evento inédito marca data histórica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "evento inédito marca data histórica"

Transcrição

1

2 2 Juventude urbana evento inédito marca data histórica Rani Loo no comando da banda Mary Loo levou o público ao delírio ao som de Charlie Brown Jr. A partir deste ano, o 12 de agosto não é mais um dia comum. A data, dia Internacional da Juventude, foi lembrada em Volta Redonda com um belíssimo evento promovido pela Coordenadoria Municipal da Juventude: o Juventude Urbana. Durante todoàoàdia,àai idadesàespe íi asà para a juventude foram realizadas na cidade. O Juventude Urbana começou às 9 horas da manhã, no Teatro anexo ao Colégio João XXIII no Retiro. Os Gêmeos da Bike, os irmãos Robson e Rogério Machado, que percorreram vários países de bicicleta, ministraram uma interessante palestra sobre Qualidade de Vida e Empreendedo is oà àái gi doàmetas.àv iosà estudantes e grupos, como os Skaistas,àpa i ipa a àdaàpalest a.ààà ta de,àaàai idadeàfoiàdese ol idaà no Auditório da UFF na Vila Santa Cecília, onde uma mesa de debatesàa e aàdeàassu tosà elai osà à Juventude foi realizada. A coordenadora municipal da juventude KikaMonnteiro, responsável pelo Juventude Urbana, acompanhou eàad i ist ouàtodasàasàai idades,à a aproveitou a data para mostrar alguns avanços como o Estatuto da Juventude, sancionado recentemente em Brasília, e alguns novos projetos como o Trilha Jovem, que será lançado no próximo ano, com um orçamento de 1 milhão de reais para os jovens de Volta Redonda. Como era de se esperar, o ponto forte da festa foi à noite, no Térreo do Memorial Getúlio Vargas na Vila. A cantora Sara Bentes e as bandas Vitrine, D Hanks, Maria Bunita, Mary Loo e Madame Zero se apresentaram, mas o show foi dos jovens que compareceram e participaram, com a atitude de sempre, mas em um clima de paz e harmonia, na celebração do dia internacional da juventude. A vocalista da Banda Madame Zero, Camila No eàfe houàaà oiteàe àaltoàesilo A cantora Sara Bentes abriu o show com a serenidade e potência lírica de sua voz, levando seuàpú li oàielàaà o pa e e àe à assa P oissio aisàjo e sàdeàdi e sasà easà o ta àsuasàe pe i iasàdeàsu esso:àwes e àpe ei a,àdi eto àdaàu iãoàestadualàdosàestuda tes,àád ieleà Saldanha, presidente do Conselho Estadual de Juventude, Marcelo Pedro, consultor e palestrante, Thiago Pimentel, Cineasta, Adão Henrique, Vereado àe àvoltaàredo da,àkikaàmo tei o,àcoo de ado aàmu i ipalàdeààju e tudeàdeàvoltaàredo da,àga ielàpe ei a,àdi eto àe e ui oà aàe p esaà Super Cartucho, Os Gêmeos da Bike Robson e Rogério - cicloturistas e palestrantes e Roberta Silva, Sebrae Volta Redonda Ààf e teàdaà a daàd Ha ks,àá g li aàri ei oà comandou um show com canções próprias do CD lançado recentemente para comemorar os 10 anos da banda Equipe de sucesso da Coordenadoria da Juventude e do Portal - Jovem Click: Marinez Rodrigues, Michel Monteiro, Fernando Júnior, Neuma de Oliveira, Kika Monnteiro, Ludmila Cruz, Leslie Assis, Natã Teixeira e Jeansley Alves Daiane Landim, vocalista da banda Vitrine ao lado da baixista Ana Lydia Plácido interpreta Amy Whinehouse mostrando que Volta Redonda tem muito do que se orgulhar com cantoras de grande potencial musical Banda Maria Bunita - Mulheres foram maioria no palco do Juventude Urbana

3 bate-papo 3 Cultura para Angela do Bem Di eto aàe e uià a todos os gostos Nossa capa deste mês privilegia os museus, que acabam de ganhar uma importante ferramenta de divulgação o guia Museus RJ: U àguiaàdeàme iasàeàáfeià idades - que expressa o reconheci- e toàaosà useusàeà sài i iaià asà de memória do estado do Rio de Janeiro, lançado no início deste mês pela Secretaria de Estado de Cultura, através da Superintendên- iaàdeàmuseus,à o àu aàià age à inicial de cinco mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente em museus, bibliotecas e escolas. Saiba mais na página 5. E por falar em museu, Volta Redonda também tem o seu Museu da Memória do Trabalhismo Brasileiro com sede no Clube Foto Filat li o,à ueà e e euà oàúlià oà dia 21, alunos do Colégio Estadual Rio Grande do Norte para visita à exposição Memórias da Cidade doàáço àeàpa ià ipaçãoà aàoià i aà deà Pi holeà àfotog aiàaà aàlata. Personagem carinhosamente conhecido, como peça de museu, pelo grande conhecimento e bagagem cultural, principalmente quando o assunto é história do Brasil e Frevo,essa personalidade da cultura brasileira conhecida como Maestro Caaraüra, lança seu mais novo trabalho - Músicas do Brasil - um dicionário musical, mostrando os vários ritmos brasileiros, como o Maracatu de baque virado, Xaxado, Ciranda de Rua, músicas indígenas e muito mais. Co ià aà aà at iaàdeàneu aàdeà Oliveira, na página 15. E tem mais arte, educação, história e cidadania, no Caderno Especial do Centro Cultural Aracy DiàBiase,àlo alà ueà a t àaiàvidades culturais durante todo oàa o,àeàte à o oào jeià oàdese ol e àeài e ià a àaà ultu aàeà a cidadania na região do Vale do Paraíba Sul Fluminense. Vale a pena conhecer esse local privilegiado localizado na estrada Barra do Piraí Valença, com beleza arquitetônica histórica totalmente preservada das fazendas do Brasil Colonial, e que recebeu o nome da matriarca da família Di Biase, mulher de personalidade forte, sempre dedicada às causas culturais e sociais. Conheça a história, ações, programase oportunidades de lazer e educação para a população da região, oferecidas pelo Centro Cultural. Boa leitura! JabÁ GaStrOnÔMiCO Alunos do Colégio Estadual Rio Grande do Norte em visita ao Museu da Memória do Trabalhismo Brasileiro de Volta Redonda eàpa ià ipa doàdaàoià i aàdeà Fotog aiàaà aàlataà àpi hole.à SERVIçO: Local do Museu Rua 19, nº21 Vila Santa Cecilia Volta Redonda RJ Agendamento para escolas e grupos: (24) A nova opção de sofisticação gastronômica em Volta Redonda é o novo espaçoàpeiàtàbist,àlo alizadona Av. 7 de Setembro, no Aterrado. O lugar é ideal para degustar vinhos importados e raros, queijos trazidos direto da Itália, e, deià iià a e te,àoà elho à bolinho de bacalhau da região que, pelas palavras do próprio Renô, o proprietário, é feito com o verdadeiro bacalhau, que depois de pronto, a u aàle eàp essão,àa e-seàe àp talas. àpo ià o,àli do,àa o hega te,àe ià,à a super dica do Volta Cultural para os apreciadores dos prazeres da vida. Foto: Michel Monteiro Angela do Bem expediente Anuncie: Tel.: / Sugestões de pauta para: Jornalista responsável e revisão Vania Lee DRT - RJ editora: Kika Monnteiro Diretora Execuiva Angela do Bem DRT - RJ diagramação e arte final Willian Douglas Ferreira Eugênio Colaboram nesta edição: Júnior Mendes e Neuma de Oliveira designer capa do Guia de Museus: Maria Eugênia Duque Estrada tiragem: 7 mil exemplares distribuição: Rio de Janeiro, Volta Redonda, Barra Mansa, Pinheiral, Piraí, Barra do Piraí, Vale ça,àquaiàs,àpo toàreal,àrese de,àitaiàaiaà e Rio Claro MB Valente Comunicações LTDA. CNPJ: / Assessoria Jurídica POntOS de distribuição no rio de JaneirO: Teatro Municipal, Biblioteca Nacional, Museu Nacional de Belas Artes, Casa Franca Brasil, Centro Cultural Correios, Escola de Cinema Darcy Ribeiro, Prefeitura, Museu Histórico Nacional, CCBB, Palácio Guanabara, Rio Solidário, Museu Internacional de Arte Naïf do Brasil, Espaço Cultural Sérgio Porto, UFRJ - ECO, Teatro Poeira, Casa de Cultura Rui Barbosa, Espaço Cultural Glauber Rocha, Canecão, UNIRIO, Copacabana Palace, Edifício Gustavo Capanema (Ministério da Cultura), Secretaria Estadual de Cultura, Centro Cultural Justiça Federal, Espaço Cultural da Marinha, Cinema Odeon, Teatro Rival, Movimento Escoteiro, Fundação Getúlio Vargas, Ancine, Sesc Ginásio, Academia Brasileira de Letras, Museu da Imagem e do Som, SATED, Circo Voador, Fundição Progresso. Os textos publicados são de inteira responsabilidade de seus autores vigiai e Orai

4 4 COLuniSta COnvidada ana ferguson Sócia da Zeus Produções, consultora, produtora e docente nos cursos de Pós-Graduação e MBA em Gestão e Produção Cultural na Associação Brasileira de Gestão Cultural. arraiá CuLtura, SiM SenhOr! MaeStrO CaaraÜra um presente do nordeste para volta redonda No Brasil, a festa junina é considerada nos dias de hoje como um dos eventos mais comemorados e queridos pelo povo de todas as classes e idades, encantando a criança, o jovem e o adulto, porém a sua hist iaà à uitoà aisàa iàgaàdoà que se imagina. Trazida pelos portugueses, os brasileiros começaram a entrar em contato com os festejos juninos na época da colonização, mas o evento existe há muito tempo na Europa, desde o período pré-gregoriano. A princípio, a festa tinha o oào jeià oà ele a àaàfe tilidade da terra, ou seja, as colheitas que aconteciam na ocasião. Os povos pagãos do norte europeu organizavam o evento para agradecer aos deuses. Nesta época, inclusive, a comemoração já contava com fogueira, danças e muita comida. Com o surgimento do crisiàa is o,àaàfestaàju i aàassu iuà um novo formato e passou a homenagear o primo de Jesus C isto,àjoãoàbaiàsta.àáàig ejaà atólica aproveitou o embalo dos festejos juninos de junho para celebrar a importância de três santos. No dia 13 a comemoração é para Santo Antônio; no dia 24, para São João; e no dia 29, celebra-se o Dia de São Pedro. Nesta época, havia uma g a deài làu iaàdeàele e tosà culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, a a te ísià aàíàpi aàdasàda çasà o esàeà ue,à oàb asil,ài làue - iouà uitoàasàíàpi asà uad ilhas.à Já a tradição de soltar fogos de a iàíà ioà eioàdaàchi a,à egiãoàdeà onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha. Todos estes elementos culturais foram com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando a a te ísià asàpa ià ula esàe à cada uma delas: a comida, a dança, a fogueira, a música e as roupas. Pula a fogueira Iaiá, pula a fogueira Ioiô, cuidado para não se queimar... Muitas pessoas de Volta Redonda provavelmente já viram passando pelas nossas ruas essa personalidade da Cultura brasileira, e muitos de nós nem sabem de quem se trata. Pois bem, explicamos: Trata-se do Maestro Caaraüra que se pronuncia Caraíra E sig iià aàfilhoàdoàmato,àe à Tupi. Nascido em Aliança PE teve toda a oportunidade de ap e de àoàlegíià oàf e o,àeà hoje é o maior exponencial, não apenas do ritmo, mas também de qualquer assunto da História do Brasil, de diversos instrumentos, de o posição,àdeà o eog aiàa...à E passos? Ninguém até hoje ultrapassou sua marca de mais de 300 passos dos fururos. Vamos à história então: Em 1955, criou seu primeiro grupo, que foi a primeira e iàdadeàdeàteat oàdaà e - -emancipada cidade. Mais tarde a troupe consolidou-se como o Real Clube Escola Império do Frevo, tornando Volta Redonda conhecida nacional e internacionalmente como a nova capital do Frevo. T ilha doàosà u osàdaàpolíià aà partidária, foi candidato, e eleito vereador em 1966 com o maior número de votos da história de Volta Redonda, que proporcionalmente equivale a vinte e cinco mil votos nos dias atuais uma marca assombrosa. Agora o Volta Cultural noià iaàoà aisà o oàt a alhoàdoà á iàsta.àoà Músi asàdoàb asil à à uma homenagem do Maestro à Jornada Mundial da Juventude, evento que teve parte de suasàaià idadesà ealizadasàe à VoltaàRedo daà oàúlià oà sà de julho. Trata-se de um dicionário musical, mostrando os vários ritmos brasileiros, como o Maracatu de baque virado, Xaxado, Ciranda de Rua, músicas indígenas inclusive um itualàpoiàgua a,ào deà a aàaà curiosa teoria de que não foram os portugueses os primeiros a chegar ao Brasil, e sim os Fenícios na ocasião da construção do Templo de Salomão. Fantásià o!à-àalgu sàf e os,àeàu àpaià Nosso em Língua Tupi. O Maestro fala com muita empolgação sobre o disco, ueàfoiàla çadoàoià ial e teà em julho durante a JMJ, e maravilhou o público que pôde re-conhecer as maravilhas desse ser humano que, por sua genialidade e amor à Cultura Brasileira, poderia ser chamado de O Policarpo Quaresma do Aço. COntatO COM O artista: /

5 5 Lançado pela Secretaria de Cultura do rj o Guia Museus rj Um Guia de Memórias e Afeividades Foi lançado do Rio, durante a 23ª Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus ICOM. O guia é fruto de parceria da Secretaria de Cultura com o programa de Pós-Graduação em Memória Social da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Uni- Rio). Ele apresenta 72àpe isàdeà useusà e centros culturais, destacando 48 na capital e 26 em diferentes regiões do estado, além de sugerir percursos nas áreas Metropolitana, Baixada Litorânea, Médio Paraíba, Centro-Sul (que compreende o Sul Fluminense), Norte e Noroeste. Dessa maneira, propõe uma viagem na história lo al,à asài situiç esà ali existentes e no seu entorno, por meio da integração entre e iaàeàasàafei idades culturais. Adriana Rattes, Secretária de Estado de Cultura, destacou o momento privilegiado para a área de museus, com a revitalização da rede vinculada ao governo estadual, pautada pelo fortalecimento institucional e pela consolidação de uma gestão que imprime qualidade cada vez maior aos serviços prestados pelos museus fluminenses à população. O guia teve uma tiragem inicial de cinco mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente em museus, bibliotecas e escolas. Segundo Mariana GUIA FOI LANçADO DURANTE O ICOM 2013 Varzea, superintendente de Museus da Secretaria, a ideia é dar visibilidade a toda a rede do estadoàeàde o aiza àoàa essoà a essa informação. Para a professora de Museologia da UniRio e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Memória Social da universidade, Regina Abreu, a realização do guia é um fato a ser comemorado por toda a sociedade. - Todos ganhamos com essa iniciativa. E para ela se tornar possível, a parceria com a secretaria foi fundamental. Parceria esta que MARIANA VARZEA, A PROFESSORA REGINA ABREU E DEMAIS MEMBROS DA EQUIPE teve, de um lado, o aspecto acadêmico, da universidade, e, de outro lado, teve um órgão do governo que trabalha com política pública e que pode pegar essa pesquisa e transformar em um belo produto. Parcerias assim são fundamentais para que a universidade não fique só no mundo das ideias - disse Regina. A apresentação do documento foi feita pelo próprio Governador Sérgio Cabral. No texto ele destacou que a importância do estado do Rio na história do país e que o Guia tem por finalidade oferecer uma breve visita à esse patrimônio, prestando também homenagem aos profissionais, que, ao longo das gerações, vêm se ocupando de preservá-lo. Além disso o Governador destacou que nos aúltimos anos foram abertos ao público mais de 15 museus no estado do Rio de Janeiro, tratando dos mais variados acervos e temáticas, distribuídos por todas as regiões. Fotos: Vania Laranjeira O Guia é um documento completo, ilustrado e com todas informações sobre museus e os centros Histórico do estado. Da nossa região Sul Fluminense (e arredores) o Guia destaca o Museu de Arte Sacra de Angra dos Reis, e os Museus Forte Defensor Perpétuo e de Arte Sacra de Paraty. Em Quatis o documento destaca o Museu da Roça Feira da Roça de Quatis; em Valença a Casa Léa Pentagna, e fechando na cidade de Vassouras com o museu Casa da Hera. Mais informações sobre o documento na página da Secretaria de Cultura no site do Go e oàestadual,htp://. cultura.rj.gov.br/.

6 6 boca no MundO Pra te ver dançar Sara Bentes Fotos - Elenita Bentes COnverSa domingo de chuva tão dela Giovana Damaceno Jornalista Quando decidi estudar ballet clássico, desejando que esta modalidade me desse mais embasamento técnico para dançar qualquer outra dança, logo vieram as perguntas: Por onde começar? Quantos nãos vou ouvir até encontrar alguém com experiência em ensinar ballet para uma pessoa que não enxerga? Na minha cidade nunca ouvi falar em algum trabalho de ballet clássico especializado para este público. Bom, por alguma escola de dança eu deveria começar, e comecei, pelo melhor lugar por onde eu poderia ter começado. Já no primeiro telefonema, fui muito bem recebida pela professora Lissiana Schlick e conheci sua disposição e o tamanho de seu coração. Após pegar todas as informações quanto a horários, turmas e valores, expliquei a ela minha situação. Ela só precisou de 3 segundos de silêncio para respirar e então me dizer que achava ueàse iaàu àdesaio,àp aà i àeàp aà ela, mas que se eu quisesse encarar, ela também queria, e completou: Você me ensina a te ensinar. E desde então, há pouco mais de ano e meio, eu e Lissiana, que, ao lado do maridão Rafael Mendes, é também dona da escola de dança República do Movimento, fomos aprendendo ju tas,àeà aàp i a,àout osà eiosàdeà me fazer enxergar os movimentos, e ela não mede esforços para me fazer compreender alguma postura ou passo mais complexo e para me integrar na dança e no grupo. Além disso ela não deixa barato, me cobra igual, é exigente comigo assim como na foto ao LadO equipe de trabalho: (da esq.p/dir.): Aline Bentes, Lissiana Schlick, Rafael Mendes, Marcelle Peçanha e Sergio Cruz. é com todos os alunos. Do ballet fui parar também na aula de tango, ministrada pelo Rafa. E o amor por aquela escola cheia de energia boa foi crescendo, a amizade e as parcerias com a Lissi e com o Rafa foram seàap ofu da do,àeà oài àdesteà sà de agosto gravamos um vídeo-clipe com a República do Movimento! A música se chama Pra te Ver Dançar, é do meu próximo CD e é de minha autoria. O vídeo envolveu 18 dançarinos, entre alunos e professo esàdaàes ola,àte à o eog aiasà da Lissiana e da Marcelle Pessanha, professora de hiphop, tem câmera e edição do Sérgio Cruz e assistência das primonas Aline e Carol Bentes, e teve também o apoio da maquiado aàtaísànoguei aà-àhtps://. facebook.com/delartemake, do Jhonatan Cruz, da Elenita Magalhães e do Evaldo Abineder estudiodeculinaria.blogspot.com. Foi um grande trabalho em equipe, que incluiu horas e horas de ensaios, sempre à noite após as aulas na República, muitas reuniões decidindo coisas, como igu i o,à e ioàeàout osàdetalhesà essenciais, e um domingão inteiro de gravações, um dia inesquecível de muita luz, muito suor e alegria, ao lado de uma galera cheia de disposiçãoàeàe e giaà aisà ueàposii a,à como todos os que são atraídos pelo ag eis oàa olhedo àdaàrepú li aà do Movimento. Todas as palavras que eu possa ter não me parecem sui ie tesàpa aàag ade e àtodaàaàdedicação e o carinho de cada um dos envolvidos nessa realização, então, por enquanto, o que posso é dizer publicamente, e com muito amor, é: OBRIGADA! Amo todos vocês e em breve nosso vídeo estará pronto, pra divulgarmos em nossas redes sociais e jogarmos nosso trabalho para os quatro cantos do mundo. Visite meu site - Curta minha fan page no Facebook - sarabentesoicial Siga-me no Twitter Conheça o Boca no Mundo - Conheça a República do Movimento em: Não é a primeira vez nem a úli aà ueàdigo:àado oàdiaà i za,à uaseàp eto;àado oà hu a,ài aà ou grossa, fria ou quente; adoro relâmpagos, trovões, ventania; adoro um domingo inteiro dent oàdeà asa,à o àolha esàfu i osà pela janela a divisar um pedaço do céu escuro, pesado. Parece depressivo, mas, não há prazer na depressão, ao contrário, me compraz o tempo negro que vislumbro agora. Na família dizem que absorvi o discurso da irmã, que também gostava de dias assim. Tanto, que no momento de morte foi a i age àdeàu aà hu aài aà ueà a serenou, para ir em paz. Não absorvi o discurso dela; talvez seja esta uma das muitas semelhanças entre nós, e que nos fizeram realmente irmãs, além do sangue de pai e mãe correndo nas veias. E nada como um fim de semana de nuvens densas para tornar mais denso o rosto dela na memória; nada como o ruído da chuva na árvore, na madrugada, para me trazê-la em sonho, sorridente, a me ouvir os desabafos, como fazia quando estava por aqui; nada como este dia puramente dela em clima, para sentir-lhe o perfume na brisa que entra pela porta entreaberta da sala. Converso com uma amiga comum, que antes foi dela e hoje também compartilha comigo seus dias. Ela diz o mesmo sobre o sorriso inesquecível, os cabelos de muitos cachos, os papos engraçados, da beleza incomum. Comentamos da falta que faz contar-lhe as novidades, dividir alegrias e conquistas, saber que estaria sempre por perto. Não douà o i uidade.àpa oàeà uaseà ho o.àrespi oàfu do.àp o ei,à jurei não chorar mais. Ela detestaria esta cena. Olho de novo a janela. Agora escurece. É mais um domingo que passa e na lembrança outros domingos em que juntas ríamos em família. Não sai da mente o olhar brilhante e atento a me ouvir os lamentos na noite de sonho. O vento da porta gela meus pés. A tarde se esvai. Saudadeà ueài a.

7

8 Jornal do Vale 2 25 DE JULHO DE 2013

9 Jornal do Vale 3 25 DE JULHO DE 2013

10 210 espetáculo inonsense de volta à Cidade do aço Leslie Assis Depois de dois meses em cartaz no Sesc Tijuca, no Rio de Janeiro, com o espetáculo Inonsense, e vale ressaltar, sucesso de pú li oàeà ii a,àvolta e osà o à muito orgulho a Volta Redonda, onde tudo começou. E para você leitor, ter uma ideia do que foi essa temporada e ter vontade de nos prestigiar em outubro, segue abaixo um depoimento espontâneo de um espectador ueà osàassisiuàpeloà e osàseisà vezes, assim como outros que deixaram recados em nossa Fan Page INONSENSE. Hoje a Tijuca acorda com um vazio. Um vazio que somente se à otadoà aisàefeiva e teà na próxima sexta-feira. Um vazio de saudades de seis freirinhas. Ou melhor, e n ao! Uma madre superiora, três freiras e duas noviças. Foi um grande encanto essa temporada que passaram na tijuca. Tive o privilégio de assistir à primeira e à última apresentação entre outras. Vi a adição de diversos detalhes e uma criatividade ímpar dos atores. Atores? Eu poderia sem problema nenhum lhes chamar de cantores. Cantores? Também pode-se falar de dançarinos. Dançarinos? Bote aí comediantes, críi osàe t eàout asà a a te ísi as.à E que comédia musical belíssima com que fomos brindados nesses quase dois meses. Um enredo i telige teà o à íi asà àpolíi a,à à religião e a pessoas que mistuem breve as freirinhas da Ordem das Madalenitas em volta redonda a àpolíi aàeà eligi o,àse p eà com muito humor. Acredito que a melhor palavra para designá- -losà àa istas.àá istasà oà itoà real da palavra. Pessoas que se divertem e transformam suas quirosferas, o palco, a plateia e todo seu redor! e O que ficou Para nós? Gotinhas da esperança de Orvalina? Caras e bocas de Mary Josy? Comilança de Mariúcha? Vocabulário rebuscado de Makárava? (Eu sei lá como se escreve Makárava!) Socorro sentada no colo de algu àdaàplateia?àtodasàasài adasà e improvisos de Londrina? Eu diria ueàe à ossaà e ó iaài ouà ais.à Muito mais que isso! Ficou a sensação de ver Cinthia Daniel, Fábio Lacerda, Leslie Assis, Marcela Dias, Paula Rodrigues Lima e Wendell Bendelack (ordem alfabética) atuando com seus corações e g a deàa o à àp oiss o!àesseàsi à é um dos grandes segredos do sucesso dessa peça. Sei que a família Inonsense é bem maior, com Clarissa Menezes, Tiago Pimentel, Menelick entre outros, cada um genial em sua parte! Acredito que aoài alàdessaàte po adaà uitosà da plateia já se sentem um pouco amigo de vocês, que tanto nos levaram diversão, risadas, alegrias eà elexõesàso eàu à o à ú e oà deàte as.àco fessoà ueàassisiàaà peçaà oveàvezesàeàse p eài avaà perdido na hora de alguma música. Para onde eu olho? Para quem eu olho? São todos muito bons! No país do futebol, com certeza vocês são craques! Muito craques no que fazem! Guardo este espaço agora, neste breve texto, para fazer um agradecimento especial a todos vocês. Vocês me mostraram que sonhos podem virar realidade. Para mim, foi um momento mágico quando na peça do dia 15 de junho Em outubro essas freirinhas estarão no Teatro Gacemss fui escolhido para subir ao palco, eàvesi àdeàf ei a,àda ça à a - -can com vocês, fazer strip tease e oài alà ha a à i haà a o adaà ao palco e fazer o pedido de casamento! Um pedido real e cheio de boas energias. Uma emoção única que com certeza ficará na lembrança de muitos! Relembro minhas palavras para vocês em nosso primeiro encontro no palco do teatro no começo da temporada. Disse que já era fã de vocês, que eram muito bons! É maravilhoso ver vocês atuando! Lembram? Ou vocês acharam que eu estava só puxando saco para me ajudarem? Rs. Muito obrigado de verdade! É, esse último convento já fechou. Muito escuro, a conta de luz deve ser altíssima. Não es- ueça àdeàavisa àosàa igosài isà onde abrirão o próximo convento. Lembrem-se de encarregar outra freira, sem ser a Orvalina, para nos avisar! Acredito que falo por uma grande maioria dos que assisi a àaàpeça:à''so osà uitoà fãs de vocês!!!!!! Obrigado pelo elíssi oàespet ulo!!!!!!!'' Fotos - Divulgação O elenco é liderado por Wendell Bendelack, Leslie Assis, Fábio Lacerda, Cinthia Daniel, Marcela Dias e Paula Rodrigues. Texto de Thiago Pimentel e direção de Menelick de Carvalho

11 11 Colunista convidado ernani Mazza da arte de viver coisas mais simples Quando a velocidade da vida era mais lenta, os doces eram aisàde o adosàpoisàseàià haà tempo. Esta preciosidade. Doce de mamão e ou doce de cidra, de laranja da terra. Ralava-se o mamão, de preferência junto com outras vizinhas para ir ralando e amolando a língua, numa boa prosa ou fofoca mesmo. Colocava-se o mamão ralado, com a casca para manter o verdinho, num saco de pano bem branquinho e punha-se de molho em água corrente. Torneira soltando um iàleteàià i hoàeà o sta te.àápósà dois ou três dias, já sem o amargo, colocava-se o cravo, o açúcar e o amor. Depois de pronto, um queijinho branquinho levemente salgado acompanhava o que parecia ser o alimento do paraíso. O de cidra dava o mesmo trabalho, o mesmo processo o mesmo tempo. As mesmas ou novas fofocas, As mesmas amizades seguras no açúcar do doce e da amizade. Havia uma possibilidade a mais: adoçá-lo com rapadura. Ganhava uma cor amarronzada. Linda aos olhos e ao paladar. Também casava-se muito bem com o mesmo queijinho e com reunião de família. Família comendo doce junto é lindo e gostoso demais. Ah, gente, o de laranja da terra! Dava um trabalhinho maior. Cresci comendo dos três, feitos por avó e por mãe. Nunca ià a a àe joaiàvosà es oàt a sbordando de amor, ingrediente que as duas sabiam exagerar em tudo que faziam. Pa iàa àaàla a jaàe à uz.à Eu, criança, pensava que era porque elas eram muito religiosas. Retiravam o miolo, como elas chamavam a polpa do caldo, mas antes, com uma faca a oladi hades as ava àià i hoà ià a doàaàpa teàdoàsu o. O mesmo saco branquinho que serviu para o mamão e a cidra era usado para diminuir o amargo. Desteà oàseàià avaàoàa a go total. Um leve amarguinho combina com este doce e o queijinho. Amargo não combina é com a vida. Todos estes doces me acompanharam na infância, na mocidade. Hoje eu os persigo. São mais raros. Precisam de muito tempo livre. Matéria prima em extinção. Precisam de muito a o.àmat iaàp i aàdiíà ilàatualmente. Fofoca outra matéria que mudou bastante: antes era deàpe ià ho:àa ola doàaàlí gua. Hoje, de longe, pela internete. e facebook. Não há doce que resista. Os de hoje nos tornam rapidinho diabéticos, doentes obesos. Neles faltam dois ingredientes que considero os mais importantes: o amor e o tempo. Masà ue àviveu,à u iàu. barra Mansa e Pinheiral avançam em relaçãoà sàpolíià asàpú li asàparaàaà ultura Os barra-mansenses, amantes de cultura, receberam uma boa oíà iaà oàdiaàna io alàdasàá tes,à comemorado no dia 12 de agosto: o decreto que regulamenta a Lei de I e iàvoàfis alàpa aàaà ealizaç oà de projetos culturais no município. Com isso, produtores poderão contar com o apoio de empresas ou pessoas físicas, que serão e eià iadasà o àise çõesà oài posto Sobre Serviço de qualquer natureza (ISS) ou Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). O decreto, que foi assinado no Ponto de Apoio à Cultura (PAC) pelo prefeito Jonas Marins, determina que empresas ou cidadãos ueàiàve e àatua doà aà eaà ultural do município, em um período mínimo de dois anos, poderão apresentar projetos culturais para arrecadar recursos oriundos de i e iàvosàiàs ais.àosàp ojetosàdeà diversos segmentos (teatro, dança, circo, música, literatura, artes pl sià asàeàg ià as,àe t eàout os)à serão avaliados por uma comissão do Conselho Municipal de Cultura. "É de suma importância uma cidade com a grandeza da nossa ter essesài e iàvosàaosàfazedo esàdeà cultura. Com certeza, a Fundação deàcultu aàià a à aisàfo tale idaà o àoàapoioàdeàpessoasàeàe iàdadesà ueài e iàva àaà ealizaç oà de projetos culturais. A sociedade só tem a ganhar com isso, comemorou o superintendente da Fundação de Cultura, Cláudio Chiesse. Segundo o superintendente, oài e iàvoàaosàp ojetosàpodeàse à feito por meio de doação ou patrocínio. De acordo com o documento, so e teàpessoasàíàsi asàouàpessoasà ju ídi asàse àià sàlu aiàvosàpode à receber doações e, nessa modalidade,à ual ue àiàpoàdeàp o oç oà do doador é proibido. Vale ressaltar que caso haja o patrocínio, é pe iiàdaàaàpu li idadeàdoàapoio,à o àide iàià aç oàdoàpat o i ado,à aumentando ainda mais a possi ilidadeàdeàa ga ia ài e iàvosà privados para a cultura. MáISà PáRá àculturá! Ainda de acordo com o texto, os interessados em apoiar qualquer projeto cultural irão receber u à e iàià adoà o àoàvalo à o es- po de teàaoài e iàvoàiàs alàauto- izadoàpeloàpode àexe uiàvo.àpo à meio dele, será possível efetuar o pagamento do ISS e/ou do IPTU, até o limite de 20% do valor devido a cada incidência dos tributos. Vereador Felipe Rivello de Pinheiral saindo na frente na luta pela valorização da cultura Fotos - Divulgação Co àpolíià asàpú li asàpa aà ultu aài pla tadasà osà u i ípios,àaàà lasseàa íàsià aàte deà a se unir e apresentar projetos de grande valor para comunidade Já em Pinheiral, durante o mês de Agosto, o vereador Felipe Rivello (PSB) conseguiu que dois projetos de lei de sua autoria fossem aprovados na Câmara Municipal de Pinheiral. Entre eles o mais importante para aqueles que militam em prol da cultu a,ài siàtuià oà itoàdoà u i ípioà de Pinheiral o incentivo fiscal de ISS para empresas que apoiarem a produção de Projetos Educacionais e Culturais em Pinheiral. Esse projeto visa fomentar a Cultura e a Educação oà u i ípio,àat av sàdaài i iaiàvaà privada. A ideia é que as empresas apoiem projetos como Pré-vestibulares sociais, o grupo de jongo, capoeira entre outros. O vereador atribui essa vitória para o município de Pinheiral ao trabalho em equipe lema que vem trabalhando desde o início de seu mandato na câmara municipal. Gostaria de agradecer os meus colegas vereadores por terem entendido a importância desses projetos de lei e votado a favor deles. Essa legislatura está sendo uitoàp oduiàvaàeàte hoà e tezaà ueà a cidade só tem a crescer com isso. Espero a sanção do Prefeito para que o quanto antes a lei possa estar sendo usada em favor da comunidade Pinheiralense. Disse Felipe Rivello

12 12 homenagem Jean Carllo Poeta Minha mãe, uma cidadã voltarredondense Com certeza, uma noite inesquecível, 18 de julho de 2013, na Câmara Municipal de Volta Redonda em Sessão Solene em Celebração aos 59 anos deàe a ipaç oàpolíià o-àád i ist aiàvaàdoàmu i ípioàdeàvoltaàredo da,à minha querida mãe, Mairde Pereira da Silva que SEMPRE FOI UMA CIDADÃ no aspecto mais literal, recebeu o Título de Cidadã Voltarredondense pelos seus relevantes serviços prestados em favor do engrandecimento da Cidade do Aço. Assim como ela, mais vinte e três personalidades foram agraciadas com essa importante honraria. A homenageada Mairde entre a Presidente da Câmara Municipal de Volta Redo da,àá i aàte ezaàeàoàiàlhoàpoeta Fotos: Divulgação O vereador Walmir Vitor com Mairde - grande apoiador um breve resumo homenagem especial Para a Minha MÃe Mairde Mulher simples, guerreira por natureza, de sublime valor... á iga,àespelhoà ueà elàeteàasàviv ias, I,àiàa,àavó,àaàse ho aà àoà xi o... Realista, determinada naquilo que quer, Dedicada com as prendas do lar... Exemplar nos seus deveres e afazeres, Dinâmica, animada a ajudar o próximo, áut ià aà asàdife e tesàsituaçõesàdessaàvida... Singela, serena, sensível, I su siàtuívelà asà i hasà itações, Luz de brilho irradiante, contagiante... Valoriza-nos com Carinho e Amor, Atenciosa, lutadora como muitas mulheres... Ge e osa,àfe o e al,àfa t sià a, O ie ta,à uesiào a,à us a... Mulhe àdeàvozàáiàvaà asàdive sasàaiàtudes, Exemplo de fé, amor, paz e alegria, Sensata, é a rosa mais formosa do meu jardim! Mairde Pereira da Silva recebeu o carinho dos familiares durante a cerimônia Mineira, chega já casada em Volta Redonda no dia 17 deà.àm eàdeàt sàiàlhos,à avó de quatro de netos... Verdadeira Senhora do Desià o,àe p es iaàdoàla,à ulhe à de pulso forte, que não foge à luta, é formada pela Doce Vida Dura e pós-graduada pelas Lidas Constantes e Intermináveis dessa nossa Vida de Contrastes. Com grande fé em Deus, nun- aàdesisiàuàdaàvidá,àdasàcoisás,à das CAUSAS e de principalmente de ajudar o próximo. Adora a Natureza, em espe ialàasàpla tasàlào ífe asàeà f uíàfe as,àte doà uitasàesp cies em sua casa, também gosta deàa i aisàdo sià os.à âsàv spe asàdeà o pleta àosà seus sessenta anos de vida, está sempre pronta para ajudar o próximo em qualquer situação, principalmente quando o assunto é doença... No muito ou no pouco, nunca diz não, consegue sempre AJUDAR, DIVIDIR ou BUSCAR OS MEIOS para que um ato solidário se torne um GRANDE FEITO HUMA- NITÁRIO.

13 13 A imagem que agora me ve à à e teà àaàiàgu aà íià aà de um cavalo alado, de asas angelicais, uma aparição única de forte impacto aos olhos das pessoas supostamente normais. Existe algo mais po ià o?àmasà à la oà ue,àu à animal com esta anatomia, aparecendo aqui logo irão capturá-lo e levá-lo para um circo qualquer. O antropólogo e professor Darcy Ribeiro, numa entrevista descontraída, disse: A educação é o primeiro alimento do homem Enquanto estou escrevendo, o mundo lá fora está rumo ao conhecimento de novos elementos. Pois bem. Acho ueàaàiàgu aàdaàho ossexualidade tornou-se esse cavalo alado, o unicórnio da (Caverna dos Dragões), que muito assisiàà ua doàai daàe aà e à inocente. Penso que muitos v e à o oàalgoà íià o,à oisaà do outro mundo, se bem que na época das grandes guerras a tesà es oàdoà isiàa is o,à o homem já se enamorava por outro homem naturalmente como já é do conhecimento de todos. Portanto, é bom deixar bem claro aqui, que no mundo em que vivemos hoje cheio de informações e direitos adquiridos, que existem leis e medidas jurídicas de retorno sócio-educativo para punir tais delitos homofóbicos. Homofobia não é um equívoco, homofobia é crime de lesa aos direitos sociais! Produz violência, discriminação, dor, perda e exclusão de uma camada que vive em g upo.àmi i iz -loàsig iià aà Problemas dos tempos Modernos Julio Mesquita é publicitário e escritor Revista: Site:www.juliomesquitaescritor.com E:mail: descriminalizá-lo perante a sociedade tornando-o algo de menos importância e torná- -lo mero delito de pequeno potencial ofensivo resultará, consequentemente, na redução da culpa, na pena do réu e na aplicabilidade do mesmo em todas as esferas judiciais. Portanto, digo-lhes que chamo desse modo toda representação capaz de nos fazer entrever correlação e interdependência entre essas esferas vitais que tendemos a separar: a lei, conhecimento e razão, saber e arte, matéria e espírito, sentimento e e oç o,àa iàguidadeàeà odernidade... Em vez de compa ià e ta,à àp e isoàliga,à a ià ula,àu i àeàda à o otaç oà humana ao que todos chamam de homossexualidade. Esse ial e te,àaàsig iià aç oà dessas proposições que são ape asàu aà epeiàç oàdeàtudoà o que se desejou, praticou e não se legalizou. Devo, em atenção ao pai da filosofia, colocar em parênteses minhas convicções; convicções estas que tenho certeza de que todos meus leitores também o pa iàlha.àáàiàlosoiàaàte à muito a ensinar sobre tudo isso. O poderoso Platão dizia: (somos sensações, somos mutáveis e imprevisíveis). Quer dizer que não é de se espantar ao mudarmos o rumo. Caminhar é preciso, diz o ditado. Tendo em mente essas características do platonismo, corre se o risco de privilegiarmos tudo o que se transmuta. Si é assim, assunto encerrado. Conferências são exercícios penosos de democracia Volta Redonda realizou a sua segunda Conferência Municipal de Cultura nos dias 6 e 7 de julho e buscou avançar em novo ordenamento para o setor, para alinhar- -se ao SNC-Sistema Nacional de Cultura, uma vez que o município firmou Termo de Cooperação Federativa nesse sentido com o MinC-Ministério da Cultura. Das cinco condições básicas órgão gestor, conferência, conselho, pla oàeàsiste aàdeàià a ia e to,à Volta Redonda tem o órgão gestor, i siàtuiuàaàco fe iaàeàest àatualizando a legislação para a criação de um novo Conselho, nos moldes exigidos pelo SNC. Além de cumprir a pauta sugerida pelo MinC, sob o tema UMA POLÍTICA DE ESTADO PARA A CULTURA: DESAFIOS DO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA, conside- a doàosàeixosàte ià os,àaàdiscussão do mosaico de demandas locais e aquelas previstas para as Conferências Estaduais e Federal, VoltaàRedo daàdis uiàuàta àaà proposta de uma lei que disciplinará o funcionamento do Conselho Mu i ipalàdeàpolíià aàcultu al.àáà nova lei contempla um conselho formado por representantes do Exe uiàvo,àdoàlegislaiàvoàeàdeàdiversos setores da sociedade civil. Agora a proposta será apreciada peloàlegislaiàvoàe,àapósàp o ulgada, prevê eleição do novo Conselho na segunda quinzena de setembro próximo. Se por um lado os poucos mais deà5 àpa ià ipa tesàdaàco fe iaà e la a a àdaà aixaàpa ià ipaç oà dosàa iàstasàeàde aisàage tesàdoà movimento cultural, por outro oàiàve a à oiàvosàpa aà e la a à da efetiva participação dos que lá compareceram e do apoio da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura. Sonhos e frustrações foram extraídos da pauta histórica e ganharam forma e registro nos anais do encontro oià ial.àrelàeteàoà o e toàhistó ico, o esforço imediato, o desejo de assunção ao patamar reservado à cultura pela sua importância. Trata-se de um processo lento, longo e trabalhoso. Dia 15 de julhoàúlià o,àe à o ve saài fo alà com Marcelo Velloso, Chefe da Representação Regional do MinC, du a teàoàúlià oàse i ioàt i aà & Arte, na Biblioteca Nacional, ele Vicente Melo Jornalista que esteve na abertura da Conferência de Volta Redonda, quis saber como tudo ocorreu. Entre as informações, lamentamos a baixa frequência da comunidade cultu- alàpa aàdis uià àasàde a dasàdoà setor justamente na Conferência, aàp i ipalài st iaàdeàa ià ulaç o,à pactuação e deliberação. Ouvimos que tem sido assim na maioria das cidades, principalmente as do interior. áàpa ià àdaíàp ojeta osàso eà os fatos, dados e até conjecturas, asà i u st iasàdeà u hoàp ià oà para a construção de um processo de o ià o.à-àdoà ueàde o e à as dificuldades desse penoso exercício de romper um paradigma através da assimilação de um novo sistema que só funcionará a pa adoà aàefeiàvaàpa ià ipaç oà de todos os envolvidos? Mais provavelmente da nossa falta de p ià aàdoàdi logo,àdeàu aà e taà autarcia, quiçá resultante de nossa ultu aàauto ià aà ueàdesp ezaà a interdependência como diversidade, como fator enriquecedor da nossa cultura. Revela-se trabalhoso e penoso o exercício da construção democráià aàat av sàdoàape feiçoa e toà dosà a aisàdeàpa ià ipaç oà o oà os fóruns, consultas públicas, conferências e outros. Desde há dez anos, quando nasceu a idéia do SNC - Sistema Nacional de Cultura, o MinC vem trabalhando a sua implementação e os resultados são tímidos, se considerarmos que o SNC traz em seu bojo o desenho do cenário reivindicado pelos fazedores culturais. Essa dificuldade advém de nossa falta de prática de participação. áià al,àa geração que ocupa a maioria do espaço cultural hoje, nasceu durante ou após u àlo goàpe íodoà ua doàaàpa iàcipação era proibida. Tudoà àu à e o eço,àaàpolíià aà deve ser o exercício permanente e aàpa ià ipaç oàdeveàse àe te didaà como sagrada para o bom funcionamento da democracia. As primeiras conferências mobilizaram fortemente a sociedade civil, mas, deià iiàva e te,àissoà oà asta.àoà bom resultado só ocorrerá com a pa ià ipaç oàdiutu aàdosàg uposà a ià uladosàpa aàfo tale e àaà uda çaà ultu alàdaàp óp iaàpolíià a,à sua dissimulada operacionalidade e seus múltiplos descaminhos burocráticos. Cobrar não é eficaz. É preciso que as instâncias deli e aiàvasàseja àa pa adasàeà auxiliadas, isto é, validadas, para que a cultura galgue a posição que o desenvolvimento brasileiro está a exigir. Há dez anos o governo vem disponibilizando a faca e o queijo aos diversos setores da sociedade, através dos fóruns e conferências setoriais. Ao invés de se organiza- e àeàpa ià ipa e àdasàsoluções,à oà ueàve osàs oà íià as,à a ifestações de rua e gritaria, como se o gove oàesiàvesseà oàladoàopostoà ao da sociedade. Isso mostra que à es oàdiíà ilàeà e àsa e osà quanto tempo demandará esse nosso aprendizado?

14 14 responsabilidade SOCiOaMbientaL empresa no ramo de remanufaturamento de cartuchos completa 12 anos respeitando o meio ambiente Fotos - Jair Assis E uipeàdeà ola o ado esàeàa igosàaplaude ài i iaiàvaàdeà espo sa ilidadeàso ioa ie tal A cidade de Volta Redonda orgulha-se de abrigar em seu território uma empresa reconhecida por sua qualidade e, principalmente, respeito ao meio ambiente. A Super Cartucho é especialista no mercado de recondicionamento de cartuchos, assistência técnica, venda e locação de impressoras e uliàfu io ais.à Criada a partir da percepção do quanto pode ser caro um cartucho novo, a empresa comemorou 12 anos no mês de julho, e orgulha- -se de ser a ganhadora do Prêmio Top Empresarial, do SEBRAE em Todas essas vantagens e ainda seu trabalho com o conceito de logísià aà eve sa,àat avés do qual compra cartuchos vazios e JOvenS empreendedores - Gabriel Pereira fundador da Super Cartucho e a presidente do Jornal Volta Cultural, Kika Monnteiro durante o evento coletaàout osài uiàliz veis,àto aà a Super Cartucho uma empresa úiàl,àdeà espo sa ilidadeàsó io- -a ie tal,àe ià,àu ào gulhoà para nossa Cidade do Aço da iaiàvidadeàeàdoàt a alho.à

15 artes PLÁStiCaS 15 arte em escultura: relevo em alta Conheçaàoà eloàtra alhoàdoàariàstaàf vioàdutra NEUMA DE OLIVEIRA Fotos - Divulgação Falar de Arte em Volta Redonda, e não falar de Flávio Dutra seria tirar uma parcela importantíssima do todo que faz da nossa, uma cidade referência no assunto. Flávio é um artista que, desde sua primeira exposição em 1984, tem preenchido mais os olhos e alma dos apreciadores da beleza artística. Suaàfo aç oà o oàde iàstaàp opo io ouàaàeleàoà aperfeiçoamento das técnicas de esculpir, pois ainda na graduação, apresentava seus trabalhos como escultura, e despertava a atenção de colegas e professores pela perfeição de suas peças. Desenvolveu, com seu amigo, seu próprio material de trabalho, resultado de uma mistura de talco industrial e outros componentes, o que o diferencia no mercado. Ainda tem guardada sua primeira peça, um casal de negros feito exatamente com esse ate ialàaoàià alàdasàexpe i ias,àe à. Hoje em dia, com sua arte conhecida e consolidada, participa ativamente do calendário artístico da cidade, tendo feito apenas em 2013, sete exposições nos espaços de Volta Redonda. Sua obra é variada e reúne, desde esculturas de parede até esculturas de pessoas em tamanho real, fundidas em bronze, como o Brasão Municipal no Salão Nobre da Câmara Municipal de Volta Redonda. Já teve também seu trabalho exposto no Parque do Anhembi, São Paulo, além de uma exposição permanente no Codim, em Botafogo. Flávio é um homem que impressiona pela sua cultura, inteligência e bom humor, revelando a alma grandiosa que, além de esculpir, também se expressa através das letras, tendo três livros escritos, porém ainda por editar. Amante da arte sacra, o artista tem em uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, uma de suas peças favoritas. Sua próxima exposição será em homenagem à África e será inaugurada em breve aqui na cidade de Volta Redonda, com pretensões de Brasil e além-fronteira. Por aqui vamos apreciando, absorvendo, maravilhando-nos com o resultado do trabalho e inspiração desse Artista Plástico que contribui e enriquece o patrimônio artístico-cultural da nossa cidade. COntatOS COM O artista: https://www.facebook.com/flavio.dutra.35 Obra doàariàstaà impressiona pelos detalhes

16 16

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. Saí da prisão volto coleção Conversas #26 - setembro 2015 - e estou ou não desempregado, para o crime? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS, da

Leia mais

CMCJ/DF e Circuito da Criança curtem o Cirque du Soleil

CMCJ/DF e Circuito da Criança curtem o Cirque du Soleil Brasília, 22 de agosto de 2013 CMCJ/DF e Circuito da Criança curtem o Cirque du Soleil No dia 9 de agosto, as crianças e adolescentes do Centro Marista Circuito Jovem e Centro Marista Circuito da Criança

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

Um grupo de alunos e uma professora. que decidiram escrever um livro...

Um grupo de alunos e uma professora. que decidiram escrever um livro... Um grupo de alunos e uma professora que decidiram escrever um livro... Tudo começou com um garoto chamado Luan que, num belo dia, resolveu compartilhar sua história... Luan Cardoso era um menino de apenas

Leia mais

Projeto: ano 3 PRONAC - 125783. Relatório de A vidades 1º e 2º semestres

Projeto: ano 3 PRONAC - 125783. Relatório de A vidades 1º e 2º semestres PRONAC - 125783 Relatório de A vidades 1º e 2º semestres 2014 Sumário Números Gerais... 3 Capacitação e apoio aos professores... 4 Início das Oficis Regulares... 6 Modelo de Aula - vivências artísticas...

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Ideionildo. E a Chave Azul. Pelo Espírito Vovó Amália. Robson Dias

Ideionildo. E a Chave Azul. Pelo Espírito Vovó Amália. Robson Dias Ideionildo E a Chave Azul Robson Dias Pelo Espírito Vovó Amália Livrinho da Série - As Histórias Que a Vovó Gosta de Contar (http:\www.vovoamalia.ubbi.com.br - Distribuição Gratuita) - A venda deste produto

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Rio de Janeiro, 3 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 3 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 3 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Elias Nunes Júnior, 20 do 10 de 1958. Nasci em Bom Jesus de Itabapoana, interior do estado. FORMAÇÃO Eu sou formado em Ciências Contábeis, tenho Pós em

Leia mais

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Meus queridos brasileiros e brasileiras, É com muita emoção

Leia mais

P R Ê M I O : M E L H O R E S A L U N O S D A G R A D U A Ç Ã O

P R Ê M I O : M E L H O R E S A L U N O S D A G R A D U A Ç Ã O P R Ê M I O : M E L H O R E S A L U N O S D A G R A D U A Ç Ã O L i s t a c o m p l e t a d o s p r e m i a d o s c o n t e m p l a d o s F O R M A N D O S D A S T U R M A S D E 2 0 1 3 / 2 ALINE AUXILIADORA

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

PONTO DE APOIO SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA PLANETA AZUL EDIÇÃO 138

PONTO DE APOIO SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA PLANETA AZUL EDIÇÃO 138 PONTO DE APOIO Edição 138 NO PONTO DE APOIO, INDICAMOS SUGESTÕES DE ATIVIDADES E REFLEXÕES A SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA

Leia mais

ANDERSON CAVALCANTE. Meu pai, meu herói

ANDERSON CAVALCANTE. Meu pai, meu herói ANDERSON CAVALCANTE Meu pai, meu herói Dedicatória Ao meu pai, Eraldo, meu herói e minha referência de vida. 5 Agradecimentos A Deus, por sempre me ajudar a cumprir minha missão. A todos os pais que são

Leia mais

Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata. A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José!

Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata. A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José! JORNAL do Edição Nº 13 De 1º a 30 de SETEMBRO de 2012 Educandário São José Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José!

Leia mais

PERSONAL SHOPPER MARY KAY

PERSONAL SHOPPER MARY KAY PERSONAL SHOPPER MARY KAY O QUE É? Personal shopping é uma ocupação, na qual se ajuda alguém a fazer suas compras, dando conselhos e fazendo sugestões para os clientes. A personal shopper vai dar ao cliente

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Comunicação Espiritual J. C. P. Novembro de 2009 Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Resumo: Trata-se de uma comunicação pessoal de um amigo do grupo

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

Tempo de Abrir o Presente

Tempo de Abrir o Presente 28 de novembro de 2014. Tempo de Abrir o Presente Você ainda não percebeu? O advento está batendo à porta mais uma vez. A correria da vida é tão grande que, apesar de as lojas e shoppings já estarem enfeitados,

Leia mais

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história.

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Nem um sopro de vento. E já ali, imóvel frente à cidade de portas e janelas abertas, entre a noite vermelha do poente e a penumbra do jardim,

Leia mais

A nossa missão profissional é eternizar a sua história e o nosso desejo pessoal é conhecer aquela parte incrível que mora em você.

A nossa missão profissional é eternizar a sua história e o nosso desejo pessoal é conhecer aquela parte incrível que mora em você. A nossa missão profissional é eternizar a sua história e o nosso desejo pessoal é conhecer aquela parte incrível que mora em você. Muito prazer, nós somos a Old Love Somos fotógrafos de casais em sintonia,

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol)

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol) CD EU QUERO DEUS 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) EU QUERO DEUS \ EU QUERO DEUS SEM DEUS EU NÃO SOU NADA EU QUERO DEUS Deus sem mim é Deus \ Sem Deus eu nada sou Eu não posso viver sem Deus \ Viver longe

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO.

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ALUNO: Victor Maykon Oliveira Silva TURMA: 6º ANO A ÁGUA A água é muito importante para nossa vida. Não devemos desperdiçar. Se você soubesse como ela é boa! Mata a sede de

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós! Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!.turma: 1º Período A Professora

Leia mais

By Dr. Silvia Hartmann

By Dr. Silvia Hartmann The Emo trance Primer Portuguese By Dr. Silvia Hartmann Dra. Silvia Hartmann escreve: À medida em que nós estamos realizando novas e excitantes pesquisas; estudando aplicações especializadas e partindo

Leia mais

dobrar pelo tracejado para dentro furo ÁLBUM de aventuras furo dobrar pelo tracejado para dentro pôr cola no outro lado

dobrar pelo tracejado para dentro furo ÁLBUM de aventuras furo dobrar pelo tracejado para dentro pôr cola no outro lado Você acha que consegue plantar uma floresta inteirinha? E de transformar o seu bairro? Ah, mas criar uma ação em conjunto com o mundo inteiro, você consegue? Claro que sim! Todos têm super poderes, e o

Leia mais

Projeto EI São José do Rio Preto Assessoria: Debora Rana e Silvana Augusto 2 o encontro: 09 de abril de 2014 *Anotações do Grupo de CPs da manhã

Projeto EI São José do Rio Preto Assessoria: Debora Rana e Silvana Augusto 2 o encontro: 09 de abril de 2014 *Anotações do Grupo de CPs da manhã Projeto EI São José do Rio Preto Assessoria: Debora Rana e Silvana Augusto 2 o encontro: 09 de abril de 2014 *Anotações do Grupo de CPs da manhã Pauta de encontro Olá coordenadoras, mais uma vez estaremos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 42 Discurso no Hotel Tropical MANAUS,

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Subsídios para datas comemorativas

Subsídios para datas comemorativas Subsídios para datas comemorativas CLBRANDO A FAMÍLIA NO DIA DAS MÃS Hoje o conceito de família mudou bastante. O papel da mãe pode ser exercido pelo pai, avó, um parente ou outra pessoa. Há uma mudança

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA

Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA Professor BÓRIS em O DIREITO DE SER CRIANÇA AUTORA Luciana de Almeida COORDENAÇÃO EDITORIAL Sílnia N. Martins Prado REVISÃO DE TEXTO Katia Rossini PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO Linea Creativa ILUSTRAÇÕES

Leia mais

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa?

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa? Antigamente, quando não tinha rádio a gente se reunia com os pais e irmãos ao redor do Oratório para rezar o terço, isso era feito todas as noites. Eu gostaria que agora a gente faça isso com os filhos,

Leia mais

coleção Conversas #25 u s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #25 u s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #25 Nã Po o s s o c s on c o ig lo o c á cuidar dos m - l os e m u m a e u cl s ín p ic ais a?. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

QUEM É ALICE CAYMMI? >> www.alicecaymmi.com.br

QUEM É ALICE CAYMMI? >> www.alicecaymmi.com.br QUEM É ALICE CAYMMI? A cantora e compositora carioca Alice Caymmi nasceu no dia 17 de março de 1990, na cidade do Rio de Janeiro. Neta de Dorival Caymmi, a musicista compõe desde os dez anos e começou

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer]

as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer] as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer] colagem, remix narrativa em banco de dados remix de referências de várias áreas novas tecnologias a maneira que eu trabalho Eu acredito, na verdade,

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

R. Rutschka. R. Rutschka. P. Rull Gomes

R. Rutschka. R. Rutschka. P. Rull Gomes Primeira Edição R. Rutschka Ilustrações de: R. Rutschka Revisão de texto: P. Rull Gomes São Paulo, 2012 3 R. Rutschka 2012 by R. Rutschka Ilustrações R. Rutschka Publicação PerSe Editora Ltda. ISBN 978-85-8196-024-1

Leia mais

Só que tem uma diferença...

Só que tem uma diferença... Só que tem uma diferença... Isso não vai ficar assim! Sei. Vai piorar. Vai piorar para o lado dela, isso é que vai! Por enquanto, só piorou para o seu, maninho. Pare de me chamar de maninho, Tadeu. Você

Leia mais

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PROPOSTA DE AÇÃO Sensibilizar os professores sobre a importância de incentivar seus alunos a participarem do Concurso

Leia mais

Escolas comunicadoras

Escolas comunicadoras Comunicação e Cultura Local de atuação: Ceará, Pernambuco, Pará e Bahia Data de fundação: 1996 Escolas comunicadoras No Ceará, quase quinhentas mil crianças da rede pública estudam em escolas que unem

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

AÇOUGUE CULTURAL T-BONE LER PARA CRESCER

AÇOUGUE CULTURAL T-BONE LER PARA CRESCER AÇOUGUE CULTURAL T-BONE LER PARA CRESCER BRASÍLIA / DF 1 APRESENTAÇÃO O Açougue Cultural T-Bone desenvolve desde 2003 vários projetos na área da cultura, o principal é a Biblioteca Comunitária T-Bone,

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

1 - Como o Teatro entrou na sua vida?

1 - Como o Teatro entrou na sua vida? 1 - Como o Teatro entrou na sua vida? Lá pelos idos da década de sessenta (1961...), eu chegava à São Paulo com uma mala velha de couro repleta de sonhos, fantasias muitas e esperanças tantas... Lá encontrei

Leia mais

Dicas. do professor. Eliseu Gabriel. Como estudar? Incentivar a leitura e o estudo é um ato de amor e respeito ao ser humano

Dicas. do professor. Eliseu Gabriel. Como estudar? Incentivar a leitura e o estudo é um ato de amor e respeito ao ser humano Incentivar a leitura e o estudo é um ato de amor e respeito ao ser humano Eliseu Gabriel O vereador e professor Eliseu Gabriel conseguiu aprovar uma Lei para ajudar a despertar o gosto pelo estudo e a

Leia mais

estudos Estudos sobre o ator

estudos Estudos sobre o ator estudos Estudos sobre o ator Publicamos agora a primeira parte de uma palestra realizada por Nissim Castiel em 1 de outubro de 2009 sobre os conteúdos trabalhados no PA1. Com isso, propomos aprofundar

Leia mais

No ritmo da criação OPORTUNIDADE

No ritmo da criação OPORTUNIDADE Shutterstock POR BRUNO MORESCHI No ritmo da criação Nosso país ainda caminha a passos lentos quando o assunto é economia criativa. Mas as incubadoras podem ajudar a recuperar o tempo perdido Da música

Leia mais

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE TALVEZ TE ENCONTRE Vivaldo Terres Itajaí /SC Talvez algum dia eu te encontre querida Para renovarmos momentos felizes, Já que o nosso passado foi um passado lindo, Tão lindo que não posso esquecer Anseio

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br LIVRO DE CIFRAS Página 1 Página 2 Página 3 ACENDE A CHAMA AUTOR: HUGO SANTOS Intro: A F#m D A F#m D A F#m D Quero Te ver, acende a Chama em mim Bm F#m A Vem com Teu Fogo, vem queimar meu coração Bm F#m

Leia mais

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas.

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas. ESCOLA MUNICIPAL BUENA VISTA Goiânia, 19 de junho de 2013. - Turma: Mestre de Obras e Operador de computador - 62 alunos 33 responderam ao questionário Orientador-formador: Marilurdes Santos de Oliveira

Leia mais

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG Um cacique kaingang, meu amigo, me escreveu pedindo sugestões para desenvolver, no Dia do Índio, o seguinte tema em uma palestra: "Os Valores Culturais da Etnia Kaingáng".

Leia mais

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público

PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público PEDRO, TIAGO E JOÃO NO BARQUINHO ISRC BR MKP 1300330 Domínio Público Pedro, Tiago, João no barquinho Os três no barquinho no mar da Galiléia Jogaram a rede Mas não pegaram nada Tentaram outra vez E nada

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

POESIAS. Orientação: Professora Keila Cachioni Duarte Machado

POESIAS. Orientação: Professora Keila Cachioni Duarte Machado POESIAS Orientação: Professora Keila Cachioni Duarte Machado A flor amiga O ser mais belo e culto Emoções e corações Sentimentos envolvidos Melhor amiga e amada O seu sorriso brilha como o sol Os seus

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Palácio do Planalto, 12 de março de 2003 Minha cara ministra Emília Fernandes, Minha cara companheira Benedita da

Leia mais

GUIA COMO ENCONTRAR UM MENTOR DE NEGÓCIOS

GUIA COMO ENCONTRAR UM MENTOR DE NEGÓCIOS GUIA COMO ENCONTRAR UM MENTOR DE NEGÓCIOS Se você já entendeu que ter mentor é uma estratégia poderosa para acelerar seu negócio, saiba agora como encontrar o seu. Sobre Andrea Jackson Andrea é administradora

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

Neste mês Festinclã 2001

Neste mês Festinclã 2001 Neste mês Festinclã 2001 No ano de 2001, a atividade estadual de Guias teve como tema Cantando a Vida. Os clãs de São Paulo soltaram a criatividade e o talento que incluiu além das tradicionais músicas

Leia mais

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande 11.MARÇO.2013 25 anos da elevação a cidade APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande turismo industrial Marinha Grande www.cm-mgrande.pt MARÇO 2013 AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL DESTAQUE

Leia mais

PROJETO FAZENDO ARTE ESPÍRITA

PROJETO FAZENDO ARTE ESPÍRITA 1. IDENTIFICAÇÃO PROJETO FAZENDO ARTE ESPÍRITA Elaborado pelos jovens, participantes da COJEDF de 2004 Executante: Diretoria de Infância e Juventude/DIJ da Federação Espírita do Distrito Federal/FEDF Previsão

Leia mais

OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA

OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA Fátima Borges Silva 1ª Edição 2014 OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA,

Leia mais

SÉRGIO SIQUEIRA Gerente de criação e produção da Rede Bahia.

SÉRGIO SIQUEIRA Gerente de criação e produção da Rede Bahia. SÉRGIO SIQUEIRA Gerente de criação e produção da Rede Bahia. Formado em administração, é fotógrafo, publicitário, curador e gerente de criação e produção da Rede Bahia, onde dirige o núcleo Bahia Cinema

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki Page 1 of 7 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética & Filosofia

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

3 A13 DE SETEMBRO RIOCENTRO

3 A13 DE SETEMBRO RIOCENTRO 3 A13 DE SETEMBRO RIOCENTRO A Bienal do Livro Rio é o maior evento literário do país, um grande encontro que tem o livro como astro principal. Para o leitor, é a oportunidade de aproximação com seus autores

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA PROGRAMA Nº- 042 PALCO SOBRE RODAS Projeto inspirado no clássico modelo de teatro itinerante, através da montagem de um palco móvel que percorre os bairros da cidade, levando cultura. Levar o Palco sobre

Leia mais

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicas-para-jovens Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos As dinâmicas de grupo já fazem parte do cotidiano empresarial,

Leia mais

De volta ao básico O Beaba do seu negócio Mary Kay Descubra qual a sua paixão para crescer na carreira MK!

De volta ao básico O Beaba do seu negócio Mary Kay Descubra qual a sua paixão para crescer na carreira MK! Treinamento de Consultoras De volta ao básico O Beaba do seu negócio Mary Kay Descubra qual a sua paixão para crescer na carreira MK! Ferramentas de trabalho a serem desenvolvidas para crescer na Entender

Leia mais

Programa Petrobras Cultural 2007/2008 Projetos Contemplados

Programa Petrobras Cultural 2007/2008 Projetos Contemplados Programa Petrobras Cultural 2007/2008 Projetos Contemplados CURTA-SE VIII Festival Ibero-Americano de Curtas-Metragens de Sergipe Protocolo: 4 Proponente: Centro de Estudos Casa Curta-SE Estado do Proponente:

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA. Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais. Projeto de Atividades. 1º Edição

GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA. Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais. Projeto de Atividades. 1º Edição GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA Projeto de Atividades 1º Edição Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais 1. INTRODUÇÃO A educação atualmente não pode se restringir apenas ao ambiente escolar, o estudante

Leia mais

Barra do Garças Estado de Mato Grosso

Barra do Garças Estado de Mato Grosso Barra do Garças Estado de Mato Grosso ;;w :;;;;;:;wl:w Ano 2015 Poder Legislativo Municipal Plenário das DPiihPrarííP Protocolo N. 0 348, Liv. 24, Fls. Em 24/04/20 1 5. às 15:25hs. O Projeto de Lei O Projeto

Leia mais

COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad

COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad www.autenticaeditora.com.br Rua Aimorés, 981, 8º andar Bairro Funcionários CEP 30140-071 Belo Horizonte, MG Tel. (31) 3222-6819 Fax:

Leia mais

Como conversar com possíveis iniciadas

Como conversar com possíveis iniciadas Como conversar com possíveis iniciadas Convidar outras mulheres a tornarem-se consultoras é uma atividade chave para quem quer tornar-se diretora. Aprenda como fazer a entrevista de iniciação, ou seja:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 81 Discurso na cerimónia de entrega

Leia mais

Respeitáaavel púuublico, vem aí o Palhaço Picoly! Escrito por Administrator

Respeitáaavel púuublico, vem aí o Palhaço Picoly! Escrito por Administrator No dia do Circo, 27 de março, o Janellá traz para você a mais que especial entrevista com o kalderasch Benedito Sbano, que dá vida ao Palhaço Picoly. Confira! Palhaço, cigano, poeta e escritor, com 83

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais