Inaugurada Campanha Chega de Acidentes no Espírito Santo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inaugurada Campanha Chega de Acidentes no Espírito Santo"

Transcrição

1 Inaugurada Campanha Chega de Acidentes no Espírito Santo A inauguração do Totem foi na cidade de Vila Velha e contou com a participação do presidente do Sincor-ES, representando a Seguradora Líder. 1

2 2 OPINIÃO Muitos equívocos e pouca ação O mercado de seguros é considerado sólido e tem apresentado excelente desempenho nos últimos anos, tendo alcançado a marca de 3% do PIB, com a projeção de dobrar de tamanho nos próximos anos. Desnecessário falar de sua importância para a sociedade e o país, principalmente no momento em que vivemos a estabilidade econômica, a descoberta de enormes jazidas de petróleo, a execução de grandes obras e a realização de eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas Mundiais. O mercado de seguros, podemos dizer, ocupa lugar privilegiado por ser ele, por meio de seus agentes, capaz de oferecer a tranquilidade necessária para que tudo ocorra ainda que as condições sejam desfavoráveis. Nessa engrenagem que é o mercado de seguros, temos um tripé importante formado pelas seguradoras, pelos consumidores e pelos corretores de seguros. A organizar, fiscalizar e legislar encontramse os órgãos ligados ao governo, quais sejam o Conselho Nacional de Seguros Privados, a estabelecer políticas e traçar as diretrizes para o setor, e a Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão com o qual nos relacionamos mais diretamente. Nos últimos tempos, nós corretores de seguros temos vivido um situação no mínimo curiosa. Exercemos uma atividade regulamentada, prevista no Código Civil e em lei própria e que tem sido atacada de todos os lados por vendedores de lojas, funcionários de veículos e outros que não têm qualificação ou habilitação para atuar no ramo. Não que a culpa seja deles. Eles apenas oferecem o produto ao consumidor como parte de metas a serem cumpridas e como parte das estratégias comerciais que oferecem seguros grátis e coberturas securitárias sem informar de onde elas vêm. Ora, não seria a Susep o órgão responsável por fiscalizar e atuar contra essas práticas irregulares? Tanto acreditamos que sim que somos incansáveis em encaminhar denúncias ao órgão e, devo, lembrar sem nenhuma resposta. Outra situação que nos faz questionar a atuação da Susep é a omissão dela diante da atuação de cooperativas e associações que se unem para vender proteção automotiva com todas as características de seguros. Apenas o Sincor-ES já encaminhou mais de 30 denúncias e, considerando que colegas de todo o Brasil têm sofrido com o mesmo problema, imagino que a autarquia tenha recebido muitas outras. Algumas atitudes da Susep, em particular, têm nos causado indignação. É o caso da Circular 429, publicada em fevereiro deste ano, que torna legal o estorno de comissões por parte das seguradoras em caso de inadimplência do segurado. Esse é um dos tantos problemas que o corretor enfrenta e que tem sido motivo de empenho nosso no sentido de por fim a ele e que a Susep nunca se importou; quando se manifesta, é contrária à categoria. Uma instituição ligada ao governo federal ignora que há uma lei (o Código Civil) que é clara ao afirmar que a comissão é devida ao corretor, ainda que o negócio não venha a se concretizar ou que seja desfeito. Devemos concluir que há algo equivocado nessa história. Outra decisão da autarquia foi rescindir o convênio mantido há décadas com a Fenacor para os processos de cadastramento, recadastramento e alteração de dados cadastrais de corretores de seguros em todo o país. Durante anos, os sindicatos cumpriram seu papel, exercendo o trabalho de forma correta e atendendo o que diz a legislação. O que desconhecemos são os motivos que levaram a tal rompimento e só conseguimos pensar em questões políticas se sobrepondo a questões profissionais. Já temos notícias de que profissionais têm tido dificuldades de serem atendidos pela Susep que não dispõe de estrutura adequada para prestar o serviço. Nossa insatisfação reflete um momento delicado para a categoria de corretores de seguros, que, mais do que nunca precisam se unir para reivindicar direitos e melhores condições para trabalhar. E essas condições dependem de instituições como a Susep, no sentido de assegurar que todos que agem no mercado de seguros estejam em conformidade com a lei. De nossa parte continuaremos lutando em favor da categoria de corretores de seguros, da consolidação da cultura do seguro e da credibilidade do mercado. Nossa portas estão abertas para todos que queiram participar e contribuir. Juntos, com certeza, seremos mais fortes. Tenham todos uma boa leitura! José Romulo da Silva Presidente do Sincor-ES EXPEDIENTE SEDE PRÓPRIA Endereço:- Rua Frederico Lagassa, Nº 30 Conj. 509/512 - Edf. Scheila - Bairro Gurigica, Vitória, Espírito Santo Site: Diretoria Presidente: José Romulo da Silva 1º Vice-Presid.: Pedro de Paula Pinto 2º Vice-Presid.: Leovigildo José Bello 1º Secretário: José Alexandre Cid Pinto 2º Secretário: Antonio Nelson B. Fortunato 1º Tesoureiro: Antonio José A. Imperial 2º Tesoureiro: Rene Neves Farias Diretor Social: Leonardo Souza Bergamini Dir. Marketing: Willian da Silva Araújo Dir. Informática: Jaime Balbino de Oliveira Dir.Rel.c/Merc.: Neudon de Almeida Valadão Suplentes Ana Julia Merotto, Antonio Dimas Neto e Deusdete Mantovanelli Conselho Fiscal Santa de Luzie Laiber Oliveira, Luiz Carlos da Silva Porto e Maria Angélica Baptista Suplentes Edneia Bossaneli Araújo, Jocarly Santos Spinasse e Marisa Machado Imperial Delegados Representantes junto a Fenacor-Efetivos José Romulo da Silva e Nicolau Marino Calabrez Delegados Representantes junto a Fenacor-Suplentes Cleber Calabrez e Paulo Henrique Rocha Latado Jornalista Responsável Marcilene Forechi MTB ES00690JP Redação e Edição Marcilene Forechi Diagramação Ivo Tadeu Basilio Impressão GM Gráfica e Editora Ltda Telefones para Contato SINCOR-ES Geral Deptº Adm./Financ Cadastro Corretor Atend. D.P.V.A.T Fax Revista Sincor-ES Clube Vida em Grupo Empresas Coligadas CREDICORES FUNENSEG-ES ASSESSORIA JURÍDICA (MOSCON E ASSOCIADOS ADVOCACIA)

3 SUMÁRIO Notícias do Sincor-ES Trânsito e DPVAT 13 Mercado 18 Social 19 Artigo B I L H E T E D O P R E S I D E N T E O professor Um professor universitário, desafiou seus alunos com esta pergunta: - Deus criou tudo o que existe? Um aluno respondeu: - Sim, Ele fez tudo. Deus criou tudo?, perguntou novamente o professor; Sim senhor!, respondeu o jovem. O professor responde: - Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal, pois o mal existe, e, partindo do preceito de que nossas obras, são um reflexo de nós mesmos, então Deus é mau. O jovem ficou calado diante de tal resposta e o professor, feliz, se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era um mito. Outro estudante levantou a mão e disse: - Posso fazer uma pergunta, professor? Lógico!, foi a resposta do professor. O jovem ficou de pé e perguntou: - Professor, existe o frio? - Que pergunta é essa? Lógico que existe, ou por acaso você nunca sentiu frio? O rapaz respondeu: - De fato, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na realidade é a ausência de calor. Todo corpo ou objeto é suscetível de estudo, quando possui ou transmite energia, o calor é o que faz com que este corpo, tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor, todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Nós criamos essa definição, para descrever como nos sentimos, se não temos calor. E, existe a escuridão? Continuou o estudante. O professor respondeu: Existe. O estudante respondeu: - Novamente comete um erro, senhor, a escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode-se estudar, a escuridão não, até existe o prisma de Nichols, para decompor a luz branca, nas várias cores de que está composta, com suas diferentes longitudes de ondas. A escuridão não. Um simples raio de luz, atravessa as trevas, e ilumina a superfície, onde termina o raio de luz. Como pode saber quão escuro está um espaço determinado? Com base na quantidade de luz, presente nesse espaço, não é assim? Escuridão, é uma definição que o homem desenvolveu, para descrever o que acontece, quando não há luz presente. Finalmente, o jovem perguntou ao professor: - Senhor, o mal existe? O professor respondeu: - Claro que sim, lógico que existe, como disse desde o começo. Vemos estupros, crimes e violência no mundo todo. Essas coisas são do mal. Ao que o estudante respondeu: - O mal não existe, senhor, pelo menos não existe por si mesmo. O mal é simplesmente a ausência de Deus, é o mesmo dos casos anteriores, o mal é uma definição que o homem criou, para descrever essa ausência de Deus.. Deus não criou o mal. Não é como a fé ou como o amor, que existem como existem o calor e a luz. O mal é o resultado da humanidade, não ter Deus presente em seus corações. É como acontece com o frio quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz. Então o professor, depois de balançar a cabeça, ficou calado. O nome do jovem era... Albert Einstein. 3

4 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Sincor-ES cria Sala do Corretor Pensando em oferecer mais comodidade aos corretores de seguros associados, o Sincor-ES criou o Espaço Corretor, em sua sede, na avenida Leitão da Silva. O local encontra-se equipado com computador, impressora, FAX, máquina de xérox e telefone. A intenção do presidente do Sincor- ES, José Romulo da Silva, é que o espaço funcione como suporte para o corretor que precisa realizar algum serviço e que se encontre fora do seu escritório. Também será útil por ocasião da renovação do registro profissional ou alterações cadastrais junto à Susep. Nesse último caso, José Romulo destaca que a autarquia suspendeu o convênio com a Fenacor e os sindicatos para a realização desses serviços. Além dos equipamentos, o corretor também poderá contar com o auxílio de uma funcionária para esclarecer dúvidas sobre o procedimento. José Romulo acredita que o Espaço Corretor é importante também para fortalecer a parceria e a integração entre a instituição e seus associados. Além desse espaço, temos ainda uma sala de reuniões, uma biblioteca e um auditório, com capacidade para 30 pessoa, onde é possível realizar treinamentos, afirmou. Profissionais querem ações contra seguro irregular Os corretores de seguros esperam que a Susep seja mais enérgica na fiscalização e punição para quem comercializa seguros de forma irregular. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, acredita que a autarquia tem se preocupado pouco com o corretor, que é o único intermediário legal nos contratos de seguros, ao ignorar práticas irregulares e ilegais. Além de todas as denúncias já feitas no ano passado e neste ano, contra associações e cooperativas, no dia 5 de março, o Sincor-ES encaminhou cópia de material publicitário da loja de Departamento D&D, do Grupo Dadalto, encartado no jornal A Gazeta do dia 4 de março. No material, a loja oferece o Seguro Top Residencial de graça para compras acima de R$ 3 mil e ainda a possibilidade de contratar seguro contra incêndio, roubo e assistência 24 horas. José Romulo faz questionamentos à Susep sobre a corretora que responde por tais produtos, a Balance Corretora de Seguros, que não possui sede no Espírito Santo e não mantém corretor ou preposto no estabelecimento onde se comercializa o seguro. O anúncio é bem claro e diz que o interessado deve procurar um dos vendedores, destaca. O presidente também questiona o fato de que o termo seguro grátis induz o consumidor ao erro. No Rio de Janeiro, o diretor do Clube dos Corretores, Jayme Torres, acredita que a omissão da Susep estimula a proliferação do seguro pirata. Para ele, a proliferação de irregularidades na comercialização do seguro se deve à falta de ações da autarquia. Ele avaliou a atuação da Susep no caso do comercial da Mega Proteção Veicular, que estreou em fevereiro no canal SporTV e passou a ser veiculado também no Premiére, ambos da Globosat. Jayme Torres acredita que o fato de ser ilegal e continuar fazendo propaganda passa a impressão de que se trata de uma ação legal. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, também se manifestou contrario ao comercial de televisão e acredita que os corretores de seguros devem se envolver mais nessa questão. Ainda há poucas vozes exigindo da Susep e de outras instituições ações mais efetivas, afirmou. 4

5 Sindicato viabiliza palestras Várias palestras têm sido realizadas no Auditório Pedro de Paula Pinto, na sede do Sincor-ES e muitas outras estão programadas até o final do ano. São palestras ministradas por seguradoras e voltadas para profissionais que querem conhecer seus produtos e suas novidades em comercialização. Todas as palestras são gratuitas para corretores de seguros associados. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, destaca a importância da parceria que o sindicato mantém com as seguradoras para realizar esses treinamentos. Segundo ele, é uma forma que os profissionais têm de se atualizarem em relação aos produtos que já comercializam e ainda de buscarem novos nichos com os quais não atuam. A programação do mês de abril já está fechada. No dia 10, haverá palestra com Liliana Caldeira, que vai falar sobre os Corretores de preparam para eventos festivos do Sincor-ES Os três principais eventos que integram a agenda permanente do Sincor-ES já estão com participações confirmadas este ano. A Feijoada do Club Gourmet, o Encontro de Congraçamento no Hotel Flamboyant e a festa de premiação Destaques do Ano estão sendo organizadas pelo sindicato em parceria com as seguradoras parceiras e co-patrocinadoras. O primeiro evento será a IV Feijoada do Club Gourmet, no dia 16 de agosto, no Cerimonial Oásis, em Santa Lúcia, a partir das 11h30. Para participar, os interessados devem comprar o convite, que consiste em uma camisa personalizada que dará acesso ao local do evento. Até o dia 15 de março, 182 camisetasconvite já tinham sido comercializadas. Este ano, o Sincor-ES espera a participação de 200 pessoas. Em outubro será a vez do sindicato reunir corretores de seguros, seguradores direitos dos segurados diante do Código de Defesa do Consumidor. Essa palestra será realizada no Hotel Bristol Camburi em parceria com o CVG-ES e a Escola Nacional de Seguros. No dia 19, será a vez da Zurich Seguradora patrocinar uma palestra sobre RC Profissional e D&O, no auditório do Sincor- ES. Já no dia 26, a Tokio Marine Seguradora patrocina a palestra Transportes e Riscos de Engenharia, também no auditório do Sincor-ES. e familiares durante o XVII Encontro de Congraçamento, que este ano será realizado nas dependências do Hotel Flamboyant, em Guarapari. O evento de lazer e confraternização ocorrerá de 26 a 28 de outubro e reunirá 250 pessoas. Não há mais acomodações disponíveis, uma vez que todas foram vendidas no mês de fevereiro, quando foram abertas as inscrições. A festa mais esperada do ano pelo mercado de seguros do ES será realizada no Itamarati Hall, na avenida Leitão da Silva. Na ocasião, serão conhecidos os ganhadores do prêmio Destaques do Ano e ainda o merecedor da Medalha de Mérito Sindical. Até o dia 15 de março, haviam confirmado co-patrocínio para o evento as seguintes instituições: Banestes Seguros, HDI Seguros, Centauro Vida e Previdência, Mapfre Seguros, Mongeral Aegon, Porto Seguro e Fenacor. NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Capacitação A Escola Nacional de Seguros está oferecendo o curso Formação e Capacitação de Inspetores de Riscos Médios - Ramos Elementares, que será ministrado a partir de 10 de abril, no Rio de Janeiro. Ele terá duração aproximada de um mês e meio, com aulas às terças, quartas e quintas-feiras, à noite. O investimento será de R$ 1.980,00, valor que pode ser parcelado em duas vezes. Mais informações podem ser obtidas no site da Escola (www.funenseg.org.br), pelos telefones (21) / 1544 ou através do funenseg.org.br. Orientação A ANS lançou no dia 12 de março um guia com orientações para quem tem ou pretende contratar plano de saúde. O guia informa sobre serviços que devem ser oferecidos pelas operadoras, prazo de carência, marcação de consultas, internações e reajuste das mensalidades. Um alerta da ANS é que o consumidor deve ficar atento também à rede conveniada ao plano. Bafômetro Nos dois primeiros meses deste ano, segundo o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), condutores foram abordados em blitze da Lei Seca e em outras operações. Foram feitos testes do bafômetro. Entre os abordados, 868 foram autuados por embriaguez e desses 561 se recusaram a fazer o teste do bafômetro. Lucratividade Ao final do ano de 2011, a Porto Seguro obteve lucro líquido de R$ 580 milhões, o que representa uma queda de 7% na comparação com 2010, que havia fechado em R$ 623 milhões. No quaro trimestre, no entanto, os ganhos obtiveram alta de 7% na comparação com o mesmo período de 2010, de R$ 180 para R$ 192 milhões. 5

6 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Medalha tem novo design A Medalha de Mérito Sindical, criada pelo Sincor-ES, está com novo design, mais moderno e representativo no seu significado. A honraria foi criada pelo Sincor-ES para homenagear personalidades que tenham contribuído para o desenvolvimento do mercado de seguros e para o seu fortalecimento. A escolha do homenageado é feita a partir de indicações de associados e colaboradores no mês de outubro. Em novembro, a diretoria plena do sindicato se reúne e elege um nome entre os indicados. Concedida uma vez por ano, a Medalha de Mérito Sindical foi instituída pelo Sincor- ES em 2006 e é entregue durante solenidade de premiação Destaques do Ano, em dezembro. Já foram agraciados com a honraria: o presidente da Fenacor, Armando Vergílio dos Santos Junior; o presidente da Porto Seguro Seguradora, Jayme Garfinkel e o presidente da Bradesco Seguros, Marco Antonio Rossi. Sincor-ES quer criar banco de ideias O Sincor-ES propôs à Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor) a criação de um Banco de Ideias, um espaço para que pudessem convergir ações e projetos desenvolvidos por sindicatos de corretores de todo o país. O Banco de Ideias, de acordo com o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, seria uma forma de compartilhar boas práticas e incentivar novas ações. No mesmo documento em que faz a sugestão, José Romulo lista algumas das ações desenvolvidas pelo Sincor-ES e que poderiam compor o Banco de Ideias. Ele destaca a parceria como o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPtran) para retirada de boletins de ocorrência, a sugestão de projetos de leis à Assembleia Legislativa e Câmara de Vereadores, a criação de informativos eletrônicos, a elaboração de calendário anual de eventos e a elaboração e distribuição de cartilhas de interesse da categoria. Outra sugestão apresentada à Fenacor, foi a criação de uma série de modelos que tornariam a ação dos sindicatos associados padronizada. Poderíamos ter, por exemplo, uma padronização no material impresso, avaliação do material publicitário referente à profissão do corretor de seguros e avaliação dos convênios firmados pelos sindicatos, destacou José Romulo. Arbitragem O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, solicitou ao senador Ricardo Ferraço que incluísse em sua lista de assuntos prioritários o tema arbitragem e a possibilidade de inclusão de cláusula compromissória em todos os contratos de seguros. O argumento de José Romulo é que a arbitragem é um mecanismo moderno, seguro, eficiente e pouco usado no Brasil devido ao desconhecimento sobre o assunto. José Romulo toma como base para a solicitação, a declaração do próprio senador, no jornal A Gazeta do dia 3 de setembro de 2011, que afirmou ser a mediação uma saída para a diminuição das ações na Justiça. Novo endereço A Life Vitória Brasil Insurance está funcionando em novo endereço, na avenida desembargador Ferreira Coelho, nº 198, na Praia do Suá, em Vitória. O novo endereço vai oferecer mais comodidade a clientes e funcionários. Identificações O Sincor-ES alerta os corretores de seguros e as empresas corretoras de seguros para que retirem na sede da instituição seus títulos de habilitação profissional, emitidos por ocasião do último recadastramento obrigatório. De acordo com levantamento do sindicato, há mais de 200 documentos para serem retirados. Ocorrência O Sincor-ES mudou o procedimento para solicitação de Boletim de Ocorrência de Acidentes de Trânsito, de forma a agilizar o atendimento para os corretores associados. Dessa forma, quando solicitar o BO ao sindicato, o corretor deve informar o número do protocolo entregue na ocasião do registro junto a um posto da Polícia de Trânsito. 6

7 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Começa mais uma edição do Amigo do Seguro em Vitória O programa Amigo do Seguro, desenvolvido pela Escola Nacional de Seguros, em parceria com sindicato de corretores de seguros, terá mais uma edição em Vitória. Como ocorreu nos três anos anteriores, o Sincor-ES e a Agência Brasileira de Estágio (Abre) são parceiros da Escola para a realização do curso Introdução ao Trabalho, voltado para estudantes do ensino médio de escolas públicas da Grande Vitória. Sincor-ES apoia mutirão O Sincor-ES vai apoiar o mutirão do Seguro DPVAT que está programado para ocorrer entre os dias 14 e 18 de maio, no Fórum da Prainha, em Vila Velha. O objetivo do mutirão é agilizar a liberação das indenizações que estão dependendo de decisões judiciais. Atualmente, tramitam na Justiça cerca de 1,5 mil processos envolvendo o Seguro DPVAT na Grande Vitória. O Sincor-ES tem participado de mutirões realizados pela Justiça, oferecendo informações sobre os procedimentos para solicitação das indenizações e ainda sobre o serviço gratuito prestado pelo sindicato. Mais de mil processos passíveis de As aulas terão início no dia 9 de abril e serão ministradas no Auditório Pedro de Paula Pinto, na sede do Sincor-ES. Irão participar 30 estudantes selecionados pela Abre, que irão receber, durante o período de realização do curso, vale-transporte e lanche. Com duração de 80 horas, o curso é composto por quatro módulos: Introdução ao Seguro, Atualização em Língua Portuguesa, Atendimento ao Cliente e Introdução à Informática. Após a conclusão do curso, os alunos serão encaminhados ao estágio supervisionado em empresas de seguros. Essa é uma oportunidade que esses adolescentes têm de ter contato com o mundo do trabalho e ganharem confiança e experiência para se iniciarem na vida profissional, afirma José Romulo da Silva, presidente do Sincor. Além das aulas, haverá visita monitorada a seguradoras e corretoras de seguros e ainda uma palestra motivacional. conciliação serão analisados e julgados no período. Para o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, é muito importante que haja a mobilização do Judiciário para solucionar problemas relacionados ao Seguro DPVAT. Trata-se de um produto com grande alcance social e que beneficia um número grande de pessoas, afirmou. José Romulo lembra ainda que muitos processos vão parar na Justiça por falta de informações das vítimas de acidentes ou de seus familiares. Sem conhecer seus direitos como beneficiários do seguro, essas pessoas muitas vezes são enganadas ou não reúnem a documentação adequada. Indenização A 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) fixou em R$ 3 mil a indenização que as Lojas Americanas S/A e o Unibanco AIG Seguros S/A deverão pagar para uma auxiliar de finanças. A mulher escorregou e caiu sobre uma prateleira, o que causou um cisto mamário detectado após o acidente. A decisão foi proferida no dia 6 de março e teve como relator o desembargador Francisco Bezerra Cavalcante. Reclamações Em 2011, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) recebeu reclamações contra operadoras de planos de saúde que atuam no Espírito Santo, sendo que a maioria (58,8%) se refere à cobertura dos planos. O Procon Estadual também recebe muitas reclamações relacionadas a contratos e reajustes considerados abusivos. Dano moral Planos e seguros de saúde que recusarem atendimento em casos de emergência e urgência poderão ser obrigados a indenizar por danos morais aqueles que forem prejudicados. Projeto de lei com esse objetivo foi aprovado no dia 29 de fevereiro pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado. De acordo com a Lei 9.656/98, são considerados casos de emergência os que implicarem risco imediato de vida ou de lesões irreparáveis para o paciente, caracterizados em declaração do médico assistente. E os casos de urgência são os resultantes de acidentes pessoais ou de complicações no processo gestacional. A lei já obriga o atendimento nesses casos. O relator da proposta, senador João Durval (PDT-BA), acredita que a medida contribuirá para evitar negativas injustificadas de atendimento pelos planos de saúde. 7

8 NOTÍCIAS DO SINCOR-ES Circular da Susep causa indignação entre corretores Causou indignação ao presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, a edição da Circular Susep 429, de 15 de fevereiro de 2012, pois, segundo ele, o documento tem a pretensão de tornar legal uma prática comum entre as seguradoras, que é estornar a comissão dos corretores de seguros em caso de inadimplência dos segurados. José Romulo afirma que o documento da Susep contraria o artigo 725 do Código Civil. O artigo 19 da circular diz que no caso de cancelamento ou de devolução de prêmio, deve o corretor ou a sociedade corretora restituir a comissão à seguradora, proporcionalmente ao valor devolvido ou não recebido por ela. Ocorre que o artigcódigo Civil Brasileiro, que trata em Estorno de comissão é ilegal Estornar comissão do corretor de seguros por inadimplência do segurado viola o artigo 725 do Código Civil. Segundo esse artigo, a remuneração é devida ao corretor uma vez que tenha conseguido o resultado previsto no contrato de mediação, ou ainda que este não se efetive em virtude de arrependimento das partes. Algumas seguradoras, no entanto, têm pagado a comissão do corretor de seguros com base no prêmio total e depois, se o segurado não paga todas as prestações do prêmio, estorna a comissão relativa às prestações não recebidas. Isso é ilegal, pois uma vez contratado o seguro, ainda que haja posterior rompimento do negócio, a remuneração é devida ao corretor, sem qualquer desconto. De acordo com Marcelo Henrique, da Sociedade de Advogados do Brasil, os corretores não reagem contra os estornos das comissões porque têm medo de serem descredenciados pelas seguradoras. Para o presidente do Sincor-MA, Lúcio Araújo da Cunha, seu capítulo XIII do contrato de corretagem, diz que a remuneração é devida ao corretor uma vez que tenha conseguido o resultado previsto no contrato de mediação, ou ainda que este não se efetive em virtude de arrependimento das partes. Uma questão que se coloca é a impossibilidade de uma circular da Susep se sobrepor ou contrariar o que diz o Código Civil. Essa circular é um equívoco e nos parece refletir o desconhecimento da importância do corretor como mediador do processo, afirma o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva. Além disso, continua José Romulo, a Susep não pode legislar sobre a atividade de corretagem de seguros. Ela é autoridade executora da política traçada pelo CNSP. a Circular 429 da Susep é um equívoco, pois a Susep não está autorizada a legislar por circular nas atividades dos corretores de seguros. Ele destaca que da forma como a circular foi redigida, ela se torna superior à Lei 4594/64 e ao Decreto Lei 73/66. Indenização Uma empresa de seguros terá que pagar R$ por danos morais causados a um cliente. O desembargador Sansão Saldanha, membro da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, manteve a sentença do Juízo da 7ª Vara Cível da comarca de Porto Velho (RO), que condenou a ré, por manter, indevidamente, o nome do consumidor nos cadastros de proteção ao crédito. Fiscalização A Receita Federal vai intensificar a fiscalização de seguradoras, instituições financeiras e entidades filantrópicas neste ano. A subsecretaria de Fiscalização informou que os contribuintes foram selecionados em 2011 com base na nova metodologia da Receita, que identifica suspeita de sonegação. Ao todo são contribuintes na lista de suspeitos, sendo que são grandes empresas. Em relação às seguradoras, a Susep identificou 128 empresas que atuam no ramo, mas são registradas como associações isentas do Imposto de Renda. Faturamento O mercado de seguros faturou mais de R$ 100 bilhões no ano passado. É o que sinalizam os dados mais recentes divulgados pela Susep, segundo os quais, até novembro, o faturamento do setor ficou pouco abaixo de R$ 94 bilhões. Em relação aos onze primeiros meses de 2010, houve um incremento de 17,6%, bem acima, portanto, da variação do PIB brasileiro no período. Esses dados não englobam o seguro saúde, que está sob a alçada da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a capitalização e os planos tradicionais de previdência aberta. 8

9 Presidente da Fenacor fala sobre reportagem da Época Dispensa O presidente da Fenacor, Armando Vergílio dos Santos Junior, emitiu comunicado oficial ao mercado de seguros, em resposta à reportagem publicada pela Revista Época, sob o título Uma taxa sinistra. A reportagem questiona a legalidade da cobrança pelas seguradoras de R$ 100 a título de taxa de emissão de apólice. Armando Vergílio era superintendente da Susep quando foi estabelecido o teto de R$ 100 para essa cobrança, antes estipulado em R$ 60. De acordo com a matéria, a questão está sendo contestada pela Advocacia Geral da União. O presidente da Fenacor esclarece, em seu comunicado, que a taxa de emissão de apólice já é uma prática das seguradoras há 38 anos. A reportagem da revista também destaca o pedido da Fenseg de que parte do custo de emissão de apólice deveria ser repassado ao corretor de seguros intermediário no contrato em questão. Esse pleito foi atendido junto com a decisão que alterou o valor. Sobre isso, Armando Vergílio afirma que o repasse de 20% para os corretores é justo uma vez que esses profissionais também sofreram impactos no custo de seus negócios ao longo dos anos. Armando Vergílio também alega que o custo de emissão de apólice não é ilegal e não tem a intenção de lesar o consumidor, como dá a entender a reportagem. Ainda que a cobrança ocorra de forma irrestrita pelas seguradoras, nada há de errado ou irregular nisso, até porque os normativos editados tanto pelo CNSP quanto pela Susep dão exatamente essa faculdade de cobrar, afirmou. Susep não tem como atender A Susep, com sua estrutura atual, não tem como atender às demandas de cadastramento e atualizações cadastrais de mais de 70 mil corretores de seguros em todo o Brasil. A opinião é do presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, ao comentar a decisão da autarquia de suspender o acordo que havia entre a Fenacor e os sindicatos de corretores para a realização desses serviços. José Romulo diz que a Susep não tem dado conta de fiscalizar a comercialização de seguros em lojas, bancos e outros estabelecimentos comerciais, além de não conseguir atender à demanda de combate ao seguro pirata. O que nós vemos é uma instituição que não tem atendido adequadamente as necessidades do mercado, principalmente, no que diz respeito à fiscalização, afirmou. O presidente do Sincor-ES chama a atenção para os problemas que já estão ocorrendo por conta da suspensão do convênio. Temos recebido reclamações de corretores que não têm conseguido atendimento ou informações na Susep para fazer registro de empresas. Verificamos que não há no site da instituição nenhuma referência ou informação a respeito. As atitudes da Susep têm nos levado a pensar que a instituição tem agido no sentido de desqualificar e dificultar a atuação dos corretores de seguros, NOTÍCIAS DO SINCOR-ES As seguradoras não precisarão mais publicar suas demonstrações financeiras intermediárias (trimestrais) em jornais de grande circulação. A decisão foi da Susep, por meio de circular publicada no mês de março sob a alegação de que haverá economia para as sociedade seguradoras, o que pode permitir diminuição no custo do seguro para o consumidor. As informações contábeis das seguradoras estarão disponíveis no site da Susep de forma permanente. Bonificação Corretores parceiros da Centauro Vida e Previdência que bateram as metas no último semestre, no atendimento do Seguro DPVAT, receberam bonificações da seguradora. O incentivo faz parte da campanha Ganha Mais quem Atende Mais e não depende de sorteio, apenas da produtividade de cada profissional. O corretor que atua no atendimento ao DPVAT recebe assistência técnica da Centauro para prestar atendimento à população. Ele recebe treinamento e ainda conta com remessa Sedex sem custo. Mais de 800 corretores em todo o país já atuam nessa parceria de atendimento ao DPVAT. Investimentos As seguradoras devem estar presentes nos meios eletrônicos para se relacionarem melhor com os consumidores, especialmente os da geração Y e da classe C. A opinião é do superintendente de Regulação da CNseg (Confederação Nacional das Seguradoras), Alexandre Leal. Segundo ele, o mercado segurador precisa estar atento a essa nova demanda, a fim de facilitar os processos de contratação das apólices e fidelizar o cliente. 9

10 TRÂNSITO E DPVAT Sincor-ES firma convênios para ampliar divulgação do Seguro DPVAT O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, formalizou, no dia 8 de março, junto ao Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal (ES) e Sicoob- ES, a proposta de convênio para ampliação de divulgação do Seguro DPVAT no Espírito Santo. De acordo com o convênio, as instituições irão divulgar o seguro e o atendimento gratuito prestado pelo Sincor-ES em suas sedes e outros locais nos quais atuem. A entrega do documento foi feita ao comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, coronel Fronzio Calheira Mota. Já no dia 08 de março, foram entregues ao inspetor-chefe da Policia Rodoviária Federal da 12ª SRPRF-ES, Argeu José Vieira Fritoli Rangel, e ao diretor-executivo do Sicoob-ES, Francisco Silva Reposse Junior. O convênio já havia sido firmado anteriormente com o comando da Polícia Militar do Espírito Santo. José Romulo da Silva acredita que esses convênios representam grandes Totem mostra número de acidentes Vila Velha é uma das sete cidades brasileiras a receber o Projeto Totens, uma ação de divulgação de dados sobre acidentes de trânsito, ligada ao movimento Chega de Acidentes em parceria com várias instituições. Em Vila Velha, o totem um equipamento que mostra em tempo real o número de acidentes no Brasil foi inaugurado no dia 16 de março, próximo ao Shopping Praia da Costa. O objetivo da campanha é sensibilizar a sociedade para a violência no trânsito, para o grande número de mortes e para a emergência da criação e implantação de um Plano Nacional de Segurança Viária no Brasil. O movimento chega ao Espírito Santo por meio de uma parceria entre Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Regional Espírito Santo (SBOT-ES) e o Centro de Experimentação e Segurança Viária (CESVI BRASIL). Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil ocupa o avanços na divulgação do Seguro DPVAT. Com essa ampliação na divulgação, mais pessoas serão informadas sobre o seguro, suas coberturas e, principalmente, as formas de recebimento das indenizações. Isso contribuirá ainda para a diminuição das fraudes e para inibir a ação de atravessadores. As parcerias para divulgação do DPVAT Superintendência de Polícia Rodoviária Federal (PRF/ES) Departamento Estadual de Trânsito (Detran/ES) Corpo de Bombeiros Militar Procon Estadual Universidade Vila Velha (UVV) Sindicato dos Lojistas do Espírito Santo Sistema Cooperativo do Brasil (Sicoob) quinto lugar no mundo em relação ao número de fatalidades no trânsito, atrás apenas da Índia, China, Estados Unidos e Rússia. As montagens dos totens fazem parte de uma das ações do movimento Chega de Acidentes, criado, em Dados recentes do Ministério da Saúde apontam que o Brasil registra, por ano, cerca de 40 mil vítimas fatais em decorrência da violência no trânsito. Na inauguração do totem, estiveram presentes vários representantes das instituições parceiras e de outras que apoiam o projeto, entre elas: o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, o presidente da Sociedade Brasileira de Traumatologia (Regional Espírito Santo), Marcelo Rezende, o representante da Cesvi Brasil, Eduardo Augusto dos Santos, o titular da Delegacia de Delitos de Trânsito, delegado Fabiano Contarato, e o representante do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Major Geovânio Silva Ribeiro. 10

11 TRÂNSITO E DPVAT Reunião discute projeto de educação Pelo segundo ano consecutivo, o Sincor- ES vai apoiar o Festival de Teatro-Educação para o Trânsito (Fetran), projeto desenvolvido pela Polícia Rodoviária Federal. O evento atua de forma a despertar educadores para a importância de educar para o trânsito e ainda no sentido de sensibilizar crianças e adolescentes de 6 a 14 anos para a segurança e o respeito no trânsito. Para tratar do assunto, foi realizada no dia 8 de março uma reunião na sede do sindicato, que reuniu o superintendente geral da PRF-ES, Argeu José Vieira Frittoli Rangel, a chefe do Núcleo de Registro de Acidentes e Medicina Rodoviária da PRF-ES, Richeli Freitas Bárbara, o diretor executivo do Sicoob, Francisco Silvio Reposse Junior, a superintendente executiva do Sicoob, Sandra Helena Rosa Kwak, e a analista de suporte a produção da Porto Seguro Seguradora, Paula Soares. A convite do presidente José Romulo da Silva, a Porto Seguro será uma das empresas apoiadoras do projeto, que irá ocorrer em três etapas, que envolvem a busca de parceiros, a qualificação dos educadores que irão trabalhar com as crianças nas escolas e o desenvolvimento dos produtos textos e peças teatrais. As inscrições serão realizadas de 15 a 30 de julho. De 1º a 11 de agosto será feita a qualificação dos professores. O Fetran será realizado de 10 a 14 de setembro, em local ainda a ser confirmado. O Sincor-ES vai apoiar o evento na oferta de pessoal de apoio e material de divulgação. Apoio a vítimas de acidentes O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, visitou o Detran-ES, no dia 13 de março, para conhecer o Núcleo de Atendimento de Reintegração Psicossocial às Vítimas de Acidentes de Trânsito (Narp Tran), que oferece assistência gratuita. Ele foi recebido pela gerente de Educação e Estatística de Trânsito, Maria Helenice Nicchio Mendes, e pelo assessor Especial da Diretoria do Detran-ES, Dionízio Gomes Teixeira. O relatório de atendimento do Núcleo mostra que, de setembro de 2011 a janeiro deste ano, foram realizados 66 atendimentos, sendo que 33% das pessoas que procuram o atendimento têm entre 56 a 65 anos e são mães de vítimas de aciden- tes. Os motivos do atendimento são variados, mas os principais deles são: revolta e sentimento de injustiça (24%) e recusa em aceitar a situação (24%). José Romulo aproveitou a ocasião para falar sobre o trabalho realizado pelo Sincor- ES às vítimas de acidentes de trânsito e seus familiares, beneficiários do Seguro DPVAT. O presidente destacou a importância de órgãos como o Detran-ES se envolverem no atendimento às vítimas de acidentes e de investirem em campanhas educativas. Taxas do Detran Os novos valores das taxas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) foram alteradas e já estão em vigor. A redução média das taxas girou em torno dos 10,71%, o que representa uma diferença de R$ 25,2 milhões na arrecadação. O transporte escolar foi um dos maiores beneficiados com a redução. O registro do serviço custava pouco mais de R$ 1 mil e passará a custar R$ 542,14. No setor de habilitações, várias taxas sofreram alterações. A renovação da carteira de habilitação passa de R$ 169,42 para R$ 158,12. Prudência Levantamento da Bradesco Auto/ RE comprova que mulher é mais prudente no trânsito. Embora o número de acidentes de trânsito envolvendo ambos os sexos seja similar, o estudo concluiu que o valor médio do sinistro entre as mulheres é até 15% menor que o verificado entre homens. 11

12 12

13 MERCADO Planejamento garante benefícios na aposentadoria Investir em previdência privada pode ser uma forma de planejar a aposentadoria e garantir tranquilidade para essa época. O especialista em programas de aposentadoria, Hilário Bocchi Junior garante que há muitos benefícios e que falta conhecimento multidisciplinar às pessoas. Ele ministrou a palestra Como contribuir para a previdência e planejar melhor a aposentadoria, no dia 13 de março, no Hotel Bristol, em Vitória, dentro da programação de palestras da Funenseg, Sincor-ES e CVG-ES. De acordo com Bocchi, vivemos um momento bastante positivo e o caminho visualizado por ele é criar uma parceria entre o mercado previdenciário e o mercado de seguros. Dessa forma será possível oferecer um serviço de qualidade a todos os clientes, ou seja, fazer um planejamento previdenciário para que o corretor possa oferecer ao seu segurado o melhor produto, afirmou. O especialista apresentou gráficos e tabelas com informações que nem sempre são compreendidas por quem quer planejar a aposentadoria e por corretores de seguros, que pretendem vender planos de previdência. Ele destacou como funcionam no Brasil o sistema previdenciário, público e privado. Compreender como funcionam esses sistemas é fundamental para quem quer planejar, disse. Hilário Bocchi mostrou ainda, a partir de um gráfico com as possibilidades de aposentadoria pelo sistema oficial de previdência, qual a melhor hora para pedir o benefício. Esse conhecimento vai ajudar a identificar as pessoas que precisarão ou não fazer a previdência complementar, assim como proceder para ganhar mais na aposentadoria usando a previdência pública e privada, afirmou. Para ele é importante que todas as pessoas que contribuam para a previdência oficial façam uma avaliação de como será sua aposentadoria e quais serão os rendimentos previstos para o período. Para isso, basta fazer uma simulação, levando em conta o tempo de serviço e a quantidade de contribuições. O especialista diz que é possível fazer um diagnóstico das contribuições da pessoa ao longo da vida A partir daí, tem-se uma projeção de qual será o melhor dia para que ela se aposente e, mais importante, quanto ela deve contribuir hoje para que o valor do benefício seja adequado às suas necessidades futuras. É possível saber, inclusive, quais seriam os valores que ela teria de aposentadoria futura, com as contribuições que está fazendo, explicou. Hilário Bocchi Junior é mestre em Direito Público, advogado Previdenciário, especialista em programas de aposentadoria, professor do curso de pós-graduação em Previdência da OAB, consultor previdenciário, autor de obras jurídicas, palestrante e conferencista. Ele disponibiliza um serviço gratuito pela internet onde é possível fazer uma simulação de aposentadoria. Basta acessar As palestras do CVG-ES são realizadas mensalmente em parceria com o Sincor-ES, sempre das 12h às 14, e contam com temas atuais e relacionados, prioritariamente, ao segmento de benefícios. As inscrições são feitas no Sincor-ES e o único custo para os participantes é do almoço oferecido no local do evento. Nesse encontro, participaram 42 profissionais, entre corretores, diretores do Sincor-ES e do CVG-ES e securitários. Contribuição Contribuintes devem ficar atentos na hora de informar seus investimentos em planos de previdência privada, pois o tratamento dado pela Receita Federal é diferente para o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e para o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL). Somente podem ser deduzidas na base de cálculo do imposto as contribuições feitas ao PGBL, sendo possível abater até 12% do rendimento tributável. É preciso fazer a declaração completa e o valor total das contribuições deve aparecer no item pagamentos e doações efetuados. Limitação Os planos de saúde não podem limitar o valor a ser gasto com despesas médicas ou tempo de internação. O entendimento é do STF que julgou abusiva a cláusula presente nos contratos que prevê estas limitações. O relator, ministro Raul Araújo, destacou que nos planos de saúde o bem segurado é a saúde humana, sendo, portanto, inviável a fixação de um valor monetário como ocorre com bens materiais. A ação judicial que deu início à discussão foi ajuizada pela família de uma mulher que morreu vítima de câncer. A mulher ficou internada por dois meses em UTI e o plano de saúde se negou a pagar o tratamento a partir do 15º dia, pois o custo do atendimento havia ultrapassado os R$ 6,5 mil previstos no contrato. Preferência Segundo a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), a modalidade de seguro automóvel apresenta projeção de crescimento médio anual de 10% até Mesmo que estudos indiquem o crescimento de outras modalidades, como os seguros de vida e o residencial, na prática, o aumento de carros nas ruas acaba influenciando o crescimento dos seguros de veículos. 13

14 MERCADO Palestras de qualificação chegam ao interior do ES Gestão Financeira para Corretoras de Seguros foi o tema da palestra proferida para profissionais do Norte e Noroestre do Espírito Santo, no dia 19 de março. O encontro ocorreu no Cerimonial Drink, em Colatina, e reuniu 62 convidados, entre corretores, representantes de seguradoras e funcionários de empresas corretoras de seguros. O palestrante Cleber Souza falou para os profissionais sobre a importância de planejar e manter as finanças sob controle. No caso de pequenas empresas, é muito comum não haver planejamento, o que pode ocasionar diversos problemas. Após a palestra, a HDI Seguros, que MetLife anuncia resultados A MetLife encerrou o ano de 2011, na sua operação brasileira, com lucro de R$ 37 milhões, o que representa um aumento de 9% em relação ao ano anterior. Com forte crescimento de 9,4% nos prêmios emitidos em comparação com o ano anterior, a companhia atingiu um valor de R$ 694 milhões. A empresa acumulou um Patrimônio Líquido de R$ 406,9 milhões, 7% maior que o ano anterior, representando um montante de R$ 130 milhões acima do valor requerido pelas regras atuais de solvência. A solidez das reservas deixa a MetLife em posição favorável para investimentos futuros, diz Mario Traverso, presidente da MetLife Brasil. possui filial em Colatina, ofereceu almoço aos participantes. A palestra faz parte da programação do CVG-ES em parceria com o Sincor-ES, de levar eventos de qualificação e atualização para os profissinais que atuam no interior do Estado. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, acredita que esse é um trabalho importante, pois, nem sempre o profisisonal do interior pode se deslocar até Vitória, onde ocorrem eventos durante todo o ano. Treze profissionais, representantes do CVG-ES e do Sincor-ES, seguiram de Vitória para participar da palestra em Colatina. O próximo evento no interior será em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. Com investimentos na qualidade de subscrição de riscos, a MetLife novamente conseguiu reduzir seus índices de sinistralidade de 46,4% em 2010 para 42,7%. Um dos nossos diferenciais é termos profissionais altamente capacitados em analisar riscos e realizar a precificação, completa Traverso. Os fundos de VGBL e PGBL acumularam, no conjunto, o montante de R$ 1,54 bilhão, crescimento de 21% em relação a 2010, reflexo da maior atratividade dos fundos que oferecem taxas diferenciadas e benchmarks mais adequados ao perfil dos clientes que procuram planos de previdência, com vistas o longo prazo. Crescimento Prestes a completar seu centenário, o GBOEX está comemorando os resultados alcançados na região Sudeste, em Os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais foram responsáveis por 32% da arrecadação no ano. O crescimento nessas Unidades de Negócios faz parte do seu planejamento estratégico e para 2012 e a projeção é de um acréscimo na ordem de 10% a 15% na receita de planos. A empresa teve uma arrecadação de R$ 176 milhões em Capitalização A Bradesco Capitalização faturou mais de R$ 3 bilhões em 2011, registrando crescimento de 22,7% em relação ao ano anterior. A companhia encerrou 2011 com carteira de 20,2 milhões de títulos ativos e 3,1 milhões de clientes. Tal resultado se deve ao desenvolvimento de um mix de produtos que variam de acordo com sua forma de pagamento (único ou mensal), prazo de contribuição, periodicidade e valor das premiações. Sinistralidade A Azul Seguros atingiu R$ 270 milhões em prêmios em 2011, queda de 5% ante o quarto trimestre de 2010, com aumento de 8,3 pontos percentuais da sinistralidade. A justificativa está na pressão do ambiente competitivo e ajustes na precificação. Já a carteira de automóveis do Itaú Seguros Auto e Residência totalizou R$ 424 milhões em prêmios, 9,2% maior do que os R$ 388 milhões do quarto trimestre de A sinistralidade obteve melhoria de 5 pontos percentuais de outubro a dezembro de Segundo o balanço, o fato é decorrente de ajustes nos critérios de seleção de risco realizados ao longo de

15 MERCADO Nobre Seguros inaugura filial na cidade de Vitória Foi inaugurada no dia 1º de março a filial da Nobre Seguradora no Espírito Santo, com um café da manhã oferecido a corretores de seguros e parceiros de negócios. A nova sede da seguradora funciona na avenida Nossa Senhora da Penha, sala 387, na Praia do Canto. Os diretores do CVG-ES, Luis Amauri Gontijo e Renato Bittencourt, representaram o Sincor-ES. Também estiveram presentes os representantes das seguintes empresas corretoras de seguros: Agos, Citatium, Transeguro, Prodoctor, Spay, Camburi, Ilha Vix, Kirtland e Ei. Nesse dia, não houve apresentação de produtos ou palestra técnica, segundo informou o gerente da sucursal Vitória da Nobre, Albano Martins. Além dele, estiveram presentes o vice-presidente da seguradora, Cláudio Amaral Caldas, e o diretor Comercial, Altamir Dias. Nossas expectativas são de crescimento no mercado segurador do Espírito Santo, destacou Albano. Bittar terá mais um mandato O presidente da Escola Nacional de Seguros, Robert Bittar, foi reconduzido ao cargo após ser eleito para mais três anos de mandato. Junto com ele, Mauro César Batista foi reconduzido ao cargo de vicepresidente da instituição e Renato Campos Martins Filho foi confirmado como diretor executivo. A posse ocorreu no dia posse no dia 2 de fevereiro, durante a 12ª Reunião Extraordinária do Conselho de Administração da instituição, na cidade do Rio de Janeiro. Este é o quarto mandato de Bittar, que está à frente da Escola desde Pretendemos continuar desenvolvendo ações para a profissionalização do nosso setor e, dessa forma, contribuir para a sua expansão, disse. Junto com Bittar desde 2005, Renato Campos acredita que as reeleições atestam a confiança no trabalho que vem sendo realizado ao longo dos últimos sete anos. É gratificante e, ao mesmo tempo, estimulante, saber que o mercado reconhece o esforço que estamos fazendo para colocar a Escola em patamares cada vez mais elevados, declarou. Nesse dia, também foram empossados os membros do Conselho de Administração da Escola Nacional de Seguros, para o triênio Entre os conselheiros, está o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros, Armando Vergilio dos Santos Júnior. Convênios O GBOEX possibilita aos seus associados descontos em mensalidades e isenções de matrícula para o ingresso em cursos de pós-graduação e também graduação em mais de 15 faculdades em todo o Brasil. Os percentuais de desconto variam de 5% a 50%. Mais informações sobre a Rede de Convênios podem ser obtidas nas Unidades de Negócios nas principais cidades do país. Homenagem Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, a Escola promove a palestra Protagonismo Feminino, em 13 cidades. Nos encontros, a diretora de Ensino Técnico da instituição, Maria Helena Monteiro, debate as múltiplas oportunidades e escolhas que as mulheres têm para o sucesso e felicidade profissional e pessoal. Maria Helena divide nos encontros sua experiência de mais de 40 anos em cargos executivos no Brasil e no exterior, com foco principalmente na área de Recursos Humanos. Hall da Fama Manuel Póvoas ( ), fundador e ex diretor-presidente da Bradesco Vida e Previdência, será o primeiro brasileiro homenageado pelo Hall da Fama do Seguro. Concedido pela International Insurance Society (IIS), organização global que conta com 107 entidades associadas e afiliadas de 92 países, a premiação é destinada a lideranças visionárias e inovadoras. A homenagem póstuma será no dia 18 de junho, no jantar de gala do 48º Seminário Anual da IIS, no Rio de Janeiro. A representante brasileira, filiada à IIS desde 2007 e parceira na organização do seminário no Rio, é a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg). 15

16 MERCADO Seguros Unimed faz palestra sobre produtos O executivo da Seguros Unimed, Luiz Antônio Pereira Araújo, apresentou para um grupo de 30 corretores o portifólio completo de produtos da seguradora e ainda os novos produtos que estão disponíveis para comercialização no mercado. A palestra foi realizada no dia 2 de março, após um café da manhã, no Auditório Pedro de Paula Pinto, na sede do Sincor-ES. O encontro foi voltado para os profissionais que já atuam com a seguradora e para aqueles que desejam conhecer os produto e iniciar a comercialização. Segundo o executivo da unidade Vitória, Jair Rogerio Carneiro de Carvalho, a maioria dos presentes 22 corretores já são parceiros da seguradora. O destaque da apresentação foi para os novos produtos da Seguros Unimed, entre eles o Vida Premiável, que atende um público com até 80 anos e possui forma simplificada de cotação, de acordo com tabela disponibilizada para os corretores. O outro produto novo é SegurViaje, destinado a quem vai para o exterior a lazer, negócios ou estudos. Além disso, mereceu destaque o Perda de Renda (Serit), que já é bastante comercializado e que se destina a profissionais liberais, de várias categorias, inclusive o próprio corretor de seguros. Tokio leva corretores ao México A Tokio Marine Seguradora promoveu, entre os dias 6 e 11 de março, o XI Encontro de Corretores Diamante, em Los Cabos, no México. Os Corretores e Assessorias convidados ficaram quatro dias hospedados no Grand Hotel Fiesta Americana, em um dos destinos mais paradisíacos do mundo, e puderam desfrutar de exuberantes paisagens e atividades recreativas. Toda a programação fez referência à cultura mexicana e celebrou a importância do relacionamento da Tokio Marine com seus parceiros de negócios. Com o tema Arriba Amigos!, a Seguradora convidou seus parceiros de negócios a se divertirem, aproveitarem as atrações e comemorarem as conquistas obtidas em O diretor executivo Comercial da Tokio Marine, Valmir Rodrigues, disse que o encontro foi preparado de forma a demonstrar o quanto o trabalho do corretor e das assessorias e valorizado. Além da própria infraestrutura do hotel, a cidade é repleta de belezas naturais e possui fantásticas opções de lazer, afirmou. A programação da primeira noite do encontro incluiu um coquetel de boasvindas e jantar. No segundo dia as atrações foram passeio de barco com almoço e oportunidade para avistar baleias, praticar mergulhos, contemplar as paisagem e ouvir boa música. À noite a diversão foi garantida na festa Arriba Frida, com referências à pintora Frida Khalo. A Tokio Marine Seguradora S.A. é subsidiária da Tokio Marine Holdings, o maior e mais antigo conglomerado securitário japonês. Fundada em 1879, possui operações em 39 países e tem sua matriz mundial localizada em Tóquio, no Japão. No Brasil desde 1959, a Tokio Marine oferece diversas modalidades de seguros. Além de sua sede em São Paulo, a seguradora conta com 52 Sucursais em todo o país. Aquisição A Brasil Insurance Participações e Administrações firmou contrato para aquisição do controle da ZPS/MW Corretora de Seguros (ZPS) no valor de R$ 16,1 milhões. A operação está alinhada à estratégia de crescimento da instituição através da compra de participações em empresas de intermediação de seguros e resseguros. A ZPS, com sede em São Paulo, é uma corretora de seguros que atua nos segmentos de saúde dental, auto e vida em grupo. Em 2011, a corretora comercializou R$ 55 milhões em prêmios de seguros. Automóveis O ramo de Seguro Automóvel, o mais conhecido da população, acumulou uma receita de prêmios da ordem de R$ 19,2 bilhões de janeiro a novembro de 2011, com crescimento de 6.6% em comparação ao mesmo período de De acordo com a Susep, as despesas comerciais das seguradoras cresceram bem mais do que a receita de prêmios no período comparado. Até novembro, esses gastos somaram pouco mais de R$ 3,9 bilhões, com incremento de 15,9% em relação ao mesmo período, em A Susep apurou ainda que a taxa média de sinistralidade subiu de 64% para 66% entre os dois períodos comparados. Espansão A Marítima Seguros inaugurou no dia 7 de março sua nova filial em Recife, como parte do projeto de expansão geográfica da companhia e incremento da rede de atendimento em novos mercados. A decisão sobre a nova unidade foi tomada por conta da atual situação econômica do Estado que vem registrando, desde 2002, as melhores taxas de crescimento do Brasil, Segundo pesquisas realizadas pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem). 16

17 Melhor performance no Seguro de Fiança Locatícia Pelo segundo ano consecutivo, o troféu de Melhor Performance na Carteira de Seguro Fiança Locatícia foi conquistado pela Porto Seguro. A categoria passou a fazer parte do Prêmio Cobertura há dois anos. Em 2010, a companhia obteve uma receita de R$ 180 milhões e foi considerada a principal empresa deste segmento. Segundo dados da Susep, de janeiro a SulAmérica tem lucro de R$ 448 milhões em 2011 A Sul América registrou em 2011 lucro líquido recorrente de R$ 448,1 milhões, com crescimento de 5% em relação ao lucro recorrente de R$ 426,6 milhões registrado no ano anterior. Este ano, a receita em prêmios de seguros evoluiu 14,7% chegando a R$ 9,4 bilhões. Crescemos em todas as linhas de negócios, comemora o presidente da companhia, Thomaz Cabral de Menezes. O segmento de seguro saúde e odontológico, que representa 66,2% dos prêmios totais da SulAmérica e engloba cerca de 2,4 milhões de beneficiários, registrou em 2011 prêmios de R$ 6,3 bilhões, o que representa crescimento de 18,8% frente ao ano julho de 2011 o segmento de fiança locatícia arrecadou um volume de prêmios da ordem de R$ 133 milhões, sendo a Porto Seguro a detentora de R$ 125,6 milhões. Durante o ano de 2010, o volume de prêmios do mercado foi de R$ 190,9 milhões e a companhia foi responsável por R$ 179,4 milhões. Fonte: Revista Cobertura, em 08/03/2012 anterior. No mesmo período, o desempenho da carteira de automóveis foi 7,3% superior ao de 2010, totalizando R$ 2,2 bilhões em prêmios e frota segurada de 1,5 milhão de veículos. A SulAmérica registrou evolução de 7,2% na receita do segmento de ramos elementares; com forte crescimento nas carteiras de transportes, massificados e responsabilidade civil; e fechou o ano com alta de 7,8% nos prêmios de seguros de pessoas. Além disso, o resultado das operações de gestão de ativos registrou ganho de R$ 26,4 milhões em 2011, com crescimento de 26,3% em relação ao ano de No ano, a sinistralidade da companhia foi de 74,5% e o índice combinado chegou a 99,6%. O resultado financeiro foi de R$ 658,1 milhões, 29% superior ao do ano anterior. A rentabilidade da carteira não vinculada às operações de previdência e VGBL foi de 110,4% do CDI. A SulAmérica encerrou 2011 com patrimônio líquido de R$ 3,1 bilhões e ativos totais da ordem de R$ 13,4 bilhões. MERCADO Crescimento A Bradesco Saúde apresentou, em conjunto com a sua controlada Mediservice, faturamento de R$ 8,3 bilhões em 2011, crescimento de 20,9% em relação ao ano anterior. O destaque foi para o segmento de seguro-saúde SPG (Seguro para Pequenos Grupos), que cresceu 30,8% no período. As duas companhias, juntas, encerraram o ano com carteira de 3,5 milhões de segurados e R$ 4,0 bilhões em provisões técnicas. Agradecimento O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, recebeu do presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Regional Espírito Santo (SBOT-ES), Marcelo Rezende, correspondência de agradecimento. Na carta, Marcelo Rezende agradece a participação e o apoio da Seguradora Líder na campanha Chega de Acidentes, que inaugurou, em Vila Velha, no dia 16 de março, um totem que estima o número de vítimas de acidentes no trânsito em todo o país. Na ocasião da inauguração do totem, José Romulo da Silva, representava a Seguradora Líder. Hospitais Oitenta por cento dos leitos hospitalares da rede estadual são ocupados por vítimas de acidentes de trânsito, sendo que 55% dos pacientes sofreram acidentes de moto. Esses pacientes ficam internados em média 30 dias e precisam de tratamento de reabilitação quando deixam o hospital. Embriagadas Dados do BPTran apontam que em janeiro deste ano, 88 mulheres foram flagradas dirigindo embriagadas na Grande Vitória, contra seis em igual período de Foram flagrados 400 motoristas e os homens continuam sendo os maiores infratores. 17

18 SOCIAL Mudanças comerciais A filial Vitória da MetLife Seguradora ampliou sua estrutura comercial e Flávia Pereira assumiu as regiões Norte, Noroeste e Sul do Espírito Santo. O objetivo da seguradora é prestar atendimento personalizado aos corretores daquelas regiões. Josmara Campos, que é gerente da seguradora, passará a atender apenas a região da Grande Vitória. A mudança pretende alavancar a produção dos ramos Vida e Dental. As representanes da seguradora visitaram o S i n c o r - E S, no dia 19 de março. Parceria e bom desempenho O diretor Administrativo e Financeiro da Banestes Seguros, Romulo de Souza Costa, visitou o Sincor-ES, no início do mês de março. Ele conversou com o presidente José Romulo da Silva sobre o mercado de seguros no Espírito Santo, sobre a parceria entre as duas instituições e sobre o bom desempenho da seguradora. Na ocasião, ele fez doações para a Campanha Solidária. Visita da HDI Seguros Por Boris Narjack O diretor regional da HDI Seguros, Antonio Carlos Melo Costa, visitou ou presidente do Sincor-ES, no dia 14 de março. Ele estava acompanhado do gerente regional da seguradora no Espírito Santo, Paul Douglas Canarin. Durante a conversa, eles falaram sobre o mercado e sobre a parceria com os corretores para ações de trânsito. Presente para biblioteca Hilário Bocchi Junior, autor do livro Quero me aposentar, entregou um exemplar da obra ao presidente do Sincor-ES. Bocchi Junior é consultor em programas de previdência e fez palestra sobre o assunto em Vitória. O livro será destinado à Biblioteca do Sincor-ES. Foi no dia 1º de março a aula inaugural do curso de Formação de Corretores de Seguros, realizado em Vitória por meio de uma parceria entre o Sincor-ES e a Escola Nacional de Seguros. O curso, formado por módulos, será realizado na sede da Faculdade Saberes, na Praia do Suá, de segunda a sexta-feira, das 18h30 às 22h. 18

19 RESOLUÇÃO CNSP 243/2011 Conhecer para prevenir Em 06 de março de 2012 entrou em vigor a Resolução CNSP 243/2011, dispondo sobre sanções administrativas no âmbito das atividades de seguro, cosseguro, resseguro, retrocessão, capitalização, previdência complementar aberta, de corretagem e auditoria independente; disciplina o inquérito e o processo administrativo sancionador no âmbito da Superintendência de Seguros Privados - SUSEP e das entidades autorreguladoras do mercado de corretagem. Anteriormente, a Resolução que disciplinava as sanções aplicadas ao corretor de seguros era a Resolução CNSP nº 060/2001, que com relação a penalidade de multas, previa valores de R$ 3.000,00 (três mil reais) a R$ ,00 (treze mil reais). Com inicio de vigência da nova Resolução os corretores de seguros, pessoa natural ou jurídica, devem ficar atentos as novas regras contidas na Resolução, pois, é passível de multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ (um milhão de reais). Além da multa, o corretor poderá ser penalizado com as sanções de advertência; suspensão do exercício de atividade ou profissão pelo período de 30 dias e no máximo de 180 dias; cancelamento de registro; inabilitação pelo período mínimo de 02 e no máximo 10 anos, podendo quando couber, ser aplicadas cumulativamente. A Resolução categoriza as infrações levando em conta a natureza, separandoas da seguinte forma; Operação sem autorização; Infração contábeis; Infração societárias; Infração pertinentes aos produtos e comercialização; Infrações aos mecanismos de supervisão; Infrações que afetam a solvência; Infrações pertinentes às intermediações; Infrações aos prestadores de serviços de auditoria independente e de avaliações atuarias; Demais infrações ARTIGO Por: Elias Moscon Podemos destacar, dentre outras, as seguintes infrações praticadas pelo corretor de seguros: realizar atividade de corretagem sem a devida autorização; não escriturar as operações nos livros e registros próprios; não manter atualizadas suas informações cadastrais junto a SUSEP; omitir ou sonegar informações à SUSEP ou encaminhar de forma incorreta ou incompleta. Com relação a intermediação, a Resolução enumera nos artigos 50º ao 58º uma série de ilícitos atribuídos aos corretores e corretoras de seguros, com previsão de multas no valor mínimo de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) podendo ao máximo chegar ao valor de R$ ,00 (quinhentos mil reais), sendo que em caso de reincidência, a multa será agravada até o dobro. Quanto as infrações que podem ser cometidas na intermediação, podemos destacar as seguintes: u Transferir a responsabilidade por seguro ou substituir a sociedade seguradora responsável, na vigência da apólice, sem a prévia anuência do segurado, quando exigida pela legislação. u Não comunicar à sociedade seguradora ou resseguradora, tão logo tome conhecimento, a ocorrência de qualquer sinistro ou expectativa de sinistro relativo ao grupo segurado, nos casos em que for de sua responsabilidade fazê-lo. u Não fornecer ao segurado, sempre que solicitado, quaisquer informações relativas ao contrato de seguro. u Não informar o segurado sobre os prazos e procedimentos relativos à liquidação de sinistros. u Não repassar ao segurado todas as comunicações ou avisos relativos à apólice, nos casos em que for diretamente responsável por sua administração. u Falsear ou omitir informação à sociedade seguradora ou resseguradora necessária à análise e aceitação do risco ou na liquidação do sinistro. u Não repassar imediatamente à sociedade seguradora, resseguradora, de previdência complementar aberta ou de capitalização, na forma da legislação, o valor recebido em razão de atividade de intermediação. u Cobrar do segurado qualquer outro valor relativo ao seguro, além daqueles especificados pela sociedade seguradora. u Exercer a atividade de corretagem tendo vínculo profissional, em desacordo com a legislação, com sociedade seguradora, resseguradora, de capitalização ou de previdência complementar aberta. u Intermediar resseguro com ressegurador estrangeiro que não atenda, quando exigível pela legislação, aos requisitos para atuar no País. O corretor de seguros deve ficar atento quanto ao cumprimento de suas obrigações junto ao segurado, a seguradora e a SUSEP, pois o simples fato de não comunicar o sinistro a seguradora ou não fornecer ao segurado, sempre que solicitado informações relativas ao contrato, poderá ser penalizado com multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ ,00 (cem mil reais) no primeiro caso e no segundo, a multa poderá chegar a R$ ,00 (duzentos mil reais). É importante esclarecer que estas sanções serão aplicadas de acordo com a gravidade da infração e seus efeitos, considerando ainda a capacidade econômica do infrator, os seus antecedentes e o ganho obtido com o ato ilícito. A Resolução é nova e está gerando debates em torno de seus dispositivos, mas não tenho dúvida que são regras importantes para o mercado de seguros, cabendo ao corretor conhecer a legislação e implantar mecanismos eficientes para prevenir falhas passíveis de punição. *Acesse ao site e baixe a Resolução na integra. Artigo elaborado por Elias Moscon, Assessor Jurídico SINCOR-ES, Professor da Escola Nacional de Seguros (Unidade-Vitória/ES) e advogado especialista em direito do seguro sócio do escritório Moscon Advogados, site: 19

20 20

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

Seguros, Previdência e Capitalização

Seguros, Previdência e Capitalização Seguros, Previdência e Capitalização Análise das contas Patrimoniais e do Resultado Ajustado do Grupo Bradesco de Seguros, Previdência e Capitalização: Balanço Patrimonial Mar10 Dez09 Mar09 Ativo Circulante

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EXERCÍCIO DE 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EXERCÍCIO DE 2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EXERCÍCIO DE 2014 CORRETORES DE SEGUROS DO RIO GRANDE DO SUL PESSOA FÍSICA E JURÍDICA 4000 3792 3500 3000 2728 TOTAL TOTAL RGS - SINCOR-RS 2500 2000 1500 1000 500

Leia mais

SEGUROS, RESSEGUROS E PREVIDÊNCIA. Resoluções CNSP de fevereiro de 2013. 1. Resolução CNSP nº. 276, de 30 de janeiro de 2013

SEGUROS, RESSEGUROS E PREVIDÊNCIA. Resoluções CNSP de fevereiro de 2013. 1. Resolução CNSP nº. 276, de 30 de janeiro de 2013 SEGUROS, RESSEGUROS E PREVIDÊNCIA 08/03/2013 Resoluções CNSP de fevereiro de 2013 1. Resolução CNSP nº. 276, de 30 de janeiro de 2013 A Resolução CNSP nº. 276, publicada em 18 de fevereiro de 2013 no Diário

Leia mais

Horário Atividades Descrição Informações Importantes Visitação dos participantes ao Complexo Portuário de SUAPE e Abertura Oficial do CONSEG

Horário Atividades Descrição Informações Importantes Visitação dos participantes ao Complexo Portuário de SUAPE e Abertura Oficial do CONSEG C o n g r e s s o d e S e g u r o s Horário Atividades Descrição Informações Importantes 13h às 22h Visitação dos participantes ao Complexo Portuário de SUAPE e Abertura Oficial do CONSEG Ônibus sairá

Leia mais

Criação da Associação

Criação da Associação Primeira Edição 02/08/2013 ASPREVIC ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA PREVIC BOLETIM INFORMATIVO Nesta edição: Associe-se 2 Prestação de Contas 2 CNPJ 3 Desconto em Folha 3 Festa de final de ano 3 Site em Construção

Leia mais

GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA

GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL MUITO BOA Exercício 2008 RELATÓRIO FINANCEIRO & CLASSIFICAÇÃO DE RISCO Exercício 2008 GRUPO MARÍTIMA SEGUROS CLASSIFICAÇÃO: COR AZUL Relatório 1. Institucional

Leia mais

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a Entre nós www.marinhodespachantes.com Novas oportunidades! de todos nossos clientes, parceiros, amigos e colaboradores em 2012 e renovar nosso contrato de amizade para 2013 Elza Aguiar Presidente Todo

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 4T11

Reunião Pública dos Analistas 4T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 4T11 Porto Seguro Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Porto Seguro Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados

Leia mais

www.sincor-es.com.br

www.sincor-es.com.br 1 2 OPINIÃO Quem é quem paga o DPVAT Quem paga os sindicatos de corretores de seguros pela prestação de serviços às vitimas e beneficiários do Seguro DPVAT? A Seguradora Líder, a Fenacor ou a Susep? Para

Leia mais

www.sincor-es.com.br

www.sincor-es.com.br 1 2 OPINIÃO 2013: um ano de novos desafios, trabalho e vitórias O ano de 2013 será um ano promissor para o mercado de seguros. Essa é a nossa expectativa e também o espírito com que atuaremos na defesa

Leia mais

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome.

Apresentação. Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. Apresentação Queremos lhe dar as boas-vindas à San Martin Corretora de Seguros um negócio seguro até no nome. História A empresa foi fundada no ano de 1995 na cidade paulista de São José do Rio Preto e

Leia mais

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA VENDA DE SEGUROS EM ORGANIZAÇÕES VAREJISTAS

MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA VENDA DE SEGUROS EM ORGANIZAÇÕES VAREJISTAS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA VENDA DE SEGUROS EM ORGANIZAÇÕES VAREJISTAS 18/03/2014 Manual de Boas Práticas para Venda de Seguro em Organizações Varejistas 1. Introdução A estabilização da economia nacional,

Leia mais

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00.

SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS SUSEP. PENALIDADE ORIGINAL: Multa no valor de R$ 9.000,00. Recurso nº 1847 Processo SUSEP nº 15414.002869/2002-74 SUL AMÉRICA SEGUROS DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A. EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. Representação. Não atender à Carta SUSEP/DECON/GERES/DISEC/ nº 352/02.

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

www.sincor-es.com.br

www.sincor-es.com.br ] 1 2 [ OPINIÃO Relembrar é preciso! Lembrar de tudo o que ocorreu no ano de 2010 não é tarefa fácil, uma vez que nos empreendemos em várias atividades e foram muitos os fatos a marcarem o ano que terminou.

Leia mais

PRÊMIO BANDEIRANTE 2015. XVI Edição. Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é?

PRÊMIO BANDEIRANTE 2015. XVI Edição. Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é? PRÊMIO BANDEIRANTE 2015 XVI Edição Onde o seu voto faz toda a diferença. O que é? Idealizado pelo Sindicato dos Corretores e das Empresas Corretoras de Seguros, de Capitalização e de Previdência Privada

Leia mais

A Corretagem como Negócio

A Corretagem como Negócio A Corretagem como Negócio Robert Bittar, Presidente, FENACOR www.fenacor.com.br XVI Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros Florianópolis, Santa Catarina - Outubro/2009 Mudando o Conceito Corretor

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

Manual de Boas Práticas para Venda de Seguro em Organizações Varejistas

Manual de Boas Práticas para Venda de Seguro em Organizações Varejistas Manual de Boas Práticas para Venda de Seguro em Organizações Varejistas 1. Introdução A estabilização da economia nacional, a facilidade de acesso ao crédito e as ações do governo para incentivar o consumo

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Resultados do 2T08 PSSA3

Resultados do 2T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Perspectivas Perspectivas para o para segundo 2008 semestre de 2008 A Aumento criação de de empregos 31,6% no formais número até de empregos junho foi o formais maior desde em relação

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 327, de 29 de maio de 2006.

CIRCULAR SUSEP N o 327, de 29 de maio de 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA Superintendência de Seguros Privados CIRCULAR SUSEP N o 327, de 29 de maio de 2006. Dispõe sobre os controles internos específicos para o tratamento de situações relacionadas à prática

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

A palavra é eficiência

A palavra é eficiência A palavra é eficiência A redução de juros está no radar da indústria global de seguros. Compensar negócios mal precificados com ganhos financeiros já não é mais possível em um cenário de taxas em queda.

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SALTO VELOSO IPRESVEL RELATÓRIO DE GESTÃO EXERCÍCIO 2014.

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SALTO VELOSO IPRESVEL RELATÓRIO DE GESTÃO EXERCÍCIO 2014. INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SALTO VELOSO IPRESVEL RELATÓRIO DE GESTÃO EXERCÍCIO 2014 Salto Veloso, SC O IPRESVEL O Instituto de Previdência Social dos Servidores

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 4.976, DE 2013 III - PARECER DA COMISSÃO

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 4.976, DE 2013 III - PARECER DA COMISSÃO Página 1 de 7 CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 4.976, DE 2013 III - PARECER DA COMISSÃO A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço

Leia mais

CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO

CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO Grupo Ramo 0982 Início de vigência às 24 h do dia Nº da Apólice CERTIFICADO INDIVIDUAL DE SEGURO MAPFRE ACIDENTES PESSOAIS PREMIADO Nº do Certificado Individual Fim de vigência às 24 h do dia Data da Emissão

Leia mais

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 I) Critérios www.ratingdeseguros.com.br 1) Os dados usados serão os números de 2007 e do 1º Semestre de 2008. 2) Os prêmios serão dados nas

Leia mais

REGIMENTO INTERNO ACECOVALE. Capítulo I Da Sede. Capítulo II Dos Objetivos

REGIMENTO INTERNO ACECOVALE. Capítulo I Da Sede. Capítulo II Dos Objetivos REGIMENTO INTERNO ACECOVALE Associação e Centro Cultural Morada do Vale Rua Aurélio Porto, 92 - Morada do Vale 1 Gravataí/RS - CEP: 94.110-120 CNPJ: 88.145.677/0001-69. REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO

Leia mais

MICROSSEGUROS E INCLUSÃO SOCIAL

MICROSSEGUROS E INCLUSÃO SOCIAL MICROSSEGUROS E INCLUSÃO SOCIAL Incentivo da autarquia é decisivo para a expansão do mercado segurador no Brasil / pág 5 BALANÇO DO MERCADO SEGURADOR 2013 foi marcado por forte crescimento / pág 6 // ENTREVISTA

Leia mais

Entrevista CADERNOS DE SEGURO

Entrevista CADERNOS DE SEGURO Entrevista 6 Marco Antonio Rossi Presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) POR Vera de Souza e Lauro Faria

Leia mais

Regulamento. 1. Objetivo. 2. Período da campanha

Regulamento. 1. Objetivo. 2. Período da campanha UMA IDA AO DENTISTA PODE SER IMPREVISÍVEL, MAS O ATENDIMENTO QUE SEUS FUNCIONÁRIOS IRÃO RECEBER NÃO. A VIDA É IMPREVISÍVEL. E ISSO É MUITO BOM. Regulamento Grupos de 3 a 99 vidas PME e PME Mais 1. Objetivo

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

Informativo www.unicred.com.br

Informativo www.unicred.com.br Informativo www.unicred.com.br ano 5 nº 40 2011 Editorial Unicred do Brasil Definido o tema da IX Convenção Nacional Unicred A Comissão Organizadora da Convenção Nacional Unicred, que se realizará na cidade

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2015 (do Sr. Lucas Vergílio)

PROJETO DE LEI N o, DE 2015 (do Sr. Lucas Vergílio) PROJETO DE LEI N o, DE 2015 (do Sr. Lucas Vergílio) Altera e revoga dispositivos da Lei nº 4.594, de 29 de dezembro de 1964, que Regula a profissão do corretor de seguros. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios

Universidade. Estácio de Sá. Gestão e Negócios Universidade Estácio de Sá Gestão e Negócios A Estácio Hoje reconhecida como a maior instituição particular de ensino superior do país, a Universidade Estácio de Sá iniciou suas atividades em 1970, como

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático 1. Estrutura dos Sistemas de Seguros Gerais, Previdência Complementar Aberta, Capitalização e Saúde Suplementar 1.1 Estrutura do Sistema de Seguros Gerais, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 1T12

Reunião Pública dos Analistas 1T12 Reunião Pública dos Analistas Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados em 2011 Principais Realizações e

Leia mais

Trabalhador por conta própria ganha força, mas informalidade aumenta

Trabalhador por conta própria ganha força, mas informalidade aumenta Boletim 869/2015 Ano VII 09/11/2015 Trabalhador por conta própria ganha força, mas informalidade aumenta Mais de 22 milhões de brasileiros têm empreendimentos sem empregados remunerados. Quase um milhão

Leia mais

Disciplina a corretagem de seguros, resseguros, previdência complementar aberta e capitalização e estabelece aplicáveis às operações de seguro,

Disciplina a corretagem de seguros, resseguros, previdência complementar aberta e capitalização e estabelece aplicáveis às operações de seguro, MINUTA DE RESOLUÇÃO CNSP Disciplina a corretagem de seguros, resseguros, previdência complementar aberta e capitalização e estabelece aplicáveis às operações de seguro, resseguro, previdência complementar

Leia mais

Aqui você encontra dicas importantes para ajudá-lo na compreensão de todas as mudanças do Novo Kit de Cálculo Online.

Aqui você encontra dicas importantes para ajudá-lo na compreensão de todas as mudanças do Novo Kit de Cálculo Online. Prezado Corretor, Kit de Cálculo Online 0310K1 Este é o novo Kit de Cálculo Online 0310K1, com novidades e alterações para facilitar o seu dia-a-dia. Leia atentamente este Informe Técnico para entender

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência 1 Brasil Entre as Maiores Economias do Mundo Mercado Brasileiro de Seguros e Previdência O Mundo do Seguro e Previdência Desafios

Leia mais

::PORTFOLIO PORTFOLIO

::PORTFOLIO PORTFOLIO PORTFOLIO ::PORTFOLIO :: A EMPRESA Cesar e Cesar Sociedade de Advogados, é um escritório de advocacia e de assessoria jurídica formado por uma equipe de profissionais com experiência nas áreas relacionadas

Leia mais

Unimed Responsabilidade Civil Profissional para Consultório Individual

Unimed Responsabilidade Civil Profissional para Consultório Individual Matriz: Alameda Ministro Rocha Azevedo, 346 01410-901 - São Paulo - SP Atendimento Nacional: 0800 016 6633 Atendimento ao Deficiente Auditivo: 0800 770 3611 Unimed Responsabilidade Civil Profissional para

Leia mais

COMO TRANSFORMAR UMA IDÉIA INOVADORA NUM PROGRAMA VITORIOSO: NOSSO CORRETOR ON-LINE.

COMO TRANSFORMAR UMA IDÉIA INOVADORA NUM PROGRAMA VITORIOSO: NOSSO CORRETOR ON-LINE. SINOPSE COMO TRANSFORMAR UMA IDÉIA INOVADORA NUM PROGRAMA VITORIOSO: NOSSO CORRETOR ON-LINE. O Problema - Uma idéia inovadora com dificuldades operacionais A Real Seguros atua junto a mais de 7,5 mil corretores

Leia mais

Resultados do 3T08 PSSA3

Resultados do 3T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Porto Seguro Fundação Mudança de controle Líder Segmento Auto no Brasil Grupos Seguradores Funcionários diretos Sucursais e escritórios no Brasil Principais cidades 2 Estrutura Societária

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T06 Porto Seguro 14 de Agosto de 2006

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T06 Porto Seguro 14 de Agosto de 2006 Operadora: Bom dia a todos. Sejam Bem Vindos à Teleconferência da S.A. para a discussão dos resultados referentes ao segundo trimestre de 2006. Estão presentes no evento os Srs. Casimiro Blanco Gómez,

Leia mais

Relatório de Atividades 2010

Relatório de Atividades 2010 Relatório de Atividades 2010 Quantidade Presidência Diretoria Evento 31 Reuniões semanais e mensais de Diretoria / Delegacias Regionais. 08 Reuniões / Assembléias Fenacor / Grupo de Trabalho FENACOR Cooperativa

Leia mais

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO

GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Dr. Erlanderson de O. Teixeira Planejamento Tributário Teses tributárias Gerenciamento de Passivos Parcelamento www.erlandeson.com.br GERENCIAMENTO TRIBUTÁRIO Carga Tributária Brasileira Porque pagar os

Leia mais

SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS

SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS Marco Antonio Rossi Presidente da Fenaprevi Presidente da Bradesco Seguros Agenda Mercado Segurador Nacional Os direitos dos Segurados e Participantes Legislação O Brasil

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO PROGRAMA DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL (PCTI) GESTÃO REGIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 www.trt7.jus.br/trabalhoinfantil SEMANA CEARENSE

Leia mais

SINDICATO DOS CORRETORES DE SEGUROS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

SINDICATO DOS CORRETORES DE SEGUROS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SINDICATO DOS CORRETORES DE SEGUROS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Diretoria PRESIDENTE Ricardo Pansera - Canoas VICE PRESIDENTES Celso Marini Passo Fundo Roseli de Castro Viamão Sérgio Petzhold Porto

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR RESOLUÇÃO NORMATIVA-RN No- 117, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2005 Dispõe sobre a identificação de clientes, manutenção de registros e prevê relação de operações

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada.

A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. A... Aceitação Ato de aprovação pela entidade de uma proposta efetuada. Adesão Característica do contrato de previdência privada, relativa ao ato do proponente aderir ao plano de previdência. Administradores

Leia mais

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010.

PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010. PROMOÇÃO DE CRÉDITO: COMO AMPLIAR AS VENDAS E GARANTIR QUALIDADE OPORTUNIDADES NO MERCADO DE SEGUROS SP, 10.11.2010 Eugênio Velasques 2020 2030 2040 2050 2010 Evolução da População 300 250 200 150 5 vezes

Leia mais

23/02/2010. Tarcísio José Massote de Godoy

23/02/2010. Tarcísio José Massote de Godoy 23/02/2010 Tarcísio José Massote de Godoy Agenda Grupo Segurador Brasil e Mercado Segurador Mundial Mercado de Seguros na América Latina Mercado de Seguros, Previdência e Capitalização Seguros e Previdência

Leia mais

ATA DE SESSÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO PLENO DA SUBSEÇÃO DE JOINVILLE DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DE SANTA CATARINA REALIZADA EM 05/07/2011

ATA DE SESSÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO PLENO DA SUBSEÇÃO DE JOINVILLE DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DE SANTA CATARINA REALIZADA EM 05/07/2011 ATA DE SESSÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO PLENO DA SUBSEÇÃO DE JOINVILLE DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DE SANTA CATARINA REALIZADA EM 05/07/2011 1. DATA E HORA 05/07/2011 às 19:00 horas. 2. LOCAL Auditório

Leia mais

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Questões Onde queremos chegar? Como vamos chegar? Onde estamos? Como estamos indo? 2 Mercado Segurador Brasileiro Expanção Geográfica: Oportunidade de Crescimento Queremos

Leia mais

Uma Visão do Setor de Seguros no Brasil. Alexandre H. Leal Neto Superintendente de Regulação

Uma Visão do Setor de Seguros no Brasil. Alexandre H. Leal Neto Superintendente de Regulação Uma Visão do Setor de Seguros no Brasil Alexandre H. Leal Neto Superintendente de Regulação Pauta da apresentação 1º Estrutura do Setor 2º Representação Institucional do Setor 3º Arrecadação Visão por

Leia mais

1 Informações diversas Câmara aprova ampliação de parcelamento do Refis da crise O plenário da Câmara aprovou na noite desta quarta-feira (21) a medida provisória que amplia o parcelamento de débitos tributários,

Leia mais

Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br. Salvador, 2010

Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br. Salvador, 2010 Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br Salvador, 2010 Inscrições gratuitas - para as que pessoas que doarem 2k de alimentos não perecíveis no dia do evento exceto sal, que será

Leia mais

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 1. MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA: Hoje estamos prestando contas de nossos trabalhos frente à Creditran durante o ano de 2014. Com a entrega final do empreendimento iniciado em 2009,

Leia mais

PrevSeguro. Agenda. Conceito e objetivo Critérios Vantagens Fluxo operacional Comunicação Estrutura da Campanha Mapa Tático

PrevSeguro. Agenda. Conceito e objetivo Critérios Vantagens Fluxo operacional Comunicação Estrutura da Campanha Mapa Tático PrevSeguro Agenda Conceito e objetivo Critérios Vantagens Fluxo operacional Comunicação Estrutura da Campanha Mapa Tático 01 Conceito e objetivo O que é o PrevSeguro? É um seguro de vida diferenciado

Leia mais

Paralisação docente na UFU alerta para o pacote de maldades do Governo Federal

Paralisação docente na UFU alerta para o pacote de maldades do Governo Federal Edição Eletrônica nº 11 28/09/2015 Produção Assessoria de Imprensa ADUFU SS www.adufu.org.br Paralisação docente na UFU alerta para o pacote de maldades do Governo Federal A Assembleia da ADUFU SS realizada

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Sócio Administrador (Pessoa Física) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros indenizados durante a vigência

Leia mais

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007

Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 Análise econômica das novas regras de solvência das seguradoras brasileiras Francisco Galiza 1 Outubro/2007 1) Introdução Nos últimos dias úteis de 2006, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP)

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS, DE RESSEGUROS, DE CAPITALIZAÇÃO, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, DE SEGUROS DE PESSOAS, DE PLANOS E

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS, DE RESSEGUROS, DE CAPITALIZAÇÃO, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, DE SEGUROS DE PESSOAS, DE PLANOS E CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS, DE RESSEGUROS, DE CAPITALIZAÇÃO, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, DE SEGUROS DE PESSOAS, DE PLANOS E DE SEGUROS DE SAÚDE, E SEUS PREPOSTOS FEVEREIRO/2008

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS, DE RESSEGUROS, DE CAPITALIZAÇÃO, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, DE SEGUROS DE PESSOAS, DE PLANOS E DE

CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS, DE RESSEGUROS, DE CAPITALIZAÇÃO, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, DE SEGUROS DE PESSOAS, DE PLANOS E DE CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS, DE RESSEGUROS, DE CAPITALIZAÇÃO, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, DE SEGUROS DE PESSOAS, DE PLANOS E DE SEGUROS DE SAÚDE, E SEUS PREPOSTOS FEVEREIRO/2008

Leia mais

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência

Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Autarquia dos Servidores Públicos do Município Regime Próprio de Previdência Página 01 Paranaguá Previdência Lei Complementar do Município Nº 53/2006 Página 02 PREZADO SEGURADO Com início das atividades

Leia mais

Vida Segura Empresarial Bradesco:

Vida Segura Empresarial Bradesco: PRÊMIO ANSP 2005 Vida Segura Empresarial Bradesco: A democratização do acesso ao Seguro de Vida chega às Micro e Pequenas Empresas. 1 SUMÁRIO 1. Sinopse 3 2. Introdução 4 3. O desafio de ser o pioneiro

Leia mais

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA.

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. A promotora de justiça LUCINERY HELENA RESENDE DO NASCIMENTO participou das Conferências Municipais de Políticas para as Mulheres

Leia mais

SICOOB CREDIROCHAS. Resultados

SICOOB CREDIROCHAS. Resultados SICOOB CREDIROCHAS Resultados 2014 MENSAGEM DA DIRETORIA O Sicoob Credirochas conseguiu ótimos resultados numa clara demonstração da força do trabalho cooperativo, na busca por maior participação no mercado

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES Estipulante: ATUAL TECNOLOGIA E ADMINISTRACAO DE CARTOES. CNPJ: 07.746.799/0001-09 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente contrato de seguro tem por objetivo

Leia mais

Release de Resultados do 1T10

Release de Resultados do 1T10 Release de Resultados do 1T10 Fale com R.I Relações com Investidores Tel: (11) 3366-5323 / 3366-5378 www.portoseguro.com.br, gri@portoseguro.com.br Porto Seguro S.A. Alameda Ribeiro da Silva, 275 1º andar

Leia mais

CIRCULAR GERAL. TÍTULO: Seguro de Veículos Apólice 2009/2010

CIRCULAR GERAL. TÍTULO: Seguro de Veículos Apólice 2009/2010 DISTRIBUIÇÃO A TÍTULO: Seguro de Veículos Apólice 2009/2010 1. A CAEFE Caixa de Assistência dos Empregados de FURNAS e ELETRONUCLEAR renovou com a SUL AMÉRICA Seguros, a Apólice Coletiva de Seguro de Veículos,

Leia mais

BOLETIM ANO III Nº 141. Rio de Janeiro, 03 de outubro de 2013 DIRIGENTES SINDICAIS PRESENTES A POSSE DO NOVO PRESIDENTE DA UMPL

BOLETIM ANO III Nº 141. Rio de Janeiro, 03 de outubro de 2013 DIRIGENTES SINDICAIS PRESENTES A POSSE DO NOVO PRESIDENTE DA UMPL BOLETIM ANO III Nº 141 Rio de Janeiro, 03 de outubro de 2013 DIRIGENTES SINDICAIS PRESENTES A POSSE DO NOVO PRESIDENTE DA UMPL Eleito e empossado ontem, dia 30/9, o sr. Éric Thiry, advogado, de nacionalidade

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O FUTURO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL O déficit da previdência social coloca em risco o direito à aposentadoria Fatores que agravam a situação: Queda da taxa de natalidade Aumento da

Leia mais

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL Goiânia, 03 de Abril de 2014. Á CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE GOIAS CNPJ: 01.619.022/0001-05 Ref.: Plano de Previdência Complementar Prezado(a) Senhor(a),

Leia mais

SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP Circular nº 266 de 25.08.2004 Dispõe sobre instruções complementares para a operação do seguro obrigatório de danos pessoais causados por

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO CRSNSP 75ª Sessão Recurso nº 1130 Processo SUSEP nº 001-06805/96 PORTO

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador ARMANDO MONTEIRO I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador ARMANDO MONTEIRO I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 259, de 2010 Complementar, que altera a Lei Complementar nº 126, de 15 de janeiro de 2007, que dispõe sobre a

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 10, DE 2015

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 10, DE 2015 PROJETO DE LEI Nº 10, DE 2015 Altera o art. 2º do Decreto-Lei nº 2.296, de 21 de novembro de 1986, a alínea p do 9º do art. 28 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991 e o art. 63 da Medida Provisória nº

Leia mais

Sincor-ES e Sicoob firmam convênio para divulgação do DPVAT

Sincor-ES e Sicoob firmam convênio para divulgação do DPVAT Sincor-ES e Sicoob firmam convênio para divulgação do DPVAT 1 2 OPINIÃO Ações da Susep prejudicam o mercado Nesta edição da Revista Sincor-ES, dedicamos as páginas centrais a um assunto que tem nos exigido

Leia mais

Release de Resultado 3T08

Release de Resultado 3T08 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$75,0 MILHÕES OU R$0,33 POR AÇÃO NO E R$211,6 MILHÕES OU R$0,92 POR AÇÃO NO 9M08. São Paulo, 7 de Novembro de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os

Leia mais

Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/DPDC. Investimentos Irregulares

Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/DPDC. Investimentos Irregulares Boletim de Proteção do Consumidor/Investidor CVM/DPDC Investimentos Irregulares Apresentação A Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) tem recebido, ao longo dos anos, um grande número de consultas e reclamações

Leia mais

NEWS. Centauro-ON lança nova identidade visual. Nova logomarca da Centauro-ON traz características da Centauro e Ohio National.

NEWS. Centauro-ON lança nova identidade visual. Nova logomarca da Centauro-ON traz características da Centauro e Ohio National. CENTAURO-ON Seguros para viver Ano VI N.º 33 - setembro/outurbro 2014 NEWS Centauro-ON lança nova identidade visual. Nova logomarca da Centauro-ON traz características da Centauro e Ohio National. Leia

Leia mais

Promoção Premiável 2010 - Regulamento

Promoção Premiável 2010 - Regulamento Promoção Premiável 2010 - Regulamento Regulamento BB Seguro Auto Premiável 2010 A Brasilveículos Companhia de Seguros, com Sede à Rua Senador Dantas 105, 29º (parte), 30º e 31º. andares, Cidade do Rio

Leia mais

MD CONSULTORIA EM RECURSOS HUMANOS SITE WWW.MDRH.COM.BR E-MAIL MDRH@MDRH.COM.BR TELEFONE 49 3323 5804 CADASTRO TOTALMENTE GRATUITO

MD CONSULTORIA EM RECURSOS HUMANOS SITE WWW.MDRH.COM.BR E-MAIL MDRH@MDRH.COM.BR TELEFONE 49 3323 5804 CADASTRO TOTALMENTE GRATUITO SELECIONA: Farmacêutico Descrição: Para responder tecnicamente pela distribuição dos medicamentos, auxiliar os representantes nas orientações necessárias, auxiliar os clientes, fornecer treinamentos quanto

Leia mais

Tranquilidade e segurança para você e sua família.

Tranquilidade e segurança para você e sua família. Material de uso exclusivo do Bradesco. Produzido pelo Departamento de Marketing em fevereiro/2009. Reprodução proibida. Não jogue este impresso em via pública. Bradesco PGBL Proteção Familiar Para informações

Leia mais

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente

(4' IRA DE ALMEIDA Presidente (çk - MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAÇÃO - CRSNSP--- --- -- 196 Sessão Recurso n 5886 Processo SUSEP n

Leia mais