Parte A. A Crioestaminal e as vantagens apresentadas pelo seu serviço de criopreservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Parte A. A Crioestaminal e as vantagens apresentadas pelo seu serviço de criopreservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical"

Transcrição

1

2 Parte A. A Crioestaminal e as vantagens apresentadas pelo seu serviço de criopreservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical

3 Crioestaminal, empresa pioneira e líder no mercado nacional O laboratório da Crioestaminal O melhor de Portugal e uma referência a nível mundial A Crioestaminal Saúde e Tecnologia, SA, criada em Junho de 2003 por investigadores, médicos e empresas da área da saúde, foi pioneira em Portugal na prestação do serviço de criopreservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical. Desde então, a Crioestaminal conta já com a experiência acumulada conferida pelos mais de pais que aderiram ao nosso serviço e que são clientes muito satisfeitos com os nossos elevados padrões de qualidade. A Crioestaminal é uma empresa sólida, que presta um serviço importante aos pais e à sociedade em geral, e tem vindo a acompanhar atentamente todos os desenvolvimentos científicos que vão surgindo na área das células estaminais e da biomedicina em geral, muitos dos quais, aliás, difundidos pelos vários órgãos de comunicação social. Com a construção do seu laboratório, a Crioestaminal está também a dar os primeiros passos na internacionalização da sua actividade, no sentido de garantir o seu crescimento sustentado nos próximos anos. Para além disso, iniciou também uma nova actividade na área do diagnóstico molecular para a qual prevê um crescimento sustentado nos próximos anos, nomeadamente no diagnóstico de doenças infecciosas, genéticas e oncológicas. Paralelamente, a Crioestaminal encontra-se a trabalhar no processo de certificação da empresa e na acreditação do seu laboratório, pelas normas ISO 9001:2000 e ISO :2005, respectivamente. O objectivo é prestar um conjunto de serviços com cada vez mais qualidade e que aumente a satisfação de todas as entidades e pessoas que se relacionam com a empresa. A Crioestaminal - Saúde e Tecnologia, SA é uma sociedade anónima com o capital social de euros, registada na Conservatória do Registo Comercial de Coimbra sob o nº e com o NIPC Desde o dia 1 de Julho de 2006 que as unidades de sangue do cordão umbilical recolhidas são analisadas, processadas e criopreservadas no novo laboratório da Crioestaminal em Portugal, situado no Biocant Park, o primeiro parque de biotecnologia do nosso país, em Cantanhede, distrito de Coimbra. O laboratório da Crioestaminal é o único aberto aos domingos e feriados para garantir que o sangue seja processado no mais curto espaço de tempo e assim garantir que as células presentes no sangue do cordão mantenham todas as suas características originais. Envolvendo um investimento de 1 milhão de euros em infra-estruturas e tecnologia de ponta, com este novo laboratório, a Crioestaminal pretende reforçar a sua liderança na criopreservação de células estaminais em Portugal e a sua forte aposta na oferta de elevados padrões de qualidade no serviço prestado. O laboratório da Crioestaminal é indiscutivelmente o melhor laboratório em Portugal e um dos melhores laboratórios a nível mundial, tendo sido construído tendo em conta os mais rigorosos padrões internacionais. Não foi descurado nenhum aspecto, nomeadamente no que se refere à qualidade e segurança das instalações e dos equipamentos. Ao nível dos equipamentos foi adquirida a tecnologia topo de gama no processamento do sangue e no armazenamento das células estaminais, bem como, sistemas topo de gama no tratamento e monitorização do ar atmosférico das salas ( Clean Rooms ), controlo de acessos, controlo de intrusão, gravação de imagem (a funcionar 24 sobre 24 horas, 365 dias por ano), sistemas de estabilização de energia, backup energético (que entrará em funcionamento no caso de ocorrer uma falha de energia), enchimento automático dos recipientes de azoto com monitorização contínua e alarme à distância, sistema de detecção de incêndios em fase precoce e muito mais para garantir sempre os mais elevados padrões de qualidade e segurança no nosso serviço. Para além do cumprimento rigoroso das normas em vigor no que diz respeito à construção, instalação e segurança do novo laboratório, a Crioestaminal conta com uma equipa de profissionais altamente qualificados, doutorados, mestres e licenciados que asseguram em permanência (7 dias por semana) o pleno e rigoroso funcionamento da sua actividade laboratorial, seguindo as normas e directivas existentes relativas aos procedimentos técnicos de processamento, análise e criopreservação das amostras de sangue do cordão umbilical.

4 6 7

5 Razões para confiar na Crioestaminal Empresa sólida e experiente A Crioestaminal foi a primeira empresa em Portugal a oferecer aos pais a possibilidade de armazenar as células estaminais do sangue do cordão umbilical dos seus filhos. Com a consolidação da empresa e a experiência acumulada ao longo de três anos de actividade, a Crioestaminal é, actualmente, uma empresa sólida que conta com a confiança dos mais de casais portugueses que optaram por aderir ao nosso serviço. Garantia de qualidade e segurança O laboratório de criopreservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical da Crioestaminal foi construído tendo em conta os mais rigorosos padrões de qualidade e foi dotado de equipamento e tecnologia de ponta. Na rotina laboratorial os procedimentos técnicos de processamento, análise e criopreservação das amostras de sangue do cordão umbilical são realizados de acordo com as directivas internacionais. O acesso ao laboratório é bastante restrito, apenas os funcionários autorizados têm acesso à unidade de criopreservação. Kit de recolha homologado pelo INFARMED O kit de recolha do sangue do cordão umbilical desenvolvido pela Crioestaminal foi alvo de uma avaliação da sua conformidade pelo INFARMED. O kit foi devidamente testado e, para além de ser de fácil utilização para as equipas médicas, está preparado para suportar variações de temperatura durante o transporte para o laboratório após a recolha. As mães não necessitam de fazer análises pós-parto A Crioestaminal introduziu uma tecnologia de topo nas análises realizadas às unidades de sangue que são diariamente recebidas no laboratório. O sangue do cordão umbilical é analisado por tecnologia de PCR, a melhor forma de garantir sem margem para dúvidas que a unidade não tem qualquer contaminação com HIV I/II, Hepatite B, Hepatite C e CMV. Apesar de serem análises com custos avultados, no seguimento da sua estratégia de aposta na qualidade, a Crioestaminal assume na íntegra estes custos. Desta forma, a mãe não necessita de se preocupar com estas análises após o parto. Segurança para as amostras criopreservadas A Crioestaminal tem uma grande solidez financeira que lhe permite assegurar o cumprimento de todos os contratos celebrados com os nossos clientes. Para além disso, foi contratado um seguro para todas as unidades de células estaminais criopreservadas. Células estaminais armazenadas em duplicado Após o processamento da amostra de sangue do cordão umbilical, as células estaminais são armazenadas em dois compartimentos distintos do mesmo saco de criopreservação. Deste modo, no caso de ser necessário resgatar uma unidade, pode manter-se um stock de células estaminais que permanece criopreservado para futuras utilizações. Planos de pagamento A modalidade de pagamento em várias prestações disponibilizada pela Crioestaminal é a mais vantajosa do mercado e não envolve qualquer tipo de burocracia, os pais apenas têm de optar por um dos diferentes prazos de pagamento disponíveis. Para além disso, a Crioestaminal celebrou acordos com o SAMS Quadros, Médis e Multicare, o que permite aos pais aderirem ao nosso serviço em condições ainda mais vantajosas. Aposta na investigação para contribuir para o aumento do leque de aplicações das células estaminais do sangue do cordão umbilical Não temos uma atitude expectante, a Crioestaminal faz uma forte aposta na investigação para desenvolver novos produtos e serviços. Actualmente estão em curso alguns projectos de investigação na área da Biomedicina, em parceria com algumas entidades de referência na área da investigação biomédica. A intenção será sempre reforçar esta aposta. Para além disso, no sentido de estimular a investigação de qualidade nesta área, a Crioestaminal, juntamente com a Associação Viver a Ciência, instituiu em 2005 o Prémio Crioestaminal de Investigação em Biomedicina, o qual se tem revelado um enorme sucesso. Equipa qualificada A Crioestaminal tem nos seus quadros profissionais altamente qualificados, doutorados, mestres e licenciados na área das ciências da vida. Não é alheio a este facto a elevada satisfação demonstrada por parte dos nossos clientes e da comunidade médica, pelo serviço que prestamos. 8 9

6 Aposta em I&D A criação do Núcleo de I&D da Crioestaminal veio ao encontro dos objectivos estratégicos definidos pela empresa, no sentido em que permite criar competências neste domínio e contribuir para o desenvolvimento de novos produtos e serviços na área da saúde. Tal como foi referido anteriormente, estão em curso alguns projectos de investigação em colaboração com entidades de referência do sistema científico e tecnológico nacional, com experiência na área das células estaminais e da biotecnologia em geral. Um dos projectos, fruto de uma parceria estabelecida com o Instituto de Medicina Molecular/IPO de Lisboa, visa estudar a sub-população de células estaminais precursoras endoteliais existentes no sangue do cordão umbilical, células estas com uma função importante na regeneração das paredes dos vasos sanguíneos. Outro dos projectos, também em curso e que está a decorrer em parceria com o Centro de Neurociências de Coimbra/BIOCANT, tem por objectivo a produção de factores de crescimento, os quais serão comercializados no mercado internacional como reagentes de laboratório. Com o início dos trabalhos nos seus novos laboratórios sedeados no Parque de Biotecnologia de Cantanhede, BIOCANT, a Crioestaminal reforça os seus projectos de investigação, o que lhe permitirá posicionar-se na linha da frente da investigação nestas áreas que são estratégicas para a empresa

7 Serviço O serviço em 10 passos 1. Adesão 1. Adesão ao serviço e solicitação do envio do kit de recolha do sangue do cordão umbilical (preferencialmente até um mês antes da data prevista para o parto) Por telefone ( ) Pessoalmente nas instalações da Crioestaminal Recortando o pedido de envio do kit presente numa das brochuras promocionais Por fax ( ), indicando todos os dados pedidos no formulário on-line Preenchendo o formulário on-line 2. Pagamento da Taxa de Processamento (1ª-Parte) no valor de 115 euros Por transferência bancária (NIB: ) ou Através do envio de cheque emitido à ordem de Crioestaminal 3. Crioestaminal envia o kit de recolha do sangue, com todo o material e toda a documentação necessária, para a morada indicada na adesão ao serviço. Regra geral, a Crioestaminal procede ao envio do kit de recolha do sangue do cordão umbilical no dia em que a inscrição e o respectivo pagamento da taxa de processamento (1ª Parte) se verificarem. Caso o pagamento seja efectuado por transferência bancária, apenas é considerado quando o valor é creditado na conta da Crioestaminal. 4. Envio dos resultados das análises e de uma cópia do contrato devidamente assinada. As análises ao sangue da mãe necessárias são CMV (IgM e IgG), Sífilis (VDRL), Hepatite B (HBs Ag), Hepatite C (HCV Ac) e HIV I/II. Com o kit de recolha seguem duas cópias do contrato devidamente assinadas pela Crioestaminal, uma das quais fica na posse dos pais. Estes documentos devem ser enviados para a Crioestaminal até um máximo de 15 dias antes da data prevista para o parto. A realização destas análises destina-se a fazer o despiste de um conjunto de doenças infecciosas que podem influenciar o processo de criopreservação das células estaminais do sangue do cordão umbilical, bem como a sua possível futura utilização. 5. Recolha do sangue pela equipa de parto. 6. Envio do sangue conforme instruções dadas pela Crioestaminal. 7. Sangue chega ao laboratório onde é analisado e processado. 8. Crioestaminal envia carta a comunicar o resultado da criopreservação das células estaminais. Caso as células sejam criopreservadas com sucesso é enviada a factura sobre o restante valor a pagar (1085 euros) que deverá ser pago nas condições acordadas anteriormente. 9. Crioestaminal envia um certificado de criopreservação das células estaminais emitido pelos responsáveis do laboratório. 10. A qualquer altura durante o período de 20 anos, o pedido de resgate das células estaminais pode ser feito pelos pais conjuntamente com o médico terapeuta. As células serão disponibilizadas de imediato pela Crioestaminal. Os pais interessados em aderir ao serviço de criopreservação das células estaminais do sangue do cordão umbilical devem contactar a Crioestaminal (preferencialmente até 1 mês antes da data prevista para o parto) para que lhes seja fornecido um kit com todo o material necessário para efectuar a recolha do sangue do cordão umbilical. O contacto para formalizar a adesão ao serviço pode ser feita de várias formas: Por telefone ( ) Por fax ( ) Preenchendo o pedido on-line no site Recortando o pedido de envio do kit presente numa das brochuras promocionais Pessoalmente, nas instalações da Crioestaminal Informação solicitada na adesão ao serviço Dados Gerais Nome da Mãe (completo) Nome do Pai (completo) Nome do Bebé (se já estiver decidido) Sexo do Bebé: Feminino/Masculino/Desconhecido Morada Localidade Código Postal Distrito Telefone Mãe Mãe Telefone Pai Pai Telefone Casa Médico Assistente Contacto do Médico Data prevista para o parto Hospital/Maternidade Modo de pagamento 1. Transferência bancária no valor de 115 Euros para a conta da Crioestaminal com o Número de Identificação Bancária (NIB) do Banco Totta. NIB da conta Banco Nº de contribuinte: Pertencente ao pai ou à mãe? Ou 2. Cheque com o nº, no valor de 115 Euros, à ordem de Crioestaminal. Caso,as células estaminais do Sangue do Cordão Umbilical sejam criopreservadas com sucesso, o pagamento da Taxa de Processamento-2ª parte e da Taxa de Armazenamento poderá ser efectuada no prazo de 30 dias ou: Prazo Valor das mensalidades 6 meses 185,61 euros 9 meses 125,12 euros 12 meses 94,88 euros Nota: Têm de escolher entre pagar a 30 dias ou em 6, 9 ou 12 meses após o parto. No caso de pagamento a prestações, aplica-se a taxa de juro anual de 9% ao montante de 1085 euros determinada nos termos dos artigos 559 nº 2 e 1146 nº1, parte final, do Código Civil. Todos estes valores incluem IVA à taxa de 21%. Morada para envio do kit de recolha do sangue Se os pais desejarem que o kit seja entregue numa morada diferente da indicada em cima, devem indicar o nome e a morada da pessoa à qual deverá ser enviado. Nome contacto Localidade Código Postal Distrito 12 13

8 2. Análises pedidas 3. Colheita Conteúdo do kit de recolha do sangue do cordão umbilical A mãe terá de apresentar comprovativo da realização das seguintes análises durante a gravidez: CMV (IgM e IgG), Sífilis (VDRL), Hepatite B (HBs Ag), Hepatite C (HCV Ac), HIV I e HIV II. À chegada da unidade de sangue ao laboratório, estas mesmas análises são efectuadas novamente ao sangue do cordão umbilical, por tecnologia de PCR, a melhor forma de garantir sem margem para dúvidas que o sangue não possui qualquer uma destas contaminações. Apesar de serem análises com custos avultados, no seguimento da sua estratégia de aposta na qualidade, a Crioestaminal assume na íntegra estes custos. Desta forma, a mãe não necessita de se preocupar em efectuar estas análises após o parto. O kit de recolha do sangue do cordão umbilical (avaliado na sua conformidade pelo INFARMED à luz da legislação europeia de dispositivos médicos) possui todo o material necessário para que a equipa que assiste ao parto possa efectuar a colheita do sangue do cordão umbilical, imediatamente após o nascimento da criança. Os materiais necessários para fazer a recolha encontram-se selados, devendo manter-se assim até à sua utilização na altura do parto. Este kit deverá ser levado pelos pais para a maternidade/ hospital no dia do parto. 1. Um saco estéril de recolha de sangue (250ml) contendo anticoagulante CPD e uma agulha 16G (estéril) 2. Toalhetes desinfectantes com álcool (estéril) 3. Compressas de gaze (estéril) 4. Pano absorvente (obrigatório para o transporte) 5. Saco de plástico hermético com fecho rápido 6. Dois sacos de gel para acondicionamento e protecção térmica do sangue 7. Bolsa plástica para colocação do documento de identificação (contém código de barras para colar no saco de recolha quando é feita a colheita e autocolante para selar a caixa) 8. Caixa isotérmica com interior de esferovite para protecção térmica e mecânica do sangue durante o transporte para o laboratório

9 Abrir o kit médico de recolha de sangue do cordão umbilical fornecido pela Crioestaminal. Retirar o saco estéril de recolha de sangue da sua embalagem e remover a protecção da agulha. Apertar o cordão umbilical com dois clamps e cortá-lo entre eles. A colheita do sangue do cordão umbilical é um procedimento simples, totalmente indolor e não apresenta qualquer risco, nem para a mãe nem para o bebé. O sangue deve ser recolhido no ambiente estéril da sala de parto, imediatamente após o nascimento (natural ou cesariana) e antes da expulsão da placenta (sem alteração dos procedimentos normais do parto): 1. Retirar o saco estéril de recolha de sangue que contém anticoagulante CPD da embalagem de forma a estar pronto para a recolha. 2. Apertar o cordão umbilical com dois clamps, o mais perto possível do abdómen do recém-nascido uma vez que as células estaminais migram rapidamente para o recém-nascido. 3. Cortar o cordão umbilical entre os dois clamps e remover o bebé do ambiente estéril. 4. Antes da libertação da placenta, desinfectar o cordão umbilical no local onde vai ser introduzida a agulha com toalhetes embebidos em álcool ou compressa de gaze embebida em desinfectante. 5. Picar a veia do cordão umbilical na área previamente desinfectada com a agulha do saco estéril de recolha de sangue, o mais próximo possível do clamp e homogeneizar o sangue com o anticoagulante. 6. Deverá ser recolhido o maior volume de sangue possível. 7. Poderá ser necessário picar o cordão umbilical em mais do que uma zona, procedendo sempre à desinfecção da zona de recolha antes de picar o cordão umbilical. 8. Depois de realizada a colheita de sangue, empurrar o sangue ainda presente no tubo para o interior do saco. 9. Apertar o tubo colector com a mola e com pelo menos dois nós para prevenir fugas de sangue durante o transporte (não usar suturas neste procedimento). 10. Inverter o saco várias vezes e lentamente de forma a misturar o sangue com o anticoagulante. 11. Separar a agulha do saco e descartá-la de forma apropriada de acordo com o regulamento do hospital. 12. Colar o código de barras identificativo da amostra no saco que contém o sangue. O código de barras encontra-se no interior da bolsa plástica. 13. Verificar se o pano absorvente se encontra no fundo da caixa e colocar o saco que contém o sangue dentro do saco de plástico hermético. Quando este saco de plástico estiver devidamente selado, deverá ser acondicionado no interior da caixa de transporte resistente a choques mecânicos, entre os dois sacos de gel. 14. O sangue do cordão umbilical recolhido deverá ser mantido à temperatura ambiente e não deve ser colocado em qualquer frigorífico ou congelador. Se possível, deverá permanecer no hospital até ser recolhido pela DHL. Nota: Em caso de gémeos, o procedimento deverá ser repetido para cada bebé. Desinfectar o cordão umbilical no local onde vai ser introduzida a agulha. Inverter o saco cuidadosamente, várias vezes, de forma a misturar o sangue com o anticoagulante. Picar o cordão umbilical na área previamente desinfectada. Colar o código de barras no saco com sangue e colocá-lo dentro do saco de plástico hermético Após a recolha, empurrar o sangue ainda presente no tubo para o interior do saco, remover Colocar o conjunto anterior dentro da caixa de esferovite, entre os sacos de gel, para o transporte. a agulha e apertar o tubo com a mola e dar pelo menos dois nós. Colocar o formulário de identificação dentro da bolsa plástica e no interior da caixa. Seguir o procedimento de envio

10 4. Transporte (Informações conforme o Procedimento de envio que é enviado aos pais) 5. Processamento 6. Armazenamento Depois de efectuada a recolha, o saco contendo o sangue do cordão umbilical é colocado na caixa isotérmica com interior de esferovite devidamente acondicionado, juntamente com a identificação do bebé, do pai e da mãe, sendo de seguida transportado para o laboratório de processamento e criopreservação em 48 horas por uma empresa de transporte especializado. No laboratório, a unidade de sangue é registada, sendo de imediato processada e conservada. 1. Colocar o formulário de Identificação da Amostra (com os dados referentes ao bebé, pai e mãe) na bolsa plástica (7 do conteúdo do kit) e de seguida no interior da caixa contendo o sangue. Este deverá ser o conjunto total a ser enviado para o laboratório através da DHL. 2. Fechar a caixa com o autocolante da Crioestaminal que se encontra na bolsa plástica (7 do conteúdo do kit). 3. Certifique-se que o nome impresso na etiqueta da DHL colada no kit está correcto. 4. Contactar a transportadora de serviço expresso DHL nos horários indicados: Horário Telefone 2ª a 6ª Feira 8h30 18h Sábado 09h00 18h Domingo 09h00 10h Feriados 09h00 10h NOTA: FORA DOS HORÁRIOS MENCIONADOS, DEVERÁ AGUARDAR PELO PRIMEIRO HORÁRIO INDICADO NA LISTA ACIMA DISPONÍVEL APÓS A COLHEITA DO SANGUE. A RECOLHA SERÁ FEITA PELA DHL NO PRÓPRIO DIA DA MARCAÇÃO OU, O MAIS TARDAR, DURANTE TODO O DIA SEGUINTE. O KIT ESTÁ PREPARADO PARA SUPORTAR O PERÍODO DE TEMPO ENTRE A COLHEITA E A SUA CHEGADA AO LABORATÓRIO SEM QUE AS CÉLULAS PERCAM A SUA VIABILIDADE. Fornecer os seguintes dados: Número de conta da Crioestaminal ( ) Nome da mãe e do pai Nome do hospital/maternidade Morada (incluindo código postal) Enfermaria, nº do piso e nº da cama Número de telemóvel do pai e da mãe para contacto (se necessário) Número AWB (que se encontra por baixo da expressão LIS 10 dígitos) Em caso de dúvida ou se estiver com problemas em contactar a transportadora DHL, ligue para o serviço de apoio a clientes da Crioestaminal (das 9:30 h às 18:00 h) através dos números: ou ou Nota: Pelo menos um destes números estará disponível, mesmo ao fim-de-semana. Assegure-se que o sangue se mantém à temperatura ambiente até ser levantado pela transportadora DHL. Quando entregar o kit com o sangue ao funcionário da DHL deverá também entregar- -lhe uma das etiquetas autocolantes anexadas ao Procedimento de Envio que segue com o kit e guardar a outra. Após a chegada do sangue do cordão umbilical ao laboratório a amostra é registada, sendo-lhe atribuído um número interno de laboratório e os respectivos códigos de barras que acompanham a amostra durante todo o procedimento laboratorial. É então dado início ao processo de isolamento e criopreservação das células estaminais. Em primeiro lugar é feito um rigoroso controlo de qualidade. À chegada ao laboratório é determinado o volume de sangue recolhido, é calculado o número de células mononucleadas e estaminais hematopoiéticas (CD34+) e é testada a viabilidade celular (número de células vivas). Após o processamento do sangue e o isolamento das células mononucleadas, estas são novamente contadas, tal como as células CD34+. De seguida, são feitos testes para saber se a amostra sofreu algum tipo de contaminação bacteriológica durante e após a recolha. São igualmente feitas análises por PCR ao soro, assegurando em definitivo o estado do sangue no que diz respeito a eventuais contaminações com CMV, Sífilis, Hepatite B, Hepatite C e HIV I/II. Este é o método mais sensível e fiável de garantir que o sangue não está infectado com nenhum destes agentes, evitando ao mesmo tempo que a mãe tenha de efectuar novas análises após o parto. As células estaminais ficam armazenadas num saco de 25 ml com dois compartimentos distintos, podendo cada compartimento ser descongelado separadamente. Em primeiro lugar, procede-se ao congelamento (descida gradual da temperatura) e só depois à criopreservação das células estaminais em azoto líquido a -196ºC. Toda a informação acerca das células estaminais é registada na base de dados em nome do bebé. A cada amostra é atribuída uma etiqueta identificadora com um código de barras exclusivo, sendo garantida a sua confidencialidade. As células estaminais são guardadas num equipamento especial em azoto líquido a 196ºC negativos. Quando for necessário, as células são retiradas sem que as outras amostras sofram variações de temperatura. As células criopreservadas podem ser pedidas a qualquer altura à Crioestaminal. Para tal será apenas necessário que o próprio ou os pais/tutores e o médico as requisitem por escrito. A qualidade da amostra é definida medindo a quantidade de células mononucleadas e células estaminais / progenitoras hematopoiéticas (CD34+) nela presentes (a Crioestaminal disponibiliza aos seus clientes informações relativas a estes 2 parâmetros e ao volume de sangue recolhido). Segundo vários artigos científicos, a taxa de sucesso de transplantes de sangue do cordão umbilical é mais elevada quando o transplante é efectuado com um número de células mononucleadas maior ou igual a 15 milhões de células por kg. Quando o número de células estaminais CD34+ presente na amostra é inferior a 100 mil, o seu número será provavelmente demasiado baixo para transplantação. Neste caso, as células são criopreservadas para serem expandidas no futuro caso seja possível e não são cobrados os serviços de processamento e criopreservação da amostra. Se a amostra tiver um número de células CD34+ inferior a 20 mil, as células não serão criopreservadas

11 7. Preço* 8. Programas Especiais e Acordos** O preço total do serviço é de 1200 euros, que inclui o kit de recolha do sangue, transporte, análise, processamento e armazenamento durante os primeiros 20 anos. Os pagamentos são efectuados da seguinte forma: 1ª Prestação: 115 euros este valor é pago aquando da solicitação do envio do kit, que é enviado depois de efectuado o pagamento; inclui as despesas relativas ao kit de recolha, o seu transporte para os pais, o transporte da amostra para o laboratório e despesas administrativas (este valor não é reembolsado no caso da criopreservação não ser efectuada). Em alternativa, o montante correspondente à 2ª prestação poderá ser pago em 6, 9 ou 12 meses: Prazo Valor das mensalidades a) 6 meses 185,61 euros 9 meses 125,12 euros 12 meses 94,88 euros a) correspondente à aplicação da taxa de juro anual de 9% ao montante de 1085 euros determinada nos termos dos artigos 559 nº 2 e 1146 nº1, parte final, do Código Civil. Todos estes valores incluem IVA à taxa de 21%. Ao abrigo do programa CRIOFAMÍ- LIA, a Crioestaminal concede um desconto de 5% que incide sobre a 2ª prestação. Este é um programa destinado a pais que já aderiram pelo menos uma vez ao serviço prestado pela Crioestaminal e que pretendam voltar a recorrer aos nossos serviços de criopreservação de células estaminais. A Crioestaminal concede também um desconto de 5% sobre a 2ª prestação a beneficiários ou aderentes das seguintes instituições: Médis, SAMS Quadros e Multicare. ** Os descontos não são cumulativos entre si 2ª Prestação: 1085 euros este valor é pago depois das células serem armazenadas com sucesso e inclui todo o processamento da amostra no laboratório e o seu armazenamento pelo período de 20 anos. *A Crioestaminal reserva-se ao direito de alterar o preço do serviço sem aviso prévio sendo que se compromete a manter actualizados os novos preços no seu endereço electrónico 20

12 Perguntas mais frequentes (FAQs) Perguntas gerais O que são células estaminais? As células estaminais são células indiferenciadas, que se podem autorenovar, ser expandidas e que se podem diferenciar em diferentes tipos celulares. Existem diferentes tipos de células estaminais. Durante o desenvolvimento embrionário, estas células especializam-se, originando os vários tipos de células do corpo, desde as células do músculo cardíaco, células nervosas, glóbulos vermelhos ou células da pele, ou mesmo, por exemplo, as células que fazem parte do olho. Mais tarde, no indivíduo adulto, as células estaminais reparam tecidos danificados e substituem as células que vão morrendo. O exemplo mais conhecido é a substituição dos glóbulos vermelhos do nosso sangue. Estas células desempenham um papel crucial para a saúde e bem-estar de cada um de nós. As células estaminais podem ser usadas em transplantes para curar doenças em que os tecidos foram perigosamente danificados. Quando é que os pais devem pedir à Crioestaminal o envio do kit de recolha do sangue do cordão umbilical? Para se ter a certeza que o kit de recolha chega a tempo e considerando que o bebé pode nascer antes da data prevista, recomendamos que os pais nos peçam para enviar o kit de recolha do sangue, pelo menos um mês antes da data prevista para o parto, de preferência dois meses antes, para poderem ler com atenção todas as indicações que são enviadas com o kit. De quem é a responsabilidade de transportar o sangue para o laboratório de criopreservação? Após o parto, os pais ou uma enfermeira, telefonam para a empresa que irá fazer o transporte. A empresa de transportes com a qual a Crioestaminal estabeleceu um acordo é a DHL. O contacto deve ser feito por telefone como indicado no procedimento de envio enviado com o kit. A empresa transportadora irá recolher a amostra de sangue no local solicitado e irá transportá-la para o laboratório de criopreservação. Os custos de transporte já estão incluídos no preço pago pelo cliente (115 Euros), sendo apenas necessário mencionar que é um cliente da Crioestaminal. De quem será a responsabilidade do transporte da amostra criopreservada se e quando as células estaminais vierem a ser necessárias para realizar um transplante? Quando as células estaminais forem requisitadas para a realização de um transplante, elas serão despachadas em 48 horas após recebido o pedido escrito do médico responsável pelo transplante. O transporte das células será da responsabilidade da Crioestaminal. Quem mais poderá usar as células estaminais? Em princípio, qualquer membro da família poderá usar as células estaminais, desde que requisitadas através de pedido escrito pelo médico assistente, e também, desde que seja dado consentimento por escrito pelos pais. Qual é a percentagem de casos em que não é encontrado um dador compatível de medula óssea ou de sangue do cordão umbilical? Entre 20 e 40% dos casos não se consegue encontrar um dador em tempo útil. Mais alguém tem o direito a ter acesso às células estaminais? Sem autorização escrita dos pais ou do tutor (conjuntamente com o pedido do médico assistente), as células estaminais não poderão ser resgatadas do local onde se encontram criopreservadas. É possível vender as células estaminais? Não é possível vender as células estaminais. Por isso, para resgatar as células, para além da autorização escrita dos pais ou do tutor da criança, é necessária requisição escrita do médico assistente a declarar haver necessidade das células para realizar um transplante na criança ou num seu familiar. Em caso de gémeos preciso de mais do que um kit de recolha do sangue? Sim. Para gémeos são necessários 2 kits de recolha. Contudo, é dada uma redução de 50% na segunda prestação para o segundo bebé. Depois da Crioestaminal receber o pagamento, quanto tempo demorará o kit de recolha do sangue a chegar a minha casa? Regra geral, a Crioestaminal procede ao envio do kit de recolha do sangue do cordão umbilical no dia em que a inscrição e o respectivo pagamento da taxa de processamento (1ª Parte) se verificarem. Sendo geralmente o kit entregue um ou dois dias depois. Porque é que exigem testes sanguíneos às doenças infecciosas se não existem casos aparentes na família? As análises sanguíneas são realizadas para detectar eventuais contaminações da amostra de sangue do cordão umbilical. Durante a gravidez são pedidas análises à mãe referentes ao CMV (IgM e IgG), Sífilis (VDRL), Hepatite B (HBs Ag), Hepatite C (HCV Ac) e HIV I/II para realizar um rastreio prévio. Quando a amostra de sangue do cordão umbilical chega ao laboratório, é efectuada uma análise por PCR ao soro, assegurando em definitivo o estado do sangue no que diz respeito a eventuais contaminações com CMV, Sífilis, Hepatite B, Hepatite C e HIV I/II. Estas análises terão obrigatoriamente de ser realizadas para conhecer o estado da amostra criopreservada, o que é indispensável para a sua utilização futura. Se um membro da família do dador adoecer e houver possibilidade de aplicar as células estaminais, como é que se sabe se as células são compatíveis? Será necessário fazer um teste de compatibilidade HLA (antigénios de leucócitos humanos) entre o dador (criança de cujo cordão umbilical foram criopreservadas as células estaminais) e o doente. Neste teste são analisados seis parâmetros e, pelo menos quatro ou cinco devem ser compatíveis. Caso contrário, existe um risco de haver rejeição quando as células forem transplantadas para o doente. A recolha do sangue do cordão umbilical é dolorosa ou envolve algum risco para a mãe? Não, o procedimento não envolve qualquer tipo de perigo nem provoca qualquer tipo de dor à mãe ou ao bebé. Quando a recolha é efectuada, o bebé encontra-se já desligado do cordão umbilical, o que significa que a técnica é totalmente não-invasiva. Existe alguma relação entre o volume de sangue recolhido e o número de células estaminais? Quanto maior o volume de sangue recolhido maior será o número de células estaminais que serão criopreservadas

13 Criopreservação O Laboratório O que é que acontece se, por algum motivo, o sangue não puder ser recolhido? No caso da amostra não ser recolhida, cessam todas as obrigações dos pais para com a Crioestaminal. Contudo, se o kit tiver sido aberto, não podemos devolver os 115 euros até aí cobrados, uma vez que os mesmos servem para pagar o kit, o transporte do kit e as despesas administrativas. A que temperatura deve ser efectuado o transporte do sangue do cordão umbilical até ao laboratório? O sangue de cordão umbilical deve ser transportado à temperatura ambiente para o laboratório onde será feito o processamento, uma vez que durante o transporte as células estaminais não devem sofrer variações de temperatura. O recipiente onde é transportado deve igualmente suportar variações extremas de temperaturas. O que é que acontece à amostra após os 20 anos? Passados 20 anos após a criopreservação, a criança então já adulta, irá receber uma carta onde é questionada se pretende continuar a ter a sua amostra de células estaminais criopreservada. Em caso afirmativo, será cobrada uma taxa adicional pelo período adicional contratado. Quando é que se considera que o armazenamento foi bem sucedido? E o que é que acontece quando as células estaminais não podem ser criopreservadas? Segundo vários artigos científicos, a taxa de sucesso de transplantes de sangue do cordão umbilical é mais elevada quando o transplante é efectuado com um número de células mononucleadas maior ou igual a 15 milhões de células por kg (a Crioestaminal disponibiliza aos seus clientes informações relativas ao volume de sangue recolhido, ao número de células mononucleadas criopreservadas e ao número de células estaminais/ progenitoras hematopoéticas, CD34+ criopreservadas). Quando o número de células estaminais CD34+ presente na amostra é inferior a 100 mil, o seu número será provavelmente demasiado baixo para transplantação. Neste caso, as células são criopreservadas para serem expandidas no futuro caso seja possível e não são cobrados os serviços de processamento e criopreservação da amostra. Se a amostra tiver um número de células CD34+ inferior a 20 mil, as células não serão criopreservadas. Neste caso, não serão cobradas as Taxas de Processamento- 2ª parte e a Taxa de Armazenamento no valor de 1085 euros. Quais são os motivos que levam a que a criopreservação não seja feita com sucesso? Por vezes, o volume de sangue recolhido não é suficiente. No entanto, a criopreservação tem uma taxa de sucesso superior a 85%. Uma leitura cuidadosa das instruções de recolha aumenta significativamente as hipóteses de sucesso. Para além do volume de sangue recolhido, existem outros factores que condicionam o número de células presentes na amostra de sangue, nomeadamente, o tempo em que é efectuada a clampagem do cordão após o nascimento do bebé. Quanto mais rápida for a clampagem, maior será o número de células recolhidas. Outro aspecto que condiciona o número de células recolhidas é o próprio tamanho do cordão umbilical. Quando a amostra sofre contaminação bacteriana, pode ser utilizada? Devido ao facto da recolha do sangue do cordão umbilical ser efectuada em ambiente não estéril, uma pequena percentagem das amostras recolhidas poderão estar contaminadas com agentes bacteriológicos. Quando a amostra de sangue do cordão umbilical é processada nos nossos laboratórios, são efectuados testes bacteriológicos. O resultado destes testes faz parte de cada processo individual e é comunicado ao médico terapeuta, se a amostra for solicitada. Segundo a Associação Americana de Bancos de Sangue (em Circular Informativa sobre o Uso de Produtos para Terapia Celular), a contaminação bacteriana de produtos celulares raramente produz efeitos graves, desde que acompanhada com tratamento anti-bacteriano na altura da transplantação. Quantas vezes é que a amostra de células estaminais armazenada pode ser utilizada? As células estaminais armazenadas poderão ser utilizadas uma ou mais vezes, tendo em conta vários factores, nomeadamente, a massa corporal, o peso do doente, a gravidade da doença e estádio da mesma, o número de células que foi possível recolher e armazenar e a própria evolução da técnica. Segundo vários artigos científicos, a taxa de sucesso de transplantes de sangue do cordão umbilical é mais elevada quando o transplante é efectuado com um número de células mononucleadas maior ou igual a 15 milhões de células por kg. Quanto mais grave e avançado for o estado da doença, maior será o número de células necessário para garantir o sucesso da sua aplicação. Actualmente, no máximo poderiam ocorrer duas utilizações, uma vez que as células estão armazenadas em dois compartimentos distintos do mesmo saco de criogenia, podendo cada compartimento ser descongelados separadamente. Contudo, o mais provável é o médico terapeuta solicitar as duas alíquotas e aplicar a totalidade das células para não correr riscos de recaídas ou do tratamento não ser bem sucedido. No futuro, prevê-se que seja possível proceder à expansão destas células em laboratório, ou seja, aumentar o seu número. Quando esta técnica estiver disponível, o recurso deixa de ser tão escasso, podendo recorrer-se às células armazenadas várias vezes, caso isso seja necessário. O sangue é testado? Antes das células estaminais serem criopreservadas é feito um rigoroso controlo de qualidade. À chegada ao laboratório é calculado o volume de sangue recolhido. Após o processamento do sangue e do isolamento das células mononucleadas estas são contadas, tal como as células estaminais hematopoiéticas CD34+. De seguida, são feitos testes para saber se a amostra sofreu algum tipo de contaminação bacteriológica durante e após a recolha. Para além disso, são feitas análises por PCR ao soro, assegurando em definitivo o estado do sangue no que diz respeito a eventuais contaminações com CMV, Sífilis, Hepatite B, Hepatite C e HIV I/II. Por fim, é testada a vitalidade das células (número de células vivas antes da criopreservação). Quem é que tem acesso ao laboratório? O acesso ao laboratório é bastante restrito. Apenas os funcionários autorizados têm acesso à unidade de criopreservação. Por outro lado, está implementado um rigoroso sistema de segurança e contra incêndios

14 26 27

15 Preço O laboratório trabalha de acordo com as mais recentes normas de qualidade? O laboratório de criopreservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical da Crioestaminal foi construído tendo em conta os mais rigorosos padrões internacionais. Não foi descurado nenhum aspecto, nomeadamente no que se refere à qualidade e segurança das instalações e dos equipamentos. Ao nível dos equipamentos foi adquirida a tecnologia topo de gama no processamento do sangue e no armazenamento das células estaminais, bem como, sistemas topo de gama no tratamento e monitorização do ar atmosférico das salas ( Clean Rooms ), controlo de acessos, gravação de imagem (a funcionar 24 sobre 24 horas, 365 dias por ano), sistemas de estabilização de energia, backup energético (que entrará em funcionamento no caso de ocorrer uma falha de energia), enchimento automático dos recipientes de azoto com monitorização contínua e alarme à distância, sistema de detecção de incêndios em fase precoce e muito mais para garantir sempre os mais elevados padrões de qualidade e segurança no nosso serviço. Quanto custa o serviço? O preço total do serviço é de 1200 euros (IVA incluído à taxa em vigor) que inclui o kit de recolha do sangue, transporte, processamento e armazenamento durante os primeiros 20 anos. Os pagamentos são efectuados da seguinte forma: euros - este valor é pago quando é solicitado o envio do kit de recolha do sangue e inclui o kit de recolha, o seu transporte para os pais, o transporte da amostra para o laboratório e despesas administrativas. Este valor corresponde à Taxa de Processamento-1ª Parte euros - este valor é pago depois das células serem armazenadas com sucesso e inclui todo o processamento da amostra no laboratório e o seu armazenamento pelo período de 20 anos. Este valor corresponde à Taxa de Processamento-2ª parte e à Taxa de Armazenamento. Em alternativa poderá optar pelos seguintes planos de pagamentos: Prazo Valor das mensalidades* 6 meses 185,61 euros 9 meses 125,12 euros 12 meses 94,88 euros *correspondente à aplicação da taxa de juro anual de 9% ao montante de 1085 euros determinada nos termos dos artigos 559 nº 2 e 1146 nº1, parte final, do Código Civil. Todos estes valores incluem IVA à taxa de 21%. Ao abrigo do programa CRIOFAMÍ- LIA, a Crioestaminal concede um desconto de 5% que incide sobre a 2ª prestação**. Este é um programa destinado a pais que já aderiram pelo menos uma vez ao serviço prestado pela Crioestaminal e que pretendam voltar a recorrer aos nossos serviços de criopreservação de células estaminais. A Crioestaminal concede também um desconto de 5% sobre a 2ª prestação a beneficiários ou aderentes das seguintes instituições**: Médis, Sams Quadors e MultiCare. ** Os descontos não são cumulativos entre si. Quanto é que se paga se o armazenamento da amostra não for bem sucedido? Se, por qualquer motivo, as células estaminais não puderem ser armazenadas, apenas será cobrada a primeira prestação no valor de 115 euros. A segunda prestação no valor de 1085 euros não será cobrada. Quanto é que irá custar o prolongamento do período de armazenamento após os 20 anos? O prolongamento do período de armazenamento por um período de 20 anos será calculado de acordo com o preço do serviço actual, actualizado de acordo com os coeficientes de desvalorização da moeda, publicados anualmente. Por que motivo é que a Crioestaminal possui um preço tão competitivo para o armazenamento do sangue do cordão umbilical? Apesar dos elevados padrões de qualidade no nosso laboratório, conseguimos ainda assim oferecer este serviço a um preço bastante razoável. Apesar dos 1200 euros que cada cliente terá de dispender pelo nosso serviço, deve considerar que este é o preço pago pelo isolamento das células estaminais e sua criopreservação durante 20 anos, período durante o qual as nossas responsabilidades são enormes. Os custos dos testes sanguíneos às doenças infecciosas estão incluídos no preço cobrado? Os testes sanguíneos ao HIV I/II, CMV (IgM), Sífilis (VDRL), Hepatite B e C durante a gravidez não estão incluídos no preço. No entanto, no preço de 1200 euros estão incluídas as análises por PCR feitas directamente ao soro do sangue do cordão umbilical quando o mesmo chega ao laboratório. O que é que acontece depois da solicitação do envio do kit de recolha do sangue? Ao solicitar o envio do kit terá de pagar 115 euros que custeiam o kit, o seu transporte e as despesas administrativas. Se por algum motivo não proceder à recolha do sangue, não terá quaisquer outras obrigações perante a Crioestaminal. Os restantes 1085 euros apenas serão pagos quando a amostra for criopreservada com sucesso

16 Algumas notícias publicadas sobre a Crioestaminal Dez mil congelaram cordão umbilical dos filhos Crioestaminal venceu Prémio Coimbra Inovação e Excelência As células ficam guardadas durante 20 anos e podem servir para curar doenças Dez mil pais portugueses fizeram, nos últimos dois anos e meio, uma espécie de seguro biológico para os filhos, recolhendo e entregando uma parte do sangue do cordão umbilical que contém células estaminais e pode vir a ser usado na cura de doenças. Estas unidades são congeladas e vão ser conservadas durante 20 anos, no laboratório de criopreservação de células estaminais inaugurado ontem, no Biocant Park, em Cantanhede. O laboratório vai também permitir a conservação de células estaminais vindas de outros países, pelo que a empresa Crioestaminal prevê entrar, a curto prazo, no mercado internacional. Estão em fase adiantada as negociações com um parceiro espanhol. O investimento de um milhão de euros em infra-estruturas e tecnologia de ponta tem como objectivo a criopreservação de células estaminais em Portugal. O desenvolvimento da investigação médico-científica na área da biomedicina também integra a lista de prioridades daquela empresa. Raul Santos, director-geral da Crioestaminal, falou na concretização de um projecto de vários anos, que vai permitir a criopreservação de células estaminais do cordão umbilical de todos os portugueses, a internacionalização da empresa e o armazenamento de amostras de outros países. Raul Santos garante que se trata de um processo muito seguro, que permite que as células estejam disponíveis, por exemplo, para a terapia de doenças do foro hematoncológico, como leucemias, Iinfomas e mialomas. A unidade laboralorial da Crioestaminal ontem inaugurada está preparada para armazenar 50 mil unidades. A empresa de Cantanhede emprega 20 pessoas, na maioria com formnção superior, incluindo doutorados, na área das ciências da saúde, desde bioquímicos, médicos, biólogos e farmacêuticos. Um seguro para a vida Margarida é a primeira filha de um casal da Sertã que ouviu falar da criopreservação de células estaminais nas consultas de ginecologia. O médico que acompanhava a gravidez de Fernanda Marçal despertou a curiosidade do marido, Hélder, que decidiu pesquisar sobre o assunto. Fizemos várias consultas, comparámos preços e decidimos investir, disse ontem o pai de Margarida, de cinco meses. Apesar de não ter qualquer razão especial que o levasse a aderir ao serviço prestado pela Crioestaminal, Hélder Marçal achou que podia tratar-se de um seguro para a vida da criança. Apesar de desconhecer problemas de saúde graves na família, o pai da pequena Margarida optou por jogar pelo seguro. Um dia mais tarde, não sabemos se pode haver uma leucemia ou outra doença qualquer. É uma forma de salvaguardar o futuro, disse ao CM. Os 1200 euros que pagou são encarados como um investimento a longo prazo. Muita gente diz que é caro, mas eu acho que não. Gastamos dinheiro em tantas coisas sem importância, sublinhou Hélder Marçal, antes de concluir: Espero que nunca seja preciso, mas se for não me vou andar a martirizar por não o ter feito. João Henriques in Correio da Manhã de 29 de Junho de 2006 Empresa dedica-se à criopreservação de sangue do cordão umbilical A Câmara Municipal de Coimbra atribuiu o Prémio Coimbra Inovação e Excelência de 2005 à Crioestaminal Saúde e Tecnologias, uma empresa sediada em Coimbra, que se dedica à preservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical. Este prémio, criado em 2002, visa promover e incentivar o que melhor se faz na cidade em termos de inovação tecnológica e atribui aos vencedores uma verba de 7500 euros, destinada a investimentos na própria empresa ou em qualquer entidade do concelho. Além da Crioestaminal, a Câmara Municipal de Coimbra, a Universidade de Coimbra e o Instituto Politécnico entidades que compõem o júri do prémio decidiram atribuir quatro menções honrosas às empresas Beiradis Comércio de Máquinas e Produtos, Basi Indústrias Farmacêuticas, ISA Instrumentos e Sistemas de Automação, e Livraria Almedina. São empresas que mostram o melhor do que se faz em Coimbra em termos de inovação e em tecnologia. No conjunto, representam cinco milhões de euros de investimento na cidade e 168 postos de trabalho, estando prestes a criar mais setenta, afirmou Horácio Pina Prata, vice-presidente da câmara. Criada em 2003, a Crioestaminal foi uma empresa pioneira em Portugal no isolamento e no tratamento de células estaminais e actualmente está instalada no Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, e no Biocant, Parque de Transferência de Tecnologia de Cantanhede. A empresa proporciona aos pais de recém-nascidos a possibilidade de preservar células estaminais do sangue do cordão umbilical, tendo por objectivo a sua utilização no tratamento de doenças do foro sanguíneo e cancerígenas ao longo da vida. Estamos felizes com o prémio, porque estamos a promover a cidade de Coimbra com um serviço inovador. Além disso, vamos continuar a investir e a aumentar o número de trabalhadores, afirmou Raul Santos, director-geral da Crioestaminal. O presidente da Câmara de Coimbra, Carlos Encarnação, enalteceu os exemplos positivos protagonizados pelas empresas premiadas, mostrando-se empenhado em combater o atraso em relação a equipamentos empresariais. André Jegundo in Público de 24 de Novembro de

17 Prémio Crioestaminal reconhece estudo da doença de Machado- -Joseph Distinção vale 20 mil euros A primeira edição do prémio Crioestaminal, no valor de 20 mil euros, é hoje entregue a uma investigadora que quer estudar as causas da doença de Machado-Joseph. Esta doença neurodegenerativa, identificada na década de 70, e que tem especial incidência na população açoriana, é provocada por alterações cromossómicas, traduzidas em alterações na forma de uma proteína. Saber que alterações são essas e de que modo podem ser evitadas é um caminho de longo curso que Sandra Ribeiro quer traçar. Foi o facto de ter definido, e bem, esse caminho que lhe valeu o prémio da Associação Viver a Ciência e da empresa Crioestaminal. A protagonista da história que Sandra Ribeiro, bioquímica de 35 anos, a trabalhar no Centro de Neurociências da Universidade de Coimbra, anda a escrever chama-se ataxina 3. Ainda vai nas primeiras páginas. Mas promete revelar muito sobre a doença de Machado-Joseph, uma doença neurodegenerativa genética incurável, que tolhe todo o sistema motor, sem nunca afectar o intelecto. Esta doença foi descoberta há cerca de 30 anos, em famílias do Massachusetts (EUA), descendentes de emigrantes açorianos. Sandra Ribeiro explica que a causa é uma alteração genética ao nível do cromossoma 14, onde ocorre uma repetição excessiva de três nucleótidos: Há um gene em que uma das sequências de tripletos, neste caso das bases c, a, g, se repete, como se de um disco riscado se tratasse, por mais vezes do que seria desejável. Todos nós temos essas repetições, que ocorrem entre dez a 40 vezes. É quando ocorrem mais de 55 vezes que surge a doença, explica a investigadora. Esta expansão de tripletos, como a ciência lhe chama, traduz-se na expansão da repetição de um aminoácido, na ataxina 3, a proteína construída a partir do molde deste gene alterado. Esses aminoácidos repetidos são as glutaminas, que estão na origem de muitos problemas: A doença de Machado-Joseph inclui-se nas doenças de poliglutaminas, das quais a mais conhecida é a Coreia de Huntington. Mas é na proteína, a ataxina 3, que Sandra Ribeiro está a trabalhar. A ataxina 3 tem segredos por revelar em relação ao modo de operar da doença de Machado-Joseph e Sandra Ribeiro quer descobri-los. Há uma alteração na sua estrutura tridimensional, por causa da alteração dos aminoácidos, explica Sandra Ribeiro, actualmente a desenvolver o seu trabalho em colaboração com o Instituto Biomédico de Investigação em Luz e Imagem, também da Universidade de Coimbra. O que estamos a tentar perceber é que alteração trldimenslonal é essa, diz a investigadora que trabalha em cristalografia de proteínas desde 1992, como se fosse uma fotógrafa de pormenor de proteínas. Um dos marcadores dessa alteração da forma da proteína é a formação de depósitos de fibras de amilóide, a principal causa da doença. Estes depósitos, que são como que um caixote do lixo que a célula usa para se livrar destas fibras, às quais não sabe o que fazer, como explica Sandra Ribeiro, ocorrem noutras doenças neurodegenerativas, como a de Alzheimer. Mas nesta doença os depósitos ocorrem na parte de fora das células. Na doença de Machado-Joseph são dentro da célula. A forma mais tóxica é o início desse processo. E é esse início que temos de alterar, ou inibir. Esta primeira edição do Prêmio Crioestaminal escolheu o trabalho de Sandra Ribeiro, entre 42 candidatos precisamente pela definição do caminho, que agora terá de ser percorrido. Para isso, precisa de financiamento. É um longo percurso até chegarmos aos doentes de Machado-Joseph, reconhece Sandra Ribeiro. Leonor Saúde, da Associação Viver a Ciência, criada para promover as ciências naturais, explica que é este espírito, de traçar um caminho e de saber como o percorrer, que se pretende premiar: Decidimos financiar um projecto que quer ser feito, não um trabalho já realizado. Queremos contrariar o facto de ser o Estado o principal financiador da ciência, recorrendo a parcerias com empresas. Luís Gomes, da Crioestaminal, empresa que trabalha na preservação de células do cordão umbilical, acha que o papel das empresas privadas no apoio à investigação científica em Portugal é essencial: Temos grandes cientistas e devemos mobilizar todos os meios para este tipo de apoio, nomeadamente na área da biomedicina, que é a nossa área, mas não só. in Público Local Centro de 4 de Maio de

18 PARTE B. CÉLULAS ESTAMINAIS DO SANGUE DO CORDÃO UMBILICAL

19 Importância das células estaminais Transplante com células estaminais Porquê o sangue do cordão umbilical? Vantagens Desvantagens Desde há mais de 30 anos que se utilizam células estaminais para o tratamento de diversas doenças do foro hemato-oncológico, tais como leucemias, linfomas ou anemias. As células estaminais são células indiferenciadas com uma elevada capacidade proliferativa que, sob condições apropriadas, podem dar origem a diversos tipos de células com funções especializadas. São estas características que estão na base da sua utilização em terapia celular, procedimento através do qual são substituídas células em processo degenerativo por células funcionais semelhantes, de modo a restaurar a função de determinados órgãos ou tecidos. As células estaminais estão presentes ao longo do desenvolvimento embrionário e no organismo adulto. Podemos encontrar células estaminais adultas em quase todos os órgãos do corpo, particularmente em locais onde ocorre regeneração rápida de tecidos. Dado que a utilização de células adultas, quer para fins de investigação quer terapêuticos, não levanta qualquer tipo de questão ética ou moral (ao contrário das células estaminais embrionárias), as células estaminais isoladas do indivíduo adulto representam uma fonte preferencial de células para uso terapêutico em várias doenças humanas. As células estaminais hematopoiéticas presentes na medula óssea e no sangue do cordão umbilical são as que, no imediato, apresentam maior aplicação terapêutica. O transplante de células estaminais hematopoiéticas é uma das terapias disponíveis para doenças hematológicas/oncológicas. O procedimento terapêutico envolve geralmente duas etapas. Em primeiro lugar o paciente é submetido a doses elevadas de quimio ou radioterapia para destruir as células malignas. De seguida o doente recebe um transplante com células estaminais hematopoiéticas que levam à reconstituição do seu sistema sanguíneo e imunitário, permitindo a sua recuperação. Existem dois tipos de tratamento disponível: a abordagem autóloga e a alogénica. Nos transplantes autólogos o paciente recebe células estaminais provenientes do seu próprio sangue, enquanto nos transplantes alogénicos o paciente é tratado com células estaminais doadas por outra pessoa. Neste caso é extremamente importante que exista compatibilidade entre o dador e receptor para que não ocorra rejeição do transplante. O sangue do cordão umbilical possui células estaminais hematopoiéticas que podem dar origem a todas as células da linhagem sanguínea. Para além de existirem no sangue do cordão umbilical, as células estaminais hematopoiéticas podem também ser isoladas da medula óssea de adultos e a partir do sangue periférico, após a sua mobilização por tratamento farmacológico. As células estaminais do sangue do cordão umbilical são células neo-natais, com características mais primitivas do que as isoladas de tecidos adultos, por isso o seu potencial é superior. Comparando com a medula óssea, o transplante com células estaminais do sangue do cordão umbilical oferece diversas vantagens. disponibilidade imediata maior probabilidade de encontrar um dador compatível menor risco de infecção viral menor incidência da doença do transplante contra o hospedeiro maior facilidade ao longo do processo de transplante Dose celular limitada tempo de recuperação mielóide (tempo que demora até que sejam produzidas novas células diferenciadas e funcionais) mais longo O primeiro transplante com células estaminais do sangue do cordão umbilical foi realizado em 1988, em França, por uma equipa médica franco-americana, numa criança com uma forma grave de anemia, a anemia de Fanconi. Foram utilizadas células compatíveis obtidas a partir de sangue do cordão umbilical de um irmão. Passados 18 anos a criança, agora adulta, mantém-se saudável e sem recaídas. Estima-se que, desde então, tenham sido já realizados mais de 7000 transplantes em todo o mundo com sangue do cordão umbilical

20 Doenças actualmente tratadas com sangue do cordão umbilical Doenças que podem ser tratadas com células estaminais, que se encontram em fase de ensaios clínicos ou em fase experimental Transplante em adultos Para um vasto conjunto de doenças, o transplante com células estaminais do sangue do cordão umbilical é uma terapia perfeitamente estabelecida e com resultados clínicos comprovados. De seguida são apresentados alguns exemplos de doenças tratadas com células estaminais de sangue do cordão umbilical. Doenças neoplásicas: Leucemia linfóide aguda Leucemia mielóide aguda Leucemia mielóide crónica Leucemia mielóide crónica juvenil Linfoma de Burkitt Liposarcoma Síndrome Mielodisplásico Tumores sólidos (ex.: neuroblastoma ou retinoblastoma) Doença de Hodgkin refractária Linfoma Não-Hodgkin Hemoglobinopatias: Talassémia (anemia de Cooley) Anemia das células falciformes Síndroma Blackfan-Diamond Imunodeficiências: Síndroma de Omenn Deficiências imunitárias combinadas severas Displasia tímica Leucodistrofia celular globóide Síndroma de Wiskott Aldrich Síndroma Linfoproliferativo ligado ao cromossoma X Síndroma de Kostmann Deficiências medulares: Anemia aplástica Anemia aplástica idiopática Disqueratosis congénita Anemia de Fanconi Trombocitopenia amegacariocítica Lista elaborada a partir de artigos científicos recentemente publicados nas revistas Biology of Blood and Marrow Transplantation da Sociedade Americana para Transplantação de Medula e Sangue e British Medical Journal, e do livro Cord Blood: Biology, Immunology, Banking and Clinical Transplantation, da Associação Americana de Bancos de Sangue. Para um também vasto conjunto de outras doenças, a terapia com células estaminais obtidas a partir do sangue do cordão umbilical ou da medula óssea encontra-se numa fase de ensaios clínicos. Nalguns casos são observadas melhorias após os tratamentos mas ainda não estão bem estudadas as doses óptimas e as condições ideais para garantir a eficácia do tratamento. Noutros casos, a infusão de células estaminais do sangue do cordão umbilical não produz uma cura, por si só, mas funciona como terapia de suporte. Os ensaios clínicos são processos que podem durar alguns anos e envolvem fases distintas que visam comprovar a segurança e eficácia de uma terapia. As doenças apresentadas a seguir são algumas das doenças tratadas com células estaminais do sangue do cordão umbilical ou da medula óssea que estão actualmente em fase de ensaios clínicos ou em regime experimental (com resultados ainda desconhecidos). Uma lista mais completa pode ser consultada em com/content/usa/medical/diseases. shtml?navid=22 Doenças metabólicas: Adrenoleucodistrofia Doença de Batten Doença de Gunther Doença de Krabbe Síndroma de Hunter Síndroma de Hurler Síndroma de Lesch-Nyhan Síndroma de Maroteaux-Lamy Doenças cardíacas e vasculares: Isquémia crónica do miocárdio Enfarte do miocárdio Doença periférica arterial Isquémia dos membros Tumores sólidos: Cancro da mama Cancro do ovário Sarcoma de Ewing s Carcinoma do rim Doenças do sistema imunitário: Disgénese reticular Síndrome de Shwachman-Diamond Outras doenças: Síndroma de Evans Osteopetrose Histiocitose das células de Langerhans Diabetes tipo I (a recrutar pacientes) Esclerose múltipla (a recrutar pacientes) Depois do sucesso dos primeiros transplantes com células estaminais do sangue do cordão umbilical num contexto pediátrico, as atenções voltaram-se para a utilização do sangue do cordão umbilical no tratamento de doenças hemato-oncológicas em indivíduos adultos. Três estudos independentes relataram a experiência americana, europeia e japonesa na transplantação de sangue do cordão umbilical em adultos. Nos três trabalhos concluiu-se que o sangue do cordão umbilical deve ser usado como fonte alternativa de células estaminais hematopoiéticas em pacientes adultos que não conseguem encontrar um dador de medula óssea compatível. A maior limitação para o transplante em adultos está relacionada com a dificuldade em obter grandes quantidades de células estaminais do sangue do cordão umbilical, uma vez que o seu volume é limitado. Uma vez que o número de células transplantadas é importante para a recuperação do paciente, estão em curso diversos ensaios clínicos que visam aumentar a quantidade de células estaminais usadas num transplante, tais como: transplante de 2 unidades de sangue do cordão umbilical transplante de células expandidas ex-vivo transplante combinado com sangue do cordão umbilical e medula óssea co-infusão com células estaminais mesenquimais (células multipotentes que podem diferenciar-se em vários tipos de células diferentes) 38 39

Cytothera Baby O serviço Cytothera Baby permite recolher e criopreservar células estaminais obtidas a partir do sangue do cordão umbilical do bebé.

Cytothera Baby O serviço Cytothera Baby permite recolher e criopreservar células estaminais obtidas a partir do sangue do cordão umbilical do bebé. A Cytothera pertence ao grupo farmacêutico MEDINFAR e dedica a sua actividade à investigação e criopreservação de células estaminais. O método pioneiro de isolamento e criopreservação de células estaminais

Leia mais

O QUE SÃO CÉLULAS ESTAMINAIS?

O QUE SÃO CÉLULAS ESTAMINAIS? O QUE SÃO CÉLULAS ESTAMINAIS? As células estaminais, também conhecidas por células mãe ou células tronco, distinguem-se das demais por serem células indiferenciadas, o que significa que não possuem a especialização

Leia mais

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Gostaria de doar sangue para apoiar a investigação médica. Como poderei fazer? Para doar uma amostra pode nos contactar (217999437 ou 965152588) ou visitar nos no

Leia mais

Regulamento do Concurso

Regulamento do Concurso Regulamento do Concurso Preâmbulo Considerando que, constituem objectivos do CRÉDITO AGRÍCOLA, enquanto Entidade Promotora: - Promover iniciativas empresariais inovadoras e conciliadoras com sinergias

Leia mais

Perguntas Frequentes. Centro de Histocompatibilidade do Norte

Perguntas Frequentes. Centro de Histocompatibilidade do Norte Perguntas Frequentes Desde quando o Banco Público de Células Estaminais do Cordão Umbilical serve gratuitamente a criopreservação às grávidas? O Despacho do Banco Público de células estaminais do cordão

Leia mais

BIOCANT PARK A NOSSA VISÃO

BIOCANT PARK A NOSSA VISÃO 01 A NOSSA VISÃO O PARQUE DE BIOTECNOLOGIA DE PORTUGAL ESTÁ A CRIAR VALOR PARA A REGIÃO E PARA O PAÍS FOMENTANDO INVESTIMENTOS E INI- CIATIVAS EMPRESARIAIS DE BASE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA. A NOSSA VISÃO

Leia mais

BOLSA INTERNACIONAL DE ENTRADA MARIE CURIE

BOLSA INTERNACIONAL DE ENTRADA MARIE CURIE ANEXO III DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS BOLSA INTERNACIONAL DE ENTRADA MARIE CURIE III. 1 - Definições FASE DE ENTRADA Para além das previstas no artigo II.1, aplicam-se à presente convenção de subvenção as

Leia mais

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas Guia do Utilizador Cartão BPI Gold Empresas Índice 1. O Cartão BPI Gold Empresas...3 2. Precauções a ter com o seu Cartão BPI Gold Empresas...3 3. O que fazer em caso de perda, furto, roubo ou extravio

Leia mais

1. PERGUNTAS FREQUENTES 1.1. INFORMAÇÕES GERAIS

1. PERGUNTAS FREQUENTES 1.1. INFORMAÇÕES GERAIS 1. PERGUNTAS FREQUENTES 1.1. INFORMAÇÕES GERAIS - Quem explora o site Pixel4Winner.com? - Onde está sedeada a sociedade anónima? - Posso ter confiança no site Pixel4Winner.com? - A participação a uma lotaria

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

GUIA DO UTILIZADOR Cartão BPI Prémio

GUIA DO UTILIZADOR Cartão BPI Prémio GUIA DO UTILIZADOR Cartão BPI Prémio Índ ce 1. O Cartão BPI Prémio... 2 2. Precauções a ter com o seu Cartão BPI Prémio... 2 3. O que fazer em caso de perda, furto, roubo ou extravio do cartão... 3 4.

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA pág. 1 / 5 TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA 1. INTRODUÇÃO O site de vendas online www.fitnesshut.pt (adiante designado por site ou loja online) é um site de vendas online

Leia mais

Dos documentos que se seguem quais os necessários para abrir uma conta num banco?

Dos documentos que se seguem quais os necessários para abrir uma conta num banco? Quais as principais funções de um banco? A Captar depósitos e gerir a poupança dos seus clientes. B Conceder empréstimos a empresas, particulares e ao Estado. C Disponibilizar meios e formas de pagamento

Leia mais

Neurociências. ID: 60262485 22-07-2015 Premiado projecto de investigação sobre a ELA

Neurociências. ID: 60262485 22-07-2015 Premiado projecto de investigação sobre a ELA ID: 60262485 22-07-2015 Premiado projecto de investigação sobre a ELA Tiragem: 33183 País: Portugal Period.: Diária Âmbito: Informação Geral Pág: 31 Cores: Cor Área: 5,66 x 30,41 cm² Corte: 1 de 1 Neurociências

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições)

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM. Artigo 1.º. (Âmbito e Definições) CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA ONLINE WWW.ZILIANCHOOSE.COM Artigo 1.º (Âmbito e Definições) 1 As presentes condições gerais regulam a venda, incluindo o registo e a encomenda, de produtos através da página/sítio

Leia mais

PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DAS PME DA REGIÃO CENTRO NOS PROGRAMAS VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NERGA, 23 DE JULHO

PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DAS PME DA REGIÃO CENTRO NOS PROGRAMAS VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NERGA, 23 DE JULHO Workshop Vale Mais Centro PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO DAS PME DA REGIÃO CENTRO NOS PROGRAMAS VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NERGA, 23 DE JULHO ÍNDICE 1. O PROGRAMA VALE I&DT 2. O PROGRAMA VALE INOVAÇÃO 3. AS ENTIDADES

Leia mais

Águas de Gondomar considerada novamente uma das Melhores Empresas para Trabalhar. A Águas de Gondomar, de acordo com os resultados publicados na

Águas de Gondomar considerada novamente uma das Melhores Empresas para Trabalhar. A Águas de Gondomar, de acordo com os resultados publicados na info Gondomar Newsletter N.º14 Julho 2012 Semestral Águas de Gondomar considerada novamente uma das Melhores Empresas para Trabalhar A Águas de Gondomar, de acordo com os resultados publicados na revista

Leia mais

CASOS DE SUCESSO DO CONCURSO NACIONAL DE INOVAÇÃO BES. O sucesso. dos métodos. não invasivos. de detecção. do cancro

CASOS DE SUCESSO DO CONCURSO NACIONAL DE INOVAÇÃO BES. O sucesso. dos métodos. não invasivos. de detecção. do cancro CASOS DE SUCESSO DO CONCURSO NACIONAL DE INOVAÇÃO BES O sucesso dos métodos não invasivos de detecção do cancro Foi distinguida no Concurso Nacional de Inovação BES em 2007 e desde então já lançou no mercado

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA Considerando: A importância do sector do Cinema como vector de dinamização das expressões artísticas e de contribuição para o desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK

REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK REGULAMENTO DA INCUBADORA DO TAGUSPARK Data: Outubro de 2013 PARTE I Aspectos Gerais Artigo 1º (Âmbito) No presente regulamento definem-se os procedimentos de funcionamento da Incubadora do Taguspark,

Leia mais

Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário

Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário Ajudando futuros pais a tomar uma decisão consciente Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa O que é sangue de cordão umbilical

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS. PERGUNTAS MAIS FREQUENTES (FAQs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS. PERGUNTAS MAIS FREQUENTES (FAQs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS REGIME DE CANDIDATURA DE ATRIBUIÇÃO DOS TÍTULOS DE ESPECIALIDADE DO COLÉGIO DE BIOLOGIA HUMANA E SAÚDE (INSTRUÇÕES PARA O SECRETARIADO) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES (FAQs) Gostaria

Leia mais

Portaria n.º 348/98, de 15 de Junho Boas práticas de distribuição de medicamentos de uso humano e medicamentos veterinários

Portaria n.º 348/98, de 15 de Junho Boas práticas de distribuição de medicamentos de uso humano e medicamentos veterinários Boas práticas de distribuição de medicamentos de uso humano e medicamentos veterinários O sistema de garantia da qualidade dos medicamentos, quer sejam de uso humano, quer sejam veterinários, abarca não

Leia mais

APRESENTAÇÃO CYTOTHERA CORD E CYTOTHERA PLUS

APRESENTAÇÃO CYTOTHERA CORD E CYTOTHERA PLUS APRESENTAÇÃO CYTOTHERA CORD E CYTOTHERA PLUS Garantir o futuro da saúde do seu filho com Patrícia SEGURANÇA Cruz e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Apresentação de um serviço único na Europa na área da Biotecnologia

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA DO INFARMED, I.P.

REGULAMENTO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA DO INFARMED, I.P. REGULAMENTO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA DO INFARMED, I.P. 1. ÂMBITO E MISSÃO... 2 2. LOCALIZAÇÃO... 2 3. HORÁRIO... 2 4. ACESSO... 2 5. LEITORES... 3 6. SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELO

Leia mais

CONDIÇÕES DE VENDA. 1. Prazo de entrega O prazo de entrega é o referido na confirmação da encomenda, salvo acordo em contrário.

CONDIÇÕES DE VENDA. 1. Prazo de entrega O prazo de entrega é o referido na confirmação da encomenda, salvo acordo em contrário. CONDIÇÕES DE VENDA A venda de produtos da Portucel Soporcel Fine Paper S.A. ( vendedor ) é regulada pelas condições abaixo descritas, em conformidade com as práticas em vigor na indústria e comércio de

Leia mais

ESTE DOCUMENTO SERVE APENAS PARA MOSTRAR MICROPROJECTOS CIÊNCIA VIVA SÓ SERÃO VALIDADAS AS CANDIDATURAS SUBMETIDAS

ESTE DOCUMENTO SERVE APENAS PARA MOSTRAR MICROPROJECTOS CIÊNCIA VIVA SÓ SERÃO VALIDADAS AS CANDIDATURAS SUBMETIDAS ESTE DOCUMENTO SERVE APENAS PARA MOSTRAR TODAS AS ETAPAS DO FORMULÁRIO DE SUBMISSÃO DE CANDIDATURAS AO CIÊNCIA NA HORA MICROPROJECTOS CIÊNCIA VIVA SÓ SERÃO VALIDADAS AS CANDIDATURAS SUBMETIDAS POR VIA

Leia mais

Financiamento e Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Financiamento e Apoio às Micro e Pequenas Empresas Financiamento e Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Concelho da Nazaré no âmbito do Programa FINICIA Anexo I ao protocolo financeiro e de cooperação Normas e Condições de Acesso Artigo 1º. (Objectivo)

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

28 PME Líder CRITÉRIOS. Bloomberg News

28 PME Líder CRITÉRIOS. Bloomberg News 28 PME Líder CRITÉRIOS Bloomberg News CRITÉ RIOS COMO CHEGAR A PME LÍDER Atingir o Estatuto PME Líder é a ambição de muitas empresas. É este o primeiro passo para chegar a PME Excelência. Saiba o que precisa

Leia mais

Código: CHCB.PI..EST.01 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas:1 de 12. 1. Objectivo. 2. Aplicação

Código: CHCB.PI..EST.01 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas:1 de 12. 1. Objectivo. 2. Aplicação Código: CHCB.PI..EST.01 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas:1 de 12 1. Objectivo o Estabelecer normas para o processamento dos dispositivos médicos, baseadas em padrões de qualidade. o Estabelecer condições de

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA CA DESTINO

REGULAMENTO DO PROGRAMA CA DESTINO REGULAMENTO DO PROGRAMA CA DESTINO A Caixa Central Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, C.R.L., contribuinte nº 501464301, com sede na Rua Castilho, nº233, 1099-004 LISBOA, através da Direcção de Marketing

Leia mais

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Ponto de situação em 31 de Outubro de 2007 As listas de consumidores com direito à restituição de caução foram

Leia mais

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos

Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Vendas pela Internet, televisão, telefone, fax ou catálogos Para assegurar os direitos dos consumidores relativos à informação dos produtos e identidade do vendedor, as empresas têm de cumprir regras sobre

Leia mais

IMIGRANTES E SERVIÇOS FINANCEIROS QUESTIONÁRIO. N questionário. Cidade em que habita:. Sexo: M F Idade:

IMIGRANTES E SERVIÇOS FINANCEIROS QUESTIONÁRIO. N questionário. Cidade em que habita:. Sexo: M F Idade: IMIGRANTES E SERVIÇOS FINANCEIROS QUESTIONÁRIO N questionário Cidade em que habita:. Sexo: M F Idade: Grau de Ensino: 1. Nenhum 2. Escola primária ou ciclo preparatório 3. Escola Secundária/qualificações

Leia mais

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS 2015 REGULAMENTO Artigo 1º Âmbito e Enquadramento A Ciência Viva Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica promove o programa Ocupação Científica

Leia mais

As empresas farmacêuticas não se importam com a DH, certo?

As empresas farmacêuticas não se importam com a DH, certo? Notícias científicas sobre a Doença de Huntington. Em linguagem simples. Escrito por cientistas. Para toda a comunidade Huntington. Entrevista: Graeme Bilbe, chefe global de Neurociências na Novartis O

Leia mais

Termos e Condições Cartão de descontos em Serviços Auto

Termos e Condições Cartão de descontos em Serviços Auto Termos e Condições Cartão de descontos em Serviços Auto 1. A presente oferta é válida para Residentes em Portugal, maiores de 18 anos. Não pode ser usada conjuntamente com qualquer outra oferta promocional

Leia mais

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo PROCEDIMENTOS GERAIS PARA O REGISTO DE EMPRESAS EM PORTUGAL As sociedades estrangeiras podem praticar as suas actividades em Portugal através da constituição de uma representação permanente no território

Leia mais

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO

GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO Manual de GUIA PRÁTICO SUBSÍDIO MENSAL VITALÍCIO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Subsídio Mensal Vitalício (4004 v4.16) PROPRIEDADE

Leia mais

Ninho de Empresas de Mortágua

Ninho de Empresas de Mortágua mortágua ninho de empresas Ninho de Empresas de Mortágua REGULAMENTO Preâmbulo Inserindo-se numa estratégia de Desenvolvimento do Concelho de Mortágua que dá prioridade ao Crescimento Económico e ao Empreendedorismo,

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO A Quatro Educativo, na pessoa de Paulo Sérgio da Silva Vieira, tem sede na Rua do Barreiro nº 5, Casal da Estortiga, 2495-102 Santa Catarina da Serra.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO Caro(a) Utilizador(a) As presentes condições de uso estabelecem as regras e obrigações para o acesso e utilização do sítio da internet www.rolos.pt, bem como de

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 É do interesse das Instituições de Ensino Superior promover a excelência do ensino, propiciando aos seus estudantes

Leia mais

Recomendações aos Investidores em Instrumentos Financeiros

Recomendações aos Investidores em Instrumentos Financeiros Recomendações aos Investidores em Instrumentos Financeiros Um investimento responsável exige que conheça todas as suas implicações. Certifique-se de que conhece essas implicações e que está disposto a

Leia mais

Caderno de Apresentação Franquia

Caderno de Apresentação Franquia Caderno de Apresentação Franquia A Empresa A Genial Books iniciou suas actividades em dez/95 depois de um dos sócios conhecer o "Livro Personalizado", numa viagem de férias aos Estados Unidos. Vislumbrando

Leia mais

1 Boas Práticas de Utilização 1.1 Normas de Qualidade Higiene e Ambiente - Água

1 Boas Práticas de Utilização 1.1 Normas de Qualidade Higiene e Ambiente - Água 2 Conteúdos 1 Boas Práticas de Utilização... 1.1 Normas de Qualidade Higiene e Ambiente - Água... 1.2 Normas de Segurança... 1.3 Recomendações de Ergonomia... 1.4 Normas de Utilização... 2 Resolução de

Leia mais

HP Hardware Support Exchange Service HP Customer Support Contractual Services

HP Hardware Support Exchange Service HP Customer Support Contractual Services HP Hardware Support Exchange Service HP Customer Support Contractual Services Um serviço fiável e rápido de substituição de hardware que é uma alternativa rentável e conveniente à reparação no local de

Leia mais

AIBILI. um sonho transformado em excelência na área da Oftalmologia AIBILI

AIBILI. um sonho transformado em excelência na área da Oftalmologia AIBILI AIBILI AIBILI um sonho transformado em excelência na área da Oftalmologia É o Centro de Coordenação da Rede Europeia de Centros de Ensaios Clínicos em Oftalmologia, que inclui 78 centros europeus, e, desde

Leia mais

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes.

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes. SERVIÇO MB Way O que é o MB Way? O MB Way é a primeira solução interbancária que permite fazer compras e transferências imediatas através de smartphone ou tablet. Basta aderir ao serviço num MULTIBANCO,

Leia mais

LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO. Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO. Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Apresentação de um serviço único na Europa na área da Biotecnologia Clínica As células estaminais

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS PARA A CRIAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS PARA A CRIAÇÃO DE EMPRESAS INOVADORAS REGULAMENTO REGULAMENTO Artigo 1.º - Enquadramento O Concurso de Ideias para a Criação de Empresas Inovadoras é uma iniciativa do BICMINHO no âmbito da execução da operação n.º NORTE-07-0364-FEDER-000006 Apoio à Criação

Leia mais

Adesão ao Serviço MB WAY

Adesão ao Serviço MB WAY Adesão ao Serviço MB WAY 1) Objecto Pelo presente contrato, o Banco Santander Totta SA obriga-se a prestar ao Utilizador o Serviço MB WAY, nas condições e termos regulados nas cláusulas seguintes, e o

Leia mais

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO A Direcção da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, reunida em sessão de 18 de Julho de 2012, deliberou instituir uma Bolsa, destinada a apoiar projectos de investigação e projectos profissionais

Leia mais

******* Protocolo estabelecido com o ESPAÇO ÁVILA

******* Protocolo estabelecido com o ESPAÇO ÁVILA J U R I S T @ N L I N E CONSULTÓRIO JURÍDICO ON-LINE ******* Protocolo estabelecido com o ESPAÇO ÁVILA Considerando que: 1º A consulta jurídica é feita pelo consultório jurídico JURIST@NLINE, constituído

Leia mais

Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES. Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde. Contacto: taxa.04@infarmed.

Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES. Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde. Contacto: taxa.04@infarmed. Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde Contacto: taxa.04@infarmed.pt 2008/Setembro NOTAS EXPLICATIVAS 1. As Declaração de Vendas a que se referem

Leia mais

Para qualquer questão relacionada com o passatempo de EDP COOL JAZZ MELODY GARDOT: envie um e-mail para passatempos@sol.pt

Para qualquer questão relacionada com o passatempo de EDP COOL JAZZ MELODY GARDOT: envie um e-mail para passatempos@sol.pt ATENDIMENTO AO LEITOR SEMANÁRIO SOL Para qualquer questão relacionada com o passatempo de EDP COOL JAZZ MELODY GARDOT: envie um e-mail para passatempos@sol.pt ou ligue 210 434 000 Horário de Atendimento

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO 1. O CARTÃO ZILIAN é válido nos estabelecimentos comerciais Zilian, pertencentes ao Grupo Mar Capital, SGPS, SA, adiante designados

Leia mais

Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Concelho de Serpa

Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Concelho de Serpa Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Concelho de Serpa Anexo I ao protocolo financeiro e de cooperação Normas e Condições de Acesso Artigo 1º. (Objectivo) Pretende-se colocar à disposição das

Leia mais

CENTRO DE INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE EMPRESAS INOV.POINT REGULAMENTO INTERNO

CENTRO DE INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE EMPRESAS INOV.POINT REGULAMENTO INTERNO CENTRO DE INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE EMPRESAS INOV.POINT REGULAMENTO INTERNO I Introdução 1.1 O presente Regulamento destina-se a estabelecer as regras de acesso e de funcionamento do INOV.POINT Centro

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO

PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO 1 QUANDO É QUE O BCE ASSUMIRÁ A SUPERVISÃO DOS BANCOS? O BCE assumirá

Leia mais

Condições Gerais de Prestação de Serviços Analíticos 2013/14

Condições Gerais de Prestação de Serviços Analíticos 2013/14 Laboratório de Análises Um Laboratório ao serviço da Academia e da Indústria Condições Gerais de Prestação de Serviços Analíticos 2013/14 Laboratório de Análises Tel: +351 212947805 (ext: 10993) http://www.dq.fct.unl.pt/servicos-externos

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO Tendo em conta os princípios constantes do Programa do XVII Governo Constitucional em matéria de política de saúde, foi definido, pelo Decreto Lei n.º

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO CONSELHO, AO PARLAMENTO EUROPEU, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO CONSELHO, AO PARLAMENTO EUROPEU, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES PT PT PT COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 6.1.2010 COM(2009)708 final COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO CONSELHO, AO PARLAMENTO EUROPEU, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES sobre a aplicação

Leia mais

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 1 Junho 2015 SEGURO de SAÚDE

Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família. Boletim Informativo Nº 1 Junho 2015 SEGURO de SAÚDE Luso-Atlântica, o Parceiro que se preocupa com a Sua Saúde e a da Sua Família O Seguro de Saúde adquiriu ao longo dos tempos uma importância crescente no apoio aos cuidados de Saúde da Comunidade Farmacêutica,

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE MUDANÇA DE COMERCIALIZADOR - CONSULTA PÚBLICA -

PROCEDIMENTOS DE MUDANÇA DE COMERCIALIZADOR - CONSULTA PÚBLICA - PROCEDIMENTOS DE MUDANÇA DE COMERCIALIZADOR - CONSULTA PÚBLICA - 1. ENQUADRAMENTO Na sequência da consulta pública acima mencionada, promovida conjuntamente pelos reguladores português e espanhol, vem

Leia mais

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO

REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO REGULAMENTO DE SEMINÁRIO / ESTÁGIO DA LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES PREÂMBULO A disciplina de Seminário/Estágio, do 3º ano da Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de

Leia mais

REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO

REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO Objetivo Artigo 1.º 1. Este regulamento tem como objetivo estabelecer condições e normas para a obtenção

Leia mais

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com Prime Soluções Empresariais SEDE: Rua de Entrecampos, 28, 1749-076 Lisboa Nº de Pessoa Colectiva 502 M 757 - N' de Matricula 08537 C.R.C.L Capital Social de EUR.; 30 000 000. I/ -I- CONTRATO DE PRESTAÇÃO

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO PARTE I ENQUADRAMENTO GERAL Artigo 1.º Âmbito das iniciativas de apoio a empreendedores emigrantes O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (doravante ACM, I.P.) propõe

Leia mais

CONSENTIMENTO INFORMADO Versão #

CONSENTIMENTO INFORMADO Versão # FORMULÁRIO TIPO FOLHA DE INFORMAÇÃO AO PARTICIPANTE /FORMULÁRIO DE CONSENTIMENTO INFORMADO E AUTORIZAÇÃO PARA USO E DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO MÉDICA chilshflsdk. TÍTULO DO ENSAIO CLÍNICO: PROTOCOLO Nº.

Leia mais

DEZEMBRO 2013. Crédito Protocolado SOLUÇÕES PARA O CRESCIMENTO DA SUA EMPRESA

DEZEMBRO 2013. Crédito Protocolado SOLUÇÕES PARA O CRESCIMENTO DA SUA EMPRESA DEZEMBRO 2013 Na atual conjuntura económica, o Millennium bcp continua a implementar a sua estratégia de apoio às Empresas portuguesas, motores essenciais para o crescimento económico e criação de emprego.

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO DE OBRAS DE AUTORES PORTUGUESES E DE AUTORES AFRICANOS DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO DE OBRAS DE AUTORES PORTUGUESES E DE AUTORES AFRICANOS DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO DE OBRAS DE AUTORES PORTUGUESES E DE AUTORES AFRICANOS DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUESA CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1º Objecto 1 - O presente regulamento

Leia mais

PROJECTO PARA A CONSTITUIÇÃO DE UMA REDE NACIONAL DE BANCOS DE TUMORES EM PORTUGAL

PROJECTO PARA A CONSTITUIÇÃO DE UMA REDE NACIONAL DE BANCOS DE TUMORES EM PORTUGAL PROJECTO PARA A CONSTITUIÇÃO DE UMA REDE NACIONAL DE BANCOS DE TUMORES EM PORTUGAL Preâmbulo Um Banco de Tumores (BT) é um tipo particular de biobanco que consiste na colecção organizada de amostras de

Leia mais

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo.

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo. novidades da versão 4.0 Registo automóvel o Pedido de certidão automóvel o Pedidos de registo automóvel o Estado dos pedidos Registo predial o Pedido de certidão predial o Pedido de depósito o Pedido de

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

Processo de declaração de conformidade de software PEM

Processo de declaração de conformidade de software PEM Processo de declaração de conformidade de software PEM Dezembro, 2012 Versão 1,0 Os direitos de autor deste trabalho pertencem à SPMS e a informação nele contida é confidencial. Este trabalho não pode

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação MBA em Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2012-2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é

Leia mais

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição:

Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Termos e Condições da One.com v.09 Os seguintes termos são aplicáveis na One.com a partir de 1 de Setembro de 2015. 1. Subscrição: Uma subscrição de um espaço web da One.com oferece acesso aos servidores

Leia mais

2. Posso aderir aos serviços da Nacacomunik se residir nos Açores ou na Madeira? Sim.

2. Posso aderir aos serviços da Nacacomunik se residir nos Açores ou na Madeira? Sim. Nacacomunik e pré-seleção de operador 1. Porque é que a ACN se chama Nacacomunik Serviços de Telecomunicações, Lda. em Portugal? Como em Portugal já existiam duas empresas com o nome ACN, registámos a

Leia mais

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO

REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO REGULAMENTO DO PASSAPORTE PARA O EMPREENDEDORISMO Artigo 1º Âmbito Ao abrigo do n.º 1 do artigo 8.º da Portaria n.º 370-A/2012, de 15 de novembro de 2012, o presente regulamento estabelece os procedimentos

Leia mais

Estudo PARTNER. Foi convidado a participar neste estudo porque é um parceiro VIH positivo numa relação com um homem.

Estudo PARTNER. Foi convidado a participar neste estudo porque é um parceiro VIH positivo numa relação com um homem. Informação ao participante e consentimento informado para o parceiro VIH positivo Estudo PARTNER O estudo PARTNER é um estudo levado a cabo com casais em que: (i) um parceiro é VIH positivo e o outro é

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

Portaria n.º 827/2005, de 14 de Setembro Estabelece as condições de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM)

Portaria n.º 827/2005, de 14 de Setembro Estabelece as condições de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM) Estabelece as condições de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM) O Decreto-Lei n.º 134/2005, de 16 de Agosto, que permite a venda de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM)

Leia mais

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO

GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO GUIA PRÁTICO PRESTAÇÕES DE DESEMPREGO - MONTANTE ÚNICO INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/11 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Prestações de Desemprego Montante Único

Leia mais

Mudar de Conta Bancária. Guia para a Mobilidade de Serviços Bancários

Mudar de Conta Bancária. Guia para a Mobilidade de Serviços Bancários Mudar de Conta Bancária Guia para a Mobilidade de Serviços Bancários Como nasce este Guia O presente Guia baseia-se nos Princípios Comuns Para a Mobilidade de Serviços Bancários, adoptados alguns anos

Leia mais

ACORDO QUE INSTITUI O LABORATÓRIO EUROPEU DE BIOLOGIA MOLECULARA

ACORDO QUE INSTITUI O LABORATÓRIO EUROPEU DE BIOLOGIA MOLECULARA Resolução da Assembleia da República n.º 31/98 Acordo Que Institui o Laboratório Europeu de Biologia Molecular, concluído em Genebra em 10 de Maio de 1973, no âmbito do Acordo Relativo à Criação da Conferência

Leia mais

ASSUNTO: LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO

ASSUNTO: LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO CIRCULAR Nº 036/2016 (SF) RF/RC Lisboa, 09 de Março de 2016 ASSUNTO: LEI N.º 144/2015 DE 8 DE SETEMBRO Informação aos clientes quanto à existência de entidades de resolução alternativa de litígios de consumo

Leia mais

Quarto Estudo de Follow up dos Diplomados

Quarto Estudo de Follow up dos Diplomados Cursos de Formação em Alternância na Banca Quarto Estudo de Follow up dos Diplomados Relatório Cursos terminados entre 2006 e 2009 Projecto realizado em parceria e financiado pelo Instituto de Emprego

Leia mais

REGULAMENTO BOLSA DE IDEIAS. Preâmbulo

REGULAMENTO BOLSA DE IDEIAS. Preâmbulo REGULAMENTO Preâmbulo A Bolsa de Ideias CAIE (BI) é uma iniciativa desenvolvida pelo Projecto CAIE Centro de Apoio à Inovação e ao Empreendedorismo, financiado pela Iniciativa Comunitária EQUAL. Esta iniciativa

Leia mais

Passaporte para o Empreendedorismo

Passaporte para o Empreendedorismo Passaporte para o Empreendedorismo Enquadramento O Passaporte para o Empreendedorismo, em consonância com o «Impulso Jovem», visa através de um conjunto de medidas específicas articuladas entre si, apoiar

Leia mais

Assunto: Proposta de fornecimento do Programa dbgep

Assunto: Proposta de fornecimento do Programa dbgep Julho de 2009 Assunto: Proposta de fornecimento do Programa dbgep A aplicação dbgep é constituída pelos seguintes módulos: Aplicação Função Situação comercial dbgep C Contabilidade em comercialização dbgep

Leia mais

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte:

Uma vez feito o pagamento você poderá enviar um e-mail ou fax com o comprovante para o seguinte: DEPARTAMENTO FINANCEIRO DA CORPORATE GIFTS O departamento financeiro da Corporate Gifts orgulha-se pela nossa capacidade de fornecer aos nossos clientes um serviço seguro, preciso e imediato. Será um prazer

Leia mais

OraQuick ADVANCE HIV-1/2 Teste Rápido para a Detecção de Anticorpos HIV-1/2. Plasma. Amostras HIV-1. Amostras HIV-1. Amostras

OraQuick ADVANCE HIV-1/2 Teste Rápido para a Detecção de Anticorpos HIV-1/2. Plasma. Amostras HIV-1. Amostras HIV-1. Amostras Dispositivo Médico para Diagnóstico In vitro Nome Mandatário Fabricante Distribuidor Tipo de Teste Teste rápido. OraQuick ADVANCE /2 Teste Rápido para a Detecção de Anticorpos /2 Aplicação Diagnóstica

Leia mais

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel.

A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. A certificação de Qualidade para a Reparação Automóvel. Projecto A Oficina+ ANECRA é uma iniciativa criada em 1996, no âmbito da Padronização de Oficinas ANECRA. Este projecto visa reconhecer a qualidade

Leia mais

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso: ganhe

Leia mais