Netter FLASH CARDS DE ANATOMIA. 3ª Edição

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Netter FLASH CARDS DE ANATOMIA. 3ª Edição"

Transcrição

1 Netter FLASH CARDS DE ANATOMIA 3ª Edição

2 CONTEÚDO ON-LINE EM PORTUGUÊS Obrigado por adquirir Netter Bioquímica Genética Flash Médica, Cards de Anatomia. 3ª 4 a edição. Nesta página você tem o código de acesso on-line e gratuito aos seguintes conteúdos em português: Banco Perguntas de imagens e respostas comentadas Perguntas Links integrados e respostas n Cards Banco Perguntas extras de imagens respostas comentadas n Quadros Links integrados Clínicos n Quadros Banco de de imagens Exames Clínicos Além Quadros dos itens de acima, Conceitos este Avançados código também lhe dá acesso gratuito Além dos ao itens conteúdo acima, integral este código do livro também em inglês lhe dá no acesso site gratuito ao conteúdo integral do livro em inglês no site * A A aquisição desta desta obra obra habilita o o acesso aos aos sites sites e e até o lançamento da Os próxima conteúdos publicados edição em inglês nestes e/ou sites português, permanecerão ou até disponíveis que esta edição até o lançamento em inglês e/ da próxima ou português edição não em esteja inglês mais e português disponível respectivamente para venda pela desta Elsevier, obra o ou que até ocorrer que esta primeiro. edição em inglês e português respectivamente não esteja mais disponível para venda pela Elsevier, o que ocorrer primeiro. Risque o adesivo com cuidado! Não use objetos pontiagudos. Se possível, utilize uma extremidade plástica (em vez de uma moeda) e não risque com muita força a fim de evitar danificar o código de identificação. Observação importante: a compra deste livro inclui o acesso a materiais complementares on-line para uso exclusivo do comprador. Essa licença e esse acesso funcionam apenas para um usuário por código de acesso. O compartilhamento de senhas é rigorosamente proibido e qualquer tentativa dessa natureza invalidará a senha. O acesso não pode ser compartilhado, revendido ou divulgado. aynes-pinpage.indd 1 11/16/2010 1:52: inpage.indd i 8/17/10 7:41:45

3 SAUNDERS Elsevier 2011 Elsevier Editora Ltda. Tradução autorizada do idioma inglês da edição publicada por Saunders um selo editorial Elsevier Inc. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei de 19/02/1998. Nenhuma parte deste livro, sem autorização prévia por escrito da editora, poderá ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados: eletrônicos, mecânicos, fotográfi cos, gravação ou quaisquer outros. Autorizações para as fi guras de Arte de Netter podem ser solicitadas diretamente à Elsevier s Health Science Licensing Department, na Filadélfi a, PA, EUA: fone , ramal 3276 ou (215) ; ou por ISBN: Copyright 2011, 2007, 2002 by Saunders, an imprint of Elsevier Inc This edition of Netter s Anatomy Flash Cards, 3rd edition by John T. Hansen is published by arrangement with Elsevier Inc. ISBN: Capa Folio Design Editoração Eletrônica Futura Elsevier Editora Ltda. Conhecimento sem Fronteiras Rua Sete de Setembro, nº º andar Centro Rio de Janeiro RJ Rua Quintana, nº 753 8º andar Brooklin São Paulo SP Serviço de Atendimento ao Cliente NOTA O conhecimento médico está em permanente mudança. Os cuidados normais de segurança devem ser seguidos, mas, como as novas pesquisas e a experiência clínica ampliam nosso conhecimento, alterações no tratamento e terapia à base de fármacos podem ser necessárias ou apropriadas. Os leitores são aconselhados a checar informações mais atuais dos produtos, fornecidas pelos fabricantes de cada fármaco a ser administrado, para verifi car a dose recomendada, o método e a duração da administração e as contraindicações. É responsabilidade do médico, com base na experiência e contando com o conhecimento do paciente, determinar as dosagens e o melhor tratamento para cada um individualmente. Nem o editor nem o autor assumem qualquer responsabilidade por eventual dano ou perda a pessoas ou a propriedade originada por esta publicação. O Editor H222n CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO NA FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ 3.ed. Hansen, John T. Netter, Flash Cards de Anatomia / John T. Hansen ; [tradutores Taís Almeida... et al.]. - 3.ed. - Rio de Janeiro : Elsevier, p. : il. ; 16 cm Tradução de: Netter s Anatomy Flash Cards, 3rd ed ISBN Anatomia humana - Atlas. I. Netter, Frank H. (Frank Henry), II. Título CDD: CDU: 611(084)

4 REVISÃO CIENTÍFICA Cristiane Regina Ruiz (Seções 1, 2, 3 e 7) Professora de Anatomia Humana e Anatomia em Imagens do Centro Universitário São Camilo, SP Doutora em Ciências (Morfologia) pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp/EPM) Mestre em Ciências (Morfologia) pela Unifesp/EPM Lisley Alves de Oliveira (Seções 4, 5 e 6) Fisioterapeuta Mestre em Ciências (Morfologia) pela Unifesp/EPM Docente da Disciplina de Anatomia Humana do Centro Universitário São Camilo, SP TRADUÇÃO Adriana Paulino do Nascimento (Seções 6 e 7) Doutora em Biologia Humana e Experimental pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Mestre em Morfologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Claudia Coana (Seções 1 e 2) Bacharel em Letras/Tradução pelo Centro Universitário Ibero-Americano (UNIBERO) - SP. Fernanda Gurgel Zogaib (Seção 4) Formada em Educação Física e Desportos pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IEFD/UERJ) Mestre em Biologia Humana e Experimental pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (BHEx/UERJ) Doutoranda em Ciências Médicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Taís Fontoura de Almeida (Seções 3 e 5) Bacharel em Biologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) Mestre e Doutora em Patologia pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA) Pesquisadora pós-doutora em Morfologia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) MATERIAL COMPLEMENTAR DO SITE REVISÃO CIENTÍFICA E TRADUÇÃO Adilson Dias Salles Professor do Programa de Graduação em Anatomia do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Doutor em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Mestre em Anatomia Humana pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

5 Apresentação Você acaba de adquirir o mais consagrado e didático conjunto de fl ash cards de anatomia disponível, Netter Flash Cards de Anatomia, que oferece uma fonte de aprendizado exclusiva para complementar seu livro-texto de anatomia, atlas ou material de dissecação utilizado na disciplina de anatomia humana nos cursos de graduação em medicina, odontologia, enfermagem e saúde pública. Os fl ash cards desta edição são baseados nas ilustrações médicas atemporais de Frank H. Netter, MD, e incluem não só o sistema de musculatura esquelética, mas também uma revisão dos nervos, vasos e estruturas viscerais importantes que raramente é encontrada nos fl ash cards tradicionais. Cada card de 10x15 cm, totalmente colorido, detalha a anatomia humana da forma que só o Netter consegue. O conjunto é organizado em seções de acordo com o tão conhecido Netter Atlas de Anatomia Humana, 5 a edição (p.ex. Cabeça e Pescoço; Dorso e Medula Espinal; Tórax; Abdome; Pelve e Períneo; Membro Superior; Membro Inferior). Dentro de cada seção, os cards estão organizados sequencialmente da seguinte maneira: Ossos e Articulações; Músculos; Nervos; Vasos e Órgãos. Além disso, a imagem em cada prancha faz referência à prancha original no Netter Atlas de Anatomia Humana, 5ª edição. Já que os cards de início de cada seção são um pouco maiores, você pode facilmente puxar um seção inteira de cards para seu estudo. Além disso, o canto de cada card é perfurado de forma que você pode inseri-lo no anel de metal incluso para manter uma seção inteira na ordem correta. Cada card inclui uma seção de Comentário, que fornece informações relevantes sobre a(s) estrutura(s) retratada(s) na frente do card, incluindo informações detalhadas sobre as origens, inserções, ações e inervação do músculo. A maioria dos cards também contém uma seção de Correlação Clínica que destaca a relevância clínica da anatomia retratada na frente do card. Conteúdo extra on-line está disponível em usando o código de acesso presente na raspadinha no primeiro card. O conteúdo on-line inclui mais de 300 perguntas e respostas para avaliar a sua fi xação do conteúdo. Mais de 20 fl ash cards extras de outros conjuntos de cards dentro da família Netter de fl ash cards também estão disponíveis no Student Consult. Estes cards oferecem uma fonte confi ável e ao alcance com informação anatômica em um formato portátil e fácil de usar. O consenso sobre detalhes anatômicos específi cos de tópicos tais como ligações musculares ou a amplitude do movimento das articulações pode variar consideravelmente entre os livros-texto de anatomia. De fato, a variação anatômica humana é comum e normal. Consequentemente, os detalhes anatômicos fornecidos nestes cards representam a informação mais amplamente aceita sempre que possível. Estou em dívida com as seguintes importantes fontes e seus autores ou editores e gostaria de dar-lhes os créditos: Gray s Anatomia para Estudantes, 2 a ed. Drake R, Vogi W, Mitchell A, Rio de Janeiro, Elsevier, Gray s Anatomia, 40 a ed. Standring S, Rio de Janeiro, Elsevier, Netter s Clinical Anatomy, 2 nd ed. Hansen JT. Philadelphia, Elsevier, Clinically Oriented Anatomy, 6 th ed. Moore KL, Dalley DR, Agur AMR. Philadelphia, Lippincott Williams & Wilkins, Grant s Atlas of Anatomy, 12 th ed. Philadelphia, Lippincott Williams & Wilkins, Hollinshead s Textbook of Anatomy, 5 th ed. Rosse C, Gaddum-Rosse P. Philadelphia, Lippincott Williams & Wilkins, Meu desejo é que o Netter Flash Cards de Anatomia torne o aprendizado mais prazeroso e produtivo, e que o estudo da anatomia inspire você com um senso de admiração e respeito pela forma humana. John T. Hansen, PhD Professor and Associate Dean Department of Neurobiology and Anatomy University of Rochester Medical Center Rochester, New York

6 Sumário Seção 1: Cabeça e Pescoço Seção 2: Dorso e Medula Espinal Seção 3: Tórax Seção 4: Abdome Seção 5: Pelve e Períneo Seção 6: Membro Superior Seção 7: Membro Inferior Netter Flash Cards de Anatomia, 3 a edição

7 1 Cabeça e Pescoço Fichas 1-1 a 1-84 Ossos e Articulações 1-1 Crânio: Vista Anterior 1-2 Crânio: Vista Lateral 1-3 Crânio: Corte Sagital Mediano 1-4 Parede Lateral da Cavidade Nasal 1-5 Base do Crânio: Vista Inferior 1-6 Forames da Base do Crânio: Vista Superior 1-7 Mandíbula: Vista Anterolateral Superior 1-8 Mandíbula: Vista Posterior Esquerda 1-9 Articulação Temporomandibular 1-10 Dentes 1-11 Dente 1-12 Vértebras Cervicais: Atlas e Áxis 1-13 Ligamentos Craniocervicais Externos 1-14 Ligamentos Craniocervicais Internos 1-15 Cartilagens da Laringe 1-16 Ossículos da Audição Músculos 1-17 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-18 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-19 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-20 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-21 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-22 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-23 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral Netter Flash Cards Anatomia

8 1 Cabeça e Pescoço Fichas 1-1 a Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-25 Músculos da Expressão Facial: Vista Lateral 1-26 Músculos Extrínsecos do Olho 1-27 Músculos Extrínsecos do Bulbo do Olho 1-28 Músculos da Mastigação 1-29 Músculos da Mastigação 1-30 Músculos da Mastigação 1-31 Músculos da Mastigação 1-32 Assoalho da Cavidade Oral 1-33 Assoalho da Cavidade Oral 1-34 Língua 1-35 Língua 1-36 Língua 1-37 Teto da Cavidade Oral 1-38 Teto da Cavidade Oral 1-39 Teto da Cavidade Oral 1-40 Músculos da Faringe 1-41 Músculos da Faringe 1-42 Músculos da Faringe 1-43 Músculos da Faringe 1-44 Músculos do Pescoço: Vista Anterior 1-45 Músculos Infra-hióideos e Supra-hióideos 1-46 Músculos Infra-hióideos e Supra-hióideos 1-47 Músculos Infra-hióideos e Supra-hióideos 1-48 Músculos Infra-hióideos e Supra-hióideos 1-49 Músculos Intrínsecos da Laringe Cabeça e Pescoço Sumário

9 Crânio: Vista Anterior Cabeça e Pescoço 1-1

10 Crânio: Vista Anterior 1. Osso frontal 2. Incisura (forame) supraorbital 3. Osso nasal 4. Osso lacrimal 5. Osso zigomático 6. Forame infraorbital 7. Maxila 8. Forame mentual 9. Mandíbula 10. Osso temporal Comentário: Os ossos do crânio estão fundidos entre si formando articulações fi brosas imóveis, como, por exemplo, as suturas. O crânio é composto por 2 categorias gerais de ossos: os ossos do crânio (8 ossos), que contêm o encéfalo, e os ossos da face (14 ossos). Os 8 ossos do crânio são os ossos frontal, occipital, etmoide e esfenoide, 1 par de ossos temporais e 1 par de ossos parietais. Os ossos associados do crânio incluem os ossículos da audição (3 na cavidade da orelha média de cada lado) e o osso hioide, único. O crânio e os ossos associados constituem 29 ossos diferentes (os 32 dentes do adulto são parte da maxila e da mandíbula e não são contados separadamente). Correlação clínica: Fraturas da porção média da face segundo a classifi cação de Le Fort: Le Fort I: fratura horizontal que separa a maxila ao longo do assoalho da cavidade nasal Le Fort II: fratura piramidal que engloba as maxilas, os ossos nasais, as margens infraorbitais e os assoalhos da órbita de ambos os lados Le Fort III: engloba a fratura Le Fort II e os ossos zigomáticos de ambos os lados Cabeça e Pescoço Prancha 4 do Atlas

11 Orelha: Corte Frontal Nota: As setas indicam o trajeto das ondas sonoras Cabeça e Pescoço 1-80

12 Orelha: Corte Frontal 1. Bigorna 2. Martelo (cabeça) 3. Membrana timpânica 4. Janela da cóclea 5. Tuba auditiva 6. Cóclea 7. Nervo vestibulococlear (NC VIII) 8. Ductos semicirculares, ampola, utrículo e sáculo 9. Estribo na janela do vestíbulo Comentário: A orelha externa é composta pela orelha e pelo meato acústico externo. A orelha média é composta pela cavidade timpânica e seus 3 ossículos. A parede lateral da cavidade timpânica é formada pela membrana timpânica (tímpano). A parede medial contém as janelas da cóclea e do vestíbulo. Os ossículos da audição compreendem o martelo, a bigorna e o estribo. A orelha média comunica-se com a parte nasal da faringe por meio da tuba auditiva. Pela tuba auditiva, o ar pode entrar na cavidade da orelha média ou sair dela e igualar a pressão dessa parte da orelha com a pressão atmosférica. A orelha interna é composta pela cóclea e pelo aparelho vestibular. Os aparelhos auditivo e vestibular são inervados pelo NC VIII, o nervo vestibulococlear. A orelha externa é inervada pelos ramos do NC V 3, do NC VII e do NC X. A orelha média é inervada pelo nervo glossofaríngeo (NC IX). Correlação clínica: A otite externa aguda, mais bem conhecida como ouvido de nadador, é a infl amação ou infecção da orelha externa. A otite média aguda (dor de ouvido) é a infl amação da orelha média e é comum em crianças com menos de 15 anos de idade. Cabeça e Pescoço Prancha 92 do Atlas

13 2 Dorso e Medula Espinal Fichas 2-1 a 2-24 Ossos e Articulações 2-1 Coluna Vertebral 2-2 Vértebras Cervicais 2-3 Vértebras Torácicas 2-4 Vértebra Lombar 2-5 Vértebras Lombares 2-6 Ligamentos Vertebrais: Região Lombar 2-7 Sacro e Cóccix Músculos 2-8 Músculos do Dorso 2-9 Músculos do Dorso: Camada Média 2-10 Músculos do Dorso: Camada Média 2-11 Músculos do Dorso: Camada Média 2-12 Músculos do Dorso: Camada Profunda 2-13 Músculos do Dorso: Camada Superfi cial 2-14 Músculos do Dorso: Camada Média 2-15 Trígono Suboccipital 2-16 Trígono Suboccipital 2-17 Trígono Suboccipital Netter Flash Cards Anatomia

14 2 Dorso e Medula Espinal Fichas 2-1 a 2-24 Nervos 2-18 Medula Espinal e Ramos Anteriores In Situ 2-19 Meninges e Raízes dos Nervos 2-20 Origem dos Nervos Espinais: Corte Transversal 2-21 Nervo Espinal Torácico e Conexões com o Tronco Simpático 2-22 Trígono Suboccipital Vasos 2-23 Artérias da Medula Espinal: Distribuição Intrínseca 2-24 Veias do Plexo Venoso Vertebral e da Medula Espinal Dorso e Medula Espinal Sumário

15 Músculos do Dorso 1 2 Dorso e Medula Espinal 2-8

16 Músculos do Dorso 1. Romboide menor 2. Romboide maior Origem: O romboide menor tem origem no ligamento nucal e nos processos espinhosos das vértebras C7 e T1. O romboide maior tem origem nos processos espinhosos das vértebras T2-T5. Inserção: As fi bras desses 2 músculos mesclam-se com frequência e fi xam-se na margem medial da escápula desde o nível da espinha aproximadamente até o ângulo inferior. Ação: Esses músculos retraem a escápula e giram-na para abaixar a cavidade glenoidal. Eles também fi xam a escápula na parede torácica. Inervação: Nervo dorsal da escápula (C4 e C5). Comentário: Os músculos romboide menor e romboide maior são músculos superfi ciais do dorso. Os músculos mais superfi ciais do dorso têm fi xações na escápula e estão envolvidos na movimentação do membro superior. Correlação clínica: A lesão do nervo dorsal da escápula pode enfraquecer os músculos romboides e, como consequência, causar um desvio lateral ipsilateral da escápula porque a tração dos outros músculos escapulares puxa o osso na direção do ombro. Dorso e Medula Espinal Prancha 171 do Atlas Ver também Pranchas 174, 185, 248, 252

17 Meninges e Raízes dos Nervos Dorso e Medula Espinal 2-19

18 Meninges e Raízes dos Nervos 1. Raiz posterior do nervo espinal 2. Gânglio sensitivo do nervo espinal 3. Ramo anterior do nervo espinal 4. Dura-máter 5. Aracnoide-máter 6. Espaço subaracnóideo 7. Pia-máter que cobre a medula espinal 8. Ligamento denticulado Comentário: As radículas posteriores e anteriores unem-se no forame intervertebral para formar as raízes posterior e anterior do nervo espinal. Imediatamente distal a esse ponto está o gânglio sensitivo do nervo espinal. O gânglio sensitivo do nervo espinal contém os corpos celulares dos nervos sensitivos. Cada nervo espinal divide-se em 2 ramos: um anterior muito grande e outro posterior muito menor. Cerca de 20 pares de ligamentos denticulados ancoram a medula espinal à dura-máter. Esses ligamentos são prolongamentos da pia-máter que passam lateralmente entre as raízes anterior e posterior dos nervos espinais e se fi xam na dura-máter. A medula espinal é circundada por 3 camadas meníngeas: a dura-máter externa, fi brosa e resistente, a aracnoide-máter média e a pia-máter de revestimento (mais interna). O líquido cerebroespinal é encontrado no espaço situado entre a aracnoide-máter e a pia-máter (espaço subaracnóideo). Correlação clínica: O espaço subaracnóideo (encéfalo e medula espinal) contém cerca de 150 ml de líquido cerebrospinal. A pressão desse líquido pode ser medida ou amostras podem ser colhidas para análise laboratorial, a fi m de determinar se há infecção em algum lugar do sistema nervoso central. Dorso e Medula Espinal Prancha 162 do Atlas

19 Netter FLASH CARDS DE ANATOMIA John T. Hansen, MD 3ª Edição Se você está se preparando para atuar em um laboratório de anatomia ou estudando para o seu próximo exame, esses flash cards são a forma mais conveniente, portátil e eficiente de revisar a anatomia. Novas Correlações Clínicas ajudarão a manter o foco nas mais importantes implicações dos conceitos anatômicos, úteis na preparação para exames. A parte da frente de cada flash card apresenta uma ilustração colorida do Netter Atlas de Anatomia Humana, 5ª ed., com linhas numeradas apontando para estruturas-chave. No verso, textos concisos identificam as estruturas e analisam informações anatômicas relevantes e suas correlações clínicas. Acesso online ao studentconsult.com.br permite que você revise os flash cards de qualquer computador, e posteriormente teste seu conhecimento com cards extras e com mais de 300 Perguntas e Respostas. Classificação de Arquivo Recomendada ANATOMIA

Guyton & Hall Perguntas e Respostas em Fisiologia

Guyton & Hall Perguntas e Respostas em Fisiologia Guyton & Hall Perguntas e Respostas em Fisiologia Guyton & Hall Perguntas e Respostas em Fisiologia 2 a Edição John E. Hall, PhD Arthur C. Guyton Professor and Chair Associate Vice Chancellor for Research

Leia mais

Não risque as peças, utilize os estiletes marcadores para apontar as estruturas. ESQUELETO AXIAL

Não risque as peças, utilize os estiletes marcadores para apontar as estruturas. ESQUELETO AXIAL ESQUELETO AXIAL Não risque as peças, utilize os estiletes marcadores para apontar as estruturas. Vamos estudar o esqueleto que forma o eixo do corpo iniciando o estudo da CABEÇA óssea que se divide em

Leia mais

Sistema Vestíbulo-Coclear. Matheus Lordelo Camila Paula Graduandos em Medicina pela EBMSP

Sistema Vestíbulo-Coclear. Matheus Lordelo Camila Paula Graduandos em Medicina pela EBMSP Sistema Vestíbulo-Coclear Matheus Lordelo Camila Paula Graduandos em Medicina pela EBMSP Salvador BA 27 de março de 2012 Componentes Orelha Externa Pavilhão Auditivo Meato Acústico Externo até a membrana

Leia mais

Teórica: Aula expositiva dialogada com projeção de imagens e manipulação do esqueleto de resina, articulado.

Teórica: Aula expositiva dialogada com projeção de imagens e manipulação do esqueleto de resina, articulado. Aulas 2 e 3 Tema: Sistema esquelético Objetivos Mediar os conhecimentos científicos dos conteúdos propostos para que o aluno seja capaz de: Identificar a estrutura geral do Esqueleto Humano; Identificar

Leia mais

EXERCÍCIOS SISTEMA ESQUELÉTICO

EXERCÍCIOS SISTEMA ESQUELÉTICO EXERCÍCIOS SISTEMA ESQUELÉTICO 1. Quais as funções do esqueleto? 2. Explique que tipo de tecido forma os ossos e como eles são ao mesmo tempo rígidos e flexíveis. 3. Quais são as células ósseas e como

Leia mais

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 01. Ossos da coluna vertebral A coluna vertebral é formada por um número de 33 ossos chamados vértebras. Estas se diferenciam pela sua forma e função. Vértebras semelhantes se agrupam em regiões

Leia mais

Nervos Cranianos. M.Sc. Profª Viviane Marques

Nervos Cranianos. M.Sc. Profª Viviane Marques Nervos Cranianos M.Sc. Profª Viviane Marques Coordenadora da Pós-graduação em Fonoaudiologia Hospitalar UVA Docente do mestrado de HIV/AIDS e Hepatites Virais UNIRIO Tutora da Residência Multiprofissional

Leia mais

OS S ENTIDOS Profe f sso s ra: a Edilene

OS S ENTIDOS Profe f sso s ra: a Edilene OS SENTIDOS Professora: Edilene OS SENTIDOS DO CORPO HUMANO O Paladar identificamos os sabores; OOlfato sentimosodoroucheiro; O Tato sentimos o frio, o calor, a pressão atmosférica, etc; AAudição captamosossons;

Leia mais

ANATOMIA BUCOMAXILOFACIAL

ANATOMIA BUCOMAXILOFACIAL ANATOMIA BUCOMAXILOFACIAL Djanira Aparecida da Luz Veronez 1 INTRODUÇÃO O complexo bucomaxilofacial se localiza na face, sendo formado por elementos anatômicos do esqueleto cefálico, articulação temporomandibular,

Leia mais

SISTEMA LOCOMOTOR OSSOS E MÚSCULOS. Profa. Cristiane Rangel Ciências 8º ano

SISTEMA LOCOMOTOR OSSOS E MÚSCULOS. Profa. Cristiane Rangel Ciências 8º ano SISTEMA LOCOMOTOR OSSOS E MÚSCULOS Profa. Cristiane Rangel Ciências 8º ano O esqueleto FOTOS: ROGER HARRIS / SCIENCE PHOTO LIBRARY / LATINSTOCK Como saber se um esqueleto é de homem ou de mulher? Que funções

Leia mais

ANATOMIA HUMANA I. Acidentes Ósseos. Prof. Me. Fabio Milioni. Características Anatômicas de Superfície dos Ossos

ANATOMIA HUMANA I. Acidentes Ósseos. Prof. Me. Fabio Milioni. Características Anatômicas de Superfície dos Ossos ANATOMIA HUMANA I Acidentes Ósseos Prof. Me. Fabio Milioni Características Anatômicas de Superfície dos Ossos As superfícies dos ossos possuem várias características estruturais adaptadas a funções específicas.

Leia mais

Profa. Dra. Iêda Guedes Depto Histologia e Embriologia - CCB Universidade Federal do Pará

Profa. Dra. Iêda Guedes Depto Histologia e Embriologia - CCB Universidade Federal do Pará Módulo: Morfológicas I Disciplina: Histologia Curso: Odontologia Profa. Dra. Iêda Guedes Depto Histologia e Embriologia - CCB Universidade Federal do Pará Vista de embrião com 22 dias Primeiro Arco

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL II

ENSINO FUNDAMENTAL II ENSINO FUNDAMENTAL II Valor: 2,0 Nota: Data: / /2015 Professor: Vagner Disciplina: ciências Nome: n o : Ano: 8º 3º bimestre ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO (CIÊNCIAS) Faça uma pesquisa com o seguinte tema: Patologias

Leia mais

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS (2)

ÓRGÃOS DOS SENTIDOS (2) Disciplina: Biologia Série: 6ª série - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Órgãos dos sentidos (2) ÓRGÃOS DOS SENTIDOS (2) A Audição O ouvido é o órgão coletor dos estímulos externos,

Leia mais

Constituição do Esqueleto

Constituição do Esqueleto O ESQUELETO HUMANO Funções do Esqueleto O esqueleto humano constitui a estrutura que dá apoio ao corpo, protege os órgãos internos e assegura a realização dos movimentos, juntamente com o sistema muscular.

Leia mais

21/08/2013 *INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS *OSTEOLOGIA. Conceito. Tipos de Anatomia. Tipos de Anatomia

21/08/2013 *INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS *OSTEOLOGIA. Conceito. Tipos de Anatomia. Tipos de Anatomia *INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS *OSTEOLOGIA Valdirene Zabot valdirene@unochapeco.edu.br Conceito Anatomia é o ramo da ciência que trata da forma e estrutura dos organismos. Etmologicamente,

Leia mais

Exame Neurológico dos Nervos Cranianos Prof.ª Viviane Marques

Exame Neurológico dos Nervos Cranianos Prof.ª Viviane Marques Exame Neurológico dos Nervos Cranianos Prof.ª Viviane Marques Fonoaudióloga, Neurofisiologista e Mestre em Fonoaudiologia Chefe da Empresa FONOVIM Fonoaudiologia Neurológica Ltda Coordenadora da Pós-graduação

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana OUVIDO: SENTIDO DA AUDIÇÃO E DO EQUILÍBRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais)

Anatomia e Fisiologia Humana OUVIDO: SENTIDO DA AUDIÇÃO E DO EQUILÍBRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) Anatomia e Fisiologia Humana OUVIDO: SENTIDO DA AUDIÇÃO E DO EQUILÍBRIO DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) 1ª edição novembro/2006 OUVIDO: SENTIDO DA AUDIÇÃO E DO EQUILÍBRIO SUMÁRIO Sobre a Bio Aulas... 03

Leia mais

Audição. Audição. Audição e equilíbrio. Capta e direcciona as ondas sonoras para o canal auditivo externo.

Audição. Audição. Audição e equilíbrio. Capta e direcciona as ondas sonoras para o canal auditivo externo. Sistema auditivo Audição Audição Audição e equilíbrio Capta e direcciona as ondas sonoras para o canal auditivo externo. Possui glândulas sebáceas e glândulas sudoríparas apócrinas modificadas glândulas

Leia mais

APOSTILA DE CIÊNCIAS

APOSTILA DE CIÊNCIAS Escola D. Pedro I Ciências - 2ª Unidade Carla Oliveira Souza APOSTILA DE CIÊNCIAS Órgão dos Sentidos Assunto do Teste SALVADOR BAHIA 2009 Os cinco sentidos fundamentais do corpo humano: O Paladar identificamos

Leia mais

A palavra postura tem dois grandes significados físico e figurativo (FERREI-

A palavra postura tem dois grandes significados físico e figurativo (FERREI- 11 2 BIOMECÂNICA DA POSTURA 1 2.1 Conceituação de postura A palavra postura tem dois grandes significados físico e figurativo (FERREI- RA, 1986, p. 1373): no sentido físico, corporal, significa "o modo

Leia mais

ESTUDO DO MOVIMENTO OSTEOLOGIA COLUNA VERTEBRAL E TÓRAX 1 TERMOS DIRECCIONAIS ORIENTAÇÃO DO TIPOS DE OSSOS MOVIMENTOS ARTICULARES

ESTUDO DO MOVIMENTO OSTEOLOGIA COLUNA VERTEBRAL E TÓRAX 1 TERMOS DIRECCIONAIS ORIENTAÇÃO DO TIPOS DE OSSOS MOVIMENTOS ARTICULARES TERMOS DIRECCIONAIS EB 23S DE CAMINHA CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO GESTÃO DESPORTIVA ESTUDO DO MOVIMENTO TÓRAX POSIÇÃO DESCRITIVA ANATÓMICA PLANOS DESCRITIVOS PLANO SAGITAL PLANO HORIZONTAL INFERIOR ANTERIOR

Leia mais

Como organizar sua vida financeira

Como organizar sua vida financeira Como organizar sua vida financeira Preencha a ficha de cadastro no fi nal deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Editora Campus/Elsevier. Consulte também

Leia mais

O Nosso Corpo Volume XXIV O Ouvido Parte 2

O Nosso Corpo Volume XXIV O Ouvido Parte 2 O Nosso Corpo Volume XXIV um Guia de O Portal Saúde Outubro de 2010 O Portal Saúde Rua Braancamp, 52-4º 1250-051 Lisboa Tel. 212476500 geral@oportalsaude.com Copyright O Portal Saúde, todos os direitos

Leia mais

8 páginas 1. Formam a cavidade do crânio que. Repousa no topo da coluna vertebral. 22 ossos

8 páginas 1. Formam a cavidade do crânio que. Repousa no topo da coluna vertebral. 22 ossos Ossos do crânio ou neurocrânio (Somente texto) CRÂNIO E OSSO HIÓIDE Formam a cavidade do crânio que encerra e protege o cérebro. Repousa no topo da coluna vertebral 22 ossos Ossos do crânio câ o(8) Ossos

Leia mais

Músculos da Cabeça e Pescoço

Músculos da Cabeça e Pescoço UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Instituto de Ciências Biomédicas Departamento de Anatomia Músculos da Cabeça e Pescoço Profa. Elen H. Miyabara elenm@usp.br Músculos da Cabeça e do Pescoço - Movimentam a cabeça

Leia mais

APOSTILA BÁSICA DE ANATOMIA. TERMINOLOGIA ANATÔMICA ATUALIZADA Revisada em: MARÇO/2011 CRÂNIO NOME: CURSO: http://estudandoanatomia.blogspot.

APOSTILA BÁSICA DE ANATOMIA. TERMINOLOGIA ANATÔMICA ATUALIZADA Revisada em: MARÇO/2011 CRÂNIO NOME: CURSO: http://estudandoanatomia.blogspot. APOSTILA BÁSICA DE ANATOMIA TERMINOLOGIA ANATÔMICA ATUALIZADA Revisada em: MARÇO/2011 CRÂNIO NOME: CURSO: Daniel Moreira Monitor Virtual de Anatomia http://estudandoanatomia.blogspot.com APOSTILAS, JOGOS,

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA Apostila de Exercícios de Fixação Sistema Esquelético ESQUELETO AXIAL ESQUELETO APENDICULAR

ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA Apostila de Exercícios de Fixação Sistema Esquelético ESQUELETO AXIAL ESQUELETO APENDICULAR ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DE NITERÓI CURSO TÉCNICO ALMIR MADEIRA Estrada Caetano Monteiro, 857 Pendotiba. Niterói- RJ Tel: 21994400/21.26202173 (Centro) CURSO: DISCIPLINA: Anatomia e Fisiologia Humana DOCENTE:

Leia mais

ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM SISTEMA MUSCULAR

ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM SISTEMA MUSCULAR ATIVIDADE DE APRENDIZAGEM SISTEMA MUSCULAR 1- Sobre o músculo localizado no braço, anteriormente e superficialmente, e que é classificado morfologicamente como bíceps (por ter duas inserções ou origens

Leia mais

COLÉGIO TÉCNICO SÃO BENTO TÉCNICO EM ESTÉTICA

COLÉGIO TÉCNICO SÃO BENTO TÉCNICO EM ESTÉTICA TÉCNICO EM ESTÉTICA COLÉGIO TÉCNICO MÓDULO PROFISSIONAL ll ANO: 2012 Caro Aluno (a) COLÉGIO TÉCNICO O Colégio Técnico São Bento está no mercado de trabalho desde 1996, tendo como objetivo promover a formação

Leia mais

SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO. Enf. Thais Domingues

SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO. Enf. Thais Domingues SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Enf. Thais Domingues SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO Composto de ossos, músculos, cartilagem, ligamentos e fáscia, proporcionando ao corpo, com sua armação estrutural uma caixa

Leia mais

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier.

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Consulte também nosso catálogo completo, últimos lançamentos e serviços

Leia mais

Osteologia. Estudo da estrutura dos ossos oste = osso; logia = estudo de

Osteologia. Estudo da estrutura dos ossos oste = osso; logia = estudo de Osteologia Estudo da estrutura dos ossos oste = osso; logia = estudo de Ossos Ossos são orgãos esbranquiçados, muito duros, que unindo-se aos outros por meio de junturas ou articulações, constituem o esqueleto.

Leia mais

UM ESTUDO DA COLUNA VERTEBRAL: POSICIONAMENTO E ANATOMIA

UM ESTUDO DA COLUNA VERTEBRAL: POSICIONAMENTO E ANATOMIA UM ESTUDO DA COLUNA VERTEBRAL: POSICIONAMENTO E ANATOMIA EMERSON LUIS DA MATA COSTA¹ DIEMERSON ANTUNES DE OLIVEIRA¹ CAMILA ALVES REZENDE LOPRETO² ¹Acadêmico do Curso Tecnólogo em Radiologia da Faculdades

Leia mais

- Anatomia e Fisiologia do Ouvido. - Avaliação Básica do Ouvido e da Audição. - Principais manifestações patológicas

- Anatomia e Fisiologia do Ouvido. - Avaliação Básica do Ouvido e da Audição. - Principais manifestações patológicas Intervenções de Enfermagem à Pessoa com Problemas da Função Sensorial - do Ouvido - Avaliação Básica do Ouvido e da Audição - Principais manifestações patológicas três partes: ouvido externo, médio e interno.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Nutrição (04) Ano: 2013 Semestre: 1 Período: 1 Disciplina: Anatomia Humana (Human Anatomy) Carga Horária Total: 90 Teórica: 60 Atividade Prática: 30 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl. Tutorial:

Leia mais

Paralisia Facial M.Sc. Prof.ª Viviane Marques

Paralisia Facial M.Sc. Prof.ª Viviane Marques Paralisia Facial M.Sc. Prof.ª Viviane Marques Fonoaudióloga, Neurofisiologista e Mestre em Fonoaudiologia Coordenadora da Pós-graduação em Fonoaudiologia Hospitalar Chefe da Equipe de Fonoaudiologia do

Leia mais

Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Esqueleto axial. Sistema Esquelético Humano.

Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Sistema Esquelético Humano. Esqueleto axial. Sistema Esquelético Humano. Anatomia Humana Sistema Esquelético Ed. Física Prof. Cláudio Costa Osteologia: É o estudo dos ossos. Composição do Sistema Ósseo: 206 peças duras, resistentes e flexíveis chamadas ossos, pelas cartilagens

Leia mais

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos

Estrutura e Função dos Nervos Periféricos FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL MÓDULO SISTEMA NERVOSO NEUROANATOMIA FUNCIONAL Estrutura e Função dos Nervos Periféricos Prof. Gerardo Cristino Aula disponível em: www.gerardocristino.com.br Objetivos

Leia mais

Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo:

Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo: SISTEMA RESPIRATÓRIO Generalidades: Porção de Condução I Nariz Externo: Respiração é definida como a absorção do oxigênio pelo organismo, com liberação subseqüente de energia para o trabalho, calor e a

Leia mais

AUDIÇÃO SISTEMA NERVOSO SENSORIAL. O valor da comunicação verbal faz com que a audição, em alguns momentos, seja ainda mais importante que a visão.

AUDIÇÃO SISTEMA NERVOSO SENSORIAL. O valor da comunicação verbal faz com que a audição, em alguns momentos, seja ainda mais importante que a visão. SISTEMA NERVOSO SENSORIAL Sunol Alvar O valor da comunicação verbal faz com que a audição, em alguns momentos, seja ainda mais importante que a visão. 1 CONSIDERAÇÕES ANATÔMICAS CONSIDERAÇÕES ANATÔMICAS

Leia mais

OSSOS TEMPORAIS(OUVIDO)

OSSOS TEMPORAIS(OUVIDO) OSSOS TEMPORAIS(OUVIDO) A avaliação de perda auditiva ou tiníto quase sempre inclui a investigação do osso temporal através de imagens. Há uma grande variedade de processos de doenças congênitas e adquiridas

Leia mais

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier.

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Lei_Resp_Fiscal_Book.indb i 04/05/2012 15:51:48 Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Consulte também nosso

Leia mais

FISIOLOGIA DO LABIRINTO POSTERIOR (APARELHO VESTIBULAR)

FISIOLOGIA DO LABIRINTO POSTERIOR (APARELHO VESTIBULAR) FISIOLOGIA DO LABIRINTO POSTERIOR (APARELHO VESTIBULAR) INTRODUÇÃO Controle da Postura e Equilíbrio Estabilização da imagem Orientação Espacial/Gravitacional Filogênese do aparelho vestibular/auditivo

Leia mais

ANATOMIA RADIOLÓGICA DA REGIÃO CERVICAL

ANATOMIA RADIOLÓGICA DA REGIÃO CERVICAL ANATOMIA RADIOLÓGICA DA REGIÃO CERVICAL INTRODUÇÃO A Anatomia da região cervical, divide-se em duas partes, coluna vertebral segmento cervical e ou pescoço. Esta região pode ser bem estudada pelos métodos

Leia mais

Categorias de Músculos

Categorias de Músculos URI Curso de Psicologia Prof. Claudio Alfredo Konrat Aparelho Locomotor: ossos, junturas e músculos Os músculos constituem os elementos ativos do movimento Os ossos constituem os elementos passivos do

Leia mais

Esqueleto. Axial. Prof. Adj. Dr. Yuri Karaccas de Carvalho Anatomia Descritiva Animal I. Objetivos da Aula. Conhecer a constituição do Esqueleto Axial

Esqueleto. Axial. Prof. Adj. Dr. Yuri Karaccas de Carvalho Anatomia Descritiva Animal I. Objetivos da Aula. Conhecer a constituição do Esqueleto Axial Universidade Federal do Acre Curso de Medicina Veterinária Esqueleto Axial Prof. Adj. Dr. Yuri Karaccas de Carvalho Anatomia Descritiva Animal I Objetivos da Aula Definir Esqueleto Axial Conhecer a constituição

Leia mais

ATIVIDADES FÍSICAS PARA SURDOS

ATIVIDADES FÍSICAS PARA SURDOS ATIVIDADES FÍSICAS PARA SURDOS Profª. Ms. * Introdução A deficiência auditiva traz algumas limitações para o desenvolvimento do indivíduo, uma vez que a audição é essencial para a aquisição da língua oral.

Leia mais

O Ouvido Humano e a Audição

O Ouvido Humano e a Audição 36 Capítulo 4 O Ouvido Humano e a Audição Neste capítulo faremos um estudo sobre o ouvido humano, a fisiologia da audição e a sensibilidade do nosso sistema auditivo. 1. Conceitos básicos sobre a anatomia

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto No seu conceito mais amplo, a Anatomia é a ciência que estuda, macro e microscopicamente, a constituição

Leia mais

E S T U D O D O M O V I M E N T O - V

E S T U D O D O M O V I M E N T O - V 1 Pronação A pronação corresponde ao movimento que coloca a face palmar da mão virada para trás, colocando o 1º dedo (polegar) da mão mais próximo do plano sagital. Supinação A supinação corresponde ao

Leia mais

Matéria: biologia Assunto: fisiologia humana Sistema NERVOSO Prof. Enrico blota

Matéria: biologia Assunto: fisiologia humana Sistema NERVOSO Prof. Enrico blota Matéria: biologia Assunto: fisiologia humana Sistema NERVOSO Prof. Enrico blota Biologia FISIOLOGIA HUMANA SISTEMA NERVOSO Tem por função receber, associar, armazenar ou emitir informações garantindo assim

Leia mais

Divisão anatômica 15/09/2014. Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Função. Sistema Nervoso Estrutura. Cérebro Cerebelo Tronco encefálico ENCÉFALO

Divisão anatômica 15/09/2014. Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Função. Sistema Nervoso Estrutura. Cérebro Cerebelo Tronco encefálico ENCÉFALO Função o sistema nervoso é responsável pelo controle do ambiente interno e seu relacionamento com o ambiente externo (função sensorial), pela programação dos reflexos na medula espinhal, pela assimilação

Leia mais

SISTEMA LOCOMOTOR 15/02/2011. Crânio. Composição óssea CABEÇA E PESCOÇO

SISTEMA LOCOMOTOR 15/02/2011. Crânio. Composição óssea CABEÇA E PESCOÇO SISTEMA LOCOMOTOR CABEÇA E PESCOÇO Crânio O crânio forma uma caixa óssea que tem a função primordial de abrigar e proteger o encéfalo. Outras funções importantes como: possui cavidades para órgãos da sensibilidade

Leia mais

INVOLUÇÃO X CONCLUSÃO

INVOLUÇÃO X CONCLUSÃO POSTURA INVOLUÇÃO X CONCLUSÃO *Antigamente : quadrúpede. *Atualmente: bípede *Principal marco da evolução das posturas em 350.000 anos. *Vantagens: cobrir grandes distâncias com o olhar, alargando seu

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Professora: Daniela Carrogi Vianna

SISTEMA NERVOSO. Professora: Daniela Carrogi Vianna SISTEMA NERVOSO Professora: Daniela Carrogi Vianna SISTEMA NERVOSO O sistema Nervoso é um todo. Sua divisão em partes tem um significado exclusivamente didático, pois as várias partes estão intimamente

Leia mais

ANORMALIDADES BRANQUIAIS. R2 Péricles Bonafé Hospital Angelina Caron

ANORMALIDADES BRANQUIAIS. R2 Péricles Bonafé Hospital Angelina Caron ANORMALIDADES BRANQUIAIS R2 Péricles Bonafé Hospital Angelina Caron Período embrionário Período embrionário 4ª a 8ª semana de vida intra-uterina endoderma 3 folhetos embrionários mesoderma ectoderma Folhetos

Leia mais

Proteger a medula espinal e os nervos espinais. Fornece um eixo parcialmente rígido e flexível para o corpo e um pivô para a cabeça

Proteger a medula espinal e os nervos espinais. Fornece um eixo parcialmente rígido e flexível para o corpo e um pivô para a cabeça Cinthya Natel Baer Cristiane Schwarz Gelain Isabella Mauad Patruni Laila Djensa S. Santos Laiza Tabisz Mariana Escani Guerra Paula Moreira Yegros Veronica Dalmas Padilha Ana Paula Trotta Aline Sudoski

Leia mais

Plano de Aula CIÊNCIAS. Escutando os sons

Plano de Aula CIÊNCIAS. Escutando os sons Plano de Aula CIÊNCIAS Escutando os sons Escutando os sons. 08 p.; il. (Série Plano de Aula; Ciências) ISBN: 1. Ensino Fundamental Ciências 2. Ser humano e saúde 3. Educação Presencial I. Título II. Série

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Biomedicina (17) Ano: 2013 Semestre: 2 Período: 2 Disciplina: Anatomia Humana (Human Anatomy) Carga Horária Total: 90 Teórica: 60 Atividade Prática: 30 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl. Tutorial:

Leia mais

A relação com o ambiente e a coordenação do corpo

A relação com o ambiente e a coordenação do corpo Daltonismo Algumas pessoas nascem com um ou mais tipos de cone em número reduzido ou ausente e, consequentemente, têm dificuldade de distinguir certas cores. Conjuntivite ANNABELLA BLUESKY / SCIENCE PHOTO

Leia mais

Sistema Sensorial. Biofísica da Audição

Sistema Sensorial. Biofísica da Audição Sistema Sensorial Biofísica da Audição Falar pelos cotovelos... Ouvir pelos joelhos... SENTIDO DA AUDIÇÃO - FINALIDADE Detectar predadores, presas e perigo Comunicação acústica intra - específica Som propagação

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. MORFOLOGIA

1. INTRODUÇÃO 2. MORFOLOGIA 1. INTRODUÇÃO O diafragma é o principal músculo da respiração. Muito já foi estudado sobre sua forma e ação na mecânica respiratória. O objetivo deste trabalho é realizar uma breve revisão destes aspectos,

Leia mais

Sistema Esquelético CAPÍTULO OBJETIVOS

Sistema Esquelético CAPÍTULO OBJETIVOS CAPÍTULO 2 Sistema Esquelético OBJETIVOS Conceituar osso do ponto de vista de sua constituição, discriminando os elementos formadores Conceituar osso desde o ponto de vista biomecânico, sem deixar de se

Leia mais

Órgãos dos Sentidos. web.educom.pt. Prof. CRISTINO RÊGO 8º ANO Ensino Fundamental

Órgãos dos Sentidos. web.educom.pt. Prof. CRISTINO RÊGO 8º ANO Ensino Fundamental Órgãos dos Sentidos web.educom.pt Prof. CRISTINO RÊGO 8º ANO Ensino Fundamental TATO dicas-enfermagem.blogspot.com br A pele é o órgão do tato. Nela encontram-se os receptores sensoriais contendo fibras

Leia mais

EXAME CERVICAL FUNCIONAL

EXAME CERVICAL FUNCIONAL EXAME CERVICAL FUNCIONAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MORFOLOGIA DESORDENS DA A.T.M. E MÚSCULOS DA MASTIGAÇÃO DEPARTAMENTO DE ANATOMIA DESCRITIVA UNIFESP Módulo de maio de 2002 Prof. Dr. Ricardo L. Smith

Leia mais

ANATOMIA e SEMIOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL. Prof. Dr. GABRIEL PAULO SKROCH

ANATOMIA e SEMIOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL. Prof. Dr. GABRIEL PAULO SKROCH ANATOMIA e SEMIOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL Prof. Dr. GABRIEL PAULO SKROCH - COMPOSIÇÃO: 24 Corpos Vertebrais 5 Fusionadas Sacro 4 Cóccix 23 Discos Intervertebrais - FUNÇÕES 1. Postura 2. Movimento e Locomoção

Leia mais

Esqueleto axial. http://www.imagingonline.com.br/

Esqueleto axial. http://www.imagingonline.com.br/ 2010 Esqueleto axial http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo descreve sucintamente os ossos do esqueleto axial. No final do capítulo, encontras-se um mini-atlas e exercícios de memorização a partir

Leia mais

OS SENTIDOS AUDIÇÃO E VISÃO

OS SENTIDOS AUDIÇÃO E VISÃO OS SENTIDOS AUDIÇÃO E VISÃO Profª Ana Cláudia Reis Pedroso AUDIÇÃO O ÓRGÃO DA AUDIÇÃO: A ORELHA O órgão responsável pela audição é a orelha (antigamente denominado ouvido), também chamada órgão vestíbulo-coclear

Leia mais

Avaliação Fisioterapêutica do Ombro Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional-FMUSP

Avaliação Fisioterapêutica do Ombro Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional-FMUSP Avaliação Fisioterapêutica do Ombro Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional-FMUSP Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada Articulação esternoclavicular: É uma

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Sistema Circulatório A função básica do sistema circulatório é a de levar material nutritivo e

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Tecido Nervoso Compreende basicamente dois tipos celulares Neurônios unidade estrutural e funcional

Leia mais

SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo

SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo www.bioloja.com EMBRIOGÊNESE DO SN DIVISÃO DO SN O SISTEMA NERVOSO O SNC recebe, analisa e integra informações. É o local onde ocorre a tomada de decisões e o envio

Leia mais

P R O G R A M A PRIMEIRA FASE

P R O G R A M A PRIMEIRA FASE UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE - CEFID DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - DEF CURSO: LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA CURRÍCULO: 2008/2 P R O G

Leia mais

SISTEMA OSTEOARTICULAR II ESQUELETO AXIAL: COLUNA VERTEBRAL E CAIXA TORÁCICA SUMÁRIO

SISTEMA OSTEOARTICULAR II ESQUELETO AXIAL: COLUNA VERTEBRAL E CAIXA TORÁCICA SUMÁRIO SISTEMA OSTEOARTICULAR II ESQUELETO AXIAL: COLUNA VERTEBRAL E CAIXA TORÁCICA SUMÁRIO I COLUNA VERTEBRAL 1 Os constituintes da coluna vertebral: 7 vértebras cervicais, 12 vértebras torácicas, 5 vértebras

Leia mais

Interação Humano-Computador

Interação Humano-Computador Interação Humano-Computador IHC_Cap_00.indd i 15/7/2010 16:32:00 Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier Editora.

Leia mais

Questão 1 - Identifique os movimentos assinalados pelas letras realizados por dona Matilde. Figura 3. Figuras 4 AB - Abdução.

Questão 1 - Identifique os movimentos assinalados pelas letras realizados por dona Matilde. Figura 3. Figuras 4 AB - Abdução. Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde Escola Superior de Ciências da Saúde Curso de Graduação em Enfermagem Avaliação para Atividade de Monitoria

Leia mais

Acupuntura Escalpeana Craniopuntura de Yamamoto. Escola Chinesa Escola Japonesa. Professora Tânia Mara Flores Email: taniamaraflores@gmail.

Acupuntura Escalpeana Craniopuntura de Yamamoto. Escola Chinesa Escola Japonesa. Professora Tânia Mara Flores Email: taniamaraflores@gmail. Acupuntura Escalpeana Craniopuntura de Yamamoto Escola Chinesa Escola Japonesa Professora Tânia Mara Flores Email: taniamaraflores@gmail.com A craniopuntura divide-se em duas escolas: Chinesa e Japonesa

Leia mais

2) Funções Movimentos: flexão, extensão e rotação. Proteção: medula espinhal no canal vertebral.

2) Funções Movimentos: flexão, extensão e rotação. Proteção: medula espinhal no canal vertebral. Osteologia da Coluna Vertebral Anatomia dosanimais Domésticos I Prof. Paulo Junior 1/8 OSTEOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL 1) Formação Vértebras desde o crânio até a ponta da cauda. 2) Funções Movimentos: flexão,

Leia mais

Artrologia. Articulação é a junção de dois ossos. Podem ser classificadas em:

Artrologia. Articulação é a junção de dois ossos. Podem ser classificadas em: 58 Artrologia Articulação é a junção de dois ossos. Podem ser classificadas em: Fibrosas (Sinartrose) As articulações fibrosas incluem todas as articulações nas quais os ossos são mantidos por tecido conjuntivo

Leia mais

Sumário. 2 Cabeça e Pescoço Anatomia Geral VII. 2.1 Crânio Aparelho Mastigatório e Músculos da Cabeça 53.

Sumário. 2 Cabeça e Pescoço Anatomia Geral VII. 2.1 Crânio Aparelho Mastigatório e Músculos da Cabeça 53. VII Sumário 1 Anatomia Geral 2 Cabeça e Pescoço 19 Posição dos Órgãos Internos, Pontos de Palpação e Linhas Regionais 2 Planos de Secção e Termos de Direção do Corpo 4 Osteologia 6 Esqueleto do Corpo Humano

Leia mais

FISIOLOGIA DA AUDIÇÃO

FISIOLOGIA DA AUDIÇÃO FISIOLOGIA DA AUDIÇÃO Profa. Geanne Matos de Andrade Depto de Fisiologia e Farmacologia AUDIÇÃO Modalidade sensorial que permite aos animais eaohomenpercebersons Som é a pertubação vibratória do ambiente

Leia mais

Perda Auditiva Induzida Pelo Ruído

Perda Auditiva Induzida Pelo Ruído Anatomia do Ouvido O ouvido consiste em três partes básicas o ouvido externo, o ouvido médio, e ouvido interno. Perda da audição, por lesão do ouvido interno, provocada pela exposição ao ruído ou à vibração

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE DA PNEUMATIZAÇÃO DO SEIO ESFENOIDAL EM RELAÇÃO À GLÂNDULA HIPÓFISE

TÍTULO: ANÁLISE DA PNEUMATIZAÇÃO DO SEIO ESFENOIDAL EM RELAÇÃO À GLÂNDULA HIPÓFISE Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ANÁLISE DA PNEUMATIZAÇÃO DO SEIO ESFENOIDAL EM RELAÇÃO À GLÂNDULA HIPÓFISE CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

MÉTODOS PARA APLICAÇÃO DO APARELHO TERAPÊUTICO ELETROMAGNÉTICO KENKOBIO

MÉTODOS PARA APLICAÇÃO DO APARELHO TERAPÊUTICO ELETROMAGNÉTICO KENKOBIO MÉTODOS PARA APLICAÇÃO DO APARELHO TERAPÊUTICO ELETROMAGNÉTICO KENKOBIO ALGUMAS REGRAS PARA A TERAPIA: 1) Horas de terapia - Criança de até 10 anos de idade, utilizá-lo por metade do tempo. - Para o adulto,

Leia mais

Anatomia Geral. http://d-nb.info/1058614592. 1 Filogênese e Ontogênese Humanas. 5 Músculos. 6 Vasos. 2 Visão Geral do Corpo Humano

Anatomia Geral. http://d-nb.info/1058614592. 1 Filogênese e Ontogênese Humanas. 5 Músculos. 6 Vasos. 2 Visão Geral do Corpo Humano Anatomia Geral 1 Filogênese e Ontogênese Humanas 1.1 Filogênese Humana 2 1.2 Ontogênese Humana: Visão Geral, Fecundação e Estágios Iniciais do Desenvolvimento 4 1.3 Gastrulação, Neurulação e Formação dos

Leia mais

UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA. DISCIPLINA DE CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS APLICADAS A MEDICINA VETERINÁRIA IV e V

UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA. DISCIPLINA DE CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS APLICADAS A MEDICINA VETERINÁRIA IV e V UNIC UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS APLICADAS A MEDICINA VETERINÁRIA IV e V Roteiro de aula prática de Anatomia Veterinária Prof a. Juliana

Leia mais

ANATOMIA TOPOGRÁFICA DA CABEÇA E PESCOÇO (FCB00089)

ANATOMIA TOPOGRÁFICA DA CABEÇA E PESCOÇO (FCB00089) ANATOMIA TOPOGRÁFICA DA CABEÇA E PESCOÇO (FCB00089) Músculos e Trígonos do Pescoço Platisma Lâmina de músculo fina e larga, situada no tecido subcutâneo do pescoço. Recobre a face anterolateral do pescoço.

Leia mais

OSSOS DA CABEÇA CRÂNIO COMO UM TODO

OSSOS DA CABEÇA CRÂNIO COMO UM TODO OSSOS DA CABEÇA O crânio é o esqueleto da cabeça; vários ossos formam suas duas partes: o Neurocrânio e o Esqueleto da Face. O neurocrânio fornece o invólucro para o cérebro e as meninges encefálicas,

Leia mais

DISTÚRBIOS DA COLUNA VERTEBRAL *

DISTÚRBIOS DA COLUNA VERTEBRAL * A. POSTURA DISTÚRBIOS DA COLUNA VERTEBRAL * 1 POSTURA LORDÓTICA Trabalho realizado por: Karina Mothé Bianor Orientador: Prof. Blair José Rosa Filho Caracterizada por um aumento no ângulo lombossacro (o

Leia mais

Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação

Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Consulte também

Leia mais

Página 1 de 5 Sequência Didática As ondas sonoras e suas propriedades físicas Utilizando elementos cotidianos e instrumentos musicais, explique à classe os conceitos físicos do som e os limites saudáveis

Leia mais

Desenvolvimento do SISTEMA NERVOSO

Desenvolvimento do SISTEMA NERVOSO Desenvolvimento do SISTEMA NERVOSO INTRODUÇÃO divisões do sistema nervoso DIVISÕES DO SISTEMA NEVOSO Sistema Nervoso Central (SNC): DERIVADO DO TUBO NEURAL consiste em encéfalo e medula espinhal Sistema

Leia mais

Esqueleto apendicular

Esqueleto apendicular 2010 Esqueleto apendicular http://www.imagingonline.com.br/ Esse capítulo enfoca os ossos que formam os esqueletos apendiculares superiores, inferiores e seus respectivos cíngulos.. No final do capítulo,

Leia mais

Incidência de Disfunção Sacroilíaca

Incidência de Disfunção Sacroilíaca Incidência de Disfunção Sacroilíaca ::: Fonte Do Saber - Mania de Conhecimento ::: adsense1 Introdução A pelve e em especial as articulações sacroilíacas sempre foram consideradas como tendo valor clínico

Leia mais

1) (Osec-SP) Na espécie humana, a cor dos olhos se deve à pigmentação da(o): a) Retina; b) Córnea; c) Íris; d) Pupila; e) Cristalino.

1) (Osec-SP) Na espécie humana, a cor dos olhos se deve à pigmentação da(o): a) Retina; b) Córnea; c) Íris; d) Pupila; e) Cristalino. Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 2 Ano Disciplina: Biologia 1) (Osec-SP) Na espécie humana, a cor dos olhos se deve à pigmentação da(o): a)

Leia mais

Fichas informativas. Neurobiologia da Dor Visceral Neurobiology of Visceral Pain

Fichas informativas. Neurobiologia da Dor Visceral Neurobiology of Visceral Pain Fichas informativas Neurobiologia da Dor Visceral Neurobiology of Visceral Pain Definição Dor nos órgãos internos do corpo: Coração, grandes vasos e estruturas perivasculares (por ex., nódulos linfáticos)

Leia mais

Nervos Cranianos. Prof. Gerardo Cristino. Nervios Craneanos - Anatomía y clínica - Pauwels, Akesson, Stewart

Nervos Cranianos. Prof. Gerardo Cristino.  Nervios Craneanos - Anatomía y clínica - Pauwels, Akesson, Stewart Nervos Cranianos Prof. Gerardo Cristino www.gerardocristino.com.br Classificação das fibras dos Nervos Cranianos AFERENTES Fibras aferentes somáticas Dor, temperatura, tato, pressão, propriocepção Fibras

Leia mais

PROTOCOLOS INICIAIS DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NEURO PADI NORMA 1. convexidade e seio sagital superior

PROTOCOLOS INICIAIS DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NEURO PADI NORMA 1. convexidade e seio sagital superior 1 de 37 PROTOCOLOS INICIAIS DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NEURO PADI NORMA 1 1. RM Crânio Isquemia Aguda Sequências Mínimas Obrigatórias Contraste da imagem Cobertura anatômica Resolução espacial Sagital T1

Leia mais

OCLUSÃO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO ODONTOLOGIA COMPLETA ODONTOLOGIA COMPLETA SISTEMA MASTIGATÓRIO ANATOMIA FUNCIONAL 22/03/2009

OCLUSÃO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO ODONTOLOGIA COMPLETA ODONTOLOGIA COMPLETA SISTEMA MASTIGATÓRIO ANATOMIA FUNCIONAL 22/03/2009 SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO OCLUSÃO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO É uma entidade fisiológica e funcional perfeitamente definida e integrada por um conjunto heterogêneo de órgãos e tecidos cuja biologia e fisiopatologia

Leia mais