PRINCÍPIOS CORPORATIVOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRINCÍPIOS CORPORATIVOS"

Transcrição

1 PRINCÍPIOS CORPORATIVOS Os princípios corporativos do grupo Witzenmann Witzenmann GmbH Östliche Karl-Friedrich-Str Pforzheim Telefone Fax br/2/06/14/1

2 O GRUPO WITZENMANN 2 3

3 PREFÁCIO Os princípios corporativos são a base para o trabalho do nosso grupo de empresas e para o seu desenvolvimento no futuro. Eles contém a nossa visão da empresa e descreve os objetivos e estratégias com os quais nós queremos realizar a nossa visão. Para isso, os princípios da empresa servem como princípios orientativos para a nossa atividade, bem como os princípios de liderança com os quais os nossos dirigentes realizam o seu trabalho. A visão, o objetivo e as estratégias definem as nossas ações a longo prazo. Eles são influenciados pelas mudanças técnicas e sociais e pelo desenvolvimento dos mercados e devem, portanto, ser continuamente verificados e modificados. Nos anos passados, tivemos grandes conquistas; conseguimos nos tornar líderes do mercado no nosso ramo - um marco na história da nossa empresa. Os principais desafios nos próximos anos serão a integração dos mercados internacionais, as demandas crescentes por economias sustentáveis com uso eficiente dos recursos e tecnologias eficazes, bem como as mudanças demográficas em todo o mundo. Nós iremos enfrentar estes desafios de forma ativa e olhando para o futuro. Juntamente com os nossos sócios do grupo Witzenmann, nós formulamos uma visão forte e exigente da empresa para o ano de Com esta visão da empresa, continuamos a acertar os ponteiros na direção de internacionalização, liderança de tecnologia, inovação e crescimento rentável. Complementamos os nossos objetivos empresariais com o objetivo da sustentabilidade e revisamos e reformulamos os princípios de liderança. Temos certeza que, com os princípios corporativos, projetamos uma imagem futura do grupo Witzenmann, na qual vale a pena engajar-se. Juntos, queremos nos esforçar para ser a empresa descrita nos princípios corporativos, bem sucedida na economia e aberta para o mundo, e realizar a nossa visão da empresa. Dr. Gerhard Flöck Dr. Hans-Eberhard Koch Dr. Andreas Kämpfe Dr. Hans-Eberhard Koch Presidente da Gerência Dr. Gerhard Flöck Gerente Dr. Andreas Kämpfe Gerente 4 5

4 Queridos colaboradores e colaboradoras, Nossa empresa aceitou os desafios da economia mundial do século 21 e prepara-se com grande energia para o futuro. Esta tarefa exige ousadia empresarial, aumento permanente da força inovadora, ideias claras sobre os objetivos a alcançar e principalmente a sua colaboração na preparação do futuro da nossa empresa. A nossa visão, na economia integrada mundialmente das próximas décadas, é firmar e expandir a nossa posição como atual grupo de empresas líder no ramo de elementos metálicos flexíveis. Qual a missão da empresa, quais os objetivos e as estratégias da empresa para a realização desta visão e quais os desafios e chances para cada colaborador e colaboradora: estas são as informações destes princípios corporativos. Os princípios corporativos reforçam a vontade dos sócios e da gerência em continuar no futuro a comandar o grupo de empresas da família Witzenmann com responsabilidade. As empresas de família na Alemanha prestam uma grande colaboração para a riqueza e o futuro seguro da nossa sociedade. Principalmente as empresas de família de Baden-Württemberg o fazem de um modo especial. Na nossa empresa de família, os membros da família Witzenmann assumem esta responsabilidade empresarial há mais de 150 anos. Na sede de Pforzheim, trabalham três gerações juntas sob o mesmo teto. Com vocês, tornamo-nos, com o passar dos anos, uma empresa de família no sentido mais amplo. Como no passado, também no futuro dependemos da sua excelente colaboração para o desenvolvimento bem sucedido da nossa empresa. Com os princípios corporativos, queremos que você participe, na sede de Pforzheim e nas filiais, nas reflexões estratégicas sobre a nossa empresa de família para os próximos anos. Agora trata-se de aplicar os princípios do grupo Witzenmann no dia a dia e de fazê-los tornarem-se uma realidade. 6 Prof. Dr. Herbert Paschen Dr. Jakob William von Trotha Presidente do Conselho Fiscal Subst. Presidente do Conselho Fiscal 7

5 PRINCÍPIOS CORPORATIVOS Capítulo 01 VISÃO DA EMPRESA Capítulo 02 OBJETIVOS DA EMPRESA Capítulo 03 MISSÃO DA EMPRESA Capítulo 04 PRINCÍPIOS DA EMPRESA Capítulo 05 ESTRATÉGIAS DA EMPRESA Capítulo 06 PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA RAMOS DE NEGÓCIOS DEPARTAMENTOS CENTRAIS 8 9

6 VISÃO DA EMPRESA 2025 Até 2025, reforçaremos a nossa presença global com a liderança no mercado também na América e na Ásia. Até lá, o volume de vendas anual do grupo Witzenmann irá ultrapassar um bilhão de euros. 1 BILHÃO 7 em

7 OBJETIVOS DA EMPRESA 02 F O R NE C E D O R G L O B A L CRESC I M ENTO RENTÁVEL L I DERANÇA E M I NOVAÇÃO E E M TECNOLOGIA L I DERANÇA E M QUAL IDADE EXCELÊNCIA PESSOAL INDEPENDÊNC I A F I NANCE IRA SUSTENTABI L IDADE Crescimento rentável Nós almejamos um crescimento rentável, o que exige foco no aumento das receitas e no crescimento do volume de vendas. A nossa competitividade é garantida com foco no benefício dos clientes e uso eficiente dos recursos disponíveis. Fornecedor global No primeiro plano das nossas atividades, está a proximidade aos nossos clientes nacionais e internacionais. Nós almejamos uma estratégia com foco na internacionalização e presença global e expandirmos, deste modo, a nossa rede de cooperação mundial de criação de valores. Liderança em inovação e em tecnologia Excelência em engenharia e desenvolvimentos inovadores de produtos, processos e produção formam o fundamento do grupo Witzenmann. Através de uma busca constante por novas aplicações para os nossos produtos, asseguramos e expandimos a nossa posição como líder de inovação e tecnologia. Nós trabalhamos de forma contínua e objetiva nas novas soluções para os problemas de nossos clientes. As mudanças técnicas e nos mercados representam para a Witzenmann a chance de ser o impulsionador de inovações no ramo. Liderança em qualidade Para atender às expectativas de nossos clientes, a Witzenmann aposta na alta qualidade de processos, serviços e produtos. A melhoria contínua dos produtos e processos asseguram a nossa qualidade. Este padrão de qualidade é também presente no relacionamento com nossos colaboradores e fornecedores. Excelência pessoal A qualificação e a motivação dos nossos colaboradores e gerentes são a base para a colaboração bem sucedida com os nossos clientes. Nós aspiramos a excelência pessoal no nosso ramo e motivamos e ao mesmo tempo exigimos dos nossos colaboradores. Para a motivação dos nossos colaboradores, expandimos os programas de qualificação da Witzenmann Academy. Independência financeira Para poder sobreviver também no futuro como empresa de família independente, a autonomia financeira do grupo Witzenmann é indispensável. Os nossos parceiros de negócios podem contar com a nossa estabilidade e estrutura financeira e econômica saudável. Sustentabilidade Como empresa, consideramos que temos um compromisso com a sustentabilidade. A economia e o comércio sustentáveis, para nós, significam que a natureza e o meio ambiente devem permanecer como herança para as próximas gerações e que o nosso modo de fazer economia oferece uma base permanente para a obtenção de bem estar. Em relação aos problemas do meio ambiente, seguimos o princípio da prevenção. Nós tomamos a iniciativa para alcançar na empresa uma maior consciência ambiental no manuseio dos recursos e da energia. Nós apoiamos e aceleramos o desenvolvimento e a divulgação de tecnologias ecológicas. Para garantir um ambiente de trabalho saudável e seguro para os nossos colaboradores, trabalhamos continuamente para melhorar as condições de saúde e segurança no posto de trabalho

8 MISSÃO DA EMPRESA Missão da empresa O Grupo Witzenmann é um parceiro mundial para resolução de sofisticados problemas de engenharia relacionados a desacoplamento de vibração, compensação de expansões, correção de orientações e compensação de tolerâncias de montagem em sistemas de tubulação. Como um parceiro de desenvolvimento, oferecemos aos nossos clientes, através dos nossos elementos metálicos flexíveis, soluções inteligentes e conscientes. A nossa missão de empresa manifesta-se no nosso lema managing flexibility

9 PRINCÍPIOS DA EMPRESA Responsabilidade social Empresa de família independente Parceiro confiável Planejamento econômico de longo prazo Conhecer e aprender Igualdade de oportunidades e variedade cultural 16 17

10 Responsabilidade social A responsabilidade social é um compromisso especial para a Witzenmann. Nós queremos possibilitar ao nosso pessoal postos de trabalho seguros e condições de vida estáveis. Os processos de trabalho e os meios de promoção na nossa empresa são concebidos de modo que os colaboradores possam sentir uma satisfação e a consideração das suas famílias neste contexto. Como empresa familiar, a Witzenmann tem um grande compromisso de melhorar permanentemente a integração entre profissão e família. Aos colaboradores mais velhos, oferecemos condições de trabalho que permitem um clima agradável de trabalho, mesmo nos anos mais avançados da profissão. Os colaboradores com histórias de migração são motivados e apoiados no seu treinamento técnico e desenvolvimento profissional. Responsabilidade social Nós temos consciência de nossa responsabilidade social. Levando em consideração o Global Compact, nós prestamos atenção na nossa empresa ao cumprimento dos direitos humanos internacionais e rejeitamos todos os tipos de corrupção e suborno, bem como trabalho escravo e infantil. Um comportamento dentro da lei é um pré-requisito para todos os colaboradores. Nós trabalhamos em íntima cooperação com os representantes dos trabalhadores. Respeitamos os direitos dos trabalhadores à liberdade de associação e a negociações coletivas. Dentro de uma cultura do engajamento para a comunidade, a empresa está aberta para a motivação e o apoio ao trabalho social. Empresa de família independente A Witzenmann é um grupo de empresas autônomo, independente e originado da família fundadora, com sede em Pforzheim. Parceiro confiável No grupo Witzenmann, nós apoiamos uma convivência justa. Para os clientes e os fornecedores, nós somos um parceiro confiável e competente; para o concorrente um adversário justo. Planejamento econômico de longo prazo Como uma empresa tradicional de família, temos a obrigação de ter um planejamento econômico de longo prazo. Um pensamento voltado às receitas de curto prazo não representa a ideia de valores do grupo Witzenmann. Conhecer e aprender O conhecimento, a aprendizagem e a motivação para o trabalho são o nosso capital de base. A flexibilidade intelectual, a disponibilidade para se adaptar a mudanças e a motivação para responder aos desafios do presente e do futuro com soluções criativas, tem para nós um grande valor. Igualdade de oportunidades e variedade cultural A Witzenmann oferece como empregadora, a todos os seus colaboradores, as mesmas chances, independente da idade, sexo, religião, origem étnica, orientação sexual ou necessidades especiais. A variedade cultural de nossos colaboradores é uma riqueza para a nossa empresa e uma condição para o sucesso do grupo

11 ESTRATÉGIAS DA EMPRESA Estratégia de crescimento Estratégia de grupo e globalização 01 1 BILHÃO EM Estratégia de tecnologia Estratégia de qualidade 05 Estratégia de pessoal 05 Estratégia de sustentabilidade 06 Estratégia financeira

12 01 02 Estratégia de crescimento Alcançamos um crescimento contínuo com um desenvolvimento consistente de futuras fontes de receitas, ofensivas de vendas nos nossos mercados regulares e a expansão dos negócios de projetos internacionais. Obtemos uma lucratividade permanente através da exploração de potenciais receitas futuras e aumento da eficiência. Estratégia de grupo e globalização O objetivo da presença mundial exige também no futuro a exploração sistemática de mercados relevantes, emergentes e futuros. Portanto, além da expansão do centro de competência em Pforzheim, nós iremos continuar a seguir uma política de localização internacional Estratégia de pessoal A estratégia de pessoal é orientada para que o grupo Witzenmann disponha a todo momento de colaboradores com ótima qualificação no número necessário, que são altamente motivados, eficientes e com a maior responsabilidade própria possível para alcançar os objetivos propostos e trabalhar de forma engajada para o sucesso do grupo Witzenmann. Para isso, a empresa investe na construção de uma "Corporate Academy", num sistema de salários e promoções baseado no desempenho, no treinamento de jovens aprendizes e também nas medidas para uma melhor integração entre família e profissão. Estratégia financeira Garantimos a independência financeira através das boas receitas, do aumento do capital próprio, a otimização das finanças da empresa, dos ativos circulantes e dos investimentos Estratégia de tecnologia Os objetivos da estratégia de tecnologia são a integração do desenvolvimento eficiente de produtos e da tecnologia de produção mais eficiente, bem como a garantia de uma inovação permanente. Para isso, desenvolvemos uma abrangente estratégia de patente, expandimos o gerenciamento da inovação e aplicamos modernos métodos de desenvolvimento. 07 Estratégia de sustentabilidade As reflexões sobre a sustentabilidade são verificadas na aprovação dos dez objetivos básicos do UN Global Compact. Nós reforçamos a consciência do meio ambiente na empresa e fomentamos projetos e melhorias nas áreas de eficiência energética e de recursos, gerenciamento de saúde e segurança no trabalho. 04 Estratégia de qualidade Os objetivos da nossa estratégia de qualidade são a otimização dos processos internos na produção, desenvolvimento e administração, a redução dos custos de qualidade e zero erros para os nossos produtos

13 PRINCÍPIOS DE LIDERANÇA Introdução: estilo cooperativo de liderança Comércio empresarial Orientação para o desempenho Responsabilidade e motivação Integridade de cooperação Conceber as modificações Liderança orientada à saúde

14 06 Introdução: estilo cooperativo de liderança No grupo Witzenmann, nós cultivamos um estilo cooperativo de liderança, que se reflete nos nossos princípios de gestão. Como empresa de família, nós valorizamos muito o fato de que as ações dos nossos dirigentes estão em harmonia com os nossos princípios da empresa, objetivos da empresa e princípios de gestão. Comércio empresarial Como dirigentes, representamos os interesses da empresa. Nós agimos visando os resultados e o sucesso da empresa. Com os nossos colaboradores, nós concordamos sobre os objetivos elaborados e específicos e definimos em conjunto as nossas prioridades através de determinações de metas. Como dirigentes, somos responsáveis pela realização e o controle dos objetivos próprios e daqueles combinados. Orientação para o desempenho Como dirigentes da empresa, estamos prontos para trabalhar. Nós transferimos aos nossos colaboradores as tarefas e os desafios de acordo com as suas capacidades e providenciamos as condições básicas para que estas capacidades sejam desenvolvidas. Para isso, prestamos atenção para que as expectativas sejam sempre transparentes. Responsabilidade e motivação Como dirigentes, estamos prontos para assumir as responsabilidades, as tarefas e desafios e transferí-los aos nossos colaboradores. Deste modo, motivamos os nossos colaboradores a agir sob iniciativa e responsabilidade própria. Nós confiamos nos talentos e conhecimentos dos nossos colaboradores. Nós mostramos a eles as suas possibilidades de carreira e promoção na empresa e os motivamos a continuar a desenvolver suas habilidades pessoais. Como dirigentes, prestamos atenção para que os colaboradores recebam basicamente o mesmo apoio, motivação e possibilidade de realização. Integridade de cooperação Nós estamos sempre nos esforçando para agir de forma confiável e exemplar. Interagimos com os colaboradores e os parceiros de negócios com valorização e respeito. Nós agimos e criamos em conjunto, mundialmente. Apoiamos as tarefas e objetivos de outras unidades do grupo e repartimos o nosso conhecimento e a nossa informação para o bem da empresa. Estamos atentos a uma convivência justa e sincera. Nós fazemos críticas objetivas, damos um feedback construtivo e elogiamos o desempenho e o engajamento. Nós vemos os erros também como chance para melhorar a empresa. Nós agimos ativamente contra qualquer forma de discriminação e abuso. Conceber as modificações Como dirigentes, nós estamos prontos para as mudanças. Tomamos a iniciativa para impulsionar e conceber as mudanças. Encorajamos os nossos colaboradores a fazer sugestões para as mudanças e a melhoria da empresa. Estamos sempre prestando atenção para que a empresa aproveite estes fatores. Somos responsáveis pelo sucesso das mudanças na empresa e apoiamos os nossos colaboradores na sua realização. Liderança orientada à saúde A saúde para nós é um bem precioso. Como dirigentes, estamos sempre atentos para que a segurança no trabalho seja garantida e a saúde dos colaboradores, parceiros de negócios e terceiros não seja prejudicada pelos nossos processos de trabalho. O nosso objetivo é providenciar condições de trabalho sustentáveis e saudáveis. Como dirigentes, concebemos, na nossa área de responsabilidade, os processos de trabalho, as tarefas, os objetivos e os requisitos de desempenho de forma que os nossos colaboradores possam realizá-los e que a sua saúde não seja de modo algum comprometida

Princípios de liderança e gestão

Princípios de liderança e gestão Schmitt-Elevadores, Lda Arroteia Via Norte 4466-953 S. Mamede de Infesta Tel +351-229 569 000 Fax +351-229 569 009 info@schmitt-elevadores.com www.schmitt-elevadores.com 1 Princípios de liderança e gestão

Leia mais

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg

Valores & Princípios. Grupo Freudenberg Valores & Princípios Grupo Freudenberg C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o C o n d u ta e C o m p o r ta m e n t o Nossos Princípios & Conduta e Comportamento 3 Os Nossos Princípios e o documento de

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Caros colegas, orienta o modo como nossa organização trabalha para selecionar, desenvolver, motivar e valorizar o bem mais importante da Bausch + Lomb nossas

Leia mais

.:. Aula 2.:. Educação Corporativa e Mudanças Organizacionais. Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br

.:. Aula 2.:. Educação Corporativa e Mudanças Organizacionais. Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br .:. Aula 2.:. Educação Corporativa e Mudanças Organizacionais Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br Definições Treinamento e Qualificação: não dependem de políticas de Educação Corporativa,

Leia mais

Código de Ética e Conduta Profissional

Código de Ética e Conduta Profissional Código de Ética e Conduta Profissional CAPÍTULO 1. VISÃO E APLICABILIDADE 1.1 Visão e Objetivo Como profissionais atuantes do gerenciamento de projetos, temos o compromisso de fazer o que é certo e honrado.

Leia mais

REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011

REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011 REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011 AS EMPRESAS Mapa Estratégico Menos níveis hierárquicos Foco no Cliente Novas Lideranças Gestão por processos O RH parceiro da estratégia Terceirizações Foco no core

Leia mais

Cidadania Global na HP

Cidadania Global na HP Cidadania Global na HP Mensagem abrangente Com o alcance global da HP, vem sua responsabilidade global. Levamos a sério nossa função como ativo econômico, intelectual e social para as Comunidades em que

Leia mais

Política de Responsabilidade Corporativa

Política de Responsabilidade Corporativa Política de Responsabilidade Corporativa Índice 1. Introdução...04 2. Área de aplicação...04 3. Compromissos e princípios de atuação...04 3.1. Excelência no serviço...05 3.2. Compromisso com os resultados...05

Leia mais

A importância do líder para os projetos e para as organizações.

A importância do líder para os projetos e para as organizações. Instituto de Educação Tecnológica Pós-Graduação Gestão de Projetos - Turma nº150 21 de Agosto e 2015 A importância do líder para os projetos e para as organizações. Dêmille Cristine da Silva Taciano Analista

Leia mais

Project Management Institute Código de Ética e Conduta Profissional Traduzido por Mauro Sotille, PMP

Project Management Institute Código de Ética e Conduta Profissional Traduzido por Mauro Sotille, PMP Project Management Institute Código de Ética e Conduta Profissional Traduzido por, PMP CAPÍTULO I. VISÃO E APLICABILIDADE 1.1 Visão e Propósito Como profissionais de gerenciamento de projetos, nós estamos

Leia mais

Nome do Capítulo. Complexo. Simplificando a Gestão

Nome do Capítulo. Complexo. Simplificando a Gestão Nome do Capítulo Simples Complexo Gerencial Simplificando a Gestão Simples Complexo Gerencial - SCG Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Cicchetto,

Leia mais

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal PrimeGlobal PGBR Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos Somos uma empresa de auditoria, consultoria e impostos, criada á partir da junção de importantes empresas nacionais,

Leia mais

X Encontro Nacional de Escolas de Governo

X Encontro Nacional de Escolas de Governo X Encontro Nacional de Escolas de Governo Painel temático Cooperação Técnica Internacional Novos tempos para a cooperação internacional: desafios e oportunidades para uma escola de governo Luís Henrique

Leia mais

Criando uma equipe vencedora

Criando uma equipe vencedora Criando uma equipe vencedora Como montar uma equipe vencedora? Hoje em dia, empresas de todos os tamanhos têm um objetivo em comum: fazer mais com menos. Desde a crise financeira global, alcançar novos

Leia mais

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação 2.1 OBJETIVO, FOCO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Os Sistemas de Informação, independentemente de seu nível ou classificação,

Leia mais

T R I L H A Z LIDERANÇA COMPETÊNCIA RESULTADOS

T R I L H A Z LIDERANÇA COMPETÊNCIA RESULTADOS T R I L H A Z LIDERANÇA COMPETÊNCIA RESULTADOS Tópicos O que faz um gerente O que são resultados O que são pessoas Curvas de aprendizado do subordinado Aprender com a TRILHA Z www.uniconsultores.com.br

Leia mais

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO Profa. Leonor Cordeiro Brandão Relembrando Vimos alguns conceitos importantes: O que são dados; O que é informação; Quando uma informação se transforma em conhecimento;

Leia mais

EMPREENDEDORISMO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMPREENDEDORISMO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMPREENDEDORISMO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA A revolução do empreendedorismo O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial

Leia mais

Promotores AEDIN - Associação de Empresas do distrito Industrial de Santa Cruz. FACULDADE MACHADO DE ASSIS CELERA CONSULTORIA E TREINAMENTO LTDA

Promotores AEDIN - Associação de Empresas do distrito Industrial de Santa Cruz. FACULDADE MACHADO DE ASSIS CELERA CONSULTORIA E TREINAMENTO LTDA UNIVERSIDADE COOPERATIVA Promotores AEDIN - Associação de Empresas do distrito Industrial de Santa Cruz. FACULDADE MACHADO DE ASSIS CELERA CONSULTORIA E TREINAMENTO LTDA Educação Empresarial - Treinamento

Leia mais

planodenegocioapostilaempreendedorismo_exerc.doc Empreendedorismo EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS

planodenegocioapostilaempreendedorismo_exerc.doc Empreendedorismo EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) Qual o conceito de empreendedor?...empreendedor é um indivíduo que imagina, desenvolve e realiza visões. Ele está sempre buscando novas idéias e criando

Leia mais

Diretoria. DC 41 Rev.: 01 Página 1 de 15. Sumário

Diretoria. DC 41 Rev.: 01 Página 1 de 15. Sumário DC 41 Rev.: 01 Página 1 de 15 Sumário Parte 1 - Fundamentação do Código de Ética Societário 1.1 - Conceito 02 1.2 - Objetivos 02 1.3 - Princípios 02 1.4 - Governança Corporativa 04 1.5 - Diferencial Competitivo

Leia mais

POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA

POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SAÚDE E SEGURANÇA POLÍTICA DA QUALIDADE POLÍTICA AMBIENTAL POLÍTICA DE SEGURANÇA Política de SAÚDE E SEGURANÇA Política de SAÚDE E SEGURANÇA A saúde e a segurança dos nossos funcionários fazem

Leia mais

GESTÃ T O O E P RÁ R TI T C I AS DE R E R CUR U S R OS

GESTÃ T O O E P RÁ R TI T C I AS DE R E R CUR U S R OS Ensinar para administrar. Administrar para ensinar. E crescermos juntos! www.chiavenato.com GESTÃO E PRÁTICAS DE RECURSOS HUMANOS Para Onde Estamos Indo? Idalberto Chiavenato Algumas empresas são movidas

Leia mais

ABRAPP Relatório Social 2010 PARA A

ABRAPP Relatório Social 2010 PARA A 75 AGENDA FUTURA PARA A SUSTENTABILIDADE Como o tema Sustentabilidade pode contribuir para o objetivo último dos Fundos de Pensão, que é o de zelar pela aposentadoria de milhões de trabalhadores? Esta

Leia mais

O que nos move. Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15. voestalpine AG www.voestalpine.com

O que nos move. Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15. voestalpine AG www.voestalpine.com O que nos move Apresentação do Grupo voestalpine Exercício 2014/15 www.voestalpine.com Contribuímos para a segurança e a mobilidade no mundo Como grupo produtor de tecnologia e bens industriais baseados

Leia mais

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores Sumário Liderança para potenciais e novos gestores conceito Conceito de Liderança Competências do Líder Estilos de Liderança Habilidades Básicas Equipe de alta performance Habilidade com Pessoas Autoestima

Leia mais

Diversidade: inclusão ou estratégia?

Diversidade: inclusão ou estratégia? 86 Harvard Business Review Outubro 2015 edição brasil Fernanda Borin, Priscila Fieno e Bernardo Sampaio são consultores do Hay Group Diversidade: inclusão ou estratégia? A presença de pessoas com diferentes

Leia mais

Pacto Global da Nações Unidas (UN Global Compact) Relatório 2010. Comunicação sobre Progresso (Communication on Progress COP) www.acovisa.com.

Pacto Global da Nações Unidas (UN Global Compact) Relatório 2010. Comunicação sobre Progresso (Communication on Progress COP) www.acovisa.com. Pacto Global da Nações Unidas (UN Global Compact) Relatório 2010 Comunicação sobre Progresso (Communication on Progress COP) www.acovisa.com.br Boas-vindas Mensagem da Diretoria O compromisso com os princípios

Leia mais

Comunicado à Imprensa

Comunicado à Imprensa Economia Página 1 de 3 A tecnologia de controle baseado em PC garante o crescimento de mercado e oferece uma base tecnológica de trabalho para Indústria 4.0 A Beckhoff Automation supera a marca de 500

Leia mais

Política de Recursos Humanos e Prevenção de Riscos Laborais

Política de Recursos Humanos e Prevenção de Riscos Laborais LIVRO DE POLÍTICAS ÍNDICE Lista de políticas: SUSTENTABILIDADE E INOVAÇÃO Política de Sustentabilidade Política de Inovação ÂMBITO ECONÔMICO E DE BOA GOVERNANÇA Política de Anticorrupção Política de Antitruste

Leia mais

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes

Líderes do Coração. A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes Líderes do Coração A prática do amor no desenvolvimento de pessoas e equipes O que é? Líderes do Coração é um programa que cria espaços de estudo, reflexão e prática da arte da liderança, partindo do pressuposto

Leia mais

O CONHECIMENTO PEDAGÓGICO NA ORGANIZAÇÃO: ESPAÇO DE QUEM?

O CONHECIMENTO PEDAGÓGICO NA ORGANIZAÇÃO: ESPAÇO DE QUEM? O CONHECIMENTO PEDAGÓGICO NA ORGANIZAÇÃO: ESPAÇO DE QUEM? Marlene Fernandes Universidade Luterana do Brasil RESUMO O mundo está em constante transformação, com segmentos funcionais altamente globalizados,

Leia mais

Código de Ética e Conduta. Elaborado por: Lilian Scaraviello e Carlos Espanholeto

Código de Ética e Conduta. Elaborado por: Lilian Scaraviello e Carlos Espanholeto Código de Ética e Conduta Elaborado por: Lilian Scaraviello e Carlos Espanholeto Introdução As açoes de todos os colaboradores pela integridade, respeito e transparência buscando o fortalecimento das relações

Leia mais

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Mensagem do presidente A giroflex-forma está em um novo momento. Renovada, focada em resultados e nas pessoas, ágil e mais competitiva no mercado de assentos e de mobiliário corporativo. Representando

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta Ética das Empresas Concremat contempla os princípios que devem estar presentes nas relações da empresa com seus colaboradores, clientes,

Leia mais

INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL

INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL Ano 2013 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA Caro Colaborador Estamos entregando o Código de Ética e Conduta da Instituição, o qual fará parte

Leia mais

CONSTRUTORA ÁPIA Praça Santo Antônio, 100 Aeroporto. Cep: 31270-860 Belo Horizonte. Minas Gerais Tel: (31) 3490.4200. grupoapia.com.

CONSTRUTORA ÁPIA Praça Santo Antônio, 100 Aeroporto. Cep: 31270-860 Belo Horizonte. Minas Gerais Tel: (31) 3490.4200. grupoapia.com. CONSTRUTORA ÁPIA Praça Santo Antônio, 100 Aeroporto. Cep: 31270-860 Belo Horizonte. Minas Gerais Tel: (31) 3490.4200 grupoapia.com.br EVOLUINDO A CADA DIA, para crescermos fortes,assumindo nossa parte

Leia mais

Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas FGV

Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas FGV Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas FGV Apresentação Novos desafios para empresas Planejar Competências a desenvolver Desenvolver Competências Coletivamente Desenvolver Competências Individualmente

Leia mais

As principais competências que farão a diferença para os líderes 2016-17. KM Coaching Desenvolvendo Performance para Aumento de Resultados

As principais competências que farão a diferença para os líderes 2016-17. KM Coaching Desenvolvendo Performance para Aumento de Resultados As principais competências que farão a diferença para os líderes 2016-17 KM Coaching Desenvolvendo Performance para Aumento de Resultados Katya Mangili Atua como Coach de Carreira e Liderança. É sócia

Leia mais

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper Smart Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mário Teste Preparada por: Consultora Caliper consultora@caliper.com.br Data: Perfil Caliper Smart The Inner Leader Report Página 1 INTRODUÇÃO

Leia mais

POLÍTICA. Direitos Fundamentais nas Relações de Trabalho ÍNDICE

POLÍTICA. Direitos Fundamentais nas Relações de Trabalho ÍNDICE Folha 1/5 ÍNDICE 1. Objetivo.... 2 2. Abrangência... 2 3. Premissas... 2 Folha 2/5 1. Objetivo Estabelecer diretrizes que devem assegurar os direitos fundamentais nas relações de trabalho na Klabin e com

Leia mais

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com Empreendedorismo Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com "Olhar é uma coisa, ver o que se olha é outra, entender o que se vê é uma outra, aprender o que você entende é uma coisa a mais, mas agir sobre

Leia mais

O Marco de Ação de Dakar Educação Para Todos: Atingindo nossos Compromissos Coletivos

O Marco de Ação de Dakar Educação Para Todos: Atingindo nossos Compromissos Coletivos O Marco de Ação de Dakar Educação Para Todos: Atingindo nossos Compromissos Coletivos Texto adotado pela Cúpula Mundial de Educação Dakar, Senegal - 26 a 28 de abril de 2000. 1. Reunidos em Dakar em Abril

Leia mais

A ATUAÇÃO DE LÍDERES NA MOTIVAÇÃO DE COLABORADORES, MANTENDO A UNIÃO DA EQUIPE

A ATUAÇÃO DE LÍDERES NA MOTIVAÇÃO DE COLABORADORES, MANTENDO A UNIÃO DA EQUIPE A ATUAÇÃO DE LÍDERES NA MOTIVAÇÃO DE COLABORADORES, MANTENDO A UNIÃO DA EQUIPE Augusto César de Aguiar CUÉLLAR 1 Victor Dutra MARTINS 2 Roberta Gomes CAVALCANTE 3 RESUMO: As empresas atualmente têm sofrido

Leia mais

MENSAGEM AO FORNECEDOR

MENSAGEM AO FORNECEDOR MENSAGEM AO FORNECEDOR O Código de Conduta da AABB Porto Alegre para fornecedores é um documento abrangente, que trata de temas diretamente ligados ao nosso cotidiano de relações. Neste material, explicitamos

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética Jeito de Ser Índice 3 Introdução 3 Carta do Presidente 3 Missão do Grupo Marisa 3 Valores do Grupo Marisa 3 Código de Conduta Ética v Áreas de Relacionamento Colaboradores Fornecedores

Leia mais

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL

PRINCÍPIOS EMPRESARIAIS GERAIS DA SHELL Shell International Limited 2010 A permissão para reproduzir qualquer parte desta publicação deve ser solicitada à Shell International Limited. Geralmente a permissão será concedida, mediante o reconhecimento

Leia mais

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS METODOLOGIA E ANÁLISE DOS BENEFÍCIOS PARA A ORGANIZAÇÃO

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS METODOLOGIA E ANÁLISE DOS BENEFÍCIOS PARA A ORGANIZAÇÃO PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS METODOLOGIA E ANÁLISE DOS BENEFÍCIOS PARA A ORGANIZAÇÃO Cecília, Pereira¹ Rosalina, Batista¹ Cruz, Paulo Emílio² RESUMO Através deste artigo iremos abordar de forma objetiva,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Carta do CEO Caros colaboradores, Apresento a vocês o nosso código de ética. Este importante documento é um conjunto de atitudes a serem praticadas por todos nós no exercício da nossa atividade profissional.

Leia mais

Ética & Princípios de Conduta Empresarial

Ética & Princípios de Conduta Empresarial Nossa Cadeia de Fornecedores Ética & Princípios de Conduta Empresarial ao exercer atividades de negócios com a CH2M HILL Outubro 2011 Princípios baseados no livro The Little Yellow Book, escrito em 1978

Leia mais

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade...

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade... Entrevista com PEDRO MANDELLI Consultor na área de mudança organizacional, Pedro Mandelli é um dos maiores especialistas em desenho e condução de processos de mudança em organizações. É professor da Fundação

Leia mais

Balanço Social 2007. 1 - Apresentação. 1.1 Carta do Diretor Executivo. Índice. 1 - Apresentação. 2 - Empresa. 3 - Qualidade.

Balanço Social 2007. 1 - Apresentação. 1.1 Carta do Diretor Executivo. Índice. 1 - Apresentação. 2 - Empresa. 3 - Qualidade. 1 - Apresentação Balanço Social Índice 1 - Apresentação 1.1 Carta do Diretor Executivo 1.2 Perfil do Empreendimento 1.3 Nossos Produtos e Serviços 1.4 Abrangência de Atuação 1.5 Setores de Atuação 2 -

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA SABESP

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA SABESP CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA SABESP 2008-2 1 Apresentação A SABESP a partir da sua própria missão de prestar serviços de saneamento, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente constitui-se

Leia mais

TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE DOS NOVOS CONTEXTOS DE GERENCIAMENTO

TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE DOS NOVOS CONTEXTOS DE GERENCIAMENTO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE

Leia mais

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade Versão para público externo Mensagem da alta administração Em 93 anos de história da Votorantim, temos mantido a consistência na geração de valor, pautando

Leia mais

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar especial gestão Padrão exclusivo para sua empresa nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes. A frase consagrada de Albert Einstein não poderia ser mais clara: quer

Leia mais

Princípios Gerais de Negócios da ARCADIS Logos

Princípios Gerais de Negócios da ARCADIS Logos Princípios Gerais de Negócios da ARCADIS Logos Conteúdo 1 Página Capítulo 2 1. Introdução 3 2. Nossos Compromissos 3! Compromissos com a sociedade 3! Compromissos para com os clientes 4! Compromissos para

Leia mais

Mensagem da Diretoria

Mensagem da Diretoria Código de Ética Índice Mensagem da Diretoria... 07 Princípios Cooperativistas... 09 Política da Qualidade... 11 Nosso Negócio, Missão, Visão... 12 Nossos Valores... 13 Nosso Relacionamento com: Associados...

Leia mais

10 Minutos. sobre práticas de gestão de projetos. Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas

10 Minutos. sobre práticas de gestão de projetos. Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas 10 Minutos sobre práticas de gestão de projetos Capacidade de executar projetos é essencial para a sobrevivência das empresas Destaques Os CEOs de setores que enfrentam mudanças bruscas exigem inovação

Leia mais

Código de Conduta Nossa forma de fazer negócios

Código de Conduta Nossa forma de fazer negócios Código de Conduta Nossa forma de fazer negócios pwc Atuamos de forma profissional. Fazemos negócios com integridade. Preservamos a reputação da Firma e de nossos clientes. Respeitamos as pessoas e o meio

Leia mais

TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE CENECISTA DE SETE LAGOAS

Leia mais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais SGDP sistema de gestão do desempenho e potencial :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais ÍNDICE Competências Inovação e Criatividade

Leia mais

GEGIES. DESAFIOS E REFLEXÕES Sobre o Administrador e a Administração. Antonio VICO Mañas

GEGIES. DESAFIOS E REFLEXÕES Sobre o Administrador e a Administração. Antonio VICO Mañas GEGIES DESAFIOS E REFLEXÕES Sobre o Administrador e a Administração Antonio VICO Mañas Prever Coordenar ou Dirigir Organizar Controlar Prever Coordenar ou Dirigir Organizar Controlar Moral Satisfação Motivação

Leia mais

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE EMPREENDEDORISMO Empreendedorismo A Administração da revolução O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial foi

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Parceria Ultragaz e Junior Achievement de Minas Gerais: Uma parceria de sucesso! 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados 2013... 4 Resultados Pesquisas... 5

Leia mais

2.1. Cumprimos leis e regulamentos nacionais e internacionais. Obedecemos a todas as leis e regulamentos internacionais e nacionais relevantes.

2.1. Cumprimos leis e regulamentos nacionais e internacionais. Obedecemos a todas as leis e regulamentos internacionais e nacionais relevantes. CÓDIGO DE CONDUTA 1. Introdução O Código de Conduta Ahlstrom descreve os princípios éticos que sustentam o modo como conduzimos os negócios em nossa empresa. Baseia-se em nossos principais valores Agir

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA SBS ENGENHARIA

CÓDIGO DE CONDUTA SBS ENGENHARIA CÓDIGO DE CONDUTA SBS ENGENHARIA Mensagem do Presidente A nossa credibilidade é o ativo mais importante de que dispomos. Nosso trabalho, o modo pelo qual atuamos, nos portamos e a qualidade dos nossos

Leia mais

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP 1 Código de Ética e Conduta da Argus MENSAGEM DO PRESIDENTE Este Código de Ética e Conduta foi elaborado com a finalidade de explicitar

Leia mais

O GERENTE DE PROJETOS

O GERENTE DE PROJETOS O GERENTE DE PROJETOS INTRODUÇÃO Autor: Danubio Borba, PMP Vamos discutir a importância das pessoas envolvidas em um projeto. São elas, e não os procedimentos ou técnicas, as peças fundamentais para se

Leia mais

Olhar ver entender aprender agir

Olhar ver entender aprender agir Empreendedorismo "Olhar é uma coisa, ver o que se olha é outra, entender o que se vê é uma outra, aprender o que você entende é uma coisa a mais, mas agir sobre o que você aprende, é tudo que realmente

Leia mais

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1 Página 1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL As pessoas que supervisionam as atividades das outras e que são responsáveis pelo alcance dos objetivos nessas organizações são os administradores. Eles tomam decisões,

Leia mais

OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO

OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO OS DESAFIOS LOGISTICOS DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Fabiana Rubim Cintra Murilo Rodrigues da Silva Patrick Beirigo Andrade RESUMO Este artigo tem o objetivo de expor os principais problemas que o comércio eletrônico

Leia mais

Negócios Inclusivos na Masisa. Uma oportunidade em que todos ganham

Negócios Inclusivos na Masisa. Uma oportunidade em que todos ganham Negócios Inclusivos na Masisa Uma oportunidade em que todos ganham Nossa Visão Ser líder em rentabilidade a longo prazo na indústria de painéis de madeira para móveis e arquitetura de interiores na América

Leia mais

Carta Internacional da Educação Física, da Atividade Física e do Esporte

Carta Internacional da Educação Física, da Atividade Física e do Esporte Carta Internacional da Educação Física, da Atividade Física e do Esporte Preâmbulo A Conferência Geral da UNESCO, 1. Recordando que, na Carta das Nações Unidas, os povos proclamaram sua fé nos direitos

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

Gestão de Pessoas Uma janela para o sucesso

Gestão de Pessoas Uma janela para o sucesso Gestão de Pessoas Uma janela para o sucesso Já vivemos muitas eras de mudanças Terra Trabalh o Capital CONHECIMENTO Agora, vivemos uma mudança de era! Exportações EUA Most companies die not because they

Leia mais

PRINCÍPIO 01 Apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos proclamados internacionalmente.

PRINCÍPIO 01 Apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos proclamados internacionalmente. PRINCÍPIO 01 Apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos proclamados internacionalmente. Compromisso: Os trabalhos da Unimed Santos são orientados pela ética e transparência valor que permeia toas

Leia mais

Modernização de Operações

Modernização de Operações Modernização de Operações O CAMINHO MAIS CLARO PARA PROTEGER O FUTURO Colocando Você no Caminho para a Modernização de Operações Valor Se você está lindando atualmente com problemas de obsolescência, ou

Leia mais

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

PROCEDIMENTO DO SISTEMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 1. OBJETIVO: Estabelecer diretrizes e critérios para o atendimento aos requisitos da norma de Responsabilidade Social SA 8000. 2. DEFINIÇÕES: Não aplicável. 3. DOCUMENTOS APLICÁVEIS Manual da Qualidade;

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. 1 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. Este código de ética e conduta foi aprovado pelo Conselho de Administração da INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. ( Companhia

Leia mais

Ajudando você a fazer a diferença!

Ajudando você a fazer a diferença! Diretores da Lannes Consulting Luciano Lannes Consultor Organizacional e Palestrante com foco no Trabalho em Equipe e o processo de aprendizagem organizacional, visa o desenvolvimento empresarial e a educação

Leia mais

Hermes Chipp Diretor Geral do ONS

Hermes Chipp Diretor Geral do ONS Nossa vida é feita de escolhas. Seja no âmbito pessoal ou profissional, a cada dia escolhemos caminhos a trilhar. A ética deve ser a premissa básica para pautar as nossas opções cotidianas. O ONS, desde

Leia mais

MULHER EMPREENDEDORA

MULHER EMPREENDEDORA MULHER EMPREENDEDORA Mara Angélica Schutze Voigt 1 Albertina de Souza Prust 2 Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI Curso Gestão Comercial (GCO 0070) Prática do Módulo II 13/05/2013 RESUMO

Leia mais

APRESENTAÇÃO MISSÃO VISÃO

APRESENTAÇÃO MISSÃO VISÃO 1 2 INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO A BR House gera resultado de forma integrada e eficiente. Presente em Brasília, Goiânia, Cuiabá e Campo Grande com um forte time de corretores atuando pela empresa. Especialistas

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Manual dos Indicadores de Acompanhamento do Pacto Empresarial Contra Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras

Manual dos Indicadores de Acompanhamento do Pacto Empresarial Contra Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras VAMOS ACABAR COM A EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NAS RODOVIAS BRASILEIRAS parceria estratégica parceria técnica Manual dos Indicadores de Acompanhamento do Pacto Empresarial Contra Exploração

Leia mais

Sustentabilidade nos Negócios

Sustentabilidade nos Negócios Sustentabilidade nos Negócios Apresentação O programa Gestão Estratégica para a Sustentabilidade foi oferecido pelo Uniethos por nove anos. Neste período os temas ligados à sustentabilidade começam a provocar

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA SUMÁRIO 1 ÉTICA...03 2 APRESENTAÇÃO...04 3 APLICAÇÃO...05 4 FINALIDADES...06 5 DEFINIÇÕES...07 6 CULTURA ORGANIZACIONAL...08 6.1 MISSÃO...08 6.2 VISÃO...08 6.3 VALORES...08 6.4

Leia mais

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL

CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL O CÓDIGO RIP DE CONDUTA EMPRESARIAL Março de 2015 1ª edição MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta da RIP ( Código ) é a declaração formal das expectativas que servem

Leia mais

PARTE 9. Capítulo 25 GESTÃO DO CONHECIMENTO

PARTE 9. Capítulo 25 GESTÃO DO CONHECIMENTO PARTE 9 Capítulo 25 GESTÃO DO CONHECIMENTO ATIVO INTANGÍVEL Ativos que não têm substância física, mas proporcionam benefícios econômicos, como: competência dos gerentes, sua experiência e conhecimento

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências Unimed Apucarana Gestão por Competências Unimed Apucarana Unimed Apucarana em números 158 médicos cooperados 16 aspirantes a cooperado 17.676 clientes 63 colaboradores 79 recursos

Leia mais

Capítulo 12. Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente. Acadêmica: Talita Pires Inácio

Capítulo 12. Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente. Acadêmica: Talita Pires Inácio Capítulo 12 Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente Acadêmica: Talita Pires Inácio Empresa ABC Crescimento atribuído a aquisições de empresas de menor porte; Esforços de alianças estratégicas e joint-ventures

Leia mais

Gestão Estratégica de Pessoas

Gestão Estratégica de Pessoas Gestão Estratégica de Pessoas MBA FGV 1 Grandes Decisões sobre Pessoas Fatores que Garantem o Resultado As Tendências e Perspectivas de Gestão de Pessoas em Saúde Gestão de Pessoas e o Balanced Score Card

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA HUMANOS CRESCIDOS PALESTRAS 11 3672-6822 11 8067-9041. www.santagente.com.br

EDUCAÇÃO PARA HUMANOS CRESCIDOS PALESTRAS 11 3672-6822 11 8067-9041. www.santagente.com.br EDUCAÇÃO PARA HUMANOS CRESCIDOS PALESTRAS Sobre a Santa Gente Mudamos o formato das palestras convencionais com o propósito de vender inovação com inovação. Utilizamos a música como ferramenta de facilitação

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers O especialista em inovação Bruno Moreira analisa as dificuldades que impedem um maior nível de colaboração por parte das empresas brasileiras

Leia mais

Código de Ética Rastru

Código de Ética Rastru CÓDIGO DE ÉTICA RASTRU O objetivo desse Código de É tica é definir com clareza os princípios éticos que norteiam as ações e os compromissos da organização Rastru, tanto da parte institucional como da parte

Leia mais

Código de Ética Nas Relações com as Partes Interessadas Com os Clientes e a Concorrência

Código de Ética Nas Relações com as Partes Interessadas Com os Clientes e a Concorrência Código de Ética Conduzimos nossos negócios dentro de uma estrutura de padrões profissionais, legislações, regulamentações e políticas internas. Entretanto, temos consciência que essas normas não necessariamente

Leia mais

ESTUDO DE CASO 1: ROBERT BOSCH

ESTUDO DE CASO 1: ROBERT BOSCH ESTUDO DE CASO 1: ROBERT BOSCH Dados fornecidos por Carlos Alberto Maziero, coordenador de planejamento de carreira e desenvolvimento organizacional (Central, Campinas, SP); Antonio Marcos Vicentini, assessor

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais