MBA GESTÃO EMPREENDEDORA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MBA GESTÃO EMPREENDEDORA"

Transcrição

1 COLEÇÃO MBA GESTÃO EMPREENDEDORA EDUCAÇÃO MARKETING E COMUNICAÇÃO Autoras Joysi Moraes Isabella C. Sacramento Organização Sandra R. H. Mariano MÓDULO GESTÃO

2

3 Módulo Gestão Marketing e comunicação Autores Joysi Moraes Isabella C. Sacramento Organização Sandra R. H. Mariano SESI/UFF Realização: Parceria técnica: Apoio:

4 Copyright 2011, SESI / Universidade Federal Fluminense M827m MORAES, Joysi Marketing e comunicação /Joysi Moraes; Isabella C. Sacramento. Organização de Sandra R. H. Mariano. Rio de Janeiro: SESI: UFF, p. - (Coleção Gestão Empreendedora Educação, 10) ISBN: Administração. 2. Marketing e comunicação. 3. Educação empreendedora. I. Sacramento, Isabella C. II. Título. III. Série. CDD Nenhuma parte deste material poderá ser reproduzida, transmitida e gravada, por qualquer meio eletrônico, mecânico, por fotocópia e outros, sem a prévia autorização, por escrito, do SESI / Universidade Federal Fluminense. A 4 Mãos Comunicação e Design Ltda. Projeto Gráfico Flavia da Matta Design Capa Joysi Moraes Isabella C. Sacramento Elaboração de conteúdo Cristine Costa Barreto Coordenação de Design Instrucional Tereza Queiroz Coordenação Editorial Tereza Queiroz Copidesque/revisão de provas Márcia Valéria de Almeida Diagramação Sergio Queiroz Ilustração Cristine Costa Barreto Flavia Busnardo José Marcelo Alencar de Oliveira Design instrucional José Meyohas Revisão de linguagem ii

5 Serviço Social da Indústria SESI Departamento Regional de São Paulo Paulo Skaf Presidente do Conselho Regional Diretor Regional do SESI-SP Walter Vicioni Gonçalves Superintendente Fernando Carvalho Diretor da Divisão de Educação Rosângela de Souza Bittencourt Lara Gerente de Avaliação Educacional SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA - DEPARTAMENTO REGIONAL DE SÃO PAULO Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira Presidente Diretoria Geral Augusto Cesar Franco de Alencar Diretor SESI/DR - Rio de Janeiro Maria Lucia Paulino Telles Diretora Superintendente Diretoria de Educação Andrea Marinho de Souza Franco Diretora Gerência de Educação Básica Hozana Cavalcante Meirelles Gerente Elizabete Otero Mendes Maia Coordenadora Claudia do Canto Wilkoszynski Analista SESI - Serviço Social da Indústria - Departamento Regional do Rio de Janeiro Confederação Nacional da Indústria CNI Robson Braga de Andrade Presidente Diretoria de Educação e Tecnologia Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti Serviço Social da indústria SESI Conselho Nacional Jair Menegueli Presidente SESI Departamento Nacional Robson Braga de Andrade Diretor Renato Caporali Cordeiro Diretor Superintendente SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO NACIONAL UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Roberto de Souza Salles Reitor Sidney Luiz de Matos Mello Vice-reitor Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e inovação ProPPi Antonio Claudio Lucas da Nóbrega Pró-reitor Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e turismo Fernando Augusto Lagoeiro de Oliveira Diretor Curso de MBA Gestão Empreendedora Sandra Regina Holanda Mariano Coordenadora Esther Hermes Lück Vice-coordenadora Vera Regina Ramos Pinto Assistente de Coordenação Fundação Euclides da Cunha de Apoio institucional à Universidade Federal Fluminense Miriam Assunção de Souza Lepsch Presidente iii

6

7 Apresentação da Coleção MBA Gestão Empreendedora Educação A Coleção MBA Gestão Empreendedora-Educação é composta por 15 volumes que abordam conteúdos das áreas de Empreendedorismo, Gestão e Educação e se constituem no material didático de apoio às disciplinas do curso MBA Gestão Empreendedora-Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). A criação deste curso, em 2009, foi uma proposta do Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), que encontrou na Universidade Federal Fluminense (UFF) as condições ideais para desenvolvimento conjunto do projeto. Em 2012, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), por meio do Serviço Social da Indústria Departamento Regional São Paulo, SESI-SP, decidiu extender esta formação aos diretores de escola da rede estadual de educação, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo. O SESI-SP e a UFF compartilham a visão de que a melhoria da gestão das escolas públicas poderia contribuir de forma significativa para a elevação da qualidade da Educação brasileira, resultando em uma melhor aprendizagem dos alunos e contribuindo para uma sociedade com mais oportunidades, inclusiva e justa. Nos volumes desta coleção, os professores do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Empreendedorismo da UFF abordaram os constructos centrais das áreas de Administração, Empreendedorismo e Educação de forma contextualizada, levando em consideração a realidade da escola brasileira. A proposta do curso buscou inovar também na metodologia utilizada, adotando um formato semipresencial, em que cada disciplina foi apoiada por este material didático, desenvolvido especialmente para os profissionais envolvidos com a gestão escolar. Para isso os professores foram treinados em uma metodologia própria, que envolveu a realização de visitas técnicas às escolas, treinamento e acompanhamento da produção dos volumes que integram esta obra por desenhistas instrucionais, revisores gramaticais, diagramadores e editores. Esperamos que, ao final do curso e da leitura dos volumes desta coleção, as ideias defendidas por Darcy Ribeiro, que apregoava a ação e a mudança na sociedade pela realização ou, como ele gostava de dizer, pelo fazimento, contribuam para transformar a escola brasileira em local de desenvolvimento da cidadania e do conhecimento, conduzido pelas mãos de líderes pedagógicos e administrativos que o MBA Gestão Empreendedora-Educação se propõe a formar. Walter Vicioni Gonçalves Superintendente Operacional Serviço Social da Indústria Departamento Regional de São Paulo Sandra Regina Holanda Mariano Coordenadora do MBA Gestão Empreendedora Universidade Federal Fluminense (UFF) v

8

9 Apresentação da Disciplina A disciplina Marketing e Comunicação é parte integrante do MBA Gestão Empreendedora Educação e tem como objetivo conversar com os gestores de escolas sobre os processos de gestão dos relacionamentos internos e externos da escola. As três primeiras aulas tratam de caracterizar o marketing como um dos processos essenciais à gestão escolar, relacionando-o ao alcance das metas das unidades de ensino-aprendizagem. Conversamos sobre a importância do marketing na atenção às demandas da comunidade, às necessidades e aos anseios dos clientes e usuários, ressaltando que um dos papéis do marketing é reconhecer boas práticas de gestão e buscar adequá-las à realidade escolar. Neste sentido, conversa-se com os gestores de escolas sobre os principais elementos da comunicação, mostrando a importância do valor percebido pelos clientes e usuários na promoção da escola nos diversos contextos com os quais ela se relaciona. As Aulas 4 e 5 tratam, especificamente, dos processos de comunicação da escola e, principalmente, dos meios de comunicação interna, ou seja, do endomarketing em organizações escolares. As aulas seguintes trazem para o centro das atenções questões relativas à pesquisa e ao plano de marketing em unidades escolares, apresentando os fundamentos e as etapas de uma pesquisa, bem como as etapas que envolvem a elaboração de um plano de marketing. A conversa com o gestor busca mostrar que a pesquisa de marketing é um dos instrumentos fundamentais no processo de tomada de decisão, pois um dos seus principais objetivos é fornecer ao gestor informações para que as suas decisões sejam as acertadas, considerando a sua realidade. Do mesmo modo, conversa-se com o gestor sobre os principais elementos de um plano de marketing, mostrando a importância tanto dos processos de planejamento e de implementação do que é planejado quanto das etapas de acompanhamento, avaliação e controle para a certificação de que aquilo que está sendo executado está dentro do planejado, ainda que sejam necessárias modificações para a adequação do plano à realidade escolar. Por fim, a última aula, Marketing na Educação, é uma retomada aos processos do marketing educacional, identificando as principais funções do gestor nos serviços educacionais, ou seja, oferecer produtos (bens e/ou serviços) de qualidade que sejam atrativos para clientes e usuários, bem como estabelecer relações duradouras e confiáveis entre a escola e a comunidade escolar. Joysi Moraes vii

10

11 Sumário Marketing e comunicação Aula 1: Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar 1 Aula 2: Marketing: elementos fundamentais à gestão escolar 23 Aula 3: Composto de comunicação e valor percebido: quem é o melhor agente de marketing da sua escola? 53 Aula 4: Comunicação é um processo 75 Aula 5: Meios de comunicação interna - endomarketing 97 Aula 6: Pesquisa de marketing aplicada às escolas 109 Aula 7: Plano de marketing: elaborando um plano para sua escola 143 Aula 8: Marketing na educação 167 ix

12

13 Aula 1 Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar Aula 1 Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar Meta Apresentar os conceitos fundamentais do marketing, relacionando-os ao alcance das metas escolares. Objetivos Após o estudo desta aula, você deverá ser capaz de: relacionar a ideia de marketing às práticas escolares públicas ou privadas; diferenciar bens, serviços e produtos; definir os principais conceitos e fundamentos do marketing; diferenciar marketing e marketing de serviços. Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF,

14 2 Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF, 2011.

15 Adrian Sampson Jean Scheijen Ali, os portões não conhecem cadeados, não há inspetor para controlar o entrae-sai dos adolescentes e os uniformes ficaram no passado, bem guardados no armário. Com tamanha liberdade, qualquer pessoa pensaria que nessa escola, onde os alunos não pagam mensalidade, as salas de aula estariam vazias. Ledo engano. Essa independência é justamente um dos pontos destacados pela direção do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa (Coluni), na Zona da Mata, para justificar a classificação da instituição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2008 como o melhor colégio público do Brasil, pela segunda vez consecutiva. O colégio está localizado dentro do campus da universidade; há toda estrutura para nossos alunos, como grandes acervos de livros e laboratórios. Além disso, nos preocupamos com a qualificação dos nossos professores temos mestres e doutores, destaca Eunice Bittencourt Deohnenberger, diretora. Ela enfatiza ainda que um dos pontos que mantêm a qualidade do ensino é o fato de que, para ingressar na instituição, voltada para o ensino médio, o estudante passa por processo de seleção. Diferentemente de muitas escolas públicas, o professor no Coluni tem dedicação exclusiva e ganha entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. Conheço estudantes que, quando chegaram à faculdade, acharam até fácil, comparando com o ensino daqui, conta Wander [aluno do 3º ano do ensino médio, de 17 anos], que acredita que o fato de os professores serem exclusivos é um ponto forte na qualidade do colégio... revelando que aposta que vai passar, no fim do ano, no vestibular em veterinária na UFV. Me sinto preparado. Não há dúvidas de que o Coluni seja uma instituição exigente com os alunos. Eunice enche o peito para contar que os estudantes do 2º ano estão aprendendo, nas aulas de Biologia, sobre os vários tipos de vírus. Para reforçar ainda mais o processo, eles estão lendo artigos da área em inglês. Bernardo Ferreira Meira Aula 1 Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF,

16 Atividade 1 FAZENDO MARKETING, EU? Diretora e alunos atribuem o sucesso do Coluni a uma série de aspectos. Ao ler esse texto, você saberia identificar: Quais desses aspectos poderiam ser implementados em sua escola? Se sua escola conseguisse implementar todos os aspectos que você identificou, quais benefícios isso traria? O que isso teria a ver com marketing? RESPOSTA COMENTADA Neste caso, as respostas são únicas, pois cada escola é um contexto, um mundo que, provavelmente, apresenta tantas possibilidades quanto impossibilidades. Mas vejamos! Será que seria interessante para sua escola, para os pais dos alunos, ou mesmo para os alunos que estes últimos não usassem uniforme? Será que o uso do uniforme não traz vantagens para a escola e para os clientes/usuários? Estes devem ser seus primeiros pensamentos quando o assunto é marketing: o contexto, o produto (bens e/ou serviços); os clientes/usuários. O marketing deve ser adequado à realidade de cada organização. Certamente, as ações do Coluni, por contar com o apoio da universidade, são adequadas ao seu contexto, e os resultados alcançados, provavelmente, têm gerado maior demanda para este colégio, bem como benefícios, pois bons números no Enem revertem em divulgação e podem atrair financiamentos, melhores recursos para a escola, maior reconhecimento. Você, enquanto gestor da escola, precisa saber que o papel do marketing de cada escola é estar atento às demandas da comunidade, às necessidades e desejos dos clientes e usuários. Pode ser que você acredite que não seja possível implementar na sua escola as mesmas atividades e propostas do Coluni, mas será que é possível adequar à sua realidade algumas destas atividades? Este também é um dos papéis do marketing: reconhecer boas práticas de gestão e tentar adequá-las à sua realidade organizacional. Para alguns, provavelmente, o marketing está essencialmente ligado à propaganda, mas, como descobriremos ao longo desta disciplina, o marketing pode estar associado a diversos outros setores, inclusive o de empreendedorismo escolar, como começamos a perceber com a primeira atividade da aula. Alguns gestores, especialmente das nossas escolas públicas, podem estar pensando: Como assim? Marketing na escola pública? Nós nem precisamos atrair mais clientes/usuários. É tanta demanda que nem damos conta de atender! Não precisamos nem nos preocupar com o modo como nos relacionamos com eles, porque todo ano chegam mais alunos e pais querendo vagas! 4 Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF, 2011.

17 Aula 1 Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar Será que isso é verdade? Mesmo com alunos garantidos e sem ter que atrair novos, é bom estar atento ao fato de que o bom relacionamento com os alunos e pais de alunos pode ajudar a obter benefícios em outras instâncias, como melhores índices de desempenho, maior repercussão local, maiores possibilidades de recursos, além de um bom clima organizacional, certo? Mas não é assim para todo mundo. Na Rede SESI, por exemplo, os gestores têm, sim, que se preocupar não só em atrair novos clientes/usuários, mas também em mantê-los nas escolas. Ainda que seja sem qualquer custo para o cliente! Veja bem! O aluno pode estudar com bolsa de estudos e, ainda assim, o gestor tem que descobrir maneiras de atraí-lo, de convencer seus pais de que a escola do SESI é a melhor para aquele educando, é a que pode oferecer mais oportunidades. Para usar um exemplo internacional, você sabia que em algumas cidades da Finlândia, país que obteve o melhor resultado do PISA em 2006, como sua capital, Helsinque, praticamente todas as escolas são públicas? Saiba mais O Programa Internacional de Avaliação de Alunos, ou PISA (do inglês Programme of International Student Assessment), é basicamente uma avaliação realizada desde 2000, a cada três anos, com o intuito de medir e aprimorar o rendimento educacional nos países da OCDE Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, que se constitui de 31 nações. Cliente/usuário Já que estamos e continuaremos falando sobre cliente/usuário, vamos logo tirar uma dúvida de todos. Seu aluno é seu cliente? Não! O aluno é usuário dos serviços da sua escola. Clientes são os pais dele ou, em alguns casos, a organização que comprou um curso para os funcionários, ou seja, os funcionários-alunos são usuários e a organização é o cliente. Assim como no Brasil, a designação de qual escola a criança ou jovem irá frequentar é definida pelo seu local de residência, ou seja, pela proximidade geográfica. Entretanto, os pais podem escolher outra escola para matricular seus filhos, fora de sua região, desde que justifiquem as razões que o motivaram. Por exemplo, os pais podem decidir que seus filhos devem frequentar uma escola que ofereça educação musical, pois entendem que este é um elemento de formação fundamental e é justamente o que diferencia a escola escolhida. Marilia Dalmas Rachel Figura 1.1: A motivação dos pais para matricular seus filhos em uma escola pode decorrer, por exemplo, da oferta de educação musical. Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF,

18 Ao final do ano, quando a prefeitura faz o balanço das matrículas em sua rede escolar e percebe que uma escola atraiu mais alunos do que o previsto e outras perderam alunos, os gestores buscam identificar quais as razões que explicam o fato. Assim, em conjunto com os coordenadores municipais, os diretores das escolas buscam identificar as lacunas na sua oferta de serviços educacionais e desenvolvem estratégias para oferecer novas modalidades de ensino que atendam às necessidades locais. Veja, neste exemplo, que, mesmo em uma cidade como Helsinque, que contribui com aproximadamente um terço do Produto Nacional Bruto da Finlândia, um país cuja qualidade de vida é reconhecida internacionalmente, o diretor da escola busca atender às necessidades dos seus clientes (os pais), oferecendo serviços diferenciados, como a formação musical, que atende a um público-alvo ou usuário, o aluno. É papel do marketing de cada escola estar atento às demandas da comunidade, às necessidades e desejos dos clientes e usuários. É justamente com base nessa ideia que começaremos nossa incursão pelo mundo do marketing e da comunicação, de modo breve, mas buscando apresentar a você algumas das principais ferramentas do marketing que podem auxiliar no alcance das metas da sua escola. Primeiros passos: diferenciando bens, serviços e produtos O que vem à sua cabeça quando você pensa na palavra marketing? Provavelmente, a promoção ou a propaganda de algum produto, tais como camisas, sapatos, barbeadores, batons, sabão em pó, pincéis para quadro branco e outros. Talvez você pense que é muito fácil falar de marketing quando consideramos esse tipo de bem de consumo. E quando falamos de serviços? Você consegue associar a ideia de marketing a serviços como aqueles oferecidos pelas empresas telefônicas, cabeleireiros, bancos, pela hotelaria, agências de turismo, academias de ginástica e tantos outros? E o que dizer dos serviços dos pintores de paredes, oficinas de carros, de confecção de chaves e colocação de pisos? Kevin Jaako U.S. Navy U.S. Navy Pascal Thauvin Irum Shahid Figura 1.2: Marketing: uma ideia muito mais facilmente associada a produtos do que a serviços. 6 Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF, 2011.

19 Aula 1 Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar E a Educação, o que é? Talvez você nunca tenha pensado nisso, mas na perspectiva do marketing, a Educação também é um serviço. Os profissionais responsáveis, tanto pelas escolas quanto pelas universidades, seja em um espaço especificamente destinado para o ensino quanto no ambiente corporativo, devem se preocupar com a qualidade e o tipo de serviço que oferecem. Devem, ainda, preocupar-se com a qualidade do serviço educacional que entregam aos educandos, independentemente do nível em que estejam. Para tornar essa discussão mais clara e para você compreender, concretamente, de que forma a Educação aparece na perspectiva do marketing, vamos diferenciar os conceitos de bens, serviços e produtos. Os bens podem ser entendidos como algo físico; podem ser claramente descritos em termos de seus atributos (tamanho, partes, materiais, e assim por diante) e também de suas funções 1. Henrik Abelsson Rodrigo Gelmi Mariano de Freitas Guilherme Denzin Sanja Gjenero Figura 1.3: Identificamos bens por meio de seus atributos (tamanho, cores, texturas, materiais) e por meio de suas funções (objetos de higiene, papelaria, uso pessoal, vestimentas etc.). Jeff Prieb Os serviços, por sua vez, podem ser entendidos como qualquer ato ou desempenho essencialmente intangível que uma organização ou pessoa pode oferecer a outra organização ou a outras pessoas e que não tem como resultado a propriedade de algo 2, como os serviços de Educação, por exemplo. Suponhamos que você pague uma escola particular; seu filho vai à escola todos os dias; aprende Matemática, Inglês, Português, Ciências, brinca, passa algumas horas por lá e volta para casa. Na verdade, você está pagando por algo do qual não tem a propriedade, não pode tocar; no máximo, pode comparar com outras organizações que prestam o mesmo serviço. O mesmo acontece no caso dos bancos. Você paga várias taxas para usar os serviços do banco, como o caixa eletrônico, a proteção do seu dinheiro, seus investimentos, mas não tem a propriedade sequer de uma cadeira do banco. Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF,

20 Michael Ufniak Svilen Milev Conor Lawless Steve Knight Figura 1.4: Serviços podem ser entendidos como atos ou desempenhos essencialmente intangíveis que uma organização ou pessoa pode oferecer a outra organização ou a outra pessoa e que não têm como resultado a propriedade de algo. Produtos podem ser bens (tangíveis) ou serviços (intangíveis) adquiridos por clientes/usuários. No caso de o produto ser um bem (tangível), você tem como avaliar a qualidade de alguns de seus atributos. Por exemplo, você pode estabelecer se o tecido de uma camiseta é bom, se é um material durável, se é bonito, se suporta bem o calor e o frio. Você pode até testar a camiseta antes de comprá-la e verificar se fica confortável em você e, se levar para casa e, depois, se desagradar, ainda pode trocar por outra de tamanho maior, menor, ou mesmo por outro bem, como uma bermuda do mesmo preço. Mas quando o produto for um serviço (intangível)? Você tem como experimentar os serviços de uma escola, por exemplo, antes de usar? E se não gostar, tem como dizer que não gostou e pedir para trocar por outro serviço ou pedir reembolso? Provavelmente, não! Uma das principais características dos serviços é a sua intangibilidade (algo que não pode ser tocado, apalpado). É a intangibilidade que faz com que o serviço não possa ser demonstrado ou provado com antecedência. Mesmo que possamos fazer uma distinção clara entre esses conceitos, é muito comum os bens serem acompanhados de serviços. Quando você compra um carro (bem), por exemplo, a empresa também presta um serviço de revisão, de oficina, entre outros. Embora um serviço não possa ser demonstrado ou provado por antecedência, você pode avaliá-lo. Da mesma forma que você pode avaliar uma camiseta, é isso o que você faz quando almoça em um restaurante ou mesmo na cantina da sua escola. Além disso, frequentemente, um serviço envolve um bem. Pense! Um pastel com caldo de cana bem geladinho, feito na hora, é um mix de bens e serviços. Alguém serve e logo você faz uma avaliação do atendimento: se o garçom foi rápido, se demorou, se estava de mau-humor, se a mesa estava limpa ou suja; e também avalia o pastel e o caldo de cana, é claro! 8 Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF, 2011.

21 Aula 1 Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar Bev Lloyd-Roberts Marcelo Jorge Vieira Figura 1.5: A empresa que vende um carro, normalmente oferece um serviço de manutenção e de oficina aos seus clientes. Saborear um delicioso pastel com caldo de cana gelado quase sempre envolve apreciar esses produtos, bem como o serviço do garçom que trouxe o pedido à mesa. Isso é um mix de bens e serviços! Atenção A execução de um serviço pode estar ou não ligada a um produto físico. No primeiro caso, a pessoa fica com a posse de algum bem, como, por exemplo, o serviço de venda de uma roupa. No segundo caso, apenas o serviço, propriamente dito, está envolvido, como, por exemplo, um corte de cabelo. Para compreender melhor os conceitos e situações apresentados anteriormente, veja o contínuo de bens e serviços, ilustrado nas Figuras 1.6 e na Figura 1.7. Fonte: SLACK, CHAMBERS e JOHNSTON (2002) 3. Figura 1.6: Contínuo de bens e serviços. Observe a linha tracejada na Figura 1.6. O petróleo está totalmente acima desta linha. Por quê? É um bem puro, pelo menos no que diz respeito à sua produção. Não estamos falando do posto de gasolina. O petróleo pode ser armazenado, estocado; a produção é anterior ao consumo e ele é transportado para ser refinado e transformado nos seus derivados (gasolina, diesel, plásticos, querosene, óleo lubrificante e outros). Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF,

22 Já totalmente diferente, em uma escola ou em uma clínica, a produção acontece no mesmo momento do consumo. Veja a relação ensino/aprendizagem; ela é concomitante. Alguém ensina, alguém aprende e, em uma perspectiva freireana, ambos aprendem juntos. Na clínica, é igual: não há como o médico prestar o serviço, ou seja, a consulta, sem o paciente, pois a produção é no momento do consumo. E o restaurante que está bem no meio da linha tracejada? Bem; parte da produção pode acontecer antes, como o preparo dos alimentos, mas outra parte, como o atendimento, acontece somente na presença do cliente. Em outras palavras, o restaurante oferece um produto que, na realidade, é um mix de bens e serviços. Agora, analise os outros com mais cuidado (fundição de alumínio, fabricação de máquinas-ferramentas especiais, serviços de sistema de Informática e consultoria gerencial). A Figura 1.7 também é outra maneira de ver a composição de um produto bens e/ou serviços por vezes, 100% tangível, como no caso do petróleo, do sabonete, até o 100% intangível, como no caso de uma consulta médica. Fonte: Adaptado de FERREIRA (2010) 4. Figura 1.7: Contínuo de bens e serviços. Percebeu? Os produtos, na realidade, podem ser 100% tangíveis, como um sabonete; um mix de serviços e bens, como um restaurante; e até 100% intangíveis, como uma consulta médica ou o ensino, a educação recebida rotineiramente pelo educando da sua escola. Veja ainda algumas diferenças entre bens e serviços na Figura 1.8. CARACTERÍSTICAS BENS SERVIÇOS Relação com os clientes Perecibilidade Intangibilidade Envolvem relações mais impessoais e breves entre a organização e os clientes. Bens, geralmente, podem ser estocados e utilizados em um momento posterior. Quando adquire um bem, o cliente/usuário adquire algo tangível, que pode ser usado, revendido ou dado para outras pessoas. Envolvem relações mais pessoais e contínuas entre a organização e os clientes. Serviços não podem ser estocados, devem ser usados no momento em que são oferecidos ou adquiridos. Quando adquire um serviço, o cliente/usuário está adquirindo um desempenho. Então, o cliente/usuário fica com os resultados do desempenho, e não com algo tangível, físico. 10 Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF, 2011.

23 Aula 1 Marketing: conceitos e fundamentos essenciais à gestão escolar Inseparabilidade Esforço do cliente Uniformidade/ Heterogeneidade Geralmente, bens são produzidos por uma organização ou por uma pessoa e vendidos para outra. O cliente tem seu envolvimento limitado à compra do produto final e à sua utilização. Geralmente, não há como o cliente se envolver no processo de produção do bem. Fonte: Adaptado de CHURCHILL e PETER (2005) 5. Geralmente, serviços não podem ser separados da pessoa que os fornece. O cliente/usuário pode se envolver de forma ativa no processo de prestação dos serviços, como o aluno no seu processo de aprendizagem, os pais ao auxiliarem a escola de algum modo ou mesmo quando ajudam nas tarefas escolares dos filhos. Muitas vezes, devido As variações indesejadas nos às características de bens ou os defeitos podem ser inseparabilidade e envolvimento corrigidas antes de os produtos do cliente, os serviços podem chegarem aos clientes, de modo ser apresentados de formas a garantir sua uniformidade. diferentes ou heterogêneas, ou seja, não uniformes. Figura 1.8: Diferenças entre bens e serviços. Lembre-se de que, embora existam diferenças entre bens e serviços, nos dias de hoje, raramente um bem está completamente dissociado ou separado de um serviço. É assim quando você vai a um restaurante, quando você compra um carro e em outra quantidade grande de situações. Em todas elas, há o que denominamos de atendimento. Você já passou por esta situação: entrar em uma loja para comprar uma determinada roupa e desistir da compra por causa do atendimento da vendedora? Pois é! O bem parecia bom, mas o serviço não agradou, ou seja, você não pagou pelo produto (bem+serviço ou roupa+atendimento da vendedora). Figura 1.9: Nem a melhor roupa do mundo vale um mau atendimento. O bem, nesse caso, não se dissocia do serviço. Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF,

24 Estudiosos do marketing já alertam, inclusive, para o fato de que as fronteiras entre produtos e serviços estão desaparecendo 6, e esse fato é de suma importância para os gestores no que diz respeito tanto ao entendimento das demandas existentes, das necessidades e desejos dos clientes/usuários, quanto no que tange à aplicação de estratégias de marketing para qualquer tipo de organização que ofereça bens, serviços ou ambos. Portanto, fique atento! Atividade 2 O QUE FAZ MINHA ESCOLA? Veja, a seguir, alguns dos serviços e produtos oferecidos pela Escola Estadual Infante Henrique Oliveira. TIPOS DE PRODUTO (BENS E/OU SERVIÇOS) OFERTA POR PARTE DA ESCOLA Educação Formação de alunos em nível fundamental e médio. Lazer Aulas de dança de salão gratuitas em horário extraescolar. Esporte Educação Física dedicada à prática de atletismo. Oferta de refeições para alunos, em Merenda horário integral, com uma opção vegetariana. (...) (...) (...) (...) Arsel Ozgurdal Stefan Krilla Missy Gabriella Fabbri Garcia Junior Com base na tabela que você acaba de ver, relacione, a seguir, os principais produtos oferecidos pela sua escola. Não se prenda apenas aos tipos listados na tabela; você pode pensar em outras categorias de produtos e serviços que não fazem parte das ações da Escola Infante Henrique Oliveira. TIPOS DE SERVIÇOS E PRODUTOS Educação OFERTA POR PARTE DA ESCOLA 12 Moraes, Joysi; Sacramento, Isabella C. Marketing e Comunicação. Rio de Janeiro: SESI/UFF, 2011.

Prof. Marcelo Mello. Unidade I GERENCIAMENTO

Prof. Marcelo Mello. Unidade I GERENCIAMENTO Prof. Marcelo Mello Unidade I GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Objetivos gerenciamento de serviços Utilizar modelos de gestão e desenvolvimento voltados para o segmento de prestação de serviços em empresas de

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

Marketing de Serviços e de Relacionamento. MBA em Gestão de Marketing Prof.: Alice Selles

Marketing de Serviços e de Relacionamento. MBA em Gestão de Marketing Prof.: Alice Selles Marketing de Serviços e de Relacionamento MBA em Gestão de Marketing Prof.: Alice Selles Conteúdo programático Os fundamentos do Marketing de serviços O comportamento do consumidor nos serviços As expectativas

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros

A Lição de Lynch. O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros A Lição de Lynch O mago dos investimentos conta como ganhar nas bolsas depois de Buffet e Soros Por Laura Somoggi, de Marblehead (EUA) É muito provável que o nome Peter Lynch não lhe seja familiar. Ele

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Entrevista com Ricardo de Paiva e Souza. Por Flávia Gomes. 2 Flávia Gomes Você acha importante o uso de meios de comunicação na escola? RICARDO

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

Kit de Apoio à Gestão Pública 1

Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Índice CADERNO 3: Kit de Apoio à Gestão Pública 3.1. Orientações para a reunião de Apoio à Gestão Pública... 03 3.1.1. O tema do Ciclo 4... 03 3.1.2. Objetivo, ações básicas

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Linha Direta INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Desmistificado, ensino técnico brasileiro passa a ser a possibilidade mais rápida de inserção no mercado de trabalho TECNOLOGIA

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE Tópicos a serem apresentados: O que é? Para que serve? Objetivos do Curso. Conteúdo Programático. Empresa As Pessoas O Produto O serviço Atendimento Competitividade Tipos de Clientes

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing

Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Marketing não Sobrevive sem Endomarketing Um ótimo serviço pode se tornar ruim se os funcionários não confiam em si mesmos. Uma endoentrevista sobre endomarketing. Troquemos de lugar! O título é, sem dúvida,

Leia mais

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça?

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Caro amigo (a) Se sua empresa está sofrendo com a falta de clientes dispostos a comprar os

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

UMA PARCERIA DE SUCESSO!

UMA PARCERIA DE SUCESSO! RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Parceria Santa Dorotéia e Junior Achievement de Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO! 1 SUMÁRIO 1. Resultados Conquistados... 3 2. Resultados 2013... 4 3. Resultados Pesquisas...

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com.

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado Análise de Mercado A análise de mercado é um dos componentes do plano de negócios que está relacionado ao marketing da organização. Ela apresenta o entendimento

Leia mais

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ RESULTADOS DA PESQUISA DE PERCEPÇÃO E SATISFAÇÃO DOS CURSOS DE: MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA DOS NEGÓCIOS MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA COM PESSOAS FACULDADE REDENTOR 2012 ITAPERUNA RJ MODELO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Leia mais

O estudante de Pedagogia deve gostar muito de ler e possuir boa capacidade de concentração porque receberá muitos textos teóricos para estudar.

O estudante de Pedagogia deve gostar muito de ler e possuir boa capacidade de concentração porque receberá muitos textos teóricos para estudar. PEDAGOGIA Você já deve ter ouvido alguém falar que o nível educacional de um povo é muito importante para o seu desenvolvimento e que a educação faz muita diferença na vida das pessoas, não é mesmo? Por

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar www.proenem.com.br INSTRUÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo

Leia mais

Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira?

Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira? Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira? - Tem alguém com quem você gostaria de fazer contato? - Porque você não o fez até agora? - Por que é importante aprender a fazer esses contatos?

Leia mais

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos...

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos... Dicas para se inscrever no Prêmio Vivaleitura e outros projetos... 2011 Vaga Lume R. Aspicuelta, 678 Vila Madalena São Paulo SP 05433-011 (11) 3032-6032 www.vagalume.org.br falecom@vagalume.org.br 1) Apresentação

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO?

COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO? COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO? COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO? Engajar funcionários é conseguir envolver as pessoas em um mesmo propósito que a empresa

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO Bruno Rodrigo Teixeira 1 Universidade Estadual de Londrina - UEL bruno_matuel@yahoo.com.br Camila Rosolen 2 Universidade Estadual de Londrina - UEL camilarosolen@yahoo.com.br

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

PCN em Ação Relatório 5ª a 8ª série

PCN em Ação Relatório 5ª a 8ª série 1 PCN em Ação Relatório 5ª a 8ª série Antonia Terra de Calazans Fernandes Mimoso do Sul - 02 a 05 de maio de 2000 Assistiu e ajudou na coordenação: Marísia Buitoni Caracterização do Grupo Estavam presentes

Leia mais

FUNDAMENTOS DE MARKETING

FUNDAMENTOS DE MARKETING FUNDAMENTOS DE MARKETING Há quatro ferramentas ou elementos primários no composto de marketing: produto, preço, (ponto de) distribuição e promoção. Esses elementos, chamados de 4Ps, devem ser combinados

Leia mais

Ambos os métodos possuem vantagens e desvantagens, por isso deve se analisar cada caso para decidir qual o mais apropriado.

Ambos os métodos possuem vantagens e desvantagens, por isso deve se analisar cada caso para decidir qual o mais apropriado. Módulo 4 Como Organizar a Pesquisa O questionário e a observação são dois métodos básicos de coleta de dados. No questionário os dados são coletados através de perguntas, enquanto que no outro método apenas

Leia mais

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12

Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Rodrigo Rennó Questões CESPE para o MPU 12 Questões sobre o tópico Desenvolvimento e treinamento de pessoal: levantamento de necessidades, programação, execução e avaliação. Olá Pessoal, hoje veremos outro

Leia mais

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital

8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital 8 Erros Que Podem Acabar Com Seu Negócio de Marketing Digital Empreender em negócios de marketing digital seguramente foi uma das melhores decisões que tomei em minha vida. Além de eu hoje poder ter minha

Leia mais

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC 1ª edição 2005 Realização Apoio CRÉDITOS Produção Ethnos estratégias socio ambientais - ethnosconsultoria@uol.com.br

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

1 O texto da Constituição Federal de 1988 diz: Art. 7. São direitos dos trabalhadores urbanos e

1 O texto da Constituição Federal de 1988 diz: Art. 7. São direitos dos trabalhadores urbanos e 1 Introdução A presente pesquisa tem como objeto de estudo a inserção da pessoa com deficiência física no mercado de trabalho. Seu objetivo principal é o de compreender a visão que as mesmas constroem

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

1 Briefing de Criação

1 Briefing de Criação 1 Briefing de Criação Antecedentes do processo de criação Para se criar uma campanha ou mesmo uma única peça é imprescindível que antes seja feito um briefing para orientar o trabalho do planejamento,

Leia mais

RELATÓRI O AN UAL DE ATI VI DADES 2 0 1 3

RELATÓRI O AN UAL DE ATI VI DADES 2 0 1 3 RELATÓRI O AN UAL DE ATI VI DADES 2 0 1 3 Parceria Gerdau & Junior Achievement de Minas Gerais Cidades: Ouro Branco, Conselheiro Lafaeite, Congonhas e Belo Horizonte 1 SUMÁRIO 1. Relatório de Atividades...

Leia mais

Seja bem vindo à ECID!

Seja bem vindo à ECID! Seja bem vindo à ECID! Nesta apresentação falaremos um pouco sobre quem somos, nossos produtos e o mercado em qual atuamos. Leia atentamente esta apresentação para que você compreenda melhor quem é a ECID

Leia mais

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES EDIT MARIA ALVES SIQUEIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA). Resumo Diferentes instrumentos de avaliação (ENEM, SIMAVE) tem diagnosticado o despreparo dos alunos

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

Módulo 4 O que é CRM?

Módulo 4 O que é CRM? Módulo 4 O que é CRM? Todos nós já sabemos a importância de manter os clientes fiéis e a qualidade do atendimento que temos que oferecer para fidelizar cada vez mais os clientes. Atualmente, uma das principais

Leia mais

Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos

Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos Se você acredita que as escolas são o único e provável destino dos profissionais formados em Pedagogia, então, está na hora de abrir os olhos O pedagogo David Bomfin, 50 anos, deixou, há algum tempo, de

Leia mais

04 Os números da empresa

04 Os números da empresa 04 Os números da empresa Além de conhecer o mercado e situar-se nele, o empreendedor tem de saber com clareza o que ocorre com os números de sua empresa. Neste capítulo conheça os principais conceitos,

Leia mais

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O cirurgião dentista Robinson Shiba, proprietário da rede China In Box, em 1992 deixava de exercer sua profissão como dentista para inaugurar a primeira

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

Doce Natal Gold Bazar Campanha Sagrada Família

Doce Natal Gold Bazar Campanha Sagrada Família Cada vez mais conscientes da nossa responsabilidade social e do nosso papel TRANSFORMADOR na sociedade, a Arriba! Comunicação lança o projeto Transforma!, o braço social da agência que irá desenvolver

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 1 Revista Avisa lá, nº 2 Ed. Janeiro/2000 Coluna: Conhecendo a Criança Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 O professor deve sempre observar as crianças para conhecê-las

Leia mais

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S A contratação contínua de talentos não pode ser isolada da estratégia geral da empresa, pois o correto recrutamento irá agregar pessoas mais valiosas, trazendo mais resultados.

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Aula 1 - Avaliação Econômica de Projetos Sociais Aspectos Gerais

Aula 1 - Avaliação Econômica de Projetos Sociais Aspectos Gerais Aula 1 - Avaliação Econômica de Projetos Sociais Aspectos Gerais Plano de Aula Introdução à avaliação econômica de projetos sociais Avaliação de impacto Retorno econômico Marco Lógico O Curso Trabalho

Leia mais

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º 18. DICAS PARA A PRÁTICA Orientação para o trabalho A- Conhecimento de si mesmo Sugestão: Informativo de Orientação Vocacional Aluno Prezado Aluno O objetivo deste questionário é levantar informações para

Leia mais

A PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM RESTAURANTES E A QUALIFICAÇAO PROFISSIONAL

A PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM RESTAURANTES E A QUALIFICAÇAO PROFISSIONAL A PRESTAÇAO DE SERVIÇOS EM RESTAURANTES E A QUALIFICAÇAO PROFISSIONAL Junior Heberle 1 Esp Luziane Albuquerque 2 RESUMO Este artigo busca enfocar a questão da qualidade no atendimento nos restaurantes

Leia mais

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas.

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas. INTRODUÇÃO Você, provavelmente, já sabe que colaboradores felizes produzem mais. Mas o que sua empresa tem feito com esse conhecimento? Existem estratégias que de fato busquem o bem-estar dos funcionários

Leia mais

O turismo e os recursos humanos

O turismo e os recursos humanos Introdução O turismo e os recursos humanos Belíssimas praias, dunas, cachoeiras, cavernas, montanhas, florestas, falésias, rios, lagos, manguezais etc.: sem dúvida, o principal destaque do Brasil no setor

Leia mais

Como criar um clube de vantagens para seus clientes

Como criar um clube de vantagens para seus clientes Como criar um clube de vantagens para seus clientes Introdução Adquirir clientes no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante ações que fidelize

Leia mais

HISTÓRIAREAL. Como o Rodrigo passou do estresse total para uma vida mais balanceada. Rodrigo Pinto. Microsoft

HISTÓRIAREAL. Como o Rodrigo passou do estresse total para uma vida mais balanceada. Rodrigo Pinto. Microsoft HISTÓRIAREAL Rodrigo Pinto Microsoft Como o Rodrigo passou do estresse total para uma vida mais balanceada Com a enorme quantidade de informação, o funcionário perde o controle do que é prioritário para

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

Seja bem vindo à ECID!

Seja bem vindo à ECID! Seja bem vindo à ECID! Nesta apresentação falaremos um pouco sobre quem somos, nossos produtos e o mercado em qual atuamos. Leia atentamente esta apresentação para que você compreenda melhor quem é a ECID

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

PRÁTICAS METODOLÓGICAS PARA ENSINO E APRENDIZAGEM DA CARTOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL

PRÁTICAS METODOLÓGICAS PARA ENSINO E APRENDIZAGEM DA CARTOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL PRÁTICAS METODOLÓGICAS PARA ENSINO E APRENDIZAGEM DA CARTOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL José Euriques de Vasconcelos Neto (UFCG); Dennis Cláudio Ferreira (UFCG) Resumo O atual sistema educacional tem buscado

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES CAMBRIDGE ENGLISH E UNOi

PERGUNTAS FREQUENTES CAMBRIDGE ENGLISH E UNOi PERGUNTAS FREQUENTES CAMBRIDGE ENGLISH E UNOi ANTES DO EXAME O que é a parceria entre UNOi e Cambridge English? Por que eu devo prestar os exames Cambridge English? Quais são os exames? O que é o Placement

Leia mais

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1

Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 1 Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos Quer Dinheiro Online? 2 ISSO ESTÁ ME GERANDO R$7.278,05 - R$10.588,38 POR SEMANA E VOCÊ PODE FAZER

Leia mais

Como IDENTIFICAr AS oportunidades E CoNqUISTAr o ClIENTE

Como IDENTIFICAr AS oportunidades E CoNqUISTAr o ClIENTE Como IDENTIFICAr AS oportunidades E CoNqUISTAr o ClIENTE A abertura de empresas tem uma grande importância na sociedade em que vivemos, pois gera diversos benefícios, como empregos e riquezas para o país.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Programa transmitido em 26 de fevereiro

Leia mais

PROJETO DE VIDA O PAPEL DA ESCOLA NA VIDA DOS JOVENS

PROJETO DE VIDA O PAPEL DA ESCOLA NA VIDA DOS JOVENS PROJETO DE VIDA O PAPEL DA ESCOLA NA VIDA DOS JOVENS O que é ensinado nas escolas prepara os alunos para concretizarem seus projetos na vida adulta? Para achar a resposta, entrevistamos jovens egressos

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

Fluxo Ampliado de Marketing

Fluxo Ampliado de Marketing Fluxo Ampliado de Marketing No estudo deste fluxo ampliado de marketing, chega-se a conclusão da importância de um composto mercadológico mais intenso e realmente voltado ao atendimento das necessidades

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivo Geral da Disciplina: Apresentar

Leia mais

Você é comprometido?

Você é comprometido? Você é comprometido? Não, isso não é uma cantada. O que o seu chefe quer saber é se você veste a camisa da organização. Você adora seu trabalho e desempenha suas funções com eficiência, mas não aposta

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA

LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO CRIATIVA LEITURA EM LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: COMPREENSÃO E EXPRESSÃO Instituto Federal Farroupilha Câmpus Santa Rosa ledomanski@gmail.com Introdução Ler no contexto mundial globalizado

Leia mais

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS Ari Lima Um empreendimento comercial tem duas e só duas funções básicas: marketing e inovação. O resto são custos. Peter Drucker

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL Módulos Disciplinas Carga Horária Módulo I Sociologia da saúde 30 h Módulo II Economia da saúde 30 h Módulo III Legislação em saúde 30 h

Leia mais

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra:

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra: MBA Pós - Graduação QUEM SOMOS Para pessoas que têm como objetivo de vida atuar local e globalmente, ser empreendedoras, conectadas e bem posicionadas no mercado, proporcionamos uma formação de excelência,

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais