Edição #11 dezembro ESTUDO E ESPORTE Como conciliar? OUTUBRO ROSA Portraits. SKATE para meninas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edição #11 dezembro 2009. ESTUDO E ESPORTE Como conciliar? OUTUBRO ROSA Portraits. SKATE para meninas"

Transcrição

1 Edição #11 dezembro 2009 ESTUDO E ESPORTE Como conciliar? OUTUBRO ROSA Portraits SKATE para meninas

2

3 EDITORIAL Brigitte Mayer C hegamos a mais um fim de ano, o ano letivo escolar está terminando e as provas finais definem quem passa ou não. Assim como a escola e a faculdade, o calendário esportivo termina e define os seus campeões. Assim podemos traçar um paralelo: nos estudos, adquirir conhecimento, tirar boas notas e passar de ano pode ser comparado à chegada ao mais alto lugar no pódio. Em resumo, um dos principais objetivos seria o mesmo: ter sucesso naquilo que se faz. Vida de esportista não é nada fácil. A rotina diária se divide em várias horas de treinamento, musculação, alongamento e tudo aquilo que pede uma preparação adequada. A agenda é apertada e quase sempre o atleta não tem fim de semana pois é quando acontecem a maior parte dos campeonatos. Como conciliar tudo isso com os estudos, quando cada vez mais as competições e a profissionalização se dão precocemente? Alguns conseguem. Outros, optam por deixar de lado o estudo sem nem mesmo terminar o ensino médio. Mas onde, quando e para quem pesa, ou não, o ensino básico na carreira de um esportista? Coletamos uma série de depoimentos de atletas, freesurfers, empresários, técnicos, patrocinadores, pais, dirigentes, e agora está lançado o debate. Alguns podem afirmar que educação, informação, cultura e conhecimento podem vir de uma série de fontes. Entretanto, a escola continua sendo a principal base para a formação de um indivíduo, seja ele esportista ou não. O estudo e o esporte, na fase da formação de uma criança ou jovem, se completam. Raciocínio, interpretação, disciplina, concentração, paciência, autocontrole e respeito são apenas alguns exemplos que poderão ser colocados em prática em ambas as atividades. Com disciplina, apoio familiar dos educadores e das instituições escolares junto ao apoio dos seus patrocinadores, levando ainda em conta a política social e educacional da sociedade brasileira, é possível manter os treinamentos e os estudos em dia. Assim, os jovens atletas brasileiros são estimulados e os futuros cidadãos e grandes campeões serão gratos a todos. Foto: Roberta Borges Em meio a esse debate, que pode e deve se estender, a edição traz também outro alerta social: a saúde da mulher. O assunto, que é recorrente aqui na EHLAS, dessa vez veio vestido de rosas. Em um gesto de cidadania, algumas surfistas vestiram a flor rosa em prol do movimento Outubro rosa. Movimento este que educa, informa e conscientiza a todos sobre o câncer de mama. E, para finalizar, muito surfe, bodyboard e skate coroando com charme mais um fim de ano. Boas festas, boas ondas e até o ano que vem!

4 Foto: Suelen Naraisa No ensaio para o Movimento Outubro Rosa, Michelle des Boulions distribuiu sorrisos. Quando surfa as ondas do Rio de Janeiro, ela sai distribuindo muita água para o céu. Foto: Rick Werneck Foto ação: Arthur Toledo ÍNDICE: Editorial Cartas Portrait... Outubro Rosa Baterias... Suelen Naraisa Circuito Petrobras WQS Skate... Meninas do Skate Beach Tennis... Joana Cortez Bodyboarding...Circuito Mundial Ehlas Acontecem Ecologia

5

6

7 ROBERTA BORGES Editora e fotógrafa LUIZ FLAVIO TI Designer MONIKA MAYER Designer RICARDO LARGMAN Editor de textos CLAUDIA GONÇALVES Editora BRIGITTE MAYER Editora RICK WERNECK Editor de fotografia

8 SORAIA ROCHA, ROBERTA MILAZZO E RENATA CAVALLEIRO Bodyboarders LAILA WERNECK Produtora e ecologista MARIANA CONSORT Videomaker FABIO FANTAUZZI SolariFilmes COLABORADORORES DE FOTO: NILTON SANTOS BASILIO RUY FABIO MINDUIM ARTUR TOLEDO AGRADECIMENTO ESPECIAL: MATÉRIA SKATE: Texto: Evelyn Leine Fotos: Carol Carneiro Vídeo: Mauricio Casarin KIM MILWARD Videomaker RODRIGO TINOCO Fotógrafo

9

10

11 Leia as cartas no acesso online

12 O Outubro Rosa teve início na Califórnia e tem o objetivo de dar visibilidade à causa do câncer de mama, a fim de conscientizar as pessoas, mulheres, em particular, sobre a importância do diagnóstico precoce da doença, e também ressaltar a relevância da mamografia, prestar informações sobre a saúde da mama e contribuir para a erradicação desta doença que ameaça a vida. A popularidade do projeto alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversas culturas em torno da causa.

13 Nos últimos anos, durante o mês de outubro, várias ações acontecem ao redor do mundo usando a cor rosa como símbolo da causa. Monumentos históricos e edifícios de algumas capitais do Brasil e do mundo são iluminados de rosa; o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, foi um desses monumentos. Além disso, vitrines e paginas inteiras da internet se colorem de rosa e as pessoas usam o famoso laço rosa também. O Circuito Petrobras de Surfe Feminino e a revista EHLAS abraçaram a causa e convidaram algumas surfistas do Brasil para entraram no movimento. Usando o símbolo da Rosa rosa, as surfistas Jacque Silva, Bárbara Müller, Suelen Naraisa, Mainá Thompson, Claudia Gonçalves, Michele dês Boullions e Estrela Branco mostraram muita beleza e cidadania: vestiram a rosa como um alerta, contribuindo, assim, para essa importante campanha. Jacqueline Silva

14

15 Mainá Thompson Estrela Blanco

16 Mainá Thompson

17 Estrela Blanco

18 Michelle des Bouillons Bárbara Müller

19 Michelle des Bouillons

20 Bárbara Müller

21 Claudia Gonçalves Suelen Naraísa

22 Claudia Gonçalves

23 Suelen Naraisa

24 Por Chantalla Furlanetto e Brigitte Mayer

25 Oatleta começa uma vida de responsabilidades muito cedo: viagens, campeonatos, sempre muito longe da família, amadurecimento precoce. Tudo isso em torno de um sonho, que é o de se tornar o melhor e aproveitar ao máximo as oportunidades para sua evolução. Jovem, o atleta viaja cada vez mais e mais, e é comum ter que deixar a escola de lado, por opção, por necessidade ou por ambos. Mas a realidade é que é muito difícil viver de um esporte para sempre. A ideia de que você terá um patrocinador que lhe pague bem, que você vai poder ter estabilidade financeira para o resto da sua vida, que chegará um momento que você vai se cansar e vai ganhar uma bela de uma aposentadoria tudo isso é pura ilusão. A realidade é bem diferente. E bastante dura. O que se vê são talentos incríveis perdendo patrocínio e sem oportunidades. É certo, para representá-lo ou representar a sua empresa, o patrocinador prefere muitas vezes exige alguém que saiba falar, que se comunica bem, que saiba dar entrevistas e passe uma boa imagem. Às vezes, bons surfistas perdem patrocínio por só saberem surfar; a diferença de uns e outros não esta só dentro da água. Assim, após coletarmos depoimentos de alguns dirigentes, técnicos e empresários do mundo do surfe, percebemos que a opinião é unânime: estudar pode ser o diferencial. Todos os entrevistados mencionam a importância dos estudos na carreira dos atletas do surfe. Concluímos também, ao ler alguns depoimentos dos pais, que o apoio e incentivo familiar são de enorme importância para a educação e para uma carreira esportiva de sucesso. E não poderíamos deixar de fora os depoimentos de algumas atletas de ponta, atletas com histórias diferentes, mostrando que realmente é possível ser uma campeã, concluir o ensino médio e até mesmo cursar faculdade. Você vai conhecer meninas esforçadas, dedicadas e vencedoras dentro e fora d água. Algumas conseguiram conciliar facilmente; outras tiveram mais dificuldade. Mas tentaram, e demonstram ter consciência da importância da educação para qualquer pessoa, e isso inclue o esportista!

26 Foto: Arquivo pessoal Carol Freitas, 28 anos, atleta do kitesurf Eu terminei a minha faculdade de comunicação e também já fiz um MBA de Marketing. Continuo competindo e atuo na minha área, trabalho na Bintang e na loja do meu marido, a Kitestore, mas o kite de competição ainda é a minha prioridade. Acredito que conciliar os estudos juntamente com o esporte é extremamente importante. É verdade que tem certas fases na carreira de um atleta que realmente temos de abrir mão de tudo e focar 100% nos treinos e competições. Eu passei por essa fase também. Logo no começo da minha carreira, fiz uma viagem longa de quase três meses para gravar um filme de kitesurf; era uma oportunidade que eu não podia deixar passar e tranquei a faculdade. Não vejo problemas quando ocorre isso. Podemos trancar quantas vezes forem necessárias desde que tenhamos em mente a importância dos estudos e nunca deixarmos eles de lado. Em épocas de competições era uma correria só. Tentava assistir as aulas, não perder as provas e, ao mesmo tempo, estar pronta para competir! Confesso que não foi uma tarefa fácil, mas tudo valeu a pena no final. Me ajudou a amadurecer de uma forma geral e me sinto muito mais segura de saber que, no momento em que eu decidir parar de competir, vou estar pronta para seguir a minha outra carreira. É muito importante também ter a colaboração de amigos e, principalmente, dos professores. É impossível não perder provas; na verdade, parece até que é combinado: os campeonatos sempre caem na semana de provas! E nesses casos só os professores podem nos ajudar. Então, aí vai uma dica: sempre tenha uma ótima relação com seus professores desta forma tudo se torna mais simples! Tudo o que é feito com muita dedicação dá mais prazer no final! E passa bem rápido. Até a monografia que é tormento na nossa vida, quando você vê, já acabou!

27 Carol Freitas Foto: Arquivo pessoal

28 Jacqueline Silva, 27 anos, surfista profissional e bicampeã do WQS Quando ainda cursava o ginásio, eu já competia o circuito brasileiro amador. Até ai tudo bem, eram quatro ou cinco eventos no ano e eu perdia poucas aulas neste período. O pior veio quando comecei a fazer o ensino médio, pois foi também no ano que me iniciei no circuito mundial. Sempre tentei fazer as duas coisas bem feitas, surfar e estudar; em nenhum momento pensei em largar os estudos para surfar, sempre tive isso em mente e também meus pais me educaram pra isso. Iria terminar os estudos independentemente se eu fosse optar em seguir surfando, ou melhor, competindo ou não. Mas ali, com 14 para 15 anos, eu já sabia que era o surfe que eu queria para a minha vida como profissão. Junto com a maratona de competições começaram as faltas constantes nas aulas, já que estava prestes a terminar o terceirão. Entre uma viagem e outra, sempre conversava com meus professores com antecedência e eles me passavam trabalhos e provas antes ou depois de eu ir viajar. Nunca tive problemas com eles, tanto que, quando retornava das competições, sempre era recebida no colégio com festa pelos professores, diretora e alunos de classe. O difícil nisso tudo era ter que fazer a prova sozinha sem poder colar (risos). Foi uma fase muito legal. Mesmo assim, ficava sempre em recuperação final, tendo que depois correr atrás do prejuízo, ou melhor, comer os livros estudando para as provas finais. Mas sempre deu certo e acabei terminando o segundo grau. Então, no circuito mundial, foi só dar continuidade às viagens e ao objetivo principal, que era viver do esporte no qual estou até hoje. Todos temos que estudar: se um dia acontece um acidente, e se não tivermos estudado, o que vamos fazer da vida? Foto: Arquivo pessoal

29 Jacqueline Silva Foto: Rick Werneck

30 Fotos: Arquivo pessoal Bruna Schmitz, 19 anos, surfista profissional, top WCT Eu sempre gostei de estudar. Da primeira à quarta série, minhas notas eram sempre dez em todas as matérias e, quando tirava um 9,6, já questionava e até pedia uma segunda prova, porque não queria aquela nota. Quando comecei a surfar e competir ficou mais difícil estudar. Quando começaram as viagens, eu sempre tentava negociar e só viajava nos finais de semana para não ficar com as matérias atrasadas. Enquanto eu pude, levei a escola em primeiro lugar. Quando me profissionalizei, sofri muito porque amava estudar e queria me graduar em um curso superior na área de design de moda caso eu descobrisse que não teria chance no surfe, a minha segunda opção era ser uma estilista. Com tantas viagens e compromissos, acabei por terminar apenas o ensino médio, e acho que é o mínimo que se deve esperar de um atleta. Se por ventura não der certo no esporte, você já tem meio caminho andado para uma segunda opção profissional. Sempre tive muito apoio da minha família e da minha escola para conseguir estudar e viajar. Não tive muitas dificuldades porque sempre fui uma aluna muito disciplinada, e só não entro pra universidade hoje porque realmente seria difícil demais conciliar e eu acabaria por fazer duas coisas malfeitas. O que me consola é que estou me dedicando a fazer aquilo que eu mais amo e que desde o inicio foi o maior sonho: profissionalizarme no surfe e um dia chegar ao lugar mais alto do pódio. As viagens pelo mundo não deixam de ser também uma escola, pois me obrigaram a aprender inglês. Conheci diversas culturas, culturas muito diferentes da nossa tupiniquim. Por onde eu passo, faço novas amizades e posso até não enriquecer surfando, mas tenho certeza de que a experiência e a bagagem cultural me acompanharão para sempre. E se um dia eu descobrir que o tempo das ondas se foi, coloco a pastinha debaixo do braço e volto para a sala de aula. O destino exige que eu siga em frente, seja qual for a minha aptidão, e eu pretendo remar muito, surfar muito, viver muito! FERNANDA SCHMITZ, mãe da Bruna Schmitz Eu sempre deixei claro que os estudos deveriam estar em primeiro lugar. Admito que não é fácil conciliar a vida de estudante com os compromissos de atleta, mas é preciso encontrar um ponto de equilíbrio entre as duas coisas. Provas e viagens, treinos e competições, tudo precisa ser analisado para

31 que a gente possa priorizar um ou outro. A família sempre deu o suporte necessário para a Bruninha terminar o ensino médio e esse foi concluído, apesar das dificuldades. Quando ela chegava das viagens, eu já estava com toda a matéria atrasada para ela repor. Eu ficava acordada com ela até que ela terminasse de repor todas as matérias, e isso acabava sempre por volta de uma hora da manhã. O dia seguinte era extremamente cansativo, pois ela acordava às 06h40min para ir à escola. Eu ficava morrendo de dó, mas aguentava firme. Quando ela começou a competir o WQS, a coisa ficou ainda mais grave: ela vinha para o Brasil e ficava a semana inteira dentro de casa, nem surfava enquanto não colocava tudo em dia; não parava de escrever, fazia calo nos dedos. Foi necessário ir ao colégio conversar com os professores para ela poder digitar algumas matérias no computador. Os professores sempre ajudavam no que era preciso dando trabalhos e provas atrasadas. O surfe, assim como a maioria dos esportes, não é para sempre, mas o conhecimento adquirido em sala de aula, sim, é para toda a vida. Quando ela concluiu o ensino médio, achou que podia fazer faculdade e competir ao mesmo tempo, mas percebeu que não daria certo, pois faria duas coisas malfeitas, ao invés de uma só em que ela pudesse ser a melhor. Ela não se deu por vencida e disse que ia tentar durante três anos alcançar a elite mundial do surfe, o WCT. Se não conseguisse, iria se afastar das competições para se graduar em algum curso superior na área de moda e design. Quis o destino e o empenho dela que esse resultado viesse muito antes do esperado, já no primeiro ano em que ela competiu na categoria de acesso (WQS): ela conquistou o direito à vaga no WCT, e agora, quem sabe, a faculdade fica adiada para o fim da carreira no esporte. Bruna Schmitz Foto: Rick Werneck

32 Nathalie Martins, Marcelo Andrade, Fotos: Arquivo pessoal; Ação: Rick Werneck 19 anos, surfista profissional Sempre consegui conciliar os estudos com as competições. Às vezes, perdia muito conteúdo, mas meus colegas e a maioria dos meus professores me davam uma força para recuperar tudo e ir bem nas provas. Era um ou outro que ferrava com a minha vida, por isso eu tinha que me esforçar bastante. Minha mãe sempre ficou no meu pé, então, eu tentava manter as notas em dia. Este ano eu comecei a graduação e o pessoal da universidade está dando o maior apoio para eu continuar competindo. Acredito que dá para ganhar dinheiro surfando, mas talvez seja uma carreira curta. Apesar de eu não gostar tanto de estudar, acho muito importante buscar mais conhecimento. Além do que aprendemos no dia a dia e da experiência de vida para enriquecer nossas ideias. A galera sempre me ajuda com as aulas perdidas. diretor executivo da Abrasp (Associaçã o Brasileira de Surfe Profissional) O atleta sem estudo dificilmente dá o mesmo retorno que um informado e bem articulado. Com o mundo globalizado, a informação ficou mais rápida e os meios de comunicação procuram conteúdo para alimentar seu editorial. As pessoas bem articuladas têm possibilidades maiores de conquistar esse espaço aberto pelos meios de comunicação. É muito importante um atleta saber se expressar em português e de preferência também em inglês para saber lidar com qualquer tipo de situação. Para isso, ele tem que estudar e se portar como profissional e, assim, ser reconhecido na sua carreira. O atleta com talento, preparado fisicamente e com estudo tem grandes chances de ser bemsucedido em sua carreira.

33 Isabela Lima, 14 anos, surfista categoria Mirim Eu estou no primeiro ano do ensino médio da Escola Parque. O colégio não me dá apoio financeiro, mas, se eu precisar, eles fazem até quatro chamadas para mim. Sempre ao meu lado, junto com o apoio do colégio, minhas amigas também me ajudam muito me passando as matérias. Eu sempre consegui conciliar bem o surfe com a escola. Sempre que volto de viagem procuro saber o que foi dado em aula. Estudo bastante, me dou bem no colégio e passo de ano. LIDIA LIMA, mãe da Isabela A Isabela se dá bem no colégio. Ela é meio preguiçosa, mas nada que uma bronquinha não resolva. Sempre que ela volta de viagem, eu já peguei a matéria e a ajudo com os deveres e trabalhos. Acho o estudo importante, já que não podemos adivinhar o futuro. Além da escola, ela vai para o curso de inglês, que também é importante. Foto: Rick Werneck Assista ao vídeo no acesso online

34 Claudia Gonçalves, 24 anos, surfista profissional e jornalista Acho que a educação é a base de tudo. Comecei a competir aos 14 anos e já viajava bastante; nunca foi fácil conciliar a escola, os treinos e as viagens. Mas, com esforço e dedicação, consegui terminar o colegial. A minha escola sempre me apoiou bastante, isso é algo que eu julgo ser superimportante, pois a instituição de ensino tem que entender que temos uma vida diferenciada. Esse apoio é essencial. Quando comecei a viajar para fora do País, fiz um intercâmbio de inglês na Austrália. No ano seguinte, comecei a maratona de cursar uma faculdade, correr o circuito brasileiro e o WQS. Tudo junto! Não acho que todos os surfistas/atletas tenham que fazer uma faculdade, pois é muito difícil se dividir entre essas atividades. Mas acho que deveria ser obrigatório terminarem ao menos o ensino médio: quando somos adolescentes, achamos que é um saco estudar, ir à escola e que não iremos usar nada daquilo para o nosso futuro. Eu também pensava assim. Mas, hoje, vejo que em cada segundo do meu dia eu coloco em prática muita coisa que eu aprendi na escola, na faculdade e nos cursos de línguas que fiz no exterior! Devido a isso, tenho plena certeza de que, quando eu terminar a minha carreira como surfista profissional, poderei exercer qualquer outra profissão, e isso me deixa muito mais tranquila em relação ao meu futuro. Pedro Robalinho, técnico de surfe, CADES (Centro de Aprendizagem e Desenvolvimento do Surfe) Considero os estudos fundamentais. Já tive atletas que deixaram de estudar para ficarem livres para surfar. Nunca achei uma boa ideia e sempre combati isso. Existem diferentes formas de estudo, de ensino. Viajar é muito importante para o surfista atingir seu melhor nível técnico, então a solução é um método alternativo de ensino à distância combinado com aulas de reforço em períodos selecionados dentro de um planejamento, quando o atleta está na sua base, onde ele mora. Inglês, contabilidade, informática e conhecimentos gerais são determinantes para uma pessoa ter sucesso em suas viagens pelo mundo. Foto: Rick Werneck

35 Alberto Jacob, coordenador de turma de treinamento da Escola Municipal de Surf de Ubatuba Com certeza, o estudo não pode faltar. Na Escola de Surf da Prefeitura de Ubatuba, é obrigatório estar devidamente matriculado e frequentar a escola para poder participar das aulas de surfe. Foto: Rick Werneck Quando o atleta se torna profissional, tendo assim muitas competições, viagens, obrigações com o patrocinador, é obvio que fica difícil conciliar surfe e estudo. Porém, isto acontece na maioria das vezes com o atleta depois dos 16, 17 ou 18 anos. Com esta idade, já deu para terminar o segundo grau, que é o mínimo que temos que exigir de um atleta.

36 Renata Tambon, 20 anos, surfista O ano que passei sem estudar foi muito importante para a minha vida de atleta. Esse tempo foi necessário para saber o que eu queria, tanto nos estudos como no surfe. Nesse período, passei oito meses em Florianópolis e vi que para ser uma atleta de verdade necessitava de uma dedicação intensa. Pensei em não largar o surfe, mas também vi dificuldade para viver dele aqui no Brasil. Retornei para minha casa em Salvador e prestei vestibular; escolhi o curso de Administração, algo que realmente eu gostava entre todas as opções dos cursos. Ganhei uma bolsa na minha faculdade (FTC, Faculdade de Tecnologia e Ciências). Se eu não tivesse o apoio da minha faculdade, sem dúvida seria muito mais difícil e mais uma vez teria que fazer escolhas. Minha faculdade me ajuda bastante. Confesso que perder um dia de aula é um atraso muito grande. A maioria das vezes perco mais que um dia de aula e faltas reprovam. Mas a minha faculdade é ciente do meu calendário esportivo, e é isso que me ajuda bastante. Educação é a coisa mais importante nesse mundo, inclusive para nós, atletas, pois os estudos nos dão sabedoria, e é disso que precisamos na vida. Foto: Pepe Ramo Foto: Arquivo pessoal

37 Laila Werneck, UIDU Produções, organizadora do Circuito Petrobras de Surfe Feminino Estudo na vida de qualquer profissional é primordial. Conhecimento nunca é demais. O estudo exercita o raciocínio, a dedicação e a necessidade de superação, três coisas muito importantes na competição. Estudar promove um alargamento cultural, necessário em diversas situações, como, por exemplo, em uma entrevista. A atleta de hoje tem que ser completa e deve atuar com profissionalismo dentro e fora d água, focando na performance e na sua imagem. Atletas são ídolos e têm a obrigação de dar bom exemplo e acrescentar dados positivos para a nova geração. Uma atleta em idade escolar, e até o ensino médio, deve valorizar o estudo tanto quanto as competições e tentar conciliar ambas atividades dentro do possível, mesmo que depois tenha que adiar a sua entrada em uma faculdade (a meu ver, também de significante importância na vida de qualquer pessoa, mesmo que seja depois de parar de competir). Com boa vontade e dedicação, não será uma tarefa impossível. E os benefícios serão sentidos tanto na hora das competições quanto, por exemplo, nas viagens. O atleta que leva em consideração a importância do estudo se ambienta mais facilmente em outro país. Entende e respeita sua cultura, e com certeza, se locomove e se alimenta com muito mais habilidade. Estudar línguas, principalmente o inglês, para o atleta que compete fora do Brasil, também é de extrema importância, não só para o entendimento no país de destino, mas para sua imagem. E o patrocinador quer ver sua atleta arrebentando dentro e fora d água. Afinal, assim como a atleta, as marcas investem e vivem de sua imagem. No Circuito Petrobras de Surfe Feminino, ao fazermos o cronograma, levamos em consideração as categorias amadoras. Presumimos que as atletas amadoras abaixo de 18 anos, estejam estudando e, por isso, as competições das categorias amadoras só caem no sábado para que assim não precisem faltar aula. Quanto a surfista estar ou não matriculada na escola, acho que é um dever dos pais e também das federações regular e exigir. Fica muito difícil para nós, organizadores, ficar fiscalizando esse item. Foto: Roberta Borges

38 Alfio Lagnado, fundador da Hang Loose e SurfCo E a prova de que nosso modelo está errado é que temos atletas de ponta enquanto amadores e, quando profissionais acabam deixando a desejar. Educação, a meu ver, é um dos maiores problemas que o surfe brasileiro enfrenta. No caso da Surf Co, aconselhamos os atletas a seguirem os estudos, mas a decisão cabe aos próprios surfistas, seus técnicos, managers e pais. Tenho certeza de que bem preparados na escola faz a diferença no longo prazo para qualquer atleta, não só na sua vida competitiva, mas para seu futuro após a carreira competitiva. Shayana Avelino, 20 anos, longboarder Fotos: Arquivo pessoal Considero este um dos maiores problemas do surfe brasileiro. Não só porque os meninos deixam de frequentar a escola, o que por si só já é um absurdo, na maioria das vezes apoiados pelos pais, que vêem nos seus filhos a oportunidade de um futuro melhor para toda a família. O estudo, a rotina da escola e a formação educacional é são pilares para que um surfista tenha um preparo para competir, analisar todos os fatores envolvidos numa carreira competitiva. Sou uma pessoa que, aos 20 anos, já está com tempo faltando. De manhã, estudo, à tarde trabalho, e quando posso eu surfo. Infelizmente encaixar o surfe com as outras responsabilidades é quase impossível atualmente, mas faço o que posso para equilibrar tudo o que quero. Preciso me sustentar e, consequentemente trabalhar. No meu caso, se o surfe substituísse o trabalho, estudaria e surfaria o tempo todo. Talvez tenha até que deixar de competir, pois meu trabalho não suporta tantas faltas. A vida é abrir mão das coisas que gostamos pela sobrevivência. Foto: Rick Werneck

39 Chloe Calmon, 15 anos, longboarder Eu tenho um apoio do Colégio Qi do Recreio, onde estudo. Como sou boa aluna e gosto de estudar, é mais fácil conciliar o surfe com o estudo. Tenho hora para surfar e hora para estudar. O Qi é um colégio muito bom, que prepara o aluno para os desafios da vida adulta. Eu me sinto motivada por estudar lá; ir à aula é um prazer, e não um fardo. Quando perco alguma prova por causa das competições nacionais, eles são compreensivos e me ajudam a reagendar as provas perdidas. É claro que o estudo vem em primeiro lugar, pois, no Brasil ainda não há como seguir em uma carreira de atleta de longboard feminino, nem viver disso. Pretendo fazer faculdade de marketing e trabalhar nessa área, talvez junto com o esporte. Mas o surfe sempre vai ser minha paixão: vou surfar até ficar velhinha! Aproveito a oportunidade para reforçar a importância de continuar estudando! Netão, chefe de equipe Mormaii Sempre priorizamos o atleta que estuda e damos toda a assessoria possível para que ele continue estudando. A empresa conta com mais uma grande força para nossos atletas, que é o CDC Aragua (Centro Desportivo e Cultural), que tem a proposta de formar atletas de autorrendimento, dentro e fora da água, tornando-os uma referência e a escola é a nossa grande aliada. Foto: Rick Werneck Quanto às viagens para competições ou para treinamentos e produções de imagens, sempre procuramos um acordo entre aluno e escola, sendo que o aluno-atleta fica com o maior desafio: estudar, competir e treinar. O surfe é uma opção e os estudos são uma necessidade para sua formação. Com disciplina, tudo é possível!

40 Vivian Mesquita, repórter da ESPN Antes de ser jornalista eu já era surfista. São quase 13 anos com as letras e 18 com as ondas. A ESPN é o segundo canal em que trabalho, mas o primeiro na editoria de esporte. Levando isso em consideração quando cheguei aqui em 1999 eu era mais surfista do que jornalista. De cara me mandaram para quase todos os campeonatos de surf que rolavam. Virei figurinha carimbada. Como quase não podia mais pegar as minhas ondas tive que me mudar de Santos, no litoral, para São Paulo, vivia um sonho e pensava: Que maravilha! Posso ser jornalista, minha profissão de alma, e ainda fazer matérias do meu esporte! Que ilusão! Eu juro! Não levou nem duas coberturas de campeonato para eu chegar à redação e desabafar: Acho que vou montar uma assessoria de imprensa para ensinar surfista a dar entrevista. E olha que eu sempre soube como entrevistar um surfista... Ninguém nunca me viu de terninho na praia, né?! Aquilo acabava comigo. Pior ainda era agüentar as piadas dos editores nas ilhas de edição. Eu ficava brava, não queria que ninguém falasse mal do meu esporte. Só eu, afinal minha crítica era construtiva... Teve uma época em que eu comecei a evitar os campeonatos de surf, mas foi aí que eu percebi que aquilo também se repetia nos outros esportes. Entendi então que a minha atitude é que deveria mudar. Passei a corrigir os atletas. Sempre com a maior educação possível, havia decretado: nenhum surfista ia falar errado nas minhas matérias. Assim, comecei também a me aproximar mais deles e, para alguns, cheguei a falar abertamente que precisava melhorar o português e estudar. Logo comecei também a fazer programas e como apresentadora passei a aproveitar toda a chance de falar sobre a importância da escola. Outro dia, num programa com o Edinho Leite, nós falamos que é um crime o que se faz com essa molecada de 13, 14 e 15 anos. Muitos abandonam a escola para começar a viver uma vida de surfista profissional, viajando pelo mundo. Tem espaço para todos eles no mercado? Nem sempre o talento é a garantia. Só existe um Slater, só existe um Mineirinho. Quem é que vai resolver a vida de um adulto frustrado no esporte e sem outra opção? Não digo para não viajarem, apenas sugiro que suas carreiras sejam planejadas com atenção. Num bate-papo com a Simone, a mãe do Gabriel Medina, para marcar uma pauta, eu perguntei: ele já estará de volta em casa agora no mês de novembro? Ela respondeu: Ai dele se não voltar pra casa! Ele precisa ir à escola fazer as provas e os trabalhos para compensar as faltas! Palmas para a Dona Simone. Fiz aqui um desabafo público que só alguns amigos próximos sabiam, mas também tenho que dizer que a realidade de 1999 já mudou bastante. Pais estão mais responsáveis e as empresas sérias também estão preocupadas com a educação dos atletas. Fotos: Arquivo pessoal

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB!

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! A história da Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para Analista Tributário da Receita Federal do Brasil, é mais uma das histórias

Leia mais

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL WWW.SUPERVISORPATRIMONIAL.COM.BR SUPERVISOR PATRIMONIAL ELITE 1 OS 3 PASSOS PARA O SUCESSO NA CARREIRA DA SEGURANÇA PATRIMONIAL Olá, companheiro(a) QAP TOTAL. Muito prazer, meu nome e Vinicius Balbino,

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga?

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga? Abdias Aires 2º Ano EM Arthur Marques 2º Ano EM Luiz Gabriel 3º Ano EM Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam

Leia mais

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas.

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas. ESCOLA MUNICIPAL BUENA VISTA Goiânia, 19 de junho de 2013. - Turma: Mestre de Obras e Operador de computador - 62 alunos 33 responderam ao questionário Orientador-formador: Marilurdes Santos de Oliveira

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

Por Carol Alvarenga, em 17 de junho de 2014, 15h Esquemaria.com.br

Por Carol Alvarenga, em 17 de junho de 2014, 15h Esquemaria.com.br Esquemaria.com.br / Dicas de estudos / 4 mitos sobre estudos: saiba mais como evitar estes erros Talvez você conheça estes mitos sobre estudos, mas você sabe a verdade por trás deles? Hoje eu trago um

Leia mais

ENTRE FRALDAS E CADERNOS

ENTRE FRALDAS E CADERNOS ENTRE FRALDAS E CADERNOS Entre Fraldas e Cadernos Proposta metodológica: Bem TV Educação e Comunicação Coordenação do projeto: Márcia Correa e Castro Consultoria Técnica: Cláudia Regina Ribeiro Assistente

Leia mais

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor.

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor. OSVALDO Bom dia! Meu nome é Osvaldo, tenho 15 anos, sou de Santa Isabel SP (uma cidadezinha próxima à Guarulhos) e, com muito orgulho, sou bolsista ISMART! Ingressei no ISMART este ano e atualmente estou

Leia mais

1ª PERGUNTA: Na sua opinião, como deve ser a formação do trabalhador para o atual mercado de trabalho?

1ª PERGUNTA: Na sua opinião, como deve ser a formação do trabalhador para o atual mercado de trabalho? ANÁLISE DE CONTEÚDO ALUNOS 681 1ª PERGUNTA: Na sua opinião, como deve ser a formação do trabalhador para o atual mercado de trabalho? ANEXO 4 - ANÁLISE DE CONTEÚDO ALUNOS SUJEITO UNIDADE DE CONTEXTO UNIDADE

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

ENTREVISTA MARCOS MARINO 33º COLOCADO AFRFB / 2012

ENTREVISTA MARCOS MARINO 33º COLOCADO AFRFB / 2012 ENTREVISTA MARCOS MARINO 33º COLOCADO AFRFB / 2012 Olá, amigos do Estratégia! Como diz meu amigo Sérgio Mendes, como é bom estar aqui! Hoje irei entrevistar o Marcos Marino, aluno do Estratégia Concursos

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual

0 21 anos: Fase do amadurecimento biológico 21 42 anos: Fase do amadurecimento psicológico mais de 42 anos: Fase do amadurecimento espiritual Por: Rosana Rodrigues Quando comecei a escrever esse artigo, inevitavelmente fiz uma viagem ao meu passado. Lembrei-me do meu processo de escolha de carreira e me dei conta de que minha trajetória foi

Leia mais

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca

Orientação ao mercado de trabalho para Jovens. 1ª parte. Projeto Super Mercado de Trabalho 1ª parte Luiz Fernando Marca Orientação ao mercado de trabalho para Jovens 1ª parte APRESENTAÇÃO Muitos dos jovens que estão perto de terminar o segundo grau estão lidando neste momento com duas questões muito importantes: a formação

Leia mais

PEDRO PINTO: "A IDEIA DE QUE É TUDO FÁCIL PARA OS PROFISSIONAIS ESTÁ BASTANTE ENVIESADA"

PEDRO PINTO: A IDEIA DE QUE É TUDO FÁCIL PARA OS PROFISSIONAIS ESTÁ BASTANTE ENVIESADA PEDRO PINTO: "A IDEIA DE QUE É TUDO FÁCIL PARA OS PROFISSIONAIS ESTÁ BASTANTE ENVIESADA" 25 março 2014 Share on twittershare on facebookshare on emailshare on printmore Sharing Services0 Pedro

Leia mais

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson Jaderson é um garoto de 11 anos, portador de insuficiência renal crônica, paciente do Serviço de Hemodiálise Pediátrica do Hospital Roberto Santos em Salvador-BA. É uma criança muito inteligente e talentosa,

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução Esta segunda sequência respeita a estrutura da sequência do Eben que analisamos.o template é adequado aos profissionais que podem (e querem) trabalhar com os três mosqueteiros, ou seja, apresentar uma

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. Saí da prisão volto coleção Conversas #26 - setembro 2015 - e estou ou não desempregado, para o crime? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS, da

Leia mais

Entendendo a Psicologia como um negócio. Desenvolvendo seus Produtos e Serviços. Preparando sua plataforma de lançamentos

Entendendo a Psicologia como um negócio. Desenvolvendo seus Produtos e Serviços. Preparando sua plataforma de lançamentos Sumário Capítulo 1... 11 Entendendo a Psicologia como um negócio Capítulo 2... 33 Posicionamento de Mercado Capítulo 3... 63 Construindo suas bases Capítulo 4... 93 Desenvolvendo seus Produtos e Serviços

Leia mais

O andebol oferece-me coisas que a faculdade não tem é a demonstração de carácter

O andebol oferece-me coisas que a faculdade não tem é a demonstração de carácter O andebol oferece-me coisas que a faculdade não tem é a demonstração de carácter Aos 24 anos Ricardo Pesqueira tem já um longo percurso andebolístico. Cresceu para o desporto no Águas Santas, mas no currículo

Leia mais

Esta nova sequência tem uma novidade: ela é inédita!

Esta nova sequência tem uma novidade: ela é inédita! Esta nova sequência tem uma novidade: ela é inédita! Hum, essa não é uma novidade. As outras também eram de certa forma inéditas, uma vez que o layout era baseado na estrutura dos Gurus, mas vamos lá,

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Erros Críticos. 11 Erros Que Você Está Provavelmente Cometendo Nos Seus Estudos...

Erros Críticos. 11 Erros Que Você Está Provavelmente Cometendo Nos Seus Estudos... Erros Críticos 11 Erros Que Você Está Provavelmente Cometendo Nos Seus Estudos......E Como Você Pode Evitá-Los, Para Aprender Qualquer Idioma Em Meses E Não Em Anos. Olá, meu nome é Frank Florida, gringo

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

Rio de Janeiro, 2 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 2 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 2 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Ivo Barcelos Assumpção, nasci dia 13 do doze de 1954 em Rezende, Estado do Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu estudei engenharia química na UFRJ, entrei

Leia mais

E-book Internet Marketing que Funciona Página 1

E-book Internet Marketing que Funciona Página 1 E-book Internet Marketing que Funciona Página 1 Produção Este E-book é Produzido por: Sérgio Ferreira, administrador do blog: www.trabalhandoonline.net Visite o site e conheça várias outras Dicas GRÁTIS

Leia mais

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets s O 6 s o i cíp Prin Bá s o sic o d o ét M o D r o n s i t u e G B Escrito por Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método Índice Quem

Leia mais

Rafael Siqueira 0 SUCESSO. é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso!

Rafael Siqueira 0 SUCESSO. é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! 0 SUCESSO é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! 0 SUCESSO é apenas seu! 5 passos para conquistar o caminho para o seu Sucesso! Versão 1.0 Introdução: Acredito que o processo

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

Eu, Você, Todos Pela Educação

Eu, Você, Todos Pela Educação Eu, Você, Todos Pela Educação Um domingo de outono típico em casa: eu, meu marido, nosso filho e meus pais nos visitando para almoçar. Já no final da manhã estava na sala lendo um livro para tentar relaxar

Leia mais

Era o que você esperava? Não, superou todas as minhas expectativas. Ficou lindo. SIRONA.COM.BR

Era o que você esperava? Não, superou todas as minhas expectativas. Ficou lindo. SIRONA.COM.BR É o sonho de consumo de qualquer pessoa ter uma máquina dessa, inclusive o meu. Com o equipamento vou poder ajudar as pessoas a terem o sorriso como o meu e a praticidade também. O que você achou de ser

Leia mais

Quem mais torce, incentiva, acompanha e

Quem mais torce, incentiva, acompanha e Capa esporte de pai para filho Edgard Rondina, o filho Felipe e uma paixão em comum: velejar no Lago Paranoá Por Leane Ribeiro Quem mais torce, incentiva, acompanha e muitas vezes até sofre com a carreira

Leia mais

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 Os 3 Passos Estratégicos para ser Aprovado em Concursos Priorizando os temas do Edital Gerson Aragão Ex-Defensor Público VERSÃO 2.1 Atualizado 12.11.2015 Índice Apresentação.. 03

Leia mais

QUAL É A SUA MAIOR DÚVIDA?

QUAL É A SUA MAIOR DÚVIDA? QUAL É A SUA MAIOR DÚVIDA? Sonhos, Execução e Responsabilidade. ROBERTO FERMINO (ROCO) Q uer saber... Esta semana você é minha prioridade! Fiquei tão movido pelas dúvidas e mensagens de apoio que o mínimo

Leia mais

P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento.

P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento. museudapessoa.net P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento. R Meu nome é Kizzes Daiane de Jesus Santos, 21 de julho de 1988, eu nasci em Aracaju, no estado do Sergipe.

Leia mais

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária.

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. POR ONDE COMEÇAR??? 1. Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. Vai ganhar confiança, aprender

Leia mais

Inglesar.com.br. asasasadsddsçlf

Inglesar.com.br. asasasadsddsçlf 1 Sumário Introdução...04 Passo 1...04 Passo 2...05 Passo 3...05 É possível Aprender Inglês Rápido?...07 O Sonho da Fórmula Mágica...07 Como Posso Aprender Inglês Rápido?...09 Porque isto Acontece?...11

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Histórias de Comunidade de Aprendizagem Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Introdução O projeto Comunidade de Aprendizagem é baseado em um conjunto de atuações de êxito voltadas para a transformação

Leia mais

Escrita Eficiente sem Plágio

Escrita Eficiente sem Plágio Escrita Eficiente sem Plágio Produza textos originais com qualidade e em tempo recorde Ana Lopes Revisão Rosana Rogeri Segunda Edição 2013 Direitos de cópia O conteúdo deste livro eletrônico tem direitos

Leia mais

Associação Dragões Negros

Associação Dragões Negros Associação Dragões Negros Entidade é Referência para as Artes Marciais em Belém do Pará Foto: Selleri Fundada por Custódio Fampa, em 1989, a Associação Dragões Negros é uma referência do Muay Thai e do

Leia mais

Como conversar com possíveis iniciadas

Como conversar com possíveis iniciadas Como conversar com possíveis iniciadas Convidar outras mulheres a tornarem-se consultoras é uma atividade chave para quem quer tornar-se diretora. Aprenda como fazer a entrevista de iniciação, ou seja:

Leia mais

O GUIA DO CONCURSEIRO DE SUCESSO

O GUIA DO CONCURSEIRO DE SUCESSO O GUIA DO CONCURSEIRO DE SUCESSO SUMÁRIO Introdução... 3 Por que prestar um concurso público?... 6 Qual é o melhor concurso para mim?... 9 Por onde começar os meus estudos?... 12 Como controlar a ansiedade

Leia mais

Entrevistado: Data da Entrevista: Entrevista: 1- Como você percebe o processo de criação de marcas?

Entrevistado: Data da Entrevista: Entrevista: 1- Como você percebe o processo de criação de marcas? Entrevistado: Guto Lacaz Data da Entrevista: 19 de Julho de 2011 Entrevista: Pessoalmente Formado em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura de São José dos Campos, faculdade onde também realizou cursos

Leia mais

Atividade - Sequência Conrado Adolpho

Atividade - Sequência Conrado Adolpho Atividade - Sequência Conrado Adolpho Agora, eu quero lhe apresentar os 6 e-mails do conrado adolpho para vender o 8ps. Quero que você leia está sequência com muita atenção e, depois, responda às provocações

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

Mauricio, eles dizem que querem continuar a fazer outros Módulos e o proximo será fruticultura

Mauricio, eles dizem que querem continuar a fazer outros Módulos e o proximo será fruticultura ELES QUEREM MAIS... Sarandi é uma cidade situada no Norte do Paraná e petence a Região metropolitana de Maringá. È uma cidade que cresceu rápido e apresenta uma vunerabilidade social muito grande! É comum

Leia mais

O início de minha vida...

O início de minha vida... Relato 1 Memórias de minha vida Juliana Pedroso 1 O início de minha vida... Perceber com clareza é o mesmo que ter a visão iluminada pela Luz da Alma. Podemos ficar livres da ignorância e ver corretamente

Leia mais

PORQUE O PRIMEIRO EMPREGO É DIFÍCIL?

PORQUE O PRIMEIRO EMPREGO É DIFÍCIL? PORQUE O PRIMEIRO EMPREGO É DIFÍCIL? Em épocas de vestibular, cerca de 1,8 milhão de jovens vão escolher uma profissão e dar arrepios no mercado, ou ficarem arrepiados, dando assim o primeiro empurrão

Leia mais

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja.

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. O primeiro passo para conquistar algo é acreditar que é possível. Se não, a pessoa

Leia mais

Carla- Oswaldo é como que você começou a se envolver com as questões sociais?

Carla- Oswaldo é como que você começou a se envolver com as questões sociais? Depoimento de Oswaldo Setti de Almeida Filho Ação Moradia Carla- Bom dia, Oswaldo. Oswaldo Bom dia, meu nome... Carla- Eu gostaria que você me falasse primeiro o seu nome completo, a sua data de nascimento

Leia mais

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso TEXTO 1 Leia o texto abaixo e nas alternativas de múltipla escolha, assinale a opção correta. INTERCÂMBIO BOA VIAGEM 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Cursos de intercâmbio são uma

Leia mais

Por Tiago Bastos 1. 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online

Por Tiago Bastos 1. 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online Por Tiago Bastos 1 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos 2 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar

Leia mais

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança 03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança Render 5 Vezes Mais por Leandro Sierra Índice Apresentação...03 Introdução... 04 Passo 1...05 Passo 2... 08 Educação Financeira para a Segurança do seu Investimento...

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Palestra 1 Mudança Organizacional. Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças Palestra 1 Mudança Organizacional Texto base: 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças 02 de Dezembro de 2009 10 +1 Mandamentos para ter sucesso em um mundo em constantes mudanças

Leia mais

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com 5Passos fundamentais para Conseguir realizar todos os seus SONHOS Autora: Ana Rosa www.novavitacoaching.com O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos! Eleanor Roosevelt CONSIDERA

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br Olá, concurseiro! É um grande prazer poder lhe dar algumas dicas básicas a respeito da sua preparação para um Concurso Público. Sei que esse é um grande sonho, e ter a oportunidade de colaborar com a construção

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

A atratividade da Carreira Docente no Brasil. Fundação Carlos Chagas

A atratividade da Carreira Docente no Brasil. Fundação Carlos Chagas A atratividade da Carreira Docente no Brasil Fundação Carlos Chagas Questões de pesquisa Quais são os fatores relacionados à atratividade das carreiras profissionais? E especificamente da carreira docente?

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

ESTUDOS DE CASO SOBRE TUTORIA

ESTUDOS DE CASO SOBRE TUTORIA Instituto Federal do Espírito Santo - Ifes Centro de Educação a Distância - CEAD ESTUDOS DE CASO SOBRE TUTORIA Profª. Vanessa Battestin Nunes Fevereiro/2010 1 ESTUDOS DE CASO SOBRE TUTORIA Objetivo: Discutir

Leia mais

Como Montar um Plano de Estudos Eficiente Para Concurso Público E-book gratuito do site www.concursosemsegredos.com

Como Montar um Plano de Estudos Eficiente Para Concurso Público E-book gratuito do site www.concursosemsegredos.com 1 Distribuição Gratuita. Este e-book em hipótese alguma deve ser comercializado ou ter seu conteúdo modificado. Nenhuma parte deste e-book pode ser reproduzida ou transmitida sem o consentimento prévio

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 2 ISSO ESTÁ ME GERANDO R$7.278,05 - R$10.588,38 POR SEMANA E VOCÊ PODE FAZER

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 3 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto: Garimpando

Leia mais

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1 Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] Categorias Apresentação do instrumento [-] Mobilidade/ portabilidade [,] 0 0 Transcrição Alguns

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

Relatório de Atividades Maio e Junho

Relatório de Atividades Maio e Junho Relatório de Atividades Maio e Junho ANA LISE MENSAL MAIO/JUNHO Devido a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 o horário do Projeto Construindo o Saber Pré Vestibular durante a semana foi modificado (16h50min

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL Tenho lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o trabalho de formação no Brasil. Algumas pessoas, alguns profissionais

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 1 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

claro que o emprego existe enquanto houver trabalho para cada empregado.

claro que o emprego existe enquanto houver trabalho para cada empregado. Automotivação Antes de abordarmos a importância da motivação dentro do universo corporativo, vale a pena iniciarmos esta série de artigos com uma definição sobre esta palavra tão em voga nos dias atuais.

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 2 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS SAMARA DA SILVA VIEIRA (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 14 Discurso: em encontro com professores

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Alguma vez você já se viu em alguma situação assim embaraçosa?

Alguma vez você já se viu em alguma situação assim embaraçosa? Primeiro eu gostaria de saber.. eh se você tem namorado? Namorado, tenho não. Já tive muito mais agora faz treis meses que eu moro com um rapaz é um argentino qui qui primeiro quando eu conheci estava

Leia mais

MARIA CÉLIA BASTOS PEREIRA

MARIA CÉLIA BASTOS PEREIRA MARIA CÉLIA BASTOS PEREIRA Maria Célia Bastos Pereira Edição revisada - 2013 Revisado por Maria Helena Bastos Pereira Diagramado por Regina Coeli Duarte rcoeliduarte@gmail.com MARIA CÉLIA BASTOS PEREIRA

Leia mais

Índice. Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach

Índice. Porque fazer um curso de Coaching? Tendências do Mercado de Coaching. Um dia na vida de um Coach. Teste: Tornando-se um Coach Índice Porque fazer um curso de Coaching? Metodologia Comprovada. Resultados sem precedentes As maiores razões para escolher um coach Tendências do Mercado de Coaching Oportunidades da Carreira de Coaching

Leia mais

Graças ao Coaching. eu descobri o que havia de melhor em mim. Bhia Beatriz

Graças ao Coaching. eu descobri o que havia de melhor em mim. Bhia Beatriz Graças ao Coaching eu descobri o que havia de melhor em mim Bhia Beatriz 1 2 Graças ao Coaching eu descobri o que havia de melhor em mim Ilustração da Capa Nádia Krummenauer Artista Plástica Arte Final

Leia mais

COMO MONTAR UM PLANO DE VIDA E REALIZAR SONHOS

COMO MONTAR UM PLANO DE VIDA E REALIZAR SONHOS COMO MONTAR UM PLANO DE VIDA E REALIZAR SONHOS Mensagem de Reflexão Quem não sabe o que quer, corre o risco de não entender o que encontra. Primeiro: defina o que você quer. Segundo: decida o quanto você

Leia mais

AAARP PROJETO ATLETISMO. Acreditamos no poder da transformação através do esporte. E CIDADANIA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO

AAARP PROJETO ATLETISMO. Acreditamos no poder da transformação através do esporte. E CIDADANIA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO Acreditamos no poder da transformação através do esporte. Foto: Matheus urenha PROJETO ATLETISMO E CIDADANIA AAARP ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO Troféu Brasil de Atletismo, Equipe

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais