STEM CELL GLOSSARY. Index. Glossário Bilingue. Search for. Versão portuguesa A B C D E F G H I K L M N O P R S T U Z WHAT IS A STEM CELL?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "STEM CELL GLOSSARY. Index. Glossário Bilingue. Search for. Versão portuguesa A B C D E F G H I K L M N O P R S T U Z WHAT IS A STEM CELL?"

Transcrição

1 Glossário Bilingue STEM CELL GLOSSARY Search for Go Versão portuguesa Index A B C D E F G H I K L M N O P R S T U Z WHAT IS A STEM CELL? TYPES OF STEM CELLS. LOCATIONS OF EMBRYONIC STEM CELLS. LOCATIONS OF ADULT STEM CELLS. THE GOAL OF STEM CELL RESEARCH. STEM CELLS THERAPIES: TODAY AND IN THE FUTURE. CREATING STEM CELLS FOR RESEARCH

2 A Adult stem cell Reside in already developed tissues, directing their growth and maintenance throughout life. Adult stem cell is a sort of misleading name, because infants and children also have them. Amniotic fluid The substance that protects the fetus in the womb. Amniotic fluid stem cells Stem cells located in the amniotic fluid. Autotransplant (autograft) Tissue transplanted from one part of the body to another in the same individual. Back to home

3 B Biotechnology The application of the principles of engineering and technology to the life sciences. Blastocyst It is a hollow ball-like structure formed by the embryo seven days after fertilization. Blood The fluid that transports oxygen from the lungs to body tissue and carbon dioxide from body tissue to the lungs. It also transports nourishment from digestion and hormones from glands throughout the body. It transports disease fighting substances to the tissue and waste to the kidneys. It contains living cells. Bone Marrow (medulla ossea) Is the soft tissue found in the hollow interior of bones. It is the place where most new blood cells are produced. Bone Marrow stem cells See hematopoietic and mesenchymal stem cells. Bone Marrow stromal cells (MSC) Bone marrow stromal cells are one of several adult stem cells, and their unique characteristics make them promising candidates for clinical applications. Marrow stromal cells provide the possibility for autologous treatment, so a patient may be able to be treated with his or her own cells. Besides avoiding political redtape and ethical arguments, autologous treatments also sidestep immune suppression and tissue rejection issues. BMT Bone marrow transplantation. Bud

4 A daughter cell formed by mitosis in yeast; one daughter cell retains the cell wall of the parent, and the other (the bud) forms a new cell wall. The same as inner mass cell. Back to home

5 C Cancer stem cells The small number of cancer cells that replicate to drive tumor growth. Cell behaviour General term for activities of whole cells such as movement, adhesion and proliferation, by analogy with animal behaviour. Cloning Production of a cell or organism with the same nuclear genome as another cell or organism. Cord blood stem cells See umbilical cord blood. Back to home

6 D Daughter cells The two identical cells that are formed when a cell reproduces itself by splitting into two. When a cell divides, it copies its DNA and produces two new daughter cells that have identical DNA. Degenerative diseases A disease in which the function or structure of the affected tissues or organs changes for the worse over time. Osteoarthritis, osteoporosis and Alzheimer s disease are examples. Differentiation Cells gradually changing into its destined cell type. The signal tells the cells to turn on certain genes and make new proteins. These new proteins will help the cells look and act like the cell type they are supposed to become. Diploid cell A cell is diploid if it contains exactly two copies of each chromosome. Discarded embryos Unviable embryos suitable for donation to stem cell research. DNA Deoxyribonucleic acid or DNA is a nucleic acid molecule that contains the genetic instructions used in the development and functioning of all living beings. Dormant stem cells Specific class of cells in adult organisms, including humans, which are very small, very versatile, and most frequently remain in a dormant spore-like. Despite their dormancy, they retain the ability to grow, divide and differentiate into other cell types expressing characteristics appropriate to the tissue environment from which they were initially isolated, if some external stimulus should prompt them to do so. These cells can be stimulated to mature in pathological situations. Back to home

7 E Embryo An organism in its early stages of development, especially before it has reached a distinctively recognizable form. Embryonic stem cell Stem cells derived from undifferentiated inner mass cells of a human embryo. Back to home

8 F Feeder cell Feeder layer cells are used to support the growth of a variety of fastidious cultured cell types including stem cells. Feeder cells are normal cells that have been inactivated by gamma irradiation. In culture, the cells serve as a basal layer for other cells and supply important metabolites without further growth or division of their own. Fetus Inner cell mass the embryonic stem cells form. Unborn child. After the eighth week of development the embryo is referred to as a fetus. Back to home

9 G Gene The fundamental physical and functional unit of hereditary characteristics such as hair colour, eye colour, and height, as well as the susceptibility to certain diseases. It is an ordered sequence of nucleotides located in a particular position on a particular chromosome that encodes a specific functional product (ie, a protein, such as an enzyme, or RNA molecule). GVHD Graft-versus-host disease is a common complication of allogeneic bone marrow transplantation in which functional immune cells in the transplanted marrow recognize the recipient as "foreign" and mount an immunologic attack. Graft-versus-host disease (GVHD) is a common side effect of an allogeneic bone marrow or cord blood transplant (also called a BMT). An allogeneic transplant uses blood-forming cells donated by a family member, unrelated donor or cord blood unit. In GVHD, the immune cells from the donated marrow or cord blood (the graft) attack the body of the transplant patient (the host). GVHD can affect many different parts of the body. The skin, eyes, stomach and intestines are affected most often. GVHD can range from mild to life-threatening. Back to home

10 H Hematopoietic (blood forming) stem cell They give rise to three classes of blood cell that are found in the circulation: white blood cells (leukocytes), red blood cells (erythrocytes) and platelets (thrombocytes). Hemoglobin The protein that allows the cell to carry oxygen to tissues in the body. Back to home

11 I In vitro Outside a living organism. In an artificial environment, such as a test tube. In utero In the uterus. Back to home

12 K Keratinocyte Cell that forms the tough outer layer of the skin. Stem cells can become skin cells. Back to home

13 L B Lymphocytes The abbreviation B comes from bursa of Fabricius that is an organ in birds in which avian B cells mature. A type of lymphocyte that, when stimulated by a particular antigen, differentiates into plasma that synthesize the antibodies that circulate in the blood and react with the specific antigens. B cells are an essential component of the adaptative immune system. The principal function of B cells is to make antibodies against soluble antigens. B cells are not only produced in the bone marrow but also mature there. Lymphocytes They are one of the five kinds of white cells or leukocytes, circulating in the blood. They plan an important role in the body s defences. T Lymphocytes The precursors of T cells leave the bone marrow and mature in the thymus. T cells are chiefly responsible for cell-mediated immunity. T cells, after they see an antigen, will also become highly activated and will secrete specific proteins. Back to home

14 M Mesenchymal stem cells They are found arrayed around the central sinus in the bone marrow. They have the capability to differentiate into osteoblasts, chondrocytes, myocytes and many other types of cell. That is, specific types of stem cells from bone marrow that can differentiate into bone, muscle cartilage and connective tissue. Mitosis It is the process by which a cell duplicates its genetic information (DNA), in order to generate two, identical daughter cells during prophase, promitaphase, metaphase, and anaphase. Multipotent stem cells Cells that can differentiate into only a limited range of cell types. Myoblast Back to home Type of stem cell that makes muscles. The myoblast divide and divide until they have made quite a crowd. Then, they all fuse together to form a myotube, which is a long, slender muscle cell with many nuclei.

15 N Nerve cell A nerve cell s job is to relay signals to, from and within the brain. Stem cells can become nerve cells. One end of the cell, called the dendrite, picks up the signal from the cell before it. The other end, called the axon, transmits the signal to the next cell in line. Niche The place occupied by a species in its ecosystem and its role: where it lives, what it feeds on and when it performs all its activities. Back to home

16 O Osteoblast Beginning before birth, the osteoblast cells construct the hard bone scaffolding out of minerals such as calcium. Stem cells can become bone cells. Osteoclast Cells that work constantly to renovate the bone, keeping it strong. They can t do their jobs without plenty of vitamins, calcium and exercise. Back to home

17 P Palliative care Special kind of health care for individuals living with a chronic, terminal and life-threatening illness, usually at an advanced stage, in hospice, home care and hospital settings. Parent cell The cell that divides and makes two new cells. Placenta The nutrient supplier to the fetus. Pluripotent stem cells Stem cells that have the ability to become almost any kind of cell in the body. Progenitor cells Like stem cells they have a capacity for self-renewal and differentiation, although these properties can be limited. They can restore function in tissues damaged by disease. Progenitor cells found in bone marrow, for instance are stimulated by the recombinant protein erythropoietin to form mature red blood cells. Back to home

18 R Regenerative medicine Is the process of creating living, functional tissues to repair or replace tissue or organ function lost due to age, disease, damage or congenital defects. Regenerative medicine has the potential to solve the problem of the shortage of organs available for donation. Back to home

19 S Somatic cell Any cell in the body except gametes (sperm cells and egg cells) and their precursors. Somatic cell nuclear transfer The transfer of a cell nucleus from a somatic cell into an egg from which the nucleus has been removed. Spermatagonial stem cells A cell that is incapable of fertilizing an egg but can give rise to cells that develop into sperm. Sperm stem cells can be grown laboratory culture, providing a ready source of these cells, as was demonstrated in mice. Also called a sperm stem cell. Stem cells The body master s cells that can develop into tissues and other cells. They are non-specialized cells in the body that haven t yet developed into specific types of tissue, such as muscle or bone non-embryonic stem cells. Stem cell banks A stem cell bank is a licensed and accredited private repository for lines of embryonic and tissue origin. A place where families store and preserve stem cells from their child s umbilical cord. Stem cell growth During cell reproduction one cell (the parental cell) divides to produce daughter cells. In that context, cell growth refers to increases in the size of a population of cells though strictly should be reserved for an increase in cytoplasmic volume of an individual cell. Stem cell harvest

20 The taking of stem cells for use in cancer or other treatment. Usually these cells are taken from the patient s own bone marrow. Stem cells maturation Maturation means to grow fast, having reached full natural growth or development. Back to home

21 T Therapeutic Cloning A procedure in which cells, typically skin cells, are taken from a patient and inserted into a fertilized egg whose nucleus has been removed. The cell that is so created is permitted to divide repeatedly to form a Blastocyst. Scientists then extract stem cells from it, and use those cells to grow tissue that are a perfect match for the patient. Totipotent stem cells Cells that can become any kind of cell in the body. Trophoblast cell Cells make up the outside of the ball-like structure formed by the embryo and eventually become the placenta. Back to home

22 U Umbilical cord The lifeline that transports nutrient and oxygen-rich blood from the placenta to the fetus. Umbilical cord stem cells Stem cells located in the umbilical cord blood. Unipotent stem cells A term that is usually applied to a cell in adult organisms means that the cells in question are capable of differentiating along only one lineage. Back to home

23 Z Zygote Newly fertilized egg. Back to home

24 What is a stem cell? The stem is a primary source; an origin, to stem means arise from something, have something has its origin or cause. Stem cells have two important properties that distinguish them from other type of cells: selfrenewal and undifferentiation the ability to go through numerous cycles of cell division while maintaining the unspecialized, undifferentiated state, which means they do not have any tissuespecific structures that allow it to perform specialized functions. Another important characteristic is what is called plasticity or transdifferentiation - the ability to generate the differentiated cell types of another tissue. When a stem cell divides, each new cell has the potential to either remain a stem cell or become another type of cell with a more specialized function; such has a muscle cell, a red blood cell or a brain cell. Symmetric division gives rise to two identical daughter cells both endowed with stem cell properties. Asymmetric division produces only one stem cell and a progenitor cell with limited self-renewal potential. The four broad categories of stem cells are: Embryonic stem cells, derived from blastocysts; Adult stem cells, found in adult tissues; Cord blood stem cells, found in the umbilical cord blood; Amniotic stem cells, found in the amniotic fluid. Some scientists now use the term somatic stem cell instead of adult stem cell. An adult stem cell is an undifferentiated cell found among differentiated cells in a tissue or organ. It can renew itself and differentiate to yield the major specialized types of the tissue or organ. Hematopoietic stem cell is the blood-forming cell in the bone marrow which can give rise to the cells of a very different tissue, such as nerve cells in the brain.

25 Types of Stem Cells Potency specifies the differentiation potential (the potential to differentiate into different cell types) of the stem cell. Locations of Embryonic Stem Cells Locations of Adult Stem Cells The Goal of Stem Cell Research Scientists are just beginning to understand the signals inside and outside cells that trigger stem cells differentiation. An important is precisely understanding the signals in a mature organism that cause a stem cell population to proliferate and remain unspecialized until the cells are needed for repair a specific tissue. Through recent progress made in adult stem cell research, it is now possible to isolate various stem/ progenitor cells derived from adult tissues, such as neural stem cells, vascular endothelial progenitor cells and hepatic oval cells. It now seems that the adult stem cell is more plastic. Versatile and capable of becoming different types of cell, e.g. blood to brain/ liver, brain to blood, liver to blood. In terms of research and understanding the molecular pathways of stem cells, the hematopoietic field is far ahead of the rest of the stem cell world. A formidable task in stem cell biology will be defining which key component(s) within the niche is important and transmits to the stem cells the many properties that they display while in that particular environment. It seems that the intrinsic properties of the niche are extremely important in maintaining stem cell survival and proliferation. Stem cells differentiate when they leave that niche or no longer receive those signals. Definitive proof requires years and years of experiments. Stem Cell Therapy: today and in the future

26 Recent stem cell based therapies have been shown to be successful in animal models for various diseases, such as Parkinson s disease, Alzheimer s and insulin-dependent diabetes mellitus. In the coming decade, the focus of research will be stem cell based therapy (or a combination of cell and gene therapy techniques). Creating Stem Cells for Research

27 GLOSSÁRIO DAS CÉLULAS ESTAMINAIS Procurar Go English version A B C D E F G H I K L M N O P R S T U Z O QUE É UMA CÉLULA ESTAMINAL? TIPOS DE CÉLULAS ESTAMINAIS. LOCALIZAÇÃO DAS CÉLULAS ESTAMINAIS EMBRIONÁRIAS. LOCALIZAÇÃO DAS CÉLULAS ESTAMINAIS ADULTAS. O OBJECTIVO DA PESQUISA DAS CÉLULAS ESTAMINAIS. TERAPIAS COM CÉLULAS ESTAMINAIS: HOJE E NO FUTURO. CRIAR CÉLULAS ESTAMINAIS PARA PESQUISA.

28 A ADN É a abreviatura de Ácido Desoxirribonucleico. É no ADN que está contida toda a nossa informação genética, sob a forma de genes. Auto-transplante Transplante autólogo de medula óssea. Este transplante pode ser usado em doentes mais idosos (até aos 65 anos), não necessita de um dador, é mais barato, muito menos tóxico (mortalidade 3-5%), e não produz GVHD. Voltar ao início

29 B Bancos de células estaminais Os bancos de células estaminais armazenam estas células retiradas do sangue do cordão umbilical por um período que varia entre 15 e 25 anos. A viabilidade das células estaminais está provada até aos 15 anos, e existem, já há várias décadas, outros tipos de células animais armazenadas que mantêm a viabilidade. Biotecnologia Palavra formada por três vocábulos de origem grega: bio = vida; techno = técnica; e logos = estudo. Literalmente, é o estudo das técnicas aplicadas ao estudo da vida, ou seja, o estudo de todas as técnicas e processos biológicos para a elaboração de produtos. Biotecnologia é tecnologia baseada na biologia, especialmente quando usada na agricultura, ciência dos alimentos e medicina. Blastócito A blastulação ocorre depois da clivagem ter dado origem a 128 células. Neste estágio o embrião toma o nome de blástula. A blástula tem normalmente um aspecto esférico, com uma camada superficial de células a rodear uma cavidade cheia de fluido ou de vitelo: o blastocélio. Em mamíferos, a blastulação dá origem a um blastócito, que não deverá ser confundido com a blástula; apesar de serem estruturalmente similares, as suas células têm diferentes destinos. Blastocisto Forma vesicular (blastocele) do embrião dos mamíferos, consecutiva à segmentação do ovo. No embrião humano, o blastocisto constitui-se muito precocemente (6.º dia), no momento da sua implantação na parede uterina. Blástula (Embriologia) Uma fase inicial do desenvolvimento de um ovo, que consiste numa esfera oca de células formadas pelo embrião sete dias depois da fertilização. Botão Embrionário Primeiro conjunto de células, com o aspecto de uma pequena massa arredondada no interior do blastócito, de que resultará a área embrionária nos mamíferos. Sinónimo de massa celular interna. Voltar ao início

30 C Capacidade de diferenciação das células estaminais Células diplóides Células diplóides são aquelas cujos cromossomos se organizam em pares de cromossomos semelhantes (à excepção dos cromossomos sexuais, nos organismos que os possuem). Diz-se que estas células possuem 2n cromossomos, onde n é o número de cromossomos diferentes. As mulheres possuem o último par de cromossomos, o 23º, igual a x;x onde x é um tipo de cromossomo. Já os homens o possuem como x;y, determinando seu sexo. Células estaminais Também conhecidas como células-mãe e células-tronco, as células estaminais são células extraordinárias cujo destino ainda não foi "decidido". Podem transformar-se em vários tipos de células diferentes, através de um processo denominado "diferenciação". São células primitivas, sem diferenciação, com o potencial de serem programadas para desempenhar um tipo de função específica, são únicas. Células estaminais adultas As células estaminais adultas são células não diferenciadas que se encontram em tecidos diferenciados e especializados. Estas células têm a capacidade de se auto-renovar durante toda a vida do organismo.

31 Células estaminais adultas é uma designação enganadora já que os bebés e as crianças também as têm, pois elas encontram-se em todas as pessoas mal saem do útero materno. Células estaminais cancerígenas As células estaminais cancerígenas desenvolvem-se até formarem um tumor. Células estaminais cancerígenas dependem de vasos sanguíneos para sobreviverem e se desenvolverem. Cientistas identificam vasos sanguíneos como nichos de micro-ambientes para tumores, passíveis de serem destruídos. As experiências com células estaminais embrionárias ainda não conseguiram produzir nem sequer um único resultado terapêutico a nível não profissional, nem mesmo com exemplares animais. Células estaminais da medula óssea Células estaminais presentes na medula óssea e que juntamente com aquelas presentes no sangue do cordão umbilical são as que apresentam maior aplicabilidade terapêutica imediata. Células estaminais do cordão umbilical Células estaminais localizadas no sangue do cordão umbilical. Células Estaminais do líquido amniótico Células estaminais localizadas no líquido amniótico em Células Estaminais Dormentes Uma classe específica de Células em organismos adultos, incluindo os humanos, que têm a particularidade de ser muito pequenas e muito versáteis. Apesar do seu estado dormente, têm a capacidade de crescer, de se dividir e diferenciar em outro tipo de células através de estímulos exteriores. Estas células podem ser estimuladas a amadurecer em situações patológicas. Células estaminais embrionárias As células estaminais embrionárias existem numa fase inicial do desenvolvimento embrionário, o blastocisto (3 a 5 dias após a fertilização do ovo), anterior à sua implantação na parede do útero. Estas células são pluripotentes, ou seja, podem diferenciar-se em células derivadas das diferentes camadas embrionárias (mesoderme, endoderme e ectoderme). Cada uma destas camadas dá origem a diferentes tipos de tecidos especializados. Células estaminais derivadas do embrião, num estádio precoce, e que têm uma total capacidade de ser programadas. Células estaminais hematopoiéticas (formação do sangue) As células estaminais hematopoiéticas são células com capacidade de se diferenciar em células de linhagem sanguínea (glóbulos brancos (leucócitos), glóbulos vermelhos (eritrócitos) e plaquetas (trombócitos)). Células estaminais mesenquimais As células estaminais mesenquimais são uma população de células variada, precursora de células de osso, cartilagem, gordura e tecido fibroso conjuntivo.

32 Células estaminais multipotentes São designadas de multipotentes dado que podem diferenciar-se apenas dentro da sua linhagem celular, isto é podem dar origem a um número limitado de tipos celulares. Células estaminais neurais Células estaminais encontradas no tecido neurológico adulto e que pode dar origem a neurónios, astrócitos e oligodendrócitos. Células estaminais pluripotentes As células estaminais pluripotentes têm a capacidade de dar origem a células derivadas dos três folhetos germinativos embrionários mesoderme, endoderme e ectoderme. Os três folhetos germinativos são a fonte embrionária de todas as células do corpo. As células pluripotentes têm o potencial de dar origem a qualquer tipo celular. Células estaminais totipotentes Células que se podem tornar em qualquer tipo de célula no corpo. Um ovo fertilizado diz-se que é totipotente porque tem o potencial de se dividir e diferenciar em todas as células e tecidos que constituem um embrião e porque consegue suportar o seu desenvolvimento no útero. Células estaminais unipotentes As células estaminais unipotentes são células que se diferenciam apenas numa única linhagem. Este termo é normalmente aplicado em células de organismos adultos. Em condições normais este tipo de células permite um estado de equilíbrio de renovação celular do tecido. Se houver danificação de um tecido, a reparação e substituição dos múltiplos tipos celulares danificados é feita pela activação de células estaminais pluripotentes. Células estromais da medula óssea As células estromais da medula óssea fornecem suporte estrutural e molecular ao sistema hematopoiético, produzindo factores essenciais para o desenvolvimento das células hematopoiéticas. Células filhas Ver células-mãe. Células-mãe Na mitose, uma célula mãe origina duas células filhas, cada uma das quais é uma cópia exacta da progenitora. Células progenitoras O termo célula progenitora é utilizado em biologia celular e biologia do desenvolvimento para referir-se a células imaturas ou indiferenciadas, tipicamente encontradas in post-natal animais. Enquanto células progenitoras dividem muitas características semelhantes com as células-tronco. Célula somática Células somáticas são as células diplóides constituintes da estrutura de todo o ser vivo e que se dividem apenas por mitose. Células-tronco Ver células estaminais.

33 Clonagem Produção de uma célula ou organismo com o mesmo genoma nuclear de outra célula ou organismo. Há, pois, a possibilidade de se transferir um núcleo de uma célula adulta para uma célula embrionária (cujo núcleo foi, por sua vez retirado). Clonagem Reprodutiva A Clonagem Reprodutiva é pretendida para produzir um indivíduo com património genético idêntico ao do dador da célula somática. É utilizada a técnica chamada de Transferência Nuclear (TN). Clonagem Terapêutica A Clonagem "Terapêutica" é um procedimento cujos procedimentos iniciais são idênticos a clonagem para fins reprodutivo, difere somente no fato do blastocisto não ser introduzido em um útero. Ele é utilizado em laboratório para a produção de células-tronco (totipotentes) a fim de produzir tecidos ou órgão para transplante. Esta técnica tem como objectivo produzir uma cópia saudável do tecido ou do órgão de uma pessoa doente para transplante. Cordão Umbilical Cordão umbilical é um anexo exclusivo dos mamíferos que permite a comunicação entre o embrião e a placenta. É um longo cordão contendo grandes vasos sanguíneos, e, preenchido por um material gelatinoso. Apresenta duas artérias (que transporta o sangue venoso - com dióxido de carbono) e uma única veia (passa o sangue com oxigénio), estruturas que garantem a nutrição e respiração do embrião. O feto fica dentro de uma bolsa cheia de líquido amniótico, sendo que, a comunicação entre a criança e a placenta é feita através do cordão umbilical. Colheita de células estaminais As células estaminais são retiradas, com maior frequência, da medula óssea do próprio doente, para uso no tratamento do cancro e outras doenças. Cuidados Paliativos

34 Quando se fala em cuidados paliativos, estamos a pressupor uma resposta activa aos problemas decorrentes da doença prolongada, incurável e progressiva, na tentativa de prevenir o sofrimento que a doença gera. Voltar ao início

35 D Diferenciação Células que gradualmente se transformam no tipo das células de destino. A ordem diz à célula para se tornar em certos genes e produzir novas proteínas. Estas proteínas novas indicam às células para adquirirem a mesma parecença e como as células em que se devem tornar. Doenças degenerativas Doença na qual a função ou estrutura dos tecidos afectados ou órgãos piora ao longo do tempo. Artrite Reumatóide, Parkinson, Osteoporose e Alzheimer são disso exemplos. Doença de Enxerto Contra o Hospedeiro (GvHD) É uma complicação potencialmente letal decorrente da transfusão de quaisquer componentes sanguíneos que contenham linfócitos T de dador viável para doentes imunodeprimidos ou para receptores que partilham um haplotipo HLA com um dador específico. Há mais probabilidades de isto ocorrer com dádivas de sangue de membros familiares e em populações com uma elevada incidência de homozigosidade HLA. Voltar ao início.

36 E Embrião O produto da concepção, a partir das primeiras modificações do ovo fecundado. Estádio embrionário que se inicia 21 dias após a fertilização e este período se dá quando os órgãos e sistemas de órgãos iniciam a sua formação e desenvolvimento. Embriogénese A embriogénese é o processo através do qual o embrião é formado e se desenvolve. Começa no momento da fertilização do óvulo, que a partir de então se passará a chamar de zigoto. Embriões excedentários Embriões inviáveis, biologicamente excluídos, adequados para doação para pesquisa das células estaminais. Voltar ao início

37 F Feto Um embrião em desenvolvimento. Produto da gestação que ainda está dentro do útero ou que não esteja com desenvolvimento completo para o nascimento (Produto da gestação com desenvolvimento incompleto para o nascimento). O embrião é referido como feto depois da oitava semana de desenvolvimento. Voltar ao início

38 G Gene O gene é a unidade fundamental da hereditariedade. Cada gene é formado por uma sequência específica, mais ou menos longa, de ácidos nucleicos. O conjunto dos genes de um organismo, população ou espécie constitui o genoma. Voltar ao início

39 H Hemoglobina A hemoglobina é o pigmento que dá a cor aos glóbulos vermelhos (eritrócitos) e tem a função vital de distribuir o oxigénio pelo organismo. Voltar ao início

40 I Voltar ao início

41 J Voltar ao início

42 L Líquido amniótico O líquido amniótico é o fluido transparente e inodoro que envolve o embrião no útero, preenchendo a bolsa amniótica que por sua vez o protege dos choques mecânicos e térmicos exteriores. Linfócito Linfócitos são células constituintes do sangue, também são um dos cinco tipos de glóbulos brancos. Provém do grego Lymphocyte (Kytos = célula). Célula sanguínea branca que produz uma resposta imune quando activado por uma molécula estranha (um antígeno). Linfócitos B Linfócitos B desenvolvem-se na medula óssea em mamíferos e são responsáveis pela produção de anticorpos circulantes. Linfócitos T Linfócitos T desenvolvem-se no timo e são responsáveis pela imunidade celular. O linfócito T circula por todo corpo pelo sangue, sendo essencial para a resposta imune específica.. Voltar ao início

CÉLULA - TRONCO. São células com capacidade de autorenovação,eficiente

CÉLULA - TRONCO. São células com capacidade de autorenovação,eficiente CÉLULA - TRONCO São células com capacidade de autorenovação,eficiente proliferação, gerando células-filhas com as mesmas características fenotípicas da célula precursora e, ainda, com habilidade de gerar

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 1 EMBRIOLOGIA 1 Atualmente já existem protocolos de pesquisa utilizando células-tronco embrionárias na busca de tratamento para várias doenças humanas,

Leia mais

Curso de Capacitação em Biossegurança de OGMs Células-tronco Legislação de Biossegurança

Curso de Capacitação em Biossegurança de OGMs Células-tronco Legislação de Biossegurança Curso de Capacitação em Biossegurança de OGMs Células-tronco Legislação de Biossegurança Florianópolis, Agosto 2004 Células-tronco O que são células-tronco e o que podemos fazer com elas? Qual a relação

Leia mais

UPGRADE BIOLOGIA 2. Aula 1: Noções de embriologia e células-tronco. Prof. Diego Ceolin

UPGRADE BIOLOGIA 2. Aula 1: Noções de embriologia e células-tronco. Prof. Diego Ceolin UPGRADE BIOLOGIA 2 Aula 1: Noções de embriologia e células-tronco Prof. Diego Ceolin Desenvolvimento Embrionário Animal Divisões Divisões Cavidade (blastocele) celulares celulares Ovo Gastrulação Mórula

Leia mais

Lung Cancer. Risk Factors

Lung Cancer. Risk Factors Lung Cancer The lungs are the organs that help us breathe. They help to give oxygen to all the cells in the body. Cancer cells are abnormal cells. Cancer cells grow and divide more quickly than healthy

Leia mais

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os

Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia de reserva nutritiva chamada vitelo, de acordo com a quantidade e a distribuição do vitelo, os Embriologia Embriologia é a parte da Biologia que estuda as transformações que se processa no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Tipos de óvulos: os óvulos possuem uma substancia

Leia mais

CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz (pesquisadora da USP)

CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz (pesquisadora da USP) CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz (pesquisadora da USP) O QUE É CLONAGEM? A clonagem é um mecanismo comum de propagação da espécie em plantas ou bactérias. Um clone é definido como uma população de

Leia mais

Exercícios Propostos Células - tronco Professor Fernando

Exercícios Propostos Células - tronco Professor Fernando Exercícios Propostos Células - tronco Professor Fernando 1. (Fuvest) Células-tronco são células indiferenciadas que têm a capacidade de se diferenciar em diversos tipos celulares. Para que ocorra tal diferenciação,

Leia mais

GAMETOGÊNESE. especializadas chamadas de GAMETAS. As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS

GAMETOGÊNESE. especializadas chamadas de GAMETAS. As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS Embriologia GAMETOGÊNESE É o processo de formação e desenvolvimento de células especializadas chamadas de GAMETAS As células responsáveis pela formação desses gametas são chamadas de GÔNIAS Espermatogônias

Leia mais

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento.

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Embriologia Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Fecundação Mitoses sucessivas; Crescimento celular: Zigoto:

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO: ESPERANÇA PARA O FUTURO DA MEDICINA. O que são células-tronco? células-tronco

CÉLULAS-TRONCO: ESPERANÇA PARA O FUTURO DA MEDICINA. O que são células-tronco? células-tronco Celulas_2006 5/9/05 17:41 Page 3 CÉLULAS-TRONCO: ESPERANÇA PARA O FUTURO DA MEDICINA O que são s-tronco? O corpo humano é formado por cerca de 200 tipos distintos de s, que se juntam de diversas maneiras

Leia mais

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista:

Utilize-se das informações acima e de seus conhecimentos sobre esse assunto e assinale a melhor resposta a ser fornecida pelo ginecologista: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 A questão da fertilização é muito discutida hoje na mídia, principalmente em programas que visam a informação para leigos interessados

Leia mais

Questão de Vida ou Morte?

Questão de Vida ou Morte? Célula-Tronco: Questão de Vida ou Morte? III Seminário A Filosofia das Origens Fábio Juliano Pacheco, Ph.D. Laboratório de Biologia Celular, Molecular e Auto-Imunidade Centro Universitário Adventista de

Leia mais

Total Knee Replacement

Total Knee Replacement Total Knee Replacement Total knee replacement is a surgery to replace worn or damaged parts of the knee joint. The surfaces of the diseased joint are removed and replaced with an artificial joint. This

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 41 EMBRIOLOGIA: FECUNDAÇÃO Membrana que impede a penetração de outros espermatozóides Fusão das membranas plasmáticas do óvulo e do espermatozóide Núcleo do espermatozóide no

Leia mais

Tipos de células-tronco:

Tipos de células-tronco: Células-tronco Profa. Dra. Patricia Pranke, PhD Professora dehematologia da Faculdade de Farmácia e da Pós-graduação em Ciências Médicas da Faculdade de Medicina, da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO: UM BREVE ESTUDO STEM CELLS: A BRIEF STUDY

CÉLULAS-TRONCO: UM BREVE ESTUDO STEM CELLS: A BRIEF STUDY ARTIGO DE REVISÃO / Review Article CÉLULAS-TRONCO: UM BREVE ESTUDO STEM CELLS: A BRIEF STUDY Sara GRINFELD 1 Roberta Gondim da Costa GOMES 2 RESUMO A célula-tronco é uma célula que pode se diferenciar

Leia mais

LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO. Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO. Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA LÍDER NO DESENVOLVIMENTO DA CRIOPRESERVAÇÃO Garantir o futuro do seu filho com SEGURANÇA e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Apresentação de um serviço único na Europa na área da Biotecnologia Clínica As células estaminais

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 126/X ESTABELECE OS PRINCÍPIOS DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA EM CÉLULAS ESTAMINAIS E A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES

PROJECTO DE LEI N.º 126/X ESTABELECE OS PRINCÍPIOS DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA EM CÉLULAS ESTAMINAIS E A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda PROJECTO DE LEI N.º 126/X ESTABELECE OS PRINCÍPIOS DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA EM CÉLULAS ESTAMINAIS E A UTILIZAÇÃO DE EMBRIÕES Exposição de motivos O isolamento de

Leia mais

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas.

a) multiplicação de células, através de mitoses sucessivas. Embbr ri iiool llooggi iiaa Huumaannaa... 1 Introdução... 1 Gastrulação... 1 Tipos de óvulos (ovos): classificação e ocorrência.... 2 Tipos de clivagem:... 2 Fases do Desenvolvimento... 3 Destino dos Folhetos

Leia mais

APRESENTAÇÃO CYTOTHERA CORD E CYTOTHERA PLUS

APRESENTAÇÃO CYTOTHERA CORD E CYTOTHERA PLUS APRESENTAÇÃO CYTOTHERA CORD E CYTOTHERA PLUS Garantir o futuro da saúde do seu filho com Patrícia SEGURANÇA Cruz e INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Apresentação de um serviço único na Europa na área da Biotecnologia

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 3.4.2003 DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO RELATÓRIO SOBRE A INVESTIGAÇÃO DAS CÉLULAS ESTAMINAIS EMBRIONÁRIAS HUMANAS* RESUMO * Tradução não oficial

Leia mais

Células - Tronco DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO BIOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO

Células - Tronco DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO BIOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO Células - Tronco Ize Penhas de Lima Carolina Beltrana Del Debbio Allysson Coelho Sampaio DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO Admiração pelos mecanismos que constróem seres complexos a partir de uma única célula

Leia mais

Introdução ao desenvolvimento humano. Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com

Introdução ao desenvolvimento humano. Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com Introdução ao desenvolvimento humano Profa. MSc. Valeska Silva Lucena valeskasl@hotmail.com Introdução Como surgiu a embriologia? Curiosidade em entender como começamos É o estudo das etapas e dos mecanismos

Leia mais

Células tronco: Medicina Regenerativa

Células tronco: Medicina Regenerativa Claudia M. C. Batista Instituto de Ciências Biomédicas Programa de Bioengenharia Tecidual Universidade Federal do Rio de Janeiro Células tronco: Perspectivas na Medicina Regenerativa Célula-tronco É a

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia 1. (Fgv 2015) A figura ilustra os vasos sanguíneos maternos e fetais na região da placenta, responsável pela troca dos gases respiratórios oxigênio e dióxido de carbono. Como a circulação e a ventilação

Leia mais

Aproposta dessa série de artigos foi reunir

Aproposta dessa série de artigos foi reunir CLONAGEM E CÉLULAS-TRONCO Mayana Zatz Aproposta dessa série de artigos foi reunir opiniões de cientistas, de um professor de ética e de uma mãe de uma criança afetada por uma grave doença neurodegenerativa

Leia mais

Mutação e Engenharia Genética

Mutação e Engenharia Genética Mutação e Engenharia Genética Aula Genética - 3º. Ano Ensino Médio - Biologia Prof a. Juliana Fabris Lima Garcia Mutações erros não programados que ocorrem durante o processo de autoduplicação do DNA e

Leia mais

Células estaminais criam nova esperança contra leucemia (pág.1)

Células estaminais criam nova esperança contra leucemia (pág.1) Células estaminais criam nova esperança contra leucemia (pág.1) Investigadores portugueses e americanos, no âmbito do programa MIT-Portugal, estão usar clinicamente células estaminais para neutralizar

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO E A DIFERENCIAÇÃO CELULAR

CÉLULAS-TRONCO E A DIFERENCIAÇÃO CELULAR CÉLULAS-TRONCO E A DIFERENCIAÇÃO CELULAR CÉLULAS-TRONCO E A DIFERENCIAÇÃO CELULAR Plano de Aula -Desenvolvimento embrionário -Diferenciação celular -Células-tronco em diversos tecidos - Profª Juliana Schmidt

Leia mais

Células estaminais e medicina regenerativa

Células estaminais e medicina regenerativa Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Biopatologia 2006/2007 11ª Aula Teórica: 27/11/06 Aula dada por: Dr. Raquel Almeida Células estaminais e medicina regenerativa Hoje eu vou falar de células

Leia mais

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica.

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica. Aula n ọ 05 01. A meiose é um processo de divisão celular que ocorre na natureza e que visa à produção de esporos ou gametas. Esta divisão celular produz células-filhas com a metade dos cromossomos da

Leia mais

COMISSÃO TEMPORÁRIA SOBRE A GENÉTICA HUMANA E OUTRAS NOVAS TECNOLOGIAS DA MEDICINA MODERNA

COMISSÃO TEMPORÁRIA SOBRE A GENÉTICA HUMANA E OUTRAS NOVAS TECNOLOGIAS DA MEDICINA MODERNA COMISSÃO TEMPORÁRIA SOBRE A GENÉTICA HUMANA E OUTRAS NOVAS TECNOLOGIAS DA MEDICINA MODERNA AUDIÇÃO de 26 de Abril de 2001 Carlos Alonso BEDATE Curriculum académico Licenciado em Filosofia Universidade

Leia mais

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre ESTUDO BASE 8 ANO Prof. Alexandre FORMA E FUNÇÃO Natureza FORMA E FUNÇÃO Artificiais FORMA E FUNÇÃO Todos os objetos apresentam uma relação intíma entre sua forma e função Relação = FORMA/FUNÇÃO BIOLOGIA

Leia mais

células Vários tipos de

células Vários tipos de Células tronco Bioquímicas Maria Alice Vieira Willrich Adriana Helena Sedrez Patricia Bernardi Curso de Gestantes Unimed Brusque, 03 de setembro de 2007. O que são células tronco? Tipos de Células-Tronco

Leia mais

TERAPIA CELULAR: REVISÃO DE LITERATURA

TERAPIA CELULAR: REVISÃO DE LITERATURA TERAPIA CELULAR: REVISÃO DE LITERATURA SILVA, Marcos Vinícius Mendes 1 ; NOGUEIRA, José Luiz 1 ; 1 Mestrandos do Departamento de Cirurgia Setor de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres - Faculdade

Leia mais

Clonagem e células-tronco

Clonagem e células-tronco C LONAGEM E C ÉLULAS-T RONCO Clonagem e células-tronco MAYANA ZATS O que é clonagem? ACLONAGEM É UM mecanismo comum de propagação da espécie em plantas ou bactérias. De acordo com Webber (1903) um clone

Leia mais

EDITORIAL / EDITORIAL CÉLULA-TRONCO. discreta de células-tronco adultas fazem a reposição. laboratório, determinar suas propriedades

EDITORIAL / EDITORIAL CÉLULA-TRONCO. discreta de células-tronco adultas fazem a reposição. laboratório, determinar suas propriedades EDITORIAL / EDITORIAL CÉLULA-TRONCO José Carlos Rossini Iglézias* As células-tronco são importantes para os organismos vivos por várias razões. No embrião, na fase do terceiro ao quinto dia de idade -

Leia mais

A função básica do ciclo celular das células somáticas é duplicar todo o conteúdo de DNA...

A função básica do ciclo celular das células somáticas é duplicar todo o conteúdo de DNA... Atividade extra Fascículo 4 Biologia Unidade 9 Questão 1 A função básica do ciclo celular das células somáticas é duplicar todo o conteúdo de DNA. O processo de divisão celular é composto por cinco etapas:

Leia mais

Ética, Genética e Biotecnologia: o uso de células tronco

Ética, Genética e Biotecnologia: o uso de células tronco Ética, Genética e Biotecnologia: o uso de células tronco Apresentação A Lei de Biossegurança e o uso científico de CT embrionárias humanas, aprovados recentemente pelo Congresso Nacional Brasileiro, são

Leia mais

O que são células estaminais?

O que são células estaminais? Mundo Estaminal O poder de dividir Área de Projecto 2010/2011 (Sobre) VIVER Planear o futuro, lembrando o passado O que são células estaminais? 4 Células estaminais: o que são? As células 1 são as unidades

Leia mais

Como que aparecem os animais na natureza? -> pergunta de muito tempo

Como que aparecem os animais na natureza? -> pergunta de muito tempo Noções de embriologia animal Perspectiva histórica do estudo da embriologia Como que aparecem os animais na natureza? -> pergunta de muito tempo Pré-formismo -> idéia geral de que está tudo pronto dentro

Leia mais

. Hematos = sangue + poese = formação.

. Hematos = sangue + poese = formação. Marco Biaggi - 2015 . Hematos = sangue + poese = formação. transporte de nutrientes, gases respiratórios, hormônios e excretas Sangue participa da defesa do organismos, juntamente com a linfa e o sistema

Leia mais

DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Profª Glenda Carvalho

DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Profª Glenda Carvalho DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Profª Glenda Carvalho E assim, começa uma nova vida... Os tipos de desenvolvimento embrionário Vivíparos Ovovivíparos Ovíparos Ovulíparos

Leia mais

Placenta e Membranas Fetais. Prof. Daniela B. Hara

Placenta e Membranas Fetais. Prof. Daniela B. Hara Placenta e Membranas Fetais Prof. Daniela B. Hara 2009/2 Anexos embrionários no desenvolvimento humano Placenta e o cordão umbilical O córion O âmnio O saco vitelínico O alantóide Membranas fetais A parte

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Células-tronco: progressos científicos e o futuro das pesquisas

Células-tronco: progressos científicos e o futuro das pesquisas Células-tronco: progressos científicos e o futuro das pesquisas Silvio Higa - Traduzido e adaptado de Stem Cells: Scientific Progress and Future Research Directions - http://www.stemcells.nih.gov/index.asp

Leia mais

TRANSPLANTE DE CÉLULAS HEMATOPOÉTICAS

TRANSPLANTE DE CÉLULAS HEMATOPOÉTICAS 1 TRANSPLANTE DE CÉLULAS HEMATOPOÉTICAS Adriano dos Santos Pereira RESUMO Desde o primeiro procedimento realizado em 1968, o transplante de medula óssea vem sendo utilizado de maneira crescente, o tratamento

Leia mais

Resoluções de Exercícios

Resoluções de Exercícios Resoluções de Exercícios BIOLOGIA IV 01 Embriologia Humana A espermatogônia é uma célula diploide (2n) e o espermatócito II é uma célula haploide (n), portanto, a espermatogônia terá o dobro do número

Leia mais

Célula. A medicin. mantidas indiferenciadas em cultura tais colônias, às vezes, apresentam. na célula-tronco, mas ainda não se sabe em

Célula. A medicin. mantidas indiferenciadas em cultura tais colônias, às vezes, apresentam. na célula-tronco, mas ainda não se sabe em A produção de diferentes tipos de células em laboratório e sua utilização para recuperar tecidos ou órgãos lesados está deixando de ser um sonho. Estudos com células-tronco vêm demonstrando que elas podem

Leia mais

Plataformas para o transplante e diferenciação controlada de células estaminais

Plataformas para o transplante e diferenciação controlada de células estaminais Plataformas para o transplante e diferenciação controlada de células estaminais Lino Ferreira Departamento de Biomateriais e Terapias Baseadas em Células Estaminais Área de Biotecnologia Centro de Neurociências

Leia mais

ASPECTOS CIENTÍFICOS E SOCIAIS DA CLONAGEM REPRODUTIVA E TERAPÊUTICA

ASPECTOS CIENTÍFICOS E SOCIAIS DA CLONAGEM REPRODUTIVA E TERAPÊUTICA Artigo Publicado na Revista Eletrônica F@pciência, Apucarana-PR, v.1, n.1, 41-49, 2007. ASPECTOS CIENTÍFICOS E SOCIAIS DA CLONAGEM REPRODUTIVA E TERAPÊUTICA Rodrigo Therezan de Freitas 1 Denusa Ruotulo

Leia mais

Painéis Do Organismo ao Genoma

Painéis Do Organismo ao Genoma Painéis Do Organismo ao Genoma A série de 5 painéis do organismo ao genoma tem por objetivo mostrar que os organismos vivos são formados por células que funcionam de acordo com instruções contidas no DNA,

Leia mais

TRANSPLANTE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIÉTICAS NO TRATAMENTO DA LEUCEMIA.

TRANSPLANTE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIÉTICAS NO TRATAMENTO DA LEUCEMIA. UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ESPECIALIZAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E CITOGÉNETICA HUMANA MÔNICA DE SOUSA PITA TRANSPLANTE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIÉTICAS NO TRATAMENTO DA LEUCEMIA.

Leia mais

Receiving Blood Transfusions

Receiving Blood Transfusions Receiving Blood Transfusions Blood is made up of fluid called plasma that contains red blood cells, white blood cells and platelets. Each part of the blood has a special purpose. A person may be given

Leia mais

FOLHA DE ROSTO QUE NÃO É PARA IMPRIMIR, MAS SIM PARA QUE O WORD POSSA CONTABILIZAR. Rasgar ESTA FOLHA E COLOCAR A OUTRA QUE ESTÁ NO FICHEIRO

FOLHA DE ROSTO QUE NÃO É PARA IMPRIMIR, MAS SIM PARA QUE O WORD POSSA CONTABILIZAR. Rasgar ESTA FOLHA E COLOCAR A OUTRA QUE ESTÁ NO FICHEIRO FOLHA DE ROSTO QUE NÃO É PARA IMPRIMIR, MAS SIM PARA QUE O WORD POSSA CONTABILIZAR. Rasgar ESTA FOLHA E COLOCAR A OUTRA QUE ESTÁ NO FICHEIRO FOLHA DE ROSTO. NÃO ESTÁ NUMERADA E BEM, MAS CONTA. i Agradecimentos

Leia mais

Instrução: Leia o texto e responda as questões de números 31 a 40, identificando a alternativa correta, com base nas informações fornecidas.

Instrução: Leia o texto e responda as questões de números 31 a 40, identificando a alternativa correta, com base nas informações fornecidas. INGLÊS Instrução: Leia o texto e responda as questões de números 31 a 40, identificando a alternativa correta, com base nas informações fornecidas. The New York Times on the web The Rush to Enhancement:

Leia mais

Atividades sobre Células-tronco, transgênicos e clonagem

Atividades sobre Células-tronco, transgênicos e clonagem CURSO TÉCNICO EM BIOTECNOLOGIA SUBSEQUENTE Aluno(a): Módulo: I Data: Professor(a): Fábio Zanella Comp. Curricular: Genética Aplicada CÉLULAS-TRONCO Atividades sobre Células-tronco, transgênicos e clonagem

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

substância intercelular sólida, dura e resistente.

substância intercelular sólida, dura e resistente. Tecido ósseo É um dos tecidos que formam o esqueleto de nosso corpo, tendo como função principal a sustentação. Além disso: serve de suporte para partes moles; protege órgão vitais; aloja e protege a medula

Leia mais

PARECER SOBRE A INVESTIGAÇÃO EM CÉLULAS ESTAMINAIS

PARECER SOBRE A INVESTIGAÇÃO EM CÉLULAS ESTAMINAIS 47/CNECV/05 PARECER Nº 47 DO CONSELHO NACIONAL DE ÉTICA PARA AS CIÊNCIAS DA VIDA PARECER SOBRE A INVESTIGAÇÃO EM CÉLULAS ESTAMINAIS (Novembro de 2005) O presente parecer do Conselho Nacional de Ética para

Leia mais

Exercícios sobre Células Tronco Fernando Biologia

Exercícios sobre Células Tronco Fernando Biologia Exercícios sobre Células Tronco Fernando Biologia 1. (Ufpb) A Biologia, com os estudos sobre célulastronco, proporciona grandes esperanças aos portadores de traumas com dano tecidual permanente. Resultados

Leia mais

N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia.

N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. Questão 01 B100010RJ Observe o esquema abaixo. 46 23 46 23 46 23 23 Disponível em: . Acesso

Leia mais

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12

Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação. Isabel Dias CEI Biologia 12 Fecundação, desenvolvimento embrionário e gestação Formação de um novo ser encontro do oócito II com espermatozóides Fecundação formação de um ovo desenvolvimento contínuo e dinâmico, com a duração em

Leia mais

Expressão gênica e diferenciação celular

Expressão gênica e diferenciação celular Módulo 2 Unidade 5 Expressão gênica e diferenciação celular Para início de conversa... Quando você olha as pessoas ao seu redor ou para você mesmo em frente ao espelho, é capaz de perceber como as pessoas

Leia mais

Expressão gênica e diferenciação celular

Expressão gênica e diferenciação celular Volume 2 Módulo 2 Biologia Unidade 5 Expressão gênica e diferenciação celular Para início de conversa... Quando você olha para as pessoas ao seu redor ou para você mesmo em frente ao espelho, é capaz de

Leia mais

ESTUDO SOBRE CÉLULAS-TRONCO

ESTUDO SOBRE CÉLULAS-TRONCO ESTUDO ESTUDO ESTUDO SOBRE CÉLULAS-TRONCO Dr. Hugo Fernandes Junior Consultor Legislativo da Área XVI Saúde Pública e Sanitarismo ESTUDO MARÇO/2004 Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa

Leia mais

20/10/2014. TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO

20/10/2014. TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO TECIDO CONJUNTIVO ou CONECTIVO Poucas células, encontram-se separadas; Presença de grande quantidade de substância intercelular; Substância intercelular ou matriz extracelular Substância fundamental amorfa:

Leia mais

Unidade I - Embriologia Geral

Unidade I - Embriologia Geral Unidade I - Embriologia Geral 1.1 - Noções de aparelho reprodutivo e ciclo estral; 1.2 - Fertilização, formação do disco embrionário; 1.3 - Tipos de implantação; 1.4 - Desenvolvimento embrionário; 1.5

Leia mais

TERAPIAS COM CÉLULAS-TRONCO PROMESSA OU REALIDADE?

TERAPIAS COM CÉLULAS-TRONCO PROMESSA OU REALIDADE? TERAPIAS COM CÉLULAS-TRONCO PROMESSA OU REALIDADE? Há algum tempo as pessoas escutam ou leem notícias sobre o imenso potencial das chamadas células-tronco para o tratamento de diferentes doenças, algumas

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS Nome: Nº 8º Ano Data: / / 2015 Professor(a): Nota: (Valor 1,0/2,0) 3º e 4º Bimestres A - Introdução Neste semestre, fizemos um estudo sobre fisiologia do corpo humano,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 755/2006 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A DECRETA:

PROJETO DE LEI Nº 755/2006 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A DECRETA: PROJETO DE LEI Nº 755/2006 A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CRIAR O BANCO MUNICIPAL DE SANGUE DE CORDÃO UMBILICAL E PLACENTÁRIO, SEU RESPECTIVO CADASTRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS.

6 Só será permitido o uso de dicionário INGLÊS/INGLÊS. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Art. 4º Para os efeitos desta lei compete ao Banco Municipal de Sangue de Cordão Umbilical de Neonatos:

Art. 4º Para os efeitos desta lei compete ao Banco Municipal de Sangue de Cordão Umbilical de Neonatos: CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO 200 Nº Despacho PROJETO DE LEI N 755/2006 AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A CRIAR O BANCO MUNICIPAL DE SANGUE DE CORDÃO UMBILICAL E PLACENTÁRIO, SEU RESPECTIVO CADASTRO E

Leia mais

Células-tronco: uma breve revisão

Células-tronco: uma breve revisão 251 Células-tronco: uma breve revisão Verônica Ferreira de Souza * Leonardo Muniz Carvalho Lima * Sílvia Regina de Almeida Reis ** Luciana Maria Pedreira Ramalho *** Jean Nunes Santos **** Resumo As células-tronco

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 9.7.2003 COM (2003) 390 final 2003/0151 (CNS) Proposta de DECISÃO DO CONSELHO que altera a Decisão 2002/834/CE que adopta o programa específico de investigação,

Leia mais

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária.

1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. 1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. Considerando a figura: a) denomine os folhetos embrionários primordiais X, Y e Z, respectivamente, e identifique

Leia mais

Células-tronco: fatos, ficção e futuro. Nance Beyer Nardi Departamento de Genética, UFRGS, nardi@ufrgs.br

Células-tronco: fatos, ficção e futuro. Nance Beyer Nardi Departamento de Genética, UFRGS, nardi@ufrgs.br ISSN 1980-3540 02.02, 25-29 (2007) www.sbg.org.br Células-tronco: fatos, ficção e futuro. Nance Beyer Nardi Departamento de Genética, UFRGS, nardi@ufrgs.br O conceito básico de células-tronco Nosso organismo

Leia mais

Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário

Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário Conhecendo os Bancos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário Ajudando futuros pais a tomar uma decisão consciente Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa O que é sangue de cordão umbilical

Leia mais

Reprogramação Celular. Pítia Ledur pitialedur@gmail.com

Reprogramação Celular. Pítia Ledur pitialedur@gmail.com Reprogramação Celular Pítia Ledur pitialedur@gmail.com Reprogramação Celular O que é isso? ipsc = induced pluripotent stem cells Shinya Yamanaka Reprogramação Celular O que é isso? ipsc = induced pluripotent

Leia mais

Lê com atenção e reflecte antes de responder. Boa sorte!

Lê com atenção e reflecte antes de responder. Boa sorte! Agrupameo de Escolas de Casquilh Escola Secundária de Casquilh 2º Teste Sumativo (90 minut) DISCIPLINA DE BIOLOGIA 12ºano Turmas A e B TEMA: Reprodução Humana e Engenharia Genética Dezembro 2013 Professora

Leia mais

CÉLULAS-TRONCO E GENÉTICA DESAFIOS NA CIÊNCIA. Mayana Zatz CENTRO DE ESTUDOS DO GENOMA HUMANO

CÉLULAS-TRONCO E GENÉTICA DESAFIOS NA CIÊNCIA. Mayana Zatz CENTRO DE ESTUDOS DO GENOMA HUMANO CÉLULAS-TRONCO E GENÉTICA DESAFIOS NA CIÊNCIA Mayana Zatz CENTRO DE ESTUDOS DO GENOMA HUMANO AS GRANDES REVOLUÇÕES DA ÚLTIMA DÉCADA O Projeto Genoma Humano A CLONAGEM e AS CÉLULAS-TRONCO Como isso nos

Leia mais

3 TERAPIA CELULAR: SONHOS E REALIDADE

3 TERAPIA CELULAR: SONHOS E REALIDADE 38 3 TERAPIA CELULAR: SONHOS E REALIDADE A utilização terapêutica de células-tronco é uma das formas mais promissoras de tratamento de muitas doenças. No entanto, valer-se de tais procedimentos ainda desperta

Leia mais

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia

ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: UltiResumos - Biologia ULTI RESUMOS BIOLOGIA ULTIRESUMOS.COM.BR - TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO: - FROUXO Finalidade: - DENSO + Unir os espaços localizados entre a pele e os órgãos + Apoio aos epitélios + Formam camadas

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ESPECIALIZAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E CITOGENÉTICA HUMANA JOANA MARIA SANTANA SANTOS

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ESPECIALIZAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E CITOGENÉTICA HUMANA JOANA MARIA SANTANA SANTOS UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ESPECIALIZAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E CITOGENÉTICA HUMANA JOANA MARIA SANTANA SANTOS CITOGENÉTICA NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DA LEUCEMIA MIELÓIDE

Leia mais

Pílula do dia seguinte e interrupção voluntaria da gravidez em Portugal

Pílula do dia seguinte e interrupção voluntaria da gravidez em Portugal Pílula do dia seguinte e interrupção voluntaria da gravidez em Portugal Trabalho realizado por: N.º 21 Miguel Caetano Biologia 7de Novembro de 2014 Índice Resumo... 3 Abstract... 4 Introdução... 5 Pílula

Leia mais

objetivos As células-tronco Pré-requisitos

objetivos As células-tronco Pré-requisitos As células-tronco A U L A 12 objetivos Ao final desta aula, você deverá ser capaz de: Definir o que são as células-tronco. Distinguir a origem e as características das célulastronco embrionárias e das

Leia mais

Total Hip Replacement

Total Hip Replacement Total Hip Replacement Total hip replacement is a surgery to replace worn or damaged parts of the hip joint. The surfaces of the diseased joint are removed and replaced with an artificial joint. This surgery

Leia mais

Processo Seletivo 2013-2 - Inglês. Para a primeira questão, os critérios de correção foram definidos como seguem, abaixo:

Processo Seletivo 2013-2 - Inglês. Para a primeira questão, os critérios de correção foram definidos como seguem, abaixo: 1) Gabarito oficial definitivo - Questão 1 Para a primeira questão, os critérios de correção foram definidos como seguem, abaixo: Quando o candidato redigiu: (Because) gut microbe may fight obesity and

Leia mais

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções O SANGUE Constituintes do Sangue e suas funções AS HEMÁCIAS OU GLÓBULOS VERMELHOS Células sanguíneas sem núcleo que contém hemoglobina, que é a substância responsável pela cor vermelha. São as células

Leia mais

O BIODIREITO FRENTE À UTILIZAÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO. CADENA, Caroline F. dos Santos¹ Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva

O BIODIREITO FRENTE À UTILIZAÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO. CADENA, Caroline F. dos Santos¹ Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva O BIODIREITO FRENTE À UTILIZAÇÃO DAS CÉLULAS-TRONCO CADENA, Caroline F. dos Santos¹ Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva ROSTELATO, Telma Aparecida² Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias

Leia mais

Glossário genético. Informação para doentes e familiares. Revisão do texto e tradução de Jorge Sequeiros. Agosto 2008

Glossário genético. Informação para doentes e familiares. Revisão do texto e tradução de Jorge Sequeiros. Agosto 2008 12 Glossário genético Revisão do texto e tradução de Jorge Sequeiros Agosto 2008 Modificado a partir de um glossário originalmente produzido por London IDEAS Genetic Knowledge Park. Este trabalho foi apoiado

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

Desenvolvimento é um processo de transformação, de uma simples célula (um ovo

Desenvolvimento é um processo de transformação, de uma simples célula (um ovo Nematódeo Planária Ascídia Sapo O nematódeo C. elegans tem apenas 959 células somáticas em seu corpo de 1mm de comprimento. Os cientistas mapearam o caminho que as células percorrem no desenvolvimento

Leia mais

03) Analise a figura a seguir que representa um dos estágios do desenvolvimento embrionário do anfioxo em corte transversal.

03) Analise a figura a seguir que representa um dos estágios do desenvolvimento embrionário do anfioxo em corte transversal. COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. II REVISÃO DE EMBRIOLOGIA ANIMAL COMPARADA PROFESSOR NANNI ( TERCEIÃO 2012). 01) (UNIFESP-2008)

Leia mais

Professor: Fernando Stuchi

Professor: Fernando Stuchi Professor: Fernando Stuchi Reprodução Sexuada Ação de células especiais chamadas de gametas, que possuem em seu núcleo metade do material genético de uma célula normal do indivíduo; Com a união dos gametas

Leia mais

ESTABLISHMENT OF 3D CELL CULTURES UNDER DYNAMIC CONDITIONS USING A MULTI-COMPARTMENT HOLDER FOR SPINNER FLASK

ESTABLISHMENT OF 3D CELL CULTURES UNDER DYNAMIC CONDITIONS USING A MULTI-COMPARTMENT HOLDER FOR SPINNER FLASK ESTABLISHMENT OF 3D CELL CULTURES UNDER DYNAMIC CONDITIONS USING A MULTI-COMPARTMENT HOLDER FOR SPINNER FLASK Thesis presented to Escola Superior de Biotecnologia of the Universidade Católica Portuguesa

Leia mais