ANALISTA ANALISTA DE SISTEMAS (610) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANALISTA ANALISTA DE SISTEMAS (610) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos"

Transcrição

1 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 05. TEXTO: Os alimentos estão mais caros e mais escassos Em 1797, Thomas Malthus escreveu sobre política de preços dos alimentos e também sobre economia e política daquela época. Dois anos depois, colocou sua ideia acerca do crescimento da população que, segundo ele, causaria uma discrepância em relação à disponibilidade de alimentos. Assim, na sua opinião, a produção de alimentos não acompanharia o crescimento da população e, no futuro, não seria possível produzir alimentos suficientes para abastecer a população mundial. Recentemente, parece que as perspectivas de Malthus vieram à tona ou pelo menos causam preocupações a diferentes governos, pois diversos países têm promovido políticas e medidas de proteção de seus mercados consumidores, para que não passem por racionamento de alimentos, mas os preços já sofreram aumentos, dando sinais da diminuição da oferta em relação à demanda. Muitos alegam que os vilões dessa possível escassez de alimentos são, principalmente, os biocombustíveis, que forçam o aumento do seu valor, isso porque culturas, como milho e trigo, são usadas como matéria-prima dessa fonte alternativa de energia, deixando, portanto, de atender ao mercado de alimentos. Outro fator que deve ser considerado em relação à escassez de alimentos é o aumento da classe média de países com alto contingente populacional, como a China e a Índia, os dois primeiros países de maior população do mundo. Essa ascensão social fez muitas pessoas começarem a ingerir alimentos que até pouco tempo não faziam parte de sua dieta, como o consumo de proteínas derivadas da carne. O que motiva o desequilíbrio está ligado à quantidade da oferta e da procura, o que fica evidente, ao passo que a procura ou demanda aumenta 4,8% ao ano na Ásia, África e América Latina e 2,6% nos países centrais. A crise de alimentos já se reflete, no Brasil, no preço do arroz, havendo a possibilidade de o governo pedir aos produtores que não exportem para que não comprometam o abastecimento do mercado interno desse produto. Outro motivo que favorece o incremento da escassez de alimentos relaciona-se com o volume do estoque regulador, que garantia a oferta, caso a colheita de um determinado ano fosse ruim. Dessa forma, o estoque regulava os preços, pois não faltava o produto. Entretanto, nos últimos anos, os países não mais realizam esse procedimento ou, então, o conduzem de maneira modesta. De acordo com o Ministro da Agricultura do Brasil, Roberto Rodrigues, os preços dos alimentos não devem cair nos próximos quatro ou cinco anos, tempo que corresponde ao período que a produção de alimentos terá para igualar oferta e demanda. FREITAS, Eduardo de. Faltará alimento no mundo? Os alimentos estão mais caros e mais escassos. Disponível em: <http://www.brasilescola.com/geografia/faltara-alimento-no-mundo.htm.>. Acesso em: 9 fev Adaptado. Questão 01 (Peso 1) De acordo com o texto, A) as previsões de Thomas Malthus perderam-se no tempo. B) a referida escassez de alimentos tem o aumento populacional do mundo como uma de suas causas, conforme fica subentendido no contexto. C) a redução da oferta de alimentos em relação à procura apresenta, dentre as razões apontadas, algumas que são contestadas pelo enunciador do discurso. D) as medidas necessárias para evitar a escassez alimentar, no Brasil, já estão em pleno vigor, a começar pela proibição das exportações de arroz, produto que sofreu reajuste considerável no país. E) a prática do volume do estoque regulador, que antes funcionava para garantir a oferta do produto, além do controle do preço dos alimentos, em épocas de colheitas ruins, deixou de ser usada em todos os países. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 1

2 Questão 02 (Peso 2) Concurso Público Edital nº 03/2010 Identifique as afirmativas verdadeiras (V) e as falsas (F). Em relação ao assunto de que trata, o autor do texto ( ) limita-se, exclusivamente, a fazer constatações. ( ) interage com outros enunciadores sobre o assunto enfocado. ( ) adota um tom crítico-irônico diante das evidências a que chega. ( ) condena os países que não se previnem contra a escassez de alimentos. ( ) cita o posicionamento de uma autoridade brasileira sobre a atual carestia dos alimentos. A) V V V V V B) F V F V F C) F V F F V D) V F F V V E) V F V F F Questão 03 (Peso 1) Está sem comprovação no texto o que se afirma em A) O primeiro parágrafo mostra, sobretudo, a preocupação de Thomas Malthus com o equilíbrio entre a oferta e a procura de alimentos face ao crescimento da população mundial. B) O segundo parágrafo é constituído de uma frase que se estrutura com base em conjecturas referentes às preocupações malthusianas em relação ao futuro. C) O quarto parágrafo apresenta a palavra possível destacada por aspas, o que pode levar o leitor a pressupor que o articulista não concorda plenamente com a presente escassez de alimentos. D) O sexto parágrafo é formado por uma única declaração em que aparece o conectivo ao passo que, o qual admite sua substituição por caso, sem que haja alteração semântica do contexto. E) O último parágrafo encerra uma informação que, dentre outros, apresenta um fato provável. Questão 04 (Peso 3) Sobre os elementos linguísticos presentes no texto, marque com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. ( ) também (linha 1) expressa inclusão. ( ) parece (linha 6) denota incerteza em face do que se declara. ( ) pelo menos (linha 6) equivale a no mínimo. ( ) Essa (linha 16) faz referência a algo já anunciado. ( ) o (linha 27) retoma o termo esse procedimento (linha 27). A) V V V V V B) V F V F V C) V V F F V D) F F V V F E) F V F V F Questão 05 (Peso 3) No texto, o termo A) segundo (linha 3) exprime ordem. B) mas (linha 8) introduz, no contexto, uma condição para que o que foi declarado antes se realize. C) como (linha 12), devidamente contextualizado, exprime a mesma ideia de como (linha 17). D) um (linha 25) qualifica, do mesmo modo que determinado (linha 25), a palavra ano (linha 25). E) mais (linha 26), nesse caso, indica tempo, podendo ser deslocado para depois de realizam (linha 27), sem prejuízo de qualquer natureza gramatical. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 2

3 Leia o texto a seguir para responder às questões de 06 a 15. TEXTO: Trabalhar e sofrer O trabalho enobrece é uma dessas frases feitas que a gente repete sem refletir no que significam, feito reza automatizada. Outra é A quem Deus ama, Ele faz sofrer, que fala de uma divindade cruel, fria, que não mereceria uma vela acesa sequer. Sinto muito: nem sempre trabalhar nos torna nobres, nem sempre a dor nos torna mais justos, mais generosos. O tempo para contemplação da arte e da natureza, ou para a curtição dos afetos, por exemplo, deve enobrecer bem mais. Ser feliz, viver com alguma harmonia, há de nos tornar melhores do que a desgraça. A ilusão de que o trabalho e o sofrimento nos aperfeiçoam é uma ideia que deve ser reavaliada e certamente desmascarada. O trabalho tem de ser o primeiro dos nossos valores, nos ensinaram, colocando à nossa frente cartazes pintados que impedem que a gente enxergue além disso. Eu prefiro a velha dama esquecida num canto feito uma mala furada, que se chama ética. Palavra refinada para dizer o que está ao alcance de qualquer um de nós: decência. Prefiro, ao mito do trabalho como única salvação e da dor como cursinho de aperfeiçoamento pessoal, a realidade possível dos amores e a dos valores que nos tornariam mais humanos, para que trabalhássemos com mais força e ímpeto e vivêssemos com mais esperança. O trabalho que dá valor ao ser humano e algum sentido à vida pode, por outro lado, deformar e destruir. O desprezo pela alegria e pelo lazer espalha-se entre muitos de nossos conceitos, e, por isso, nos sentimos culpados se não estamos em atividade, na cultura do corre-corre e da competência pela competência, do poder pelo poder, por mais tolo que ele seja. Assim como o sofrimento pode nos tornar amargos e até emocionalmente estéreis, o trabalho pode aviltar, humilhar, explorar e solapar qualquer dignidade, roubar nosso tempo, saúde e possibilidade de crescimento. Na verdade, o que enobrece é a responsabilidade que os deveres, incluindo os do trabalho, trazem consigo. O que nos pode tornar mais bondosos e tolerantes, eventualmente, nasce do sofrimento suportado com dignidade, quem sabe com resignação. Mas um ser humano decente é resultado de muito mais que isso: de genética, da família, da sociedade em que está inserido, da sorte ou do azar, e das escolhas pessoais (essas a gente costuma esquecer: queixar-se é tão mais fácil!). LUFT, Lya. Trabalhar e sofrer. Veja, São Paulo: Abril, ed. 2148, ano 43, n. 3, p. 24, 20 jan Adaptado. Questão 06 (Peso 2) Identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. Nesse texto, a articulista ( ) associa trabalho a sofrimento. ( ) propõe a desmitificação das frases feitas em apreço. ( ) considera a esquecida ética acessível a todos e, assim sendo, a real promotora da decência social. ( ) descrê no sentido e no valor que o trabalho tenha condições de dar à vida humana, já que o homem pode ser por ele aviltado e até mesmo destruído. ( ) responsabiliza o próprio homem, em parte, pelo sofrimento por que passa, seja pelas escolhas que faz, seja porque se deixa seduzir pelo engano. A) V F V F F B) F V F V V C) F V V F V D) V F F V F E) V V V V V Questão 07 (Peso 2) Tem comprovação no texto a ideia de A) inaceitação dos instrumentos de dominação mental que conduzem o homem à alienação e à infelicidade. B) rejeição a todo e qualquer tipo de sofrimento por não acrescentar valor nenhum à vida humana. C) repúdio por tudo que promove ilusão, culpa e frustração no imaginário popular. D) fé como determinante de resignação diante do sofrimento. E) crítica aos que se deixam levar por falsas ideologias. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 3

4 Questão 08 (Peso 2) No último período do texto, há uma A) avaliação crítica da enunciadora do discurso sobre decência. B) informação que pode ajudar os seres humanos a trilhar um caminho pautado na ética. C) contradição em face do posicionamento assumido pela voz enunciadora anteriormente. D) ressalva em relação ao que foi afirmado antes, fundamentada em um ponto de vista pessoal. E) amostragem de ações decentes, comprometidas, entretanto, com fatores diversos, todos eles dependentes das escolhas humanas. Questão 09 (Peso 1) O texto apresenta uma estrutura composicional em que a voz enunciadora do discurso A) discorre sobre uma temática específica, negando a força de seus efeitos na prática. B) produz um texto dissertativo em que as informações iniciais são questionadas a seguir e, depois, negadas. C) argumenta contra a compulsão por trabalho, por tirar do homem as oportunidades de viver melhor e de ser feliz. D) usa uma linguagem puramente simbólica para atingir o público-leitor de uma forma mais intensa e menos direta. E) aprova os meios usados pelos mais espertos para dar continuidade efetiva à exploração do homem pelo próprio homem. Questão 10 (Peso 1) O fragmento transcrito que constitui um exemplo de linguagem metafórica é A) O trabalho enobrece (linha 1). B) O tempo para contemplação da arte e da natureza, ou para a curtição dos afetos, por exemplo, deve enobrecer bem mais. (linhas 4 e 5). C) Ser feliz, viver com alguma harmonia, há de nos tornar melhores do que a desgraça. (linhas 5 e 6). D) Eu prefiro a velha dama esquecida num canto feito uma mala furada, que se chama ética. (linhas 9 e 10). E) O que nos pode tornar mais bondosos e tolerantes, eventualmente, nasce do sofrimento suportado com dignidade, quem sabe com resignação. (linhas 21 e 22). Questão 11 (Peso 3) Está em desacordo com a ideia expressa no contexto o que se afirma sobre o termo transcrito em A) feito (linha 2) constitui uma marca da oralidade linguística. B) bem (linha 5) está usado como reforço de mais. C) certamente (linha 7) pode ser substituído por sem dúvida, sem prejuízo semântico. D) cursinho de aperfeiçoamento pessoal (linha 12) denota ironia. E) pode (linha 14) forma locução verbal com os verbos deformar (linha 14) e destruir (linha 15), expressando permissão. Questão 12 (Peso 1) No texto, indica inclusão o termo transcrito em A) sequer (linha 3). B) sempre (linha 4). C) mais (linha 17). D) até (linha 18). E) tão (linha 24). Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 4

5 Questão 13 (Peso 2) O desprezo pela alegria e pelo lazer espalha-se entre muitos de nossos conceitos, e, por isso, nos sentimos culpados se não estamos em atividade, na cultura do corre-corre e da competência pela competência, do poder pelo poder, por mais tolo que ele seja. (linhas de 15 a 17) Na frase em destaque, entre as ideias que encadeiam a mensagem por ela veiculada, fica evidente uma relação de A) causa e efeito. B) adição e conclusão. C) condição e finalidade. D) conformidade e concessão. E) proporcionalidade e temporalidade. Questão 14 (Peso 3) Sobre a sintaxe de concordância e a de regência, identifique as afirmativas verdadeiras (V) e as falsas (F). ( ) A preposição de pode aparecer, dentre outras situações, por exigência de um verbo ou de um nome, conforme atestam os fragmentos que fala de uma divindade cruel (linha 2) e A ilusão de que o trabalho e o sofrimento nos aperfeiçoam (linhas 6 e 7). ( ) Os adjetivos reavaliada (linha 7) e desmascarada (linha 7) estão no feminino, singular, concordando com diferentes nomes. ( ) O verbo preferir, em Prefiro, ao mito do trabalho como única salvação e da dor como cursinho de aperfeiçoamento pessoal, a realidade possível dos amores e a dos valores (linhas 11 e 12), possui a mesma regência que dar, em O trabalho que dá valor ao ser humano (linha 14). ( ) A forma verbal tornariam (linha 12) está no plural para concordar com o antecedente do relativo que, termo que o representa. ( ) As formas verbais nasce (linha 21) e sabe (linha 22) estão no singular, concordando com o mesmo sujeito. A) F V F F V B) V F V V F C) F V F V V D) V V V F F E) V V V V V Questão 15 (Peso 3) Quanto aos sinais de pontuação usados no texto, é correto afirmar: A) As aspas que isolam O trabalho enobrece (linha 1) e A quem Deus ama, Ele faz sofrer (linha 2) foram usadas por diferentes razões. B) Os dois-pontos que aparecem depois de Sinto muito (linha 3) e de qualquer um de nós (linha 11) exercem a mesma função no contexto em que se encontram. C) As vírgulas que separam o termo por exemplo (linha 5) são facultativas e, portanto, podem ser retiradas da frase sem nenhum prejuízo de natureza gramatical. D) A vírgula que aparece depois de Na verdade (linha 20) evidencia um objeto pleonástico. E) Os parênteses que intercalam a declaração essas a gente costuma esquecer: queixar-se é tão mais fácil! (linha 24) destacam um comentário crítico da autora. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 5

6 ATUALIDADES Questão 16 (Peso 1) O nome BRIC foi criado pelo economista americano Jim O Neill, do grupo Goldman Sachs, para designar A) os países mais ricos do mundo e a Federação Russa, embora esta tenha perdido relevância no momento atual. B) os quatro principais países emergentes do mundo, cuja estimativa é que se tornem a maior força econômica do planeta. C) os países membros da OMC que fizeram parte ativamente das decisões da Rodada de Doha. D) as nações que formam o G-4 cujas alianças são sempre focadas em interesses comuns. E) os países membros do G-20 que, juntos, respondem por cerca de 90% do PIB mundial. Questão 17 (Peso 1) O governo de Manoel Zelaya foi derrubado por golpe militar, em junho de 2009, e o presidente do Congresso, Roberto Micheletti, foi nomeado presidente interino. Houve protestos contra os militares e a suspensão das liberdades civis, além da condenação ao golpe pela comunidade internacional. O texto se refere a um acontecimento recente, ocorrido A) no Haiti. B) na Nicarágua. C) em Honduras. D) na Guatemala. E) em Costa Rica. Questão 18 (Peso 2) Segundo Márcia N. Tornello, o mundo que amplia as redes de transportes e derruba barreiras à circulação de mercadoria ergue muros contra o livre trânsito de pessoas. Sobre os muros e as barreiras atuais, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. ( ) O muro construído por Israel, na Cisjordânia, território unicamente palestino, tem sido apoiado por todos os países do mundo, pois o governo judeu alega questões de segurança antiterrorista. ( ) A legislação contra o imigrante, na UE, tenta frear o fluxo humano, dentre outras formas, com detenções e repatriamentos de imigrantes ilegais. ( ) O avanço do muro que separa os EUA do México, aliado aos efeitos da crise econômica, foi capaz de conter, definitivamente, a imigração ilegal de mexicanos em território norte-americano. A) V V V B) V V F C) V F V D) F V F E) F V V Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 6

7 Questão 19 (Peso 2) A respeito da censura política na internet, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. ( ) Todos os países de regime autoritário controlam o acesso de seus cidadãos à internet com o propósito de preservar sua cultura. ( ) A censura política pela internet passou a ser adotada pelo MERCOSUL, após a entrada da Venezuela, país de regime autoritário, nesse bloco. ( ) A restrição à internet visa, dentre outros fatores, bloquear o acesso a informações referentes aos direitos humanos, como é o caso da China. A) V V V B) F V F C) F F V D) V V F E) V F V Questão 20 (Peso 3) Mais de um século depois da abolição, a biologia comprovou que o conceito de raça não se aplica à espécie humana. Vários estudos indicam que as diferenças genéticas entre um negro africano e um loiro escandinavo podem ser menores do que entre dois irmãos da mesma cor. (Atualidades / Vestibular + ENEM: mundo urbano. São Paulo: Abril, p, 181). Quanto à desigualdade social no Brasil, pode-se afirmar. A) A atual condição do negro não se justifica, pois, quando libertados pela Lei Áurea, foram inseridos na sociedade como cidadãos brasileiros, com direitos, deveres e oportunidades iguais aos dos brancos. B) As ações afirmativas, a exemplo da reserva de cotas nas universidades, empresas e concursos públicos, estabelecem tratamento distinto a setores da sociedade historicamente discriminados. C) A redução da população negra não está relacionada à menor taxa de fecundidade, mas ao número de pessoas que passaram a se autodeclarar pardas. D) A valorização do salário mínimo diminuiu acentuadamente as desigualdades entre brancos e negros, nos quesitos ocupação e renda. E) A má qualidade do ensino público e a concentração de renda são os principais argumentos dos defensores das cotas racionais nas universidades. Questão 21 (Peso 2) Mais da metade da população mundial já vive nas cidades e os problemas decorrentes desse fato tendem a se agravar, principalmente nos países pobres, onde o crescimento é muito mais acelerado. As informações contidas no texto e os conhecimentos em relação aos problemas enfrentados pelas grandes cidades do mundo permitem afirmar: A) A falta de coleta de lixo, em aglomerações urbanas de países pobres, provoca contaminação da água, e a ausência de galerias pluviais torna as enchentes, nessas áreas, mais graves, ocasionando doenças, a exemplo da leptospirose. B) A rápida mobilidade social, nas grandes cidades dos países em desenvolvimento, só tem sido possível nos últimos dois anos, em função do aumento dos empregos formais e da queda acentuada do custo de vida. C) A expansão horizontal das cidades se constitui um sério problema em termos de estrutura geral, motivo que levou, tardiamente, o governo do Rio de Janeiro a iniciar o projeto de construção de muros ao redor de suas favelas, para estimular o crescimento vertical nesse tipo de ocupação. D) O setor de transporte é o principal problema enfrentado pelas cidades brasileiras e a tendência é a diminuição da frota para minimizar custos com combustíveis, enquanto o país não se tornar de fato autossuficiente em petróleo. E) A violência extrema, nas megacidades dos países desenvolvidos, resulta do aumento crescente da população e do consumo, sobretudo por parte dos imigrantes. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 7

8 Questão 22 (Peso 1) Concurso Público Edital nº 03/2010 Dentre os países considerados focos de tensão e preocupação mundial na área nuclear, podem ser citados A) Israel e Iraque. B) Índia e Alemanha. C) Coreia do Norte e Irã. D) Paquistão e Afeganistão. E) Federação Russa e Brasil. Questão 23 (Peso 1) Um país degradado, onde cerca de um quarto de seus habitantes depende da ajuda humanitária para sobreviver, deu lugar a ações criminosas, a partir dos quais piratas atacam navios no Oceano Índico. Essa é uma afirmativa que se aplica A) ao Sudão. B) à Somália. C) à Nigéria. D) à Costa do Marfim. E) à República Democrática do Congo. Questão 24 (Peso 2) A natureza é a base da nanotecnologia. Entretanto, copiar esse processo natural é tarefa difícil. Sobre o assunto, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. ( ) A nanotecnologia pode ser aplicada em diversas áreas do conhecimento, devido ao seu caráter multidisciplinar. ( ) Os microprocessadores e equipamentos eletrônicos em geral, além dos filtros de proteção solar, entre outros, são feitos com base na nanotecnologia. ( ) A utilização da nanotecnologia em células-tronco adultas, no campo da medicina, contornou o dilema ético e científico que envolve células-tronco obtidas da destruição de embriões. A) F V F B) F F V C) V F V D) V V F E) V V V Questão 25 (Peso 2) A 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas teve como principal resultado o Acordo de Copenhague. A partir dessa informação, é correto afirmar: A) A aprovação desse acordo foi unânime por parte da sociedade internacional e fortemente aceita pela ONU. B) As metas brasileiras para redução das emissões de gases de efeito estufa baseiam-se, dentre outras medidas, na redução do desmatamento. C) O principal objetivo do referido acordo, visando estabelecer o tratado substituto do Protocolo de Kyoto, vigente de 2006 a 2010, foi plenamente alcançado, segundo seus participantes. D) O texto do acordo considera o aumento-limite de temperatura de 3º Celsius, nos próximos anos, para proteger nações litorâneas do desaparecimento. E) Os países desenvolvidos, conforme as exigências do IPCC, comprometeram-se em reduzir 80% de suas emissões até Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 8

9 Questão 26 (Peso 3) Concurso Público Edital nº 03/2010 I. II. (Atualidades / Vestibular + ENEM: mundo urbano. São Paulo: Abril, p, ). Após a análise dos gráficos e com base nos conhecimentos referentes ao mundo do trabalho, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. ( ) O crescimento do desemprego verificado em 2008, no gráfico I, decorre das demissões em massa ocorridas, principalmente, nas economias desenvolvidas. ( ) O aumento do trabalho informal está relacionado, como o nome já diz, à maior informatização dos setores produtivos da economia. ( ) O impacto da crise mundial, no Brasil, provocou aumento do desemprego a partir de dezembro de 2008, como pode ser observado no gráfico II. ( ) Os efeitos da revolução tecnológica no mundo do trabalho tem resultado em constante redução do desemprego estrutural. ( ) A queda do desemprego, no período de março a dezembro de 2008, no gráfico II, reflete o aumento dos postos de trabalho decorrentes dos investimentos em automação. A) V F V F F B) V V F F V C) F V F V F D) F F V V F E) V V V V V Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 9

10 Questão 27 (Peso 3) Concurso Público Edital nº 03/2010 O conceito de biodiversidade envolve o conhecimento da variedade de seres vivos num território, assim como seu material genético. Sobre a questão da biodiversidade no planeta, pode-se afirmar: A) O tráfico de animais silvestres constitui a mais cruel atividade ilegal do globo, embora não se encontre entre as causas que ameaçam a extinção das espécies. B) Os ecossistemas terrestres apresentam um grau elevado de interdependência dos seus elementos bióticos, o mesmo não ocorrendo em relação a fatores abióticos, de modo que qualquer desequilíbrio não afetará a complexidade de todo ecossistema. C) A rapidez com que as espécies de animais e vegetais se tornam extintas está relacionada com a velocidade de destruição dos ecossistemas pelas sociedades humanas acima da capacidade de reprodução da natureza. D) Os desmatamentos, em áreas de forte endemismo, pouco ameaçam de extinção as espécies, porque a vegetação endêmica consegue sobreviver em outros biomas, independente de fatores ambientais. E) Os biomas brasileiros apresentam alto grau de diversidade biológica e endemismo, por essa razão, todos são considerados hotspots, devendo ser especialmente protegidos contra ações antrópicas futuras. Questão 28 (Peso 3) (Atualidades / Vestibular + ENEM: mundo urbano. São Paulo: Abril, p, 142.). Com base nos gráficos e nos conhecimentos referentes à questão energética no Brasil, pode-se afirmar: A) A matriz energética brasileira apresentava, em 2008, 45,3% de energia renovável. B) A matriz brasileira apresenta grande desequilíbrio entre fontes renováveis e não renováveis quando comparada às grandes economias mundiais. C) As fontes alternativas de energia, como a solar e a eólica, não têm se desenvolvido no país, devido a certos fatores, como falta de tecnologia e investimentos e custos elevados. D) O país continua dando grande ênfase à construção de hidrelétricas, pois, além da grande vazão de seus rios, os custos são reduzidos e não degradam o meio ambiente, sendo uma forma limpa e sustentável de energia. E) O Brasil é o primeiro manancial de urânio do mundo, mas a falta de tecnologia para fabricação das pilhas de urânio inviabiliza o funcionamento de suas usinas nucleares. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 10

11 Questão 29 (Peso 2) Quanto à escassez da água para utilização humana, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas. ( ) O cenário de escassez de água deve-se apenas à irregularidade na sua distribuição, pois o aumento das demandas e a degradação da qualidade da água constituem uma questão de mau gerenciamento do seu uso. ( ) A disputa pela água escassa tem feito surgir situações hidroconflitivas, especialmente no Oriente Médio, onde a competição pelo controle do vale do rio Jordão é um dos pontos da explosiva questão palestina. ( ) O Brasil é um dos poucos países do mundo a não enfrentar o estresse hídrico em decorrência de fatores, como a baixa densidade demográfica, a elevada pluviosidade e a reduzida contaminação dos mananciais. A) F F V B) F V F C) V F V D) V V F E) V V V Questão 30 (Peso 2) A Bahia, apesar de ainda ocupar posição desprivilegiada no ranking do IDH brasileiro, tem apresentado crescimento nos seus indicadores, como A) emprego formal e renda. B) fecundidade e longevidade. C) informalidade e salário mínimo. D) expectativa de vida e escolaridade. E) saneamento básico e assistência a saúde. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 11

12 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Leia o Script Sql a seguir para responder às questões de 31 a 33. DROP TABLE ALUGUEL DROP TABLE USUARIO DROP TABLE FILME DROP TABLE CATEGORIA CREATE TABLE Categoria ( Codigo CHAR(2) NOT NULL, Nome CHAR(30) NOT NULL, QtdeDias INT NOT NULL, CONSTRAINT PK_CAT_COD PRIMARY KEY (Codigo)) CREATE TABLE Usuario ( Matricula CHAR(5) NOT NULL, Nome CHAR(30) NOT NULL, Categoria CHAR(2) NOT NULL, Status CHAR(2) NOT NULL, CONSTRAINT PK_USU_MATR PRIMARY KEY (Matricula), CONSTRAINT FK_USU_CATE FOREIGN KEY (Categoria) REFERENCES Categoria(Codigo)) CREATE TABLE Filme ( Codigo CHAR(3) NOT NULL, Nome CHAR(30) NOT NULL, CONSTRAINT PK_FILM_COD PRIMARY KEY (Codigo)) CREATE TABLE Aluguel ( Codigo INT NOT NULL, Usuario CHAR(5) NOT NULL, Filme CHAR(3) NOT NULL, DataEmpres SMALLDATETIME NOT NULL, DataDevol SMALLDATETIME NULL, CONSTRAINT PK_ALG_COD PRIMARY KEY (Codigo), CONSTRAINT FK_ALG_USU FOREIGN KEY (Usuario) REFERENCES Usuario(Matricula), CONSTRAINT FK_ALG_FIL FOREIGN KEY (Filme) REFERENCES Filme(Codigo)) GO CREATE PROCEDURE Decimal(12,2) output As Begin = SUM(CAST(Aluguel.DataDevol - (Aluguel.DataEmpres + Categoria.QtdeDias)AS INT) FROM Usuario INNER JOIN Categoria ON (Categoria.Codigo = Usuario.Categoria) INNER JOIN Aluguel ON (Aluguel.Usuario = Usuario.Matricula) Where (Usuario.Matricula And (Aluguel.DataDevol Is Not Null And Aluguel.DataDevol > (Aluguel.DataEmpres + Categoria.QtdeDias)) End GO INSERT INTO Categoria VALUES ('11','VIP',7) INSERT INTO Categoria VALUES ('22','Basico',2) INSERT INTO Categoria VALUES ('33','Especial',4) INSERT INTO Usuario VALUES ('11111','Maria','11','00') INSERT INTO Usuario VALUES ('22222','Katia','22','00') INSERT INTO Usuario VALUES ('33333','Carla','11','00') INSERT INTO Usuario VALUES ('44444','Gildo','33','00') Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 12

13 GO Concurso Público Edital nº 03/2010 INSERT INTO Usuario VALUES ('55555','Helga','33','00') INSERT INTO Usuario VALUES ('66666','Mario','11','00') INSERT INTO Usuario VALUES ('77777','Vania','33','00') INSERT INTO Usuario VALUES ('88888','Tomas','33','00') INSERT INTO Usuario VALUES ('99999','Vilma','22','00') INSERT INTO Filme VALUES ('111','Matrix') INSERT INTO Filme VALUES ('222','E o vento Levou') INSERT INTO Filme VALUES ('333','Platoon') INSERT INTO Filme VALUES ('444','Formiguinha Z') INSERT INTO Filme VALUES ('555','Os Incriveis') INSERT INTO Filme VALUES ('666','Atração Fatal') INSERT INTO Filme VALUES ('777','Planeta Vermelho') INSERT INTO Aluguel VALUES (1,'11111','111',' ',' ') INSERT INTO Aluguel VALUES (2,'33333','666',' ',' ') INSERT INTO Aluguel VALUES (3,'88888','555',' ',' ') INSERT INTO Aluguel VALUES (4,'99999','777',' ', NULL) INSERT INTO Aluguel VALUES (5,'11111','666',' ',' ') INSERT INTO Aluguel VALUES (6,'11111','555',' ', NULL) INSERT INTO Aluguel VALUES (7,'22222','222',' ',' ') INSERT INTO Aluguel VALUES (8,'55555','333',' ',' ') INSERT INTO Aluguel VALUES (9,'33333','666',' ',' ') Questão 31 (Peso 2) Vilma :00:00 Maria :00:00 O comando em SQL que produz a saída em destaque com os dados do banco é A) SELECT Usuario.Nome, Aluguel.DataEmpres FROM Usuario INNER JOIN Aluguel ON (Aluguel.Usuario = Usuario.Matricula) WHERE Aluguel.DataDevol IS Null B) SELECT Usuario.Nome, Aluguel.DataDevol FROM Usuario INNER JOIN Aluguel ON (Aluguel.Usuario = Usuario.Matricula) WHERE Aluguel.DataEmpres IS Null C) SELECT Usuario.Nome, Aluguel.DataEmpres From Usuario, Aluguel D) SELECT Usuario.Nome, Aluguel.DataEmpres FROM Usuario INNER JOIN Filme ON (Aluguel.Usuario = Filme.Codigo) E) SELECT Filme.Nome, Aluguel.DataEmpres FROM Usuario INNER JOIN Filme ON (Aluguel.Usuario = Filme.Codigo) Where Aluguel.DataDevol IS Null Questão 32 (Peso 2) Select Filme.Nome From Filme Where Filme.Codigo Not In (Select Distinct Aluguel.Filme From Aluguel) O resultado, contendo dados do banco, que será obtido com o comando SQL em evidência é A) Matrix E o vento Levou B) Platoon Formiguinha Z C) Formiguinha Z D) Os Incriveis Atração Fatal Planeta Vermelho E) Planeta Vermelho Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 13

14 Questão 33 (Peso 3) Decimal(12,2) Exec Calcula Output Executando os comandos SQL em destaque, o resultado será apresentado por A) B) C) 7 D) E) Questão 34 (Peso 1) Deve-se usar o comando Commit Transaction para finalizar com sucesso uma transação iniciada com o comando A) Insert Into Table. B) Delete From Table. C) Begin Transaction. D) RollBack Transaction. E) Init Transaction. Questão 35 (Peso 1) Define-se FrameWork como A) uma armazenagem de informações sobre itens de dados encontrados em um diagrama de fluxo de dados. B) uma descrição dos principais recursos de um produto de software, seu fluxo de informações, comportamento e atributos. C) a especificação das atividades de um sistema. D) uma combinação de componentes, por exemplo, uma biblioteca de classes, que simplifica a construção de aplicações e pode ser conectada em uma aplicação. E) um exame e a alteração de um sistema de software para reconstrui-lo e reimplementá-lo de nova forma. Questão 36 (Peso 3) Em um Sistema Orientado para Objetos, as classes não estão flutuando no vácuo. Elas possuem relacionamentos complexos entre si. Esses relacionamentos descrevem como as classes interagem umas com as outras. A alternativa que representa uma afirmação verdadeira sobre os possíveis relacionamentos entre as classes é a A) A relação de dependência entre duas classes, A e B, representa o tipo mais complexo de relacionamento, pois exige que a classe A seja subclasse da classe B e que a classe B seja subclasse da classe A. B) O relacionamento de generalização, também conhecido como herança, existe quando a classe B é um tipo especifico da classe A, e, nesse caso, a classe A é a superclasse e a classe B é a subclasse. C) A diferença entre os relacionamentos de agregação e de composição reside na quantidade de atributos que as classes relacionadas possuem. D) Um método do mesmo nome, no relacionamento de sobrecarga, pode realizar operações diferentes dependendo do objeto que chamou o método. E) Um relacionamento somente poderá existir entre duas classes se todos os atributos de ambas as classes forem public. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 14

15 Questão 37 (Peso 1) Concurso Público Edital nº 03/2010 Usando-se o código Java int rot(string dado) throws x,y, z {...}, a alternativa que representa uma afirmação verdadeira sobre ele é a A) A classe w é descendente da classe x, então, não é possível que o método rot dispare uma exceção com o objeto da classe w. B) As classes de exceção x, y e z estão intimamente ligadas ao parâmetro do método, pois elas somente funcionam quando o parâmetro é uma String. C) As classes de exceção x, y e z devem estar definidas como parâmetros do método rot. D) O código referido não vai funcionar, pois um método que possui a cláusula throws não pode retornar um int. E) A lista de classes de exceção x, y e z está informando que o método rot pode levantar uma exceção com um objeto de uma dessas três classes ou de suas subclasses. Analise as classes a seguir para responder às questões de 38 a 40. O texto abaixo está separado em três arquivos: Alfa.java, Beta.java e Gama.Java: // Arquivo Alfa.java package Concurso; public class Alfa { private static Alfa a = null; public static int qtde = 0; private Alfa() { qtde++; System.out.println("Criou"); } public static Alfa get() { if (a == null) { a = new Alfa(); } return a; } public void mostra() { System.out.println("Qtde = "+qtde); } } // Arquivo Beta.java package Concurso; public class Beta { public static void main(string args[]) { Alfa a,b; a = new Alfa(); b = Alfa.get(); a.qtde = b.qtde + 1; b.qtde = a.qtde - 1; a.mostra(); b.mostra(); } } // Arquivo Gama.java package Concurso; public class Gama { public static void main(string x[]) { Alfa a,b; a = Alfa.get(); b = Alfa.get(); a.qtde = a.qtde + 2; a.mostra(); b.qtde = b.qtde + 5; b.mostra(); } } Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 15

16 Questão 38 (Peso 2) Sobre o código, pode-se afirmar que a classe Beta A) não funciona porque os objetos a e b são locais do método main. B) não funciona porque não possui o método construtor. C) está definindo três objetos da classe Alfa e está encapsulando um dos objetos, razão pela qual não aparece no código da classe. D) vai mostrar as seguintes informações: criou, em seguida, Qtde = 2 e, logo após, Qtde = 1, quando for executada. E) não vai funcionar, já que é impossível instanciar um objeto da classe Alfa. Questão 39 (Peso 3) É uma afirmação verdadeira sobre o código a expressa em A) O Construtor da classe Alfa é público. B) O método mostra deve ser retirado para que a classe Alfa não provoque um erro de compilação. C) Alfa, Beta e Gama representam uma hierarquia de classes. D) A classe Alfa implementa o padrão Singleton. E) O método mostra, na classe Alfa, é polimórfico, pois também está implementado nas classes filhas de Alfa. Questão 40 (Peso 2) Uma afirmação verdadeira sobre o código está presente na alternativa A) A classe Gama define e instancia dois novos objetos da classe Alfa. B) Ao executar o método main da classe Gama, será mostrado: Criou, em seguida, Qtde = 3 e, logo após, Qtde = 8. C) A classe Gama somente funcionará se o atributo qtde for declarado como private na classe Alfa. D) Os métodos static somente podem ser executados por objetos da mesma classe. E) É preciso instanciar um objeto da classe Gama para que a mesma possa ser executada. Realização: Empresa Baiana de Alimentos S/A EBAL e Fundação CEFETBAHIA 16

ANALISTA MÉDICO DO TRABALHO (612) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos

ANALISTA MÉDICO DO TRABALHO (612) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 05. TEXTO: Os alimentos estão mais caros e mais escassos 5 10 15 20 25 30 Em 1797, Thomas Malthus escreveu sobre política de preços

Leia mais

ANALISTA ADMINISTRADOR (601) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos

ANALISTA ADMINISTRADOR (601) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 05. TEXTO: Os alimentos estão mais caros e mais escassos 5 10 15 20 25 30 Em 1797, Thomas Malthus escreveu sobre política de preços

Leia mais

ANALISTA ENGENHEIRO CIVIL (607) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos

ANALISTA ENGENHEIRO CIVIL (607) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 05. TEXTO: Os alimentos estão mais caros e mais escassos 5 10 15 20 25 30 Em 1797, Thomas Malthus escreveu sobre política de preços

Leia mais

ANALISTA ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO (614) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos

ANALISTA ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO (614) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 05. TEXTO: Os alimentos estão mais caros e mais escassos 5 10 15 20 25 30 Em 1797, Thomas Malthus escreveu sobre política de preços

Leia mais

ANALISTA ASSISTENTE SOCIAL (605) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos

ANALISTA ASSISTENTE SOCIAL (605) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 05. TEXTO: Os alimentos estão mais caros e mais escassos 5 10 15 20 25 30 Em 1797, Thomas Malthus escreveu sobre política de preços

Leia mais

ANALISTA ADVOGADO (611) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos

ANALISTA ADVOGADO (611) LÍNGUA PORTUGUESA. Os alimentos estão mais caros e mais escassos Concurso Público Edital nº 03/2010 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto a seguir para responder às questões de 01 a 05. TEXTO: Os alimentos estão mais caros e mais escassos 5 10 15 20 25 30 Em 1797, Thomas Malthus

Leia mais

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. OBS: EM NEGRITO OS ENUNCIADOS, EM AZUL AS

Leia mais

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio.

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. 01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. Sobre essa questão, leia atentamente as afirmativas abaixo: I. Em 11 de setembro de 2001, os EUA sofreram um violento

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Resenha Desenvolvimento Raíssa Daher 02 de Junho de 2010 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

AULA 8 CRIANDO UMA CLASSE EM PHP INTERAGINDO COM BANCO DE DADOS - COM RELACIONAMENTO ENTRE TABELAS

AULA 8 CRIANDO UMA CLASSE EM PHP INTERAGINDO COM BANCO DE DADOS - COM RELACIONAMENTO ENTRE TABELAS AULA 8 CRIANDO UMA CLASSE EM PHP INTERAGINDO COM BANCO DE DADOS - COM RELACIONAMENTO ENTRE TABELAS Na grande maioria dos sistemas, faz-se necessário utilizar informações que estão armazenadas em uma determinada

Leia mais

Tratados internacionais sobre o meio ambiente

Tratados internacionais sobre o meio ambiente Tratados internacionais sobre o meio ambiente Conferência de Estocolmo 1972 Preservação ambiental X Crescimento econômico Desencadeou outras conferências e tratados Criou o Programa das Nações Unidas para

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase GEOGRAFIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase GEOGRAFIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase GEOGRAFIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de Geografia é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3,5 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A,

Leia mais

Resumo Aula-tema 02: Panorama mundial e nacional mudanças climáticas e políticas públicas emergentes.

Resumo Aula-tema 02: Panorama mundial e nacional mudanças climáticas e políticas públicas emergentes. Resumo Aula-tema 02: Panorama mundial e nacional mudanças climáticas e políticas públicas emergentes. As mudanças nos ecossistemas, causadas pelo modelo de desenvolvimento econômico atual, trazem impactos

Leia mais

Reuso com Herança a e Composiçã

Reuso com Herança a e Composiçã Java 2 Standard Edition Reuso com Herança a e Composiçã ção Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Como aumentar as chances de reuso Separar as partes que podem mudar das partes que não mudam. Exemplo:

Leia mais

Persistência de Dados

Persistência de Dados Persistência de s Universidade do Estado de Santa Catarina - Udesc Centro de Ciências Tecnológicas - CCT Departamento de Ciência da Computação Tecnologia de Sistemas de Informação Estrutura de s II - DAD

Leia mais

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela Certamente você já ouviu falar muito sobre triggers. Mas o quê são triggers? Quando e como utilizá-las?

Leia mais

8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito)

8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito) 8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito) Nos itens anteriores vimos transações do tipo explícitas, ou seja, aquelas que iniciam com BEGIN TRANSACTION. As outras

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) China, Japão e Índia são três dos principais países asiáticos. Sobre sua História, cultura e relações com o Ocidente, analise as afirmações a seguir. l A China passou por um forte processo de modernização

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

A tendência do homem à mecanização, transformando as matérias-primas em bens úteis, gerando resíduos inúteis para o meio;

A tendência do homem à mecanização, transformando as matérias-primas em bens úteis, gerando resíduos inúteis para o meio; OS IMPACTOS AMBIENTAIS E A BIODIVERSIDADE 1 A poluição A introdução no meio ambiente de qualquer matéria ou energia que venha alterar as propriedades físicas, químicas ou biológica que afete a saúde das

Leia mais

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo CONCORRÊNCIA 1. Introdução Recursos exclusivos Não necessita controle Abundância de recursos compartilhados Controle necessário mas mínimo Harmonia, provavelmente não haverá conflito Recursos disputados

Leia mais

Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar

Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar GEOGRAFIA 1ª Série Meio Ambiente Global Conteúdo Complementar http://karlacunha.com.br/tag/charges Geografia - 1ª Série Prof. Márcio Luiz Conferência do Clube de Roma Considero que um dos documentos mais

Leia mais

Capítulo 21 Meio Ambiente Global

Capítulo 21 Meio Ambiente Global Capítulo 21 Meio Ambiente Global http://karlacunha.com.br/tag/charges Geografia - 1ª Série Prof. Márcio Luiz Conferência do Clube de Roma Considero que um dos documentos mais importantes, em termos de

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE ORIENTAÇÃO A OBJETOS

EXERCÍCIOS SOBRE ORIENTAÇÃO A OBJETOS Campus Cachoeiro de Itapemirim Curso Técnico em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita Este exercício deve ser manuscrito e entregue na próxima aula; Valor

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS Exemplos de Scripts SQL (PostgreSQL) Pizzaria 1 2 Criação de BANCO DE DADOS CREATE DATABASE nome_do_banco; CREATE DATABASE pizzaria; Criação de TABELAS SOMENTE COM CHAVE PRIMÁRIA CREATE TABLE nome_da_tabela

Leia mais

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Rodrigo/Saulo DATA: VALOR: 20 PONTOS NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ªEM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO Demografia (Transição

Leia mais

2008.1. A linguagem SQL

2008.1. A linguagem SQL SQL 2008.1 A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua primeira versão

Leia mais

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Estudo faz balanço de serviços urbanos básicos, como a gestão dos resíduos sólidos. (Foto: Reprodução) Apesar do crescimento econômico,

Leia mais

PORTUGUÊS MÉDIO. TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 01 a 03. QUESTÃO 01

PORTUGUÊS MÉDIO. TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 01 a 03. QUESTÃO 01 PORTUGUÊS MÉDIO TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 01 a 03. QUESTÃO 01 Assinale a alternativa em que a frase sobre a imagem abaixo obedece às normas de concordância e regência. a) Esse grupo de amigos resolveram

Leia mais

Prof. Esp. Adriano Carvalho

Prof. Esp. Adriano Carvalho Prof. Esp. Adriano Carvalho Um arquivo contendo uma sequência de comandos em uma linguagem de programação especifica Esses comandosrespeitam regras de como serem escritos e quais são as palavras que podem

Leia mais

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas SQL Autor: Renata Viegas A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 06 Orientação a Objetos e Classes Edirlei Soares de Lima Orientação a Objetos O ser humano se relaciona com o mundo através do conceito de objetos.

Leia mais

Módulo 07 Características Avançadas de Classes

Módulo 07 Características Avançadas de Classes Módulo 07 Características Avançadas de Classes Última Atualização: 15/06/2010 1 Objetivos Descrever variáveis, métodos e iniciadores static Descrever a semântica do modificador final em classes, métodos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PROFESSOR: REINALDO GOMES ASSUNTO: REVISÃO DA INTRODUÇÃO A ORIENTAÇÃO

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH

Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH Oficina CH/EM Caro Aluno, Esta oficina tem por objetivo analisar as principais características de um dos principais indicadores socioeconômicos utilizados na

Leia mais

Unified Modeling Language UML

Unified Modeling Language UML Unified Modeling Language UML Classe e Objeto Atributo Operação Associações (Delegações [SANTOS, 2003]) Dependência Simples: multiplicidade, papel, navegabilidade Com valor semântico adicional: agregação

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 01 Orientação a Objetos Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II ORIENTE MÉDIO -Região marcada por vários conflitos étnicos, políticos e religiosos. -Costuma-se considerar 18 países como pertencentes ao Oriente

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: REALIDADE S. P. E. BRASILEIRA PROFESSOR: CARLOS ALEX BRIC BRIC é um acrônimo criado em novembro de 2001, pelo economista Jim O'Neill, chefe de

Leia mais

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade Origem dos povos ORIENTE MÉDIO: Conflitos árabes-israelenses: 1948 Independência de Israel 1949 Guerras da Independência 1956 Crise de Suez 1964 Criação da OLP` 1967

Leia mais

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil:

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: Questão 01 Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: FONTE: MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, DOS RECURSOS HÍDRICOS E DA AMAZÔNIA LEGAL.

Leia mais

A intensificação da degradação se deu a partir da Revolução Industrial;

A intensificação da degradação se deu a partir da Revolução Industrial; AMBIENTALISMO NO MUNDO GLOBALIZADO 1 O Ano Passado 2 Degradação do meio ambiente A intensificação da degradação se deu a partir da Revolução Industrial; A mobilização da sociedade com objetivo de conter

Leia mais

Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos

Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos Programação Orientada a Objetos Relacionamentos entre objetos Associação, composição e agregação Construtores e sobrecarga Variáveis de classe e de instância Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Objetos

Leia mais

CARTA DA TERRA Adaptação Juvenil

CARTA DA TERRA Adaptação Juvenil CARTA DA TERRA Adaptação Juvenil I TRODUÇÃO Vivemos um tempo muito importante e é nossa responsabilidade preservar a Terra. Todos os povos e todas as culturas do mundo formam uma única e grande família.

Leia mais

Histórico de revisões

Histórico de revisões Apostila 3 Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 30/09/2011 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr CONTEÚDO Exclusão de registros Consultas por Dados de Resumo Group by / Having Funções

Leia mais

AULA 4 FLORESTAS. O desmatamento

AULA 4 FLORESTAS. O desmatamento AULA 4 FLORESTAS As florestas cobriam metade da superfície da Terra antes dos seres humanos começarem a plantar. Hoje, metade das florestas da época em que recebemos os visitantes do Planeta Uno não existem

Leia mais

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa.

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O que é o Aquecimento Global? O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br Na última aula estudamos Unidade 4 - Projeto Lógico Normalização; Dicionário de Dados. Arquitetura

Leia mais

Ser grande não significa ser mais rico, e ter relevância em um dos indicadores não confere a cada país primazia em comparação a outro.

Ser grande não significa ser mais rico, e ter relevância em um dos indicadores não confere a cada país primazia em comparação a outro. ASSUNTO em pauta O BRIC em números P o r Sérgio Pio Bernardes Ser grande não significa ser mais rico, e ter relevância em um dos indicadores não confere a cada país primazia em comparação a outro. É Smuito

Leia mais

Comandos de Manipulação

Comandos de Manipulação SQL - Avançado Inserção de dados; Atualização de dados; Remoção de dados; Projeção; Seleção; Junções; Operadores: aritméticos, de comparação,de agregação e lógicos; Outros comandos relacionados. SQL SQL

Leia mais

Neoliberalismo tingido de verde de olho na Rio + 20

Neoliberalismo tingido de verde de olho na Rio + 20 Neoliberalismo tingido de verde de olho na Rio + 20 Rodrigo Otávio Rio de Janeiro - A antropóloga e ambientalista Iara Pietricovsky faz parte do grupo de articulação da Cúpula dos Povos (evento das organizações

Leia mais

Procedimentos armazenados

Procedimentos armazenados Procedimentos armazenados Prof. Márcio Bueno {bd2tarde,bd2noited}@marciobueno.com Material da Profª Maria Lígia B. Perkusich Procedimentos armazenados (i) Definição Um procedimento armazenado (stored procedure)

Leia mais

3. PARADIGMA ORIENTADO A OBJETOS

3. PARADIGMA ORIENTADO A OBJETOS Paradigmas de Linguagens I 1 3. PARADIGMA ORIENTADO A OBJETOS Este paradigma é o que mais reflete os problemas atuais. Linguagens orientada a objetos (OO) são projetadas para implementar diretamente a

Leia mais

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL

SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL SQL - Structured Query Language, ou Linguagem de Consulta Estruturada ou SQL Criar uma base de dados (criar um banco de dados) No mysql: create database locadora; No postgresql: createdb locadora Criar

Leia mais

A Nova Geopolítica do Petróleo

A Nova Geopolítica do Petróleo A Nova Geopolítica do Petróleo Introdução ao problema: A expressão geopolítica engloba assuntos que são concebidos como de enorme importância para países numa determinada região, continente, hemisfério

Leia mais

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL 1. O que é Linguagem SQL 2. Instrução CREATE 3. CONSTRAINT 4. ALTER TABLE 5. RENAME TABLE 6. TRUCANTE TABLE 7. DROP TABLE 8. DROP DATABASE 1 1. O que é Linguagem SQL 2. O SQL (Structured Query Language)

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer AGRICULTURA E AQUECIMENTO GLOBAL Carlos Clemente Cerri Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/USP) Fone: (19) 34294727 E-mail: cerri@cena.usp.br Carlos Eduardo P. Cerri Escola Superior de Agricultura

Leia mais

Projeto de Software Orientado a Objeto

Projeto de Software Orientado a Objeto Projeto de Software Orientado a Objeto Ciclo de Vida de Produto de Software (PLC) Analisando um problema e modelando uma solução Prof. Gilberto B. Oliveira Estágios do Ciclo de Vida de Produto de Software

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM SQL CRIAÇÃO DE BANCO DE DADOS E OTIMIZAÇÃO DE CONSULTAS Esclarecimento Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2012 da NRSYSTEM COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA-ME, consiste de uma compilação de diversos materiais entre livros,

Leia mais

Gabarito - Banco de Dados SQL - 30/07/2013 AULA 01

Gabarito - Banco de Dados SQL - 30/07/2013 AULA 01 Gabarito - Banco de Dados SQL - 30/07/2013 AULA 01 1 1- Bancos de dados compreendem desde agendas telefônicas até sistemas computadorizados. (Sim) 2- Só podemos instalar o SQL Server Express se tivermos

Leia mais

SIMULADO DO ENEM TESTE SEUS CONHECIMENTOS

SIMULADO DO ENEM TESTE SEUS CONHECIMENTOS SIMULADO DO ENEM TESTE SEUS CONHECIMENTOS Simulado do Enem: 1 - Analise as representações cartográficas a seguir: Estas representações são anamorfoses geográficas. Uma anamorfose geográfica representa

Leia mais

Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP

Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP 1) Introdução Programação Orientada a Objetos é um paradigma de programação bastante antigo. Entretanto somente nos últimos anos foi aceito realmente

Leia mais

O uso de exceções permite separar a detecção da ocorrência de uma situação excepcional do seu tratamento, ao se programar um método em Java.

O uso de exceções permite separar a detecção da ocorrência de uma situação excepcional do seu tratamento, ao se programar um método em Java. Exceções em Java Miguel Jonathan DCC/IM/UFRJ (rev. abril de 2011) Resumo dos conceitos e regras gerais do uso de exceções em Java O uso de exceções permite separar a detecção da ocorrência de uma situação

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 2 DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Todo o processamento que um programa Java faz está definido dentro dos

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão.

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão. CRISE DO ESCRAVISMO A Dinamarca foi o primeiro país Europeu a abolir o tráfico de escravos em 1792. A Grã-Bretanha veio a seguir, abolindo em 1807 e os Estados Unidos em 1808. O Brasil foi o último país

Leia mais

Calendário 2015 Clima

Calendário 2015 Clima Calendário 2015 Clima 15 a 28 de Setembro - Assembléia Geral da ONU (Nova York) 70º Assembléia Geral Dia 28 de Setembro Relatório do Secretário Geral Ban Ki-Moom Principais temas: Clima e Objetivos do

Leia mais

SQL comando SELECT. SELECT [DISTINCT] FROM [condição] [ ; ] Paulo Damico - MDK Informática Ltda.

SQL comando SELECT. SELECT [DISTINCT] <campos> FROM <tabela> [condição] [ ; ] Paulo Damico - MDK Informática Ltda. SQL comando SELECT Uma das tarefas mais requisitadas em qualquer banco de dados é obter uma listagem de registros armazenados. Estas tarefas são executadas pelo comando SELECT Sintaxe: SELECT [DISTINCT]

Leia mais

Linguagem SQL. Comandos Básicos

Linguagem SQL. Comandos Básicos Linguagem SQL Comandos Básicos Caetano Traina Júnior Grupo de Bases de Dados e Imagens Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Universidade de São Paulo - São Carlos caetano@icmc.sc.usp.br Comando

Leia mais

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Objetivos: Criar restrições para atributos, chaves primárias e estrangeiras; Explorar consultas SQL com uso de

Leia mais

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.)

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.) 25 c No Brasil, no período 1990-91 a 2003-04, a produção de grãos apresentou crescimento de 125%, enquanto a área plantada aumentou apenas 24%, conforme mostra o gráfico. (Agroconsult, Ministério da Agricultura

Leia mais

Gestão de Serviços Ambientais nas Empresas. Uma questão estratégica

Gestão de Serviços Ambientais nas Empresas. Uma questão estratégica Gestão de Serviços Ambientais nas Empresas Uma questão estratégica Ética Ambiental ÉTICA. Do grego ETHOS, que significa modo de ser, caráter. Forma de agir do Homem em seu meio social. O comportamento

Leia mais

BRIC A EMERGÊNCIA OU INSURGÊNCIA DA PERIFERIA?

BRIC A EMERGÊNCIA OU INSURGÊNCIA DA PERIFERIA? BRIC A EMERGÊNCIA OU INSURGÊNCIA DA PERIFERIA? Ontem, Brasília foi realmente o foco das atenções mundiais. No Brasil, um pouco menos. Não foi o Brasil que inventou isso, mas a gente registrou o fenômeno

Leia mais

A CRISE DOS ALIMENTOS EM 2007 E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O MERCADO INTERNACIONAL WALDÊNIA JANINE FERREIRA SILVA

A CRISE DOS ALIMENTOS EM 2007 E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O MERCADO INTERNACIONAL WALDÊNIA JANINE FERREIRA SILVA 1 A CRISE DOS ALIMENTOS EM 2007 E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O MERCADO INTERNACIONAL WALDÊNIA JANINE FERREIRA SILVA INTRODUÇÃO As recentes altas dos preços dos alimentos remetem a vários questionamentos de

Leia mais

Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio

Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio Área de Conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia Ementa Possibilitar a compreensão do conceito, do histórico e contextualização da Geografia.

Leia mais

A dinâmica econômica e demográfica dos BRICs

A dinâmica econômica e demográfica dos BRICs A dinâmica econômica e demográfica dos BRICs José Eustáquio Diniz Alves 1 O acrônimo BRIC (tijolo em inglês), formado pelas letras iniciais dos nomes de quatro países de dimensões continentais Brasil,

Leia mais

A vingança de Gaia. O cientista inglês que considera a Terra um organismo vivo diz que só a energia nuclear pode adiar o desastre

A vingança de Gaia. O cientista inglês que considera a Terra um organismo vivo diz que só a energia nuclear pode adiar o desastre Página 1 de 5 ' nmlkji nmlkj ok Edição 1979. 25 de outubro de 2006 Entrevista: James Lovelock A vingança de Gaia < O cientista inglês que considera a Terra um organismo vivo diz que só a energia nuclear

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 62 O PETRÓLEO EM DESTAQUE

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 62 O PETRÓLEO EM DESTAQUE GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 62 O PETRÓLEO EM DESTAQUE Como pode cair no enem? (ENEM) No mundo contemporâneo, as reservas energéticas tornam-se estratégicas para muitos países no cenário internacional. Os

Leia mais

GABARITO DAS REVISÕES DE AULA

GABARITO DAS REVISÕES DE AULA GABARITO DAS REVISÕES DE AULA REVISÃO DE AULA 1 Baseado nas páginas 09 a 11 e de 20 a 21 do Livro Didático, na aula e nos 1. Países considerados do norte, apesar de estar no hemisfério sul: ( ) China e

Leia mais

1) Analise os quadros a seguir:

1) Analise os quadros a seguir: 1) Analise os quadros a seguir: QUADRO 1 QUADRO 2 Marque a alternativa CORRETA: a) O fator responsável para explicar o quadro 1 é o aumento do processo migratório decorrente do processo de globalização.

Leia mais

Logado no OracleXE vamos acessar a opção:

Logado no OracleXE vamos acessar a opção: Tutorial PL/SQL O PL/SQL é uma linguagem procedural que roda diretamente no núcleo do SGBD Oracle. O objetivo deste tutorial é mostrar a criação de funções e procedimentos em PL/SQL, interagindo com comandos

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia:

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia: Instruções Gerais: VESTIBULAR 2013 1ª Fase GEOGRAFIA Grade de Correção Hoje você deverá responder às questões de Artes e Questões Contemporâneas, História, Geografia e de Raciocínio Lógico-Matemático.

Leia mais

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014 Mobilidade Urbana VASCONCELOS, Eduardo Alcântara de. Mobilidade urbana e cidadania. Rio de Janeiro: SENAC NACIONAL, 2012. PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL LUCIANE TASCA COMO SE FORMAM AS CIDADES? Como um

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL. Estágio-Docência: Camila Macêdo Medeiros

CRESCIMENTO POPULACIONAL. Estágio-Docência: Camila Macêdo Medeiros CRESCIMENTO POPULACIONAL Estágio-Docência: Camila Macêdo Medeiros O que é Crescimento Populacional? O crescimento populacional é a mudança positiva do número de indivíduos de uma população dividida por

Leia mais

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados 1) Introdução! Em algumas situações, pode ser necessário preservar os objetos

Leia mais

SIMULADO DE PORTUGUÊS

SIMULADO DE PORTUGUÊS SIMULADO DE PORTUGUÊS Professora: Fabyana Muniz Texto I O desafio da qualidade É uma conquista civilizatória para o Brasil ter a imensa maioria das crianças em idade escolar com acesso às salas de aula,

Leia mais

Identificando os tipos de fontes energéticas

Identificando os tipos de fontes energéticas Identificando os tipos de fontes energéticas Observe a figura abaixo. Nela estão contidos vários tipos de fontes de energia. Você conhece alguma delas? As fontes de energia podem ser renováveis ou não-renováveis,

Leia mais

DEMOGRAFIA E RECURSOS NATURAIS: AS INFLUÊNCIAS DO PENSAMENTO MALTHUSIANO

DEMOGRAFIA E RECURSOS NATURAIS: AS INFLUÊNCIAS DO PENSAMENTO MALTHUSIANO 1 DEMOGRAFIA E RECURSOS NATURAIS: AS INFLUÊNCIAS DO PENSAMENTO MALTHUSIANO Francisco Albertino Ribeiro dos Santos 1 Antônio Wilton Cajado de Sousa 2 Everton José Amaral Pereira 3 Rafael Rebelo Lopes 4

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

CPS CP/ECEME - 2008 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA

CPS CP/ECEME - 2008 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA CPS CP/ECEME - 2008 2ª AVALIAÇÃO SOMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA Al nº 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Estudar a retomada do Programa Nuclear Brasileiro, com o enfoque nos aspectos econômico e científico-tecnológico,

Leia mais