Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé"

Transcrição

1 MedicalMedia Distribuição Gratuita Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé Registe-se no Clube Mamãs & Bebés e beneficie de inúmeras vantagens Inscreva-se FEVEREIRO / ABRIL 2014 N.º 20 TRIMESTRAL Mafalda Teixeira no próximo Workshop VEJA A ENTREVISTA COM MAFALDA TEIXEIRA

2

3 ÍNDICE Editorial / Índice... 1 Entrevista Mafalda Teixeira... 2 Cuidados Pré-Natais... 4 Nove Meses de Emoção Cuidados da grávida Tudo a postos O Parto O Pós-Parto Nasceu o seu Bebé Viver com o bebé A alimentação do bebé Desenvolvimento do bebé Agradecimentos: Fotografia: Hug EDITORIAL Está grávida? Parabéns! Vai iniciar uma viagem por um dos momentos mais marcantes da sua vida. Apesar da alegria que é sentir que existe um ser a crescer dentro de nós, haverá sempre receios, dúvidas e inseguranças. Nem todas as mulheres vivem este momento da mesma forma: algumas sentem-se sempre maravilhosamente bem, enquanto outras vivem em permanente mal-estar e aceitam com dificuldade as transformações físicas inevitáveis. Com o nascimento do seu bebé, a verdade é que tudo irá dar uma volta de 360 graus. A rotina diária girará em torno do seu pequenino, que precisará de ser alimentado, limpo e satisfeito a qualquer hora do dia ou da noite. E uma coisa é certa: o seu bebé vem sem livro de instruções! O primeiro ano do seu bebé será um ano de desafios e mudanças. Um mês, uma semana ou até mesmo um dia farão toda a diferença no seu desenvolvimento. Vê-lo-á crescer a uma velocidade incrível e MedicalMedia - Mamãs & Bebés Delegação Sul Edifício Atlantapark 1, Estrada da Luz, nº 90, 8.º d Lisboa Delegação Norte Rua António Cândido, Porto Telf: Fax: MedicalMedia Administração (Directora Geral): Marta Castro Coordenadora Operacional: Inês Pessoa Directora Editorial: Ana Apolinário Fotografia: Hug - Produções Fotográficas Organização de eventos: Vanessa Veiga Comissão Científica APN- Associação Portuguesa Nutricionistas APSI- Associação para a Promoção da Segurança Infantil Enfermeira Lurdes Ribeiro Enfermeira Maria do Céu Ramalho Dr. Vasco Soares Impressão: Lisgráfica Pré-impressão: Alves&Albuquerque Tiragem: Exemplares Periocidade: Trimestral Embora todos os conteúdos tenham sido revistos por especialistas, a MedicalMedia não se responsabiliza por eventuais erros. A informação contida neste guia não dispensa nem substitui a consulta médica. Interdita a reprodução total ou parcial de quaisquer textos ou ilustrações, sem autorização prévia da MedicalMedia. o ser indefeso que levou para casa irá dando lugar a um bebé cada vez mais autónomo, que demonstrará diariamente novas capacidades e exigirá novas respostas da sua parte. Se o bebé estará no centro de todas as atenções, como ficarão vocês, o casal? O que acontecerá à vossa intimidade, à vossa vida, aos vossos hábitos? A Mamãs & Bebés, pretende ser um guia útil e indispensável, durante a sua gravidez e primeiro ano de vida do seu bebé, procurando informar, orientar e alertar. Por último, não deixe de aderir ao clube Mamãs & Bebés e usufruir de todas as vantagens que temos para si! Esperamos que com a nossa ajuda consiga vencer as suas inseguranças, vivendo em pleno a sua gravidez e desfrutando cada avanço do crescimento do seu pequeno tesouro! 1

4 EMOÇÕES E RECEIOS DE MAFALDA TEIXEIRA 1 - Gravidez é sinónimo de nove meses de emoção. Consegue transmitir as emoções que sentiu desde o momento que soube que estava grávida? Inicialmente foi um choque, pois não foi uma gravidez planeada, logo não estávamos à espera de uma notícia destas, mas depois foi recebida com muita alegria, não só por nós como por toda a família, amigos e todos os portugueses que nos acompanham ;) Até à data, têm sido 6 meses de uma experiência incrível que é sentir um bebe a crescer dentro de nós! Sou muito paparicada e acarinhada em todo o lado que vou! 2 - Que cuidados tem durante gravidez (alimentação, exercício físico)? De que forma alterou as suas rotinas diárias, o seu ritmo de vida? Sempre fui uma pessoa cuidada e saudável, principalmente agora que estou a gerar um bebe. Estou a ser acompanhada no centro de preparação para o parto a todos os níveis, pratico exercício físico específico para grávidas entre 4 a 5 vezes por semana, faço workshops vários e tenho uma nutricionista que orienta toda a minha dieta alimentar, com base em 2 comida macrobiótica, com muitos legumes, sopas, sementes, frutos secos, proteína vegetal e alguma animal, evitando os lacticínios de vaca, carne vermelha, fritos, hidratos de carbono processados e doces. Quero ser uma Mãe super saudável, enérgica e sempre bem disposta :) Agora com a barriga maior, sinto alguma necessidade de abrandar um pouco e descansar mais. 3 - Ao longo deste período de gestão tem beneficiado de algum acompanhamento especial em termos médicos? Estamos a ser acompanhados pelo Dr. Jorge Lima na Cuf das Descobertas e tem sido fantástico! Um excelente profissional que nos transmite bastante segurança. 4 - Vão guardar as células estaminais do sangue e tecido do vosso bebé? Sem sombra de dúvidas. É um investimento na saúde e bem estar do nosso filho, com os avanços que temos assistido ao nível da biomedicina era impensável não fazer criopreservação e não salvaguardar terapêuticas insubstituíveis. Existem milhares de aplicações terapêuticas em inúmeras doenças como leucemias e paralisia cerebral. Escolhemos a BebéCord, porque foi a que se destacou no que era mais importante para nós: profissionalismo, rigor e segurança. Um dos exemplos é a qualidade do transporte e do kit de recolha, de modo a garantir o maior número de células estaminais. Outro exemplo é a solidez financeira, pois queríamos garantir a manutenção das amostras durante 25 anos, mesmo em caso de problemas financeiros..

5 5 - Como reagiu quando fez a primeira ecografia? A 1ª ecografia penso que foi a mais emocionante para mim e para o Kapinha, principalmente quando ouvimos os batimentos cardíacos do nosso Mimikas ;) 6 - Pensa frequentar as aulas de preparação para o parto? Já frequento aulas de fitness e treino personalizado desde a 15ª semana de gestação e já iniciámos o curso de pré parto, de modo a aprender tudo o que precisamos para receber este bebe da melhor forma possível. 7 - Como se sente nesta fase da sua vida? Quais as suas emoções e receios? Eu gosto de viver um dia de cada vez em qualquer momento da minha vida, nesta fase ainda mais ;) É uma experiência única que quero aproveitar ao máximo, com muita tranquilidade e felicidade! Para já não tenho receios e prefiro manter me calma e não criar muitas expectativas em relação ao parto, que será certamente um dia de grande ansiedade. Este ano o Pai Natal já ofereceu muitas coisas para os primeiros meses do Mimikas ;) Pessoalmente ainda não comprei nada, mas já andamos a ver o mais importante no que diz respeito a segurança rodoviária e transporte do bebe, a cadeira auto, o carrinho para passear, alcofa e outras coisas mais. 9 - Que conselhos deixaria a outras futuras mamãs? Eu estou a adorar a minha gravidez, portanto o melhor conselho que posso transmitir a outras futuras mamas é o meu :) A alimentação é o mais importante, é fundamental ao longo dos 9meses tomarem todos os cuidados possíveis, evitarem de todo o que faz mal ao desenvolvimento do bebe, pensarem todos os dias na saúde dele e delas, controlar o peso e não arranjar a desculpa de que com a gravidez podem comer de tudo, praticar exercício físico, relaxarem com algumas massagens, descansar entre 8 a 9horas diárias, caminhar de vez em quando, namorarem todos os dias e serem muito felizes! ;) E 8 - Já começou a preparar o nascimento do bebé (roupas, acessórios, artigos puericultura)? Mafalda Teixeira optou pela BebéCord para a criopreservação das células estaminais 3

6 CUIDADOS PRÉ-NATAIS VIGILÂNCIA MÉDICA Os cuidados pré-natais são fundamentais para uma gravidez saudável e para um pleno desenvolvimento do bebé. Para a vivência de uma gravidez tranquila é necessário seguir as indicações do obstetra e não deixar de fazer os exames prescritos, pois muitas das complicações que surgem podem ser solucionadas se forem detectadas a tempo. Assim, mal a gravidez seja confirmada, é muito importante consultar um médico, sobretudo em caso de doenças crónicas, como diabetes, epilepsia ou hipertensão. A PRIMEIRA CONSULTA 4 A primeira consulta deverá ocorrer entre a 6ª e a 12ª semana. Confirmar-se-á a gestação e tomar-seão as medidas necessárias para que corra tudo bem durante a gravidez. Será de extrema importância fornecer o máximo de informações para o médico elaborar um relatório clínico rigoroso, relacionadas com hábitos alimentares, actividades quotidianas, doenças já sofridas, ciclo menstrual, a data da última menstruação (para calcular a data da concepção), o contraceptivo, etc. Nunca se deve esconder nenhum pormenor. Se a grávida fuma, se consome bebidas alcoólicas regularmente, etc., deverá revelá-lo, pois são dados decisivos para uma boa avaliação. Exames da primeira consulta Na primeira consulta, a grávida será submetida a um exame ginecológico e demais exames físicos, tais como a medição da tensão arterial ou a verificação do peso e da altura. O médico irá ainda procurar ouvir o foco (coração) do bebé, prescrever a primeira ecografia e pedir

7

8 uma série de exames, que voltará a repetir posteriormente no segundo e terceiro trimestres do período de gestação. CONSULTAS SEGUINTES Após a primeira consulta, a grávida terá de ir regularmente ao médico, mais ou menos de mês a mês, até à 28ª semana. A partir dessa data, e até à 36ª semana, o médico poderá querer vê-la de 2 em 2 semanas e, posteriormente, uma vez por semana, até ao momento do parto. No caso de gravidez de gémeos ou de risco, é possível que seja observada com mais frequência. A rotina repete-se: o médico analisa exames laboratoriais efectuados, faz perguntas sobre o estado geral da grávida, pesa-a, ouve o coração do bebé. São feitos alguns exames de controlo, como análises ao sangue, medição da tensão arterial, observação externa do abdómen e controlo dos edemas (excesso de líquido nos tecidos). Estas consultas de rotina são fundamentais, inclusivamente para clarificar todas as dúvidas que possam surgir à futura mãe. Além disso, dão a oportunidade à grávida de participar ao seu médico todo e qualquer problema que lhe surja. Trata-se de uma técnica que utiliza o ultra-som para obtenção de imagens do feto «in útero» e não apresenta qualquer tipo de risco para a mãe ou para o feto. Existem dois tipos: a ecografia por via abdominal, na qual a imagem é captada através de uma sonda colocada sobre o abdómen, após a aplicação de um gel e a ecografia com sonda vaginal, que permite a obtenção de imagens de grande qualidade técnica numa fase inicial da gravidez e avaliações mais específicas em fases mais avançadas. Ecografia das semanas: Avaliação da translucência da nuca Este exame ecográfico pode, quase sempre, ser efectuado por via abdominal, não sendo necessário ter a bexiga cheia. Este exame é importante porque permite: Datar a gravidez; Avaliar os riscos de Síndroma de Down (Trissomia 21) e outras anomalias cromossómicas; Diagnosticar uma gravidez múltipla; Diagnosticar algumas anomalias fetais; Diagnosticar precocemente uma morte fetal. Ecografia das semanas: Normalidade fetal / Pesquisa de anomalias Esta ecografia, vulgarmente conhecida por ecografia morfológica, corresponde a um exame minucioso, durante o qual o feto é observado com ECOGRAFIAS A ecografia obstétrica é um dos principais exames complementares de diagnóstico utilizados para a vigilância da gravidez, pois para além do despiste de malformações, permite monitorizar o desenvolvimento do bebé. 6

9 grande detalhe. É prestada uma especial atenção ao cérebro, à face, à coluna, ao coração, ao estômago, aos intestinos, aos rins e membros do bebé. Se forem detectadas grandes anomalias ou pequenas alterações anatómicas, deverá ser discutido o seu significado e o casal terá a oportunidade de obter um aconselhamento posterior. É também na ecografia do 2º trimestre que a maioria dos casais sabe pela primeira vez o sexo do feto. Ecografia das semanas: Avaliação do crescimento e bem-estar fetal Este exame destina-se a fazer a avaliação do crescimento e bem-estar do feto, bem como reassegurar a sua normalidade, através de: Medição da cabeça fetal, abdómen, fémur e estimativa do peso fetal; Exame dos movimentos do feto; Avaliação da localização e características morfológicas da placenta; Avaliação da quantidade de líquido amniótico; Avaliação do fluxo sanguíneo placentar e fetal, através do Doppler; Detecção de anomalias de instalação tardia (como a hérnia diafragmática e hidronefrose). Ecografia 3D Os recentes avanços tecnológicos têm permitido a obtenção de imagens das ecografias cada vez com melhor definição. A «ecografia 3D» permite a obtenção de imagens tridimensionais do feto. Contudo, embora represente uma inovação na medicina e seja frequentemente apresentada como um importante coadjuvante da ecografia convencional, não substitui a «ecografia 2D». RASTREIO PRÉ-NATAL PELA CENTRO GENÉTICA CLÍNICA Um teste de rastreio pré-natal é um conjunto de análises, incluindo a ecografia, que permite calcular o risco de o bebé apresentar determinadas anomalias cromossómicas. O resultado deste teste pode 7

10 ser: um risco reduzido ou um risco aumentado, de o bebé ter uma dessas anomalias. O conhecimento desse risco pode ajudar a futura mãe a decidir se quer ou não fazer testes de diagnóstico específicos como a amniocentese ou a colheita de vilosidades coriónicas- para obter uma resposta mais concreta sobre a existência ou não do problema. Rastreios disponíveis Existem vários testes de rastreio disponíveis, cuja escolha pode estar relacionada com o momento da gravidez, com a altura em que se pretendem os resultados, ou, em última análise, com a preferência do médico. Rastreio Combinado do 1º Trimestre: Este teste é realizado entre a 9ª semana e a 13ª semana + 6 dias e usa os resultados de um teste bioquímico, onde são medidas duas proteínas BhCG e PAPP-A -, e os resultados da ecografia das 11 semanas, para calcular o risco do bebe ser portador de Trissomia 21 e/ou Trissomia 13/18. Este teste tem uma taxa de detecção entre os 90 e os 97%. Existe uma versão deste teste, designado pro Rastreio Combinado Precoce, oferecido pelo laboratório CGC Centro de Genética Clínica, em que o doseamento bioquímico é efectuado às 9 semanas, e o resultado é retido até à execução da ecografia às 11 semanas. Nesta altura o médico ecografista envia ao laboratório os dados ecográficos e o relatório com o cálculo de risco é emitido e enviado de imediato ao médico. Desta forma é possível melhorar a taxa de detecção do teste ao fazer o teste bioquímico numa fase em que os marcadores têm maior eficiência; por outro lado o resultado do rastreio é logo transmitido à grávida, num ambiente clínico, e com a possibilidade de serem logo discutidas condutas futuras. Rastreio do 2º Trimestre (bioquímico): É realizado entre as 14 e as 22 semanas, de preferência entre a 15ª e a 18ª. É um exame simples, a partir da análise de algumas substâncias do sangue da grávida. A taxa de detecção deste rastreio é de 70%, e por ter uma eficiência inferior ao rastreio do 1º trimestre, este teste é efectuado nas situações em que não foi possível efectuar o rastreio no 1 trimestre. Neste rastreio, o risco é, apenas, determinado pelos resultados laboratoriais, em conjunto com a idade materna. Rastreio Integrado (bioquímico e ecográfico): Este método, que se faz em 2 fases, tem uma taxa de detecção de Trissomia 21 de 90 a 97%. A primeira fase é realizada entre as 10 e as 13 semanas de gestação, fazendo-se uma colheita de sangue e uma ecografia para determinar com precisão o tempo de gestação e medir a TN. Marca-se também a data para a segunda colheita de sangue, que deverá ser entre as 15 e as 22 semanas (idealmente às 15 semanas). E 8

11

12 NOVE MESES DE EMOÇÃO DA CONCEPÇÃO AO NASCIMENTO A cada mês que passa, o corpo da grávida sofre transformações para gerar o seu bebé, que entretanto também se desenvolve com muita rapidez. É normal a grávida querer saber tudo sobre a forma como o bebé está a crescer e que mudanças se irão reflectir no seu corpo. As próximas páginas indicam as principais transformações que ocorrem em cada trimestre. PRIMEIRO TRIMESTRE A contagem da idade gestacional começa 2 semanas antes da concepção. Assim, a 1.ª semana de gravidez começa no 1º dia da última menstruação, quando ainda não há bebé. Quando a mulher descobre ou suspeita que está grávida, geralmente por volta da 4ª semana, já uma autêntica revolução aconteceu 10 dentro dela. Por esta altura, já o ovo fertilizado se implantou no útero, para se dividir e formar a placenta e o embrião. É possível que, neste processo - que coincidirá mais ou menos com a altura em que deveria ter chegado a menstruação - ocorram pequenos sangramentos, perfeitamente comuns. Convém, em todo o caso, informar o médico. 5ª à 7ª semana Com 5 semanas, o embrião é tão pequeno como uma cabeça de alfinete, mas já todos os órgãos estão em desenvolvimento. O coração do bebé começa a bater na 6ª semana. Desenvolvem-se também os rins e delineia-se um primeiro esboço da cabeça, embora o bebé esteja ainda longe de ter uma forma humana. No final da 7ª semana, já o embrião cresceu o dobro e parece um feijão. O seu corpo começa a ganhar forma, desenvolvem-se os olhos e ouvidos, a boca e a língua. Os futuros braços e pernas começam a formar-se e a cabeça aproxima-se do tamanho do resto do corpo.

13 No que diz respeito à mãe, é por volta da 6ª semana que começa a sentir realmente a gravidez: surgem ou agravam-se os enjoos, instalase o cansaço e os seios ficam inchados e/ou doridos. Durante as semanas seguintes, ela irá continuar a ser atropelada por uma avalanche de sintomas. 8ª à 9ª semana Na 8ª semana, o embrião ainda apresenta uma espécie de cauda, mas a face continua a mudar e aparecem as orelhas e o nariz. Os braços e as pernas alongam-se e desenvolvem-se os primeiros sinais de articulações. Inicia-se a ossificação do esqueleto, os intestinos começam a formar-se dentro do cordão umbilical e os rins a produzir urina. O cérebro e o coração desenvolvem-se a um ritmo cada vez maior. Por volta da 9ª semana, o embrião pesa mais ou menos um grama, dando-se inicio à formação dos seus órgãos internos e sistemas vitais. A futura mãe, poderá deparar-se com alguma acne e aumento de oleosidade da pele, que desaparecerão no final do trimestre ou após o parto, quando os níveis hormonais baixarem. O seu corpo já poderá apresentar sinais típicos de gravidez, sendo o mais óbvio o aumento dos seios. SEGUNDO TRIMESTRE Esta poderá ser a melhor fase da gravidez. Finalmente a grávida pode dizer adeus ao permanente mal-estar e dar as boas vindas ao apetite, que regressa com energia extra. O útero ainda não está suficientemente grande para ser notado exteriormente, mas a grávida já poderá reparar que as roupas não lhe servem. A pele pode começar a secar e a possibilidade de surgirem estrias aumenta, sobretudo nos seios, abdómen, coxas e ancas. Não há como preveni- -las totalmente, mas a adopção de um hidratante poderá ajudar. Por outro lado, é importante beber muita água e seguir uma alimentação saudável. Quanto ao bebé, por volta da 13ª semana de gravidez, tem um rosto cada vez mais humano. Os olhos começam a juntar-se, e o mesmo acontece com as orelhas. Os intestinos, que faziam parte do cordão umbilical, deslocam-se para a cavidade abdominal. Começam também a formar-se as cordas vocais. 10ª à 12ª semana A partir da 10ª semana a cauda do embrião desaparece, já se vislumbram os braços, as pernas e o nariz, e os olhos estão bem desenvolvidos, embora ainda muito separados. O embrião já aumentou cerca de 50 vezes o seu tamanho inicial e na 11ª semana já é considerado feto. Também já dá pontapés - embora a mãe ainda nada sinta - e engole líquido amniótico. No final do primeiro trimestre, quase todos os órgãos e estruturas vitais do feto estão formados. Para a mãe, esta altura poderá ser de alívio, pois os principais desconfortos do início da gravidez tendem a desaparecer, assim como as hipóteses de aborto espontâneo. Entretanto, a cintura começa a perder as formas e os seios estão cada vez mais volumosos. 11

14 14ª à 18ª semana A 14ª semana de gestação é um marco muito importante, porque assinala o final de um período crítico no desenvolvimento do bebé. Com efeito, apesar de ele ter apenas 9 cm e pesar cerca de 14 g, todas as estruturas básicas do corpo estão formadas. Por esta altura, ele irá começar a ensaiar movimentos respiratórios de inspiração e expiração. Nos dedos tem já as suas impressões digitais e as suas mãos tornam-se mais funcionais, pelo que começará a aprender a movimentá-las. Pela 15ª semana, a sua pele fina e transparente estará coberta de uma pelugem ultra-fina (lanugo), que irá continuar a crescer até à 26ª semana. Através dos impulsos cerebrais, o bebé começa também a exercitar os músculos faciais, a revirar os olhos e a fazer caretas. Por outro lado, já começou a desenvolver a habilidade de agarrar e poderá ser capaz de chuchar no dedo. O bebé continua a inspirar e expirar líquido amniótico, o que ajuda a desenvolver os alvéolos dos pulmões. O sistema circulatório estará bem desenvolvido, os ossos cada vez mais fortes e as pernas e os braços cada vez maiores. Nesta altura, e devido ao bom desenvolvimento do diafragma, o bebé poderá ter soluços, que a mãe sentirá como movim entos súbitos e repetitivos. Embora continue de pálpebras fechadas, é possível que ele se aperceba da luz. À 18ª semana, as feições humanas estão completas. Nas meninas, o útero e as trompas de Falópio estão formados, e nos meninos os genitais são já perceptíveis, embora possam estar escondidos durante as ecografias. No que diz respeito à mãe, esta pode notar que as veias dos seios estão mais dilatadas e visíveis e que as aréolas dos mamilos estão maiores e escuras. Entre a 16ª e a 17ª semana, é cada vez mais provável que comece a sentir os movimentos do bebé. Apesar disso, são sensações muito ténues e podem até confundir-se com gases intestinais. Entretanto, e à medida que o útero estica, é possível que ocorram pontadas no abdómen, causadas pelos estiramentos dos músculos. Apesar de naturais, se forem intensas e persistentes, dever-se-á alertar o médico. 19ª à 23ª semana Na 19ª semana o bebé já deve pesar cerca de 250 g e medir 15 cm. Nesta fase, uma ecografia já poderá identificar o sexo, embora seja mais seguro fazê-lo entre a 20ª e 24ª semana de gestação. Os braços e as pernas são agora mais proporcionais e os rins continuam a produzir urina. Começa também a crescer algum cabelo. Esta fase é marcada pelo desenvolvimento dos sentidos: o cérebro do bebé começa a definir áreas especializadas 12

15 Criopreservação do sangue e tecido do cordão umbilical Porquê BebéCord? Laboratório português licenciado pelo Ministério da Saúde, respeitando todos os critérios da legislação em vigor: Lei 12/2009 de 26 de Março. Eficácia comprovada: duas crianças recorreram às próprias células estaminais criopreservadas no nosso laboratório para tratamento de paralisia cerebral, na Universidade de Duke na Carolina do Norte- Estados Unidos da América. Criopreservação em Banco Duplo Transporte e kit de recolha Refrigerado registado pelo Infarmed Transporte em viaturas específicas para amostras biológicas, com temperatura controlada. Kit de recolha refrigerado com registadores de temperatura para total monitorização de todo o percurso desde a maternidade até ao laboratório. Qual o objectivo? Evitar choques térmicos que poderiam inviabilizar o processo de criopreservação ou reduzir substancialmente a viabilidade celular Prevenir a contaminação e multiplicação microbiológica.

16 para o cheiro, o paladar, a audição, a visão e o tacto. De facto, o bebé começa a ouvir tudo o que se passa à sua volta, nomeadamente a voz da mãe, o sangue dela a correr, a sua respiração, batimentos cardíacos e ruídos do estômago. Entretanto forma-se a vérnix caseosa, uma substância de cor branca que protege a pele do bebé, e às 21 semanas o bebé já produz mecónio, as suas primeiras fezes quando chegar ao mundo exterior. Entre a 22ª e a 23ª semana, o corpo do bebé - com cerca de 350 g e 20 cm - está cada vez mais proporcional e tem aspecto de um recém-nascido em miniatura. Começam a nascer as primeiras sobrancelhas, assim como as unhas. Os lábios tornam-se mais nítidos e começam a surgir os primeiros sinais de dentes. Os olhos do bebé já estão formados, mas a íris ainda não tem a pigmentação. A cor definitiva dos olhos, aliás, só acontece aos 3 meses de idade. Durante estas semanas, o bebé ganhará tecido gorduroso, tornando-se mais rechonchudo. Desenvolve-se também o pâncreas, que produzirá hormonas após o nascimento. O volume do útero já estará por cima do umbigo, pelo que a mulher começa a revelar uma barriguinha bem visível. A partir da 20.ª semana, ele irá subir cerca de 1 cm por semana, começando a empurrar os pulmões para cima e a barriga para a frente, o que pode fazer com que o umbigo fique 14 saliente. Pode-se também formar uma linha escura entre os pelos púbicos e o umbigo, que só irá desaparecer depois do parto. Periodicamente, algumas mulheres poderão sentir o útero a contrair ou a barriga a endurecer. São as chamadas contracções de Braxton Hicks, que são perfeitamente normais, indolores e acontecem em intervalos irregulares. É apenas um sinal que o corpo da mulher está a preparar-se para o grande dia. De qualquer forma, se surgirem mais do que 4 vezes por hora é imperativo contactar o médico. De salientar ainda que, a partir da 23ª semana a grávida poderá começar a engordar entre 300 g e 400 g por semana. 24ª à 28ª semana Quando atinge as 24 semanas, o bebé já tem hipóteses de sobreviver fora do útero, com assistência médica adequada. Contudo, o seu sistema respiratório ainda está em desenvolvimento. Com efeito, às 25 semanas, os vasos sanguíneos dos pulmões estão ainda em franco crescimento e na semana seguinte acabam de se formar os alvéolos. Os pulmões continuam também a produzir surfactante, que permitirá que o bebé respire à nascença. Paralelamente, o cérebro continua a aperfeiçoar as zonas que controlam os sistemas visual e auditivo.

17 O bebé continua a acumular ainda mais gordura, adquire o pigmento que atribui cor à pele e apresenta um sentido do paladar bastante desenvolvido. À 27ª semana pesa cerca de 1 kg e mede cerca de 30 cm. O sentido da audição está desenvolvido e os olhos estão abertos. Agora mais sensível ao ambiente à sua volta, o bebé poderá perceber alguns estímulos externos, respondendo ao toque ou assustando-se com barulhos fortes. Com 28 semanas, talvez porque já consegue abrir e fechar os olhos, o bebé já tem uma rotina de sono, mantendo-se a dormir ou acordado com intervalos regulares. Quanto à futura mãe, já sentirá diariamente os movimentos do bebé, que ainda tem muito espaço para se mover, chutar, saltar e dar cambalhotas. TERCEIRO TRIMESTRE O último trimestre começa às 29 semanas. Ainda que seja cedo para o bebé nascer, já que as últimas semanas são muito importantes para o amadurecimento dos pulmões, a verdade é que ele já conseguiria respirar sozinho no mundo extra-uterino, com ajuda de cuidados especiais. Por esta altura, o feto está a crescer a toda a velocidade, pesando aproximadamente mais 250 g do que na semana anterior. Os músculos estão também em rápida maturação e a cabeça está a ficar maior, criando espaço para o cérebro que está em franca expansão. Este crescimento acelerado faz com que as necessidades nutricionais do bebé atinjam o máximo, sendo que a sua principal função é agora acumular gordura para garantir energia após o nascimento. Na 30ª semana o bebé já mede 40 cm e pesa cerca de 1,5 kg. Já distingue a luminosidade da escuridão e, por isso, já consegue acompanhar um foco de luz. Quanto à grávida, e tal como o bebé, poderá aumentar bastante de peso. Poderá também sentir o feto a descer, o que oferece algum alívio, nomeadamente ao nível da respiração. 31ª à 36ª semana Com 31 semanas o bebé passa por outro salto de crescimento. Está mais gordinho, consegue virar a cabeça de um lado para o outro e o sentido da visão está desenvolvido. A vida fora do útero torna-se de dia para dia mais viável: os pulmões e o sistema digestivo ficam formados durante esta semana. À 32ª semana, as unhas e o cabelo já cresceram, e o bebé já pesa quase 2 kg e mede cerca de 43 cm. Ocupa agora grande parte da barriga da mãe, pelo que terá menos espaço para se movimentar. É, por isso, natural que a grávida sinta menos cambalhotas e pontapés. No entanto, não deverá deixar de sentir movimentos. Se tal acontecer durante muito tempo, é necessário alertar o médico. Na 33ª semana o bebé continua a crescer e a engordar, perdendo gradualmente o aspecto enrugado. A maioria dos ossos estão a ficar duros, embora o crânio mantenha uma estrutura flexível, que irá permitir a passagem da cabeça pelo canal de parto. Durante a 34ª semana, o bebé começará a colocar-se na posição final, preparando-se para o nascimento. A maioria coloca-se de cabeça para baixo (apresentação cefálica), embora alguns permaneçam sentados (apresentação pélvica) ou deitados (posição transversal), o que dificulta o parto normal. Se o bebé decidir nascer nesta altura, terá 99% de probabilidades de conseguir sobreviver, sendo que a maioria não desenvolverá problemas relacionados com a sua prematuridade. Com efeito, às 35 semanas, ele tem o seu sistema respiratório e rins completamente desenvolvidos, e o fígado consegue processar alguns resíduos. Aliás, a maior parte do seu desenvolvimento físico está agora concluída e as próximas semanas servem apenas para ganhar peso (30 g por dia). Assim, à 36ª semana já tem cerca de 2,7 kg e 48 cm. Está a perder a maior parte da penugem que lhe cobria o corpo, bem como a vernix caseosa (apesar de à nascença poder ainda ter alguns resíduos). Relativamente à futura mamã, o peso poderá começar a tornar-se desconfortável. As probabilidades de aparecerem ou se agravarem as varizes aumentam, assim como o inchaço das pernas. 15

18 Aconselha-se a levantar as pernas 2 vezes por dia, de manhã e ao final da tarde, durante cerca de 20 minutos. Nesta fase, também é importante aprender a distinguir as verdadeiras contracções das de Braxton Hicks, que poderão aumentar de intensidade, mas não indiciam o início do trabalho de parto. 37ª à 40ª semana No final da 37ª semana, o bebé já será considerado um bebé de termo, o que significa, em termos de desenvolvimento, que está pronto para viver fora do útero. A esta altura já deverá estar de cabeça para baixo, prontinho para um parto sem problemas. No entanto, se, durante a semana seguinte, o bebé não der a volta, o médico poderá sugerir a marcação de uma versão cefálica externa, isto é, tentará virar o bebé manualmente, empurrando-o a partir do exterior da barriga. Na 38ª semana, o bebé pesará provavelmente entre 2,7 e 3,4 kg e medirá entre 48 e 51 cm. Os órgãos estão desenvolvidos e bem posicionados. Os pulmões e o cérebro já irão funcionar correctamente no exterior, embora continuem a amadurecer durante a infância. Pronto para ver o mundo, o bebé continuará a acumular gordura e é provável que às 39 semanas já meça mais de 50 cm e pese mais de 3,1 kg. A 16 média para os recém-nascidos do sexo masculino é de 3,5 kg, já as meninas tendem a ser ligeiramente mais leves (3,3 kg). Por esta altura, a mãe deverá descansar o mais possível e deverá estar preparada porque o sinal de alerta pode chegar a qualquer momento. Por seu turno, se o bebé não nascer às 40 semanas, não será motivo de preocupação. Há gestações que atingem as 42 semanas, sobretudo na primeira gravidez. Contudo, se as ultrapassar, é muito provável que o médico induza o parto. SEXO DURANTE A GRAVIDEZ Manter o desejo sexual é um dos desafios pelos quais o casal terá de passar durante a gravidez. Mesmo os casais que nunca antes viveram problemas ao nível sexual terão de passar por adaptações. De qualquer forma, cada caso é um caso, e será impossível determinar qual será o padrão em termos de frequência sexual ou de oscilações de desejo. PRIMEIRO TRIMESTRE Durante os primeiros meses de gravidez, a situação mais frequente é a diminuição da frequência de relações e do desejo sexual. No entanto, alguns casais revelam precisamente o contrário, isto é, um aumento de actividade sexual, pois a emoção e a alegria do momento que estão a viver propicia-lhes maior intimidade. Para algumas mulheres, a gravidez proporciona inclusivamente uma maior realização sexual, devido ao aumento acentuado das secreções vaginais, aliado à maior afluência de sangue a todos os órgãos genitais, que aumenta o seu prazer. Até mesmo o facto de se poder ter sexo sem protecção pode originar uma sensação erótica. No entanto, regra geral, é comum dar-se a perda da libido, quer pelo conflito do novo papel de mãe com o de mulher, quer pelas mudanças do corpo e indisposições associadas a esta nova fase, como os enjoos, náuseas ou dores no peito. É também natural que o casal leve algum tempo a adaptar-se às mudanças e isso irá ter, obviamente, implicações na vida sexual.

19 Nós não sabemos do que precisa o seu bebé para adormecer, mas sim do que precisa para dormir sequinho a noite inteira. A nova Dodot com a sua exclusiva Camada Extra mantém o seu rabinho seco até 12 horas. NOITES INTEIRAS. NOITES DODOT.

20 Por seu turno, muitos casais evitam ter relações durante os primeiros meses, com medo de que as contracções do útero provoquem um aborto. Este é um dos grandes mitos da gravidez! Só quando existe alguma complicação é que a actividade física, inclusive a sexual, poderá representar um risco. SEGUNDO TRIMESTRE A partir do 4.º mês de gestação, alguns desconfortos da gravidez tendem a desaparecer, nomeadamente as náuseas e a fadiga, e a tendência é para um maior reequilíbrio hormonal. A mulher sentese melhor fisicamente e com mais disposição para o sexo, que se torna especialmente agradável. Por seu turno, o casal já teve mais tempo para se habituar à nova realidade e poderá sentir-se mais relaxado. É também nesta altura que a grávida começa a sentir o bebé, nomeadamente os primeiros pontapés, sendo esta uma experiência física quase inseparável da resposta emocional que se segue. Assim, tanto em termos físicos como emocionais, esta é, regra geral, a melhor fase para a grávida, que se sente mais feliz, bonita e feminina e orgulha-se de mostrar a barriga. Haverá, de qualquer forma, casos contrários, em que as mulheres reagem mal às mudanças no corpo, achando-se gordas, feias e pouco atraentes e evitando a relação sexual com o parceiro. Neste caso, nada melhor do que o diálogo entre os dois, para em conjunto encontrarem soluções. Esta é a fase em que a mulher começa a suportar menos a gravidez, sofrendo não só com o peso da barriga - que altera o seu centro de gravidade, tornando-a um pouco mais desajeitada ao caminhar - mas também com dores nas pernas, com uma maior frequência urinária ou com a dificuldade em encontrar posição para dormir. Por outro lado, a ansiedade aumenta face à aproximação do dia do parto e continua a existir o medo de que uma relação sexual desencadeie contracções prematuras ou que a penetração magoe o bebé. Mas atenção: em nenhum momento o bebé corre perigo durante as relações sexuais, porque está longe dos órgãos genitais da mãe e muito bem protegido dentro da bolsa de líquido amniótico. Nesta fase também aumenta a dificuldade em encontrar uma posição confortável durante o sexo. Aqui ficam algumas sugestões de posições alternativas. 1. A grávida coloca-se por cima do parceiro, sem pressionar o ventre e distribuindo o peso pelas pernas. Os braços, apoiados ao lado da cabeça do parceiro, dão-lhe uma boa sustentação e controle de movimentos. 2. A posição de lado é indicada especialmente para os últimos meses: o homem encaixa-se atrás da mulher, permitindo que a barriga fique totalmente livre. 3. Esta é uma posição adequada para qualquer fase da gravidez: a mulher coloca-se de joelhos e apoia os cotovelos no chão, enquanto o homem a penetra por trás, não exercendo qualquer pressão sobre o abdómen. Os joelhos e os cotovelos funcionam como pontos de equilíbrio para a mulher. E TERCEIRO TRIMESTRE 18

RASTREIO PRÉ-NATAL DE DEFEITOS ABERTOS DO TUBO NEURAL E SÍNDROME DE DOWN O QUE É A SÍNDROME DE DOWN? A Síndrome de Down (vulgarmente conhecida como mongolismo ou mongoloidismo) é uma doença causada pela

Leia mais

CARTILHA DA GRÁVIDA 1

CARTILHA DA GRÁVIDA 1 CARTILHA DA GRÁVIDA 1 2 SUMÁRIO SOBRE A FEBRASGO 4 PRIMEIROS SINTOMAS 5 ETAPAS DA GESTAÇÃO 6 IMPORTÂNCIA DO PRÉ-NATAL 8 OBJETIVOS DO PRÉ-NATAL JUNTO À MÃE 9 OBJETIVOS DO PRÉ-NATAL JUNTO AO BEBÊ 10 OBJETIVOS

Leia mais

Desenvolvimento fetal e exames ultrassonográficosde relevância no pré-natal

Desenvolvimento fetal e exames ultrassonográficosde relevância no pré-natal Desenvolvimento fetal e exames ultrassonográficosde relevância no pré-natal Dra. Tatiane Bilhalva Fogaça Médica Obstetra especialista em Medicina Fetal pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Leia mais

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé MedicalMedia www.mamasebebes.pt Distribuição Gratuita Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé Registe-se no Clube Mamãs & Bebés e beneficie de inúmeras vantagens Inscreva-se MAIO / JULHO 2014 N.º 21 TRIMESTRAL

Leia mais

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência 1. ALIMENTE-SE MELHOR Prevê-se que em 2025 1, só na Europa, o grupo etário mais idoso (acima dos 80 anos), passe de 21,4

Leia mais

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam. Dieta durante o tratamento O que comer e o que evitar de comer Após a cirurgia A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

Leia mais

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo?

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? Seja Inverno ou Verão, abrace esta refeição! Sabia que o Pequeno-almoço ajuda a controlar

Leia mais

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé MedicalMedia www.mamasebebes.pt Distribuição Gratuita Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé Registe-se no Clube Mamãs & Bebés e receba ofertas exclusivas para si e para o seu bebé MAIO / JULHO 2015 N.º 25

Leia mais

Guia. Nutricional. para gestantes

Guia. Nutricional. para gestantes Referências bibliográficas consultadas: 1. Committee on Nutritional Status During Pregnancy and Lactation, Institute of Medicine. Nutrition During Pregnancy: Part I: Weight Gain, Part II: Nutrient Supplements.

Leia mais

Grávidas. Março de 2006. Autoras: Inês e Rute

Grávidas. Março de 2006. Autoras: Inês e Rute Grávidas 24 Março de 2006 Autoras: Inês e Rute 2 23 Bibliografia http://www.aborto.com.br/etapasfeto/ index.htm http://www.yoni.com.br/gravidez/semana/1.htm http://images.google.pt/images?hl=pt-pt&q=%

Leia mais

MODIFICAÇÕES ESPERADAS DURANTE A GRAVIDEZ

MODIFICAÇÕES ESPERADAS DURANTE A GRAVIDEZ CORPO DA GRÁVIDA À medida que a gravidez evolui e o bebé se desenvolve, o corpo da mãe modifica-se, adaptando-se à nova situação. Nem sempre é fácil aceitar a transformação rápida que o corpo sofre durante

Leia mais

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé MedicalMedia www.mamasebebes.pt Distribuição Gratuita Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé Registe-se no Clube Mamãs & Bebés e beneficie de inúmeras vantagens Inscreva-se FEVEREIRO / ABRIL 2013 N.º 16 TRIMESTRAL

Leia mais

DIAGNÓSTICO PRÉ-NATAL

DIAGNÓSTICO PRÉ-NATAL DIAGNÓSTICO PRÉ-NATAL Like A saúde da mãe e o desenvolvimento do bebé podem ser seguidos passo a passo, graças a um conjunto de exames clínicos que permitem manter a gravidez sob controlo. Além disso,

Leia mais

Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde!

Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde! Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde! Alimentação Saudável! Faça mais pela sua Saúde! Ficha Técnica Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Produção Gráfica: Propriedade: Alimentação

Leia mais

Será que estou grávida?

Será que estou grávida? A UU L AL A Será que estou grávida? - Alzira tá diferente... Tá com a cara redonda, inchada. Está com cara de grávida! - Não sei o que eu tenho. Toda manhã acordo enjoada e vomitando. - A Neide engordou

Leia mais

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL Formação sobre Promoção de Estilos de Vida Saudáveis em Contexto Escolar, Familiar e Envolvente Julho de 2009 ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL TERESA SOFIA SANCHO Gabinete de Nutrição Departamento de Saúde

Leia mais

Alimentação na Gestação

Alimentação na Gestação ESPAÇO VIDA Nut. Fabiane Galhardo Unimed Pelotas 2012 Alimentação na Gestação 1 GESTAÇÃO PERÍODO MÁGICO DE INTENSA TRANSIÇÃO, ONDE A NATUREZA MODIFICA O CORPO E A MENTE PARA TRANSFORMAR MULHER EM MÃE A

Leia mais

CORAÇÃO. Na Saúde combata...os inimigos silenciosos! Trabalho Elaborado por: Ana Cristina Pinheiro Mário Quintaneiro

CORAÇÃO. Na Saúde combata...os inimigos silenciosos! Trabalho Elaborado por: Ana Cristina Pinheiro Mário Quintaneiro Trabalho Elaborado por: Na Saúde combata...os inimigos silenciosos! Ana Cristina Pinheiro Mário Quintaneiro CORAÇÃO Olá! Eu sou o seu coração, trabalho dia e noite sem parar, sem descanso semanal ou férias.

Leia mais

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé

Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé MedicalMedia www.mamasebebes.pt Distribuição Gratuita Guia de Gravidez e 1º Ano do Bebé Registe-se no Clube Mamãs & Bebés e receba ofertas exclusivas para si e para o seu bebé. NOVEMBRO 2014 / JANEIRO

Leia mais

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR A Diabetes afeta cerca de 366 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 1 milhão de Portugueses. A cada 7 segundos morre no Planeta Terra

Leia mais

Entendendo a lipodistrofia

Entendendo a lipodistrofia dicas POSITHIVAS Entendendo a lipodistrofia O que é a lipodistrofia? Lipodistrofia é quando o corpo passa a absorver e a distribuir as gorduras de maneira diferente. Diminui a gordura nas pernas, braços,

Leia mais

22/10/2009 PERÍODO FETAL PERÍODO FETAL PERÍODO FETAL. da 9ª semana ao nascimento. Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano

22/10/2009 PERÍODO FETAL PERÍODO FETAL PERÍODO FETAL. da 9ª semana ao nascimento. Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano da 9ª semana ao nascimento A transformação de embrião em feto é um processo gradual Mudança de termo é significativa, pois na fase fetal o indivíduo torna-se reconhecível como ser humano. 8 sem. Prof.

Leia mais

GRAVIDEZ, a cada semana uma novidade!

GRAVIDEZ, a cada semana uma novidade! GRAVIDEZ, a cada semana uma novidade! Dr. Domingos Valentim Simon* Com a evolução dos aparelhos de ultra-som e as pesquisas, houve necessidade de constante aperfeiçoamento dos profissionais médicos que

Leia mais

COL 1414 PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO FETO GRAVIDEZ 10 PARTES

COL 1414 PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO FETO GRAVIDEZ 10 PARTES COL 1414 PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO FETO GRAVIDEZ 10 PARTES O desenvolvimento do feto desde o momento da relação sexual e concepção até o nascimento. Uma vez que o espermatozóide é depositado na vagina,

Leia mais

NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO. Profª Vivian Pupo de Oliveira Machado

NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO. Profª Vivian Pupo de Oliveira Machado NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO Profª Vivian Pupo de Oliveira Machado PROBLEMAS DURANTE A GESTAÇÃO Mal estar matinal (náuseas e vômitos) Azia Obstipação e hemorróidas Diarréia Pré-eclâmpsia e eclâmpsia Diabetes gestacional

Leia mais

A RODA DOS ALIMENTOS... um guia para a escolha alimentar diária! 1-3 3-5 2-3 1,5-4,5 1-2 3-5 4-11 COMA BEM, VIVA MELHOR! O QUE É UMA PORÇÃO?* POR DIA quantas são necessárias? ** Cereais e derivados, tubérculos

Leia mais

Iremos apresentar alguns conselhos para o ajudar a prevenir estes factores de risco e portanto a evitar as doenças

Iremos apresentar alguns conselhos para o ajudar a prevenir estes factores de risco e portanto a evitar as doenças FACTORES DE RISCO Factores de risco de doença cardiovascular são condições cuja presença num dado indivíduo aumentam a possibilidade do seu aparecimento. Os mais importantes são o tabaco, a hipertensão

Leia mais

Newsletter. Grandes Sugestões. Pequenas sugestões. Pop Up Lisboa 2010. Desde 2007 a pensar em si e na sua saúde! O Bullying e a Violência Escolar

Newsletter. Grandes Sugestões. Pequenas sugestões. Pop Up Lisboa 2010. Desde 2007 a pensar em si e na sua saúde! O Bullying e a Violência Escolar 2 4 6 Usar a chupeta ou chuchar no dedo? Sim ou Não? Tenho Diabetes! O que posso comer? Parentalidade >> Consultório de Psicologia Nº 18 NOVEMBRO 2010 Bimensal 7 8 Consulta de Despiste na Escola Newsletter

Leia mais

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Objetivos: - Desenvolver uma visão biopsicossocial integrada ao ambiente de trabalho, considerando

Leia mais

Alimentação Saudável

Alimentação Saudável Alimentação Saudável O que é a alimentação saudável? A Alimentação Saudável é uma forma racional de comer que assegura variedade, equilíbrio e quantidade justa de alimentos escolhidos pela sua qualidade

Leia mais

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós Trabalho elaborado por: Enf. Anabela Queirós O que é a diabetes? Uma doença que dura toda vida Provocada pela ausência ou perda de eficácia da insulina; Provoca a subida de açúcar no sangue A diabetes

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Uma alimentação equilibrada proporciona uma quantidade correcta

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade: Curso: NUTRIÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE Disciplina: INTRODUÇÃO A NUTRIÇÃO Carga horária: Teórica 40 Prática 40 Semestre: 1 Turno:

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

Guia: Alimentação na Gravidez

Guia: Alimentação na Gravidez Todas as mulheres em idade fértil, que tencionam engravidar devem preocuparse com o seu estado nutricional e não descurar do seu peso, mantendo um peso saudável. No período pré-concecional o estado nutricional

Leia mais

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO Lucia B. Jaloretto Barreiro Qualidade de Vida=Saúde=Equilíbrio Qualidade de Vida é mais do que ter uma boa saúde física ou mental. É estar

Leia mais

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35 Manter a saúde, deixar a barriga sarada e aumentar a energia são benefícios que podem ser conquistados com a escolha correta dos alimentos. Alguns itens colaboram para ter ossos fortes, queimar gordura,

Leia mais

Teste Pré-Natal. Sem riscos para a mãe ou para o feto. Não Invasivo em Sangue Materno

Teste Pré-Natal. Sem riscos para a mãe ou para o feto. Não Invasivo em Sangue Materno Teste Pré-Natal Não Invasivo em Sangue Materno Teste para a Detecção das Síndromes de Down, Edwards, Patau e Turner (e outras alterações cromossómicas do feto) Sem riscos para a mãe ou para o feto Panorama

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

A roda dos alimentos. A antiga roda dos alimentos

A roda dos alimentos. A antiga roda dos alimentos Ano: 2010/2011 Disciplina: Educação Física Professora: Rita Marques Trabalho realizado por: Andreia Cipriano Catarina Silva Jéssica Pereira Mónica Algares Patrícia Martinho A roda dos alimentos Para se

Leia mais

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e outros sintomas Nutricionista Camila Costa Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício InCor/FMUSP Será que o que você come influencia

Leia mais

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável?

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável? 1. Introdução A vida começa com a alimentação, e esta desempenha uma influência determinante no desenvolvimento emocional, mental, físico e social de cada um. A alimentação consiste em obter do ambiente

Leia mais

Coisas que deve saber sobre a pré-eclâmpsia

Coisas que deve saber sobre a pré-eclâmpsia Coisas que deve saber sobre a pré-eclâmpsia A pré-eclâmpsia é muito mais comum do que a maior parte das pessoas pensa na realidade ela é a mais comum das complicações graves da gravidez. A pré-eclâmpsia

Leia mais

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista

A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008. Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A RODA DOS ALIMENTOS E OS NOVOS VALORES NUTRICIONAIS Mafra, 14 de Março de 2008 Ana Leonor DataPerdigão Nutricionista A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É Completa Fornece energia e todos os nutrientes essenciais

Leia mais

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação (...) A verdade, em matéria de saúde, está na adaptação e no respeito à Natureza (...). Mokiti Okada Para uma alimentação saudável, podemos

Leia mais

Profa. Joyce Silva Moraes

Profa. Joyce Silva Moraes Alimentação e Saúde Profa. Joyce Silva Moraes saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estarestar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar

Leia mais

Obesidade Infantil. O que é a obesidade

Obesidade Infantil. O que é a obesidade Obesidade Infantil O que é a obesidade A obesidade é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença em que o excesso de gordura corporal acumulada pode atingir graus capazes de afectar

Leia mais

Parabéns!! Você está grávida!

Parabéns!! Você está grávida! Parabéns!! Você está grávida! Você está grávida e mudanças acontecerão no seu corpo e nas suas emoções. É um caminho, um tempo e uma experiência ímpar, que você não perceberá, mas fará de você uma nova

Leia mais

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço

Colégio Português Creche Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Almoço Semana de 22 a 26 de Junho de 2015 Sopa Creme de legumes com solha 4 199 47 0,6 0,1 7,4 0,7 2,9 0,2 Esparguete com salmão e legumes cozidos 1,3,4 958 229 12,8 2,4 17,2 1,2 10,6 0,5 Sobremesa Creme de maçã

Leia mais

Diabetes Gestacional

Diabetes Gestacional Diabetes Gestacional Introdução O diabetes é uma doença que faz com que o organismo tenha dificuldade para controlar o açúcar no sangue. O diabetes que se desenvolve durante a gestação é chamado de diabetes

Leia mais

Desportistas. Recomendações para Ondas de Calor. Saúde e Desenolvimento Humano

Desportistas. Recomendações para Ondas de Calor. Saúde e Desenolvimento Humano A prática regular e moderada da actividade física pode trazer benefícios substanciais para a saúde da população, como seja reduzir para metade o risco de doenças coronárias, baixar o risco de desenvolver

Leia mais

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO (segunda parte) A ESCOLHA Responda à seguinte pergunta: Você gosta de carro? Se você gosta, vamos em frente. Escolha o carro de seus sonhos: Mercedes,

Leia mais

CONSIGO DESDE A GRAVIDEZ. É importante que tenha uma alimentação variada, equilibrada e um modo de vida saudável.

CONSIGO DESDE A GRAVIDEZ. É importante que tenha uma alimentação variada, equilibrada e um modo de vida saudável. Siga o seu instinto de protecao desde o 1o dia. CONSIGO DESDE A GRAVIDEZ É importante que tenha uma alimentação variada, equilibrada e um modo de vida saudável. PARABÉNS, ESTÁ GRÁVIDA! O período da gravidez

Leia mais

Existem apenas 3 partes importantes para alcançar o seu objetivo.

Existem apenas 3 partes importantes para alcançar o seu objetivo. Por Carlos J. Cara amiga, se você chegou até aqui é porque realmente se interessa em alcançar o corpo que você almeja. Portanto, eu te dou meus parabéns! Se você seguir as instruções que vou te ensinar,

Leia mais

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade I: BRASILEIRA 0 Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA O Guia Alimentar é um instrumento que define as diretrizes alimentares a serem utilizadas

Leia mais

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA Página1 A REPRODUÇÃO HUMANA Reprodução sexuada e dimorfismo sexual A reprodução é uma função dos seres vivos que permite dar origem a outros seres da mesma espécie. Reprodução sexuada Na espécie humana

Leia mais

Nutrição. O alimento como aliado da sua saúde.

Nutrição. O alimento como aliado da sua saúde. Nutrição O alimento como aliado da sua saúde. alimentação saúdavel Alimentação saúdavel e cuidados nutricionais são importantes em todas as fases da vida e devem ser tratados com distinção em cada período.

Leia mais

Minha filha está ficando uma moça!

Minha filha está ficando uma moça! Minha filha está ficando uma moça! A UU L AL A O que faz as meninas se transformarem em mulheres? O que acontece com seu corpo? Em geral, todos nós, homens e mulheres, somos capazes de lembrar muito bem

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE Adolescência 11 aos 20 anos Mudanças: Amadurecimento biológico Sexual Psicológico Social Características Adolescência Mudança de interesses Conflitos com a família Maior

Leia mais

Para que serve o alimento?

Para que serve o alimento? Alimentação e Saúde saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar afeto, carinho e aceitação Uma

Leia mais

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais.

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais. Depressão Introdução A depressão é uma doença séria. Se estiver deprimido, pode ter sentimentos de tristeza extrema que duram longos períodos. Esses sentimentos são muitas vezes suficientemente severos

Leia mais

Diabetes. Introdução. Sintomas

Diabetes. Introdução. Sintomas Diabetes Introdução A diabetes desenvolve-se quando o organismo não consegue controlar a quantidade de glicose (açúcar) no sangue. Isto pode acontecer se o corpo não produzir quantidades suficientes da

Leia mais

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea

Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Ano V Edição nº 45 Dezembro de 2015 AVANÇOS Células-tronco podem ser futuro para salvar pacientes que necessitam de reconstrução óssea Estudo de brasileira já apresenta bons resultados para tratar lábio

Leia mais

Alimentação saudável. Nídia Braz Outubro, 2012

Alimentação saudável. Nídia Braz Outubro, 2012 Alimentação saudável Nídia Braz Outubro, 2012 A alimentação tradicional portuguesa é variada, usa matérias primas diversas, preparadas de modos muito variado, quer pela indústria quer em casa. 2 Nídia

Leia mais

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização.

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Registo Alimentar de 3 dias Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Parâmetros de Utilização: É necessário anotar tudo o que foi ingerido durante 3 dias representativos do

Leia mais

Kelly Chaves - Nutricionista

Kelly Chaves - Nutricionista Kelly Chaves - Nutricionista Alimentos Saudáveis e Funcionais Substâncias consideradas funcionais Alimentos mais consumidos Boas fontes alimentares de cálcio A Importância do Cálcio na Nutrição O que são

Leia mais

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADO FEDERAL CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuidados com a alimentação apresentação Uma boa saúde é, em grande parte, resultado de uma boa alimentação. Há muita verdade no dito

Leia mais

Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Revisão Técnica:

Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Revisão Técnica: e-book FICHA TÉCNICA Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Revisão Técnica: Produção Gráfica: Imagens cedidas por: Propriedade: Redacção: Mitos sobre a Diabetes Alexandra Bento Helena

Leia mais

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo SUPER 9 DIETAS Esta dieta é baseada principalmente na ingestão de alimentos que aumentam a densidade nutricional e diminuir a densidade calórica. É uma das dietas mais equilibradas, uma vez que não se

Leia mais

1 Por que tomar café da manhã?

1 Por que tomar café da manhã? A U A UL LA Por que tomar café da manhã? Exercícios Acordar, lavar o rosto, escovar os dentes, trocar de roupa e... tomar o café da manhã. É assim que muitas pessoas começam o dia, antes de ir trabalhar.

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008 Oficina de Promoção da Alimentação Saudável para Agentes Comunitários de Saúde III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Brasília,

Leia mais

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões:

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: Recuperação Capítulo 01 - Níveis de organização Células tecidos órgãos sistemas - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: A- Membrana Plasmática - Revestimento da célula;

Leia mais

A Nova Roda dos Alimentos

A Nova Roda dos Alimentos Guia de Medicina Preventiva Primavera/Verão 2013 DOSSIER A Nova Roda dos Alimentos alimento s. m. 1. O que serve para conservar a vida aos seres vivos 2. O que serve para prolongar o fogo, a luz, etc 3.

Leia mais

O QUE É COLESTEROL? TIPOS

O QUE É COLESTEROL? TIPOS O QUE É COLESTEROL? O colesterol pode ser considerado um tipo de lipídio (gordura) produzido em nosso organismo. Ele está presente em alimentos de origem animal (carne, leite integral, ovos etc.). Em nosso

Leia mais

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib)

Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este medicamento está sujeito a monitorização adicional. Guia para o doente Informação de segurança sobre o seu tratamento com Xalkori (crizotinib) Este guia destina-se a doentes a quem tenha sido receitado

Leia mais

COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES

COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES COLESTEROL E TRIGLICÉRIDES Muitas pessoas já ouviram falar deles. Algumas podem até imagine que colesterol e triglicérides sejam sinônimos de doença. Para desfazer a imagem de vilões que essas duas substâncias

Leia mais

Tome uma injeção de informação. Diabetes

Tome uma injeção de informação. Diabetes Tome uma injeção de informação. Diabetes DIABETES O diabetes é uma doença crônica, em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente, ou o organismo não a utiliza da forma adequada. Tipos

Leia mais

Alimentação Saudável

Alimentação Saudável ANO LECTIVO 2010/2011 Alimentação Saudável Turma: 8º A Elaborado por: Adriana nº1, Carolina Pereira nº8 e Cátia nº10 Disciplina: Área de Projecto e Formação Cívica Professores: Eurico Caetano e Helena

Leia mais

Alimentação e Desporto. Samuel Amorim Centro Hospitalar Tondela-Viseu Viseu, 30 Novembro 2011

Alimentação e Desporto. Samuel Amorim Centro Hospitalar Tondela-Viseu Viseu, 30 Novembro 2011 Alimentação e Desporto Samuel Amorim Centro Hospitalar Tondela-Viseu Viseu, 30 Novembro 2011 Panorama nacional Apesar dos números relativos à obesidade infantil estarem continuamente acrescer O número

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

A PESSOA COM DIABETES

A PESSOA COM DIABETES A PESSOA COM DIABETES A diabetes mellitus é uma doença crónica com elevados custos humanos, sociais e económicos, em rápida expansão por todo o mundo. Calcula-se que Portugal terá, na segunda década deste

Leia mais

ALIMENTAÇÃO NO VERÃO

ALIMENTAÇÃO NO VERÃO ALIMENTAÇÃO NO VERÃO 1 - Quais os alimentos devem ser privilegiados no verão e quais devem ser evitados? Os alimentos que devem ser privilegiados no verão são as frutas, verduras e legumes, pois são ótimas

Leia mais

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bemestar.

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bemestar. Actividade Física A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bemestar. Saiba mais... Importância da actividade física Programa básico de exercício Determinar o grau de preparação

Leia mais

O QUE SÃO CÉLULAS ESTAMINAIS?

O QUE SÃO CÉLULAS ESTAMINAIS? O QUE SÃO CÉLULAS ESTAMINAIS? As células estaminais, também conhecidas por células mãe ou células tronco, distinguem-se das demais por serem células indiferenciadas, o que significa que não possuem a especialização

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde

Direcção-Geral da Saúde Assunto: PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA ONDAS DE CALOR 2009 RECOMENDAÇÕES PARA DESPORTISTAS Nº: 29/DA DATA: 04/08/09 Para: Contacto na DGS: Todos os Estabelecimentos de Saúde Divisão de Saúde Ambiental INTRODUÇÃO

Leia mais

Exercícios e bem estar na gestação

Exercícios e bem estar na gestação na gestação Sete motivos para você exercitar-se durante a gravidez. Aumente sua energia. Melhore a qualidade do seu sono. Reduza o desconforto. Prepare-se para a chegada do bebe. Reduza a ansiedade. Melhore

Leia mais

Cytothera Baby O serviço Cytothera Baby permite recolher e criopreservar células estaminais obtidas a partir do sangue do cordão umbilical do bebé.

Cytothera Baby O serviço Cytothera Baby permite recolher e criopreservar células estaminais obtidas a partir do sangue do cordão umbilical do bebé. A Cytothera pertence ao grupo farmacêutico MEDINFAR e dedica a sua actividade à investigação e criopreservação de células estaminais. O método pioneiro de isolamento e criopreservação de células estaminais

Leia mais

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano.

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano. Oficina CN/EM 2012 Alimentos e nutrientes (web aula) Caro Monitor, Ao final da oficina, o aluno terá desenvolvido as habilidade: H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo

Leia mais

Diabetes e doença cardiovascular

Diabetes e doença cardiovascular Diabetes e doença cardiovascular A diabetes implica um risco aumentado de doença cardiovascular? Sim! As pessoas com diabetes têm um risco aumentado de doenças cardiovasculares, tais como a doença coronária

Leia mais

A NOVA RODA DOS ALIMENTOS

A NOVA RODA DOS ALIMENTOS GUIA DE MEDICINA PREVENTIVA Primavera/Verão 2013 DOSSIER A NOVA RODA DOS ALIMENTOS alimento s. m. 1. O que serve para conservar a vida aos seres vivos. 2. O que serve para prolongar o fogo, a luz, etc.

Leia mais

A Dieta Atkins promete não somente redução de peso, mas também uma melhoria no seu sistema cardíaco e funções da memória, dentre outros benefícios.

A Dieta Atkins promete não somente redução de peso, mas também uma melhoria no seu sistema cardíaco e funções da memória, dentre outros benefícios. DIETA DE BA IXO ÍNDICE DE GL IC E M IA (LOW CARB DIET ) A dieta de baixo índice de glicemia ou baixa em hidratos de carbono é indicada para tal por ser mais equilibrada e até é indicada para diabéticos

Leia mais

Amamentação. Factos e Mitos. Juntos pela sua saúde! Elaborado em Julho de 2011. USF Terras de Santa Maria

Amamentação. Factos e Mitos. Juntos pela sua saúde! Elaborado em Julho de 2011. USF Terras de Santa Maria Elaborado em Julho de 2011 USF Terras de Santa Maria Rua Professor Egas Moniz, nº7 4520-909 Santa Maria da Feira Telefone: 256 371 455/56 Telefax: 256 371 459 usf _terrassantamaria@csfeira.min-saude.pt

Leia mais

Proteger nosso. Futuro

Proteger nosso. Futuro Proteger nosso Futuro A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) é uma entidade sem fins lucrativos criada em 1943, tendo como objetivo unir a classe médica especializada em cardiologia para o planejamento

Leia mais

O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl

O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl O QUE É COLESTEROL? Sinônimos: colesterol hdl, colesterol ldl O colesterol pode ser considerado um tipo de lipídio (gordura) produzido em nosso organismo. Ele está presente em alimentos de origem animal

Leia mais

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor

Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Algumas medidas podem salvar vidas durante uma onda de calor Quando ocorre uma Onda de Calor emitem-se Alertas: Amarelo ou Vermelho, com menos e mais gravidade, respectivamente. Devem adoptar-se cuidados

Leia mais

FAZER EXERCÍCIOS NA GRAVIDEZ PREJUDICA O BEBÊ? QUAIS TIPOS DE EXERCÍCIO SÃO INDICADOS?

FAZER EXERCÍCIOS NA GRAVIDEZ PREJUDICA O BEBÊ? QUAIS TIPOS DE EXERCÍCIO SÃO INDICADOS? A gestação é um período em que a mulher passa por diversas emoções e é natural surgirem dúvidas principalmente quando se trata do primeiro filho. Segundo o Ginecologista e Obstetra do Hospital e Maternidade

Leia mais

Unidade 4 Funções da nutrição

Unidade 4 Funções da nutrição Sugestões de atividades Unidade 4 Funções da nutrição 8 CIÊNCIAS Nutrição. As proteínas, encontradas em alimentos como leite, ovos, carne, soja e feijão, são fundamentais para nossa saúde. Justifique essa

Leia mais

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena

ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE. Profª MSc Monyke Lucena ALIMENTOS, NUTRIENTES E SAÚDE Profª MSc Monyke Lucena Para podermos praticar esportes, estudar ou realizar qualquer outra atividade, devemos ter energia no nosso organismo; Essa energia é fornecida pelos

Leia mais

O QUE SÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS?

O QUE SÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS? O QUE SÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS? São alimentos que além de fornecerem energia para o corpo e uma nutrição adequada, produzem outros efeitos que proporcionam benefícios à saúde, auxiliando na redução e prevenção

Leia mais