do Relatório de Viagens

Manual de utilização do Relatório de Viagens Manual de utilização do Relatório de Viagens Os Módulos do Sistema de Relatório de Viagens foram criados tendo com base a Regulamentação de Viagem da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S/A (RG/AD/02/10ª).

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Passo 2 Formas de Envio de Curriculum e Carta Apresentação

Passo 2 Formas de Envio de Curriculum e Carta Apresentação Passo 2 Formas de Envio de Curriculum e Carta Apresentação Considero este Passo tão importante ao passo anterior, pois de nada adianta fazer um ótimo curriculum. Aqui vamos expor as maneiras atuais que

Leia mais

O que trazer: Roupa do ridículo; pijama para o jantar do pijama; roupa preta; gel para cabelo (jantar do cabelo maluco); camisa de esportes (para o

O que trazer: Roupa do ridículo; pijama para o jantar do pijama; roupa preta; gel para cabelo (jantar do cabelo maluco); camisa de esportes (para o O que trazer: Roupa do ridículo; pijama para o jantar do pijama; roupa preta; gel para cabelo (jantar do cabelo maluco); camisa de esportes (para o jantar do esportista); entre outros que achar interessante

Leia mais

Cartilha de Treinamento para Garçons.

Cartilha de Treinamento para Garçons. Cartilha de Treinamento para Garçons. Informe-se e saia na frente. A Sodexo é a melhor parceira na hora de incentivar o crescimento e desenvolvimento de seu negócio. Está presente em cada etapa da administração

Leia mais

TCA. O Sistema On Demand de Administração e Operação Hoteleira

TCA. O Sistema On Demand de Administração e Operação Hoteleira TCA O Sistema On Demand de Administração e Operação Hoteleira Innsist Um Sistema on-line de Gestão Hoteleira que aumenta a lucratividade do seu hotel ao centralizar as operações das suas propriedades e

Leia mais

Estamos enviando abaixo o nosso tarifário. Apartamento Executivo Individual R$ 90,00 Duplo R$ 130,00 Triplo R$ 150,00 Quádruplo R$ 160,00

Estamos enviando abaixo o nosso tarifário. Apartamento Executivo Individual R$ 90,00 Duplo R$ 130,00 Triplo R$ 150,00 Quádruplo R$ 160,00 Será um prazer ajudar a organizar sua viagem e é com muita satisfação que recebemos seu e-mail. Para conhecer um pouco mais do nosso hotel você pode visitar nosso site www.hotelconcord.com.br. Agradecemos

Leia mais

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney

Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney Condições Gerais de Uso Cartão Rendimento Visa TravelMoney BANCO RENDIMENTO S/A, com sede na Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.092, 19ºandar, São Paulo, Capital, inscrito no C.N.P.J. sob no. 68.900.810/0001-38,

Leia mais

Manual. Passo a Passo AR&B

Manual. Passo a Passo AR&B Manual Passo a Passo AR&B Prezado(a) Colaborador(a), O novo sistema de gestão de viagens tem como o principal objetivo garantir que a política de viagens seja aplicada, garantindo que os preços das passagens

Leia mais

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade DM003.0 Página 1 / 42 Índice 1 APRESENTAÇÃO... 4 DETALHAMENTO DOS LINKS DO TECBIZ ONLINE... 5 2 INICIAL... 5 3 ASSOCIADO... 5 3.1 SELECIONA ASSOCIADO... 5 3.2 ALTERAR

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO SAMI HOTELEIRO. www.samisistemas.com.br. Versão 1.0.2.11

MANUAL DE OPERAÇÃO SAMI HOTELEIRO. www.samisistemas.com.br. Versão 1.0.2.11 MANUAL DE OPERAÇÃO SAMI HOTELEIRO www.samisistemas.com.br Versão 1.0.2.11 1 Sumário ADMINISTRATIVO... 5 PERFIL DO USUÁRIO... 5 CADASTROS ADICIONAIS... 5 Cargo do Funcionário... 6 Estado Civil... 6 Identificação...

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO AO TRABALHADOR

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO AO TRABALHADOR CARTILHA DE ORIENTAÇÃO AO TRABALHADOR TRABALHADOR Justiniano de Oliveira França APRESENTAÇÃO A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS

REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS REGULAMENTO INTERNO PARA FUNCIONÁRIOS O presente regulamento interno prescreve normas e procedimentos que devem ser rigorosamente respeitadas pelos funcionários que aceitarem trabalhar para a empresa,

Leia mais

Antes que a sua oferta seja publicada, é essencial que você esteja preparado para a grande demanda que poderá surgir assim que ela for ao ar.

Antes que a sua oferta seja publicada, é essencial que você esteja preparado para a grande demanda que poderá surgir assim que ela for ao ar. GROUPON.com.br 1 BEM-VINDO AO GROUPON! Estamos muito felizes em publicar sua oferta e apresentar sua empresa aos nossos milhares de usuários. Assim que sua oferta entrar no ar, sua marca será vista por

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos...

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos... Relatórios Financeiro... 3 Detalhes financeiros da classe... 3 Detalhes financeiros do plano... 4 Detalhes financeiros dos alunos... 5 Vencimento diferenciado... 6 Não emitir boleto... 7 Diferenças entre

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

Guia de Treinamento 1. Visão Geral da A2BTransfers.com

Guia de Treinamento 1. Visão Geral da A2BTransfers.com Guia de Treinamento 1. Visão Geral da A2BTransfers.com Procurando por um traslado Escolhendo um traslado Preenchendo o formulário de reserva Documentação 2. Informação Útil A2Btransfers informação útil

Leia mais

Caros Passageiros e Pais SEJAM BEM VINDOS À AEROTUR DISNEY 2011! A Viagem já começou no momento em que você fez a sua inscrição e nós temos certeza de que todos vivem momentos de muitos sonhos, expectativas

Leia mais

VIAJE LEGAL. www.viajelegal.turismo.gov.br

VIAJE LEGAL. www.viajelegal.turismo.gov.br Aqui você encontra dicas para viajar sem problemas. Afinal, uma viagem legal é aquela que traz boas recordações. Palavra do Ministro Prezado leitor, O turismo é uma atividade que envolve expectativas e

Leia mais

Manual Passo a Passo

Manual Passo a Passo Manual Passo a Passo 2015 ACESSO SELEÇÃO DE RA SELEÇÃO DO PRODUTO CARRINHO DE COMPRAS FECHAR PEDIDO ENDEREÇO DE ENTREGA TIPO DE FRETE INFORMAÇÃO DE PAGAMENTO PAGAMENTO CARTÃO DE CRÉDITO PAGAMENTO BOLETO

Leia mais

GESPÚBLICA Núcleo Rio de Janeiro Programa Qualidade Rio. Caderno Gerencial n 3 Qualidade no Atendimento Telefone

GESPÚBLICA Núcleo Rio de Janeiro Programa Qualidade Rio. Caderno Gerencial n 3 Qualidade no Atendimento Telefone GESPÚBLICA Núcleo Rio de Janeiro Programa Qualidade Rio Caderno Gerencial n 3 Qualidade no Atendimento Telefone Rio de Janeiro 2011 Telefone QUALIDADE NO ATENDIMENTO Antes do terceiro toque Identificação

Leia mais

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital:

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Para adquirir o Certificado Digital OAB, o solicitante deverá seguir os seguintes passos: Realizar a compra através da página da

Leia mais

A REPUTAÇÃO ONLINE DOS HOTÉIS

A REPUTAÇÃO ONLINE DOS HOTÉIS A REPUTAÇÃO ONLINE DOS HOTÉIS Descubra a importância da reputação online do seu hotel na rentabilidade. Perceba qual a melhor maneira de tirar partido das ferramentas digitais. O PORQUÊ DE LER ESTE EBOOK!

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços Maio de 2014 2 A pesquisa Amostra 639 entrevistas A PESQUISA Intervalo de confiança 95% Margem de erro 7% por segmento Data da coleta 13 a 22 de Maio de 2014 3 DESCRIÇÃO

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça?

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Caro amigo (a) Se sua empresa está sofrendo com a falta de clientes dispostos a comprar os

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

Norma para pagamento de diária a serviço e solicitação de passagem aérea

Norma para pagamento de diária a serviço e solicitação de passagem aérea Norma para pagamento de diária a serviço e solicitação de passagem aérea Objetivo: A presente norma tem por objetivo formalizar e agilizar os pedidos de diária e passagem a serviço da entidade bem como

Leia mais

MANUAL PORTAL ACADÊMICO

MANUAL PORTAL ACADÊMICO MANUAL PORTAL ACADÊMICO Sumário Sumário... 2 1. Apresentação... 3 2. Navegação no site da Escola do Legislativo... 4 3. Ministrante... 6 3.1.Cadastro de ministrante... 6 3.2. Preencher os campos... 7 3.3

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

Quais países vocês estão habilitados a avaliarem credenciais? Nós podemos avaliar credenciais acadêmicas de qualquer país do mundo.

Quais países vocês estão habilitados a avaliarem credenciais? Nós podemos avaliar credenciais acadêmicas de qualquer país do mundo. PERGUNTAS FREQUENTES Porque eu deveria escolher Josef Silny & Associates, Inc. para avaliar e traduzir minhas credenciais? Nós oferecemos avaliações e traduções altamente profissionais e compreensíveis,

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Teste sua empregabilidade

Teste sua empregabilidade Teste sua empregabilidade 1) Você tem noção absoluta do seu diferencial de competência para facilitar sua contratação por uma empresa? a) Não, definitivamente me vejo como um título de cargo (contador,

Leia mais

Formulário de Avaliação de Desempenho

Formulário de Avaliação de Desempenho Formulário de Avaliação de Desempenho Objetivos da Avaliação de Desempenho: A avaliação de desempenho será um processo anual e sistemático que, enquanto processo de aferição individual do mérito do funcionário

Leia mais

Recepção de hotéis: gerenciamento e supervisão. www.atlanticahotels.com.br

Recepção de hotéis: gerenciamento e supervisão. www.atlanticahotels.com.br Recepção de hotéis: gerenciamento e supervisão www.atlanticahotels.com.br 1) Competência-alvo Esse curso contribui para o desenvolvimento da seguinte competência: Gerenciar e supervisionar o departamento

Leia mais

Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic

Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic Índice (ctrl+f + código do item para localizar) Introdução [RF201] Painel de Negociações [RF202] Painel de Referências [RF203] Começando uma Negociação

Leia mais

COMO VIAJAR BARATO EM 7 SIMPLES PASSOS O Seu guia definitivo para viajar pelo mundo sem gastar uma fortuna.

COMO VIAJAR BARATO EM 7 SIMPLES PASSOS O Seu guia definitivo para viajar pelo mundo sem gastar uma fortuna. COMO VIAJAR BARATO EM 7 SIMPLES PASSOS O Seu guia definitivo para viajar pelo mundo sem gastar uma fortuna. aprendaaviajarbarato.com.br ALINE BALTAZAR 1 Don t let your dreams be dreams... Jack Johnson

Leia mais

COMO SE COMPORTAM OS HÓSPEDES?

COMO SE COMPORTAM OS HÓSPEDES? COMO SE COMPORTAM OS HÓSPEDES? INTRODUÇÃO Como uma consultoria em gestão hoteleira, a Mapie acredita no conhecimento como a principal ferramenta de desenvolvimento para empresas e profissionais do setor.

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Bilhete Único. Informações úteis para profissionais do transporte de passageiros por ônibus

Bilhete Único. Informações úteis para profissionais do transporte de passageiros por ônibus Bilhete Único Informações úteis para profissionais do transporte de passageiros por ônibus Nós, da Universidade Corporativa do Transporte (UCT), juntamente com a RioCard, trabalhamos nesta cartilha para

Leia mais

Pergunta: 4- No RF_39 e RF_$1 fala-se em carta de pagamento e carta de apresentação, o que seriam tais documentos?

Pergunta: 4- No RF_39 e RF_$1 fala-se em carta de pagamento e carta de apresentação, o que seriam tais documentos? RESPOSTA AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS Nº 01/2014 Licitação: Concorrência nº 0047/2014 Objeto: Aquisição de licença permanente de um sistema para gestão hoteleira para a realização de reservas, definição

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA

CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II Orientações aos Alunos Julho de 2010 NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º O Estágio Supervisionado I e II são disciplinas integrantes

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso.

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. Cliocar Acessórios: A construção de um negócio A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. 2 Conteúdo Resumo executivo... 2 Conhecendo o mercado... 2 Loja

Leia mais

TREINAMENTO TAM VIAGENS

TREINAMENTO TAM VIAGENS TREINAMENTO TAM VIAGENS OBJETIVO DA PESQUISA Avaliar o atendimento das agências de viagens TAM VIAGENS, bem como verificar se os padrões estabelecidos estão sendo seguidos. INSTRUÇÕES DA PESQUISA Alguns

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1 MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento Toledo PR Página 1 INDICE 1. O QUE É O SORE...3 2. COMO ACESSAR O SORE... 4 2.1. Obtendo um Usuário e Senha... 4 2.2. Acessando o SORE pelo

Leia mais

REGULAMENTO DIÁRIAS: RESERVAS:

REGULAMENTO DIÁRIAS: RESERVAS: REGULAMENTO DIÁRIAS: As diárias iniciam às 13:00 e terminam às 12:00 do dia seguinte, independente do horário em que foi realizado o check-in. Após às 12:00 será cobrada nova diária. Cada diária inclui

Leia mais

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência BRADESCO VISA NACIONAL Índice Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência Formas de Pagamento Parcelamento de Compras Crédito Rotativo Parcelamento

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS 1 INTRODUÇÃO A ANEC Associação Nacional de Educação Católica do Brasil, através de sua estrutura organizacional e de seus colaboradores, tem avançado muito no cumprimento

Leia mais

Hotéis Credenciados 4ª Convenção Nacional Lojacorr S.A.

Hotéis Credenciados 4ª Convenção Nacional Lojacorr S.A. NOSSA MISSÃO É PROTEGER. Hotéis Credenciados 4ª Convenção Nacional Lojacorr S.A. 20 e 21 de Março de 2015 - Curitiba - PR 01 ÍNDICE INFORMAÇÕES IMPORTANTES...03 HOTEL GOLDEN PARK...04 HOTEL IBIS BUDGET...06

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP Passageiros: 1 2 3 4 5 6 Dados do Pacote Comprado: Destino com saída em / / e retorno em / /, através da Agência de Viagens, de acordo com a reserva previamente

Leia mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Restaurante Top 5 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Mensagem do Restaurante Olá, Sabemos que é momento de comemorar. E se não fosse uma data ou momento especial,

Leia mais

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E.

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. P á g i n a 1 26 Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A SEED Business Group traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo

Leia mais

MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS

MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS MANUAL DE FÉRIAS SIGRH PARA SECRETÁRIAS E CHEFIAS Universidade Federal de Itajubá Diretoria de Pessoal Janeiro/2015 Prezadas Chefias e Secretárias, Com o intuito de orientar as Diretorias e Institutos

Leia mais

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes 1) Quem passará a receber por meio de conta no BRADESCO e quem deverá providenciar a sua formalização? a. Magistrados, bem como, seus pensionistas e cotistas b. Serventuários ativos

Leia mais

Manual do Processo de Faturamento

Manual do Processo de Faturamento Manual do Processo de Faturamento Apresentação MV Sumário Processo de Faturamento 6 Leia-me primeiro... 6 Faturamento de... Convênios e Particular 8 Faturamento de Convênios... 8 Protocolar Documentação...

Leia mais

Últimas noticias sobre o Rally de Washington 2011

Últimas noticias sobre o Rally de Washington 2011 Últimas noticias sobre o Rally de Washington 2011 Faça uma cópia colorida do seu passaporte e do seu visto americano. Quando chegar ao hotel, deixe seus valores, passaporte e documentos no cofre do quarto

Leia mais

Marketing para serviços médicos

Marketing para serviços médicos Marketing para serviços médicos Uma empresa médica, seja um consultório ou clínica, precisa elaborar um plano de marketing bastante objetivo, prático, de simples aplicação e direcionado para a área a clientela

Leia mais

Sul da Bahia-BA. Praia do Espelho e Trancoso

Sul da Bahia-BA. Praia do Espelho e Trancoso Sul da Bahia-BA Praia do Espelho e Trancoso Roteiro de viagem sugerido Sul da Bahia - BA Duração: 5 dias e 4 noites. DIA 1 - Porto Seguro / Praia do Espelho Recepção de nosso anfitrião no aeroporto de

Leia mais

Soluções de Pagamento - Hotéis. Cartões Bradesco

Soluções de Pagamento - Hotéis. Cartões Bradesco Soluções de Pagamento - Hotéis Cartões Bradesco 1 Cartões Corporativos Cartão parametrizado para utilização somente em hotéis bandeira American Express Redução de gastos indevidos com hospedagem Simplicidade

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º 18. DICAS PARA A PRÁTICA Orientação para o trabalho A- Conhecimento de si mesmo Sugestão: Informativo de Orientação Vocacional Aluno Prezado Aluno O objetivo deste questionário é levantar informações para

Leia mais

Apresentação. Como usar a Biblioteca

Apresentação. Como usar a Biblioteca Apresentação A Biblioteca FAAP, constituída pela Biblioteca Central e Salas de Leitura localizadas nas unidades de Ribeirão Preto, São José dos Campos e Centro de Excelência, tem por finalidade fornecer

Leia mais

IAMSPE DÚVIDAS FREQUENTES

IAMSPE DÚVIDAS FREQUENTES IAMSPE DÚVIDAS FREQUENTES P: É possível anexar documentos nos pedidos solicitados no sistema Medlink? R: Ao incluir um pedido em sistema é possível anexar documentos. Após registro do pedido em sistema

Leia mais

Ministério do Turismo. OFFLINE Manual do Meio de Hospedagem. SNRHos

Ministério do Turismo. OFFLINE Manual do Meio de Hospedagem. SNRHos Ministério do Turismo OFFLINE SNRHos ÍNDICE 1) OBJETIVOS... 3 2) APLICAÇÃO... 3 3) GLOSSÁRIO... 3 4) INSTALAÇÃO... 3 5) PRIMEIRO ACESSO... 6 6) CADASTRAR MEIO DE HOSPEDAGEM... 7 7) CADASTRAR USUÁRIO...

Leia mais

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador

Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador Processo de Solicitação de Viagem GENS S.A. Manual do Colaborador 1 Apresentação Apresentamos o Processo de Viagens GENS Manual do Colaborador. Este Manual é parte integrante do Processo de Viagens GENS.

Leia mais

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27 1. Objetivos do curso 2 Introdução 2 Funções do Sistema: 2 Da Comunicação Interna: 3 o Enviadas: 3 o Recebidas: 3 o Com Cópia Pessoal: 3 Ofícios 4 o Enviados: 4 o Recebidas com Cópia: 5 Contatos Externos:

Leia mais

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa.

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Economizar é a prioridade e sabemos que é possível ter até 40% de economia se a empresa nunca teve nenhum tipo de controle

Leia mais