Fuvest 2014 Geografia 2ª Fase (Terceiro Dia)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fuvest 2014 Geografia 2ª Fase (Terceiro Dia)"

Transcrição

1 GEOGRAFIA 1 (População) Fuvest 2014 Os gráficos abaixo representam a composição da população brasileira, por sexo e idade, nos anos de 1990 e 2013, bem como sua projeção para Observe que, para cada ano, está destacado o percentual da população economicamente ativa (PEA). Com base nas informações acima e em seus conhecimentos, atenda ao que se pede. a) Na atualidade, o Brasil encontra-se no período denominado janela demográfica. Caracterize esse período. O termo janela demográfica trata-se de um lapso de tempo em que a parcela da população dependente, formada por crianças/adolescentes e idosos, torna-se numericamente bem inferior ao segmento da população em idade adulta, em condições de exercer atividade econômica. É um período em que se diminui substancialmente o ônus da dependência que pesava sobre os ombros dos que sustentam a sociedade. Por isso esse período pode ser chamado de bônus demográfico. Tecnicamente, a janela demográfica começa quando a percentagem de população em idade ativa, de 15 a 64 anos, supera a chamada razão de dependência (RD), que é obtida pela soma de crianças/adolescentes e idosos dividida pela população em idade ativa. A janela demográfica brasileira teve início em 1995 e haverá de se fechar por volta de 2055.

2 Atualmente, a RD é de 50 e continua em leve queda, chegando próxima a 40 entre 2020 e 2025, quando ocorrerá o máximo de abertura. Portanto, o Brasil está diante de uma chance de avançar o seu desenvolvimento socioeconômico. Para usar o bônus de que dispõe, o Brasil precisa investir basicamente em dois eixos fundamentais: educação dos jovens e qualificação da população em idade adulta. b) Analise a pirâmide etária de 2050 e cite duas medidas que poderão ser tomadas pelo governo brasileiro para garantir o bem-estar da população nesse contexto demográfico. Explique. A pirâmide etária do Brasil em 2050, caso confirme as expectativas, mostrará um enorme contingente de idosos, uma redução do número de adultos e um número reduzido de crianças/adolescentes e jovens. Esse envelhecimento da população exigirá do governo medidas como a adoção de políticas de apoio à população idosa. O investimento do governo deve se voltar às políticas de assistência à saúde pública, que são largamente utilizadas quando a população tem idade mais avançada, e que precisam de investimentos vultosos no momento, porque as carências nesse setor têm sido persistentes e muito graves. O envelhecimento da população também agravará um problema crucial da sociedade brasileira, que é a questão previdenciária, cujo sistema na atualidade é considerado altamente deficitário; o aumento da idade de aposentadoria e do tempo de contribuição previdenciária, tanto privada quanto pública, vem sendo estudado como possível saída para minimizar essa questão.

3 GEOGRAFIA 2 (Agropecuária brasileira) Fuvest 2014 Considere os mapas a seguir. Os mapas representam alterações na distribuição espacial e quantitativa do efetivo de bovinos no Brasil. a) Identifique e explique dois fatores responsáveis por essa mudança. O efetivo de bovinos no Brasil avançou no período indicado em direção à front eira agrícola atual, localizada nas bordas sul e leste da Amazônia Legal, conhecida como a Região do Arco do Desmatamento. Essa nova distribuição espacial do rebanho pode ser relacionada às melhorias do setor de transporte, ao menor preço das terras nas áreas mais ocidentais do país e ao tipo de criação de gado realizada no Brasil a pecuária extensiva que ocupa grandes propriedades rurais. Quanto ao aumento quantitativo do rebanho, este se relaciona ao crescimento da demanda mundial e do mercado interno por carne bovina e às novas técnicas introduzidas no campo brasileiro, que favorecem a ampliação da produção e da produtividade de gado como, por exemplo, o melhoramento genético.

4 b) Explique dois impactos ambientais decorrentes da alteração da distribuição espacial do efetivo de bovinos, no Brasil. A criação bovina no Brasil ocorre, em sua maior parte, de forma extensiva ou semiintensiva. Esse tipo de técnica promove vários impactos negativos ao meio ambiente, pois precisa de grandes extensões de terras para se desenvolver, provocando gigantescos desmatamentos em todo o país. A perda de vegetação, em geral, causa erosão do solo, aumento da lixiviação, da laterização, da arenização, do assoreamento e do desmoronamento do solo em alguns locais. Na maior parte das vezes, o desmatamento é promovido por meio das queimadas que empobrecem os solos e emitem CO 2 para a atmosfera. Além dessa situação, a destruição dos biomas causa grande perda de biodiversidade.

5 GEOGRAFIA 3 (Geopolítica e Economia) Fuvest 2014 A Coreia do Sul e a Coreia do Norte têm populações com a mesma composição étnica, mas modelos políticos e econômicos contrastantes. Com base nas informações acima e em seus conhecimentos, a) descreva o processo de divisão política que levou à formação desses dois países situados na península da Coreia, caracterizando seus respectivos regimes políticos; A divisão política da Coreia se deu no contexto da Guerra Fria, nos anos de 1950, com a Guerra da Coreia, quando o norte do país ficou sob influência sino-soviética, aderindo ao sistema político e econômico dos vizinhos, ao passo que o sul se manteve sob influência dos EUA, aderindo ao modelo político e econômico deste. Nesse sentido, a Coreia do Norte se manteve como uma estrutura política antidemocrática, com um regime ditatorial que sobrevive há algumas décadas, enquanto os sul-coreanos vivem em um país democrático. b) explique qual é posição de cada um desses países em relação à questão nuclear; A Coreia do Norte não assinou o TNP (Tratado de não proliferação de armas nucleares) da ONU e entrou na Corrida Armamentista desenvolvendo ogivas atômicas, com certa capacidade destrutiva, porém com relativo atraso na tecnologia de lançamento. O país se utiliza disso para fazer ameaças e exigências aos vizinhos e aos EUA. Por outro lado, a

6 Coreia do Sul, signatária do TNP, não investiu no setor, apesar de ter investimentos em tecnologia de defesa e ter um acordo militar com os EUA desde a Guerra da Coreia. c) explique a situação atual de cada um desses dois países, no contexto das exportações mundiais. Justifique com exemplos. Os dois países apresentam diferenças significativas em relação ao comércio exterior. A Coreia do Sul possui uma industrialização sólida, que apresentou forte crescimento a partir da década de 1970, estruturando-se como uma plataforma de exportação. Hoje ela se caracteriza pela produção de tecnologia e de bens de consumo duráveis, produzidos por empresas mundialmente conhecidas, como a Samsung, a LG e a Hyundai. Esses produtos representam grande parcela das exportações, além de possuírem alto valor agregado. A Coreia do Norte se caracteriza pelo seu isolamento geopolítico e econômico, além de um grande atraso tecnológico, tendo como pauta de exportação produtos minerais e agropecuários, de baixo valor agregado, e de equipamentos militares. Vale ressaltar que outra diferença importante é o destino das exportações. Enquanto a Coreia do Norte apresenta uma forte dependência do mercado chinês, a do Sul possui maior variedade de mercados, com destaque para os países mais desenvolvidos e emergentes.

7 GEOGRAFIA 4 (Geografia Socioambiental e Econômica) Considere o mapa esquemático do rodoanel na região metropolitana de São Paulo. Com base no mapa e em seus conhecimentos, atenda ao que se pede. a) Identifique um impacto ambiental e um impacto social que poderão ocorrer nessa região com a construção do trecho norte do rodoanel. Explique. O Rodoanel, anel viário que liga as rodovias que cruzam a região metropolitana de São Paulo, com o objetivo de diminuir a circulação de veículos, em especial de caminhões, nas marginais, tem o término de sua obra previsto para 2016, sendo que o trecho norte se encontra atualmente em construção. Trata-se de uma área com grande vulnerabilidade ambiental, onde encontramos a Serra da Cantareira, que é um expressivo remanescente de Mata Atlântica. Dessa forma, pode-se considerar como os principais impactos ambientais decorrentes de tal construção: a supressão da vegetação e a morte de animais silvestres em razão do desmatamento; o avanço da mancha urbana, em direção às áreas especialmente protegidas, uma vez que o anel viário poderá servir como vetor de ocupação dos veículos, capazes de afugentar animais silvestres. No tocante a impactos sociais, é possível destacar o deslocamento/desalojamento de pessoas, com a desapropriação de suas residências ao longo das áreas afetadas pelas obras, bem como

8 a valorização/desvalorização dos imóveis da região em razão da proximidade do anel viário. b) O Estado de São Paulo é um importante produtor/exportador de laranja e seus derivados. Cite uma área com importante produção no Estado e identifique, a partir do mapa, os trajetos rodoviários mais utilizados para o escoamento dessa produção até o seu principal porto de exportação. O Estado de São Paulo é um dos maiores produtores de laranja do mundo, o epicentro dessa produção está localizado no centro do Estado, abrangendo as regiões de Araraquara-Bebedouro-Limeira. Essa produção visa à exportação para vários centros mundiais com destaque para a Europa e os EUA. Além do produto in natura, o beneficiamento e a transformação em suco é um dos destaques do desenvolvimento da região. A partir dos eixos rodoviários apresentados no mapa e as principais áreas de produção, os trajetos mais utilizados são as rodovias Anhanguera e Bandeirantes, passando por dentro da região metropolitana da capital com a utilização das marginais ou pelos trechos oeste e sul do Rodoanel (já em operação), chegando por fim às rodovias Anchieta e Imigrantes para atingir o Porto de Santos, principal porto de exportação.

9 GEOGRAFIA 5 (Geografia Física) Fuvest 2014 O perfil topográfico, abaixo, apresenta alguns aspectos estruturais da vegetação nativa e do comportamento dos totais anuais de chuva em um segmento que se estende do litoral até os contrafortes da Serra da Mantiqueira. Com base nessas informações e em seus conhecimentos, atenda ao que se pede. a) Das seções numeradas de 1 a 18, considere as que correspondem à Serra do Mar, identificando aquela onde, tendo em vista os fatores naturais, os processos erosivos podem ser mais freqüentes e intensos. Justifique. A região da Serra do Mar que pode sofrer maior erosão está descrita na figura pela seção 14, cuja altitude e inclinação favorecem os deslizamentos e as formações como as ravinas e as voçorocas. Como a área destacada no perfil é elevada, acaba funcionando como uma barreira para as nuvens vindas do oceano, o que provoca aumento de precipitações orográficas. b) Observe que, na encosta escarpada da Serra da Mantiqueira, a estatura da vegetação aumenta em direção às partes mais baixas. Identifique duas causas desse fenômeno.

10 A vegetação com maior estatura na encosta escarpada da Serra da Mantiqueira destacase na seção 6, pois, nessas áreas, os solos apresentam maior profundidade e fertilidade, devido ao fato de a infiltração de água ocorrer de maneira intensa em terrenos com menor declividade e por possibilitar maior acúmulo de matéria orgânica superficial. Esse fenômeno favorece o desenvolvimento e a fixação das árvores. Outro ponto a ser destacado é a presença de condições climáticas favor áveis, médias térmicas elevadas e umidade abundante para o desenvolvimento da vegetação latifoliada.

11 GEOGRAFIA 6 (Geografia Econômica) Fuvest 2014 Analise os dados de população e o PNB (Produto Nacional Bruto) da União Europeia e da Índia, apresentados abaixo. Com base nessas informações e em seus conhecimentos, a) discuta a relação população/pnb na União Europeia e na Índia e compare as implicações sociais passíveis de serem inferidas dessas informações; A observação dos gráficos mostra que a população da União Europeia (UE) é menor que a população da Índia, enquanto que o Produto Nacional Bruto (PNB) daquela é muito maior que o do país indiano. Isso determina que o PNB per capita da UE seja bem superior ao da Índia. A implicação social passível de ser inferida dessas informações é que essas desigualdades refletem nas condições de vida de suas populações. Enquanto na UE, a maior parte da população apresenta um padrão socioeconômico relativamente elevado, na Índia, a maioria da população é marcada por graves deficiências sociais. b) identifique um país asiático insular no qual a proporção entre população e PNB seja semelhante à da União Europeia. Analise a atual inserção desse país no cenário econômico mundial. O único país asiático insular que apresenta uma relação PNB per capita semelhante à da União Europeia é o Japão, cuja economia destaca-se como uma das mais poderosas do

12 mundo. Trata-se de um país altamente industrializado, com sofisticada tecnologia e de alta competitividade no mercado mundial. No fluxo de comércio internacional, destaca-se como grande importador de commodities e exportador de produtos de alta tecnologia e, portanto, de alto valor agregado. Vale lembrar que as principais empresas japonesas atuam globalmente.

Geografi a FUVEST ETAPA. Resposta QUESTÃO 1

Geografi a FUVEST ETAPA. Resposta QUESTÃO 1 Geografi a FUVEST QUESTÃO 1 Os gráficos abaixo representam a composição da brasileira, por sexo e idade, nos anos de 199 e 213, bem como sua projeção para 25. Observe que, para cada ano, está destacado

Leia mais

Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008

Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008 Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008 FUVEST 06/01/2009 47 GEOGRAFIA 01. O conflito envolvendo Geórgia e Rússia, aprofundado em 2008, foi marcado por ampla repercussão internacional.

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A)

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A) 1. (Unesp 2013) Analise os climogramas dos principais tipos climáticos do Brasil e as fotos que retratam as formações vegetais correspondentes. Identifique o climograma e a respectiva foto que representa

Leia mais

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa B

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa B Questão 45 O aumento do número de mortes de soldados das forças de ocupação do Iraque, mesmo após o anúncio do final da guerra pelo governo dos Estados Unidos, deve-se à a) participação tardia da Rússia,

Leia mais

Questões Climáticas e Água

Questões Climáticas e Água Questões Climáticas e Água Material de apoio para Monitoria 1. (UNICAMP-2012) O mapa abaixo indica a ocorrência de queda de neve na América do Sul. Observe o mapa e responda às questões. a) Que fatores

Leia mais

Gabarito-revisão 2016

Gabarito-revisão 2016 1: [Resposta do ponto de vista da disciplina de Biologia] a) A vegetação da caatinga brasileira apresenta o revestimento suberoso espesso, folhas pequenas com cutícula espessa, parênquima aquífero, pelos,

Leia mais

GEOGRAFIA-2009. Com base nas informações do texto, na análise do mapa e nos conhecimentos sobre os elementos e fatores geográficos do clima,

GEOGRAFIA-2009. Com base nas informações do texto, na análise do mapa e nos conhecimentos sobre os elementos e fatores geográficos do clima, UFBA UFBA- -2ª2ªFASE FASE 2009 2009-2009 01. A variação climática na superfície terrestre está diretamente ligada à localização de cada região nas diversas latitudes, sendo, portanto, resultante do comportamento

Leia mais

Bairros Cota na Serra do

Bairros Cota na Serra do Geotecnia Ambiental Bairros Cota na Serra do Mar em Cubatão riscos em ebulição e planos de ação em andamento Os bairros localizados nas encostas da Serra do Mar, na cidade de Cubatão, passam por um processo

Leia mais

Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan

Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan 1. (Uerj 2007) As figuras a seguir apresentam os mapas com a atuação das massas de ar no inverno e no verão brasileiros e o climograma da cidade de Cuiabá. De

Leia mais

GEOGRAFIA Professores: Ronaldo e Marcus

GEOGRAFIA Professores: Ronaldo e Marcus GEOGRAFIA Professores: Ronaldo e Marcus Comentário Geral Prova com estruturação clássica com divisão entre questões de geografia física, econômica e humana com maior peso para os conceitos envolvendo o

Leia mais

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor O gráfico abaixo apresenta dados obtidos em uma pesquisa realizada entre 1993 e 1997, quando foram registrados os números médios mensais de mortes (maiores de

Leia mais

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GEOGRAFIA 01 Sobre as rochas que compõem

Leia mais

Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais

Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais Dois trópicos e dois círculos Polares Tipos de Escalas Gráfica Numérica 1 : 100.000 Principais projeções cartográficas Cilíndrica Cônica Azimutal ou Plana

Leia mais

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA SETEMBRO /2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 1. Dimensão e características da ocupação no setor da construção civil no Brasil e na Bahia (2000 e 2010)...

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO - CAP. 04-7ºS ANOS

EXERCÍCIOS DE REVISÃO - CAP. 04-7ºS ANOS EXERCÍCIOS DE REVISÃO - CAP. 04-7ºS ANOS LEIA AS INFORMAÇÕES, CONSULTE O LIVRO PARA ADQUIRIR MAIS CONHECIMENTO E RESPONDA OS EXERCÍCIOS EM SEU CADERNO. 1- Quente e frio: um país de extremos O Brasil é

Leia mais

Geografia Agrária Geral

Geografia Agrária Geral 1. (Uerj) Geografia Agrária Geral Analisando os gráficos, verifica-se que, além dos EUA, alguns países europeus são simultaneamente grandes exportadores e grandes importadores de produtos agrícolas. Apresente,

Leia mais

Problemas Ambientais e Globalização

Problemas Ambientais e Globalização Problemas Ambientais e Globalização 1. (UFES 2014) O mapa acima ilustra as ameaças ambientais no Brasil decorrentes da ocupação do solo. a) Cite duas finalidades para o desflorestamento na região do "Arco

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 7 o ano Unidade 1

Sugestões de avaliação. Geografia 7 o ano Unidade 1 Sugestões de avaliação Geografia 7 o ano Unidade 1 5 Unidade 1 Nome: Data: 1. Verdadeiro ( V ) ou falso ( F )? Responda considerando a localização do território brasileiro no planeta. a) o oceano que banha

Leia mais

Questão 13 Questão 14

Questão 13 Questão 14 Questão 13 Questão 14 Observe a paisagem da cidade do Rio de Janeiro para responder à questão. O mapa representa dois graves problemas ambientais no Brasil. Identifique-os seqüencialmente: Assinale a alternativa

Leia mais

Fuvest 2014 Geografia 2ª Fase (Segundo Dia) A região metropolitana do litoral sul paulista é constituída pelos municípios representados no mapa:

Fuvest 2014 Geografia 2ª Fase (Segundo Dia) A região metropolitana do litoral sul paulista é constituída pelos municípios representados no mapa: QUESTÃO 3 (Ocupação do território brasileiro) A região metropolitana do litoral sul paulista é constituída pelos municípios representados no mapa: Ao longo do tempo, essa região conheceu diferentes formas

Leia mais

Gabarito 7º Simulado Humanas

Gabarito 7º Simulado Humanas GEOGRAFIA QUESTÃO 01 a) Alguns fatores físico-naturais são: relevo, área de encosta de forte declividade; clima, elevada precipitação pluviométrica e infiltrações em áreas desflorestadas, levando a deslizamentos

Leia mais

1) Explique quais foram os efeitos das inovações tecnológicas industriais sobre a agricultura. 2. A partir do texto e de seus conhecimentos, responda.

1) Explique quais foram os efeitos das inovações tecnológicas industriais sobre a agricultura. 2. A partir do texto e de seus conhecimentos, responda. Revisão de Geografia 3 Bimestre 2014 6 Ano 1) Explique quais foram os efeitos das inovações tecnológicas industriais sobre a agricultura. 2. A partir do texto e de seus conhecimentos, responda. A paisagem

Leia mais

POLÍTICA AGRÍCOLA NOS ESTADOS UNIDOS. A) A democratização da terra ou da propriedade da terra (estrutura fundiária)

POLÍTICA AGRÍCOLA NOS ESTADOS UNIDOS. A) A democratização da terra ou da propriedade da terra (estrutura fundiária) Espaço Agrário 1 POLÍTICA AGRÍCOLA NOS ESTADOS UNIDOS Introdução! Os Estados Unidos detêm hoje o índice de maior produtividade agrícola do planeta. Apesar de empregarem apenas 3% de sua População Economicamente

Leia mais

Profª: Sabrine Viviane Welzel

Profª: Sabrine Viviane Welzel Geografia 9 ano Japão 1- A importância de não nascer importante. Porque, essa frase de Eduardo Galeano, pode ser relacionada ao Japão? 2 A indústria japonesa desenvolveu-se aceleradamente no Pós-Segunda

Leia mais

Recursos Naturais e Biodiversidade

Recursos Naturais e Biodiversidade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 Florestas Gestão dos Recursos Hídricos Qualidade e Ocupação do Solo Proteção da Atmosfera e Qualidade

Leia mais

O EMPREGO DOMÉSTICO. Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Região Metropolitana de São Paulo. Abril 2007

O EMPREGO DOMÉSTICO. Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Região Metropolitana de São Paulo. Abril 2007 O EMPREGO DOMÉSTICO Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Abril 2007 Perfil de um emprego que responde por 17,7% do total da ocupação feminina e tem 95,9% de seus postos de trabalho

Leia mais

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil Revista Ovinos, Ano 4, N 12, Porto Alegre, Março de 2008. Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil João Garibaldi Almeida Viana 1 Os ovinos foram uma das primeiras espécies de animais domesticadas

Leia mais

VERSÃO PRELIMINAR. Notas sobre Redes de Proteção Social e Desigualdade

VERSÃO PRELIMINAR. Notas sobre Redes de Proteção Social e Desigualdade Notas sobre Redes de Proteção Social e Desigualdade 1) Nos últimos dez anos a renda media dos brasileiros que caiu a taxa de 0.6% ao ano, enquanto o dos pobres cresceu 0.7%, já descontados o crescimento

Leia mais

A balança comercial do agronegócio brasileiro

A balança comercial do agronegócio brasileiro A balança comercial do agronegócio brasileiro Antonio Carlos Lima Nogueira 1 Qual é a contribuição atual dos produtos do agronegócio para o comércio exterior, tendo em vista o processo atual de deterioração

Leia mais

Processo Seletivo 2011-2 Geografia

Processo Seletivo 2011-2 Geografia Geografia 1) Gabarito oficial definitivo sem distribuição dos pontos - Questão 1 Para o movimento de Rotação: Causas: inclinação do eixo terrestre ou movimento da terra em torno dela mesma. Conseqüências:

Leia mais

Desenvolvimento. Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Desenvolvimento. Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de Contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano A Desenvolvimento Processo

Leia mais

A China (termo que significa o Império do Meio ou o Centro do Mundo ), uma das mais antigas civilizações do planeta, conheceu, ao longo de sua

A China (termo que significa o Império do Meio ou o Centro do Mundo ), uma das mais antigas civilizações do planeta, conheceu, ao longo de sua A China (termo que significa o Império do Meio ou o Centro do Mundo ), uma das mais antigas civilizações do planeta, conheceu, ao longo de sua história, um duplo e antagônico processo: por vezes, o país

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 51. Ainda é 31 de dezembro no Brasil quando a televisão noticia a chegada do Ano Novo em diferentes países. Entre os países que comemoram a chegada do Ano Novo antes do Brasil,

Leia mais

GEOGRAFIA 31 c Resolução OBJETIVO 2003

GEOGRAFIA 31 c Resolução OBJETIVO 2003 GEOGRAFIA 31 c Observe o gráfico. Segundo o gráfico, a população infectada com o vírus HIV a) é de 30 milhões no mundo, distribuídos de maneira desigual pelo planeta. b) da América Latina e Caribe corresponde

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET/MG. Prof.: Alexandre Alvarenga - Trabalho de Recuperação - Turma: Aluno: Nota:

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET/MG. Prof.: Alexandre Alvarenga - Trabalho de Recuperação - Turma: Aluno: Nota: Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET/MG Disciplina: Geografia - 2º ano - Valor: 20 pontos Prof.: Alexandre Alvarenga - Trabalho de Recuperação - Turma: Aluno: Nota: 1. Determine

Leia mais

Revisão Geral. Geografia Claudio Hansen 07.01.2015. Aula ao Vivo

Revisão Geral. Geografia Claudio Hansen 07.01.2015. Aula ao Vivo Revisão Geral 1. Nos três primeiros meses de 2013, entraram no território brasileiro cerca de três mil pessoas vindas do Haiti. O aumento substancial no fluxo de entrada de haitianos no país se deu principalmente

Leia mais

A especialização do Brasil no mapa das exportações mundiais

A especialização do Brasil no mapa das exportações mundiais 10 set 2007 Nº 36 A especialização do Brasil no mapa das exportações mundiais Por Fernando Puga Economista da SAE País tem maior difersificação em vendas externas em nações onde predominam recursos naturais

Leia mais

Ciências Humanas e suas Tecnologias - Geografia

Ciências Humanas e suas Tecnologias - Geografia Natal, 05 de abril de 2011 Ciências Humanas e suas Tecnologias - Geografia As situações 1 e 2 exemplificam modelos de exploração do espaço rural no Vale do Açu, no Estado do Rio Grande do Norte: agricultura

Leia mais

Geografia. Exercícios de Revisão I

Geografia. Exercícios de Revisão I Nome: n o : E nsino: Médio S érie: T urma: Data: Profa: 1 a Geografia Exercícios de Revisão I 1 Analisando o mapa a seguir, correlacione a incidência de malária e da doença do sono com as condições naturais

Leia mais

Analise o gráfico sobre o número acumulado de inversões térmicas, de 1985 a 2003, e a) defina o fenômeno meteorológico denominado inversão

Analise o gráfico sobre o número acumulado de inversões térmicas, de 1985 a 2003, e a) defina o fenômeno meteorológico denominado inversão 11 GEOGRAFIA Nas épocas de estiagem, a dispersão de poluentes é dificultada e a qualidade do ar piora muito na cidade de São Paulo, afetando, consideravelmente, a saúde das pessoas. NÚMERO DE INVERSÕES

Leia mais

FUVEST Resolvida 12/Janeiro/2016

FUVEST Resolvida 12/Janeiro/2016 pra quem faz questão das melhores faculdades Resolvida 12/Janeiro/2016 2 a Fase - 3 o Dia - Geografia Observe o mapa a seguir. Considere o trabalho análogo à escravidão no meio rural brasileiro. a) Indique

Leia mais

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária fevereiro de 2013. 1 - Considerações Iniciais A Suinocultura é uma das atividades da agropecuária mais difundida e produzida no mundo. O porco, espécie

Leia mais

CAP. 20 REGIÃO CENTRO- OESTE. Prof. Clésio

CAP. 20 REGIÃO CENTRO- OESTE. Prof. Clésio CAP. 20 REGIÃO CENTRO- OESTE Prof. Clésio 1 O MEIO NATURAL E OS IMPACTOS AMBIENTAIS A região Centro- Oeste é formada pelos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Ocupa cerca

Leia mais

Padrão de respostas às questões discursivas

Padrão de respostas às questões discursivas Padrão de respostas às questões discursivas A seguir encontram-se as questões das provas discursivas da 2ª ETAPA do Vestibular UFF 2011, acompanhadas das respostas esperadas pelas bancas. GEOGRAFIA - Grupos

Leia mais

Reconhecer as diferenças

Reconhecer as diferenças A U A UL LA Reconhecer as diferenças Nesta aula, vamos aprender que os solos são o resultado mais imediato da integração dos processos físicos e biológicos na superfície da Terra. A formação e o desenvolvimento

Leia mais

GEOGRAFIA Professores: Marcus e Ronaldo

GEOGRAFIA Professores: Marcus e Ronaldo Comentário Geral GEOGRAFIA Professores: Marcus e Ronaldo A prova valorizou o aluno que consegue sintetizar ideias e fazer correlações entre os conceitos básicos da Geografia física e as questões socioambientais.

Leia mais

Os impactos ambientais de maior incidência no país

Os impactos ambientais de maior incidência no país Os impactos ambientais de maior incidência no país Segundo a Pesquisa de Informações Básicas Municipais Perfil dos Municípios Brasileiros/MUNIC 2008, realizada regularmente pelo Instituto Brasileiro de

Leia mais

NOTA CEMEC 05/2015 INVESTIMENTO E RECESSÃO NA ECONOMIA BRASILEIRA 2010-2015: 2015: UMA ANÁLISE SETORIAL

NOTA CEMEC 05/2015 INVESTIMENTO E RECESSÃO NA ECONOMIA BRASILEIRA 2010-2015: 2015: UMA ANÁLISE SETORIAL NOTA CEMEC 05/2015 INVESTIMENTO E RECESSÃO NA ECONOMIA BRASILEIRA 2010-2015: 2015: UMA ANÁLISE SETORIAL Agosto de 2015 O CEMEC não se responsabiliza pelo uso dessas informações para tomada de decisões

Leia mais

Analise este mapa topográfico, em que está representada uma paisagem serrana de Minas Gerais:

Analise este mapa topográfico, em que está representada uma paisagem serrana de Minas Gerais: QUESTÃO 01 2 Analise este mapa topográfico, em que está representada uma paisagem serrana de Minas Gerais: Um grupo de turistas, hospedado na pousada localizada nesse mapa, realizou uma caminhada ecológica

Leia mais

Ano 3 Nº 37 Novembro de 2007. Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho metropolitanos

Ano 3 Nº 37 Novembro de 2007. Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho metropolitanos Ano 3 Nº 37 Novembro de 2007 Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho metropolitanos Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho

Leia mais

Trabalho Online DISCIPLINA: GEOGRAFIA. PROFESSOR: FELIPE VENTURA 3º ANO - EM TURMA: 3101 2º Bimestre DATA: / / Nota: 1-5

Trabalho Online DISCIPLINA: GEOGRAFIA. PROFESSOR: FELIPE VENTURA 3º ANO - EM TURMA: 3101 2º Bimestre DATA: / / Nota: 1-5 Trabalho Online NOME: Nº: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: FELIPE VENTURA 3º ANO - EM TURMA: 3101 2º Bimestre DATA: / / Nota: 1. (Fuvest 2009) O processo de desconcentração industrial no Brasil vem sendo

Leia mais

Questão 76. Questão 77. alternativa A

Questão 76. Questão 77. alternativa A Questão 76 Analisando a imagem (adaptada) do satélite TM-LANDSAT-5 obtida em 20/08/1997, podemos observar que, exatamente na região de maior concentração urbano-industrial do país, que abrange as regiões

Leia mais

Relatório Final. Reflorestamento da Mata Atlântica através de Mecanismos Financeiros de Projetos de Carbono Florestal

Relatório Final. Reflorestamento da Mata Atlântica através de Mecanismos Financeiros de Projetos de Carbono Florestal Relatório Final Reflorestamento da Mata Atlântica através de Mecanismos Financeiros de Projetos de Carbono Florestal Maio 2010 FBDS-Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável Rua Eng. Álvaro

Leia mais

AGRÍCOLA NO BRASIL. Prefácio. resultados do biotecnologia: Benefícios econômicos da. Considerações finais... 7 L: 1996/97 2011/12 2021/22...

AGRÍCOLA NO BRASIL. Prefácio. resultados do biotecnologia: Benefícios econômicos da. Considerações finais... 7 L: 1996/97 2011/12 2021/22... O OS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS DA BIOTECNOLOGIA AGRÍCOLA NO BRASIL L: 1996/97 2011/12 O caso do algodão geneticamente modificado O caso do milho geneticamente modificado O caso da soja tolerante a herbicida

Leia mais

GEOGRAFIA. Valéria/Fábio UNIDADE VI

GEOGRAFIA. Valéria/Fábio UNIDADE VI GEOGRAFIA Valéria/Fábio 8º UNIDADE VI 01. "Em primeiro lugar, é preciso reconhecer que algo, de fato, 'DEU ERRADO' na União Soviética. Não havia nenhuma semelhança entre o processo de emancipação socialista

Leia mais

Geografia Leituras e Interação

Geografia Leituras e Interação Apontamentos das obras LeYa em relação às Orientações Teórico-Metodológicas para o Ensino Médio do estado de PERNAMBUCO Geografia Leituras e Interação 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para

Leia mais

Material de apoio para o exame final

Material de apoio para o exame final Professor Rui Piassini Geografia 1º EM Material de apoio para o exame final Questão 01) Em toda a história da humanidade os agrupamentos humanos ou os indivíduos, isoladamente, se movimentam pelo espaço,

Leia mais

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis Universidade Metodista Recuperação Ambiental de Áreas Degradadas Impactos gerados pelo uso e ocupação do solo no meio urbano Final século XVIII Revolução Industrial Migração do homem do campo objetivo

Leia mais

Questão 25. Questão 27. Questão 26. alternativa A. alternativa D

Questão 25. Questão 27. Questão 26. alternativa A. alternativa D Questão 25 Observe os mapas, que representam as sub-regiões e as bacias hidrográficas do Nordeste brasileiro. (IBGE.) Indique a alternativa que contém as sub-regiões inteiramente localizadas na Bacia de

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 8º 2º TRI. Assinale a única alternativa que não indica uma característica do sistema capitalista.

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 8º 2º TRI. Assinale a única alternativa que não indica uma característica do sistema capitalista. EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 8º 2º TRI Questão 1 Assinale a única alternativa que não indica uma característica do sistema capitalista. a) Os preços das mercadorias variam de acordo com a procura por

Leia mais

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente 7. o ANO FUNDAMENTAL Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas

Leia mais

Nº Professor (a): MICHELLE VIEIRA EXERCÍCIOS DE REVISÃO 3º BIMESTRE REGIÃO NORTE

Nº Professor (a): MICHELLE VIEIRA EXERCÍCIOS DE REVISÃO 3º BIMESTRE REGIÃO NORTE Aluno (a): Nº Professor (a): MICHELLE VIEIRA Disciplina: GEOGRAFIA Ensino: Fundamental II 7º Ano Turma: Data: / /2015 EXERCÍCIOS DE REVISÃO 3º BIMESTRE CONTEÚDO: Unidades 1 à 4 (Apostila Vol. 3) REGIÃO

Leia mais

GEOGRAFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA

GEOGRAFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA A UFPR em 2011 manteve a tradição de fazer uma boa prova de segunda fase. Prova abrangente, clara, com boa escolha de temas e abordando atualidades. Destacamos o coerente

Leia mais

A Economia da América Latina

A Economia da América Latina A Economia da América Latina adsense1 Agricultura A agricultura de subsistência era a principal atividade econômica dos povos originais da América Latina, Essa atividade era complementada pela caça, pela

Leia mais

Produtividade no Brasil: desempenho e determinantes 1

Produtividade no Brasil: desempenho e determinantes 1 Produtividade no Brasil: desempenho e determinantes 1 Fernanda De Negri Luiz Ricardo Cavalcante No período entre o início da década de 2000 e a eclosão da crise financeira internacional, em 2008, o Brasil

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 GEOGRAFIA QUESTÃO 21

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-1ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 GEOGRAFIA QUESTÃO 21 GEOGRAFIA QUESTÃO 21 A poluição atmosférica é um dos problemas mais sérios nas grandes metrópoles, pois é provocada por fontes estacionárias (indústrias e usinas termelétricas) e móveis (caminhões, ônibus

Leia mais

Mercado de Trabalho. O idoso brasileiro no. NOTA TÉCNICA Ana Amélia Camarano* 1- Introdução

Mercado de Trabalho. O idoso brasileiro no. NOTA TÉCNICA Ana Amélia Camarano* 1- Introdução NOTA TÉCNICA Ana Amélia Camarano* O idoso brasileiro no Mercado de Trabalho 30 1- Introdução A análise da participação do idoso nas atividades econômicas tem um caráter diferente das análises tradicionais

Leia mais

Aumentar a fonte Diminuir a fonte

Aumentar a fonte Diminuir a fonte 1 de 6 31/01/2014 23:46 Aumentar a fonte Diminuir a fonte SOMOS CINCO - Líderes dos países integrantes dos Brics em reunião na China, em 2011, que marcou a entrada da África do Sul Crédito: Roberto Stuckert

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL - MI AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA - ADA

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL - MI AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA - ADA MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL - MI AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA - ADA BIOCOMBUSTÍVEIS: ATRAÇÃO DE INVESIMENTOS PARA O ESTADO DO PARÁ CONTEXTO: A Agência de Desenvolvimento da Amazônia, deseja

Leia mais

2- (0,5) O acúmulo de lixo é um grave problema dos ambientes urbanos. Sobre o lixo responda: a) Quais são os principais destino do lixo?

2- (0,5) O acúmulo de lixo é um grave problema dos ambientes urbanos. Sobre o lixo responda: a) Quais são os principais destino do lixo? Data: /11/2014 Bimestre: 4 Nome: 7 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 9 1- (0,5) Sobre o ecossistema da caatinga do sertão do Nordeste, responda.

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Biológicas Programa de Pós-graduação em Ecologia Aplicada ao Manejo e Conservação de Recursos Naturais ELIESE CRISTINA DE OLIVEIRA Material apresentado

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na fgv

CPV O cursinho que mais aprova na fgv CPV O cursinho que mais aprova na fgv FGV economia 1 a Fase 05/dezembro/2010 GEOGRAFIA 61. O mundo necessita de novas fontes de energia, entre as quais o aproveitamento do lixo. Observe o mapa. 62. Analise

Leia mais

Questões Específicas. Geografia Professor: Cláudio Hansen 03/12/2014. #VaiTerEspecífica

Questões Específicas. Geografia Professor: Cláudio Hansen 03/12/2014. #VaiTerEspecífica Questões Específicas 1. Considerando os Blocos Econômicos, a União Europeia (27 países em 2011) permanece como relevante importador de mercadorias brasileiras. Considerando os países individualmente, a

Leia mais

entretanto, perquirir sobre o destino dos territórios e regiões que recebem em ou vinculam a seu espaço a fixação das obras rodoferroviárias do PAC

entretanto, perquirir sobre o destino dos territórios e regiões que recebem em ou vinculam a seu espaço a fixação das obras rodoferroviárias do PAC SL-78. Novas determinações produtivas, regionais e urbanas na área dos cerrados brasileiro: uma avaliação sobre os efeitos das obras de infraestrutura rodoferroviárias na integração regional. Coordenador:

Leia mais

ANALISE DE PERDA DE SOLO EM DIFERENTES RELEVOS NO SEMIÁRIDO CEARENSE

ANALISE DE PERDA DE SOLO EM DIFERENTES RELEVOS NO SEMIÁRIDO CEARENSE ANALISE DE PERDA DE SOLO EM DIFERENTES RELEVOS NO SEMIÁRIDO CEARENSE Sebastião Cavalcante de Sousa (1); Rafaela Alves de Melo (1); Francisco Ramon da Cunha Alcantara (2) (Universidade Federal do Cariri,

Leia mais

ROTAS INTERNAS DE PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO: O CASO DA SOJA

ROTAS INTERNAS DE PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO: O CASO DA SOJA 1 Outubro 2009 ROTAS INTERNAS DE PRODUTOS DE EXPORTAÇÃO: O CASO DA SOJA Fernando Raphael Ferro de Lima * INTRODUÇÃO Este trabalho busca compreender como se modificaram, no período recente, os fluxos internos

Leia mais

Questão 41. Questão 43. Questão 42. alternativa B. alternativa A. alternativa D

Questão 41. Questão 43. Questão 42. alternativa B. alternativa A. alternativa D Questão 41 Os famosos Lençóis Maranhenses apresentam a) paisagem litorânea semelhante a um deserto com dunas, embora a pluviosidade da região forme lagoas doces. b) estuário em forma de delta, constituindo

Leia mais

Mudanças Climáticas e Economia. Secretaria de Acompanhamento Econômico SEAE

Mudanças Climáticas e Economia. Secretaria de Acompanhamento Econômico SEAE Mudanças Climáticas e Economia Secretaria de Acompanhamento Econômico SEAE Junho de 2009 Aquecimento global como falha de mercado O clima tem forte relação com a atividade econômica: Interação mais conhecida

Leia mais

RESPOSTAS DAS SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA 9 o ANO

RESPOSTAS DAS SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA 9 o ANO RESPOSTAS DAS SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA 9 o ANO Unidade 5 1. (D) Arábia Saudita e Irã (A) Rússia (F) Indonésia e Tailândia (C) Índia e Paquistão (E) China e Japão (B) Cazaquistão e Uzbequistão 2.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOGRAFIA/ 2ª Avaliação 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - PRIMEIRO TRIMESTRE 2013

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOGRAFIA/ 2ª Avaliação 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - PRIMEIRO TRIMESTRE 2013 QUESTÕES DISCURSIVAS LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOGRAFIA/ 2ª Avaliação 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - PRIMEIRO TRIMESTRE 2013 21. Podemos dizer que o espaço geográfico é o espaço astronômico ou sideral, o Universo?

Leia mais

A Mineração Industrial em Goiás

A Mineração Industrial em Goiás A Mineração Industrial em Goiás Luciano Ferreira da Silva 1 Resumo: A extração mineral constitui atividade de relevante importância para a economia do estado de Goiás, ocupando posição de destaque no cenário

Leia mais

Biodiversidade em Minas Gerais

Biodiversidade em Minas Gerais Biodiversidade em Minas Gerais SEGUNDA EDIÇÃO ORGANIZADORES Gláucia Moreira Drummond Cássio Soares Martins Angelo Barbosa Monteiro Machado Fabiane Almeida Sebaio Yasmine Antonini Fundação Biodiversitas

Leia mais

Projeto de Revitalização da Microbacia do Rio Abóboras Bacia Hidrográfica São Lamberto

Projeto de Revitalização da Microbacia do Rio Abóboras Bacia Hidrográfica São Lamberto Projeto de Revitalização da Microbacia do Rio Abóboras Bacia Hidrográfica São Lamberto Autores: Emílio Rodrigues Versiani Junior 1 Geraldo Aristides Rabelo Nuzzi Andréa Rodrigues Fróes Resumo O Projeto

Leia mais

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE CANA DE AÇÚCAR NO NORDESTE.

ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE CANA DE AÇÚCAR NO NORDESTE. O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE PRODUÇÃO E ÁREA COLHIDA DE CANA DE AÇÚCAR NO NORDESTE Ano 4 200 Nº 20 O nosso negócio

Leia mais

Força Total Amazônia Prof a. Rose Rodrigues

Força Total Amazônia Prof a. Rose Rodrigues Força Total Amazônia Prof a. Rose Rodrigues 1- (UNICAMP) As figuras a seguir representam duas concepções geopolíticas de ocupação da Amazônia brasileira no período militar. Responda às perguntas: a) Quais

Leia mais

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO Termo de Referência CONSULTORIA PARA AVALIAÇÃO DOS FINANCIAMENTOS DO BANCO DA AMAZÔNIA BASA, PARA FORTALECIMENTO DA AGENDA DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DA AMAZÔNIA BRASILEIRA, COM DESTAQUE PARA

Leia mais

DEMOGRAFIA, ECONOMIA E MERCADOS FINANCEIROS

DEMOGRAFIA, ECONOMIA E MERCADOS FINANCEIROS 9 de setembro de 2011 Página 1 de 21 De Olho Na Bolsa "A relação entre economia e demografia não é, efetivamente, muito percebida pela maior parte dos economistas, haja vista que poucos são os cursos que

Leia mais

CONFERÊNCIA GOVERNANÇA DO SOLO

CONFERÊNCIA GOVERNANÇA DO SOLO CONFERÊNCIA GOVERNANÇA DO SOLO DOCUMENTO DE REFERÊNCIA Período de realização: 25 a 27 de março de 2015 Local: Brasília, DF (Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada) Realização: 1. Contexto: Os solos constituem

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS.

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. 2 a Etapa GEOGRAFIA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que se

Leia mais

Os Benefícios Econômicos da Biotecnologia Agrícola no Brasil: 1996/97 a 2010/11

Os Benefícios Econômicos da Biotecnologia Agrícola no Brasil: 1996/97 a 2010/11 Céleres Os Benefícios Econômicos da Biotecnologia Agrícola no Brasil: 199/97 a 2010/11 O CASO DO ALGODÃO GENETICAMENTE MODIFICADO O CASO DO MILHO GENETICAMENTE MODIFICADO O CASO DA SOJA TOLERANTE A HERBICIDA

Leia mais

A EVOLUÇÃO DO PIB PARANAENSE - 2009 A 2014

A EVOLUÇÃO DO PIB PARANAENSE - 2009 A 2014 A EVOLUÇÃO DO PIB PARANAENSE - 2009 A 2014 Marcelo Luis Montani marcelo.montani@hotmail.com Acadêmico do curso de Ciências Econômicas/UNICENTRO Mônica Antonowicz Muller monicamuller5@gmail.com Acadêmica

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS

CADERNO DE EXERCÍCIOS GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Disciplina: Ecologia de Ecossistema e da Paisagem

Leia mais

UMA BREVE DESCRIÇÃO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO BRASIL, DESTACANDO O EMPREGO FORMAL E OS ESTABELECIMENTOS NO NORDESTE

UMA BREVE DESCRIÇÃO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO BRASIL, DESTACANDO O EMPREGO FORMAL E OS ESTABELECIMENTOS NO NORDESTE UMA BREVE DESCRIÇÃO DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO BRASIL, DESTACANDO O EMPREGO FORMAL E OS ESTABELECIMENTOS NO NORDESTE GEPETIS - Grupo de Estudos e Pesquisas em Espaço, Trabalho, Inovação e Sustentabilidade

Leia mais

FICHA BIBLIOGRÁFICA. Título: Perfil da Mulher Metalúrgica do ABC. Autoria: Subseção DIEESE/Metalúrgicos do ABC

FICHA BIBLIOGRÁFICA. Título: Perfil da Mulher Metalúrgica do ABC. Autoria: Subseção DIEESE/Metalúrgicos do ABC FICHA BIBLIOGRÁFICA Título: Perfil da Mulher Metalúrgica do ABC Autoria: Subseção DIEESE/Metalúrgicos do ABC Equipe técnica responsável: Fausto Augusto Junior; Zeíra Mara Camargo de Santana; Warley Batista

Leia mais

1º trimestre EXERCÍCIOS EXTRA - GEOGRAFIA Ensino Fundamental 7º ano classe: Profª. Débora Nome: nº

1º trimestre EXERCÍCIOS EXTRA - GEOGRAFIA Ensino Fundamental 7º ano classe: Profª. Débora Nome: nº . 1º trimestre EXERCÍCIOS EXTRA - GEOGRAFIA Ensino Fundamental 7º ano classe: Profª. Débora Nome: nº Valor: 10 Nota:. ASSINALE AS ALTERNATIVAS CONFORME PEDEM OS ENUNCIADOS E DEPOIS PREENCHA O GABARITO

Leia mais

Evolução da Agricultura Portuguesa no Período 1989/2010. Análise de Indicadores Relevantes.

Evolução da Agricultura Portuguesa no Período 1989/2010. Análise de Indicadores Relevantes. Evolução da Agricultura Portuguesa no Período 1989/2010. Análise de Indicadores Relevantes. Deolinda Alberto 1, José Pedro Fragoso Almeida 2 1 Professor Adjunto, Escola Superior Agrária de Castelo Branco,

Leia mais

ABSTRACT. Diagnóstico e situação das cooperativas de produção no Paraguai

ABSTRACT. Diagnóstico e situação das cooperativas de produção no Paraguai ABSTRACT Diagnóstico e situação das cooperativas de produção no Paraguai No Paraguai, o associativismo se origina de práticas seculares de sua população original: os guaranis. Para eles, a organização

Leia mais

Em 2040, Brasil terá 55 milhões de idosos

Em 2040, Brasil terá 55 milhões de idosos RELEASE 9 de dezembro de 2008. Em 2040, Brasil terá 55 milhões de idosos Novas políticas de proteção social, investimento público e financiamento serão temas cada vez mais presentes; afinal idosos serão

Leia mais

Aula5 POPULAÇÃO E DEMOGRAFIA NO BRASIL. Debora Barbosa da Silva

Aula5 POPULAÇÃO E DEMOGRAFIA NO BRASIL. Debora Barbosa da Silva Aula5 POPULAÇÃO E DEMOGRAFIA NO BRASIL META Refletir sobre as características da população brasileira como fundamento para a compreensão da organização do território e das políticas de planejamento e desenvolvimento

Leia mais