Atualização Janeiro 2005

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atualização Janeiro 2005"

Transcrição

1 Atualização Janeiro 2005

2 A Indústria

3 Visão Geral da Indústria Prêmios Auferidos (R$) (1) jan/04 fev/04 mar/04 abr/04 mai/04 jun/04 jul/04 ago/04 set/04 out/04 nov/04 Fonte: Fonte: SUSEP SUSEP (1) (1) Excluindo Excluindo VGBL VGBL

4 Visão Geral da Indústria Venda de Automóveis (% 2004/2003) 35,0% 30,0% 25,0% 20,0% 15,0% 10,0% 5,0% 0,0% -5,0% -10,0% Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Acum. -15,0% Fonte: Fonte: FENABRAVE FENABRAVE

5 Visão Geral da Indústria 50% 45% 40% 35% Seguro Automóvel - Crescimento dos Prêmios Auferidos (2004/2003) 30% 25% Porto Mercado 20% 15% 10% 5% 0% jan/04 fev/04 m ar/04 abr/04 m ai/04 jun/04 jul/04 ago/04 set/04 out/04 nov/04 Fonte: Fonte: SUSEP SUSEP

6 A Companhia

7 Seguro Automóvel Porto Seguro é a maior seguradora de automóveis do Brasil,, com aproximadamente 1,2 milhão de veículos segurados. 60.9% dos dos prêmios auferidos da daporto Seguro em em 2003 Primeira colocada no no Brasil com 16% de de participação de de mercado (excluindo DPVAT) Líder no no estado de de São SãoPaulo com 24% de de participação de de mercado Líder no no estado do do Rio Rio de de Janeiro com 13% de de participação de de mercado Menor índice de de sinistralidade do do mercado: Tecnologia exclusiva de de precificação Experiência e conhecimento Diferenciais exclusivos de de valor agregado Azul Seguros Oportunidade em emnovo nicho Market Share e Índice de Sinistralidade (2003 e 2004) Mkt Share 03 Mkt Share 04 Índice Sin. 03 Índice Sin. 04 Porto 16,2% 16,6% 59,3% 60,1% Itaú 8,2% 7,9% 68,1% 71,7% Sul América 14,7% 15,7% 68,5% 68,1% Mapfre 5,7% 5,6% 72,6% 69,9% Unibanco 5,0% 4,5% 77,4% 75,0% Real 5,8% 6,2% 81,6% 77,8% Bradesco 17,1% 16,8% 78,3% 88,7% Média Mercado 72,2% 73,3% Fonte: SUSEP.

8 Saúde Porto Seguro é a terceira maior seguradora no segmento saúde. 18% dos dos prêmios auferidos da daporto Seguro em em2004 Atendimento nacional com foco em emvendas na nagrande São SãoPaulo vidas seguradas, com foco no no seguro Corporativo Índice de Sinistralidade Até 10/04 Gestão preventiva de de doenças para redução de de custos assistenciais Crescimento e resultado consistentemente acima da da média do do mercado 60 Bradesco Sul America Porto Maritima Média Fonte: ANS

9 Seguros Patrimoniais Potencial de crescimento através da venda cruzada. 9,2% dos dos prêmios auferidos da daporto Seguro em em2003 Foco em emseguros massificados Complementa o portfolio dos dos corretores Mercado com baixa penetração, com apenas 3 milhões de de domicílios segurados Market Share da Porto Seguro e Índice de Sinistralidade (1) 6,0% 80,0% A Porto Seguro oferece 6 categorias de de produtos de de seguro patrimonial, entre eles: Seguro Residencial 5,0% 4,0% 3,0% 2,0% 1,0% 0,0% Até Nov/04 Market Share Índice de Sinistralidade (1) Dados anuais disponíveis a partir de 2002 Fonte: SUSEP 70,0% 60,0% 50,0% 40,0% 30,0% 20,0% 10,0% 0,0% Seguro Empresarial Seguro de de Edifícios Seguro de de Fiança de de Aluguel Pacote de de Seguros para paraconcessionárias de de Veículos Seguro de de Estacionamento

10 Vida Foco no segmento tradicional de seguros de vida. 6,2% dos dos prêmios auferidos da da Porto Seguro em em 2003 Aproximadamente 1 milhão de de vidas seguradas, sendo 92% em em apólices coletivas Market Share da Porto Seguro e Índice de Sinistralidade (1) 3,0% 2,8% 2,6% 2,4% 2,2% 2,0% 1,8% 1,6% 1,4% 1,2% 1,0% nov-04 Market Share Loss Ratio 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% (1) (1) Excluindo Excluindo VGBL VGBL Fonte: Fonte: SUSEP SUSEP

11 Previdência Linha de produto que apresenta crescimento consistente desde seu lançamento amento Inicio das das atividades recentemente 1,2% do do total das das contribuições de de previdência no no mercado Brasileiro, no no 1S04 R$ R$ milhões de de Reservas acumuladas nos nos últimos quatro anos Evolução Anual das Contribuições (R$ Milhões) 100,0 80,0 60,0 40,0 20,0 53 CAGR : 32,0% O número de de planos de de previdência vendidos na na Companhia representa menos de de 3% 3% do do número total de de segurados em em Auto na na Porto Seguro 0, S04 Fonte: Fonte: Porto Porto Seguro Seguro Contribuições

12 Fundamentos Atrativos Força da Marca Melhor Tecnologia de Underwriting Marca premium e reconhecida pela excelência no serviço Líder no segmento de maior relevância da indústria de seguros, na região mais rica do Brasil Utilização da marca Azul no segmento de menor valor agregado Tecnologias exclusivas de underwriting baseadas numa ampla base de dados de clientes ativos e potenciais, bem como das tendências de sinistralidade Criteriosa aceitação de riscos com expertise desenvolvida em muitos anos Qualidade e Diversidade de Serviços e Produtos Ampla gama de produtos e serviços de valor agregado que criam um importante diferencial em relação aos seus concorrentes Taxas de retenção de clientes entre as mais altas do mercado Relacionamento com Corretores Porto Seguro oferece treinamentos constantes, apoio de marketing e operacional, e também pagamentos rápidos de comissões Tradição de cooperação e parceria com os corretores Portas Abertas Oportunidades de Crescimento Modelo de sucesso em São Paulo esta sendo replicado para outros mercados Reconhecimento da marca como instrumento para crescer em outros segmentos de mercado Rentabilidade e Solidez Financeira ROAE acima de 20% nos últimos 3 anos 10% de CAGR (01-03) de prêmios auferidos Portfolio de investimentos conservador (90% em instrumentos de renda fixa)

13 Melhor Tecnologia de Underwriting Tecnologia exclusiva atrelada ao amplo banco de dados possibilitam melhor mensuração de risco, mantendo o processo de subscrição lucrativo e eficaz. Índice de Sinistralidade da Indústria de Seguros versus Porto Seguro Auto Saúde 100,0% 90,0% 80,0% 70,0% 60,0% 50,0% 40,0% 69,0% 71,0% 72,8% 73,0% 55,2% 56,2% 58,7% 60,1% Até Nov ,0% 90,0% 80,0% 70,0% 60,0% 50,0% 40,0% 86,4% 87,4% 83,1% 82,0% 77,1% 75,8% 78,1% 75,1% Até Nov- 04 Porto Seguro Indústria Porto Seguro Indústria Fonte: SUSEP e ANS 100,0% Total Fonte: SUSEP e ANS 90,0% 80,0% 70,0% 60,0% 66,5% 66,9% 68,5% 67,7% 58,6% 59,5% 61,2% 60,3% 50,0% 40,0% Até Nov- 04 Fonte: SUSEP e ANS Porto Seguro Indústria

14 Qualidade e Diversidade de Serviços e Produtos Amplo número n de produtos e serviços com valor agregado como fator de diferenciação da concorrência e fidelização de clientes. Porto Socorro Carro + Casa Convênios com Estacionamentos Instalação Gratuita de Sistemas Anti-roubo Serviços de Emergência Monitorado por GPS. Serviços de Valor Agregado Porto Seguro Carro Reserva Inspeção Veicular Gratuita Centros Automotivos para Reparos Rápidos Certificado de Procedência do Veiculo Instalação Gratuita de Brake-Light Monitoramento Eletrônico e Físico

15 Forte Relacionamento com Corretores A Porto Seguro mantém m forte relacionamento com os corretores, o que permite não apenas manter mas ampliar sua base de clientes por meio m de indicações de novos clientes. Maior rede especializada do mercado com 116 pontos de atendimento a clientes e corretores corretores com produção altamente pulverizada, oferecendo-se aos mesmos: Apoio de marketing e operacional Treinamentos constantes Pagamentos rápidos de comissões Reconhecimento pelos Apoio interno para as operações de corretoras corretores como a melhor parceira do mercado. Prêmios de reconhecimento Política de Portas Abertas Produtos complementares: Consórcios, Financeira, Alarmes Monitorados e Administração de Fundos

16 Seguro Automóvel - Significativo Potencial de Crescimento

17 Oportunidades de Crescimento Vendas Cruzadas Expansão em outros segmentos de seguros Base atual de 3 milhões de clientes, liderança a e força a da marca no segmento automotivo impulsionam o crescimento em outros segmentos. s. Carteira de Seguro de Automóveis, (1S04) Bradesco Seguros 15,9% SulAmérica 15,7% Itaú Seguros 7,5% Carteira de Seguro Saúde, (1S04) Bradesco Seguros 40,5% SulAmérica 42,9% Porto Seguro 16,4% Outros 37,2% Fonte: SUSEP Real Seguros 7,3% Carteira de Previdência e Similares, (1S04) Fonte: SUSEP Porto Seguro 5,8% Marítima 3,0% Outros 5,4% AGF Saúde 2,4% Carteira de Seguro de Vida, (1S04) Outros 31,6% Porto Seguro 1,2% Bradesco 26,1% Unibanco 7,1% Outros 50,2% Porto Seguro 2,8% Itau 8,9% Unibanco AIG 15,3% Fonte: SUSEP BrasilPrev 16,9% Aliança do Brasil 7,9% Itaú Seguros 9,7% Fonte: SUSEP SulAmérica 5,2% Bradesco Seguros 17,1%

18 Estratégia de Negócios Continuar o Crescimento no Principal Mercado Manter o crescimento em seguros de automóveis no Estado de São Paulo e Rio de Janeiro, onde estabelece a marca líder e detém a maior participação de mercado. Utilizar a Azul Seguros para aumentar penetração e expansão dentro do segmento d clientes sensíveis a preço Expandir Geograficamente Maior penetração em cidades de pequeno e médio porte com potencial lucrativo em todo o Brasil, principalmente no Estado de São Paulo Aumento da Diversificação de Produtos Ampliar seus negócios através de sua ampla rede de distribuição, aumentando as vendas cruzadas de seus seguros de vida e patrimoniais para seus clientes atuais Aumentar a oferta de novos produtos e serviços de valor agregado complementares aos seus produtos de seguro Manter Subscrições Conservadoras Continuar a utilizar suas políticas seletivas e consistentes de subscrição de produtos desenvolvidas ao longo de muitos anos de experiência Política voltada para crescimento com rentabilidade Fortalecer Relacionamento com Corretoras Desenvolver relações com novos corretores, especialmente fora da região metropolitana de São Paulo, com objetivo de expandir os negócios. Possibilitar aos corretores o aumento do vinculo com seus clientes, oferecendo uma cesta diversificada de produtos de seguros e financeiros

19 Performance Operacional e Financeira

20 Crescimento Consistente Aumento constante da receita e dos prêmios auferidos mesmo durante períodos de instabilidade macroeconômica Receita Bruta e Prêmios Auferidos (R$ milhões) 1,445 1,305 CAGR Receita Bruta: 13,8% 2,385 2,048 2,140 1,629 1,794 1,874 2,032 1,404 2,759 2,256 1,969 16,6% 1,630 2,296 1, M03 9M04 Fonte: Porto Seguro Receita Bruta Prêmios Auferidos

21 Geração de Lucros Crescentes A estratégia de crescimento combinada com manutenção de elevada rentabilidade. Lucro Líquido vs. ROAE (R$ milhões) Evolução do Patrimônio Líquido (R$ milhões) % 94 23% 23% ,1 CAGR: 15,2% 579,9 664,3 655,4 17,5% 770, M03 9M Sep-03 Sep-04 Lucro Líquido ROAE Fonte: Porto Seguro Fonte: Porto Seguro A companhia apresentou um ROAE acima de 20% nos últimos anos.

22 Indicadores Operacionais Boa estratégia de precificação aliada a baixos índices de sinistralidade geram indicadores operacionais sólidos s e confiantes em diferentes cenários de taxas de juros. Índice Combinado vs. Selic (%) 40,0% 98,9% 103,8% 99,9% 98,5% 100,3% 102,6% 110,0% 30,0% 89,1% 89,5% 88,4% 89,5% 89,0% 88,0% 95,0% 20,0% 10,0% 28,8% 25,6% 17,4% 17,6% 19,7% 22,5% 80,0% 65,0% 0,0% ,0% Índice Combinado Ampliado Índice Combinado SELIC Fonte: Porto Seguro e Banco Central

23 Portfolio de Investimentos Portfolio de investimentos conservador e rentável, através s da concentração em títulos t tulos de Renda Fixa líquidos. l Rentabilidade (%) Breakdown da Carteira de Investimentos em 2003 (%) 26,00% 24,00% 22,00% 20,00% 18,00% 16,00% 17,30% 16,08% 20,95% 19,00% 24,15% 23,20% 18,05% 18,00% Renda Variável - Fundos de Ações 10% Títulos Públicos Federais 14% CDB 2% 14,00% 12,00% 10,00% 12,82% 11,70% M03 9M04 Porto CDI Fundos Mútuos Exclusivos 74% Fonte: Banco Central e Porto Seguro Fonte: Porto Seguro

24 Dividendos Resultado crescente vem permitindo o pagamento de volumes crescentes de dividendos nos últimos anos Lucro Líquido vs. Dividendos (R$ Milhões) $200 38,0% 45% $150 33,0% 32,0% % $ $ % $ Lucro Líquido Dividendos Payout 0% Fonte: Porto Seguro Novos acionistas da Porto Seguro terão direito ao dividendo integral do exercício cio de 2004

Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar.

Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar. Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar. 0 0 Participação da Indústria no PIB - Internacional Prêmios/PIB em % (2004) 1 1 A Indústria de Seguros no Brasil Desde a implantação do Plano Real,

Leia mais

Porto Seguro S.A. Março 2007

Porto Seguro S.A. Março 2007 Porto Seguro S.A. Março 2007 Porto Seguro em Resumo Porto Seguro em Resumo Fundação Ranking de Grupos Líder Segmento Auto no Brasil R$ bilhões Prêmios Auferidos em 2006 Funcionários diretos Sucursais e

Leia mais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais Porto Seguro S.A. Porto Seguro S.A. Receitas Totais R$ m ilhões 2006 2005 Variação Receitas Totais 4.548,1 3.849,9 18,1% (R$ milhões) 4.548,1 3.849,9 2.384,6 2.758,5 3.232,4 2002 2003 2004 2005 2006 CAGR

Leia mais

Apresentação Corporativa 2015

Apresentação Corporativa 2015 Apresentação Corporativa 2015 Agenda Visão Geral da Indústria de Seguros Evolução do Mercado Segurador Ambiente Competitivo Fatores Chave de Crescimento e Rentabilidade Quem Somos Nossos Negócios Estratégia

Leia mais

Resultados do 3T08 PSSA3

Resultados do 3T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Porto Seguro Fundação Mudança de controle Líder Segmento Auto no Brasil Grupos Seguradores Funcionários diretos Sucursais e escritórios no Brasil Principais cidades 2 Estrutura Societária

Leia mais

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06 Porto Seguro S.A Conference Call 3T06 1 Ranking Brasileiro de Seguros Terceira maior Companhia 19,9% 14,9% 8,4% 7,6% 6,9% 5,4% 3,7% Bradesco Sul América Porto Seguro Unibanco Itaú Mapfre Tokio Marine Obs:

Leia mais

Resultados do 2T08 PSSA3

Resultados do 2T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Perspectivas Perspectivas para o para segundo 2008 semestre de 2008 A Aumento criação de de empregos 31,6% no formais número até de empregos junho foi o formais maior desde em relação

Leia mais

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Questões Onde queremos chegar? Como vamos chegar? Onde estamos? Como estamos indo? 2 Mercado Segurador Brasileiro Expanção Geográfica: Oportunidade de Crescimento Queremos

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09

Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09 Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09 Comentários 2T09 Evolução dos prêmios auferidos no 2T09 em relação ao 2T08; Evolução da frota segurada; Sinistralidade das carteiras de automóvel na Azul Seguros

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 2T10

Reunião Pública de Analistas 2T10 Reunião Pública de Analistas 2T10 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Maior seguradora do Brasil Posição Companhia `Principal Produto 1 Bradesco

Leia mais

Reunião Pública Apimec - BH 2015

Reunião Pública Apimec - BH 2015 Reunião Pública Apimec - BH 2015 SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA - MODELO DE NEGÓCIOS Maior seguradora independente do Brasil Modelo multilinha One-stop shop e forte cross selling de produtos Subscrição

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 4T11

Reunião Pública dos Analistas 4T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 4T11 Porto Seguro Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Porto Seguro Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011 01/03/2011 às 09:30h Agenda 4T11e 2011 Principais Realizações e Destaques em 2011 Receitas, Lucro Líquido e Retorno sobre Capital Desempenho dos principais

Leia mais

Conferência Telefônica de Resultados do 1T08. 12 de maio de 2008

Conferência Telefônica de Resultados do 1T08. 12 de maio de 2008 Conferência Telefônica de Resultados do 12 de maio de 2008 Perspectivas para 2008 Aumento de de 38,7% 31,6% no no número de de empregos formais em em relação ao a primeiro dezembro trimestre de 2006; de

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional APIMEC 2011 Crescimento nos próximos 115 anos SULAMÉRICA HOJE Uma Empresa de Seguros Única Maior grupo segurador independente do Brasil não pertencente a um banco #1 Sólida reputação

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 1T11

Reunião Pública de Analistas 1T11 Reunião Pública de Analistas 1T11 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Líder nacional em seguro de residência Empregados Diretos Porto S/A Sucursais

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 3T11

Reunião Pública dos Analistas 3T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 3T11 Porto Seguro História e Posição A empresa se desenvolveu e atingiu posição de liderança em Auto e Residência, e conta com forte estrutura operacional e de distribuição

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Press Release Novembro/07

Press Release Novembro/07 Press Release Novembro/07 Lucro Líquido de R$395,4 milhões ou R$ 5,14 por ação, de Janeiro a Novembro de 2007. São Paulo, 02 de janeiro de 2008 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESULTADOS DE JAN A OUT-03. 1- Resultados:

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESULTADOS DE JAN A OUT-03. 1- Resultados: 1- Resultados: O Mercado Brasileiro de Seguros encerrou o período de jan a out-03 apresentando um resultado (somatizado) de R$ 2,8 bilhões contra R$ 1,9 bilhão do ano anterior, demonstrando um crescimento

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 1T12

Reunião Pública dos Analistas 1T12 Reunião Pública dos Analistas Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados em 2011 Principais Realizações e

Leia mais

Crescimento das receitas totais no 2T12 e no 1S12 de 13%, em comparação com o mesmo período do ano anterior

Crescimento das receitas totais no 2T12 e no 1S12 de 13%, em comparação com o mesmo período do ano anterior Release de Resultados do 2T12 e 1S12 Mensagem da Administração No segundo trimestre de 2012 crescemos 13% nas receitas totais, principalmente impusionados pelo desempenho dos produtos Auto da marca Itaú

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

Apresentação Unidas. Maio 2014

Apresentação Unidas. Maio 2014 Apresentação Unidas Maio 2014 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 2ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

Porto Seguro S.A Apresentação Novembro/06

Porto Seguro S.A Apresentação Novembro/06 Porto Seguro S.A Apresentação Novembro/06 1 Porto Seguro em Resumo Fundação Ranking de Grupos Líder Segmento Auto no Brasil, R$ bilhões Prêmios Auferidos em 2005 Funcionários diretos Sucursais e escritórios

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Apresentação Institucional Setembro 2013

Apresentação Institucional Setembro 2013 Apresentação Institucional Setembro 2013 BB Seguridade Maior Companhia de Seguros, Previdência e Capitalização da América Latina* Rápido Crescimento com Alta Rentabilidade Maior Corretora de Seguros da

Leia mais

Seguros, Previdência e Capitalização

Seguros, Previdência e Capitalização Seguros, Previdência e Capitalização Análise das contas Patrimoniais e do Resultado Ajustado do Grupo Bradesco de Seguros, Previdência e Capitalização: Balanço Patrimonial Mar10 Dez09 Mar09 Ativo Circulante

Leia mais

BRB ANUNCIA RESULTADOS DE 2015

BRB ANUNCIA RESULTADOS DE 2015 BRB ANUNCIA RESULTADOS DE 2015 Brasília, 22 de março de 2016 O BRB - Banco de Brasília S.A., sociedade de economia mista, cujo acionista majoritário é o Governo de Brasília, anuncia seus resultados do

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO- DEZEMBRO -2011

RELATÓRIO DE GESTÃO- DEZEMBRO -2011 O ano de 11 terminou sem grandes surpresas. Na tentativa de manter aquecido o mercado consumidor brasileiro, a taxa básica de juros, que chegou a 1,5% ao longo do ano, encerrou o período em 11%. O crescimento

Leia mais

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia. As palavras "antecipa",

Leia mais

CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO

CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO Evolução do mercado de seguros brasileiro, passou de pouco mais de 1% de representação no PIB para 6% em 15 anos 2 CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR

Leia mais

Apresentação à XP Corretora

Apresentação à XP Corretora Apresentação à XP Corretora Fonte: Bloomberg (gráfico GP em 27/Set/12) SÃO CARLOS EMPREENDIMENTOS ticker: SCAR3 (R$ 39,6/ação, +64% em 2012 e +83% em 12 meses) website: www.scsa.com.br 28/Set/12 YTD 2012

Leia mais

Relações com Investidores DESTAQUES FINANCEIROS E OPERACIONAIS. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 3T13

Relações com Investidores DESTAQUES FINANCEIROS E OPERACIONAIS. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 3T13 Brasil Insurance Anuncia Resultados do 3T13 Relações com Investidores Miguel Longo Junior Diretor de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brasilinsurance.com.br Teleconferência dos Resultados

Leia mais

Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A.

Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A. Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A. www.itauunibancori.com.br www.portoseguro.com.br/ri As Companhias A Porto Seguro S.A. continuará listada no Novo Mercado da BM&Fbovespa (PSSA3);

Leia mais

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS DEZEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Antes de demonstrar os números do seguro saúde cabe ressaltar alguns pontos importantes:

Antes de demonstrar os números do seguro saúde cabe ressaltar alguns pontos importantes: 1- Introdução: Antes de demonstrar os números do seguro saúde cabe ressaltar alguns pontos importantes: i) em 2001 o governo determinou que as empresas de seguros passassem a ter sua operação isolada,

Leia mais

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento APIMEC BH 2014 Mercado Segurador e Drivers de Crescimento BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e mobilidade social PIB PER CAPITA & DESEMPREGO (US$ milhares/ano)

Leia mais

AGENDA 1. PRODUTO MODERNO E DE ALTA ACEITAÇÃO 2. RENTABILIDADE DIFERENCIADA

AGENDA 1. PRODUTO MODERNO E DE ALTA ACEITAÇÃO 2. RENTABILIDADE DIFERENCIADA 1 1 AGENDA 1. PRODUTO MODERNO E DE ALTA ACEITAÇÃO 2. RENTABILIDADE DIFERENCIADA 3. ALTO POTENCIAL DE PENETRAÇÃO NA BASE DE CLIENTES 4. RETORNO SOCIOAMBIENTAL 5. NOVOS PRODUTOS SOLUÇÃO ALUGUEL Segunda Empresa

Leia mais

Apresentação da Companhia e Discussão do Resultados do 1T05

Apresentação da Companhia e Discussão do Resultados do 1T05 Apresentação da Companhia e Discussão do Resultados do 1T05 Safe Harbor Statement Certas declarações na apresentação a seguir estão relacionadas com resultados futuros, que são considerados como projeções,

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA - MODELO DE NEGÓCIOS Maior seguradora independente do Brasil Modelo multilinha One-stop shop e forte cross selling de produtos Subscrição

Leia mais

O flexível modelo de negócios da Localiza mostrou-se eficaz durante o período de crise.

O flexível modelo de negócios da Localiza mostrou-se eficaz durante o período de crise. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 4T09 e 2009 R$ milhões, USGAAP O flexível modelo de negócios da Localiza mostrouse eficaz durante o período de crise. Março, 2010 1 Plataforma integrada de negócios

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos, constituída sob a forma de condomínio que reúne recursos de vários investidores para aplicar em uma carteira diversificada de ativos financeiros. Ao aplicarem

Leia mais

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013 BNY Mellon ARX Extra FIM Julho, 2013 Índice I. Filosofia de Investimento II. Modelo de Tomada de Decisão III. Processo de Investimento IV. Características do Fundo 2 I. Filosofia de Investimento Filosofia

Leia mais

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 1T12

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 1T12 TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 1T12 0 Agenda 1. Introdução e Visão Geral 2. Saúde 3. Odonto 4. Assistência 5. Resultados Financeiros Consolidados 6. Perspectivas para 2012 1 Introdução e Visão

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA UMA ABORDAGEM DIFERENCIADA Maior seguradora independente do Brasil, com forte reputação e um modelo de atuação multilinha: One Stop Shop,

Leia mais

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 BB Seguridade S.A. Resultado do 2º Trimestre de 2013 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas,

Leia mais

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior Última Cotação em 30/09/2014 FBMC4 - R$ 20,60 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2014): R$ 20.269,7 mil US$ 9.234,5 mil São Bernardo do Campo, 12 de

Leia mais

Porto Seguro S.A. Conferência Telefônica de Resultados 2T2007 e 1S2007

Porto Seguro S.A. Conferência Telefônica de Resultados 2T2007 e 1S2007 Porto Seguro S.A. Conferência Telefônica de Resultados 2T2007 e 1S2007 Porto Seguro 1º Semestre de 2007 Avanço de 13,5% na Receita Total*; Aumento de 12,0% no total de Prêmios Auferidos*; Melhora de 1,9

Leia mais

Apresentação Institucional 2014

Apresentação Institucional 2014 Apresentação Institucional 2014 Visão Geral Histórico 2013 IPO BB Seguridade Participação acionária no IRB Brasil RE 2012 1981 Início da operação de seguros do BB 1987 Criação da BB Corretora 1992 Criação

Leia mais

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização Panorama e Perspectivas / Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização 1. Sumário Executivo... 2 2. Seguradoras do grupo de seguros gerais... 2 2.1 Ramos do grupo de seguros gerais...

Leia mais

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 2T12

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 2T12 TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 2T12 0 Agenda 1. Introdução e Visão Geral 2. Saúde 3. Odonto 4. Assistência 5. Resultados Financeiros Consolidados 6. Perspectivas para 2012 1 Introdução e Visão

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Relatório Mensal - Novembro de 2013

Relatório Mensal - Novembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Depois de quatro meses consecutivos de alta, o Ibovespa terminou o mês de novembro com queda de 3,27%, aos 52.842 pontos. No cenário externo, os dados

Leia mais

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD PRESS RELEASE Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD Segunda-feira, 3/5/2004 Divulgação dos Resultados do 1 º trimestre 2004 O Banco Bradesco apresentou Lucro Líquido de R$ 608,7 milhões no 1 º

Leia mais

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS NOVEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

APIMEC Reunião com Analistas e Investidores. Rio de Janeiro, 13 de abril de 2010

APIMEC Reunião com Analistas e Investidores. Rio de Janeiro, 13 de abril de 2010 APIMEC Reunião com Analistas e Investidores Rio de Janeiro, 13 de abril de 2010 Perfil SulAmérica Maior grupo segurador independente do Brasil Sólida reputação e alto reconhecimento da marca Grupo segurador

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Spinelli FIC de FI Referenciado DI. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo, disponíveis

Leia mais

SINCOR-SP 2016 ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

SINCOR-SP 2016 FEVEREIRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 FEVEREIRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS FEVEREIRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 6 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Visão Geral da Indústria BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e crescimento demográfico PIB PER CAPITA & DESEMPREGO (US$ milhares/ano)

Leia mais

Press Release 2T15 12/08/2015

Press Release 2T15 12/08/2015 Press Release 2T15 12/08/2015 Sumário 1. Destaques do período... 4 2. Sumário de resultados... 5 3. Receita bruta... 6 3.1 Produtos de bancassurance... 6 3.1.1 Vida... 7 3.1.2 Habitacional... 7 3.1.3 Prestamista...

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC ACOES DIVIDENDOS 02.138.442/0001-24 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC ACOES DIVIDENDOS 02.138.442/0001-24 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO ACOES. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo, disponíveis

Leia mais

Sumário. Aos Participantes 5. Governança Corporativa 6. Posição Patrimonial Consolidada 7. Planos Previdenciários 9. Política de Investimentos 16

Sumário. Aos Participantes 5. Governança Corporativa 6. Posição Patrimonial Consolidada 7. Planos Previdenciários 9. Política de Investimentos 16 RELATÓRIO ANUAL RELATÓRIO ANUAL Sumário Aos Participantes 5 Governança Corporativa 6 Posição Patrimonial Consolidada 7 Planos Previdenciários 9 Política de Investimentos 16 Desempenho Financeiro 27 Planos

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Fundo de Aposentadoria Programada Individual Banrisul Conservador CNPJ 04.785.314/0001-06 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96)

Leia mais

Release de Resultados do 1T15

Release de Resultados do 1T15 No primeiro trimestre de 2015 o lucro líquido foi 50% superior ao resultado do mesmo período do ano anterior, fruto de um melhor desempenho operacional e financeiro. As receitas totais e os prêmios de

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA UMA ABORDAGEM DIFERENCIADA Maior seguradora independente do Brasil, com forte reputação e um modelo de atuação multilinha: One Stop Shop,

Leia mais

Descrição Jan a Jun. 2013 Jan a Jun. 2014 Variação R$ Variação % Receitas Custos Assistenciais Resultado Operacional

Descrição Jan a Jun. 2013 Jan a Jun. 2014 Variação R$ Variação % Receitas Custos Assistenciais Resultado Operacional Comparativamente com o mesmo período de 2013, o percentual de crescimento dos custos assistenciais (atendimentos a beneficiários locais - 158) foi de 20,06%, enquanto que as receitas oriundas de mensalidades

Leia mais

Release de Resultados do 1T10

Release de Resultados do 1T10 Release de Resultados do 1T10 Fale com R.I Relações com Investidores Tel: (11) 3366-5323 / 3366-5378 www.portoseguro.com.br, gri@portoseguro.com.br Porto Seguro S.A. Alameda Ribeiro da Silva, 275 1º andar

Leia mais

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 Secretaria da Administração do Estado da Bahia Superintendência de Previdência Diretoria de Gestão Financeira Previdenciária e Investimentos PROPOSTA DE POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 REGIME PRÓPRIO

Leia mais

CSHG Logística FII. Nota da Administradora. Distribuição de Rendimentos. Objetivo do Fundo

CSHG Logística FII. Nota da Administradora. Distribuição de Rendimentos. Objetivo do Fundo CSHG Logística FII Objetivo do Fundo O CSHG Logística FII tem como objetivo auferir ganhos pela aquisição, para exploração comercial, de imóveis com potencial geração de renda, predominantemente galpões

Leia mais

Apresentação APIMEC. Dezembro 2010. Investor Relations. Investor Relations

Apresentação APIMEC. Dezembro 2010. Investor Relations. Investor Relations Apresentação APIMEC Dezembro 2010 AGENDA 03. Mercado Brasileiro de Telecom 06. Oi: Perfil e Estratégia 13. Resultados Operacionais e Financeiros 19. Aliança com a Portugal Telecom Mercado Brasileiro de

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T12

Divulgação de Resultados 1T12 Divulgação de Resultados 1T12 17 de maio de 2012 Palestrantes Bruno Padilha Presidente do Conselho de Administração Tuca Ramos - Presidente Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Abril de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T08

Divulgação de Resultados 2T08 Divulgação de Resultados 2T08 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2008 A Sul América S.A. (Bovespa: SULA11) anuncia hoje os resultados do segundo trimestre de 2008 (2T08). As informações operacionais e financeiras

Leia mais

Locamerica 20 anos. Você espera o melhor. A gente faz. Dezembro / 2013

Locamerica 20 anos. Você espera o melhor. A gente faz. Dezembro / 2013 Locamerica 20 anos Você espera o melhor. A gente faz. Dezembro / 2013 SEÇÃO 1 Visão Geral da Companhia História de Empreendedorismo e Crescimento Uma história de sucesso, crescimento e rentabilidade 2012

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O MB HORIZONTE FIC FIA

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O MB HORIZONTE FIC FIA LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Informações referentes a Janeiro de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o As informações completas sobre esse fundo podem ser

Leia mais

Magazine Luiza. Junho 2015

Magazine Luiza. Junho 2015 Magazine Luiza Junho 2015 2 Movimento #AbraceoNovo Ações de Partida do Movimento Ações para sustentação do movimento no curto prazo Ações para sustentação do movimento no longo prazo DE: Empresa Tradicional

Leia mais

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR ESTRATÉGIA EM AÇÃO

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR ESTRATÉGIA EM AÇÃO 1 MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO 2 PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR 3 4 PERSPECTIVAS E EVOLUÇÃO FUTURA ESTRATÉGIA EM AÇÃO 1 MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO Seguros Gerais 14 Milhões de Automóveis Segurados 7 Milhões

Leia mais

A experiência da CPFL com treinamento interno para reduzir riscos de vazamento. Gustavo Estrella Diretor de Relações com Investidores

A experiência da CPFL com treinamento interno para reduzir riscos de vazamento. Gustavo Estrella Diretor de Relações com Investidores A experiência da CPFL com treinamento interno para reduzir riscos de vazamento Gustavo Estrella Diretor de Relações com Investidores Desde 1997, a CPFL Energia tem desenvolvido uma estratégia de crescimento

Leia mais

Resultados 4T12. Fevereiro, 2013

Resultados 4T12. Fevereiro, 2013 Resultados 4T12 Fevereiro, 2013 Principais destaques de 2012 Operacional Geração de energia 27% superior à garantia física e 3% acima da registrada em 2011 - Exposição ao mercado spot de 4,4% de setembro

Leia mais

Santa Helena. jan/12 Aplicações Financeiro Inicial Aplicação Resgate Rendimento Total

Santa Helena. jan/12 Aplicações Financeiro Inicial Aplicação Resgate Rendimento Total Santa Helena Consultoria de Investimentos TC Consultoria de Investimentos Consultor Responsável: Diego Siqueira Santos Certificado pela CVM, Ato declaratório 11.187, de 23 de Julho de 2010 jan/12 Aplicações

Leia mais

1T11. Principais. Destaques. Qualidade da Carteira de Crédito 4T09 3T09 4T08. 4T09 x 4T08

1T11. Principais. Destaques. Qualidade da Carteira de Crédito 4T09 3T09 4T08. 4T09 x 4T08 1T11 Disclaimer Todas as informações financeiras aqui apresentadas são consolidadas, abrangendo as demonstrações financeiras do Banco, suas controladas, a JMalucelli Seguradora, a JMalucelli Seguradora

Leia mais

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF]

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] [ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] ESTUDO DE MERCADO REFERENTE AO TOTAL ARRECADADO ENTRE PRÊMIOS E CONTRIBUIÇÕES NO MERCADO Realizado Acumulado - 2009 / 2010 -

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER

Leia mais

Rastreamento Garantido Ifaseg Amplie a proteção do auto do seu cliente e ganhe mais uma fonte de receita

Rastreamento Garantido Ifaseg Amplie a proteção do auto do seu cliente e ganhe mais uma fonte de receita Rastreamento Garantido Ifaseg Amplie a proteção do auto do seu cliente e ganhe mais uma fonte de receita Rastreamento Garantido Ifaseg É um seguro desenhado sob medida para autos com rastreadores; É o

Leia mais

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento Apimec Fortaleza 2014 Mercado Segurador e Drivers de Crescimento BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e mobilidade social PIB PER CAPITA & DESEMPREGO INFLAÇÃO

Leia mais