Orientadores: ALEXANDER SÉRGIO EVASO ANA LUCIA GERARDI SPINOLA ELISANGELA RONCONI RODRIGUES SERGIO BERNARDES DA SILVA WILSON FERNANDES FORTI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Orientadores: ALEXANDER SÉRGIO EVASO ANA LUCIA GERARDI SPINOLA ELISANGELA RONCONI RODRIGUES SERGIO BERNARDES DA SILVA WILSON FERNANDES FORTI"

Transcrição

1 Orientadores: ALEXANDER SÉRGIO EVASO ANA LUCIA GERARDI SPINOLA ELISANGELA RONCONI RODRIGUES SERGIO BERNARDES DA SILVA WILSON FERNANDES FORTI São Paulo, 25 de Maio de 2012

2 Trabalho apresentado às disciplinas de Meio Ambiente e Sociedade, Gerenciamento de Resíduos Sólidos e Arborização Urbana das Faculdades Metropolitanas Unidas. Elaborado a partir de trabalhos de campo, coleta e análise de espécies arbóreas, com a finalidade de um estudo socioambiental do bairro do Belém - SP Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

3 Agatha Tiné Alan de Jesus Aline Teixeira Aline Toyoda Anderson das Neves Andressa Crossi Beatriz Biscegli Bruna Tessariol Caio Silvestre Caique Franco Celso Hernandes Cibele Cassiolato Cristiane Lage Daniel de Arruda Danilo Galera Denis da Gama Diego Saimon Diogo Francelino Douglas da Silva Eleniuza Balbino Fabio Kise Fátima Ghazal Fernando da Silva Fernando Figueiredo Francisco da Silva Harley Pacheco Hugo Falconi Janaina de Almeida Jandira de Carvalho Jessica Bertoldo Jessica Isidoro Jonas Barreto José Silva Juréia Fernandes Kaio Feitosa Katia Kanashiro Lemuel Spiaze Luana Goes Lucas Vila Nova Marcia Monteiro M. Luiza dos Santos Maria Fernandes Milena B. da Silva Monique Almendra Natali Feitosa Nicolas Guarizo Nicole Balduino Patricia Veloso Raphael Funchal Raquel Zioli Reinaldo Climaco Reinaldo Ribeiro Rodrigo Reis Shirlei Marques Talita Portela Vivianne de Oliveira Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

4 LOCALIZAÇÃO 5 HISTÓRICO 6 METODOLOGIA 10 MEIO AMBIENTE E SOCIEDADE 28 GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS 65 ARBORIZAÇÃO URBANA 94 CONSIDERAÇÕES FINAIS 113 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 114 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

5 Belém no Mapa - Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

6 1580 A região fora ocupada por tribos indígenas, como a Guaianaz que formou a Aldeia Ururai. Era inaugurada a paróquia São José do Belém, que pertencia a Igreja Bom Jesus do Brás, em 15 de agosto Surge um novo bairro que foi desmembrado do bairro do Brás por decreto do presidente Dr. Fernando Prestes Albuquerque. Bairro chamado Belém (ou chamado pelos moradores Belenzinho), o nome foi originado na fé católica, como homenagem a São José do Belém. Bairro do Belém - Neste ano substituem-se os bondes puxados por burro (1872) por bondes elétricos Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

7 Neste ano nasceu o primeiro time do bairro, o Estrela de Ouro. Neste ano, a população do Belenzinho chega a habitantes. O bairro ganha sua primeira escola. Os belenenses ganham seu primeiro lazer: o Cine São José de Belém e também surgiram as vidrarias (conhecidas também como cristaleiras) Com a construção da Vila Maria Zélia um projeto revolucionário pelo industrial Jorge Street tinha o intuito de abrigar operários da Companhia Nacional de tecidos da Juta. Vila Maria Zélia - Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

8 1922 Os órgãos de preservação de nível estadual e municipal (condephaat e conpresp ) optaram por seu tombamento. No ano de 1924 a Fábrica e a Vila foram vendidas, ficando em mãos da família Scarpa. Em 1929 o grupo Guinle tomou posse, restituindo-lhe o antigo nome Em 1931 a Fábrica foi desativada devido as dívidas fiscais Após a desativação da Fábrica, a Vila tornou-se um presídio político na ditadura do Estado Novo, entre 1936 e Em 1939, o foi comprado pela Goodyear, e os moradores da vila começaram a pagar aluguel para o governo. Em 1960 compraram seus imóveis através do plano de habilitação do antigo BNH. Filmes, novelas e longas metragens como : O Corintiano com Mazzaropi (1966), foram filmados na Maria Zélia Filme O Corinthiano A Vila se tornou um lugar público e atualmente é visitada por turistas devido a sua arquitetura baseada nas cidades europeias do século XX. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

9 1981 O Metrô é inaugurado e ligada à estação Bresser- Mooca através do único túnel existente na parte Leste da Linha 3-Vermelha Metrô Belém A história do SESC Belenzinho começou em 1998 quando exposições eram realizadas em uma estrutura de uma antiga fábrica foi inaugurado, em 2010, o SESC Belenzinho é a maior unidade de todos os SESCs com 50 mil m². SESC Belenzinho - Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

10 O presente trabalho foi realizado pelos alunos do curso de Gestão Ambiental da FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas 1º semestre, noturno, com o intuito de efetuar um levantamento socioambiental do bairro do Belém/SP. Para obtenção dos dados foram entrevistadas 309 pessoas entre moradores, trabalhadores e estudantes, além da cooperativa Eco ponto Tatuapé atuante no bairro, e escolas com base no questionário socioambiental. Foram feitos trabalhos de campo, coletas para análise de espécies arbóreas e pesquisas bibliográficas. O trabalho foi dividido em três disciplinas e áreas de pesquisas distintas, portanto a metodologia aplicada adequou-se a cada tema estudado. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

11 Você mora, trabalha ou estuda na região? 4% 5% 25% Mora Trabalha Estuda Outros 66% Gráficos elaborados pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

12 Sexo: 48% 52% Masculino Feminino Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

13 Qual sua idade? 0% 13% 15% 32% 0 a 10 anos 11 a 20 anos 21 a 40 anos 41 a 60 anos acima de 61 40% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

14 Qual a sua escolaridade? 15% 23% 14% Fundamental Médio Sup. Incompleto Sup. Completo 48% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

15 Faixa etária da pessoas que residem junto com o entrevistado. Média de 2 a 3 pessoas por residência 12% 9% 27% 20% 0 a 10 anos 11 a 20 anos 21 a 40 anos 41 a 60 anos acima de 61 32% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

16 Há alguém com deficiência, se sim qual? 6% Sim. Qual? Não Qual? Motora Auditiva 94% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

17 Qual o meio de comunicação mais utilizado? 1% 8% 25% 43% Telefone TV Internet Rádio Jornal e revistas 23% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

18 Você conhece a associação de bairro do Belém? 13% 13% Sim. Qual? Não. Gostaria? Qual? Associação dos comerciantes 74% SESC Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

19 Você separa o seu lixo doméstico? 47% Sim 53% Não Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

20 Este bairro possui coleta seletiva? 12% 42% Sim. Quando? Não Não sabe 46% Quando? Alguns pontos de Segunda outros de Quarta-Feira Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

21 Como você classifica a coleta de lixo? 8% 6% 32% Ótimo Bom Regular Ruim 54% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

22 Como você classifica a limpeza pública? 11% 5% 36% 48% Ótimo Bom Regular Ruim Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

23 Como você classifica a manutenção de calçadas e vias? 3% 18% 42% Ótimo Bom Regular Ruim 37% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

24 Você sabe para onde o lixo coletado vai? 16% Sim. Onde? Não 84% Onde? Lixão, aterro em Mairiporã e para Favelas. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

25 Em relação as áreas verdes do seu bairro, qual a função você considera mais importante para o bairro? Lazer Clima Estética Qualidade de vida Paisagismo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

26 Em sua opinião, qual o principal inconveniente das árvores nas calçadas? Calçada quebrada Falta de poda Comprometimento da fiação Sujeira Falta de manutenção. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

27 Quais os problemas mais críticos da sua região? Trânsito Saúde Falta de segurança Enchente Lixo Comprometimento das vias públicas Violência Iluminação Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

28 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

29 "Após pesquisar sobre os problemas do Bairro do Belém, percebemos a importância de realizar um trabalho de melhoria do seu ambiente, tanto na parte ecológica e paisagística quanto naquela que diz respeito ao âmbito social, para que haja qualidade de vida aos moradores e ao mesmo tempo, proteção do meio ambiente." Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

30 Precariedade no Serviço de Segurança Pública; Calçadas danificadas e Enchentes ; Lixo nas ruas; Falta de iluminação pública; Poucas opções de lazer e educação; Moradores de Rua. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

31 Monitoramento 24 horas com câmeras especiais. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

32 Implantação de policiamento com bases móveis em pontos estratégicos do Bairro ; Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

33 Calçadas planejadas com sistema de drenagem para evitar enchentes. Melhor arborização das ruas(cuidado especial com as raízes das árvores). Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

34 Implantação de calçadas especiais para deficientes físicos. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

35 Imagem elaborada pelo Grupo. Cartão reciclável; Utilização de Eco pontos. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

36 Dia da faxina. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

37 Criação de postes com captação de energia solar ; Placa de captação solar (para iluminação noturna) Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

38 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

39 Reutilização de materiais Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

40 Bancos sustentáveis (material reciclado) Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

41 Brinquedos com material reutilizado Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

42 Aparelhos para prática de exercícios Ginástica na praça Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

43 Teatro no Parque Oficina de sucata. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

44 Curso de Jardinagem/Pintura Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

45 Inclusão Social dos menos favorecidos. Instalação de cooperativas de catadores; Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

46 nopatio.com.br Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

47 Coordenadora - Cirlene, prédio tombado desde 2010, foi feito um projeto com o nome espuma feliz, onde incluía horta, árvores frutíferas, como limão, onde os alunos chegaram a colher frutas e verduras variadas. Em 2012 continuaram com o projeto pela iniciativa privada, hoje a escola tem reservas de verba para o seguimento do trabalho, como pintura e arborização. Dentro do recinto da escola existem vários vasos com plantas feitos pelos alunos eeamadeuamaral.blogspot.com Este grupo escolar foi criado oficialmente em 1909, e instalado no Largo São José do Belém, No mesmo ano, houve um desdobramento do horário de aulas em dois períodos, para ampliar o atendimento a população em idade escolar como aconteceu em outras escolas: das 8:00 às 12:00 para meninos e das 12:30 às 16:30 para meninas. Em 1932 adotou o nome de Grupo Escolar Amadeu Amaral, passando, em 1968 a Ginásio Estadual Amadeu Amaral. O mesmo edifício abrigou, entre 1968 e 1975, o Grupo Escolar Amadeu Amaral, no período matutino, e o Colégio Estadual Brigadeiro Veloso, nos períodos vespertinos e noturno. O prédio foi tombado, juntamente com 122 escolas públicas da capital e interior pelo Conselho do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (CONDEPHAAT), dado ao seu alto valor histórico na evolução educacional do Estado de São Paulo no dia 7 de agosto de Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

48 Fotos: Márcia Monteiro Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

49 Fotos: Márcia Monteiro Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

50 Coordenadora Lara. A escola tem um espaço onde os próprios professores e alunos criaram uma horta, porém não tem interesse com a apresentação de algum projeto, tem grandes espaços onde poderia ser aproveitado para um pomar e ampliação da horta. Está com aparência de abandono. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

51 Além de recolher o lixo jogado nas ruas, eles foram às casas vizinha para falar da limpeza 24 de novembro de h 11 REPORTAGEM - Usando luvas plásticas e carregando cartazes informativos sobre reciclagem, cerca de cem alunos dos 3.º e 4.º anos da Escola Estadual Guerino Raso, no Belenzinho, na zona leste de São Paulo, aproveitaram a tarde de ontem para recolher o lixo jogado nas ruas Serra da Bocaina e Siqueira Bueno, que ficam no entorno da escola. Os estudantes também plantaram mudas de azaléia nas calçadas e tocaram as campainhas dos vizinhos para dizer que não é legal espalhar lixo nas calçadas, como explicou o aluno do 4.º ano B, Thiago Carvalho da Conceição, de 11 anos. Não estamos brincando. Isso é muito sério, disse o menino enquanto carregava um saco de cem litros lotado de papel recolhido das calçadas. A ação, chamada Morador Presente, foi uma iniciativa da presidente do Conselho de Segurança (Conseg) Brás, Mooca e Belenzinho, Wanda Herrero. Cansada de ver as ruas do entorno do Largo Ubirajara alagarem sempre que chove, ela até que pensou em tocar sozinha as campainhas para pedir que os moradores colocassem o lixo para fora de casa somente no horário da coleta e evitassem jogar detritos nas calçadas. É uma forma de educar as crianças e sensibilizar os adultos sobre o assunto. Isso é uma realidade delas porque a escola onde estudam alaga todo verão por causa de bueiros entupidos, conta. A idéia foi aprovada pela diretora da escola, Ana Lúcia Shinahara. Eles aprendem muito mais quando colocam na prática o que viram em sala de aula, diz Ana Lúcia. Olha. Se você tomar um sorvete, não joga o papel no chão. Guarda na bolsa e depois separa para reciclar. É só separar o papel do vidro e do plástico. E aí você ajuda a natureza e não deixa nossa rua alagar de tanto lixo que tem espalhado, explicou a aluna Elen Cristina Ferreira Barbosa, de 10 anos, para uma mulher que esperava o ônibus. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

52 Coordenador Carlos. A escola possui grande espaço para um projeto, porém o coordenador não teve interesse e não quis atender. Fonte: pt.br.faceboock.com/lureiro.jr Fonte: pt.br.faceboock.com/loureiro.jr Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

53 Este projeto tem como finalidade, despertar a consciência sobre questões ambientais, envolvendo os educadores, alunos, pais e moradores do bairro a participarem das atividades propostas que envolverão a temática: Educação Ambiental. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

54 Serão realizadas em sala de aula discussões e debates sobre o tema: Meio Ambiente. Formação de grupos para o desenvolvimento dos trabalhos solicitados. A escola deverá realizar palestras visando a importância de conservar o meio ambiente, com base nestas palestras devem ser realizados trabalhos para garantir a fixação das informações para os alunos. Cesan.com.br/news Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

55 Deverão ser construídos objetos com materiais recicláveis, uma das propostas é a utilização de tampas de garrafas PET para o desenvolvimento de bolas de futebol para deficientes visuais, que devem ser doadas para entidades e abrigos com portadores de tal deficiência Desenvolver uma vez ao ano uma exposição, para que os alunos possam mostrar seus projetos, artesanatos e trabalhos em prol ao meio ambiente que foram construídos ao decorrer do ano ou semestre. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

56 Implantação de cestas de lixo coloridas, facilitando assim a separação do lixo. Azul Papel / Papelão Amarelo - Metal Verde - Vidro Vermelho Plástico Blogs.jovempan.uol.br/meioambiente/tag/coleta-seletiva/ Marrom - Orgânico Tabela elaborada pelo grupo Jogue o lixo no lixo e não no chão Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

57 comunidadeescolaemdonalulu.blogspot.com Público alvo: Educadores, alunos, comunidade escolar em geral incluindo a da escola juntamente com os pais e responsáveis pelos alunos matriculados. Este projeto tem como finalidade despertar a consciência sobre questões ambientais, envolvendo os educadores e comércio do bairro do Belém, a participarem das atividades propostas que envolverão a temática: Educação Ambiental. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

58 Proporcionar aos alunos passeios ecológicos, para ampliar o conhecimento e despertar o interesse na prática de educação ambiental. %E2%80%93-sp.html Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

59 Incentivar a reciclagem de lixo eletrônico. Deve haver na escola um tambor para recolhimento do material, existirá um carnê com 250 cupons. O aluno que contribuir com a campanha receberá um ou mais cupons e os depositará em uma urna na própria escola. Algum tempo depois haverá sorteio de um cupom e o aluno sorteado receberá um prêmio (que deverá ser escolhido pela escola) como forma de incentivo á participação. Podem ser recolhidos: Peças de computadores em geral, celulares e peças internas, teclados, fones de ouvido, controle remoto, brinquedos eletrônicos em geral, CDs, DVDs, calculadoras, aparelho de telefone normal, sem fio e fax, pilhas, carregador de pilhas e baterias de celulares, brinquedos, etc.. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

60 O material recolhido será pesado na Cooperativa de Reciclagem do bairro para uma mensuração inicial e depois será encaminhado à empresa recicladora, onde será triado e descaracterizado para sua reciclagem. tiagodoria.ig.com.br/2009/04/07/fotos-do-nosso-lixo- eletronico-de-cada-dia/ Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

61 A escola deverá se conveniar a uma empresa coletora de óleo, e solicitar um coletor de óleo de fritura, para que possa ser feita uma parceria com alguma empresa especializada em transformar este óleo de cozinha em bicombustível. A escola será ponto de entrega e recolhimento do óleo trazido pelos alunos, esta coleta de óleo também deve ser aberta para os comércios da região. Entregar aos alunos, materiais informativos, para que possam obter conhecimento sobre a responsabilidade e a preservação da natureza, bem como a conscientização quanto aos prejuízos causados pelo descarte inadequado dos resíduos de óleo de cozinha, ensinando-os o procedimento adequado. Esta parceria tem como objetivo arrecadar através do óleo fornecido à empresa, um determinado valor que deverá ser utilizado para realizar reformas necessárias na escola. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

62 cervas-aldeia.blogspot.com Os professores deverão auxiliar os alunos para realizarem uma limpeza escolar, liberando alguns de seus alunos dez minutos antes do horário de saída para fazerem a limpeza de sua sala de aula, assim os alunos que chegarem no próximo período irão estudar em um ambiente limpo e agradável. O mesmo deverá ser feito no horário do intervalo. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno visualdecoo.com.br

63 Considerando a importância da temática ambiental e a visão integrada do mundo, no tempo e no espaço, a escola deverá oferecer meios efetivos para que cada aluno compreenda os fenômenos naturais, as ações humanas e suas conseqüências para consigo, para sua própria espécie, para os outros seres vivos e o ambiente. É fundamental que cada aluno desenvolva as suas potencialidades e adote posturas pessoais e comportamentos sociais construtivos, colaborando para a construção de uma sociedade socialmente justa, em um ambiente saudável. Promover educação ambiental no ambiente escolar, de forma a auxiliar na formação de professores e alunos multiplicadores da informação para a comunidade. Estimular práticas que levem a integração entre as séries, disciplinas, escola, e a comunidade. Ampliar o conhecimento e interesse dos alunos, para a preservação do meio ambiente. Adequação das atividades de Educação Ambiental ao conteúdo programático do currículo, o que descarta a idéia de obrigatoriedade ou de um projeto adicional. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

64 Que no mínimo 80% dos educadores da escola onde o projeto será desenvolvido participem das discussões e se envolva efetivamente no desenvolvimento do mesmo. Que no mínimo 90% dos alunos sejam envolvidos nas atividades a serem desenvolvidas pelos educadores. Formação de educadores e alunos com conhecimento em educação ambiental que contribuam para disseminação de informações sobre como preservar o meio ambiente. Ao final do projeto espera-se que os envolvidos tenham desenvolvido uma visão crítica em relação ao meio ambiente e uma posição de ação e mudança referente aos problemas relacionados ao tema. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

65 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

66 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

67 51 funcionários 5375 Kg resíduos coletados ao dia 10 Coletores 8 Caminhões 3 Prensas Carga horário de trabalho de 130 a 205 hora/mês Fotos elaboradas pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

68 O salário dos funcionários é de acordo com o que eles produzem; Salários entre 400 a 700 reais/mês e tem desconto do INSS; Os rejeitos são separados e coletados pela empresa LOGA que leva aos aterros; Não recebem resíduos orgânicos, hospitalares e industriais; Os vidros são colocados em uma bomba e quebrados, após isso vão para o container de ferro; Eles recebem resíduos de plástico, papel, metais e vidros. Fotos elaboradas pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

69 Os resíduos separados são vendidos e rendem em torno de 48 a 65 mil reais/mês; O plástico é o mais lucrativo; Cada tipo de resíduo vai para uma empresa diferente, algumas no interior de São Paulo. Fotos elaboradas pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

70 Fotos elaboradas pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

71 Resíduos Coletados 18% Líquido Rejeitos 82% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

72 Tipos de Resíduos 26% 30% Plástico Metais Vidro Papel Rejeitos 15% 8% 21% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

73 Tipos de Papéis 9% 5% 10% 25% 11% Jornal Branco Misto Papelão Revista TetraPark 40% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

74 Tipos de Metais 30% Metais Metais Finos 70% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

75 Tipos de PET 34% 35% Branco Verde Óleo Mista PP 5% 4% 22% Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

76 Plásticos PEAD 47% 53% Branco Colorido Gráficos elaborados pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

77 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

78 Promover o conceito da coleta seletiva. Gerar emprego e renda pela comercialização dos recicláveis. Possibilitar a reciclagem de materiais que iriam para o lixo. Diminuir o impacto do lixo sobre o meio ambiente. Proporcionar a preservação dos recursos naturais e a sustentabilidade ambiental. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

79 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

80 Cooperativa de reciclagem Veículos coletores percorrem as residências em dias e horários específicos que não coincidam com a coleta normal de lixo. Transporte: caminhões com caçamba identificados com capacidade para 800 kg de carga. Operacional da Coleta: 01 motorista habilitado para este tipo de transporte e 02 coletores qualificados. Operacional da Triagem: Profissionais treinados para separação de coleta seletiva por materiais recicláveis e não recicláveis. Equipamento de Proteção Individual EPI. limpezapublicaemjf.blogspot.com Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

81 Terça- feira: plástico e metal Quinta-feira: papel e vidro Período matutino Informativo para os moradores sobre dias e horários de coleta. Dias/horários 3ª Feira (Matutino) 3ª Feira (Matutino) 5ª Feira (Matutino) 5ª Feira (Matutino) Coleta Seletiva Plástico Metal Papel Vidro Tabela elaborada pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

82 Armazenamento Temporário: galpão para recebimento dos materiais recicláveis. Equipamentos como balanças, prensas e carrinhos. Segregação: Evitar contaminação dos resíduos separando por identificação e localização específica. Acondicionamento: Evitar vazamentos e acidentes (tambor, caçamba ou sacos plásticos). Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

83 Organograma elaborado pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

84 Materiais Coletados ( Kg. ) Plástico 2.823,81 Vidro 1.379,07 Papel 1.838,76 Metal 525,36 Total Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

85 Materiais ( Kg. ) ( % ) Destinação Plástico 1.612,50 30 Indústrias Recicladoras Vidro 1.128,75 21 Indústrias Recicladoras Papel 806,25 15 Indústrias Recicladoras Metal Indústrias Recicladoras Rejeitos 1.397,50 26 Aterro Sanitário Total Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

86 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

87 O que é Educação ambiental? É uma forma de concepção da problemática do ambiente em suas dimensões ecológicas, econômicas, sociais, culturais, políticas, éticas e tecnológicas, de maneira a sensibilizar a população quanto a importância de sua organização e participação na defesa de todas as formas de vida. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

88 Conscientizar a comunidade do bairro do Belém, sobre a responsabilidade socioambiental com a utilização dos recursos naturais corretamente e incentivando a preservação do meio ambiente. Orientar sobre consumo consciente e reutilização de materiais recicláveis. Conscientizar a população sobre a importância da separação do lixo. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

89 Público alvo : Alunos do 1 grau nas escolas do bairro. Cronograma: 1 oficina por semestre. Serão elaboradas oficinas relacionadas ao tema resíduos sólidos gerados na comunidade, envolvendo os alunos com a prática em atividades educacionais. Ex: Estudo dos 5 R s Oficina de Artesanato Oficina de Jardinagem. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

90 Repensar na mudança de hábitos de consumo. Reciclar: Separar os insumos de valor agregado para transformação em um outro produto novo. Recusar: Evitar o consumo de produtos que causem danos ao meio ambiente e a nossa saúde. Reutilizar: Transformar e dar uma nova utilidade ao insumo descartável reaproveitando em outra necessidade. Reduzir: Consumir somente o necessário evitando o desperdício exagerado dos produtos. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

91 Será trabalhado com os alunos, materiais que seriam descartados, transformando em objetos ou brinquedos. Material reciclável: plástico, metal, vidro, papel. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

92 Mostrar para as crianças a importância dos jardins e que é possível reutilizar materiais para sua elaboração. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

93 Palestras uma vez a cada três meses, sobre Responsabilidade Socioambiental. Oficina de CULINÁRIA SUSTENTÁVEL, uma vez ao mês para ensinar o reaproveitamento de todo alimento, evitando o desperdício. Promover bailes e gincanas educativas em datas comemorativas, sempre com o apelo sustentável para que a comunidade sinta interesse em participar dos cursos. Incentivar a coleta seletiva com palestras e informativos. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

94 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

95 O trabalho foi executado de acordo com o Manual Técnico de Arborização Urbana do Município de São Paulo onde foram amostradas árvores no bairro do Belém avaliando os seguintes critérios: Estado Fitossanitário das árvores Altura e Diâmetro a altura do Peito (DAP) Diâmetro das copas Distância para equipamentos urbanos Tortuosidade Calçamento medidas e condições Tamanho dos canteiros Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

96 Árvores do Belém 43% Regular Irregular 57% Gráfico elaborado pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

97 Diz respeito aos elementos vegetais de porte arbóreo, dentro de uma cidade, nesse enfoque, as árvores plantadas em calçadas fazem parte da arborização urbana, assim como parques e praças. A arborização urbana é de vital importância, principalmente nos grandes centros urbanos. Com uma maior área verde na cidade, a temperatura ficaria mais baixa, evitando as ilhas de calor, que se formam rapidamente em grandes metrópoles com urbanização intensa. A maioria das árvores localizadas no bairro do Belém, foram plantadas pelos próprios moradores, que por sua vez ainda residem no bairro. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

98 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

99 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

100 Irregularidades: Calçada Quebrada Doença Atrapalha Fios Distância Irregular Canteiro Irregular Tortuosidade 166 Gráfico elaborado pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

101 Figura 2: Passeio danificado. Figura 1: Árvore atrapalhando fiação. Figura 3: Tortuosidade. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

102 Tobias Barreto Celso Garcia Siqueira Bueno Serra da Mantiqueira Serra de Jaipa Padre Adelino Serra da Bocaina Jaipe Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

103 10% Supressão Poda 90% Gráfico elaborado pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

104 LEGENDA : Árvores para manutenção Árvores para supressão

105 VIVEIRO HARRY BLOSSFELD Rua Mesopotâmia s/nº - Rodovia Raposo Tavares, km 25 - Parque Simulam Tel: Todas as mudas de plantas ornamentais produzidas pelos Viveiros Municipais são destinadas a atender à demanda da cidade de São Paulo no que se refere à arborização e ornamentação paisagística, realizadas em áreas e próprios municipais, como praças, parques e canteiros centrais, executadas principalmente por DEPAVE e Subprefeituras, responsáveis pela manutenção dos Parques, praças, canteiros e áreas públicas. Os órgãos municipais, através de seus responsáveis técnicos da área engenheiros agrônomos ou florestais devem consultar os viveiros, através de contatos telefônicos, sobre a disponibilidade das mudas pretendidas e, posteriormente, enviar documento especificando as espécies e quantidades para reservas prévias e/ou programação de produção. Realiza-se também doação de mudas para órgãos não governamentais, regulamentada pelo decreto nº /01/2006, de acordo com a Lei Orgânica do Município, artigo 112, inciso I. Entre em contato com os viveiros para obter maiores detalhes. Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

106 Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

107 28% Exóticas Nativas 72% Gráfico elaborado pelo grupo Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

108 pensemudefaca.blogspot.com Projeto Integrado 1º Semestre Noturno

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE

INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE 12:43 Page 1 INSTRUÇÕES PARA A COLETA SELETIVA DO LIXO E DICAS DE CONSUMO CONSCIENTE Jardins é Page 2 LIXO UM PROBLEMA DE TODOS Reduzir a quantidade de lixo é um compromisso de todos. Uma pessoa é capaz

Leia mais

FRANQUIA O BOTICÁRIO TRÊS RIOS (RJ) RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

FRANQUIA O BOTICÁRIO TRÊS RIOS (RJ) RESPEITO AO MEIO AMBIENTE FRANQUIA O BOTICÁRIO TRÊS RIOS (RJ) RESPEITO AO MEIO AMBIENTE RESUMO Numa sociedade cada vez mais consciente, a proteção ao meio ambiente passa a ser objetivo de atenção de franquias com um posicionamento

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

São José dos Campos e a Política Nacional de Resíduos Sólidos

São José dos Campos e a Política Nacional de Resíduos Sólidos São José dos Campos e a Política Nacional de Resíduos Sólidos Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos Este sistema garante tratamento e destino adequado aos resíduos gerados na cidade, de modo que eles não

Leia mais

DO PROGRAMA. Tem como objetivo gerenciar a coleta seletiva e valorizar a atividade do Catador (a) como agente de transformação ambiental.

DO PROGRAMA. Tem como objetivo gerenciar a coleta seletiva e valorizar a atividade do Catador (a) como agente de transformação ambiental. PROGRAMA DO PROGRAMA O Programa ECO RECICLA é uma iniciativa da OSCIP Ecolmeia em parceria com Cooperativas de Reciclagem, seus cooperados e Setores da Sociedade. Tem como objetivo gerenciar a coleta seletiva

Leia mais

Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos Governador André Franco Montoro Geral Geral

Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos Governador André Franco Montoro Geral Geral Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos Governador André Franco Montoro Geral Geral Termo de Referência Contratação de Empresa para Fornecimento de Mudas de Espécies Arbóreas Nativas GUA GRL 900.TR-164/R1

Leia mais

DO PROGRAMA. www.ecolmeia.org.br

DO PROGRAMA. www.ecolmeia.org.br PROGRAMA DO PROGRAMA O Programa ECO RECICLA é uma iniciativa da OSCIP Ecolmeia em parceria com Cooperativas de Reciclagem, seus cooperados, o Primeiro e o Segundo Setor da Sociedade. Tem como objetivo

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

SEMA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE SEMEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA PARCERIA - PREFEITURA MUNICIPAL DE ÁGUA DOCE DO NORTE

SEMA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE SEMEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA PARCERIA - PREFEITURA MUNICIPAL DE ÁGUA DOCE DO NORTE SEMA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE SEMEC SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA PARCERIA - PREFEITURA MUNICIPAL DE ÁGUA DOCE DO NORTE PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO MUNICÍPIO DE ÁGUA DOCE DO NORTE

Leia mais

LEVANTAMENTO DA PRODUÇÃO DE MUDAS FLORESTAIS EM TRÊS VIVEIROS GOVERNAMENTAIS NO ESTADO DO PARANÁ

LEVANTAMENTO DA PRODUÇÃO DE MUDAS FLORESTAIS EM TRÊS VIVEIROS GOVERNAMENTAIS NO ESTADO DO PARANÁ LEVANTAMENTO DA PRODUÇÃO DE MUDAS FLORESTAIS EM TRÊS VIVEIROS GOVERNAMENTAIS NO ESTADO DO PARANÁ RESUMO Rafael Dudeque Zenni 1,2 ; Joachim Graf Neto¹; Leandro Ângelo 3 O presente estudo foi realizado em

Leia mais

4/10/2013. Sorocaba SP Parque Tecnológico. Sorocaba SP - Ciclovias. Sumário. Seminário Brasil-Japão Reciclagem de Resíduos Eletroeletrônicos

4/10/2013. Sorocaba SP Parque Tecnológico. Sorocaba SP - Ciclovias. Sumário. Seminário Brasil-Japão Reciclagem de Resíduos Eletroeletrônicos Sumário -SP Coleta Seletiva de Seminário Brasil-Japão Reciclagem de - Parceria Gislaine Vilas Boas PREFEITURA DE SOROCABA - SP Brasília, março 2013 - SP - SP Localizada a 100 km da capital paulista, com

Leia mais

para Arborização Urbana MAIO de 2015

para Arborização Urbana MAIO de 2015 Produção de Mudas de Alta Qualidade para Arborização Urbana ARAÇUAÍ MG MAIO de 2015 Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte Sérgio André de Souza Oliveira Engenheiro Agrônomo, Fundação Zoo-Botânica de

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O E. M. E. F. P R O F ª. D I R C E B O E M E R G U E D E S D E A Z E V E D O P

Leia mais

Resíduos Sólidos Programa Lixo Alternativo Situação atual de Guaraqueçaba: Volume diário 4m³ (aproximadamente 1 tonelada/dia) Coleta: Diária em 980 unidades domésticas / 135 comerciais / 2 industriais

Leia mais

Programa Permanente de Coleta Seletiva. Solidária do Arquivo Nacional

Programa Permanente de Coleta Seletiva. Solidária do Arquivo Nacional Solidária do Arquivo Nacional Programa Permanente de Coleta Seletiva Amparado pelo Decreto Federal 5.940/ 2006 - que prevê que todas as instituições federais passem a doar seus materiais recicláveis descartados

Leia mais

Práticas Verdes Para Condomínios

Práticas Verdes Para Condomínios Guia de Práticas Verdes Para Condomínios A economia que faz bem para o seu bolso e para o meio ambiente Com o objetivo de incentivar e disseminar práticas sustentáveis em condomínios, o Secovi Rio criou

Leia mais

FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013

FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013 FACCAMP - FACULDADE DE CAMPO LIMPO PAULISTA CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA Campo Limpo Paulista - Maio 2013 DISCIPLINA - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL Integrantes: Adriano de Oliveira RA: 14759 Karina

Leia mais

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL

ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL ENSINO DE QUÍMICA: VIVÊNCIA DOCENTE E ESTUDO DA RECICLAGEM COMO TEMA TRANSVERSAL MENDONÇA, Ana Maria Gonçalves Duarte. Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: Ana.duartemendonca@gmail.com RESUMO

Leia mais

MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA

MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA Ivinhema MS 2011 MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA Projeto apresentado no Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional PROINFO INTEGRADO III: Elaboração

Leia mais

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIXO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL. Vera Lúcia Alves.

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIXO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL. Vera Lúcia Alves. SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL Vera Lúcia Alves. RIO VERDE GO 2010 Identificação: EMEF José do Prado Guimarães. Localização: Rio

Leia mais

Política de Responsabilidade Ambiental IGS/CeMAIS

Política de Responsabilidade Ambiental IGS/CeMAIS Política de Responsabilidade Ambiental IGS/CeMAIS Uma nova cultura institucional criada a partir dos princípios do uso racional dos recursos naturais com a participação de todos os funcionários Introdução

Leia mais

SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM?

SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM? SUSTENTABILIDADE? COMO ASSIM? 1. Matéria Bruta Representa a vontade de melhorar o 6. Reciclagem mundo e construir um futuro mais próspero. É o equilíbrio econômico, social e ambiental que garante a qualidade

Leia mais

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR ANNA PAULA SILVA (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS), ELIANE FERREIRA PINTO (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS). Resumo A reciclagem tem como principal foco a conscientização

Leia mais

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras Eduarda Ramires Silveira Evelyn Victória Cardoso Lopes Mel Suzane Santos Marques Voluntários Joyce Thaís Mendes Alves Sílvia Rocha Pena Rodrigues Luíza Almeida Dias de Carvalho

Leia mais

Brasília,Ceilândia - DF QNM 28 Módulo B Fone: 3373-1810/7816-0019 www.recicleavida.com.br

Brasília,Ceilândia - DF QNM 28 Módulo B Fone: 3373-1810/7816-0019 www.recicleavida.com.br Brasília,Ceilândia - DF QNM 28 Módulo B Fone: 3373-1810/7816-0019 www.recicleavida.com.br O QUE É A ASSOCIAÇÃO RECICLE A VIDA A Recicle a Vida, é uma Associação de Catadores sem fins lucrativos, de direito

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL PINHEIRINHO 02/04/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Realizações no

Leia mais

Filme: Ilha das Flores

Filme: Ilha das Flores Filme: Ilha das Flores Gênero Documentário/Experimental Diretor Jorge Furtado Elenco Ciça Reckziegel Ano 1989 Duração 13 min Cor Colorido Bitola 35mm País Brasil Disponível no Porta Curtas: www.portacurtas.com.br/curtanaescola/filme.asp?cod=647

Leia mais

Polo de Valoração - Crateús

Polo de Valoração - Crateús Polo de Valoração - Crateús 1998, nasce um sonho... Xingu - Expedição Trilha Brasil No ano 2000, com apoio dos primeiros patrocinadores, a Expedição Trilha Brasil percorreu 25 mil km em 14 estados das

Leia mais

AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV

AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Ciências AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Graduada em História e Pedagogia, Doutora em Filosofia e Metodologia de Ensino, Autora da Metodologia ACRESCER. REGINALDO STOIANOV Licenciatura Plena em Biologia,

Leia mais

ÓRGÃO: 14000 - SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO-AMBIENTE PROGRAMA DE TRABALHO

ÓRGÃO: 14000 - SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO-AMBIENTE PROGRAMA DE TRABALHO PLANO PLURIANUAL 2010-2013 CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO - FUNCIONAL PROGRAMÁTICA 18000000 GESTÃO AMBIENTAL 18542000 CONTROLE AMBIENTAL 18542010 PROGRAMA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE 185420102.074 COORDENAÇÃO DOS

Leia mais

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto.

É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. É o termo geralmente utilizado para designar o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. REDUZIR REUTILIZAR RECUPERAR RECICLAR A redução deve ser adaptada por

Leia mais

RESÍDUOS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO SÓCIO-AMBIENTAL

RESÍDUOS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO SÓCIO-AMBIENTAL RESÍDUOS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO SÓCIO-AMBIENTAL SOUZA,I.C. ;BUFAIÇAL,D.S.S;SANTOS,M.D.;ARANTES,S.S.;XAVIER,L.;FERREIRA,G.K.S; OLIVEIRA,B.A.;PAGOTTO,W.W.B.S.;SILVA,R.P.;SANTOS.L.G.;SANTOS.F.F.S.;FRANCO,R.

Leia mais

Reciclagem de Materiais COLETA SELETIVA

Reciclagem de Materiais COLETA SELETIVA Reciclagem de Materiais COLETA SELETIVA COLETA SELETIVA Conheça algumas medidas importantes para não poluir o meio ambiente na hora de jogar fora o seu lixo Já é inquestionável hoje a importância da reciclagem

Leia mais

O terceiro passo foi a construção e análise de gráfico Produção de lixo doméstico por residência:

O terceiro passo foi a construção e análise de gráfico Produção de lixo doméstico por residência: Consumo, lixo e Cidadania Alunos do 8º ano aprofundam estudo do tema nas aulas de Geografia O projeto interdisciplinar Consumo, lixo e cidadania, que vem sendo desenvolvido com as turmas de 8º ano, está

Leia mais

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE dia 05 de junho 2013 Atividades das escolas participantes

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE dia 05 de junho 2013 Atividades das escolas participantes DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE dia 05 de junho 2013 Atividades das escolas participantes DIA ESCOLA ATIVIDADES 5 de junho EE Jd. Vista Linda - customização - brechó (feira de trocas) - inauguração da horta

Leia mais

Projeto SeparAção INTRODUÇÃO OBJETIVO GERAL Objetivos específicos

Projeto SeparAção INTRODUÇÃO OBJETIVO GERAL Objetivos específicos Projeto SeparAção INTRODUÇÃO Há muito tempo o homem vem utilizando os recursos naturais que ele encontra em seu habitat e a cada ano que passa, novas formas de uso são descobertas. O maior problema dessa

Leia mais

Gari e Coletores de Lixo

Gari e Coletores de Lixo Gari e Coletores de Lixo Introdução O nome gari nasceu em homenagem ao empresário Aleixo Gary que em 11 de Outubro de 1876, assinou contrato com o Ministério Imperial para fazer o serviço de limpeza da

Leia mais

Crédito Imobiliário do HSBC apresenta: Sustentabilidade em Casa

Crédito Imobiliário do HSBC apresenta: Sustentabilidade em Casa Crédito Imobiliário do HSBC apresenta: Sustentabilidade em Casa Seja bem-vindo ao Guia Sustentabilidade em Casa do HSBC. O Guia Sustentabilidade em Casa é uma iniciativa do Crédito Imobiliário do HSBC

Leia mais

UENF Universidade Estadual Do Norte Fluminense. Autora: Aline Viana de Souza

UENF Universidade Estadual Do Norte Fluminense. Autora: Aline Viana de Souza UENF Universidade Estadual Do Norte Fluminense Autora: Aline Viana de Souza O presente trabalho, através da pesquisa realizada com os catadores, tanto de rua como do aterro controlado do município de Campos

Leia mais

Lixo na escola: Educação ambiental e a Sustentabilidade escolar

Lixo na escola: Educação ambiental e a Sustentabilidade escolar Lixo na escola: Educação ambiental e a Sustentabilidade escolar E.M. Jenny de Andrade Faria Patrícia Mara Nunes de Souza Mariele Rosa Introdução Dentre os reflexos do consumo exagerado, e quase sempre

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Coleta de Materiais Recicláveis - 8 Jeitos de Mudar o Mundo - Nós podemos Rancho Alegre!

Mostra de Projetos 2011. Projeto Coleta de Materiais Recicláveis - 8 Jeitos de Mudar o Mundo - Nós podemos Rancho Alegre! Mostra de Projetos 2011 Projeto Coleta de Materiais Recicláveis - 8 Jeitos de Mudar o Mundo - Nós podemos Rancho Alegre! Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados

Leia mais

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM: O QUE FAZER COM TANTO LIXO?

SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM: O QUE FAZER COM TANTO LIXO? SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM: O QUE FAZER COM TANTO LIXO? Eixo Temático -Ser Humano e Saúde. Tema -O que Fazer com Tanto Lixo? Subtema - Qualidade de Vida: A Saúde Individual, Coletiva e Ambiental. Ano/Série

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE PROGRAMAÇÃO 2013

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE PROGRAMAÇÃO 2013 DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE PROGRAMAÇÃO 2013 DIA ESCOLA HORÁRIO ATIVIDADES EE Jd. Vista Linda - CUSTOMIZAÇÃO - BRECHÓ (Feira de Trocas) 11 às 15 h - INAUGURAÇÃO DA HORTA - OFICINA DE RECICLAGEM DE PAPEL

Leia mais

Objetivo(s) de Desenvolvimento do Milênio trabalhado(s) pelo projeto: ODM 7 - Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente

Objetivo(s) de Desenvolvimento do Milênio trabalhado(s) pelo projeto: ODM 7 - Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente PROJETO NÓS PODEMOS RANCHO ALEGRE - COLETA DE MATERIAIS RECICLÁVEIS. Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

O que é o Programa Reciclando Atitudes?

O que é o Programa Reciclando Atitudes? O que é o Programa Reciclando Atitudes? É um programa que visa despertar a reflexão da sociedade para a gestão adequada dos resíduos sólidos, através de ações socioambientais de sensibilização, formação,

Leia mais

AVALIAÇÃO AMBIENTAL EM UMA COOPERATIVA DE MATERIAIS RECICLÁVEIS

AVALIAÇÃO AMBIENTAL EM UMA COOPERATIVA DE MATERIAIS RECICLÁVEIS 182 AVALIAÇÃO AMBIENTAL EM UMA COOPERATIVA DE MATERIAIS RECICLÁVEIS Nagiélie Muara SILVA 1* ; Camilla Stheffani Oliveira Machado 2 ; Maria Cristina Rizk 3 1,2 Discente em Engenharia Ambiental pela Universidade

Leia mais

Avaliação do Desenvolvimento do Projeto PET-Geologia Recicla

Avaliação do Desenvolvimento do Projeto PET-Geologia Recicla Avaliação do Desenvolvimento do Projeto PET-Geologia Recicla Maurício Brito de Sousa¹, Diogo Isamu de Almeida Okuno¹, Estefânia Fernandes Lopes¹, Flavio Rafael Cogo Ramos¹, Mariana de Assunção Rodrigues¹,

Leia mais

PROGRAMA Goiânia, 2008

PROGRAMA Goiânia, 2008 PROGRAMA Goiânia, 2008 A Problemática dos Resíduos Sólidos Ambiental A Problemática dos Saúde Social Resíduos Sólidos A Problemática dos Resíduos Sólidos Gestão Geração Aterro Sanitário 1.200 ton./dia

Leia mais

COOPERATIVA MONÇÕES DE COLETA SELETIVA DE PORTO FELIZ Rua: Anita Garibaldi, nº694- Jd. Primavera- Tel: PROJETO RECICLANDO COM CIDADANIA

COOPERATIVA MONÇÕES DE COLETA SELETIVA DE PORTO FELIZ Rua: Anita Garibaldi, nº694- Jd. Primavera- Tel: PROJETO RECICLANDO COM CIDADANIA PROJETO RECICLANDO COM CIDADANIA LOCAL DA INSTALAÇÃO: Razão Social: Cooperativa de Reciclagem Monções Nome Fantasia: Cooperativa Monções CNPJ: 12.522.788/0001-85 Endereço: R: Anita Garibaldi, nº694- Jd.

Leia mais

Secretaria Municipal de meio Ambiente

Secretaria Municipal de meio Ambiente PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL O presente Programa é um instrumento que visa à minimização de resíduos sólidos, tendo como escopo para tanto a educação ambiental voltada

Leia mais

SUSTENTABILIDADE 2014

SUSTENTABILIDADE 2014 SUSTENTABILIDADE 2014 Rutivo de no CONSTRUIR, PLANTAR E TRANSFORMAR Nosso objetivo vai além de ser responsável pelo processo construtivo de nossas obras, procuramos estimular e disseminar o conceito de

Leia mais

TÍTULO AUTORES ÁREA TEMÁTICA Objetivo: DEDICATÓRIA

TÍTULO AUTORES ÁREA TEMÁTICA Objetivo: DEDICATÓRIA TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO DOS CATADORES DE PAPEL NO COMÉRCIO DE FEIRA DE SANTANA -BA AUTORES: Celso Luiz P. da Silva, Clairton Batista Vieira, Gilmar Matias P. Júnior, Wilson Dourado Lima, Maria de Fátima

Leia mais

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade ESCOLA MUNICIPAL COSTA E SILVA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na comunidade Cursistas: Giana K. Mass, Irdes P. Kuhn, Rosane

Leia mais

Proposta da ECOS DO VITÓRIA para implantação da Estação Socioambiental no Metrô Tucuruvi, com vistas a inclusão deste no Programa Biobairro Escola -

Proposta da ECOS DO VITÓRIA para implantação da Estação Socioambiental no Metrô Tucuruvi, com vistas a inclusão deste no Programa Biobairro Escola - Proposta da ECOS DO VITÓRIA para implantação da Estação Socioambiental no Metrô Tucuruvi, com vistas a inclusão deste no Programa Biobairro Escola - Parque Vitória. APRESENTAÇÃO ECOS DO VITÓRIA A Ecos

Leia mais

CONSCIENTIZAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO: OS DESAFIOS DO 1º MUTIRÃO DO LIXO ELETRÔNICO NOS MUNICÍPIOS DE SOLÂNEA E BANANEIRAS - PB

CONSCIENTIZAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO: OS DESAFIOS DO 1º MUTIRÃO DO LIXO ELETRÔNICO NOS MUNICÍPIOS DE SOLÂNEA E BANANEIRAS - PB CONSCIENTIZAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO: OS DESAFIOS DO 1º MUTIRÃO DO LIXO ELETRÔNICO NOS MUNICÍPIOS DE SOLÂNEA E BANANEIRAS - PB RESUMO SILVA¹, Adelmo Faustino da ; RODRIGUES, Andreza Alves Guimarães; CAMPELO,

Leia mais

Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A

Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A Programa de Gestão Ambiental Agosto de 2009 Programa de Gestão Ambiental Agosto de 2009 1 1. O Programa de Gestão Ambiental O Programa de Gestão Ambiental da

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: J&I Serviços Educacionais LTDA Nome Fantasia: Wizard Aparecidinha Data de fundação:

Leia mais

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar Gizelma de A. Simões Rodrigues SBS Hospital Sírio Libanês Instituição Filantrópica de saúde, ensino e pesquisa. Hospital de alta complexidade Matriz 172.000 m² 5.900

Leia mais

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu?

Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Olá meninos, vocês parecem contrariados. O que aconteceu? Puxa, o lixo é mesmo um problema muito sério. Vocês sabiam que muitos animais silvestres estão morrendo porque confundem lixo com comida? Sério?

Leia mais

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais!

Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar. Corrida da. ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! ANO 7 - Nº7 Caça-palavras Vamos colorir 7 erros e muito mais! Atividades infantis para resolver e colorir. Uma publicação da Corrida da Reciclagem Monte seu jogo e chame a turma para brincar Vamos colorir?

Leia mais

Projeto de Incentivo à Reciclagem

Projeto de Incentivo à Reciclagem Projeto de Incentivo à Reciclagem Boas Práticas em Meio Ambiente Apresentação: O objetivo do seguinte projeto tem a finalidade de auxiliar a implementação da Coleta Seletiva e posteriormente envio para

Leia mais

Eixo Temático ET-03-016 - Gestão de Resíduos Sólidos

Eixo Temático ET-03-016 - Gestão de Resíduos Sólidos 147 Eixo Temático ET-03-016 - Gestão de Resíduos Sólidos VIABILIDADE DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA NO IFPB CAMPUS PRINCESA ISABEL: CARACTERIZAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS Queliane Alves da Silva 1 ; Ana Lígia

Leia mais

APOIO E REAÇÕES AOS EQUIPAMENTOS DE ENTREGA VOLUNTÁRIA EM TOLEDO - PR

APOIO E REAÇÕES AOS EQUIPAMENTOS DE ENTREGA VOLUNTÁRIA EM TOLEDO - PR APOIO E REAÇÕES AOS EQUIPAMENTOS DE ENTREGA VOLUNTÁRIA EM TOLEDO - PR Tainara IankaMaas Acadêmica de Iniciação Científica do curso de Geografia da Unioeste, campus de Mal. C. Rondon-PR, Integrante do Laboratório

Leia mais

O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR.

O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR. O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR. Wedell Jackson de Caldas Monteiro E.E.M.I. Auzanir Lacerda wedellprofessor@gmail.com Nadia

Leia mais

Comissão de Sustentabilidade Campus Verde UNIFAL-MG. Ações realizadas em 2014 SUBCOMISSÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Comissão de Sustentabilidade Campus Verde UNIFAL-MG. Ações realizadas em 2014 SUBCOMISSÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Comissão de Sustentabilidade Campus Verde Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 Alfenas/MG - CEP 37.130-000 Fone (35) 3299-1062 http://www.unifal-mg.edu.br/sustentabilidade

Leia mais

Eixo: LOGISTICA REVERSA

Eixo: LOGISTICA REVERSA PREFEITURA MUNICIPAL DE ESTÂNCIA VELHA RESSANEAR PROJETO INTEGRADO DE SANEAMENTO BÁSICO E RESÍDUOS SÓLIDOS LEI 11.445/2007 Eixo: LOGISTICA REVERSA PLANO MUNICIPAL DE GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS

Leia mais

Gestão dos Resíduos em Florianópolis - COMCAP. Florianópolis, 03 setembro de 2011

Gestão dos Resíduos em Florianópolis - COMCAP. Florianópolis, 03 setembro de 2011 Gestão dos Resíduos em Florianópolis - COMCAP Florianópolis, 03 setembro de 2011 Missão Prestar serviços públicos p de saneamento ambiental com eficiência, qualidade e responsabilidade social. COMCAP

Leia mais

PROGRAMA DE COLETA SELETIVA

PROGRAMA DE COLETA SELETIVA PROGRAMA DE COLETA SELETIVA PROGRAMA DE COLETA SELETIVA Usando Bem Ninguém Fica Sem. PROGRAMA DE COLETA SELETIVA 1. O QUE É COLETA SELETIVA 2. DESTINO FINAL DO LIXO DE SÃO PAULO 3. COMPOSIÇÃO DO LIXO SELETIVO

Leia mais

Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE

Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE Segurança, Meio Ambiente e Saúde QHSE Preservação e Conservação A preservação é o esforço para proteger um ecossistema e evitar que ele seja modificado. Depende também da presença e ação do homem sobre

Leia mais

Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem

Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem Shopping Iguatemi Campinas Reciclagem 1) COMO FUNCIONA? O PROBLEMA OU SITUAÇÃO ANTERIOR Anteriormente, todos os resíduos recicláveis ou não (com exceção do papelão), ou seja, papel, plásticos, vidros,

Leia mais

PROJETO AMIGOS DO PLANETA. Autor. Rose Mariah de Souza Ferreira. Gestora Ambiental

PROJETO AMIGOS DO PLANETA. Autor. Rose Mariah de Souza Ferreira. Gestora Ambiental PROJETO AMIGOS DO PLANETA Autor Rose Mariah de Souza Ferreira Gestora Ambiental Gravataí, março de 2011. Introdução Pensar em tornar o ambiente em que se vive sustentável, é direcionar ações capazes de

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012 PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2012 ( X ) ENSINO ( ) PESQUISA ( X ) EXTENSÃO 1. Título: Conscientização Ambiental - Coleta Seletiva no Ambiente Escolar das Faculdades FIP/Magsul e Magsul; Área temática:

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

DIAGNÓSTICO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA EM SANTA TEREZINHA DE ITAIPU - PR. Coleta Seletiva, nem tudo é lixo, pense, separe, recicle e coopere.

DIAGNÓSTICO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA EM SANTA TEREZINHA DE ITAIPU - PR. Coleta Seletiva, nem tudo é lixo, pense, separe, recicle e coopere. DIAGNÓSTICO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA EM SANTA TEREZINHA DE ITAIPU - PR Coleta Seletiva, nem tudo é lixo, pense, separe, recicle e coopere. Março de 2015 DESCRIÇÃO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA HISTÓRICO

Leia mais

APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS!

APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS! APROSA Associação das Promotoras Legais Populares do Cabo de Santo Agostinho RECICLARTES RECICLANDO VIDAS! Cabo de Santo Agostinho, 2010 Descrição do Projeto Segundo a comissão Mundial sobre o Meio Ambiente

Leia mais

O LIXO NAS RUAS. É preciso conscientizar as pessoas sobre os riscos que a falta de cuidado com o lixo pode trazer à sociedade.

O LIXO NAS RUAS. É preciso conscientizar as pessoas sobre os riscos que a falta de cuidado com o lixo pode trazer à sociedade. O LIXO NAS RUAS É preciso conscientizar as pessoas sobre os riscos que a falta de cuidado com o lixo pode trazer à sociedade. Por Maria Alice Luna Sampaio Hoje em dia, não podemos dar um passo fora de

Leia mais

Barra/Gávea 2012 EDUCAR PARA A SUSTENTABILIDADE. Plano de Metas EP+20 +5. O O que diz a AGENDA AMBIENTAL. Reaproveitamento de águas de chuva METAS:

Barra/Gávea 2012 EDUCAR PARA A SUSTENTABILIDADE. Plano de Metas EP+20 +5. O O que diz a AGENDA AMBIENTAL. Reaproveitamento de águas de chuva METAS: Barra/Gávea 2012 EDUCAR PARA A SUSTENTABILIDADE Plano de Metas EP+20 +5 O O que diz a AGENDA AMBIENTAL ÁGUA Reaproveitamento de águas de chuva Tratamento de águas cinzas Fitodepuração do Rio Rainha 1.

Leia mais

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na escola

PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na escola ESCOLA MUNICIPAL COSTA E SILVA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO: Sustentabilidade e mudanças de hábitos no ambiente escolar e na escola MARECHAL CÂNDIDO RONDON, JULHO DE 2011. RESUMO: O presente

Leia mais

Reciclagem. Projetos temáticos

Reciclagem. Projetos temáticos Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Educação infantil Publicado em 2011 Projetos temáticos Educação Infantil Data: / / Nível: Escola: Nome: Reciclagem Justificativa Este projeto tem como foco

Leia mais

A TEMÁTICA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A TEMÁTICA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A TEMÁTICA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Geisieli Rita de Oliveira 1 ge_baronesa@hotmail.com Manuela Tavares Moreira 1 manuelamoreira92@gmail.com Catarina Teixeira 2 - catarinabio@hotmail.com

Leia mais

Reciclando o saber nos 20 anos da Semana da Água - VINHEDO

Reciclando o saber nos 20 anos da Semana da Água - VINHEDO Reciclando o saber nos 20 anos da Semana da Água - VINHEDO II Seminário Regional Semana da Água Média Bacia - Consórcio PCJ Indaiatuba, 23 de abril de 2014. E.M. Professor Claudio Gomes. 1 20 anos de Semana

Leia mais

O QUE É O AMBIENTAÇÃO?

O QUE É O AMBIENTAÇÃO? PROJETO PILOTO O QUE É O AMBIENTAÇÃO? É o projeto que pretende inserir os valores sócio- ambientais na administração pública do Estado, por meio de iniciativas que possibilitem a mudança de comportamento

Leia mais

PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE

PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE CONSELHEIRO LAFAIETE MG 2012 PROJETO CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE JUSTIFICATIVA O Centro de Ensino Superior de Conselheiro Lafaiete tem como princípio desempenhar seu

Leia mais

Eixo Temático ET-03-035 - Gestão de Resíduos Sólidos IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE RESÍDUO SÓLIDO NO MUNICIPIO DE BONITO DE SANTA FÉ-PB

Eixo Temático ET-03-035 - Gestão de Resíduos Sólidos IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE RESÍDUO SÓLIDO NO MUNICIPIO DE BONITO DE SANTA FÉ-PB 203 Eixo Temático ET-03-035 - Gestão de Resíduos Sólidos IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA DE RESÍDUO SÓLIDO NO MUNICIPIO DE BONITO DE SANTA FÉ-PB Tarcísio Valério da Costa Universidade Federal da Paraíba/Pró

Leia mais

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Introdução O objetivo desse trabalho é ajudar as Escolas e demais instituições na implantação do programa da coleta seletiva do lixo e do lixo eletrônico.

Leia mais

COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA

COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA COLETA SELETIVA PRATIQUE ESTA IDEIA O QUE É? Coleta seletiva é o processo de separação dos materiais recicláveis do restante dos resíduos sólidos. Como definição de resíduos sólidos, pelo Wikipédia, entende-se

Leia mais

RECICLANDO PELA VIDA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA EM UM ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA

RECICLANDO PELA VIDA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA EM UM ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA RECICLANDO PELA VIDA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA EM UM ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA Kelma Maria Nobre Vitorino (Orientadora) Química industrial pela UFC, 1988. Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental

Leia mais

Preservação do meio ambiente

Preservação do meio ambiente Preservação do meio ambiente Introdução: Este texto, visando a preservação do ambiente em que vivemos, traz atitudes fáceis e práticas que você mesmo pode tomar para tornar o mundo um lugar mais agradável

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS SOLIDOS URBANOS

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS SOLIDOS URBANOS PREFEITURA MUNICIPAL DE TUCURUÍ PARÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE TUCURUÍ SEMMA / TUCURUÍ PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS SOLIDOS URBANOS APRESENTAÇAO O presente documento consolida o diagnóstico

Leia mais

PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ

PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ Fabiana Bassani (1) Tecnóloga Ambiental Universidade Tecnológica Federal do Paraná; Mestre

Leia mais

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59

Página 1 de 8-01/04/2014-5:59 PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 4 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 LIXO NO LIXO Dá para

Leia mais

Projeto: PRESERVE O PLANETA TERRA DISTRIBUIÇÃO DE MUDAS PARA PLANTIO

Projeto: PRESERVE O PLANETA TERRA DISTRIBUIÇÃO DE MUDAS PARA PLANTIO PARCERIA: ROTARY / CECL-PEFI 1) Grupo de Espécies Preferenciais DISTRIBUIÇÃO DE MUDAS PARA PLANTIO Área Tipo Nome comum Nome científico Família 14/out Área 1 Área 2 Área 4 3 5 Abio Pouteria caimito Sapotaceae

Leia mais

Projeto Sustentabilidade CRF-SP

Projeto Sustentabilidade CRF-SP Projeto Sustentabilidade CRF-SP 2010 O que é Sustentabilidade? Sustentabilidade se define como um princípio de uma sociedade que mantém as características necessárias para um sistema social justo, ambientalmente

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA EM ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE BAURU - SP

IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA EM ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE BAURU - SP IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA EM ESCOLA PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE BAURU - SP Carlos Alberto Ferreira Rino (1) Mestre em Engenharia Química (UNICAMP, 1996). Engenheiro de Segurança do Trabalho (UNESP, 1994).

Leia mais

Cartilha de gestão de entulho de obra

Cartilha de gestão de entulho de obra Cartilha de gestão de entulho de obra Introdução O Sinduscon-CE anualmente investe na publicação de manuais de segurança e sustentabilidade para o setor, com forma de incentivar as boas-práticas na construção

Leia mais

Escritório Verde. Dicas práticas para tornar seu escritório sustentável

Escritório Verde. Dicas práticas para tornar seu escritório sustentável Escritório Verde Dicas práticas para tornar seu escritório sustentável Use a criatividade e o bom senso para gerar conscientização ecológica e economia Escritório Verde Dicas práticas para tornar seu escritório

Leia mais

S I S T E M A E S T A D U A L D E M E I O A M B I E N T E FEAM FUNDAÇÃO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE

S I S T E M A E S T A D U A L D E M E I O A M B I E N T E FEAM FUNDAÇÃO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE S I S T E M A E S T A D U A L D E M E I O A M B I E N T E FEAM FUNDAÇÃO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE Programa AmbientAÇÃO Ricardo Botelho Tostes Ferreira Frederico Batista Baião SISTEMA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE

Leia mais

LOCALIZAÇÃO. 536 Km REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI

LOCALIZAÇÃO. 536 Km REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI LOCALIZAÇÃO 536 Km REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Patrimônio Ecológico: MUNICÍPIO DO CRATO-CE Farias Brito Nova Olinda Caririaçu APA Área: 1.063.000 ha. Perímetro: 2.658,55 km.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL. Secretaria de Planejamento e Habitação Departamento de Meio Ambiente Secretaria de Educação, Cultura e Desporto.

PREFEITURA MUNICIPAL. Secretaria de Planejamento e Habitação Departamento de Meio Ambiente Secretaria de Educação, Cultura e Desporto. PREFEITURA MUNICIPAL Secretaria de Planejamento e Habitação Departamento de Meio Ambiente Secretaria de Educação, Cultura e Desporto Julho - 2012 ABRANGÊNCIA RESÍDUOS SÓLIDOS ESGOTAMENTO SANITÁRIO ABASTECIMENTO

Leia mais