A Compaixão de Jesus*

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Compaixão de Jesus*"

Transcrição

1 A Compaixão de Jesus* Estudos bíblicos sobre a prática da compaixão no ministério de Jesus. Autor: Lissânder Dias Revista Mãos Dadas Caixa Postal Viçosa MG *Baseado no livro The Seach for Compassion.

2 Há vagas! Mateus As vagas estão abertas. Há emprego sobrando para trabalhadores compassivos. O que falta mesmo é interesse e envolvimento. O curriculum vitae desse tipo de trabalhador deve ter apenas uma exigência preenchida: seguir o exemplo de Jesus. Jesus é o modelo máximo para quem quer levar a sério a prática da compaixão. O versículo 35 nos dá um resumo de como foi o ministério de Jesus. - Jesus ia ao encontro do povo; - Ensinava e anunciava o Evangelho; - Curava os doentes. O ministério de Jesus era completo e integral. Ele se aproximava, ensinava e curava. Via as necessidades de cada pessoa. Só quem conhece alguém, pode identificar quais suas necessidades. Jesus fez isso. Quando olhou para a multidão, não viu um amontoado de gente pobre, inconveniente e suja. Ele viu pessoas desamparadas, como ovelhas sem pastor. É de trabalhadores assim que a sociedade, a igreja e a humanidade precisam. E eles estão em extinção. Precisamos pedir ao Senhor para que enviem esses trabalhadores. Talvez sejamos a resposta destas orações. 1. Trace o perfil de como deve ser um trabalhador compassivo. 2. Por que os trabalhadores compassivos são poucos? 3. Quais as necessidades mais comuns das ovelhas sem pastor de hoje em dia? 4. O que Jesus quis nos ensinar quando orientou que peçamos ao Pai que mande mais trabalhadores? 5. Compare seu ministério com o ministério de Jesus. O que você precisa melhorar?

3 Discipulado compassivo Mateus O que quer que eu faça? Jesus fez esta pergunta em duas situações diferentes: uma foi para a mãe dos filhos de Zebedeu (20-28); a outra, para dois cegos (29-34). Na primeira situação, a resposta foi esdrúxula: que Jesus desse destaque e autoridade aos seus filhos. Na segunda, a necessidade dos cegos não era motivada pelo orgulho, mas simplesmente pelo desejo de ver a vida. A mãe pediu que Jesus compartilhasse do seu poder com seus filhos. Os cegos pediram apenas um pouco de sua compaixão (embora algumas traduções usem pena aqui também, a melhor tradução para splanchnizonai é compaixão ). Com a cura dos cegos, Jesus ensinou, na prática, aos seus discípulos que o serviço cristão não é baseado no poder, mas sim na compaixão. Na compaixão, o serviço cristão deve resultar de um coração ferido pelo sofrimento dos outros. Isso é algo que contrariava frontalmente as intenções de Tiago e João, filhos de Zebedeu. Os ex-cegos tornaram-se discípulos de Jesus após seu ato de compaixão. Eis um modelo de discipulado compassivo. 1. O que falta nos modelos de discipulados praticados atualmente? 2. Analise e discuta a frase Compaixão significa imersão total na condição de vida do ser humano. Como ensinar este princípio aos outros? 3. Como ser líder, sem perder a noção de compaixão? 4. Procure exemplos positivos e negativos de lideranças cristãs contemporâneas. 5. Que tipo de líder sua comunidade precisa?

4 O Milagre da Desobediência Marcos Os dois foram desobedientes. Jesus não obedeceu a lei que proibia qualquer pessoa de se aproximar de um leproso (Lv ). O leproso, por sua vez, não obedeceu a ordem de Jesus para não contar aos outros quem o havia curado (v. 44). Mas por trás de uma lei, havia uma dor. E na frente da dor, havia um ato de compaixão. Jesus estendeu a mão ao leproso que clamara pela cura. Cheio de compaixão, Jesus o tocou e o curou. A compaixão não é uma emoção superficial. Jesus foi atingido no mais íntimo do seu ser diante da situação lamentável do leproso e desejou profundamente que aquele homem, ignorado pela sociedade e solitário, fosse purificado. A compaixão é um ministério que requer toque, aproximação, relacionamento. Após curá-lo, Jesus ordenou ao ex-leproso que não contasse a ninguém e que cumprisse os sacrifícios de purificação, porque desejava que o homem fosse reintegrado totalmente à sociedade. Naquele momento, a alegria do ex-leproso era tanta que ele não se conteve. Queria olhar para as pessoas e afirmar com um grande sorriso no rosto: Jesus me curou!. E foi o que ele fez. 1. Quais são os leprosos sociais dos tempos atuais? Como temos agido para com eles? 2. Procure e cite outras passagens bíblicas que mostram a compaixão envolvendo o toque. O que essas histórias nos ensinam? 3. Que leis e regras você precisa quebrar para exercer a compaixão ensinada por Jesus? 4. A preocupação de Jesus em reinserir o ex-leproso à sociedade mostra que a verdadeira compaixão é integral e completa. Quais os erros mais comuns que os cristãos têm cometido na prática da compaixão? 5. O leproso começou a falar de Jesus porque, antes, ele fora atingido por seu ato de compaixão. O que isto nos ensina sobre a natureza da evangelização?

5 A Compaixão, a Fé e a Oração Para ler Marcos Para refletir Aquele pai era um desgraçado: leva consigo o sofrimento de um filho infeliz e perturbado; e o desespero causado pela falta de fé em Deus. Os discípulos foram incompetentes em ajudá-lo. Jesus, então, foi chamado. Ao ver a situação, o Mestre ficou impaciente com o fracasso dos discípulos. Jesus se deparou com um homem que achava que não tinha fé, porque não havia conseguido ajudar seu filho a se libertar do mal. Mas de quem realmente era a culpa? Seria de uma única pessoa? Para Jesus não era o pai o culpado; era toda a geração que não tinha fé. O pai conta sua história para Jesus e, no final, clama: Mas se podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos. O poder de Jesus era maior do que aquele homem imaginava. E diante da resposta do Mestre ( tudo é possível àquele que crê ), finalmente o pai se rende ao poder de Jesus (v.24). Mesmo sem fé, o homem orou/clamou a Jesus por compaixão. Mesmo com fé, os discípulos não praticaram o elemento essencial de quem tem compaixão: a oração. Jesus respondeu à oração do pai desesperado: curou seu filho, expulsando o demônio que o aprisionava e recobrou-lhe a fé em Deus. A compaixão por si mesma não é suficiente. Ela precisa vir acompanhada de fé, oração e relacionamento com Deus. Para responder 1. Qual a razão do fracasso dos discípulos? 2. Por que Jesus ficou tão impaciente com o fracasso deles? 3. Qual o papel da fé e da oração na prática da compaixão? 4. A compaixão, às vezes, exige um confronto espiritual. Você tem alguma experiência deste tipo para contar? 5. Como devemos lidar com as pessoas que não têm fé em Deus (ateus, céticos, indiferentes, etc)?

6 Os relatos da multiplicação de pães Marcos ; Mateus Jesus e seus discípulos eram pessoas ocupadíssimas. Trabalham muito e precisavam de um descanso. Depois de um dia de muito trabalho, eles foram para o deserto a fim de relaxarem. Tudo aquilo era muito justo. O descanso é bíblico (Gn 2.2-3) e todos eles o mereciam. Mas nenhum ministério, por mais importante que seja, de qualquer natureza que seja, pode extinguir a chama da sensibilidade para com o outro. Esta sensibilidade significa sentir o sofrimento do outro e, às vezes, modificar nossa agenda de trabalho por causa disso. Ter essa sensibilidade é ter compaixão. Jesus queria descansar, mas olhou para a realidade e viu uma multidão faminta, como ovelhas sem pastor. A compaixão fez com que Jesus reordenasse as suas prioridades. Nesse caso, o foco imediato da compaixão de Jesus era a multidão. A compaixão inclui o ministério social e também o pastoral, o ministério para grandes grupos de pessoas, bem como para indivíduos. Cansados, os discípulos pediram a Jesus para dispensar a multidão. Eles achavam que já haviam feito o seu trabalho naquele dia. Foram burocráticos e, por isso, não se sentiram responsáveis em mudar a realidade que estava em frente de seus olhos. Por isso, a ordem do Mestre foi: dêem-lhes vocês algo para comer (Mt 14.16). Jesus mostra a responsabilidade dos discípulos para com o povo. Se eles estavam famintos e cansados, o povo estava ainda mais. O milagre da multiplicação de comida aconteceu. Mas este acontecimento sobrenatural foi iniciado por um gesto compassivo que todo ser humano poder praticar, não é exclusividade divina. O milagre tampouco transferiu dos discípulos a obrigação de encarar a realidade nua e crua do mundo. 1. Leia todas as versões do milagre da multiplicação dos pães e compare as diferenças e semelhanças (Mt ; ; Mc ; ; Lc ; Jo ): 2. O que podemos aprender com esse milagre sobre o caráter do nosso ministério? 3. É possível existir um ministério sem compaixão? Justifique. 4. A compaixão que Jesus sentiu o provocou a olhar para a realidade. O que conhecemos da realidade que nos rodeia? (recorte notícias de jornais e revistas e leia com o grupo). 5. Jesus, tanto ensinou a multidão, quanto curou quem precisava de cura (Lc 9.11) e saciou a fome física (Lc. 7.16). O que falta na nossa prática da compaixão para que ela seja mais completa e integral?

7 O Deus Compassivo Lucas 7:11-17 Através de sua compaixão, Jesus materializou a esperança daquelas pessoas. Ao se deparar com o sofrimento, ele não deu meia volta e muito menos desviou do cortejo fúnebre para continuar sua caminhada. Jesus parou, olhou, sentiu a dor da viúva. E, mesmo sem qualquer pedido de cura, o Senhor ressuscitou o garoto. As lágrimas daquela mulher falaram mais do que mil palavras. Esta passagem bíblica é única. Em nenhuma outra de Lucas-Atos, o evangelista utiliza o verbo compadecer. Essa passagem também é a primeira narrativa em que Lucas chama Jesus de o Senhor. Fica claro que existia desde o início da igreja, a tradição de que Jesus, o Senhor, também era compassivo. A compaixão, da maneira como foi utilizada aqui, não é simplesmente a atribuição de uma emoção forte e repleta de empatia demonstrada por Jesus. Ela traz consigo um significado teológico que descreve um aspecto de sua divindade. Compaixão, em outras palavras, é uma designação messiânica. O Profeta/Deus agiu. E enxugou as lágrimas mais dolorosas da viúva. 1. Como a prática da compaixão pode fortalecer a esperança do povo de Deus? 2. Pesquise o significado teológico da palavra Senhor. Que relação o seu significado tem com a palavra compaixão. 3. Com esse milagre, Jesus restabeleceu uma família (já que o moço era filho único de uma viúva). Como essa história pode ajudar no aconselhamento de famílias? 4. Que lágrimas você tem derramado no dia-a-dia? Como Jesus pode enxugá-las?

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão:

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão: SESSÃO 3 'Eis a tua mãe' Ambiente Em uma mesa pequena, coloque uma Bíblia, abriu para a passagem do Evangelho leia nesta sessão. Também coloca na mesa uma pequena estátua ou uma imagem de Maria e uma vela

Leia mais

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI)

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) 1 - Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde

Leia mais

A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser cego.

A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser cego. Mensagem: O HOMEM QUE ABRIU OS OLHOS PARA DEUS Pastor: José Júnior Dia: 22/09/2012 sábado AMAZON JOVENS Texto-base: Lucas 18:35-43 A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser

Leia mais

OS DESAFIOS DA JORNADA DA FÉ

OS DESAFIOS DA JORNADA DA FÉ 1 OS DESAFIOS DA JORNADA DA FÉ Mc 6 30/12/2012 INTRODUÇÃO 1. Esta semana estava pensando a respeito do ano de 2012 que estamos concluindo. 2. Que ano! Ele foi repleto de contrastes. 3. De momentos em que

Leia mais

Permita o Milagre de Jesus em sua vida Mc 7: 31-37

Permita o Milagre de Jesus em sua vida Mc 7: 31-37 Permita o Milagre de Jesus em sua vida Mc 7: 31-37 IBR 18/11/15 Mc 7:31-37 31 De novo, se retirou das terras de Tiro e foi por Sidom até ao mar da Galiléia, através do território de Decápolis. 32 Então,

Leia mais

Lição 1 - Apresentando o Evangelho Texto Bíblico Romanos 1.16,17

Lição 1 - Apresentando o Evangelho Texto Bíblico Romanos 1.16,17 Lição 1 - Apresentando o Evangelho Texto Bíblico Romanos 1.16,17 Paulo escreveu uma carta à Igreja de Roma, mas não foi ele o instrumento que Deus usou para fazer acontecer uma Agência do Reino de Deus

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Os encontros de Jesus O cego de nascença AS TRÊS DIMENSÕES DA CEGUEIRA ESPIRITUAL

Os encontros de Jesus O cego de nascença AS TRÊS DIMENSÕES DA CEGUEIRA ESPIRITUAL 1 Os encontros de Jesus O cego de nascença AS TRÊS DIMENSÕES DA CEGUEIRA ESPIRITUAL 04/03/2001 N Jo 9 1 Jesus ia caminhando quando viu um homem que tinha nascido cego. 2 Os seus discípulos perguntaram:

Leia mais

00.035.096/0001-23 242 - - - SP

00.035.096/0001-23 242 - - - SP PAGINA 1 O CARÁTER CRISTÃO 7. O CRISTÃO DEVE TER UMA FÉ OPERANTE (Hebreus 11.1-3) Um leitor menos avisado, ao ler o texto pode chegar à conclusão de que a fé cria coisas pelas quais esperamos. A fé não

Leia mais

Temos dois versículos na Bíblia que falam sobre a adolescência do Senhor Jesus, a partir dos 12 anos de idade:

Temos dois versículos na Bíblia que falam sobre a adolescência do Senhor Jesus, a partir dos 12 anos de idade: Ministério Avivamento Já www.avivamentoja.org Discipulando Juniores em Situação de Risco Pr Paul David Cull Temos dois versículos na Bíblia que falam sobre a adolescência do Senhor Jesus, a partir dos

Leia mais

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 9, 10-17)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 9, 10-17) SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO (ANO C) 2 de Junho de 2013 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 9, 10-17) 10 Ao regressarem, os Apóstolos contaram-lhe tudo o que tinham feito.

Leia mais

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos.

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos. Músicas para Páscoa AO PARTIRMOS O PÃO E C#m #m B7 E7 A C#M Refr.: Ao partirmos o pão reconhecemos/ Jesus Cristo por nós ressuscitado./ Sua paz B7 E A B7 E recebemos e levamos,/ Ao nosso irmão que está

Leia mais

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural).

4. O princípio da palavra funciona como ponte entre dois mundos (natural/espiritual) e duas dimensões (física/sobrenatural). O Poder das Palavras LEITURA: Marcos 11:12-14 12. E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. 13. Vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e chegando

Leia mais

Perdão Marca de Maturidade

Perdão Marca de Maturidade Perdão Marca de Maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Mateus 18.15-22 15 - Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; 16 - Mas, se não te ouvir,

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos VERSÍCULOS a Bíblia na PARA Nova DECORAR Versão Internacional ESTA SEMANA NVI Usamos

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE Oo Índice Prefácio, por Gabriel Chalita...11 Introdução...19 1 O Verbo divino...27 2 As bodas de Caná...35 3 A samaritana...41 4 Multiplicação dos pães...49 5 A mulher adúltera...55

Leia mais

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! SÉRIE: QUEM É JESUS? Jesus é o Cordeiro de Deus Data: / 09 / 2010 - Semana 4. No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 1 / 7 1)

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos a Bíblia na Nova Versão Internacional

Leia mais

O Espírito de Religiosidade

O Espírito de Religiosidade O Espírito de Religiosidade Pr. Alcione Emerich Como vive um Cristão Salvo contaminado ou infectado pelo Espírito de Religiosidade Hoje será um Culto de Libertação, vamos quebrar esta maldição em nossas

Leia mais

Geração João Batista. Mc 1:1-8

Geração João Batista. Mc 1:1-8 Geração João Batista Mc 1:1-8 Conforme acabamos de ler, a Bíblia diz que João Batista veio ao mundo com o objetivo de "preparar o caminho do Senhor" - V3. Ele cumpriu a sua missão, preparou tudo para que

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes

Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes 17º DOMINGO DO TEMPO COMUM 26 de julho de 2015 Jesus tomou os Pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, assim como os peixes Leituras: Segundo Livro dos Reis 4, 42-44; Salmo 144 (145),

Leia mais

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia.

Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Jesus e sua vida Segundo os Evangelhos, Jesus teria vivido toda sua infância, adolescência e juventude em Nazaré com sua família e com o povo dessa pequena aldeia. Seu nascimento foi no meio de muitas

Leia mais

Dia 11. Tornando-se amigo de Deus

Dia 11. Tornando-se amigo de Deus Dia 11 Tornando-se amigo de Deus Como tivemos restaurada a nossa amizade com Deus pela morte de seu Filho, enquanto éramos seus inimigos, certamente seremos libertos da punição eterna por meio de sua vida.

Leia mais

Princípios de Fé Estudo 1

Princípios de Fé Estudo 1 Estudo 1 1 Tema: A fé e a comunhão Texto Base: o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com

Leia mais

Lição 2 Por que Necessitamos de Perdão? Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador. A Bênção pelo Perdão. A Bênção pelo Perdão

Lição 2 Por que Necessitamos de Perdão? Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador. A Bênção pelo Perdão. A Bênção pelo Perdão Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador 1. Você já fugiu de casa? Para onde foi? O que aconteceu? 2. Qual foi a maior festa que sua família já celebrou? Explique. 3. Você é do tipo mais caseiro, ou gosta

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO

PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO PAGINA 1 BÍBLIA PASSO A PASSO NOVO TESTAMENTO 11. PERÍODOS DA VIDA DE JESUS 28 E a fama de Jesus se espalhou depressa por toda a região da Galiléia. Jesus cura a sogra de Pedro: 29 Logo depois, Jesus,

Leia mais

O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus.

O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus. 2 1 O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus. Ele era manso como os cordeiros e a sua palavra tinha a doçura de uma brisa num dia quente. Nada queria dos humanos, tudo prometia e dava a humanidade. Sua palavra

Leia mais

Lição 1 Como Amar os Inimigos

Lição 1 Como Amar os Inimigos Lição 1 Como Amar os Inimigos A. Como seus pais resolviam as brigas entres você e seus irmãos? B. Em sua opinião qual a diferença entre amar o inimigo e ser amigo do inimigo? PROPÓSITO: Aprender como e

Leia mais

A Pedagogia do cuidado

A Pedagogia do cuidado Roteiro de Oração na Vida Diária nº 23 A Pedagogia do cuidado Tempo forte na Igreja, inicia-se hoje nossa caminhada de preparação para a Páscoa, no rico tempo da quaresma. Como nos ciclos da natureza,

Leia mais

CURSO DE PREPARAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE LÍDERES 2013 Presbitério de Campinas. Espiritualidade do Líder Pr. Thiago Jachetto de Campos

CURSO DE PREPARAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE LÍDERES 2013 Presbitério de Campinas. Espiritualidade do Líder Pr. Thiago Jachetto de Campos CURSO DE PREPARAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE LÍDERES 2013 Presbitério de Campinas Pr. Thiago Jachetto de Campos Religião INTRODUÇÃO Religare (latim) Nossa espiritualidade é a resposta à graça de Deus e não

Leia mais

Perdão. Fase 7 - Pintura

Perdão. Fase 7 - Pintura SERM7.QXD 3/15/2006 11:18 PM Page 1 Fase 7 - Pintura Sexta 19/05 Perdão Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem

Leia mais

Entendendo a série. Os evangelhos narram inúmeros encontros de pessoas com Jesus e como suas vidas foram transformadas a partir desses encontros.

Entendendo a série. Os evangelhos narram inúmeros encontros de pessoas com Jesus e como suas vidas foram transformadas a partir desses encontros. Entendendo a série Os evangelhos narram inúmeros encontros de pessoas com Jesus e como suas vidas foram transformadas a partir desses encontros. Retrospectiva Uma mulher pecadora acolhida pela Graça de

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO Texto: Apocalipse 22:1-2 Então o anjo me mostrou o rio da água da vida que, claro como cristal, fluía do trono de Deus e do Cordeiro, no meio da RUA principal da cidade. De

Leia mais

O que a Bíblia diz sobre o dinheiro

O que a Bíblia diz sobre o dinheiro Seção 2 O que a Bíblia diz sobre o A questão do e das posses é mencionada muitas vezes na Bíblia. Esta seção examina o que a Bíblia nos ensina sobre a nossa atitude para com o. Ela vai nos ajudar a considerar

Leia mais

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e REFERÊNCIA: Levítico 17 Data de Gravação: 18.06.03 PRODUTOR: Paulo Chaveiro Locução: Paulo Chaveiro OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira)

Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira) Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz nº 2.060, de 04/06/2002, em Anguera/BA (terça-feira) Queridos filhos, afastai-vos de todo mal e voltai-vos ao Senhor que vos espera com alegria. Limpai vossos corações

Leia mais

Tempo Comum - 23º Domingo

Tempo Comum - 23º Domingo Tempo Comum - 23º Domingo Serra do Pilar, 6 setembro 2015 Vinde, meus filhos, vinde e escutai-me. Eu sou o caminho, a verdade e a vida, diz o Senhor! Irmãos: Há muitas espécies de surdos-mudos: uns não

Leia mais

Por que devo discipular?

Por que devo discipular? Por que devo discipular? Muito me alegrei (...) que falaram a respeito da sua fidelidade, de como você continua andando na verdade. Não tenho alegria maior do que ouvir que meus filhos estão andando na

Leia mais

Perfil da Igreja que possui maturidade

Perfil da Igreja que possui maturidade Perfil da Igreja que possui maturidade TEXTO BÍBLICO BÁSICO Atos 2.7-45 7 - E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos?

Leia mais

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO A pessoa de Maria foi desde os primeiros séculos do cristianismo uma grade fonte de inspiração para o povo cristão. De fato nas catacumbas de Roma, onde os cristãos

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 18-11-15 A ORAÇÃO MANISFESTA O PODER DE DEUS ATRAVÉS DE MIM Princípio: Quando eu oro, o poder de Deus se manifesta através de mim! Versículo: Ora, àquele que é poderoso para fazer

Leia mais

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS 11. Já vimos que Jesus Cristo desceu do céu, habitou entre nós, sofreu, morreu, ressuscitou e foi para a presença de Deus. Leia João 17:13 e responda: Onde está Jesus Cristo agora? Lembremo-nos que: Jesus

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

O que Jesus dizia em funerais? Pr. Harry Tenório

O que Jesus dizia em funerais? Pr. Harry Tenório O que Jesus dizia em funerais? Pr. Harry Tenório (João 11.1) - Estava, porém, enfermo um certo Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta. Introdução A Bíblia descortina um mundo de possibilidades

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 3 MILAGRES DE JESUS JESUS ACALMA AS TEMPESTADES MATEUS 8:23-27; 14:22-33; MARCOS 4:35-41 OS MILAGRES: R E L E M B R A N D O - São ricos em significados (nos acorda dos milagres

Leia mais

Conclui-se que Jesus não pode ter impregnado o fluido com qualidades especificas, pelo simples fato de ele não saber quem o tocou.

Conclui-se que Jesus não pode ter impregnado o fluido com qualidades especificas, pelo simples fato de ele não saber quem o tocou. Processos Mentais na Cura Claudio C. Conti www.ccconti.com Quando se fala em curas espirituais é necessário uma análise criteriosa para o perfeito entendimento ("perfeito entendimento" para o nível de

Leia mais

JESUS ALIMENTA A MULTIDÃO

JESUS ALIMENTA A MULTIDÃO João 6 Nesta Lição Estudará... Jesus Alimenta a Multidão Jesus Anda em Cima das Águas O Povo Procura Jesus Jesus, o Pão da Vida As Palavras de Vida Eterna JESUS ALIMENTA A MULTIDÃO: Leia João 6:1-15. Mateus,

Leia mais

Lição 11. Batismo nas águas. Comuidade Ev. Amanhecer com Jesus QUESTIONAMENTOS: O batismo salva? O batismo como mandamento

Lição 11. Batismo nas águas. Comuidade Ev. Amanhecer com Jesus QUESTIONAMENTOS: O batismo salva? O batismo como mandamento Lição 11 Batismo nas águas Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 4 A PESCA MILAGROSA

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 4 A PESCA MILAGROSA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 4 A PESCA MILAGROSA A PESCA MILAGROSA LUCAS 5:1-11; JOÃO 21:1-17 A PRIMEIRA PESCA MARAVILHOSA JÁ ESTÁ TUDO PAGO! NÃO DEVO + Porque estudar os milagres de Jesus? Jesus nos

Leia mais

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15

Sumário. Prefácio...3. 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5. 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 1 Sumário Prefácio...3 1. As evidências da ressurreição de Cristo...5 2. Se Jesus está vivo, onde posso encontrá-lo?...15 Comunidade Presbiteriana Chácara Primavera Ministério de Grupos Pequenos Março

Leia mais

5. Autoconsciência e conhecimento humano de Jesus

5. Autoconsciência e conhecimento humano de Jesus 5. Autoconsciência e conhecimento humano de Jesus Através do estudo dos evangelhos é possível captar elementos importantes da psicologia de Jesus. É possível conjeturar como Jesus se autocompreendia. Especialmente

Leia mais

BATISMO HISTÓRIA E SIGNIFICADO

BATISMO HISTÓRIA E SIGNIFICADO BATISMO HISTÓRIA E SIGNIFICADO 1 INTRODUÇÃO Jesus mandou seus discípulos: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a

Leia mais

Discípulos missionários no Evangelho de Lucas e Magistério do Papa Francisco. 2º Encontro: Jesus, vida do discípulo: o caminho do discípulo

Discípulos missionários no Evangelho de Lucas e Magistério do Papa Francisco. 2º Encontro: Jesus, vida do discípulo: o caminho do discípulo Discípulos missionários no Evangelho de Lucas e Magistério do Papa Francisco 2º Encontro: Jesus, vida do discípulo: o caminho do discípulo Recordando: Que tipo de Messias é Jesus? Lc4, 16-19 Na Sinagoga

Leia mais

EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS

EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS Lição 3 EVANGELHOS DE MATEUS E MARCOS 1. Mateus O Evangelho de Mateus recebe o nome do seu autor, que significa presente do Senhor. Mateus foi um judeu, coletor de impostos para o governo romano, ou seja,

Leia mais

DEPRESSÃO (parte 2) Aconselhando deprimidos

DEPRESSÃO (parte 2) Aconselhando deprimidos DEPRESSÃO (parte 2) Aconselhando deprimidos EBD IBCU Curso: O Plano de Deus para Sua saúde Em seu uso atual, este termo descreve uma série de estados afetivos com diferentes fatores, manifestações e graus

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

1) O valor instituído por Deus para o testemunho

1) O valor instituído por Deus para o testemunho O magnífico efeito do testemunho Pr. Harry Tenório (Mateus 10.18) - E sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios.

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: A Vontade Palestrante: Dulce Alcione Rio de Janeiro 29/09/2000 Organizadores da palestra: Moderador: "Luno" (nick: [Moderador]) "Médium

Leia mais

Provérbios 16:18 A soberba precede a desgraça, e o orgulho precede a queda.

Provérbios 16:18 A soberba precede a desgraça, e o orgulho precede a queda. O Orgulho 1 Samuel 15:23 A rebelião contra o Senhor é tão grave como a feitiçaria, e o orgulho é pecado como é pecado a idolatria.... Provérbios 22:10 Mande embora a pessoa orgulhosa, e acabarão os desentendimentos,

Leia mais

Tempo do Natal Sexta-feira depois da Epifania

Tempo do Natal Sexta-feira depois da Epifania Tempo do Natal Sexta-feira depois da Epifania Lectio Primeira leitura: 1 João 5, 5-13 Caríssimos: 5* E quem é que vence o mundo senão aquele que crê que Jesus é Filho de Deus? 6* Este, Jesus Cristo, é

Leia mais

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Pr. Jorge Luiz Silva Vieira P á g i n a 1 A origem do pecado: HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Deus não pode pecar Ele é Santo (I Pe 1.16; I Jo 1.5) e não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta

Leia mais

O Papel da Mulher Cristã

O Papel da Mulher Cristã O Papel da Mulher Cristã Hoje as mulheres estão bem mais interessadas em carreiras profissionais e menos desejosas do papel no lar. Porém cada um tem a sua importância. Qual será então, o papel da mulher

Leia mais

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados 1º Mistério Luminoso Janeiro 2015 Batismo de Nosso Senhor Introdução: Vamos dar inicio à meditação reparadora dos primeiros sábados, que nos foi indicada

Leia mais

*Analisar a ressurreição de Lázaro, à luz do entendimento espírita. * Enfatizar as lições de natureza espiritual de que o episódio se reveste.

*Analisar a ressurreição de Lázaro, à luz do entendimento espírita. * Enfatizar as lições de natureza espiritual de que o episódio se reveste. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com fatos extraordinários Roteiro 1 Analisar a ressurreição de

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O MOCL

ORIENTAÇÕES PARA O MOCL MINISTÉRIO DE ORAÇÃO POR CURA E LIBERTAÇÃO RCC BRASIL Março de 2015 ORIENTAÇÕES PARA O MOCL 1) IMPOSIÇÃO DAS MÃOS Sobre esse assunto já houve muita orientação. Mesmo assim, ainda surgem polêmicas. A imposição

Leia mais

Leiamos o Texto Sagrado:

Leiamos o Texto Sagrado: Um encontro com Jesus Mateus 14.22-32 Pr. Fernando Fernandes (PIB em Penápolis) Cristo em Casa Glicério, 27/08/2009 Leiamos o Texto Sagrado: Logo em seguida, Jesus insistiu com os discípulos para que entrassem

Leia mais

Epidemias Globais. Aula 25/10/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Epidemias Globais. Aula 25/10/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Epidemias Globais Aula 25/10/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Conceituação O que é Endemia? Epidemia? Pandemia? Endemia: surto de doença que ocorre em apenas um determinado local ou região (febre

Leia mais

Nesta nova série Os Discursos de Jesus vamos aprofundar as Palavras de Jesus :- seus discursos, suas pregações e sermões. Ele falou aos seus

Nesta nova série Os Discursos de Jesus vamos aprofundar as Palavras de Jesus :- seus discursos, suas pregações e sermões. Ele falou aos seus Nesta nova série Os Discursos de Jesus vamos aprofundar as Palavras de Jesus :- seus discursos, suas pregações e sermões. Ele falou aos seus apóstolos na intimidade, falou a um grupo maior que se aproximava

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

Saíram da sinagoga e foram logo para a casa de Simão e André, junto com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo eles

Saíram da sinagoga e foram logo para a casa de Simão e André, junto com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo eles Mc 1,29-31 Saíram da sinagoga e foram logo para a casa de Simão e André, junto com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo eles contaram isso a Jesus. Jesus foi aonde ela estava,

Leia mais

JESUS O RESSUSCITADOR DE SONHOS 7:11-15

JESUS O RESSUSCITADOR DE SONHOS 7:11-15 1 JESUS O RESSUSCITADOR DE SONHOS 7:11-15 Lucas Toda Judéia ficou sabendo da história sobre o filho da viúva de Naim. Naim, que em hebraico significa a bela, a graciosa, era uma aldeia construída próximo

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

É claro que somos guardiões do nosso irmão, afirma o Dr Zygmunt.

É claro que somos guardiões do nosso irmão, afirma o Dr Zygmunt. Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 15/08/2010 Comunhão: Resultado de experiências radicais com Jesus. (Estudo 3) Mês da Comunhão 2 O Dr. Zygmunt Bauman, no livro A Sociedade Individualizada, abordando

Leia mais

1. O que existe por trás do mundo?

1. O que existe por trás do mundo? Existem vários caminhos para se chegar à verdade. Os raciocínios que acabamos de discutir são apenas alguns deles e, talvez, não sejam completos nem suficientes para muitas pessoas. No entanto, existem

Leia mais

Lição 3 O Plano de Deus Para os Obreiros

Lição 3 O Plano de Deus Para os Obreiros Lição 3 O Plano de Deus Para os Obreiros O António estudou as razões por que os crentes da Igreja primitiva se reuniam. Observou que muitos tipos de necessidades reuniam os crentes a necessidade de ensino,

Leia mais

DA TRISTEZA Á DEPRESSÃO

DA TRISTEZA Á DEPRESSÃO Mulher Vitoriosa http://mulher92.webnode.pt/ DA TRISTEZA Á DEPRESSÃO Mente saudável MULHER EM FORMA 1 Querida amiga visitante, o Espírito de Deus levou-me a escrever esta mensagem porque Ele sabe que algumas

Leia mais

che0aba 1 Atividade lúdica Material J Caixas do Antigo e do Novo Testamento com as subdivisões e os livros confeccionados nas aulas anteriores

che0aba 1 Atividade lúdica Material J Caixas do Antigo e do Novo Testamento com as subdivisões e os livros confeccionados nas aulas anteriores OBJETIVOS Aprender que a Bíblia deve ser anunciada. Sentir-se motivado a anunciar a Palavra de Deus. 4 Anunciar pessoalmente a Bíblia a um grupo de amigos. che0aba Cada aluno deverá dizer a senha ao entrar

Leia mais

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8)

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8) Janeiro e Fevereiro 2015 Editorial Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre Felizes os puros de coração

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

Centro de Estudos Anglicanos

Centro de Estudos Anglicanos QUARTO DOMINGO DO ADVENTO (21/12/03) 1 a leitura (Antigo Testamento): Miquéias 5:1-4 (5-14) Miquéias era do interior, com uma desconfiança natural contra as elites governantes de Jerusalém. Vê na queda

Leia mais

A pedagogia do discipulado

A pedagogia do discipulado A pedagogia do discipulado Nós o proclamamos, advertindo e ensinando a cada um com toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo. Para isso eu me esforço, lutando conforme a

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 1) A Cruz era um instrumento de execução. Para os romanos, que tipo de pessoa era executado na cruz? E para os judeus? Resposta: Os romanos a usavam

Leia mais

O Cristianismo, Idade Média e Enfermagem Séc. I XVI

O Cristianismo, Idade Média e Enfermagem Séc. I XVI UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE BACHARELADO EM ENFERMAGEM HISTÓRIA E TEORIAS DA ENFERMAGEM Prof. Eurípedes Gil de França Aula 4 O Cristianismo, Idade Média e Enfermagem Séc. I XVI ...o diferencial

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

O Menino dos Pães. João 6:9. Natanael Pedro Castoldi

O Menino dos Pães. João 6:9. Natanael Pedro Castoldi O Menino dos Pães João 6:9 Natanael Pedro Castoldi Contexto: - Imperador Tibério (14-37 d.c.) e Pôncio Pilatos. - Pobreza e doença na Galileia. Pagamento de impostos. - Presença e abuso das legiões romanas.

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da 1ª Semana da Quaresma Ó Deus, força

Leia mais

DISCIPULADO. Um estilo de vida

DISCIPULADO. Um estilo de vida DISCIPULADO Um estilo de vida TRANSIÇÃO O QUE VOCÊ DESEJA? Uma grande Igreja? Uma Igreja saudável? O QUE UMA TRANSIÇÃO SAUDÁVEL EXIGE? I. COMPROMETIMENTO O Pastor/a é a chave. Só vale a pena mudar quando

Leia mais

Conflitos de um pastor! Pr. Harry Tenório Batista Gênesis

Conflitos de um pastor! Pr. Harry Tenório Batista Gênesis Conflitos de um pastor! Pr. Harry Tenório Batista Gênesis Um homem chamado Jairo, chefe da Sinagoga, foi e se jogou aos pés de Jesus, pedindo com muita insistência: A minha filha está morrendo! Venha comigo

Leia mais

Sociedade das Ciências Antigas. Novena das Mãos Ensanguentadas de Jesus

Sociedade das Ciências Antigas. Novena das Mãos Ensanguentadas de Jesus Sociedade das Ciências Antigas Novena das Mãos Ensanguentadas de Jesus Oração final para todos os dias da novena Suplicando o poder das Mãos Ensanguentadas de Jesus Cura-me, Senhor Jesus. "Jesus, coloca

Leia mais

Compartilhando a Sua Fé

Compartilhando a Sua Fé Livrinho 2 Pàgina 4 Lição Um Compartilhando a Sua Fé O Propósito desta Lição Agora que você descobriu a alegria de pecados perdoados e de uma nova vida em Cristo, sem dúvida quer que os seus familiares

Leia mais

Há Harmonia Entre os Evangelhos? Recapitulação. Recapitulação AULA 9. Mar/Abr/2015 HARMONIZAÇÃO E ELUCIDAÇÃO

Há Harmonia Entre os Evangelhos? Recapitulação. Recapitulação AULA 9. Mar/Abr/2015 HARMONIZAÇÃO E ELUCIDAÇÃO Há Harmonia Entre os Evangelhos? AULA 9 Mar/Abr/2015 26/04/2015 Vlademir Hernandes Recapitulação Aula 1 HARMONIZAÇÃO E ELUCIDAÇÃO Textos Complicados Por que 4? Bibliografia A necessidade de harmonização

Leia mais