RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009"

Transcrição

1 RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fisco intima advogados e consultores a revelarem planeamento fiscal. Até Novembro, só 20 empresas comunicaram esquemas adoptados (manchete, pág. 23) 2. Crédito à habitação com média mensal mais baixa de sempre (págs. 1, 28 e 29) 3. Governo falha metas para a mobilidade interna na Função Pública (págs. 1 e 20) 4. Manuel Pinho lança PME. Consolida para reforço de capitais próprios (págs. 1 e 17) 5. Siemens disponível para financiar novo aeroporto e Alta Velocidade (págs. 1, 14 e 15) 6. José Sócrates inclina-se à esquerda para segurar o PS no congresso (págs. 1, 22 e 23) 7. Preço pago pela Caixa por 10% da Cimpor já é 53% superior à cotação (págs. 1 e 4 a 9) 8. Exclusivo. BPP vai propor mega-fundo aos clientes (págs. 1 e 11) 9. Obras Públicas. Governo pode ter que lançar dois concursos para a terceira travessia (pág. 12) 10. Concessões. Estradas de Portugal paga 579 milhões na Litoral Oeste (pág. 12) 1

2 11. Telecomunicações. Gestor português saiu da Telefónica com indemnização de 12 milhões. António Viana-Baptista deixou a operadora espanhola no ano passado (pág. 13) 12. Inovação. Empresas camaleónicas são as que resistem à crise na terra das imitações. Kjell Nordström defende cultura do erro nas organizações (pág. 16) 13. Telecomunicações. Remédios para as Redes de Nova Geração avançam este ano (pág. 18) 14. Impostos. Fisco intima consultores e advogados a comunicar esquemas de planeamento fiscal. Director-geral enviou carta a alertar para esquecimentos no cumprimento da Lei (pág. 21) 15. Especial Cimeira informal europeia. Crise ergue novos muros entre a velha e a nova Europa (págs. 24 e 25) DIÁRIO ECONÓMICO 16. Será difícil o BPP pagar alguma coisa este ano. Em entrevista, o presidente do BPP diz que em 2010 será possível começar a pagar aos clientes que investiram nos produtos de retorno absoluto (manchete, págs. 6 a 8) 17. Expropriação de prédios devolutos será facilitada. A medida está incluída no novo regime jurídico de reabilitação urbana (págs. 1 e 10) 18. Vieira da Silva quer uma classe média mais forte. O ministro diz que não existe medo no PS. O Congresso começa hoje (págs. 1 e 46) 19. Finanças. Banco de Portugal suaviza nível de exigência de capital do sector bancário (págs. 1 e 32) 20. Empresas. Espanhóis da Iberdrola e da Endesa cobiçam central da Galp em Sines (págs. 1 e 18) 21. Empresas podem vender activos imobiliários ao Estado e ficar a pagar renda (págs. 1 e 12) 2

3 22. Governo aumenta apoio aos seguros de crédito. Quando nenhuma seguradora se mostrar disponível, o Executivo cobre 60% do valor dos seguros de crédito à exportação. A Cosec está já a analisar centenas de pedidos de seguros de crédito (pág. 13) 23. Portugal está mais pessimista que a Europa. Empresas e consumidores nunca estiveram tão negativos sobre as condições económicas como em Fevereiro (pág. 14) 24. Acesso ao crédito no fundo das preocupações. Falta de procura é o maior constrangimentos das empresas (pág. 14) 25. Construtores acusam Governo de cobrar taxa ilegal. São 15 milhões de euros que a construção diz que não deveria estar a descontar nas facturas (pág. 17) 26. Aicep avalia entrada na gestão da Aerosoles. Tem hoje lugar a terceira tentativa de entendimento dos accionistas da Aerosoles (pág. 20) 27. PT e concorrentes mais perto de investirem em fibra óptica (pág. 23) 28. Leroy Merlin vai criar 700 empregos em Portugal. Grupo de bricolage, do mesmo dono do Aki, vai abrir quatro lojas e investir 60 milhões de euros. Mercado de bricolage vale mil milhões e cresce com a crise (págs. 24 e 25) 29. Grupo Urbanos comprou a empresa de correio expresso do universo CP (pág. 26) PÚBLICO 30. Medo de perder o emprego no nível mais alto dos últimos 23 anos. A confiança dos portugueses na evolução da economia continua a cair. Em Fevereiro, bateram-se recordes mínimos desde, pelo menos, 1986 (manchete, pág. 36) 31. Queda de 1200 milhões. Maiores bancos lucraram menos 40 por cento (págs. 1, 38 e 39) 3

4 32. Ainda há empreendedores que contrariam a crise (págs. 1, 4 e 6, suplemento de Economia) 33. Haverá ajuda para os países que precisam de ser salvos? (págs. 1 e 7, supl. Economia) 34. Vestuário infantil resiste à crise (pág. 13, supl. Economia) 35. Secas de bacalhau em Alcochete dão lugar a três complexos turísticos de luxo (pág. 24, Local) 36. Governo inglês compra activos tóxicos no valor de 672 mil milhões de euros. RBS anunciou prejuízo-recorde (pág. 37) 37. Anacom prepara imposições à PT nas redes de nova geração (pág. 40) JORNAL DE NOTÍCIAS 38. Apoios. Estado assume 60% dos créditos às PME. Medida apoia empresas que perderam capacidade de pedir empréstimos. Fundo de investimento imobiliário de 100 milhões avança em simultâneo. (...) AEP e IAPMEI querem redimensionar as empresas (manchete, pág. 22) 39. Em 16 anos, empresas do têxtil e do calçado cresceram 66% (1ª pág. e págs. 1, 4 e 5, suplemento jn:negócios) 40. Medicamento português na Europa. Bial alarga venda de antiepiléptico e ainda encaixa 95 milhões (págs. 1 e 6, jn:negócios) 41. Acções de resistem à crise bolsista. Nada parece afectá-las e registam ganhos mesmo com os mercados em queda (págs. 1, 14 e 15, jn:negócios) 42. Russos compram casas em Portugal. Agências moscovitas têm cada vez mais clientes a optar por comprar imóveis no Algarve (pág. 7, jn:negócios) 4

5 43. Agricultura. Olival tradicional português mostra sinais de abandono. Fenazeites pede regime de ajudas específico, antes que a situação adquira proporções catastróficas (pág. 9, jn:negócios) 44. Santa Maria da Feira. Novo Europarque vai criar 4900 empregos. (...) Trazer a Exponor para Santa Maria da Feira era um mau negócio para todos, sentenciou José António Barros, presidente da AEP, limitando-se a repetir que o equipamento ficará a Norte do rio Douro e perto do aeroporto. Actualmente, está em Matosinhos (a Norte do rio Douro e perto do aeroporto) mas também a Maia (a Norte do rio Douro e perto do aeroporto) surge como hipótese para a instalação da feira de exposições (pág. 21) 45. Orçamento foram utilizadas menos de um quinto das verbas em PIDDAC (pág. 22) 46. Balança comercial. Vinho tem superavit de 439 milhões (pág. 23) 47. Conjuntura. Nível de confiança dos portugueses no valor mais baixo em 20 anos (pág. 23) 48. Banca. CGD diz que negócio com Fino foi positivo (pág. 24) 49. Caixa entrega ao Estado 300 milhões de euros. Resultados (pág. 24) 50. Zona Euro. Concessão de crédito abrandou em Janeiro (pág. 24) DIÁRIO DE NOTÍCIAS 51. Pessimismo nacional bate recorde de 22 anos. Famílias adiam compra de bens como automóveis. Lojistas queixam-se da procura e da quebra nas vendas (manchete, págs. 1, 2 e 3, suplemento DN bolsa) 52. PME Consolida vai disponibilizar 400 milhões. Governo anunciou reforço do Fundo de Turismo, bem como um fundo imobiliário que permite vender imóveis e arrendá-los em seguida. Seguros de crédito também não foram esquecidos (pág. 1, DN bolsa) 5

6 53. AEP e IAPMEI lançam programa para fusões. A AEP e o IAPMEI vão lançar um programa orçado em um milhão de euros que visa estimular operações de fusão, concentração e transmissão de propriedade entre as empresas portuguesas. (...) (pág. 1, DN bolsa) 54. Lucros da CGD caem, mas dividendos sobem (pág. 15, DN bolsa) 55. Cortiça perde terreno para plástico (págs. 1, 10 e 11, DN bolsa) 56. Chelas/Barreiro. Cavaco e Sócrates recebem estudo contra nova ponte. Travessia prejudica ligações ao futuro aeroporto de Lisboa, que ficará em Alcochete, e aumenta o trânsito na capital, dizem opositores (pág. 8, DN bolsa) 57. Construção civil continua à espera que o Estado pague. Balcão Único não teve efeito prático. Dívida é de 1900 milhões de euros (pág. 9, DN bolsa) milhões de investimento na Litoral Oeste (pág. 9, DN bolsa) 59. Leroy Merlin abre quatro lojas e cria 700 empregos. Crise leva os consumidores a investir na própria casa (pág. 13, DN bolsa) 60. Telecomunicações. Nortel despede mais desconhece-se se o corte de postos de trabalho afectará trabalhadores em Portugal (pág. 13, DN bolsa) 61. Investimento. Norte tem 118,5 milhões para reabilitação urbana. CCDR-N aprovou 49 projectos em 55 candidaturas (pág. 29) 62. Leiria. Novo nó na A1 essencial na região centro. As obras do novo nó na A1 começam em Junho e prevê-se que estejam concluídas em 2012 (pág. 29) 63. Obama prevê défice recorde para salvar os EUA da crise. Ano vai terminar com maior buraco desde II Guerra. Obama quer reduzir défice para metade até 2013 (pág. 31) 6

7 CORREIO DA MANHÃ 64. Reforma. Proposta aponta para a extinção de 18 carreiras de inspector. Militares em risco para inspecções. Diploma governamental é omisso sobre a nomeação de militares para o exercício de funções nos organismos que controlam os serviços do Estado (pág. 21, economia) milhões de euros. Novo plano para apoiar as PME (pág. 23) 66. CGD dá trezentos milhões ao Estado. Administração da Caixa diz que ajuda ao BPN não tem impacto nas contas do banco (pág. 24) VIDA ECONÓMICA 67. Crédito às empresas cresce 10%. Millennium bcp, BES, Santander Totta e BPI emprestam 104 mil milhões (manchete, pág. 43) 68. Governo flexibiliza QREN (págs. 1 e 32) 69. Fundos europeus. Comissão alarga prazo do QCA III (págs. 1 e 32) 70. Competitividade. EUA cada vez mais distantes da Europa (págs. 1 e 6) 71. António Ferreira de Carvalho, presidente da AERLIS: Devemos criar empresas mais flexíveis. Entrevista (págs. 1 e 14) 72. Nersant propõe acto de não agudização de conflitos laborais (pág. 4) 73. Europarque nasce com novo projecto. (...) O novo projecto foi ontem apresentado pela AEP... (pág. 6) 74. Exponor lança maior feira nacional na área da sustentabilidade (pág. 7) 75. Nersant apresenta plano de acção contra a crise (pág. 16) Gabinete de Comunicação e Imagem da AIP-CE Lisboa, 27 de Fevereiro de

8 8

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 10 e 11 de Janeiro de 2009

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 10 e 11 de Janeiro de 2009 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 10 e 11 de Janeiro de 2009 PÚBLICO (Sábado, 10) 1. Mobilidade. Obra no Pomarão evita deslocações de centenas de quilómetros. Ponte vai ligar Alentejo à Andaluzia e

Leia mais

Resumo de Imprensa. Dos dias, 5 e 6 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Dos dias, 5 e 6 de Abril de 2008 Resumo de Imprensa Dos dias, 5 e 6 de Abril de 2008 JORNAL DE NOTÍCIAS (dia, 6) 1. Teixeira dos Santos não partilha pessimismo sobre crise económica (pág. 25) Ministro das Finanças acompanha a crise internacional

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 PÚBLICO (domingo, 19) 1. Bastaram 20 minutos de chuva intensa para criar o caos em Lisboa (pág. 1 e 25) 2. Contestação ao Governo. Manifestação

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, dia 9 de Maio de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, dia 9 de Maio de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, dia 9 de Maio de 2008 1. Sonangol avalia entrada na Portucel (pág. 1, 14 e 15) O braço financeiro de Luanda quer ajuda da papeleira de Queiroz Pereira para

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Escolher os melhores depósitos vai ser mais fácil (págs. 1, 20 e 21). Saiba o que muda com as novas regras do Banco de Portugal.

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 12 e 13 de Julho de 2008

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 12 e 13 de Julho de 2008 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 12 e 13 de Julho de 2008 DIÁRIO DE NOTÍCIAS (domingo, 13) 1. Código do Trabalho. Empresas vão poder impor período de férias a trabalhadores (pág. 1 e 40) Patrões livres

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009 1 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Privatização do BPN estará pronta até final de 2010. Francisco Bandeira, presidente do banco, disse ao Diário Económico esperar

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 22

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 22 RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 22 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Novos reformados do Estado recebem em média 1.428 euros por mês. Este ano já se reformaram 16.200 funcionários públicos. As pensões médias estão

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Não espero mais surpresas no BCP (págs. 1, 4 a 9) A nova administração pede 1,3 mil milhões de euros aos accionistas e cancela

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, dia 29 de Abril de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, dia 29 de Abril de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, dia 29 de Abril de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Moody s em Lisboa para avaliar o risco da economia portuguesa. Fernando Ulrich diz que Portugal tem argumentos para evitar uma

Leia mais

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 RESUMO IMPRENSA Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Gabinete de Sócrates acusado de ameaçar gestor do PSD. Houve abordagens do gabinete de Sócrates para que Alexandre Relvas medisse

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 16 de Julho de 2009

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 16 de Julho de 2009 Resumo de Imprensa Quinta-feira, 16 de Julho de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Portugal vai ter em 2010 mais um ano de recessão (pág. 4) No próximo ano, a contracção será menor, mas a economia está longe de

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Sábado e domingo, dias 18 e 19 de Abril de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Sábado e domingo, dias 18 e 19 de Abril de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Sábado e domingo, dias 18 e 19 de Abril de 2009 PÚBLICO (SÁBADO, 18) 1. Crise. Cavaco alerta Governo para perigos da ocultação da realidade. Cavaco duro como nunca para Governo e empresários.

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Bancos voltam a dar mais crédito às empresas (manchete, pág. 17). Malparado em alta nos empréstimos a famílias e sociedades.

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 19 de Junho de 2008 Resumo de Imprensa Quinta-feira, 19 de Junho de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Setenta respostas sobre as mudanças na função pública. Últimas medidas arrancam em Janeiro (págs. 1, 14 a 21) Aumentos, reformas,

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Constâncio tem saída para salvar BPP (págs. 1, 6 a 11) Banco de Portugal indica administradores para o banco de João Rendeiro

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Indústria automóvel ganha novos apoios financeiros (págs. 1, 4 a 7) José Sócrates e Manuel Pinho avançam hoje com um plano para

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Queda nos lucros da banca retira 80 milhões ao Fisco. Resultados dos quatro maiores bancos privados caíram mais de 40% no primeiro

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Exportações para Angola atingem valores recorde (págs.1, 12 e 13) As empresas portuguesas já vendem quase tanto para aquele

Leia mais

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 1 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO Resumo de Imprensa Terça-feira, 1 de Abril de 2008 1. Prestação da casa atinge máximos (págs. 1, 24 e 25) A prestação mensal do crédito à habitação voltou a subir: Em Março, a Euribor

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 18 de Março de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 18 de Março de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 18 de Março de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Teresa Ter-Minassian, Conselheira Especial do FMI analisa a economia portuguesa. Preocupa-me o défice externo elevado e o baixo

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 25 de Agosto de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Terça-feira, 25 de Agosto de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fusões disparam entre fundos de investimento (págs. 1, 18 e 19). BBVA e BES são os bancos que mais fundos juntaram. 2. Eleições

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, dia 2 de Abril

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, dia 2 de Abril DIÁRIO ECONÓMICO RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, dia 2 de Abril 1. Governo obriga senhorios a vender casas degradadas. A proposta preliminar do regime jurídico da reabilitação urbana vai hoje a Conselho

Leia mais

RESUMO DE IMPRENA. Sexta-feira, 6 de Março de 2009

RESUMO DE IMPRENA. Sexta-feira, 6 de Março de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS RESUMO DE IMPRENA Sexta-feira, 6 de Março de 2009 1. Fundos ganham 30% com aposta na queda do BCP. Acções caem para novo mínimo histórico de 55 cêntimos (manchete, págs. 26 e 27) 2.

Leia mais

Resumo de Imprensa. Dos dias, 10 e 11 de Outubro de 2009

Resumo de Imprensa. Dos dias, 10 e 11 de Outubro de 2009 Resumo de Imprensa Dos dias, 10 e 11 de Outubro de 2009 JORNAL DE NOTÍCIAS (dia 10) 1. Norte gastará 330 milhões a pagar gestores de Lisboa (pág. 8) Alteração a fundos comunitários destinados a recuperar

Leia mais

1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29)

1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29) RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 14 de Junho de 2010 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29) 2. Certificados do

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008. 1. 148 mil reformados da função pública vão ter um aumento adicional (pág.

Resumo de Imprensa. Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008. 1. 148 mil reformados da função pública vão ter um aumento adicional (pág. JORNAL DE NEGÓCIOS Resumo de Imprensa Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008 1. 148 mil reformados da função pública vão ter um aumento adicional (pág. 1, 22 e 23) 2. BCE rompe fronteiras do euro e concede

Leia mais

3. Energia. Concursos para mini-hídricas já foram lançados e somam 128 MW. Empresas têm até 25 de Novembro para apresentar projectos. (pág.

3. Energia. Concursos para mini-hídricas já foram lançados e somam 128 MW. Empresas têm até 25 de Novembro para apresentar projectos. (pág. RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Salário de trabalhadores das empresas do Estado com cortes acima de 20%. Rendimentos menores são os mais afectados. Saiba tudo

Leia mais

MEDIDAS DE INOVAÇÃO FINANCEIRA AO TURISMO. PROGRAMA FINCRESCE PME Líder

MEDIDAS DE INOVAÇÃO FINANCEIRA AO TURISMO. PROGRAMA FINCRESCE PME Líder O Turismo de Portugal, através de um Memorando de Entendimento celebrado entre o IAPMEI e as 5 principais Instituições de Crédito aderiu, em Julho de 2007, ao Programa FINCRESCE de modo a que Estatuto

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Empresas vão entregar a maior parte dos lucros de 2008 aos accionistas. Conheça as acções que vão dar o dividendo mais rentável.

Leia mais

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação 1 Incentivos financeiros à internacionalização Em 2010 os incentivos financeiros à internacionalização, não considerando

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 16 de Abril de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 16 de Abril de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Grande entrevista. Ricardo Salgado. Banqueiros são criticados pelos políticos porque isso rende votos. Ricardo Salgado pele amnistia

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 1 de Julho de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 1 de Julho de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Terça-feira, 1 de Julho de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Milionários investem em depósitos a prazo e obrigações. Semestre negro nas acções e bom nas matérias-primas cria receio de crash

Leia mais

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Euribor deve cair para 3,5% em Janeiro (págs. 1, 4 a 10) Mercados apostam que a taxa de referência dos empréstimos da casa vai

Leia mais

Assim, a dívida externa bruta é hoje já superior a 200% do PIB!

Assim, a dívida externa bruta é hoje já superior a 200% do PIB! INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DA AEP - ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DE PORTUGAL, JOSÉ ANTÓNIO BARROS, NO SEMINÁRIO «COMO EXPORTAR NO CENÁRIO GLOBAL» NO AUDITÓRIO DA BIBLIOTECA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA MARIA

Leia mais

Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses

Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses O ano de 2011 é marcado por um acentuado aumento do custo de vida, concretizado pela subida da

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Banca está a subir spreads a quem renegoceia crédito à habitação. Quer prorrogar o prazo do contrato? Pode custar-lhe mais.

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Acordo em Copenhaga ajuda a baixar défice público. Arranca hoje a Cimeira de Copenhaga que vai discutir o combate às alterações

Leia mais

4. Luta pela Vivo. Telefónica afasta Governo português das negociações. César Alierta reitera que só manterá oferta até 16 de Julho. (pág.

4. Luta pela Vivo. Telefónica afasta Governo português das negociações. César Alierta reitera que só manterá oferta até 16 de Julho. (pág. RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 14 de Julho de 2010 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Governo está a viabilizar rescisões amigáveis. Desde 2007 foram aprovados pedidos que envolvem mil trabalhadores. Sete de treze

Leia mais

Visita a Portugal do importador. Exclusivos Camacho

Visita a Portugal do importador. Exclusivos Camacho Visita a Portugal do importador Exclusivos Camacho Sector Cerâmica e Faiança Decorativas Espanha 14 a 16 de Janeiro de 2014 Enquadramento : Como consequência da nova situação económica em Espanha, os últimos

Leia mais

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16%

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16% A SITUAÇÃO ACTUAL É MAIS GRAVE DO QUE EM 1977/78 E EM 1983/84 POR PORTUGAL PERTENCER À ZONA EURO E NESTA DOMINAR UMA POLITICA NEOLIBERAL DE SUBMISSÃO AOS MERCADOS. Um erro grave é confundir a situação

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 23 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO Resumo de Imprensa Quarta-feira, 23 de Abril de 2008 1. BCE ameaça subir juros para controlar preços (págs. 1 e 16) Com a subida dos preços, há uma viragem nas expectativas: em vez de

Leia mais

NERSANT Torres Novas. Apresentação e assinatura do contrato e-pme. Tópicos de intervenção

NERSANT Torres Novas. Apresentação e assinatura do contrato e-pme. Tópicos de intervenção G ABINETE DO M INISTRO NERSANT Torres Novas Apresentação e assinatura do contrato e-pme Tópicos de intervenção Senhor Secretário de Estado Adjunto da Indústria e Inovação, António Castro Guerra Senhor

Leia mais

FIC - Feira Internacional de Cabo Verde. Cabo Verde

FIC - Feira Internacional de Cabo Verde. Cabo Verde FIC - Feira Internacional de Cabo Verde Cabo Verde 19 a 22 de Novembro de 2009 Enquadramento A aicep Portugal Global, no âmbito do Quadro de Referência Estratégica Nacional, propõe-se dinamizar a presença

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 3 de Março de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 3 de Março de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS RESUMO DE IMPRENSA Terça-feira, 3 de Março de 2009 1. Cavaco propõe solução para salvar Qimonda. Visita do Presidente da República à Alemanha. Agenda hoje. Encontros institucionais ao

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Resumo de Imprensa. Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009 Resumo de Imprensa Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Autarquias juntam-se à Madeira e exigem verbas do rectificativo. Autarquias pedem quase o dobro da verba que já receberam do Orçamento.

Leia mais

1. 14,8 2009 18,7 2010 26,6 2011. E,

1. 14,8 2009 18,7 2010 26,6 2011. E, RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, 06 de Abril de 2012 PÚBLICO 1. Reformas antecipadas suspensas enquanto durar a ajuda da troika. Os pensionistas voluntários passaram de 14,8 mil em 2009 para 18,7 mil em

Leia mais

Promoção da Propriedade Industrial

Promoção da Propriedade Industrial 1 Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME (SI Qualificação de PME) Projectos Individuais Dezembro de 2011 2 1- Enquadramento 2- Âmbito Sectorial Enquadramento Aviso n.º 14/SI/2011

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008 Resumo de Imprensa Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Governo reforça poderes do Banco de Portugal (págs. 1, 4 a 10) O Ministério das Finanças e o PS estão a alterar as leis para

Leia mais

Resumo de Imprensa. Dos dias, 9 e 10 de Maio de 2009

Resumo de Imprensa. Dos dias, 9 e 10 de Maio de 2009 Resumo de Imprensa Dos dias, 9 e 10 de Maio de 2009 JORNAL DE NOTÍCIAS (dia 10) 1. Não sou homem de desistir (págs.1, 6 a 11) Entrevista José Sócrates, primeiro-ministro. O PS assumirá as suas responsabilidades

Leia mais

O princípio da afirmação da sociedade civil.

O princípio da afirmação da sociedade civil. Dois dos Valores do PSD O Princípio do Estado de Direito, respeitante da eminente dignidade da pessoa humana - fundamento de toda a ordem jurídica baseado na nossa convicção de que o Estado deve estar

Leia mais

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius.

Projecto Factor PME O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME. www.trigenius.pt factorpme@trigenius. Projecto Factor PME Junho 2011 O FACTOR PME É UM PROJECTO DE FINANCIAMENTO QUE VISA POTENCIAR A COMPETITIVIDADE DAS PME www.factorpme.aip.pt www.trigenius.pt factorpme@trigenius.pt Âmbito e Objectivos

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Funcionários públicos antecipam reforma usando a mobilidade. Redução de trabalhadores à espera de decisão do ministro (págs.

Leia mais

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Estabelecimentos de Restauração e Bebidas Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que: Não tenham um volume de facturação anual

Leia mais

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14)

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14) RESUMO DE IMPRENSA Domingo, 01 de Maio de 2011 PÚBLICO (DOMINGO, 01) 1. Uma multidão em nome de João Paulo II. A beatificação de um papa obscurantista, ou do obreiro de um renascimento católico? (manchete,

Leia mais

LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO

LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO 30 de dezembro de 2011 Linhas PME Investe Sector do Turismo Características Gerais e Condições de Financiamento - Linhas Específicas do Sector do Turismo - PME INVESTE

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012

SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISO DE CANDIDATURA FEVEREIRO 2012 INOVAÇÃO PRODUTIVA SECTOR TURISMO QREN QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL 2007-2013 INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 ÍNDICE PÁGINA OBJECTO

Leia mais

LINHA DE APOIO À CONSOLIDAÇÃO FINANCEIRA EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014]

LINHA DE APOIO À CONSOLIDAÇÃO FINANCEIRA EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014] LINHA DE APOIO À CONSOLIDAÇÃO FINANCEIRA EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014] INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 OBJETO Criar as condições para a adequação dos serviços de dívida

Leia mais

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento

Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico. Regulamento Prémio Santander Totta / Universidade NOVA de Lisboa, de Jornalismo Económico Regulamento Considerando que se mostra da maior relevância: a) Reconhecer e premiar a excelência de trabalhos jornalísticos

Leia mais

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha PME Investe III, visa facilitar o acesso ao crédito por parte das empresas do sector

Leia mais

Ministérios das Finanças e da Economia. Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro

Ministérios das Finanças e da Economia. Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro Ministérios das Finanças e da Economia Portaria n.º 37/2002 de 10 de Janeiro O Decreto-Lei n.º 70-B/2000, de 5 de Maio, aprovou o enquadramento das medidas de política económica para o desenvolvimento

Leia mais

Portugal 2020 O Financiamento às Empresas. Empreender, Inovar, Internacionalizar. Speaking Notes. Fevereiro 10, 2015. Vila Nova de Famalicão

Portugal 2020 O Financiamento às Empresas. Empreender, Inovar, Internacionalizar. Speaking Notes. Fevereiro 10, 2015. Vila Nova de Famalicão Portugal 2020 O Financiamento às Empresas Empreender, Inovar, Internacionalizar Speaking Notes Fevereiro 10, 2015 Vila Nova de Famalicão Casa das Artes Miguel Frasquilho Presidente, AICEP Portugal Global

Leia mais

Linha de Crédito PME INVESTE V

Linha de Crédito PME INVESTE V Linha de Crédito PME INVESTE V MICRO E PEQUENAS EMPRESAS OUTRAS EMPRESAS Linhas de Crédito Bonificado com Garantia MútuaM Enquadramento No quadro dos apoios que têm vindo a ser concedidos às PME s portuguesas

Leia mais

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Empreendimentos Turísticos e Actividades de Animação de Interesse para o Turismo Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que:

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 6 e 7 de Dezembro 2008

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 6 e 7 de Dezembro 2008 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 6 e 7 de Dezembro 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS (adenda, quarta, 10) 1. Fórum. PLMJ parceira jurídica da AIP na Missão Exportar 2008 (pág. 41) Espaço para apoio a empresas

Leia mais

2. Mas este acto representa também o início de uma nova etapa, em Sines com

2. Mas este acto representa também o início de uma nova etapa, em Sines com Câmara Municipal Presidência Exmº Senhor Primeiro-ministro de Portugal Eng.º José Sócrates Sr. Ministro da Economia e da Inovação Dr. Manuel Pinho Em nome da Câmara Municipal de Sines, o meu manifesto

Leia mais

LINHA DE APOIO À TESOURARIA DAS EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014]

LINHA DE APOIO À TESOURARIA DAS EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014] LINHA DE APOIO À TESOURARIA DAS EMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO [Fonte: Turismo de Portugal, I.P., set 2014] INFORMAÇÃO SINTETIZADA 1 OBJETO Apoiar, exclusivamente, a tesouraria das empresas turísticas,

Leia mais

1. Tradicionalmente, a primeira missão do movimento associativo é a de defender os

1. Tradicionalmente, a primeira missão do movimento associativo é a de defender os A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO NA DINAMIZAÇÃO DA ACTIVIDADE EMPRESARIAL 1. Tradicionalmente, a primeira missão do movimento associativo é a de defender os interesses das empresas junto do poder

Leia mais

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SI À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO SI À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Data: 13 de Outubro

Leia mais

PME Investe III - Sector do Turismo. Linha de Apoio às Empresas da Região OESTE

PME Investe III - Sector do Turismo. Linha de Apoio às Empresas da Região OESTE PME Investe III - Sector do Turismo Linha de Apoio às Empresas da Região OESTE Objectivos Esta Linha de Crédito, sem juros e com garantias a custo reduzido, visa apoiar as empresas do sector do turismo,

Leia mais

BRASIL FUNDOS IMOBILIÁRIOS Quadro Regulatório e de Fiscalidade. Mai/ 2010 1

BRASIL FUNDOS IMOBILIÁRIOS Quadro Regulatório e de Fiscalidade. Mai/ 2010 1 BRASIL FUNDOS IMOBILIÁRIOS Quadro Regulatório e de Fiscalidade Mai/ 2010 1 FII s - Características Fundos de Investimento Imobiliário (FII s) Criados em 1993 A sua supervisão é assegurada pela CVM Constituídos

Leia mais

Curso de. Pós-Graduação em Gestão de Bancos. e Seguradoras. Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa

Curso de. Pós-Graduação em Gestão de Bancos. e Seguradoras. Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Gestão de Bancos e Seguradoras Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa 2 O desenvolvimento dos mercados de produtos e serviços financeiros (bancários,

Leia mais

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Geografia A * Análise de Notícias Natureza das notícias: socio-económica Localização temporal: actualidade Localização espacial: Europa Jornal: Expresso Data de edição:

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

Resumo de Imprensa. Terça-Feira 17 de Fevereiro 2009

Resumo de Imprensa. Terça-Feira 17 de Fevereiro 2009 DIÁRIO ECONÓMICO Resumo de Imprensa Terça-Feira 17 de Fevereiro 2009 1. Novas leis do trabalho começam hoje a ser aplicadas (pág. 1 e suplemento especial) Vieira da Silva é o ministro responsável pelo

Leia mais

ACTUALIZAÇÃO ANUAL DO PROGRAMA DE ESTABILIDADE E CRESCIMENTO: PRINCIPAIS LINHAS DE ORIENTAÇÃO. 11 de Março de 2011

ACTUALIZAÇÃO ANUAL DO PROGRAMA DE ESTABILIDADE E CRESCIMENTO: PRINCIPAIS LINHAS DE ORIENTAÇÃO. 11 de Março de 2011 Ministério das Finanças e da Administração Pública ACTUALIZAÇÃO ANUAL DO PROGRAMA DE ESTABILIDADE E CRESCIMENTO: PRINCIPAIS LINHAS DE ORIENTAÇÃO 11 de Março de 2011 Enquadramento No actual quadro de incerteza

Leia mais

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA RESUMO DESTE ESTUDO Os principais jornais diários portugueses divulgaram

Leia mais

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa

INOVAÇÃO e I&DT Lisboa INOVAÇÃO e I&DT Lisboa Prioridades, Impactos, Próximo Quadro MIGUEL CRUZ Aumentar a capacidade competitiva no mercado internacional Reforçar as competências estratégicas Apoiar as PME no reforço das suas

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Especial rumo às eleições. Promessas fiscais do PSD são mais generosas para as empresas. Mudanças nos impostos propostas pelos

Leia mais

Regime Protocolos Bancários para o Turismo (PME)

Regime Protocolos Bancários para o Turismo (PME) para o Turismo (PME) ADRAL 8 de Junho 2005 Objectivos: Apoiar financeiramente projectos turísticos económica e financeiramente viáveis, que contribuam para o aumento da qualidade, diversificação e competitividade

Leia mais

Quadro 1 Dimensão do controlo da EDP e da GALP por capital estrangeiro

Quadro 1 Dimensão do controlo da EDP e da GALP por capital estrangeiro RESUMO DESTE ESTUDO O sector da energia é estratégico em qualquer país, em termos de desenvolvimento e de independência nacional. Os governos, desde que tenham um mínimo de dignidade nacional e se preocupem

Leia mais

e Indicadores Brasileiros Nº 2/2 Maio de 2012

e Indicadores Brasileiros Nº 2/2 Maio de 2012 Notícias do Comércio Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 2/2 Maio de 2012 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

29 de Julho de 2013 Construção

29 de Julho de 2013 Construção Construção 29 de Julho de 2013 Revista de Imprensa 29-07-2013 1. (PT) - Diário Económico, 29/07/2013, Canal do Panamá elege Sines para porto europeu de destino prioritário 1 2. (PT) - i, 29/07/2013, Sector

Leia mais

Texto 1: 72 mil despedimentos em apenas um dia nos Estados Unidos e Europa 27.01.2009, Ana Rita Faria A Caterpillar e a Pfizer lideraram ontem a vaga

Texto 1: 72 mil despedimentos em apenas um dia nos Estados Unidos e Europa 27.01.2009, Ana Rita Faria A Caterpillar e a Pfizer lideraram ontem a vaga Dia: Duas notícias dominam as páginas dos jornais do dia 27 de Janeiro. Leia-as com atenção. Texto 1: A. Assinale com V ou F as afirmações que se seguem. 1. A onda de despedimentos só atinge as pequenas

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Crise custa 860 milhões aos bancos portugueses (págs. 1, 4 a 6) Quase mil milhões. É este o custo da crise internacional para os

Leia mais

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 Tv's_25_Janeiro_2016 Revista de Imprensa 1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 2. Conversa com Marisa Matias, RTP 2 - Página 2, 25-01-2016

Leia mais

Governo das Sociedades E RESPONSABILIDADE SOCIAL

Governo das Sociedades E RESPONSABILIDADE SOCIAL Governo das Sociedades E RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS EMPRESAS 23-2-2015 Carlos Tavares 1. Quando falamos em governo das sociedades e no papel da respectiva regulação, a primeira questão que se nos depara

Leia mais

Revisor Oficial de Contas, desde 1990.

Revisor Oficial de Contas, desde 1990. 1. Dados pessoais Nome: Vitor Manuel Batista de Almeida Data de nascimento: 14 de Julho de 1956 Naturalidade: Lisboa Residência: Calçada das Lages, Lote 3, Nº 61-A, 14º C 1900-291 Lisboa Telefone casa:

Leia mais

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS DESTAQUES DE 27 A 31 DE MAIO NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS ACTIVIDADE PARLAMENTAR E PROCESSO LEGISLATIVO ÚLTIMAS INICIATIVAS Proposta de Lei 151/XII Procede à primeira alteração

Leia mais

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades

24/05/2015. Índice. Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades. Estrutura Operacional. ISQ e Portugal 2020. Oportunidades 24/05/2015 Índice Portugal 2020 : Objectivos e Prioridades Estrutura Operacional ISQ e Portugal 2020 Oportunidades 1 ( ) Portugal 2020 é o conjunto de políticas, estratégias de desenvolvimento, domínios

Leia mais

Problema Central. Desafios / Oportunidades. Instrumentos disponíveis

Problema Central. Desafios / Oportunidades. Instrumentos disponíveis Problema Central Desafios / Oportunidades Instrumentos disponíveis Redução de actividade no setor; Quebra da procura interna. Problema Sair da zona de conforto Desafios / Oportunidades Alterar modelos

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

Resumo de Imprensa. Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008 Resumo de Imprensa Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Ambiente chumba investimentos de 14 mil milhões (págs. 1 e 44) A AICEP, liderada por Basílio Horta, juntamente com outras entidades,

Leia mais

1. Fisco cobra juros de mora acima do prometido. Contribuintes estão a pagar 12% ao ano, o dobro do previsto (manchete, págs.

1. Fisco cobra juros de mora acima do prometido. Contribuintes estão a pagar 12% ao ano, o dobro do previsto (manchete, págs. RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, 23 de Julho de 2010 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fisco cobra juros de mora acima do prometido. Contribuintes estão a pagar 12% ao ano, o dobro do previsto (manchete, págs. 28 e

Leia mais

DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão

DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão A Análise das Demonstrações Financeiras Este artigo pretende apoiar o jovem empreendedor, informando-o de como utilizar os

Leia mais

LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE TURISMO. Maria José Catarino. Loulé,, 5 Fevereiro de 2009

LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE TURISMO. Maria José Catarino. Loulé,, 5 Fevereiro de 2009 LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE TURISMO Maria José Catarino Loulé,, 5 Fevereiro de 2009 LINHAS DE CRÉDITO PME INVESTE ÍNDICE 1 OBJECTO 2 PME INVESTE II - Protocolo celebrado a 14 Outubro 2008 LINHA +RESTAURAÇÃO

Leia mais

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta

COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta COFINA, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto Pessoa Colectiva Número 502 293 225 Capital Social: 25.641.459 Euros INFORMAÇÃO FINANCEIRA 1T 2010 Principais indicadores

Leia mais

tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O

tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O Soares dos Santos tem mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos A subida das acções da Jerónimo Martins levou a família

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2009 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO - 10 SETEMBRO 2009

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2009 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO - 10 SETEMBRO 2009 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2009 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO - 10 SETEMBRO 2009 Introdução Este relatório visa fornecer informação relevante e sintética sobre a actividade da CIM do

Leia mais

Carris e Metro ficam sem 65 milhões de utentes em 4 anos

Carris e Metro ficam sem 65 milhões de utentes em 4 anos ID: 63421185 04-03-2016 Tiragem: 74277 País: Portugal Period.: Diária Pág: 28 Cores: Cor Área: 25,50 x 19,90 cm² Corte: 1 de 1 lisboa Movimento de Utentes considera que os transportes públicos "não estão

Leia mais

O SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais é uma associação privada sem fins lucrativos ( pessoa colectiva de utilidade pública).

O SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais é uma associação privada sem fins lucrativos ( pessoa colectiva de utilidade pública). Ao Jornal I Jornalista Liliana Valente ENQUADRAMENTO PRÉVIO O SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais é uma associação privada sem fins lucrativos ( pessoa colectiva de utilidade pública). Com 44

Leia mais